Grau de Risco Médio. Pertence ao Novo Mercado. Grau de Risco Médio. Side de: 60,2%

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Grau de Risco Médio. Pertence ao Novo Mercado. Grau de Risco Médio. Side de: 60,2%"

Transcrição

1 Boletim Semanal >> Indicações para a Semana de 22 a 26 de Junho de Com uma semana agitada, novamente o Ibovespa se viu diante de intensa volatilidade. A começar por aqui, tivemos mais uma semana de pessimismo; tendo em vista a pífia arrecadação do governo este ano já surgem rumores de que o governo vem estudando rebaixar a meta de superávit, atualmente em 1,2% do PIB, e que inclusive o governo já vem botando na conta um rebaixamento de rating pela agência Moody s, que se concretizado deixaria o país a um passo de perder o grau de investimento. De indicadores, foram divulgadas as vendas no varejo de abril, que apresentou queda de 0,4% frente a março, retração mais forte do que o esperado. Já o IBC-Br apresentou queda de 0,84% em abril e o IPCA-15 deste mês ficou em 0,99%, ambos os indicadores expressaram deterioração mais acentuada do que o esperado. Ainda por aqui, houve nova postergação da votação sobre a redução da desoneração da folha de pagamento. O cenário que se apresenta continua sendo bastante complicado para o governo, que precisa reorganizar as contas públicas, mas que carece de apoio no congresso e tenta ganhar tempo. O destaque externo ficou com a reunião do FOMC, na qual a presidente do FED sinalizou que as condições para elevação dos juros ainda não foram atingidas, afastando a possibilidade de elevação no curto prazo, e adiantou que deva ocorrer de forma progressiva. Entendemos que algumas projeções em relação ao início da alta dos juros podem começar a apontar a reunião de dezembro, aumentando também as apostas para aumento de juros somente em Na Zona do Euro, a Grécia voltou à cena; com mais uma rodada de negociações infrutíferas, encaminhando o país em direção a um default e possível saída da Zona do Euro. Apesar do noticiário negativo por aqui e na Zona do Euro, a postergação da elevação dos juros nos EUA e especulações de uma profunda reestruturação na Petrobras deram algum fôlego ao Ibovespa. Na próxima semana a agenda permanece carregada. No cenário doméstico, o destaque deve ser o andamento da reforma no fator previdenciário, que já aprovado pelo legislativo, foi vetado pela presidente Dilma Rousseff na última semana, que sinalizou que deverá apresentar uma mudança no fator 85/95 presente no texto original, e propor uma fórmula de benefícios previdenciários progressivos. Em relação a indicadores, teremos as divulgações da taxa de desemprego de maio, o PIB de abril, o relatório trimestral da inflação e o relatório mensal da dívida pública de maio. Nos EUA teremos a segunda revisão do PIB do 1 trim., (que previamente apresentou variação negativa de 0,7%) e dados do mercado de trabalho, importantes, sobretudo agora para balizar expectativas do timing de elevação dos juros por lá. Na Zona do Euro, teremos as divulgações dos PMIs de serviços e industrial da Alemanha e da Zona do Euro, ambos de junho, porém a Grécia deve continuar sendo o foco das atenções, ainda mais pela proximidade do vencimento de parcelas de sua dívida. Acreditamos que o país continuará no bloco, mas a resolução desse imbróglio ainda será sinônimo de muita volatilidade. Na China, teremos o PMI industrial preliminar de junho, na qual as expectativas são de que as medidas de estímulos aplicadas já esbocem efeitos. De forma geral, lá fora teremos a intensificação da volatilidade (Grécia) e indicadores com poucas novas na China e EUA. Por aqui, teremos mais capítulos da saga do governo para reduzir gastos e ampliar a arrecadação, as principais pautas neste sentido devem ser em torno do fator previdenciário e da redução da desoneração da folha de pagamentos. Assim, com o provável andamento de ambas as pautas e a tensão reduzida em relação ao risco de desvio de fluxo de capital no curto prazo em decorrência da postergação da elevação da taxa de juros nos EUA, o Ibovespa deve corresponder positivamente. BEMATECH ON Pertence ao Novo Mercado Hardware / Software Preço Não Alvo: Pertence R$ 10,80 ao Ibovespa side: 36,7% BEMA3 0,90 R$ 7,90 diasdiasdias) R$ 1,0 Volume milhões Médio Lucro 2014 (90 Projeção dias) 3 p/2015 milhões R$ 54,1 milhões R$ 39,1 milhões 10,3 5,6 4,0% R$ 6,38 / R$ 10,93 Variação no ano Variação em meses -13,2% 0,5% Comentário: Revisamos o modelo de Bematech incorporando o forte impacto do ambiente econômico sobre suas operações, bem como levando em conta os gastos com a transição de estrutura de comercialização. Recomendação: Aumentar a exposição às ações BEMA3. Mesmo trabalhando com um cenário mais adverso, entendemos que suas ações ainda encontram-se descontadas em bolsa. VALID ON Serviços Financeiros Não Pertence Pertence ao Novo Mercado ao Ibovespa Preço Alvo: Em Revisão side: -x- VLID3 4,20 R$ 47,81 R$ 14,0 Milhões Lucro 2014 Projeção p/ 2015 R$ 110,1 milhões R$ 156,0 milhões 17,0 11,2 2,9% R$ 33,61 / R$ 49,93 13,2% 30,1% Comentário: A Valid nessa última semana anunciou a aquisição da MSC, empresa americana que atua com big data, área que a Valid ainda não atuava, nem por lá nem aqui no Brasil. Recomendação: Aumentar a exposição às ações VLID3. A maior complementaridade será com a área de cartões, no mercado americano, que tem atuação destacada com gift cards e a pouquíssima sobreposição de clientes das duas empresas aumenta a possibilidade de cross selling.

2 p>2 COSAN ON Distribuição de óleo e gás CSAN3 1,20 R$ 26,00 R$ 35,9 milhões Lucro 2014 Projeção p/ 2015 R$ 292milhões Em Revisão -x- -x- -x- R$ 23,07 R$ 41,89-8,9% -26,8% Comentário: De acordo com os últimos dados divulgados pela Agência Nacional do Petróleo ANP, o consumo de etanol hidratado aumentou cerca de 50% frente ao mesmo período de 2014, acumulando uma alta de 32,6% no ano. Recomendação: Aumentar a exposição aos papéis da Cosan, que deve ter seu desempenho beneficiado por esse crescimento, através das operações de sua subsidiária Raízen. Ressaltamos também que o segmento de distribuição de combustíveis confere certa resiliência operacional aos seus negócios, característica importante diante do atual cenário macroeconômico. MINERVA ON Alimentos / Abatedouros BEEF3 1,70 R$ 10,69 R$ 7,7 milhões Lucro 2014 Projeção p/2015 R$ -418,2 milhões R$ -142,2 milhões -x- 8,6 -x- R$ 7,13 / R$ 14,06 8% 0,6% Comentário: A ministra da agricultura Kátia Abreu deverá realizar uma viagem ainda este mês para a China, na qual deverá ser feito o anuncio de mais 17 plantas de bovinos brasileiros autorizados a exportar para o país. Recomendação: Aumentar exposição aos papéis BEEF3. Além de ser um gigantesco mercado potencial para a Minerva, o setor vem sendo beneficiado pela iminente abertura do mercado americano, e possivelmente a abertura de mercados como o Japão e Arábia Saudita, que devem garantir uma demanda robusta e impulsionar as operações da Minerva, tendo em vista que a empresa atua quase que exclusivamente com exportações de carnes bovinas in natura. SÃO MARTINHO ON Açúcar e Álcool SMTO3 1,90 R$ 37,89 R$ 7,3 milhões Lucro 2014 Projeção 3 p/2015 milhões R$ 229,0 milhões R$ 368,9 milhões 12,1 7,2 0,8% R$ 31,30 / R$ 47,41 Variação no ano Variação em meses 4,5% -4,4% Pertence ao Novo Mercado e Ibovespa Preço Não Alvo: Pertence Em Revisão ao Ibovespa Pertence ao ao Novo Novo Mercado e ao IBOVESPA Não Pertence ao Ibovespa Preço Preço Alvo Alvo: Em Em Revisão Comentário: A São Martinho irá divulgar seus resultados referentes ao encerramento da safra 2014/15 na segunda-feira dia 22, após o fechamento do mercado. Recomendação: Aumentar exposição aos papéis da SMTO3. A companhia deve apresentar bons números, que devem se beneficiar pelos altos volumes de estoque de cana-de-açúcar, o favorável patamar cambial (exportações de açúcar) e uma demanda mais robusta por etanol, fruto da maior competitividade do etanol frente à gasolina. Analistas Responsáveis Sandra Peres / Felipe Martins Silveira / Bruno Piagentini Caloni. side: -x- Side de: -x- side: -x- Pertence ao Novo Mercado Preço Alvo: R$ 47,00 side: 21,7%

3 p>3 :: AGENDA SEMANAL MACRO ECONÔMICA 22 A 26 DE JUNHO DE 2015

4 p>4 EQUIPE COINVALORES >> Mesa de Operações / Bovespa tel: Anderson dos Santos Antonio Cláudio Bonagura Carlos Alberto de Oliveira Ribeiro Gênesis Rodrigues João Pinto Braga Filho João Paulo de Souza Angeli Dias José Antonio Penna Leonardo Antonio Sampaio Campos Luiz Carlos Camasmie Gabriel Mario Ruy de Barros Mauricio Gomes de Souza William Celso Scarparo >> Aluguel de Ações - BTC tel: Wagner Soares de Andrade Marcelo Milani >> Diretoria tel: Fernando Ferreira da Silva Telles Francisco Candido de Almeida Leite Henrique Freihofer Molinari José Ataliba Ferraz Sampaio Paulino Botelho de Abreu Sampaio >> Fora de São Paulo DDG IMPORTANTE >> Atendimento Home Broker tel: Jaime Nascimento Marcio Espigares Deborah Bloise Cristiano Batista Ribeiro >> Gestão de Investimentos tel: Tatiane C.C. Pereira Valeria Landim >> Fundos de Investimento/Clubes/Carteiras Administradas tel: Jussara Pacheco Marcelo Rizzo Paulo Botelho A. Sampaio Neto Carlos Eduardo Campos de Abreu Sodré Fabio Katayama Diego Philot >> Fundos Imobiliários tel: Maria de Fátima Carvalheiro Russo >> Mesa de BM&F tel: Mauricio M. Mendes Paulo Nepomuceno Octavio Sequini Junior Thiago Vicari Jayme Kannebley >>Mesa de Renda Fixa tel: Mauricio M. Mendes Roberto Lima Natanael Fernandes Luiz Carlos Brandão Emilio Carlos Barbosa de Carvalho Este material foi elaborado em nome da Coinvalores CCVM Ltda., para uso exclusivo no mercado brasileiro, sendo destinado a pessoas físicas e jurídicas residentes no país, e está sujeito às regras e supervisão da Comissão de Valores Mobiliários e Banco Central do Brasil, estando em conformidade aos aspectos regulatórios contidos na Instrução da CVM n 483/10. Destaca-se que os Comentários, Análises e Projeções contidas neste trabalho foram elaboradas de forma absolutamente independente das posições detidas por esta instituição, refletindo a opinião pessoal dos analistas que as avaliam. Este trabalho é fornecido a seu destinatário com a finalidade exclusiva de apresentar informações e os valores mobiliários de que trata, não se constituindo numa oferta de venda ou uma solicitação para compra de ações. As informações utilizadas para sua elaboração foram obtidas de fontes públicas e/ou diretamente junto à(s) companhias(s), objeto da análise. Consideramos tais fontes confiáveis e de boa fé, porém não há nenhuma garantia, expressa ou implícita, sobre sua exatidão. As informações, opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal mudança. As opiniões aqui contidas a respeito da compra, venda ou manutenção dos papéis das companhias em análise ou a ponderação de tais valores mobiliários numa carteira teórica expressam o melhor julgamento dos analistas responsáveis por sua elaboração, porém não devem ser tomados por investidores como recomendação para uma efetiva tomada de decisão ou realização de negócios de qualquer natureza. Desta forma, a Coinvalores e os analistas envolvidos em sua elaboração não aceitam responsabilidade por qualquer perda direta ou indireta decorrente da utilização do conteúdo deste documento. De acordo com a Instrução CVM 483/10 é declarado que os analistas da Coinvalores CCVM Ltda possuem posições de investimento em cotas de Fundos e Clubes de Investimento administrados e geridos ou não, por esta instituição, os quais poderão sofrer influência indireta das análises e opiniões dos mesmos. A analista Sandra Peres, cônjuge ou companheiro, detêm (na data de publicação deste relatório), direta ou indiretamente, em nome próprio ou de terceiros, ações de emissão das companhias BM&FBovespa (BVMF3), Bradesco (BBDC4), e Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3).

5 p>5 EQUIPE COINVALORES - ANÁLISE >> ANALISTA CHEFE Sandra Peres r. 442 >> ANALISTAS DE INVESTIMENTOS Felipe Martins Silveira r. 443 Bruno Piagentini Caloni r. 445 >> ASSISTENTE DE ANÁLISE Daniel Cosentino Liberato r. 574 es acompanhados: Açúcar e Álcool - Sandra Peres Agrícola Sandra Peres Alimentos / Abatedouros - Sandra Peres Alimentos / Massas e Farináceos - Sandra Peres Aluguel de Frota Felipe Martins Silveira e Daniel Cosentino Liberato. Autopeças - Bruno Piagentini Caloni Bancos de Nicho - Felipe Martins Silveira Bancos de Varejo - Felipe Martins Silveira Bebidas Sandra Peres Bens de Capital / Infra-Estrutura Bruno Piagentini Caloni Calçados - Sandra Peres Call Center Felipe Martins Silveira Cias Aéreas Felipe Martins Silveira e Daniel Cosentino Liberato. Comércio Farmacêutico - Sandra Peres Concessões em Infra-Estrutura - Felipe Martins Silveira Construção Civil - Felipe Martins Silveira Distribuição de Óleo e Gás - Bruno Piagentini Caloni Educacional - Felipe Martins Silveira e Daniel Cosentino Liberato. Eletroeletronicos - Sandra Peres Energia / Distribuição - Bruno Piagentini Caloni Energia / Geração - Bruno Piagentini Caloni Energia / Integradas - Bruno Piagentini Caloni Energia / Transmissão - Bruno Piagentini Caloni Entretenimento - Felipe Martins Silveira Fertilizantes - Sandra Peres Hardware / Software Felipe Martins Silveira e Daniel Cosentino Liberato. Higiene / Farma / Limpeza - Sandra Peres Imobiliárias - Felipe Martins Silveira Ind. Aeronáutica - Sandra Peres Locação Comercial - Felipe Martins Silveira Logística / Transportes - Felipe Martins Silveira e Daniel Cosentino Liberato. Material de Construção Sandra Peres Material de Transporte - Bruno Piagentini Caloni Medicina Diagnóstica - Felipe Martins Silveira e Daniel Cosentino Liberato. Metalurgia - Bruno Piagentini Caloni Mineração - Bruno Piagentini Caloni Papel e Celulose - Sandra Peres Petróleo - Bruno Piagentini Caloni Petroquímico - Bruno Piagentini Caloni Planos de Saúde - Felipe Martins Silveira e Daniel Cosentino Liberato. Plataformas de Negociação Felipe Martins Silveira e Daniel Cosentino Liberato. Programas de Fidelidade - Felipe Martins Silveira Saneamento Básico - Bruno Piagentini Caloni Seguros - Felipe Martins Silveira Serviços de Engenharia - Felipe Martins Silveira Serviços Financeiros - Felipe Martins Silveira Shopping Center - Felipe Martins Silveira Siderurgia Bruno Piagentini Caloni Telecom / Banda larga - Felipe Martins Silveira e Daniel Cosentino Liberato. Terminais Portuarios - Sandra Peres Turismo - Felipe Martins Silveira e Daniel Cosentino Liberato. Varejo de Vestuario Sandra Peres Varejo Geral - Sandra Peres

Pertence ao Bovespa Mais. Side de: 60,2%

Pertence ao Bovespa Mais. Side de: 60,2% Boletim Semanal >> Indicações para a Semana de 04 a 08 de Janeiro de 2016 Na última e curtíssima semana de 2015, o volume de negócios foi bastante reduzido frente à agenda econômica esvaziada, assim como

Leia mais

Pertence ao Novo Mercado Preço Alvo: R$ 50,50 Up Side de: 37,8% SMLE3 3,40

Pertence ao Novo Mercado Preço Alvo: R$ 50,50 Up Side de: 37,8% SMLE3 3,40 Boletim Semanal >> Indicações para a Semana de 14 a 18 de Abril de 2014. Na semana que se encerrou, a volatilidade novamente se fez presente. No início da semana o Ibovespa reagiu positivamente às divulgações

Leia mais

Pertence ao Ibovespa. Grau de Risco Médio

Pertence ao Ibovespa. Grau de Risco Médio Boletim Semanal >> Indicações para a Semana de 21 a 25 de Maio de 2012. BANCO DO BRASIL ON Setor Bancos BBAS3 0,90 R$ 19,40 R$ 177,3 milhões R$ 12.681,9 milhões R$ 12.508,0 milhões 4,4 -x- 9,0% R$ 19,25

Leia mais

Pertence ao Novo Mercado

Pertence ao Novo Mercado Boletim Semanal >> Indicações para a Semana de 19 a 23 de Janeiro de 2015. Na agitada semana que se encerrou, a volatilidade marcou presença. Por aqui, foram repercutidas as sinalizações do ministro da

Leia mais

Não Pertence ao Ibovespa. Preço Alvo R$ 1,65 Side de: 60,2% Boletim Semanal >> Indicações para a Semana de 16 a 20 de Julho de 2012.

Não Pertence ao Ibovespa. Preço Alvo R$ 1,65 Side de: 60,2% Boletim Semanal >> Indicações para a Semana de 16 a 20 de Julho de 2012. Boletim Semanal >> Indicações para a Semana de 16 a 20 de Julho de 2012. PETROBRAS PN Setor Petróleo PETR4 0,70 R$ 18,58 R$ 496,3 milhões R$ 10.844,9 milhões R$ 33.329,0 milhões 7,4 5,5 4,9% R$ 17,31 /

Leia mais

Pertence ao Novo Mercado

Pertence ao Novo Mercado Boletim Semanal >> Indicações para a Semana de 26 a 30 de Janeiro de 2015. Na última semana, tivemos diversos fatores que agitaram os principais mercados mundiais. A começar pela China, o país surpreendeu

Leia mais

Análise de Resultado Especial II Petrobras. Ajuste totaliza R$ 50,8 bilhões (R$ 6,2 bilhões de corrupção) e prejuízo soma R$ 21 bilhões em 2014.

Análise de Resultado Especial II Petrobras. Ajuste totaliza R$ 50,8 bilhões (R$ 6,2 bilhões de corrupção) e prejuízo soma R$ 21 bilhões em 2014. Análise de Resultado Especial II Petrobras São Paulo, 24 de Abril de 2015. Ajuste totaliza R$ 50,8 bilhões (R$ 6,2 bilhões de corrupção) e prejuízo soma R$ 21 bilhões em 2014. O ajuste divide-se em ativos

Leia mais

Pertence ao Ibovespa e ao Novo Mercado Planos de Saúde. Grau de Risco Médio

Pertence ao Ibovespa e ao Novo Mercado Planos de Saúde. Grau de Risco Médio Boletim Semanal >> Indicações para a Semana de 17 a 21 de Agosto de 2015 Na última semana, tivemos por aqui a continuidade do sensível cenário político. Enquanto a oposição continua na empreitada das pautas

Leia mais

Perspectivas Setoriais. Comparativos do Setor. Resultado Líquido P/L 2014 (P) Jun 2013 Jun 2014 EV/EBITDA 2014 (P) Cot./VPA

Perspectivas Setoriais. Comparativos do Setor. Resultado Líquido P/L 2014 (P) Jun 2013 Jun 2014 EV/EBITDA 2014 (P) Cot./VPA Perspectivas Setoriais Muita produção e poucos compradores! Essa tem sido a realidade da indústria siderúrgica. Ainda assim, o setor começou 2014 com uma visão mais otimista, tendo como pano de fundo uma

Leia mais

Portanto, reforçamos os nossa recomendação de cautela com investimentos no setor, sobretudo para investidores que visem retorno no curto prazo.

Portanto, reforçamos os nossa recomendação de cautela com investimentos no setor, sobretudo para investidores que visem retorno no curto prazo. Perspectivas Setoriais São Paulo, 14 de Maio de 2015. Os resultados do 1 trimestre não deixam dúvidas, 2015 será mais um ano a ser esquecido pela indústria brasileira. Segundo dados do IBGE a indústria

Leia mais

técnica (PRONATEC) e universitária (PROUNI), assim como o financiamento estudantil (FIES) serão mantidos e poderão até mesmo ser ampliados mais

técnica (PRONATEC) e universitária (PROUNI), assim como o financiamento estudantil (FIES) serão mantidos e poderão até mesmo ser ampliados mais Perspectivas Setoriais O mercado privado de ensino no Brasil se expandiu de maneira notável nos últimos anos, fruto essencialmente dos programas governamentais. Recentemente divulgado pelo Ministério da

Leia mais

Perspectivas Setoriais São Paulo, 18 de junho de 2015.

Perspectivas Setoriais São Paulo, 18 de junho de 2015. Em R$ milhões Em R$ milhões Em R$ milhões Perspectivas Setoriais São Paulo, 18 de junho de 2015. Nos últimos anos, o mercado de tecnologia da informação (TI) que compreende o desenvolvimento de softwares,

Leia mais

Perspectivas Setoriais São Paulo, 10 de Junho de 2015.

Perspectivas Setoriais São Paulo, 10 de Junho de 2015. jan/14 fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 jun/14 jul/14 ago/14 set/14 out/14 nov/14 dez/14 jan/15 fev/15 mar/15 abr/15 Perspectivas Setoriais São Paulo, 10 de Junho de 2015. Questões envolvendo o excesso mundial

Leia mais

Resultado Líquido. Perspectivas Setoriais. 16 de Outubro de 2014. Cotação do minério de ferro (em US$/ton) 140. Comparativos do Setor P/L 2014 (P)

Resultado Líquido. Perspectivas Setoriais. 16 de Outubro de 2014. Cotação do minério de ferro (em US$/ton) 140. Comparativos do Setor P/L 2014 (P) Perspectivas Setoriais 16 de Outubro de 2014 No setor de mineração as preocupações que outrora tinham relação com a demanda (chinesa), agora concentram-se nas perspectivas de excesso de oferta de minério

Leia mais

09 de Outubro de 2014. Perspectivas Setoriais. Comparativos do Setor P/L 2014 (P) Resultado Líquido EV/EBITDA 2014 (P) 9,4. Cot.

09 de Outubro de 2014. Perspectivas Setoriais. Comparativos do Setor P/L 2014 (P) Resultado Líquido EV/EBITDA 2014 (P) 9,4. Cot. Perspectivas Setoriais 09 de Outubro de 2014. A grande discussão que vem permeando o setor é o patamar de precificação de celulose de fibra curta (BHKP), que vem mitigando a rentabilidade das empresas,

Leia mais

Perspectivas Setoriais São Paulo, 16 de Julho de 2015.

Perspectivas Setoriais São Paulo, 16 de Julho de 2015. Perspectivas Setoriais São Paulo, 16 de Julho de 2015. Após cinco anos de forte crescimento baseado em programas governamentais e no processo de aquisições, companhias e seus investidores foram surpreendidos

Leia mais

Perspectivas Setoriais São Paulo, 08 de Julho de 2015. 11,5 8,6 9,0 5,2 844,8 Cesp 104,2 2,3

Perspectivas Setoriais São Paulo, 08 de Julho de 2015. 11,5 8,6 9,0 5,2 844,8 Cesp 104,2 2,3 1 trim/10 2 trim/10 3 trim/10 4 trim/10 1 trim/11 2 trim/11 3 trim/11 4 trim/11 1 trim/12 2 trim/12 3 trim/12 4 trim/12 1 trim/13 2 trim/13 3 trim/13 4 trim/13 1 trim/14 2 trim/14 3 trim/14 4 trim/14 1

Leia mais

Hardware / Software. Hardware / Software 2,9 68,2. Hardware / Software CORRETORA DE VALORES MERCADORIAS & FUTUROS FUNDOS DE INVESTIMENTO

Hardware / Software. Hardware / Software 2,9 68,2. Hardware / Software CORRETORA DE VALORES MERCADORIAS & FUTUROS FUNDOS DE INVESTIMENTO Perspectivas Setoriais Nos últimos anos, o mercado mundial foi embalado pelo desenvolvimento cada vez mais rápido de novas tecnologias aplicadas em diversos setores da economia. A indústria de Tecnologia

Leia mais

Perspectivas Setoriais São Paulo, 15 de Janeiro de 2015.

Perspectivas Setoriais São Paulo, 15 de Janeiro de 2015. fev-12 abr-12 jun-12 ago-12 out-12 dez-12 fev-13 abr-13 jun-13 ago-13 out-13 dez-13 fev-14 abr-14 jun-14 ago-14 out-14 dez-14 Perspectivas Setoriais São Paulo, 15 de Janeiro de 2015. 2014, sem dúvida,

Leia mais

N º 176> Maio de 2015

N º 176> Maio de 2015 N º 176> Maio de 2015 p>2 > BOLSAS MUNDIAIS PG 02 > EM POUCAS PALAVRAS PG 03 > HISTÓRICO DE DESEMPENHO PG 04 > DESEMPENHO EM ABRIL PG 05 > SUGESTÃO DE ALOCAÇÃO PARA MAIO PG 06 > PRINCIPAIS MOVIMENTOS DA

Leia mais

N º 190 > Julho de 2016

N º 190 > Julho de 2016 N º 190 > Julho de 2016 p>2 > BOLSAS MUNDIAIS PG 02 > EM POUCAS PALAVRAS PG 03 > HISTÓRICO DE JUNHO PG 04 > DESEMPENHO EM JUNHO PG 05 > SUGESTÃO DE ALOCAÇÃO PARA JULHO PG 06 > PRINCIPAIS MOVIMENTOS DA

Leia mais

EconoWeek Relatório Semanal. EconoWeek 18/05/2015

EconoWeek Relatório Semanal. EconoWeek 18/05/2015 18/05/2015 EconoWeek DESTAQUE INTERNACIONAL Semana bastante volátil de mercado, com uma agenda mais restrita em termos de indicadores macroeconômicos. Entre os principais destaques, os resultados de Produto

Leia mais

Relatório Mensal. 2015 Março. Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro - PREVI-RIO DIRETORIA DE INVESTIMENTOS

Relatório Mensal. 2015 Março. Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro - PREVI-RIO DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Relatório Mensal 2015 Março Instituto de Previdência e Assistência do Município do Rio de Janeiro - PREVI-RIO DIRETORIA DE INVESTIMENTOS Composição da Carteira Ativos Mobiliários, Imobiliários e Recebíveis

Leia mais

Empresa Setor Avaliação

Empresa Setor Avaliação Empresa Setor Avaliação São Martinho Açúcar e Alcool Bom Minerva Alimentos / Abatedouros Bom JBS Alimentos / Abatedouros Bom BRF Foods Alimentos / Abatedouros Bom M. Diasbranco Alimentos / Massas e Farináceos

Leia mais

MERCADORIAS & FUTUROS

MERCADORIAS & FUTUROS 23 DE JULHO DE 2009 MARISA S.A. A COMPANHIA MANTER Código em Bolsa MARI3 Setor Varejo Preço Alvo para jul/10 R$ 6,70 Potencial de Valorização 11,9% Cotação em 22/jul R$ 5,99 Valor de Mercado R$ 1.105,2

Leia mais

Não Pertence ao Ibovespa Preço Alvo R$ 1,65 Side de: 60,2%

Não Pertence ao Ibovespa Preço Alvo R$ 1,65 Side de: 60,2% Boletim Semanal >> Indicações para a Semana de 03 a 07 de Outubro de 2011. ODONTOPREV ON Setor Saúde Preço Alvo: Em revisão ODPV3 6,40 R$ 27,70 R$ 8,6 milhões R$ 219,0 milhões R$ 159,1 milhões 30,8 231

Leia mais

Relatório Semanal de Estratégia de Investimento

Relatório Semanal de Estratégia de Investimento 12 de janeiro de 2015 Relatório Semanal de Estratégia de Investimento Destaques da Semana Economia internacional: Deflação na Europa reforça crença no QE (22/11); Pacote de U$1 trilhão em infraestrutura

Leia mais

Segunda-feira 01 de Dezembro de 2014. DESTAQUES

Segunda-feira 01 de Dezembro de 2014. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa tem queda, mas encerra mês em alta Mercado vê inflação maior e PIB baixo em 2015 Casino vai acelerar expansão do Pão de Açúcar Minério de ferro cai 48% e tem pior cenário Brokers fecha

Leia mais

PETROBRAS Resultado Neutro no 4T09 e PN 2010-14

PETROBRAS Resultado Neutro no 4T09 e PN 2010-14 Analista PETROBRAS Resultado Neutro no 4T09 e PN 2010-14 A Petrobras divulgou na última sexta-feira seus resultados referentes ao 4T09 e ao fechamento de 2009 que mostraram um desempenho um pouco mais

Leia mais

Spinelli Panorama Diário

Spinelli Panorama Diário Spinelli Panorama Diário 18 de setembro de 2009 Indicadores Análise Gráfica Ibovespa: Após o teste do suporte de 55.300 pontos, o Ibovespa registrou forte recuperação, superou a resistência de 57.300 pontos,

Leia mais

N º 119 > Agosto de 2010 CONJUNTURA ECONÔMICA

N º 119 > Agosto de 2010 CONJUNTURA ECONÔMICA N º 119 > Agosto de 2010 CONJUNTURA ECONÔMICA > CONJUNTURA ECONÔMICA PG 01 > HISTÓRICO DA CARTEIRA SUGERIDA PG 03 > DESEMPENHO EM JULHO PG 04 > CARTEIRA SUGERIDA P/AGOSTO PG 05 > CARTEIRA SUGERIDA DE DIVIDENDOS

Leia mais

N º 132 > Setembro de 2011 CONJUNTURA ECONÔMICA > CONJUNTURA ECONÔMICA PG 01 > HISTÓRICO DA CARTEIRA SUGERIDA PG 03 > DESEMPENHO EM AGOSTO PG 04

N º 132 > Setembro de 2011 CONJUNTURA ECONÔMICA > CONJUNTURA ECONÔMICA PG 01 > HISTÓRICO DA CARTEIRA SUGERIDA PG 03 > DESEMPENHO EM AGOSTO PG 04 N º 132 > Setembro de 2011 CONJUNTURA ECONÔMICA > CONJUNTURA ECONÔMICA PG 01 > HISTÓRICO DA CARTEIRA SUGERIDA PG 03 > DESEMPENHO EM AGOSTO PG 04 > CARTEIRA SUGERIDA P/SETEMBRO PG 05 > CARTEIRA SUGERIDA

Leia mais

Quarta-feira, 25 de Setembro de 2013. DESTAQUES

Quarta-feira, 25 de Setembro de 2013. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa tem dia de correção Teto da dívida dos EUA agita mercado Vale negocia contratos nos EUA Embraer passa a deter ações da Atech TIM e Vivo tem forte alta Retomada a oferta de ações Tupy

Leia mais

Pertence ao Novo Mercado

Pertence ao Novo Mercado Boletim Semanal >> Indicações para a Semana de 27 de Junho a 01 de Julho de 2016 Na última semana, na iminência do referendo no Reino Unido que ocorreu na quinta-feira (23) os mercados internacionais permaneceram

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Agosto 2013 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS GRADUADOS

Leia mais

Spinelli Mercado Top Picks Semanal

Spinelli Mercado Top Picks Semanal 08 de Novembro de 2010 Spinelli Mercado Top Picks Semanal 1. Cenário de Mercado FED injeta mais liquidez os EUA e parte do dinheiro pode vir para o Brasil Atendendo as expectativas dos investidores, na

Leia mais

Panorama Diário Spinelli

Panorama Diário Spinelli Indicadores Variação -% Bolsas Pontos Dia Mês Ano Ibovespa 66.684 0,61% -2,77% -3,78% IBX 21.607 0,56% -3,48% -2,84% S&P500 1.320 0,93% -0,47% 4,93% Dow Jones 12.342 0,46% 0,18% 6,60% Câmbio 73.000 71.000

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa A Bovespa já iniciou o ano novo indicando que será mais um período de muita volatilidade para as ações. Diante de um cenário de grandes incertezas do lado doméstico e de olho nos acontecimentos

Leia mais

Relatório Mensal - Fevereiro de 2015

Relatório Mensal - Fevereiro de 2015 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor O Ibovespa encerrou o mês de fevereiro com alta de 9,97%, recuperando as perdas do início do ano. Mesmo com o cenário macroeconômico bastante nebuloso

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa Ontem, a Bovespa não conseguiu acompanhar os mercados internacionais, com o peso das principais ações do índice - OGX, Vale e Petrobras - além de bancos e siderúrgicas. O Ibovespa encerrou

Leia mais

Carteira Top Pick Dezembro 01.12.13

Carteira Top Pick Dezembro 01.12.13 CARTEIRA COMENTÁRIO Carteira Top Pick Dezembro 01.12.13 A carteira direcional recomendada pela equipe de analistas da Socopa Corretora é mensalmente avaliada buscando relacionar as cinco melhores opções

Leia mais

Panorama Econômico. Principais Fatos da Semana. 04 de Maio de 2015. Sumário. Acompanhamento De 27 de Abril a 01 de Maio

Panorama Econômico. Principais Fatos da Semana. 04 de Maio de 2015. Sumário. Acompanhamento De 27 de Abril a 01 de Maio Panorama Econômico 04 de Maio de 2015 Sumário Principais Fatos da Semana 1 Economia EUA 2 Economia Brasileira 3 Índices de Mercado 5 Calendário Semanal 5 Acompanhamento Principais Fatos da Semana Nos Estados

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa O Ibovespa voltou a subir ontem refletindo os dados positivos da China que vieram na contramão da expectativa do mercado e também os indicadores dos Estados Unidos, que ajudaram a Bovespa

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL DE INVESTIMENTOS INFINITY JUSPREV

RELATÓRIO MENSAL DE INVESTIMENTOS INFINITY JUSPREV São Paulo, 06 de julho de 2010. CENÁRIO ECONÔMICO EM JUNHO A persistência dos temores em relação à continuidade do processo de recuperação das economias centrais após a divulgação dos recentes dados de

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa A Bovespa voltou a mostrar força ontem, suportada pelo mesmo motivo: a corrida eleitoral. Enquanto os mercados internacionais mostram espaço para a continuidade da realização de lucros a

Leia mais

Terça-feira 21 de Julho de 2015. DESTAQUES

Terça-feira 21 de Julho de 2015. DESTAQUES DESTAQUES Queda de Petrobras pressiona Ibovespa Venda do HSBC para o Bradesco está prestes a sair TAM vai reduzir operações no país e estima demissões Na seca, Sabesp venderá terrenos e cobra dívidas Governo

Leia mais

04 de maio de 2015. A Carteira Dinâmica apresentou valorização de 5,03% em abril, acumulando alta de 5,24% em 2015

04 de maio de 2015. A Carteira Dinâmica apresentou valorização de 5,03% em abril, acumulando alta de 5,24% em 2015 A apresentou valorização de 5,03% em abril, acumulando alta de 5,24% em 2015 Período: 04/05 a 08/05 Com base em análises fundamentalistas, apresentamos alternativas de investimento no curto prazo. Acreditamos

Leia mais

Sistema Financeiro e os Fundamentos para o Crescimento

Sistema Financeiro e os Fundamentos para o Crescimento Sistema Financeiro e os Fundamentos para o Crescimento Henrique de Campos Meirelles Novembro de 20 1 Fundamentos macroeconômicos sólidos e medidas anti-crise 2 % a.a. Inflação na meta 8 6 metas cumpridas

Leia mais

INFORMATIVO FUNDOS GALT FIA - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES GERAL DIVIDENDO - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES. Química 12% Papel e Celulose 8%

INFORMATIVO FUNDOS GALT FIA - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES GERAL DIVIDENDO - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES. Química 12% Papel e Celulose 8% Outubro de 2015 INFORMATIVO FUNDOS GALT FIA - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES O Geral Asset Long Term - GALT FIA é um fundo de investimento que investe em ações, selecionadas pela metodologia de análise

Leia mais

15 de Outubro de 2015

15 de Outubro de 2015 out-14 nov-14 nov-14 dez-14 jan-15 jan-15 fev-15 mar-15 mar-15 abr-15 abr-15 mai-15 jun-15 jun-15 jul-15 jul-15 ago-15 set-15 set-15 jun-07 set-07 dez-07 mar-08 jun-08 set-08 dez-08 mar-09 jun-09 set-09

Leia mais

Relatório de Gestão Renda Fixa e Multimercados Julho de 2013

Relatório de Gestão Renda Fixa e Multimercados Julho de 2013 Relatório de Gestão Renda Fixa e Multimercados Julho de 2013 Política e Economia Atividade Econômica: Os indicadores de atividade, de forma geral, apresentaram baixo desempenho em maio. A produção industrial

Leia mais

MERCADORIAS & FUTUROS

MERCADORIAS & FUTUROS 04 DE SETEMBRO DE 2008 MEDIAL SAÚDE S.A. A COMPANHIA COMPRAR Código em Bolsa MEDI3 Setor Saúde Preço Alvo para ago/09 R$ 22,30 Potencial de Valorização 71,6% Cotação em 03/set R$ 13,00 Valor de Mercado

Leia mais

PANORAMA NOVEMBRO / 2014

PANORAMA NOVEMBRO / 2014 PANORAMA NOVEMBRO / 2014 O mês de novembro foi pautado pelas expectativas em torno da formação da equipe econômica do governo central brasileiro. Muito se especulou em torno dos nomes que ocuparão as principais

Leia mais

Terça-feira, 25 de Agosto de 2015. DESTAQUES

Terça-feira, 25 de Agosto de 2015. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa cai ao nível de 2009 com tensão global CCR tem expectativa positiva de crescimento para o próximo ano Ações PNA da Vale fecham na menor cotação desde 2006 Corte de produção na China e

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa A Bovespa registrou o terceiro pregão em alta na terça-feira, (+1,53%) fechando aos 50.890 pontos, mais uma vez ajudada pelas ações de Petrobras e Vale. O volume financeiro fraco (R$ 4,56

Leia mais

Quarta-feira, 21 de Agosto de 2013. DESTAQUES

Quarta-feira, 21 de Agosto de 2013. DESTAQUES DESTAQUES Bolsa interrompe série de altas Dólar cai após seis altas com ação do BC Tesouro dá liquidez aos títulos Latam registra prejuízo líquido no 2º tri Itaú renova acordo com Fiat Faturamento da Minerva

Leia mais

Spinelli Mercado Top Picks Semanal

Spinelli Mercado Top Picks Semanal 16 de Novembro de 2010 Spinelli Mercado Top Picks Semanal Retorno (%) Fechamento Semana Mês Atual 12 Meses Brasil R$ Ibovespa 70,367-3.08-0.43 9.18 IBX-50 9,670-3.15 0.27 5.96 Américas Dow Jones 11,202-1.80

Leia mais

Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015. Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015

Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015. Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015 Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015 Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015 O cenário econômico nacional em 2014 A inflação foi superior ao centro da meta pelo quinto

Leia mais

Spinelli Panorama Diário

Spinelli Panorama Diário Spinelli Panorama Diário 09 de fevereiro de 2010 Indicadores Variação - % Pontos dia semana mês Bolsas Ibovespa 63.153 0,62 0,62-3,44 IBX 19.989 0,47 0,47-3,70 S&P500 1.056-0,89-0,89-1,60 Dow Jones 9.908-1,04-1,04-1,58

Leia mais

EconoWeek 14/09/2015 DESTAQUE NACIONAL

EconoWeek 14/09/2015 DESTAQUE NACIONAL 14/09/2015 EconoWeek DESTAQUE NACIONAL Sem a menor dúvida, a queda da classificação de risco do Brasil para abaixo do grau de investimento foi a notícia da semana. A agência Standard&Poor s rebaixou o

Leia mais

1. Ambiente Global...2. 2. Brasil: Tsunami Tupiniquim...2. 3. Fundo Mirae Asset MM Macro Strategy FI Comentário do Gestor...5

1. Ambiente Global...2. 2. Brasil: Tsunami Tupiniquim...2. 3. Fundo Mirae Asset MM Macro Strategy FI Comentário do Gestor...5 Tsunami tupiniquim Fonte: www.shutterstock.com Índice 1. Ambiente Global...2 2. Brasil: Tsunami Tupiniquim...2 3. Fundo Mirae Asset MM Macro Strategy FI Comentário do Gestor...5 4. Desempenho e Atribuição

Leia mais

RENDA FIXA TESOURO DIRETO 09/10/2012

RENDA FIXA TESOURO DIRETO 09/10/2012 DESTAQUES DO RELATÓRIO: Carteira Recomendada A nossa carteira para este mês de Outubro continua estruturada considerando a expectativa de aumento da taxa de juros a partir do próximo ano. Acreditamos que

Leia mais

1º a 15 de agosto de 2011

1º a 15 de agosto de 2011 1º a 15 de agosto de 2011 As principais informações da economia mundial, brasileira e baiana Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia Diretoria de Indicadores e Estatísticas Coordenação

Leia mais

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO

RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO RELATÓRIO DE COMMODITIES BOI GORDO PANORAMA SEMANA DE 21 A 25 DE SETEMBRO de 2009 Semana de preço estável no mercado de Boi Gordo no Rio Grande do Sul, com o preço encerrando a semana a R$ 4,61/kg carcaça.

Leia mais

Terça-feira 02 de Setembro de 2014. DESTAQUES

Terça-feira 02 de Setembro de 2014. DESTAQUES DESTAQUES Após pesquisa, Ibovespa testa 62 mil pontos Produção industrial avança em julho Empresas do país têm valor comercial recorde Marcopolo entra na nova carteira do Ibovespa Óleo e Gás conclui etapa

Leia mais

Relatório Econômico Mensal JULHO/13

Relatório Econômico Mensal JULHO/13 Relatório Econômico Mensal JULHO/13 Índice INDICADORES FINANCEIROS 3 PROJEÇÕES 4 CENÁRIO EXTERNO 5 CENÁRIO DOMÉSTICO 7 RENDA FIXA 8 RENDA VARIÁVEL 9 Indicadores Financeiros BOLSA DE VALORES AMÉRICAS mês

Leia mais

Relatório Mensal Agosto/2015

Relatório Mensal Agosto/2015 1. Cenário Econômico Relatório Mensal GLOBAL: A ata da reunião de julho do FOMC (Federal Open Market Committee) trouxe um tom mais conciliador. Embora a avaliação em relação à atividade econômica tenha

Leia mais

INDX avança 4,71% em Fevereiro

INDX avança 4,71% em Fevereiro INDX avança 4,71% em Fevereiro Dados de Fevereiro/15 Número 95 São Paulo O Índice do Setor Industrial (INDX), composto pelas ações mais representativas do segmento, encerrou o mês de fevereiro com elevação

Leia mais

Cenário Econômico de Curto Prazo O 2º Governo Lula

Cenário Econômico de Curto Prazo O 2º Governo Lula Cenário Econômico de Curto Prazo O 2º Governo Lula Esta apresentação foi preparada pelo Grupo Santander Banespa (GSB) e o seu conteúdo é estritamente confidencial. Essa apresentação não poderá ser reproduzida,

Leia mais

Segunda-feira, 03 de Fevereiro de 2014. DESTAQUES

Segunda-feira, 03 de Fevereiro de 2014. DESTAQUES DESTAQUES Bovespa perde 7,5% em janeiro Mercado eleva projeção para a Selic Petrobras terceiriza parte das refinarias BTG mira mercado de previdência Localiza tem lucro líquido de R$90 milhões Cade aprova

Leia mais

Análise Macroeconômica Projeto Banco do Brasil

Análise Macroeconômica Projeto Banco do Brasil Análise Macroeconômica Projeto Banco do Brasil Segundo Trimestre de 2013 Energia Geração, Transmissão e Distribuição Conjuntura Projeto Banco Macroeconômica do Brasil Energia Geração, Transmissão e Distribuição

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) 07 de Junho de 2013 MERCADOS Bolsa A Bolsa segue influenciada pela fragilidade do cenário externo e somente conseguiu uma recuperação no final da tarde, com alta de 0,16%, aos 52.845 pontos. O giro financeiro

Leia mais

Economia Brasileira e o Agronegócio Riscos e Oportunidades. Roberto Giannetti da Fonseca Maio 2015

Economia Brasileira e o Agronegócio Riscos e Oportunidades. Roberto Giannetti da Fonseca Maio 2015 Economia Brasileira e o Agronegócio Riscos e Oportunidades Roberto Giannetti da Fonseca Maio 2015 Cenário Macro Econômico Brasileiro 2015 Economia em forte e crescente desequilibrio Deficit Fiscal 2014

Leia mais

ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base

ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base ABDIB Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base Cenário Econômico Internacional & Brasil Prof. Dr. Antonio Corrêa de Lacerda antonio.lacerda@siemens.com São Paulo, 14 de março de 2007

Leia mais

Carta ao Cotista Abril 2015. Ambiente Macroeconômico. Internacional

Carta ao Cotista Abril 2015. Ambiente Macroeconômico. Internacional Carta ao Cotista Abril 2015 Ambiente Macroeconômico Internacional O fraco resultado dos indicadores econômicos chineses mostrou que a segunda maior economia mundial continua em desaceleração. Os dados

Leia mais

Cenário Macroeconômico

Cenário Macroeconômico INSTABILIDADE POLÍTICA E PIORA ECONÔMICA 24 de Março de 2015 Nas últimas semanas, a instabilidade política passou a impactar mais fortemente o risco soberano brasileiro e o Real teve forte desvalorização.

Leia mais

Carteira Recomendada RENDA FIXA segunda-feira, 1 de junho de 2015

Carteira Recomendada RENDA FIXA segunda-feira, 1 de junho de 2015 1. Alocação recomendada para Junho de 2015 Classe de Ativo Carteira Conservadora* Carteira Moderada* Carteira Agressiva* Curto Prazo Longo Prazo Curto Prazo Longo Prazo Curto Prazo Longo Prazo Pós-Fixado

Leia mais

Desempenho de vendas do setor segue forte

Desempenho de vendas do setor segue forte Macro Setorial segunda-feira, 20 de maio de 2013 Veículos Desempenho de vendas do setor segue forte Depois de obter recorde na venda de automóveis e comerciais leves em 2012, impulsionado por incentivos

Leia mais

Relatório Analítico 27 de março de 2012

Relatório Analítico 27 de março de 2012 VENDA Código de Negociação Bovespa TGM A3 Segmento de Atuação Principal Logística Categoria segundo a Liquidez 2 Linha Valor de M ercado por Ação (R$) 29,51 Valor Econômico por Ação (R$) 32,85 Potencial

Leia mais

Perspectivas 2014 Brasil e Mundo

Perspectivas 2014 Brasil e Mundo 1 Perspectivas 2014 Brasil e Mundo 2 Agenda EUA: Fim dos estímulos em 2013? China: Hard landing? Zona do Euro: Crescimento econômico? Brasil: Deixamos de ser rumo de investimentos? EUA Manutenção de estímulos

Leia mais

Por uma nova etapa da cooperação econômica Brasil - Japão Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil São Paulo, 11 de Julho de 2014

Por uma nova etapa da cooperação econômica Brasil - Japão Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil São Paulo, 11 de Julho de 2014 1 Por uma nova etapa da cooperação econômica Brasil - Japão Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil São Paulo, 11 de Julho de 2014 Brasil: Fundamentos Macroeconômicos (1) Reservas International

Leia mais

CENÁRIO MACROECONÔMICO JANEIRO 2015

CENÁRIO MACROECONÔMICO JANEIRO 2015 Avaliação da Carteira de Investimentos Janeiro/2015 1 CENÁRIO MACROECONÔMICO JANEIRO 2015 O ano de 2015 inicia com grandes desafios no ambiente econômico internacional, principalmente em relação as incertezas

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) 13 de Junho de 2013 MERCADOS Bolsa A Bovespa seguiu em queda ontem, desta vez influenciada pelo exercício de Ibovespa futuro e de opções sobre o Ibovespa e mau humor no mercado externo, com as bolsas norte-americanas

Leia mais

Sexta-feira, 06 de Maio de 2013. DESTAQUES

Sexta-feira, 06 de Maio de 2013. DESTAQUES DESTAQUES Bolsa encerra semana em alta Mercado aguarda IPCA para ajustar cenários Divisão Consumo da Hypermarcas cresce 10% M.Dias Branco tem lucro de R$108 mi Contax aprovou R$ 55,4 milhões em dividendos

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Câmbio. Altas e Baixas do Ibovespa. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa A Bovespa registrou, na sexta-feira, mais um pregão de baixo volume financeiro (R$ 5,5 bilhões) em dia de agenda fraca. O mercado já vem há vários dias operando com baixo volume e com predomínio

Leia mais

Relatório Econômico Mensal JANEIRO/13

Relatório Econômico Mensal JANEIRO/13 Relatório Econômico Mensal JANEIRO/13 Índice INDICADORES FINANCEIROS 3 PROJEÇÕES 4 CENÁRIO EXTERNO 5 CENÁRIO DOMÉSTICO 7 RENDA FIXA 8 RENDA VARIÁVEL 9 Indicadores Financeiros Projeções Economia Global

Leia mais

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Agosto. Carteira Sugerida de Julho

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Agosto. Carteira Sugerida de Julho A carteira direcional recomendada pela equipe de analistas da Socopa Corretora é mensalmente avaliada buscando relacionar as cinco melhores opções de investimento para o mês subseqüente dentro dos ativos

Leia mais

O BRASIL NO NOVO MANDATO PRESIDENCIAL (2015-2019) 02 de Dezembro de 2014 IFHC

O BRASIL NO NOVO MANDATO PRESIDENCIAL (2015-2019) 02 de Dezembro de 2014 IFHC O BRASIL NO NOVO MANDATO PRESIDENCIAL (2015-2019) 02 de Dezembro de 2014 IFHC 1 1. Economia Internacional 2. Economia Brasileira 2 Cenário Internacional: importante piora nas últimas semanas Zona do Euro

Leia mais

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar)

Boletim Diário MERCADOS. Índices, Câmbio e Commodities. Bolsa. Altas e Baixas do Ibovespa. Câmbio. Juros. Ibovespa x Dow Jones (em dólar) MERCADOS Bolsa A Bovespa fechou o dia em ligeira alta (0,17%) aos 47.364 pontos, com os investidores avaliando as propostas do governo federal e também a reação dos políticos ao pacote. Os cortes de despesas

Leia mais

RB CAPITAL ANHANGUERA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO- FII. CNPJ nº 13.568.181/0001-07 (Administrado por INTRADER DTVM Asset servicing.

RB CAPITAL ANHANGUERA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO- FII. CNPJ nº 13.568.181/0001-07 (Administrado por INTRADER DTVM Asset servicing. RB CAPITAL ANHANGUERA FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO- FII CNPJ nº 13.568.181/0001-07 (Administrado por INTRADER DTVM Asset servicing.) 1 RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Seção I Objeto do Fundo 2 Seção I

Leia mais

C&M CENÁRIOS 8/2013 CENÁRIOS PARA A ECONOMIA INTERNACIONAL E BRASILEIRA

C&M CENÁRIOS 8/2013 CENÁRIOS PARA A ECONOMIA INTERNACIONAL E BRASILEIRA C&M CENÁRIOS 8/2013 CENÁRIOS PARA A ECONOMIA INTERNACIONAL E BRASILEIRA HENRIQUE MARINHO MAIO DE 2013 Economia Internacional Atividade Econômica A divulgação dos resultados do crescimento econômico dos

Leia mais

A aceleração da inflação de alimentos é resultado da combinação de fatores:

A aceleração da inflação de alimentos é resultado da combinação de fatores: SEGURIDADE ALIMENTARIA: apuesta por la agricultura familiar Seminario: Crisis alimentaria y energética: oportunidades y desafios para América Latina e el Caribe O cenário mundial coloca os preços agrícolas

Leia mais

Terça-feira 17 de Junho de 2014. DESTAQUES

Terça-feira 17 de Junho de 2014. DESTAQUES DESTAQUES Investidores realizam e Bovespa fecha em baixa OSX tem prejuízo de R$ 2,42 bilhões no 1º trimestre Cemig e Fenosa criam maior distribuidora do país Votorantim aumentará produção até 2018 Marcopolo

Leia mais

Políticas Públicas. Lélio de Lima Prado

Políticas Públicas. Lélio de Lima Prado Políticas Públicas Lélio de Lima Prado Política Cambial dez/03 abr/04 ago/04 dez/04 abr/05 ago/05 Evolução das Reservas internacionais (Em US$ bilhões) dez/05 abr/06 ago/06 dez/06 abr/07 ago/07 dez/07

Leia mais

ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 08/2014

ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 08/2014 ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 08/2014 Data: 29/04/2014 Participantes Efetivos: Edna Raquel Rodrigues Santos Hogemann Presidente, Valcinea Correia da Silva Assessora Especial,

Leia mais

12 de setembro de 2014

12 de setembro de 2014 Capacidade de promover mudanças Para o rating brasileiro a recuperação econômica conduzida por investimento e o rígido cumprimento das metas de superávit primário entre 2% e 3% são essenciais. Por outro

Leia mais

Segunda-feira, 28 de Setembro de 2015. DESTAQUES

Segunda-feira, 28 de Setembro de 2015. DESTAQUES Segunda-feira, 28 de Setembro de 2015 DESTAQUES Bovespa perde 5% na semana e já cai mais de 10% ano Dólar alto e PIB pioram endividamento de empresas Petrobras terá de se ajustar ao novo dólar CSN alonga

Leia mais

Carta Mensal do Gestor: Novembro 2014. Prezados Investidores,

Carta Mensal do Gestor: Novembro 2014. Prezados Investidores, Carta Mensal do Gestor: Novembro 2014 Prezados Investidores, O mês de Novembro encerrou com alta do Ibovespa de 0,17%. Em 2014 o principal índice da Bolsa brasileira opera em território positivo, acumulando

Leia mais

1 - BTG Pactual Corporate Office Fund BRCR11

1 - BTG Pactual Corporate Office Fund BRCR11 1 - BTG Pactual Corporate Office Fund BRCR11 O FII BTG Pactual Corporate Office Fund é um fundo de investimento imobiliário do tipo corporativo, ou seja, tem como objetivo investir em ativos imobiliários

Leia mais