Congresso de Logística Centro Paula Souza Tendências em Supply Chain e Logística

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Congresso de Logística Centro Paula Souza Tendências em Supply Chain e Logística"

Transcrição

1 Congresso de Logística Centro Paula Souza Tendências em Supply Chain e Logística Wagner Salzano Marcos Maregatti

2 PALESTRANTES Wagner Salzano Head Divisão Supply Chain Marcos Maregatti Gerente de Projetos 2

3 GRUPO IMAM 3

4 Edifício Sede Rua Loefgreen 1400 São Paulo - Brasil 4

5 NOSSOS FUNDADORES 5

6 O IMAM EM NÚMEROS 36 anos de atuação em consultoria, treinamentos e publicações técnicas projetos de consultoria livros publicados 300 edições da Revista Logística 6

7 O IMAM EM NÚMEROS Equipe de Profissionais altamente qualificada e experiente no mercado brasileiro cursos e seminários realizados profissionais treinados pela IMAM + 50 missões técnicas para Ásia, EUA e Europa 7

8 NETWORK INTERNACIONAL 8

9 DIVISÕES UEN TENDÊNCIAS EM SUPPLY CHAIN E LOGÍSTICA ESTRUTURA DO GRUPO INSTITUTO CONSULTORIA TREINAMENTO SUPPLY CHAIN ESTRATÉGIA & PERFORMANCE LOGÍSTICA ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E OPERAÇÕES COMPETÊNCIAS METODOLOGIAS EQUIPES PROFISSIONAIS 9

10 CLIENTES POR SETOR DE ATUAÇÃO 10

11 CLIENTES POR SETOR DE ATUAÇÃO 11

12 CLIENTES POR SETOR DE ATUAÇÃO 12

13 Contate-nos:

14 TENDÊNCIAS EM SUPPLY CHAIN E LOGÍSTICA 14

15 Tendências em Supply Chain e Logística Supply Chain e Mercado Atual O Caminho Integração Metodologia de Implementação Próximos Anos 15

16 SUPPLY CHAIN E MERCADO ATUAL 16

17 SUPPLY CHAIN DE OPERAÇÕES 17

18 SUPPLY CHAIN 18

19 EVOLUÇÃO DO MERCADO 19

20 EVOLUÇÃO DO MERCADO Forte aumento de competitividade (setores, empresas nacionais, importação, produtos substitutos). Evolução dos produtos cada vez mais rápida (design, tecnologia). Novos canais de distribuição (e-commerce, omni-channel, etc). Clientes cada vez mais exigentes (qualidade, prazo de entrega, redução de custos, personalização do produto e atendimento). Tecnologias de gestão, informação, estocagem, comunicação de domínio público. Empresas partindo para Planejar a Cadeia (Supply Chain), desdobrando para suas operações. 20

21 O CAMINHO 21

22 DEFASAGEM Desequilíbrio entre capacidade vs. Demanda Elevados níveis de estoque MP/MEP/PA Superprodução ou antecipações de produção Constantes reprogramações Tem o que não precisa, não tem o que precisa... Atrasos de Entrega Vendas Perdidas Etc. 22

23 O CAMINHO 1. AS EMPRESAS PRECISAM SE ADAPTAR ao Mercado sendo mais ÁGEIS, RESPONDENDO RAPIDAMENTE às demandas dos clientes. 2. NÃO É MAIS ACEITÁVEL que as áreas de uma empresa (Industrial, Comercial, Suprimentos, etc.) ATUEM ISOLADAS, como era comum no passado (e como ainda ocorre em vários casos...) 3. É NECESSÁRIA A INTEGRAÇÃO entre as diversas áreas da empresa, que devem estar baseadas em PROCESSOS, SISTEMAS, METODOLOGIAS e ATITUDES COLABORATIVAS. 23

24 O CAMINHO... O peso precisa estar EQUILIBRADO O RELACIONAMENTO tem que ser BOM A CORRENTEZA (mercado) é forte As Pessoas (áreas) precisam TROCAR INFORMAÇÕES O barco precisa de CUIDADOS É Necessário CONTROLAR O BARCO 24

25 TI NA SUPPLY CHAIN 1. WEB IOT (Internet das Coisas) - Pedidos, Estoques, Rastreamento, etc. 2. Cloud - Informações na nuvem, tempo real 3. Softwares SCM - Redução custos, gestão estoques, integração 4. Simuladores - Expansões, Localização, Prazos, Custos. 5. Roteirizadores - Rastreador - Otimização ocupação, custos, prazos. 6. WMS / TMS / YMS - Armazém, Transporte, Pátio 7. Automação Logística - Robotização, Drones, Veículo sem motorista. 8. MRP MRP II - Otimização de recursos e capacidade 9. RFID Data Matrix - Inventários, Lançamentos Automáticos 10. APS - VMI GDSN - Planejamento e operação integradas 25

26 GS1 Global Standard 1 GDSN Global Data Syncronization Network Sincronização de Cadastros 26

27 INTEGRAÇÃO 27

28 INTEGRAÇÃO Fornecedor Fornecedor Fornecedor Fornecedor Cliente Cliente Fornecedor Empresa Cliente Cliente Fornecedor Cliente Cliente Integração entre Níveis de Planejamento 28

29 ECR EFFICIENT CONSUMER RESPONSE - RESPOSTA EFICIENTE DO CLIENTE Conceito: Filosofia de relacionamento entre o atacado e o varejo com as indústrias, visualizando a cadeia de abastecimento como um fluxo único e integrado de todas as funções do negócio. Foco: Levar ao mercado no momento certo, os produtos que o cliente deseja, mais rapidamente e com a máxima qualidade, ao menor custo. Ferramentas: Requer forte aplicação de TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO, e integração com os clientes, disponibilizando materiais e mão-de-obra em suas instalações. 29

30 ECR EFFICIENT CONSUMER RESPONSE - RESPOSTA EFICIENTE DO CLIENTE ESTRATÉGIAS Otimizar o espaço (Loja, Centro de Distribuição, Armazém do Cliente). Reabastecimento contínuo, minimizando tempo e custos nos procedimentos de reposição. Maximizar a eficiência da visualização e localização do produto pelo cliente. Introduzir novos produtos de forma eficiente (aceitação, utilidade, viabilidade comercial). 30

31 CPFR COLABORATIVE PLANNING FORECASTING AND REPLENISHMENT Significado Planejamento, Previsão e Reabastecimento Colaborativo, conceito definido pela VICS (Voluntary Interindustry Commerce Standards Association) dos EUA. Objetivo Criar sistemática de troca de informação entre os parceiros do negócio visando o planejamento, a previsão e o reabastecimento de forma conjunta, de forma a eliminar as ineficiências do processo em relação ao nível de inventários e ao lead-time total. 31

32 VMI VENDOR MANAGED INVENTORY Significado Estoques Gerenciados pelo Fornecedor. Objetivo Transferir responsabilidades de gerenciamento (adequado) dos estoques de Matérias Primas e Insumos para o Fornecedor, permitindo à empresa focar ações no seu negócio. Como Funciona Intercâmbio de informações via EDI ou WEB onde os fornecedores gerenciam on-line as informações dentro de parâmetros de estoque máximo e mínimo previamente acordados. 32

33 POSTPONEMENT POSTERGAÇÃO Significado Postergação, Postecipação, Adiamento. Objetivo Postergar até o último momento possível a rotulação final, montagem, embalagem ou formulação de produtos, permitindo a maximização do uso das matérias primas e produtos intermediários. Atividades Relacionadas VMI, ECR, Comunicação via EDI ou WEB Neste caso o ditado é: Porque fazer hoje o que eu posso deixar para amanhã? 33

34 S&OP SALES AND OPERATIONS PLANNING Planejamento de Vendas e Operações Método de Planejamento COLABORATIVO, INTEGRANDO as áreas da Empresa. OBJETIVO DO S&OP Obter consenso do plano de trabalho, alocando recursos (pessoas, dinheiro, máquinas e sistemas) para atender os clientes de forma eficaz e rentável. 34

35 S&OP CICLO MENSAL 35

36 METODOLOGIA DE IMPLEMENTAÇÃO 36

37 ESCOPO TÍPICO Entendimento Estratégico (Processos, Sistemas e Estrutura atuais Corporativo) Entendimentos Táticos e Operacionais (Processos locais, visitas in-loco) Entendimento dos Volumes, Fluxos, Sinergias e Interfaces Análises da Eficiência e Eficácia entregues pelos Processos e Estruturas de Gestão Atuais gaps, análise SWOT, Análise Sistêmica, etc. Desenho de Possíveis Cenários de Estrutura para Supply Chain Diagnóstico e Recomendações Estratégicas da Consultoria Plano de Ação para Implementação (Estratégico e Detalhado) Assessoria para Implementação das Recomendações 37

38 DIAGNÓSTICO VSM Mapeamento de Processos ARA Análise Sistêmica Gestão de Estoques Malha Logística A3 38

39 ENCAMINHAMENTO São MUITAS as Filosofias e Ferramentas disponíveis, sendo necessário encontrar as MAIS ADEQUADAS para atender a REALIDADE E CONTEXTO ESPECÍFICO DE CADA EMPRESA. 39

40 IMPLEMENTAÇÃO Layout e Fluxos PPCP MRP Suprimentos S&OP Equipe de Implementação 40

41 METODOLOGIA 41

42 CRONOGRAMA TÍPICO Fase 1 Diagnóstico - 2 a 3 Meses Fase 2 Aprovação - Aprox. 30 dias Fase 3 Implementação - Mínimo 8 Meses (podendo ser estendido) Etapas e Meses a Fase 1 Diagnóstico e Recomendações Etapa 1 Coleta e Validação Etapa 2 Diagnóstico Etapa 3 - Recomendações Fase 2 Avalização e Aprovação Fase 3 Implementação (Assessoria) 42

43 AUTOMAÇÃO LOGÍSTICA Projeto Brandili (IMAM Consultoria) Para visualizar o Vídeo do Armazém Automatizado

44 PRÓXIMOS ANOS 44

45 PRÓXIMOS ANOS 1. Aumento da Integração entre as Empresas da Cadeia de Suprimentos, sobretudo no PLANEJAMENTO CONJUNTO e COLABORATIVO. 2. Aplicação cada vez mais intensiva de TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO, visando crescente AGILIDADE, VELOCIDADE E ACURACIDADE (WEB, Softwares SCM, Simuladores, Roteirizadores, WMS, Automação Logística, MRP, APS, RFID etc.). 3. Especialização Consolidação de Áreas e Profissionais da Cadeia de Suprimentos, com foco na VISÃO ESTRATÉGICA do Mercado. 4. Aprofundamento da Gestão Globalizada (Grandes Corporações). 45

46 WORKSHOP GRATUITO

47 MUITO OBRIGADO!!! 47

48 TENDÊNCIAS ACESSE NOSSOS EM SUPPLY CONTEÚDOS CHAIN ON-LINE E LOGÍSTICA Dicionário de Logística ( On-Line ) Facebook: Grupo IMAM LinkedIn: IMAM Facebook: Revista Logística Obrigado! 48

49 Contate-nos:

Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos

Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos Prof. Me. Érico Pagotto Aula 05 Combinando oferta e demanda O principal objetivo da SCM é: Equilibrar oferta e demanda No entanto há inúmeros fatores de imprevisibilidade:

Leia mais

Integração a favor da produtividade

Integração a favor da produtividade Integração a favor da produtividade Estudo aponta que o gerenciamento da cadeia de suprimentos ganha cada vez mais relevância nas empresas brasileiras O todo é maior que a soma das partes. Essa frase resume

Leia mais

Cadeia de Suprimentos. Aula 1. Contextualização. O que é Supply Chain Management? Prof. Luciano José Pires

Cadeia de Suprimentos. Aula 1. Contextualização. O que é Supply Chain Management? Prof. Luciano José Pires Cadeia de Suprimentos Aula 1 Contextualização Prof. Luciano José Pires O que é Supply Chain Management? Atual e futuro A Logística é uma das atividades econômicas mais antigas e também um dos conceitos

Leia mais

INTRODUÇÃO À LOGISTICA

INTRODUÇÃO À LOGISTICA INTRODUÇÃO À LOGISTICA Danillo Tourinho Sancho da Silva, MSc VAMOS NOS CONHECER Danillo Tourinho Sancho da Silva, M.Sc Bacharel em Administração, UNEB Especialista em Gestão da Produção e Logística, SENAI

Leia mais

16/02/2010. MSe. Paulo Cesar C. Rodrigues Mestre em Engenharia de Produção

16/02/2010. MSe. Paulo Cesar C. Rodrigues Mestre em Engenharia de Produção MSe. Paulo Cesar C. Rodrigues paulo.rodrigues@usc.br Mestre em Engenharia de Produção A logística integrada envolve o gerenciamento de informações, transporte, estoque, armazenamento, manuseio de materiais

Leia mais

LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO GESTÃO DE LOGÍSTICA

LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO GESTÃO DE LOGÍSTICA LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO GESTÃO DE LOGÍSTICA PERGUNTA O que entendo por Logística? E qual sua importância para as empresas no cenário atual? Porque estudar Logística? EVOLUÇÃO Logística Uma função essencial

Leia mais

PARCERIA INTELIGENTE PARA SUA FROTA E LOGÍSTICA

PARCERIA INTELIGENTE PARA SUA FROTA E LOGÍSTICA PARCERIA INTELIGENTE PARA SUA FROTA E LOGÍSTICA Frota moderna, equipe especializada, infraestrutura e tecnologia não é fácil implementar uma gestão logística eficiente. Para fazer com que ela seja planejada

Leia mais

Quem somos. Porque ABCCorp? Referencias

Quem somos. Porque ABCCorp? Referencias 1 Quem somos 2 Porque ABCCorp? 3 Referencias Trabalhamos como você! Experiência não somente acadêmica, sobre o teu segmento; Entendemos suas expectativas Valorizamos e garantimos o teu investimento com

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais. da Cadeia de Suprimento ao ERP e ao CRM

Sistemas de Informações Gerenciais. da Cadeia de Suprimento ao ERP e ao CRM Sistemas de Informações Gerenciais da Cadeia de Suprimento ao ERP e ao CRM Empresa digital 2 Sistema Integrado de Gestão e-commerce e empresas parceiras Compras BACK OFFICE FRONT OFFICE SCM - Supply Chain

Leia mais

Logística Empresarial

Logística Empresarial Logística Empresarial Profª Esp. Mônica Suely Guimarães de Araujo Conceito Logística são os processos da cadeia de suprimentos (supply chain) que planejam, estruturam e controlam, de forma eficiente e

Leia mais

GST0045 GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO Aula 03: Logística Empresarial e Competitividade - Evolução da Supply Chain

GST0045 GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO Aula 03: Logística Empresarial e Competitividade - Evolução da Supply Chain GST0045 GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO Aula 03: Logística Empresarial e Competitividade - Evolução da Supply Chain Conflito Marketing X Logística O aluno deverá ser capaz de: Conhecer os níveis de serviço

Leia mais

4. Fornecedores da Cadeia de Suprimentos da Sony Brasil

4. Fornecedores da Cadeia de Suprimentos da Sony Brasil 78 4. Fornecedores da Cadeia de Suprimentos da Sony Brasil O Capítulo 4 analisa os macro-processos da cadeia de suprimentos da Sony Brasil mapeados pelo autor desta dissertação, porém com um enfoque nos

Leia mais

Logística E gerenciamento da cadeia de abastecimento

Logística E gerenciamento da cadeia de abastecimento Logística E gerenciamento da cadeia de abastecimento Conceitos básicos Logística e Varejo Entendendo a cadeia de abastecimento integrada OBJETIVOS Os conceitos, definições e importância da cadeia de abastecimento;

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina EPR420 Logística e Cadeia de Suprimentos

Programa Analítico de Disciplina EPR420 Logística e Cadeia de Suprimentos Programa Analítico de Disciplina Departamento de Engenharia de Produção e Mecânica - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: 4 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga

Leia mais

GESTÃO DE LOGÍSTICA WMS

GESTÃO DE LOGÍSTICA WMS GESTÃO DE LOGÍSTICA WMS TENHA A SOLUÇÃO IDEAL PARA CONTROLE E GESTÃO DO SEU ARMAZÉM COM O WMS DA SENIOR Controle a movimentação e armazenagem para obter maior produtividade, redução de custos e tempo nos

Leia mais

Logística, gerenciamento de cadeias de suprimento e organização do fluxo de produtos. Comecemos nosso estudo pela colocação das seguintes questões?

Logística, gerenciamento de cadeias de suprimento e organização do fluxo de produtos. Comecemos nosso estudo pela colocação das seguintes questões? WANKE, Peter F. Estratégia Logística em Empresas Brasileiras. Uso exclusivamente interno para acompanhamento às aulas Logística, gerenciamento de cadeias de suprimento e organização do fluxo de produtos

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Lista de Exercícios 02. Luiz Leão

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Lista de Exercícios 02. Luiz Leão Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Exercício 01 Conceitue e-business e quais o seu principal objetivo? Exercício 01 Resposta Conceitue e-business e quais o seu principal objetivo? É todo

Leia mais

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza edwin@engenharia-puro.com.br www.engenharia-puro.com.br/edwin Tem sido estimado que as atividades associadas à preparação, à transmissão, à entrada e ao preenchimento

Leia mais

O Papel da Oracle na Cadeia Logistica do GPA

O Papel da Oracle na Cadeia Logistica do GPA O Papel da Oracle na Cadeia Logistica do GPA GPA em Números 659 de vendas em 2014 GPA em Números Quantidade de lojas por Negócio Quantidade de lojas por Marcas e Formatos 1.028 328 975 185 107 207 77 155

Leia mais

CONSULTOR MOSTRA COMO VENCER BARREIRAS E MELHORAR A COLABORAÇÃO ENTRE INDÚSTRIA E VAREJO

CONSULTOR MOSTRA COMO VENCER BARREIRAS E MELHORAR A COLABORAÇÃO ENTRE INDÚSTRIA E VAREJO Economia/Varejo/Indústria/Agenda CONSULTOR MOSTRA COMO VENCER BARREIRAS E MELHORAR A COLABORAÇÃO ENTRE INDÚSTRIA E VAREJO Durante o Cecral 2004, simultâneo à ExpoAbras, o norte-americano Joe Andraski e

Leia mais

Tecnologia da Informação em Aplicações Logísticas. Professor: Msc. Marco Aurélio C. da Silva

Tecnologia da Informação em Aplicações Logísticas. Professor: Msc. Marco Aurélio C. da Silva Tecnologia da Informação em Aplicações Logísticas Professor: Msc. Marco Aurélio C. da Silva Importância da TI na Logística A TI foi um fator preponderante para o desenvolvimento da Logística nos últimos

Leia mais

Matriz de Especificação de Prova da Habilitação Técnica de Nível Médio. Habilitação Técnica de Nível Médio: Técnico em Logística

Matriz de Especificação de Prova da Habilitação Técnica de Nível Médio. Habilitação Técnica de Nível Médio: Técnico em Logística : Técnico em Logística Descrição do Perfil Profissional: Planejar, programar e controlar o fluxo de materiais e informações correlatas desde a origem dos insumos até o cliente final, abrangendo as atividades

Leia mais

APLICAÇÃO DE ecr EFFICIENT CONSUMER RESPONSE À REDE SUBWAY COM BASE NA LOGISTICA DE SUPRIMENTO

APLICAÇÃO DE ecr EFFICIENT CONSUMER RESPONSE À REDE SUBWAY COM BASE NA LOGISTICA DE SUPRIMENTO UNIVERSIDADE DE BRASILIA DEPARTAMENTO DE ADMINISTAÇÃO LOGISTICA EMPRESARIAL APLICAÇÃO DE ecr EFFICIENT CONSUMER RESPONSE À REDE SUBWAY COM BASE NA LOGISTICA DE SUPRIMENTO GRUPO 19Z ARTHUR BIOCALTI ILO

Leia mais

Comitê Comércio Eletrônico. Mitsuru Sakaguchi Pão de Açucar Marcel Konforti P&G

Comitê Comércio Eletrônico. Mitsuru Sakaguchi Pão de Açucar Marcel Konforti P&G Comitê Comércio Eletrônico Mitsuru Sakaguchi Pão de Açucar Marcel Konforti P&G O que foi feito : Evolução do Comitê Desde 1997 (Sub-comitê EDI / ecommerce) 2001-2003 : Comitê de Comércio Eletrônico, focado

Leia mais

23 Anos de Foco Total no Varejo

23 Anos de Foco Total no Varejo 23 Anos de Foco Total no Varejo 23 Anos de Foco Total no Varejo As Melhores Práticas no Gerenciamento de Processos Alexandre Ribeiro R-Dias Assessoria para Varejo Duração Equipe Produtividade Ganho Produtividade

Leia mais

A seguir demonstraremos nossa solução. Que será a sua solução! Fonte: freepik.com

A seguir demonstraremos nossa solução. Que será a sua solução! Fonte: freepik.com Fonte: freepik.com O grande desafio da Logística nas Empresas é buscar qualidade, controle, informação rápida, transparência, agilidade e baixos custos. Pensando nisso a NexPressCargo criou uma solução

Leia mais

Aplicativos Integrados. Profa. Dra. Ellen Francine Barbosa PAE Lívia Castro Degrossi

Aplicativos Integrados. Profa. Dra. Ellen Francine Barbosa PAE Lívia Castro Degrossi Aplicativos Integrados Profa. Dra. Ellen Francine Barbosa PAE Lívia Castro Degrossi Aplicativos Integrados ERP (Enterprise Resource Planning) CRM (Consumer Relationship Management) SCM (Supply Chain Management)

Leia mais

Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos

Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos Prof. Fernando Augusto Silva Marins fmarins@feg.unesp.br www.feg.unesp.br/~fmarins 1 Sumário Logística Cenário Fatores para o Desenvolvimento da Logística

Leia mais

Disciplina: Curso: Período: Semestre: ADM02028 LOGISTICA Graduação em Adminstração 6º Nenhum

Disciplina: Curso: Período: Semestre: ADM02028 LOGISTICA Graduação em Adminstração 6º Nenhum MINI-CV DOS PROFESSORES ELABORADORES Professor Elaborador: Carga Horária: Horário das Aulas: Mini-CV do Professor Elaborador: Professor da FGV/EBAPE. Doutor em Engenharia Oceânica, com ênfase em Transportes

Leia mais

Sistemas de Informações. SCM Supply Chain Management

Sistemas de Informações. SCM Supply Chain Management Sistemas de Informações SCM Supply Chain Management Fontes Bozarth, C.; Handfield, R.B. Introduction to Operations and Supply Chain Management. Prentice Hall. 2nd. Edition Objetivos Fluxos de Informação

Leia mais

2 A Logística História da Logística

2 A Logística História da Logística 2 A Logística 2.1. História da Logística Segundo Neves (2005), a origem da palavra logística vem do grego LOGISTIKOS, do qual o latim LOGISTICUS é derivado, ambos significando cálculo e raciocínio no sentido

Leia mais

Sistemas de Informação. Alberto Felipe Friderichs Barros

Sistemas de Informação. Alberto Felipe Friderichs Barros Sistemas de Informação Alberto Felipe Friderichs Barros Introdução Como consumidor você precisa lidar com os sistemas de informações que dão suporte às operações de muitas lojas de varejo em que você faz

Leia mais

Programa Operações Logísticas e Supply Chain MANUAL DO CURSO

Programa Operações Logísticas e Supply Chain MANUAL DO CURSO Programa Operações Logísticas e Supply Chain MANUAL DO CURSO ESPM/Senai-MS - 2017 Apresentação Oferece aos profissionais, que atuam nas indústrias e serviços, visão ampla de questões e desafios à gestão

Leia mais

Sistemas de Informação Gerenciais

Sistemas de Informação Gerenciais Sistemas de Informação Gerenciais Seção 2.2 Sistemas Empresariais: ERP SCM 1 Sistema empresarial Constitui uma estrutura centralizada para uma organização e garante que as informações possam ser compartilhadas

Leia mais

Luis Ricardo Marques Pedro

Luis Ricardo Marques Pedro Luis Ricardo Marques Pedro Colaboração na Cadeia de Suprimentos Case TOP LOG - CBD Agenda Nossa Empresa Cadeia de Suprimentos Performance 2005 Resultado TOP LOG 2005 Expectativas para 2006 Números do TOP

Leia mais

Design and Performance Gestão da cadeia de suprimentos

Design and Performance Gestão da cadeia de suprimentos Design and Performance Gestão da cadeia de suprimentos 1 1. Supply Chain Structure 3. Componentes gerenciais 4. Supply Chain Performance Measurement (SCPM) 5. Hot topics in Supply Chain (SC) 6. Dell Case

Leia mais

FAMEBLU Engenharia Civil

FAMEBLU Engenharia Civil Disciplina LOGÍSTICA EMPRESARIAL FAMEBLU Engenharia Civil Aula 6: Cadeia de Abastecimento Logística Interna na Construção Civil Supply Chain Management Professor: Eng. Daniel Funchal, Esp. Cadeia de Abastecimento

Leia mais

ETIQUETA INTELIGENTE (RFID) A nova fronteira na cadeia de distribuição. Onde estamos, para onde vamos? Claudio Czapski, ECR Brasil

ETIQUETA INTELIGENTE (RFID) A nova fronteira na cadeia de distribuição. Onde estamos, para onde vamos? Claudio Czapski, ECR Brasil ETIQUETA INTELIGENTE (RFID) A nova fronteira na cadeia de distribuição Onde estamos, para onde vamos? Claudio Czapski, ECR Brasil 1 Plano Estratégico do Comitê -o que? (disseminação do conhecimento) -

Leia mais

CS&OP Certified Sales and Operations Planning Professional

CS&OP Certified Sales and Operations Planning Professional O Workshop de S&OP Em mercados competitivos o profissional que dominar o processo de S&OP possuirá grande diferencial estratégico e vantagem competitiva no ambiente de negócios. Neste cenário onde os clientes

Leia mais

André Luiz Mendoza. Gestão da Cadeia de Suprimentos Global na Glaxosmithkline GSK. Dissertação de Mestrado

André Luiz Mendoza. Gestão da Cadeia de Suprimentos Global na Glaxosmithkline GSK. Dissertação de Mestrado André Luiz Mendoza Gestão da Cadeia de Suprimentos Global na Glaxosmithkline GSK Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do título de Mestre em Logística pelo

Leia mais

Sistemas Integrados de Gestão

Sistemas Integrados de Gestão Sistemas Integrados de Gestão SISTEMAS INTEGRADOS Uma organização de grande porte tem muitos tipos diferentes de Sistemas de Informação que apóiam diferentes funções, níveis organizacionais e processos

Leia mais

Gestão da Produção Logística

Gestão da Produção Logística UNIESP Campus Butantã Gestão da Produção Logística LOGÍSTICA EMPRESARIAL SUPPLY CHAIN MANAGEMENT FACULDADE DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS GERENCIAIS DE SÃO PAULO Rubens Vieira da Silva LOGÍSTICA EMPRESARIAL LOGÍSTICA

Leia mais

3 MODELO PROPOSTO: O SISTEMA HÍBRIDO DE TOC APLICADO AO SCM APOIADO PELO VMI-B2B

3 MODELO PROPOSTO: O SISTEMA HÍBRIDO DE TOC APLICADO AO SCM APOIADO PELO VMI-B2B Artur Henrique Moellmann 3 MODELO PROPOSTO: O SISTEMA HÍBRIDO DE TOC APLICADO AO SCM APOIADO PELO VMI-B2B A conjuntura conceitual até aqui pesquisada, desenvolvida e discutida, teve como objetivo central

Leia mais

Tecnologia Aplicada à Logística

Tecnologia Aplicada à Logística Tecnologia Aplicada à Logística Movimentação e TI Alunos: Keriton Leandro Fernando TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA LOGÍSTICA Definição de Informação na Logística É um elemento de grande importância nas operações

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS REITORIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS ASSESSORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS REITORIA PLANO DE TRABALHO Identificação Aluno (a): Kelly da Cunha Neves Curso: Tecnologia em Logística Coordenador (a) no IF: André Luís Machado Instituição de Destino: Instituto Politécnico do Porto Coordenador

Leia mais

Sistemas de Informação Gerenciais

Sistemas de Informação Gerenciais Sistemas de Informação Gerenciais Seção 1.2 Conceitos e perspectivas em SI Seção 1.3 Classificação dos SI 1 EMPRESA E TECNOLOGIA 2 Contexto Já perceberam que as empresas no mundo moderno estão relacionadas

Leia mais

Gestão Empresarial ERP

Gestão Empresarial ERP Gestão Empresarial ERP O sistema de Gestão Empresarial da Senior, testado e aprovado por nossos clientes, oferece soluções que simplificam as decisões para fazer sua empresa crescer e ser ainda mais competitiva

Leia mais

Sistemas ERP (Enterprise Resource Planning)

Sistemas ERP (Enterprise Resource Planning) Sistemas ERP (Enterprise Resource Planning) O que significa ERP? ERP - Enterprise Resource Planning (Planejamento de Recursos Empresariais) são sistemas de informações que integram todos os dados e processos

Leia mais

Programa Operações Logísticas e Supply Chain ESPM/SENAI-MS. Manual do Curso

Programa Operações Logísticas e Supply Chain ESPM/SENAI-MS. Manual do Curso Programa Operações Logísticas e Supply Chain ESPM/SENAI-MS Manual do Curso São Paulo Educação Executiva 2017 Apresentação Oferece aos profissionais, que atuam nas indústrias e serviços, visão ampla de

Leia mais

Comitê de Reposição Eficiente. Alexandre Reis David Unilever

Comitê de Reposição Eficiente. Alexandre Reis David Unilever Comitê de Reposição Eficiente Alexandre Reis David Unilever Comitê de Reposição Eficiente Um pouco de história... 1998 2000 2001 2002 2003 1998 Entendimento de Conceitos (Processos / Benefícios) Disseminar

Leia mais

29 FIEE Impactos da indústria 4.0 no mercado industrial e o surgimento de novos modelos de negócios

29 FIEE Impactos da indústria 4.0 no mercado industrial e o surgimento de novos modelos de negócios 29 FIEE Impactos da indústria 4.0 no mercado industrial e o surgimento de novos modelos de negócios Marcelo F. Pinto 25 de julho de 2017 Sobre a PPI-Multitask Sobre a PPI-Multitask 25+ anos de experiência;

Leia mais

Gestão Empresarial ERP

Gestão Empresarial ERP Gestão Empresarial ERP O sistema de Gestão Empresarial da Senior, testado e aprovado por nossos clientes, oferece soluções que simplificam as decisões para fazer sua empresa crescer e ser ainda mais competitiva

Leia mais

PPCP Planejamento, Programação do Controle da Produção

PPCP Planejamento, Programação do Controle da Produção PPCP Planejamento, Programação do Controle da Produção Conceitos e Funções Prof. Nilton Ferruzzi Prof. Nilton Ferruzzi 1 Elementos para o sucesso da estratégia de manufatura Objetivos São prioridades competitivas

Leia mais

TECNOLOGIAS LOGÍSTICAS

TECNOLOGIAS LOGÍSTICAS TECNOLOGIAS LOGÍSTICAS TI e Logística As tecnologias e os SIs atuais integram atividades logísticas em toda cadeia. Estas tecnologias permitem o intercâmbio entre fornecedores e clientes, facilitando a

Leia mais

Logística e-commerce: A Importância do Planejamento e Gestão de Estoques. 27 de Junho de 2017

Logística e-commerce: A Importância do Planejamento e Gestão de Estoques. 27 de Junho de 2017 Logística e-commerce: A Importância do Planejamento e Gestão de Estoques 27 de Junho de 2017 Agenda A Via Varejo Cadeiade valor para o cliente Oportunidades para a Logística Resultados Obtidos Off-line

Leia mais

FAMEBLU Engenharia Civil

FAMEBLU Engenharia Civil Disciplina LOGÍSTICA EMPRESARIAL FAMEBLU Engenharia Civil Aula 5: Revisão Geral Professor: Eng. Daniel Funchal, Esp. Estratégia Corporativa Estratégia corporativa é o processo essencial dentro das organizações,

Leia mais

MANHATTANACTIVE ESTOQUE VISÃO GERAL DO SOFTWARE

MANHATTANACTIVE ESTOQUE VISÃO GERAL DO SOFTWARE MANHATTANACTIVE ESTOQUE VISÃO GERAL DO SOFTWARE PACOTE MANHATTAN ACTIVE INVENTORY Maximize o Retorno sobre seus Ativos de Estoque MELHORAR NÍVEIS DE SERVIÇO, AUMENTAR VENDAS E REDUZIR ESTOQUES. Estes têm

Leia mais

EVOLUÇÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E SEUS IMPACTOS NA LOGÍSTICA

EVOLUÇÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E SEUS IMPACTOS NA LOGÍSTICA EVOLUÇÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E SEUS IMPACTOS NA LOGÍSTICA Camila Nicola Boeri Di Domenico 1 André Luís Di Domenico 2 Resumo: Neste artigo é feita uma análise sobre a evolução das tecnologias da

Leia mais

Tecnologia da Informação Aplicado à Logística. Sistema de Informação

Tecnologia da Informação Aplicado à Logística. Sistema de Informação Tecnologia da Informação Aplicado à Logística Prof. Leonardo Rocha Definição Conjunto de elementos ou componentes inter-relacionados que coletam (entrada), manipulam (processo) e disseminam (saída) dados

Leia mais

AULA 2/4 ASSUNTOS ABORDADOS: Gestão da cadeia de suprimentos. Gestão de estoques. 04/05/ :30 12:00

AULA 2/4 ASSUNTOS ABORDADOS: Gestão da cadeia de suprimentos. Gestão de estoques. 04/05/ :30 12:00 AULA 2/4 ASSUNTOS ABORDADOS: Gestão da cadeia de suprimentos. Gestão de estoques. 04/05/2013 10:30 12:00 Assunto: Gestão da cadeia de suprimentos. Consiste em gerenciar estrategicamente diferentes fluxos

Leia mais

O Futuro dos Padrões no Setor Varejista de Bens de Consumo

O Futuro dos Padrões no Setor Varejista de Bens de Consumo Tema: Apresentador: O Futuro dos Padrões no Setor Varejista de Bens de Consumo Roberto Matsubayashi Diretor de Inovação e Alianças Estratégicas GS1 BRASIL e-mail: roberto.matsubayashi@gs1br.org Impacto

Leia mais

Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Departamento de Contabilidade e Atuária EAC FEA - USP

Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Departamento de Contabilidade e Atuária EAC FEA - USP Universidade de São Paulo Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Departamento de Contabilidade e Atuária EAC FEA - USP AULA 10 Supply Chain Management (SCM) Prof. Dr. Joshua Onome Imoniana

Leia mais

SEAL USER CONNECT 2016 Solução Via Voz.

SEAL USER CONNECT 2016 Solução Via Voz. SEAL SISTEMAS E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SEAL USER CONNECT 2016 Solução Via Voz. I N O V A Ç Ã O S E M L I M I T E S GERENCIA DE SISTEMAS E APLICAÇÕES Agenda SEAL USER CONNECT 2016 Sobre a Seal Sistemas

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS Prof. Marcelo Mello Unidade IV GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS Gerenciamento de serviços Nas aulas anteriores estudamos: 1) Importância dos serviços; 2) Diferença entre produtos x serviços; 3) Composto de Marketing

Leia mais

MÓDULO III - Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio de TÉCNICO EM LOGÍSTICA

MÓDULO III - Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio de TÉCNICO EM LOGÍSTICA III.1 GESTÃO DE TRANSPORTES Função: Transporte 1. Analisar a infraestrutura dos sistemas de transporte do país. 2. Selecionar o modal de transporte para atendimento dos usuários de acordo com as especificidades

Leia mais

SENADO FEDERAL - JULHO 2015

SENADO FEDERAL - JULHO 2015 Audiência Pública - Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Principais obstáculos ao desenvolvimento de tecnologias de informação SENADO FEDERAL - JULHO 2015 Pensando juntos,

Leia mais

a WZ é uma empresa de consultoria em logística que surgiu para melhorar e oferecer soluções simples e inteligentes.

a WZ é uma empresa de consultoria em logística que surgiu para melhorar e oferecer soluções simples e inteligentes. EMPRESA CRIADA EM 2007, a WZ é uma empresa de consultoria em logística que surgiu para melhorar e oferecer soluções simples e inteligentes. Além de fazer um diagnóstico e sugerir recomendações, a WZ acredita

Leia mais

Marcelo Caldeira Pedroso

Marcelo Caldeira Pedroso COLABORAÇÃO NA CADEIA DE VALOR DA SAÚDE Marcelo Caldeira Pedroso Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (USP) SETRM 2015 Seminário de tecnologia para rastreabilidade de medicamentos 27 de

Leia mais

Lean e a Gestão Integrada da Cadeia de Suprimentos

Lean e a Gestão Integrada da Cadeia de Suprimentos JOGO DA CERVEJA Experimento e 2: Abordagem gerencial hierárquica e centralizada Planejamento Integrado de todos os Estágios de Produção e Distribuição Motivação para um novo Experimento Atender à demanda

Leia mais

29 de novembro de 2011

29 de novembro de 2011 Práticas Contemporâneas em Logística e SupplyChain 29 de novembro de Composição dogelog 1)- ALEXANDRE JOSÉ DO NASCIMENTO 2)- ANA CLAUDIA BELFORT 3)- DOMINGOS ALVES CORRÊA NETO 4)- EDSON VALTER BOYAMIAN

Leia mais

Lançamento do GDSN Global Data Synchronization Network Cadastro Nacional de Produtos

Lançamento do GDSN Global Data Synchronization Network Cadastro Nacional de Produtos Lançamento do GDSN Global Data Synchronization Network Cadastro Nacional de Produtos Agenda GS1 e a Automação dos Processos de Supply Chain Conceito GDSN Benefícios Case Carrefour Como começar? GS1 e a

Leia mais

Otimizando a Gestão de Estoques

Otimizando a Gestão de Estoques Otimizando a Gestão de Estoques Curso de Gestão de Estoques Descontrole de estoques é um problema crônico da grande maioria das empresas de Bens de Consumo. Enquanto alguns produtos faltam, outros sobram.

Leia mais

Resultados 3T12. 8 de novembro de 2012

Resultados 3T12. 8 de novembro de 2012 Resultados 3T12 8 de novembro de 2012 Resumo do trimestre Melhoria nas margens de rentabilidade do 3T12 ano-a-ano: margem líquida de 6,0% (+1,9 p.p.) e margem EBITDA de 17,8% (+1,8 p.p.); Consistente expansão

Leia mais

ADO. Módulo 5. MRP - Material Requirements Planning MRP II - Manufactoring Resurce Planning ERP - Enterprise resource planning

ADO. Módulo 5. MRP - Material Requirements Planning MRP II - Manufactoring Resurce Planning ERP - Enterprise resource planning ADO Administração de Empresas 4 Per. Módulo 5 MRP - Material Requirements Planning MRP II - Manufactoring Resurce Planning ERP - Enterprise resource planning O Que é MRP MRP é a sigla para Material Requirements

Leia mais

Plano de Gerenciamento de Configuração

Plano de Gerenciamento de Configuração Plano de Gerenciamento de Configuração Controle de Versões Versão Data Autor Notas da Revisão 0.1 29/11/2016 Deborah Araujo Denis Ferreira Ezio Mendonça - Plano de gerenciamento de Configuração Página

Leia mais

GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS CADEIAS DE VALOR: LOGÍSTICA INTEGRADA X SCM

GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS CADEIAS DE VALOR: LOGÍSTICA INTEGRADA X SCM GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS CADEIAS DE VALOR: LOGÍSTICA INTEGRADA X SCM Prof. Dr. Daniel Caetano 2016-1 Objetivos Compreender a diferença entre Logística Integrada e Gestão da Cadeia de Suprimentos

Leia mais

Case Baterias Moura. Liderança em Baterias. Previsão da demanda. Programação de produção. Insumos. MRP - Moura. Produtos em Processo.

Case Baterias Moura. Liderança em Baterias. Previsão da demanda. Programação de produção. Insumos. MRP - Moura. Produtos em Processo. Case Baterias Moura Liderança em Baterias Centro de Distribuição Planta de Reciclagem Planta de Baterias Porto Rico - USA Buenos Aires - Argentina Previsão da demanda Programação de produção VENDA DOS

Leia mais

AGENDA DESEMPENHO FINANCEIRO NOSSO NEGÓCIO VANTAGENS COMPETITIVAS OPORTUNIDADES

AGENDA DESEMPENHO FINANCEIRO NOSSO NEGÓCIO VANTAGENS COMPETITIVAS OPORTUNIDADES Dezembro de 2015 1 DISCLAIMER Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira

Leia mais

Solução de Varejo. Da emissão do cupom até o fechamento Contábil

Solução de Varejo. Da emissão do cupom até o fechamento Contábil Solução de Varejo Agenda Principais Desafios do Varejo Principais Desafios com Clientes Solução de Varejo da Senior Principais Entregas A Senior O Evento Principais Desafios do Varejo Adaptação ao cenário

Leia mais

Logística Integrada. Prof. Fernando Augusto Silva Marins. fmarins@feg.unesp.br. www.feg.unesp.br/~fmarins

Logística Integrada. Prof. Fernando Augusto Silva Marins. fmarins@feg.unesp.br. www.feg.unesp.br/~fmarins Logística Integrada Prof. Fernando Augusto Silva Marins fmarins@feg.unesp.br www.feg.unesp.br/~fmarins 1 Sumário Cenário Fatores para o Desenvolvimento da Logística Bases da Logística Integrada Conceitos

Leia mais

Haroldo Rodrigues Diretor de Compras 03 de Julho de 2013

Haroldo Rodrigues Diretor de Compras 03 de Julho de 2013 Haroldo Rodrigues Diretor de Compras 03 de Julho de 2013 ÍNDICE 1 1.1 1.2 1.3 1.4 VAREJISTA DE MODA LOJA DE DEPARTAMENTOS FULL LINE 1987 a1999 2001 a 2005 2010 a 2012 2 2.1 2.2 2.3 2.4 2.5 2.6 MODELO ESPECIALIZADO

Leia mais

Brochura - Panorama ILOS

Brochura - Panorama ILOS Brochura - Panorama ILOS Planejamento no Supply Chain - 2015 - Apresentação As empresas devem garantir que suas cadeias de suprimento estejam preparadas para um mercado em constante modificação. Planejar

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Capítulo 6: Os Sistemas de Informação para as Operações das Empresas e o Comércio Eletrônico 6-1 Sistemas de Informação e as decisões gerenciais na era da Internet James A. O'Brien Saraiva S/A Livreiros

Leia mais

Gestão Empresarial PME GO UP

Gestão Empresarial PME GO UP Gestão Empresarial PME GO UP COM A SOLUÇÃO EM CLOUD, VOCÊ GARANTE SEGURANÇA, PERFORMANCE E DISPONIBILIDADE PARA O SEU NEGÓCIO. A Senior dispõe de todas as soluções em cloud, atuando na modalidade SaaS,

Leia mais

Materiais. Gestão de Compras/Estoque SOLUÇÕES WK. Materiais. Materiais. Veja + wk.com.br/solucoes/materiais

Materiais. Gestão de Compras/Estoque SOLUÇÕES WK. Materiais. Materiais. Veja + wk.com.br/solucoes/materiais SOLUÇÕES WK Gestão de Compras/Estoque As Soluções WK para gestão logística de materiais abrangem ferramentas para integrar processos de controle e gestão de Estoques e Compras, dentre elas: Endereçamento,

Leia mais

Consumer Goods. Cadeia de abastecimento Produção Eficiente (MES)

Consumer Goods. Cadeia de abastecimento Produção Eficiente (MES) Consumer Goods Cadeia de abastecimento Produção Eficiente (MES) Anticipatingcustomers needs in a changingenvironment Consumer Goods Supply Chain - Efficient Manufacturing (MES) Objetivo / Desafio Os fabricantes

Leia mais

A WZ É UMA EMPRESA EMPRESA

A WZ É UMA EMPRESA EMPRESA EMPRESA A WZ É UMA EMPRESA de consultoria em logística formada por profissionais com ampla experiência de mercado e oriundos de empresas dos setores varejista, atacadista, distribuidores e industrias.

Leia mais

Supply Chain Excellence: garantir competitividade num mundo VUCA (volatile, uncertain, complex and ambiguous)

Supply Chain Excellence: garantir competitividade num mundo VUCA (volatile, uncertain, complex and ambiguous) Supply Chain Excellence: garantir competitividade num mundo VUCA (volatile, uncertain, complex and ambiguous) Resultados de um estudo internacional realizado em 2015 Lisboa, 31 de Março de 2016 A Roland

Leia mais

Controle e visibilidade: Internet das Coisas Roberto Matsubayashi*

Controle e visibilidade: Internet das Coisas Roberto Matsubayashi* Controle e visibilidade: Internet das Coisas Roberto Matsubayashi* Existem diversas atividades fundamentais desempenhadas pelas empresas no cumprimento de sua missão, sempre com o objetivo de agregar de

Leia mais

GST0045 GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO Aula 01: Gestão das Cadeias de Suprimentos

GST0045 GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO Aula 01: Gestão das Cadeias de Suprimentos GST0045 GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO Aula 01: Gestão das Cadeias de Suprimentos Objetivos O aluno deverá ser capaz de: Entender os principais conceitos de Cadeia de Suprimentos Conhecer a origem da Cadeia

Leia mais

Brochura - Panorama ILOS Portos Brasileiros Inclui capítulo sobre Cabotagem

Brochura - Panorama ILOS Portos Brasileiros Inclui capítulo sobre Cabotagem Brochura - Panorama ILOS Portos Brasileiros Inclui capítulo sobre Cabotagem - 2015 - Pré-Venda Pré-Venda Ao garantir o Panorama ILOS Portos Brasileiros Avaliação dos Usuários e Análise de Desempenho 2015

Leia mais

Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos

Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos Prof. Me. Érico Pagotto Aula 04 Custos de medição de logística e desempenho Calcular o custo do produto é fácil: difícil é calcular os custos POR CLIENTE! A logística

Leia mais

Desenvolvimento de Software

Desenvolvimento de Software PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 15ª REGIÃO Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações Total de Páginas:16 Versão: 1.0 Última Atualização: 26/07/2013 Índice

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL Sistemas ERP, CRM e SCM 2017 Tipos de Sistemas de Informação Vimos anteriormente que os diversos Sistemas de Informação presentes em uma empresa podem ser vistos sob diferentes

Leia mais

SONHE MAIS PARA O SEU NEGÓCIO!

SONHE MAIS PARA O SEU NEGÓCIO! SONHE MAIS PARA O SEU NEGÓCIO! Oferecemos um conjunto de serviços que, alinhados de maneira estratégica, formam uma comunicação completa e de resultado. Oferecemos media solutions, e para isso, nós da

Leia mais

PAPEL E CELULOSE. Assim, sua empresa garante maior competitividade para assumir um papel cada vez mais importante no mercado.

PAPEL E CELULOSE. Assim, sua empresa garante maior competitividade para assumir um papel cada vez mais importante no mercado. Segmento MANUFATURA PAPEL E CELULOSE Para a sua empresa de papel e celulose, as soluções de software de gestão para o segmento de manufatura da TOTVS oferecem fluidez na informação e nos fluxos de trabalho.

Leia mais

Informática Industrial Aula 1 O Que é Automação. sábado, 4 de outubro de 2003

Informática Industrial Aula 1 O Que é Automação. sábado, 4 de outubro de 2003 Informática Industrial Aula 1 O Que é Automação sábado, 4 de outubro de 2003 Definição Engenharia de automação é o estudo das técnicas que visam otimizar um processo de negócio, aumentando sua produtividade,

Leia mais

SOLUÇÕES QUE ACOMPANHAM A VELOCIDADE DO MERCADO.

SOLUÇÕES QUE ACOMPANHAM A VELOCIDADE DO MERCADO. SOLUÇÕES QUE ACOMPANHAM A VELOCIDADE DO MERCADO. PAG. Criada para atender a evolução do mercado de transportes e logística, a Teruslog fornece soluções integradas que incluem gestão de transportes, armazenagem,

Leia mais

Prof. Altair da Silva. Unidade I CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO,

Prof. Altair da Silva. Unidade I CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO, Prof. Altair da Silva Unidade I CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO, ESTRATÉGIAS E LOCALIZAÇÃO Introdução Ante de iniciar o assunto propriamente dito sobre o que é CD Centro de Distribuição, vamos primeiramente entender

Leia mais

Sistema de informação integrada. Ana Paula Domingos

Sistema de informação integrada. Ana Paula Domingos Sistema de informação integrada Ana Paula Domingos ERP (ENTERPRISE RESOURCE PLANNING * ) Os sistemas integrados de gestão, ou ERP (Enterprise Resource Planning) são apresentados algumas vezes como solução

Leia mais