Sistemas de Informações. SCM Supply Chain Management

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistemas de Informações. SCM Supply Chain Management"

Transcrição

1 Sistemas de Informações SCM Supply Chain Management

2 Fontes Bozarth, C.; Handfield, R.B. Introduction to Operations and Supply Chain Management. Prentice Hall. 2nd. Edition

3 Objetivos Fluxos de Informação são parte de qualquer cadeia de suprimentos Necessidades de informação de acordo com o nível organizacional Sistemas de Informação em uso na Cadeia de Suprimentos

4 Cadeia de Suprimentos Locais; Funções; Atividades associadas com o fluxo e transporte de bens e serviços desde a matéria prima até o cliente, assim como as informações associadas aos processos. Grupo integrado de processos para fornecer, fazer e entregar produtos.

5

6 Processos Aquisição Produção Distribuição Informação Informação Fornecer Fazer Entregar

7 Cadeia de Suprimentos para Serviços Mais difícil do que para bens Não tem seu foco no fluxo de bens físicos Foco em Recursos Humanos e Serviços de Apoio Mais compacto

8 Cadeia de Valor e Cadeia de Suprimentos Cadeia de Valor Cada passo desde a matéria prima até o usuário final O objetivo final é entregar o maior valor ao consumidor final Cadeia de Suprimentos Atividades que transformam materiais e conjuntos na operação da manufatura

9 Gestão da Cadeia de Suprimentos Gerenciar o fluxo de informações pela cadeia de suprimentos para obter a sincronização que terá como consequência maior velocidade de resposta e menores custos Questões chave Informação Comunicação Cooperação Confiança

10 Incerteza da Demanda O objetivo é responder às incertezas da demanda sem aumento excessivo dos custos de estoque Efeitos da Incerteza Atrasos Pedidos Incompletos Estoque Garantia para a incerteza da demanda

11 Incerteza da Demanda Causas Previsão imprecisa Lead Times longos e variáveis Entregas atrasadas Despacho incompleto Alteração de ordem de produção Flutuação de preço Ordens superestimadas

12 Gestão da CS PLANEJAMENTO PLANEJAMENTO COMPRA PRODUÇÃO Retorno v VENDA COMPRA PRODUÇÃO VENDA PLANEJAMENTO PLANEJAMENTO PLANEJAMENTO COMPRA PRODUÇÃO VENDA COMPRA PRODUÇÃO VENDA COMPRA PRODUÇÃO Retorno v VENDA Retorno v Retorno v PLANEJAMENTO PLANEJAMENTO COMPRA PRODUÇÃO VENDA COMPRA PRODUÇÃO VENDA PLANEJAMENTO Retorno v Retorno v COMPRA PRODUÇÃO VENDA 12

13 logística Fluxo de MATERIAIS Agregar valor de LUGAR de TEMPO de QUALIDADE de INFORMAÇÃO Fluxo de INFORMAÇÕES Eliminar do Processo tudo que não tenha valor para o Cliente Reduzir Custos 13

14 Ti na Cadeia de Suprimentos Ferramentas para dar suporte a toda a gestão logística da cadeia de abastecimento Ferramentas que compõem uma solução de SCM 14

15 Objetivos Agilizar e Otimizar o fluxo de informações, produtos e valores entre fornecedores, produtores, distribuidores e consumidores. Eliminar etapas que não agregam valor Eliminar etapas repetitivas e não produtivas na Cadeia de Abastecimento Integração da rede logística Construir parceiros comerciais Buscar aliados no processo 15

16 Gestão da TI na Cadeia de Suprimentos Sistemas Proprietários ERP MRP Internet e-business SCM Supply Chain Management Foco na Competitividade da Organização Foco na Competitividade da Supply Chain 16

17 Comunidade de negócios Banco Indústria Agente para Comércio Exterior Varejo Consumidor SCM Operador Logístico Fornecedor Atacadista 17

18 Gestão da TI na Cadeia de Suprimentos Varejo Banco Indústria EDI VAN Internet Fax Agente para Comércio Exterior Mensageiro Correio Rede Privativa Consumidor Operador Logístico Fornecedor Atacadista 18

19 Integração de Processos Varejo Banco inf. financ. posição de estoque Indústria inf. produção SCM Inf. Embarqu e Agente para Comércio Exterior CRM Cliente OL Inf. Carga limites de crédito cotação, ordem de compra Fornecedor Atacadista 19

20 Criando comunidades SCM SCM Fornecedores, Operadores Logísticos, Representantes e Clientes, otimizando os negócios, cooperando dentro de uma Cadeia de Valor. SCM SCM 20

21 Modelo Estratégico Integração Geográfica Da logística local para a logística global Gestão da Logística Integração Funcional Da logística guiada pela Função para a logística guiada por Processos Integração Setorial Da logística baseada no setor (produção / distribuição) para a logística entre setores 21

22 TI na Cadeia de Suprimentos Sistemas Legados Estratégico Tático Operacional Fornecedor Fabricante Distribuidor Varejo Consumidor

23 Sistemas ERP Estratégico Tático Operacional Potencial ERP ERP Potencial ERP Fornecedor Fabricante Distribuidor Varejo Consumidor

24 Sistemas Analíticos Estratégico SCM Tático APS Planejamento Transporte e Estoque Plan. Demanda Operacional Aplicativos Fornecedor MES Execução do Transporte e WMS CRM/SFA Fornecedor Fabricante Distribuidor Varejo Consumidor

25 WMS - Warehouse Management System Controle de Portaria Recebimento de Mercadorias Conferência de Mercadorias Movimentação e Armazenagem Endereçamento Automático Ressuprimento Gestão do Paletizado Captação de Pedidos Formação de Cargas Separação de Mercadorias Conferência de Mercadorias Expedição / Carregamento Controle e Gestão de Custos Produtividade 25

26 WMS - Warehouse Management System Agilidade no Recebimento Produtividade na Movimentação e Armazenagem Agilidade no Picking 26

27 IMS - Inventory Management System Operações de Estoques Gestão de Inventários Controle de Perdas e Avarias Integração com WMS 27

28 OMS - Order Management System Gerenciamento de Ordens de Serviços Captação dos Pedidos Formação de Cargas Integração com WMS 28

29 TMS Transportation Management System Gerenciamento de Fretes Gerenciamento de Frotas Controle de Viagens Roteirizadores Sistemas de otimização de rotas de entregas e coletas GPS Global Position System Monitoramento de Veículos Via Satélite 29

30 SFA - Sales Force Automation Smartphones Handhelds Captação de Pedidos de Vendas Roteiro de Visitas Banco de Clientes Lista de Produtos Lista de Preços 30

31 Sistemas de apoio no processo de tomada de decisão KPI Key Performance Indicators EIS Executive Information System DSS Decision Support System APS Advanced Planning System LES Logistic Executive System 31

32 Organização Entidades Externas OMS - Sistema de Gerenciamento de Ordens / Pedidos WMS - Gerenciamento de Armazéns IMS - Gerenciamento de Estoques TMS - Gerenciamento de Transportes AFV Adm/Fin Fiscal Contábil RH Produção ERP GPS Roteirizador LES - Logistic Executive System 32

33 Funções principais no fluxo de informação Planejar ou inicar o fluxo Ordens do cliente, planejamento de produção, etc. Gravar e Recuperar Status e Planos Verificar níveis de estoque, agendamento de cargas, etc. Codificar Regras de Negócio e Valores para Planejamento Custos e Tempos padrões, Ponto de ressuprimento, etc. Armazenar e Relatar o Desempenho Indicadores de Qualidade, de Entrega, etc.

34 Fluxo de Informação Cliente Fornecimento Interno Fornecedor Gestão de Gerenciamento da Cadeia Gestão de Relacionamento Relacionamento Decisão Estratégica Planejamento Tático Decisão de Rotina Execução da Transação

35 Necessidades do SCM Atividade Característica Indicador de Performance Decisão Estratégica Planejamento Tático Rotina de Decisão Execução da Transação Decisão de Longo Prazo Pouco estruturada Máxima interferência do Usuário Decisão Tática Planejamento Físico Grande interferência do usuário Curto prazo Pouco Interferência do usuário Nenhum prazo - Alto volume Automatizado Práticas padronizadas Nenhuma interferência do usuário Flexibilidade Forma Flexibilidade Precisão Pontualidade Um pouco de flexibilidade Precisão Pontualidade

36 Sistemas para SCM Tomada de decisão estratégica Planejamento Tático SRM applications DSS CRM applications Network design Decisão de Rotina Execução da Transação ERP Warehouse & transportation planning Warehouse management & transportation execution Fornecedor Cadeia Interna Clientes Logística

37 Sistemas Para SCM - ERP Grandes sistemas de integrados de processamento baseado em transações de negócios. Sistemas ERP agregam todas as funções clássicas de negócios (contabilidade, finanças, vendas e operações) em um pacote integrado que usa um banco de dados comum. Poderoso para tomadas de decisão rotineiras e execução de transações Coleta dados para dar apoio aos sistemas de tomada de decisão

38 Sistemas para SCM - DSS Sistemas computacionais que permitem a análise, manipulação e apresentação de dados apropriados para tomada de decisão de alto nível

39 Sistemas para SCM - SRM Sistemas computacionais projetados para planejar e gerenciar os vínculos externos com os fornecedores. SRM applications DSS CRM applications Network design Warehouse & transportation planning Exemplo: - Colaboração em projetos - Decisão de fornecimento - Negociações - Processo de Compra - Colaboração de Fornecimento Warehouse management & transportation execution

40 Sistemas para SCM - CRM Sistemas Computacionais projetados para planejar e gerenciar os vínculos externos com os clientes SRM applications DSS CRM applications Network design Warehouse & transportation planning Warehouse management & transportation execution Exemplo: - Análise de Mercado - Processo de Venda - Gerenciamento de Ordens - Gerenciamento de Call Center

41 Sistemas SCM - Logística Aplicações de Projeto de Redes SRM applications DSS CRM applications Network design Sistemas que atendem às questões estratégicas de longo prazo como localização de fábricas, tamanho e redes de transporte Warehouse & transportation planning Warehouse management & transportation execution

42 Sistemas SCM - Logística Aplicações para Planejamento de Transporte e Armazenagem SRM applications DSS CRM applications Network design Warehouse & transportation planning Apoiam o planejamento tático alocando a capacidade logística da melhor maneira possível, dentro dos requisitos do negócio. Warehouse management & transportation execution

43 Sistemas SCM - Logística Sistemas para Gerenciamento de Armazéns e Execução do Transporte SRM applications DSS CRM applications Network design Warehouse & transportation planning Warehouse management & transportation execution Sistemas que disparam e controlam o movimento de materiais entre a rede de parceiros

44 EDI - Electronic Data Interchange Comunicação entre os participantes da Cadeia Troca de Arquivos (pedidos, NFs, Docs.) Sistemas de Caixas Postais VAN - Redes de Valor Agregado Serviços de Tradução EDIFACT / EANCOM 44

45 Código de Barras Rádio FreqUência Monitoramento e Automação de Armazéns, Depósitos e Centros de Distribuição Controle efetivo das operações Controle de produtividade de pessoal 45

46 RFID Etiquetas colocadas em produtos, caixas ou paletes. Dotadas de um Microchip capaz de ser rastreado por ondas de RF. Funciona como um RG dos produtos com informações de preço, prazo de validade, número de lotes etc. Tecnicamente um número quase infinito de produtos identificados podem ser lidos simultaneamente em apenas 01 segundo. Rastreamento de um objeto desde a fabricação até a produção. Padronização de Códigos: EPC Electronic Product Code 46

47 EPC Electronic Product Code Tecnologia de Rádio Frequência. RFID. Etiquetas de identificação por Rádio Frequência. Substituição dos atuais Códigos de Barras. Rastreamento total em toda a cadeia logística. Aplicação Logística: Fase atual: Identificação de caixas e paletes Segunda fase: produtos finais Necessidade de novos equipamentos: Leitores Aplicação de Tags nos produtos, caixas ou paletes Organização pela EPCglobal 47

48 Sistemas SCM Um sistema típico deve atender: Planejamento Seleção de Fornecedor Manufatura Logística Relação com o Cliente

49 Sistemas SCM Os fornecedores de sistemas SCM (quase os mesmos que fornecem ERPs) estão usando mais e mais o conceito de nuvem. O objetivo final de um sistema ERP é integrar todos os processos de negócios

50 Sistemas SCM São dois os tipos básicos de sistemas SCM: Supply Chain Planning software (SCP): usa modelos matemáticos para prever níveis de estoque baseado no fluxo eficiente de recursos ao longo da cadeia de suprimentos Supply Chain Execution software (SCE): é usado para automatizar as etapas da cadeia de suprimentos enviando ordens de compras aos fornecedores quando os níveis de estoque estão baixos

51 Exemplo da SAP

52 Níveis Supply Network Design (SND) The Supply Chain Cockpit (SCC) Demand Planning (DP) Supply Network Planning (SND) Collaborative Planning, Forecasting, and Replenishment (CPFR) SAP R/3

53 Oracle Supply Chain Planning Oracle Supply Chain Planning é parte do conjunto Oracle E-Business Inclui Planejamento da Demanda Planejamento Colaborativo Otimização de Estoque Organização da produção Geração de ordens

54 Conceitos Avançados Nível de importância do fluxo de informação Visibilidade A informação mostra o fluxo físico e financeiro na cadeia de suprimentos Espelhamento A informação pode substituir processos físicos por processo virtuais Criação de novos relacionamentos A informação pode criar novas fontes de valor, novos produtos e novos serviços Como explorar esses fluxos de informação?

55 O que é informação perfeita Precisa A tempo e a hora Correta nos detalhes e na forma Compartilhada Completa Outros?

56 Custos da informação imperfeita Imprecisa Estoque Ordem de compra Atrasada Mudança nas previsões Incompleta em detalhe ou forma Comparativo de vendas e previsão bimestrais Não compartilhada Mudança de Engenharia

Prof. Fernando Augusto Silva Marins www.feg.unesp.br/~fmarins fmarins@feg.unesp.br Este material foi adaptado de apresentação de Marco Aurelio Meda

Prof. Fernando Augusto Silva Marins www.feg.unesp.br/~fmarins fmarins@feg.unesp.br Este material foi adaptado de apresentação de Marco Aurelio Meda Tecnologia da Informação Aplicada à Logística Prof. Fernando Augusto Silva Marins www.feg.unesp.br/~fmarins fmarins@feg.unesp.br Este material foi adaptado de apresentação de Marco Aurelio Meda Como garantir

Leia mais

Supply Chain Management. SCM e Ti aplicada à Logística Marco Aurelio Meda

Supply Chain Management. SCM e Ti aplicada à Logística Marco Aurelio Meda Supply Chain Management e TI aplicada à Logística 24 de Junho de 2004 SCM e Ti aplicada à Logística Cenário de Competição... Operações Globalizadas Operações Integradas Introdução LOGÍSTICA Tecnologia

Leia mais

Sistemas de Informação. Sistemas Integrados de Gestão ERP

Sistemas de Informação. Sistemas Integrados de Gestão ERP Sistemas de Informação Sistemas Integrados de Gestão ERP Exercício 1 Um arame é cortado em duas partes. Com uma das partes é feito um quadrado. Com a outra parte é feito um círculo. Em que ponto deve ser

Leia mais

Curso de Graduação em Administração. Administração da Produção e Operações II

Curso de Graduação em Administração. Administração da Produção e Operações II Curso de Graduação em Administração Administração da Produção e Operações II 19º Encontro - 09/10/2011 18:50 às 20:30h COMO SERÁ NOSSO ENCONTRO HOJE? - ABERTURA - TECNOLOGIA DE PROCESSAMENTO DE INFORMAÇÃO

Leia mais

WMS. Agenda. Warehouse Management Systems (WMS) Warehouse Management Systems Sistema de Gerenciamento de Armazéns

WMS. Agenda. Warehouse Management Systems (WMS) Warehouse Management Systems Sistema de Gerenciamento de Armazéns WMS Warehouse Management Systems Sistema de Gerenciamento de Armazéns Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com Informática Aplicada a Logística Profº Breno Amorimsexta-feira, 11 de setembro de 2009 Agenda

Leia mais

Tecnologia Aplicada à Logística

Tecnologia Aplicada à Logística Tecnologia Aplicada à Logística Movimentação e TI Alunos: Keriton Leandro Fernando TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA LOGÍSTICA Definição de Informação na Logística É um elemento de grande importância nas operações

Leia mais

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Suprimentos. WMS Gerenciamento de Armazém

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Suprimentos. WMS Gerenciamento de Armazém Bloco Suprimentos WMS Gerenciamento de Armazém Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo WMS, que se encontra no Bloco Suprimentos. Todas informações aqui disponibilizadas foram

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO E ARMAZENAGEM

DISTRIBUIÇÃO E ARMAZENAGEM DISTRIBUIÇÃO E ARMAZENAGEM WMS WAREHOUSE MANAGEMENT SYSTEM SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE ARMAZÉM/DEP M/DEPÓSITO WMS Software de gerenciamento de depósito que auxilia as empresas na busca de melhorias nos

Leia mais

Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informações gerencias, editora Pearson, 2010. Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informação, editora LTC, 1999

Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informações gerencias, editora Pearson, 2010. Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informação, editora LTC, 1999 FSI capítulo 2 Referências bibliográficas: Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informações gerencias, editora Pearson, 2010 Laudon K., Laudon J., Sistemas de Informação, editora LTC, 1999 Porter M., Competitive

Leia mais

Lean e a Gestão Integrada da Cadeia de Suprimentos

Lean e a Gestão Integrada da Cadeia de Suprimentos JOGO DA CERVEJA Experimento e 2: Abordagem gerencial hierárquica e centralizada Planejamento Integrado de todos os Estágios de Produção e Distribuição Motivação para um novo Experimento Atender à demanda

Leia mais

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010 Enterprise Resource Planning - ERP Objetivo da Aula Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 2 1 Sumário Informação & TI Sistemas Legados ERP Classificação Módulos Medidas

Leia mais

APLICATIVOS CORPORATIVOS

APLICATIVOS CORPORATIVOS Sistema de Informação e Tecnologia FEQ 0411 Prof Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br Capítulo 3 APLICATIVOS CORPORATIVOS PRADO, Edmir P.V.; SOUZA, Cesar A. de. (org). Fundamentos de Sistemas

Leia mais

WMS - Warehouse Management System

WMS - Warehouse Management System Sistema de Gestão Empresarial LUSANA SOUZA NATÁLIA BATUTA MARIA DAS GRAÇAS TATIANE ROCHA GTI V Matutino Prof.: Itair Pereira Sumário 1. INTRODUÇÃO... 2 2. WMS... 2 3. SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO... 2 4. POLÍTICA

Leia mais

Dados x Informações. Os Sistemas de Informação podem ser:

Dados x Informações. Os Sistemas de Informação podem ser: CONCEITOS INICIAIS O tratamento da informação precisa ser visto como um recurso da empresa. Deve ser planejado, administrado e controlado de forma eficaz, desenvolvendo aplicações com base nos processos,

Leia mais

Politicas de Armazenagem Formador: João Matias TL02. Trabalho Realizado Por: Helena Pereira - Dora Costa - Armando Gonçalves Paulo Caiola

Politicas de Armazenagem Formador: João Matias TL02. Trabalho Realizado Por: Helena Pereira - Dora Costa - Armando Gonçalves Paulo Caiola Politicas de Armazenagem Formador: João Matias TL02 Trabalho Realizado Por: Helena Pereira - Dora Costa - Armando Gonçalves Paulo Caiola Introdução A informação sempre foi importante, essencial mesmo,

Leia mais

Aula 2º bim. GEBD dia16/10

Aula 2º bim. GEBD dia16/10 Aula 2º bim. GEBD dia16/10 Compras e Manufatura (produção) O ciclo de compras liga uma organização a seus fornecedores. O ciclo de manufatura envolve a logística de apoio à produção. O ciclo de atendimento

Leia mais

Por existir diferentes níveis em uma organização, existem diferentes tipos de sistemas servindo cada nível organizacional

Por existir diferentes níveis em uma organização, existem diferentes tipos de sistemas servindo cada nível organizacional Por existir diferentes níveis em uma organização, existem diferentes tipos de sistemas servindo cada nível organizacional Fonte: Tipos de Sistemas de Informação (Laudon, 2003). Fonte: Tipos de Sistemas

Leia mais

Sistemas de Informação Empresarial. Gerencial

Sistemas de Informação Empresarial. Gerencial Sistemas de Informação Empresarial SIG Sistemas de Informação Gerencial Visão Integrada do Papel dos SI s na Empresa [ Problema Organizacional ] [ Nível Organizacional ] Estratégico SAD Gerência sênior

Leia mais

onda Logistics powered by Quantum

onda Logistics powered by Quantum onda Logistics powered by Quantum Sonda IT Fundada no Chile em 1974, a Sonda é a maior companhia latino-americana de soluções e serviços de TI. Presente em 10 países, tais como Argentina, Brasil, Chile,

Leia mais

Sistemas de Apoio. Prof.: Luiz Mandelli Neto. Sistemas de Apoio. ERP (Enterprise Resource Planning) PLANEJAMENTO DE RECURSOS EMPRESARIAIS

Sistemas de Apoio. Prof.: Luiz Mandelli Neto. Sistemas de Apoio. ERP (Enterprise Resource Planning) PLANEJAMENTO DE RECURSOS EMPRESARIAIS Sistemas de Apoio Prof.: Luiz Mandelli Neto Sistemas de Apoio ERP (Enterprise Resource Planning) PLANEJAMENTO DE RECURSOS EMPRESARIAIS Mapa de TI da cadeia de suprimentos Estratégia Planejamento Operação

Leia mais

TOTVS COLABORAÇÃO 2.0 FISCAL powered by NeoGrid

TOTVS COLABORAÇÃO 2.0 FISCAL powered by NeoGrid TOTVS COLABORAÇÃO 2.0 FISCAL powered by NeoGrid Recebimento de NF-e e CT-e Emissão de NF-e, CT-e, MDF-e e NFS-e Integração nativa com o seu ERP Exija a solução que é o melhor investimento para a gestão

Leia mais

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning ERP Enterprise Resources Planning A Era da Informação - TI GRI Information Resource Management -Informação Modo organizado do conhecimento para ser usado na gestão das empresas. - Sistemas de informação

Leia mais

3 O sistema APO Advanced Planner and Optimizer

3 O sistema APO Advanced Planner and Optimizer 3 O sistema APO Advanced Planner and Optimizer Esse capítulo tem por objetivo apresentar os conceitos do sistema APO (Advanced Planner and Optimizer), o sistema APS da empresa alemã SAP. O sistema APO

Leia mais

Prof. Me. Maico Roris Severino Curso Engenharia de Produção Universidade Federal de Goiás (UFG) Campus Catalão

Prof. Me. Maico Roris Severino Curso Engenharia de Produção Universidade Federal de Goiás (UFG) Campus Catalão Prof. Me. Maico Roris Severino Curso Engenharia de Produção Universidade Federal de Goiás (UFG) Campus Catalão 1 Roteiro da Apresentação Definições Cadeia de Suprimentos Logística Gestão da Cadeia de Suprimentos

Leia mais

AUTOMAÇÃO LOGÍSTICA AULA 05 FILIPE S. MARTINS

AUTOMAÇÃO LOGÍSTICA AULA 05 FILIPE S. MARTINS AUTOMAÇÃO LOGÍSTICA AULA 05 FILIPE S. MARTINS AUTOMAÇÃO LOGÍSTICA ROTEIRO TMS GESTÃO DE TRANSPORTES PRA QUE SERVE? NÍVEIS DE DECISÃO QUAL A UTILIDADE? BENEFÍCIOS MODELOS EXERCÍCIO GESTÃO DE TRANSPORTE

Leia mais

Softwares de Cadeia de Suprimentos Capítulo 6. André Jun Nishizawa

Softwares de Cadeia de Suprimentos Capítulo 6. André Jun Nishizawa Softwares de Cadeia de Suprimentos Capítulo 6 Introdução Há 50 anos, as cadeias eram gerenciadas por lápis, papel e calculadora. Hoje existem softwares. Esta parte da aula fará um tour pelos tipos de softwares

Leia mais

SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE ARMAZÉM. O WMS Ampliado

SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE ARMAZÉM. O WMS Ampliado O WMS Ampliado O propósito deste artigo é analisar soluções em Tecnologia da Informação que têm propósito de ampliar o alcance e potencializar os resultados de Sistemas de Gerenciamento de Armazém. Iuri

Leia mais

ATACADISTAS E DISTRIBUIDORES

ATACADISTAS E DISTRIBUIDORES Segmento DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA ATACADISTAS E DISTRIBUIDORES No subsegmento de atacadistas e distribuidores, comprar e vender com a melhor margem e rentabilidade é fundamental. Por isso, a TOTVS oferece

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Tecnologia aplicada à Logística. Prof. José Rovani Kurz rovani@highpluss.com.br

Tecnologia aplicada à Logística. Prof. José Rovani Kurz rovani@highpluss.com.br Tecnologia aplicada à Logística Prof. José Rovani Kurz rovani@highpluss.com.br Logística Qual a primeira imagem que vem a sua mente quando ouve a palavra LOGÍSTICA? Logística De cada 10 pessoas, pelo menos

Leia mais

Tecnologia da Informação em Aplicações Logísticas. Professor: Msc. Marco Aurélio C. da Silva

Tecnologia da Informação em Aplicações Logísticas. Professor: Msc. Marco Aurélio C. da Silva Tecnologia da Informação em Aplicações Logísticas Professor: Msc. Marco Aurélio C. da Silva Importância da TI na Logística A TI foi um fator preponderante para o desenvolvimento da Logística nos últimos

Leia mais

A Cadeia de Abastecimentos corresponde ao conjunto de processos necessários para: agregar-lhes valor dentro da visão dos clientes e consumidores e

A Cadeia de Abastecimentos corresponde ao conjunto de processos necessários para: agregar-lhes valor dentro da visão dos clientes e consumidores e A Cadeia de Abastecimentos corresponde ao conjunto de processos necessários para: obter materiais, agregar-lhes valor dentro da visão dos clientes e consumidores e disponibilizar os produtos no local e

Leia mais

Armazenamento e TI: sistema de controle e operação

Armazenamento e TI: sistema de controle e operação Armazenamento e TI: sistema de controle e operação Pós-Graduação Latu-Sensu em Gestão Integrada da Logística Disciplina: TI aplicado à Logística Professor: Mauricio Pimentel Alunos: RA Guilherme Fargnolli

Leia mais

SOFTWARE DE GESTÃO PARA BENS DURÁVEIS MANUFATURA LEVE, SUSTENTÁVEL E AUTOMATIZADA

SOFTWARE DE GESTÃO PARA BENS DURÁVEIS MANUFATURA LEVE, SUSTENTÁVEL E AUTOMATIZADA SOFTWARE DE GESTÃO PARA BENS DURÁVEIS MANUFATURA LEVE, SUSTENTÁVEL E AUTOMATIZADA HOJE FALAREMOS SOBRE 1. INTRODUÇÃO 2. COMO FUNCIONA: MACROPROCESSO E DETALHAMENTOS 3. OFERTAS PADRÃO TOTVS 4. FATOS 1.

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA CADEIA DE SUPRIMENTOS: ASPECTOS SOCIOTÉCNICOS

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA CADEIA DE SUPRIMENTOS: ASPECTOS SOCIOTÉCNICOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA CADEIA DE SUPRIMENTOS: ASPECTOS SOCIOTÉCNICOS Prof. Marcelo Rodrigues dos Santos UFMG e Fundação Dom Cabral Prof. Stéfano Angioletti UFMG e Fundação Dom Cabral Prof. Marcello

Leia mais

Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente: aplicativos integrados. slide 1

Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente: aplicativos integrados. slide 1 Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente: aplicativos integrados slide 1 Objetivos de estudo Como os sistemas integrados ajudam as empresas a conquistar a excelência operacional?

Leia mais

Sistemas de Informação: tipos e características

Sistemas de Informação: tipos e características Sistemas de Informação: tipos e características Tipos de sistemas de informação. Os quatro tipos principais de sistemas de informação. Sistemas do ponto de vista de pessoal Sistemas de processamento de

Leia mais

TECNOLOGIA A FAVOR DO SETOR. Abrangência: Atacadistas e distribuidores associados da ABAD.

TECNOLOGIA A FAVOR DO SETOR. Abrangência: Atacadistas e distribuidores associados da ABAD. TECNOLOGIA A FAVOR DO SETOR Abrangência: Atacadistas e distribuidores associados da ABAD. Objetivo: Saber o nível de automação dos atacadistas e distribuidores bem como os padrões utilizados Empresário

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Conceitos avançados da Logística com foco na TI 20/08/2011. O Efeito Chicote - (Bullwhip effect)

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Conceitos avançados da Logística com foco na TI 20/08/2011. O Efeito Chicote - (Bullwhip effect) Núcleo de Pós Graduação Pitágoras MBA Logística empresarial e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos Conceitos avançados da Logística com foco na TI Disciplina: Tecnologia da Informação (TI) Aplicada à

Leia mais

estratégias operações

estratégias operações MERCADO FERRAMENTA NECESSIDADE O que é LOGÍSTICA? estratégias Fator de Diferenciação Competitiva Fator de Tomada de Decisão operações Busca pela Excelência na Gestão O que buscamos? EXCELÊNCIA LOGÍSTICA

Leia mais

Universidade São Judas Tadeu

Universidade São Judas Tadeu Universidade São Judas Tadeu Anna Karoline Diniz Fortaleza Camila Moura Favaro Fernando dos Anjos Reinaldo Francisco Carvalho Tiago Souza Tecnologia da Informação no Transporte São Paulo 2013 1 Tecnologia

Leia mais

QUESTIONÁRIO LOGISTICS CHALLENGE 2015 PRIMEIRA FASE

QUESTIONÁRIO LOGISTICS CHALLENGE 2015 PRIMEIRA FASE QUESTIONÁRIO LOGISTICS CHALLENGE 2015 PRIMEIRA FASE *Envie o nome de seu grupo, dos integrantes e um telefone de contato junto com as respostas do questionário abaixo para o e-mail COMMUNICATIONS.SLA@SCANIA.COM*

Leia mais

LOGÍSTICA Prof. Edwin B. Mitacc Meza

LOGÍSTICA Prof. Edwin B. Mitacc Meza LOGÍSTICA Prof. Edwin B. Mitacc Meza Prova 1 09 de Maio de 2013 Nome: 1ª QUESTÃO (1,0) Segundo os dados divulgados pela ood and Agriculture Organization (AO, 2011) sobre as exportações brasileiras, em

Leia mais

Identificar cada um dos sistemas de e-business interfuncionais abaixo e dar exemplos de como eles podem fornecer significativo valor para uma

Identificar cada um dos sistemas de e-business interfuncionais abaixo e dar exemplos de como eles podem fornecer significativo valor para uma 1 Identificar cada um dos sistemas de e-business interfuncionais abaixo e dar exemplos de como eles podem fornecer significativo valor para uma empresa, seus clientes e parceiros de negócios: de recursos

Leia mais

CEA439 - Gestão da Tecnologia da Informação

CEA439 - Gestão da Tecnologia da Informação CEA439 - Gestão da Tecnologia da Informação Janniele Aparecida Como uma empresa consegue administrar toda a informação presente nesses sistemas? Não fica caro manter tantos sistemas diferentes? Como os

Leia mais

LOGÍSTICA DE OPERAÇÕES INTERNACIONAIS II. Prof. Alessandro Camargo

LOGÍSTICA DE OPERAÇÕES INTERNACIONAIS II. Prof. Alessandro Camargo LOGÍSTICA DE OPERAÇÕES INTERNACIONAIS II Prof. Alessandro Camargo Logística Internacional As principais características das operações logísticas são: - Complexidade: que podem ser desde o produto até a

Leia mais

Anderson L. S. Moreira

Anderson L. S. Moreira Tecnologia da Informação Aula 11 Sistemas de E-business Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@ifpe.edu.br Instituto Federal de Pernambuco Recife PE Esta apresentação está sob licença Creative Commons

Leia mais

Logística Empresarial. Global Sourcing A Globalização e a Nova Visão da Logística Parte II. Aula 6. Conceitos Importantes.

Logística Empresarial. Global Sourcing A Globalização e a Nova Visão da Logística Parte II. Aula 6. Conceitos Importantes. Logística Empresarial Aula 6 Global Sourcing A Globalização e a Nova Visão da Logística Parte II Prof. Me. John Jackson Buettgen Contextualização Conceitos Importantes Fluxos logísticos É o movimento ou

Leia mais

ETIQUETA INTELIGENTE (RFID) A nova fronteira na cadeia de distribuição. Onde estamos, para onde vamos? Claudio Czapski, ECR Brasil

ETIQUETA INTELIGENTE (RFID) A nova fronteira na cadeia de distribuição. Onde estamos, para onde vamos? Claudio Czapski, ECR Brasil ETIQUETA INTELIGENTE (RFID) A nova fronteira na cadeia de distribuição Onde estamos, para onde vamos? Claudio Czapski, ECR Brasil 1 Plano Estratégico do Comitê -o que? (disseminação do conhecimento) -

Leia mais

Infor ERP SyteLine Visão Geral. Edgar Eler Arquiteto de Sistemas

Infor ERP SyteLine Visão Geral. Edgar Eler Arquiteto de Sistemas Infor ERP SyteLine Visão Geral Edgar Eler Arquiteto de Sistemas Sobre a Mag-W A Mag-W foi criada especialmente para trazer ao mercado o que há de melhor em soluções corporativas de Tecnologia da Informação

Leia mais

Sistemas de e-business. Objetivos do Capítulo

Sistemas de e-business. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Identificar cada um dos sistemas de e-business interfuncionais abaixo e dar exemplos de como eles podem fornecer significativo valor para uma empresa, seus clientes e parceiros de

Leia mais

E-Business global e colaboração

E-Business global e colaboração E-Business global e colaboração slide 1 2011 Pearson Prentice Hall. Todos os direitos reservados. 2.1 Copyright 2011 Pearson Education, Inc. publishing as Prentice Hall Objetivos de estudo Quais as principais

Leia mais

Tecnologia no processo decisório

Tecnologia no processo decisório Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Sistemas de Informação Prof.: Maico Petry Tecnologia no processo decisório DISCIPLINA: Sistemas de Apoio a Decisão SIG - Funcionamento ERP GOV BI MERC

Leia mais

Logística Integrada. Prof. Fernando Augusto Silva Marins. fmarins@feg.unesp.br. www.feg.unesp.br/~fmarins

Logística Integrada. Prof. Fernando Augusto Silva Marins. fmarins@feg.unesp.br. www.feg.unesp.br/~fmarins Logística Integrada Prof. Fernando Augusto Silva Marins fmarins@feg.unesp.br www.feg.unesp.br/~fmarins 1 Sumário Cenário Fatores para o Desenvolvimento da Logística Bases da Logística Integrada Conceitos

Leia mais

Prof. Jean Cavaleiro. Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA:

Prof. Jean Cavaleiro. Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA: Prof. Jean Cavaleiro Unidade I LOGÍSTICA INTEGRADA: PRODUÇÃO E COMÉRCIO Introdução Entender a integração logística. A relação produção e demanda. Distribuição e demanda. Desenvolver visão sistêmica para

Leia mais

GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS

GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E CADEIA DE SUPRIMENTOS I Prof. Dr. Daniel Caetano 2016-1 Objetivos Tomar contato com os tipos de informação relevantes na Cadeia de Suprimentos

Leia mais

23/08/2013. Tecnologia da Informação. Transportes SEMINÁRIO: MOVIMENTAÇÃO E TI

23/08/2013. Tecnologia da Informação. Transportes SEMINÁRIO: MOVIMENTAÇÃO E TI UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO INTEGRADA DA LOGISTICA SEMINÁRIO: MOVIMENTAÇÃO E TI ANNA KAROLINE DINIZ CAMILA MOURA FAVARO FERNANDO DOS ANJOS REINALDO FRANCISCO TIAGO SOUZA

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Gestão Organizacional da Logística CONCEITOS O nome Supply Chain, cujo termo têm sido utilizado em nosso país como Cadeia de Suprimentos, vem sendo erroneamente considerado como

Leia mais

Armazenagem. Por que armazenar?

Armazenagem. Por que armazenar? Armazenagem Introdução Funções da armazenagem Atividades na armazenagem Objetivos do planejamento de operações de armazenagem Políticas da armazenagem Pilares da atividade de armazenamento Armazenagem

Leia mais

Logística Integrada. Esse termo refere-se ao papel da Logística como elemento de ligação entre todos os processos, desde o Fornecedor até o Cliente.

Logística Integrada. Esse termo refere-se ao papel da Logística como elemento de ligação entre todos os processos, desde o Fornecedor até o Cliente. Logística Integrada Esse termo refere-se ao papel da Logística como elemento de ligação entre todos os processos, desde o Fornecedor até o Cliente. Ballou (1993) Fonte: BALLOU, R. H. Logística Empresarial.

Leia mais

Case Baterias Moura. Liderança em Baterias. Previsão da demanda. Programação de produção. Insumos. MRP - Moura. Produtos em Processo.

Case Baterias Moura. Liderança em Baterias. Previsão da demanda. Programação de produção. Insumos. MRP - Moura. Produtos em Processo. Case Baterias Moura Liderança em Baterias Centro de Distribuição Planta de Reciclagem Planta de Baterias Porto Rico - USA Buenos Aires - Argentina Previsão da demanda Programação de produção VENDA DOS

Leia mais

Sistemas Integrados ASI - II

Sistemas Integrados ASI - II Sistemas Integrados ASI - II SISTEMAS INTEGRADOS Uma organização de grande porte tem muitos tipos diferentes de Sistemas de Informação que apóiam diferentes funções, níveis organizacionais e processos

Leia mais

TMS e Roteirizadores. Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com

TMS e Roteirizadores. Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com TMS e Roteirizadores Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com Definição TMS (Transportation Management System) é um produto para melhoria da qualidade e produtividade de todo o processo de distribuição. Este

Leia mais

3) Descreva resumidamente a função do módulo de Compras do ERP da Microsiga e qual é a sua relação com o conceito de e-procurement.

3) Descreva resumidamente a função do módulo de Compras do ERP da Microsiga e qual é a sua relação com o conceito de e-procurement. Professor:José Alves Disciplina:SIG/ Atividade Nota Nome Aluno(a) Nºs Exercícios SIG 1) Defina, com suas palavras, o que é ERP? 2) Marque V para as afirmações verdadeiras em relação a um ERP e F para as

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade III DISTRIBUIÇÃO E

Prof. Marcelo Mello. Unidade III DISTRIBUIÇÃO E Prof. Marcelo Mello Unidade III DISTRIBUIÇÃO E TRADE MARKETING Canais de distribuição Canal vertical: Antigamente, os canais de distribuição eram estruturas mercadológicas verticais, em que a responsabilidade

Leia mais

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação UNIFEI Universidade Federal de Itajubá Prof. Dr. Alexandre Ferreira de Pinho 1 Componentes de uma empresa Organizando uma empresa: funções empresariais básicas Funções

Leia mais

Controle e visibilidade: Internet das Coisas Roberto Matsubayashi*

Controle e visibilidade: Internet das Coisas Roberto Matsubayashi* Controle e visibilidade: Internet das Coisas Roberto Matsubayashi* Existem diversas atividades fundamentais desempenhadas pelas empresas no cumprimento de sua missão, sempre com o objetivo de agregar de

Leia mais

Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos

Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos Logística e Gestão da Cadeia de Suprimentos 2 SISTEMA DE INFORMAÇÕES EM LOGÍSTICA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EM LOGÍSTICA RODA Sociedade de Sobrevivência (troca de mercadorias) Poder: Monopólio de Mercadorias

Leia mais

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Material de Apoio Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações.

Leia mais

Informática Industrial Aula 1 O Que é Automação. sábado, 4 de outubro de 2003

Informática Industrial Aula 1 O Que é Automação. sábado, 4 de outubro de 2003 Informática Industrial Aula 1 O Que é Automação sábado, 4 de outubro de 2003 Definição Engenharia de automação é o estudo das técnicas que visam otimizar um processo de negócio, aumentando sua produtividade,

Leia mais

E-business: Como as Empresas Usam os Sistemas de Informação

E-business: Como as Empresas Usam os Sistemas de Informação Capítulo 2 E-business: Como as Empresas Usam os Sistemas de Informação 2.1 2007 by Prentice Hall OBJETIVOS DE ESTUDO Identificar e descrever as principais características das empresas que são importantes

Leia mais

Armazenagem e Movimentação de Materiais II

Armazenagem e Movimentação de Materiais II Tendências da armazenagem de materiais Embalagem: classificação, arranjos de embalagens em paletes, formação de carga paletizada, contêineres Controle e operação do armazém Equipamentos de movimentação

Leia mais

a WZ é uma empresa de consultoria em logística que surgiu para melhorar e oferecer soluções simples e inteligentes.

a WZ é uma empresa de consultoria em logística que surgiu para melhorar e oferecer soluções simples e inteligentes. EMPRESA CRIADA EM 2007, a WZ é uma empresa de consultoria em logística que surgiu para melhorar e oferecer soluções simples e inteligentes. Além de fazer um diagnóstico e sugerir recomendações, a WZ acredita

Leia mais

Excelência. Recursos. Faturamento/Financeiro Faturamento Contas a Receber Contas a Pagar Fiscal Contábil

Excelência. Recursos. Faturamento/Financeiro Faturamento Contas a Receber Contas a Pagar Fiscal Contábil Competência Sistemas para Transportadoras e Soluções Você e sua Empresa em perfeita sintonia Excelência Recursos Tms EXPERIÊNCIA O sistema é composto por módulos que controlam e integram os processos operacionais

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Gestão Organizacional da Logística Sistemas de Informação Sistemas de informação ERP - CRM O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para

Leia mais

Infor Supply Chain Execution Sistema de Gerenciamento de Armazéns. Edgar Eler Arquiteto de Sistemas

Infor Supply Chain Execution Sistema de Gerenciamento de Armazéns. Edgar Eler Arquiteto de Sistemas Infor Supply Chain Execution Sistema de de Armazéns Edgar Eler Arquiteto de Sistemas Sobre a Mag-W A Mag-W foi criada especialmente para trazer ao mercado o que há de melhor em soluções corporativas de

Leia mais

A WZ É UMA EMPRESA EMPRESA

A WZ É UMA EMPRESA EMPRESA EMPRESA A WZ É UMA EMPRESA de consultoria em logística formada por profissionais com ampla experiência de mercado e oriundos de empresas dos setores varejista, atacadista, distribuidores e industrias.

Leia mais

EDI ELETRONIC DATA INTERCHANGE

EDI ELETRONIC DATA INTERCHANGE EDI ELETRONIC DATA INTERCHANGE Definição Intercâmbio eletrônico de mensagens de negócio através de computadores, entre parceiros comerciais. As informações são, normalmente, organizadas dentro de arquivos

Leia mais

Lean e a Gestão Integrada da Cadeia de Suprimentos

Lean e a Gestão Integrada da Cadeia de Suprimentos JOGO DA CERVEJA Experimento 3: Abordagem gerencial hierárquica e centralizada Planejamento Integrado e Nivelado de todos os Estágios de Produção e Distribuição JOGO DA CERVEJA Experimento e 3: Integrando

Leia mais

COMO A LEROY MERLIN ESTÁ ESTRUTURANDO SEU SUPPLY CHAIN PARA APOIAR SEU CRESCIMENTO

COMO A LEROY MERLIN ESTÁ ESTRUTURANDO SEU SUPPLY CHAIN PARA APOIAR SEU CRESCIMENTO COMO A LEROY MERLIN ESTÁ ESTRUTURANDO SEU SUPPLY CHAIN PARA APOIAR SEU CRESCIMENTO CAFÉ DA MANHÃ 30/04/2014 AGENDA 1. Leroy Merlin Brasil: uma empresa em crescimento 2. A estruturação do Supply Chain Ø

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 04 Conceito Sistema de Informação é uma série de elementos ou componentes inter-relacionados que coletam (entrada), manipulam e armazenam (processo),

Leia mais

SISTEMAS ERP ENTERPRISE RESOURCES PLANNING

SISTEMAS ERP ENTERPRISE RESOURCES PLANNING SISTEMAS ERP ENTERPRISE RESOURCES PLANNING SISTEMAS ERP ENTERPRISE RESOURCEES PLANNING O ERP (Planejamento de Recursos Empresariais) consiste num sistema interfuncional que tem por missão integrar e automatizar

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA A COMPETITIVIDADE LOGÍSTICA 1

A IMPORTÂNCIA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA A COMPETITIVIDADE LOGÍSTICA 1 A IMPORTÂNCIA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA A COMPETITIVIDADE LOGÍSTICA 1 INTRODUÇÃO O avanço da tecnologia de informação (TI) nos últimos anos vem permitindo às empresas executarem operações que antes

Leia mais

RFID. RFID - Identificação por Radiofreqüência

RFID. RFID - Identificação por Radiofreqüência RFID RFID - Identificação por Radiofreqüência Sistema de Identificação por Radio Frequência O que é RFID? Objetivo e utilidade similares ao código de barras; Composto por 3 elementos: Uma antena; Um leitor;

Leia mais

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Comercial. CRM e AFV

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Comercial. CRM e AFV Bloco Comercial CRM e AFV Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre os Módulos CRM e AFV, que fazem parte do Bloco Comercial. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas

Leia mais

Logistica e Distribuição

Logistica e Distribuição Mas quais são as atividades da Logística? Ballou, 1993 Logística e Distribuição Armazenagem e Movimentação Primárias Apoio 1 2 A armazenagem corresponde a atividades de estocagem ordenada e a distribuição

Leia mais

Logística Reversa de Materiais

Logística Reversa de Materiais Logística Reversa de Materiais Aplicação de ferramentas de gestão e operação da Cadeia de Abastecimento na Logística Reversa Apresentador: João Paulo Lopez Outubro / 2.008 Objetivos: Conceituar Logística

Leia mais

LOGÍSTICA EMPRESARIAL. Rodolfo Cola Santolin 2009

LOGÍSTICA EMPRESARIAL. Rodolfo Cola Santolin 2009 LOGÍSTICA EMPRESARIAL Rodolfo Cola Santolin 2009 Conteúdo Cadeia de suprimentos Custos Logísticos Administração de Compras e Suprimentos Logística Reversa CADEIA DE SUPRIMENTOS Logística Logística Fornecedor

Leia mais

Prof. Lucas Santiago

Prof. Lucas Santiago Classificação e Tipos de Sistemas de Informação Administração de Sistemas de Informação Prof. Lucas Santiago Classificação e Tipos de Sistemas de Informação Sistemas de Informação são classificados por

Leia mais

DCC133 Introdução à Sistemas de Informação. E-business global e colaboração

DCC133 Introdução à Sistemas de Informação. E-business global e colaboração Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação DCC133 Introdução à Sistemas de Informação TÓPICO 2 E-business global e colaboração Prof. Tarcísio de Souza Lima OBJETIVOS DE ESTUDO Identificar e descrever

Leia mais

www.vilesoft.com (37) 3213-4855

www.vilesoft.com (37) 3213-4855 - A Empresa A Vilesoft já implantava sistemas, processos e disponibilizava integração eletrônica e em tempo real, muito antes de tudo isto receber o nome de ebusiness. Há mais de duas décadas já trabalha

Leia mais

GST0045 GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO Aula 07: Tecnologia da Informação

GST0045 GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO Aula 07: Tecnologia da Informação GST0045 GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTO Aula 07: Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Ao final dessa aula o aluno deverá conhecer: Informações e cadeia de suprimentos; Níveis da cadeia de suprimentos

Leia mais

ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING

ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CÂMPUS CANOAS ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING RENAN ROLIM WALENCZUK Canoas, Agosto de 2014 SUMÁRIO 1 INTODUÇÃO...03 2 ERP (ENTERPRISE

Leia mais

22/02/2009 LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO POR QUE A LOGÍSTICA ESTÁ EM MODA POSIÇÃO DE MERCADO DA LOGÍSTICA

22/02/2009 LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO POR QUE A LOGÍSTICA ESTÁ EM MODA POSIÇÃO DE MERCADO DA LOGÍSTICA LOGÍSTICA DE DISTRIBUIÇÃO A melhor formação cientifica, prática e metodológica. 1 POSIÇÃO DE MERCADO DA LOGÍSTICA Marketing Vendas Logística ANTES: foco no produto - quantidade de produtos sem qualidade

Leia mais

CONCEITO DO OPERADOR LOGÍSTICO (fevereiro de 1999)

CONCEITO DO OPERADOR LOGÍSTICO (fevereiro de 1999) CONCEITO DO OPERADOR LOGÍSTICO (fevereiro de 1999) INDICE 1. INTRODUÇÃO 2. SERVIÇOS LOGÍSITICOS 3. O CONCEITO DO OPERADOR LOGÍSITICO 3.1 DEFINIÇÃO 3.2 CARACTERIZAÇÃO DE OPERADOR LOGÍSTICO 4. DEFINIÇÕES

Leia mais

Custos Logísticos. Visão holística da cadeia logística de: Suprimentos

Custos Logísticos. Visão holística da cadeia logística de: Suprimentos Visão holística da cadeia logística de: Suprimentos Demanda Planejamento Compras Remessas Transportes Recebimento Armazenagem Atendimento Aduaneira Visão holística da cadeia logística de: Suprimentos Transportes

Leia mais

WMS Warehouse Management System

WMS Warehouse Management System WMS Warehouse Management System [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA Material Desenvolvido para a Célula Materiais

Leia mais

Armazenagem & Automação de Instalações. Prof. Fernando Augusto Silva Marins fmarins@feg.unesp.br www.feg.unesp.br/~fmarins

Armazenagem & Automação de Instalações. Prof. Fernando Augusto Silva Marins fmarins@feg.unesp.br www.feg.unesp.br/~fmarins Armazenagem & Automação de Instalações Prof. Fernando Augusto Silva Marins fmarins@feg.unesp.br www.feg.unesp.br/~fmarins 1 Sumário - Armazenagem Estratégica - Automação na Armazenagem 2 Armazenagem -

Leia mais