Editorial Nota de Desagravo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Editorial Nota de Desagravo"

Transcrição

1 Editoril Ano 42 Númro 3 Outubro/Novmbro 2010 Editor: Dr. Fábio Robrto Pinto Przdos ssocidos, A tul dição do Boltim inici frvscnt, com um sumário sobr o Concurso Público pr o crgo d Profssor Titulr d Disciplin d Cirurgi d Cbç Pscoço d Fculdd d Mdicin d Univrsidd d São Pulo (FMUSP), ocorrido nos dis d stmbro d Tl concurso, nvolvndo dus ds mis brilhnts figurs d noss Socidd, r gurddo há nos. N vrdd, durnt minh rsidênci médic nos nos d já s comntv sobr possibilidd dss disput, qul d fto ocorru. Foi, sm dúvid, um dos Concursos d Profssor Titulr mis disputdos n históri rcnt d FMUSP, st Boltim não podri privrs d rportálo. A sguir, lguns d nossos mmbros fzm um brv rsumo sobr os principis vntos cintíficos rlciondos à noss spcilidd ocorridos no príodo comprndido ntr publicção do último Boltim mdos d outubro d N sção DISCUSSÃO DE CASO CLÍNICO srá xposto o rsultdo ds opiniõs nvids sobr o cso publicdo n últim dição, lém d um novo cso pr sr discutido. A Dr. Dnil Znoni xpõ um rtigo culturl sobr su vigm à Pris, por ocsião do Congrsso Mundil d Tiróid rlizdo nqul cidd, m stmbro d Encrrmos com o Blnço Ptrimonil té o momnto progrmção dos próximos vntos d intrss pr noss spcilidd. Bo litur todos! Fábio Robrto Pinto (SP) Editor do Boltim d SBCCP Not d Dsgrvo A Dirtori d Socidd Brsilir d Cirurgi d Cbç Pscoço rpudi dclrção do Exclntíssimo Sr. Prsidnt d Rpúblic rfrnt o tndimnto médico prstdo plo Dr. Jcob Kligrmn, xprsidnt dst Socidd. A Dirtori d Socidd Brsilir d Cirurgi d Cbç Pscoço rsslt qu um dos pilrs d Mdicin é rlção médicopcint o dirito à livrscolh. O Dr. Jcob Kligrmn é um grnd colbordor do progrsso d Cirurgi d Cbç Pscoço no Brsil motivo d orgulho não só pr Socidd Brsilir d Cirurgi d Cbç Pscoço, ms pr Mdicin brsilir. A Socidd Brsilir d Cirurgi d Cbç Pscoço s solidriz intgrlmnt com o médico Dr. Jcob Kligrmn qu, procurdo, prstou cuiddo médico um ciddão brsiliro. Onivldo Crvnts Prsidnt d Socidd Brsilir d Cirurgi d Cbç Pscoço Dr. Jcob Kligrmn

2 Boltim SBCCP Concurso Público FMUSP Concurso Público pr o crgo d Profssor Titulr d Disciplin d Cirurgi d Cbç Pscoço d Fculdd d Mdicin d Univrsidd d São Pulo (FMUSP) Nos dis d stmbro d 2010, ocorru o Concurso pr o Crgo d Profssor Titulr junto o Dprtmnto d Cirurgi, com bs no progrm d Disciplin d Cirurgi d Cbç Pscoço d Fculdd d Mdicin d Univrsidd d São Pulo (FMUSP). O vnto runiu pns dois cndidtos, dus ds mis minnts figurs d noss Socidd, os Profssors Luiz Pulo Kowlski Lnin Grci Brndão, qui citdos pl su ordm d inscrição no concurso, rspctivmnt dnomindos cndidtos númro 1 númro 2. A Bnc Julgdor foi compost plos Profssors Titulrs José Otávio Cost Aulr Júnior (Disciplin d Anstsiologi FMUSP), prsidnt d Bnc; Migul Srougi (Disciplin d Urologi d FMUSP); Robrto Sd Júnior (Disciplin d Cirurgi Fculdd d Ciêncis Médics d Snt Cs d São Pulo); Enio Buffolo (Disciplin d Cirurgi Crdiovsculr d UNIFESP Escol Pulist d Mdicin); Willim Sd Hossn (Profssor Emérito Disciplin d Cirurgi d Fculdd d Mdicin d Botuctu/SP d Univrsidd Estdul Pulist Júlio d Msquit Filho UNESP); N mnhã do di 09, quintfir, os dois cndidtos prsntrm brilhntmnt sus Auls d Erudição. O Profssor Kowlski discorru sobr o tm Tumors d Cvidd Orl Orofring o Profssor Lnin xpôs ul Câncr d Tiróid. O nfittro d Fisiologi, loclizdo no 3º ndr d FMUSP, foi pquno pr o público prsnt qu s glomrv do ldo d for junto à port d sl d ul, qu não pôd sr fchd. Váris pssos sntrm ns scdris no chão do nfittro. Ambos os cndidtos form pludidíssimos por vários minutos o finl d sus prsntçõs. N trd d quintfir dus rgüição do mmoril do Profssor Kowlski. Durnt mis d 4 hors, o cndidto rspondu todos os qustionmntos d Bnc. A Sl d Congrgção d FMUSP, locl ond trdicionlmnt são rlizdos os Concursos pr Profssor Titulr, stv igulmnt rplt d público. Váris figurs d noss Socidd ssistirm tnciosmnt tod rgüição. Pr citr lguns noms, stivrm prsnts os Drs. Cláudio Robrto Crn, Mrcos Robrto Tvrs, Jossi Ldo Knd, José Mgrim, Luiz Robrto Mdin dos Sntos, Abrão Rpoport, ntr outros. N mnhã d sxtfir, di 10 d stmbro, ocorru rgüição do Profssor Lnin. A miori ds pssos qu comprcrm n véspr, lém d outrs figurs d SBCCP d outrs spcilidds médics stivrm prsnts: Prof. Dr. Dário Birolini (profssor Emérito d Disciplin d Cirurgi do Trum d FMUSP), Prof. Dr. Unis Tnnuri (Profssor Titulr d Disciplin d Cirurgi Pdiátric d FMUSP), Dr. Vrgilius Furtdo d Arújo Filho, Dr. Blmiro José Mtos, Dr. Pdro Michlurt Júnior, ntr outros. O cndidto rspondu todos os rgüidors, disscndo os prsnts, como o fz su concorrnt n véspr, tod su históri cdêmic, cintífic ssistncil. Por volt d 11h30min, trminou rguição do Os dois cndidtos, Luiz Pulo Kowlski Lnin Grci Brndão, minutos nts do núncio do rsultdo do Concurso. Sl d Congrgção rplt d público no momnto do núncio do rsultdo. À dirit, no cnto infrior d foto, os dois cndidtos. 2 AB Jú Pr d A Às çã fr p lr so r c po Os

3 Ano 42 Númro 3 Outubro/Novmbro 2010 Concurso Público FMUSP os d do 4 P, urt tins to, ão o, s uéod d rs, to d do do. A Bnc Julgdor. D squrd pr dirit: Prof. Dr. Robrto Sd Júnior, Prof. Dr. Willim Sd Hossn, Prof. Dr. José Otávio Cost Aulr Júnior, Prof. Dr. Migul Srougi, Prof. Dr. Enio Buffolo. Ao cntro, o Prof. Dr. José Otávio profr o rsultdo finl. Profssor Lnin. A Bnc s runiu m sl rsrvd, lá prmncu por proximdmnt 2 hors. A tnsão, progrssivmnt, tomv cont d todos. Às 13h30min, Bnc rtornou à Sl d Congrgção. Os dois cndidtos sntrms ldo ldo, à frnt d ms ond Bnc s compunh. Tomou plvr o Prsidnt Prof. Dr. José Otávio Cost Aulr Júnior pr o núncio do rsultdo: por três votos dois, com um difrnç d pns um décimo n som ds médis pondrds dos Mmbros Julgdors, o Profssor Lnin Grci Brndão, dnomindo cndidto 2, foi dclrdo o vncdor do concurso, por consguint, o novo Profssor Titulr d Discipli n d Cirurgi d Cbç Pscoço d Fculdd d Mdicin d Univrsidd d São Pulo. Sguirms o núncio mnifstçõs d moção d mbs s prts, cumprimntos, fotogrfis, tc.. O Concurso trminou como comçou, m lto nívl. A rprcussão qu o vnto proporcionou n FMUSP m outros stors d noss comunidd médic troux grnd ngrndcimnto pr noss Socidd. Como ditor dss Boltim, sintom honrdo d tr vivncido ss momnto histórico. Prbnizo novmnt os dois cndidtos dsjo norm sucsso o Profssor Lnin à frnt d um dos miors srviços formdors do pís. Os dois cndidtos, no momnto do núncio do rsultdo. Prof. Lnin su fmíli, pós o término do Concurso. 3

4 Boltim SBCCP Acontcimntos Cintíficos Rcnts I SIMPÓSIO DE DOENÇAS DA TIREÓIDE DO HCOR Rlizdo no di 24/07/10, ocorru no Hospitl do Corção m São Pulo (HCor/SP) o I Simpósio d Donçs d Tiróid do HCor, sob coordnção do Dr. Fábio Robrto Pinto, Dr. Rgn Trbulsi Cronfli do Dr. Alxndr Bzrr dos Sntos. Tms importnts form discutidos como s disfunçõs tiroidins s rprcussõs crdiovsculrs dsts, prsntdos plos crdiologists Dr. Abrão Cury Dr. Ricrdo Pvnllo.O ppl d imunohistoquímic n PAAF d nódulos tiroidinos foi dnsmnt discutido pl Dr Frnnd d Brros Corri Cvlcnti, o smpr difícil tm do câncr d tiróid n grvidz, pl Dr Lucin Cmpntti Crm. Muits dúvids pudrm sr rspondids pl modrção do Dr. Lnin Grci Brndão. O curso continuou no príodo d trd com discussõs sobr o tm Controvérsis no Trtmnto do Pscoço N0 prsntdo plo Dr. Fábio Robrto Pinto Sguimnto do pcint trtdo por CDT pl ndocrinologist Dr. Lur Frontn C. Sntos. A plstr Controvérsis ns indicçõs d rdiodotrpi no trtmnto do CDT ministrd plo Dr. Crlos Buchpigl grou grnd discussão plos prsnts, dsfzndo concitos ntigos rlciondos o uso d PCI, qunto à indicção d RDIT. Por fim o curso s ncrrou com discussõs sob o tm Crcinom Mdulr d Tiróid prsntdo plo Dr. Fábio d Aquino Cplli. Cláudio Robrto Alvs d Andrd (SP) gr n d n no F g d Foi rlizdo m Pris, no príodo d d stmbro d 2010, tndo como prsidnt o Dr. Mrtin Schlumbrgr (Villjuif Frnç). Est vnto é runião d tods s socidds d tiróid (LATS, ETA, ATA, AOTA), n comissão cintific o Brsil foi rprsntdo pl Prof. Dr Lur Wrd Dr Dnis Crvlho. O ncontro brngu dsd psquis básic té s novs forms d trtmnto dignóstico pr donç tiroidn, promovndo grnds dbts ntr os spcilists dos difrnts continnts. No pré congrsso o curso d ultrssonogrfi d tiróid foi muito bom, ssim como o Simpósio stélit Prcticl mngmnt of thyroid cncr: stt of th rt & prspctivs, sndo st brngnt proporcionndo um mpl rvisão sobr o tm. 14TH INTERNATIONAL THYROID CONGRESS No qu tng cirurgi d tiróid, inflizmnt tv um único simpósio: Advncs in surgicl thrpy of thyroid cncr com os sguints tms: 1 Como diminuir os riscos d tiroidctmi (Michl Minuto Itáli); 2 Cirurgi Robótic (Woong Youn Chung Coréi do Sul); 3 Controvérsis no svzimnto do comprtimnto cntrl pr o crcinom difrncido d tiróid (Grrd Dohrty USA); 3 Roprçõs póstiroidctomi (Dvid Stwrd USA), sm prticipção d nnhum Cirurgião d Cbç Pscoço ltinomricno, o qu difriu d prt clínic d psquis ond tivmos prticipção d inúmros brsiliros. O próximo vnto srá m 2015, nos Estdos Unidos, n cidd d Orlndo. Mrco Aurélio Vmonds Kulcsr (SP) XI JORNADA NORTE E NORDESTE DE CIRURGIA DE CABEÇA E PESCOÇO t bo D Ro (EU Nos dis 04, d stmbro, os spcilists m Cirurgi d Cbç Pscoço s runirm m Juziro do Nort, n XI Jornd Nort Nordst. O vnto ocorru simultnmnt I Jornd Cririns d Enfrmgm m Cirurgi d Cbç Pscoço, I Jornd Cririns d Odontologi m Cirurgi d Cbç Pscoço I Jornd Multidisciplinr d Cirurgi d Cbç Pscoço. Com mis d 200 prticipnts, o vnto prmitiu intgrção dos divrsos profissionis qu cuidm d nossos pcints. Os prticipnts pudrm ouvir plstrs com divrsos nfoqus, qu contmplrm cdêmicos d mdicin d rgião tmbém os spcilists. Houv tms clínicos, como, por xmplo, como CUIDADOS CLÍNICOS COM O PACIENTE PORTADOR DE CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO, pl Dr. Nir Hojij. Exclnts plstrs sobr oprçõs crâniofciis d bs d crânio form profrids pl Dr. Mri Btriz Noguir Pscol (SP) plo Dr. Wndll Lit (RN). Novs tcnologis form ouvids com muito intrss, como LIN FONODO SENTINELA EM CÂNCER DE CAVIDADE ORAL, profrid plo Dr. Flávio Hojij (SP) CIRURGIA ROBÓTICA TRANSORAL (TORS), profrid plo Dr. Sérgio Arp. O Dr. José Héldr Vsconclos (MA) o Dr. Edurdo Mrtins (MA) xpusrm ssuntos d grnd importânci n rgião: crcinoms d pl. O Câncr d Glândul Tiróid foi dbtido plo Dr. Mário Sérgio (CE) o d Lring plo Dr. Emilson Frits (RJ). O Dr. Brtolomu Cvlcnti (PE) mostrou importânci do Cirurgião d Cbç Pscoço no cuiddo dos bscssos crvicis, o Dr. José Brsilins (PE) discutiu s lsõs nuris, o Dr. Frncisco Montiro (CE) mostrou strtégis d trtmnto ds fístuls linfátics o Dr. Lonrdo Arcovrd (PE) dividiu su xpriênci m tumors d órbit. A Dirtori d SBCCP s dsculp plos colgs qu contribuírm o sucsso d XI Jornd NortNordst qu não stão qui nomdos, grdc todos os prticipnts, prbniz o Dr. José Willims Alvs Pinto o Dr. Gmbrg Cruz plo xclnt trblho hospitlidd. El convid todos os ssocidos mostrr novmnt forç d spcilidd n rgião m Slvdor, qu srá sd d XII Jornd NortNordst. Txto xtrído d SBCCP Ano 2 n. 22 4

5 Acontcimntos Cintíficos Rcnts Ano 42 Númro 3 Outubro/Novmbro 2010 AMERICAN ACADEMY OF OTOLARYNGOLOGY AND HEAD & NECK SURGERY ANNUAL MEETING o i o s T. ) id s i o ), i s, ) Przdos Colgs: Tiv oportunidd d prticipr do rcnt Congrsso d Amricn Acdmy of Otolryngology Hd nd Nck Surgry, m Boston, d d Stmbro d Em mio crc d prticipnts, lá s ncontrvm tmbém lguns colgs d SBCCP, como nosso Prsidnt, Onivldo Crvnts, Frnndo Wldr, Frnndo L. Dis, Robrto A. Lim, Márcio Abrhão, Jorg Pinho, Hygino Stck, José A. Pinto Erivlto M. Volpi, dntr outros. Msmo num vnto dst mgnitud, o nívl d prt cintífic m noss Espcilidd foi, mu vr, muito bom. N minh opinião, mlhor ms rdond foi sobr crscnt importânci do HPV n tioptogni n D squrd pr dirit: Cláudio R. Crn, Frnndo L. Dis, Robrto Arújo Lim, Willim I. Wi (Hong Kong), Eugn Myrs (EUA) Jorg Pinho durnt o vnto. xpcttiv prognóstic dos crcinom pidrmóids d orofring. Nst ms rdond, modrd plo Dr. Dnil Dschlr, d Hrvrd, ficou vidncid profund procupção dos nortmricnos com o qu chmrm d vrddir pidmi dst tumor, qu já rprsnt o tipo mis frqünt m divrsos srviços. Além dss ms, mrcu dstqu nst vnto cirurgi tiroidn, qu foi tm d outrs qutro sssõs plnáris. Um dls vrsou pns sobr tiroidctomi robótic trnsxilr, mostrndo xpriênci ind incipint dos nortmricnos, qu foi modrd plo Prsidnt d AAORLHNS, Dr. Ronld Kupprschmidt. Cláudio Robrto Crn (SP) D squrd pr dirit: Frnndo L. Dis, Ashok Shh (EUA), Jorg Pinho, Cláudio R. Crn Rndl Morton (Nov Zlândi) durnt o vnto. r. ) r il o iu u s s i r. l CIRURGIA DE CABEÇA E PESCOÇO FUNDAMENTOS PARA A GRADUAÇÃO MÉDICA Autors: Lnin Grci Brndão Mríli D Elboux Guimrãs Brsci Editor: Srvir ISBN: Formto: 13,5 x 20,5 cm Brochur / 584 págins Um ds qustõs fundmntis d Cirurgi d Cbç Pscoço, bm como qulqur spcilidd médic, é formr mior quntidd d profissionis cpcitdos ofrcr xrcr tnção primári scundári. É prt do progrm lvr o conhcimnto dos lunos os princípios gris d trtmnto d rbilitção, smpr vlorizndo importânci d bordgm do dont d sus fmilirs m múltiplos spctos, contndo com quip d poio multidisciplinr. Est livro foi lbordo pr qu os concitos fundmntis d Cirurgi d Cbç Pscoço compnhm vid d profissionis d futuros médicos. 2 5 Os utors

6 Boltim SBCCP Sção Discussão d Cso Clínico Cirurgi d Cbç Pscoço Fundmntos pr Grdução Médic Rsultdo d discussão do cso do Boltim d Julho d 2010 Pcint do sxo fminino com 54 nos d idd com ntcdnt d tiroidctomi totl svzimnto do comprtimnto cntrl há 13 nos por crcinom ppilífro d tiróid. O AP d époc rvlou crcinom ppilífro clássico d 2,2cm d diâmtro m lobo dirito com mtásts pr 1 m 8 linfonodos disscdos. Não fz rdiodotrpi n époc. Foi compnhd por ndocrinologist mntid m dos suprssiv d lvotiroxin sódic, dosgm d tiroglobulin (Tg) smstrl PCI nul. Em 2008 houv lvção d Tg cujo vlor stimuldo com TSH rcombinnt foi d 13,6. Pscoço clinicmnt ngtivo. Fz USG qu dtctou linfonodo suspito m nívl II à D d 1,5cm cuj PAAF foi comptívl com crcinom ppilífro. Foi submtid m julho d 2008 svzimnto crvicl sltivo pns do nívl II cujo AP rvlou usênci d mtástss m 13 linfonodos disscdos. A Tg stimuld mntvs progrssivmnt m lvção chgndo o vlor d 41 qundo foi submtid à dos trpêutic d I131 (RDIT) d 250 mci m julho d Em dzmbro d 2009, novo USG dmonstrou novmnt linfonodo d 1,0 cm com ltrção d morfologi m nívl II D cujo PAAF foi sugstivo d mtásts d crcinom ppilífro Tg no lvdo d 460. Mntém pscoço clinicmnt ngtivo. Atulmnt foi rlizd nov PCI com TSH rcombinnt nov colt d Tg stimuld ( primir pós RDIT), lém d PETCT RNM d pscoço tórx. A PCI foi ngtiv, Tg stimuld foi d 3,5, o PET ngtivo o único chdo d RNM foi um linfonodo m nívl II à dirit mnor qu 1,0cm, homogêno qu cpt o contrst. A Tg sob suprssão hormonl é d 0,5. Anticorpos ntitg smpr ngtivos. Su condut sri: ) Esvzimnto crvicl dos nívis II V à dirit. b) Nov dos trpêutic d I131. c) Mntr pcint sob suprssão do TSH vlir progrssão d donç trvés d dosgns priódics d Tg stimuld xms d imgm do pscoço. Rcbmos rspost d 54 mmbros d SBCCP o qu dmonstr qu st nov Sção do Boltim rlmnt dsprtou intrss. Os colgs dividirms ntr dus ltrntivs ( c ) rforçndo dificuldd d condut nvolvndo o cso. Ninguém optou pl ltrntiv b. Dois colgs sugrirm outrs opçõs difrnts ds 3 ltrntivs xposts pr o cso. Abixo, o rsumo dos rsultdos sguir um novo cso pr discussão. Altrntiv A: 28 Altrntiv B: 0 (zro) Altrntiv C: 24 Outros: 2 Distribuição dos votos: 52% ltrntiv A (EC IIV) CASO CLÍNICO PARA DISCUSSÃO (II) Pcint do sxo fminino d 27 nos d idd, n 11ª smn d gstção, primigst, rfr nódulo crvicl dirito há plo mnos 1 no. Por orintção do gincologistobsttr qu ssist no préntl rlizou USG crvicl qu rvlou linfonodomgli crvicl m nívl Vb dirito (3 linfonodos d tmnho umntdo com morfologi ltrd) lém d nódulo sólido hipocogênico com microclcificçõs mdindo 2,2cm m lobo dirito d tiróid. Submtid PAAF do nódulo tiroidno do linfonodo crvicl qu rvlou: nódulo tiroidno comptívl com crcinom ppilífro; linfonodo crvicl D comptívl com mtásts d crcinom ppilífro. Função tiroidn norml (TSH=1,9 T4l=1,0), nticorpos tiroidnos ngtivos. O cso é ncminhdo pr o cirurgião d cbç pscoço. Su condut sri: ) Oprr pcint imditmnt rlizndo tiroidctomi totl svzimnto crvicl (TT + EC); b) Oprr pcint no 2º trimstr d gstção, ou sj, ntr 14ª 27ª smn gstcionl rlizndo TT + EC; c) Agurdr o término d gstção oprr pcint pós o prto, rlizndo TT + EC. Escolh um ds ltrntivs ( qu mis s proxim d su condut) nvi rspost pr os cuiddos d Srt. André d Mrtino ou dirtmnt pr o Dr. Fábio Robrto Pinto no mil Os rsultdos m form d sttístic dscritiv srão publicdos no próximo Boltim. O Boltim stá brto, tmbém, pr o nvio d csos pr srm discutidos m próxims diçõs. pi v M sit m t s In l sid tu n id in r Ag s No h t l bl n 4% 44% ltrntiv C (sguimnto + suprssão do TSH) outros (rsvzimnto do nívl II; lcoolizção do linfonodo) Fábio Robrto Pinto (SP) Editor do Boltim d SBCCP 6

7 Pssio Litur Ano 42 Númro 3 Outubro/Novmbro 2010 J dor Pris! l l l Pris, Cidd d Luz, Cidd do Amor, cidd qu inspir inspirou muitos dos grnds rtists. Pl sgund vz dsmbrqui no roporto Pris Chrls d Gull. Minh chgd, dst vz, qutro nos pós primir visit, foi intrssnt. Após doz hors d vôo d São Pulo Amstrdm, três hors mi d spr pl conxão mis um hor d vôo d Amstrdm Pris, chgui! Estv xust, porém nsios nimd pr os dis qu s sguirim. Os plnos pr sts dis incluím o Congrsso Intrncionl d Tiróid, propósito dst visit, pssios ltórios, já qu os pontos turísticos principis já hvim sido visitdos n primir vigm. Entri no txi prti rumo o hotl. Comçou vntur. O txist, homm d cinqunt nov nos, nscido n Tunísi, hbitnt d Pris dsd os sus três nos d idd, não flv nm comprndi nnhum plvr m inglês. Er hor do rush o trânsito prisins stv prcido com o qu bm conhcmos m noss São Pulo. Agrdci os três smstrs d Alinç Frncs qu hvi studdo, pois dmormos um hor no trjto té o hotl. No cminho, l m contou sobr su vício com jogos, qu hvi dstruído dois d sus csmntos. Atulmnt, stv novmnt com su primir spos, qu, sgundo l, prcbu qu su mor por l fzi prdor os problms qu tinh com su vício. Aos sus cinqunt nov nos, prsts s posntr, tinh um prtmnto próprio su txi. Dividi s dspss mnsis com spos o rstnt dos sus gnhos utilizv pr jogr. Jogv todos os dis. Crts, posts m corrids d cvlos, lotri... Qulqur tipo d jogo. Finlmnt, chgui o hotl. Gsti todo o mu frncês muitos uros plo longo cminho... O hotl stv proximdmnt cinco qudrs do Arco do Triunfo. Entri no qurto, qu psr do prço, não tinh luxo nnhum, ncontri um bilht ds minhs migs compnhirs d vigm, qu hvim chgdo hors nts já stv n Chmps Élysés. Dixi minhs mls, tomi um bnho, pgui um mp sgui cminhndo m dirção o cfé, ond ncontrri minhs migs. Dormir? Em Pris? Acho qu não... A cd psso, lgo blo d s contmplr: rquittur, os cfés, brs rsturnts com muits pssos sntds provitndo o finl d trd. Um clim mrvilhoso! Andi rumo à Chmps Élysés sm m cnsr d obsrvr tudo o mu rdor, sm prcbr o tmpo pssr. Encontri minhs migs, tommos um cfé símos pr cminhr n bl vnid ilumind. À noit, um jntr prisins rgdo um bom vinho frncês, é clro! Cd prto com su rquint. Ingrdints d mlhor qulidd runidos combindos d mlhor form. Todos dliciosos! Não importv m qul rsturnt ntrávmos pr s rfiçõs. Não hvi dcpção. O congrsso foi ótimo! Pn qu não durou mis dis pr curtirmos mis ind st cidd divin! Dnill Znoni (SP) Vist pnorâmic d cidd d Pris. Ao fundo, Torr Eiffl. 7

8 Boltim SBCCP Ano 42 Númro 3 Outubro/Novmbro 2010 Blnço Finnciro Evntos /11/10 Runião d Csos Clínicos m Donçs d Prtiróid Tm: HIPERPARATIREOIDISMO PRIMÁRIO EM PACIENTE ONCO LÓGICO COM SÍNDROME DE SJÖGREN Horário: 19:30 s 21:00 Locl: IEP Instituto d Ensino Psquis do Hospitl Sírio Libnês Auditório 6 R. Don Adm Jft, 91 Bl Vist S. Pulo SP 02 04/12/10 6th Intrntionl Confrnc on Thyroid nd Prthyroid Glnds Locl: Zgrb, Croti 06/12/10 Runião d Csos Clínicos m Donçs d Prtiróid Tm: HIPERPARATIREOIDISMO APÓS TRANSPLANTE RENAL EM LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO Horário: 19:30 s 21:00 Di: 06/12/10 Locl: IEP Instituto d Ensino Psquis do Hospitl Sírio Libnês Auditório 6 R. Don Adm Jft, 91 Bl Vist S. Pulo SP 10 11/12/10 II Jornd Pulist d Cirurgi d Cbç Pscoço Tm : II Jornd Pulist d Cirurgi d Cbç Pscoço Di: 10 11/12/2010 Locl: Associção Pulist d Mdicin Av. Brig. Luiz Antonio, 278 Bl Vist São Pulo SP 28/04/11 01/05/11 AHNS 2011 Annul Mting During th Combind Otolryngology Socity Mtings (COSM) April 28My 1, 2011 (COSM dts, AHNS mting dts to b dtrmind) Shrton Chicgo Hotl & Towrs Chicgo, IL 21 25/07/12 8th Intrntionl Confrnc on Hd & Nck Cncr July 2125, 2012 Mtro Toronto Convntion Cntr Toronto, ON, Cnd Dirtori d SBCCP (Biênio d ) Prsidnt: Dr. ONIVALDO CERVANTES (SP) 1º VicPrsidnt: Dr. JOSÉ ROBERTO VASCONCELOS DE PODESTA (ES) 2º Vic Prsidnt: Dr. LUIS EDUARDO BARBALHO DE MELO (RN) 3º Vic Prsidnt: Dr. GILBERTO VAZ TEIXEIRA (SC) 4º Vic Prsidnt: Dr. LEÔNIDAS ALVES DA SILVA (AM) 5º Vic Prsidnt: Dr. MÁRCIO ROBERTO BARBOSA DA SILVA (GO) 1º Scrtário: Dr. FÁBIO LUIZ DE MENEZES MONTENEGRO (SP) 2º Scrtário: Dr. ALFIO JOSÉ TINCANI (SP) 3º Scrtário: Dr. PAOLA ANDREA GALBIATTI PEDRUZZI (PR) 1º Tsouriro: Dr. SERGIO SAMIR ARAP (SP) 2º Tsouriro: Dr. CLÁUDIO ROGÉRIO ALVES DE LIMA (BA) 3º Tsouriro: Dr. BARTOLOMEU CAVALCANTI DE MELO JÚNIOR (PE) Dirtor d Dfs Profissionl: Dr. FERNANDO JOSÉ PINTO DE PAIVA (RN) Dirtor Cintífico: Dr. FLAVIO CARNEIRO HOJAIJ (SP) Expdint Av. Brigdiro Luís Antônio, 278 6º ndr Sl Bl Vist São Pulo SP Tlfx: (11) mil: Scrtri: Srt. André D Mrtino

Projeto de extensão Judô Escolar certifica alunos da Escola de Ensino Básico Professor Mota Pires

Projeto de extensão Judô Escolar certifica alunos da Escola de Ensino Básico Professor Mota Pires Projto xtnsão Judô Escolr crtific lunos d Escol Ensino Básico Profssor Mot Pirs No di 7 julho 2015 form crtificdos os lunos d Escol Ensino Básico Profssor Mot Pirs, Arrnguá, qu prticiprm do curso Judô

Leia mais

IFC Câmpus Santa Rosa do Sul capacita 18 profissionais locais para elaboração do Cadastro Ambiental Rural CAR

IFC Câmpus Santa Rosa do Sul capacita 18 profissionais locais para elaboração do Cadastro Ambiental Rural CAR IFC Câmpus Snt Ros do Sul cpcit 18 profissionis locis pr lborção do Cstro Ambintl Rurl CAR No di 10 bril 2015, no Cntro Trinmnto Arrnguá (CETRAR), foi rlizdo um curso cpcitção profissionis rgião pr lborção

Leia mais

Fabiano Gontijo. fgontijo@hotmail.com. Graduada em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro

Fabiano Gontijo. fgontijo@hotmail.com. Graduada em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro UZIEL, Ann Pul. Rio Homossxulid Jniro: Grmond, ção. 2007. Fbino Gontijo Doutor m Antropologi m pl Scincs Écol s Socils Huts Frnç. Étus Profssor Adjunto Bolsist Antropologi Produtivid d m Univrsid Psquis

Leia mais

Taxi: Opção mais rápida e cara. Deve ser evitada, a não ser que você privilegie o conforte

Taxi: Opção mais rápida e cara. Deve ser evitada, a não ser que você privilegie o conforte Vi vijr pr? Situ-s com nosss dics roportos trns mtrôs Chgd m Avião: Aroporto Hthrow: Situdo crc 20 km ost um dos mis movim ntdos d Europ possui cinco trminis Dpois pssr pls formlids imigrção pgr su bggm

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: CE000313/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 07/03/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR011016/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46205.003892/2013-28

Leia mais

II L ATA N. 19/XIV. Conselheiro Fernando da Costa Soares.

II L ATA N. 19/XIV. Conselheiro Fernando da Costa Soares. jf II L Comissão Ncionl Eliçõs ATA N. 19/XIV Tv lugr no di vint qutro jniro dois mil doz, sssão númro znov d Comissão Ncionl Eliçõs, n sl runiõs sit n Av. D. Crlos 1, n. 128 7. ndr, m Lisbo, sob prsidênci

Leia mais

Associação de Resistores e Resistência Equivalente

Associação de Resistores e Resistência Equivalente Associção d sistors sistêci Equivlt. Itrodução A ális projto d circuitos rqurm m muitos csos dtrmição d rsistêci quivlt prtir d dois trmiis quisqur do circuito. Além disso, pod-s um séri d csos práticos

Leia mais

Implementação de um sistema de controle inteligente utilizando a lógica fuzzy

Implementação de um sistema de controle inteligente utilizando a lógica fuzzy Implmntção d um sistm d control intlignt utilizndo lógic fuzzy Rsumo Mrclo Bilobrovc (UEPG - CEFET - PR) mbilo@upg.br Rui Frncisco Mrtins Mrçl (CEFET - PR) mrcl@pg.cftpr.br João Luis Kovlski (CEFET - PR)

Leia mais

Teoria dos Grafos Aula 11

Teoria dos Grafos Aula 11 Tori dos Gros Aul Aul pssd Gros om psos Dijkstr Implmntção Fil d prioridds Hp Aul d hoj MST Algoritmos d Prim Kruskl Propridds d MST Dijkstr (o próprio) Projtndo um Rd $ $ $ $ $ Conjunto d lolidds (x.

Leia mais

Resumo Executivo. Análise da Cobertura

Resumo Executivo. Análise da Cobertura x f R T V z E s s FQ Z KL o H R ut K qw A O V B U r G M o z Rsumo Excutivo Anális d Cobrtur d Imprns sobr Mulhr Trblho Estudo coordndo pl ANDI Comunicção Diritos plo Instituto Ptríci Glvão no âmbito do

Leia mais

Semelhança e áreas 1,5

Semelhança e áreas 1,5 A UA UL LA Semelhnç e áres Introdução N Aul 17, estudmos o Teorem de Tles e semelhnç de triângulos. Nest ul, vmos tornr mis gerl o conceito de semelhnç e ver como se comportm s áres de figurs semelhntes.

Leia mais

A VARIAÇÃO ENTRE PERDA & PERCA: UM CASO DE MUDANÇA LINGUÍSTICA EM CURSO?

A VARIAÇÃO ENTRE PERDA & PERCA: UM CASO DE MUDANÇA LINGUÍSTICA EM CURSO? A VARIAÇÃO ENTRE PERDA & PERCA: UM CASO DE MUDANÇA LINGUÍSTICA EM CURSO? Luís Augusto Chavs Frir, UNIOESTE 01. Introdução. Esta é uma psquisa introdutória qu foi concrtizada como um studo piloto d campo,

Leia mais

ABFO. Nova Diretoria ABFO: Gestão 2013 a 2017. Associe-se a ABFO. Acessem o site: www.abfo.org.br

ABFO. Nova Diretoria ABFO: Gestão 2013 a 2017. Associe-se a ABFO. Acessem o site: www.abfo.org.br Boltim 1 ABFO Stmbro 2013 Nov Dirtori ABFO: Gstão 2013 2017 Dirtor Prsidnt: Ptríci Viir Guds Figuir Dirtor Vic-Prsidnt: Crolin Mcil Ris Gonzg Dirtor Administrtivo Grl: Andr Thomzin Tufnin Dirtor Finnciro

Leia mais

Área de Conhecimento ARTES. Período de Execução. Matrícula. Telefone. (84) 8112-2985 / ramal: 6210

Área de Conhecimento ARTES. Período de Execução. Matrícula. Telefone. (84) 8112-2985 / ramal: 6210 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA DE APOIO INSTITUCIONAL À EXTENSÃO PROJETOS DE EXTENSÃO EDITAL 01/014-PROEX/IFRN Os cmpos sombredos

Leia mais

PARECER HOMOLOGADO(*)

PARECER HOMOLOGADO(*) PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Dspacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União d 17/07/2003 (*) Portaria/MEC nº 1.883, publicada no Diário Oficial da União d 17/07/2003 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

Código PE-ACSH-2. Título:

Código PE-ACSH-2. Título: CISI Ctro Itrção Srvços Iformtc rão Excução Atv Itr o CISI Cóo Emto por: Grêc o Stor 1. Objtvo cmpo plcção Est ocumto tm como fl fr o prão brtur chmos suport o CISI. A brtur chmos é rlz o sstm hlpsk, qu

Leia mais

PSICROMETRIA 1. É a quantificação do vapor d água no ar de um ambiente, aberto ou fechado.

PSICROMETRIA 1. É a quantificação do vapor d água no ar de um ambiente, aberto ou fechado. PSICROMETRIA 1 1. O QUE É? É a quantificação do vapor d água no ar d um ambint, abrto ou fchado. 2. PARA QUE SERVE? A importância da quantificação da umidad atmosférica pod sr prcbida quando s qur, dntr

Leia mais

Prgrmçã O Mu s u Év r, p r l ém f rcr s s i g ns «vi s i t s cl áss i cs» qu cri m s p nt s c nt ct nt r s di v rs s p úb l ic s qu vi s it m s c nt ú d s d s u ri c s p ó l i, p r cu r, c nc m i t nt

Leia mais

Carta Convite para Seleção de Preceptores. Desenvolvimento de Competência Pedagógica para a prática da Preceptoria na Residência Médica

Carta Convite para Seleção de Preceptores. Desenvolvimento de Competência Pedagógica para a prática da Preceptoria na Residência Médica ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO MÉDICA (ABEM) Av. Brsil, 4036 sls 1006/1008 21040-361 Rio de Jneiro-RJ Tel.: (21) 2260.6161 ou 2573.0431 Fx: (21) 2260.6662 e-mil: rozne@bem-educmed.org.br Home-pge: www.bem-educmed.org.br

Leia mais

Administração de Materiais e Licitações com opção de realização Licitações de provas na cidade do Rio de Janeiro/RJ

Administração de Materiais e Licitações com opção de realização Licitações de provas na cidade do Rio de Janeiro/RJ MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS (FINEP) CONCURSO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA NOS CARGOS DE ANALISTA E DE TÉCNICO EDITAL Nº 7 FINEP, DE 29 DE JULHO

Leia mais

TEMA CENTRAL: A interface do cuidado de enfermagem com as políticas de atenção ao idoso.

TEMA CENTRAL: A interface do cuidado de enfermagem com as políticas de atenção ao idoso. TERMO DE ADESÃO A POLITICA DE INSCRIÇÃO NOS EVENTOS DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM 9ª. JORNADA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM GERIÁTRICA E GERONTOLÓGICA TEMA CENTRAL: A interfce do cuiddo de enfermgem

Leia mais

O Presidente da Federação Mineira de Basketball, no uso de suas atribuições estatutárias, RESOLVE:

O Presidente da Federação Mineira de Basketball, no uso de suas atribuições estatutárias, RESOLVE: NOTA OFICIAL Nº 079.2014 O Presidente d Federção Mineir de Bsketbll, no uso de sus tribuições esttutáris, RESOLVE: DA COORDENAÇÃO TÉCNICA 1. Convocr Seleção Mineir Sub 17, Nipe Msculino, pr disput d X

Leia mais

Calendário de Treinamentos 2014 Academia Grundfos. Bem-vindos a Academia Grundfos

Calendário de Treinamentos 2014 Academia Grundfos. Bem-vindos a Academia Grundfos Clnário Trinmntos 24 Acmi Grunfos Bm-vinos Acmi Grunfos Grunfos Brsil Acmi Grunfos Clnário 24 1 2008 2006 7 200 i m c A s r o t u r t s n I p i Equ 2004 Ds 2004 Acmi Grunfos nftiz importânci qu tribuimos

Leia mais

CENTRO DE FORMAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO EDUCATIVA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CRIATIVIDADE

CENTRO DE FORMAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO EDUCATIVA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CRIATIVIDADE CENTRO DE FORMAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO EDUCATIVA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CRIATIVIDADE AÇÕES DE FORMAÇÃO PARA PROFESSORES 2015-2016 (2º príodo) Atualizado a 05-01-2016 (http://criatividad.nt) Nota: O prço d

Leia mais

1 A ELE A GLÓRIA 2 AINDA QUE A FIGUEIRA 3 AO ERGUERMOS 4 ATRAI O MEU CORAÇÃO 5 DEUS É BOM 6 EM ESPÍRITO, EM VERDADE 7 EM TODO TEMPO 8 EU TE QUERO

1 A ELE A GLÓRIA 2 AINDA QUE A FIGUEIRA 3 AO ERGUERMOS 4 ATRAI O MEU CORAÇÃO 5 DEUS É BOM 6 EM ESPÍRITO, EM VERDADE 7 EM TODO TEMPO 8 EU TE QUERO 1 L GLÓRI 2 IND QU FIGUIR 3 O RGURMOS 4 TRI O MU CORÇÃO 5 DUS É OM 6 M SPÍRITO, M VRDD 7 M TODO TMPO 8 U T QURO 9 LOUV 10 LOUV TI 11 MIS QU UM MIGO 12 M DLITO M TI 13 ND LÉM DO SNGU 14 O LÃO D TRIO D JUDÁ

Leia mais

+ fotos e ilustrações técnicas de outras usinas

+ fotos e ilustrações técnicas de outras usinas Imgns problms mbintis no sul Snt Ctrin, corrnts s tivis minrção crvão, su lvgm su uso m usin trmlétric + fotos ilustrçõs técnics outrs usins Fotos fits por Oswl Svá ntr 1992 2001, durnt visits fits juntmnt

Leia mais

A atual relevância do ensino do inglês jurídico nos cursos de graduação em Direito

A atual relevância do ensino do inglês jurídico nos cursos de graduação em Direito A tul rlvânci nsino nos cursos grdução m Brv rflxão crc d ncssid s pssr lcionr o nos cursos grdução m sort mlhor prprr os futuros profissionis r pr o xrcício d dvocci mgistrtur promotori Cro migo litor:

Leia mais

CAPÍTULO 9 COORDENADAS POLARES

CAPÍTULO 9 COORDENADAS POLARES Luiz Frncisco d Cruz Drtmnto d Mtmátic Uns/Buru CAPÍTULO 9 COORDENADAS POLARES O lno, tmbém chmdo d R, ond R RR {(,)/, R}, ou sj, o roduto crtsino d R or R, é o conjunto d todos os rs ordndos (,), R El

Leia mais

Borboletas da vida. Direção de Vagner de Almeida. Rio de Janeiro: Abia, 2004, 38 min.

Borboletas da vida. Direção de Vagner de Almeida. Rio de Janeiro: Abia, 2004, 38 min. Borbolts d vid. Dirção Vgnr Almid. Rio Jniro: Abi, 2004, 38 min. BASTA um di. Dirção Vgnr Almid. Rio Jniro: Abi, 2006, 55min. Brnic Bnto Univrsid Doutor m Brclon. Sociologi Autor pl Univrsid s livr A Rinvnção

Leia mais

SISTEMA DE PONTO FLUTUANTE

SISTEMA DE PONTO FLUTUANTE Lógica Matmática Computacional - Sistma d Ponto Flutuant SISTEM DE PONTO FLUTUNTE s máquinas utilizam a sguint normalização para rprsntação dos númros: 1d dn * B ± 0d L ond 0 di (B 1), para i = 1,,, n,

Leia mais

7 Exumação de grampos

7 Exumação de grampos 7 Exumção d grmpos Form rlizds qutro xumçõs d grmpos: dus n Fgunds Vrl m um solo rsidul jovm (FV-02 FV-03) dus no Musu 1 ( ), m um roch ltrd. O procsso d xumção consist num tividd lnt cuiddos. Primiro,

Leia mais

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1)

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) ANEXO I BICICLETA ESCOLAR Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) Assunto: Adesão à ata de registro de preços nº 70/2010 do pregão eletrônico nº 40/2010. 1 2 BICICLETA 20 - AC,

Leia mais

Taxi: Opção mais rápida e cara. Deve ser evitada, a não ser que você privilegie o conforte

Taxi: Opção mais rápida e cara. Deve ser evitada, a não ser que você privilegie o conforte Curso grátis Inglês pr vigm Vi vijr pr? Situ-s com nosss dics roportos trns mtrôs Chgd m Avião: Aroporto Hthrow: Situdo crc 20 km ost um dos mis movim ntdos d Europ possui cinco trminis Dpois pssr pls

Leia mais

i.cismep completa dez anos de prestação de serviço Doação de órgãos UAPS Dom Bosco Programa Saúde na Escola 3ª EDIÇÃO INFORMATIVO DA PREFEITURA

i.cismep completa dez anos de prestação de serviço Doação de órgãos UAPS Dom Bosco Programa Saúde na Escola 3ª EDIÇÃO INFORMATIVO DA PREFEITURA 3ª EDIÇÃO INFORMATIVO DA PREFEITURA i.cismp complt dz nos d prstção d srviço A Instituição d Cooprção Intrmunicipl do Médio Propb (i.cismp) commor um décd d tndimnto à populção. O consórcio, qu intgr o

Leia mais

Em cada ciclo, o sistema retorna ao estado inicial: U = 0. Então, quantidade de energia W, cedida, por trabalho, à vizinhança, pode ser escrita:

Em cada ciclo, o sistema retorna ao estado inicial: U = 0. Então, quantidade de energia W, cedida, por trabalho, à vizinhança, pode ser escrita: Máquinas Térmicas Para qu um dado sistma raliz um procsso cíclico no qual rtira crta quantidad d nrgia, por calor, d um rsrvatório térmico cd, por trabalho, outra quantidad d nrgia à vizinhança, são ncssários

Leia mais

e n e e A SIPAT Integrada 2012 Teófilo Otoni 07 a 11-05-2012

e n e e A SIPAT Integrada 2012 Teófilo Otoni 07 a 11-05-2012 In a n a m t a rn d Prv n çã o d A SIPAT Intgrada 2012 Tófilo Otoni 07 a 11-05-2012 ci d nt S Fnord Cmig Tófilo Otoni Projcl Engnharia Ltda. Rdl Eltrificaçõs Fundação Educacional Nordst Miniro s Gast tmpo

Leia mais

EC1 - LAB - CIRCÚITOS INTEGRADORES E DIFERENCIADORES

EC1 - LAB - CIRCÚITOS INTEGRADORES E DIFERENCIADORES - - EC - LB - CIRCÚIO INEGRDORE E DIFERENCIDORE Prof: MIMO RGENO CONIDERÇÕE EÓRIC INICII: Imaginmos um circuito composto por uma séri R-C, alimntado por uma tnsão do tipo:. H(t), ainda considrmos qu no

Leia mais

INSTRUÇÕES. Os formadores deverão reunir pelo menos um dos seguintes requisitos:

INSTRUÇÕES. Os formadores deverão reunir pelo menos um dos seguintes requisitos: INSTRUÇÕES Estas instruçõs srvm d orintação para o trino das atividads planadas no projto Europu Uptak_ICT2lifcycl: digital litracy and inclusion to larnrs with disadvantagd background. Dvrão sr usadas

Leia mais

Edital de seleção de candidatos para o Doutorado em Matemática para o Período 2015.2

Edital de seleção de candidatos para o Doutorado em Matemática para o Período 2015.2 ] Univrsidad Fdral da Paraíba Cntro d Ciências Exatas da Naturza Dpartamnto d Matmática Univrsidad Fdral d Campina Grand Cntro d Ciências Tcnologia Unidad Acadêmica d Matmática Programa Associado d Pós-Graduação

Leia mais

Origem dos Jogos Olímpicos

Origem dos Jogos Olímpicos Natal, RN / /04 ALUNO: Nº SÉRIE/ANO: TURMA: TURNO: DISCIPLINA: TIPO DE ATIVIDADE: Profssor: TESTE º Trimstr º M INSTRUÇÕES: Vrifiqu s sua avaliação contém 6 qustõs ( objtivas 04 discursivas). Caso haja

Leia mais

Mais Saúde. estágio inicial. rpc.com.br/comercial

Mais Saúde. estágio inicial. rpc.com.br/comercial Mis Súd vz mis tnts com os com qu s pssos fiqum cd A busc por um vid sudávl fz s hábitos rotiniros. cuiddos d su súd os su é um dos ftors qu tm vrid sudávl blncd A limntção corrt com dit limntrs nutricionists

Leia mais

Faculdade Atenas Maranhense (FAMA) FAMA A Avenida São Luis Rei de França, n.º 32 Turu, São Luís/MA

Faculdade Atenas Maranhense (FAMA) FAMA A Avenida São Luis Rei de França, n.º 32 Turu, São Luís/MA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DE SÃO LUÍS HOSPITAL MUNICIPAL DJALMA MARQUES CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA EM CARGOS

Leia mais

OFICINA 9-2ºSementre / MATEMÁTICA 3ª SÉRIE / QUESTÕES TIPENEM Professores: Edu Vicente / Gabriela / Ulício

OFICINA 9-2ºSementre / MATEMÁTICA 3ª SÉRIE / QUESTÕES TIPENEM Professores: Edu Vicente / Gabriela / Ulício OFICINA 9-2ºSmntr / MATEMÁTICA 3ª SÉRIE / QUESTÕES TIPENEM Profssors: Edu Vicnt / Gabrila / Ulício 1. (Enm 2012) As curvas d ofrta d dmanda d um produto rprsntam, rspctivamnt, as quantidads qu vnddors

Leia mais

2 Mbps (2.048 kbps) Telepac/Sapo, Clixgest/Novis e TV Cabo; 512 kbps Cabovisão e OniTelecom. 128 kbps Telepac/Sapo, TV Cabo, Cabovisão e OniTelecom.

2 Mbps (2.048 kbps) Telepac/Sapo, Clixgest/Novis e TV Cabo; 512 kbps Cabovisão e OniTelecom. 128 kbps Telepac/Sapo, TV Cabo, Cabovisão e OniTelecom. 4 CONCLUSÕES Os Indicadors d Rndimnto avaliados nst studo, têm como objctivo a mdição d parâmtros numa situação d acsso a uma qualqur ára na Intrnt. A anális dsts indicadors, nomadamnt Vlocidads d Download

Leia mais

Datas das próximas viagens da UFMG. Sondagem do solo em Lagedo e Riacho

Datas das próximas viagens da UFMG. Sondagem do solo em Lagedo e Riacho Ano 2 Lagdo, Domingo, 31 d maio d 2015 N o 12 Datas das próximas viagns da UFMG Data Casa 12 29 d maio a 31 d maio d 2015 Alcion/Paulo 13 26 d junho a 28 d junho d 2015 Gralda/Antônio 14 24 d julho a 26

Leia mais

Eu só quero um xodó. Música na escola: exercício 14

Eu só quero um xodó. Música na escola: exercício 14 Eu só qu u xdó Músic n scl: xcíci 14 Eu só qu u xdó Ptitus Mi, hni lt Aut: Dinguinhs stáci Rgiã: Pnbuc : 1973 Fix: 14 Anj: Edsn Jsé Alvs Músics: Edsn Jsé Alvs vilã Pvt clints, sx t Jsé Alvs Sbinh Zzinh

Leia mais

A ÁGUA COMO TEMA GERADOR PARA O ENSINO DE QUÍMICA

A ÁGUA COMO TEMA GERADOR PARA O ENSINO DE QUÍMICA A ÁGUA COMO TEMA GERADOR PARA O ENSINO DE QUÍMICA AUTORES: AMARAL, An Pul Mgno; NETO, Antônio d Luz Cost. E-MAIL: mgno_n@yhoo.com.br; ntonioluzneto@gmil.com INTRODUÇÃO Sendo um desfio ensinr químic pr

Leia mais

DELIBERAÇÃO N.º 793/2012

DELIBERAÇÃO N.º 793/2012 DELIBERAÇÃO N.º 793/2012 Parágrafo único Nos casos m qu o afastamnto s stndr por tmpo suprior ao prvisto, dsd qu autorizada sua prorrogação, fará jus, às diárias corrspondnts ao príodo prorrogado. Art.

Leia mais

MATRIZES. Matriz é uma tabela de números formada por m linhas e n colunas. Dizemos que essa matriz tem ordem m x n (lê-se: m por n), com m, n N*

MATRIZES. Matriz é uma tabela de números formada por m linhas e n colunas. Dizemos que essa matriz tem ordem m x n (lê-se: m por n), com m, n N* MTRIZES DEFINIÇÃO: Mtriz é um tl d númros formd por m linhs n coluns. Dizmos qu ss mtriz tm ordm m n (lê-s: m por n), com m, n N* Grlmnt dispomos os lmntos d um mtriz ntr prêntss ou ntr colchts. m m m

Leia mais

Matemática Aplicada. A Mostre que a combinação dos movimentos N e S, em qualquer ordem, é nula, isto é,

Matemática Aplicada. A Mostre que a combinação dos movimentos N e S, em qualquer ordem, é nula, isto é, Mtemátic Aplicd Considere, no espço crtesino idimensionl, os movimentos unitários N, S, L e O definidos seguir, onde (, ) R é um ponto qulquer: N(, ) (, ) S(, ) (, ) L(, ) (, ) O(, ) (, ) Considere ind

Leia mais

Liberdade de expressão na mídia: seus prós e contras

Liberdade de expressão na mídia: seus prós e contras Universidde Estdul de Cmpins Fernnd Resende Serrdourd RA: 093739 Disciplin: CS101- Métodos e Técnics de Pesquis Professor: Armndo Vlente Propost de Projeto de Pesquis Liberdde de expressão n mídi: seus

Leia mais

======================== ˆ_ ˆ«

======================== ˆ_ ˆ« Noss fest com Mri (Miss pr os simpes e pequenos, inspirdo em Jo 2,112) ( Liturgi I Puus) 1) eebremos n egri (bertur) Rgtime & c m m.. _ m m.. _ e e bre mos n_ e gri, nos s fes t com M ri : & _.. _ º....

Leia mais

LEI n 45712002 De 29 de abril de 2002.

LEI n 45712002 De 29 de abril de 2002. PREFEITURA i1 UN ICLPL I)I (;ARRI Prç Mrchl Dodoro d Fonsc s/ny Cntro. CEP: 49.830-0()0 CGC 13 112669/0001-17 * Tlfon (0'x79)354 1240 1 E-Mil: LEI n 45712002 D 29 d bril d 2002. Autoriz o Podr Excutivo

Leia mais

Augusto Massashi Horiguti. Doutor em Ciências pelo IFUSP Professor do CEFET-SP. Palavras-chave: Período; pêndulo simples; ângulos pequenos.

Augusto Massashi Horiguti. Doutor em Ciências pelo IFUSP Professor do CEFET-SP. Palavras-chave: Período; pêndulo simples; ângulos pequenos. DETERMNAÇÃO DA EQUAÇÃO GERAL DO PERÍODO DO PÊNDULO SMPLES Doutor m Ciências plo FUSP Profssor do CEFET-SP Est trabalho aprsnta uma rvisão do problma do pêndulo simpls com a dmonstração da quação do príodo

Leia mais

Aprimorando os Conhecimentos de Mecânica Lista 7 Grandezas Cinemáticas I

Aprimorando os Conhecimentos de Mecânica Lista 7 Grandezas Cinemáticas I Aprimorndo os Conhecimentos de Mecânic List 7 Grndezs Cinemátics I 1. (PUCCAMP-98) Num birro, onde todos os qurteirões são qudrdos e s rus prlels distm 100m um d outr, um trnseunte fz o percurso de P Q

Leia mais

1º semestre de Engenharia Civil/Mecânica Cálculo 1 Profa Olga (1º sem de 2015) Função Exponencial

1º semestre de Engenharia Civil/Mecânica Cálculo 1 Profa Olga (1º sem de 2015) Função Exponencial º semestre de Engenhri Civil/Mecânic Cálculo Prof Olg (º sem de 05) Função Eponencil Definição: É tod função f: R R d form =, com R >0 e. Eemplos: = ; = ( ) ; = 3 ; = e Gráfico: ) Construir o gráfico d

Leia mais

Apenas 5% dos Brasileiros sabem falar Inglês

Apenas 5% dos Brasileiros sabem falar Inglês Apns 5% ds Brsilirs sb flr Inglês D crd cm um lvntmnt fit pl British Cncil pns 5% d ppulçã sb fl r Dvs lbrr stms épcs pré-vnts sprtivs s lhs d mund td cmçm s vltr cd vz mis pr Brsil pr iss nã bst dminr

Leia mais

ELETROPNEUMÁTICA E SEGURANÇA DAS MÁQUINAS NOVA DIRETIVA 2006/42/CE NORMAS NF EN/CEI 62061 - EN ISO 13849-1

ELETROPNEUMÁTICA E SEGURANÇA DAS MÁQUINAS NOVA DIRETIVA 2006/42/CE NORMAS NF EN/CEI 62061 - EN ISO 13849-1 ELETRONEUMÁTICA E SEGURANÇA DAS MÁQUINAS NOVA DIRETIVA 2006/42/CE NORMAS NF EN/CEI 62061 - EN ISO 13849-1 SEGURANÇA DAS MÁQUINAS rincípio d sgurnç ds máquins: Grntir sgurnç súd ds pssos xposts durnt instlção,

Leia mais

EDITAL N.º 24/2016 EDITAL PROCESSO SELETIVO ESPECÍFICO PARA INGRESSO DE FRONTEIRIÇOS 2016

EDITAL N.º 24/2016 EDITAL PROCESSO SELETIVO ESPECÍFICO PARA INGRESSO DE FRONTEIRIÇOS 2016 EDITAL N.º 24/2016 EDITAL PROCESSO SELETIVO ESPECÍFICO PARA INGRESSO DE FRONTEIRIÇOS 2016 O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso d suas atribuiçõs lgais statutárias, torna público st Edital

Leia mais

Edital. V Mostra LEME de Fotografia e Filme Etnográficos e II Mostra LEME de Etnografia Sonora

Edital. V Mostra LEME de Fotografia e Filme Etnográficos e II Mostra LEME de Etnografia Sonora Edital V Mostra LEME d Fotografia Film Etnográficos 5º SEMINÁRIO DO LABORATÓRIO DE ESTUDOS EM MOVIMENTOS ÉTNICOS - LEME 19 a 21 d stmbro d 2012 Univrsidad Fdral do Rcôncavo da Bahia Cachoira-BA O 5º Sminário

Leia mais

REGULAMENTO DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DE HOSPEDAGEM No u s o d a c o mp e t ê n c i a p r e v i s t a al í n e a v ) d o n. º 1 d o ar t i g o 64º d o De c r e t o -Le i n. º 1

Leia mais

Uniforme Exponencial Normal Gama Weibull Lognormal. t (Student) χ 2 (Qui-quadrado) F (Snedekor)

Uniforme Exponencial Normal Gama Weibull Lognormal. t (Student) χ 2 (Qui-quadrado) F (Snedekor) Prof. Lorí Vili, Dr. vili@pucrs.br vili@m.ufrgs.br hp://www.pucrs.br/fm/vili/ hp://www.m.ufrgs.br/~vili/ Uniform Exponncil Norml Gm Wibull Lognorml (Sudn) χ (Qui-qudrdo) F (Sndkor) Um VAC X é uniform no

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA APLICADA VESTIBULAR 2013 - FGV CURSO DE ADMINISTRAÇÃO RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia C. Gouveia

PROVA DE MATEMÁTICA APLICADA VESTIBULAR 2013 - FGV CURSO DE ADMINISTRAÇÃO RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia C. Gouveia PROVA DE MATEMÁTICA APLICADA VESTIBULAR 013 - FGV CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Profa. Maria Antônia C. Gouvia 1. A Editora Progrsso dcidiu promovr o lançamnto do livro Dscobrindo o Pantanal m uma Fira Intrnacional

Leia mais

IMPACTO DAS NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE APLICADAS AO SETOR PÚBLICO P PARA OS PROFISSIONAIS E OS SISTEMAS CONTÁBEIS NBC TSP 16 de 01 a 10

IMPACTO DAS NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE APLICADAS AO SETOR PÚBLICO P PARA OS PROFISSIONAIS E OS SISTEMAS CONTÁBEIS NBC TSP 16 de 01 a 10 IMPACTO DAS NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE APLICADAS AO SETOR PÚBLICO P PARA OS PROFISSIONAIS E OS SISTEMAS CONTÁBEIS NBC TSP 16 d 01 10 PALESTRANTE: Domingos Poubl d Cstro Rio d Jniro, 28 d gosto

Leia mais

SALÃO INTERNACIONAL DO MÓVEL - MILÃO 2015. artchitectours

SALÃO INTERNACIONAL DO MÓVEL - MILÃO 2015. artchitectours SALÃO INTERNACIONAL DO MÓVEL - MILÃO 2015 rtchitectours SALONE INTERNAZIONALE DEL MOBILE DI MILANO 2015 A Feir de Móveis de Milão é mior feir do gênero no mundo. A exposição present o mis recente em mobiliário

Leia mais

MANUAL DE APOSENTADORIA E ABONO PERMANÊNCIA INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GARANHUNS IPSG

MANUAL DE APOSENTADORIA E ABONO PERMANÊNCIA INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GARANHUNS IPSG MANUAL DE APOSENTADORIA E ABONO PERMANÊNCIA INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GARANHUNS IPSG SUMÁRIO PARTE I BENEFÍCIO DE APOSENTADORIA 1 - NOÇÕES SOBRE O BENEFÍCIO PREVIDENCIÁRIO

Leia mais

4.1 Método das Aproximações Sucessivas ou Método de Iteração Linear (MIL)

4.1 Método das Aproximações Sucessivas ou Método de Iteração Linear (MIL) 4. Método das Aproimaçõs Sucssivas ou Método d Itração Linar MIL O método da itração linar é um procsso itrativo qu aprsnta vantagns dsvantagns m rlação ao método da bisscção. Sja uma função f contínua

Leia mais

ESCOLA DE LÍDERES BRASIL

ESCOLA DE LÍDERES BRASIL ESCOLA DE LÍDERES BRASIL CURSO DE MARKETING MÓDULO I LEITURA COMPLEMENTAR (LC) [ D i g i o c o n ú d o d b r r l r l. T r - s d u m s u p l m n o O MERCADO 1. O Circuio Econômico Sgundo Armndo Krmr, produção

Leia mais

A Diretoria de Relações Internacionais da Fundação de Ensino e Pesquisa do Sul de Minas - 1. OBJETIVO 2. PRÉ-REQUISITOS. Re~ unis

A Diretoria de Relações Internacionais da Fundação de Ensino e Pesquisa do Sul de Minas - 1. OBJETIVO 2. PRÉ-REQUISITOS. Re~ unis Crid pel Lei Estdul nn 2. 766/63 CNPJ.: 21.420.85610001-96 - lrrsc Estdul. ISENTA Entidde M ntenedor do Grupo Educcionl Uni: Centro Universitdrio do Sul d Mins - UNIS Fculdde Bum- FABE Fculdde Três Ponts

Leia mais

Armazenamento de Sementes de Milho em Recipientes Reutilizáveis

Armazenamento de Sementes de Milho em Recipientes Reutilizáveis Arznnt d Snt d Milh Rcipint Rutilizávi Miz Sd Strg In Rubl Cntinr SANAZÁRIO, Ann Chritin 1. kinzri@yh.c.br; COELHO, Fábi Cunh 1. fclh@unf.br; VIEIRA, Hnriqu Durt 1. hnriqu@unf.br; RUBIM, RqulL Filh 1.

Leia mais

ORION 6. Segunda Porta USB. Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda.

ORION 6. Segunda Porta USB. Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. ORION 6 Sgun Port USB Hnry Equipmntos Eltrônios Sistms Lt. Ru Rio Piquiri, 400 - Jrim Wissópolis Cóigo Postl: 83.322-010 Pinhis - Prná - Brsil Fon: +55 41 3661-0100 INTRODUÇÃO: Pr orrto unionmnto, é nssário

Leia mais

Residência para coletivos na Casa do Povo. Cole tivo

Residência para coletivos na Casa do Povo. Cole tivo Rsidência para coltivos na Casa do Povo Chamada abrta tativo - Rsidência para coltivos na Casa do Povo Há mais d 60 anos, a Casa do Povo atua como lugar d mmória cntro cultural m sintonia com o pnsamnto

Leia mais

Pontos onde f (x) = 0 e a < x < b. Suponha que f (x 0 ) existe para a < x 0 < b. Se x 0 é um ponto extremo então f (x 0 ) = 0.

Pontos onde f (x) = 0 e a < x < b. Suponha que f (x 0 ) existe para a < x 0 < b. Se x 0 é um ponto extremo então f (x 0 ) = 0. Resolver o seguinte PPNL M (min) f() s. [, ] Pr chr solução ótim deve-se chr todos os máimos (mínimos) locis, isto é, os etremos locis. A solução ótim será o etremo locl com mior (menor) vlor de f(). É

Leia mais

As melhores épocas do ano para viajar para a Europa Sex, 15 de Fevereiro de 2013 11:48 -

As melhores épocas do ano para viajar para a Europa Sex, 15 de Fevereiro de 2013 11:48 - Sx 15 d Fvriro d 2013 11:48 - As mlhors pocs do no pr vijr pr Europ Um bom cordo scolhr nts dpois do príodo stção ocupd do vrão porqu o tmpo n mior prt confortávl prç são bix Europ do sul ofrc tmbm um

Leia mais

Oferta n.º 1260. Praça do Doutor José Vieira de Carvalho 4474-006 Maia Tel. 229 408 600 Fax 229 412 047 educacao@cm-maia.pt www.cm-maia.

Oferta n.º 1260. Praça do Doutor José Vieira de Carvalho 4474-006 Maia Tel. 229 408 600 Fax 229 412 047 educacao@cm-maia.pt www.cm-maia. Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Inglês Ofert n.º 1260 A Câmr Municipl Mi procede à bertur do

Leia mais

Simbolicamente, para. e 1. a tem-se

Simbolicamente, para. e 1. a tem-se . Logritmos Inicilmente vmos trtr dos ritmos, um ferrment crid pr uilir no desenvolvimento de cálculos e que o longo do tempo mostrou-se um modelo dequdo pr vários fenômenos ns ciêncis em gerl. Os ritmos

Leia mais

Seu pé direito nas melhores faculdades

Seu pé direito nas melhores faculdades Seu pé direito ns melhores fculddes IBMEC 03/junho/007 ANÁLISE QUANTITATIVA E LÓGICA DISCUSIVA 01. O dministrdor de um boliche pretende umentr os gnhos com sus pists. Atulmente, cobr $ 6,00 por um hor

Leia mais

UTL Faculdade de Motricidade Humana. Mestrado em Reabilitação Psicomotora. Estágio CERCI Lisboa

UTL Faculdade de Motricidade Humana. Mestrado em Reabilitação Psicomotora. Estágio CERCI Lisboa UTL Fculd Motricid Humn Mstrdo m Rbilitção Psicomotor Estágio CERCI Lisbo Sssão Activid no Mio Aquático 16/11/2011 Clint: C.M., L.V., A.E., F.C. S.C. domínio Nom Dscrição Obj. Esp. Mtriis Estrtégis Critério

Leia mais

Administração de Materiais e Licitações com opção de realização Licitações de provas na cidade do Rio de Janeiro/RJ

Administração de Materiais e Licitações com opção de realização Licitações de provas na cidade do Rio de Janeiro/RJ MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS (FINEP) CONCURSO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA NOS CARGOS DE ANALISTA E DE TÉCNICO EDITAL Nº 7 FINEP, DE 29 DE JULHO

Leia mais

CD CORAÇÃO DA NOIVA - 1. O SENHOR É BOM INTR:E D A/C# C7+ B E D A/C# O SENHOR É BOM C7+ B E SEU AMOR DURA PARA SEMPRE ELE É BOM...

CD CORAÇÃO DA NOIVA - 1. O SENHOR É BOM INTR:E D A/C# C7+ B E D A/C# O SENHOR É BOM C7+ B E SEU AMOR DURA PARA SEMPRE ELE É BOM... C CORÇÃO NOIV - 1. O SNHOR É OM INTR: /C# C7+ /C# O SNHOR É OM C7+ SU MOR UR PR SMPR L É OM... Letra e Música: avi Silva C CORÇÃO NOIV - 2. SNTO É O TU NOM M TO TRR S OUVIRÁ UM NOVO SOM UM CNÇÃO MOR PRCORRRÁ

Leia mais

TABELA V-A. 0,10=< (r) 0,15=< (r) (r) < 0,20. Até 120.000,00 17,50% 15,70% 13,70% 11,82% 10,47% 9,97% 8,80% 8,00%

TABELA V-A. 0,10=< (r) 0,15=< (r) (r) < 0,20. Até 120.000,00 17,50% 15,70% 13,70% 11,82% 10,47% 9,97% 8,80% 8,00% Anxo V 1) Srá purd rlção conform bixo: = Folh d Slários incluídos ncrgos (m 12 mss) Rcit Brut (m 12 mss) 2) Ns hipótss m qu corrspond os intrvlos cntsimis d Tbl V-A, ond < signific mnor qu, > signific

Leia mais

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA INSTITUTO SUPERIOR TUPY

SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA INSTITUTO SUPERIOR TUPY SOCIEDADE EDUCACIONAL DE SANTA CATARINA INSTITUTO SUPERIOR TUPY IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO Curso: Engenhri de Produção Período/Módulo: 6º Período Disciplin/Unidde Curriculr: Simulção de Sistems de Produção

Leia mais

Rio Grande do Norte terá maior oferta de energia eólica em leilão Agência Estado 17/04/2015

Rio Grande do Norte terá maior oferta de energia eólica em leilão Agência Estado 17/04/2015 www.lmntos.com.br du dilignc slção d arogradors inspçõs d fábricas ngnharia do propritário projtos solars ntr outros 17 d abril d 2015 Sxta-Fira - # 1.528 Rio Grand do Nort trá maior ofrta d nrgia ólica

Leia mais

Aprendizagem Significativa em Revista/Meaningful Learning Review V4(2), pp. 57-71, 2014

Aprendizagem Significativa em Revista/Meaningful Learning Review V4(2), pp. 57-71, 2014 AS IDEALIZAÇÕE DOS CÁLCUOS DE NEWTON E LEIBNIZ COO ORGANIZADORES PRÉVIOS COPARATIVOS PARA A DEFINIÇÃO DE DERIVADA (Clculus idliztions from Nwton nd Libniz s dvncd orgnizrs for drivbl s dfinition) José

Leia mais

Normalmente TI. padarias. Além. dormitórios. Assistência. Temos. Por. Nos. região. Nas

Normalmente TI. padarias. Além. dormitórios. Assistência. Temos. Por. Nos. região. Nas Aprsntçã Instlçõs ds A l A Nrmlmnt A Além sc Filipins. ds sgur mis lugr Cbu trnnd td, tmp sgurnç ficiis prsnç cm cnt rgiã diss, pdris. tips váris Strbucks Dnld's, Mc cm 24hrs ljs tmbém váris prt pr Tms

Leia mais

Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra

Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra Serviços de Acção Socil d Universidde de Coimbr Serviço de Pessol e Recursos Humnos O que é o bono de fmíli pr crinçs e jovens? É um poio em dinheiro, pgo menslmente, pr judr s fmílis no sustento e n educção

Leia mais

A ferramenta de planeamento multi

A ferramenta de planeamento multi A frramnta d planamnto multi mdia PLANVIEW TELEVISÃO Brv Aprsntação Softwar d planamnto qu s basia nas audiências d um príodo passado para prvr asaudiências d um príodo futuro Avrsatilidad afacilidad d

Leia mais

Semana Epidemiológica de Início de Sintomas

Semana Epidemiológica de Início de Sintomas Boletim Epidemiológico Volume 46 N 3-2015 Secretri de Vigilânci em Súde Ministério d Súde ISSN 2358-9450 Monitormento dos csos de dengue e febre de chikunguny té Semn Epidemiológic (SE) 53 de 2014 Dengue

Leia mais

FASE - ESCOLA 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO

FASE - ESCOLA 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO FASE - ESCOLA 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO CRONOGRAMA ÍNDICE FASES DATAS APURAMENTOS LOCAL 4 alunos por scola 1. Introdução...2 1ª fas Escolas 2ª fas Distrital Até 11 d Janiro 1 ou 2 d Fvriro 2 do sxo fminino

Leia mais

A FERTILIDADE E A CONCEPÇÃO Introdução ao tema

A FERTILIDADE E A CONCEPÇÃO Introdução ao tema A FERTILIDADE E A CONCEPÇÃO Introdução ao tma O ciclo mnstrual tm a missão d prparar o organismo para consguir uma gravidz com êxito. O 1º dia d mnstruação corrspond ao 1º dia do ciclo mnstrual. Habitualmnt,

Leia mais

NOTA SOBRE INDETERMINAÇÕES

NOTA SOBRE INDETERMINAÇÕES NOTA SOBRE INDETERMINAÇÕES HÉLIO BERNARDO LOPES Rsumo. Em domínios divrsos da Matmática, como por igual nas suas aplicaçõs, surgm com alguma frquência indtrminaçõs, d tipos divrsos, no cálculo d its, sja

Leia mais

As Abordagens do Lean Seis Sigma

As Abordagens do Lean Seis Sigma As Abordagns do Lan Sis Julho/2010 Por: Márcio Abraham (mabraham@stcnt..br) Dirtor Prsidnt Doutor m Engnharia d Produção pla Escola Politécnica da Univrsidad d São Paulo, ond lcionou por 10 anos. Mastr

Leia mais

Vortice. Magnetismo. Espiritismo. Jornal. Informativo sobre Magnetismo

Vortice. Magnetismo. Espiritismo. Jornal. Informativo sobre Magnetismo Vortic Jornl Informtivo sobr Mgntismo ANO II, n.º 03 Arcju/Srgip/Brsil, gosto/2009 jvortic@gmil.com Mgntismo & Espiritismo Durnt um psquis qu rlizi nos Ests Unis sobr o Mgntismo, ncontri vários livros

Leia mais

DENÚNCIAS DE CORRUPÇÃO CONTRA O GOVERNO LULA E O PT

DENÚNCIAS DE CORRUPÇÃO CONTRA O GOVERNO LULA E O PT DENÚNCIAS DE CORRUPÇÃO CONTRA O GOVERNO LULA E O PT GOVERNO FEDERAL COM MAIS CASOS DE CORRUPÇÃO, em Mrço de 2006 - [estimuld e únic, em %] Em 1º lugr Som ds menções Bse: Totl d mostr Collor Lul FHC 11

Leia mais

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2006 / 2007 PROVA DE MATEMÁTICA 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2006 / 2007 PROVA DE MATEMÁTICA 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO COLÉGIO MILITA DE BELO HOIZONTE CONCUSO DE ADMISSÃO 6 / 7 POVA DE MATEMÁTICA 1ª SÉIE DO ENSINO MÉDIO CONFEÊNCIA: Chefe d Sucomissão de Mtemátic Chefe d COC Dir Ens CPO / CMBH CONCUSO DE ADMISSÃO À 1ª SÉIE

Leia mais

1 As grandezas A, B e C são tais que A é diretamente proporcional a B e inversamente proporcional a C.

1 As grandezas A, B e C são tais que A é diretamente proporcional a B e inversamente proporcional a C. As grndezs A, B e C são tis que A é diretmente proporcionl B e inversmente proporcionl C. Qundo B = 00 e C = 4 tem-se A = 5. Qul será o vlor de A qundo tivermos B = 0 e C = 5? B AC Temos, pelo enuncido,

Leia mais

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde INFORME SARGSUS Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde 1 ESFERA MUNICIPAL 1.1 Relatório de Gestão Ano 2013 Até a presente data,

Leia mais

PROJETO DE CONSTRUÇÃO DE FOSSA BIODISGESTORA

PROJETO DE CONSTRUÇÃO DE FOSSA BIODISGESTORA PROJETO DE CONSTRUÇÃO DE FOSSA BIODISGESTORA Acdêmicos: Adenilton Sntos Moreir 123 RESUMO Este rtigo present um projeto de foss biodigestor, que será executdo pelo utor do mesmo, su principl finlidde é

Leia mais

Planificação :: TIC - 8.º Ano :: 15/16

Planificação :: TIC - 8.º Ano :: 15/16 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO PEDRO DA COVA Escola Básica d São Pdro da Cova Planificação :: TIC - 8.º Ano :: 5/6.- Exploração d ambints computacionais Criação d um produto original d forma colaborativa

Leia mais

Ter formação mínima em nível superior comprovada que atenda a formação acadêmica ou formação ou vinculação em programa de

Ter formação mínima em nível superior comprovada que atenda a formação acadêmica ou formação ou vinculação em programa de ANEXO II EDITAL Nº 04/2014 2 º PRORROGAÇÃO PARA VAGAS REMANESCENTES QUADRO DE VAGAS REMANESCENTES PARA O PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE PROFESSORES PESQUISADORES FORMADORES ÁREA DA PESQUISA EMENTA EIXO

Leia mais