1 A ELE A GLÓRIA 2 AINDA QUE A FIGUEIRA 3 AO ERGUERMOS 4 ATRAI O MEU CORAÇÃO 5 DEUS É BOM 6 EM ESPÍRITO, EM VERDADE 7 EM TODO TEMPO 8 EU TE QUERO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1 A ELE A GLÓRIA 2 AINDA QUE A FIGUEIRA 3 AO ERGUERMOS 4 ATRAI O MEU CORAÇÃO 5 DEUS É BOM 6 EM ESPÍRITO, EM VERDADE 7 EM TODO TEMPO 8 EU TE QUERO"

Transcrição

1 1 L GLÓRI 2 IND QU FIGUIR 3 O RGURMOS 4 TRI O MU CORÇÃO 5 DUS É OM 6 M SPÍRITO, M VRDD 7 M TODO TMPO 8 U T QURO 9 LOUV 10 LOUV TI 11 MIS QU UM MIGO 12 M DLITO M TI 13 ND LÉM DO SNGU 14 O LÃO D TRIO D JUDÁ / NOSSO COMNDNT 15 PODR PR SLVR 16 TU ÉS DIGNO 17 TU ÉS SORNO 18 VI CRUCIS 19 VIM PR DORR-T 20 VM DSFRUTR DO MOR D DUS

2 L GLÓRI Diante do Trono INTRO: m C D m m C D m PORQU DL POR L, PR L SÃO TODS S COISS m C D m PORQU DL POR L, PR L SÃO TODS S COISS C m D G D/F# m /: L GLÓRI, L GLÓRI C m7 L GLÓRI m PR SMPR, MÉM :/ m C D m QUÃO PROFUNDS RIQUZS, O SR O CONHCR D DUS m C D m QUÃO INSONDÁVIS SUS JUÍZOS OS SUS CMINHOS

3 IND QU FIGUIR INTRO: F#m F#m TU ÉS MINH PORÇÃO m D TU S MINH HRNÇ F#m m D TU ÉS O MU SOCORRO NOS DIS D TRIULÇÃO MSMO QU OS MUS PIS M DIXM m D MSMO QU MIGOS M TRIM m D U SI QU M SUS RÇOS U NCONTRO SLVÇÃO IND QU FIGUIR NÃO FLORÇ m D IND QU VIDIR NÃO D O SU FRUTO MSMO QU NÃO HJ LIMNTO NOS CMPOS G D U M LGRRI M TI INTRO: F#m SOLO:

4 O RGURMOS S MÃOS (m F G) O RGURMOS S MÃOS PR DORR CLMRMOS TI, TU VIRÁS NÓS VIMOS QUI T DORR DUS D GRÇ FVOR (C F) ÉS TU, MU SNHOR DIGNO ÉS DO MU LOUVOR SO TU ÉS, TODOS DIRÃO QU ÉS TU, SIM ÉS TU (G F C) SNTO, SNTO É O SNHOR PODROSO SNTO SOMNT O SU NOM É SNTO, SNTO É O SNHOR PODROSO SNTO SOMNT O SU NOM É (G F C) O RGURMOS S MÃOS CLMRMOS TI TU VIRÁS TÉ NÓS COM TU GRÇ FVOR

5 TRI O MU CORÇÃO INTRO: D 9 D 7+/9 D 4/9 G 6/9 / G /C# TU ÉS MINH VID, JSUS D ÉS MU MIGO G /C# TU VONTD, DOC SPÍRITO D MU LIMNTO G D/F# m SM TI NÃO HÁ VLOR M MIM, SOU COMO UM VSO D RRO G 4 PRONTO SR QURDO PR SR O QU QURS D MIM G D/F# TU PRSNÇ É TUDO QU U PRCISO G D/F# TU PRSNÇ É O MU MIOR VLOR G TRI O MU CORÇÃO m TRI O MU CORÇÃO D ÉS TUDO O QU U QURO G TRI O MU CORÇÃO m TRI O MU CORÇÃO D G /C# G/ 4/7 D U POSSO T TOCR

6 DUS OM DORÇÃO DORDORS INTRO: / D/ / /D# D /C# SNHOR TU S OM TU MISRICORDI PR SMPR /D# D /C# SNHOR TU S OM TU MISRICORDI PR SMPR C D TODOS OS POVOS T XLTRO D GRCO M GRCO D T DORRI LLUI LLUI D T DORRI POR TUDO QU S D T DORRI LLUI LLUI /G# m7 C D 1. G D T DORRI POR TUDO QU S DUS OM 2. G D 2X + 4X DUS OM O TMPO TODO O TMPO TODO DUS OM C# D C# D C# D C# D C# D C# D C# D C# D G m m/ G/ / D T DORRI LLUI LLUI ( G G D C# ) T DORRI POR TUDO QU S D T DORRI LLUI LLUI /G# m7 C D T DORRI POR TUDO QU S C D POR TUDO QU S C D POR TUDO QU S DUS OM

7 M SPÍRITO, M VRDD M SPÍRITO, M VRDD D Dm T DORMOS, T DORMOS F#m F#m/F F#m/ F#m/D# RIS DOS RIS SNHOR D m T NTRGMOS NOSSO VIVR D F#m PR T DORR, Ó RI DOS RIS D F#m FOI QU U NSCI Ó RI JSUS C#7 F#m MU PRZR É T LOUVR D MU PRZR É STR NOS ÁTRIOS DO SNHOR F#m MU PRZR É VIVR D N CS D DUS OND FLUI O MOR FINL MINISTRNDO O LOUVOR F#m D MINISTRNDO O LOUVOR

8 M TODO TMPO ( G F C) G /: M TODO TMPO U LOUVRI O SNHOR F C SMPR STRÁ NOS MUS LÁIOS O SU LOUVOR :/ b F G /: LGRR-S-Á NO SNHOR MINH LM :/ G /: NGRNDCI O SNHOR, NGRNDCI-O COMIGO F C TODOS À UM LH XLTMOS O NOM :/ b F G /: SU GLO-O-O-O-RIOSO NOM :/

9 U T QURO INTRO: b F/ C ( b F/ C ) U T QURO U T QURO U T QURO MIS DO QU O OURO MIS DO QU OS TSOUROS MIS DO QU MINH VID, SNHOR ( b F/ C ) T DSJO MIS DO QU MIL ÊNÇÃOS MU NSIO É GRDR TU CORÇÃO OUTRO M NÃO POSSUO LÉM D TI, SNHOR ( Gm F/ b C ) TU ÉS PORÇÃO D MINH HRNÇ ÉS O M MIOR PR MIM O MU CORÇÃO NÃO POD MIS VIVR SM TU GRND MOR

10 LOUV C7m SNTO, SNTO, SNTO SNTO, SNTO, SNTO C7m G/ m F7m m7/g (D7 F/G) SNTO É O SNHOR, PODRO - SO C7m DIGNO D TOD GLÓRI, DIGNO D TOD HONR C7m G/ m F7m m7/g (D7 G7) D RC - R, HOJ O LOUVOR b/c F/C b/c F/C C7m LOU - V! LOU - V XLT O SNHOR b/c F/C b/c F/C C7m LOU - V! SU NOM PR SMPR

11 LOUV TI INTRO: F# F# VM VMOS FSTJR G#m JUNTOS CLRR O NOSSO RI F# VM LVNTR S MÃOS G#m PR DORR O NOSSO RI SOLO: ( F# G#m F# F# G#m F#/# ) F#/# SNHOR JSUS VIMOS T NCONTRR G#m F# PR JUNTOS T DORR COM DVOÇÃO F#/# TU MRCS O LOUVOR QU OUV-S HOJ QUI G#m F# TU ÉS O ÚNICO F#/# SNHOR JSUS VIMOS OFRTR G#m F# GRTIDÃO QU FLUI D NOSSS LMS F# NÓS LÇMOS NOSS VOZ COMO UM RDO D LOUVOR G#m F# QU XPLOD M NOSSOS CORÇÕS F# TODO SR N TRR NO CÉU G#m LOUV TI, LOUV TI

12 MIS QU UM MIGO INTRO : C7M G D/F# C7M G D/F# NO SILÊNCIO DO MU SR C7M G D/F# C7M QUNDO U USCO U OUÇO TU VOZ m7 G/ O T CONTMPLR m7 G/ NÃO POSSO DSCRVR D/F# C TUDO QU ÉS PR MIM G D/F# m7 MIS QU UM MIGO TU ÉS m7 D/F# C MIS DO QU U POSS XPRSSR G D/F# G C9 TU ÉS PR MIM G D/F# m7 TU GRÇ NÃO M FLTRÁ m7 D/F# C TU MOR M RSTURRÁ G D/F# C7M G M LGRO M TI C7M G D/F# U QURO DORR-T MU RI C7M G D/F# C7M M TU PRSNÇ M OFRCRI m7 G/ O T CONTMPLR m7 G/ NÃO POSSO DSCRVR D/F# C7M TUDO QU ÉS PR MIM

13 M DLITO M TI ( ) M DLITO M TI M DLITO M TI M DLITO M TI INUNDS MU CORÇÃO F#m C#m SINTO O SPÍRITO SNTO NÇONDO MINH VID U NÃO POSSO VITR F#m C#m O GOZO QU XIST M MIM TRNSORD M MU SR ÉS MU GLORIOSO DUS MU CORÇÃO T CNT

14 ND LÉM DO SNGU INTRO: F#m F#m F#m TU SNGU LV-M LÉM TODS S LTURS OND OUÇO TU VOZ D ( D) FL D TU JUSTIÇ PL MINH VID JSUS,ST É O TU SNGU F#m F#m TU CRUZ MOSTR TU GRÇ FL DO MOR DO PI QU PRPR PR NÓS D ( D) UM CMINHO PR L OND POSSO M CHGR SOMNT PLO SNGU F#m O QU NOS LV DOS PCDOS,O QU NOS TRZ RSTURÇÃO D ( D) ND LÉM DO SNGU,ND LÉM DO SNGU D JSUS F#m O QU NOS FZ RNCOS COMO NV,CITOS COMO MIGOS D DUS D ( D) ND LÉM DO SNGU,ND LÉM DO SNGU D JSUS U SOU LIVR... F#m U SOU LIVR... m F#m LVO MIS QU NV LVO MIS QU NV /C# D /D# SIM DST SNGU LVDO, MIS LVO QU NV SRI

15 O LÃO D TRIO D JUDÁ / NOSSO COMNDNT INTRO: m m m F# m L É O LÃO D TRIO D JUDÁ m JSUS TOMOU NOSSS CDIS NOS LIRTOU m F# L É ROCH D NOSS VITÓRI m NOSS FORÇ M TMPOS D FRQUZ m UM TORR M TMPOS D GURR F# m Ó SPRNÇ D ISRL INTRLÚDIO: D m m D m NOSSO COMNDNT É JSUS CRISTO m MRVILHOSO FILHO D DUS D m TODO PODROSO INVNCÍVL m RIN SOR TRR OS CÉUS G SLVÇÃO PRTNC O SNHOR F#m m DONO D MINH VID C G/ QU M FZ MIS QU VNCDOR

16 PODR PR SLVR INTRO: C#m C#m TODOS NCSSITM D UM MOR PRFITO PRDÃO COMPIXÃO C#m TODOS NCSSITM D GRÇ SPRNÇ D UM DUS QU SLV CRISTO MOV S MONTNHS TM PODR PR SLVR C#m TM PODR PR SLVR PR SMPR, UTOR D SLVÇÃO JSUS MORT VNCU C#m 1. C#m SOR MORT VNCU 2. C#m M CITS COM MUS MDOS,FLHS TMORS NCH MU VIVR C#m MINH VID NTRGO PR SGUIR TUS PSSOS TI M RNDO ( C#m ) POSS O MUNDO VR RILHR LUZ CNTMOS PR GLÓRI DO SNHOR JSUS

17 TU ÉS DIGNO INTRO: G# TU ÉS DIGNO TU ÉS DIGNO G#m TU ÉS DIGNO D DORÇÃO G#m C#m POIS TU RS ÉS SMPR SRÁS 7 TU GLÓRI JMIS PSSRÁ G#m C#m POIS TU ÉRS ÉS SMPRS SRÁS DIGNO D TOD MINH DORÇÃO DIGNO D TOD MINH DORÇÃO

18 TU ÉS SORNO INTRO: F C/ Dm C b C F C F C/ Dm TÚ ÉS SORNO SOR TRR, C SOR O CÉU b C F C TÚ ÉS SNHOR SOLUTO, F C/ Dm TUDO QU XIST CONTC, C b TÚ SS MUITO M C F TÚ ÉS TRMNDO.. Gm b F MS PSR DST GLÓRI QU TNS Gm b F TU T IMPORTS COMIGO TMÉM Dm m b F/ Gm C7 SS MOR TÃO GRND, LV-M MRR-M À TI; F TÚ ÉS TRMNDO

19 VI CRUCIS / / S L NÃO TIVSS MDO COMO L MOU C#m7 C#m7(9) S NÃO TIVSS S NTRGDO COMO S NTRGOU 9 /G S NÃO TIVSS CMINHDO TRILH QU NDOU F#m7(9) sus NÃO HVRI NOV CHNC PR QUM RROU. S CRISTO NÃO TIVSS DDO O XMPLO QU L DU, NÃO TIVSS DDO OUTR FC S TIVSS DSISTIDO NTS D MORRR NÃO HVRI NOV VID PR QUM NL CRR. OLH PR CRUZ 7M(9) VJ O CORPO PNDURDO C#m7 OLH PR LUZ, C#m7(9) VJ O MOR CRUCIFICDO 9 9 MS LÉM D CRUZ, 9 RSSUSCITOU!

20 VIM PR DORR-T F#m7 LUZ DS NÇÕS QU DISSIP S TRVS R MUS OLHOS PR VR F#m7 TU LZ M FZ DORR-T QURO CONTIGO VIVR VIM PR DORR-T /D# VIM PR PROSTRR-M /G# VIM PR DIZR: TU ÉS MU RI SÓ TU ÉS SNTO /D# SÓ TU ÉS DIGNO /G# TÃO MRVILHOSO PR MIM F#m7 RI SOR TODOS, TU ÉS XLTDO NTRONIZDO NOS CÉUS F#m7 HUMILDMNT VISTS À TRR S NTRGOU POR MOR /G# NÃO SRI QUNTO CUSTOU /G# VR MUS PCDOS NQUL CRUZ

21 FMÍLI INTRO: C#m G#m C#m F#4 4 VM DSFRUTR DO MOR D DUS, VOCÊ SU CS 7 DIX JSUS QU É RI, NTRR M SU CORÇÃO 4 VID MLHOR L QUR T DR, RSTURR SU LR / PZ HRMONI L QUR TRZR, PR VO - CÊ 4 DUS LCNÇOU MODIFICOU, TOD MINH CS 7 IND QU VNH TMPSTD, NÃO NOS LRÁ 9 4 VID MLHOR L QUR T DR, RSTURR SU LR / PZ HRMONI L QUR TRZR, PR VO - CÊ / PZ HRMONI L QUR TRZR, PR VO - CÊ

CD CORAÇÃO DA NOIVA - 1. O SENHOR É BOM INTR:E D A/C# C7+ B E D A/C# O SENHOR É BOM C7+ B E SEU AMOR DURA PARA SEMPRE ELE É BOM...

CD CORAÇÃO DA NOIVA - 1. O SENHOR É BOM INTR:E D A/C# C7+ B E D A/C# O SENHOR É BOM C7+ B E SEU AMOR DURA PARA SEMPRE ELE É BOM... C CORÇÃO NOIV - 1. O SNHOR É OM INTR: /C# C7+ /C# O SNHOR É OM C7+ SU MOR UR PR SMPR L É OM... Letra e Música: avi Silva C CORÇÃO NOIV - 2. SNTO É O TU NOM M TO TRR S OUVIRÁ UM NOVO SOM UM CNÇÃO MOR PRCORRRÁ

Leia mais

CASA DE DAVI CD VOLTARÁ PARA REINAR 1. DEUS, TU ÉS MEU DEUS. E B C#m A DEUS, TU ÉS MEU DEUS E SENHOR DA TERRA

CASA DE DAVI CD VOLTARÁ PARA REINAR 1. DEUS, TU ÉS MEU DEUS. E B C#m A DEUS, TU ÉS MEU DEUS E SENHOR DA TERRA S VI VOLTRÁ PR RINR 1. US, TU ÉS MU US #m US, TU ÉS MU US SNHOR TRR ÉUS MR U T LOUVRI #m SM TI NÃO POSSO VIVR M HGO TI OM LGRI MOR NST NOV NÇÃO #m #m OH...OH...OH LVNTO MINH VOZ #m LVNTO MINHS MÃOS #m

Leia mais

1) VAMOS CELEBRAR Autor:Piter di Laura/Maria Eduarda/Carlos Tocco. Intro: E A9 E/G# D9 A/C# E/B A/C# E/G# D9 A9 E A9 E TODOS REUNIDOS NA CASA DE DEUS

1) VAMOS CELEBRAR Autor:Piter di Laura/Maria Eduarda/Carlos Tocco. Intro: E A9 E/G# D9 A/C# E/B A/C# E/G# D9 A9 E A9 E TODOS REUNIDOS NA CASA DE DEUS 1) VAMOS CLBRAR Autor:Piter di Laura/Maria duarda/carlos Tocco Intro: /# D9 A/C# /B A/C# /# D9 TODOS RUNIDOS NA CASA D DUS COM CANTOS D ALRIA RAND LOUVOR VAMOS CLBRAR OS FITOS DO SNHOR SUA BONDAD QU NUNCA

Leia mais

CD MOSTRA-ME TUA GLÓRIA - 1. ELE REINARÁ INTR: E B/E C#m B E/G# A9 E B A E B A IGUAL A TI JESUS OUTRO NÃO HÁ E B A CHEIO DE GLÓRIA E PODER

CD MOSTRA-ME TUA GLÓRIA - 1. ELE REINARÁ INTR: E B/E C#m B E/G# A9 E B A E B A IGUAL A TI JESUS OUTRO NÃO HÁ E B A CHEIO DE GLÓRIA E PODER CD MOSTR-ME TU LÓRI - 1. ELE REINRÁ INTR: E B/E C#m B E/# 9 E B E B IUL TI JESUS OUTRO NÃO HÁ E B CHEIO DE LÓRI E PODER C#m7 B E/# TEU REINDO NÃO VI TER FIM E B E B COM TEU OLHR DE FOO VENS PR REINR E

Leia mais

01 C À tua presença. C D- À Tua presença venho, SENHOR, C G. Com reverência, pois Tu és Deus; C F E assim poder receber

01 C À tua presença. C D- À Tua presença venho, SENHOR, C G. Com reverência, pois Tu és Deus; C F E assim poder receber 01 C À tua presença C - À Tua presença venho, SNHOR, C Com reverência, pois Tu és eus; C F assim poder receber C o que Tu tens para mim, F F- C assim também entregar o que há em mim. C Quero exaltar Teu

Leia mais

DEUS INFINITO Autor: Marília Mello Intro: F C/E B/D Db C F C/E B/D Db C F

DEUS INFINITO Autor: Marília Mello Intro: F C/E B/D Db C F C/E B/D Db C F DUS INFINITO utor: Marília Mello Intro: F / /D Db F / /D Db F m b F Senhor eu te apresento o meu coração m b F u coloco toda minha vida em tuas mãos b /b m Dm Porque sei que tudo sabes de mim, Senhor b

Leia mais

======================== ˆ_ ˆ«

======================== ˆ_ ˆ« Noss fest com Mri (Miss pr os simpes e pequenos, inspirdo em Jo 2,112) ( Liturgi I Puus) 1) eebremos n egri (bertur) Rgtime & c m m.. _ m m.. _ e e bre mos n_ e gri, nos s fes t com M ri : & _.. _ º....

Leia mais

CD RIO DO LEÃO 1. VEM CANTAR. Int: D G9 D G9 D D/F# G9 Bm7 A Bm7 A/C# D9 G9 A VEM CANTAR, LOUVAR E EXALTAR A DEUS D9 POIS ELE É O NOSSO GRANDE REI

CD RIO DO LEÃO 1. VEM CANTAR. Int: D G9 D G9 D D/F# G9 Bm7 A Bm7 A/C# D9 G9 A VEM CANTAR, LOUVAR E EXALTAR A DEUS D9 POIS ELE É O NOSSO GRANDE REI C RIO O LÃO 1. VM CNTR Int: 9 9 /F# 9 Bm7 Bm7 /C# 9 9 VM CNTR, LOUVR XLTR US 9 POIS L É O NOSSO RN RI 9 SNHOR TRR MR 9 9 LVNTR S MÃOS ORR 9 O NOSSO RN RNTOR 9 TRNO VNCOR /F# POIS L É O NOSSO US, 9 SNHOR

Leia mais

PESCADOR. Introdução: A E D E (2x) Mais qual é o meu caminho, qual a direção. E qual é o meu destino, minha vocação

PESCADOR. Introdução: A E D E (2x) Mais qual é o meu caminho, qual a direção. E qual é o meu destino, minha vocação PSCDOR Introdução: D (2x) Mais qual é o meu caminho, qual a direção D qual é o meu destino, minha vocação Carregar tua palavra, qualquer direção Dm Dm chamar outras almas, em outros mares pescar Pescador

Leia mais

COMUNHÃO E PARTICIPAÇÃO. ****** TRANSPONDO PARA Bm

COMUNHÃO E PARTICIPAÇÃO. ****** TRANSPONDO PARA Bm COMUNHÃO PRTICIPÇÃO rquidiocese de Goiânia OMINGO RMOS 01 de abril de 2012 no XXIX **** CLMMOS O CRUCIICO **** 1 BRTUR QUNO JSUS S PROXIMOU (38º Curso - mar/09) - Pag. 06 - aixa 02 Tom original: Sugerimos

Leia mais

CD RESGATAI A NOIVA - 1. EL SHADAI

CD RESGATAI A NOIVA - 1. EL SHADAI C RSATAI A NOIVA - 1. L SHAAI F9 Bb9 C4 F9 L SHAAI, TOO POROSO ÉS F9 Bb9 C4 m7 L SHAAI, NÃO HÁ OUTRO US IUAL F9 Bb9 C4 m7 L SHAAI, OMÍNIO STÁ M SUAS MÃOS Bb9 C4 F9 POROSO L SHAAI C F9 MU ABA PAI PROVOR,

Leia mais

LIVRO DE CIFRAS Página 1 colodedeus.com.br

LIVRO DE CIFRAS Página 1 colodedeus.com.br LIVRO DE CIFRAS Página 1 Página 2 Página 3 ACENDE A CHAMA AUTOR: HUGO SANTOS Intro: A F#m D A F#m D A F#m D Quero Te ver, acende a Chama em mim Bm F#m A Vem com Teu Fogo, vem queimar meu coração Bm F#m

Leia mais

Taxi: Opção mais rápida e cara. Deve ser evitada, a não ser que você privilegie o conforte

Taxi: Opção mais rápida e cara. Deve ser evitada, a não ser que você privilegie o conforte Vi vijr pr? Situ-s com nosss dics roportos trns mtrôs Chgd m Avião: Aroporto Hthrow: Situdo crc 20 km ost um dos mis movim ntdos d Europ possui cinco trminis Dpois pssr pls formlids imigrção pgr su bggm

Leia mais

CIFRAS_SALMOS. Tracklist. Composições: Daniel Lüdtke

CIFRAS_SALMOS. Tracklist. Composições: Daniel Lüdtke CIFRS_SLMOS Composições: Daniel Lüdtke Tracklist 1 Os meus lábios Te louvam/salmo 63 2 Esconderijo/Salmo 91 3 Coração puro/salmo 51 4 Confissão/Salmo 32 5 Lâmpada para os meus pés/salmo 119 6 leluia!/salmo

Leia mais

Encontro na casa de Dona Altina

Encontro na casa de Dona Altina Ano 1 Lagdo, Domingo, 29 d junho d 2014 N o 2 Encontro na casa d Dona Altina Na última visita dos studants da UFMG não foi possívl fazr a runião sobr a água. Houv um ncontro com a Associação Quilombola,

Leia mais

O Espírito de Deus se move

O Espírito de Deus se move O Espírito de Deus se move Introdução: D A G D D A/C# G/B G/A D D A G D D A/C# G/B C9 G/B Gm/Bb G/A D A G D O Espírito de Deus se move, se move D A/C# No mundo inteiro Ele se move G/B G/A D E aqui neste

Leia mais

COMUNIDADE DA VILA IGREJA PRESBITERIANA. Som da Vila. Cifras e Fichas Técnicas

COMUNIDADE DA VILA IGREJA PRESBITERIANA. Som da Vila. Cifras e Fichas Técnicas COMUNIDADE DA VILA IGREJA PRESBITERIANA Som da Vila Cifras e Fichas Técnicas Músicas 1. Nosso Louvor... 3 2. És... 4 3. Toda Honra, Glória e Louvor... 5 4. Agora e Sempre... 6 5. Àquele que pode... 7 6.

Leia mais

Ana Carolina.doc - 1 -

Ana Carolina.doc - 1 - na arolina.doc Me Sento na Rua Tom: Intro:,, Me sento na rua em frente as horas omo a qualquer hora assim mesmo eu sou Sou de qualquer jeito nem tudo eu respeito Pra onde for o vento eu vou Pano de mesa

Leia mais

A TEMPESTADE É BRISA

A TEMPESTADE É BRISA Intro: / G / Am C / G C G / A TEMPESTADE É BRISA Am C G C G Am C G C G O, o, o, o, Jesus, O, o, o, o, Jesus Am C G As ondas bravas do mar, um barco quer virar Am C G O vento forte a soprar, onde Jesus

Leia mais

======================== Œ œ»» Œ C7 ˆ_ ««G 7

======================== Œ œ»» Œ C7 ˆ_ ««G 7 1) É tã bnit n tr (ntrd) cminh cm Jesus (Miss d Temp mum cm crinçs) & 2 4 m œ É tã b ni t n_ tr me s s gr d, & œ t h brn c, ve ce s. & _ Mis s vi c me çr n ns s_i gre j; _u & j im c ris ti cm e gri, v

Leia mais

(BIS) GLÓRIA A DEUS, GLÓRIA A DEUS, GLÓRIA A DEUS, GLÓRIA A DEUS,

(BIS) GLÓRIA A DEUS, GLÓRIA A DEUS, GLÓRIA A DEUS, GLÓRIA A DEUS, P á g i n a 57 LÓRI US (TOM: Ó) 4/4 PLO SOL QU RILH, LÓRI US PL LOR QU NS, LÓRI US PLOS MONTS LTOS, LÓRI US PLO MR TMÉM, LÓRI US PLOS PSSRINHOS, LÓRI US PL NOIT O I, LÓRI US PL RIS LR, LÓRI US QU LON VM,

Leia mais

Prgrmçã O Mu s u Év r, p r l ém f rcr s s i g ns «vi s i t s cl áss i cs» qu cri m s p nt s c nt ct nt r s di v rs s p úb l ic s qu vi s it m s c nt ú d s d s u ri c s p ó l i, p r cu r, c nc m i t nt

Leia mais

Cifras. Tomo posse tom: G. letra e música: Elias e Alice Passos. G F- C F G F C F Tomo posse das promessas

Cifras. Tomo posse tom: G. letra e música: Elias e Alice Passos. G F- C F G F C F Tomo posse das promessas INTROUÇÃO: F F F- F F F Tomo posse das promessas F- F F F Sou herdeiro, herdeiro de eus m Tudo posso no Senhor BM Sou mais que vencedor onquistarei a terra Não temerei gigantes u saltarei muralhas F m

Leia mais

Curso básico de violão popular

Curso básico de violão popular 1 Curso básico de violão popular Rev. Juliano de Castro Balbino 2 PROPOST O CURSO proposta do curso básico de violão popular é de caráter extremamente prático. Não é objetivo desde curso oferecer uma formação

Leia mais

F# F#m7M9 G#m7 F#/A# B9 G#/C C#sus4 %

F# F#m7M9 G#m7 F#/A# B9 G#/C C#sus4 % 01 - É Tempo de Festa F % % % % F Eb7M % Gm7 % Bb Gm7 F/A Bb7M Csus4 F F % Gm7 % Bb % Eb Bb/D Bb Csus4 F C/F Eb % F C/F Eb Bb Alegre estou em Tua casa ó Deus, o meu louvor entoarei. F C/F Eb % F C/F Eb

Leia mais

CASA DE DAVI CD TUA MORADA 1. TUA MORADA NÃO DAREI DESCANSO AOS MEUS OLHOS

CASA DE DAVI CD TUA MORADA 1. TUA MORADA NÃO DAREI DESCANSO AOS MEUS OLHOS 1. TUA MORAA A/ NÃO ARI SCANSO AOS MUS OLHOS A/ NÃO ARI SCANSO AS MINHAS PÁLPBRAS F#m B/# C#m ATÉ VR O LUAR PARA TI JSUS A/ NTRARI NO TU SANTUARIO A/ SUBIRI O TU SANTO MONT F#m B A ATÉ VR O LUAR PRPARAO

Leia mais

CD PASSIONATE BRIDE - 1. SANTO É TEU NOME / HOLY IS YOUR NAME INTR: E B/E

CD PASSIONATE BRIDE - 1. SANTO É TEU NOME / HOLY IS YOUR NAME INTR: E B/E C PSSIONT RI - 1. SNTO É TU NOM / HOLY IS YOUR NM INTR: / M TO TRR S OUVIRÁ UM NOVO SOM UM CNÇÃO MOR PRCORRRÁ UM GRÇÃO ORORS 9 XTRVGNTS PR T ORR SNHOR SNTO É TU NOM SNHOR 9 SNTO É TU NOM SNHOR SNTO É TU

Leia mais

Comportamento de RISCO

Comportamento de RISCO Comportmento de RISCO SEXO e um responsilidde Aprtment203/1016YA FCRISKY Cred Progrm Ncionl De Lut Contr SIDA Poe seguinte list por ordem, do comportmento mis seguro pr o mis rriscdo c d Ter vários prceiros

Leia mais

Quem falou foi Henrieta, toda arrumada com a camisa de goleira. E tinha mais um monte de gente: Alice, Cecília, Martinha, Edilene, Luciana, Valdete,

Quem falou foi Henrieta, toda arrumada com a camisa de goleira. E tinha mais um monte de gente: Alice, Cecília, Martinha, Edilene, Luciana, Valdete, Cpítul 3 N ã p! Abu! On já viu? Et qu é n! Cê minh mã? Qun mnin chgm p jg nqul ming, qu ncntm? Um gup mnin. D cmit, têni, clçã muit ipiçã. E g? Afinl, qum tinh ti qul ii mluc? D qun vcê gtm futl? pguntu

Leia mais

SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!...

SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!... SUMÁRIO Páginas A alegria 10 (A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus...) Abra o meu coração 61 (Abra o meu coração Deus!...) A cada manhã 71 (A cada manhã as misericórdias se renovam...)

Leia mais

Paróquia Nossa Senhora do Lago

Paróquia Nossa Senhora do Lago LRI... 10 BR... 10 HV O OFR... 11 OMÇR M MIM... 11 IFIR IRJ... 12 L LÓRI (LF, ÔM)... 12 SOLHI... 12 HOR VZ... 13 JUVNTU É UM SMNT... 14 MSM NÇÃO... 15 MISSÃO O RISTÃO... 16 NÓS SI IVIN LUZ... 17 PZ QU

Leia mais

1 As grandezas A, B e C são tais que A é diretamente proporcional a B e inversamente proporcional a C.

1 As grandezas A, B e C são tais que A é diretamente proporcional a B e inversamente proporcional a C. As grndezs A, B e C são tis que A é diretmente proporcionl B e inversmente proporcionl C. Qundo B = 00 e C = 4 tem-se A = 5. Qul será o vlor de A qundo tivermos B = 0 e C = 5? B AC Temos, pelo enuncido,

Leia mais

PROFESSORA ======================= & ˆ«======================= & «G Emˆ_ «ˆ«j ˆ«

PROFESSORA ======================= & ˆ«======================= & «G Emˆ_ «ˆ«j ˆ« PROSSOR L M: Trz d átim R. rvh & # m _ Ó Œ bm cm c ri nh n si & # Ó Œ du c tm _ bém. Ns s n, qu ri ri n t, d, ju v cê tm d ns & # 2 4 _ V cê é u m grn d mi g pr fs s r qu ri d qu ns qur tn t ms tr ns s

Leia mais

IGREJA CRISTÃ MARANATA CRIANÇAS E ADOLESCENTES

IGREJA CRISTÃ MARANATA CRIANÇAS E ADOLESCENTES 9000 JESUS VÊ A SUA IGREJA (G) Jesus vê a sua * G G G F# G A G D / D D E / E E E F# F# G Arranjos: é Jesus...( E / F # F # G ) no coração ( C B A G / D ) Pra sempre Glória... C # C # E C # C # / D D E

Leia mais

Missa - 10/5/2015. Entrada

Missa - 10/5/2015. Entrada Missa - 10/5/2015 ntrada m F#m 1. Todos unidos formamos um só corpo, um povo que na Páscoa nasceu. G Membros de Cristo, no sangue redimidos, Igreja peregrina de eus. m F#m Vive conosco a força do spírito,

Leia mais

E NINGUÉM PODE TIRAR O QUE MEU DEUS ME DÁ A D B SUAS PROMESSAS EM MIM SE CUMPRIRÃO E JÁ POSSO CELEBRAR

E NINGUÉM PODE TIRAR O QUE MEU DEUS ME DÁ A D B SUAS PROMESSAS EM MIM SE CUMPRIRÃO E JÁ POSSO CELEBRAR LÓRI ÚLTIM S Intro: ON HVI SURIÃO LUZ US M MIM RILHOU ON STV SO SUS ÁUS RRMOU MINH OR ULP SOR SI L LVOU UM NOVO NTINO M MUS LÁIOS OLOOU # U VOU, VOU LRR VOU TRNSOR LRI # PORQU LÓRI ÚLTIM S JÁ É MIOR QU

Leia mais

Todo dia é preciso lembrar, sou a luz, o caminho, a verdade, Sou o trigo que morre e floresce, sou o pão, sou fermento, sou vida.

Todo dia é preciso lembrar, sou a luz, o caminho, a verdade, Sou o trigo que morre e floresce, sou o pão, sou fermento, sou vida. Canto de entrada C G C Dm G G7 Venham comigo, vamos comer minha Páscoa. C G C Dm G G7 Isto é meu corpo, isto também é meu sangue C F G C G Eis o meu testamento até que se cumpra no reino de Deus. C G C

Leia mais

IGREJA CRISTÃ MARANATA - LOUVOR

IGREJA CRISTÃ MARANATA - LOUVOR 6600 CHEGEMOS AO ALTAR DE DEUS (C) *Coro + G E F F E D C C E D E D E F F / F F F E D D / C E D E D E F F E D D Coro: * (A B C A / A B C A / A B C C C C B B B C A G )2x Cheguemos ao altar...c E D E D E

Leia mais

MÍSTICA CIDADE DE DEUS

MÍSTICA CIDADE DE DEUS MÍSTICA CIDADE DE DEUS Cristo Mri, primirs criturs idds por Dus (Trchos xtrídos do Io Livro) Ants d crir qulqur cois, n mnt ds três divins Pssos - Pi, Filho Espírito Snto - m primiro lugr s chvm prsnts:

Leia mais

Apostila De Matemática GEOMETRIA: REVISÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL, PRISMAS E PIRÂMIDES

Apostila De Matemática GEOMETRIA: REVISÃO DO ENSINO FUNDAMENTAL, PRISMAS E PIRÂMIDES posti De Mtemátic GEOMETRI: REVISÃO DO ENSINO FUNDMENTL, PRISMS E PIRÂMIDES posti de Mtemátic (por Sérgio Le Jr.) GEOMETRI 1. REVISÃO DO ENSINO FUNDMENTL 1. 1. Reções métrics de um triânguo retânguo. Pr

Leia mais

MATRIZES. Matriz é uma tabela de números formada por m linhas e n colunas. Dizemos que essa matriz tem ordem m x n (lê-se: m por n), com m, n N*

MATRIZES. Matriz é uma tabela de números formada por m linhas e n colunas. Dizemos que essa matriz tem ordem m x n (lê-se: m por n), com m, n N* MTRIZES DEFINIÇÃO: Mtriz é um tl d númros formd por m linhs n coluns. Dizmos qu ss mtriz tm ordm m n (lê-s: m por n), com m, n N* Grlmnt dispomos os lmntos d um mtriz ntr prêntss ou ntr colchts. m m m

Leia mais

musicas CB Junior INDICE

musicas CB Junior INDICE musicas CB Junior 1. 0 Pequeno Coração 2. 2 mor do nosso eus 3. 3 os olhos do Pai 4. 4 sconde sconde 5. 5 Bate no coração 6. 6 Rap da família 7. 7 Soldado do Rei 8. 8 Cristo é a Rocha 9. 9 Bem aventurado

Leia mais

Hino da CF 2010 ====================== & 2 C. ci - por ======================= ˆ ˆ ˆ ˆ««« ˆ ˆ« ====================== & œ ««« mui - to

Hino da CF 2010 ====================== & 2 C. ci - por ======================= ˆ ˆ ˆ ˆ««« ˆ ˆ« ====================== & œ ««« mui - to œ ====================== & 2 4 Œ = Rfr.: J sus ci v pr pri mi r um Ri n d jus ti ç_ sus v rs: "Vós nã p s ====================== & = us nhi r mui t gr & 2. j j { nh rs." "Vós nã p nh rs." dr Vz d_um s

Leia mais

ORION 6. Segunda Porta USB. Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda.

ORION 6. Segunda Porta USB. Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. ORION 6 Sgun Port USB Hnry Equipmntos Eltrônios Sistms Lt. Ru Rio Piquiri, 400 - Jrim Wissópolis Cóigo Postl: 83.322-010 Pinhis - Prná - Brsil Fon: +55 41 3661-0100 INTRODUÇÃO: Pr orrto unionmnto, é nssário

Leia mais

O CAMINHO PREPARAI D.P. Querido irmão, querida irmã

O CAMINHO PREPARAI D.P. Querido irmão, querida irmã FICHA TÉCNICA Produção Fonográfica - Paróquia Nossa Senhora de Fátima Produção Exercutiva - Aline Costa Assistente de produção - Fatinha Galvão Produção Musical - Rafael Pereira Mixagem - Pedro Veiga Masterização

Leia mais

Com Os Olhos da Fé. Tom: B. Com os olhos da fé já posso contemplar A vitória aqui descendo como chuva neste lugar O cego pode ver, o mudo vai falar

Com Os Olhos da Fé. Tom: B. Com os olhos da fé já posso contemplar A vitória aqui descendo como chuva neste lugar O cego pode ver, o mudo vai falar om Os Olhos da Fé Tom: om os olhos da fé já posso contemplar A vitória aqui descendo como chuva neste lugar O cego pode ver, o mudo vai falar Hoje é dia de milagres Unção para curar F# stou diante de alguém

Leia mais

Associação de Resistores e Resistência Equivalente

Associação de Resistores e Resistência Equivalente Associção d sistors sistêci Equivlt. Itrodução A ális projto d circuitos rqurm m muitos csos dtrmição d rsistêci quivlt prtir d dois trmiis quisqur do circuito. Além disso, pod-s um séri d csos práticos

Leia mais

RAABE E A TRAVESSIA DO RIO JORDÃO

RAABE E A TRAVESSIA DO RIO JORDÃO Momento com Deus Crianças de 09 a 11 anos NOME: DATA: 06/04//2014 RAABE E A TRAVESSIA DO RIO JORDÃO Versículos para Decorar: 1- Vocês que temem ao Senhor, confiem no Senhor! Ele é o seu socorro e o seu

Leia mais

Código PE-ACSH-2. Título:

Código PE-ACSH-2. Título: CISI Ctro Itrção Srvços Iformtc rão Excução Atv Itr o CISI Cóo Emto por: Grêc o Stor 1. Objtvo cmpo plcção Est ocumto tm como fl fr o prão brtur chmos suport o CISI. A brtur chmos é rlz o sstm hlpsk, qu

Leia mais

LOUVOR DOS PEQUENINOS Cânticos Cifrados

LOUVOR DOS PEQUENINOS Cânticos Cifrados 2015 LOUVOR DOS PQUNINOS Cânticos Cifrados Louvai ao Senhor todos os povos! Conteúdo arca de Noé... 2 CD MOMNTO... 2 MIGO... 3 Barquinho... 3 BOM DI... 3 Cantai Cantai... 4 Dê a sua vida para Jesus...

Leia mais

PSI-2432: Projeto e Implementação de Filtros Digitais Projeto Proposto: Conversor de taxas de amostragem

PSI-2432: Projeto e Implementação de Filtros Digitais Projeto Proposto: Conversor de taxas de amostragem PSI-2432: Projto Implmntação d Filtros Digitais Projto Proposto: Convrsor d taxas d amostragm Migul Arjona Ramírz 3 d novmbro d 2005 Est projto consist m implmntar no MATLAB um sistma para troca d taxa

Leia mais

Taxi: Opção mais rápida e cara. Deve ser evitada, a não ser que você privilegie o conforte

Taxi: Opção mais rápida e cara. Deve ser evitada, a não ser que você privilegie o conforte Curso grátis Inglês pr vigm Vi vijr pr? Situ-s com nosss dics roportos trns mtrôs Chgd m Avião: Aroporto Hthrow: Situdo crc 20 km ost um dos mis movim ntdos d Europ possui cinco trminis Dpois pssr pls

Leia mais

Usa As Minhas Mãos. Intro: C9 G/B Bb/Eb D. Sei que queres tocar cada um que se abrir D/F# C/E D G Sei que queres agir com poder neste lugar

Usa As Minhas Mãos. Intro: C9 G/B Bb/Eb D. Sei que queres tocar cada um que se abrir D/F# C/E D G Sei que queres agir com poder neste lugar Usa As Minhas Mãos Intro: C9 G/B Bb/Eb D G C/G Sei que queres tocar cada um que se abrir D/F# C/E D G Sei que queres agir com poder neste lugar G Am Sei que queres curar cada coração aqui D Am G/B C E

Leia mais

Uniforme Exponencial Normal Gama Weibull Lognormal. t (Student) χ 2 (Qui-quadrado) F (Snedekor)

Uniforme Exponencial Normal Gama Weibull Lognormal. t (Student) χ 2 (Qui-quadrado) F (Snedekor) Prof. Lorí Vili, Dr. vili@pucrs.br vili@m.ufrgs.br hp://www.pucrs.br/fm/vili/ hp://www.m.ufrgs.br/~vili/ Uniform Exponncil Norml Gm Wibull Lognorml (Sudn) χ (Qui-qudrdo) F (Sndkor) Um VAC X é uniform no

Leia mais

CANTOS - Novena de Natal

CANTOS - Novena de Natal 1 1 - Refrão Meditativo (Ritmo: Toada) D A7 D % G Em A7 % Onde reina o amor, frater---no amor. D A7 D % G A7 D Onde reina o amor, Deus aí está! 2 - Deus Trino (Ritmo: Balada) G % % C Em nome do Pai / Em

Leia mais

Desvio do comportamento ideal com aumento da concentração de soluto

Desvio do comportamento ideal com aumento da concentração de soluto Soluções reis: tividdes Nenhum solução rel é idel Desvio do comportmento idel com umento d concentrção de soluto O termo tividde ( J ) descreve o comportmento de um solução fstd d condição idel. Descreve

Leia mais

Ainda há Tempo, Volta

Ainda há Tempo, Volta Ainda há empo, Volta Letra e Música: Diogo Marques oprano ontralto Intro Envolvente (q = 60) enor aixo Piano Ó Œ. R.. F m7 2 A b 2 E b.. 2 Ó Œ É 2 Ó Œ F m7 2.. 2 2 A b 2 2 Ainda há empo, Volta Estrofe

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DIDÁTICA DO PROCESSO DE ENSINO, APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO: O PLANEJAMENTO. Prof. Dr. Roberto Valdés Puentes

ORGANIZAÇÃO DIDÁTICA DO PROCESSO DE ENSINO, APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO: O PLANEJAMENTO. Prof. Dr. Roberto Valdés Puentes ORGANIZAÇÃO DIDÁTICA DO PROCESSO DE ENSINO, APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO: O PLANEJAMENTO Prf. Dr. Rbr Vdés Pus PPGED/FACED/UFU rbrpus@fcd.ufu.br MOMENTOS DO PROCESSO DE ENSINO, APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO

Leia mais

1-SANTÍSSIMA TRINDADE

1-SANTÍSSIMA TRINDADE Ordinário 1-SANTÍSSIMA TRINDADE A E7 A A7 D BM A E7 A EM NOME DO PAI, EM NOME DO FILHO, EM NOME DO ESPÍRITO SANTO, ESTAMOS AQUI. (BIS) D E C#M F#M BM E7 A D E C#M F#M PARA LOUVAR E AGRADECER, BENDIZER

Leia mais

UTL Faculdade de Motricidade Humana. Mestrado em Reabilitação Psicomotora. Estágio CERCI Lisboa

UTL Faculdade de Motricidade Humana. Mestrado em Reabilitação Psicomotora. Estágio CERCI Lisboa UTL Fculd Motricid Humn Mstrdo m Rbilitção Psicomotor Estágio CERCI Lisbo Sssão Activid no Mio Aquático 16/11/2011 Clint: C.M., L.V., A.E., F.C. S.C. domínio Nom Dscrição Obj. Esp. Mtriis Estrtégis Critério

Leia mais

PSICROMETRIA 1. É a quantificação do vapor d água no ar de um ambiente, aberto ou fechado.

PSICROMETRIA 1. É a quantificação do vapor d água no ar de um ambiente, aberto ou fechado. PSICROMETRIA 1 1. O QUE É? É a quantificação do vapor d água no ar d um ambint, abrto ou fchado. 2. PARA QUE SERVE? A importância da quantificação da umidad atmosférica pod sr prcbida quando s qur, dntr

Leia mais

DÉCIO RIBEIRO decio@ymail.com

DÉCIO RIBEIRO decio@ymail.com Prezado amigo, ste caderno 1 é o resultado de muitos anos de trabalho. Nele estão classificadas mais de 670 músicas, selecionadas entre as mais conhecidas e cantadas nas reuniões de nossas igrejas. Todas

Leia mais

Vamos adorar a Deus. Jesus salva (Aleluia)

Vamos adorar a Deus. Jesus salva (Aleluia) Vamos adorar a Deus //: SI LA SOL LA SI SI SI LA LA LA SI SI SI SI LA SOL LA SI SI SI LA LA SI LA SOOL SOOL :// Vamos adorar a Deus, Meu Senhor e Salvador Vamos adorar a Deus, com o nosso louvor. B I S

Leia mais

Matemática Aplicada. A Mostre que a combinação dos movimentos N e S, em qualquer ordem, é nula, isto é,

Matemática Aplicada. A Mostre que a combinação dos movimentos N e S, em qualquer ordem, é nula, isto é, Mtemátic Aplicd Considere, no espço crtesino idimensionl, os movimentos unitários N, S, L e O definidos seguir, onde (, ) R é um ponto qulquer: N(, ) (, ) S(, ) (, ) L(, ) (, ) O(, ) (, ) Considere ind

Leia mais

Projecções Cotadas. Luís Miguel Cotrim Mateus, Assistente (2006)

Projecções Cotadas. Luís Miguel Cotrim Mateus, Assistente (2006) 1 Projecções Cotds Luís Miguel Cotrim Mteus, Assistente (2006) 2 Nestes pontmentos não se fz o desenvolvimento exustivo de tods s mtéris, focndo-se pens lguns items. Pelo indicdo, estes pontmentos não

Leia mais

TEMA 5 2º/3º ciclo. A LIndo de perguntas. saudável? Luísa, 15 anos

TEMA 5 2º/3º ciclo. A LIndo de perguntas. saudável? Luísa, 15 anos 2º/3º cicl s O Ã Ç T N E M I d pguns u m mu um p z pdms f ps O qu sudávl? blnç d i c n c id p Sá d p d n cm p, ic mbém é g á s n v ic. Dsc ís f m f civ b id v m u i d lóics. c s impânc s g õs sb ç n s

Leia mais

"Ajuntai tesouros no céu" - 2

Ajuntai tesouros no céu - 2 "Ajuntai tesouros no céu" - 2 Jesus nos ensinou a "alinharmos" os nossos valores aos valores de seu Reino, comparando em sua mensagem aquilo que é terreno e passageiro com aquilo que é espiritual e eterno.

Leia mais

Desse modo, podemos dizer que as forças que atuam sobre a partícula que forma o pêndulo simples são P 1, P 2 e T.

Desse modo, podemos dizer que as forças que atuam sobre a partícula que forma o pêndulo simples são P 1, P 2 e T. Pêndulo Simpls Um corpo suspnso por um fio, afastado da posição d quilíbrio sobr a linha vrtical qu passa plo ponto d suspnsão, abandonado, oscila. O corpo o fio formam o objto qu chamamos d pêndulo. Vamos

Leia mais

Streptococcus mutans, mas podem me

Streptococcus mutans, mas podem me Estação Saída Estação 1 - Olá moçada!! Mu nom é Strptococcus mutans, mas podm m chamar d Sr. Mutans. Vocês nm imaginam, mas u stou prsnt m uma part muito important do su corpo: a cavidad bucal!! Eu sou

Leia mais

De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso

De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso Água do Espírito De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso EXISTE O DEUS PODEROSO QUE DESFAZ TODO LAÇO DO MAL QUEBRA A LANÇA E LIBERTA O CATIVO ELE MESMO ASSIM FARÁ JESUS RIO DE ÁGUAS LIMPAS QUE NASCE

Leia mais

Índice. Estilo, Moda e Melhores Amigas. Segredos de Beleza. Paraíso dos Penteados

Índice. Estilo, Moda e Melhores Amigas. Segredos de Beleza. Paraíso dos Penteados Índice 6 Superdics pr melhor noite de sempre! 8 Convid s tus migs 10 Prepr tudo! Segredos de Belez 14 Rosto rdinte 16 Olhos brilhntes 18 Mãos com TTIC 20 A loucur d mnicur! 22 Unhs rtístics 24 Pés perfeitos

Leia mais

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1)

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) ANEXO I BICICLETA ESCOLAR Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) Assunto: Adesão à ata de registro de preços nº 70/2010 do pregão eletrônico nº 40/2010. 1 2 BICICLETA 20 - AC,

Leia mais

Questionário sobre o Ensino de Leitura

Questionário sobre o Ensino de Leitura ANEXO 1 Questionário sobre o Ensino de Leitura 1. Sexo Masculino Feminino 2. Idade 3. Profissão 4. Ao trabalhar a leitura é melhor primeiro ensinar os fonemas (vogais, consoantes e ditongos), depois as

Leia mais

ì n d i c e ì n d i c e TÍTULO do Cântico Índice em ordem alfabética pelo

ì n d i c e ì n d i c e TÍTULO do Cântico Índice em ordem alfabética pelo TÍTULO do ântico o encontrar o cântico desejado, informe o número correspondente aos demais na reunião. No exemplo abaixo é o de Nº 21. Todos os cânticos da IV ganharam um novo padrão na numeração. Portanto

Leia mais

Semelhança e áreas 1,5

Semelhança e áreas 1,5 A UA UL LA Semelhnç e áres Introdução N Aul 17, estudmos o Teorem de Tles e semelhnç de triângulos. Nest ul, vmos tornr mis gerl o conceito de semelhnç e ver como se comportm s áres de figurs semelhntes.

Leia mais

Operadores momento e energia e o Princípio da Incerteza

Operadores momento e energia e o Princípio da Incerteza Operdores momento e energi e o Princípio d Incertez A U L A 5 Mets d ul Definir os operdores quânticos do momento liner e d energi e enuncir o Princípio d Incertez de Heisenberg. objetivos clculr grndezs

Leia mais

COLÉGIO NAVAL 2016 (1º dia)

COLÉGIO NAVAL 2016 (1º dia) COLÉGIO NAVAL 016 (1º di) MATEMÁTICA PROVA AMARELA Nº 01 PROVA ROSA Nº 0 ( 5 40) 01) Sej S som dos vlores inteiros que stisfzem inequção 10 1 0. Sendo ssim, pode-se firmr que + ) S é um número divisíel

Leia mais

Obrigado. A paz do Senhor. Marcos Daniel V. Baroni

Obrigado. A paz do Senhor. Marcos Daniel V. Baroni 2 Snti ncssid rgnizr mlhr s vrs grup cidi trblhr nst cumnt utilizn frrmnts grtuits. Pr nã sr vrsã finl, nã v sr utiliz cm ttlmnt cnfiávl. Qulqur dúd é rcmndávl cnfrir s prtiturs riginis. ncntrn rrs qulqur

Leia mais

TUDO POR AMOR. Tudo por amor, divinal, infinita graça, salvou a todos nós! Jesus cumpriu o plano de amor, seu sangue, seu sofrer Foi tudo por amor!

TUDO POR AMOR. Tudo por amor, divinal, infinita graça, salvou a todos nós! Jesus cumpriu o plano de amor, seu sangue, seu sofrer Foi tudo por amor! TUDO POR AMOR A dor, o espinho vil, as lágrimas, o seu sofrer, o meu Senhor na cruz está. Não posso suportar! O que o fez se entregar, pagar o preço lá na cruz? Como um cordeiro foi morrer pra vir me resgatar!

Leia mais

PARÓQUIA DE SÃO JOSÉ DE QUELUZ - MISSA SANTA RITA 22 DE MAIO DE 2013

PARÓQUIA DE SÃO JOSÉ DE QUELUZ - MISSA SANTA RITA 22 DE MAIO DE 2013 PARÓQUIA D SÃO JOSÉ D QULUZ - MISSA SANTA RITA 22 D MAIO D 2013 ANTO D NTRDADA: SANTA RITA D ÁSSIA Am Dm Ah não há rosas sem espinhos,/ não no canteiro de Jesus, G7 Lá quem quiser ganhar a vida,/ tem que

Leia mais

Tal qual criança (Eduardo Sá) tom: E

Tal qual criança (Eduardo Sá) tom: E Tal qual criança (Eduardo Sá) tom: E Intro: G7M F#(11add)/E COMUNIAE CATÓLICA SHALOM #m7(5#) G#m7 9 G9 13 F#m7 11 B7 E7m F#/E #m7m G#m7 9 Se tento enxergar teu mundo com meus olhos E7m F#(add11) A/E

Leia mais

LIÇÃO TÍTULO TEXTO PRINCÍPIO VERSÍCULOS-CHAVE ALVOS

LIÇÃO TÍTULO TEXTO PRINCÍPIO VERSÍCULOS-CHAVE ALVOS TEMA CENTRAL Todos os direitos reservados por: MINISTÉRIO IGREJA EM CÉLULAS R. Ver. Antônio Carnasciali, 1661 CEP 81670-420 Curitiba-Paraná Fone/fax: (041) 3276-8655 trabalhoemconjunto@celulas.com.br edile@celulas.com.br

Leia mais

1 PEDRO. Capítulo 1. Louvor a Deus por uma Esperança Viva 3

1 PEDRO. Capítulo 1. Louvor a Deus por uma Esperança Viva 3 PEDRO Pro, póstolo Jsus Cristo, Cpítulo os litos Dus, prgrinos isprsos no Ponto, n Glái, n Cpói, n províni Ási n Bitíni, 2 solhios oro om o pré-onhimnto Dus Pi, pl or sntiior o Espírito, pr oiêni Jsus

Leia mais

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e :

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 13 DE JULH DE 2015! Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : Caso vo cê nunca t e nh a pa

Leia mais

CD - EU TE CHAMEI IGREJA BATISTA FONTE DE VIDA

CD - EU TE CHAMEI IGREJA BATISTA FONTE DE VIDA ifras Sacerdotes da Adoração - EU TE HAMEI IREJA BATISTA FONTE E VIA MINISTÉRIO E LOUVOR- IREJA BATISTA FONTE E VIA EIÇÃO E IFRAS ALTON BIANHI IFRAS Sacerdotes da Adoração EU TE HAMEI 1. Palavra de vitória

Leia mais

Teoria dos Grafos Aula 11

Teoria dos Grafos Aula 11 Tori dos Gros Aul Aul pssd Gros om psos Dijkstr Implmntção Fil d prioridds Hp Aul d hoj MST Algoritmos d Prim Kruskl Propridds d MST Dijkstr (o próprio) Projtndo um Rd $ $ $ $ $ Conjunto d lolidds (x.

Leia mais

Encarte e letras disponíveis em www.encartedigital.com.br Conheça mais esta inovação da MK Music Uma empresa que pensa no futuro

Encarte e letras disponíveis em www.encartedigital.com.br Conheça mais esta inovação da MK Music Uma empresa que pensa no futuro Encarte e letras disponíveis em www.encartedigital.com.br Conheça mais esta inovação da MK Music Uma empresa que pensa no futuro ALINE BARROS ATITUDE Anderson Freire - MK EDIÇÕES ISRC BR MKP 1300634 Chega

Leia mais

Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra

Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra Serviços de Acção Socil d Universidde de Coimbr Serviço de Pessol e Recursos Humnos O que é o bono de fmíli pr crinçs e jovens? É um poio em dinheiro, pgo menslmente, pr judr s fmílis no sustento e n educção

Leia mais

CD Fonte de Águas vivas

CD Fonte de Águas vivas CD Fonte de Águas vivas Água Cristalina Int. Bm E Bm E C A D G D D4 D D4 Dá-me de tua água pra beber, D D4 C Dá-me de tua água pra viver; Bm Só tu, Jesus, tens água pura; C A4 A7 Só tu, Jesus, tens água

Leia mais

ELABORAÇÃO UMA LITURGIA. Adoração e Louvor Aula 10

ELABORAÇÃO UMA LITURGIA. Adoração e Louvor Aula 10 ELABORAÇÃO UMA LITURGIA Adoração e Louvor Aula 10 Os cânticos e hinos devem ser previamente escolhidos conforme o tema do culto, a mensagem e o momento litúrgico. Exemplo Prático: Liturgia do dia 01-12-2013

Leia mais

Vou Louvar Álbum TEMPO DE DEUS DE Luiz Carlos Cardoso

Vou Louvar Álbum TEMPO DE DEUS DE Luiz Carlos Cardoso Vou Louvar DE Luiz Carlos Cardoso EM LUTAS OU PROVAS, TRIBULAÇÕES EU SEMPRE ORO E LOUVO AO SENHOR AO LADO DE JESUS CERTA É A VITÓRIA ELE É O LIBERTADOR NÃO TEMEREI MAL ALGUM NO MEIO DO LOUVOR ESTÁ O SENHOR

Leia mais

Apocalipse. Contexto:

Apocalipse. Contexto: Apocalipse Contexto: Última década do Século I Imperador Domiciano Culto ao Imperador Perseguição imperial Igreja de mártires João é o último apóstolo vivo João, o último apóstolo vivo, exilado na ilha

Leia mais

NESS-A TOUCH SCREEN 7" C/ MODEM

NESS-A TOUCH SCREEN 7 C/ MODEM 6 7 8 9 0 QUIPMNTOS ONTROLOS OMPRSSOR LTRNTIVO // LTRÇÃO LYOUT-IM MUTI PR SOPOST OTÃO MRÊNI LLN9 0 07/0/ LTRÇÃO O MOM O LYOUT LOUV 7 0 06// INLUSÃO O ORINTTIVO O LÇO OMUNIÇÃO IO V. 00 8/0/ INIIL TOS R.

Leia mais

II L ATA N. 19/XIV. Conselheiro Fernando da Costa Soares.

II L ATA N. 19/XIV. Conselheiro Fernando da Costa Soares. jf II L Comissão Ncionl Eliçõs ATA N. 19/XIV Tv lugr no di vint qutro jniro dois mil doz, sssão númro znov d Comissão Ncionl Eliçõs, n sl runiõs sit n Av. D. Crlos 1, n. 128 7. ndr, m Lisbo, sob prsidênci

Leia mais

2) Aleluia (Ré M) (Básico) 1) Adorar-te (Ré M) (Balada)

2) Aleluia (Ré M) (Básico) 1) Adorar-te (Ré M) (Balada) 1) Adorar-te (Ré M) (Balada) G D G A G D A INTRODUÇÃO Adorar-te é o meu maior prazer, seguir-te é o meu viver! Cantar sem instr Instrumentos: D A G D G D E- A A7 D A G A G D E- A Meu coração transborda,

Leia mais

1 - EM CADA AMANHECER Evangelizar é amar. Intro: F Bb F C 2x

1 - EM CADA AMANHECER Evangelizar é amar. Intro: F Bb F C 2x 1 - M MNHR vangelizar é amar Intro: F Bb F 2x F 7 F Sempre que eu penso em desistir Bb F 7 Quando mais longo é o meu penar F 7 m m/ Surge uma força que me impede de cair Bb Lá do alto vem a ação F 7 m

Leia mais

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR CANTO 1 - LOUVOR DA CRIAÇÃO D Bm G Em A7 D Bm G Em A7 Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! D F#m G Em A7 1. Javé o nosso Deus é poderoso, seu nome é grande em todas as nações D F#m G Em A7 Na boca das crianças

Leia mais

WWW.escoladoeletrotecnico.com.br

WWW.escoladoeletrotecnico.com.br USOPE USO PEPAATÓIO PAA ONUSOS EM ELETOTÉNIA PE ELETIIDADE (Ligções SÉI E E PAALELA. EDE DELTA E ESTELA) AULA Prof.: Jen WWW.esoldoeletrotenio.om.r 0 de Setemro de 007 LIGAÇÕES SÉIES E PAALELAS USOPE.

Leia mais

Eu só quero um xodó. Música na escola: exercício 14

Eu só quero um xodó. Música na escola: exercício 14 Eu só qu u xdó Músic n scl: xcíci 14 Eu só qu u xdó Ptitus Mi, hni lt Aut: Dinguinhs stáci Rgiã: Pnbuc : 1973 Fix: 14 Anj: Edsn Jsé Alvs Músics: Edsn Jsé Alvs vilã Pvt clints, sx t Jsé Alvs Sbinh Zzinh

Leia mais

Tempo do Natal. Vésperas

Tempo do Natal. Vésperas Tempo do Natal. DESDE A SOLENDADE DA EPFANA Hinos Vésperas Rei Herodes, porque temes A vinda de Cristo Rei, Que veio trazer aos homens Dos Céus o reino e a lei? Foram os Magos seguindo A estrela do Oriente

Leia mais