Notícias da Assistência Técnica

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Notícias da Assistência Técnica"

Transcrição

1 Exemplo: Vamos calcular o dígito verificador do código Dúvidas dos Colaboradores Este espaço foi criado para responder dúvidas de nossos colaboradores espalhados por todo o Brasil, já que a dúvida de um pode representar a dúvida de muitos! Não perca tempo, envie um com sua dúvida para ainda hoje, para que possamos inserir sua dúvida já no próximo informativo. Neste mês, como no mês anterior teremos duas dúvidas: A primeira está sendo divulgada nos treinamentos à Filiais, Concessionárias e Autorizadas, mensalmente aqui na Matriz pelo setor de Treinamento Técnico. A segunda está sendo divulgada pelo Suporte a Filiais, Concessionárias e Autorizadas (Suporte Tecnológico) por causa de vários questionamentos no próprio setor. 11 Como é feito o cálculo do dígito verificador módulo 11? Qual o significado das mensagens exibidas no display dos equipamentos em Realtime? Vamos lá: Primeira questão: Cálculo do dígito verificador módulo A fórmula de cálculo do dígito verificador módulo 11 utilizada em nossos equipamentos será descrita abaixo, e foi retirada do Boletim Técnico BT011/96. Os passos para o calculo são: 1. Atribui-se um peso multiplicador para cada algarismo do código, da direita para a esquerda, na seguinte seqüência: 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 2, 3, Multiplica-se cada algarismo pelo peso correspondente e somam-se os resultados Usando a regra: 1. Atribui-se um peso multiplicador para cada algarismo do código, da direita para a esquerda, na seguinte seqüência: 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 2, 3,... Então temos: (8x2) + (1x3) + (0x4) + (2x5) + (8x6) + (9x7) + (8x8) + (0x9) + (2x10) + (2x2) + (1x3) + (3x4) + (5x5) + (5x6) + (1x7) 2. Multiplica-se cada algarismo pelo peso correspondente e somam-se os resultados = Multiplica-se a soma por x 10 = Divide-se o produto por / 11 = x 11 = = 3 5. Se o resto da divisão for diferente de 10, ele é o dígito verificador. Se o resto for igual a 10, o dígito é zero / 11 = 277 e o resto é 3. Portanto o código completo é: Segunda questão: Mensagens exibidas no display dos equipamentos Realtime. As mensagens foram retiradas do documento Mensagens Exibidas no Display dos Equipamentos Madis_06.pdf que se encontra na pasta Manuais do CD de instalação do software RBAcesso versão e serão apresentadas abaixo no seguinte formato: 3. Multiplica-se a soma por Divide-se o produto por Se o resto da divisão for diferente de 10, ele é o dígito verificador. Se o resto for igual a 10, o dígito é zero. Mensagem do display (Mensagem sem abreviações) - Significado da mensagem Vamos lá: Acess Autorizado (Acesso Concluído por Autorização) - foi cadastrada uma autorização excepcional no Madis Rodbel Soluções de Ponto e Acesso Ltda. Página 1

2 sistema que permite o acesso. Acess Nao Cadas. (Acesso não Cadastrado) - não foram cadastrados locais de acesso para o crachá. Acess.Conc.Batch (Acesso Concluído em Batch) - passagem do crachá sem a comunicação estar funcionando. Aces. Imp. Ambos (Acesso Impedido Ambos) - passou o crachá e foi bloqueado o acesso tanto para entrar quanto para sair. Acesso Concluído (Acesso Concluído) - passou o crachá com sucesso pelo equipamento. Acesso nao Concl (Acesso não Concluído) - Passou o crachá na catraca, mas não girou (ultrapassou) os braços. Acesso Permitido (Acesso Permitido) - Ao passar o crachá na catraca até girar a catraca. Area Interditada (Área está Interditada) - determina que a área esteja definida como bloqueada (ninguém entra ou sai). Area Lotada (Área está Lotada) - limite da capacidade de pessoas no local excedido, ninguém mais consegue entrar até que alguém saia da área. Area nao Cadast (Área não Cadastrada) - crachá sem acesso permitido para acessar determinada área. Bloq Tempo Rest Area (Bloqueado por Tempo Restrição da Área) - passou o crachá e foi bloqueado o acesso pelo tempo de retrição na área. Bloq Tolerancia Area (Bloqueado Tolerância na Área) - passou o crachá e foi bloqueado o acesso pelo tempo de tolerância na área. Conc.Cred Máster (Acesso Concluído - Credencial Master) - acesso realizado com crachá definido como MASTER (acesso total). Concl.Sq.Are Inv (Acesso Concluído Seqüência Áreas Inválida) - permitido acessar uma área sem antes ter realizado o acesso seqüência de acessos definidos, pela opção Quebra de Seqüência no cadastro de áreas. Crd fora Dt Vali (Credencial Fora da Data Validade) - crachá cadastrado esta com a data da passagem fora da data de validade do crachá. Cre sem Pess Cad (Credencial não está Associada a Pessoa) - cadastrado um crachá, mas o mesmo não foi associado a nenhuma pessoa. Cre sem Visi Cad (Credencial não está Associada ao Visitante) - cadastrado um crachá, mas o mesmo não foi associado a nenhum visitante. Cred nao Cadast. (Credencial Não Cadastrada) - crachá não cadastrado no sistema. Cred./Pess.Bloq. (Credencial/Pessoa Bloqueada) - Crachá bloqueado por uma situação da pessoa do tipo Bloqueado. Digital nao Cada (Digital não Cadastrada Somente para equipamentos MD5704) - não foi cadastrada digital para pessoa, mas foi cadastro o acesso condicionado a verificação da digital. Digital nao Conf (Digital não Confere Somente para equipamentos MD5704) - depois de passar o crachá e posicionar o dedo no sensor não confere a digital lida com a digital cadastrada. Et Qt Aces Faixa (Estouro Capacidade de Acessos na Faixa) - Passou o crachá um número maior de vezes que a quantidade permitida cadastrada no sistema. Et Qt Aces Quant (Estouro Capacidade de Acessos Quantidade) - Passou o crachá um número maior que a quantidade de vezes cadastrada no sistema. Faixa nao Cadast (Turno não Possui Faixas Horárias) - Não foi associada uma faixa horária ao turno cadastrado para o crachá. Falha Modulo (Falha no Módulo Somente para equipamentos MD5704) - problemas no sensor biométrico do equipamento. Fora do Turno (Credencial/Pessoa não está no Turno) - crachá bloqueado pelo horário da passagem estar fora do horário permitido no turno. Fora Faixa Horar (Fora da Faixa Horária) - Tentativa de acesso fora do horário permitido na faixa horária. Jorn. nao Cadas. (Jornada não Cadastrada) - controle por jornadas mais não foi definido nenhuma jornada no acesso do crachá. Lib. outro Equip (Liberada outro Equipamento) - passou o crachá em uma catraca e não girou, na seqüência tentou passar em outra catraca. Ponto Autorizado (Ponto Registrado por Autorização) - foi cadastrada uma autorização excepcional e foi digitada a função (02 a 20) no teclado antes de passar o crachá ou o equipamento foi cadastrado como controle de Ponto e não de acesso. Ponto Nao Cadast (Ponto não Cadastrado) - foi digitada uma função (02 a 20) no teclado antes de passar o crachá, ou o equipamento foi cadastrado como controle de Ponto e não de acesso. Ponto Permitido (Ponto Permitido) - foi digitada função (02 a 20) no teclado antes de passar o crachá, mas ainda não girou a catraca. Ponto Reg. Batch (Ponto Registrado em Batch) - foi digitada uma função (02 a 20) no teclado antes de passar o crachá, sem a comunicação estar funcionando. Ponto Registrado (Ponto Registrado) - foi digitado uma função (02 a 20) no teclado antes de passar o crachá, ou o equipamento foi cadastrado como controle de Ponto e não de acesso. Madis Rodbel Soluções de Ponto e Acesso Ltda. Página 2

3 Reen.Lib.Crd/Pes (Reentrada Liberada pela Credencial / Pessoa) - acesso permitido como dupla entrada (duas entradas e nenhuma saída) Reent. Lib. Área (Reentrada Liberada pela Área) - permitida dupla entrada na área, no cadastro das áreas. Senha nao Cadast (Senha não Cadastrada) - não foi cadastrada senha para o crachá, mas foi definida no acesso a solicitação de senha. Seq. Areas Inval (Bloqueado Seqüência Áreas Inválida) - tentativa de acessar uma área sem antes ter realizado o acesso seqüência de acessos definidos. Tent Ponto Visit (Tentativa Ponto para Visitante) - um visitante que esta com crachá passaram o mesmo em um equipamento para controle de ponto ou digitou uma função no teclado antes de passar o crachá. Tent.Reent. Área (Tentativa de Reentrada na Área) - Passou o crachá para entrar, não saiu e tentou realizar nova entrada. Veiculo Concluído (Veículo Concluído) - passou o crachá com sucesso e liberou o acesso do veículo com sucesso. Veiculo Nao Cadast (Veículo não Cadastrado) - ao teclar o número do veículo no equipamento, não foi cadastrado em veículos nenhum com o numero do veículo teclado. Veiculo Nao Concl (Veículo não Concluído) - após digitar os dados não concluiu o acesso físico. Veiculo Permit Batch (Veículo Permitido em Batch) - passou o crachá com sucesso e liberou o acesso do veículo com sucesso, porém a comunicação do equipamento com o software está off-line. Veiculo Permitido (Veículo Permitido) - foi liberado o acesso do veículo pelo software, mas ainda não completou o acesso físico. Visita Bloqueada (Visita Bloqueada) - a visita do visitante está bloqueada, por não ter sido liberada através da Liberação de Visitantes. Mensagens quando uso de Token Acesso Dep.Token (Acesso Depende do Token) - passou o crachá e foi bloqueado, pois o equipamento exige o token para acesso e a pessoa não possui token cadastrado. Senha Token Usad (Senha do Token já Utilizada) - passou o crachá e foi bloqueado, pois a senha do token já expirou (já foi utilizada). Token Senha Inva (Token - Senha Inválida) - passou o crachá e foi bloqueado, pois a senha digitada do token é inválida. Token Bloqueado (Token Bloqueado) - passou o crachá e foi bloqueado, pois o token está bloqueado devido a três tentativas de digitação da senha inválidas. Até a próxima!! VOCÊ SABIA Foi validada na CAP 3355 a versão do software MDRefeitório, onde foram corrigidos 03 itens da versão anterior (informações no BT_QS_45_2009); Foi validada na CAP 3357 a versão do software RBCad, onde foram inseridos 02 itens e corrigidos 04 itens da versão anterior. A principal implementação é o modelo de relógio RB 2707 IP Realtime, modelo de equipamento compatível com o novo software RBCad RT (informações no BT_ QS_44_2009); Foi validada na CAP 3359 o novo software RBCad RT versão , que trabalha integrado com o software RBCad ou superior e disponibiliza protocolo de comunicação apenas com a linha 27/28/29 IP Realtime; Foi validada na CAP 3363 a versão do software RBTempo SQL, onde foi inseridas 02 implementações e 01 melhoria. Também foram corrigidas 05 rotinas da versão anterior (informações no BT_QS_46_2009); Foi validada na CAP 3365 a versão do software RBAcesso, com 10 novas implementações e 03 correções em relação à versão anterior. Dentre as implementações podemos destacar a integração do software com CFTV das empresas Intelbrás e Eyesnwhere (informações no BT_QS_47_2009); Foi validada na CAP 3367 a versão dos softwares RBLite e RBLiteCom, onde foram inseridos 02 novos itens e corrigidos 05 itens da versão anterior (informações no BT_ QS_48_2009); Foram liberados na CAP 3345 os produtos MD 2701 e MD 3701 em caixa de ferro. Nesta mesma CAP também foram liberados novos kit para upgrade de relógios RB 2701 e RB 3701, uma vez que as caixas plásticas para estas duas linhas não serão mais produzidas. Abaixo a lista dos novos produtos e kits e também as listas de produtos retirados de linha: Produtos novos G RB RB2701 BARRAS (CX.FERRO) - S/PLACA COMUNIC G RB RB2701 PROX.ACURA (CX.FERRO) - S/PLACA COMUNIC G RVRB RB2701 BARRAS (CX.FERRO) - S/PLACA COMUNIC - REV G RVRB RB2701 PROX.ACURA (CX.FERRO) - S/PLACA COMUNIC - REV G RB RB3701 BARRAS (CX.FERRO) - S/PLACA COMUNIC G RB RB3701 PROX.ACURA (CX.FERRO) - S/PLACA COMUNIC G RVRB RB3701 BARRAS (CX.FERRO) - S/PLACA COMUNIC - REV G RVRB RB3701 PROX.ACURA (CX.FERRO) - S/PLACA COMUNIC - REV Kits novos Madis Rodbel Soluções de Ponto e Acesso Ltda. Página 3

4 C00KT730RB C00KT731RB C00KT735RB C00KT736RB C00KT730RVRB C00KT731RVRB C00KT735RVRB C00KT736RVRB KIT UPGRADE RB2701 BARRAS CX.PLAST.P/ CX.MET. KIT UPGRADE RB2701 PROX ACURA CX.PLAST.P/ CX.MET. KIT UPGRADE RB3701 BARRAS CX.PLAST.P/ CX.MET. KIT UPGRADE RB3701 PROX ACURA CX.PLAST.P/ CX.MET. KIT UPGRADE RB2701 BARRAS CX.PLAST.P/ CX.MET. - REV KIT UPGRADE RB2701 PROX ACURA CX.PLAST.P/ CX.MET. - REV KIT UPGRADE RB3701 BARRAS CX.PLAST.P/ CX.MET. - REV KIT UPGRADE RB3701 PROX ACURA CX.PLAST.P/ CX.MET. - REV conforme abaixo: Nos relógios MD /220V 60HZ os itens C H CJ.CHICOTE MOTOR HORIZ.ACION.DO CARRINHO MD 202 C V CJ.CHICOTE MOTOR VERT.DE AC.CART. MD 202 foram substituídos pelos itens abaixo, respectivamente C A CHIC.DE ACIONAMENTO DO MOTOR - MD202 / RB 902 C B CHIC.DE ACIONAMENTO DO MOTOR - MD 202 / RB 902 Produtos Caixa plástica fora de linha G RB RB2701 REL.PTO.EL.C/1L.OT.RS232 F G RPRB RB2701 REL.PT.ELC/1LOT.232 F REV G RVRB RB2701 REL.PT.ELC/1LOT.232 F REV G RB RB2701 REL.PTO.EL.C/1L.OT.RS485 F G RPRB RB2701 REL.PT.EL.C/1L.OT485 F REV G RVRB RB2701 REL.PT.EL.C/1L.OT485 F REV G RB RB2701 REL.PTO.INF.C/1L PROX IN.F G SRB RB2701 REL.PTO.INF.S/1L PROX IN.F G RB RB2701 REL PTO EL C/1L PROX EXT F G RB RB2701 REL.PTO.EL.C/2L.OT.RS232 F G RB RB2701 REL.PTO.EL.C/2L.OT.RS485 F G ARB RB3701 REL.PTO.ELETR.C/1L.OPTIC AUTONOMO RS485 G RB RB3701 REL.PTO.ELETR.C/1L.OPTIC AUTONOMO RS232 G RB RB3701 REL.PTO.ELETR.RS485 C/2 LEIT.SCANNER G RB RB3707 REL.PTO 1L.OPT.TCP-IP CAIXA PLAST G RB RB2707 REL PTO EL 1LBAR CX PL IP F G RVRB RB2707 REL PTO EL 1LBAR CX PL IP - REV G ASRB RB2707 TCP-IP CX.PLAST.REL.PTO.EL.S/L.PROX.MIFARE G RB RB2707 TCP-IP CX.PLAST.REL.PTO.EL.L.PROX G SRB RB2707 TCP-IP CX.PLAST.REL.PTO.EL.S/L.PROX Produtos Caixa metálica fora de linha G RB RB2701 REL.PTO.EL.C/1 LEIT.MAG. RS232 - CAIXA FERRO G PDRB RB3707 REL PTO EL C/1 L.O.TCPIP PEN-DRIVE G RB RB3707 REL PTO EL C/1 L.O.TCPIP(F G RB RB2701 REL.PTO.C/1L PROX.MIFARE (ID) RS485 G RB RB2707 REL.PTO.C/1L PROX.MIFARE (ID) TCP-IP G RB RB2701 REL.PTO.1L PROX. (HID) RS485 G SRB RB2701 REL.PTO.S/1L PROX. (HID) RS485 G RB RB2701 REL.PTO.C/1L PROX.MIFARE RS485 G RB RB2707 REL.PTO.C/1L PROX.MIFARE TCP-IP G RB RB2707 REL.PTO.C/1L PROX. (HID) TCP-IP G SRB RB2707 REL.PTO.S/1L PROX. (HID) TCP-IP G ARB RB2707 REL.PTO.C/1L.PROXIMIDADE ACURA TCP-IP G ASRB RB2707 REL.PTO.S/1L.PROXIMIDADE MIFARE TCP-IP G RB RB2707 REL.PTO.C/1L.PROXIMIDADE TCP-IP G SRB RB2707 REL.PTO.S/1L.PROXIMIDADE MOTOROLA TCP-IP G RB RB2707 REL.PTO.C/2L.PROXIMIDADE TCP-IP G RB RB2707 REL PT EL 1 LEI MAG TCPIP(F G BRB RB2707 REL PT EL 1LEI BAR TCPIP BACK LIGHT G RB RB2707 REL PT EL 1LEI BAR TCPIP(F ) G RVRB RB2707 REL PT EL 1LEI BAR TCPIP - REV. G RB RB2707 PONTO L.OPT.TCP-IP TECL.INTERNO G RB RB2701 REL.PONTO ELETR.C/1L.OPT. RS485 CX.FERRO Foi validada na CAP 3369 a versão do software RBTempo Access, onde foram corrigidos 08 itens da versão anterior (informações no BT_QS_49_2009); Foi validada na CAP 3372 a versão do software RBTempo WEB, onde foram implementados 02 itens novos além de 04 melhorias e 04 correções em relação à versão anterior (informações no BT_QS_50_2009); Na CAP 3374 foram alterados os códigos dos chicotes do motor dos relógios MD202 / RB301B / RB201 / RB401B / RB902, Nos relógios RB 201, RB 301B e RB 401B os itens C A CJ.CHICOTE MOTOR HORIZ.ACION.DO CARRINHO C CJ.CHICOTE MOTOR VERT.DE AC.CART.DATACRO foram substituídos pelos itens abaixo, respectivamente C C C D CHIC.DE ACIONAMENTO DO MOTOR - RB 201/301B/401B CHIC.DE ACIONAMENTO DO MOTOR - RB 201/301B/401B No relógio RB 902 o item C A CHIC.DE ACION. MOTOR - RB 902 foi substituído pelo item abaixo C D CHIC.DE ACIONAMENTO DO MOTOR - RB 902 Foi liberado na CAP 3375 o relógio RB0704 com sistema de identificação biométrica, que dispensa o uso de cartões, bastando apenas o uso de uma das duas digitais cadastradas com capacidade para até 50 usuários. Os códigos dos produtos liberados seguem abaixo: G RB G RB MD0704 LITE BIOM. 110/220V 60HZ MD0704 LITE USB BIOM. 110/220V 60HZ Foi validada na CAP 3378 a versão 2.01 do firmware para o relógio MD 0704, que implementa a rotina para poder trabalhar com a placa comutadora S , que efetua o controle do módulo biométrico SAGEM (informações no BT_QS_52_2009); Foi validada na CAP 3379 a versão 2.16F do firmware para o relógio MD 5705 Realtime, onde foi implementada 01 rotinas (rotina para poder trabalhar com a placa comutadora PCI 270 R1, que efetua controle do módulo biométrico Sagem - Obs.: Compatível com placa comutadora PCI 254 R0 e PCI 270 R0) e corrigidas outras 04 rotinas (informações no BT_QS_54_2009); Foi validada na CAP 3381 a versão do software RBTempo SQL, onde foi corrigida 1 rotina em relação à versão anterior (informações no BT_QS_53_2009); Foi liberada no BT_QS_51_2009 a versão do software MDEstacionamento, onde foram implementados 32 itens e foram corrigidos 21 itens em relação à versão anterior; Foi liberada no BT_QS_56_2009 a versão dos softwares RBLite e RBLiteCom, onde foram corrigidos 09 itens da versão anterior; Madis Rodbel Soluções de Ponto e Acesso Ltda. Página 4

5 Destaques do Laboratório Para próxima versão do RBTempo Web, estará disponível a integração do software com o software RBAcesso, permitindo realizar a consulta das marcações de ponto, somente do funcionário logado no RBTempo Web. (não é possível visualizar o ponto de outro funcionário que não seja o usuário logado). sem que haja necessidade de realizar a importação no RBTempo SQL Também será possível realizar a solicitação de horas extras pelo funcionário e aprovação de um usuário Gestor das horas solicitadas no RBTempo Web. 2. Abra novamente o Notepad ou Bloco de Notas, e insira o comando, vide imagem abaixo: Flavio Meireles Marques - Coord. Qualidade de Software Arquivo.bat para backup de banco de dados SQL Sabemos que muitos de nossos clientes acabam aderindo ao MSDE, ao comprar um Software da Madis que trabalhe com banco em tecnologia SQL. Em casos específicos, o cliente não possui conhecimento para efetuar Backup do banco de dados, para isso, ensinarei alguns procedimentos para criação de uma BAT, com intuito de facilitar o processo de Backup. 1. Vamos abrir um Bloco de Notas ou Notepad para Geração do Script de Backup. Escolha o diretório desejado e salve como, BKP_RBACESSO.BAT. OBS: Caso queira, peça ao cliente para deixar esta BAT como Tarefa Agendada, para que seja executada periodicamente. Caso tenha alterado a senha do SA na instalação, altere a senha na BAT, modificando para: Osql -Usa -Psenha -ic:\rbacesso\scripts \Sql_server\BKP_RBACESSO.sql Pronto, para fazer o backup do banco de dados, apenas dê duplo click na BAT criada!!! Salve o arquivo como o nome BKP_RBACESSO.SQL dentro do diretório C:\Rbacesso\Scripts\SQL_Server. José Valfredo Júnior Suporte Tecnológico Madis Rodbel Soluções de Ponto e Acesso Ltda. Página 5

6 TECNOLOGIA USB 3.0, dez vezes mais rápido O grupo sem fins lucrativos USB Promoter Group divulgou nesta há alguns dias7, as especificações do padrão USB 3.0, também conhecido como SuperSpeed USB. A taxa de transferência de dados do novo padrão chegará aos 4,8 Gbps (gigabits por segundo), velocidade dez vezes superior ao protocolo atual. Nos últimos testes realizados, 25 GB foram transferidos em aproximadamente 14 minutos usando o USB 2.0. Já com o 3.0, o procedimento demorou apenas 70 segundos. O USB 3.0 é compatível com a versão anterior, mas não funciona com os modelos 1.0 devido a mudanças significativas entre o conector original, lançado há 12 anos. Contatos na Matriz Gerencia Técnica Operacional Sr. Ricardo Ramos Setor de Contratos Srta. Vanessa Laudos Técnicos Srta. Charlene Orçamentos Sra. Ana Suporte Técnico a Filiais, Autorizadas e Concessionárias Encarregado Suporte Tecnológico Sr. Júnior Administrativo Filiais Srta. Renata Sr. Marcos (MSN) Sr. Rafael Santos (MSN) Sr. Rafael Lima (MSN) Vale lembrar que, quem quiser desfrutar do novo padrão de USB deverá esperar até 2010; para o usuário final, a novidade não deve estar disponível antes de Hardwares que suportam o USB 3.0 não chegarão ao mercado até a segunda metade do próximo ano. Maurício Santana Alves Treinamento Técnico PARTICIPE!!! Este informativo tem uma área destinada à publicação de sua matéria. Envie-a para Seguem os links para download dos softwares validados recentemente. Caso haja erro em alguma senha devido a constantes alterações de versão, favor contatar o suporte OBS.: Em junho a página para downloads de manuais será atualizada e nela também estarão disponíveis as edições anteriores deste Informativo. Madis Rodbel Soluções de Ponto e Acesso Ltda. Página 6

7 RBLITECOM Senha: rblitecom30109 RBLITE Senha: rblite30109 RBCAD Senha: rbcad21800 RBCAD REALTIME Senha: rbcadrt1100 RBTEMPO WIN Access Senha: rbtw52418 RBTEMPO WIN SQL RBTEMPO WEB RBRESTAURANTE Senha: rbrest60300 MDREFEITORIO Senha: mdrefeitorio1101 RBGUARD Senha: rbguard10410 RBTEXTO Senha: rbtexto20203 RB4601 Senha: rb4601 RBACESSO SQL Senhas a consultar no suporte Madis Rodbel MDESTACIONAMENTO MDCOM MANUAIS TÉCNICOS VERSÕES ATUAIS DE SOFTWARE / HARDWARE SOFTWARE RBLite RBLiteCom RBCad (linha MD) RBCad (linha RB) RBTempo Access RBTempo SQL RBTempo WEB RBRestaurante MDRefeitório RBAcesso SQL RBAcesso Oracle MDEstacionamento RBGuard RBTexto MDCom MD EPRONS RBA 0501 RT 1.07 RBA 0501 Autônomo 1.07 RB 0703 / MD MD 0703 USB 2.06 MD 0703 Pendrive 2.10 MD RB 1701/ MD 2701/ B MD 2701 RT 2.15B MD 2701 RT (CONCENT) 1.36 MD 2701 Pendrive 2.17CP MD 3701/ B MD 3701/07 RT 2.15B MD 3701 Pendrive 2.17CP RB RB 4701/ ª RB 5702/ ª RB 5703/ RB 5703 RT 2.14 RB 5703E/08E 2.16E RB 5703E/08E RT 2.16C MD B MD E MD 5704 RT 2.16C MD 5704 Pendrive 2.17BP MD G MD 5705 RT 2.16F RBV TOTEM ENTRADA Coletor 1.15 TOTEM SAIDA Coletor 1.15 TOTEM ENTRADA Scanner 1.15 TOTEM SAIDA Scanner 1.15 RB AC 1.09 RB DC 1.09 RB15003 AC-EXTRA 1.09 Madis Rodbel Soluções de Ponto e Acesso Ltda. Página 7

Notícias da Assistência Técnica

Notícias da Assistência Técnica Dúvidas dos Colaboradores Este espaço foi criado para responder dúvidas de nossos colaboradores espalhados por todo o Brasil, já que a dúvida de um pode representar a dúvida de muitos! Não perca tempo,

Leia mais

Notícias da Assistência Técnica

Notícias da Assistência Técnica S Dúvidas dos Colaboradores Este espaço foi criado para responder dúvidas de nossos colaboradores espalhados por todo o Brasil, já que a dúvida de um pode representar a dúvida de muitos! Não perca tempo,

Leia mais

Notícias da Assistência Técnica

Notícias da Assistência Técnica Dúvidas dos Colaboradores Código do Tipo de Relógio de Ponto: Informe um código para o Relógio de Ponto que será definido, podendo ser alfanumérico, com até 15 caracteres Para uma maior facilidade na identificação,

Leia mais

Notícias da Assistência Técnica

Notícias da Assistência Técnica Dúvidas dos Colaboradores Este espaço foi criado para responder dúvidas de nossos colaboradores espalhados por todo o Brasil, já que a dúvida de um pode representar a dúvida de muitos! Para laços de 6

Leia mais

Notícias da Assistência Técnica

Notícias da Assistência Técnica Dúvidas dos Colaboradores Para cada modelo de equipamento existe uma configuração específica para o seu formato de memória. Este espaço foi criado para responder dúvidas de nossos colaboradores espalhados

Leia mais

Notícias da Assistência Técnica

Notícias da Assistência Técnica Como funciona Dúvidas dos Colaboradores Este espaço foi criado para responder dúvidas de nossos colaboradores espalhados por todo o Brasil, já que a dúvida de um pode representar a dúvida de muitos! A

Leia mais

O SISTEMA. O sistema de controle de acesso de pessoas RB ACESSO é um produto de tecnologia de ponta MADIS Rodbel.

O SISTEMA. O sistema de controle de acesso de pessoas RB ACESSO é um produto de tecnologia de ponta MADIS Rodbel. SOFTWARE DE ACESSO O SISTEMA O sistema de controle de acesso de pessoas RB ACESSO é um produto de tecnologia de ponta MADIS Rodbel. Totalmente desenvolvido para ambiente Web, o sistema proporciona uma

Leia mais

Conteúdo BIOTRONIC PLUS

Conteúdo BIOTRONIC PLUS 0 Conteúdo Manual de Instalação...3 RECURSOS DESTE RELÓGIO...5 1 - REGISTRANDO O ACESSO...7 1.1 Acesso através do sensor biométrico:...7 1.2 Acesso através de cartão de código de barras:...7 1.3 Acesso

Leia mais

Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1

Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1 Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1 1 - INTRODUÇÃO NEXCODE CONTROLS, também conhecido como NEXCON, é um conjunto de soluções de software desenvolvidas pela Nexcode

Leia mais

Manual Ponto System CB7 WWW.PONTOSYSTEM.COM.BR. Telefones: (041) 3333-4740

Manual Ponto System CB7 WWW.PONTOSYSTEM.COM.BR. Telefones: (041) 3333-4740 Manual Ponto System CB7 WWW.PONTOSYSTEM.COM.BR Telefones: (041) 3333-4740 1 ÍNDICE Instalação do Sistema... 3 Atualização do Sistema... 4 Acesso ao Sistema... 5 Janela principal... 6 Cadastros Cadastro

Leia mais

Controle de Acesso para Academia

Controle de Acesso para Academia Soluções Inteligentes em Segurança Eletrônica Controle de Acesso para Academia Software para academia Secullum Academia.Net é a solução definitiva para você administrar sua academia. Lance facilmente planos,

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO. CONTROL MIDI Controlador de Acesso Biométrico

MANUAL DE OPERAÇÃO. CONTROL MIDI Controlador de Acesso Biométrico MANUAL DE OPERAÇÃO CONTROL MIDI Controlador de Acesso Biométrico Sumário 1. Operação... 4 1.1. Inicialização do Equipamento... 4 1.2. Utilização... 4 1.3. Cadastro... 6 1.3.1. Cadastro de Biometria...

Leia mais

Duas capacidades de armazenamento de digitais. Opção para 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 digitais (opcional);

Duas capacidades de armazenamento de digitais. Opção para 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 digitais (opcional); Características Fabricada em aço-carbono, com pintura em epóxi preto; Tratamento anticorrosivo e acabamento em aço inox; Fechadura para acesso aos componentes eletrônicos; Sistema de amortecimento de giros

Leia mais

Duas capacidades de armazenamento de digitais. Opção para 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 (opcional);

Duas capacidades de armazenamento de digitais. Opção para 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 (opcional); Características Fabricada em aço-carbono, com pintura em epóxi preto; Tratamento anticorrosivo; Acabamento em aço inox; Fechadura para acesso aos componentes eletrônicos; Iluminação frontal, com chave

Leia mais

Inner Bio T24-04-0010 Manual de instruções

Inner Bio T24-04-0010 Manual de instruções T24-04-0010 Manual de instruções 1 NOTAS E CUIDADOS NA INSTALAÇÃO...2 2 INTRODUÇÃO...3 2.1 O QUE É O COLETOR DE DADOS INNER BIO?...3 2.2 QUAIS AS APLICAÇÕES DO INNER BIO?...4 2.3 QUE PROGRAMA UTILIZAR

Leia mais

Portaria Express 3.0

Portaria Express 3.0 Portaria Express 3.0 A portaria do seu condomínio mais segura e eficiente. Com a preocupação cada vez mais necessária de segurança nos condomínio e empresas, investe-se muito em segurança. Câmeras, cercas,

Leia mais

Duas capacidades de armazenamento de digitais. Opção para 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 digitais opcional);

Duas capacidades de armazenamento de digitais. Opção para 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 digitais opcional); Características Possui estrutura com design moderno e LEDs que indicam a confirmação de registros; Exclusivo sistema de hibernação quando o equipamento encontra-se sem energia vinda da rede elétrica, o

Leia mais

Características. São Paulo: (11) 4063-5544 Campinas: (19) 4062-9211 Campo Grande: (67) 4062-7122 Cuiabá: (65) 4052-9722. MPEBrasil

Características. São Paulo: (11) 4063-5544 Campinas: (19) 4062-9211 Campo Grande: (67) 4062-7122 Cuiabá: (65) 4052-9722. MPEBrasil Características - Único com este conceito no mercado e com preços atraentes; Iluminação frontal, com chave liga/desliga, em quatro opções de cores (azul, verde, vermelho e amarelo); - Possui sistema de

Leia mais

DataQuest. Soluções para Controle de Acesso. DataMini. Manual Técnico Software Ver. 1.0

DataQuest. Soluções para Controle de Acesso. DataMini. Manual Técnico Software Ver. 1.0 DataQuest Soluções para Controle de Acesso DataMini Manual Técnico Software Ver. 1.0 DataQuest DataQuest Comércio e Consultoria Ltda. Av. Dr. Guilherme Dumont Villares, n 1050 Sala 11 Vila Suzana - São

Leia mais

Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego;

Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego; Características Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego; Poderá ser utilizado por empresas autorizadas por convenção ou acordo coletivo a usar sistemas

Leia mais

Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:...

Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:... 0 Conteúdo Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:... 4 1.2 Acesso através do teclado (digitando a matrícula):...

Leia mais

Acabamento em aço inox (Tampa superior embutida, proporcionando um melhor acabamento);

Acabamento em aço inox (Tampa superior embutida, proporcionando um melhor acabamento); Características Fabricada em aço-carbono com pintura em epóxi preto; Tratamento anti-corrosivo; Acabamento em aço inox (Tampa superior embutida, proporcionando um melhor acabamento); Fechadura para acesso

Leia mais

Madis Rodbel Lança equipamento de ponto que atende a portaria 1510 do MTE

Madis Rodbel Lança equipamento de ponto que atende a portaria 1510 do MTE No dia 21 de agosto de 2009, o Ministério do Trabalho e Emprego assinou a Portaria 1510, que regulamenta o Registro Eletrônico de Ponto - REP e a utilização do Sistema de Registro Eletrônico de Ponto -

Leia mais

Duas capacidades de armazenamento de digitais: 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 digitais (opcional);

Duas capacidades de armazenamento de digitais: 1.900 digitais (padrão) ou 9.500 digitais (opcional); Características Possui estrutura com design moderno e LEDs que indicam a confirmação de registros; Os dados são gravados em um cartucho USB. Este modo de gravação oferece total proteção contra a perda

Leia mais

MADIS RODBEL SOLUÇÕES DE PONTO E ACESSO LTDA

MADIS RODBEL SOLUÇÕES DE PONTO E ACESSO LTDA MADIS RODBEL SOLUÇÕES DE PONTO E ACESSO LTDA Manual de operação Relógio MD 5705 Revisão 1.02 Maio de 2010 1 Índice Apresentação... 3 Display de LCD... 3 Leitor de crachás... 3 Leitor biométrico... 3 Teclado...

Leia mais

www.lojatotalseg.com.br

www.lojatotalseg.com.br Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. +55 41 3661-0100 Rua Rio Piquiri, 400 - Jardim Weissópolis - Pinhais/PR - Brasil CEP: 83322-010 CNPJ: 01.245.055/0001-24 Inscrição Estadual: 90.111.008-53

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS. BioGer Server e BioGer Client

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS. BioGer Server e BioGer Client ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS BioGer Server e BioGer Client ÍNDICE A) OBJETIVO...3 B) MODELOS...3 C) CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS...5 D) CARACTERÍSTICAS OPERACIONAIS...5 D.1) Características Operacionais

Leia mais

Acionamento através de senha*, cartão de proximidade ou biometria. Compatível com fechaduras magnéticas, eletroímãs e cancelas.

Acionamento através de senha*, cartão de proximidade ou biometria. Compatível com fechaduras magnéticas, eletroímãs e cancelas. 1/8 SISTEMA ZIGLOCK TCP Visão Geral: Instalação e configuração simplificada. Alta capacidade de armazenamento de registros e usuários. Acionamento através de senha*, cartão de proximidade ou biometria.

Leia mais

MANUAL CATRACAS GUIA DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO MANUAL CATRACAS GUIA DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO

MANUAL CATRACAS GUIA DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO MANUAL CATRACAS GUIA DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO MANUAL CATRACAS GUIA DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO MANUAL CATRACAS GUIA DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO APRESENTAÇÃO Parabéns! Você acaba de adquirir um produto Citrox. Desenvolvido com a mais avançada tecnologia

Leia mais

Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto

Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto O Ponto Secullum 4 comunica diretamente com os equipamentos de marcação de ponto informatizados de vários fabricantes. Desta forma,

Leia mais

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X.

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Para iniciar o sistema dê um duplo clique no ícone, que se encontra na área de trabalho. 1 Login do sistema. Esta é a tela de login

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS CONTROL

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS CONTROL ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS CONTROL ÍNDICE a) Objetivo 3 b) Hierarquia dos Produtos 3 c) Control c.1) Características Operacionais Genéricas 4 c.2) Características Técnicas Genéricas 4 c.3)

Leia mais

Manual de operação. BS Ponto Versão 5.1

Manual de operação. BS Ponto Versão 5.1 Manual de operação BS Ponto Versão 5.1 conteúdo 1. Instalação do sistema Instalando o BS Ponto Configurando o BS Ponto 2. Cadastrando usuários Cadastro do usuário Master Alterando a senha Master Cadastro

Leia mais

Manual. ID REP Config Versão 1.0

Manual. ID REP Config Versão 1.0 Manual ID REP Config Versão 1.0 Sumário 1. Introdução... 3 2. Pré-Requisitos... 3 3. Instalação do ID REP Config... 4 4. Visão Geral do Programa... 8 4.1. Tela Principal... 8 4.2. Tela de Pesquisa... 12

Leia mais

Manual de instalação e operação Relógio MD REP Revisão 5.00 Novembro de 2010. Para o perfeito funcionamento utilize apenas bobinas originais MADIS.

Manual de instalação e operação Relógio MD REP Revisão 5.00 Novembro de 2010. Para o perfeito funcionamento utilize apenas bobinas originais MADIS. Para o perfeito funcionamento utilize apenas bobinas originais MADIS. Manual de instalação e operação Relógio MD REP Revisão 5.00 Novembro de 2010 Madis Rodbel Av. Diógenes Ribeiro de Lima, 2346 - Alto

Leia mais

Modelo R02 - Volume 2 - Operacional

Modelo R02 - Volume 2 - Operacional Modelo R02 - Volume 2 - Operacional INTRODUÇÃO Este manual foi elaborado com a finalidade de exemplificar todas as operações possíveis de serem executadas no equipamento. O equipamento Prisma Super Fácil

Leia mais

Manual de Integração do Esmeralda DOS com a S_Line

Manual de Integração do Esmeralda DOS com a S_Line O que configurar no Esmeralda DOS? 1. Endereço Internet do Laboratório Utilizar a opção L - Parametros/Internet para informar o endereço Internet do LABORATÓRIO, que será impresso no Comprovante de Coleta;

Leia mais

Este manual foi desenvolvido usando a versão 3.4.81 do Ponto Secullum 3 e a versão 1.0.51 do Ponto Secullum 4.

Este manual foi desenvolvido usando a versão 3.4.81 do Ponto Secullum 3 e a versão 1.0.51 do Ponto Secullum 4. Migrando do Ponto Secullum 3 para o Ponto Secullum 4 A Secullum Sistemas de Ponto e Acesso vem através desse manual esclarecer as duvidas em relação a migração do sistema de Ponto Secullum 3 para o Ponto

Leia mais

Inner Acesso Inner Acesso Inner Acesso Bio Inner Acesso Bio Light

Inner Acesso Inner Acesso Inner Acesso Bio Inner Acesso Bio Light Inner Acesso Inner Acesso Bio Inner Acesso Bio Light Manual de Instruções Linha de Coletores Inner Acesso Rev 1-04/04/2014 PG - 1 - Índice ÍNDICE 1 APRESENTAÇÃO... 5 1.1 MODELOS DE INNER ACESSO... 7 1.2

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS. BioMatch Server e BioMatch Client

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS. BioMatch Server e BioMatch Client ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS e OPERACIONAIS BioMatch Server e BioMatch Client ÍNDICE A) Objetivo...3 B) Pré-Requisitos...3 C) Características Operacionais...4 D) Aplicação e Performance...6 E) Descrição dos

Leia mais

Manual do Usuário. Agradecimento

Manual do Usuário. Agradecimento Agradecimento Nós, da Tecnibra, queremos cumprimentá-lo e agradecer-lhe pela escolha deste nosso produto. Temos certeza que este Registrador de Dados lhe será muito útil e trará enormes benefícios à sua

Leia mais

Versão 1.0 CARBON SYSTEM. Manual do Software Ponto Legal. Manual do PONTO LEGAL

Versão 1.0 CARBON SYSTEM. Manual do Software Ponto Legal. Manual do PONTO LEGAL Versão 1.0 CARBON SYSTEM Manual do Software Ponto Legal Manual do PONTO LEGAL S O F T W A R E P A R A E M I S S Ã O D O R E L A T Ó R I O E S P E L H O D E P O N T O Manual do Ponto Legal Versão 1.0 Carbon

Leia mais

O Sistema foi projetado para ser utilizado por organizações de diversos setores, como:

O Sistema foi projetado para ser utilizado por organizações de diversos setores, como: 1 - APRESENTAÇÃO Este descritivo tem como objetivo, apresentar o Sistema de Controle de Acesso enfocando suas funcionalidades e condições técnicas necessárias de implantação. O Sistema de Controle de Acesso

Leia mais

Secullum Acesso.Net ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. Secullum Acesso.Net. Ficha Técnica. Serviço de Comunicação. Módulo. Estacionamento.

Secullum Acesso.Net ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. Secullum Acesso.Net. Ficha Técnica. Serviço de Comunicação. Módulo. Estacionamento. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Serviço de Comunicação Secullum Acesso.Net Estacionamento Gerencial Integração CFTV Pessoal Recepção Refeitório Automação Sistema Operacional: compatível com Windows XP ou superior

Leia mais

CERTIFICADO DIGITAL ARMAZENADO NO COMPUTADOR (A1) Manual do Usuário

CERTIFICADO DIGITAL ARMAZENADO NO COMPUTADOR (A1) Manual do Usuário Certificação Digital CERTIFICADO DIGITAL ARMAZENADO NO COMPUTADOR (A1) Manual do Usuário Guia CD-17 Público Índice 1. Pré-requisitos para a geração do certificado digital A1... 3 2. Glossário... 4 3. Configurando

Leia mais

Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda.

Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. Manual do equipamento Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. +55 41 3661-0100 Rua Rio Piquiri, 400 - Jardim Weissópolis - Pinhais/PR - Brasil CEP: 83322-010 CNPJ: 01.245.055/0001-24 Inscrição

Leia mais

SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição Configurando a Conexão com o Banco de Dados

SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição Configurando a Conexão com o Banco de Dados SSE 3.0 Guia Rápido Parametrizando o SISTEMA DE SECRETARIA Nesta Edição 1 Configurando a Conexão com o Banco de Dados 2 Primeiro Acesso ao Sistema Manutenção de Usuários 3 Parametrizando o Sistema Configura

Leia mais

Geral: Manual de Utilização do Software de Teste Gradual Windows

Geral: Manual de Utilização do Software de Teste Gradual Windows Manual de Utilização do Software de Teste Gradual Windows Geral: Este aplicativo é utilizado para testar os Microterminais Gradual Tecnologia Ltda. Para tanto deve ter as Dll s necessárias para controlar

Leia mais

Manual do FlexPoint. 145 x 310 x 65 cm (Largura x Altura x Profundidade)

Manual do FlexPoint. 145 x 310 x 65 cm (Largura x Altura x Profundidade) 1 O FlexPoint - apresenta um conceito moderno e flexível para a gravação e recuperação de informações que podem ser utilizadas para a marcação de Ponto Eletrônico e Controle de Acesso. É simples, fácil

Leia mais

Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda.

Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. +55 41 3661-0100 Rua Rio Piquiri, 400 - Jardim Weissópolis - Pinhais/PR - Brasil CEP: 83322-010 CNPJ: 01.245.055/0001-24 Inscrição Estadual: 90.111.008-53

Leia mais

Modelo R02 - Volume 1 - Conhecendo o Equipamento

Modelo R02 - Volume 1 - Conhecendo o Equipamento Modelo R02 - Volume 1 - Conhecendo o Equipamento INTRODUÇÃO Este manual foi desenvolvido com a finalidade de apresentar os recursos do equipamento, modos de registro de ponto e comunicação. O equipamento

Leia mais

Ponto Secullum 4 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS FUNCIONALIDADES FICHA TÉCNICA. Ficha Técnica

Ponto Secullum 4 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS FUNCIONALIDADES FICHA TÉCNICA. Ficha Técnica ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Ponto Secullum 4 Sistema Operacional: compatível com Windows 98 ou superior Banco de Dados: Access, SQL Server ou Oracle; Computador Requerido: Processador com 500Mhz, Memória Ram

Leia mais

Manual de Referência do Usuário. Programa de Tratamento de Registro de Ponto (PTRP) - JPonto5. Copyright 2012 Tecno Soluções em Informática LTDA

Manual de Referência do Usuário. Programa de Tratamento de Registro de Ponto (PTRP) - JPonto5. Copyright 2012 Tecno Soluções em Informática LTDA Programa de Tratamento de Registro de Ponto (PTRP) - JPonto5 Copyright 2012 Tecno Soluções em Informática LTDA Todos os Direitos Reservados Índice Cadastro de usuários... 8 Elementos da tela.... 8 Cadastrando

Leia mais

Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1

Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1 Nexcode Systems, todos os direitos reservados. Documento versão 15.1.1 1 1 - INTRODUÇÃO NEXCODE ACESS, também conhecido como NEXCESS, é um conjunto de soluções de software desenvolvidas sob a plataforma

Leia mais

Manual do Usuário CFCWeb BA

Manual do Usuário CFCWeb BA ÍNDICE Acesso ao sistema... 2 Tela Principal... 3 Cadastro de Candidatos... 5 Agenda Teórico... 6 Agenda Prático... 7 Consulta Agendamentos do Candidato por Serviço... 9 Cadastro de Grade Horária... 10

Leia mais

Em Relatórios, Financeiro, criado relatório Contas Excluídas.

Em Relatórios, Financeiro, criado relatório Contas Excluídas. Página 1 de 15 Versão 1.51.0 13/10/2015 16:00 No módulo Recepção, criadas opções para Controle de Caixa. Em Relatórios, Financeiro, criado relatório Turmas. Em Relatórios, Financeiro, criado relatório

Leia mais

SAPEwin Guia Rápido Ver 4.xxx. Informamos que este software esta de acordo com a portaria 1.510 de 21/08/2009 publicada pelo M.T.E.

SAPEwin Guia Rápido Ver 4.xxx. Informamos que este software esta de acordo com a portaria 1.510 de 21/08/2009 publicada pelo M.T.E. SAPEwin Guia Rápido Ver 4.xxx Informamos que este software esta de acordo com a portaria 1.510 de 21/08/2009 publicada pelo M.T.E. Tela de Acesso insira sua Senha Menu Rápido Aba de Cadastro Menu Estender

Leia mais

www.pontodigitalnetwork.com.br Manual de Instruções Mundi 1022 Coletor de Dados Ponto Digital Mundi 1022 Manual de Instruções 1/23

www.pontodigitalnetwork.com.br Manual de Instruções Mundi 1022 Coletor de Dados Ponto Digital Mundi 1022 Manual de Instruções 1/23 www.pontodigitalnetwork.com.br Manual de Instruções Mundi 1022 Coletor de Dados Ponto Digital Mundi 1022 Manual de Instruções 1/23 www.pontodigitalnetwork.com.br Manual de Instruções Mundi 1022 Sumário

Leia mais

Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda.

Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. +55 41 3661-0100 Rua Rio Piquiri, 400 - Jardim Weissópolis - Pinhais/PR - Brasil CEP: 83322-010 CNPJ: 01.245.055/0001-24 Inscrição Estadual: 90.111.008-53

Leia mais

TopPendrive Manual de Instruções TopPendrive - MP07301-01 Rev 06-03/05/2010 PG - 1 -

TopPendrive Manual de Instruções TopPendrive - MP07301-01 Rev 06-03/05/2010 PG - 1 - TopPendrive Manual de Instruções TopPendrive - MP07301-01 Rev 06-03/05/2010 PG - 1 - Índice Manual de Instruções TopPendrive - MP07301-01 Rev 06-03/05/2010 PG - 2 - ÍNDICE 1 APRESENTAÇÃO... 3 1.1 ACESSÓRIOS

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.1 ExpressoMG 14/10/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

b 1 Copyright 2008-2012 In9 Mídia Soluções Digitais Inc. All rights reserved.

b 1 Copyright 2008-2012 In9 Mídia Soluções Digitais Inc. All rights reserved. b 1 Conteúdo Capítulo 1... 3 Instalando o Neonews... 3 Neonews no Linux... 6 Capítulo 2... 7 Configurando o NeoNews... 7 Capítulo 3... 13 Teclas de Atalho do NeoNews Player... 13 2 Capítulo 1 Instalando

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 18 de fevereiro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é

Leia mais

Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego;

Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego; Características Baseado na portaria n 373 de 25 de fevereiro de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego; Poderá ser utilizado por empresas autorizadas por convenção ou acordo coletivo a usar sistemas

Leia mais

Assinatura Digital de Contratos de Câmbio Banrisul Utilização dos certificados digitais para a Assinatura de Contratos de Câmbio Banrisul.

Assinatura Digital de Contratos de Câmbio Banrisul Utilização dos certificados digitais para a Assinatura de Contratos de Câmbio Banrisul. Assinatura Digital de Contratos de Câmbio Banrisul Utilização dos certificados digitais para a Assinatura de Contratos de Câmbio Banrisul. Manual Descritivo Índice 1. Introdução 1.1. Objetivo. 1.2. Escopo.

Leia mais

Manual do Aplicativo de Configurações

Manual do Aplicativo de Configurações Registrador Eletrônico de Ponto Manual do Aplicativo de Configurações Henry Equipamentos Eletrônicos e Sistemas Ltda. Rua Rio Piquiri, 400 - Jardim Weissópolis Código Postal 83.322-010 Pinhais - Paraná

Leia mais

www.lojatotalseg.com.br

www.lojatotalseg.com.br Manual do Aplicativo de Configurações J INTRODUÇÃO Este manual visa explicar a utilização do software embarcado do equipamento Prisma. De fácil utilização e com suporte a navegadores de internet de todos

Leia mais

Manual do usuário MINIREP

Manual do usuário MINIREP Manual do usuário MINIREP Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida sem permissão da Diponto Ltda. As informações e especificações técnicas podem mudar a qualquer momento sem aviso prévio. Leitura

Leia mais

Em Relatórios, Financeiro, criado relatório Contas Excluídas.

Em Relatórios, Financeiro, criado relatório Contas Excluídas. Página 1 de 9 Versão 1.25.0 13/10/2015 16:00 Em Relatórios, Financeiro, criado relatório Turmas. Em Relatórios, Financeiro, criado relatório Contas Excluídas. Em Envio de Emails criada opção Filtros adicionais.

Leia mais

Sistema de Autorização Unimed

Sistema de Autorização Unimed Diretoria de Gestão Estratégica Departamento de Tecnologia da Informação Divisão de Serviços em TI Sistema de Autorização Unimed MANUAL DO USUÁRIO DIVISÃO DE SERVIÇOS EM TI A Divisão de Serviços em TI

Leia mais

Notícias da Assistência Técnica

Notícias da Assistência Técnica Dúvidas dos Colaboradores tensão de alimentação do módulo biométrico de 5 para 12 volts. Para este procedimento deve-se cortar a trilha que chega ao pino 1 do conector CN13(lado solda) e jumpear este pino

Leia mais

Sistema Integrado de Automação Módulo TECHMANAGER Versão 1.0.0.77 (serial)

Sistema Integrado de Automação Módulo TECHMANAGER Versão 1.0.0.77 (serial) SOLUÇÕES EM TECNOLOGIA Sistema Integrado de Automação Módulo TECHMANAGER Versão 1.0.0.77 (serial) Manual de Usuário TECHNEXT (2012) 1 de 28 SOLUÇÕES EM TECNOLOGIA Página Sumário 1. Sobre o Techmanager...

Leia mais

Controle Patrimonial WEB

Controle Patrimonial WEB Cccc Controle Patrimonial WEB Manual Unidade de Guarda Conteúdo 1. Acessar o Controle Patrimonial - Web... 4 1.1. Login... 4 1.2. Esquecer sua senha?... 5 2. Alterar a senha... 6 3. Cadastrar novo usuário...

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Sumário 1. Sobre este documento...3 2. Suporte técnico...3 3. Requisitos de hardware...3 3.1. Estação...3 3.2. Servidor...4 4. Instalação...4 4.1. Instalação do Group Folha no servidor...6

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 26 de agosto de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

Manual do Ponto Digital 3.5

Manual do Ponto Digital 3.5 Manual do Ponto Digital 3.5 Índice 1 Conhecendo o sistema (Cadastros) 1.1 Cadastro de Carga Horária 1.2 Cadastro de Funcionários 1.2.1 Selecionando Carga Horária para funcionário 1.2.2 Capturando impressão

Leia mais

TUTORIAL REP IDX CONTROLID

TUTORIAL REP IDX CONTROLID 1 TUTORIAL REP IDX CONTROLID Orientações para integração do sistema de Ponto x ControlID IDx Opções impactadas: Cadastro > Cadastro de REP Integração -> Gerenciador de REP Objetivo: Atender ao novo equipamento

Leia mais

Manual de Operação RB 201-B. Revisado em Agosto/2005. Página 1 de 13

Manual de Operação RB 201-B. Revisado em Agosto/2005. Página 1 de 13 Manual de Operação RB 201-B Revisado em Agosto/2005 Página 1 de 13 Índice 1 Apresentação...3 2 Instalação...3 3 Condições ambientais...3 4 Fornecimento de energia elétrica...3 5 Ligando o equipamento...3

Leia mais

ANTES DE TUDO, FAÇA ISTO...

ANTES DE TUDO, FAÇA ISTO... ATENÇÃO PARA SAT DIMEP: o EXISTEM 2 TIPOS DE SAT DIMEP. o O DE COR BRANCA QUE DEVE SER USADO PARA FAZER DEMONSTRAÇÕES. CASO A REVENDA DESEJE APARELHO PARA DEMONSTRAÇÃO, É ESTE QUE DEVE SER ADQUIRIDO o

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

Madis Rodbel Soluções de Ponto e Acesso Ltda.

Madis Rodbel Soluções de Ponto e Acesso Ltda. Elaborado: Qualidade de Software Versão: 3.00 Data: 11/06/2012 Apresentação O software Ativador REP é um software desenvolvido pela MADIS, para efetuar o controle das ativações do MD REP, MD REP NF, MD

Leia mais

Certificado Digital A1

Certificado Digital A1 Certificado Digital A1 Geração Todos os direitos reservados. Imprensa Oficial do Estado S.A. - 2012 Página 1 de 41 Pré-requisitos para a geração Dispositivos de Certificação Digital Para que o processo

Leia mais

A U T O R I Z O R R I GUIA DE INSTALAÇÃO W E B. Versão: 1.02 Agosto/2006 Versão: AW 4.004.006

A U T O R I Z O R R I GUIA DE INSTALAÇÃO W E B. Versão: 1.02 Agosto/2006 Versão: AW 4.004.006 A U T O R I Z A D O R W E B B I O M E T R I A GUIA DE INSTALAÇÃO Versão: 1.02 Agosto/2006 Versão: AW 4.004.006 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 UTILIZANDO A BIOMETRIA... 4 INSTALAÇÃO... 5 CADASTRO DA DIGITAL...15

Leia mais

Manual. Rev 2 - junho/07

Manual. Rev 2 - junho/07 Manual 1.Desbloquear o software ------------------------------------------------------------------02 2.Botões do programa- --------------------------------------------------------------------- 02 3. Configurações

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.6.0

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.6.0 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.6.0 09 de novembro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO SCANCHIP

SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO SCANCHIP SISTEMA DE CONTROLE DE ACESSO SCANCHIP MANUAL DO ADMINISTRADOR. Introdução O Controle de Acesso SCANCHIP foi desenvolvido visando à instalação da chamada com código (senha), cartão magnético ou biometria

Leia mais

Instalação do Sirius sem estações. O primeiro passo é instalar o Firebird 1.5, ele se encontra no CD de instalação do Sirius na pasta Firebird.

Instalação do Sirius sem estações. O primeiro passo é instalar o Firebird 1.5, ele se encontra no CD de instalação do Sirius na pasta Firebird. Instalação do Sirius sem estações 1. Instalando o Firebird...1 2. Instalando o Sirius...7 3. Configurações do Sirius:...11 Configuração dos arquivos do Sirius e Firebird...12 Firebird:...12 Sirius:...13

Leia mais

A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet.

A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet. Prezado Cliente, A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet. No Padrão 9 você encontrará novas funcionalidades, além de alterações

Leia mais

INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 4. INTERLIGAÇÃO DO SISTEMA... 5 5. ALGUNS RECURSOS... 6 6. SERVIDOR BAM...

INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 4. INTERLIGAÇÃO DO SISTEMA... 5 5. ALGUNS RECURSOS... 6 6. SERVIDOR BAM... 1 de 30 INDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONFIGURAÇÃO MÍNIMA... 4 3. INSTALAÇÃO... 4 3.1. ONDE SE DEVE INSTALAR O SERVIDOR BAM?... 4 3.2. ONDE SE DEVE INSTALAR O PROGRAMADOR REMOTO BAM?... 4 3.3. COMO FAZER

Leia mais

Software para o gerenciamento do acesso Ponto Digital icontrol

Software para o gerenciamento do acesso Ponto Digital icontrol Software para o gerenciamento do acesso Ponto Digital icontrol Em empresas, condomínios, eventos... organizações e setores que necessitam de um gerenciamento do controle do acesso através de bloqueadores

Leia mais

PHPONTO. PHPONTO Solução em Controle e Apuração de Ponto Eletrônico. Manual de instalação e operação. Manual do Operador. Rev. 1.

PHPONTO. PHPONTO Solução em Controle e Apuração de Ponto Eletrônico. Manual de instalação e operação. Manual do Operador. Rev. 1. PHPONTO Solução em Controle e Apuração de Ponto Eletrônico Manual do Operador Rev. 1.03 1 Parabéns! Estamos felizes em ter você conosco. A partir de agora lhe ajudaremos a cuidar do registro de ponto de

Leia mais

Cerne Tecnologia e Treinamento

Cerne Tecnologia e Treinamento Tecnologia e Treinamento Tutorial para Testes na Placa Cerne Ultrassom (21)4063-9798 (11)4063-1877 Skype: cerne-tec MSN: cerne-tec@hotmail.com www.cerne-tec.com.br Kits Didáticos e Gravadores da Cerne

Leia mais

Em poucas palavras, Biometria é o uso de características biológicas em mecanismos de identificação. Entre essas características tem-se a íris, a

Em poucas palavras, Biometria é o uso de características biológicas em mecanismos de identificação. Entre essas características tem-se a íris, a BIOMETRIA Em poucas palavras, Biometria é o uso de características biológicas em mecanismos de identificação. Entre essas características tem-se a íris, a retina,a impressão digital, a voz, o formato do

Leia mais

Manual do Usuário Certificado Digital AC PRODERJ

Manual do Usuário Certificado Digital AC PRODERJ Manual do Usuário Certificado Digital AC PRODERJ Guia CD-18 Público Índice 1. Emissão dos Certificados Digitais PRODERJ... 3 2. Documentos Necessários para Emissão dos Certificados... 3 3. Responsabilidades...

Leia mais

Relógio de Ponto Hexa - HENRY

Relógio de Ponto Hexa - HENRY Relógio de Ponto Hexa - HENRY Visão Geral Equipamento Homologado pelo Ministério do Trabalho e Certificado pelo Inmetro. Trabalha com vários tipos de comunicação, tornando-se um equipamento moldável e

Leia mais