PROGRAMA DE DISCIPLINA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DE DISCIPLINA"

Transcrição

1 PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina Educação do Campo na América Latina e Caribe Código Semestre Ano Letivo Área de Concentração Desenvolvimento Territorial Linha de Pesquisa: 3 Educação, Saúde e Cultura. Curso: MESTRADO Número de créditos: 4 Carga Horária: 60 horas Professores responsáveis: Noemia Ramos Vieira Maria Nalva Rodrigues de Araújo Bogo Silvia Aparecida de Sousa Fernandes DISCIPLINA OFERECIDA NOS DIAS: dia 24 a 28 de março de 2014 Horário: das 8 às 12 h e das 14 às 18 h Aulas teóricas: 40 Aulas práticas: 20 EMENTA A Educação e a escola dos trabalhadores do campo. O campo do currículo na e para a Educação do Campo. Políticas públicas em educação e dimensão curricular. Análise das relações entre currículo e políticas para Educação Básica. Saberes do campo e saberes escolares.

2 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO A disciplina busca abordar a educação e a escola dos trabalhadores e das trabalhadoras do campo no contexto histórico das lutas sociais e da atuação política e pedagógica dos movimentos sociais camponeses das últimas décadas, na América Latina (embate entre capital e trabalho na especificidade das relações sociais do campo). Igualmente, pretende-se refletir sobre as possibilidades políticas e teórico-metodológicas de construção e implantação de um projeto de Educação Escolar que se faça instrumento de fortalecimento identitário e político da classe trabalhadora do campo. Os conteúdos serão agrupados em quatro blocos de estudos específicos (que deverão dialogar com os estudos de outras disciplinas relacionados a capitalismo, campo e classe trabalhadora, à construção de alternativas de projeto popular de agricultura, à atuação dos movimentos sociais e sua relação com o Estado): 1. Educação do Campo, Política Educacional e hegemonia neoliberal no Brasil e em outros países da AL e Caribe; 2. O movimento brasileiro Por Uma Educação do Campo e a formulação de um projeto educativo a partir da classe trabalhadora do campo; 3. Elementos pedagógicos e epistemológicos das ciências da Educação que fundamentam/permitem compreender e solidificar a concepção de Educação do Campo, políticas curriculares para a educação básica e a educação do campo; 4. Estudo exploratório de práticas e políticas de educação camponesa, na relação com os movimentos sociais que integram a Via Campesina de outros países da AL e Caribe. OBJETIVOS O objetivo principal desta disciplina é trazer para reflexão e pesquisa dos estudantes as questões da educação, inclusive escolar, dos camponeses em diferentes países da America Latina e Caribe. São objetivos específicos: 1. A construção de uma chave de estudos sobre a construção político-pedagógica identificada hoje no Brasil como Educação do Campo, buscando compreender similitudes e distinções na abordagem das questões da educação dos camponeses em diferentes países da AL e Caribe; 2. Discutir os conceitos básicos de políticas públicas para a educação, para a educação básica e para a Educação do Campo; 3. Discutir os conceitos de identidade e saberes nas práticas educativas; 4. Entender a história do currículo como referencial de análise para as pesquisas em Educação do Campo.

3 METODOLOGIA Aulas expositivas dialogadas, seminários a partir da leitura e discussão em grupos de textos da bibliografia básica, elaboração de sínteses e tarefas temáticas. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Nível de apropriação das ideias trabalhadas pelos textos e pelas exposições; tomada de posição nos debates; capacidade de síntese e de elaboração teórica; disciplina e qualidade na realização dos trabalhos combinados coletivamente. Sugere-se a produção de texto dissertativo, com as experiências formativas e a reflexão sobre as políticas curriculares e Educação do Campo. BIBLIOGRAFIA ALGEBAILE, E. Escola pública e Pobreza. São Paulo, Cortez, ANTUNES-ROCHA, M. I.; MARTINS, A. A. Educação do Campo: desafios para a formação de professores. Belo Horizonte: Autêntica, APPLE, M. Ideologia e currículo. Porto, 2002 APPLE, M. Política cultural e educação. São Paulo, SP: Cortez, APPLE, M.; AU, W. GANDIN, L. A. Educação crítica: análise internacional. Porto Alegre: Artmed, 2011 ARROYO, M. G. Trabalho - Educação e Teoria Pedagógica. In: FRIGOTTO, G. (org). Educação e crise do trabalho: perspectivas de final de século. Petrópolis: Vozes, 1998, p ARROYO, M.; FERNANDES, B. M. A educação básica e o movimento social do campo. v. 2. Brasília: Fundação Universidade de Brasília, BRUNO, R. A natureza da classe dominante no campo brasileiro. Anotações de palestra feitas por João Pedro Stedile. Guararema, agosto BRUNO, R. Grupos de solidariedade, frentes parlamentares e pactos de unidade e ação. Em pauta o fortalecimento e a disputa pela representação patronal no campo. Relatório de

4 Pesquisa, REDES/IICA, fevereiro CALAZANS, M. J. C. Para compreender a educação do Estado no meio rural traços de uma trajetória. In.: THERRIEN, J. e DAMASCENO, M. N. (coords). Educação e Escola no Campo. Campinas: Papirus, 1993, pág CALDART, R. S. A Educação do Campo e a perspectiva de transformação da forma escolar. Texto escrito para o I Seminário de Pesquisa sobre Educação do Campo: desafios teóricos e práticos, UFSC, novembro CALDART, R. S. Educação do Campo: notas para uma análise de percurso. Revista Científica da EPSJV/FIOCRUZ, Trabalho, Educação e Saúde. Rio de Janeiro, v.7, pág , mar/jun CALDART, R. S. Intencionalidades na formação de Educadores do Campo: reflexões desde a experiência do curso Pedagogia da Terra da Via Campesina. In: ANTUNES-ROCHA, M. I.; MARTINS, M. de F. A. Territórios educativos na Educação do Campo. Belo Horizonte: Autêntica, CALDART, R. S. Pedagogia do Movimento Sem Terra: escola é mais do que escola. 3.ed. São Paulo: Expressão Popular, CALDART, R. S. Sobre Educação do Campo. In: SANTOS, C. A. dos (org.) Campo, Políticas Públicas, Educação. Coleção Por uma Educação do Campo, n. 07. Brasília: INCRA/MDA, 2008, p CALDART, R. S. Teses sobre a Pedagogia do Movimento. Texto, junho de CARVALHO, H. M. de. A readequação do Estado aos interesses do capital. O crescimento da pobreza e da fome no mundo. Texto, maio CARVALHO, H. M. de. Camponeses no Capitalismo. In: O Campesinato no Século XXI. Possibilidades e condicionantes do desenvolvimento do campesinato no Brasil. Petrópolis: Vozes, 2005, p CARVALHO, H. M. de. Na sombra da imaginação: reflexão a favor dos camponeses. Texto, abril 2010.

5 CASASSUS, I. Tarefas da Educação. Campinas : Editora Autores Associados,1995. CIAVATTA, M.; RAMOS, M. A "era das diretrizes": a disputa pelo projeto de educação dos mais pobres. Revista Brasileira de Educação. [online]. 2012, vol.17, n.49, pp Disponível em: Acesso em: 23 ago DÁVALOS, P. (compilador). Pueblos Indíginas, Estado y Democracia. Buenos Aires. CLACSO, Colección Grupos de Trabajo DUARTE, N. Educação escolar, teoria do cotidiano e a Escola de Vigotski. Campinas: Autores Associados, FERNANDES, B. M. Los dos campos de la questión agrária: campesinado e agronegócio. Texto, FERNANDES, B. M. Os campos da pesquisa em Educação do Campo: espaço e território como categorias essenciais. In.: MOLINA, M. C. (org.). Educação do Campo e pesquisa: questões para reflexão. Brasília: MDA, 2006, p FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 17a ed., Rio de Janeiro: Paz e Terra, FREITAS, L. C. et al. Dialética da inclusão e da exclusão: por uma qualidade negociada e emancipadora nas escolas. In: GERALDI, C. M. G.; RIOLFI, C. R.; GARCIA, M. Escola Viva: elementos para a construção de uma educação de qualidade social. F. Campinas: Mercado de Letras Edições e Livraria Ltda., FREITAS, L. C. Crítica da organização do trabalho pedagógico e da didática. Campinas: Papirus, FRIGOTTO, G. Educação para a inclusão e a empregabilidade : promessas que obscurecem a realidade. Texto elaborado a partir de exposição feita em Seminário realizado na Universidade Federal Fluminense (UFF), de 16 a 18 de setembro de 2009, sob organização e coordenação do professor Rui Canário, da UCP Portugal e Sônia Maria Rummert, da UFF Brasil. FRIGOTTO, G. Os delírios da razão. In: GENTILI, P. (org.). Pedagogia da exclusão. Petrópolis: Vozes, 1995, p

6 FRIGOTTO, G. Projeto societário contra-hegemônico e educação do campo: desafios de conteúdo, método e forma. Exposição ao I Seminário de Pesquisa sobre Educação do Campo: desafios teóricos e práticos, UFSC, novembro GADOTTI, M.; TORRES, C. A. Educação popular: utopia latino-americana. São Paulo,Cortez/EDUSP, 1993 (no prelo). GADOTTI, M. e TORRES, C. A. Estado e educação popular na América Latina. Campinas, Papirus, GASPARIN, J. L. Uma Didática para a Pedagogia Histórico-Crítica. 3. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2002 GAVIA, M. F.; GUILÉN, D. (Coordenadoras). América Latina. Los Derechos y las Prácticas Ciudadanas a la Luz de los Movimientos Sociales. Buenos Aires, CLACSO, GENTILI, P. O consenso de Washington e a crise da educação na América Latina. In: A falsificação do consenso: simulacro e imposição na reforma educacional do neoliberalismo. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998, p GIARRACA, N.; LEVY, B. (compiladoras). Ruralidades Latinoamericanas, identidades y luchas sociales. Buenos Aires, CLACSO, GRITTI, S. M. Educação rural e capitalismo. Passo Fundo: UPF, LANDER, E. La Colonialidad del saber: eurocentrismo y ciências sociales. Perspectivas latinoamericanas. Buenos Aires, CLACSO, LEOPOLDO E SILVA, F. Conciliação Neoliberalismo e Educação. São Paulo: Anablume / Fundação UNESP, MANACORDA, M. A. Marx y la pedagogía moderna. Barcelona: Oikos-tau, MÉSZÁROS, I. A educação para além do capital. São Paulo: Boitempo, MIRANDA, G. M. Novo paradigma de conhecimento e políticas educacionais. Cadernos de

7 Pesquisa 100, Fundação Carlos Chagas, São Paulo: Cortez, 1997, p , MOLINA, M. C. O caminho aberto pelas experiências piloto: limites e possibilidades das licenciaturas em educação do campo. In: MOLINA, M. C.; SÁ, L. S. Licenciaturas em educação do campo: registros e reflexões a partir das experiências-piloto (UFMG; UNB; UFBA; EFS) Belo Horizonte: autêntica, 2011, p NERY, I. e MOLINA, M. C. Por uma educação básica do campo. Brasília: Fundação Universidade de Brasília, v. 1. NETTO, J. P. O materialismo histórico como instrumento de análise das políticas sociais. In.: NOGUEIRA, F. M. G.; RIZOTTO, M. L. F. (org.) Estado e políticas sociais: Brasil Paraná. Cascavel (PR): Edunioeste, 2003, pág NOSELA, P. A escola Brasileira de fim de século. In: Frigotto, G. Educação e crise do trabalho: Perspectivas de final de século. Petrópolis/RJ, Vozes PAULINO, E. T.; FABRINI, J. E. (orgs.). Campesinato e territórios em disputa. São Paulo: Expressão Popular, PEREIRA, J. M. M. O Banco Mundial e a construção político-intelectual do combate à pobreza. Topoi, v. 11, n. 21, jul./dez. 2010, p Disponível em: Acesso em 25 ago PERONI, V. M. V. et al. (org.) Dilemas da educação brasileira em tempos de globalização neoliberal: entre o público e o privado. Porto Alegre: Editora da UFRGS, PETRAS, J. Armadilha Neoliberal e Alternativas para a América Latina. São Paulo: Xamâ PLOEG, J. D. V. D. Camponeses e impérios alimentares. Lutas por autonomia e sustentabilidade na era da globalização. Porto Alegre: Editora da UFRGS, ROBERTSON, S. L.; DALE, R. O Banco mundial, o FMI e as possibilidades da educação crítica. In.: APPLE, M.; AU, W. GANDIN, L. A. Educação crítica: análise internacional. Porto Alegre: Artmed, 2011, p

8 SANDER, B. Gestão da educação na América Latina. Campinas: Editora Autores Associados, SAVIANI, D. Escola e Democracia. São Paulo: Cortez/Autores Associados, SAVIANI, D. Pedagogia Histórico-Crítica, primeiras aproximações. Campinas: Autores Associados, SAVIANI, D. Política e educação no Brasil. Campinas: Autores Associados, 4ª ed STEDILE, J. P. A ofensiva das empresas transnacionais sobre a agricultura. V Conferência Internacional da Via Campesina, Maputo, Moçambique, 19 a 22 de outubro SUCHODOLSKI, B. Teoria Marxista da Educação. Editorial Estampa, vol III. VIA CAMPESINA. Carta de Maputo: V Conferência Internacional da Via Campesina. Maputo, Moçambique, 19 a 22 de outubro de WARDE, TOMMASI e HADDAD (orgs.). O Banco Mundial e as políticas educacionais. São Paulo: Cortez/PUC-SP, 1996 XAVIER, M. E. S. P. Políticas educacionais, modelos pedagógicos e movimentos sociais. In: BLANCK, M.; CORRÊA, R. L. T. (orgs) A educação escolar em perspectiva histórica. Campinas: Autores Associados, 2005, p Professor Responsável pela disciplina: Noemia Ramos Vieira, Maria Nalva Rodrigues de Araújo Bogo, Silvia Aparecida de Sousa Fernandes Disciplina APROVADA no Conselho do Curso de Pós-Graduação / /

Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional em Saúde Mestrado em Educação Profissional em Saúde

Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional em Saúde Mestrado em Educação Profissional em Saúde Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional em Saúde Mestrado em Educação Profissional em Saúde 2015 Disciplina eletiva: Concepções de Currículo, Trabalho Docente e Educação Profissional Professores

Leia mais

PROGRAMA DE ENSINO. Área de Concentração EDUCAÇÃO. Professor Responsável: Prof. Dr. CRISTIANO AMARAL GARBOGGINI DI GIORGI

PROGRAMA DE ENSINO. Área de Concentração EDUCAÇÃO. Professor Responsável: Prof. Dr. CRISTIANO AMARAL GARBOGGINI DI GIORGI PROGRAMA DE ENSINO Disciplina Código A PEDAGOGIA DE PAULO FREIRE Semestre Ano Letivo Área de Concentração EDUCAÇÃO Curso: MESTRADO (X) DOUTORADO (X ) Número de créditos: 08 Carga Horária: 120 horas/aula

Leia mais

PLANO DE ENSINO/2014

PLANO DE ENSINO/2014 PLANO DE ENSINO/2014 CURSO: Licenciatura em Física MODALIDADE: Presencial DISCIPLINA: Políticas e Sistemas Educacionais CÓDIGO: NPED 16 FASE DO CURSO: 4ª SEMESTRE LETIVO: 2º/2014 CARGA HORARIA SEMESTRAL/SEMANAL:

Leia mais

BIBLIOGRAFIA. ARROYO, M. G. 1991. A escola possível é possível? In ARROYO, Miguel G. Da escola carente à escola possível. São Paulo: Loyola.

BIBLIOGRAFIA. ARROYO, M. G. 1991. A escola possível é possível? In ARROYO, Miguel G. Da escola carente à escola possível. São Paulo: Loyola. BIBLIOGRAFIA ALBORNOZ, S. 2000. O que é trabalhoso Paulo: Brasiliense. ANTUNES, R. 2002. Adeus ao trabalho?.ensaio sobre as metamorfoses e a centralidade do mundo do trabalho. 8 a. ed. Cortez; Campinas:

Leia mais

EPSJV/ FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Pós-graduação em Educação Profissional em Saúde

EPSJV/ FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Pós-graduação em Educação Profissional em Saúde C U R S O D E M E S T R A D O P R O F I S S I O N A L E M E D U C A Ç Ã O P R O F I S S I O N A L E M S A Ú D E Disciplina: Pedagogia das Competências Professores: Profª. Drª. Marise Ramos e Prof a. Drª

Leia mais

3- OBJETIVOS DA DISCIPLINA * Compreender o processo educativo brasileiro a partir de temas consubstanciais e seus desdobramentos históricos;

3- OBJETIVOS DA DISCIPLINA * Compreender o processo educativo brasileiro a partir de temas consubstanciais e seus desdobramentos históricos; Page 1 of 5 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Filosofia da Educação II Educador: João Nascimento Borges Filho 1- DISCIPLINA:

Leia mais

Designação da Disciplina: Educação Ambiental em Sistemas Aquáticos. Domínio Específico ( ) Domínio Conexo ( x )

Designação da Disciplina: Educação Ambiental em Sistemas Aquáticos. Domínio Específico ( ) Domínio Conexo ( x ) Designação da Disciplina: Educação Ambiental em Sistemas Aquáticos Domínio Específico ( ) Domínio Conexo ( x ) Natureza: Conteúdos Temáticos Transversais N o de Créditos: 08 N o de Semanas: 15 Prof a Responsável:

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO ANEXO I. PROJETO DELONGA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do Projeto:

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina Questão Ambiental e Energética Código Semestre Ano Letivo 1º 2014 Área de Concentração Desenvolvimento Territorial Linha de Pesquisa: 1 Campesinato, capitalismo e tecnologias;

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina Práticas de Saúde e Representação Social Código Semestre Ano Letivo Área de Concentração Desenvolvimento Territorial Linha de Pesquisa: Educação, saúde e cultura Curso:

Leia mais

A DISCIPLINA TRABALHO-EDUCAÇÃO E SEUS REBATIMENTOS NO CURSO DE PEDAGOGIA DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS DO RIO DE JANEIRO Ana Paula Santos Guimarães UFRJ

A DISCIPLINA TRABALHO-EDUCAÇÃO E SEUS REBATIMENTOS NO CURSO DE PEDAGOGIA DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS DO RIO DE JANEIRO Ana Paula Santos Guimarães UFRJ 1 A DISCIPLINA TRABALHO-EDUCAÇÃO E SEUS REBATIMENTOS NO CURSO DE PEDAGOGIA DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS DO RIO DE JANEIRO Ana Paula Santos Guimarães UFRJ Resumo O presente trabalho tem por proposição identificar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO ÁREA DE COMUNICAÇÃO PROGRAMA DE ENSINO DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2012

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO ÁREA DE COMUNICAÇÃO PROGRAMA DE ENSINO DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2012 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO ÁREA DE COMUNICAÇÃO PROGRAMA DE ENSINO DE EDUCAÇÃO FÍSICA - 2012 7 ANO TURMAS A e B Prof. Alexandre Magno Guimarães Ementa:

Leia mais

Plano de Ensino Docente

Plano de Ensino Docente Plano de Ensino Docente IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Matemática FORMA/GRAU: ( ) integrado ( ) subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado (x) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( x ) Presencial

Leia mais

A METODOLOGIA DO TRABALHO COLETIVO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS.

A METODOLOGIA DO TRABALHO COLETIVO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS. A METODOLOGIA DO TRABALHO COLETIVO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS. Marcos Jerônimo Dias Junior Formando em licenciatura plena em educação física Universidade Federal de Goiás RESUMO: Se na educação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA PLANO DE ENSINO 2011-1 DISCIPLINA: Os Sujeitos e a Prática Pedagógica em EJA - JP0024 PROFESSOR: Ms. Everton Fêrrêr I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Carga Horária Teórica: 60 h Carga Horária Prática: 15 h II EMENTA

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Matutino Educação III CARGA

PLANO DE ENSINO. Matutino Educação III CARGA 1 UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E DA EDUCAÇÃO FAED PLANO DE ENSINO DEPARTAMENTO: Pedagogia ANO/SEMESTRE: 2012/2 CURSO: Pedagogia FASE: 5ª DISCIPLINA: Pesquisa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA PLANO DE ENSINO 2011-2 DISCIPLINA: Experiências de Aprendizagem em Gestão Educacional JP0016 PROFESSOR: Ms. Elbio Gerardo Silveira Ramos I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Carga Horária Teórica: 60h Carga Horária

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO. Programa: Pós-Graduação stricto sensu em Educação/PPGE

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO. Programa: Pós-Graduação stricto sensu em Educação/PPGE UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO PERÍODO LETIVO/ANO 2010 Programa: Pós-Graduação stricto sensu em Educação/PPGE Área de Concentração: Sociedade,

Leia mais

Coordenação de Pós-graduação e Extensão PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL E CLÍNICA

Coordenação de Pós-graduação e Extensão PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL E CLÍNICA Coordenação de Pós-graduação e Extensão PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL E CLÍNICA CONCHAS 2013 PROJETO DE CURSO PÓS-GRADUAÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO Psicopedagogia Institucional e Clínica

Leia mais

As informações sobre o processo seletivo são as seguintes: 1. DADOS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADO EM EDUCAÇÃO

As informações sobre o processo seletivo são as seguintes: 1. DADOS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADO EM EDUCAÇÃO EDITAL Nº 01/ 2011 PPGEd CHAMADA DE CANDIDATOS AO PROCESSO SELETIVO DE ALUNOS REGULARES DO PPGEd - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO DA UNIV. FEDERAL DE SÃO CARLOS - CAMPUS SOROCABA - PARA O ANO DE

Leia mais

PERSPECTIVAS CRÍTICAS NA PESQUISA SOBRE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS

PERSPECTIVAS CRÍTICAS NA PESQUISA SOBRE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS IX CONGRESO INTERNACIONAL SOBRE INVESTIGACIÓN EN DIDÁCTICA DE LAS CIENCIAS Girona, 9-12 de septiembre de 2013 COMUNICACIÓN PERSPECTIVAS CRÍTICAS NA PESQUISA SOBRE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS Luciana

Leia mais

NOVEMBRO: 7-14- Realização do exercício de pesquisa 21-28- Elaboração e apresentação do relatório dos exercícios de pesquisa.

NOVEMBRO: 7-14- Realização do exercício de pesquisa 21-28- Elaboração e apresentação do relatório dos exercícios de pesquisa. 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO DISCIPLINA: Prática de Observação II CURSO: Pedagogia 2º semestre 1997 PROFESSORA: Tania Maria Esperon Porto

Leia mais

INCUBADORAS SOCIAIS UNIVERSITÁRIAS: A PROMOÇÃO DA ECONOMIA SOLIDÁRIA COM O FORTALECIMENTO DA EDUCAÇÃO POPULAR 1

INCUBADORAS SOCIAIS UNIVERSITÁRIAS: A PROMOÇÃO DA ECONOMIA SOLIDÁRIA COM O FORTALECIMENTO DA EDUCAÇÃO POPULAR 1 INCUBADORAS SOCIAIS UNIVERSITÁRIAS: A PROMOÇÃO DA ECONOMIA SOLIDÁRIA COM O FORTALECIMENTO DA EDUCAÇÃO POPULAR 1 Fabio Jardel Gaviraghi 2, Caroline Goerck 3, Walter Frantz 4. 1 Projeto de Pesquisa do Doutorado

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA (EDUCAÇÃO) DO CAMPO

PÓS-GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA (EDUCAÇÃO) DO CAMPO PÓS-GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA (EDUCAÇÃO) DO CAMPO Instituição Certificadora: FALC Faculdade da Aldeia de Carapicuíba Amparo Legal: Resolução CNE CES 1 2001/ 2007 Carga Horária: 460h Período de Duração: 12

Leia mais

O TRABALHO COMO PRINCÍPIO EDUCATIVO NA EDUCAÇÃO AMBIENTAL E OS DESAFIOS PARA UMA PEDAGOGIA CRÍTICA DA SUSTENTABILIDADE

O TRABALHO COMO PRINCÍPIO EDUCATIVO NA EDUCAÇÃO AMBIENTAL E OS DESAFIOS PARA UMA PEDAGOGIA CRÍTICA DA SUSTENTABILIDADE O TRABALHO COMO PRINCÍPIO EDUCATIVO NA EDUCAÇÃO AMBIENTAL E OS DESAFIOS PARA UMA PEDAGOGIA CRÍTICA DA SUSTENTABILIDADE INTRODUÇÃO BATISTA, Erika IFSP_Campinas/Unesp erikkabatista@gmail.com DE BLASI, Jacqueline

Leia mais

PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO DO PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM: conceituação, processo e estruturantes didáticos

PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO DO PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM: conceituação, processo e estruturantes didáticos Universidade Federal da Bahia Faculdade de Educação Dep. de Educação II DIDÁTICA PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO DO PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM: conceituação, processo e estruturantes didáticos Profa: Amaleide

Leia mais

SERVICO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR

SERVICO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR 1 SERVICO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR Fone: (62) 3521-1141 Fax: (62) 3521-1185 E-mail: fefufg@fef.ufg.br HP: www.fef.ufg.br

Leia mais

ÉTICA E DIREITOS HUMANOS

ÉTICA E DIREITOS HUMANOS UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN FACULDADE DE SERVIÇO SOCIAL - FASSO DEPARTAMENTO DE SERVIÇO SOCIAL DESSO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL E DIREITOS SOCIAIS PPGSS Campus Central

Leia mais

Plano de Ensino / Plano de Trabalho Docente

Plano de Ensino / Plano de Trabalho Docente Plano de Ensino / Plano de Trabalho Docente IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Licenciatura em Matemática CURSO: Licenciatura em Matemática FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS 1. EMENTA Problematização das práticas educativas na escola. A História nas propostas curriculares do ensino médio. A relação entre métodos, metodologias, técnicas e a prática do professor de História

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS DESENVOLVIMENTO HUMANO E SOCIAL DIVISÃO DE APOIO AO DOCENTE

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS DESENVOLVIMENTO HUMANO E SOCIAL DIVISÃO DE APOIO AO DOCENTE NORMAS COMPLEMENTARES EDITAL Nº. 003/2012 Processo Seletivo Simplificado para contratação de professores substitutos da Universidade Federal de Uberlândia UFU. 1. Informações Gerais 1.1. Área: Serviço

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2011-1

PLANO DE ENSINO 2011-1 PLANO DE ENSINO 2011-1 DISCIPLINA: Educação do Campo - JP0026 PROFESSOR: Dr.ª Arlete Salcides I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Carga Horária Teórica: Carga Horária Prática: 15h II EMENTA 45h Estudo de manifestações

Leia mais

A ESCOLA MULTISSERIADA EM IMAGENS: CONSTRUINDO A MEMÓRIA E O SIGNIFICADO DA ESCOLA NA COMUNIDADE CAMPESINA Juber Helena Baldotto Delboni UFES

A ESCOLA MULTISSERIADA EM IMAGENS: CONSTRUINDO A MEMÓRIA E O SIGNIFICADO DA ESCOLA NA COMUNIDADE CAMPESINA Juber Helena Baldotto Delboni UFES A ESCOLA MULTISSERIADA EM IMAGENS: CONSTRUINDO A MEMÓRIA E O SIGNIFICADO DA ESCOLA NA COMUNIDADE CAMPESINA Juber Helena Baldotto Delboni UFES Resumo Este estudo analisa de que maneira as fotografias são

Leia mais

DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA

DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO CÓDIGO: EDU348 DISCIPLINA: ENSINO-APRENDIZAGEM DE HISTÓRIA CARGA HORÁRIA: 45h EMENTA: Docência

Leia mais

As Escolas Famílias Agrícolas do Território Rural da Serra do Brigadeiro

As Escolas Famílias Agrícolas do Território Rural da Serra do Brigadeiro As Escolas Famílias Agrícolas do Território Rural da Serra do Brigadeiro VIEIRA, Tatiana da Rocha UFV - pedagogia_tati@yahoo.com.br BARBOSA, Willer Araújo UFV- wbarbosa@ufv.br Resumo: O trabalho apresentado

Leia mais

PROGRAMA DE GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL. História da Administração Pública no Brasil APRESENTAÇÃO

PROGRAMA DE GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL. História da Administração Pública no Brasil APRESENTAÇÃO PROGRAMA DE GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL Disciplina: História da Administração Pública no Brasil Professor(es): Wallace Moraes Período: 2013/2 Horário: 3 e 5 feiras,

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Coordenação Pedagógica Carga Horária Semestral: 40 h/a Semestre do Curso: 7º 1 - Ementa (sumário, resumo) A escola como organização

Leia mais

PLANO DE ENSINO SÚMULA/EMENTA

PLANO DE ENSINO SÚMULA/EMENTA PLANO DE ENSINO Código: ENS0007 Nome da Disciplina: Prática Educativa em Saúde I Professor Responsável: Waldomiro Carlos Manfroi e Carmen Lucia Bezerra Machado Número de Créditos (Carga Horária): 02 (30h/a)

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE HUMANIDADES. EDITAL nº 1/2011 do CH/UFCG

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE HUMANIDADES. EDITAL nº 1/2011 do CH/UFCG UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE HUMANIDADES EDITAL nº 1/2011 do CH/UFCG A Diretora do Centro de Humanidades da Universidade Federal de Campina Grande, Campus de Campina Grande, na forma

Leia mais

EMENTA DE DISCIPLINA

EMENTA DE DISCIPLINA Formação de Professores, História e Políticas História e memória dos sujeitos, processos e instituições educativas. Formação, profissionalização e trabalho docente. Políticas de formação docente inicial

Leia mais

Palavras-chave: políticas educacionais; educação a distância; formação de professores.

Palavras-chave: políticas educacionais; educação a distância; formação de professores. As Políticas de Educação a Distância: Programas e ações para a Formação de Professores da Educação Básica no Governo Lula da Silva (2003-2010) MEDEIROS, Simone (PPGE/FE/UFG) simone.medeiros3@gmail.com

Leia mais

AGRICULTURA FAMILIAR COMO FORMA DE PRODUÇÃO RURAL PARA ABASTECIMENTO DE GRANDES CENTROS URBANOS

AGRICULTURA FAMILIAR COMO FORMA DE PRODUÇÃO RURAL PARA ABASTECIMENTO DE GRANDES CENTROS URBANOS AGRICULTURA FAMILIAR COMO FORMA DE PRODUÇÃO RURAL PARA ABASTECIMENTO DE GRANDES CENTROS URBANOS Jaqueline Freitas dos Santos 692 jaquelineufmg_09@hotmail.com Klécia Gonçalves de Paiva Farias kleciagp@gmail.com

Leia mais

O COTIDIANO DO EDUCADOR: INSPIRAÇÕES FREIREANAS Coordenadora: Isabel Cristina Nacha Borges Expositoras: Clarice Dirshnabel e Cristina Maria Salvador

O COTIDIANO DO EDUCADOR: INSPIRAÇÕES FREIREANAS Coordenadora: Isabel Cristina Nacha Borges Expositoras: Clarice Dirshnabel e Cristina Maria Salvador O COTIDIANO DO EDUCADOR: INSPIRAÇÕES FREIREANAS Coordenadora: Isabel Cristina Nacha Borges Expositoras: Clarice Dirshnabel e Cristina Maria Salvador O PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO COMO UMA POSSIBILIDADE

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Programa de TIDD

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Programa de TIDD MÓDULO II TEÓRICO AVANÇADO Disciplina: P01070 - Teorias Avançadas na Aprendizagem em Ambientes Virtuais (TAAV) /Turma TIDD01TA Módulo II Área de Concentração: Processos Cognitivos e Ambientes Digitais

Leia mais

GESTÃO ESCOLAR: PARTICIPAÇÃO DA COMUNIDADE NA ESCOLA. Marleide Rodrigues da Silva Perrude

GESTÃO ESCOLAR: PARTICIPAÇÃO DA COMUNIDADE NA ESCOLA. Marleide Rodrigues da Silva Perrude GESTÃO ESCOLAR: PARTICIPAÇÃO DA COMUNIDADE NA ESCOLA. Marleide Rodrigues da Silva Perrude RESUMO Temos por objetivo nesta pesquisa, analisar, sob uma perspectiva histórica, o modelo de gestão da escola

Leia mais

A disciplina conceitua numa perspectiva histórica as principais concepções de ensinoaprendizagem.

A disciplina conceitua numa perspectiva histórica as principais concepções de ensinoaprendizagem. Unidade Universitária Centro de Ciências Biológicas e da Saúde - 040 Curso Psicologia Disciplina PSICOLOGIA DA APRENDIZAGEM Professor(es) e DRTs Alex Moreira Carvalho 1120814 Daniel Sá Roriz Fonteles 1138998

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E DA EDUCAÇÃO FAED

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E DA EDUCAÇÃO FAED UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E DA EDUCAÇÃO FAED PLANO DE ENSINO Deixa-te levar pela criança que foste. O Livro dos Conselhos DEPARTAMENTO: Pedagogia ANO/SEMESTRE:

Leia mais

A Teoria Educacional de Paulo Freire: suas influências e seu horizonte

A Teoria Educacional de Paulo Freire: suas influências e seu horizonte A Teoria Educacional de Paulo Freire: suas influências e seu horizonte pereiradirlei@gmail.com Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda. Paulo Freire (2000, p.

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura Física FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( x ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: (x) Presencial

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Mês/ Unidade s. Conteúdos T/P 1 08

PLANO DE ENSINO. Mês/ Unidade s. Conteúdos T/P 1 08 PLANO DE ENSINO CURSO: Licenciatura em Matemática MODALIDADE: Presencial DISCIPLINA: Teorias Educacionais e Curriculares CÓDIGO: NPED 03 FASE DO CURSO: 2ª SEMESTRE LETIVO: 2º 2013 CARGA HORARIA SEMESTRAL/

Leia mais

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*.

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*. EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pela Universidade Federal de Viçosa são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, referentes a cada Departamento, seguidas de um número de três

Leia mais

1. Introdução. Página 1 de 7

1. Introdução. Página 1 de 7 O ESPAÇO DOS HOMENS PLENOS: FERNANDO SALINAS, A ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO NA ESCOLA DE ARQUITETURA DO ISPJAE / CUBA E A PERSPECTIVA DE FORMAÇÃO OMNILATERAL Fábio Fernandes Villela, Doutor em Sociologia

Leia mais

Carga horária total: 60 Semestre Letivo 1º/2012 Ementa. Objetivos Procedimentos e Habilidades Atitudes, Normas e Valores

Carga horária total: 60 Semestre Letivo 1º/2012 Ementa. Objetivos Procedimentos e Habilidades Atitudes, Normas e Valores Unidade Universitária Centro de Ciências Biológicas e da Saúde - 040 Curso Psicologia Disciplina Introdução à Psicologia Social Código da Disciplina 0832306 Professor(es) e DRTs Andréia De Conto Garbin

Leia mais

TERCEIRO SETOR E EDUCAÇÃO NA PRODUÇÃO ACADÊMICA DA REGIÃO SUDESTE, ENTRE 1995 E 2004

TERCEIRO SETOR E EDUCAÇÃO NA PRODUÇÃO ACADÊMICA DA REGIÃO SUDESTE, ENTRE 1995 E 2004 TERCEIRO SETOR E EDUCAÇÃO NA PRODUÇÃO ACADÊMICA DA REGIÃO SUDESTE, ENTRE 1995 E 2004 Ana de Godoy Weisz 1 O trabalho se propôs a pesquisar a tendência da produção acadêmica quanto à inserção do Terceiro

Leia mais

PLANO DE ENSINO X PLANO DE AULA

PLANO DE ENSINO X PLANO DE AULA PLANO DE ENSINO X PLANO DE AULA O plano de ensino ou programa da disciplina deve conter os dados de identificação da disciplina, ementa, objetivos, conteúdo programático, metodologia, avaliação e bibliografia

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC de Comunicação e relações interpessoais no ensino médio

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC de Comunicação e relações interpessoais no ensino médio MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS - FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS - FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS - FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: POLÍTICAS EDUCACIONAIS GRADE: RESOLUÇÃO CEPEC MATRIZ

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Teoria e Planejamento Curricular I Carga Horária Semestral: 40 horas Semestre do Curso: 5º 1 - Ementa (sumário, resumo) Currículo:

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO PERÍODO LETIVO/ANO 2009 Programa: Pós-Graduação stricto sensu em Educação/PPGE Área de Concentração: Sociedade,

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Fundamentos da Educação Infantil Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 3º 1 - Ementa (sumário, resumo) Contextualização histórica,

Leia mais

Educação Popular. Educação Popular

Educação Popular. Educação Popular Educação Popular Universidade Federal da Paraíba Centro de Educação Programa de Pós Graduação em Educação Mestrado Cursistas: Iolanda Carvalho de Oliveira Lucicléa Teixeira Lins Regina Celi Delfino da

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2014

PLANO DE ENSINO 2014 PLANO DE ENSINO 2014 CURSO: Física-Licenciatura MODALIDADE: Presencial DISCIPLINA: Estágio II CÓDIGO: EST 02 SEMESTRE: 2014-2 FASE: 8 a fase CARGA HORÁRIA (SEMESTRAL): 270 horas/360 aulas distribuídas

Leia mais

Mestre em Educação pela UFF (Universidade Federal Fluminense) e Professora Assistente na Universidade Estadual de Santa Cruz (Ilhéus BA).

Mestre em Educação pela UFF (Universidade Federal Fluminense) e Professora Assistente na Universidade Estadual de Santa Cruz (Ilhéus BA). Aleph Formação dos Profissionais da Educação ISSN 1807-6211 A FORMAÇÃO DO PROFESSOR: POSSIBILIDADES E LIMITES NA ORGANIZAÇÃO DE UM PLANO DE TRABALHO COLETIVO NO PROGRAMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO NA REFORMA

Leia mais

Sociologia I Émile Durkheim. Sociologia I Émile Durkheim

Sociologia I Émile Durkheim. Sociologia I Émile Durkheim Formulário de encaminhamento de propostas de estágio supervisionado PAD Campo PAD Comentários: Data do recebimento: / / Data da análise: / / Nova: ( ) Renovação: ( ) Profª Drª Iraní F. Gerab Presidente

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Curso de Mestrado Profissional em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias.

PLANO DE ENSINO. Curso de Mestrado Profissional em Ensino de Ciências, Matemática e Tecnologias. UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT PLANO DE ENSINO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS, MATEMÁTICA E TECNOLOGIAS - PPGECMT DISCIPLINA: Teorias de Aprendizagem

Leia mais

PLANO DE CURSO. CURSO: Pedagogia Licenciatura. CARGA HORÁRIA: 60h PERÍODO: 6º TURMA: PROFESSOR (A): Profª Esp. Carmen Rejane Antunes Simoes

PLANO DE CURSO. CURSO: Pedagogia Licenciatura. CARGA HORÁRIA: 60h PERÍODO: 6º TURMA: PROFESSOR (A): Profª Esp. Carmen Rejane Antunes Simoes PLANO DE CURSO CURSO: Pedagogia Licenciatura DISCIPLINA: DISCIPLINA: Gestão da Educação: Administrativa e Pedagógica PERÍODO LETIVO: 2011/1 CRÉDITOS: CARGA HORÁRIA: 60h PERÍODO: 6º TURMA: PROFESSOR (A):

Leia mais

FICHA DE COMPONENTE CURRICULAR

FICHA DE COMPONENTE CURRICULAR FICHA DE COMPONENTE CURRICULAR CODIGO GFP050 COMPONENTE CURRICULAR: Psicologia da Educação UNIDADE ACADÊMICA OFERTANTE: INSTITUTO CIÊNCIAS SOCIAIS SIGLA: INCIS CH TOTAL TEÓRICA: 60 CH TOTAL PRÁTICA: CH

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR

PÓS-GRADUAÇÃO EM DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR PÓS-GRADUAÇÃO EM DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR Instituição Certificadora: FALC Amparo Legal: Resolução CNE CES 1 2001 Resolução CNE CES 1 2007 Carga Horária: 460h Período de Duração: 12 meses (01 ano) Objetivos:

Leia mais

EDUCAÇÃO NÃO FORMAL E MOVIMENTOS SOCIAIS - PRÁTICAS EDUCATIVAS NOS ESPAÇOS NÃO ESCOLARES

EDUCAÇÃO NÃO FORMAL E MOVIMENTOS SOCIAIS - PRÁTICAS EDUCATIVAS NOS ESPAÇOS NÃO ESCOLARES EDUCAÇÃO NÃO FORMAL E MOVIMENTOS SOCIAIS - PRÁTICAS EDUCATIVAS NOS ESPAÇOS NÃO ESCOLARES Deneusa Luzia Rodrigues - UNIVILLE Elizabete Tamanini UNIVILLE Programa de Mestrado em Educação - UNIVILLE Resumo:

Leia mais

CENTRO DE COMPETÊNCIA DE CIÊNCIAS SOCIAIS (CCCS) Departamento de Ciências da Educação

CENTRO DE COMPETÊNCIA DE CIÊNCIAS SOCIAIS (CCCS) Departamento de Ciências da Educação CENTRO DE COMPETÊNCIA DE CIÊNCIAS SOCIAIS (CCCS) Departamento de Ciências da Educação Licenciatura em Ciências de Educação Menor em Educação Social 2º Ano Ano letivo 2011/2012 2º Semestre PROGRAMA Gestão

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 2º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 2º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: História da Educação Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 2º 1 - Ementa (sumário, resumo) A educação primitiva. A educação

Leia mais

ANALISANDO O PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL A PARTIR DAS CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA HISTÓRICO-CULTURAL

ANALISANDO O PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL A PARTIR DAS CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA HISTÓRICO-CULTURAL ANALISANDO O PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL A PARTIR DAS CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA HISTÓRICO-CULTURAL SILVA, Luzia Alves da (UNIOESTE) 1 ROSSETTO, Elisabeth (Orientadora/UNIOESTE)

Leia mais

Revista Especial de Educação Física Edição Digital v. 3, n. 1, novembro 2006.

Revista Especial de Educação Física Edição Digital v. 3, n. 1, novembro 2006. UM ENSAIO SOBRE A DEMOCRATIZAÇÃO DA GESTÃO NO COTIDIANO ESCOLAR: A CONEXÃO QUE FALTA. Noádia Munhoz Pereira Discente do Programa de Mestrado em Educação PPGE/FACED/UFU - noadia1@yahoo.com.br Resumo O presente

Leia mais

ÁREA INFORMÁ TICA CURSO LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO

ÁREA INFORMÁ TICA CURSO LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS CAMPUS PORTO NACIONAL Av. Tocantins, Loteamento Mãe Dedé, Porto

Leia mais

FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde

FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde Epistemologia Carla Martins / Marco Antonio C. Santos / Virgínia Fontes 1º semestre 2015 3ªs feiras

Leia mais

Referências bibliográficas

Referências bibliográficas 309 Referências bibliográficas ABU-DUHOU, Ibtisan Uma Gestão mais Autônoma da Escola Série Documentos Unesco Escritório Unesco Brasil, 2002. AGUIAR, Glauco da Silva Quem Ensina Matemática no Brasil? Um

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1503 - Licenciatura em Matemática. Ênfase. Disciplina 0004117A - Didática da Matemática

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1503 - Licenciatura em Matemática. Ênfase. Disciplina 0004117A - Didática da Matemática Curso 1503 - Licenciatura em Matemática Ênfase Identificação Disciplina 0004117A - Didática da Matemática Docente(s) Marisa da Silva Dias Unidade Faculdade de Ciências Departamento Departamento de Educação

Leia mais

VII Congresso Latino-Americano de Estudos do Trabalho. O Trabalho no Século XXI. Mudanças, Impactos e Perspectivas.

VII Congresso Latino-Americano de Estudos do Trabalho. O Trabalho no Século XXI. Mudanças, Impactos e Perspectivas. VII Congresso Latino-Americano de Estudos do Trabalho. O Trabalho no Século XXI. Mudanças, Impactos e Perspectivas. GT 18 - Psicología Social Del Trabajo en América Latina: Identidades y procesos de subjetivación,

Leia mais

Plano de Ensino. Seriação ideal 3

Plano de Ensino. Seriação ideal 3 Curso 1404 - Licenciatura Plena em Educação Artística Ênfase Identificação Disciplina 0003325 - Psicologia da Educação Unidade Faculdade de Ciências Departamento Departamento de Educação Créditos 4 60

Leia mais

FERNANDO DE OLIVEIRA VIEIRA

FERNANDO DE OLIVEIRA VIEIRA DISCIPLINA PROFESSOR Objetivos Ementa Estrutura do curso e metodologia Qualificações do Instrutor UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MESTRADO PROFISSIONAL

Leia mais

BASES LEGAIS PARA UMA EDUCAÇÃO DO E NO CAMPO E AS EXPERIÊNCIAS EDUCATIVAS DE UMA ESCOLA DE AGROECOLOGIA NA REGIÃO NORTE DO PARANÁ

BASES LEGAIS PARA UMA EDUCAÇÃO DO E NO CAMPO E AS EXPERIÊNCIAS EDUCATIVAS DE UMA ESCOLA DE AGROECOLOGIA NA REGIÃO NORTE DO PARANÁ BASES LEGAIS PARA UMA EDUCAÇÃO DO E NO CAMPO E AS EXPERIÊNCIAS EDUCATIVAS DE UMA ESCOLA DE AGROECOLOGIA NA REGIÃO NORTE DO PARANÁ Caroline Mari de Oliveira - UEM Daiane Letícia Boiago - UEM Resumo: O presente

Leia mais

TÍTULO: BIOÉTICA NOS CURSOS SUPERIORES DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO

TÍTULO: BIOÉTICA NOS CURSOS SUPERIORES DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO TÍTULO: BIOÉTICA NOS CURSOS SUPERIORES DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE PRESBITERIANA

Leia mais

III SEMINÁRIO EM EPISTEMOLOGIA E EDUCAÇÃO FÍSICA I SEMINÁRIO EM FORMAÇÃO DE PROFESSORES

III SEMINÁRIO EM EPISTEMOLOGIA E EDUCAÇÃO FÍSICA I SEMINÁRIO EM FORMAÇÃO DE PROFESSORES UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS LINHA DE ESTUDOS EPISTEMOLOGIA E DIDATICA EM EDUCAÇÃO FÍSICA GRUPO DE PESQUISA EM LAZER E FORMAÇÃO DE PROFESSORES. III SEMINÁRIO

Leia mais

Algumas contribuições para a construção do projeto político pedagógico na escola 1

Algumas contribuições para a construção do projeto político pedagógico na escola 1 FALA PEDAGOGIA Algumas contribuições para a construção do projeto político pedagógico na escola 1 Daniela Erani Monteiro Will O Projeto Político Pedagógico (PPP), há alguns anos, está na pauta de discussões

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: SOCIOLOGIA Código: CTB - 111 Pré-requisito: ------- Período Letivo: 2013.1 Professor: Elton

Leia mais

OLIVEIRA, Francisnaine Priscila Martins de. PPGE/FCT/UNESP/Presidente Prudente francisnaine@yahoo.com.br

OLIVEIRA, Francisnaine Priscila Martins de. PPGE/FCT/UNESP/Presidente Prudente francisnaine@yahoo.com.br FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA AS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL E A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DOS MODELOS FORMATIVOS DE UNIVERSIDADES PAULISTAS OLIVEIRA, Francisnaine Priscila Martins de.

Leia mais

Palavras-chave: Formação continuada de professores, cinema, extensão universitária.

Palavras-chave: Formação continuada de professores, cinema, extensão universitária. CINEMA UNIVERSITÁRIO: A EXTENSÃO COMO ESPAÇO PARA A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES NA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO (UNEMAT) André Luiz Borges Milhomem (UNEMAT) Egeslaine de Nez (UNEMAT) Maria

Leia mais

Práxis, Pré-vestibular Popular: Constante luta pela Educação Popular

Práxis, Pré-vestibular Popular: Constante luta pela Educação Popular Práxis, Pré-vestibular Popular: Constante luta pela Educação Popular Graziele Pissollatto da Costa, UFSM Ana Carolina Machado, UFSM Roberto Lopes do Nascimento Filho, UFSM Toni Pissollatto da Costa, UFSM

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Gestão Escolar III Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 6º 1 - Ementa (sumário, resumo) Gestão escolar democrática. Gestão

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE PRESIDENTE PRUDENTE FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA PROGRAMA DE ENSINO

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA CAMPUS DE PRESIDENTE PRUDENTE FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA PROGRAMA DE ENSINO PROGRAMA DE ENSINO Disciplina Inclusão / exclusão social e escolar de crianças e adolescentes em situação de risco subsídios para a ação do educador Semestre Código Ano Letivo Área de Concentração FORMAÇÃO

Leia mais

1 A FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DO DOCENTE PARA A EDUCAÇÃO SUPERIOR: DELINEANDO CAMINHOS E APROXIMAÇÕES RIVAS, Noeli Prestes Padilha USP noerivas@ffclrp.usp.br CONTE, Karina de Melo USP karina_conte@yahoo.com.br

Leia mais

A PRÁTICA PEDAGÓGICA DO PROFESSOR DE PEDAGOGIA DA FESURV - UNIVERSIDADE DE RIO VERDE

A PRÁTICA PEDAGÓGICA DO PROFESSOR DE PEDAGOGIA DA FESURV - UNIVERSIDADE DE RIO VERDE A PRÁTICA PEDAGÓGICA DO PROFESSOR DE PEDAGOGIA DA FESURV - UNIVERSIDADE DE RIO VERDE Bruna Cardoso Cruz 1 RESUMO: O presente trabalho procura conhecer o desempenho profissional dos professores da faculdade

Leia mais

AS POLÍTICAS PÚBLICAS E AS PRÁTICAS EDUCATIVAS: O PROCESSO DE TRANSIÇÃO DA EDUCAÇÃO INFANTIL PARA O ENSINO FUNDAMENTAL

AS POLÍTICAS PÚBLICAS E AS PRÁTICAS EDUCATIVAS: O PROCESSO DE TRANSIÇÃO DA EDUCAÇÃO INFANTIL PARA O ENSINO FUNDAMENTAL 1 AS POLÍTICAS PÚBLICAS E AS PRÁTICAS EDUCATIVAS: O PROCESSO DE TRANSIÇÃO DA EDUCAÇÃO INFANTIL PARA O ENSINO FUNDAMENTAL Rosiris Pereira de SOUZA Bolsista FAPEG FE/UFG rosirisps@gmail.com Prof.ª Dr.ª Ivone

Leia mais

PLANO DE ENSINO. 2 HORÁRIO DAS AULAS (OPCIONAL) DIA DA SEMANA HORÁRIO CRÉDITOS Segunda feira 7:30 as 8:20 8:20 as 9:10

PLANO DE ENSINO. 2 HORÁRIO DAS AULAS (OPCIONAL) DIA DA SEMANA HORÁRIO CRÉDITOS Segunda feira 7:30 as 8:20 8:20 as 9:10 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ESTADO DE SANTA CATARINA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E DA EDUCAÇÃO - FAED PLANO DE ENSINO DEPARTAMENTO: Pedagogia CURSO: PEN-EDI

Leia mais

AS ORIGENS DO PENSAMENTO. e-mail: simoneperes2@yahoo.com.br

AS ORIGENS DO PENSAMENTO. e-mail: simoneperes2@yahoo.com.br AS ORIGENS DO PENSAMENTO CURRICULAR NO BRASIL 1 AS ORIGENS DO PENSAMENTO CURRICULAR NO BRASIL 2 As origens do pensamento curricular no Brasil Pesquisa de Antonio Flavio Moreira (1990): O termo Currículo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 DEPARTAMENTO DE ARTES CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 DEPARTAMENTO DE ARTES CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 DEPARTAMENTO DE ARTES CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA PLANO DE ENSINO Disciplina Metodologia do Ensino da

Leia mais

A EDUCAÇÃO DO CAMPO NO PARADIGMA DA QUESTÃO AGRÁRIA: O PROJETO CAMPONÊS DE EDUCAÇÃO

A EDUCAÇÃO DO CAMPO NO PARADIGMA DA QUESTÃO AGRÁRIA: O PROJETO CAMPONÊS DE EDUCAÇÃO A EDUCAÇÃO DO CAMPO NO PARADIGMA DA QUESTÃO AGRÁRIA: O PROJETO CAMPONÊS DE EDUCAÇÃO Resumo Rodrigo Simão Camacho Membro do Grupo NERA/Bolsista Fapesp Unesp/campus Presidente Prudente rogeo@ymail.com Neste

Leia mais

Revista Diálogo Educacional ISSN: 1518-3483 dialogo.educacional@pucpr.br Pontifícia Universidade Católica do Paraná Brasil

Revista Diálogo Educacional ISSN: 1518-3483 dialogo.educacional@pucpr.br Pontifícia Universidade Católica do Paraná Brasil Revista Diálogo Educacional ISSN: 1518-3483 dialogo.educacional@pucpr.br Pontifícia Universidade Católica do Paraná Brasil Araújo Mota, Ana Paula; Bueno Andrade Megid, Maria Auxiliadora NACARATO, A. M.;

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA/IRATI - EAD (Currículo iniciado em 2010)

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA/IRATI - EAD (Currículo iniciado em 2010) EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA/IRATI - EAD (Currículo iniciado em 2010) COMUNICAÇÃO, EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA C/H 68 (D0031/I) Informação e conhecimento no processo educativo. Recursos de

Leia mais