PLANO DE DISCIPLINA. Período: Carga Horária: 60 h

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO DE DISCIPLINA. Período: 2014.1. Carga Horária: 60 h"

Transcrição

1 PLANO DE DISCIPLINA Curso: SERVIÇO SOCIAL Coordenação: Naiara C. Magalhães Professor (a): Robert Wagner Disciplina: Teoria Política Período: Carga Horária: 60 h 1. UNIDADE TEMÁTICA: 1.1 Ementa: Perpassar de modo esquemático e progressivo o percurso científico da Ciência Política, desde o pensamento filosófico seiscentista, os filósofos contratualistas modernos e liberais, o pensamento político social do marxismo em seus principais expoentes até as principais discussões políticas da contemporaneidade. Questões como o Estado, o poder, a cidadania, a política e revolução, estarão presentes nas discussões provocadas pelos autores que serão apresentados nessa disciplina. 1.2 Competências: Compreender o pensamento dos cientistas políticos a partir dos seus textos. Associar a teoria política desses autores à realidade local e global. Desenvolver no estudante de Serviço Social uma perspectiva critica e teórica acerca das concepções do Estado e seu papel diante das instituições sociais. 1.3 Habilidades: Aprimorar o contato com a leitura de textos complexos e traduzir seus significados e sentidos. Estabelecer o contato com obras de autores clássicos para estabelecer relações lógicas com pensadores contemporâneos. 1.4 Bases Curriculares: Unidade I - POLÍTICA CLÁSSICA: O HOMEM NO CENTRO DO MUNDO (20h/a) Sessão 1: Emergência do Pensamento Político Liberal: fundamentos e principais teóricos. Objetivo: Apresentação da disciplina, sua importância e métodos da Ciência Política como ramo das Ciências Sociais, bem como seu objeto de estudo. Abordagem das principais ideias, doutrinas e pensadores que deram bases para o pensamento da Ciência Política na Europa do século XII. Acentuar conceitos como, bem comum, indivíduo, racionalidade, direitos do homem, poder, bases dos governos, natureza humana, liberdade, dentre outros. Introduzir o pensamento político de Niccolò Machiavelli, Thomas Hobbes, John Locke e Jean-Jacques Rousseau. Material de Apoio: CARNOY, Martin. O Estado e o pensamento político norte-americano. In:. Estado e Teoria Política. ed. 10. Campinas: Papirus, 2004.p

2 Sessão 2: A Arte da Política. Objetivo: Proporcionar o contato com a obra do autor. Apresentar o pensamento político de Machiavelli e o momento politico e social no qual se encontrava suas analises. Enfatizar o discurso do autor e sua exortação à lógica do bom governo e da necessidade de manutenção do poder. Extrair os conceitos de Estado, política e poder. Material de Apoio: MAQUIAVEL, N. O Príncipe. São Paulo: Martin Claret, Sessão 3: O Poder Soberano e a Instituição do Estado. Objetivo: Contato com a obra do autor. A presentar o importante passo do autor no sentido de Sistematização científica com observação do indivíduo com fundamentação teórica através da abstração lógica. Abordar o pensamento do autor sobre o Estado e sua formação, o poder do soberano, formas de governo, liberdade, dentre outros aspectos. Material de Apoio: HOBBES, Thomas. Do Estado. In: Os Pensadores, Leviatã: matéria, forma e poder de um Estado eclesiástico e civil. São Paulo: Victor Civita, Sessão 4: Natureza e Contrato: transição para a sociedade. Objetivos: Contato com a obra do autor. Associar o pensamento político de Locke com o de Hobbes e atentar para as semelhanças e diferenças. Observar temáticas como a soberania popular, seu conceito de Estado, associado ao poder político, estado de natureza e estado de guerra, direito e propriedade, escravidão e cidadania, sociedade civil, dentre outras categorias. Material de Apoio: LOCKE, John. O segundo tratado sobre o governo: um ensaio referente à verdadeira origem, extensão e objetivo do governo civil. In:. Dois Tratados sobre o Governo. São Paulo: Martins Fontes: p Elizabeth. Direção: Shekhar Kapur. Reino Unido: Century Fox, (124 min.). Sessão 5: Soberania Popular. Objetivos: Contato com a obra do autor. Associar o pensamento político de Rousseau com o de Locke e Hobbes. Apresentar conceitos sobre a o contrato, formação da sociedade, Estado, tipos de governos, cidadania e soberania popular. Material de Apoio: ROUSSEAU, Jean-Jacques. Do Contrato Social. São Paulo: Edipro, Unidade II POLÍTICA MODERNA: ABORDAGENS MARXISTAS DO ESTADO. (20 h/a) Sessão 6: Introdução ao Pensamento Marxista na Ciência Política. Objetivos: Apresentar o pensamento politico de autores fundamentais da vertente marxista. Situar no tempo a constituição intelectual dessa vertente do pensamento político. Observar os principais conceitos que estão envolvidos nas categorias apresentadas pelos autores, principalmente em K. Marx e F. Engels. Material de apoio: CARNOY, Martins. Marx, Engels, Lenin e o Estado. In:. Estado e Teoria Política. ed. 10. São Paulo: Papirus, p De la servitude moderne. Direção: Jean-François Brient; Victor León Fuentes. França: (52 min.) Sessão 7: O Estado da Contradição. Objetivos: Contato com a obra do autor. Discutir o problema do Estado, grupos de interesses antagônicos, divisão de classes, propriedade privada, conflito e poder na concepção marxista de F. Engels. Material de apoio: ENGELS, F. Barbárie e civilização. In: FERNANDES, Florestan. (org.). Coleção Grandes Cientistas Sociais, K. Marx, F. Engel: história. São Paulo: Editora Ática, p Sessão 8: A Ação Política em Gramsci.

3 Objetivos: Introduzir o pensamento geral do autor proposto. Contextualizar seu pensamento com o momento histórico vivenciado pelo autor. Apresentar os principais tópicos e categorias de seu pensamento, como, sociedade política e sociedade civil, Estado, hegemonia e contra hegemonia, classes sociais, guerra de posição, os intelectuais, revolução passiva, dentre outros. Material de apoio: CARNOY, Martins. Gramsci e o Estado. In:. Estado e Teoria Política. ed. 10. São Paulo: Papirus, p Sessão 9: Vias de Acesso para a Tomada do Estado. Objetivos: Contado com a obra do autor. Observar os conceitos da teoria de Gramsci em atividade política numa situação específica. Material de apoio: GRAMSCI, Antonio. A Situação Italiana e as Tarefas do PCI. In. Revista de Ciências Sociais, v. 35, n. 2. Fortaleza: UFC, p Sessão 10: Estrutura e Marxismo. Objetivos: Apresentação do pensamento do autor e suas principais teorias políticas. Associação da teoria de Althusser com a de Gramsci. Acentuar as categorias de Estado, sociedade civil e aparelhos ideológicos do Estado. Material de apoio: CARNOY, Martins. O estruturalismo e o Estado: Althusser e Poulantzas. In:.Estado e Teoria Política. ed. 10. São Paulo: Papirus, p Sessão 11: Dominação e Ideologia. Objetivos: Contato com a obra do autor. Discutir os principais pontos teóricos da teoria política de Althusser, tais como, sua concepção de Estado e os aparelhos ideológicos do Estado e associa-los a realidade contemporânea local. Material de apoio: ALTHUSSER, Louis. O Estado. In:. Ideologia e Aparelhos Ideológicos do Estado. Lisboa: Editora Presença. p Os aparelhos ideológicos de Estado. In:. Ideologia e Aparelhos Ideológicos do Estado. Lisboa: Editora Presença. p Unidade III LEITURAS DE POLÍTICA CONTEMPORÂNEA. (20 h/a) Sessão 12: Perspectiva de um Estado Pós-Moderno. Objetivos: Discutir elementos contemporâneos da formação do estado, principalmente no que diz respeito a sociedade civil e o poder social. Material de apoio: SANTOS, Boaventura de Sousa. O Estado e os modos de produção de poder social. In:. Pela Mão de Alice: o social e o politico na pós-modernidade. São Paulo: Cortez, p Sessão 13: Público e Privados: espaços de conflito. Objetivos: Discutir o problema da delimitação ente o público e o privado focando no exemplo brasileiro. Material de apoio: BOBBIO, Norberto. A grande dicotomia: público/privado. Estado, Governo, Sociedade: para uma teoria geral da política. ed. 6. São Paulo: Paz e Terra, p Sessão 14: A Política na América Latina Contemporânea. Objetivos: Apresentar abordagens recentes dos problemas políticos na América Latina e atual configuração dos Estados-nacionais. Material de apoio: COSTILLA, Lucio Oliver. Transformações do estado e da sociedade civil na América Latina. In: BRAGA, Elza Maria Franco. (org.). América Latina: transformações econômicas e políticas. Fortaleza: Editora UFC, p Sessão 15: Outras Possibilidades de se Pensar a Política: o poder simbólico. Objetivos: A presentar a etnografia de 3 nações diferentes, para se pensar o aspecto simbólico do poder. Apresentar sob o aspecto simbólico, noções de estado, soberania e cidadania.

4 Material de apoio: GEERTZ, Clifford. Centros, Reis e Carisma: reflexões sobre o simbolismo do poder. In.. O Saber Local: novos ensaios em antropologia interpretativa. ed. 10. Petrópolis: Vozes, p SISTEMA DE AVALIAÇÃO. A avaliação do desempenho dos estudantes será de forma ora individualmente, ora coletivamente. Ao final de cada unidade será aplicada uma avaliação discursiva (AV), cada uma com duas questões que abordem o conteúdo proposto nas unidades temáticas (UT) associadas a questões contextualizadas socialmente. Cada questão das avaliações terá valor 4.0 (quatro) somando no máximo 8.0 (oito) pontos. A cada sessão de quatro horas aulas será pedido um resumo (R) e duas laudas do material de apoio sugerido, somando ao final de cada unidade 2.0 (dois) pontos com a totalidade dos resumos. A soma dos pontos da avaliação com os pontos resultantes dos resumos apresentados em cada unidade temática representara a quantidade de pontos adquiridos ao final de cada unidade temática. Ao final da disciplina será somado os três resultados obtidos em cada unidade temática e divididos por 3 (três), ao que será o resultado final obtido pelo estudante na disciplina. Resultado por unidade temática: UT = AV + R. Resultado final: RF = UT¹ + UT² + UT³ BIBLIOGRAFIA BÁSICA: ALTHUSSER, Louis. Ideologia e Aparelhos Ideológicos do Estado. Lisboa: Editora Presença. BOBBIO, Norberto. Estado, Governo, Sociedade: para uma teoria geral da política. ed. 6. São Paulo: Paz e Terra, BRAGA, Elza Maria Franco. (org.). América Latina: transformações econômicas e políticas. Fortaleza: Editora UFC, CARNOY, Martin. Estado e Teoria Política. ed. 10. Campinas: Papirus, 2004.p FERNANDES, Florestan. (org.). Coleção Grandes Cientistas Sociais, K. Marx, F. Engel: história. São Paulo: Editora Ática, GEERTZ, Clifford. O Saber Local: novos ensaios em antropologia interpretativa. ed. 10. Petrópolis: Vozes, 2008 GRAMSCI, Antonio. A Situação Italiana e as Tarefas do PCI. In. Revista de Ciências Sociais, v. 35, n. 2. Fortaleza: UFC, HOBBES, Thomas. Do Estado. In: Os Pensadores, Leviatã: matéria, forma e poder de um Estado eclesiástico e civil. São Paulo: Victor Civita, 1974.

5 LOCKE, John. O segundo tratado sobre o governo: um ensaio referente à verdadeira origem, extensão e objetivo do governo civil. In:. Dois Tratados sobre o Governo. São Paulo: Martins Fontes: p MAQUIAVEL, N. O Príncipe. São Paulo: Martin Claret, ROUSSEAU, Jean-Jacques. Do Contrato Social. São Paulo: Edipro, SANTOS, Boaventura de Sousa. Pela Mão de Alice: o social e o politico na pós-modernidade. São Paulo: Cortez, COMPLEMENTAR: FIORI, José Luís. Brasil no espaço. 2. ed. Petrópolis: Vozes, MATOS, Francisco José Lima; ALCANTARA, Sérgio V.; DUMMAR, Wânia Cysne. Cenários de uma política contemporânea. Fortaleza: Fundação Demócrito Rocha, MARX, Karl. Contribuição à crítica da economia política. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, PASTORINI, Alejandra. A categoria questão social em debate. São Paulo: Cortez, p. Coleção Questões da Nossa Época. WALLERSTEIN, Immanuel. Após o liberalismo: em busca da reconstrução do mundo. Petrópolis: Vozes, VELLOSO, João Paulo Dos Reis (Coord.). Brasil 500 anos: futuro, presente, passado. Rio de Janeiro: José Olympio, 2000.

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE. Centro de Estudos Gerais. Instituto de Ciências Humanas e Filosofia. Departamento de Ciência Política

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE. Centro de Estudos Gerais. Instituto de Ciências Humanas e Filosofia. Departamento de Ciência Política UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE Centro de Estudos Gerais Instituto de Ciências Humanas e Filosofia Departamento de Ciência Política Programa de Pós-Graduação em Estudos Estratégicos Curso de Mestrado Título

Leia mais

Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito

Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito Instituto de Ensino Superior de Goiás Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito PLANO DE ENSINO 1. IDENTIFICAÇÃO: CURSO: Direito TURMA: 1º Semestre/Noturno DISCIPLINA: Ciência

Leia mais

DISCIPLINA: Ciência Política. CH total: 72h SEMESTRE DE ESTUDO: 1º SEMESTRE TURNO: Matutino/Noturno CÓDIGO: DIR103

DISCIPLINA: Ciência Política. CH total: 72h SEMESTRE DE ESTUDO: 1º SEMESTRE TURNO: Matutino/Noturno CÓDIGO: DIR103 DISCIPLINA: Ciência Política CH total: 72h SEMESTRE DE ESTUDO: 1º SEMESTRE TURNO: Matutino/Noturno CÓDIGO: DIR103 1. EMENTA: Conceito de Ciência Política. Ciência Política e Teoria do Estado. Evolução

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS DESENVOLVIMENTO HUMANO E SOCIAL DIVISÃO DE APOIO AO DOCENTE

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS DESENVOLVIMENTO HUMANO E SOCIAL DIVISÃO DE APOIO AO DOCENTE NORMAS COMPLEMENTARES EDITAL Nº. 003/2012 Processo Seletivo Simplificado para contratação de professores substitutos da Universidade Federal de Uberlândia UFU. 1. Informações Gerais 1.1. Área: Serviço

Leia mais

Desenvolver o criticismo do aluno, permitindo-lhe o estudo dos fenômenos do poder, da política e do Estado.

Desenvolver o criticismo do aluno, permitindo-lhe o estudo dos fenômenos do poder, da política e do Estado. PROGRAMA DE DISCIPLINA I. Curso: DIREITO II. Disciplina: CIÊNCIA POLÍTICA E TEORIA DO ESTADO (D-02) Área: Ciências Sociais Período: Primeiro Turno: matutino/noturno Ano: 2013.1 Carga Horária: 72 H; Créd.:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular PERÍODO: 1º AM076- ANTROPOLOGIA OBRIG 60 0 60 4.0 Fórmula: CS013 CS013- ANTROPOLOGIA CAMPOS DA ANTROPOLOGIA. PROBLEMAS E CONCEITOS BÁSICOS: CULTURA, ETNOCENTRISMO, ALTERIDADE E RELATIVISMO. NOÇÕES DE MÉTODOS/PRÁTICAS

Leia mais

A DISCIPLINA TRABALHO-EDUCAÇÃO E SEUS REBATIMENTOS NO CURSO DE PEDAGOGIA DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS DO RIO DE JANEIRO Ana Paula Santos Guimarães UFRJ

A DISCIPLINA TRABALHO-EDUCAÇÃO E SEUS REBATIMENTOS NO CURSO DE PEDAGOGIA DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS DO RIO DE JANEIRO Ana Paula Santos Guimarães UFRJ 1 A DISCIPLINA TRABALHO-EDUCAÇÃO E SEUS REBATIMENTOS NO CURSO DE PEDAGOGIA DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS DO RIO DE JANEIRO Ana Paula Santos Guimarães UFRJ Resumo O presente trabalho tem por proposição identificar

Leia mais

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*.

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*. EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pela Universidade Federal de Viçosa são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, referentes a cada Departamento, seguidas de um número de três

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES PROGRAMA DE MESTRADO EM CIÊNCIA POLÍTICA Disciplina PROGRAMA DE DISCIPLINA Código: HC-780 Nome: Teoria

Leia mais

ÉTICA E DIREITOS HUMANOS

ÉTICA E DIREITOS HUMANOS UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN FACULDADE DE SERVIÇO SOCIAL - FASSO DEPARTAMENTO DE SERVIÇO SOCIAL DESSO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL E DIREITOS SOCIAIS PPGSS Campus Central

Leia mais

EMENTÁRIO E PROGRAMA DE CURSO

EMENTÁRIO E PROGRAMA DE CURSO FACULDADES UNIFICADAS DOCTUM DE TEÓFILO OTONI EMENTÁRIO E PROGRAMA DE CURSO CURSO: SERVIÇO SOCIAL 1 TURMA 1 PERÍODO 2 INSTITUTO DOCTUM DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA FACULDADES UNIFICADAS DOCTUM DE TEÓFILO OTONI

Leia mais

TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO. Fundamentos da Administração. Conteúdo programático: Administração e suas Perspectivas

TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO. Fundamentos da Administração. Conteúdo programático: Administração e suas Perspectivas TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO Fundamentos da Administração Prof. Me. Olney Bruno da Silveira Junior Conteúdo programático:. Ênfase nas tarefas e Ênfase na Estrutura Organizacional. Ênfase nas Pessoas. Ênfase

Leia mais

Apresentação. Capítulo 3 Gramsci e o Serviço Social

Apresentação. Capítulo 3 Gramsci e o Serviço Social Apresentação Capítulo 3 Gramsci e o Serviço Social 3.1 Tempo e História 1960 Obras de Gramsci traduzidas e publicadas no Brasil Serviço Social já consolidado como profissão liberal de natureza técnico

Leia mais

PLANO DE CURSO 2014/02 TOTAL DE AULAS/ OU CARGA HORÁRIA 2 AULAS (1 DIA) 02 AULAS (1 DIA) O INDIVÍDUO, A SOCIEDADE E O ESTADO

PLANO DE CURSO 2014/02 TOTAL DE AULAS/ OU CARGA HORÁRIA 2 AULAS (1 DIA) 02 AULAS (1 DIA) O INDIVÍDUO, A SOCIEDADE E O ESTADO PLANO DE CURSO 2014/02 Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. DISCIPLINA: CIÊNCIA POLÍTICA E TEORIA DO ESTADO PROFESSOR: LEONARDO BARROS SOUZA TURMA:

Leia mais

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA DE DISCIPLINAS OFERTADAS EM TERESINA/2015.1

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA DE DISCIPLINAS OFERTADAS EM TERESINA/2015.1 EDITAL Nº 30/2015 PREG: RELATIVO AO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE PROFESSOR FORMADOR, PROFESSOR ORIENTADOR E SUPERVISOR DE ESTÁGIO PARA O PARFOR/UFPI PRESENCIAL. EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA DE DISCIPLINAS

Leia mais

POLÍTICA SOCIAL E SERVIÇO SOCIAL: ABORDAGENS TEÓRICAS PARA A COMPREENSÃO DA RELAÇÃO ESTADO/SOCIEDADE CIVIL NA PERSPECTIVA DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL

POLÍTICA SOCIAL E SERVIÇO SOCIAL: ABORDAGENS TEÓRICAS PARA A COMPREENSÃO DA RELAÇÃO ESTADO/SOCIEDADE CIVIL NA PERSPECTIVA DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL POLÍTICA SOCIAL E SERVIÇO SOCIAL: ABORDAGENS TEÓRICAS PARA A COMPREENSÃO DA RELAÇÃO ESTADO/SOCIEDADE CIVIL NA PERSPECTIVA DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL Vera Lúcia Martins 1 Resumo: O trabalho apresenta, sinteticamente,

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO PROFESSOR DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO Edital 21/2015 Campus Rio Pomba FOLHA DE PROVA

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO PROFESSOR DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO Edital 21/2015 Campus Rio Pomba FOLHA DE PROVA Tema 01: AS GINÁSTICAS NO CONTEXTO ESCOLAR: RÍTMICA, ARTÍSTICA E GERAL Discuta a presença e importância das ginásticas rítmica, artística e geral no contexto escolar de um Instituto Federal de Educação

Leia mais

Faculdade recredenciada pela Portaria MEC 1.437 de 07/10/2011. Curso de Direito autorizado pela Portaria MEC 1.215/2006

Faculdade recredenciada pela Portaria MEC 1.437 de 07/10/2011. Curso de Direito autorizado pela Portaria MEC 1.215/2006 PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: FILOSOFIA GERAL CÓDIGO: 702015 CURSO: DIREITO CARGA HORÁRIA SEMANAL: 2 SEMESTRE: TERCEIRO CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 40 PROFESSOR RESPONSÁVEL: PROF. MS. JOSÉ RICARDO MARQUES DOS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA PLANO DE ENSINO 2011-1 DISCIPLINA: Estudos filosóficos em educação I - JP0003 PROFESSOR: Dr. Lúcio Jorge Hammes I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Carga Horária Teórica: 60 (4 créditos) II EMENTA Aborda os pressupostos

Leia mais

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 58 ANARQUISMO E CATOLICISMO SOCIAL

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 58 ANARQUISMO E CATOLICISMO SOCIAL HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 58 ANARQUISMO E CATOLICISMO SOCIAL Fixação 1) Leia com atenção as proposições abaixo: I) A história de qualquer sociedade até aos nossos dias foi apenas a história da luta

Leia mais

A EPISTEMOLOGIA NA EDUCAÇÃO AMBIENTAL

A EPISTEMOLOGIA NA EDUCAÇÃO AMBIENTAL A EPISTEMOLOGIA NA EDUCAÇÃO AMBIENTAL Nilson Duarte Rocha 1 Lúcio Jorge Hammes 2 Resumo Este artigo apresenta a epistemológica para a efetivação de uma educação ambiental transformadora do sujeito-aluno

Leia mais

THOMAS HOBBES LEVIATÃ MATÉRIA, FORMA E PODER DE UM ESTADO ECLESIÁSTICO E CIVIL

THOMAS HOBBES LEVIATÃ MATÉRIA, FORMA E PODER DE UM ESTADO ECLESIÁSTICO E CIVIL THOMAS HOBBES LEVIATÃ ou MATÉRIA, FORMA E PODER DE UM ESTADO ECLESIÁSTICO E CIVIL Thomas Hobbes é um contratualista teoria do contrato social; O homem natural / em estado de natureza para Hobbes não é

Leia mais

Um forte elemento utilizado para evitar as tendências desagregadoras das sociedades modernas é:

Um forte elemento utilizado para evitar as tendências desagregadoras das sociedades modernas é: Atividade extra Fascículo 3 Sociologia Unidade 5 Questão 1 Um forte elemento utilizado para evitar as tendências desagregadoras das sociedades modernas é: a. Isolamento virtual b. Isolamento físico c.

Leia mais

Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito

Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito Instituto de Ensino Superior de Goiás Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito PLANO DE ENSINO 1. IDENTIFICAÇÃO: CURSO: Direito TURMA: 1º Semestre DISCIPLINA: Antropologia e Sociologia

Leia mais

Democracia ou Socialismo? Resumo

Democracia ou Socialismo? Resumo 1 Democracia ou Socialismo? Estudantes de graduação do 6 o. período do curso de História da UFV 1 Gustavo Bianch, Paulo Santana, Bolívar Dias Jr., Carlos Henrique de Oliveira, Luiz Fernando Lopes, João

Leia mais

Universidade Federal do Pará Processo Seletivo Seriado Conteúdo de Filosofia (1ª Fase)

Universidade Federal do Pará Processo Seletivo Seriado Conteúdo de Filosofia (1ª Fase) Universidade Federal do Pará Processo Seletivo Seriado Conteúdo de Filosofia (1ª Fase) EIXO TEMÁTICO: FILOSOFIA E CIÊNCIA 1. Ler, interpretar e analisar textos filosóficos e de 2. Contextualizar conhecimentos

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: SOCIOLOGIA Código: CTB - 111 Pré-requisito: ------- Período Letivo: 2013.1 Professor: Elton

Leia mais

De resto, para Marx, 3 SOUSA, Maria Carmelita Homem de, "Os Manuscritos de 1844 de Karl Marx", Revista Portuguesa de

De resto, para Marx, 3 SOUSA, Maria Carmelita Homem de, Os Manuscritos de 1844 de Karl Marx, Revista Portuguesa de Karl Heinrich Marx (1818 1883) e Friedrich Engels (1820 1895), foram filósofos, historiadores, economistas e políticos alemães, criadores de uma importante corrente de pensamento que visava a transformação

Leia mais

ILUMINISMO/ LIBERALISMO. Regimes Absolutistas. Revolução Francesa. História da Educação. Prof. Manoel dos Passos da Silva Costa

ILUMINISMO/ LIBERALISMO. Regimes Absolutistas. Revolução Francesa. História da Educação. Prof. Manoel dos Passos da Silva Costa ILUMINISMO/ LIBERALISMO Regimes Absolutistas Revolução Francesa Prof. Manoel dos Passos da Silva Costa A palavra Iluminismo vem de luz e se refere à capacidade que a razão tem de tudo iluminar. A razão,

Leia mais

Portaria Inep nº 249 de 10 de maio de 2013 Publicada no Diário Oficial de 13 de maio de 2013, Seção 1, págs. 21 e 22

Portaria Inep nº 249 de 10 de maio de 2013 Publicada no Diário Oficial de 13 de maio de 2013, Seção 1, págs. 21 e 22 Portaria Inep nº 249 de 10 de maio de 2013 Publicada no Diário Oficial de 13 de maio de 2013, Seção 1, págs. 21 e 22 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira

Leia mais

TEORIA SOCIAL CLÁSSICA E MODERNIDADE: REFLEXÃO À LUZ DE KARL MARX RESUMO

TEORIA SOCIAL CLÁSSICA E MODERNIDADE: REFLEXÃO À LUZ DE KARL MARX RESUMO TEORIA SOCIAL CLÁSSICA E MODERNIDADE: REFLEXÃO À LUZ DE KARL MARX Iara Barbosa de Sousa 1 RESUMO A presente reflexão tem enfoque no debate acerca de um clássico autor nas Ciências Sociais e sua relação

Leia mais

Sumário. Primeira Parte ESTUDO EPISTEMOLÓGICO DA FILOSOFIA DO DIREITO

Sumário. Primeira Parte ESTUDO EPISTEMOLÓGICO DA FILOSOFIA DO DIREITO Sumário Apresentação da Obra à Época do Lançamento da 1ª Edição Nota do Autor Primeira Parte ESTUDO EPISTEMOLÓGICO DA FILOSOFIA DO DIREITO Capítulo 1 NOÇÃO E OBJETO DA FILOSOFIA DO DIREITO 1. Considerações

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA REITORIA ANEXO I. PROJETO DE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA REITORIA ANEXO I. PROJETO DE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA REITORIA ANEXO I. PROJETO DE 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do Projeto: Ciclo de formação política: os clássicos na sala de aula 1.2 Câmpus de Origem:

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS 1. EMENTA Problematização das práticas educativas na escola. A História nas propostas curriculares do ensino médio. A relação entre métodos, metodologias, técnicas e a prática do professor de História

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA/IRATI - EAD (Currículo iniciado em 2010)

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA/IRATI - EAD (Currículo iniciado em 2010) EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA/IRATI - EAD (Currículo iniciado em 2010) COMUNICAÇÃO, EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA C/H 68 (D0031/I) Informação e conhecimento no processo educativo. Recursos de

Leia mais

HABILIDADES CONTEÚDO METODOLOGIA/ESTRATÉGIA HORA/ AULA

HABILIDADES CONTEÚDO METODOLOGIA/ESTRATÉGIA HORA/ AULA CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA ENSINO MÉDIO ÁREA CURRICULAR: CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS DISCIPLINA: FILOSOFIA SÉRIE 1.ª CH 68 ANO 2012 COMPETÊNCIAS: Contextualizar

Leia mais

P L A N ODE C U R S O LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO: CIÊNCIAS DA NATUREZA - CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS DISCIPLINA ANTROPOLOGIA CAMPONESA

P L A N ODE C U R S O LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO: CIÊNCIAS DA NATUREZA - CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS DISCIPLINA ANTROPOLOGIA CAMPONESA P L A N ODE C U R S O LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO: CIÊNCIAS DA NATUREZA - CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CÓDIGO CSC 03 CRÉDITOS 06 DISCIPLINA ANTROPOLOGIA CAMPONESA CARGA HORÁRIA TU: 50 horas TC: 30

Leia mais

Escola Nacional de Administração Pública Diretoria de Formação Profissional Coordenação-Geral de Formação

Escola Nacional de Administração Pública Diretoria de Formação Profissional Coordenação-Geral de Formação Curso de Formação Inicial para Analista de Planejamento e Orçamento APO 2012 EIXO 1 ESTADO, SOCIEDADE E DEMOCRACIA Disciplina: D 1.2 Democracia e Cidadania no Brasil. Professor: Roberto Rocha Coelho Pires

Leia mais

EDUCAÇÃO ESCOLAR: GESTOR OU ADMINISTRADOR?

EDUCAÇÃO ESCOLAR: GESTOR OU ADMINISTRADOR? EDUCAÇÃO ESCOLAR: GESTOR OU ADMINISTRADOR? Maria Rafaela de Oliveira FECLESC-UECE Renata Leite Moura FECLESC-UECE RESUMO Este trabalho apresenta algumas reflexões acerca da Educação Escolar e dos desafios

Leia mais

SERVICO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR

SERVICO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR 1 SERVICO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR Fone: (62) 3521-1141 Fax: (62) 3521-1185 E-mail: fefufg@fef.ufg.br HP: www.fef.ufg.br

Leia mais

PLANO DE ENSINO EMENTA

PLANO DE ENSINO EMENTA Faculdade de Direito Milton Campos Disciplina: Introdução ao Direito I Curso: Direito Carga Horária: 64 Departamento: Direito Privado Área: Direito Civil PLANO DE ENSINO EMENTA Acepções, enfoques teóricos

Leia mais

Sumário. 1 Introdução, 1. Parte I - Referencial Conceituai da Ciência Política, 5. 2 Coletividade e Sociedade, 7. 3 Ética, 22.

Sumário. 1 Introdução, 1. Parte I - Referencial Conceituai da Ciência Política, 5. 2 Coletividade e Sociedade, 7. 3 Ética, 22. Sumário 1 Introdução, 1 Parte I - Referencial Conceituai da Ciência Política, 5 2 Coletividade e Sociedade, 7 2.1 Ordem, 9, 2.2 Poder, 10 2.3 Cultura, 12 2.4 Instituições, 17 3 Ética, 22 3.1 Consciência

Leia mais

CH Total: 36h SEMESTRE DE ESTUDO: Eletiva TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR 168

CH Total: 36h SEMESTRE DE ESTUDO: Eletiva TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR 168 DISCIPLINA: Direitos Humanos CH Total: 36h SEMESTRE DE ESTUDO: Eletiva TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR 168 1. EMENTA: Origem e evolução histórica dos Direitos Humanos. Dignidade humana e os Direitos

Leia mais

Os precursores da Sociologia. Pressupostos teóricos e metodológicos do pensamento sociológico clássico.

Os precursores da Sociologia. Pressupostos teóricos e metodológicos do pensamento sociológico clássico. UFPE PROACAD DGA PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA PERÍODO LETIVO (ANO/ SEM): 2015/02 DEPARTAMENTO: SOCIOLOGIA DISCIPLINA CARGA HORÁRIA CRÉD CÓDIGO NOME TEÓRICA PRÁTICA CS652 TEORIA SOCIOLÓGICA I 60h 0h TURMA

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA NUTRIÇÃO 2013 EMENTA

PROGRAMA DE DISCIPLINA NUTRIÇÃO 2013 EMENTA Faculdade Anísio Teixeira Portaria nº 552 de 22 de março de 2001 D.O.U. de 26/03/2001. Curso de Enfermagem Autorização: Portaria nº 888 de 18 de outubro de 2007 - D.O.U. de 19/10/2007 CURSO PROGRAMA DE

Leia mais

Cultura: diferentes significados

Cultura: diferentes significados 1 Cultura: diferentes significados O termo cultura é utilizado com diferentes significados. No senso comum encontramos o uso do termo como sinônimo de educação. Nesta acepção, a cultura tem sido motivo

Leia mais

PLANO ANUAL DE TRABALHO DOCENTE

PLANO ANUAL DE TRABALHO DOCENTE CURSO DISCIPLINA ANO ENSINO MÉDIO FILOSOFIA 2015/1 DOCENTE CARGA HORÁRIA AULAS PREVISTAS ERIÉDNA MACIEL PEREIRA 80 40 PLANO ANUAL DE TRABALHO DOCENTE EMENTA DA DISCIPLINA Introdução aos estudos filosóficos:

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: GRAMSCI; SOCIEDADE CIVIL; HEGEMONIA A SOCIEDADE CIVIL EM GRAMSCI

PALAVRAS-CHAVE: GRAMSCI; SOCIEDADE CIVIL; HEGEMONIA A SOCIEDADE CIVIL EM GRAMSCI PALAVRAS-CHAVE: GRAMSCI; SOCIEDADE CIVIL; HEGEMONIA A SOCIEDADE CIVIL EM GRAMSCI Introdução O pensamento político moderno, de Hobbes a Hegel, caracteriza-se pela tendência a considerar o Estado ou sociedade

Leia mais

Antropologia, História e Filosofia

Antropologia, História e Filosofia Antropologia, História e Filosofia Breve história do pensamento acerca do homem Um voo panorâmico na história ocidental Cosmológicos 1. Embora o objeto não seja propriamente o homem já encontramos indícios

Leia mais

3- OBJETIVOS DA DISCIPLINA * Compreender o processo educativo brasileiro a partir de temas consubstanciais e seus desdobramentos históricos;

3- OBJETIVOS DA DISCIPLINA * Compreender o processo educativo brasileiro a partir de temas consubstanciais e seus desdobramentos históricos; Page 1 of 5 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Filosofia da Educação II Educador: João Nascimento Borges Filho 1- DISCIPLINA:

Leia mais

História local e ensino de História: múltiplos olhares a partir do litoral ao sertão sergipano

História local e ensino de História: múltiplos olhares a partir do litoral ao sertão sergipano História local e ensino de História: múltiplos olhares a partir do litoral ao sertão sergipano Paulo Heimar Souto 1 Rita de Cássia Dias Leal 2 I INTRODUÇÃO Dando relevância ao estudo das temáticas enfatizadas

Leia mais

METODOLOGIA DA PESQUISA SOCIAL

METODOLOGIA DA PESQUISA SOCIAL UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN FACULDADE DE SERVIÇO SOCIAL - FASSO DEPARTAMENTO DE SERVIÇO SOCIAL DESSO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SERVIÇO SOCIAL E DIREITOS SOCIAIS PPGSSDS Campus

Leia mais

GRAMSCI E A INTERPRETAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL NA POLÍTICA CONTEMPORÂNEA José Henrique Singolano Néspoli 1

GRAMSCI E A INTERPRETAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL NA POLÍTICA CONTEMPORÂNEA José Henrique Singolano Néspoli 1 GRAMSCI E A INTERPRETAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL NA POLÍTICA CONTEMPORÂNEA José Henrique Singolano Néspoli 1 GT5 / Intelectuais e sociedade civil (séculos XIX e XX) Resumo: Este artigo analisa a contribuição

Leia mais

BIBLIOGRAFIA. ARROYO, M. G. 1991. A escola possível é possível? In ARROYO, Miguel G. Da escola carente à escola possível. São Paulo: Loyola.

BIBLIOGRAFIA. ARROYO, M. G. 1991. A escola possível é possível? In ARROYO, Miguel G. Da escola carente à escola possível. São Paulo: Loyola. BIBLIOGRAFIA ALBORNOZ, S. 2000. O que é trabalhoso Paulo: Brasiliense. ANTUNES, R. 2002. Adeus ao trabalho?.ensaio sobre as metamorfoses e a centralidade do mundo do trabalho. 8 a. ed. Cortez; Campinas:

Leia mais

Ementas das disciplinas do Núcleo Comum

Ementas das disciplinas do Núcleo Comum Ementas das disciplinas do Núcleo Comum Análise Experimental do Comportamento O método experimental na análise das relações comportamentais complexas: comportamentos consciente, memória, pensamento e linguagem.

Leia mais

Contextualizar alguns dos principais métodos científicos. Conhecer as tendências contemporâneas da pesquisa em educação

Contextualizar alguns dos principais métodos científicos. Conhecer as tendências contemporâneas da pesquisa em educação PLANO DE CURSO 1 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1.1 Instituição: Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia UESB 1.2 Programa de Pós-Graduação em Educação PPGEd 1.3 Curso: Mestrado em Educação 1.4 Disciplina:

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE Credenciada pela Portaria/MEC nº 206/2002 D.O.U. 29/01/2002 ORGANIZAÇÃO SETE DE SETEMBRO DE CULTURA E ENSINO LTDA CNPJ: 03.866.544/0001-29 e Inscrição Municipal nº 005.312-3

Leia mais

CURSO: Relações Internacionais ANO:2014 SEMESTRE: 2º. DISCIPLINA: Ciência Política TURMA:RI 2PMat

CURSO: Relações Internacionais ANO:2014 SEMESTRE: 2º. DISCIPLINA: Ciência Política TURMA:RI 2PMat UNIVERSIDADE VILA VELHA- Plano de Disciplina CURSO: Relações Internacionais ANO:2014 SEMESTRE: 2º. DISCIPLINA: Ciência Política TURMA:RI 2PMat PROFESSOR Dr.: Aloísio Krohling M.A. MSc. PHD.Pósdoutor C.H.

Leia mais

Letras Licenciatura Português-Inglês Ementário

Letras Licenciatura Português-Inglês Ementário Letras Licenciatura Português-Inglês Ementário Componentes Curriculares CH Ementa Avaliação do Processo de Ensino- Aprendizagem Cultura Clássica Didática (40 horas de estágio supervisionado) Educação de

Leia mais

Curso Política e Cidadania - Básico SENADOR RODRIGO ROLLEMBERG - PSB/DF. Básico volume

Curso Política e Cidadania - Básico SENADOR RODRIGO ROLLEMBERG - PSB/DF. Básico volume Curso Política e Cidadania - Básico 61 SENADOR RODRIGO ROLLEMBERG - PSB/DF Básico volume Gabinete do Senador Rodrigo Rollemberg 2 Curso Política e Cidadania - Básico CURSO POLÍTICA E CIDADANIA VOL.6 CIÊNCIA

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA ANEXO II DA RESOLUÇÃO CEPEC Nº 952 EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA NÚCLEO COMUM Análise do comportamento O método experimental na análise das relações comportamentais complexas:

Leia mais

TENDÊNCIAS DA EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO XXI

TENDÊNCIAS DA EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO XXI TENDÊNCIAS DA EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO XXI JUDAS TADEU DE CAMPOS Departamento de Pedagogia Universidade de Taubaté RESUMO Em face das mudanças que vêm ocorrendo nas ciências e em razão dos claros sinais

Leia mais

Sociologia Organizacional. Aula 1. Contextualização. Organização da Disciplina. Aula 1. Contexto histórico do aparecimento da sociologia

Sociologia Organizacional. Aula 1. Contextualização. Organização da Disciplina. Aula 1. Contexto histórico do aparecimento da sociologia Sociologia Organizacional Aula 1 Organização da Disciplina Aula 1 Contexto histórico do aparecimento da sociologia Aula 2 Profa. Me. Anna Klamas A institucionalização da sociologia: August Comte e Emile

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FCS/FACE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FCS/FACE UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FCS/FACE Curso: Ciências Econômicas Disciplina: Teoria Política Professor: Francisco Mata Machado Tavares 2o Semestre / 2012 PROGRAMA / PLANO DE ATIVIDADES 1) Ementa da Disciplina:

Leia mais

INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS QUE REGULAMENTAM O CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EDITAL 253/2015

INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS QUE REGULAMENTAM O CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EDITAL 253/2015 INSTRUÇÕES ESPECÍFICAS QUE REGULAMENTAM O CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EDITAL 253/2015 UNIDADE: Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Exatas CURSOS: Ciências Econômicas e Serviço Social LOCAL: Campus

Leia mais

QUADRO DE EQUIVALENTES, CONTIDAS E SUBSTITUTAS DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO

QUADRO DE EQUIVALENTES, CONTIDAS E SUBSTITUTAS DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO 28380 Antropologia Teológica A 1 34 28380 Antropologia Teológica A 1 34 A partir de conceitos teológicos, estimula o aluno a problematizar e analisar, criticamente, Equivalente Estuda a cultura humana,

Leia mais

Portfólio Easy to Learn SERVIÇO SOCIAL

Portfólio Easy to Learn SERVIÇO SOCIAL Portfólio Easy to Learn SERVIÇO SOCIAL ÍNDICE Pensamento Social...2 Movimentos Sociais e Serviço Social...2 Fundamentos do Serviço Social I...2 Leitura e Interpretação de Textos...3 Metodologia Científica...3

Leia mais

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia Código: DIR-112 Pré-requisito: Filosofia Geral Período Letivo: 2013.2 Professor: Ana Paula

Leia mais

PROGRAMA DE ENSINO. Área de Concentração EDUCAÇÃO. Professor Responsável: Prof. Dr. CRISTIANO AMARAL GARBOGGINI DI GIORGI

PROGRAMA DE ENSINO. Área de Concentração EDUCAÇÃO. Professor Responsável: Prof. Dr. CRISTIANO AMARAL GARBOGGINI DI GIORGI PROGRAMA DE ENSINO Disciplina Código A PEDAGOGIA DE PAULO FREIRE Semestre Ano Letivo Área de Concentração EDUCAÇÃO Curso: MESTRADO (X) DOUTORADO (X ) Número de créditos: 08 Carga Horária: 120 horas/aula

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/08 DOU Nº 165 de 26/11/08 PLANO DE CURSO

CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/08 DOU Nº 165 de 26/11/08 PLANO DE CURSO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/08 DOU Nº 165 de 26/11/08 Componente Curricular: Sociologia Código: ENG - 000 Pré-requisito: ---- Período Letivo: 2013.1 Professor:

Leia mais

A Filosofia Da Práxis Enquanto Perspectiva Filosófica Para O Ensino Médio.

A Filosofia Da Práxis Enquanto Perspectiva Filosófica Para O Ensino Médio. A Filosofia Da Práxis Enquanto Perspectiva Filosófica Para O Ensino Médio. Barbara White 1 Resumo O texto tem como proposta apresentar a influência de Marx no pensamento de Antonio Gramsci a partir da

Leia mais

GHI052 Cultura Afro-Brasileira 60 Cultura afro-brasileira e resistência escrava no Brasil escravista. Estudo da historiografia sobre o tema.

GHI052 Cultura Afro-Brasileira 60 Cultura afro-brasileira e resistência escrava no Brasil escravista. Estudo da historiografia sobre o tema. Ementas das Disciplinas Optativas GHI050 A Constituição do Homem Moderno 60 A figura do homem moderno. Humanismo, individualismo, racionalismo e as mudanças no comportamento, na cultura e o processo civilizatório

Leia mais

ENSINO DE GEOGRAFIA, CULTURA POPULAR E TEMAS TRANSVERSAIS: uma proposta de transversalidade a partir dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN s)

ENSINO DE GEOGRAFIA, CULTURA POPULAR E TEMAS TRANSVERSAIS: uma proposta de transversalidade a partir dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN s) ENSINO DE GEOGRAFIA, CULTURA POPULAR E TEMAS TRANSVERSAIS: uma proposta de transversalidade a partir dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN s) Kálita Tavares da SILVA 1 ; Estevane de Paula Pontes MENDES

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO PERÍODO LETIVO/ANO 2009 Programa: Pós-Graduação stricto sensu em Educação/PPGE Área de Concentração: Sociedade,

Leia mais

Ementário de Disciplinas por Semestre. 1º Semestre

Ementário de Disciplinas por Semestre. 1º Semestre Ementário de Disciplinas por Semestre 1º Semestre Código: PS 010 Disciplina: História da Psicologia Ementa: Bases epistemológicas da Psicologia, gênese, desenvolvimento e aplicabilidade das teorias psicológicas.

Leia mais

FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde

FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde Epistemologia Carla Martins / Marco Antonio C. Santos / Virgínia Fontes 1º semestre 2015 3ªs feiras

Leia mais

ESTADO/SOCIEDADE E O CONTROLE SOCIAL STATE/SOCIETY AND THE SOCIAL CONTROL

ESTADO/SOCIEDADE E O CONTROLE SOCIAL STATE/SOCIETY AND THE SOCIAL CONTROL ESTADO/SOCIEDADE E O CONTROLE SOCIAL STATE/SOCIETY AND THE SOCIAL CONTROL Heloísa Helena Corrêa da Silva 1 Luciana Paes Barreto Ferreira 2 Maria Lúcia Barros 3 Resumo Este artigo tem por objetivo motivar

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FILOSOFIA DO DIREITO Curso Reconhecido pela Resolução nº 01/2001 CNE/CES

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FILOSOFIA DO DIREITO Curso Reconhecido pela Resolução nº 01/2001 CNE/CES CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FILOSOFIA DO DIREITO Curso Reconhecido pela Resolução nº 01/2001 CNE/CES Insere-se na política de expansão e qualificação tanto do Curso de Filosofia como do Centro de Ciências

Leia mais

PLANO DE ENSINO/2014

PLANO DE ENSINO/2014 PLANO DE ENSINO/2014 CURSO: Licenciatura em Física MODALIDADE: Presencial DISCIPLINA: Políticas e Sistemas Educacionais CÓDIGO: NPED 16 FASE DO CURSO: 4ª SEMESTRE LETIVO: 2º/2014 CARGA HORARIA SEMESTRAL/SEMANAL:

Leia mais

A PRÁTICA PROFISSIONAL NO ÂMBITO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL: UM ENFOQUE NOS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS.

A PRÁTICA PROFISSIONAL NO ÂMBITO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL: UM ENFOQUE NOS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS. A PRÁTICA PROFISSIONAL NO ÂMBITO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL: UM ENFOQUE NOS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS. CLáudia Mônica dos Santos RESUMO: Esse estudo tem por objetivo conhecer como a prática profissional vem

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS OFERECIDAS NO CURSO DE PEDAGOGIA Catálogo 2012

EMENTAS DAS DISCIPLINAS OFERECIDAS NO CURSO DE PEDAGOGIA Catálogo 2012 EP107 Introdução à Pedagogia Organização do Trabalho Pedagógico Ementa: O objetivo das ciências da educação. O problema da unidade, especificidade e autonomia das ciências da educação. A educação como

Leia mais

Colégio Pedro II Departamento de Filosofia Programas Curriculares Ano Letivo: 2010 (Ensino Médio Regular, Ensino Médio Integrado, PROEJA)

Colégio Pedro II Departamento de Filosofia Programas Curriculares Ano Letivo: 2010 (Ensino Médio Regular, Ensino Médio Integrado, PROEJA) Colégio Pedro II Departamento de Filosofia Programas Curriculares Ano Letivo: 2010 (Ensino Médio Regular, Ensino Médio Integrado, PROEJA) Considerações sobre o Programa de Filosofia do Ensino Médio Regular

Leia mais

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Currículo 07/02/2012 19:33

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Currículo 07/02/2012 19:33 7//1 19:33 Centro de Ciências da Educação Curso: 9 Pedagogia (Noturno) Currículo: 11/ 1 CNA.157.-3 Biologia Humana Ementa: Natureza Biológica e Visão Sistêmica do Ser humano. Sistemas do corpo humano.

Leia mais

A CONCEPÇÃO DO ENSINO DE CIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL E AS SUAS IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DO PENSAMENTO CIENTÍFICO NO DECORRER DO PROCESSO EDUCACIONAL.

A CONCEPÇÃO DO ENSINO DE CIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL E AS SUAS IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DO PENSAMENTO CIENTÍFICO NO DECORRER DO PROCESSO EDUCACIONAL. A CONCEPÇÃO DO ENSINO DE CIÊNCIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL E AS SUAS IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DO PENSAMENTO CIENTÍFICO NO DECORRER DO PROCESSO EDUCACIONAL. FIN, Alexsandra Soares de (UNIOESTE) MALACARNE, Vilmar

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO 3. OBJETIVOS 4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. IDENTIFICAÇÃO 3. OBJETIVOS 4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-04 PERÍODO: 2 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: SOCIOLOGIA JURÍDICA NOME DO CURSO: DIREITO CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 2. EMENTA Sociologia.

Leia mais

A FORMAÇÃO DO PEDAGOGO PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA

A FORMAÇÃO DO PEDAGOGO PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA A FORMAÇÃO DO PEDAGOGO PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA Luciana Pereira de Sousa 1 Carmem Lucia Artioli Rolim 2 Resumo O presente estudo propõe discutir o contexto da formação dos pedagogos para o ensino da

Leia mais

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA DE DISCIPLINAS OFERTADAS EM TERESINA/2014.2 PEDAGOGIA

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA DE DISCIPLINAS OFERTADAS EM TERESINA/2014.2 PEDAGOGIA EDITAL Nº 88/2014 PREG: RELATIVO AO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE PROFESSOR FORMADOR, PROFESSOR ORIENTADOR E SUPERVISOR DE ESTÁGIO PARA O PARFOR/UFPI PRESENCIAL. EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA DE DISCIPLINAS

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS ANEXO II DA RESOLUÇÃO CEPEC nº 680 EMENTAS DAS DISCIPLINAS DISCIPLINAS DA ÁREA DE PORTUGUÊS: Introdução aos estudos da Linguagem Panorama geral dos fenômenos da linguagem e suas abordagens científicas.

Leia mais

SERVIÇO SOCIAL. Campus Regional de Ivaiporã. 1. TURNO: Noturno HABILITAÇÃO: Bacharelado. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos

SERVIÇO SOCIAL. Campus Regional de Ivaiporã. 1. TURNO: Noturno HABILITAÇÃO: Bacharelado. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos SERVIÇO SOCIAL Campus Regional de Ivaiporã 1. TURNO: Noturno HABILITAÇÃO: Bacharelado GRAU ACADÊMICO: Bacharel em Serviço Social PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos Máximo = 7 anos 2. HISTÓRICO DO CURSO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS 1. EMENTA Análise das diferentes abordagens historiográficas acerca da transição das sociedades medievais européias ao capitalismo. Formação do Antigo Regime e surgimento do paradigma do homem moderno:

Leia mais

Formação de Professores: um diálogo com Rousseau e Foucault

Formação de Professores: um diálogo com Rousseau e Foucault Formação de Professores: um diálogo com Rousseau e Foucault Eixo temático 2: Formação de Professores e Cultura Digital Vicentina Oliveira Santos Lima 1 A grande importância do pensamento de Rousseau na

Leia mais

O INTELECTUAL/PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA E SUA FUNÇÃO SOCIAL 1

O INTELECTUAL/PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA E SUA FUNÇÃO SOCIAL 1 O INTELECTUAL/PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA E SUA FUNÇÃO SOCIAL 1 Efrain Maciel e Silva 2 Resumo: Estudando um dos referenciais do Grupo de Estudo e Pesquisa em História da Educação Física e do Esporte,

Leia mais

FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES Dados do Professor. Dados da Disciplina Ementa

FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES Dados do Professor. Dados da Disciplina Ementa FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES Dados do Professor Curso: Direito Período: 1º Ano: 2011/02 Disciplina: História e Institutos Jurídicos Carga Horária Semestral:

Leia mais

Plano de Ensino / Plano de Trabalho Docente

Plano de Ensino / Plano de Trabalho Docente Plano de Ensino / Plano de Trabalho Docente EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios IDENTIFICAÇÃO CURSO: Curso Técnico em Vendas - PROEJA FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS 1 Ementa Visão epistemológica do conhecimento científico. Ciência e método: positivismo, fenomenologia, dialética. Limites da ciência e ética. Tipos de pesquisa e sua relação com os objetos de estudo da

Leia mais

Evolução do Pensamento

Evolução do Pensamento Unidade I Evolução do Pensamento Administrativo Prof. José Benedito Regina Conteúdo da disciplina EPA Parte 1 - Conceitos gerais da administração Parte 2 - Evolução histórica: Abordagens administrativas

Leia mais

Relato de pesquisa: a construção da ontologia do oprimido (estudo do pensamento filosófico em Paulo Freire)

Relato de pesquisa: a construção da ontologia do oprimido (estudo do pensamento filosófico em Paulo Freire) Relato de pesquisa: a construção da ontologia do oprimido (estudo do pensamento filosófico em Paulo Freire) Diego Chabalgoity 1 Resumo A pesquisa de doutorado aqui relatada apresentou como objetivo a realização

Leia mais

Liberdade e democracia: agenda socialista ou liberal?

Liberdade e democracia: agenda socialista ou liberal? Liberdade e democracia: agenda socialista ou liberal? Introdução: Maria Mello de Malta 1 Em toda parte parece se defender a liberdade e a democracia. Fazem-se passeatas, manifestações políticas e até guerras

Leia mais

Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc

Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Diálogos - Revista do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História ISSN: 1415-9945 rev-dialogos@uem.br Universidade Estadual de Maringá Brasil Perosa Junior, Edson José Como mudar

Leia mais