On Point. Brasil Industrial Galpões de alto padrão Perspectiva º sem Pesquisa imobiliária 2S 2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "On Point. Brasil Industrial Galpões de alto padrão Perspectiva 2017 2º sem. 2014. Pesquisa imobiliária 2S 2014"

Transcrição

1 On Point Pesquisa imobiliária 2S 2014 Brasil Industrial Galpões de alto padrão Perspectiva º sem Estoque total Brasil 24,7 milhões de m² Novo estoque entregue Brasil 0,9 milhão de m² Previsão de novo estoque até 2017 Brasil 12,7 milhões de m² Previsão de novo estoque até 2017 São Paulo 7 milhões de m² Taxa de vacância - São Paulo 13,5% Previsão de novo estoque até 2017 Rio de Janeiro 2,4 milhões de m² Taxa de vacância Rio de Janeiro 4,3%

2 2 On Point 2º semestre 2014 Evolução dos mercados Perspectiva Brasil O sudeste do Brasil continua a concentrar o maior volume de galpões logísticos do país, seguido pelas regiões Nordeste e Sul. Essa perspectiva se mantém quando analisadas as novas entregas previstas até São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná terão, em 2017, os maiores volumes de galpões do país, representando 76% do total do estoque. Apesar de seu estoque ser o maior do Brasil, as entregas em 2014 em São Paulo correspondem somente a 7% do seu estoque atual, Rio de Janeiro (10%), Pernambuco (10%), Minas Gerais (8%) e Paraná (12%), que compõem os cinco maiores estoques do país e tiveram crescimentos maiores. Revela-se uma discreta tendência de descentralização do estoque de galpões de alto padrão. + 12,7 MM m² MG 7% Novo estoque entregue Brasil 2S 2014 AA & A RS PR 3% 4% PE 18% PB 3% ES 2% SC 2% CE 1% SP 60% Novos Estoques Sudeste lidera entrega de novos imóveis Em 2014 foram entregues aproximadamente 1,9 milhões de m² no Brasil. Para o ano de 2015 está prevista a entrega de 6 milhões de m², número equivalente ao dobro do estoque de RJ. Em São Paulo, as regiões de Campinas, Jundiaí e Cajamar foram responsáveis por quase m² entregues nesse período. No Rio de Janeiro, as principais regiões com novos estoques entregues foram Queimados e Duque de Caxias. Posteriormente, os estados do Paraná, Rio Grande do Sul e Minas Gerais receberam os maiores volumes. TT 0,9 MM m² Projeção de novo estoque Brasil AA &A % CAGR 13,3% 30,8 35,2 4,4 37,5 2,3 22,9 2,8 24,7 1,9 6, : + 12,7 MM m² 20, * 2013 (+14%) 2014 (+8%) 2015 (+24%) 2016 (+14%) 2017 (+6%) Estoque Novo estoque * Estimado

3 On Point 2º semestre Preços de locação por estado AA & A 35,00 30,00 Classes AA & A: R$ 20,91 / m² (-0,8%*) 25,00 20,00 15,00 10,00 5,00 Preços Brasil AA & A SP RJ MG ES PE BA CE PB SE PR RS SC AM PA GO DF Centro SOUTHEAST Sudeste NORTHEAST Nordeste SOUTH Sul NORTH Norte MID-WEST Brasil Brazil Oeste Vacância Brasil AA & A *em relação ao último ano No Brasil, os preços pedidos de locação para galpões de alto padrão registraram queda de 0,8% comparados ao ano 2013, com média de R$ 20,91/m²/mês. As regiões mais representativas do país, São Paulo e Rio de Janeiro, sofreram queda de 2,8% e 1,1% nos preços, respectivamente. Nos outros estados, houve pequenas variações nos valores de aluguel, permanecendo praticamente estáveis. Para o Nordeste, a média dos preços de locação está em R$ 16,56/m²/mês e para a região Sul, R$ 17,97/m²/mês. Considerando a grande entrega de empreendimentos em 2015, estima-se uma elevação da taxa de vacância. Os novos estoques entregues desde o último ano possuem uma elevada taxa de vacância, fato que pode demonstrar uma desaceleração na velocidade de absorção. Algumas entregas parciais em 2014 chegam a 8 meses com 61% de vacância. Pará e Paraíba registraram os principais aumentos de vacância no país por conta de suas entregas no período. Vacância por estado AA & A 50% 45% 40% 35% 30% 25% 20% 15% 10% 5% 0% Taxa de vacância 1S2014 Taxa de vacância 2S2014 Taxa de disponibilidade 2S2014 SP RJ MG ES PE BA CE PB RN SE MA AL PR RS SC AM PA GO DF MT MS SOUTHEAST NORTHEAST SOUTH NORTH MID-WEST Sudeste Nordeste Sul Norte Centro-Oeste 11,0% 10,6%

4 Milhões m² R$/m² 4 On Point 2º semestre 2014 Mapa logístico regional e rodoviário de São Paulo AA & A Evolução nos eixos rodoviários São Paulo Em São Paulo, principal mercado do país, foram entregues m² de novos galpões de alto padrão em 2014, 32% do previsto para o final de Com queda de 2,8% nos valores de locação em relação ao último ano, a média para o estado ficou em R$ 21,71/m²/mês, sendo as regiões Campinas, Jundiaí e Barueri onde houve as maiores variações. BR-374 SP-348 SOROCABA CAMPINAS ITU SP-075 CAJAMAR ARAÇARIGUAMA BR-116 SP-330 ATIBAIA JUNDIAÍ BARUERI COTIA SÃO PAULO ABCDM SP-160 BR-381 GUARULHOS SP-150 SP-065 SANTOS SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SP-070 BR-116 A taxa de vacância sofreu aumento de 0,9 pontos percentuais, resultando em 13,5% no período. A perspectiva é de que essa taxa sofra discreto aumento por causa das entregas de Fonte: JLL Trecho futuro Rodoanel 2º Rodoanel Regiões marginais ao 2º Rodoanel, terão seu estoque ampliado: Guarulhos terá um aumento previsto de 1 milhão de m², crescimento de 60% do estoque atual, Atibaia também mostra um grande potencial construtivo futuro e, em menor escala, Araçariguama também aponta com empreendimentos que influenciarão a região. Para os próximos três anos é esperado que o estado receba em torno de 7 milhões de m², concentrados principalmente nos eixos rodoviários Anhanguera-Bandeirantes, Dom Pedro I e Castelo Branco. * Consulte legenda das rodovias no rodapé da página 6 Novo estoque e preços de aluguel por região AA & A 4,5 4,0 3,5 3,0 2,5 2,0 1,5 1,0 0,5-3,6 20,04 25,76 24,66 22,83 2,8 2,5 17,37 2,3 2,3 21,65 1,6 24,18 24,48 26,34 1,2 2,4 2,5 1,5 1,5 1,2 0,4 0,8 0,9 0,8 0,5 0,5 0,5 0,0 1,0 0,8 16,14 17,68 15% 19,66 6% 12% 0,7 0,6 0,6 22,45 67% 17,33 0,4 0,4 TT 21,1 MM m² 15,00 18,00 0,1 0,1 27,00 24,00 21,00 18,00 15,00 12,00 9,00 6,00 3,00 - Inventory Estoque Preço Avg asking médio price de locação pedido (R$ / m² / mês)

5 Milhares On Point 2º semestre Mapa logístico regional e rodoviário do Rio de Janeiro AA &A Desenvolvimento das regiões Rio de Janeiro Com um grande volume de entregas no primeiro semestre, três vezes maior do que o registrado no último período e no segundo semestre sem nenhuma entrega relevante, o estado do Rio de Janeiro recebeu aproximadamente 300 mil m² em A região de Queimados se destaca pelo crescimento em 2014, com um salto da 8ª região com maior estoque para a 5ª, atualmente com mais de 230 mil m² na região No próximo ano são esperados 1,2 milhões de m² de galpões logísticos, resultando em um aumento de 38% no estoque em relação ao existente em Essas entregas se concentram principalmente no eixo Dutra-RJ. A região Duque de Caxias, que hoje concentra o maior volume de galpões do estado e poderá ser igualada, até 2017, por regiões como Seropédica, a qual apresenta entregas anuais de 300 mil m² (2015), 400mil m² (2016) e 200mil m² (2017). Os preços de locação sofreram queda e fecharam o período em R$ 22,41/m²/mês. As regiões Jacarepaguá e Duque de Caxias permanecem com as maiores médias de valores de locação, R$ 30,00/m²/mês e R$ 27,79/m²/mês, respectivamente. A taxa de vacância registrou aumento de 1,6 pontos percentuais, ficando em 4,3%. Entregas 2014 por região do Rio de Janeiro AA & A ITATIAIA BR-116 Fonte: JLL RESENDE QUEIMADOS NOVA SEROPÉDICA IGUAÇU BELFORD ROXO ITAGUAÍ PAVUNA Arco metropolitano BR-040 DUQUE DE CAXIAS CAMPO IRAJÁ GRANDE Av. Brasil Linha Amarela JACAREPAGUÁ RIO MAGÉ CAMPOS DOS GOYTACAZES MACAÉ BR-101 * Consulte legenda das rodovias no rodapé da página H2014 Estoque Inventory Entregas

6 On Point Publicação periódica do Departamento de Pesquisa JLL Periodical publication by JLL Research Department Executivo responsável Executive in charge Ricardo Hirata Colaboradores Staff Cindi Leal, Débora Costa, Eduardo Miyamoto, Ricardo Rolim, Samia Obelenis Todos os direitos reservados Reprodução permitida desde que citada a fonte. COPYRIGHT JONES LANG LASALLE IP, INC Reproduction allowed provided that the source is mentioned. Pesquisa imobiliária O conhecimento norteia os negócios e serviços da JLL. A empresa investe amplamente em pesquisa para orientar o desenvolvimento imobiliário e as estratégias de investimento de seus clientes. O departamento Global de Pesquisa supervisiona e coordena as atividades de mais de 350 profissionais de pesquisa que cobrem o mercado em 70 países. No Brasil, a equipe de Pesquisa da JLL vai a campo periodicamente para levantar informações sobre o mercado de galpões das principais cidades e alimentar um banco de dados constantemente atualizado. Este esforço visa garantir o fornecimento de informações com a máxima precisão e embasar análises de qualidade para a tomada de decisão. Classificação dos galpões Não há norma aceita como padrão para classificação de galpões ou terminologia. Para a JLL, galpões logísticos são segmentados nas classes AA, A e B, a partir da análise e pontuação. A empresa não usa outros termos encontrados no mercado, como Triple A e A+. Classe AA: Capacidade de peso do piso por metro quadrado acima de 5 toneladas, isolamento acústico e térmico, pé-direito (do piso ao forro) superior ou igual a 12 metros, pisos nivelados a laser, 1 doca a cada metros quadrados, docas elevadas, sistema de sprinklers, distância entre pilares acima ou igual a 22,5 metros, iluminação natural, iluminação artificial de galpão igual ou acima de 300 lux, iluminação artificial de escritório igual ou acima de 500 lux, ventilação de galpão mecânica (trocas por hora) igual ou acima de 6, gerador. Classe A: Capacidade de peso do piso por metro quadrado acima de 4 toneladas, isolamento acústico e térmico, pé-direito (do piso ao forro) superior ou igual a 10 metros, pisos nivelados a laser, 1 doca a cada metros quadrados, iluminação natural, iluminação artificial de galpão igual ou acima de 300 lux, iluminação artificial de escritório igual ou acima de 500 lux, ventilação de galpão mecânica (trocas por hora) igual ou acima de 6, gerador. As informações contidas nesta publicação foram obtidas através de materiais divulgados no mercado imobiliário, folders comerciais, informações contidas em website dos empreendimentos e incorporadores, através de contato telefônico e pesquisa de campo. Os dados foram compilados através de métodos estatísticos desenvolvidos pela JLL. A JLL se isenta de responsabilidade por qualquer mudança de cronograma por parte dos incorporadores envolvidos na pesquisa e pela veracidade dos dados e informações fornecidos e divulgados pelos próprios incorporadores. Glossário Estoque Total: Total de metros quadrados de galpão construído. Taxa de vacância: Porcentagem de galpão vagos, calculada em relação ao estoque total. Preço Pedido: Preço por metro quadrado construído pedido pelo proprietário para locação ou venda Novo Estoque: Espaço em metros quadrados entregue ou previsto para ser entregue no período informado Absorção Líquida: aumento ou diminuição real de espaço ocupado entre períodos. Absorção Bruta: Demonstra toda a ocupação que ocorreu dentro do período analisado Área Construída: incluí toda área de galpão, mezanino, marquise e área de apoio. Rodovias BR 116 (nordeste de São Paulo): Rodovia Presidente Dutra BR 116 (oeste do Rio de Janeiro): Rodovia Presidente Dutra BR 116 (sudeste): Rodovia Régis Bittencourt BR 374: Rodovia Castello Branco BR 381: Rodovia Fernão Dias BR 040: Rodovia Washington Luiz BR 101: Rodovia Governador Mário Covas SP 330: Rodovia Anhanguera SP 348: Rodovia dos Bandeirantes SP 070: Rodovia Carvalho Pinto / Ayrton Senna SP 065: Rodovia Dom Pedro I SP 075: Rodovia Santos Dumont SP 160: Rodovia dos Imigrantes SP 150: Rodovia Anchieta

on.point Brasil Industrial Galpões de alto padrão Perspectiva 2017 2º sem. 2013 Pesquisa imobiliária

on.point Brasil Industrial Galpões de alto padrão Perspectiva 2017 2º sem. 2013 Pesquisa imobiliária on.point Pesquisa imobiliária Brasil Industrial Galpões de alto padrão Perspectiva 2017 2º sem. 2013 Previsão de novo estoque - Brasil 13,1 milhões de m² até 2017 Novo estoque entregue Brasil 2,0 milhões

Leia mais

On Point. Brasil Industrial Galpões de alto padrão Perspectiva 2017 1º sem. 2014. Pesquisa imobiliária 1S 2014

On Point. Brasil Industrial Galpões de alto padrão Perspectiva 2017 1º sem. 2014. Pesquisa imobiliária 1S 2014 On Point Pesquisa imobiliária 1S 2014 Brasil Industrial Galpões de alto padrão Perspectiva 2017 1º sem. 2014 Estoque total Brasil 24,1 milhões de m² Novo estoque entregue Brasil 1,1 milhão de m² Previsão

Leia mais

on.point Brasil Industrial Galpões de alto padrão Perspectiva 2017 1º sem. 2013 Pesquisa imobiliária

on.point Brasil Industrial Galpões de alto padrão Perspectiva 2017 1º sem. 2013 Pesquisa imobiliária on.point Pesquisa imobiliária Brasil Industrial Galpões de alto padrão Perspectiva 2017 1º sem. 2013 Previsão de novo estoque - Brasil 15,3 milhões de m² até 2017 Novo estoque entregue Brasil 1,2 milhões

Leia mais

On Point. Brasil Industrial Galpões de alto padrão Perspectiva º sem Pesquisa imobiliária 2S 2015

On Point. Brasil Industrial Galpões de alto padrão Perspectiva º sem Pesquisa imobiliária 2S 2015 On Point Pesquisa imobiliária 2S 2015 Brasil Industrial Galpões de alto padrão Perspectiva 2017 2º sem. 2015 Estoque total Brasil 28,3 milhões de m² Novo estoque entregue Brasil 0,6 milhão de m² Previsão

Leia mais

RELATÓRIO DE MERCADO INDUSTRIAL E LOGÍSTICO

RELATÓRIO DE MERCADO INDUSTRIAL E LOGÍSTICO 2T 2015 BRASIL RELATÓRIO DE MERCADO INDUSTRIAL E LOGÍSTICO PRIMEIRO SEMESTRE ENCERRA COM CRESCIMENTO DA DEMANDA ABAIXO DA MÉDIA DOS ÚLTIMOS ANOS Brasil Indicadores Classe A Acumulado 2015 - Brasil Estoque

Leia mais

on.point Brasil Industrial Galpões de Alto Padrão Perspectiva º sem Pesquisa imobiliária

on.point Brasil Industrial Galpões de Alto Padrão Perspectiva º sem Pesquisa imobiliária on.point Pesquisa imobiliária Brasil Industrial Galpões de Alto Padrão Perspectiva 2016 1º sem. 2012 Previsão de Novo Estoque de Alto Padrão 13,2 milhões de m² Previsão de Entrega em 2012 - Total Brasil

Leia mais

FOCO NA EFICIÊNCIA DA OPERAÇÃO

FOCO NA EFICIÊNCIA DA OPERAÇÃO FOCO NA EFICIÊNCIA DA OPERAÇÃO Localização privilegiada, alta qualidade em projeto e serviços na região. Para estar mais próximo do cliente e bem à frente da concorrência. Como todo projeto assinado pela

Leia mais

PERFIL DOS FABRICANTES DE ESTRUTURAS DE AÇO. Resumo Executivo Pesquisa 2013

PERFIL DOS FABRICANTES DE ESTRUTURAS DE AÇO. Resumo Executivo Pesquisa 2013 PERFIL DOS FABRICANTES DE ESTRUTURAS DE AÇO Resumo Executivo Pesquisa 2013 APRESENTAÇÃO Em ação conjunta para o melhor conhecimento das capacidades do mercado brasileiro da construção em aço, o CBCA Centro

Leia mais

CONDOMÍNIO FECHADO DE GALPÕES MODULARES

CONDOMÍNIO FECHADO DE GALPÕES MODULARES Ilustração artística da portaria. CONDOMÍNIO FECHADO DE GALPÕES MODULARES Estrada Ferreira Guedes, 784 Potuverá Itapecerica da Serra SP Brasil 23 43 04.00 S 46 53 32.00 O GR Guarulhos GR Hortolândia GR

Leia mais

CONDOMÍNIO FECHADO DE GALPÕES MODULARES

CONDOMÍNIO FECHADO DE GALPÕES MODULARES CONDOMÍNIO FECHADO DE GALPÕES MODULARES PRÉVIA Ilustração artística da portaria Rua dos Tucanos, 630 - Carapicuíba - SP - Brasil 23 33 37.00 S 46 49 17.00 O Por que Rodoanel? O Rodoanel Mário Covas, depois

Leia mais

50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias

50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias 50 cidades com as melhores opções para aberturas de franquias Pesquisa realizada pela Rizzo Franchise e divulgada pela revista Exame listou as 50 cidades com as melhores oportunidades para abertura de

Leia mais

Geração de Emprego Formal no NOTA CONJUNTURAL DO OBSERVATÓRIO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, JULHO DE 2011

Geração de Emprego Formal no NOTA CONJUNTURAL DO OBSERVATÓRIO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, JULHO DE 2011 Geração de Emprego Formal no RIO DE JANEIRO NOTA CONJUNTURAL DO OBSERVATÓRIO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, JULHO DE 211 1 211 O crescimento da economia fluminense nos últimos

Leia mais

RELATÓRIO DA GERÊNCIA DE MONITORAMENTO PANORAMA DO COOPERATIVISMO BRASILEIRO - ANO 2011

RELATÓRIO DA GERÊNCIA DE MONITORAMENTO PANORAMA DO COOPERATIVISMO BRASILEIRO - ANO 2011 RELATÓRIO DA GERÊNCIA DE MONITORAMENTO PANORAMA DO COOPERATIVISMO BRASILEIRO - ANO 2011 Março 2012 SUMÁRIO I - EVOLUÇÃO DO NÚMERO DE COOPERATIVAS, COOPERADOS E EMPREGADOS, 3 II - ANÁLISE POR RAMO, 8 2.1

Leia mais

PERFIL DOS FABRICANTES DE ESTRUTURAS DE AÇO

PERFIL DOS FABRICANTES DE ESTRUTURAS DE AÇO PERFIL DOS FABRICANTES DE ESTRUTURAS DE AÇO Resumo Executivo Pesquisa 2014 APRESENTAÇÃO Pelo terceiro ano consecutivo, o CBCA Centro Brasileiro da Construção em Aço e a ABCEM Associação Brasileira da Construção

Leia mais

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010 Apresentação da Companhia Setembro de 2010 Comprovada capacidade de execução Visão geral da Inpar Empreendimentos por segmento (1) Modelo de negócios integrado (incorporação, construção e venda) Comercial

Leia mais

Fundação de Economia e Estatística Centro de Informações Estatísticas Núcleo de Contabilidade Social

Fundação de Economia e Estatística Centro de Informações Estatísticas Núcleo de Contabilidade Social Fundação de Economia e Estatística Centro de Informações Estatísticas Núcleo de Contabilidade Social COMENTÁRIOS ACERCA DOS NÚMEROS FINAIS DO PIB DO RS E DAS DEMAIS UNIDADES DA FEDERAÇÃO EM 2010 Equipe

Leia mais

CONDOMÍNIOS INDUSTRIAIS & LOGÍSTICOS. RELATÓRIO DE MERCADO VALE DO PARAÍBA: Eixo - Jacareí, São José dos Campos, Caçapava e Taubaté.

CONDOMÍNIOS INDUSTRIAIS & LOGÍSTICOS. RELATÓRIO DE MERCADO VALE DO PARAÍBA: Eixo - Jacareí, São José dos Campos, Caçapava e Taubaté. CONDOMÍNIOS INDUSTRIAIS & LOGÍSTICOS RELATÓRIO DE MERCADO VALE DO PARAÍBA: Eixo - Jacareí, São José dos Campos, Caçapava e Taubaté. Condomínios Industriais & Logísticos Maquete de um projeto 2 CONDOMINIOS

Leia mais

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados Resultados do 2T09 Teleconferência de Resultados Destaques do 2T09 2 Destaques do 2T09 em linha com a estratégia geral da Companhia Nossas conquistas do 2T09 são refletidas nos resultados da Companhia

Leia mais

Contas Regionais do Brasil 2010

Contas Regionais do Brasil 2010 Diretoria de Pesquisas Contas Regionais do Brasil 2010 Coordenação de Contas Nacionais frederico.cunha@ibge.gov.br alessandra.poca@ibge.gov.br Rio, 23/11/2012 Contas Regionais do Brasil Projeto de Contas

Leia mais

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde INFORME SARGSUS Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde 1 ESFERA MUNICIPAL 1.1 Relatório de Gestão Ano 2013 Até a presente data,

Leia mais

A PRESENTE PESQUISA ESTÁ ENQUADRADA NA ESTRATÉGIA DO

A PRESENTE PESQUISA ESTÁ ENQUADRADA NA ESTRATÉGIA DO A PRESENTE PESQUISA ESTÁ ENQUADRADA NA ESTRATÉGIA DO SINDICATO APEOC DE CONSTRUIR A ADEQUAÇÃO DO PLANO DE CARREIRA DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO COM BASE NA LEI Nº 11738 DO PISO NACIONAL NA SUA FORMA ORIGINAL

Leia mais

Seminário IDEAS Panorama de Mercado

Seminário IDEAS Panorama de Mercado Seminário IDEAS Panorama de Mercado Abril de 2012 Accelerating success. Sumário 1. Visão Geral Escritórios Padrão 2. São Paulo Escritórios Padrão A e A+ Rio de Janeiro Escritórios Padrão A e A+ 3. Visão

Leia mais

De janeiro a junho de 2013 as indenizações pagas pelo Seguro DPVAT registraram crescimento de 38% ante mesmo período de 2012.

De janeiro a junho de 2013 as indenizações pagas pelo Seguro DPVAT registraram crescimento de 38% ante mesmo período de 2012. De janeiro a junho de 2013 as indenizações pagas pelo Seguro DPVAT registraram crescimento de 38% ante mesmo período de 2012. Os casos de Invalidez Permanente representaram a maioria das indenizações pagas

Leia mais

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1)

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) ANEXO I BICICLETA ESCOLAR Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) Assunto: Adesão à ata de registro de preços nº 70/2010 do pregão eletrônico nº 40/2010. 1 2 BICICLETA 20 - AC,

Leia mais

4» Quadra escolar Maria Nascimento Paiva. 1» Centro de Artes e Esportes Unificados. 2» Unidade Básica de Saúde, Clínica da Família Quadra 308

4» Quadra escolar Maria Nascimento Paiva. 1» Centro de Artes e Esportes Unificados. 2» Unidade Básica de Saúde, Clínica da Família Quadra 308 1 2 8 1» Centro de Artes e Esportes Unificados Rio Branco AC 2» Unidade Básica de Saúde, Clínica da Família Quadra 308 Recanto das Emas DF 3» Creche Ipê Rosa Samambaia DF 4» Quadra escolar Maria Nascimento

Leia mais

ALTA EFICIÊNCIA A SERVIÇO DE SUA ESTRATÉGIA

ALTA EFICIÊNCIA A SERVIÇO DE SUA ESTRATÉGIA Golgi Seropédica Golgi Seropédica Condomínio Logístico próximo ao entroncamento do Arco Metropolitano com a Dutra ALTA EFICIÊNCIA A SERVIÇO DE SUA ESTRATÉGIA O Golgi Seropédica é a solução inteligente

Leia mais

Indenizações Pagas Quantidades

Indenizações Pagas Quantidades Natureza da Indenização Jan a Dez 2011 % Jan a Dez 2012 % Jan a Dez 2012 x Jan a Dez 2011 Morte 58.134 16% 60.752 12% 5% Invalidez Permanente 239.738 65% 352.495 69% 47% Despesas Médicas (DAMS) 68.484

Leia mais

RIO ALÉM DO PETRÓLEO CONHECIMENTO E DESENVOLVIMENTO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Adriana Fontes Mauricio Blanco Valéria Pero. Inovação tecnológica

RIO ALÉM DO PETRÓLEO CONHECIMENTO E DESENVOLVIMENTO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Adriana Fontes Mauricio Blanco Valéria Pero. Inovação tecnológica RIO ALÉM DO PETRÓLEO CONHECIMENTO E DESENVOLVIMENTO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Adriana Fontes Mauricio Blanco Valéria Pero Inovação tecnológica Uma das faces do desenvolvimento econômico pode ser vista

Leia mais

ABSORÇÃO LÍQUIDA ANUAL DE CONDOMÍNIOS LOGÍSTICOS PARA 2012 PODE DUPLICAR EM RELAÇÃO AO ANO ANTERIOR.

ABSORÇÃO LÍQUIDA ANUAL DE CONDOMÍNIOS LOGÍSTICOS PARA 2012 PODE DUPLICAR EM RELAÇÃO AO ANO ANTERIOR. 1º TRIMESTRE 212 INDUSTRIAL BRASIL MARKET REPORT INDUSTRIAL ABSORÇÃO LÍQUIDA ANUAL DE CONDOMÍNIOS LOGÍSTICOS PARA 212 PODE DUPLICAR EM RELAÇÃO AO ANO ANTERIOR. Inventário: 17.787 m² Taxa de Vacância: %

Leia mais

Relatório Gerencial TECNOVA

Relatório Gerencial TECNOVA Relatório Gerencial TECNOVA Departamento de Produtos Financeiros Descentralizados - DPDE Área de Apoio à Ciência, Inovação, Infraestrutura e Tecnologia - ACIT Fevereiro de 2015 Marcelo Nicolas Camargo

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA Nível superior Cargo 1: Contador DF Brasília/Sede da Administração Central 35 1820 52,00 Nível médio Cargo 2: Agente Administrativo AC Rio Branco/Sede da SRTE 2 1496 748,00 Nível médio Cargo 2: Agente

Leia mais

Centro de Artes e Esportes Unificados, Sertãozinho SP. UBS Elpidio Moreira Souza AC. UPA município de Ribeirão Pires SP

Centro de Artes e Esportes Unificados, Sertãozinho SP. UBS Elpidio Moreira Souza AC. UPA município de Ribeirão Pires SP Centro de Artes e Esportes Unificados, Sertãozinho SP UBS Elpidio Moreira Souza AC Quadra da Escola Municipal Érico de Souza, Águas Lindas GO UPA município de Ribeirão Pires SP UBS Clínica da Família,

Leia mais

Análise Demográfica das Empresas da IBSS

Análise Demográfica das Empresas da IBSS CAPÍTULO 4 Análise Demográfica das Empresas da IBSS Apresentação A demografia de empresas investiga a estrutura do estoque de empresas em dado momento e a sua evolução, como os movimentos de crescimento,

Leia mais

ALGUNS EMPREENDIMENTOS ADMINISTRADOS PELA HERZOG

ALGUNS EMPREENDIMENTOS ADMINISTRADOS PELA HERZOG CONDOMÍNIOS INDUSTRIAIS LOGÍSTICOS ALGUNS EMPREENDIMENTOS ADMINISTRADOS PELA HERZOG OBJETIDO E FONTE DE PESQUISA O estudo a seguir tem como objetivo trazer informações sobre o mercado imobiliário de condomínios

Leia mais

SONDAGEM INDUSTRIAL PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2004 RESULTADOS DE RIO BRANCO - ACRE

SONDAGEM INDUSTRIAL PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2004 RESULTADOS DE RIO BRANCO - ACRE O QUE É A SONDAGEM INDUSTRIAL A Sondagem é uma pesquisa qualitativa realizada trimestralmente pela CNI e pelas Federações das s de 19 estados do país (AC, AL, AM, BA, CE, ES, GO, MG, MS, MT, PA, PB, PE,

Leia mais

Regiões Metropolitanas do Brasil

Regiões Metropolitanas do Brasil Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia IPPUR/UFRJ CNPQ FAPERJ Regiões Metropolitanas do Brasil Equipe responsável Sol Garson Luiz Cesar de Queiroz Ribeiro Juciano Martins Rodrigues Regiões Metropolitanas

Leia mais

PERFIL DOS FABRICANTES DE TELHAS DE AÇO E STEEL DECK

PERFIL DOS FABRICANTES DE TELHAS DE AÇO E STEEL DECK PERFIL DOS FABRICANTES DE TELHAS DE AÇO E STEEL DECK Resumo Executivo Pesquisa 2014 APRESENTAÇÃO Para melhor conhecimento do mercado brasileiro de coberturas em aço e fôrma colaborante steel deck, o CBCA

Leia mais

14ª Avaliação de Perdas no Varejo Brasileiro Supermercados

14ª Avaliação de Perdas no Varejo Brasileiro Supermercados 14ª Avaliação de Perdas no Varejo Brasileiro Supermercados Apresentação Este relatório apresenta os resultados da 14ª Avaliação de Perdas realizada com os principais supermercados do Brasil. As edições

Leia mais

CONDOMÍNIO FECHADO DE GALPÕES MODULARES

CONDOMÍNIO FECHADO DE GALPÕES MODULARES CENTRO INDUSTRIAL COMERCIAL E LOGÍSTICO Ilustração artística da portaria. CONDOMÍNIO FECHADO DE GALPÕES MODULARES Rua Dona Catharina Maria de Jesus, 400 Guarulhos SP Brasil 23 25 00.00 S 46 24 26.00 O

Leia mais

PERFIL DOS FABRICANTES DE TELHAS DE AÇO E STEEL DECK. Resumo Executivo Pesquisa 2013

PERFIL DOS FABRICANTES DE TELHAS DE AÇO E STEEL DECK. Resumo Executivo Pesquisa 2013 PERFIL DOS FABRICANTES DE TELHAS DE AÇO E STEEL DECK Resumo Executivo Pesquisa 2013 APRESENTAÇÃO O CBCA Centro Brasileiro da Construção em Aço e a ABCEM Associação Brasileira da Construção Metálica apresentam

Leia mais

CONDOMÍNIO FECHADO DE GALPÕES MODULARES

CONDOMÍNIO FECHADO DE GALPÕES MODULARES CONDOMÍNIO FECHADO DE GALPÕES MODULARES Ilustração artística da portaria Rua Atilio Biscuola, nº 1.831 - Louveira - SP - Brasil 23 05 09.00 S 46 58 10.00 O SÃO PAULO DHL RODOVIA ANHANGUERA KM 72 Por que

Leia mais

O SISTEMA DE AQUECIMENTO SOLAR NO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA. Mara Luísa Alvim Motta Gerente Executiva GERÊNCIA NACIONAL DE MEIO AMBIENTE

O SISTEMA DE AQUECIMENTO SOLAR NO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA. Mara Luísa Alvim Motta Gerente Executiva GERÊNCIA NACIONAL DE MEIO AMBIENTE O SISTEMA DE AQUECIMENTO SOLAR NO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA Mara Luísa Alvim Motta Gerente Executiva GERÊNCIA NACIONAL DE MEIO AMBIENTE Crédito Imobiliário 2003 a 2010 75,92 47,05 275.528 MCMV 660.980

Leia mais

ANÁLISE DA MORTE VIOLENTA SEGUNDO RAÇA /COR

ANÁLISE DA MORTE VIOLENTA SEGUNDO RAÇA /COR 8 ANÁLISE DA MORTE VIOLENTA SEGUNDO RAÇA /COR Secretaria de Vigilância em Saúde/MS 435 ANÁLISE DA MORTE VIOLENTA SEGUNDO RAÇA/COR MORTALIDADE POR CAUSAS EXTERNAS Evolução da mortalidade por causas externas

Leia mais

METOLOGIA. 1. Histórico

METOLOGIA. 1. Histórico METOLOGIA O Índice de Confiança do Empresário Industrial do Rio Grande do Sul (ICEI/RS) é um indicador antecedente utilizado para identificar mudanças na tendência da produção industrial gaúcha. O ICEI

Leia mais

Cenário das Rodovias Brasileiras. UFSC - Campus Joinville 1

Cenário das Rodovias Brasileiras. UFSC - Campus Joinville 1 Cenário das Rodovias Brasileiras 1 Cenário das Rodovias Brasileiras 2 Vantagens do Pavimento de Concreto 3 Vantagens do Pavimento de Concreto 4 Vantagens do Pavimento de Concreto 5 Vantagens do Pavimento

Leia mais

Pesquisa Anual de Serviços

Pesquisa Anual de Serviços 1 Pesquisa Anual de Serviços Perguntas e Respostas Qual o destaque da pesquisa? O setor movimentou R$ 1,1 trilhão em receita operacional líquida i, respondeu por 11 993 942 mil pessoas ocupadas e pagou

Leia mais

CASTELO BRANCO AVENIDA MARGINAL PROJETADA, 1.810 TAMBORÉ - SP. modular I1 CASTELO BRANCO. modular I1

CASTELO BRANCO AVENIDA MARGINAL PROJETADA, 1.810 TAMBORÉ - SP. modular I1 CASTELO BRANCO. modular I1 AVENIDA MARGINAL PROJETADA,.80 TAMBORÉ - SP CASTELO BRANCO modular I CASTELO BRANCO modular I conceito FOTOS DO EMPREENDIMENTO MODULAR I TÃO FLEXÍVEL QUANTO AS NECESSIDADES DE SUA EMPRESA NOSSO CONCEITO

Leia mais

Acesso à Internet e à televisão e posse de telefone móvel celular para uso pessoal

Acesso à Internet e à televisão e posse de telefone móvel celular para uso pessoal Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Ministério das Comunicações Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD Suplementar 2013 Acesso à Internet e à televisão e posse de telefone móvel celular

Leia mais

CONCESSÕES DE RODOVIAS

CONCESSÕES DE RODOVIAS RODOVIAS CONCESSÕES DE RODOVIAS 1995-2002 Tarifa média ponderada R$ 10,4 1.316 km concedidos em 6 rodovias 2003-2010 Tarifa média ponderada R$ 3,8 3.305 km concedidos em 8 rodovias 2011-2014 Tarifa média

Leia mais

POLITICAS PARA O TRÂNSITO SEGURO DE MOTOS

POLITICAS PARA O TRÂNSITO SEGURO DE MOTOS Seminário POLITICAS PARA O TRÂNSITO SEGURO DE MOTOS LEGISLAÇÃO, FISCALIZAÇÃO E POLÍTICA DE SEGURANÇA Brasília DF 13 de setembro de 2012 Regulamentação da atividade de mototaxista Mesmo diante da ausência

Leia mais

Condomínio Ory Business Park

Condomínio Ory Business Park Condomínio Ory Business Park Marginal Norte da Rodovia dos Bandeirantes, km 61,5 Distrito Industrial Jundiaí/SP Saída km 59 da Rodovia dos Bandeirantes Saída km 61 da Rodovia Anhanguera www.orypark.com.br

Leia mais

O Desempenho do Investimento Público do Ceará, 2007 2012, uma análise comparativa entre os Estados.

O Desempenho do Investimento Público do Ceará, 2007 2012, uma análise comparativa entre os Estados. Enfoque Econômico é uma publicação do IPECE que tem por objetivo fornecer informações de forma imediata sobre políticas econômicas, estudos e pesquisas de interesse da população cearense. Por esse instrumento

Leia mais

ÍNDICE RELATÓRIO SIOR 2012. Pág. 02 NOTÍCIAS 2011/2012. Pág. 03 ANÁLISE DAS DEMANDAS. Pág. 04 GRÁFICO DE DEMANDAS POR ESTADO. Pág.

ÍNDICE RELATÓRIO SIOR 2012. Pág. 02 NOTÍCIAS 2011/2012. Pág. 03 ANÁLISE DAS DEMANDAS. Pág. 04 GRÁFICO DE DEMANDAS POR ESTADO. Pág. RELATÓRIO SIOR 2012 ÍNDICE NOTÍCIAS 2011/2012 ANÁLISE DAS DEMANDAS GRÁFICO DE DEMANDAS POR ESTADO TEMPO DE ATENDIMENTO DEMANDAS CONSIDERADAS PROCEDENTES MAPA DAS PRINCIPAIS DEMANDAS CONSIDERADAS PROCEDENTES

Leia mais

Pendências de Envio do Relatório de Gestão Municipal-2013 aos CMS

Pendências de Envio do Relatório de Gestão Municipal-2013 aos CMS INFORME SARGSUS Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde 1 ESFERA MUNICIPAL 1.1 Relatório de Gestão Ano 2013 Até a presente data,

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos FEIJÃO OUTUBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos FEIJÃO OUTUBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos FEIJÃO OUTUBRO DE 2015 CALENDÁRIO AGRÍCOLA - FEIJÃO Safra 1ª - Safra das Águas 2ª - Safra da Seca 3ª - Safra de Inverno Principais Regiões Sul, Sudeste,

Leia mais

População residente, por situação do domicílio Brasil, 2000 Fonte: IBGE, Censo Demográfico 2000 Resultados do Universo

População residente, por situação do domicílio Brasil, 2000 Fonte: IBGE, Censo Demográfico 2000 Resultados do Universo Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2012 Prova bimestral 3o Bimestre 5o ano Geografia Data: / / Nível: Escola: Nome: 1. Leia os dados e o gráfico do censo do

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira RESUMO TÉCNICO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2007

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira RESUMO TÉCNICO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2007 Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira RESUMO TÉCNICO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2007 Brasília DF 2009 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO.... 3 PROCESSO DE COLETA

Leia mais

RNGO11. Indicadores. O fundo foi lançado em: 20.7.2012; no valor de R$ 100,00 por cota. Não houve lançamentos secundário de cotas.

RNGO11. Indicadores. O fundo foi lançado em: 20.7.2012; no valor de R$ 100,00 por cota. Não houve lançamentos secundário de cotas. RNGO11 O fundo foi lançado em: 20.7.2012; no valor de R$ 100,00 por cota. Não houve lançamentos secundário de cotas. O fundo esteve em RMG até novembro de 2013 e pagou neste período um rendimento mensal

Leia mais

Evolução demográfica 1950-2010

Evolução demográfica 1950-2010 Evolução demográfica 195-1 37 A estrutura etária da população brasileira em 1 reflete as mudanças ocorridas nos parâmetros demográficos a partir da segunda metade do século XX. Houve declínio rápido dos

Leia mais

Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015 Novembro/2015

Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015 Novembro/2015 Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015 Novembro/2015 Copyright Boa Vista SCPC 1 Objetivo, metodologia e amostra o Objetivo: Pesquisa para mapear os hábitos de consumo e compras para época

Leia mais

Mercado Imobiliário Residencial Brasileiro

Mercado Imobiliário Residencial Brasileiro Mercado Imobiliário Residencial Brasileiro JULHO DE 2011 Unidades residenciais O país encerrou o ano de 2010 com um total de 67,6 milhões de unidades residenciais que se dividem quanto a sua ocupação da

Leia mais

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento C o m p an h i a N ac io n a l d e Abastecimento D i r e t o r i a d e Opercações e A b a stecimento S u p erintedência de O p erações Comerciais G e r ên c i a d e Formação e Controle de Estoques P o

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA SALARIAL 11/1/2010

ANÁLISE COMPARATIVA SALARIAL 11/1/2010 ANÁLISE COMPARATIVA SALARIAL PROFESSORES DAS REDES ESTADUAIS NO BRASIL A PRESENTE PESQUISA ESTÁ ENQUADRADA NA ESTRATÉGIA DO SINDICATO APEOC DE CONSTRUIR A ADEQUAÇÃO DO PLANO DE CARREIRA DOS TRABALHADORES

Leia mais

Panorama do emprego no turismo

Panorama do emprego no turismo Panorama do emprego no turismo Por prof. Wilson Abrahão Rabahy 1 Emprego por Atividade e Região Dentre as atividades do Turismo, as que mais se destacam como geradoras de empregos são Alimentação, que

Leia mais

IMPACTOS DAS DISTORÇÕES DO ICMS NOS ESTADOS E DISTRITO FEDERAL

IMPACTOS DAS DISTORÇÕES DO ICMS NOS ESTADOS E DISTRITO FEDERAL IMPACTOS DAS DISTORÇÕES DO ICMS NOS ESTADOS E DISTRITO FEDERAL Brasília, Novembro/ 2013 Unidade de Políticas Públicas NOTA TÉCNICA IMPACTOS DAS DISTORÇOES DO ICMS NOS ESTADOS E DISTRITO FEDERAL Este estudo

Leia mais

OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012

OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 (Estudo Técnico nº 175) François E. J. de Bremaeker Salvador, julho de 2012 2 OS MUNICÍPIOS BILIONÁRIOS EM 2012 François E. J. de Bremaeker Economista e Geógrafo Associação

Leia mais

Monitoramento de agrotóxicos em água para consumo humano

Monitoramento de agrotóxicos em água para consumo humano Seminário de Vigilância em Saúde de Populações Expostas a Agrotóxicos Mesa Redonda I Exposição humana a agrotóxicos: ações em desenvolvimento Monitoramento de agrotóxicos em água para consumo humano Coordenação

Leia mais

INDÚSTRIA DE ALIMENTOS

INDÚSTRIA DE ALIMENTOS DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos INDÚSTRIA DE ALIMENTOS OUTUBRO DE 2015 PRODUTOS INDÚSTRIA DE ALIMENTOS NO BRASIL 2012 EXPORTAÇÕES US$ 43 Bilhões (23%) 23% Ásia 22% União Europeia FATURAMENTO

Leia mais

FINANCIAMENTO DOS MUNICÍPIOS DO BRASIL Um balanço o entre aspectos sociais e econômicos

FINANCIAMENTO DOS MUNICÍPIOS DO BRASIL Um balanço o entre aspectos sociais e econômicos Seminário Internacional sobre Tributação Imobiliária FINANCIAMENTO DOS MUNICÍPIOS DO BRASIL Um balanço o entre aspectos sociais e econômicos Maria Cristina Mac Dowell maria-macdowell.azevedo@fazenda.gov.br

Leia mais

Acesso e permanência no Ensino Superior. Mozart Neves Ramos mozart@ias.org.br

Acesso e permanência no Ensino Superior. Mozart Neves Ramos mozart@ias.org.br Acesso e permanência no Ensino Superior Mozart Neves Ramos mozart@ias.org.br 1. Cenário atual e futuro 2. O que pode (e deve) mudar com o Enem 2.1. Ensino Médio e o Ciclo Básico das IES 2.2. SISU x Aumento

Leia mais

PESQUISA de HONORÁRIOS e TENDÊNCIAS da CONSULTORIA no BRASIL 11ª edição- 2011 / 2012

PESQUISA de HONORÁRIOS e TENDÊNCIAS da CONSULTORIA no BRASIL 11ª edição- 2011 / 2012 Member of ICMCI International Council of Management Consulting Institutes PESQUISA de HONORÁRIOS e TENDÊNCIAS da CONSULTORIA no BRASIL 11ª edição 2011 / 2012 Av. Paulista, 326 Conj. 77 Bela Vista CEP 01310902

Leia mais

ENERGIAS ALTERNATIVAS E TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO LIMPAS: DESAFIOS E OPORTUNIDADES

ENERGIAS ALTERNATIVAS E TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO LIMPAS: DESAFIOS E OPORTUNIDADES ENERGIAS ALTERNATIVAS E TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO LIMPAS: DESAFIOS E OPORTUNIDADES FONTES DE ENERGIA Hídrica Eólica Biomassa Solar POTENCIAL HÍDRICO Fonte: Eletrobras, 2011. APROVEITAMENTO DO POTENCIAL HIDRELÉTRICO

Leia mais

Número 24. Carga horária de trabalho: evolução e principais mudanças no Brasil

Número 24. Carga horária de trabalho: evolução e principais mudanças no Brasil Número 24 Carga horária de trabalho: evolução e principais mudanças no 29 de julho de 2009 COMUNICADO DA PRESIDÊNCIA Carga horária de trabalho: evolução e principais mudanças no 2 1. Apresentação Este

Leia mais

Brasília, agosto de 2012.

Brasília, agosto de 2012. Brasília, agosto de 2012. Contas de Governo Cap. 4 (Análise Setorial) Execução do gasto Orçamentário (OFSS + RPNP) Gasto tributário (renúncia de receita) Resultado da atuação governamental no exercício

Leia mais

Mortos e Acidentes por Unidade Federativa

Mortos e Acidentes por Unidade Federativa e Acidentes por Unidade Federativa - 2016 Data: 23/05/2017 FILTROS: Veículos: Todos, Caminhões, Ônibus Valores: Absolutos Estado: Todos BR: Todas Estados com maior número de mortes e acidentes - 2016 Este

Leia mais

LEVANTAMENTO FISCAL SITE KADOX

LEVANTAMENTO FISCAL SITE KADOX LEVANTAMENTO FISCAL SITE KADOX SUMÁRIO 1 ICMS 1.1 CONTRIBUINTE 1.2 FATO GERADOR DO IMPOSTO 1.3 BASE DE CÁLCULO DO IMPOSTO 1.4 REDUÇÃO DA BASE DE CÁLCULO 1.5 CARTA DE CORREÇÃO 1.6 CÓDIGO DA SITUAÇÃO TRIBUTÁRIA

Leia mais

Gráfico 01: Estados brasileiros - Evolução do emprego formal - primeiro semestre de 2014 Variação relativa (%)

Gráfico 01: Estados brasileiros - Evolução do emprego formal - primeiro semestre de 2014 Variação relativa (%) 1,96 1,96 1,76 1,73 1,54 1,47 1,37 0,92 0,85 0,74 0,50 0,46 0,31 Nº 17 / 14 Embora o cenário macroeconômico aponte perda de dinamismo para setores importantes da economia brasileira, os resultados do emprego

Leia mais

82,5% dos brasileiros são atendidos com abastecimento de água tratada

82,5% dos brasileiros são atendidos com abastecimento de água tratada Saneamento no Brasil Definição: Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), saneamento é o controle de todos os fatores do meio físico do homem que exercem ou podem exercer efeitos nocivos sobre o bem

Leia mais

1S14 RESEARCH. Mercado pressiona por redução nos valores de locação MERCADO DE ESCRITÓRIOS - OVERVIEW. Indices Econômicos.

1S14 RESEARCH. Mercado pressiona por redução nos valores de locação MERCADO DE ESCRITÓRIOS - OVERVIEW. Indices Econômicos. RESEARCH 1S14 MERCADO DE ESCRITÓRIOS - OVERVIEW Mercado pressiona por redução nos valores de locação A economia brasileira teve mais um ano difícil em 2013 o que vem se repetindo em 2014. Mesmo com cenário

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE D TABELA BÁSICA / EDIÇÃO 2015 PRIMEIRA FASE 1ª 12/07 - Dom A1 Vilhena RO X Remo PA 1ª A1 São Raimundo RR X Nacional AM 1ª A2 PI 1 PI X Interporto TO 1ª A2 Guarani CE X Santos

Leia mais

Censo Nacional das Bibliotecas Públicas P

Censo Nacional das Bibliotecas Públicas P Ministério da Cultura Secretaria de Articulação Institucional Diretoria de Livro, Leitura e Literatura Fundação Biblioteca Nacional Sistema Nacional de Bibliotecas PúblicasP Censo Nacional das Bibliotecas

Leia mais

Mapa do Encarceramento: os jovens do Brasil

Mapa do Encarceramento: os jovens do Brasil Mapa do Encarceramento: os jovens do Brasil O Mapa do Encarceramento: os jovens do Brasil é mais uma publicação do Plano Juventude Viva, que reúne ações de prevenção para reduzir a vulnerabilidade de jovens

Leia mais

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DE 2009 E DO 4T09. 24 de Março 2010

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DE 2009 E DO 4T09. 24 de Março 2010 DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DE 2009 E DO 4T09 24 de Março 2010 Destaques Financeiros e Operacionais de 2009 e do 4T09 As vendas nos Shopping Centers da Companhia tiveram um crescimento no ano de 14,1%; Taxa

Leia mais

FACULDADE BOA VIAGEM (FBV) Gestão de Marketing

FACULDADE BOA VIAGEM (FBV) Gestão de Marketing FACULDADE BOA VIAGEM (FBV) Gestão de Marketing Edson José de Lemos Júnior Ermeson Gomes da Silva Jardson Prado Coriolano da Silva Marcos Antonio Santos Marinho Rosinaldo Ferreira da Cunha RELATÓRIO GERENCIAL

Leia mais

A EVOLUÇÃO DAS MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE 2009 A 2012

A EVOLUÇÃO DAS MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE 2009 A 2012 A EVOLUÇÃO DAS MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE 2009 A 2012 BRASIL Série Estudos e Pesquisas A EVOLUÇÃO DAS MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE DE 2009 A 2012 Junho/2014 Estudos e Pesquisas

Leia mais

No que diz respeito à siderurgia em nível mundial, podemos destacar como principais pontos:

No que diz respeito à siderurgia em nível mundial, podemos destacar como principais pontos: Setor Siderúrgico 1 O setor siderúrgico brasileiro passou por profundas transformações na década de 90, tendo como principal elemento de mudança o processo de privatização do setor, que desencadeou, num

Leia mais

Pluralidade dos Meios de Comunicação

Pluralidade dos Meios de Comunicação Pluralidade dos Meios de Comunicação Novembro/212 APRESENTAÇÃO A pesquisa Pluralidade dos Meios de Comunicação, desenvolvida pelo Instituto Palavra Aberta entidade criada em fevereiro de 21 pela Abert

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira RESUMO TÉCNICO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2008

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira RESUMO TÉCNICO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2008 Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira RESUMO TÉCNICO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2008 Brasília DF 2009 SUMÁRIO LISTA DE TABELAS... 3 APRESENTAÇÃO...

Leia mais

SUMÁRIO. 1 - Lavouras... 5. 1 - Área, produção e rendimento médio - confronto das estimativas mensais março / fevereiro safra 2012 Brasil...

SUMÁRIO. 1 - Lavouras... 5. 1 - Área, produção e rendimento médio - confronto das estimativas mensais março / fevereiro safra 2012 Brasil... ...... PRODUÇÃO DAS LAVOURAS EM MARÇO DE 2012 SUMÁRIO 1 - Lavouras... 5 TABELAS DE RESULTADOS Safra 2012 1 - Área, produção e rendimento médio - confronto das estimativas mensais março / fevereiro safra

Leia mais

Galpão Logístico Av. Ceci - Barueri/SP

Galpão Logístico Av. Ceci - Barueri/SP Oportunidades INDUSTRIAIS Galpão Logístico Av. Ceci - Barueri/SP Condomínio Fechado de Galpões Galpão logístico localizado em condomínio fechado, com segurança e excelente infraestrutura, próximo ao Shopping

Leia mais

MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011

MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011 MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011 1 MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO: O Mercado de títulos de capitalização vem mantendo crescimentos fortes e retornos robustos. Nesse período o volume de vendas atingiu

Leia mais

Apresentação do IDConselho Municipal. Apresentação elaborada pela Coordenação Geral de Vigilância Socioassistencial CGVIS Brasília

Apresentação do IDConselho Municipal. Apresentação elaborada pela Coordenação Geral de Vigilância Socioassistencial CGVIS Brasília Apresentação do IDConselho Municipal Apresentação elaborada pela Coordenação Geral de Vigilância Socioassistencial CGVIS Brasília 5.366 Conselhos Municipais que preencheram o Censo SUAS 2014 Dinâmica de

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO EUROPAR (CNPJ/MF nº 05.437.916/0001-27)

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO EUROPAR (CNPJ/MF nº 05.437.916/0001-27) FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO EUROPAR (CNPJ/MF nº 05.437.916/0001-27) Administrado por Relatório da Administração Exercício Encerrado em 31 de Dezembro de 2013 1. Objeto do Fundo: O Fundo de Investimento

Leia mais

Perspectiva do segmento industrial no Brasil: logística e cadeia de suprimentos

Perspectiva do segmento industrial no Brasil: logística e cadeia de suprimentos Perspectiva do segmento industrial no Brasil: logística e cadeia de suprimentos Research and Market Intelligence Dezembro de 2014 Previsão de crescimento da classe média % das classes sobre a população

Leia mais

Sublimites estaduais de enquadramento para. Nacional 2012/2013. Vamos acabar com essa ideia

Sublimites estaduais de enquadramento para. Nacional 2012/2013. Vamos acabar com essa ideia Sublimites estaduais de enquadramento para o ICMS no Simples Nacional 2012/2013 Vamos acabar com essa ideia 4 CNI APRESENTAÇÃO Os benefícios do Simples Nacional precisam alcançar todas as micro e pequenas

Leia mais

QUEM SOMOS Brasil Brokers

QUEM SOMOS Brasil Brokers QUEM SOMOS Um dos maiores e mais completos grupos de venda de imóveis do país. Assim é a Brasil Brokers. Formado por 25 imobiliárias líderes em 12 estados, o grupo conta com mais de 14 mil corretores associados

Leia mais

Levantamento Nacional do Transporte Escolar Dados por Região: NORTE

Levantamento Nacional do Transporte Escolar Dados por Região: NORTE Levantamento Nacional do Transporte Escolar Dados por Região: NORTE Um total de 131 municípios da região Norte participou do Levantamento Nacional do Transporte Escolar. No Acre, 36% dos municípios responderam

Leia mais

Esse incremento no consumo alimentar se deve principalmente ao processo de urbanização e o aumento da renda per capita

Esse incremento no consumo alimentar se deve principalmente ao processo de urbanização e o aumento da renda per capita Segundo estimativas da ONU, A população mundial atingirá 9,3 bilhões de habitantes em 2050; O maior crescimento populacional ocorrerá nos países em desenvolvimento, onde é esperado incremento do consumo

Leia mais

Desenvolvimento e Oportunidades da Agricultura Familiar. Marco Antonio Viana Leite Diretor PAC e Mais Alimentos

Desenvolvimento e Oportunidades da Agricultura Familiar. Marco Antonio Viana Leite Diretor PAC e Mais Alimentos Desenvolvimento e Oportunidades da Agricultura Familiar Marco Antonio Viana Leite Diretor PAC e Mais Alimentos Agricultura Familiar no Mundo São 500 milhões de estabelecimentos da agricultura familiar

Leia mais

ÍNDICE 06 QUEM SOMOS 08 GLOBAL CUMBICA 10 GLOBAL JUNDIAÍ I 12 GLOBAL JUNDIAÍ II 14 GLOBAL VINHEDO 16 GLOBAL SUMARÉ 18 GLOBAL VIRACOPOS

ÍNDICE 06 QUEM SOMOS 08 GLOBAL CUMBICA 10 GLOBAL JUNDIAÍ I 12 GLOBAL JUNDIAÍ II 14 GLOBAL VINHEDO 16 GLOBAL SUMARÉ 18 GLOBAL VIRACOPOS 2012 ÍNDICE 06 QUEM SOMOS 08 CUMBICA 10 JUNDIAÍ I 12 JUNDIAÍ II 14 VINHEDO 16 SUMARÉ 18 VIRACOPOS 20 FUTUROS DESENVOLVIMENTOS ALPHA ARAGUAIA MARECHAL TITO CAMPINAS SOROCABA 22 CORPORATIVO E VAREJO ED.

Leia mais