RELATÓRIO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE EXTERNO EMBRAPA MEIO AMBIENTE ANO BASE Sistema de Gestão da Qualidade

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE EXTERNO EMBRAPA MEIO AMBIENTE ANO BASE - 2011. Sistema de Gestão da Qualidade"

Transcrição

1 RELATÓRIO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE EXTERNO EMBRAPA MEIO AMBIENTE ANO BASE Sistema de Gestão da Qualidade

2 SUMÁRIO 1. - Introdução Metodologia Amostragem e coleta de dados Serviço de Atendimento ao cidadão SAC Participação em Eventos organizados pela Embrapa Meio Ambiente Resultados Resultados originários do SAC Atendimentos do SAC Conhecimento sobre a forma de atendimento - SAC da Unidade Percepção quanto ao atendimento Nível de satisfação (IS) e Insatisfação (IS)- Atendimento Série Histórica dos Índices de Satisfação e de Insatisfação Percepção quanto a satisfação com os eventos as Unidade Conclusões

3 RELATÓRIO DOS RESULTADOS DA PESQUISA COM CLIENTES EXTERNOS ANO Introdução A Embrapa Meio Ambiente realiza anualmente, desde 2005, uma pesquisa junto aos seus clientes externos com o objetivo de medir seu grau de satisfação com relação ao atendimento, as tecnologias, serviços e produtos. Essa pesquisa procura também identificar os aspectos que o cliente considera mais importantes no relacionamento com a Unidade, permitindo identificar pontos fracos e fortes do atendimento oferecido. Os resultados são apresentados graficamente e, quando aplicável, compara-se com os resultados dos dois anos anteriores, para verificar a evolução dos índices de satisfação e insatisfação do cliente externo, objetivando estabelecer uma tendência numa série de três anos. 2 Metodologia. 2.1 Amostragem e coleta de dados Serviço de Atendimento ao cidadão - SAC Acessando o SAC, os clientes são classificados nas categorias definidas no Manual da Qualidade da Unidade, a saber: Instituição Pública: empresas e instituições públicas federais, estaduais e municipais, instituições de fomento. Sociedade Civil: Demandantes de prestação de serviços e ONGs organizações não governamentais, cooperativas, agricultores da região, corpo docente e discente do ensino público e privado, imprensa em geral, além dos cidadãos interessados nas atividades permeadas pela missão institucional da Unidade. Empresas Privadas: empresas que possuem interesse em prestação de serviços (consultoria, análises laboratoriais, etc) Instituições de Fomento: Instituições que financiam os projetos de pesquisa da Unidade (FAPESP, CNPq, FINEP, etc.)

4 Os clientes que contataram a Embrapa Meio Ambiente via o SAC são convidados a preencher uma pesquisa de satisfação. O acesso à pesquisa é agilizado com envio de um link no corpo da mensagem de resposta aos seus questionamentos. Assim, todos os clientes atendidos via SAC são convidados a responder a pesquisa. Essa estratégia, utilizada desde 2010 na composição da amostra, teve como objetivo aumentar o retorno da pesquisa, evitando-se consultar o mesmo cliente duas ou mais vezes sobre sua satisfação. Além disso, objetiva-se atingir de forma representativa todos os grupos de clientes da Unidade conforme o Manual da Qualidade. Os clientes que participaram de eventos promovidos pela Unidade registram suas opiniões em formulários apropriados aplicados ao final dos eventos. O instrumento de pesquisa utilizado e veiculado em meio eletrônico (link) do SAC é enviado ao cliente, por correio eletrônico, e possui questões que identifica: como teve conhecimento do canal de atendimento SAC da Embrapa Meio Ambiente, se considera que sua solicitação foi atendida e o nível de satisfação, em cada aspecto de atendimento. Solicita ainda que registre comentários que possam contribuir para a melhoria dos serviços oferecidos pela Embrapa Meio Ambiente. A cada questão são atribuídos conceitos que auxiliam na classificação dos dados, conforme descrição abaixo: 1 - Como teve conhecimento do canal de atendimento SAC da Embrapa Meio Ambiente? (Internet, Veículos de comunicação, Indicação, Material institucional) 2 - Considera que sua solicitação foi atendida? (Plenamente, Parcialmente, Encaminhado, Não atendido) 3 - Identifique seu nível de satisfação, em cada aspecto de atendimento. (Péssimo, Ruim, Regular, Bom e Ótimo) 4 - Sinta-se a vontade para registrar sugestões e comentários que possam contribuir para melhoria dos nossos serviços Participação em Eventos organizados pela Embrapa Meio Ambiente. Todos os eventos da unidade são avaliados quanto a satisfação com relação aos seguintes requisitos: conteúdo técnico, atendimento aos objetivos propostos, material utilizado, instalações, cafés, organização geral evento, equipe de apoio.

5 A pesquisa com os participantes de eventos foram realizadas durante em 2011, utilizando-se os formulários FQ e FQ O nível de satisfação foi avaliado através das perguntas especificas onde o cliente deveria atribuir conceitos: Péssimo, Ruim, Regular, Bom e Excelente 3 Resultados Em 2011 o link de sondagem aos clientes via SAC foi enviado para os 399 solicitantes de informações. Destes, 68 retornaram respostas (17), representando um índice de retorno maior do que em 2010 (13,6). A seguir é feita uma análise resumida dos principais resultados da pesquisa deste cliente externo. Estes resultados são apresentados graficamente. 3.1 Resultados originários do SAC Atendimentos do SAC. A tabela 1 apresenta o numero de clientes que utilizaram o SAC em Todos clientes (399) que entraram em contato com a Unidade tiveram a oportunidade de responder a pesquisa de satisfação. A tabela também explicita os números das pesquisas respondidas e a porcentagem relativa por categoria de cliente. Tabela 1: Porcentagem de retorno dos questionários enviados Tipo de Cliente Pesquisas Enviadas Pesquisas Respondidas Pesquisas respostas Categoria de clientes Pesq. Resp/ Total Clientes Índice de clientes por categoria () Pessoa física ,9 6,0 43,4 Instituição pública ,5 6,3 35,8 Empresa privada ,7 3,3 16,5 Sociedade civil ,3 0,5 1,5 Terceiro setor ,4 1,0 2,8 Total Clientes ,0 10

6 Os gráficos abaixo representam o índice de resposta por categoria de cliente (gráfico 1), e o índice de reposta da pesquisa tanto por categoria como pelo total de clientes (gráfico 2). Pesquisa de satisfação cliente externo 2011-SAC Gráfico 1: Índice de resposta por categoria de clientes Nº total de Clientes: ,0 33,3 36,4 3 25,0 2 15,0 13,9 17,5 19,7 1 5,0 Pessoa física Instituição pública Empresa privada Sociedade civil Terceiro setor Clientes Pesquisa de satisfação cliente externo 2011-SAC Gráfico 2: Índice de resposta da Pesquisa (Nº Clientes: Nº total de respondentes: 68) 4 35,0 3 25,0 2 15,0 1 5,0 13,9 Pessoa física 17,5 6,0 6,3 Instituição pública 19,7 3,3 Empresa privada 33,3 Clientes Sociedade civil 36,4 0,5 1,0 Terceiro setor Pesq. Resp./categoria de clientes Pesq. Resp/ Total Clientes 17,0 Total

7 3.1.2 Conhecimento sobre a forma de atendimento - SAC da Unidade. O gráfico 3 mostra como os clientes tiveram conhecimento sobre a forma de atendimento (SAC) da Embrapa Meio Ambiente Pesquisa de satisfação cliente externo 2011-SAC Gráfico 3: Como teve conhecimento do canal de atendimento 61, , ,1 25,0 15,4 8,0 8,0 8,3 4,0 Instituição pública Empresa privada Sociedade civil Terceiro setor Pessoa física Clientes Internet Veículos de comunicação Indicação Material institucional O gráfico demonstra que a Internet, para todos os diferentes clientes, foi a forma mais citada de como conheceram o SAC da Unidade. Na seqüência estão os veículos de comunicação (jornal, revista, rádio ou tv), e as indicações (boca-a-boca) foram os outros meios que auxiliaram na divulgação da Unidade Percepção quanto ao atendimento. A pesquisa manteve a preocupação em obter, junto aos vários grupos de clientes externos, quais seus requisitos em relação ao atendimento oferecido pela Embrapa Meio Ambiente para promover sua satisfação.

8 No Gráfico 4 abaixo são apresentados os dados globais dos resultados. Pesquisa de satisfação cliente externo SAC Gráfico 4: Grau de atendimento () , , ,7 10,3 Plenamente Parcialmente Encaminhado Não Atendida O Gráfico 5 apresenta o grau de atendimento por categoria. O setor que apresentou maior índice com relação ao atendimentio foi o terceiro setor (75). Observa-se que o índice de resposta parcialmente está elevado para Sociedade Civil (50), Empresa Privada (38,5) e Instituições Públicas (24). Pesquisa de satisfação cliente externo 2011-SAC Gráfico 5: Grau de atendimento por categoria de cliente () 8 75, ,0 24,0 16,0 16,0 53,8 38,5 7, ,0 54,2 16,7 20,8 8,3 Instituição pública (25) Empresa privada (13) Sociedade civil (2) Terceiro setor (4) Pessoa física (24) Clientes Plenamente Parcialmente Encaminhado Não Atendida

9 3.1.4 Nível de satisfação (IS) e Insatisfação (IS)- Atendimento. O nível de satisfação dos clientes também foi avaliado para os seguintes requisitos: confiabilidade das informações recebidas, cortesia, clareza nas informações, prazo de retorno e qualidade técnica recebida e são visualizados no gráfico 6 Pesquisa de satisfação cliente externo SAC Gráfico 6: Nível de satisfação com relação ao atendimento ,0 9 1,7 8 7,5 8 7,5 8 7,5 9 0,0 9 5,1 9 5,0 9 5,7 9 0,9 9 4,7 9 5,4 9 8,2 9 7,5 9 5,7 9 2,5 9 6,4 9 6, , Instituição Pública Empresa Privada Sociedade Civil Terceiro setor Pessoa Física Média Geral por requisito Confiabilidade das informações recebidas Clareza nas informações Qualidade técnica transmitida Cortesia Prazo para retorno Média por Categoria de cliente Os índices médios foram: Instituições Públicas 9, Empresa Privada 95,1, Sociedade Civil e Terceiro Setor 100 e Pessoas Física 95,4. Percebe-se também que o item `Prazo de Retorno` apresentou o menor índice para a categorias de clientes tipo Empresa Privada (75) O Gráfico 7 apresenta os índices gerais de satisfação e insatisfação dos clientes com relação ao atendimento.

10 Pesquisa de Satisfação Cliente Externo SAC Gráfico 7: Índice Geral de Satisfação (IS) e Insatisfação (II) com o atendimento por categoria de cliente , ,4 96, ,3 Instituição pública Empresa privada 1,9 Sociedade civil Terceiro setor Pessoa física Total Clientes 1,0 IS II Pelo gráfico é possível observar que para os clientes das categorias Sociedade Civil e Terceiro Setor apresentaram os maiores índices de satisfação, enquanto que a categoria Instituição Pública apresentou o menor índice (9). O grau de satisfação geral a média é de 96, Série Histórica dos Índices de Satisfação e de Insatisfação SAC. O Gráfico 8 mostra a evolução dos Índices de Satisfação (IS) e de Insatisfação (II) médios do cliente externo da Embrapa Meio Ambiente nos últimos 5 anos (2007 a 2011). Gráfico 8: Pesquisa de Satisfação Cliente Externo SAC Indice de Satisfação (IS) e Insatisfação (II) (Série Histórica) ,80 77, ,40 96, ,80 3,30 4,50 1,70 1, IS II

11 O Gráfico 9 apresenta o índice de retorno da pesquisa de satisfação com a utilização do novo sistema de gerenciamento de suporte técnico (Helpdesk) OcoMon implantado em Pesquisa de satisfação cliente externo SAC Gráfico 9 -Porcentagem de retorno da pesquisa 18,0 17,0 16,0 14,0 13,6 12,0 1 8,0 6,0 5,9 6,4 4,0 2, Ano Observa-se, que apesar da diminuição do número de clientes de 721 em 2010 para 399 em 2011, houve um aumento porcentual no índice de respostada pesquisa de satisfação. 4 - Percepção quanto a satisfação com os eventos as Unidade Para a avaliação dos participantes dos eventos de 2011 foram considerados as pesquisas realizadas em todos os eventos da Unidade, tanto pela aplicação do Formuário FQ ( formulário mais simples) como FQ (formulário mais completo). O gráfico 9 apresenta os resultados do período avaliado.

12 Gráfico 10: Avaliação Global de Eventos FQ MÉDIA GERAL 15,0 84,6 10. O horário foi sempre cumprido? 9. Gostou do local de realização do evento? 8. Na sua opinião o evento foi bem organizado? 7. Foi fácil de se comunicar com o pessoal do evento? 14,7 7,3 12,8 26,1 72,9 84,9 92,7 86,7 II IN IS 6. Está satisfeito com o atendimento recebido? 7,3 92,2 5. O que achou do material distribuído? 4. O que você achou dos Instrutores/ Monitores/ Coordernadores/ Palestrantes? 3. O que você achou do material utilizado nas palestras/aulas? 7,3 17,4 37,6 61,0 82,6 92,7 2. Você acha que conseguiu aprender coisas novas? 13,8 85,8 1. O tema do evento foi interessante? 5,0 95,

13 Gráfico 11 -Avaliação Global de Eventos FQ Índices de Satisfação (IS) e Insatisfação (II) de Evento: Média 0,5 93,5 Adequação carga horária 13,9 80,8 Equipe de apoio Organização geral evento 1,0 0,4 91,3 95,8 II Cafés 0,6 89,7 IS Instalações 0,6 94,3 Material utilizado Atend objetivos propostos 0,2 0,4 91,5 94,5 Conteúdo tecnico 0,2 97, A média geral do Índice de satisfação de eventos, avaliados pelo FQ 07 19, ficou em 84,6 e o Índice Neutro em 15,0 e o Índice de Insatisfação de 0,1. Pelo formulário FQ a media geral do Índice de satisfação foi de 93,5 e o de Insatisfação de 0, Conclusões. Verifica-se que o Índice de Satisfação IS, dos clientes do SAC, vem apresentando uma tendência crescente nos últimos três anos, como indica o gráfico 8 (2009= 9, 2010= 93,4 e 2011= 96,1). Já o Índice de Insatisfação - II, manteve uma tendência de queda (2009-8,80, ,70 e ,04) Desde 2010, com a implantação da nova sistemática de atendimento, utilizando uma nova ferramenta sistema de gerenciamento de suporte técnico (Helpdesk) OcoMon, estas pesquisas foram realizadas após cada atendimento. A melhoria neste processo de coleta das pesquisas junto aos clientes é um fator que contribuiu para garantirmos aumento no percentual de retorno das pesquisas de 13,6 em 2010, para 17 em 2011, representando um aumento de 25. O índice de Satisfação dos participantes dos eventos da Unidade teve média geral de 89, considerando os dois formulários utilizados.

Resultado na ótica discente. Comissão Própria de Avaliação Dezembro/2014

Resultado na ótica discente. Comissão Própria de Avaliação Dezembro/2014 Resultado na ótica discente Comissão Própria de Avaliação Dezembro/2014 Metodologia PÚBLICO-ALVO: Discentes dos cursos de graduação da FAESA. METODOLOGIA DA PESQUISA: A metodologia utilizada por meio de

Leia mais

PESQUISA ESTADUAL Avaliação dos impactos da educação financeira nos clientes de instituições financeiras 2014

PESQUISA ESTADUAL Avaliação dos impactos da educação financeira nos clientes de instituições financeiras 2014 CECRES Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo PESQUISA ESTADUAL Avaliação dos impactos da educação financeira nos clientes de instituições financeiras 2014 RELATÓRIO ANALÍTICO Departamento de Projetos

Leia mais

PESQUISA DE IMAGEM DO TCE GO SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA

PESQUISA DE IMAGEM DO TCE GO SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIAS PROGRAMA NACIONAL DE MODERNIZAÇÃO DO CONTROLE EXTERNO PROMOEX PESQUISA DE IMAGEM DO TCE GO SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA PESQUISA QUANTITATIVA NOVEMBRO / DEZEMBRO / 2010

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS Manual de Aplicação Questionário de Levantamento Organizacional e de Fatores Humanos Brasília, novembro

Leia mais

A Comunicação da Rede Social de Cidades. Maio de 2012

A Comunicação da Rede Social de Cidades. Maio de 2012 A Comunicação da Rede Social de Cidades Maio de 2012 Sistematização da pesquisa virtual realizada entre os integrantes da Rede no período de abril a maio de 2012 A pesquisa de satisfação da Comunicação

Leia mais

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE, CAD, CRA E SECRETARIA DO POLO MÓDULO C 2010-2011 SUMÁRIO

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE, CAD, CRA E SECRETARIA DO POLO MÓDULO C 2010-2011 SUMÁRIO RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE, CAD, CRA E SECRETARIA DO POLO MÓDULO C 2010-2011 SUMÁRIO Disponível no arquivo físico do setor e pasta de rede: X:\CPA-FACINTER\PESQUISAS AVAL INSTITUCIONAL\2011\2011-02-08

Leia mais

FACULDADE CAPIVARI MARKETING COMO FERRAMENTA DE MEDIÇÃO DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES DA TRANSULINA TRANSPORTES. Aurélio Oliveira da Silva

FACULDADE CAPIVARI MARKETING COMO FERRAMENTA DE MEDIÇÃO DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES DA TRANSULINA TRANSPORTES. Aurélio Oliveira da Silva FACULDADE CAPIVARI MARKETING COMO FERRAMENTA DE MEDIÇÃO DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES DA TRANSULINA TRANSPORTES Aurélio Oliveira da Silva Capivari de Baixo, Novembro de 2013. 1 AURELIO OLIVEIRA DA SILVA MARKETING

Leia mais

PROGRAMA DE COOPERAÇÃO CAPES/BRANETEC R E L A T Ó R I O

PROGRAMA DE COOPERAÇÃO CAPES/BRANETEC R E L A T Ó R I O PROGRAMA DE COOPERAÇÃO CAPES/BRANETEC R E L A T Ó R I O 1. DADOS PESSOAIS: 1.1 Nome Completo: 1.2. CPF: 1.3. Passaporte/Identidade: 1.4. Sexo: F ( ) M ( ) 1.5. Data de Nascimento: 1.6. Local de Nascimento:

Leia mais

O LABORATÓRIO DE PESQUISA DA UNICARIOCA

O LABORATÓRIO DE PESQUISA DA UNICARIOCA Ingressar em um emprego mediante concurso público é ambição para muitas pessoas, isso se deve ao fato de que o salário oferecido, a estabilidade, os benefícios na maioria dos cargos é bastante superior

Leia mais

Relatório da Pesquisa de Satisfação dos Funcionários em Relação à Instituição 2013 II

Relatório da Pesquisa de Satisfação dos Funcionários em Relação à Instituição 2013 II Relatório da Pesquisa de Satisfação dos Funcionários em Relação à Instituição 2013 II Janeiro 2014 I DADOS DA INSTITUIÇÃO Nome: FACULDADES OPET Código da IES: 5403 Instituição privada com fins lucrativos

Leia mais

Nível de Satisfação dos Clientes da Empresa Visual Mídia Formação Profissional: Um Estudo de Caso.

Nível de Satisfação dos Clientes da Empresa Visual Mídia Formação Profissional: Um Estudo de Caso. 1 Nível de Satisfação dos Clientes da Empresa Visual Mídia Formação Profissional: Um Estudo de Caso. Daiane Maria ALONGE 1 Edson Leite Lopes GIMENEZ 2 Resumo Com a atual concorrência, entender os desejos

Leia mais

FACULDADE MODELO CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO. RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2º Semestre de 2010

FACULDADE MODELO CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO. RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2º Semestre de 2010 FACULDADE MODELO CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2º Semestre de 2010 1. APRESENTAÇÃO O relatório que segue apresenta a Avaliação Institucional da Faculdade Modelo

Leia mais

Relatório Parcial de Autoavaliação Institucional. Ciclo Avaliativo 2013 2015

Relatório Parcial de Autoavaliação Institucional. Ciclo Avaliativo 2013 2015 Relatório Parcial de Autoavaliação Institucional Ciclo Avaliativo 2013 2015 Cascavel 2014 CPA Comissão Própria de Avaliação Presidente Prof. Gelson Luiz Uecker Representante Corpo Docente Profa. Anália

Leia mais

RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011/02

RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011/02 Curso de Bacharelado em administração COMÉRCIO EXTERIOR t COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011/02 CATEGORIAS & DIMENSÕES AVALIADAS: DISCENTES: Desempenho

Leia mais

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DA INFRAESTRUTURA FÍSICA E TECNOLÓGICA

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DA INFRAESTRUTURA FÍSICA E TECNOLÓGICA RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DA INFRAESTRUTURA FÍSICA E TECNOLÓGICA FACINTER - EAD 2º SEMESTRE - 2011 FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA FACINTER COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA RELATÓRIO GERENCIAL

Leia mais

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE CENTRO DE ENSINO ATENAS MARANHENSE FACULDADE ATENAS MARANHESE DIREÇÃO ACADÊMICA CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE SÃO LUIS MA 2009 DIRETORIA ACADÊMICA Diretor

Leia mais

RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010/10. Curso tecnológico em Redes de Computadores

RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010/10. Curso tecnológico em Redes de Computadores CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010/10 Curso tecnológico em Redes de Computadores CATEGORIAS & DIMENSÕES AVALIADAS:

Leia mais

Sugestão de Roteiro para Elaboração de Monografia de TCC

Sugestão de Roteiro para Elaboração de Monografia de TCC Sugestão de Roteiro para Elaboração de Monografia de TCC Sugerimos, para elaborar a monografia de TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), que o aluno leia atentamente essas instruções. Fundamentalmente,

Leia mais

Pesquisa sobre Tribunais de Contas no Brasil

Pesquisa sobre Tribunais de Contas no Brasil Pesquisa sobre Tribunais de Contas no Brasil Percepção do Corpo Deliberativo 1 Introdução Esta pesquisa tem como ponto de partida dois estudos realizados em 2002 e 2003. Em 2002 a FIA/USP elaborou um diagnóstico

Leia mais

!"#$$ %& %'$ %"! "( )" ""*+%!',%" -.

!#$$ %& %'$ %! ( ) *+%!',% -. !"#$$ %& %'$ %"! "( )" ""*+%!',%" -. 2 $ %& %'$ %"! "( 1. INTRODUÇÃO O presente relatório tem por finalidade apresentar os dados computados no questionário elaborado pelo PROPAV, e disponibilizado eletronicamente

Leia mais

CONTROLE BIOLÓGICO DE PRAGAS E DOENÇAS

CONTROLE BIOLÓGICO DE PRAGAS E DOENÇAS RELATÓRIO DA OFICINA CONTROLE BIOLÓGICO DE PRAGAS E DOENÇAS Dias 18 e 19 de Outubro Comunidade Palestina Carlinda, MT Instrutor: Prof. Vander de Freitas Rocha Monitores: Antônio Francimar de Souza José

Leia mais

Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa Regular. Edição n 05

Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa Regular. Edição n 05 Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa Regular Edição n 05 Junho de 2010 2 Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa Regular Edição n 05 O objetivo geral deste estudo foi investigar as percepções gerais

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO DE PESSOAS

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO DE PESSOAS FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO DE PESSOAS PROFESSOR: Itair Pereira da Silva DISCENTES: Maria das Graças João Vieira Rafael Vitor ORGANOGRAMA PRESIDENTE GERENTE

Leia mais

Palavras-chave Ação social, Comunicação, Investimento social privado, Responsabilidade Social

Palavras-chave Ação social, Comunicação, Investimento social privado, Responsabilidade Social Título Desafios na Comunicação da Ação Social Privada 1 Autores Prof. Dr. Paulo Nassar, professor da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo e presidente da ABERJE Associação Brasileira

Leia mais

FACULDADE INTERNACIONAL DO DELTA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CORPO DOCENTE - 2014.1

FACULDADE INTERNACIONAL DO DELTA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CORPO DOCENTE - 2014.1 FACULDADE INTERNACIONAL DO DELTA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CORPO DOCENTE - 2014.1 A Comissão Própria de Avaliação (CPA) é o órgão responsável por coordenar,

Leia mais

PESQUISA ESTADUAL Avaliação dos impactos da educação financeira nos clientes de instituições financeiras 2014

PESQUISA ESTADUAL Avaliação dos impactos da educação financeira nos clientes de instituições financeiras 2014 CECRES Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo PESQUISA ESTADUAL Avaliação dos impactos da educação financeira nos clientes de instituições financeiras 2014 RELATÓRIO SINTÉTICO Departamento de Projetos

Leia mais

$GPLQLVWUDomR (PSUHHQGHGRULVPR H *HVWmR

$GPLQLVWUDomR (PSUHHQGHGRULVPR H *HVWmR $GPLQLVWUDomR (PSUHHQGHGRULVPR H *HVWmR (VWUDWpJLFD,QIRUPDo}HVVREUHRVDOXQRV No curso, no período estudado pela pesquisa, estavam matriculados 484 (quatrocentos e oitenta e quatro) alunos, sendo que 163

Leia mais

PRÁTICAS AMBIENTAIS DAS EMPRESAS DO SETOR AUTOMOTIVO DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA

PRÁTICAS AMBIENTAIS DAS EMPRESAS DO SETOR AUTOMOTIVO DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA PRÁTICAS AMBIENTAIS DAS EMPRESAS DO SETOR AUTOMOTIVO DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA Solidia Elizabeth dos Santos 1 Co-autores: Prof. Dr. Cleverson V. Andreoli 2 Prof. Dr. Christian L. da Silva 3 RESUMO

Leia mais

1.2 - Como você avalia a divulgação dos resultados da autoavaliação institucional para a comunidade universitária da sua unidade/subunidade?

1.2 - Como você avalia a divulgação dos resultados da autoavaliação institucional para a comunidade universitária da sua unidade/subunidade? Informações do Questionário Programa Autoavaliação Institucional - UFSM - 2014 Questionário Questões Gerais Descrição do Programa A aplicação do instrumento de autoavaliação é fundamental para toda instituição

Leia mais

Relatório de Avaliação TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

Relatório de Avaliação TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Relatório de Avaliação TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS A temática tecnologia da informação esta em todas as áreas: áreas da saúde, empresarial, governamental. A humanidade está entrando

Leia mais

RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014

RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014 RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014 2014 Dados da Instituição FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DO SUL DE MINAS - FACESM Código: 508 Faculdade privada sem fins lucrativos Estado: Minas Gerais

Leia mais

TOTAL DE RESPONDENTES: 604 entrevistados. DATA DE REALIZAÇÃO: 11 e 12 de setembro de 2014, nas ruas do Centro do Rio de Janeiro.

TOTAL DE RESPONDENTES: 604 entrevistados. DATA DE REALIZAÇÃO: 11 e 12 de setembro de 2014, nas ruas do Centro do Rio de Janeiro. Ingressar em um emprego mediante concurso público é ambição para muitas pessoas, isso se deve ao fato de que o salário oferecido, a estabilidade, os benefícios na maioria dos cargos é bastante superior

Leia mais

Marilene Sinder (Universidade Federal Fluminense) Renato Crespo Pereira (Universidade Federal Fluminense)

Marilene Sinder (Universidade Federal Fluminense) Renato Crespo Pereira (Universidade Federal Fluminense) A Pesquisa com Egressos como Fonte de Informação Sobre a Qualidade dos Cursos de Graduação e a Responsabilidade Social da Instituição Universidade Federal Fluminense (UFF) Eixo II Indicadores e instrumentos

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS BAMBUÍ

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS BAMBUÍ INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS BAMBUÍ RELATÓRIO DO QUESTIONÁRIO APLICADO AO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO II SEMESTRE/2014 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO (CPA)

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA RELATÓRIO SINTÉTICO - CLIMA ORGANIZACIONAL 2014

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA RELATÓRIO SINTÉTICO - CLIMA ORGANIZACIONAL 2014 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA RELATÓRIO SINTÉTICO - CLIMA ORGANIZACIONAL 2014 Natal, outubro de 2014 DESEMBARGADOR PRESIDENTE ADERSON SILVINO JUÍZES RESPONSÁVEIS

Leia mais

UNIVERSIDADE PARANAENSE - UNIPAR

UNIVERSIDADE PARANAENSE - UNIPAR UNIVERSIDADE PARANAENSE - UNIPAR RELATÓRIO GLOBAL DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Ciclo Avaliativo 2010 2012 UNIDADE UM UNIVERSITÁRIA DE FRANCISCO BELTRÃO Comissão Permanente de Avaliação Institucional

Leia mais

PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL

PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL Satisfação do Cliente aluno em sala de aula. O diálogo como prática para a melhoria dos resultados Histórico da prática eficaz Uma das diretrizes institucionais do

Leia mais

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Recursos Humanos Coordenação de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Introdução No dia 04 de Agosto de 2011, durante a reunião de Planejamento, todos os

Leia mais

S I A T (SISTEMA DE INQUÉRITOS DA AUTORIDADE TRIBUTÁRIA E ADUANEIRA) AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES 2011 (canal internet)

S I A T (SISTEMA DE INQUÉRITOS DA AUTORIDADE TRIBUTÁRIA E ADUANEIRA) AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES 2011 (canal internet) S I A T (SISTEMA DE INQUÉRITOS DA AUTORIDADE TRIBUTÁRIA E ADUANEIRA) AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES (canal internet) Março 2012 Índice 1 ENQUADRAMENTO...5 2 INTRODUÇÃO... 6 3 IDENTIFICAÇÃO E

Leia mais

CEMIG SAÚDE Prestadores de serviços

CEMIG SAÚDE Prestadores de serviços CEMIG SAÚDE Prestadores de serviços Maio de 2014 2 A pesquisa Amostra 639 entrevistas A PESQUISA Intervalo de confiança 95% Margem de erro 7% por segmento Data da coleta 13 a 22 de Maio de 2014 3 DESCRIÇÃO

Leia mais

8. Excelência no Ensino Superior

8. Excelência no Ensino Superior 8. Excelência no Ensino Superior PROGRAMA: 08 Órgão Responsável: Contextualização: Excelência no Ensino Superior Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - SETI O Programa busca,

Leia mais

2º RELATÓRIO PARCIAL DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

2º RELATÓRIO PARCIAL DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2º RELATÓRIO PARCIAL DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL - CPA Mantenedora: Fundação Presidente Antônio Carlos Mantida: Faculdade Presidente Antônio Carlos de Araguari

Leia mais

PROPAV COCENAI RELATÓRIO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL: GESTÃO DA COMUNICAÇÃO INTEGRADA. (Habilitações: Jornalismo e Publicidade e Propaganda )

PROPAV COCENAI RELATÓRIO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL: GESTÃO DA COMUNICAÇÃO INTEGRADA. (Habilitações: Jornalismo e Publicidade e Propaganda ) PROPAV COCENAI RELATÓRIO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL: GESTÃO DA COMUNICAÇÃO INTEGRADA. (Habilitações: Jornalismo e Publicidade e Propaganda ) Introdução O PROPAV foi instituído para permitir à Universidade

Leia mais

Programa de Avaliação Institucional. Relatório de Avaliação Institucional (quadro resumo 2012-2014)

Programa de Avaliação Institucional. Relatório de Avaliação Institucional (quadro resumo 2012-2014) Programa de Avaliação Institucional Relatório de Avaliação Institucional (quadro resumo 2012-2014) Mais de 85% dos alunos da Faculdade Eniacparticiparam entre 2012 e 2014 do Programa de Avaliação Institucional

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO DE CLIENTES DUIN ASSESSORIA CONTÁBIL Rio de Janeiro/RJ

PESQUISA DE OPINIÃO DE CLIENTES DUIN ASSESSORIA CONTÁBIL Rio de Janeiro/RJ PESQUISA DE OPINIÃO DE CLIENTES DUIN ASSESSORIA CONTÁBIL Rio de Janeiro/RJ Assessoria de Marketing Helem Bressanin Santa Cruz do Rio Pardo/SP Novembro/2014 1 ÍNDICES DA PESQUISA 1- Pontos fortes do escritório

Leia mais

ESTRUTURA DE FUNCIONAMENTO DA SOLUÇÃO DE WEBCAST

ESTRUTURA DE FUNCIONAMENTO DA SOLUÇÃO DE WEBCAST ESTRUTURA DE FUNCIONAMENTO DA SOLUÇÃO DE WEBCAST ENCODER SERVER STREAMING SERVER Windows Media Encoder Windows Media Services CLIENT Player WEB SERVER Apache (páginas) PCPIN (chat) Navegador 1 ETAPAS PARA

Leia mais

SEMANA NACIONAL DE CONCILIAÇÃO 2013

SEMANA NACIONAL DE CONCILIAÇÃO 2013 SEMANA NACIONAL DE CONCILIAÇÃO 2013 RELATÓRIO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO CEJUSC-JEC/BSB DEZEMBRO, 2013. Apresentação O presente documento revela os resultados da Pesquisa de Satisfação do Usuário (PSU)

Leia mais

Relatório de Satisfação dos Clientes

Relatório de Satisfação dos Clientes 1 /14 I - Introdução Este relatório apresenta os resultados da Pesquisa de Monitoramento da Satisfação dos Clientes da PARANAPREVIDÊNCIA realizada de. Para chegar aos resultados, apresentados a seguir,

Leia mais

SUMÁRIO. Localidades da pesquisa, amostra e entrevistas realizadas por Área de Planejamento AP s 2. Caracterização do entrevistado sem carteira 04

SUMÁRIO. Localidades da pesquisa, amostra e entrevistas realizadas por Área de Planejamento AP s 2. Caracterização do entrevistado sem carteira 04 Pesquisa de Opinião Pública sobre as Campanhas Educativas para o Trânsito & da I m a g e m I n s t i t u c i o n a l da CET- RIO Relatório de Pesquisa 2008 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 03 PRINCIPAIS RESULTADOS

Leia mais

Sistema de HelpDesk da SESAU Guia do Usuário

Sistema de HelpDesk da SESAU Guia do Usuário Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas SESAU Coordenadoria Setorial de Gestão a Informática - CSGI Sistema de HelpDesk da SESAU Guia do Usuário Maceió 06/02/2012 Técnico Responsável: Bruno Cavalcante

Leia mais

Janeiro Junho de 2013 Relatório de análise dos resultados do inquérito ao nível de satisfação

Janeiro Junho de 2013 Relatório de análise dos resultados do inquérito ao nível de satisfação Carta de Qualidade (I):Recepção das consultas, opiniões, queixas e participações apresentadas pelos cidadãos, no âmbito das FSM enviados: 50 recolhidos: 7 Percentagem de recolha: 14% 1. Por onde sabia

Leia mais

CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO MARKETING

CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO MARKETING CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010/01 CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO MARKETING CATEGORIAS & DIMENSÕES AVALIADAS:

Leia mais

RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011/02

RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011/02 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO Curso de Bacharelado em COMUNICAÇÃO RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011/02 CATEGORIAS & DIMENSÕES AVALIADAS: DISCENTES: Desempenho docente, Coordenação

Leia mais

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE ENSINO EAD

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE ENSINO EAD RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE ENSINO EAD 2º SEMESTRE 2014 CENTRO UNIVERSITÁRIO INTERNACIONAL UNINTER COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA RELATÓRIO GERENCIAL DA AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE

Leia mais

FUNDAÇÃO VISCONDE DE CAIRU/CEPPEV COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA. Relatório descritivo DA Avaliação Institucional

FUNDAÇÃO VISCONDE DE CAIRU/CEPPEV COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA. Relatório descritivo DA Avaliação Institucional FUNDAÇÃO VISCONDE DE CAIRU/CEPPEV COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA Relatório descritivo DA Avaliação Institucional Novembro/Dezembro de 2005 Nome do Curso Perfil da Amostra Número de Professores Gestão

Leia mais

PESQUISA DE SATISFAÇÃO 2009

PESQUISA DE SATISFAÇÃO 2009 PESQUISA DE SATISFAÇÃO 2009 Realização: Elaboração: Premissas A Percepção do Cliente Qualidade do e das instalações, Acesso Relacionamento com o Setor (expectativas) Apoio do SindusCon-SP Objetivos Explicitar

Leia mais

Mônica Lima Universidade Federal da Bahia Monica Aparecida Tomé Pereira Universidade Federal do Vale do São Francisco

Mônica Lima Universidade Federal da Bahia Monica Aparecida Tomé Pereira Universidade Federal do Vale do São Francisco 349 PERCEPÇÃO DOS ESTUDANTES SOBRE INFRAESTRUTURA DOS CURSOS DE PSICOLOGIA: CONSIDERAÇÕES A PARTIR DO ENADE-2006 Mônica Lima Universidade Federal da Bahia Monica Aparecida Tomé Pereira Universidade Federal

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA RELATÓRIO FINAL DE AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA CPA DA FACULDADE ARAGUAIA 2014/01 a 2014/02 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1. Análise dos resultados

Leia mais

PESQUISA DE SATISFAÇÃO DE CLIENTES DO IPT: MECANISMO DE COMUNICAÇÃO COM O CLIENTE OBJETIVANDO A MELHORIA DOS PROCESSOS

PESQUISA DE SATISFAÇÃO DE CLIENTES DO IPT: MECANISMO DE COMUNICAÇÃO COM O CLIENTE OBJETIVANDO A MELHORIA DOS PROCESSOS ENQUALAB 2013 Congresso da Qualidade em Metrologia PESQUISA DE SATISFAÇÃO DE CLIENTES DO IPT: MECANISMO DE COMUNICAÇÃO COM O CLIENTE OBJETIVANDO A MELHORIA DOS PROCESSOS INSTITUTO DE PESQUISAS TECNOLÓGICAS

Leia mais

RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010/02 CURSO DE BACHARELADO EM NUTRIÇÃO

RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010/02 CURSO DE BACHARELADO EM NUTRIÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010/02 CURSO DE BACHARELADO EM NUTRIÇÃO CATEGORIAS & DIMENSÕES AVALIADAS: DISCENTES:

Leia mais

AVALIAÇÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO

AVALIAÇÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO RELATÓRIO DE PESQUISA AVALIAÇÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO NAVEGANTES 2009 2010 TERMO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA SÃO TECNICAMENTE RESPONSÁVEIS PELOS RESULTADOS APRESENTADOS NESTE RELATÓRIO

Leia mais

ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Da Beira Interior A.1.a. Identificação

Leia mais

Sobre o estudo. Publico: De um lado: Consumidores Do outro: Profissionais de marketing, comunicação, design, pesquisa...

Sobre o estudo. Publico: De um lado: Consumidores Do outro: Profissionais de marketing, comunicação, design, pesquisa... Sobre o estudo perfil Publico: De um lado: Consumidores Do outro: Profissionais de marketing, comunicação, design, pesquisa... Amostra: Total: 1.035 respondentes Consumidores: 805 Profissionais: 230 objetivo

Leia mais

RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012/01

RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012/01 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO Curso de Engenharia da Computação RELATÓRIO PARCIAL DA AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012/01 CATEGORIAS & DIMENSÕES AVALIADAS: Discentes: Desempenho docente e Projeto Pedagógico

Leia mais

fórum social temático

fórum social temático fórum social temático Sobre a EBC Criada em 2007 para instituir o Sistema Público de Comunicação, a Empresa Brasil de Comunicação é formada pela TV Brasil, TV Brasil Internacional, Agência Brasil, Radioagência

Leia mais

Apresentar casos reais de acidentes envolvendo o GLP com uma análise dos fatores desencadeantes dos eventos e das consequências.

Apresentar casos reais de acidentes envolvendo o GLP com uma análise dos fatores desencadeantes dos eventos e das consequências. Relatório do Evento: SEMINÁRIO SOBRE SEGURANÇA COM GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO DATA: 29 E 30 DE SETEMBRO DE 2011. LOCAL: AUDITÓRIO DO CLUBE MILITAR AV. RIO BRANCO, 251 7º ANDAR RIO DE JANEIRO/RJ HORÁRIO:

Leia mais

Processos da Assessoria de Comunicação - 2013

Processos da Assessoria de Comunicação - 2013 Introdução A Assessoria de Comunicação do Grupo Educacional Unis foi criada para atender demandas relativas à promoção das ações e realizações da organização através de propagandas e comunicação interna

Leia mais

AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES 2013 (canal internet)

AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES 2013 (canal internet) AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES 2013 Março 2014 AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES 2013 Autoridade Tributária e Aduaneira Ministério das Finanças Classificação: 010.10.01 Rua da Prata nº

Leia mais

PERCEPÇÃO DOS ALUNOS EM RELAÇÃO ÀS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO LASALLE UNILASALLE

PERCEPÇÃO DOS ALUNOS EM RELAÇÃO ÀS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO LASALLE UNILASALLE 1 PERCEPÇÃO DOS ALUNOS EM RELAÇÃO ÀS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO LASALLE UNILASALLE Jesse Alencar da Silva Centro Universitário La Salle (UNILASALLE-RS)

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE NA SAÚDE

GESTÃO DA QUALIDADE NA SAÚDE GESTÃO DA QUALIDADE NA SAÚDE Jairo Siqueira¹ RESUMO Este artigo apresenta a aplicação das técnicas e ferramentas da Gestão da Qualidade na melhoria de processos em seis hospitais públicos. Aborda a estratégia

Leia mais

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Política de Comunicação Institucional

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Política de Comunicação Institucional Política de Comunicação Institucional POLÍTICA PÚBLICA P DE COMUNICAÇÃO O homem é um ser social. O intercâmbio de suas experiências e de seus conhecimentos possibilitou que as pessoas se apropriassem dos

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO (CPA)

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO (CPA) UNIESP FACULDADES INTEGRADAS DE RIBEIRÃO PIRES FIRP COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO (CPA) RELATÓRIO PARCIAL DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL RIBEIRÃO PIRES DEZEMBRO DE 2014 2 COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO PRÓPRIA

Leia mais

Relatório da Avaliação pela CPA

Relatório da Avaliação pela CPA 1 Relatório da Avaliação pela CPA 10 de outubro 2011 Visando atender a abrangência necessária no que tange à Avaliação Institucional da AJES, conforme Sistema elaborado pela CPA, este Relatório busca aliar

Leia mais

RELATÓRIO AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FACULDADE POLITÉCNICA DE UBERLÃNDIA 2009-2010

RELATÓRIO AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FACULDADE POLITÉCNICA DE UBERLÃNDIA 2009-2010 RELATÓRIO AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FACULDADE POLITÉCNICA DE UBERLÃNDIA 2009-2010 UBERLÂNDIA, MG JANEIRO, 2011 1 Este relatório aqui apresentado foi elaborado pela Comissão Própria de Avaliação da Faculdade

Leia mais

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex...

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... (/artigos /carreira/comopermanecercalmosob-pressao /89522/) Carreira Como permanecer calmo sob pressão (/artigos/carreira/como-permanecer-calmosob-pressao/89522/)

Leia mais

Guia definitivo da pesquisa de mercado online

Guia definitivo da pesquisa de mercado online Guia definitivo da pesquisa de mercado online Noções básicas de pesquisa de mercado e um guia para usar o Opinion Box Índice Introdução 3 1. O que é pesquisa de mercado 4 2. Como fazer uma pesquisa de

Leia mais

EXTENSÃO ACADÊMICA ATIVIDADES ACADÊMICAS / EVENTOS

EXTENSÃO ACADÊMICA ATIVIDADES ACADÊMICAS / EVENTOS EXTENSÃO ACADÊMICA ATIVIDADES ACADÊMICAS / EVENTOS FORMULÁRIO 2 Título da atividade Temática: 1. Tipo de Atividade: Seminário Simpósio Workshop Jornada Feira Amostra Mesa Redonda Semana Acadêmica Palestra

Leia mais

MÉTODOS QUANTITATIVOS EM MARKETING. Prof.: Otávio Figueiredo e-mail: otavio@ufrj.br

MÉTODOS QUANTITATIVOS EM MARKETING. Prof.: Otávio Figueiredo e-mail: otavio@ufrj.br MÉTODOS QUANTITATIVOS EM MARKETING Prof.: Otávio Figueiredo e-mail: otavio@ufrj.br ESTATÍSTICA População e Amostra População Amostra Idéia Principal Resumir para entender!!! Algumas Técnicas Pesquisa de

Leia mais

PESQUISA DE SATISFAÇÃO

PESQUISA DE SATISFAÇÃO PESQUISA DE SATISFAÇÃO Departamento de Tecnologia da Informação do Grupo Bertin Out 2011 A Pesquisa de Satisfação é uma das mais importantes ferramentas de Gestão Empresarial. O objetivo desta Pesquisa

Leia mais

IMAGEM DE CARTÓRIOS. Sumário Conclusivo. Segundo semestre de 2009

IMAGEM DE CARTÓRIOS. Sumário Conclusivo. Segundo semestre de 2009 IMAGEM DE CARTÓRIOS Sumário Conclusivo Segundo semestre de 2009 2 Objetivo Verificar como a população usuária de serviços de cartórios e tabeliães percebe a imagem do setor. Metodologia Pesquisa quantitativa,

Leia mais

Pesquisa de Perfil, Expectativas e Percepção de Qualidade. Alunos de Programas de MBA 2013

Pesquisa de Perfil, Expectativas e Percepção de Qualidade. Alunos de Programas de MBA 2013 Pesquisa de Perfil, Expectativas e Percepção de Qualidade Alunos de Programas de MBA 2013 Tópicos Sobre a Anamba Objetivos da Pesquisa Metodologia Principais Resultados Sobre a Anamba Tem por missão contribuir

Leia mais

PESQUISA DIA DOS PAIS - NATAL

PESQUISA DIA DOS PAIS - NATAL PESQUISA DIA DOS PAIS - NATAL 1 Natal, julho de 2015 Sumário 1. ASPECTOS TÉCNICOS... 3 2. SÍNTESE DOS RESULTADOS... 4 Presentes... 4 Gastos... 4 Local e quando compra... 4 Estratégias... 5 Passeio... 5

Leia mais

AVALIAÇÃO DO MESTRADO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL

AVALIAÇÃO DO MESTRADO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL AVALIAÇÃO DO MESTRADO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL Outubro 2009 ÍNDICE 1. Introdução 3 2. População e Amostra 3 3. Apresentação de Resultados 4 3.1. Opinião dos alunos do Mestrado em Educação Especial sobre a

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC COMISSÃO DE ENSINO INTERDEPARTAMENTAL. Joinville, 08 de Junho de 2011.

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC COMISSÃO DE ENSINO INTERDEPARTAMENTAL. Joinville, 08 de Junho de 2011. UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC COMISSÃO DE ENSINO INTERDEPARTAMENTAL Joinville, 08 de Junho de 2011. Ilmo. Sr Diretor de Ensino Prof. Dr. José de Oliveira Att: Relatório final da avaliação

Leia mais

Pesquisa para Análise de Canais de Comunicação Realizada em julho e agosto/2013

Pesquisa para Análise de Canais de Comunicação Realizada em julho e agosto/2013 Pesquisa para Análise de Canais de Comunicação Realizada em julho e agosto/2013 Objeto: Relatório de tabulação resultante da pesquisa para análise dos canais de comunicação do Ministério Público do Estado

Leia mais

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Boas propostas são essenciais para que uma gestão tenha êxito, mas para que isso ocorra é fundamental que os dirigentes organizacionais

Leia mais

PROPAV COCENAI RELATÒRIO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO COM HABILITAÇÃO EM COMÉRCIO EXTERIOR. Introdução 3DUWH&217(;78$/,=$d 2'$%$6('($78$dÆ2'$68%&20,66 2

PROPAV COCENAI RELATÒRIO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO COM HABILITAÇÃO EM COMÉRCIO EXTERIOR. Introdução 3DUWH&217(;78$/,=$d 2'$%$6('($78$dÆ2'$68%&20,66 2 PROPAV COCENAI RELATÒRIO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO COM HABILITAÇÃO EM COMÉRCIO EXTERIOR Introdução 3DUWH&217(;78$/,=$d 2'$%$6('($78$dÆ2'$68%&20,66 2,%$6('($78$d 2'$68%&20,66 2,&XUVRVGHJUDGXDomRRIHUHFLGRVQDiUHDGD6XEFRPLVVmR

Leia mais

SENADO FEDERAL SECRETARIA DE PESQUISA E OPINIÃO PÚBLICA. As ONGs na Mídia. O perfil do Terceiro Setor na Imprensa. Estudo elaborado pela SEPOP/SECS

SENADO FEDERAL SECRETARIA DE PESQUISA E OPINIÃO PÚBLICA. As ONGs na Mídia. O perfil do Terceiro Setor na Imprensa. Estudo elaborado pela SEPOP/SECS As ONGs na Mídia O perfil do Terceiro Setor na Imprensa Estudo elaborado pela SEPOP/SECS Brasília, novembro de 2006 1 Apresentação Uma marca forte, com alta credibilidade, boa visibilidade, nítido perfil

Leia mais

Pesquisa de Satisfação e Imagem Alunos Ifes

Pesquisa de Satisfação e Imagem Alunos Ifes Pesquisa de e Imagem Alunos Ifes INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Vitória, Fevereiro de 2014. 1. APRESENTAÇÃO O presente documento corresponde ao produto 03 que trata da Pesquisa com Alunos sobre e

Leia mais

RELATÓRIO DO IV ENCONTRO DO SERVIDOR

RELATÓRIO DO IV ENCONTRO DO SERVIDOR RELATÓRIO DO IV ENCONTRO DO SERVIDOR PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS E DO TRABALHO PROGEP Universidade Federal de Alagoas 22/12/2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Reitora Ana Deyse Rezende Dorea Vice-Reitor

Leia mais

Missão Institucional da REMEQ-PB Promover a difusão de conhecimentos científicos e tecnológicos nas áreas de metrologia e qualidade, apoiando o desenvolvimento de pessoal e de infra-estrutura laboratorial,

Leia mais

2. DIAGNÓSTICO 3. PROPOSIÇÕES 3.1. Objetivos das pesquisas 3.2. Questionamentos das pesquisas

2. DIAGNÓSTICO 3. PROPOSIÇÕES 3.1. Objetivos das pesquisas 3.2. Questionamentos das pesquisas PESQUISAS DE OPINIÃO PÚBLICA APLICADAS NA CIDADE DE CAMPINAS COM O OBJETIVO DE IDENTIFICAR EXPECTATIVAS E GRAU DE SATISFAÇÃO DOS MUNÍCIPES COM A IMPLANTAÇÃO DA NOVA RODOVIÁRIA. Marcelo José Vieira Oliveira

Leia mais

Aspectos desta Avaliação

Aspectos desta Avaliação Avaliação do Evento Realização Aspectos desta Avaliação Opinião dos Participantes sobre o Evento Opiniões, Sugestões e Comentários Opinião dos Participantes sobre o Evento Compilação de avaliações feitas

Leia mais

FACULDADE SETE LAGOAS - FACSETE COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO / CPA RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DA CPA NO ANO DE 2013

FACULDADE SETE LAGOAS - FACSETE COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO / CPA RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DA CPA NO ANO DE 2013 FACULDADE SETE LAGOAS - FACSETE COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO / CPA RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DA CPA NO ANO DE 2013 Sete Lagoas Março de 2014 Sumário 1. DADOS DA INSTITUIÇÃO... 4 1.1. Composição da Comissão

Leia mais

MOTIVAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS DO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DE BAMBUÍ-MG

MOTIVAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS DO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DE BAMBUÍ-MG MOTIVAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS DO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DE BAMBUÍ-MG Wemerton Luis EVANGELISTA()*; Franciele Ribeiro DA COSTA (2). () Professor do Curso Superior de Tecnologia em Administração: Pequenas e

Leia mais

Uma fonte inédita de informação

Uma fonte inédita de informação Mensagem do Presidente Uma fonte inédita de informação Este trabalho, patrocinado pelo Sincor-SP, corresponde a uma expectativa do setor quanto aos dados relativos às corretoras de seguros, em um momento

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO DE CURSO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA PERSPECTIVA DO ALUNO

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO DE CURSO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA PERSPECTIVA DO ALUNO 1 COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO DE CURSO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO NA PERSPECTIVA DO ALUNO PERÍODO: 7 A 16 DE JULHO DE 2010 (DURANTE A MATRÍCULA) LOCAL: LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA DA FACULDADE

Leia mais

Pesquisa ISO 9001 Percepção dos compradores em relação aos seus fornecedores. - 2012 - Dplad/Dgcor

Pesquisa ISO 9001 Percepção dos compradores em relação aos seus fornecedores. - 2012 - Dplad/Dgcor Percepção dos compradores em relação - 2012 - Dplad/Dgcor OBJETIVO Conhecer a percepção das pessoas que atuam na área de compra de uma empresa quanto ao desempenho de seus fornecedores. TIPO DE PESQUISA

Leia mais

Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação

Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação Aprovado por: Diretoria de Informação Institucional 1 OBJETIVO Definir e padronizar os procedimentos referentes

Leia mais

AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DAS FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS PROF. ALBERTO DEODATO

AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DAS FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS PROF. ALBERTO DEODATO FACULDADES PROF. ALBERTO DEODATO AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DAS FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS PROF. ALBERTO DEODATO 2013 LISTA DE ILUSTRAÇÕES Gráfico 1 Melhorias quanto ao PDI... 6 Gráfico 2: Perfil

Leia mais