Análise do Questionário aos Notários 2006/2007. Resumo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Análise do Questionário aos Notários 2006/2007. Resumo"

Transcrição

1 Análise do Questionário aos Notários 2006/2007 Resumo Nos três últimos anos a Administração Fiscal tem vindo a efectuar estudos qualitativos de periodicidade anual com o objectivo de conhecer o grau de satisfação dos seus principais grupos de utentes face às interacções que mantêm com a Administração Fiscal. Estes estudos, enquadrando-se na iniciativa SIAC Sistema Integrado de Apoio ao Contribuinte, tornam-se necessários para, conhecendo as características e necessidades dos utentes, prosseguir com a aposta no atendimento self-service e garantir melhorias continuas nos serviços prestados, quer no canal Internet, quer nos restantes canais de interacção. Neste contexto, considerando a importância crescente que o canal electrónico tem vindo a assumir nas interacções entre os Notários e a Administração Fiscal, foi realizado um questionário dirigido a este grupo de utentes com o objectivo de obter dados relativos ao conjunto de interacções efectuadas durante o ano de 2006, nomeadamente: Padrões de utilização dos diferentes canais de interacção, índices de utilização e dificuldades sentidas; Índices de satisfação existentes no relacionamento com a Administração Fiscal, incluindo avaliação dos níveis de serviço existentes; Eventuais sugestões de melhoria. O questionário foi disponibilizado para preenchimento na Internet durante o período de e , tendo sido obtidas 75 respostas, o que, considerando um Universo de cerca de 340 Notários inscritos na Ordem 1, representa cerca de 22% do total. 1 dados à data de Resumo Executivo Notários doc - Página 1 de

2 Formas de Contacto com a Administração Fiscal Considerando a totalidade de interacções efectuadas com a Administração Fiscal (Gráfico 1), verifica-se que em 2006 cerca de 44% dos Notários utilizaram o canal Internet em mais de 75% das suas interacções com a Administração Fiscal. Neste canal encontram-se disponíveis a entrega de Declarações Modelo 11, assim como a consulta a DUCs de IMT, Modelos 11 e Cadernetas Prediais Urbanas. Questão 11 - Interacções Efectuadas com a Administração Fiscal via Internet Menos de 25% dos contactos Mais de 75% dos contactos 9,16% 7,68% 61,51% 21,65% Entre 25% a 5 dos contactos Gráfico 1 Entre 5 a 75% dos contactos Internet No que respeita ao contacto telefónico (Gráfico 2), cerca de 61% dos Notários afirmaram ter contactado o Help-desk 2 durante o ano de 2006, destacando-se assim a importância que este canal tem no relacionamento entre os Notários e a Administração Fiscal. Questão 9 - Realização de Contactos com o Helpdesk 61,43% Sim Não 38,57% Gráfico 2 2 O Help-Desk inclui o Centro de Atendimento Telefónico (CAT) e o Help-Desk das Declarações Electrónicas. Resumo Executivo Notários doc - Página 2 de

3 Índices de Satisfação no Contacto com a Administração Fiscal Comparando as avaliações dos níveis de serviço prestados pelos diferentes canais de interacção, verifica-se que o canal Internet foi 10 Questão 21 - Avaliação do Nível de Serviço - Apreciação Global 9,5% 10,9% 8,5% 14,5% o melhor avaliado pelos Notários (Gráfico 3) 75% 32,6% 50, 49,3% 44,9% 58,9% tendo, de uma forma global, sido apreciado 5 47,8% como Bom ou Muito Bom por cerca de 25% 35,2% 33,3% 40,5% 33,9% 8,7% 91% dos Notários. Relativamente aos 7, 7,2% 3,6% Internet Serviços/Direcções Telefone Correio/Fax de Finanças restantes canais, o que possui avaliação mais Muito Bom Bom Razoável Mau positiva é o canal , com 57% dos Notários a classificarem-no globalmente Gráfico 3 como Bom ou Muito Bom, seguido dos Serviços/Direcções de Finanças com 42%, do canal telefónico com 41% e por último do Correio/Fax com 38%. 0, 3,6% Relativamente ao canal Internet (Gráfico 4), constata-se que mais de 85% dos Notários considera como Boa ou Muito Boa a rapidez e qualidade de serviço prestado. A resolução de problemas é o parâmetro que obteve uma avaliação mais reduzida, fazendo transparecer a existência de necessidades de apoio que não estarão a ser satisfeitas pelo Help-desk ou pela ajuda existente on-line % 5 25% Questões , 19 e 21 - Avaliação dos Serviços Prestados pela Administração Fiscal via Internet 0, 1,35% 0, 7,58% 9,3% 13,5% 10,8% 22,7% 49,3% 40, 45,9% 39,2% 43,2% Gráfico 4 45,9% 50, 19,7% Apreciação Global Rapidez Qualidade Resolução de problemas Muito Bom Bom Razoável Mau Resumo Executivo Notários doc - Página 3 de

4 Principais Dificuldades Sentidas no Contacto com a Administração Fiscal Relativamente às dificuldades sentidas na utilização do canal Internet (Gráfico 5), destacam-se como dificuldades mais frequentes a Lentidão do sistema, a Indisponibilidade do sistema, Obter a informação pretendida, Preencher a informação e Perceber as regras e conteúdo dos formulários, respectivamente com 83%, 79%, 77%, 69% e 67% dos Notários a afirmarem terem sentido este tipo de dificuldades. Questão 6 - Existência e Grau de Dificuldade na Utilização da Internet Lentidão do sistema 40,0 42,67% 82,67% Indisponibilidade do sistema 37,33% 41,33% 78,67% Obter informação pretendida Preencher a informação Perceber as regras e conteúdo do formulário Complexidade das aplicações Criar o ficheiro XML Encontrar o formulário Obter apoio do help-desk Encontrar o serviço pretendido 14,67% 6,67% 12,0 6,67% 17,33% 5,33% 32,0 4,0 62,67% 62,67% 54,67% 58,67% 41,33% 53,33% 25,33% 53,33% 77.33% 69,33% 66,67% 65,33% 58,67% 58,67% 57,33% 57,33 % Apoio on-line na resolução de problemas 28,0 17,33% 45,33% Problemas Técnicos 10,67% 22,67% 33,33% Obter e utilizar a senha de acesso 1,33% 26,67% 28,0 Outros problemas 8,0 8,0 25% 5 75% 10 Difícil de ultrapassar Fácil de ultrapassar Gráfico 5 Dentro do universo de dificuldades sentidas, salientam-se como mais difíceis de ultrapassar: Lentidão do sistema e Indisponibilidade do sistema, Obter apoio do Help-desk e Apoio online na resolução de problemas. Note-se que a Lentidão do sistema e a Indisponibilidade do sistema são, na sua grande maioria, sentidas nos dias próximos das datas limite para cumprimento das obrigações. Para colmatar estas dificuldades, foi sugerida a criação de um sistema de alertas para as datas de fim de prazo e a realização de acções de sensibilização no sentido de um mais eficiente escalonamento das entregas de declarações. Igualmente, os Notários identificaram dificuldades em obter respostas adequadas às questões colocadas. O insuficiente apoio do Help-desk e a dificuldade na obtenção de resposta às solicitações dos Notários através do canal telefónico, faz com que estes se dirijam fisicamente aos Serviços de Finanças, sobrecarregando o atendimento presencial. Neste sentido, foi solicitada a criação de uma linha de apoio (telefónica ou ) específica para atendimento aos Notários para esclarecimento de dúvidas e obtenção de informação. Resumo Executivo Notários doc - Página 4 de

5 Evolução entre 2005 e 2006 Questão 22- Evolução do Nível de Serviço - Apreciação global Solicitada uma apreciação comparativa do nível de serviço prestado em 2006 com o prestado em 2005 (Gráfico 6), verificou-se, globalmente uma clara melhoria no que se refere ao canal Internet % 5 25% 78,8% 21,2% 34,9% 65,1% 81,3% 18,8% 21,9% Gráfico 6 76,6% 13,7% 86,3% 0, 0, 0, 1,6% 0, Internet Serviços/Direcções de Finanças Telefone Melhorou Manteve-se Piorou Correio/Fax Relativamente à evolução (de 2005 para Evolução das Dificuldades Sentidas na Utilização da Internet pelos Notários 2005/ ) do tipo de dificuldades sentidas na utilização do canal Internet (Gráfico 7), Obter e utilizar a senha de acesso Problemas Técnicos Apoio on-line na resolução de problemas Complexidade das aplicações Encontrar formulários Encontrar o serviço pretendido Perceber as regras e conteúdo dos formulários Obter apoio do help-desk Obter informação pretendida Indisponibilidade do sistema Lentidão do sistema constata-se uma redução genérica em todas as dificuldades, destacando-se a diminuição -1 em cerca 35 p.p. 3 dos Problemas técnicos, -2 resultado dos esforços e investimento que a -3 Administração Fiscal tem realizado neste -4 canal. Gráfico 7 Relativamente ao Help-desk (Gráfico 8), verificou-se um decréscimo de 4 p.p. entre 2005 e 2006 no número de contactos estabelecidos, o que, considerando a diminuição da totalidade de dificuldades sentidas na utilização do canal Internet, pode evidenciar, uma redução de necessidade de recorrer a este canal devido a uma cada vez maior independência dos Notários na utilização das diferentes funcionalidades disponíveis por via electrónica. Questão 9 - Evolução do Número de Contactos com o Help-desk entre 2005 e ,67% 42,68% Sim Gráfico ,33% 57,32% Não 3 P.p. = Ponto percentual Resumo Executivo Notários doc - Página 5 de

6 Sugestões de Melhoria Relativamente ao conjunto de sugestões efectuadas pelos Notários destacam-se: Linhas de apoio aos Notários Foi solicitada a criação de linhas de apoio telefónicas e por orientadas para as necessidades específicas dos Notários, visando o esclarecimento de dúvidas e obtenção de informação (nomeadamente, artigos, valores matriciais e imposto do selo). Foi também sugerido um atendimento privilegiado nos Serviços de Finanças, que passaria pela existência de um balcão específico para os Notários. Consulta on-line da Situação Fiscal Foi solicitada a possibilidade de consultar todos os tipos de informação relacionada com imóveis, incluindo o pagamento de impostos. Foi ainda sugerido o acesso automático para efeitos de averbamento de propriedade após a realização de escritura e do pedido de isenção de IMI, assim como a harmonização dos sistemas on-line da Administração Fiscal e dos sistemas informáticos dos Notários. Foi ainda realçada a importância de os dados se encontrarem actualizados. Disponibilização de Novas Funcionalidades /serviços On-line Foi sugerido o alargamento dos serviços disponíveis on-line, nomeadamente a obtenção das certidões de teor dos prédios rústicos e a possibilidade de consultar e emitir Cadernetas prediais rústicas. Sugeriram, ainda, que fossem disponibilizados serviços já disponíveis on-line para os Contribuintes, como por exemplo a possibilidade de entrega, visualização e impressão do modelo 1 do IMI, a Liquidação de IMT, etc. Consulta on-line da Informação Fiscal Foi ainda sugerida a reorganização da legislação disponível para consulta, com a possibilidade de acesso on-line à informação e jurisprudência fiscal, assim como a introdução de melhorias na visualização da informação e simplificação da navegabilidade dos sites. Resumo Executivo Notários doc - Página 6 de

7 Utilização de Canais de Interacção Não Internet Foi também sugerida a implementação de melhorias nos níveis de acessibilidade do canal telefónico e no reforço da ajuda on-line, tendo sido ainda mencionada a necessidade de uniformização de procedimentos entre os diversos Serviços de Finanças, em termos de descrições dos valores patrimoniais e cobrança de IMT. Conclusões Pontos Fortes Analisando os resultados obtidos, verifica-se uma elevada adesão aos serviços on-line por parte dos Notários, destacando-se a existência de elevados níveis de satisfação na utilização da Internet, quer em termos de apreciação global, quer em termos de rapidez na obtenção do serviço, qualidade e capacidade de resolução de problemas. Note-se que, no seu relacionamento com a Administração Fiscal, o canal Internet é assumido como uma ferramenta de trabalho cada vez mais relevante para os Notários, não só pelo alargamento dos serviços disponíveis on-line, como também pela obrigatoriedade de envio por Internet do Modelo 11. Pontos Fracos Ainda em termos de apreciação do canal Internet, detectam-se alguns pontos a melhorar, destacando-se os aspectos relacionados com a lentidão e indisponibilidade do sistema, assim como de obtenção da informação pretendida, tendo sido mencionada a existência de dificuldades na procura de informação e no acesso e navegabilidade do site. No que respeita aos canais e Telefone identificou-se a necessidade de melhorias significativas, principalmente em termos de capacidade de resposta. Neste sentido, foi solicitada a criação de linhas de atendimento específicas (telefónica e ) para os Notários, para esclarecimento de dúvidas e obtenção de informação. Concluindo, de uma forma genérica, verifica-se em 2006 uma evolução muito positiva no que se refere ao canal Internet. Neste contexto, e considerando os próximos passos a seguir, importará Resumo Executivo Notários doc - Página 7 de

8 fazer um encontro entre as expectativas e sugestões dos Notários e as linhas directivas da Administração Fiscal. Este encontro irá no sentido do alargamento dos serviços disponíveis online e na implementação de melhorias nos canais/ferramentas de apoio existentes. Estas medidas, conduzindo a aumentos de eficiência na utilização dos serviços fiscais on-line, traduzirse-ão em aumentos de qualidade nos serviços notariais, resultando em aumentos de satisfação não só ao nível dos Notários que os utilizam, como também ao nível dos contribuintes, clientes desses serviços. Resumo Executivo Notários doc - Página 8 de

Análise do Questionário aos Utentes Internet 2006/2007. Resumo

Análise do Questionário aos Utentes Internet 2006/2007. Resumo Análise do Questionário aos Utentes Internet 2006/2007 Resumo Nos três últimos anos a Administração Fiscal tem vindo a efectuar estudos qualitativos de periodicidade anual com o objectivo de conhecer o

Leia mais

Análise do Questionário 2008 NOTÁRIOS

Análise do Questionário 2008 NOTÁRIOS Análise do Questionário NOTÁRIOS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 3 2. NÍVEIS DE SERVIÇO PRESTADOS POR CANAL DE ACESSO 4 2.1. Serviço prestado no canal internet 4 2.1.1. Apreciação global do serviço 4 2.1.2. Qualidade

Leia mais

Análise do Questionário aos Utentes Internet 2005/2006 Resumo

Análise do Questionário aos Utentes Internet 2005/2006 Resumo Análise do Questionário aos Utentes Internet 2005/2006 Resumo À semelhança de 2005, a Administração Fiscal encontra-se a realizar um diagnóstico da sua relação com os utentes, cidadãos e empresas, com

Leia mais

Análise dos Questionários SIAC 2005/2006 Resumo

Análise dos Questionários SIAC 2005/2006 Resumo Análise dos Questionários SIAC 2005/2006 Resumo A Administração Fiscal iniciou em 2005 a realização de estudos qualitativos com periodicidade anual, com o objectivo de aferir a satisfação dos utentes,

Leia mais

Simplificação nas PMEs

Simplificação nas PMEs Simplificação nas PMEs Aproveitamento das Novas Tecnologias DGITA Portal Declarações Electrónicas Dezembro 2007 Simplificação nas PMEs - Aproveitamento das Novas Tecnologias 1 Agenda O que é a DGITA? Estratégia

Leia mais

Análise do Questionário aos Utentes da Internet

Análise do Questionário aos Utentes da Internet Análise do Questionário aos Utentes da Internet Índice 1. INTRODUÇÃO 4 2. IDENTIFICAÇÃO DO UNIVERSO DE ANÁLISE 5 3. FORMAS DE CONTACTO COM A ADMINISTRAÇÃO FISCAL 8 3.1 Caracterização das Formas de Contacto

Leia mais

S I A T (SISTEMA DE INQUÉRITOS DA AUTORIDADE TRIBUTÁRIA E ADUANEIRA) AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES 2011 (canal internet)

S I A T (SISTEMA DE INQUÉRITOS DA AUTORIDADE TRIBUTÁRIA E ADUANEIRA) AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES 2011 (canal internet) S I A T (SISTEMA DE INQUÉRITOS DA AUTORIDADE TRIBUTÁRIA E ADUANEIRA) AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES (canal internet) Março 2012 Índice 1 ENQUADRAMENTO...5 2 INTRODUÇÃO... 6 3 IDENTIFICAÇÃO E

Leia mais

AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES 2013 (canal internet)

AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES 2013 (canal internet) AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES 2013 Março 2014 AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES 2013 Autoridade Tributária e Aduaneira Ministério das Finanças Classificação: 010.10.01 Rua da Prata nº

Leia mais

Desformalização, eliminação e simplificação de actos

Desformalização, eliminação e simplificação de actos Desformalização, eliminação e simplificação de actos Em 5 de Julho de 2005, o Senhor Primeiro-Ministro apresentou o Programa de Investimentos em Infraestruturas Prioritárias. O projecto de Desmaterialização,

Leia mais

Desformalização, eliminação e simplificação de actos

Desformalização, eliminação e simplificação de actos Desformalização, eliminação e simplificação de actos Em 5 de Julho de 2005, o Senhor Primeiro-Ministro apresentou o Programa de Investimentos em Infraestruturas Prioritárias. O projecto de Desmaterialização,

Leia mais

Análise do Questionário aos Serviços de Finanças 2005/2006

Análise do Questionário aos Serviços de Finanças 2005/2006 Análise do Questionário aos Serviços de Finanças 2005/2006 Julho de 2006 Índice 1. INTRODUÇÃO...4 2. IDENTIFICAÇÃO DO UNIVERSO DE ANÁLISE... 5 3. PROCESSO DE ATENDIMENTO...7 3.1 - Os Utentes... 7 3.1.1

Leia mais

AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES DO CANAL INTERNET AT 2014

AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES DO CANAL INTERNET AT 2014 AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES DO CANAL INTERNET AT Março 2015 AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES CANAL INERNET AT AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES DO CANAL INTERNET AT Autoridade

Leia mais

Guia do Candidato. http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/

Guia do Candidato. http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/ http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/ Recomendações Gerais para Preenchimento do Formulário de Candidatura: Reunir informação: Para o correcto preenchimento do formulário de candidatura deverá ter consigo os

Leia mais

Projecto de Implementação da. Modelo 11

Projecto de Implementação da. Modelo 11 Projecto de Implementação da Reforma da Tributação do Património Modelo 11 MANUAL DO UTILIZADOR VERSÃO 1.0 DGITA Lisboa, 2004 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 2 1.1 Principais Funcionalidades da Aplicação...2 1.2

Leia mais

Guia de Websites para a Administração Pública

Guia de Websites para a Administração Pública Guia de Websites para a Administração Pública Portugal precisa de um desafio de exigência e de conhecimento que nos eleve aos níveis de competência e de produtividade dos países mais desenvolvidos, de

Leia mais

Medidas intersectoriais 2010/11

Medidas intersectoriais 2010/11 Medidas intersectoriais 2010/11 IS01 BALCÃO DO EMPREENDEDOR DISPONIBILIZAÇÃO DE SERVIÇOS Objectivos: Inventariar, introduzir e manter permanentemente actualizados no Balcão do Empreendedor vários serviços,

Leia mais

AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DO CLIENTE NOS SERVIÇOS SAGRA ONLINE

AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DO CLIENTE NOS SERVIÇOS SAGRA ONLINE AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DO CLIENTE NOS SERVIÇOS SAGRA ONLINE Relatório de Apreciação Ref.ª IT 08/82/2007 1. Introdução No Centro Operativo e de Tecnologia de Regadio (COTR) a qualidade é encarada como

Leia mais

Comissão Interministerial para a Sociedade da Informação

Comissão Interministerial para a Sociedade da Informação Comissão Interministerial para a Sociedade da Informação ANEXO AO CADERNO DE ENCARGOS MÉTODO DE AVALIAÇÃO DOS WEB SITES DA ADMINISTRAÇÃO DIRECTA E INDIRECTA DO ESTADO Documento disponível em www.si.mct.pt

Leia mais

O e-gov em Portugal. Fórum Vale do Minho Digital Melgaço 30 de Setembro de 2008

O e-gov em Portugal. Fórum Vale do Minho Digital Melgaço 30 de Setembro de 2008 O e-gov em Portugal Fórum Vale do Minho Digital Melgaço 30 de Setembro de 2008 O Plano Tecnológico é uma estratégia de mudança da base competitiva através do conhecimento, tecnologia e inovação 2 Conhecimento

Leia mais

Guia do Candidato. http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/

Guia do Candidato. http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/ http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/ Recomendações Gerais para Preenchimento do Formulário de Candidatura Para o correto preenchimento do formulário de candidatura deverá ter consigo os seguintes documentos,

Leia mais

Descrição de um problema de integração: Sistema de vendas online

Descrição de um problema de integração: Sistema de vendas online Integração Empresarial Descrição de um problema de integração: Sistema de vendas online Luís Costa - 8050120 Abril, 2012 1. Introdução Este documento apresenta detalhadamente o processo de negócio de uma

Leia mais

Relatório de Clientes Mistério. Agência para a Modernização Administrativa

Relatório de Clientes Mistério. Agência para a Modernização Administrativa Relatório de Clientes Mistério Agência para a Modernização Administrativa Ano de 2010 Índice Parte I Enquadramento... 2 1. Objectivos do Cliente Mistério... 2 Parte II Metodologia de Intervenção... 3 Parte

Leia mais

Comunicação de Dados de Autenticação e Credenciais de Acesso para Resposta ao Inquérito

Comunicação de Dados de Autenticação e Credenciais de Acesso para Resposta ao Inquérito Mais informação Acesso ao Sistema de Transferência Electrónica de dados de Inquéritos (STEDI). Onde se acede ao sistema de entrega de Inquéritos? Deverá aceder ao sistema através do site do GEP www.gep.mtss.gov.pt

Leia mais

Obrigação de comunicação à AT

Obrigação de comunicação à AT Obrigação de comunicação à AT Perguntas e respostas sobre o impacto das novas regras de comunicação à AT nas empresas Page 2 of 10 Introdução A Publicação do Decreto-Lei nº 197/2012, de 24 de agosto introduz

Leia mais

Registo do utilizador no Portal IFAP. - Manual do Utilizador -

Registo do utilizador no Portal IFAP. - Manual do Utilizador - Registo do utilizador no Portal IFAP - Manual do Utilizador - Registo do beneficiário no Portal IFAP Manual do Utilizador 1. Introdução... 2 2. Pressupostos... 2 3. Informação necessária para o registo

Leia mais

INSTITUTO DOS VINHOS DO DOURO E DO PORTO

INSTITUTO DOS VINHOS DO DOURO E DO PORTO 1 de 6 Considerando que o Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, I.P. (IVDP), procurando agilizar e simplificar os procedimentos legais exigíveis, quer para a denominação de origem (DO) Porto, quer

Leia mais

AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES DO CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E BIBLIOTECA

AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES DO CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E BIBLIOTECA Divisão do Centro de Documentação e Biblioteca 214 AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES DO CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E BIBLIOTECA REALIZAÇÃO MARIA JOÃO T.M.BARREIRO COORDENAÇÃO NATÉRCIA GODINHO APOIO

Leia mais

capítulo 7 Relacionamento com o consumidor de seguros e de fundos de pensões

capítulo 7 Relacionamento com o consumidor de seguros e de fundos de pensões capítulo 7 Relacionamento com o consumidor de seguros e de fundos de pensões 147 Relacionamento com o consumidor de seguros e de fundos de pensões 7.1 Considerações gerais Com vista a fomentar e facilitar

Leia mais

APLICAÇÕES INFORMÁTICAS DECLARATIVAS DA DGAIEC

APLICAÇÕES INFORMÁTICAS DECLARATIVAS DA DGAIEC AUTOR: DGITA/DGAIEC DATA: 2007-10-31 VERSÃO: 1.0 APLICAÇÕES INFORMÁTICAS DECLARATIVAS DA DGAIEC ϖ MANUAL DE CREDENCIAÇÃO ϖ INDICE 1. INTRODUÇÃO...2 2. CREDENCIAÇÃO...3 2.1. REQUISITOS...3 2.1.1. Operador/Declarante...3

Leia mais

A implementação do balcão único electrónico

A implementação do balcão único electrónico A implementação do balcão único electrónico Departamento de Portais, Serviços Integrados e Multicanal Ponte de Lima, 6 de Dezembro de 2011 A nossa agenda 1. A Directiva de Serviços 2. A iniciativa legislativa

Leia mais

CGA Directa. Manual do Utilizador. Acesso, Adesão e Lista de Subscritores

CGA Directa. Manual do Utilizador. Acesso, Adesão e Lista de Subscritores CGA Directa Manual do Utilizador Acesso, Adesão e Lista de Subscritores Versão 1.00 de 10 de Março de 2008 Índice Pág. Introdução 3 Capítulo 1 Capítulo 2 Capítulo 3 Acesso Acesso 4 Adesão Adesão 5 2.1

Leia mais

www.linkconsulting.com O PROCESSAMENTO AUTOMÁTICO DE LINGUAGEM NATURAL NA INTERACÇÃO COM O CLIENTE

www.linkconsulting.com O PROCESSAMENTO AUTOMÁTICO DE LINGUAGEM NATURAL NA INTERACÇÃO COM O CLIENTE www.linkconsulting.com O PROCESSAMENTO AUTOMÁTICO DE LINGUAGEM NATURAL NA INTERACÇÃO COM O CLIENTE Instant Messaging no contexto bancário Mais um canal de comunicação entre o cliente e o banco Gestor de

Leia mais

Vantagem Garantida PHC

Vantagem Garantida PHC Vantagem Garantida PHC O Vantagem Garantida PHC é um aliado para tirar maior partido das aplicações PHC A solução que permite à empresa rentabilizar o seu investimento, obtendo software actualizado, formação

Leia mais

Acórdão nº 202 /05-6.Dez-1ªS/SS

Acórdão nº 202 /05-6.Dez-1ªS/SS Transitou em julgado em 09/01/06 Acórdão nº 202 /05-6.Dez-1ªS/SS Proc. nº 2 179/05 1. A Direcção-Geral de Informática e Apoio aos Serviços Tributários e Aduaneiros (DGITA) remeteu para fiscalização prévia

Leia mais

INQUÉRITO REALIZADO A ALUNOS LABORATÓRIO DE CÁLCULO. Trabalho realizado por Lucília Rodrigues Macedo

INQUÉRITO REALIZADO A ALUNOS LABORATÓRIO DE CÁLCULO. Trabalho realizado por Lucília Rodrigues Macedo INQUÉRITO REALIZADO A ALUNOS LABORATÓRIO DE CÁLCULO 2010 Trabalho realizado por Lucília Rodrigues Macedo ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. METODOLOGIA... 3 3. APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS... 4 1. RESULTADOS

Leia mais

CASA PRONTA. Perguntas & Respostas

CASA PRONTA. Perguntas & Respostas CASA PRONTA Perguntas & Respostas 1. O que é o balcão Casa Pronta? O Casa Pronta é um balcão único onde é possível realizar todas as operações relativas à compra e venda de casa (prédios urbanos). Neste

Leia mais

Registo do utilizador no Portal IFAP. - Manual do Utilizador -

Registo do utilizador no Portal IFAP. - Manual do Utilizador - Registo do utilizador no Portal IFAP - Manual do Utilizador - Registo do beneficiário no Portal IFAP Manual do Utilizador 1. Introdução... 2 2. Pressupostos... 2 3. Informação necessária para o registo

Leia mais

GUIA PARA O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS ENTIDADE GESTORA ERP PORTUGAL

GUIA PARA O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS ENTIDADE GESTORA ERP PORTUGAL GUIA PARA O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS ENTIDADE GESTORA ERP PORTUGAL Versão: 1.0 Data: 05-06-2009 Índice Acesso e estados dos Formulários... 3 Escolha do Formulário e submissão... 4 Bases para a navegação

Leia mais

Grupo Pestana. suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O Cliente

Grupo Pestana. suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O Cliente Grupo Pestana suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O trabalho de consolidação de informação permitiu desde logo abrir novas possibilidades de segmentação, com base num melhor conhecimento

Leia mais

Aplicação da Qualidade. Manual do Utilizador. Versão 1 2006-05-30

Aplicação da Qualidade. Manual do Utilizador. Versão 1 2006-05-30 Aplicação da Qualidade Versão 1 2006-05-30 Índice 1. Introdução 2. Acesso à Aplicação 3. Menu principal 3.1. Processo 3.1.1. Registo da Ocorrência - Fase 1 3.1.2. Análise das Causas - Fase 2 3.1.3. Acção

Leia mais

TECNOLOGIA E CIDADANIA: A AP À DISTÂNCIA DE UM CLIQUE

TECNOLOGIA E CIDADANIA: A AP À DISTÂNCIA DE UM CLIQUE TECNOLOGIA E CIDADANIA: A AP À DISTÂNCIA DE UM CLIQUE SUMÁRIO ESTRATÉGIA (GOVERNO > AT) 1 COMO ESTAMOS A FACILITAR O CUMPRIMENTO DAS OBRIGAÇÕES FISCAIS E ADUANEIRAS (DECLARATIVAS E DE PAGAMENTO) AOS CONTRIBUINTES

Leia mais

VAI PERMUTAR A SUA CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE!

VAI PERMUTAR A SUA CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! VAI PERMUTAR A SUA CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! As normas da compra e venda são aplicáveis aos outros contratos onerosos pelos quais se alienam bens ou se estabeleçam encargos sobre eles, na medida

Leia mais

Guia de Acesso à Formação Online Formando 2011

Guia de Acesso à Formação Online Formando 2011 Plano [1] Guia de Acesso à Formação Online 2011 [2] ÍNDICE ÍNDICE...2 1. Introdução...3 2. Metodologia Formativa...4 3. Actividades...4 4. Apoio e Acompanhamento do Curso...5 5. Avaliação...6 6. Apresentação

Leia mais

Perguntas & Respostas

Perguntas & Respostas Perguntas & Respostas 1. O que é a Casa Simples - Casa Segura? A Casa Segura consiste num atendimento personalizado e altamente qualificado, sem balcões, com boas instalações e adequada tecnologia de ponta,

Leia mais

SERVIÇOS PÚBLICOS ONLINE E PLANO TECNOLÓGICO

SERVIÇOS PÚBLICOS ONLINE E PLANO TECNOLÓGICO SERVIÇOS PÚBLICOS ONLINE E PLANO TECNOLÓGICO SÍNTESE DE RESULTADOS DO ESTUDO NOVEMBRO 2006 Sobre a Netsonda A Netsonda, em actividade desde Julho de 2000, é líder e pioneira em Portugal na recolha e análise

Leia mais

Carta de Condução On-Line

Carta de Condução On-Line Carta de Condução On-Line Objectivos dos Serviços On-line do IMTT Inovar e diversificar os canais de atendimento; Facilitar o acesso à Administração Pública a um número cada vez maior de Cidadãos; Agilizar

Leia mais

MOD.3. Peça a sua senha em:

MOD.3. Peça a sua senha em: MOD.3 2 008 Envie a declaração de rendimentos pela internet: > É gratuito > É disponibilizada ajuda no preenchimento, evitando erros > Evita filas de espera e deslocações Peça a sua senha em: www.e-financas.gov.pt

Leia mais

Balanço das Medidas do Domínio do Atendimento da Segurança Social e Satisfação ao Cidadão

Balanço das Medidas do Domínio do Atendimento da Segurança Social e Satisfação ao Cidadão Balanço das Medidas do Domínio do Atendimento da Segurança Social e Satisfação ao Cidadão Dr. Pedro Filipe ENAD. 31 de Agosto de 2015 AGENDA Contextualização Plano de Trabalho PSGSS Status Gestão Integrada

Leia mais

CITV. Manual do Utilizador. Realização de Candidaturas de Centros de Inspecção

CITV. Manual do Utilizador. Realização de Candidaturas de Centros de Inspecção CITV Manual do Utilizador Realização de Candidaturas de Centros de Inspecção Índice 1 Introdução...3 2 Entrada/Validação...4 2.1 Descrição...4 3 Candidatura Preenchimento de Formulário...10 3.1 Descrição...10

Leia mais

Dados de Inquéritos sobre a Utilização de TIC na Administração Pública em 2011-12/01/2012

Dados de Inquéritos sobre a Utilização de TIC na Administração Pública em 2011-12/01/2012 Dados de Inquéritos sobre a Utilização de TIC na Administração Pública em 2011-12/01/2012 Todos os Organismos da Administração Pública Central e Regional e as Câmaras Municipais dispõem de ligações à Internet.

Leia mais

Conta de Gerência em formato eletrónico

Conta de Gerência em formato eletrónico CONTAB Contabilidade para o Setor da Educação Versão 2.5.51 FEVEREIRO de 2012 MUITO IMPORTANTE - Faça uma cópia de segurança para guardar em arquivo; - Leia atentamente este documento, facultando-o a todos

Leia mais

No Site do Instituto de Registos e Notariado (www.irn.mj.pt) poderão obter se os Contactos dos Serviços de Registo Predial.

No Site do Instituto de Registos e Notariado (www.irn.mj.pt) poderão obter se os Contactos dos Serviços de Registo Predial. VAI PERMUTAR A SUA CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! As normas da compra e venda são aplicáveis aos outros contratos onerosos pelos quais se alienam bens ou se estabeleçam encargos sobre eles, na medida

Leia mais

Obrigações Fiscais 2013

Obrigações Fiscais 2013 Obrigações Fiscais 2013 Caros Associados, A publicação do Decreto-Lei n.º 197/2012 e do Decreto-Lei n.º 198/2012, ambos de 24 de agosto, vieram introduzir importantes alterações nas normas relativas à

Leia mais

Versão 1.0. [08.02.2012] 2012, Portugal - Efacec Sistemas de Gestão S.A. Todos os direitos reservados. 1

Versão 1.0. [08.02.2012] 2012, Portugal - Efacec Sistemas de Gestão S.A. Todos os direitos reservados. 1 Copyright 2012 Efacec Todos os direitos reservados. Não é permitida qualquer cópia, reprodução, transmissão ou utilização deste documento sem a prévia autorização escrita da Efacec Sistemas de Gestão S.A.

Leia mais

Registos: Seguramente

Registos: Seguramente Registos: Seguramente mais simples 2005-2008 Três anos de simplificação na Justiça Desmaterialização, eliminação e simplificação de actos e processos na Justiça O projecto Desmaterialização, eliminação

Leia mais

Como vender na Internet

Como vender na Internet Como vender na Internet Ideias-base para uma iniciação à venda via Internet Gonçalo Carvalhinhos Secretário-Geral Associação do Comércio Electrónico em Portugal goncalo.carvalhinhos@portugalacep.org ACEP

Leia mais

Avaliação da Satisfação das Empresas Associadas Ano 2008

Avaliação da Satisfação das Empresas Associadas Ano 2008 Relatório Resumo Avaliação da Satisfação das Empresas Associadas Ano 2008 Fevereiro de 2009 Departamento de Qualidade e Comunicação sofia.viegas@apemeta.pt Índice: 2 1. Enquadramento 3 2. Avaliação da

Leia mais

Obter Recibos Electrónicos

Obter Recibos Electrónicos Obter Recibos Electrónicos Início > Os seus serviços > Obter > Recibos verdes electrónicos>emitir Início > Os seus serviços > Obter > Recibos verdes electrónicos>emitir Recibo Acto isolado Início > Os

Leia mais

ADSE DIRECTA - PROTOCOLOS DE DOCUMENTOS REGIME LIVRE MANUAL DE APOIO AOS ORGANISMOS

ADSE DIRECTA - PROTOCOLOS DE DOCUMENTOS REGIME LIVRE MANUAL DE APOIO AOS ORGANISMOS ADSE DIRECTA - PROTOCOLOS DE DOCUMENTOS REGIME LIVRE MANUAL DE APOIO AOS ORGANISMOS Este documento destina-se a apoiar os serviços processadores na elaboração dos protocolos dos documentos de despesa em

Leia mais

ISEC SGAP Paula Mexia Paulo Oliveira

ISEC SGAP Paula Mexia Paulo Oliveira Secretaria Virtual INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA MANUAL DE MATRÍCULA / INSCRIÇÃO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO CONCURSOS ESPECIAIS REINGRESSOS MUDANÇAS DE CURSO E TRANSFERÊNCIAS CTESP Revisão

Leia mais

Documento de actualização funcional. Refª JURI-DEV-20121221-v1

Documento de actualização funcional. Refª JURI-DEV-20121221-v1 Documento de actualização funcional Refª JURI-DEV-20121221-v1 21 de Dezembro de 2012 Índice 1 Certificação com envio de ficheiro SAFT-PT para AT... 3 1.1 Sobre a Certificação... 3 1.2 Novas regras para

Leia mais

online > Através de formulário > ComoCartãodeCidadão > Associação do Cartão de Cidadão 1. Aderir ao serviço

online > Através de formulário > ComoCartãodeCidadão > Associação do Cartão de Cidadão 1. Aderir ao serviço online 1. Aderir ao serviço > Através de formulário > ComoCartãodeCidadão > Associação do Cartão de Cidadão 2. Navegar no BAV 3. Consultar requisitos > Autenticação no BAV > Navegação nos menus > Localização

Leia mais

O que é a iniciativa de marcação de consultas pela Internet eagenda? Simplificar e melhorar o acesso a cuidados de saúde. O que é o eagenda?

O que é a iniciativa de marcação de consultas pela Internet eagenda? Simplificar e melhorar o acesso a cuidados de saúde. O que é o eagenda? O que é a iniciativa de marcação de consultas pela Internet Simplificar e melhorar o acesso a cuidados de saúde Pedir Receitas A de pela Internet, no âmbito do Programa Simplex, surge no seguimento do

Leia mais

VAI ARRENDAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE!

VAI ARRENDAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! VAI ARRENDAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! Locação é o contrato pelo qual uma das partes se obriga a proporcionar à outra o gozo temporário de uma coisa, mediante retribuição Art.º 1022.º do Código

Leia mais

Sistema Online de Emissão de Declarações

Sistema Online de Emissão de Declarações Sistema Online de Emissão de Declarações OBJECTIVOS DO SISTEMA A ANET, satisfazendo um compromisso assumido com os Engenheiros Técnicos, passou a disponibilizar um sistema online para a emissão de declarações

Leia mais

Avaliação do inquérito de satisfação ao Centro de Documentação Técnica e Científica

Avaliação do inquérito de satisfação ao Centro de Documentação Técnica e Científica Direção de Gestão de Informação e Comunicação Centro de Informação e Conhecimento Avaliação do inquérito de satisfação ao Centro de Documentação Técnica e Científica Lisboa, janeiro de 2015 Introdução

Leia mais

CALL VN E APV- EXTRANET PEUGEOT MANUAL DO UTILIZADOR

CALL VN E APV- EXTRANET PEUGEOT MANUAL DO UTILIZADOR CALL VN E APV- EXTRANET PEUGEOT MANUAL DO UTILIZADOR Índice Noções Básicas 3 Workflow 4 Permissões 5 Acessos 5 Layout 5 Autenticação 6 Homepage 8 Contactos 8 Upload 11 Relatórios 15 Verbatins 18 Utilizadores

Leia mais

IRSIRSIRSIRSIRS. www.e-financas.gov.pt. mod.3 2006. Envie a declaração de rendimentos pela internet. Peça a sua senha em: www.e-financas.gov.

IRSIRSIRSIRSIRS. www.e-financas.gov.pt. mod.3 2006. Envie a declaração de rendimentos pela internet. Peça a sua senha em: www.e-financas.gov. DIRECÇÃO-GERAL DOS IMPOSTOS IRSIRSIRSIRSIRS IRSIRSIRSIRSIRS IRSIRSIRSIRSIRS I R S mod.3 2006 Envie a declaração de rendimentos pela internet. Peça a sua senha em: www.e-financas.gov.pt - Declarações entregues

Leia mais

GUIA DE APOIO CANDIDATURA

GUIA DE APOIO CANDIDATURA Ano 2013 Câmara Municipal de Lisboa Direção Municipal Habitação e Desenvolvimento Social GUIA DE APOIO CANDIDATURA Indice RECOMENDAÇÕES GERAIS PARA O PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE CANDIDATURA... 3 SIMULADOR...

Leia mais

Desformalização, eliminação e simplificação de actos

Desformalização, eliminação e simplificação de actos Desformalização, eliminação e simplificação de actos Em 5 de Julho de 2005, o Senhor Primeiro-Ministro apresentou o Programa de Investimentos em Infraestruturas Prioritárias. O projecto de Desmaterialização,

Leia mais

Alteração de Morada www.portaldocidadao.pt

Alteração de Morada www.portaldocidadao.pt www.portaldocidadao.pt Vai mudar de casa? Já pode alterar a morada, de uma só vez, em 14 entidades públicas e privadas. Desta forma, evita deslocações e longas filas de espera. Aos cidadãos singulares

Leia mais

O presente documento constitui o Regulamento da 7ª edição do Prémio Boas Práticas no Sector Público.

O presente documento constitui o Regulamento da 7ª edição do Prémio Boas Práticas no Sector Público. 7ª edição Prémio Boas Práticas no Sector Público O presente documento constitui o Regulamento da 7ª edição do Prémio Boas Práticas no Sector Público. Aconselhamos a sua leitura antes de iniciar o processo

Leia mais

GUIA COMPRA DE CASA. Comprar casa, nova ou usada, é sempre uma tarefa complexa.

GUIA COMPRA DE CASA. Comprar casa, nova ou usada, é sempre uma tarefa complexa. GUIA COMPRA DE CASA Comprar casa, nova ou usada, é sempre uma tarefa complexa. O BPI sintetizou algumas informações que o ajudarão a tomar a melhor decisão. 1 - Quais os custos a considerar na escolha

Leia mais

RESULTADO DO INQUÉRITO REALIZADO NO LABORATÓRIO DE CÁLCULO DOCENTES. Entre 20 de Outubro e 6 de Novembro de 2009

RESULTADO DO INQUÉRITO REALIZADO NO LABORATÓRIO DE CÁLCULO DOCENTES. Entre 20 de Outubro e 6 de Novembro de 2009 RESULTADO DO INQUÉRITO REALIZADO NO LABORATÓRIO DE CÁLCULO DOCENTES Entre 20 de Outubro e 6 de Novembro de 2009 Ao inquérito responderam 44 docentes. O tamanho da amostra é suficiente para tirar boas conclusões

Leia mais

1) O QUE É A INFORMAÇÃO EMPRESARIAL SIMPLIFICADA (IES)?

1) O QUE É A INFORMAÇÃO EMPRESARIAL SIMPLIFICADA (IES)? Âmbito Geral 1) O QUE É A INFORMAÇÃO EMPRESARIAL SIMPLIFICADA (IES)? A IES, criada pelo Decreto-Lei n.º 8/2007, de 17 de janeiro, recentemente alterado pelo Decreto-lei n.º 10/2015, de 16 de janeiro, consiste

Leia mais

A aquisição de qualquer imóvel pressupõe o pagamento de IMT, IMI e imposto de selo.

A aquisição de qualquer imóvel pressupõe o pagamento de IMT, IMI e imposto de selo. Impostos A aquisição de qualquer imóvel pressupõe o pagamento de IMT, IMI e imposto de selo. IMT (Imposto sobre Transmissões Onerosas de Imóveis) Imposto sobre as transmissões onerosas do direito de propriedade

Leia mais

MANUAL DA TRANSFERÊNCIA ELECTRÓNICA DE DADOS

MANUAL DA TRANSFERÊNCIA ELECTRÓNICA DE DADOS MANUAL DA TRANSFERÊNCIA ELECTRÓNICA DE DADOS O relacionamento com os prestadores convencionados tem vindo a sustentar-se na utilização de transferências electrónicas de dados (TED) que permitem alterar

Leia mais

Apresentação novidades

Apresentação novidades 1 Apresentação de Novidades e Alterações Legais Apresentação novidades 2 Apresentação de Novidades e Alterações Legais DL 198/2012 veio alterar o DL 147/2003, a dois níveis: - Ao conteúdo da informação

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO e CONDIÇÕES GENÉRICAS DE VENDA

TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO e CONDIÇÕES GENÉRICAS DE VENDA pág. 1 / 5 TERMOS E CONDIÇÕES DE UTILIZAÇÃO e CONDIÇÕES GENÉRICAS DE VENDA 1. INTRODUÇÃO O site de vendas online www.fitnesshut.pt (adiante designado por site ou loja online) é um site de vendas online

Leia mais

MANUAL DE APOIO AOS DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS

MANUAL DE APOIO AOS DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS MANUAL DE APOIO AOS DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS A prestação de contas é matéria que deve respeitar o quadro normativo em vigor actualmente (consultar nota final deste manual). No POCAL Simplificado,

Leia mais

Interface Web services

Interface Web services Declarações Electrónicas Interface Web services DGCI, 2008/06/18 Objectivo Promover a integração de aplicações remotas com os Web services fornecidos pela DGITA para a submissão de declarações fiscais

Leia mais

OFICIAL DA ORDEM MILITAR DE CRISTO MEDALHA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E BONS SERVIÇOS. Circular n.º 023-A/2014 Portal F.P.T. - Inscrições (Aditamento)

OFICIAL DA ORDEM MILITAR DE CRISTO MEDALHA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E BONS SERVIÇOS. Circular n.º 023-A/2014 Portal F.P.T. - Inscrições (Aditamento) Circular n.º 023-A/2014 Portal F.P.T. - Inscrições (Aditamento) Exmo. Sr. Presidente, A Direcção da F.P.T. tem emitido, ao longo dos últimos meses, diversas Circulares, com o objectivo de ir informando,

Leia mais

Manual do Utilizador do Registo Prévio (Entidades Coletivas e Singulares)

Manual do Utilizador do Registo Prévio (Entidades Coletivas e Singulares) POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL Plataforma eletrónica SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE SEGURANÇA PRIVADA (SIGESP) Manual do Utilizador do Registo Prévio (Entidades Coletivas e Singulares)

Leia mais

VAI COMPRAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE!

VAI COMPRAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! VAI COMPRAR CASA? PRESTE ATENÇÃO AO SEGUINTE! Compra e venda é o contrato pelo qual se transmite a propriedade de uma coisa ou outro direito, mediante um preço Art.º 874.º do Código Civil 1. Legislação

Leia mais

Enunciado de apresentação do projecto

Enunciado de apresentação do projecto Engenharia de Software Sistemas Distribuídos 2 o Semestre de 2009/2010 Enunciado de apresentação do projecto FEARSe Índice 1 Introdução... 2 2 Cenário de Enquadramento... 2 2.1 Requisitos funcionais...

Leia mais

Secretaria-Geral do MAOT

Secretaria-Geral do MAOT Secretaria-Geral do MAOT Paula Vieira 8 Outubro 2010 SIAP 2010 1 IMPLEMENTAÇÃO DE UMA INTRANET SIAP 2010 2 AGENDA Objectivos do projecto Arranque do projecto Implementação do projecto Resultados: - Conteúdos

Leia mais

APOIO AO BENEFICIÁRIO - FEDER - - MAIS CENTRO - GUIA DE SUBMISSÃO ELECTRÓNICA DOS PEDIDOS DE PAGAMENTO

APOIO AO BENEFICIÁRIO - FEDER - - MAIS CENTRO - GUIA DE SUBMISSÃO ELECTRÓNICA DOS PEDIDOS DE PAGAMENTO APOIO AO BENEFICIÁRIO - FEDER - - MAIS CENTRO - GUIA DE SUBMISSÃO ELECTRÓNICA DOS PEDIDOS DE PAGAMENTO GUIA DE PREENCHIMENTO: - SUBMISSÃO ELECTRÓNICA DOS PEDIDOS DE PAGAMENTO - SUBMISSÃO DE CHECK-LIST

Leia mais

Fundo de Segurança Social Resultado do inquérito relativo ao grau de satisfação do serviço do ano 2014. Média do grau de satisfação 4.

Fundo de Segurança Social Resultado do inquérito relativo ao grau de satisfação do serviço do ano 2014. Média do grau de satisfação 4. Fundo de Segurança Social Resultado do inquérito relativo ao grau de satisfação do serviço do ano 2014 1. Breve apresentação do inquérito De acordo com a disposição relativa a Recolha de opiniões dos destinatários

Leia mais

OFICIAL DA ORDEM MILITAR DE CRISTO MEDALHA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E BONS SERVIÇOS CIRCULAR Nº 026/2013. Nova Plataforma Informática FPT

OFICIAL DA ORDEM MILITAR DE CRISTO MEDALHA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E BONS SERVIÇOS CIRCULAR Nº 026/2013. Nova Plataforma Informática FPT CIRCULAR Nº 026/2013 Nova Plataforma Informática FPT Exmo. Sr. Presidente, Relativamente á implementação do novo sistema Informático da FPT e na sequência dos esclarecimentos efectuados durante a Assembleia

Leia mais

BDAP - Sessão de Formação

BDAP - Sessão de Formação Base de Dados de Recursos Humanos da Administração Pública BDAP - Sessão de Formação 1 Agenda (1h:30min) Introdução (DGAP) O que é a BDAP? Planeamento Apresentação dos Cenários de Carregamento da Informação

Leia mais

PME Investe VI. Linha de Crédito Micro e Pequenas Empresas

PME Investe VI. Linha de Crédito Micro e Pequenas Empresas PME Investe VI Linha de Crédito Micro e Pequenas Empresas Objectivos Esta Linha de Crédito visa facilitar o acesso ao crédito por parte das micro e pequenas empresas de todos os sectores de actividade,

Leia mais

IMPOSTOS SOBRE O RENDIMENTO

IMPOSTOS SOBRE O RENDIMENTO hhh IMPOSTOS SOBRE O RENDIMENTO Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS) O Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS) é aplicável quer ao rendimento obtido por entidades residentes

Leia mais

Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil - São Paulo

Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil - São Paulo PROCEDIMENTOS GERAIS PARA O REGISTO DE EMPRESAS EM PORTUGAL As sociedades estrangeiras podem praticar as suas actividades em Portugal através da constituição de uma representação permanente no território

Leia mais

Simplificar as operações de reestruturação empresarial: ajudar as empresas a ultrapassar a crise internacional e a manter postos de trabalho

Simplificar as operações de reestruturação empresarial: ajudar as empresas a ultrapassar a crise internacional e a manter postos de trabalho Simplificar as operações de reestruturação empresarial: ajudar as empresas a ultrapassar a crise internacional e a manter postos de trabalho 14 de Maio de 2009 Perguntas e respostas 1. Quais os objectivos

Leia mais

MANUAL DO CIDADÃO MÓDULO NFSe SEFAM

MANUAL DO CIDADÃO MÓDULO NFSe SEFAM MANUAL DO CIDADÃO MÓDULO NFSe SEFAM Índice Introdução 3 Legislação 4 A quem se destina o Módulo Cidadão SEFAM NFSe 5 Configuração Mínima para acesso ao SEFAM NFSe 6 Como ter acesso ao produto SEFAM NFSe

Leia mais

Registo Nacional de Pessoas Colectivas A Nova Classificação de Actividades Económicas (CAE Rev. 3)

Registo Nacional de Pessoas Colectivas A Nova Classificação de Actividades Económicas (CAE Rev. 3) Registo Nacional de Pessoas Colectivas A Nova Classificação de Actividades Económicas (CAE Rev. 3) Apresentado por: Ana Sommer Ribeiro 23.10.2007 Registo Nacional de Pessoas Colectivas Enquadramento O

Leia mais

HISTÓRICO DE REVISÕES REVISÃO DATA SÍNTESE DA REVISÃO

HISTÓRICO DE REVISÕES REVISÃO DATA SÍNTESE DA REVISÃO HISTÓRICO DE REVISÕES REVISÃO DATA SÍNTESE DA REVISÃO ELABORAÇÃO ASSINATURA APROVAÇÃO ASSINATURA ÍNDICE CAPÍTULO 1. POLÍTICA E ESTRATÉGIA/ÂMBITO... 3 1.1 POLÍTICA E ESTRATÉGIA DA ENTIDADE... 3 1.2 OBJECTIVO

Leia mais

3 A plataforma Moodle do Centro de Competência Softciências

3 A plataforma Moodle do Centro de Competência Softciências 3 A plataforma Moodle do Centro de Competência Softciências Dar a cana para ensinar a pescar (adágio popular) 3.1 O Centro de Competência O Centro de Competência Softciências, instituição activa desde

Leia mais

Plano de Sustentabilidade e Gestão da Segurança Social PSGSS

Plano de Sustentabilidade e Gestão da Segurança Social PSGSS Plano de Sustentabilidade e Gestão da Segurança Social PSGSS Manuel Moreira Coordenador do PSGSS Benguela, 22 e 23 de Maio Agenda Objetivos Gerais Objectivos Estratégicos Estrutura do Projecto Inciativas

Leia mais