MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP"

Transcrição

1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP Alunos apontam melhorias na graduação Aumenta grau de formação dos professores e estudantes mostram que cursos possibilitam mais acesso a computadores, bibliotecas atualizadas e estágios Levantamento realizado a partir das informações prestadas pelos alunos no questionário-pesquisa do Exame Nacional de Cursos, o Provão, constata significativas melhorias nos processos pedagógicos, nas instalações físicas e no quadro de professores dos cursos avaliados. A comparação dos dados informados em 1997 e 1998 com os declarados em 2002 revela que em todas áreas do conhecimento avaliadas nesse período houve avanços, de acordo com a opinião dos participantes. No questionário desse ano, 72% dos estudantes de Jornalismo afirmaram que todos ou a maior parte dos seus professores demonstram domínio atualizado das disciplinas. O mesmo foi respondido por 55% dos participantes do Provão de Em Medicina Veterinária, há cinco anos, 69% dos alunos tinham essa opinião sobre o corpo docente. Agora, o índice foi para 81%. Em relação ao trabalho dos docentes, as respostas dos participantes do Provão mostram um aprimoramento na forma de lecionar. Em 1997, 28% dos formandos de Odontologia informaram que todos ou a maioria dos seus professores apresentaram plano de ensino ao iniciar o período letivo. Este ano, o mesmo foi declarado por 78% dos estudantes. Em Medicina Veterinária, o percentual de alunos que fizeram essa afirmação aumentou de 20% para 72%. Os estudantes identificam também uma melhoria no acesso aos recursos de informática. O percentual de concluintes dos cursos de Direito que declararam que suas instituições disponibilizaram microcomputadores nas atividades pedagógicas passou de 11%, em 1997, para 34% este ano. Em Odontologia, saltou de 6,2% para 59% no mesmo período. Outro aspecto destacado pelos participantes é o acervo atualizado da biblioteca. Em 2002, 29,5% dos formandos de Elétrica assinalaram que a sua instituição possui uma biblioteca atualizada contra 18% registrados em Em Administração, subiu de 24% para 32% o índice dos que classificaram o acerco como atualizado. De acordo com as respostas dos universitários, identifica-se que há um aumento na carga horária do estágio curricular supervisionado. Na área de Administração, 65% dos concluintes de 2002 tiveram, no mínimo, 300 horas de estágio durante o curso, um percentual bem acima dos 39% informados em Em Direito, no mesmo período, o índice de alunos que informaram ter sido ofertado estágio acima de 300 horas passou de 19,5% para 48%.

2 Domínio atualizado, pelos professores, das disciplinas ministradas (resposta: todos ou a maior parte dos professores demonstram) Área Administração 70,9 77,3 Direito 72,2 78,2 Civil 76,4 83,8 Química 69,1 75,2 Medicina Veterinária 69,5 81,0 Odontologia 85,4 91,8 Matemática 78,7 81,1 Jornalismo 55,1 72,2 Letras 77,3 82,4 Elétrica 73,3 79,2 Fonte: DAES/InepP/MEC ENC/2002 Acesso dos alunos aos microcomputadores, conforme as necessidades do curso (resposta: sim, plenamente) Área Administração 25,3 38,4 Direito 11,6 34,4 Civil 31,4 41,1 Química 30,2 42,7 Medicina Veterinária 1,6 45,6 Odontologia 6,2 49,9 Matemática 27,1 27,2 Jornalismo 29,6 42,7 Letras 15,0 25,0 Elétrica 44,0 41,9 Fonte: DAES/Inep/MEC ENC/2002 Carga horária do estágio curricular supervisionado do seu curso (resposta: acima de 300 horas) Área Administração 39,4 64,8 Direito 19,5 47,8 Civil 36,9 36,9 Química 54,3 54,3 Medicina Veterinária 27,2 72,7 Odontologia 44,5 55,1 Matemática 13,9 56,0 Letras 17,2 57,4 Elétrica 39,5 50,3

3 Fonte: DAES/Inep/MEC ENC/2002 Aumenta grau de formação dos professores Um dos principais impactos do Provão tem sido na melhoria da formação do corpo docente. Levantamento elaborado a partir de informações prestadas pelas coordenações dos cursos avaliados revela que em quase todas as áreas avaliadas pelo Exame há um expressivo crescimento do índice mestres e ores em relação ao conjunto de professores. A evolução anual dos índices de professores com pós-graduação nos cursos de Administração, por exemplo, indica o efeito do Provão sobre o ensino no País. Em 1996, quando essa área foi avaliada pela primeira vez, 33% dos docentes tinham o mestrado ou orado. No ano seguinte, o percentual subiu para 34% e 38% em Em 1999, chegou a 42%, saltou para 44% em 2000 e 47% em Este ano, a maioria (51%) já tem o título de mestre ou or. O mesmo foi identificado nas outras duas áreas avaliadas no primeiro ano do Provão. Segundo os dados deste ano, 41% dos professores de Direito têm o título de mestre ou or contra índice de 24% registrado em Em Civil, onde há seis anos a maioria (51%) dos docentes tinha concluído a pósgraduação, melhorou ainda mais a qualificação. Agora, eles representam 66% do total. Das 24 áreas avaliadas no Provão, apenas em duas a participação dos professores com pós-graduação ainda não é majoritária. Além de Direito, no conjunto dos cursos de Ciência Contábeis, 35% são mestres ou ores. Em 16 áreas, mais de 60% dos docentes têm mestrado ou orado, sendo que em Agronomia eles chegam a 81% do total. A partir desses indicadores, segundo relatório do Provão de 2002, pode-se afirmar que o sistema de avaliação cumpriu seu objetivo de gerar importante mobilização em busca da qualidade, contribuindo para desencadear significativas reformulações nos cursos de graduação, com vista a melhorar a formação que oferecem. De acordo com o texto, à medida que se alcança uma compreensão cada vez mais ampla do processo, com a clareza de todas as etapas que o envolvem e com a percepção da sua globalidade, o impacto da avaliação atinge maior extensão, contribuindo para produzir as transformações desejadas no ensino de graduação.

4 Total de docentes e percentual daqueles com pós-graduação strito sensu nos cursos que participaram do ENC de 1996 a Área Nº Nº Nº Nº Nº Nº Nº Administraçã o , , , , , , ,7 Direito , , , , , , ,6 Civil , , , , , , ,8 Química , , , , , ,1 Medicina Veterinária , , , , , ,4 Odontologia , , , , , ,0 Matemática , , , , ,9 Jornalismo , , , , ,0 Letras , , , , ,7 Elétrica , , , , ,1 Mecânica , , , ,9 Medicina , , , ,3 Economia , , , ,3 Física , , ,4 Química , , ,0 Biologia , , ,8 Agronomia , , ,1 Psicologia , , ,6 Farmácia , ,5 Pedagogia , ,8 Arquiterura e Urbanismo ,5 Ciências Contábeis ,8 Enfermagem ,3 História ,0 Fonte: DAES/Inep/MEC ENC/2002 Estudantes acessam mais a Internet e procuram cursos de idiomas

5 Além de freqüentarem cursos com melhor qualidade, os estudantes também estão aprimorando os seus conhecimentos. As informações do questionáriopesquisa do Provão revelam que os alunos acessam cada vez mais Internet e procuram fazer cursos de idiomas. A comparação dos dados, em diferentes períodos da avaliação, mostram uma acentuada elevação no índice de estudantes que declararam ter domínio da língua inglesa. Neste ano, 42% dos formandos dos cursos de Direito afirmaram que lêem e escrevem em inglês. Em 1998, essa mesma afirmação foi de 30% dos participantes. Em Jornalismo, o índice sobe de 44% para 58%. Pelos números, constata-se um evidente aumento de acesso à Internet. Cinco anos atrás, 34% dos formandos de Administração assinalaram que nunca tiveram oportunidade de acessar a Internet. O índice caiu para 1% em Dos alunos de Civil que participaram do Provão de 1998, 27% disseram que nunca haviam acessado à Internet. Agora, o mesmo foi dito por apenas 1%. Metade dos participantes conclui curso com até 24 anos Entre os graduandos que participaram do Provão, a faixa de até 24 anos é a que concentra maior percentual: 50% do total geral seguida pela faixa de 25 a 29 anos, com 21%. Na faixa dos 30 a 34 anos está o menor número de estudantes (11%). A faixa dos alunos que têm mais de 35 anos responde por 18% dos presentes ao Provão 2002, no entanto, esta faixa etária é a que apresentou o maior aumento no último ano. Na faixa de até 24 anos, os maiores percentuais estão nas áreas de Odontologia (88,5%), Farmácia (81%) e Medicina Veterinária (78%). Os alunos com mais de 35 anos concentram-se em Pedagogia (39%), Letras (22%) e Matemática (21%). Em relação ao gênero, no Provão deste ano, as mulheres somam 66% do total de graduandos presentes. No ano passado esse índice era de 63%. Em algumas áreas a participação feminina é ainda maior, como Pedagogia (94,5%), Psicologia (89%) e Enfermagem (89%). Inversamente, estudantes do sexo masculino predominam nos cursos de Mecânica (95,5%), Elétrica (90%), Civil (75%), Física (72,5%) e Agronomia (71%). Respostas Dos graduandos presentes ao Exame deste ano, 98,2% responderam às provas e apenas 1,8% as deixaram em branco. O índice é praticamente igual ao ano anterior, quando esse percentual foi de 1,6%. Em 11 das 24 áreas avaliadas a taxa de prova em branco é inferior a 1%. Os menores percentuais foram observados nas áreas de Administração, Ciências Contábeis e Odontologia (com 0,1% cada) e de Medicina Veterinária e Química (com 0,2% cada). Os mais altos percentuais foram registrados em Jornalismo, Física e História, com 16,2%, 10,5% e 8,6%, respectivamente. No entanto, na área de Jornalismo em relação aos dados de 2001, quando o percentual de provas em branco foi de 22,7%, houve uma sensível queda no número de provas em branco.

6 Pedagogia tem a maior participação de formandos O Provão 2002 teve a participação de cursos de 24 áreas, um aumento de 35,9 % em relação ao ano passado. A área com o maior número de cursos avaliados foi Administração, com 614 cursos, seguida por Pedagogia, com 606, e Letras, com 472. As áreas com menor número de cursos foram Química e Agronomia, a primeira com 51 cursos e a segunda com 74. Em relação ao número de graduandos, Pedagogia também possui o maior número, com participantes presentes ao Exame. Em seguida está o curso de Direito, com estudantes. A área que teve o menor contingente de presentes foi Química, com e Física, com Regiões A maior concentração de cursos que participaram do Provão está na região Sudeste, com cursos correspondentes a 46,6% do total nacional. A região Norte, com 271 cursos (5,4%) têm a menor participação. Ao considerar o número de participantes, a região Sudeste também lidera, com , o que significa 54% do total do País. A região Norte contou com o menor número de participantes, (3,9%). O maior contingente de cursos de 13 áreas avaliados no Provão é mantido por instituições privadas e as outras 11 áreas têm mais cursos na rede pública. Em relação à organização acadêmica, a maior concentração dos cursos que participaram do Provão 2002 é de universidades, cursos, que correspondem a 64,3% do total. O menor contingente de cursos, 16, é oferecido por centros de educação tecnológica. Os centros universitários respondem por 449 cursos avaliados (8,9%). Fonoaudiologia e Geografia integram avaliação de 2003 A partir do próximo ano, o Provão também irá avaliar cerca de 100 cursos de Fonoaudiologia e 440 de Geografia. Com a inclusão dessas duas carreiras, o Exame de 2003 deverá ter a participação de mais de 6,5 mil cursos, com 470 mil formandos. No ano que vem, o Provão continuará avaliando os cursos das áreas de Administração, Agronomia, Arquitetura e Urbanismo, Biologia, Ciências Contábeis, Direito, Economia, Enfermagem, Civil, Elétrica, Mecânica, Química, Farmácia, Física, História, Jornalismo, Letras, Matemática, Medicina, Medicina Veterinária, Odontologia, Pedagogia, Psicologia e Química. A inclusão dos cursos de Geografia no Exame amplia o processo de aferição da qualidade dos cursos ligados à formação de professores. No Provão deste ano foram avaliadas sete áreas responsáveis pela formação de grande parte dos docentes da Educação básica e o objetivo é abranger todas as licenciaturas. Sobre a avaliação da área de Fonoaudiologia, faz parte da estratégia do Exame a inclusão, a cada ano, de cursos que colocam no mercado de trabalho os profissionais da área de saúde. Além disso, houve solicitações por parte das associações e conselhos de Fonoaudiologia para que os cursos fossem avaliados. Cronograma das avaliações:

7 Provão: 20 de dezembro: divulgação dos conteúdos e habilidades a serem avaliadas em de março: término das inscrições 8 de junho: aplicação da prova 2003 Avaliação das Condições de Ensino/Avaliação Institucional 27 de janeiro: avaliação do trabalho realizado em de fevereiro: início do processo de capacitação dos avaliadores para 3 de março: início da avaliação in loco

NOTAS MÍNIMAS NO ENEM 2012, ENTRE OS CANDIDATOS CONVOCADOS, CONSIDERANDO ATÉ A ÚLTIMA CHAMADA.

NOTAS MÍNIMAS NO ENEM 2012, ENTRE OS CANDIDATOS CONVOCADOS, CONSIDERANDO ATÉ A ÚLTIMA CHAMADA. Administração Matutino Administração Noturno Agronomia Biomedicina A. C. 656.01 A 1 582.98 A 2 623.08 A. C. 630.01 A 1 595.10 A 2 633.89 A 3 451.66 A. C. 582.74 A 1 591.39 A 2 577.87 A 3 506.48 A. C. 629.86

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Janeiro de 2011

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Janeiro de 2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2009 Janeiro de 2011 PRINCIPAIS RESULTADOS - CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR GRADUAÇÃO

Leia mais

Ministério da Educação Censo da Educação Superior 2012

Ministério da Educação Censo da Educação Superior 2012 Ministério da Educação Censo da Educação Superior 2012 Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Educação Quadro Resumo- Estatísticas Gerais da Educação Superior por Categoria Administrativa - - 2012 Categoria

Leia mais

Universidade Federal de Alagoas - UFAL Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Processo Seletivo Seriado UFAL 2008

Universidade Federal de Alagoas - UFAL Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Processo Seletivo Seriado UFAL 2008 NÃO COTISTAS 001 - ADMINISTRAÇÃO - ARAPIRACA 554,182 625,493 013 - ADMINISTRAÇÃO DIURNO - MACEIÓ 539,781 659,113 063 - ADMINISTRAÇÃO NOTURNO - MACEIÓ 501,367 588,832 030 - AGRONOMIA - ARAPIRACA 529,170

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo da Educação Superior 2013

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo da Educação Superior 2013 Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Censo da Educação Superior 2013 Quadro Resumo- Estatísticas gerais da Educação Superior, por Categoria Administrativa-

Leia mais

Maior nota - 1º chamada - 2014 CAMPUS CUIABÁ

Maior nota - 1º chamada - 2014 CAMPUS CUIABÁ Maior - 1º chamada - 2014 CAMPUS CUIABÁ Maior Ampla - Maior L1 - Maior L2 - Maior L3 - Maior L4 - Maior ADMINISTRAÇÃO - BACHARELADO - MATUTINO 715.18 715.18 630.48 633.62 676.6 689.66 ADMINISTRAÇÃO - BACHARELADO

Leia mais

PONTUAÇÃO MÁXIMA E MÍNIMA DOS CANDIDATOS CONVOCADOS PARA A 2ª FASE

PONTUAÇÃO MÁXIMA E MÍNIMA DOS CANDIDATOS CONVOCADOS PARA A 2ª FASE PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR - ª FASE / // PONTUAÇÃO MÁXIMA E MÍNIMA DOS CANDIDATOS CONVOCADOS PARA A ª FASE ª Fase ª Fase ª Fase ADMINISTRAÇÃO (MATUTINO),,,,,, ADMINISTRAÇÃO (NOTURNO),,,,,, AGRONOMIA

Leia mais

Universidade Federal de Alagoas - UFAL Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD PROCESSO SELETIVO SERIADO UNIFICADO 2010

Universidade Federal de Alagoas - UFAL Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD PROCESSO SELETIVO SERIADO UNIFICADO 2010 NÃO COTISTAS 001 - ADMINISTRAÇÃO - ARAPIRACA 547,388 627,513 013 - ADMINISTRAÇÃO DIURNO - MACEIÓ 515,584 612,794 063 - ADMINISTRAÇÃO NOTURNO - MACEIÓ 490,187 593,592 030 - AGRONOMIA - ARAPIRACA 533,820

Leia mais

ENADE 2004/2013. Guia para o registro da situação do aluno no histórico escolar. Pró-Reitoria de Ensino

ENADE 2004/2013. Guia para o registro da situação do aluno no histórico escolar. Pró-Reitoria de Ensino ENADE Guia para o registro da situação do aluno no histórico escolar Pró-Reitoria de Ensino 2004/2013 Paulo César Pereira Reitor Diretoria Executiva José Sérgio Sarmento Garcia Pró-Reitoria de Administração

Leia mais

Tabela de vagas disponíveis para lista de espera/chamada pública do SiSU UFRGS

Tabela de vagas disponíveis para lista de espera/chamada pública do SiSU UFRGS Tabela de vagas disponíveis para lista de espera/chamada pública do SiSU UFRGS Periodo Curso NrVagasUni NrVagasL3 NrVagasL4 2015_1 ADMINISTRAÇÃO - Bacharelado - (Integral) 8 0 0 2015_2 ADMINISTRAÇÃO -

Leia mais

CAMPUS A. C. SIMÕES ADMINISTRAÇÃO 13203 Matutino Bacharelado Ampla Concorrência 3

CAMPUS A. C. SIMÕES ADMINISTRAÇÃO 13203 Matutino Bacharelado Ampla Concorrência 3 CAMPUS CURSO CÓDIGO IES CURSO TURNO DESCRICAO FORMACAO ACAO AFIRMATIVA VAGAS RESTANTES ADMINISTRAÇÃO 13203 Matutino Bacharelado Ampla Concorrência 3 ADMINISTRAÇÃO 13203 Matutino Bacharelado ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

CAMPUS A. C. SIMÕES / CURSOS

CAMPUS A. C. SIMÕES / CURSOS CAMPUS A. C. SIMÕES / CURSOS % de Administração Bacharelado - Administração Bacharelado - Agronomia Bacharelado- Bacharelado - Bacharelado - Biblioteconomia Bacharelado - Bacharelado - Bacharelado - Ciências

Leia mais

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE. Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE. Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011 Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011 SOBRE O ENADE O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes -

Leia mais

A TRAJETÓRIA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO NA ÁREA DA SAÚDE

A TRAJETÓRIA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO NA ÁREA DA SAÚDE A TRAJETÓRIA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO NA ÁREA DA SAÚDE Ministro da Saúde José Saraiva Felipe Ministro da Educação Fernando Haddad Objetivo apresentar a Trajetória dos Cursos de Graduação na Área da Saúde;

Leia mais

Foz do Iguaçu PR Novembro de 2013. Willians Kaizer dos Santos Maciel Coordenador de Indicadores e Controle de Qualidade da Educação Superior Inep/MEC

Foz do Iguaçu PR Novembro de 2013. Willians Kaizer dos Santos Maciel Coordenador de Indicadores e Controle de Qualidade da Educação Superior Inep/MEC Foz do Iguaçu PR Novembro de 2013 Willians Kaizer dos Santos Maciel Coordenador de Indicadores e Controle de Qualidade da Educação Superior Inep/MEC Renan Carlos Dourado Técnico em Informações Educacionais

Leia mais

SISU/UFMG 2ª EDIÇÃO DE 2015 Máximos e Mínimos por Curso/Modalidade

SISU/UFMG 2ª EDIÇÃO DE 2015 Máximos e Mínimos por Curso/Modalidade UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Registro Discente Departamento de Registro e Controle Acadêmico SISU/UFMG 2ª EDIÇÃO DE 2015 Máximos e Mínimos por Curso/Modalidade 1ª Chamada Regular Informações geradas

Leia mais

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2010

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2010 CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2010 Divulgação dos principais resultados Censo da Educação Superior 2010 Outubro de 2011 Estatísticas Básicas de Graduação (presencial e a distância) e Pós-Graduação por Categoria

Leia mais

Câmpus Darcy Ribeiro Curso Grau Turno Vagas

Câmpus Darcy Ribeiro Curso Grau Turno Vagas Universidade de Brasília (UnB) Câmpus Darcy Ribeiro BIOLÓGICAS SOCIAIS SOCIAL FILOSOFIA FÍSICA GEOGRAFIA HISTÓRIA LETRAS LÍNGUA PORTUGUESA LETRAS FRANCÊS LETRAS INGLÊS MATEMÁTICA PSICOLOGIA Integral (Mat/Vesp)

Leia mais

COMPROV UFCG Manual do Candidato Vestibular 2013

COMPROV UFCG Manual do Candidato Vestibular 2013 Dos Cursos Oferecidos Os Cursos de Graduação oferecidos pela UFCG têm funcionamento nos turnos: Matutino M (aulas pela manhã), Vespertino T (aulas à tarde), Noturno N (aulas à noite) e Diurno D (aulas

Leia mais

RESUMO DAS VAGAS OFERECIDAS AO SISU PARA INGRESSO NO 1º SEMESTRE DE 2015

RESUMO DAS VAGAS OFERECIDAS AO SISU PARA INGRESSO NO 1º SEMESTRE DE 2015 CAMPO GRANDE/Campo Grande-MS 15830 Administração (Bacharelado) 60 37,5% Integral 315830 Administração (Bacharelado) 60 37,5% Noturno 1128367 Alimentos (Tecnológico) 40 37,5% Noturno 18387 Análise de Sistemas

Leia mais

O panorama do mercado educativo em saúde no Brasil

O panorama do mercado educativo em saúde no Brasil Indicadores das Graduações em Saúde Estação de Trabalho IMS/UERJ do ObservaRH O panorama do mercado educativo em saúde no Brasil Como consequência de políticas governamentais implementadas com o objetivo

Leia mais

Tecnológicos Corpo docente Atendimento especial Licenciaturas Educação a distância Graduações mais procuradas -

Tecnológicos Corpo docente Atendimento especial Licenciaturas Educação a distância Graduações mais procuradas - Matrículas no ensino superior crescem 3,8% Texto-síntese do portal no INEP (http://portal.inep.gov.br/visualizar/-/asset_publisher/6ahj/content/matriculas-no-ensino-superior-crescem-3-8? redirect=http%3a%2f%2fportal.inep.gov.br%2f)

Leia mais

UFRGS Concurso Vestibular 2009. Número de Candidatos por Curso em 1ª Opção

UFRGS Concurso Vestibular 2009. Número de Candidatos por Curso em 1ª Opção UFRGS Concurso Vestibular 2009 Número de Candidatos por Curso em 1ª Opção Código Nome do Curso Candidatos Vagas Densidade 01 Administração - Diurno 708 80 8,85 Acesso Universal 479 56 Ensino Público 206

Leia mais

INSCRIÇÃO DE ESTUDANTES IRREGULARES

INSCRIÇÃO DE ESTUDANTES IRREGULARES 2013 INSCRIÇÃO DE ESTUDANTES IRREGULARES Este documento visa orientar as ações para a inscrição de estudantes irregulares no de anos anteriores e esclarecer as dúvidas que possam aparecer durante o processo

Leia mais

Universidade Federal de Alagoas Processo Seletivo UFAL 2013 - Sisu 2013.1 Quantidade de Inscritos por curso (Maior para Menor)

Universidade Federal de Alagoas Processo Seletivo UFAL 2013 - Sisu 2013.1 Quantidade de Inscritos por curso (Maior para Menor) CAMPUS A. C. SIMÕES MEDICINA Integral Bacharelado 6283 CAMPUS A. C. SIMÕES DIREITO Matutino Bacharelado 3659 CAMPUS A. C. SIMÕES SERVIÇO SOCIAL Noturno Bacharelado 3621 CAMPUS A. C. SIMÕES PEDAGOGIA Noturno

Leia mais

RESUMO DAS VAGAS OFERECIDAS AO SISU PARA INGRESSO NO 1º SEMESTRE DE 2014

RESUMO DAS VAGAS OFERECIDAS AO SISU PARA INGRESSO NO 1º SEMESTRE DE 2014 CAMPO GRANDE/Campo Grande-MS 15830 Administração (Bacharelado) 60 25,0% Integral 315830 Administração (Bacharelado) 60 25,0% Noturno 1128367 Alimentos (Tecnológico) 40 25,0% Noturno 18387 Análise de Sistemas

Leia mais

Pontos de corte do SiSU 2014 1ª chamada

Pontos de corte do SiSU 2014 1ª chamada COORDENADORIA DE ASSUNTOS E REGISTROS ACADÊMICOS - CDARA CAMPUS UNIVERSITÁRIO - MARTELOS - JUIZ DE FORA - MG CEP 36036-900 TEL. (32)2102-3733 FAX (32) 2102-3732 e-mail: cdara@ufjf.edu.br Pontos de corte

Leia mais

CURSOS DE GRADUAÇÃO - SITUAÇÃO LEGAL 19/12/2013. Avaliação in loco 4

CURSOS DE GRADUAÇÃO - SITUAÇÃO LEGAL 19/12/2013. Avaliação in loco 4 Administração s Arquitetura e Urbanismo Artes Cênicas - Licenciatura Ciências Biológicas Ciências Contábeis Ciência da Computação Ciências Econômicas Direito Educação Física Licenciatura Educação Física

Leia mais

64 Ampla 600,08 619,68 633,04 637,28 644,26. 6 Cota Masculina 586,00 595,74 612,44 617,84 625,96

64 Ampla 600,08 619,68 633,04 637,28 644,26. 6 Cota Masculina 586,00 595,74 612,44 617,84 625,96 ANÁLISE DIÁRIA DOS PONTOS DE CORTE DOS CURSOS DA UFAL - SISU 2012.1 CAMPUS A. C. SIMÕES (Maceió, AL) Pontos de corte - 7 a 12/1/2012 CURSO GRAU TURNO 64 Ampla 600,08 619,68 633,04 637,28 644,26 ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

UnB adota SiSU como forma de ingresso

UnB adota SiSU como forma de ingresso UnB adota SiSU como forma de ingresso No total, 88 cursos de graduação foram ofertados. Medicina foi o mais concorrido do País Neste ano, a Universidade de Brasília (UnB) adotou, pela primeira vez, ao

Leia mais

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL. Reconhecida pela Portaria Ministerial nº 681, de 07/12/89. e publicada no D.O.U em 11/12/89, Seção I, p.22.

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL. Reconhecida pela Portaria Ministerial nº 681, de 07/12/89. e publicada no D.O.U em 11/12/89, Seção I, p.22. UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL Reconhecida pela Portaria Ministerial nº 681, de 07/12/89 e publicada no D.O.U em 11/12/89, Seção I, p.22.684 EDITAL PARA INGRESSO EXTRAVESTIBULAR 1º Semestre/2016 O Reitor

Leia mais

RELAÇÃO DAS PONTUAÇÕES MÁXIMAS E MÍNIMAS, POR CURSO, DA 2ª EDIÇÃO DO SISU/UFMG

RELAÇÃO DAS PONTUAÇÕES MÁXIMAS E MÍNIMAS, POR CURSO, DA 2ª EDIÇÃO DO SISU/UFMG SISU/UFMG 2014 Campus Belo Horizonte ADMINISTRACAO AQUACULTURA ARQUITETURA E URBANISMO ARQUITETURA E URBANISMO BIBLIOTECONOMIA BIOMEDICINA CIENCIA DA COMPUTACAO CIENCIAS BIOLÓGICAS (Licenciatura) 1 666,72

Leia mais

Pontos de corte do SiSU 2015 1ª edição Chamada Única

Pontos de corte do SiSU 2015 1ª edição Chamada Única COORDENADORIA DE ASSUNTOS E REGISTROS ACADÊMICOS - CDARA CAMPUS UNIVERSITÁRIO - MARTELOS - JUIZ DE FORA - MG CEP 36036-900 TEL. (32)2102-3733 FAX (32) 2102-3732 e-mail: cdara@ufjf.edu.br Pontos de corte

Leia mais

UFRGS Concurso Vestibular 2011. Quadro de Lotação dos Candidatos em 1ª Opção

UFRGS Concurso Vestibular 2011. Quadro de Lotação dos Candidatos em 1ª Opção UFRGS Concurso Vestibular 2011 Quadro de Lotação dos Candidatos em 1ª Opção Código Nome do Curso Vagas Médias Ofer Ocup Primeiro Último 01 Administração - Diurno Acesso Universal 56 56 711,68 572,40 Ensino

Leia mais

EXAME NACIONAL DE CURSOS Relatório-Síntese 2000. Anexo. Matemática

EXAME NACIONAL DE CURSOS Relatório-Síntese 2000. Anexo. Matemática EXAME NACIONAL DE CURSOS Relatório-Síntese 2000 Anexo Matemática Tiragem: 400 exemplares MEC Esplanada dos Ministérios, Bloco L, Anexo II, 4 o andar, sala 409 CEP 70047-900 Brasília-DF Fone: (61) 321-4312

Leia mais

POR DENTRO DO ENADE CURSO DE CAPACITAÇÃO 2014. Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG

POR DENTRO DO ENADE CURSO DE CAPACITAÇÃO 2014. Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG POR DENTRO DO ENADE CURSO DE CAPACITAÇÃO 2014 Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG Avaliação Institucional Processos de avaliação institucional Interna Relatórios da CPA Externa

Leia mais

Universidade Federal de Santa Catarina - Código e-mec: 585. Cursos de Graduação

Universidade Federal de Santa Catarina - Código e-mec: 585. Cursos de Graduação Universidade Federal de Santa Catarina - Código e-mec: 585 Cursos de Graduação Curso Grau Campus Código e-mec Administração Bacharelado Florianópolis 14213 Agronomia Bacharelado Florianópolis 14214 Agronomia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE NÚCLEO PERMANENTE DE CONCURSOS VESTIBULAR 2013 DEMANDA PARCIAL DE CANDIDATOS INSCRITOS POR CURSO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE NÚCLEO PERMANENTE DE CONCURSOS VESTIBULAR 2013 DEMANDA PARCIAL DE CANDIDATOS INSCRITOS POR CURSO Natal Humanística I ADMINISTRAÇÃO - M - BACHARELADO 50 438 8,76 Natal Humanística I ADMINISTRAÇÃO - N - BACHARELADO 50 424 8,48 Natal Humanística I CIÊNCIAS CONTÁBEIS - M - BACHARELADO 45 285 6,33 Natal

Leia mais

EP2A - Ensino Médio em escola pública, autodeclarado preto, pardo e indígena. EP1 - Ensino Médio em escola pública, cota social

EP2A - Ensino Médio em escola pública, autodeclarado preto, pardo e indígena. EP1 - Ensino Médio em escola pública, cota social Curso: 3004 - ADMINISTRAÇÃO - Bacharelado - SILVEIRA MARTINS 3 6 6 7 0,86 1 5 0,20 6 7 0,86 62 2,77 Curso: 501 - ADMINISTRAÇÃO - Diurno 10 6 1,67 48 7 6,86 5 5 54 7 7,71 222 1 Curso: 2004 - ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM PROGRAD - COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR CONCURSO VESTIBULAR UFSM 2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM PROGRAD - COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR CONCURSO VESTIBULAR UFSM 2013 - Cota Curso: 3004 - ADMINISTRAÇÃO - Bacharelado - SILVEIRA MARTINS Curso: 501 - ADMINISTRAÇÃO - Diurno Curso: 2004 - ADMINISTRAÇÃO - Diurno - CESNORS - P.M. Curso: 515 - ADMINISTRAÇÃO - Noturno Curso:

Leia mais

EP2A - Ensino Médio em escola pública, autodeclarado preto, pardo e indígena. EP2 - Ensino Médio em escola pública Cota B - Necessidades Especiais

EP2A - Ensino Médio em escola pública, autodeclarado preto, pardo e indígena. EP2 - Ensino Médio em escola pública Cota B - Necessidades Especiais Curso: 3004 - ADMINISTRAÇÃO - Bacharelado - SILVEIRA MARTINS Curso: 501 - ADMINISTRAÇÃO - Diurno 1 4 0,25 10 5 17 31 0,55 12 4 76 5 15,20 12 4 57 4 14,25 211 6,84 Curso: 2004 - ADMINISTRAÇÃO - Diurno -

Leia mais

UnB Notas de Corte Sisu 2014 na Universidade de Brasília Janeiro 2014 Notas de Câmpus Curso Turno Disputa Corte

UnB Notas de Corte Sisu 2014 na Universidade de Brasília Janeiro 2014 Notas de Câmpus Curso Turno Disputa Corte UnB Notas de Corte Sisu 2014 na Universidade de Janeiro 2014 Notas de Câmpus Curso Turno Disputa Corte Gama Abi Engenharia Int Esc. pública, 1,5 SM 676,6 Gama Abi Engenharia Int Cota Racial UnB 682,72

Leia mais

A PUCRS oferece a possibilidade de ingresso extravestibular nos cursos de graduação através de transferência a partir de 17 de setembro de 2015.

A PUCRS oferece a possibilidade de ingresso extravestibular nos cursos de graduação através de transferência a partir de 17 de setembro de 2015. Ingresso Extravestibular 2016/1 - Transferência A PUCRS oferece a possibilidade de ingresso extravestibular nos cursos de graduação através de transferência a partir de 17 de setembro de 2015. Não serão

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM PROGRAD - COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR CONCURSO VESTIBULAR UFSM 2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - UFSM PROGRAD - COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR CONCURSO VESTIBULAR UFSM 2014 - Cota Curso: 3004 - ADMINISTRAÇÃO - Bacharelado - SILVEIRA MARTINS Curso: 501 - ADMINISTRAÇÃO - Diurno Curso: 2004 - ADMINISTRAÇÃO - Diurno - CESNORS - P.M. Curso: 515 - ADMINISTRAÇÃO - Noturno Curso:

Leia mais

Cadastro de denominações consolidadas para Cursos de Graduação (bacharelado e licenciatura) do Ministério da Educação

Cadastro de denominações consolidadas para Cursos de Graduação (bacharelado e licenciatura) do Ministério da Educação Cadastro de denominações consolidadas para Cursos de Graduação (bacharelado e licenciatura) do Ministério da Educação Justificativa Desde a edição da nova LDB (Lei nº 9.394/1996), promulgada em decorrência

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2015 EDITAL

PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2015 EDITAL U N I V E R S I D A D E D E P A S S O F U N D O V i c e - R e i t o r i a d e G r a d u a ç ã o S e c r e t a r i a G e r a l d o s C u r s o s Campus I Rodovia BR 285 Km 292,7 - Bairro São José CEP 99052-900

Leia mais

ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012). ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012).

ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012). ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012). UFAL / SiSU 2014.1 Página 1 de 15 ANÁLISE DIÁRIA DOS PONTOS DE CORTE DOS CURSOS DA UFAL - SISU 2014.1 Dados atualizados em 10/1/2014-14h00 LEGENDA AMPLA DEMAIS VAGAS (Ampla concorrência) PPI 1,5 Candidatos

Leia mais

Câmpus Darcy Ribeiro Curso Grau Turno Vagas Notas de corte em 20/1/2015, às 0h. Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp)

Câmpus Darcy Ribeiro Curso Grau Turno Vagas Notas de corte em 20/1/2015, às 0h. Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Integral (Mat/Vesp) Universidade de Brasília (UnB) Câmpus Darcy Ribeiro Curso Grau Turno Vagas Notas de corte em 20/1/2015, BIOLÓGICAS 20 699,92 SOCIAIS 45 669,57 COMUNICAÇÃO SOCIAL 33 713,05 FILOSOFIA 20 643,51 FÍSICA 18

Leia mais

UFBA INGRESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO PELO ENEM /SISU ANO: 2014

UFBA INGRESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO PELO ENEM /SISU ANO: 2014 UFBA INGRESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO PELO ENEM /SISU ANO: 2014 LEGENDA: Categoria / Cotas Am: Candidatos pretos/pardos/índios de escola pública e renda familiar igual ou inferior a 1,5 salário mínimo.

Leia mais

PÁGINA 1. Janeiro 2014 Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab. Fevereiro 2014 Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab

PÁGINA 1. Janeiro 2014 Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab. Fevereiro 2014 Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO / PRÓ-REITORIA DE PESQ. E PÓS-GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE REGISTRO E CONTROLE ACADÊMICO CALENDÁRIO UNIVERSITÁRIO 2014 Janeiro 2014 1 2 3

Leia mais

Educação e Empregabilidade

Educação e Empregabilidade Seminário sobre: Educação e Empregabilidade Exame Nacional de Cursos 4 de maio de 2000 São Paulo - SP Maria Helena Guimarães de Castro Presidente do INEP O que é o Provão? Um mecanismo de avaliação externa

Leia mais

EDITAL 05/2012 TRANSFERÊNCIA EXTERNA

EDITAL 05/2012 TRANSFERÊNCIA EXTERNA EDITAL 05/2012 TRANSFERÊNCIA EXTERNA 1. INSCRIÇÃO 1.1 Somente poderão inscrever-se no processo de transferência candidatos que tenham vinculação em Curso de Instituição de Ensino Superior. 1.1.1 O curso

Leia mais

EGRESSOS AGOSTO DE 2015 Levantamento de 2008 a 2014. Fonte CPD Agosto 2015

EGRESSOS AGOSTO DE 2015 Levantamento de 2008 a 2014. Fonte CPD Agosto 2015 EGRESSOS AGOSTO DE 2015 Levantamento de 2008 a 2014 Fonte CPD Agosto 2015 EGRESSOS 2015 (INGRESSANTES 2008) CURSO A B C D UNIVERSAL TOTAL Administração Diurno - - 6-26 32 Administração Noturno - - 3-7

Leia mais

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL (UNIR)- PERFIL - TECNICOS, SUPERVISORES, TUTORES (EAD)

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL (UNIR)- PERFIL - TECNICOS, SUPERVISORES, TUTORES (EAD) AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL (UNIR)- PERFIL - TECNICOS, SUPERVISORES, TUTORES (EAD) Por favor, continue respondendo. A seguir, breves questões relacionados ao seu perfil. Agradecemos a atenção as questões que

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO PROCESSO SELETIVO 2014-1 Relação Candidato/Vagas (C/V)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO PROCESSO SELETIVO 2014-1 Relação Candidato/Vagas (C/V) A105 Agronomia (bacharelado) integral Goiânia 35 588 16,8 A110 Ciências da Computação (bacharelado) integral Goiânia 20 210 10,5 A115 Engenharia de Alimentos (bacharelado) integral Goiânia 30 180 6 A120

Leia mais

Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES/INEP Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e IES

Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES/INEP Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e IES Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES/INEP Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e IES EDUCAÇÃO SUPERIOR BRASILEIRA ALGUNS INDICADORES¹ 2.314 IES 245 públicas (10,6%) e 2.069

Leia mais

ORDE M Campus Curso Turno Formação Amp.Con AC c.

ORDE M Campus Curso Turno Formação Amp.Con AC c. Nota de corte ordenada por ampla concorrência ORDE M Campus Curso Turno Formação Amp.Con AC c. CUIABÁ MEDICINA Integral o 1 7.7 CUIABÁ ENGENHARIA CIVIL Integral o 731.3 CUIABÁ DIREITO Matutino o 3 73.5

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PATY DO ALFERES - RJ CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N o 01/2015 ANEXO I

PREFEITURA MUNICIPAL DE PATY DO ALFERES - RJ CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N o 01/2015 ANEXO I (ESCOLARIDA/ FORMAÇÃO) NÍVEL SUPERIOR 001 ADVOGADO 002 ASSISTENTE SOCIAL Curso de Nível Superior em Direito, acrescido de habilitação legal para o exercício da profissão. Curso de Nível Superior em Serviço

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira RESUMO TÉCNICO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR DE 2009

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira RESUMO TÉCNICO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR DE 2009 Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira RESUMO TÉCNICO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR DE 2009 Brasília DF 2010 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 5 PROCESSO DE COLETA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO DA UFG PROCESSO SELETIVO 2013-1

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO DA UFG PROCESSO SELETIVO 2013-1 A105 Agronomia (bacharelado) Goiânia 56 8,86 A110 Ciências da Computação (bacharelado) Goiânia 32 5,72 A115 Engenharia de Alimentos (bacharelado) Goiânia 48 3,92 A120 Engenharia Civil (bacharelado) Goiânia

Leia mais

A - Sistema Cidadão Presente A - afro - brasileiros B - Sistema Cidadão Presente B - necessidades especiais

A - Sistema Cidadão Presente A - afro - brasileiros B - Sistema Cidadão Presente B - necessidades especiais Curso: 2005 - ADMINISTRACAO (Noturno) - CESNORS 4 5 0,80 91 9 10,11 123 28 4,39 Curso: 501 - ADMINISTRACAO - Bacharelado (Diurno) 11 5 2,20 72 8 9,00 145 5,64 Curso: 515 - ADMINISTRACAO - Bacharelado (Noturno)

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO PROCESSO SELETIVO 2011 1 EDITAL N. 066/2010

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO PROCESSO SELETIVO 2011 1 EDITAL N. 066/2010 Página 1 de 6 Goiânia A302 Administração (bacharelado) 50 686 13,72 Goiânia A105 Agronomia 70 526 7,51 Goiânia A106 Arquitetura e Urbanismo 35 697 19,91 Goiânia A405 Artes Cênicas (bacharelado ou licenciatura)

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PROCESSO SELETIVO 2013 PONTUAÇÃO MÁXIMA E MÍNIMA POR CURSO (CLASSIFICADOS) - NÃO COTISTA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PROCESSO SELETIVO 2013 PONTUAÇÃO MÁXIMA E MÍNIMA POR CURSO (CLASSIFICADOS) - NÃO COTISTA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PROCESSO SELETIVO 2013 PONTUAÇÃO MÁXIMA E MÍNIMA POR CURSO (CLASSIFICADOS) - NÃO COTISTA Curso Máxima Mínima Média ADMINISTRACAO - INTEGRAL/BRAGANCA 627.87 532.46 556.73 ADMINISTRACAO

Leia mais

Acesse aqui o questionário do coordenador. Assessoria de Comunicação Social do Inep

Acesse aqui o questionário do coordenador. Assessoria de Comunicação Social do Inep Informativo 28/11/2013 SEMERJ www.semerj.org.br semerj@semerj.org.br Prezado Mantenedor, segue comunicado do INEP. Caso sua instituição ainda não seja associada ao SEMERJ, visite nosso site e descubra

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO REITORIA. EDITAL N.º 001/2015 de 07/01/2015 PROCESSO SELETIVO 2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO REITORIA. EDITAL N.º 001/2015 de 07/01/2015 PROCESSO SELETIVO 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO REITORIA EDITAL N.º 001/2015 de 07/01/2015 PROCESSO SELETIVO 2015 O reitor em exercício da reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso

Leia mais

P S S - 2 0 1 2 CANDIDATOS INSCRITOS PARA AS VAGAS DE 2012: 42.560 CANDIDATOS QUE PODERÃO FAZER AS PROVAS DA 3ª SÉRIE : 31.663

P S S - 2 0 1 2 CANDIDATOS INSCRITOS PARA AS VAGAS DE 2012: 42.560 CANDIDATOS QUE PODERÃO FAZER AS PROVAS DA 3ª SÉRIE : 31.663 P S S - 2 0 1 2 CANDIDATOS INSCRITOS PARA AS VAGAS DE 2012: 42.560 CANDIDATOS QUE PODERÃO FAZER AS PROVAS DA 3ª SÉRIE : 31.663 CANDIDATOS ELIMINADOS 10.779 POR FALTA 5.577 POR NOTA ZERO 194 POR INSUFICIÊNCIA

Leia mais

Licenciatura e Bacharelado. Licenciatura e Bacharelado. Bacharelado Noturno 8 80 II 70 x 1

Licenciatura e Bacharelado. Licenciatura e Bacharelado. Bacharelado Noturno 8 80 II 70 x 1 ANEXO I RELAÇÃO DE CURSOS DA UNISA - TURNOS, DURAÇÃO, VAGAS, LOCAIS DE FUNCIONAMENTO E NÚMERO DE ALUNOS POR TURMA OFERECIDOS NO PROCESSO SELETIVO, TURMAS DE JANEIRO 2-2011. CURSOS DE GRADUAÇÃO CURSOS HABILITAÇÕES

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE INFRA-ESTRUTURA E LOGÍSTICA DEPARTAMENTO AUTÔNOMO DE ESTRADAS DE RODAGEM EDITAL N 001/2009

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE INFRA-ESTRUTURA E LOGÍSTICA DEPARTAMENTO AUTÔNOMO DE ESTRADAS DE RODAGEM EDITAL N 001/2009 Anexo IV Da classificação e da tabela de pontuação A) Para os cargos de Técnico em Assuntos Rodoviários e Técnico em Assuntos Administrativos: TEMPO DE FORMAÇÃO NA PROFISSÃO: Comprovação através de Diploma

Leia mais

Cai demanda por cursos com baixo desempenho no Provão

Cai demanda por cursos com baixo desempenho no Provão MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP Cai demanda por cursos com baixo desempenho no Provão Os vestibulandos brasileiros estão procurando cada vez menos os

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CIG-PROPLAN SETEMBRO, 2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CIG-PROPLAN SETEMBRO, 2013 2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CIG-PROPLAN ANÁLISE DO IGC DA UFPE 2007-2012 SETEMBRO, 2013 Apresentação Este relatório contém o resultado da análise do Índice Geral de Cursos (IGC) da UFPE durante

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE JOINVILLE PORTARIA SERES Nº 44 DE 22/05/2012 - D.O.U. 01/06/2012 PORTARIA 282 DE 15/12/2010 - DOU 27/12/2010

FACULDADE ANHANGUERA DE JOINVILLE PORTARIA SERES Nº 44 DE 22/05/2012 - D.O.U. 01/06/2012 PORTARIA 282 DE 15/12/2010 - DOU 27/12/2010 ADMINISTRAÇÃO PORTARIA SERES Nº 44 DE 22/05/2012 - D.O.U. 01/06/2012 ALIMENTOS PORTARIA CONSUN 08 - DOU 24/08/2007 ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS ARQUITETURA E URBANISMO AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL CIÊNCIA

Leia mais

Informativo Comissão Própria de Avaliação URI Erechim

Informativo Comissão Própria de Avaliação URI Erechim Informativo Comissão Própria de Avaliação URI Erechim 7ª edição março 2015 Avaliação Institucional: um ato de consolidação para as universidades! Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Leia mais

SISU UFBA 2015.1 Quadro de vagas por categoria de cotas da 2ª chamada

SISU UFBA 2015.1 Quadro de vagas por categoria de cotas da 2ª chamada SISU UFBA 2015.1 Quadro de vagas por categoria de cotas da 2ª chamada LEGENDA: Categoria / Cotas Am: Candidatos pretos/pardos/índios de escola pública e renda familiar igual ou inferior a 1,5 salário mínimo.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PROCESSO SELETIVO 2014 PONTUAÇÃO MÁXIMA E MÍNIMA POR CURSO (CLASSIFICADOS) - COTA ESCOLA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PROCESSO SELETIVO 2014 PONTUAÇÃO MÁXIMA E MÍNIMA POR CURSO (CLASSIFICADOS) - COTA ESCOLA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PROCESSO SELETIVO 2014 PONTUAÇÃO MÁXIMA E MÍNIMA POR CURSO (CLASSIFICADOS) - COTA ESCOLA Curso Máxima Mínima Média ADMINISTRACAO - MATUTINO/BELEM 750.38 683.78 703.36 ADMINISTRACAO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PROCESSO SELETIVO 2014 PONTUAÇÃO MÁXIMA E MÍNIMA POR CURSO (CLASSIFICADOS) - NÃO COTISTA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PROCESSO SELETIVO 2014 PONTUAÇÃO MÁXIMA E MÍNIMA POR CURSO (CLASSIFICADOS) - NÃO COTISTA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PROCESSO SELETIVO 2014 PONTUAÇÃO MÁXIMA E MÍNIMA POR CURSO (CLASSIFICADOS) - NÃO COTISTA Curso Máxima Mínima Média ADMINISTRACAO - MATUTINO/BELEM 813.54 703.71 740.51 ADMINISTRACAO

Leia mais

Arquitetura e Urbanismo Diurno Salvador E 729.32

Arquitetura e Urbanismo Diurno Salvador E 729.32 UFBA - INGRESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO PELO ENEM /SISU 2015.1 LEGENDA: Categoria / Cotas Am: Candidatos pretos/pardos/índios de escola pública e renda familiar igual ou inferior a 1,5 salário mínimo.

Leia mais

Ensino Público Estadual

Ensino Público Estadual Ensino Público Estadual UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ - UNIOESTE - Francisco Beltrão - Pr Cursos Acadêmico Professores Total Administração (Bacharelado) Matutino* 78 Pós-Graduados 21 Administração

Leia mais

[anexo 2] Quadro de Cursos / Vagas

[anexo 2] Quadro de Cursos / Vagas [anexo 2] Quadro de Cursos / Vagas I. Academia de Bombeiro Militar D. Pedro II / CBMERJ Oficial do Corpo de Bombeiros Militar (candidatos de sexo masculino e feminino) 50 II. Centro Universitário Estadual

Leia mais

O VESTIBULAR DA UENF FUNCIONA DA SEGUINTE FORMA:

O VESTIBULAR DA UENF FUNCIONA DA SEGUINTE FORMA: 1 O VESTIBULAR DA UENF FUNCIONA DA SEGUINTE FORMA: O acesso aos cursos de graduação da UENF se dá por meio do Vestibular Estadual do Rio de Janeiro. Coordenado pela UERJ e envolvendo ainda outras instituições.

Leia mais

INSCRIÇÕES PROVAS LOCAIS DE PROVA LOCAIS. Consulte

INSCRIÇÕES PROVAS LOCAIS DE PROVA LOCAIS. Consulte CALENDÁRIOS Vestibular Tradicional INSCRIÇÕES PROVAS LOCAIS DE PROVA Diariamente Taxa de inscrição: R$ 30,00 Prova de Redação Consulte http://www.estacio.br/ Processo Seletivo Enem INSCRIÇÕES MATRÍCULA

Leia mais

Universidade Federal da Bahia Serviço de Seleção, Orientação e Avaliação.VESTIBULAR UFBA 2013 RLSV006.1 - CONCORRÊNCIA

Universidade Federal da Bahia Serviço de Seleção, Orientação e Avaliação.VESTIBULAR UFBA 2013 RLSV006.1 - CONCORRÊNCIA Página 1 de 5 Campus: UFBA - Salvador 187140 Arquitetura e Urbanismo - Noturno - Salvador 327 36 9,08 101140 Arquitetura e Urbanismo - Salvador 987 96 10,28 189140 Bacharelado Interdisciplinar em Ciência

Leia mais

CURSOS DE PROGRESSÃO LINEAR (C P L)

CURSOS DE PROGRESSÃO LINEAR (C P L) CURSOS DE PROGRESSÃO LINEAR (C P L) (VESTIBULAR EM DUAS FASES) São aqueles tradicionalmente oferecidos pela UFBA, acrescidos de 26 novas opções de curso, das quais 18 no noturno, nas modalidades Licenciatura,

Leia mais

COD Curso Inscritos Vagas Concorrência

COD Curso Inscritos Vagas Concorrência COD Curso Inscritos Vagas Concorrência A105 Agronomia (bacharelado) 496 56 8.8571 A110 Ciências da Computação (bacharelado) 183 32 5.7188 A115 Engenharia de Alimentos (bacharelado) 188 48 3.9167 A120 Engenharia

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE VERÃO 2015 EDITAL

PROCESSO SELETIVO DE VERÃO 2015 EDITAL U N I V E R S I D A D E D E P A S S O F U N D O V i c e - R e i t o r i a d e G r a d u a ç ã o S e c r e t a r i a G e r a l d o s C u r s o s Campus I Rodovia BR 285 Km 292,7 - Bairro São José CEP 99052-900

Leia mais

O Enade. é realizado. estudante. Lei nº. 10.861, de. é obrigatório: O Enade. O Enade. Objetivo. nível de. atualização. A prova. será trienal.

O Enade. é realizado. estudante. Lei nº. 10.861, de. é obrigatório: O Enade. O Enade. Objetivo. nível de. atualização. A prova. será trienal. ENADE Exame Nacional de Desempenh ho de Estudantes O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), tem o objetivo de aferir

Leia mais

Pesos e notas mínimas (ponto de corte) do Enem 2014 para os cursos de graduação inseridos no Sisu

Pesos e notas mínimas (ponto de corte) do Enem 2014 para os cursos de graduação inseridos no Sisu Pesos e notas mínimas (ponto de corte) do Enem 2014 para os cursos de graduação inseridos no Sisu CAMPUS RECIFE CURSO PROVA ENEM PESO ADMINISTRAÇÃO ARQUEOLOGIA ARQUITETURA E URBANISMO ARTES VISUAIS - LICENCIATURA

Leia mais

RELATÓRIO GERAL DE VAGAS REMANESCENTES PARA OCUPAÇÃO EM 2011.

RELATÓRIO GERAL DE VAGAS REMANESCENTES PARA OCUPAÇÃO EM 2011. Ministério da Educação Universidade Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional RELATÓRIO GERAL DE VAGAS REMANESCENTES PARA OCUPAÇÃO EM 2011. O total de vagas remanescentes será

Leia mais

NOTAS DE CORTE 2014-1

NOTAS DE CORTE 2014-1 BIOMEDICINA NOTAS DE CORTE 2014-1 486,78 471,89 466,93 nº18/2012), tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas 549,8 Ampla Concorrência 661,83 BIOTECNOLOGIA 451,58 518,75 488,98 nº18/2012),

Leia mais

Legenda: AC: Ampla Concorrência

Legenda: AC: Ampla Concorrência Em caráter meramente ilustrativo, veja abaixo as notas de corte relativas ao processo de seleção de 2014. Em 2014, a UFC adotou o percentual de reserva de vagas de 50%, nos termos da Lei nº 12.711/2012.

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COMUNICAÇÃO E ARTES CCECA. 01 DE Graduação Plena em Pedagogia Pós-Graduação em Educação

CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COMUNICAÇÃO E ARTES CCECA. 01 DE Graduação Plena em Pedagogia Pós-Graduação em Educação CIDADE: Teresina CAMPUS: Torquato Neto Total de Vagas: 36 (20 Vagas Dedicação Exclusiva e 16 Vagas 40 Horas) CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COMUNICAÇÃO E ARTES CCECA CURSO: Licenciatura Plena em Pedagogia

Leia mais

Legenda: Campus Nome do Curso Turno Classe Vagas

Legenda: Campus Nome do Curso Turno Classe Vagas Em caráter meramente ilustrativo, veja abaixo as notas de corte relativas ao processo de seleção de 2013. Em 2013, a UFC adotou o percentual de reserva de vagas de 12,5%, nos termos da Lei nº 12.711/2012.

Leia mais

CURSOS E TURNOS PARA 2014/1 UNIVERSIDADE NILTON LINS

CURSOS E TURNOS PARA 2014/1 UNIVERSIDADE NILTON LINS CURSOS E TURNOS PARA 2014/1 GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE NILTON LINS CURSO TURNO DURAÇÃO VAGAS ADMINISTRAÇÃO 1 33,17 ADMINISTRAÇÃO 1 360,18 ARQUITETURA E URBANISMO 4 32,9 ARQUITETURA E URBANISMO 4 332, CIÊNCIAS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR VESTIBULAR 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR VESTIBULAR 2015 CAMPUS FLORIANÓPOLIS ADMINISTRAÇÃO - DIURNO ADMINISTRAÇÃO - NOTURNO AGRONOMIA ANTROPOLOGIA - BEL - DIURNO ARQUITETURA E URBANISMO ARQUIVOLOGIA - BEL - DIURNO ARTES CÊNICAS - BEL - NOTURNO BIBLIOTECONOMIA

Leia mais

Mapa do Ensino Superior no Estado de São Paulo

Mapa do Ensino Superior no Estado de São Paulo Mapa do Ensino Superior no Estado de São Paulo Índice Palavra do Presidente 5 Panorama do Ensino Superior - Brasil 6 / Evolução 7 por Estado / Número de IES 8 Pirâmides Etárias - Presenciais e de EAD

Leia mais

DIRETORIA DE CONCURSO VESTIBULAR

DIRETORIA DE CONCURSO VESTIBULAR DIRETORIA DE CONCURSO VESTIBULAR EDITAL Nº 001/2011-DCV PUBLICAÇÃO DA RELAÇÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO CONSIDERADOS COMO CURSOS AFINS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIOESTE. O Diretor de Concurso Vestibular

Leia mais

III. Centro Universitário Estadual da Zona Oeste / UEZO

III. Centro Universitário Estadual da Zona Oeste / UEZO anexo 2 Quadro de Cursos / Vagas I. Academia de Bombeiro Militar D. Pedro II / CBMERJ Oficial do Corpo de Bombeiros Militar (candidatos de sexo masculino e feminino) II. Academia de Polícia Militar D.

Leia mais

GRADUAÇÃO CURSO TURNO DURAÇÃO VAGAS

GRADUAÇÃO CURSO TURNO DURAÇÃO VAGAS CURSOS E TURNOS PARA 2014/1 GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE NILTON LINS CURSO TURNO DURAÇÃO VAGAS ADMINISTRAÇÃO MATUTINO 4 ANOS 150 ADMINISTRAÇÃO NOTURNO 4 ANOS 150 ARQUITETURA E URBANISMO MATUTINO 5 ANOS 45 ARQUITETURA

Leia mais

X Encontro Nacional de Educação Matemática Educação Matemática, Cultura e Diversidade Salvador BA, 7 a 9 de Julho de 2010

X Encontro Nacional de Educação Matemática Educação Matemática, Cultura e Diversidade Salvador BA, 7 a 9 de Julho de 2010 ALUNOS DA LICENCIATURA QUE NÃO QUEREM SER PROFESSORES TRAÇOS DO PERFIL DOS ESTUDANTES DO CURSO DE MATEMÁTICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI Marcilia Bruna dos Reis Teixeira Universidade Federal

Leia mais

CONCEITOS OBTIDOS NAS AVALIAÇÕES REALIZADAS PELO MEC 1996 a 2014

CONCEITOS OBTIDOS NAS AVALIAÇÕES REALIZADAS PELO MEC 1996 a 2014 CONCEITOS OBTIDOS NAS AVALIAÇÕES REALIZADAS PELO MEC 1996 a 2014 CURSO LOCAL ANO PROVÃO/ ENADE Guaporé Nova Prata Canela CPC Avaliações MEC "in loco" OrgDidPed Docentes Infraestr CONCEITO 1996 A 1997 B

Leia mais

Boletim Informativo 0

Boletim Informativo 0 Boletim Informativo 0 ADMISSÃO 25.570 inscritos no 1º Vestibular de 2012 UnB ofereceu 2.343 vagas em 96 cursos nos quatro campi. Provas foram aplicadas nos dias 10 e 11 de dezembro de 2011 No dia 7 de

Leia mais