APRESENTAÇÃO DO RESULTADO DA PESQUISA. RETRATO DOS PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA (PEFP) DAS EFPCs

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APRESENTAÇÃO DO RESULTADO DA PESQUISA. RETRATO DOS PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA (PEFP) DAS EFPCs"

Transcrição

1 APRESENTAÇÃO DO RESULTADO DA PESQUISA RETRATO DOS PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA (PEFP) DAS EFPCs

2 PLANEJAMENTO DA PESQUISA Objetivos fornecer subsídios complementares para a elaboração do Guia de Modelagem de Programas de Educação Financeira e Previdenciária; traçar um esboço dos Programas nas EFPCs Produção do questionário: CTNE Execução da pesquisa: ABRAPP Coleta de realizada entre 27/05 a 30/06/2014 Participaram da pesquisa 126 entidades de um universo de 268 associadas, o que equivale a 47% do quadro associativo da ABRAPP

3 PERFIL DAS ENTIDADES Classificação no ranking de maiores patrimônios Quantos planos de benefícios a entidade possui? 6% 9% 1 a a a % 65% 1 a 2 planos 202 a Total: 122 entidades Obs.: quatro entidades não declararam patrimônio e quantidade de participantes 3 a 4 planos 5 a 10 planos Acima de 10 planos Quantas Patrocinadoras / Instituidoras a entidade possui? 1 a 2 Patrocinadoras / Instituidoras 3 a 5 Patrocinadoras / Instituidoras Acima de 5 Patrocinadoras / Instituidoras 37% 25% 38%

4 SONDAGEM Das ações abaixo, cite as 3 que você considera mais importantes para um Programa de Educação Financeira e Previdenciária (PEFP). Alternativas N* Orientações sobre finanças pessoais 90 Informações sobre os Planos de Benefícios 90 PPA Programa de Preparação para a Aposentadoria 55 Simulador de Benefícios 52 Orientação para optar entre Perfis de Investimento 40 Treinamento de Multiplicadores 24 Certificação de Dirigentes e Profissionais 14 Programa de ambientação (boas vindas, integração, etc.) 13 * Número de vezes que cada alternativa apareceu.

5 A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR Sua entidade possui Programa de Educação Financeira e Previdenciária (PEFP)? Alternativas N % Sim 76 60,32% Não 50 39,68% Total ,00% Classificação no ranking de maiores patrimônios 1 a a a sim não 202 a

6 ENTIDADES QUE NÃO POSSUEM PEFP (50 / 126) Qual motivo levou a entidade a não ter um PEFP? Alternativas N % Limitação da estrutura operacional da entidade 25 50,00% Outros* 19 38,00% Limitação orçamentária 4 8,00% Visão da Diretoria e Conselhos 2 4,00% Falta de apoio da patrocinadora 0 0,00% Total ,00% * 14 com PEFP em fase de planejamento ou implantação

7 ENTIDADES QUE NÃO POSSUEM PEFP (50 / 126) Caso a entidade venha a investir num Programa de Educação Financeira e Previdenciária, quais seriam as principais motivações? Alternativas Aumentar a conscientização e envolvimento de participantes, conselheiros, gestores e colaboradores 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º Aumentar o nível de contribuição Aumento da adesão Diminuir o nível de endividamento dos participantes Melhorar o grau de conhecimento previdenciário Melhorar o relacionamento e a comunicação com os participantes Prestação de contas Redução de custos com impressão e encaminhamento do relatório Reduzir o contencioso judicial

8 PERFIL DAS ENTIDADES QUE POSSUEM PEFP (76 / 126) Marque o percentual de planos de benefício da entidade que possui ações do PEFP Há quanto tempo a entidade possui o PEFP? 2; (3%) 6; (8%) 3; (4%) 18; (24%) 10; (13%) 14; (18%) 65; (85%) 34; (45%) 100% de 99% a 70% de 69% a 40% abaixo de 40% 1 ano 2 a 3 anos 3 a 4 anos Acima de 5 anos

9 ENTIDADES QUE POSSUEM PEFP (76 / 126) O PEFP da entidade já foi submetido à PREVIC? Alternativas N % Sim 67 88,16% Não 9 11,84% Total ,00% Em caso positivo, a PREVIC aprovou o PEFP da entidade? Alternativas N % Sim ,00% Não 0 0,00% Total ,00% Em caso negativo, o motivo pelo qual ainda não submeteu o PEFP a PREVIC é Alternativas N % Perda do prazo para entrega no órgão supervisor (PREVIC) 0 0,00% Falta de ações estruturadas 0 0,00% Está em fase de experimentação 3 33,33% Visão da Diretoria 4 44,44% Outros* 2 22,22% Total 9 100,00% * Outros: Será encaminhado em 2014 / Recém-criado e ainda em fase de implantação.

10 ENTIDADES QUE POSSUEM PEFP (76 / 126) A gestão do PEFP está ligada a qual área? Recursos Humanos Comunicação Seguridade Relacionamento Diretoria Grupo de Trabalho Consultoria Externa Outros * Outros: Assessoria Geral Secretário-Executivo Equipe: Seguridade, Controle e Comunicação Produtos Produtos Gestão Estratégica Controle Interno e Comunicação

11 ENTIDADES QUE POSSUEM PEFP (76 / 126) * Outros: Videos e treinamentos são instrumentos da principal patrocinadora Integração de funcionários admitidos nas patrocinadoras marketing Vídeos s dos participantes; SMS Site da Entidade Treinamento dos Multiplicadores Programa veiculado diariamente no rádio - "Minuto da Previdência", Campanhas, Quiz, Concursos Site Youtube

12 ENTIDADES QUE POSSUEM PEFP (76 / 126) Como são avaliadas as ações dos PEFP? Pesquisa de satisfação a cada ação Pesquisa geral de satisfação Mapeamento qualitativo e quantitativo por ação Não faz nenhum tipo de avaliação Outros * Outros: Formulários impressos e on-line Mensuração do nível de adesão Enquete no boletim da entidade Aumento de adesões, contribuições e portabilidades, consultas Pelo crescimento da entidade % Participação Mapeamento da quantidade de acesso às ações desenvolvidas por meio eletrônico

13 ENTIDADES QUE POSSUEM PEFP (76 / 126) Quais os públicos beneficiados com as ações do seu PEFP? Participantes Ativos de todos os planos da entidade Participantes Assistidos Conselheiros Funcionários Entidades associativas Potenciais participantes Outros *Outros: Comunidade, por meio do programa da principal patrocinadora Candidatos a Conselheiros

14 ENTIDADES QUE POSSUEM PEFP (76 / 126) Qual a necessidade da entidade em investir num Programa de Educação Financeira e Previdenciária? Alternativas Aumentar a conscientização e envolvimento de participantes, conselheiros, gestores e colaboradores 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º Aumentar o nível de contribuição Aumento da adesão Diminuir o nível de endividamento dos participantes Melhorar o grau de conhecimento previdenciário Melhorar o relacionamento e a comunicação com os participantes Prestação de contas Redução de custos com impressão e encaminhamento do relatório Reduzir o contencioso judicial

15 CONCLUSÕES 47% de retorno de respostas valorização dos PEFP pelos Fundos de Pensão; Objetivo principal dos Programas está relacionado à formação de cultura previdenciária e não a resultados táticos; Entidades com limitada estrutura operacional têm dificuldade para implantar um PEFP; Entidades que ainda não tem um PEFP tem ações de educação financeira e previdenciária e muitos estão em fase de implementar um Programa; A gestão dos PEFP está relacionada principalmente às áreas de comunicação, ressaltando sua atuação estratégica; Há uma preocupação real em conhecer o público alvo das ações do PEFP; As entidades que tem PEFP monitoram as ações com pesquisas de satisfação e resultados; Pouco uso de novas mídias de comunicação, em preferência às tradicionais.

16 OBRIGADA!

Questionário para Instituidoras

Questionário para Instituidoras Parte 1 - Identificação da Instituidora Base: Quando não houver orientação em contrário, a data-base é 31 de Dezembro, 2007. Dados Gerais Nome da instituidora: CNPJ: Endereço da sede: Cidade: Estado: Site:

Leia mais

Educação Financeira e Previdenciária Case - Fundação CEEE. Magdarlise Dal Fiume Germany Gerente Relações Institucionais

Educação Financeira e Previdenciária Case - Fundação CEEE. Magdarlise Dal Fiume Germany Gerente Relações Institucionais Educação Financeira e Previdenciária Case - Fundação CEEE Magdarlise Dal Fiume Germany Gerente Relações Institucionais Programa de Educação Financeira e Previdenciária - Criação Aprovado pela PREVIC em

Leia mais

Apresentação do case sobre Educação Previdenciária da Forluz. José Ribeiro Pena Neto Diretor de Seguridade e Gestão

Apresentação do case sobre Educação Previdenciária da Forluz. José Ribeiro Pena Neto Diretor de Seguridade e Gestão Apresentação do case sobre Educação Previdenciária da Forluz José Ribeiro Pena Neto Diretor de Seguridade e Gestão Objetivos Principal: orientar os participantes, ampliando o conhecimento deles sobre orçamento

Leia mais

Programa de Educação Financeira e Previdenciária

Programa de Educação Financeira e Previdenciária Programa de Educação Financeira e Previdenciária Atualização e Acompanhamento 2011-2012 1 de 29 Sumário 1 Introdução... 4 2 Sobre a Prevdata... 5 2.1 Planos Administrados... 5 3 O papel e os desafios da

Leia mais

Programa de Educação Financeira e Previdenciária

Programa de Educação Financeira e Previdenciária Programa de Educação Financeira e Previdenciária Atualização e Acompanhamento 2012-2013 1 de 33 Sumário 1 Introdução...4 2 Sobre a Prevdata...5 3 O papel e os desafios da Educação Financeira e Previdenciária...6

Leia mais

GUIA PARA MODELAGEM DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA GUIA PARA MODELAGEM DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA

GUIA PARA MODELAGEM DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA GUIA PARA MODELAGEM DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA GUIA PARA MODELAGEM DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA 1 GUIA PARA MODELAGEM DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA Comissão Técnica Nacional de Educação novembro/2014

Leia mais

Manual de conduta em mídias sociais: o caso da Embrapa

Manual de conduta em mídias sociais: o caso da Embrapa 2º Seminário Nacional de REDES SOCIAIS e E-GOV para Administração Pública Manual de conduta em mídias sociais: o caso da Embrapa Daniel Medeiros daniel.medeiros@embrapa.br @dnmedeiros fb.com/dnmedeiros

Leia mais

Previdência Associativa

Previdência Associativa Previdência Associativa Previdência Associativa Fatores Críticos de Sucesso Denise Maidanchen Expectativas Governo: crescimento da Previdência Fechada Associações: fortalecimento do vínculo, crescimento

Leia mais

Soluções em Previdência Complementar & Serviços Atuariais

Soluções em Previdência Complementar & Serviços Atuariais Aon Hewitt Soluções em Previdência Complementar & Serviços Atuariais Facilidade e segurança para o RH e os colaboradores Risk. Reinsurance. Human Resources. Soluções em Previdência Complementar & Serviços

Leia mais

A Dehlicom tem a solução ideal em comunicação para empresas de todos os portes, sob medida.

A Dehlicom tem a solução ideal em comunicação para empresas de todos os portes, sob medida. A Dehlicom Soluções em Comunicação é a agência de comunicação integrada que busca divulgar a importância da comunicação empresarial perante as empresas e todos os seus públicos, com atendimento personalizado

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA DADOS DA CONSULTORIA

TERMO DE REFERÊNCIA DADOS DA CONSULTORIA TERMO DE REFERÊNCIA DADOS DA CONSULTORIA Função no Projeto: Contratação de consultoria especializada para desenvolver e implementar estratégias de impacto e sustentabilidade da Campanha Coração Azul no

Leia mais

Previdência no Brasil. Regime de Previdência Complementar. Regimes Próprios dos Servidores Públicos. Regime Geral de Previdência Social

Previdência no Brasil. Regime de Previdência Complementar. Regimes Próprios dos Servidores Públicos. Regime Geral de Previdência Social As Entidades Fechadas de participantes desta pesquisa, conhecidas como Fundos de Pensão, fazem parte do Sistema de. Os Fundos de Pensão desenvolveram-se e modernizaram-se ao longo dos últimos anos graças

Leia mais

PLANO DE APOSENTADORIA DA DUPREV Fazendo manutenção no seu Plano de Aposentadoria

PLANO DE APOSENTADORIA DA DUPREV Fazendo manutenção no seu Plano de Aposentadoria PLANO DE APOSENTADORIA DA DUPREV Fazendo manutenção no seu Plano de Aposentadoria 2015 DUPREV Entidade Fechada da Previdência Complementar Sociedade Civil sem fins lucrativos independente da DuPont Regulada

Leia mais

Número 2. Divulgação das Melhores Práticas em Educação Financeira e Previdenciária das Entidades Fechadas de Previdência Complementar

Número 2. Divulgação das Melhores Práticas em Educação Financeira e Previdenciária das Entidades Fechadas de Previdência Complementar Número 2 Divulgação das Melhores Práticas em Educação Financeira e Previdenciária das Entidades Fechadas de Previdência Complementar 1 - Introdução As alterações econômicas e sociais ocorridas no Brasil

Leia mais

Categoria Franqueador Sênior

Categoria Franqueador Sênior PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueador Sênior Dados da empresa Razão Social Cebrac - Consultoria e Franquia Ltda. Nome fantasia CEBRAC Data de fundação

Leia mais

Esclarecimentos sobre rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV

Esclarecimentos sobre rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV INVESTIMENTOS Esclarecimentos sobre rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV Uma questão de suma importância para a consolidação e perenidade de um Fundo de Pensão é a sua saúde financeira, que garante

Leia mais

INSTRUÇÃO PREVIC Nº 5, DE 01 DE NOVEMBRO DE 2013

INSTRUÇÃO PREVIC Nº 5, DE 01 DE NOVEMBRO DE 2013 INSTRUÇÃO PREVIC Nº 5, DE 01 DE NOVEMBRO DE 2013 Dispõe sobre os procedimentos a serem observados pelas entidades fechadas de previdência complementar na divulgação de informações aos participantes e assistidos

Leia mais

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE GESTÃO PÚBLICA - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que em 2020 Santa Maria seja um município que preste Serviços de Qualidade a seus cidadãos, com base

Leia mais

PESQUISA ESTADUAL Avaliação dos impactos da educação financeira nos clientes de instituições financeiras 2014

PESQUISA ESTADUAL Avaliação dos impactos da educação financeira nos clientes de instituições financeiras 2014 CECRES Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo PESQUISA ESTADUAL Avaliação dos impactos da educação financeira nos clientes de instituições financeiras 2014 RELATÓRIO ANALÍTICO Departamento de Projetos

Leia mais

PESQUISA ESTADUAL Avaliação dos impactos da educação financeira nos clientes de instituições financeiras 2014

PESQUISA ESTADUAL Avaliação dos impactos da educação financeira nos clientes de instituições financeiras 2014 CECRES Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo PESQUISA ESTADUAL Avaliação dos impactos da educação financeira nos clientes de instituições financeiras 2014 RELATÓRIO SINTÉTICO Departamento de Projetos

Leia mais

04/12/2013. Paulo Josef Gouvêa da Gama MIBA/MTE Nº 978. Consumo x Poupança

04/12/2013. Paulo Josef Gouvêa da Gama MIBA/MTE Nº 978. Consumo x Poupança Paulo Josef Gouvêa da Gama MIBA/MTE Nº 978 Consumo x Poupança 1 Garantia do futuro Desejos e necessidades presentes 2 Garantia do futuro Desejos e necessidades presentes Fecundidade Transição Demográfica

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho PUBLICIDADE IT. 40 09 1 / 4 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para a execução das atividades de publicidade do Crea GO. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA PO. 08 Avaliação da satisfação do cliente 3. PROCEDIMENTOS

Leia mais

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C Mídias sociais como apoio aos negócios B2C A tecnologia e a informação caminham paralelas à globalização. No mercado atual é simples interagir, aproximar pessoas, expandir e aperfeiçoar os negócios dentro

Leia mais

Rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV no 1º Trimestre de 2014

Rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV no 1º Trimestre de 2014 Investimentos Rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV no 1º Trimestre de 2014 Como forma de manter os Participantes informados sobre a evolução do seu Plano no que diz respeito à rentabilidade dos

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Estágio das Ações 2014

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Estágio das Ações 2014 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Estágio das Ações 2014 VICE PRESIDÊNCIA OBJETIVO ESTRATÉGICO 3.3 Valorizar o diálogo em todos os fóruns e junto aos poderes constituídos, orientando as ações para a defesa intransigente

Leia mais

4. Principais conteúdos e carga horária por disciplina

4. Principais conteúdos e carga horária por disciplina Série: Business Effectiveness Programa: Comunicação Empresarial 1. Estrutura do Curso Este curso foi planejado e organizado pelo Prof Renato Avanzi que lidera a gestão do conteúdo a ser transmitido, em

Leia mais

Comissão Técnica Nacional de Comunicação e Fomento da ABRAPP ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA

Comissão Técnica Nacional de Comunicação e Fomento da ABRAPP ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA Comissão Técnica Nacional de Comunicação e Fomento da ABRAPP ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA Outubro de 2009 INTRODUÇÃO A Comissão Técnica Nacional de Comunicação

Leia mais

Portfolio de cursos TSP2

Portfolio de cursos TSP2 2013 Portfolio de cursos TSP2 J. Purcino TSP2 Treinamentos e Sistemas de Performance 01/07/2013 Como encantar e fidelizar clientes Visa mostrar aos participantes a importância do conhecimento do cliente,

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA PLATAFORMA PENSE NO FUTURO

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA PLATAFORMA PENSE NO FUTURO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA E PREVIDENCIÁRIA PLATAFORMA PENSE NO FUTURO Pesquisa de 12 a 20 de dezembro de 2013 Como parte do planejamento POUPREV para 2013, foi efetuada no período de 12 a 20 de dezembro

Leia mais

LinkedIn - Tendências globais em recrutamento para 2013 1

LinkedIn - Tendências globais em recrutamento para 2013 1 LinkedIn - Tendências globais em recrutamento para 2013 Visão Brasil As cinco principais tendências em atração de talentos que você precisa saber 2013 LinkedIn Corporation. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Avaliando Ações de Treinamento e Desenvolvimento. Daniel Orlean

Avaliando Ações de Treinamento e Desenvolvimento. Daniel Orlean Avaliando Ações de Treinamento e Desenvolvimento Daniel Orlean ou... 6Ds + ROI Daniel Orlean Como você faz para aprovar um programa de T&D Na sua percepção, qual a maior barreira ao implementar um processo

Leia mais

Programa de Educação Financeira e Previdenciária

Programa de Educação Financeira e Previdenciária Programa de Educação Financeira e Previdenciária Atualização e Acompanhamento 2013-2014 1 de 69 Sumário 1 Introdução... 4 2 Sobre a Prevdata...5 2.1 Planos administrados...5 2.2 Órgãos de Governança...5

Leia mais

As informações foram coletadas por meio de uma pesquisa aplicada aos profissionais que estiveram presentes no 6º Fórum de Gestão Fiscal e Sped.

As informações foram coletadas por meio de uma pesquisa aplicada aos profissionais que estiveram presentes no 6º Fórum de Gestão Fiscal e Sped. Panorama da área fiscal e tributária A área fiscal no Brasil recebe constantemente mudanças e atualizações ligadas aos processos de fiscalização, tributação, contribuição, regulamentação entre outros.

Leia mais

PERFIS DE INVESTIMENTO

PERFIS DE INVESTIMENTO PERFIS DE INVESTIMENTO Índice 3 Apresentação 3 Como funciona a ELETROS? 4 Como são os investimentos em renda variável? 5 Como são os investimentos em renda fixa? 6 Como são os investimentos nos demais

Leia mais

POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA - NOR 350

POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA - NOR 350 MANUAL DE GESTÃO DE PESSOAS COD. 300 ASSUNTO: POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA APROVAÇÃO: Resolução DIREX nº 462, de 10/09/2012. VIGÊNCIA: 10/09/2012 POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA - NOR 350 1/6 ÍNDICE

Leia mais

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD MATERIAL EXPlICatIvo Plano BAYER CD 1 Prezado Colaborador! você, que está sendo admitido agora ou ainda não aderiu ao Plano de Previdência oferecido pelo Grupo Bayer, tem a oportunidade de conhecer, nas

Leia mais

Estudo ABERJE 2012 Comunicação Interna. Comunicação Interna

Estudo ABERJE 2012 Comunicação Interna. Comunicação Interna Estudo ABERJE 2012 JULHO DE 2012 20 2012 ABERJE Pesquisa 2012 Associação Brasileira de Comunicação Empresarial Concepção e planejamento: Prof. Dr. Paulo Nassar Coordenação: Carlos A. Ramello Desenvolvimento:

Leia mais

Certificações ISO 9001 por Setor Econômico no Brasil

Certificações ISO 9001 por Setor Econômico no Brasil Certificações ISO 9001 por Setor Econômico no Brasil 9000 8000 8690 7000 6000 5000 4000 3000 4709 3948 2000 1000 29 4 0 Indústria Comércio e Serviços Agropecuária Código Nace Inválido TOTAL Fonte: Comitê

Leia mais

Duin Assessoria Contábil

Duin Assessoria Contábil PESQUISA DE SATISFAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS Duin Assessoria Contábil Rio de Janeiro/RJ Assessoria de Marketing Amanda Nunes Santa Cruz do Rio Pardo/SP Janeiro/2014 1 ÍNDICES DA PESQUISA 1- Consideram a empresa

Leia mais

Pesquisa de Satisfação

Pesquisa de Satisfação Pesquisa de Satisfação Anualmente a Visão Prev realiza uma Pesquisa de Satisfação com seus participantes. A ação é uma das ferramentas utilizadas pela Entidade para ouvir a opinião dos participantes e

Leia mais

COMERCIAL/ MARKETING

COMERCIAL/ MARKETING COMERCIAL/ MARKETING Os investimentos específicos na sua área em 2012 vs? (%) - RU Vão crescer 42 54 Média: + 4,06% Permanecer estáveis 45 5 Terão redução 1 5 2010 (%) - RU A principal estratégia comercial/

Leia mais

Pós Graduação em Comunicação Organizacional Integrada

Pós Graduação em Comunicação Organizacional Integrada Público - alvo Pós Graduação em Organizacional Integrada Indicado para profissionais de comunicação organizacional, relações públicas, assessores de comunicação, gestores de comunicação, bem como para

Leia mais

E-Book! O que é Inbound Marketing?

E-Book! O que é Inbound Marketing? E-Book! O que é Inbound Marketing? E-Book O que é Inbound Marketing? Estamos em um período de transição de modelos mentais e operacionais entre o Marketing Tradicional e o Inbound Marketing. Este e-book

Leia mais

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional.

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Empresa MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Nossa filosofia e oferecer ferramentas de gestão focadas na

Leia mais

SISTEMA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL WebSAI

SISTEMA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL WebSAI ETEC CARLOS DE CAMPOS SISTEMA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL WebSAI 2014 Prezados alunos, docentes, colaboradores e pais O presente relatório é o fruto do processo de avaliação, a partir dos diferentes olhares

Leia mais

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE GESTÃO PÚBLICA - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que em 2020 Santa Maria seja um município que preste Serviços de Qualidade a seus cidadãos, com base

Leia mais

Plano de COMUNICAÇÃO do Planejamento Estratégico da Justiça Federal

Plano de COMUNICAÇÃO do Planejamento Estratégico da Justiça Federal Plano de COMUNICAÇÃO do Planejamento Estratégico da Justiça Federal PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA Introdução É importante ressaltar que um plano de comunicação tem a finalidade de tornar conhecida

Leia mais

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA!

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! Prezado participante, 2 Brasil Foods Sociedade de Previdência Privada Cartilha Plano III Um dos grandes objetivos da política de recursos humanos de

Leia mais

PLANO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL DO PODER EXECUTIVO

PLANO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL DO PODER EXECUTIVO Universidade Federal de Mato Grosso Pró-Reitoria Administrativa Secretaria de Gestão de Pessoas PLANO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL DO PODER EXECUTIVO Cuiabá-MT Abril/2014 O QUE

Leia mais

PESQUISA DE SATISFAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS DUIN ASSESSORIA CONTÁBIL RIO DE JANEIRO/RJ

PESQUISA DE SATISFAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS DUIN ASSESSORIA CONTÁBIL RIO DE JANEIRO/RJ PESQUISA DE SATISFAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS DUIN ASSESSORIA CONTÁBIL RIO DE JANEIRO/RJ Assessoria de Marketing Helem Bressanin Santa Cruz do Rio Pardo/SP Novembro/2014 1 ÍNDICES DA PESQUISA 1- Consideram a

Leia mais

RELATÓRIO DE GERENCIAMENTO DO RISCO OPERACIONAL NO BANCO BMG POSIÇAO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2008

RELATÓRIO DE GERENCIAMENTO DO RISCO OPERACIONAL NO BANCO BMG POSIÇAO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2008 SUPERINTENDÊNCIA DE CONTROLE GERÊNCIA DE CONTROLE DE TESOURARIA ANÁLISE DE RISCO OPERACIONAL RELATÓRIO DE GERENCIAMENTO DO RISCO OPERACIONAL NO BANCO BMG POSIÇAO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2008 Belo Horizonte

Leia mais

DATUSPREV CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR!

DATUSPREV CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR! DATUSPREV INFORMATIVO CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR! Quem já cumpriu 5 anos de contribuição pode solicitar o benefício de aposentadoria programada? Essas e mais informações pra você neste Informativo.

Leia mais

Desenvolvendo Campanhas de Geração de Demanda Bem-Sucedidas

Desenvolvendo Campanhas de Geração de Demanda Bem-Sucedidas Desenvolvendo Campanhas de Geração de Demanda Bem-Sucedidas Introdução 1 Tópicos Etapa 1: Conheça seu Público-Alvo 3 Etapa 2: Desenvolva Soluções com Base nas Necessidades de Negócios do Público Alvo 7

Leia mais

Prefeitura Municipal de Botucatu

Prefeitura Municipal de Botucatu I- Identificação: Projeto Empresa Solidária II- Apresentação : O Fundo Social de Solidariedade é um organismo da administração municipal, ligado ao gabinete do prefeito, que atua em diversos segmentos

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Recursos Humanos Outubro 2015

Plano de Previdência Complementar. Recursos Humanos Outubro 2015 Plano de Previdência Complementar Recursos Humanos Outubro 2015 Indice 1. Introdução 2. Conheça a PRhosper 3. Calendário de decisões 4. Sobre o Tempo de Serviço Continuo 5. Encerramento dos Planos VGBL

Leia mais

Quando se trata do universo on-line, nada é estático. Tudo pode se transformar de uma hora pra outra, basta o vento mudar de direção.

Quando se trata do universo on-line, nada é estático. Tudo pode se transformar de uma hora pra outra, basta o vento mudar de direção. estratégias online Quando se trata do universo on-line, nada é estático. Tudo pode se transformar de uma hora pra outra, basta o vento mudar de direção. serviços consultoria Benchmark Planejamento

Leia mais

POLÍTICA DE APOIO A PROJETOS SOCIAIS

POLÍTICA DE APOIO A PROJETOS SOCIAIS sicoobcentro.com.br POLÍTICA DE APOIO A PROJETOS SOCIAIS Cooperativa de Crédito *Esta Política de Apoio a Projetos Sociais é baseada no projeto da Cooperativa Sicoob Credip* ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO...3

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL - 1ª EDIÇÃO 2012

REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL - 1ª EDIÇÃO 2012 REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL - 1ª EDIÇÃO 2012 1.0 DOS OBJETIVOS A 1ª. Edição do Prêmio Nacional de Educação Fiscal será realizada pela FEBRAFITE com o apoio das associações filiadas

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2015

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2015 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2015 Planejamento Estratégico AIS Triênio 6 Diretrizes 30 Objetivos Estratégicos 155 Ações 2014 76 Ações 2015 55 Ações 2014-2015 1 Ação 2014-2016 21 Ações 2016 1 Ação Distribuição

Leia mais

Marketing Visão 360º. O nosso objetivo é ter uma visão ampla dos temas de Marketing, abordando os seguintes tópicos.

Marketing Visão 360º. O nosso objetivo é ter uma visão ampla dos temas de Marketing, abordando os seguintes tópicos. Marketing Visão 360º O Mundo do Marketing em parceria com a TNS Research International está realizando pesquisas mensais com profissionais da área de marketing para investigar temas relacionados ao dia-a-dia

Leia mais

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE GESTÃO PÚBLICA - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que em 2020 Santa Maria seja um município que preste Serviços de Qualidade a seus cidadãos, com base

Leia mais

Plano de Contribuição Definida

Plano de Contribuição Definida Plano de Contribuição Definida Gerdau Previdência CONHEÇA A PREVIDÊNCIA REGIME DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Oferecido pelo setor privado, com adesão facultativa, tem a finalidade de proporcionar uma proteção

Leia mais

(ANEXO 1) FICHA DOS INDICADORES

(ANEXO 1) FICHA DOS INDICADORES (ANEXO 1) FICHA DOS INDICADORES Indicador 01 INDICADOR: Índice de confiança no Poder Judiciário (1 CNJ) Confiança da sociedade no Poder Judiciário CNJ Pesquisa de opinião contratada pelo CNJ Identificar

Leia mais

PROFISSIONAIS DE RECURSOS HUMANOS: EXPECTATIVAS E PERCEPÇÕES SOBRE A INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO

PROFISSIONAIS DE RECURSOS HUMANOS: EXPECTATIVAS E PERCEPÇÕES SOBRE A INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO PROFISSIONAIS DE RECURSOS HUMANOS: EXPECTATIVAS E PERCEPÇÕES SOBRE A INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO 2014 APRESENTAÇÃO Já faz tempo que as empresas estão trabalhando com o desafio

Leia mais

Planejamento Estratégico

Planejamento Estratégico Planejamento Estratégico A decisão pela realização do Planejamento Estratégico no HC surgiu da Administração, que entendeu como urgente formalizar o planejamento institucional. Coordenado pela Superintendência

Leia mais

Vanessa Dall Inha Rachadel

Vanessa Dall Inha Rachadel Vanessa Dall Inha Rachadel PROJETO: Gestão do Planejamento Previdenciário 46.000 Participantes 75 mil Beneficiários protegidos 15 bilhões Capital segurado R$ 1,4 bilhões em Patrimônio Administrado 50 Funcionários

Leia mais

Programa de Educação Financeira e Previdenciária 2010-2011

Programa de Educação Financeira e Previdenciária 2010-2011 Programa de Educação Financeira e Previdenciária 2010-2011 1 de 34 29/03/12 12:38 Sumário 1 Introdução... 5 2 Sobre a Prevdata... 6 2.1 Apresentação... 6 2.2 Missão... 6 2.3 Visão... 6 2.4 Valores... 6

Leia mais

Marketing Visão 360º. O nosso objetivo é ter uma visão ampla dos temas de Marketing, abordando os seguintes tópicos.

Marketing Visão 360º. O nosso objetivo é ter uma visão ampla dos temas de Marketing, abordando os seguintes tópicos. Marketing Visão 360º O Mundo do Marketing em parceria com a TNS Research International está realizando pesquisas mensais com profissionais da área de marketing para investigar temas relacionados ao dia-a-dia

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS GUIA PRÁTICO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO BÁSICO DE T.I. Elaborado com base na Lei 8.666/93 e suas alterações, Lei 10.520/02, Decreto de execução orçamentária anual e Decreto

Leia mais

SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL. Expositor. Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com.

SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL. Expositor. Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com. SEMINÁRIO ABMES BASES DO MARKETING DIGITAL Expositor Júlio César de Castro Ferreira julio.ferreira@produtoranebadon.com.br (61) 9613-6635 5 PILARES DO MARKETING DIGITAL 1 2 3 4 5 Presença digital: Ações

Leia mais

Pesquisa Profissionais de Ecommerce

Pesquisa Profissionais de Ecommerce Pesquisa Profissionais de Ecommerce Agosto de 2011 http://www.ecommerceschool.com.br Introdução O crescimento do comércio eletrônico brasileiro é feito com tecnologia e pessoas. Por trás desse crescimento

Leia mais

Mídias sociais como apoio aos negócios B2B

Mídias sociais como apoio aos negócios B2B Mídias sociais como apoio aos negócios B2B A tecnologia e a informação caminham paralelas à globalização. No mercado atual é simples interagir, aproximar pessoas, expandir e aperfeiçoar os negócios dentro

Leia mais

José Edson da Cunha Júnior

José Edson da Cunha Júnior José Edson da Cunha Júnior HETEROGENEIDADE DO REGIME DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR E EFICIÊNCIA REGULATÓRIA, OPERACIONAL E DE FISCALIZAÇÃO Sumário 1. Contextualização; 2. Debates Atuais; 3. Reflexões e Apontamentos.

Leia mais

Fundo, Fórum e Projetos Sociais e Ambientais apoiados pelo Sapiens Parque

Fundo, Fórum e Projetos Sociais e Ambientais apoiados pelo Sapiens Parque Fundo, Fórum e Projetos Sociais e Ambientais apoiados pelo Sapiens Parque 1. Introdução O Sapiens Parque é um Parque de Inovação que visa implantar no Norte da Ilha de Santa Catarina / Florianópolis um

Leia mais

Planejamento e Estratégia. Tiago Flores Dias

Planejamento e Estratégia. Tiago Flores Dias Planejamento e Estratégia Tiago Flores Dias Introdução Neste aula seguiremos os seguintes tópicos Brainstorming e Brainwriting Orientação dos Objetivos Composição do Briefing BrainStorming e Brainwriting

Leia mais

A importância de um plano de aposentadoria complementar

A importância de um plano de aposentadoria complementar INFORMATIVO É a melhor maneira de planejar a sua aposentadoria; Poupança com 100% de rentabilidade - Parte Patrocinadora; Rentabilidade totalmente revertida ao participante Datusprev sem fins lucrativos;

Leia mais

Pós-Graduação em Comunicação Organizacional Integrada

Pós-Graduação em Comunicação Organizacional Integrada Pós-Graduação em Comunicação Organizacional Início em 28 de Abril de 2016 Aulas as terças e quintas, das 7h às 9h30 Valor do curso: R$ 18.130,00 À vista com desconto: R$ 16.679,00 Consultar planos de parcelamento.

Leia mais

RESUMO DOS PROGRAMAS POR TIPO

RESUMO DOS PROGRAMAS POR TIPO Tipo: 1 - Finalístico Programa: 5140 - ESPAÇO ABERTO Objetivo: PROMOVER A INTEGRAÇÃO ENTRE O PODER PÚBLICO MUNICIPAL E OS MUNÍCIPES EM CONJUNTO COM OS DEMAIS ORGÃOS QUE COMPÕE A ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL.

Leia mais

Comissão sobre Gestão de Departamentos Jurídicos. Apresentação da Pesquisa do FDJUR sobre. Jurídico com os Objetivos da Empresa

Comissão sobre Gestão de Departamentos Jurídicos. Apresentação da Pesquisa do FDJUR sobre. Jurídico com os Objetivos da Empresa Apresentação da Pesquisa do FDJUR sobre Ferramentas para Alinhamento Estratégico do Jurídico com os Objetivos da Empresa O que é o FDJUR? O Fórum - FDJUR é uma associação criada com o escopo de debater

Leia mais

Desde a criação do programa, a New Age implementou e tem monitorado diversas ações com foco ambiental, social e econômico.

Desde a criação do programa, a New Age implementou e tem monitorado diversas ações com foco ambiental, social e econômico. Faz parte da vontade da diretoria da New Age contribuir socialmente para um mundo melhor, mais justo e sustentável. Acreditamos que através da educação e com a experiência que temos, transportando tantos

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INCUBADAS período

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INCUBADAS período ANEXO IV (apenas para os aprovados e após a entrada na incubação) QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INCUBADAS período *Obrigatório Parte superior do formulário Responsável pelas Informações: * Informações

Leia mais

Brasília, 27.08.2015

Brasília, 27.08.2015 Brasília, 27.08.2015 1/23 FUNDAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS FEDERAIS Fundo de Pensão instituído em 1º.08.1977 Investidor de longo prazo Patrocinadores: a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL e a própria FUNCEF Planos administrados:

Leia mais

Odontologia (USF) -Inovação e Empreendedorismo (BI) -Marketing (ESPM) -Adm. Hospitalar (IPH) -Saúde Pública (Unaerp)

Odontologia (USF) -Inovação e Empreendedorismo (BI) -Marketing (ESPM) -Adm. Hospitalar (IPH) -Saúde Pública (Unaerp) Plínio A. R. Tomaz Plínio A. R. Tomaz Graduação: Odontologia (USF) Pós Graduação: -Inovação e Empreendedorismo (BI) -Marketing (ESPM) -Adm. Hospitalar (IPH) -Saúde Pública (Unaerp) Principais Ocupações:

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INCUBADAS PERÍODO

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INCUBADAS PERÍODO ANEXO IV QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DAS EMPRESAS INCUBADAS PERÍODO *Obrigatório Parte superior do formulário Responsável pelas Informações: * Informações Básicas A empresa Nome/ Razão Social da Empresa:

Leia mais

Gestão da Marca. Construção de valores

Gestão da Marca. Construção de valores Gestão da Marca Construção de valores Design é mais do que o veículo pelo qual as marcas se expressam e se conectam com seus clientes... o design é um reflexo do ecossistema humano Marc Gobé Especialista

Leia mais

REGULAMENTO DO PGA TÍTULO I FINALIDADE

REGULAMENTO DO PGA TÍTULO I FINALIDADE REGULAMENTO DO PGA TÍTULO I FINALIDADE Art.1º - O presente Regulamento do Plano de Gestão Administrativa - PGA da Ceres estabelece critérios e limites para definição do plano de custeio administrativo

Leia mais

Roteiro para Elaboração dos Planos de Gestão de Logística Sustentáveis PLS. Departamento de Logística e Serviços Gerais

Roteiro para Elaboração dos Planos de Gestão de Logística Sustentáveis PLS. Departamento de Logística e Serviços Gerais Roteiro para Elaboração dos Planos de Gestão de Logística Sustentáveis PLS Departamento de Logística e Serviços Gerais ÍNDICE PREPARAÇÃO... 3 A) IDENTIFICAÇÃO DA COMISSÃO GESTORA... 4 B) INSTITUIR POR

Leia mais

Perfil dos Participantes Compilação das Respostas dos Questionários

Perfil dos Participantes Compilação das Respostas dos Questionários Perfil dos Participantes Compilação das Respostas dos Questionários Outubro/2011 Temas de Interesse Meio Ambiente Ações Sociais / Projetos Sociais / Programas Sociais Sustentabilidade / Desenvolvimento

Leia mais

ANEXO 15: NECESSIDADES DE CONHECER DA COORDENAÇÃO GERAL DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS (CGDEP)

ANEXO 15: NECESSIDADES DE CONHECER DA COORDENAÇÃO GERAL DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS (CGDEP) ANEXO 15: NECESSIDADES DE CONHECER DA COORDENAÇÃO GERAL DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS (CGDEP) Referentes ao Planejamento Estratégico EIXO 1 - GESTÃO POR COMPETÊNCIAS E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Objetivo

Leia mais

Padrão de Gestão e Transparência do Terceiro Setor

Padrão de Gestão e Transparência do Terceiro Setor O que é o Padrão de Gestão e Transparência O Padrão de Gestão e Transparência (PGT) é um conjunto de práticas e ações recomendadas para as organizações sem fins lucrativos brasileiras organizadas na forma

Leia mais

Perfil do Investidor Brasileiro Experiências e Atuação Educacional da Bolsa

Perfil do Investidor Brasileiro Experiências e Atuação Educacional da Bolsa Perfil do Investidor Brasileiro Experiências e Atuação Educacional da Bolsa Daniel Pfannemüller Superintendente do Instituto Educacional BM&FBOVESPA Mar/2015 Confidencial Restrita Confidencial Uso Interno

Leia mais

Câmara Municipal de Barueri. Conheça a Norma SA8000. Você faz parte!

Câmara Municipal de Barueri. Conheça a Norma SA8000. Você faz parte! Câmara Municipal de Barueri Conheça a Norma SA8000 Você faz parte! O que é a Norma SA 8000? A SA 8000 é uma norma internacional que visa aprimorar as condições do ambiente de trabalho e das relações da

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

Acervos patrimoniais e a sustentabilidade cultural: Diretrizes e Práticas no Brasil Mação- Portugal

Acervos patrimoniais e a sustentabilidade cultural: Diretrizes e Práticas no Brasil Mação- Portugal JORNADAS DE ARQUEOLOGIA IBEROAMERICANA * II JORNADAS DE ARQUEOLOGIA TRANSATLÂNTICA - 2014 Acervos patrimoniais e a sustentabilidade cultural: Diretrizes e Práticas no Brasil Mação- Portugal Contexto Grupo

Leia mais

Agência de Inteligência em Pesquisa e Comunicação

Agência de Inteligência em Pesquisa e Comunicação Agência de Inteligência em Pesquisa e Comunicação 1 Quem somos Empresa de inteligência em pesquisa e comunicação, atuando nas diferentes áreas - consultoria, opinião e mercado. Soluções personalizadas.

Leia mais

Questionário de Governança de TI 2014

Questionário de Governança de TI 2014 Questionário de Governança de TI 2014 De acordo com o Referencial Básico de Governança do Tribunal de Contas da União, a governança no setor público compreende essencialmente os mecanismos de liderança,

Leia mais

Formulário de Adesão ao Projeto Vida no Trânsito

Formulário de Adesão ao Projeto Vida no Trânsito Formulário de Adesão ao Projeto Vida no Trânsito Se você deseja se candidatar a apoiar e participar de maneira pró-ativa do projeto VIDA NO TRÂNSITO, envie-nos um e-mail vidanotransitopalmas@gmail.com

Leia mais

ASPECTOS GERAIS DE GOVERNANÇA

ASPECTOS GERAIS DE GOVERNANÇA ASPECTOS GERAIS DE GOVERNANÇA FUNCIONAMENTO DO SISTEMA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR OPERADO POR ENTIDADES DE PREVIDÊNCIA PRIVADA, QUE ADMINISTRAM PLANOS DE BENEFÍCOS CLASSIFICADAS EM: ENTIDADES ABERTES

Leia mais

Escopo do programa...

Escopo do programa... Escopo do programa... 1 Necessidade de incentivar as boas práticas de Gestão de Pessoas no estado; 2 - Oportunidade para a troca de experiências; 3 Valorização dos talentos das Unimeds do Estado; 4 Valorização

Leia mais

Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE

Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE O Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE visa fortalecer a missão de desenvolver a nossa terra e nossa gente e contribuir para

Leia mais