A NOVA CARA DA AJE-MA Conheça o perfil dos jovens empresários que aceitaram esse desafio EMPREENDEDORISMO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A NOVA CARA DA AJE-MA Conheça o perfil dos jovens empresários que aceitaram esse desafio EMPREENDEDORISMO"

Transcrição

1 EDIÇÃO 1 JUNHO DE 2012 A NOVA CARA DA AJE-MA Conheça o perfil dos jovens empresários que aceitaram esse desafio EMPREENDEDORISMO AGORA Empresa Juniores inserem estudantes no mercado de trabalho CASE DE SUCESSO Perfil do Empresário Fabrizio Duailibe 1

2 2

3 3

4 sumariosumario sumario 18 Empreendedorismo agora 30 Case de Sucesso 08 Responsabilidade Social 12 Bem informado 14 Competitividade e inovação 16 Abrindo seu negócio O número de empreendedores cresce no Maranhão. As empresas juniores são grandes motivadoras nas faculdades. O empresário e diretor da Fábrica de Água Lençóis Maranhense fala sobre sua trajetória até firmar uma empresa forte no mercado. Cresce o investimento social privado. No Maranhão, o Instituto de Cidadania Empresarial (ICE-MA) realiza projetos e ações pelo social. O OPEE, método inovador de empreendedorismo nas escolas, ganha espaço e apoio da Confederação dos Jovens Empresários. Aprenda que tudo que pode parecer igual também pode ser feito de forma diferente, aumentando assim a competitividade no mercado. Dicas e conselhos para quem deseja abrir um empreendimento e está em busca de orientação. 22 Orientação jurídica Os entraves que a iniciativa privada precisa enfrentar no cenário nacional. A carga tributária e a escassez de insumos são fatores relevantes. 34 Mercado e negócios Compras coletivas: como se cuidar na hora de efetuar uma compra. Vários sites já fecharam as portas. 24 A AJE de cara nova Nova diretoria fala de seus projetos e ações para a gestão 2012/ Jovem atuante Fique por dentro das ações do primeiro semestre de 2012 da AJE-MA. 48 Ser empreendedor A espiritualidade é um fator que pode ser um diferencial no mercado de trabalho. 4

5 5

6 editorialeditorial editorial Novos desafios Seja muito bem-vindo (a) à Revista do Jovem Empreendedor. ssa publicação nasceu de um sonho. Assim como qualquer empreendedor que sonha e realiza, a nossa Erevista é a concretização de um projeto que envolve mais de 100 associados inquietos que buscam crescimento e mudança. São inquietos porque saem de suas empresas e percorrem escolas, faculdades, associações, jornais, televisões, eventos... enfim, locais onde possam encontrar outros sonhadores com o empreendedorismo a ser despertado. A Revista do Jovem Empreendedor carrega conteúdos que, nós jovens, buscamos em vários lugares separadamente, tendo como principal marca a regionalização da informação. Não viemos aqui concorrer com as grandes publicações nacionais, mas viemos mostrar que o empreendedor local também é notícia e pode ser visto como tal. Ou seja, vamos falar de assuntos gerais, porém valorizando as ações e os jovens empresários maranhenses. Aglutinamos nessa publicação informações importantes, dicas e estudos que vão ajudar todos a trilhar pelos caminhos fascinantes do empreendedorismo. A revista é apenas um dos projetos da AJE para Ainda temos muito trabalho pela frente com o Congresso Líder Maranhão, nosso maior projeto do ano. Na oportunidade, comemoraremos os 400 anos de São Luís promovendo 400 minutos de palestras e discussões sobre as dificuldades e oportunidades da nossa cidade. Teremos, ainda, o projeto Empreendedorismo na Escola, que preza pela implantação da disciplina de empreendedorismo nas escolas, levando ao estudante o que é ser empreendedor, pois temos a convicção que é no futuro que devemos apostar. Nossos muros não são o bastante. Nossa cidade também deixou de ser suficiente. E, ainda esse ano, ultrapassaremos nossos limites e abriremos duas novas AJEs no Maranhão. Quatro potenciais cidades estão sendo prospectadas, são elas: Caxias, Imperatriz, Santa Inês e Balsas. Cidades empreendedoras por natureza e determinantes para o crescimento do Maranhão. Empreendedorismo é isso: mais que sonhar é realizar. Esperamos que nossa revista lhe impulsione ainda mais rumo às nossas conquistas. Uma ótima leitura. Associação dos Jovens Empresários do Maranhão - AJE/MA CNPJ: / Praça Benedito Leite, 264, Sala 03 - Centro, , São Luís - MA (Prédio da Associação Comercial do Maranhão) Presidente: Felipe Mussalém Vice- presidente: Cleverson Gomes Diretora Executiva: Joseane Fortaleza Diretor Financeiro: Wilson Castro Júnior Diretor de Planejamento: Claudio Gomes Diretor de Projetos: Fabrízio Duailibe Diretora de Comunicação e Eventos: Luciana Torres y Rua 14, quadra 35, casa 04, Residencial Pinheiros I Cohama CEP: Telefone: (98) Editora Geral Jaqueline Moucherek Redação Beatriz Veras Priscila Abreu Fotos de capa Estúdio Foto Sombra Diagramação e Proj. Gráfico Adalberto Mendes Junior Marcos Caldas 6 Felipe Mussalém Presidente da Associação dos Jovens Empresários do Maranhão Gestão

7 7

8 responsabilidade social Investimento social privado 8 Estratégia voltada para resultados sustentáveis de impacto e transformação social O investimento social privado é uma das várias facetas da responsabilidade social. Empresas cada vez mais têm investido recursos em projetos sociais e há uma maior demanda por resultados concretos. Como qualquer investimento, as pessoas físicas ou jurídicas que financiam projetos de cunho social têm o intuito de aferir os resultados alcançados. Há, portanto, a preocupação em se gerar um retorno positivo à sociedade, de forma que o monitoramento das atividades desempenhadas seja constante e envolva uma equipe de profissionais, tais como assistentes sociais, pedagogos e educadores. Isto leva ao crescimento e maior profissionalização do terceiro setor frente às dificuldades dos setores público e privado no combate às mazelas sociais do país. Em estudo realizado pelo Grupo de Institutos, Fundações e Empresas (GIFE), constatou-se que 79% dos associados ao GIFE realizam alguma forma de plano estratégico para nortear sua atuação social, sendo que 91,7% dos 48 associados pesquisados realizam regulares avaliações de resultados (Investimento Social Privado no Brasil, 2000).O investimento social privado é o uso voluntário e planejado de recursos privados em projetos de interesse público. Ao contrário do que muitos pensam o investimento social privado não deve ser confundido com assistencialismo. No Maranhão, o Instituto de Cidadania Empresarial (ICE-MA), é pioneiro em trabalhar o investimento social privado. De acordo com o vice-presidente da entidade, Marcello Lamar, o investimento social privado é de extrema importância, pois reforça o conceito de que todos podemos fazer nossa parte, além de educar positivamente os funcionários e influenciar o setor público com modelos para serem replicados. Apesar da participação ainda pequena, mas crescente das empresas maranhenses no investimento no social, o ICE-MA tenta mostrar que quando uma sociedade prospera, melhora também seu ambiente de negó- cios favorecendo as empresas eficientes. A maioria das empresas luta pela sua sobrevivência e não tem tempo nem condições para investir em ações externas. Precisamos incentivá-las a fazer ações internas de valorização dos funcionários, respeito ao meio ambiente, educação para a cidadania, tudo isso dentro da rotina da empresa. Esses são os primeiros passos para que a empresa, com seu crescimento, venham a atuar de forma mais ampla em suas comunidades, na sua cidade e no seu Estado, declarou. Segundo ele, o instituto tem vários projetos, entre eles os Espaços Lúdicos, Coral Canto Curumim, Judô no Jaracaty, Telecentro Digital, Leitura em Cena, entre outros. Para o futuro queremos ampliar os projetos sociais das empresas associadas e funcionar como um elo entre a sociedade, o poder público e as empresas na resolução dos problemas que atingem nossa sociedade, destacou Lamar. Marcello Lamar Vice-presidente do ICE-MA

9 Movimento Nossa São Luís Dentro os projetos que se destacam no ICE-MA, está o Movimento Nossa São Luís. Em entrevista, o idealizador e Conselheiro do ICE-MA, o empresário Ted Lago falou um pouco sobre o projeto e seus principais objetivos. 1 Explique o que é e como surgiu o Movimento Nossa São Luís. Surgiu em 2007, após a visita, a convite da Fundação Avina, ao projeto Bogotá Como Vamos, na Colômbia. O BCV é um observatório de políticas públicas mantidas pela sociedade civil e organizadas em parceria com o setor empresarial. Fomos provocados a implantar um projeto semelhante no Brasil, nas cidades em que havia líderes-parceiros da Fundação Avina, como São Luís, São Paulo, Rio de janeiro, entre outras. O projeto tem como objetivo fazer um diagnóstico da cidade e propor ações para enfrentamento dos desafios das cidades. Ted Lago Conselho do ICE-MA 2 Como está a atuação do projeto hoje? Temos o Observatório Social de São Luís, braço técnico que faz o diagnóstico e levantamento de dados através do sistema de indicadores da cidade de São Luís. Temos também o movimento Nossa São Luís, braço de mobilização e fomento da cultura cidadã, que desperta nos cidadãos o seu papel para o desenvolvimento e construção de uma cidade justa, democrática e inclusiva para todos, dentro dos princípios do desenvolvimento sustentável. 9

10 10 responsabilidade social 3 Como a classe empresarial pode participar? O Observatório Social de São Luís nasce dentro de um movimento empresarial, que é o ICE-MA, que desde 2001 trabalha na difusão dos conceitos de responsabilidade social e cidadania corporativa. Acreditamos que a AJE-MA tem um papel fundamental de fortalecer esta iniciativa, envolvendo toda uma nova geração de líderes e empreendedores, conscientes de suas responsabilidades para o desenvolvimento da nossa cidade e do nosso estado. 4- Quais as áreas de atuação do projeto? O projeto monitora através de indicadores, diversos temas que impactam a qualidade de vida da cidade de São Luís. Saúde, educação, mobilidade urbana, economia, trabalho e renda. Esses são alguns desses temas, que através de dados, construímos uma série histórica no tempo e comparamos com as demais capitais brasileiras. Queremos sensibilizar os gestores públicos e candidatos nas próximas eleições que se aproximam para a necessidade do planejamento de longo prazo e para a gestão baseada em indicadores e metas como forma de obtermos avanços dentro destes temas. Somos um movimento apartidário e aberto à participação de todos.

11 Coral Canto Curumim O ICE-MA Impulsionado por um movimento nacional deflagrado em 1999 denominado Ação Empresarial pela Cidadania (hoje Articulação Nacional pela Cidadania Empresarial Rede ACE), o Instituto de Cidadania Empresarial do Maranhão surgiu em 20 de fevereiro de 2001 constituído formalmente pela associação de empresas com sede no Maranhão, com o objetivo de disseminar práticas de responsabilidade social empresarial. Foi preciso inicialmente conhecer as empresas locais, recrutar suas lideranças e, principalmente, construir junto com os empresários um jeito próprio de exercitar a Responsabilidade Social Empresarial. Desde sua fundação, o ICE-MA tem desenvolvido ações relevantes na área de educação, intervenção social e mobilização, sendo hoje a principal referência em responsabilidade social empresarial no estado. Principais projetos realizados LIDERAR-SE PRESENÇAS CENTRO DE VOLUNTÁRIOS DO MARANHÃO PROJETO AENE PROJETO MARANHÃO PROJETO INTERCÂMBIO CAPACITAÇÃO DE EDUCADORES DE ESCOLAS ORGANIZAÇÕES SOCIAIS Projetos em andamento OBSERVATÓRIO SOCIAL VOLUNTARIAR PROGRAMA DIÁLOGOS ESPAÇOS LÚDICOS SEMINÁRIO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL Contatos: Telefone: Site: 11

12 bem informado Léo Framain Professor e Psicoterapeuta Método OPEE para o empreendedorismo na escola O projeto Empreendedorismo na Escola é um sonho a ser realizado pela Associação dos Jovens Empresários do Maranhão. Esse projeto vem sendo trabalhado nacionalmente pela Confederação dos Jovens Empresários (Conaje), em parceria com a Secretaria da Juventude do Governo Brasileiro. O intuito é de criar, desenvolver e acompanhar o módulo de empreendedorismo para alunos do ensino médio e técnico. Além disso, tem como foco educar e treinar os jovens para o mercado empreendedor, transformando-os em pessoas qualificadas para gerir negócios próprios ou aprender a ter visões empreendedoras que possam colaborar com o crescimento das empresas em que trabalham ou venham a trabalhar. De acordo com o presidente da AJE-MA, Felipe Mussalém, foi criado o método de Orientação Profissional, Empregabilidade e Empreendedorismo (OPEE), que já vem sendo utilizado em várias instituições de ensino do Brasil. O método tem aval e parceria da Conaje, promovendo conhecimentos, ferramentas e orientações para que crianças e jovens construam um projeto de vida. São utilizados materiais didáticos, portal na internet e mídias sociais para alunos do ensino fundamental e médio, além de aulas e projetos que contemplam temas como: autoconhecimento, empreendedorismo, empregabilidade e educação financeira. Em São Luís, as escolas Upaon Açu e Santa Fé, que tem jovens empresários associados à AJE, já analisam a possibilidade de incluir a disciplina de empreendedorismo na sua grade curricular, ressaltou Felipe Mussalém. O OPEE é fruto da parceria entre a Teenager Assessoria Profissional e o Professor e Psicoterapeuta Leo Framain, que é mestre pela USP, especialista em psicologia escolar, palestrante internacional, autor de mais de 20 livros, counselor para programas de intercambio estudantil pelo STB e colunista do portal UOL. Esta metodologia é hoje usada em larga escala no país, com mais de 250 escolas treinadas e mais de alunos orientados em vários eventos informativos.

13 13

14 14 Competitividade e Inovação A inovação do todo dia a mesma coisa As empresas precisam se soltar mais e sentir o ambiente; identificar as aptidões dos liderados e potencializá-las. Matheus Foureaux Diretor da FOUREAUX Consultoria e Treinamento Todo dia é a mesma coisa: deparamos com brigas no trânsito, falta de respeito, pessoas estressadas e apressadas, ou mesmo naquela luta para saber se o salário chegará ao fim do mês. Contudo, quando chega o 13º salário, vai à forra; compra presentes, faz uma ceia maravilhosa, afinal é Natal, paga as dívidas, mas no mês seguinte, janeiro, a moda do iphone, ipod, iptu, ipva, volta a vigorar na rotina maçante e incessante. Falar em rotina, logo lembro-me do chefe tirano na época da ditadura que, praticamente sem desejar bom dia, vai te mandando fazer seu trabalho, não se importando com você. O ambiente de trabalho mais parece um quartel general. Infelizmente, esta é a rotina diária das empresas e precisa ser mudada. Comece pelo ambiente interno e pelo desenvolvimento humano. Inove! A rotina tornou-se muito exaustiva e desmotivadora. As empresas precisam de dinamicidade e interação com as pessoas, mas só querem produção e esquecem que existem seres humanos ali. Seres que pensam, que possuem sentimentos, emoções, que passam por dificuldades de todos os tipos, e mesmo assim, são batalhadores, guerreiros, contudo, necessitam de apoio e de direcionamento. Muitas vezes ouvimos dizer o seguinte ditado popular: tem muito cacique para pouco índio, ou seja, muita gente man- dando e poucas fazendo. Você teria coragem de falar com seu chefe para que ele mesmo faça alguma atividade? Muito difícil. Geralmente nos calamos e fazemos do jeito que ELE acha mais correto. Quantas vezes uma ideia sua foi colocada pelos superiores como se fosse a deles mesmos? O que você pensa não é aceito ou tem medo de falar o que pensa? Geralmente ambos. Sua ideia é discutida? Sua opinião conta? Pois é. Ao que parece, para ser um chefe, dois pré-requisitos são essenciais, ser narcisista e tirano. Este círculo vicioso é prejudicial e desastroso para qualquer empresa que deseja ser competitiva. Detalhe: isto literalmente mata a competitividade! A cada dia as organizações se engessam nesse círculo vicioso com as mesmas chatices robotizadas que fazem seu ambiente ficar pesado, rotineiro e de difícil desenvolvimento. As empresas precisam se soltar mais e sentir o ambiente; identificar as aptidões dos liderados e potencializá-las. Precisam de menos mandos e mais estímulo às atitudes proativas e vencedoras para que se inicie, a partir daí, um ambiente propício à inovação e ao empreendedorismo. Aos chefes, deixem de sê-lo e passem a liderar e direcionar, afinal de contas todos estão no mesmo barco e precisam remar. Atenção: não basta inovar! Dê sentido real à inovação e aplique-a, caso con-

15 trário, a ideia pode ficar na gaveta. Neste sentido, a ideia por si só é inútil. Se não as desenvolver, permanecerão meras ideias. Inseriram muitos vícios, modelos, regras, padrões e se esqueceram do simples: ouvir as pessoas. Precisamos deshierarquizar as relações humanas. Já pensou em sentar-se próximo ao presidente da empresa? Muitas empresas estão colocando o fale com o presidente, uma linha direta, justamente para aproximar as relações da empresa com o cliente, pois quanto mais próximo estiver do alto escalão, maiores serão as chances de sucesso. Precisamos sair do modelo enrijecido e ampliar nossas visões. A revista VOCÊ S/A trouxe em sua capa de junho/12, a seguinte chamada: ADEUS, TRABALHO CHATO, dizendo que cada vez mais profissionais abandonam o emprego por estarem insatisfeitos com a vida dentro das empresas. Achei isto fantástico! Isto é empreendedorismo! Mais e mais profissionais competentes que não são ouvidos, estão se desenvolvendo para além dos muros das empresas e abrindo seus próprios negócios, algumas vezes concorrendo com a própria empresa em que eram empregados. Contudo, devem se policiar para não agir como seus chefes e acabar perdendo bons profissionais. Se importe verdadeiramente! As melhores pessoas em qualquer profissão se importam com seus liderados, e as pessoas que estão sendo lideradas sabem quando essa atenção é falsa. Portanto, crie um ambiente que se importe e gere inovação. Consequentemente, sua empresa será competitiva! Se você já tem sua empresa formada e não sabe o que fazer, contrate um consultor para desenvolver e direcionar para aquilo que é fundamental para sua empresa: o ambiente, a liderança, a inovação. Invista na realização dos seus sonhos e dos seus colaboradores. As empresas precisam de dinamicidade e interação com as pessoas, mas só querem produção e es quecem que existem seres humanos ali. Desta forma será competitivo! Eles se sentirão como parte do seu negócio. Não existe uma receita para o sucesso, mas ressalto: INOVAÇÃO não é um acontecimento, uma ferramenta ou uma aplicação para ser usada sem critério. É um clima geral. É um ambiente propício e motivador. É um estado de espírito. Desenvolva o ambiente e deixe que o mesmo flua e interaja com você. Não faça com que o indivíduo se petrifique como se tivesse visto a medusa. Medo não desenvolve ninguém, pelo contrário, retrai. Afinal de contas, é somente a vontade das empresas que deve ser priorizada? Definitivamente não! É a vontade do colaborador que deve ser priorizada? Também não! É o desenvolvimento do ambiente que deve ser priorizado, em conjunto com todos os envolvidos. Você inova todo dia a mesma coisa? Saia desta rotina! Pois não há como criar riqueza sem ideias. E atente-se, pois a maioria das inovações é sugerida por recém-chegados, onde quer que seja. Portanto, seja bem vindo! E vamos inovar para competir. DESCUBRA O MUNDO MASCULINO NAS FRAGRÂNCIAS DE MAHOGANY para o pai sempre presente Hair Body Make up FraGraNCe HoMe facebook.com/mahoganyoficial São Luís Shopping Shopping da Ilha 15

16 abrindo o seu negócio Começando sua empresa Começar um novo negócio é uma decisão importante que necessita de um planejamento adequado com a adoção de medidas que garantam o sucesso da empreitada. Precisa-se entender o mercado, ser inovador, persistente e criativo. Entre as decisões a serem tomadas para viabilizar ou mesmo ampliar as possibilidades de um empreendimento estão: 1. Quem fará parte da empresa? Você pode montar o empreendimento sozinho e formar uma empresa individual. Se for sociedade, é importante a escolha de pessoas sérias e comprometidas com os objetivos traçados, isso fará toda a diferença. A primeira questão a ser observada é se a composição de uma sociedade é aderente ao negócio, ou seja, se efetivamente o plano de negócio traçado pressupõe a existência de uma sociedade, indica Renato Fonseca de Andrade, consultor de orientação empresarial do SE- BRAE-SP (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo). Sem a identificação definitiva da necessidade real de um sócio no projeto de empresa, o empreendedor pode dar um passo em falso e cometer um erro logo no princípio do empreendimento. Caso isso ocorra, aí vem a PERSISTÊNCIA para dar a volta por cima e mudar o rumo da história. Claudio Alves Gomes Graduado em Ciências Contábeis no UNICEUMA Pós-graduado em Contabilidade Tributária IBMEC/UNICEUMA Sócio Diretor da CGC Contabilidade Ltda. Conselheiro Fiscal (titular) da CONAJE Auditor Independente da Vade Consultoria 2. Atividades da empresa Acompanhe nesta coluna dicas e orientações na hora de abrir sua empresa Não menos importante que os sócios, o ramo de atividade de uma empresa deve ser escolhido primordialmente com base nas oportunidades de mercado. Não adianta definir um ramo para o qual o mercado já está saturado, a não ser que a empresa apresenta um grande diferencial. Aqui vem a INO- VAÇÃO E CRIATIVIDADE. O empreendedor deve escolher um ramo de atividade que conheça bem, ou deve se informar e realizar cursos para compreender. 3. Plano de Negócios Elabore um plano de negócios detalhado, definindo o segmento no qual atuará, anotando os prós e os contras, de forma objetiva. Faça isso para cada área que deseja, assim conseguirá tomar uma decisão mais apropriada. 4. Faça um curso de empreendedorismo Instituições como o SEBRAE oferecem cursos e até mesmo consultorias para auxiliar os empreendedores. Faça os cursos oferecidos, assim terá mais facilidade em definir a área de atuação que a empresa terá. Após essas dicas, desejo boa sorte no seu empreendimento! 16

17 17

18 18 empreendedorismo agora Maranhão se destaca pelo empreendedorismo Uma das alavancas são as empresas juniores, atuantes nas faculdades. Uma pesquisa recente realizada pelo IBGE*, sobre empreendedorismo no Maranhão, trouxe dados animadores sobre o empreendedorismo no estado, que é destaque da região nordeste com 25% dos trabalhadores vinculados a empresas, contra 20% da região nordeste. Já em relação ao numero de empresas abertas, em 2010 foram cerca de 3.565, segundo dados do Departamento Nacional de Registros do Comércio (DNRC), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Comparado ao ano anterior, houve um aumento percentual de 123%, o que representa novos empreendimentos, superando a média nacional do ano passado, de 101%. Informação marcante nesse cenário é a presença das mulheres em mais de 50% das empresas criadas, principalmente nas atividades de estética e turismo. Outro projeto que alavancou o crescimento foi o programa Empreendedor Individual que apresenta como proposta: tirar da informalidade e proporcionar identidade empresarial aos trabalhadores informais e que passam a emitir notas fiscais dos serviços prestados e a contribuir com a Previdência Social, contratar funcionários e acesso a credito. Para o prof. msc. Júlio César Maciel**, esse realidade é fruto de vários perfis de empreendedor. Segundo ele, ao contrário da maioria das pessoas que saem a procura de uma oportunidade de emprego, o empreendedor cria as oportunidade e oferece seus serviços e possíveis soluções. Ou seja, ele não pede emprego, oferece seus serviços. Ao contrário do que muita gente pensa, o empreendedor, não é somente aquele que abre um negocio, mas principalmente aquele que adota uma postura de dono do negócio e se comporta como tal, destacou. Na opinião do professor Júlio César, nem todos os empresários são necessariamente empreendedores. Essa pergunta é intrigante, por possuir correntes diversas de pensamento sobre essa questão, declarou. Segundo ele, a ideia clássica diz que o empreendedor, apresenta características peculiares, tais como: visão de futuro inovadora e criativa, autoconfiança e determinação.

19 Projetos empreendedores As empresas juniores são propostas pautadas em projetos empreendedores. Júlio destaca que o empreendedorismo é um exercício e, como tal, as experiências quanto mais cedo vivenciadas, maior a probabilidade de se conhecer e conhecer o mercado onde se pretende atuar. É o início da expansão da rede de relacionamentos, que é essencial, dentre outros fatores, para o sucesso de um negócio. Parte-se do pressuposto que ninguém nasce empreendedor, frisou. Quando se pergunta para empreendedores de sucesso, uma característica comum é que já abriram negócios que fracassaram. Por isso, a importância de iniciar trabalhos ainda na faculdade com orientações de professores experientes em gestão de negócios para minimizar os riscos e aumentar o conhecimento adquirido. Nas empresas juniores é semeada a ideia de que após a formatura, não precisaremos pedir empregos, e sim, oferecer serviços, finalizou. *FONTE: **Fonte: Prof. Msc. Júlio César Maciel - é Mestre em Administração pela FGV- Fundação Getúlio Vargas,(RJ) Administrador e Psicologo Organizacional. Especialista em Jogos empresariais. Consultor na área de desenhos de processos e perfis de atendimento ao cliente, vendas e gestão de pessoas. Professor de Pós-graduação e Palestrante da área educacional e organizacional. A gestão da na sua empresa Desenvolver competências comunicação Professor Júlio César Maciel Ao contrário do que muita gente pensa, o empreendedor, não é somente aquele que abre um negócio, mas principalmente aquele que adota uma postura de dono do negócio e se comporta como tal. de atuação A nossa capacidade é de integrar as áreas de jornalismo, publicidade, relações públicas e gestão de marcas. Posicionar sua empresa no mercado Podemos gerir planejamentos de comunicação que otimizem resultados por meio de estratégias em todas as áreas. y (98)

20 20 empreendedorismo agora O presidente da EJAD, Arthur Avelino, com integrantes do grupo que somam 21 membros. O QUE É O EMPREENDEDORISMO? No sentido etimológico, Empreendedorismo, vem de entrepreneur, do dicionário francês, que no século XII, conceituava aquelas pessoas que incentivava brigas, movimentos, ou seja, pessoas que buscavam sair da inercia, no sentido de dar movimento, fugir do comum, ou seja, aquele que inova, que tem consciência do seu papel e do seu potencial criativo para enxergar oportunidades e calcular riscos em qualquer área do conhecimento ou lugar na sociedade ou cargo que ocupa. Um grande exemplo de empreendedorismo de sucesso é a Empresa Júnior de Administração EJAD, da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). A empresa, que tem mais de 18 anos de mercado, é Pessoa Jurídica de Direito Privado, sem fins econômicos e com finalidades educacionais na área de Consultoria e Assessoria, constituindo-se basicamente pelos Discentes do Curso de Administração de Empresas da UEMA. Hoje em dia, a EJAD conta com 21 membros, sendo 10 trainees, cinco consultores, cinco diretores e um diretor presidente. O atual presidente, Arthur Avelino Pereira Ferreira, no sétimo período do curso de Administração, trabalha na EJAD há dois anos e meio e já desenvolveu vários projetos como: Pesquisa de Mercado, Plano de Negócios, Pesquisa de Clima Organizacional, Gestão de Estoques, Planejamento de Marketing. Ele também já ministrou diversos treinamentos e palestras na área administrativa. Tudo isso graças a EJAD, onde pude desenvolver habilidades como liderança, comunicação,

21 PERFIL EMPREENDEDOR negociação, visão empresarial, destacou. A EJAD tem como missão fomentar o empreendedorismo dentro do Maranhão através de treinamentos, casos, palestras e até mesmo com jogos de negócios que já foram realizados com tal intuito. Em 2011 conseguimos fazer com que mais de 100 alunos do curso tivessem a oportunidade de trabalhar em pequenos projetos pela EJAD, experimentando assim um pouco da veia empreendedora, não temos tanta demanda para dar essa oportunidade para todos os alunos, mas nos esforçamos e temos a meta de conseguir impactar na vida de mais pessoas, conta Arthur. Apesar de filiada a UEMA, a empresa é do Direito Privado, logo quem toma as decisões na empresa são os próprios membros, desde assinatura de contratos, negociação com clientes, contratação de funcionários, elaboração de projetos. A UEMA só entra na parte de auxílio docente, ou seja, de professores para avaliações dos projetos, e assim agregar valor ao produto que é entregue ao Não existe um consenso em relação aos tipos e classificações de empreendedores ou mesmo nomenclaturas. No âmbito acadêmico, destaca-se, os ensinamentos do Prof. Dr. José Dornelas, um dos maiores especialistas brasileiros em empreendedorismo e plano de negócios, que apresenta um pesquisa realizada por 399 empreendedores, onde identifica 8 tipos de empreendedores: Empreendedor Nato (Mitológico) Empreendedor que Aprende (Inesperado) Empreendedor Serial (Cria Novos Negócios) Empreendedor Corporativo, Empreendedor Social Empreendedor por Necessidade Empreendedor Herdeiro (Sucessão Familiar) Empreendedor Normal (Planejado) cliente. Todos os membros da empresa são motivados com o sentimento que é bem particular do empreendedor, o sentimento de mudar o mundo, começando pelo auxílio de empresas, empresários e alunos. Ao longo de 18 anos, mesmo sendo difícil mensurar quantos membros já passaram pela EJAD, a empresa sempre mantêm contatos com muitos deles e pode-se ver o quão diferenciado eles são no mercado. Hoje, os ex-membros têm seu próprio negócio, membros que trabalham em grandes empresas como: Vale, Grupo Mateus, OGX, SEBRAE, RENOSA, ALCOA e outras empresas. Ter um trabalho seguro, é ter uma vida completa. Assim é a Samed, atendimento completo em Medicina e Segurança do Trabalho. Software Integrado de Gestão Ocupacional é um software que integra os dados de recursos humanos, higiene, segurança, saúde ocupacional e meio ambiente. Rua de Nazaré, 356, Centro. 21

22 22 Orientação Jurídica Custo Brasil Escassez de insumos e carga tributária engessa crescimento de empresas Muito se discute, na atualidade, acerca dos entraves que a iniciativa privada é obrigada a enfrentar no cenário nacional. Num mundo globalizado, em que as fronteiras entre as nações não constituem empecilho ao livre comércio, todo e qualquer elemento que contribuir para o aumento dos custos de produção é visto com cautela pelo empresariado esclarecido. A escassez dos insumos de produção, o aumento da carga tributária e dos custos com logística são exemplos de fatores que influenciam, diretamente, no valor dos bens de produção lançados no mercado, e são de tal forma importantes que a menor variação entre eles é bastante para determinar qual empresa tem condições de oferecer produtos ou serviços de boa qualidade a preços convidativos. Os obstáculos que hoje são apresentados aos empresários brasileiros têm sido denominados, pela imprensa livre, do chamado custo Brasil. E o nome de nossa amada pátria tem tudo a ver com a mencionada expressão. Entre os 10 países de maior PIB no mundo, o Brasil é único que impõe aos seus cidadãos carga tributária elevada sem oferecer serviços públicos de qualidade. É único que não dispõe de infraestrutura de transportes adequada às suas proporções continentais. É o único que reserva seus melhores produtos (as chamadas comodities) para o mercado externo. E é o único que, a despeito de tudo isso, mantém um sistema trabalhista calcado em uma legislação obsoleta e patriarcal. Tome-se, a guisa de exemplo, a questão da estabilidade provisória dos trabalhadores. Em países mais desenvolvidos, como nos Estados Unidos por exemplo, a estabilidade no emprego não é regra nem entre os servidores públicos. Isso praticamente não existe por lá. Aqui no Brasil, por outro lado, a estabilidade é benefício estendido até aos trabalhadores da rede privada durante determinado período transitório. É concedida, por exemplo, aos dirigentes sindicais, aos membros Antonio Figueiredo Neto Sócio do Escritório Ítalo Azevedo Advocacia Empresial, responsável pela coordenação do Departamento Trabalhista de Comissões Internas de Prevenção de Acidentes (CIPAs), aos trabalhadores que retornam ao emprego depois de benefício previdenciário e às gestantes em geral. Argumentos existem, das mais diversas inspirações, para justificar a questão da estabilidade. No final das contas, se destina a um único propósito: impedir a despedida arbitrária do empregado. O certo é que cada uma dessas hipóteses adota regra de estabilidade própria que, em alguns casos, pode durar até 3 ou 4 anos. Mas em certas situações, a regra da estabilidade não é eficaz mesmo se o empregado preencher os pressupostos para a sua concessão. O Tribunal Superior do Trabalho vem decidindo, há algum tempo, que as regras da estabilidade provisória não surtem efeitos nos contratos de trabalho por prazo determinado, ou seja, naqueles com data certa para acabar. Nesse sentido, exemplo típico é o do contrato de experiência que, firmado no início do pacto laboral, pode ser prorrogado por uma única vez, desde que respeitado, como período de experiência, o lapso máximo de 90 (noventa) dias. Nesses tipos de contrato o órgão supremo do judiciário, em matéria trabalhista, já pacificou o entendimento de que como o empregado é advertido, logo no início do contrato, acerca da data em que será extinta a relação de emprego, não pode forçar o empregador a mantê-lo no trabalho pois a regra da estabilidade (que visa impedir a dispensa arbitrária) é exclusiva daqueles contratos que vigoram por prazo indeterminado. A conclusão do TST parece bastante lógica. É que, coincidência ou não, os trabalhadores que gozam de estabilidade provisória são aqueles que, por terem assumido compromissos com outras instituições (no caso dos sindicalistas e dos cipeiros) ou por seu estado de saúde pessoal (no caso dos acidentados e das gestantes) não se encontram no máximo de sua capacidade

23 laborativa e, portanto, estariam mais propensos à demissão, sob o ponto de vista do empregador preocupado em manter a produtividade do seu negócio. Nesses casos, parece crível conceber que lhes seja assegurada alguma garantia de emprego, já que o próprio contrato de trabalho vigora por prazo indeterminado. Situação completamente diferente é a do empregado que é contratado para exercer atividade durante certo prazo. A dispensa, ao final do contrato, ocorreria de qualquer forma, e não em decorrência de qualquer fator que lhe conferiria o direito à estabilidade provisória. Sucede, no entanto, que a 9ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (Rio Grande do Sul), ao apreciar Recurso Ordinário interposto por certa empregada dispensada ao final do contrato de experiência, quando estava grávida, abordou o tema de maneira curiosa. Em inusitada conclusão, o relator do Recurso Ordinário nº (RO), Des. Cláudio Antonio Cassou Barbosa, pontificou que a estabilidade da gestante constituiria direito fundamental de proteção à maternidade e ao nascituro e, portanto, deveria ser assegurada mesmo nos casos em que a gravidez é contraída no curso de relação transitória de emprego. Referida decisão, no entanto (que ainda não é definitiva), só demonstra o alto grau de incompatibilidade do sistema trabalhista brasileiro com os preceitos implementados mundo afora. Ao impor a certa empresa que mantenha em seus quadros, por vários meses a fio, um empregado contratado para trabalhar por apenas 90 dias, mesmo quando não existe trabalho para ser feito, é impor ao empresário ônus demasiadamente excessivo e incompatível com a natureza de seus negócios. Não é objetivo desse pequeno ensaio lançar armas contra a maternidade ou mesmo sobre a questão da estabilidade provisória. Longe disso! A crítica desse singelo artigo aos desgastados pilares da legislação trabalhista brasileira é, antes de tudo, um grito de alerta de quem tenta, mesmo que de forma tímida, estimular as discussões da sociedade sobre uma justa e equânime reforma, capaz de adequar os direitos e garantias do trabalhador à dinâmica do mercado de trabalho e dos meios de produção. 23

24 24 capacapa capa A nova cara da AJE-MA Com oito anos de fundação, a Associação dos Jovens Empresários do Maranhão passa por nova transição. Na gestão 2012/2013, o empresário Felipe Mussalém e sua diretoria têm o desafio de unir os cerca de 100 associados que a entidade detém. Em um momento de plena expansão do empreendedorismo, cada vez mais negócios são abertos no Brasil. Na última pesquisa realizada pela GEM Global Entrepreneurship Monitor, o Brasil atingiu o maior índice de empreendedorismo por oportunidade. Esse foi de 9,4% contra 5,9% do empreendedorismo por necessidade. Seguindo os excelentes resultados das gestões passadas, a nova diretoria terá que comunicar mais e melhor para o seu associado sobre os projetos e ações da entidade, que são muitos, mas que para 2012 se destacam o Programa AJE de Educação Continuada, Clube de Vantagens AJE, Líder Maranhão, expansão das AJE s, Revista Jovem Empreendedor, Empreendedorismo na Escola, entre outros. Entretanto, o associado precisa conhecer bem quem faz parte desse grupo de diretoria, para saber quem está à frente da entidade, afinal, na próxima gestão outros asso ciados engajados e comprometidos também terão essa oportunidade. A AJE-MA é uma entidade de relacionamento e oportunidades, só cabe ao associado identificar sua área de interesse e fazer parte atuante do grupo. Conheça agora os jovens que aceitaram dirigir a AJE-MA em 2012/2013.

25 Presidente Felipe Mussalém Nossa gestão mostrará aos associados a filosofia que rege a entidade, que é o empreendedorismo. aspectos Felipe Maranhão Mussalém é pedagogo e administrador de empresas, com pós-graduação em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas. Casado com Bruna e pai de Luís Felipe (10 anos) e Luís Eduardo (8 anos), é o terceiro filho de quatro irmãos do casal Miguel Luís e Marilourdes Mussalém. Atualmente é sócio das empresas HS Coaching e HS Premium, mas começou no mercado de trabalho ao lado da família, no Grupo Santa Fé, onde foi office boy e secretário até chegar à diretoria Administrativa Financeira. Depois de 13 anos de dedicação à instituição de Ensino, Felipe decidiu a necessidade de empreender e montar sua própria empresa. Apaixonado por pessoas, ele encontrou a realização atuando como coach, pois tem a possibilidade de tratar diretamente comportamentais para a obtenção de resultados. Na HS Premium, pode trabalhar a gestão de benefícios promovendo a satisfação, aração e retenção de talentos através de uma política de benefícios bem estruturada. Felipe ingressou na AJE- MA em 2009, após participar do Interaje, um evento da associação que teve como tema a Gestão Familiar. O tema chamou a minha atenção e levei os meus irmãos comigo, declarou. Ele destacou que logo de cara se apaixonou. Presidir Mussalém admite que não foi fácil decidir concorrer à presidência da AJE-MA, mas o compromisso em dar sua contribuição no crescimento da entidade foi fundamental para a tomada de decisão. Tive o apoio dos associados e por isso me senti seguro em assumir a entidade com um grupo forte que ajudaria nessa administração,ressaltou Felipe. Entretanto, o plano agora é mais audacioso. Nesta gestão, Felipe tem como objetivo continuar o processo de crescimento da entidade através da criação de mais quatro AJE s no Estado. O Rafael fez um ótimo trabalho na gestão passada, aumentando o número de associados da entidade. Minha responsabilidade é dar prosseguimento a esse trabalho sem que a entidade perca sua essência, mantendo uma raiz forte e sólida, garantiu. 25

26 26 capacapa capa Vice-Presidente Cleverson Gomes Nem todos sabem, mas Cleverson Gomes fez parte da AJE-MA em sua fundação, no ano de Administrador de empresas e pós graduado em docência e marketing, é proprietário das empresas Sólin Consultoria e Dismol Distribuidora. Récem-casado com Tarsyana Buhatem, Cleverson conta destaca que sempre focou na carreira e na vida com iniciativa, persistência, liderança, determinação. Minhas origens são simples e foi com muito trabalho, conhecimento e com a vontade de Deus que hoje me considero um homem realizado. Em 2012 Cleverson regressou à AJE porque encontrou jovens cheios de ideias empreendedoras e com uma imensa vontade de transformar em ação uma infinidade de planos para um futuro melhor em um mundo mais justo, com oportunidades iguais. Assumiu a vice-presidência com o objetivo de possibilitar o fortalecimento do empreendedorismo jovem e o crescimento do estado, criando oportunidades. Diretora Executiva Joseane Fortaleza Com tranquilidade e jogo de cintura, atributos indispensáveis ao sexo feminino, Joseane Fortaleza conta com orgulho 10 anos de existência da Prover, empresa de comunicação, promoção e eventos que administra desde os tempos de faculdade, quando trabalhava pela manhã e estudava à tarde e à noite. Formada em Comunicação Social Habilitação de Relações Públicas, pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), a empresária ainda conta com MBA em Gestão Empresarial. Joseane ingressou na AJE-MA em julho de 2010 e em novembro do mesmo ano já fazia parte da diretoria, na pasta de eventos. O interesse de fazer parte da AJE nasceu pela busca por relacionamento com jovens empresários, novos conhecimentos e divulgação da empresa. Hoje, como diretora executiva da entidade quer ajudar no desenvolvimento do empreendedorismo. A AJE é uma associação muito diversificada com todas as áreas da economia, isso faz com que sejamos fortes e versáteis, ressaltou.

27 Diretor de Planejamento Claudio Gomes Jovem empresário na área de prestação de serviços contábeis, Claudio Gomes se associou à AJE em 2011, quando a entidade precisava de reforços na pasta administrativa financeira. Na época, deu grande apoio aos coordenadores. Contador e pós-graduado em Contabilidade Tributária, ele é sócio da CGC Contabilidade, empresa com foco na gestão e planejamento tributário, planejamento sucessório, blindagem patrimonial, auditoria e perícia contábil e administriva-financeira. Atualmente como diretor de planejamento, Claudio conta que o convite de fazer parte da diretoria foi aceito por almejar o crescimento da entidade e gostar de novos desafios já que iria assumir um novo projeto. Os planos são facilitar, junto com os coordenadores, cada ação da AJE para que as mesmas sejam realizadas com eficiência e eficácia, resultando no fator sucesso, ressaltou. Diretor Administrativo Financeiro Wilson Barbosa Jr. Sócio diretor da WBC Representações, empresa de representação comercial de indústrias nacionais e multinacionais com atuação no setor de construção civil, Wilson Barbosa Castro Junior é bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Maranhão e pós-graduado em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas. Com 28 anos, já é responsável por 70% das operações da empresa fundada pelo pai há 30 anos. Gosto muito da área de vendas e meu propósito dentro da empresa para 2012 é tornar nossa equipe como benchmarking de uma equipe vencedora e que bate metas, afirmou. Está na AJE-MA desde 2010, mas foi em 2011 que passou a frequentar mais as reuniões. O clima de amizade, a troca de experiência e conhecimento chamou a atenção desse jovem empreendedor, que percebeu que poderia somar bastante, assim como aprender muito. Em agosto de 2011 assumi parcialmente o financeiro da entidade e agora em 2012 assumi oficialmente a Diretoria Administrativo Financeira. Como membro da diretoria da entidade meu propósito para 2012 será aumentar a geração de caixa da AJE utilizando tais recursos de forma melhor e mais estratégica, finalizou. 27

28 28 capacapa capa Diretor de Projetos e Parcerias Fabrizio de Almeida Duailibe Ex-presidente da AJE-MA, Fabrizio de Almeida Duailibe é Engenheiro de Computação formado pela Universidade Federal de São Carlos, SP (UFSCar), e ocupa o cargo de Gerente Comercial e TI da empresa Água Mineral Lençóis Maranhense. O jovem empresário é referência dentro da associação, pelo seu engajamento e motivação. Sob seu ponto de vista, se considera um misto de diversidade, intensidade e constante preocupação com a realidade atual, mas com cada vez mais tempo dedicado ao imprevisto. Eu tenho escolhido ser mais amigo e menos conselheiro nessas horas, confessou. Na AJE, Fabrizio, além de presidente, já ocupou o cargo de coordenador de planejamento, na gestão 2011/2012, e agora é diretor de projetos e parcerias. Ocupar cargos abaixo da presidência mostra que a busca do ideal é a única coisa que importa, e não o prestígio ou a hierarquia ou o poder em si, explicou. Entre os planos para essa gestão estão projetos como: Empreendedorismo na Escola, Academia-Empresa, Incubadora AJE/MA, Programa AJE/MA de Educação Continuada e outros. Diretora de Comunicação e Eventos Luciana Parga Torres Luciana Parga Torres é a caçula da diretoria. Com apenas seis meses de associada, já estava sendo convidada para compor a diretoria da Associação. Publicitária por formação, Luciana é diretora de atendimento da VCR Comunicação e Marketing. Com jeito simples e descontraído, ela facilmente se incorporou ao grupo, acrescentando e somando na pasta de comunicação e eventos. Segundo ela, o que a fez participar da AJE foi o interesse em network, troca de informações e experiências. Agora, como parte atuante da gestão, ela quer contribuir para fortalecer a entidade. Os planos da Diretoria de Comunicação e Eventos é dar visibilidade à AJE, aos projetos, aos associados e criar meios de comunicação diretos e simples aos membros e interessados na Associação, facilitando o envolvimento e a participação de todos. Minha maior responsabilidade é posicionar a imagem da AJE de acordo com os objetivos desta gestão, garantiu.

29 29

30 30 casede sucesso Empreendendo pela persistência O case do empresário Fabrizio Duailibe mostra que o bom empreendedor não se deixa abater pelas dificuldades e segue em busca de seus sonhos, mesmo que pareça difícil. Casado há nove anos com Ana Karine e pai de Lara e Marina, Fabrizio confessa que conciliar trabalho e família foi complicado, mas que quando percebeu que estava perdendo um momento maravilhoso da vida, que é o crescimento das filhas, começou a direcionar seu foco para a família. Quando minha esposa me chamou atenção a respeito disso, eu parei para pensar no que eu estava fazendo e decidi mudar, dando mais tempo à minha família. Ele contou essa história em meio a vários documentos espalhados sobre sua mesa, na Fábrica de Água Lençóis Maranhense, onde é Gerente Comercial e de TI. Quem conhece Fabrizio sabe que ele tem uma característica forte: a perseverança. Foi isso que o motivou a sempre trilhar pelo empreendedorismo, abrindo negócios, plantando e colhendo frutos, e principalmente seguindo em frente. Diretor de Projetos e Parcerias da Associação dos Jovens Empresários do Maranhão (AJE- MA), Presidente do Conselho de Jovens Empresários da Associação Comercial do Maranhão (ACM) e Coordenador Regional de Integração do Nordeste (CONAJE), Fabrizio conta que a participação em entidades de classe tem sido de primordial importância para seu crescimento pessoal e profissional. Meu maior projeto dentro da AJE, atualmente, é implantar o Projeto Empreendedorismo na Escola. Hoje trabalho dentro da empresa apenas 20 horas por semana graças à boa equipe que eu tenho e que profissionalizei. Não vejo como ser associativista se você não puder contar com as pessoas, opinou.

31 TRAJETÓRIA Mesmo concordando que ninguém vence sozinho, Fabrizio Dualibe confessou ter sido o mais independente entre os irmãos. Mais centrado, Fabrizio sempre gostou de resolver sozinho os seus problemas e desde pequeno já possuía o empreendedorismo nas veias. Segundo ele, a primeira experiência empreendedora começou ainda criança, quando recortava figuras de surf para transformar em adesivos. Vendo o interesse de seus colegas, passou a comercializar o produto. Nessa época ele sentiu o peso da inadimplência, porque as pessoas compravam e não pagavam. Isso foi uma grande experiência, pois me mostrou que você precisa saber atender bem, mas também saber para quem vender e agregar valor ao seu produto. Desde criança a pessoa já é capaz de ter as características de atendimento, da iniciativa, da criatividade e o sentimento de criar algo que as pessoas gostam, disse. A segunda experiência com os negócios veio em outra área: o varejo. Ele então passou a vender roupas de marca vindas de outro estado. Segundo ele, esse trabalho o preparou para o empreendedorismo sustentável, que foi de atender suas próprias necessidades sem grandes ambições em ganhar dinheiro, pois o pouco já lhe bastava. Aprendi que o que realmente vale é vender o produto de forma que ele não perca seu valor e não vendê-lo a qualquer preço. Nunca vi grandes empresas fazendo queima de estoque. A Lençóis hoje é um exemplo de negócio onde às vezes falta estoque para tanta demanda. O que realmente vale é agregar valor ao produto e não vendê-lo a qualquer preço. 31

32 32 casede sucesso NA ERA DA INFORMÁTICA Aos 14 anos Fabrizio ganhou seu primeiro computador, e então, começou a se interessar pela informática. Estudou e conseguiu ingressar em 13º lugar no curso de Engenharia da Computação, na Universidade de São Carlos (SP). Depois de tirar nota zero em uma das provas, pensou em desistir de tudo, por achar que tinha fracassado depois de tanto esforço da sua família em mantê-lo tão longe de casa. Tempos depois se esforçou e conseguiu êxito na matéria. Para ele, toda essa experiência de fracasso serviu para o aprendizado de que não se deve desistir tão fácil do que se deseja. É muito importante não desistir nunca do que se deseja, e para isso o estudo é primordial na vida de quem deseja vencer. Após o término da faculdade, em 1997, começou a trabalhar em uma empresa local, na área de design, mas não era bem o que queria e decidiu então abrir o seu primeiro negócio em parceria com um amigo: uma empresa de comunicação visual. Após não obter êxito em seus contratos, levando calotes de várias empresas, resolveu se desfazer da sociedade. Quatro meses depois foi morar em São Paulo, onde foi contratado por uma multinacional francesa e É muito importante não desistir do que se deseja. Para isso, o estudo é primordial na vida de quem quer vencer. começou a trabalhar com aquilo que mais desejava: hardware e software. Montou assim sua empresa, a F. Duailibe Consultoria de Informática, realizando o monitoramento dos sistemas de trens em São Paulo durante quatro anos. Ao longo do tempo, continuou se capacitando, se atualizando e aprendendo de fato como era administrar uma empresa. Depois dessa experiência puder perceber que o que me faltou antes foi o profissionalismo de saber oferecer e tratar de forma correta o produto. Em 2001 voltou ao Maranhão e começou a trabalhar na empresa da família, a Engecol, empresa de serviços de infraestrutura de telecomunicação do Estado, ingressando na área de sistema de dados. Em seguida, montou uma distribuidora de informática, e por conta da grande concorrência de pessoas que faziam fretes de produtos direto do Paraguai, fechou as portas. Naquela época, exerceu o cargo de gerente comercial, onde aprendeu como se planejar melhor, valorizando a criatividade, a organização e utilizando mão-de-obra local. E mesmo com toda essa estrutura, isso não foi o suficiente. Aprendi que não adianta você ter todo o profissionalismo e todo o metodismo se você não tem o principal que é o produto que a pessoa queira comprar.

O RH dos sonhos dos CEOs

O RH dos sonhos dos CEOs O RH dos sonhos dos CEOs Expectativas e estratégias da liderança para os Recursos Humanos Presidentes de empresas de todos os portes falaram sobre a importância dos Recursos Humanos para as suas empresas

Leia mais

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.

AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA. Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com. AGENDA SEBRAE OFICINAS CURSOS PALESTRAS JUNHO A DEZEMBRO - 2015 GOIÂNIA Especialistas em pequenos negócios. / 0800 570 0800 / sebraego.com.br COM O SEBRAE, O SEU NEGÓCIO VAI! O Sebrae Goiás preparou diversas

Leia mais

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Já passou a época em que o pedagogo ocupava-se somente da educação infantil. A pedagogia hoje dispõe de uma vasta

Leia mais

PROGRAMAs de. estudantil

PROGRAMAs de. estudantil PROGRAMAs de empreendedorismo e protagonismo estudantil Ciclo de Palestras MAGNUM Vale do Silício App Store Contatos Calendário Fotos Safari Cumprindo sua missão de oferecer uma educação inovadora e de

Leia mais

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER?

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? Anderson Katsumi Miyatake Emerson Oliveira de Almeida Rafaela Schauble Escobar Tellis Bruno Tardin Camila Braga INTRODUÇÃO O empreendedorismo é um tema bastante

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

Pessoas e Negócios em Evolução

Pessoas e Negócios em Evolução Empresa: Atuamos desde 2001 nos diversos segmentos de Gestão de Pessoas, desenvolvendo serviços diferenciados para empresas privadas, associações e cooperativas. Prestamos serviços em mais de 40 cidades

Leia mais

CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO

CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM ECOTURISMO Objetivo: O Curso tem por objetivo capacitar profissionais, tendo em vista a carência de pessoas qualificadas na área do ecoturismo, para atender,

Leia mais

Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS

Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS Administração de Pessoas por COMPETÊNCIAS Adm.Walter Lerner 1.Gestão,Competência e Liderança 1.1.Competências de Gestão Competências Humanas e Empresariais são Essenciais Todas as pessoas estão, indistintamente,

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT Proposta do CDG-SUS Desenvolver pessoas e suas práticas de gestão e do cuidado em saúde. Perspectiva da ética e da integralidade

Leia mais

Liderança e Motivação para Construtoras, Incorporadoras, Escritórios de Arquitetura e Imobiliárias

Liderança e Motivação para Construtoras, Incorporadoras, Escritórios de Arquitetura e Imobiliárias Liderança e Motivação para Construtoras, Incorporadoras, Escritórios de Arquitetura e Imobiliárias Antes de tudo como sugestão aos donos de construtoras, incorporadoras, imobiliárias e escritórios de arquitetura

Leia mais

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Brasília, 02 de janeiro de 2015. Ministra Miriam Belchior, demais autoridades, parentes e amigos aqui presentes.

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS www.empreende.com.br emp@empreende.com.br FAZENDO ACONTECER Programa de ensino de empreendedorismo inovador em nível mundial, desenvolvido

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

Construindo o Conteúdo da Liderança. José Renato S. Santiago Jr.

Construindo o Conteúdo da Liderança. José Renato S. Santiago Jr. Construindo o Conteúdo da Liderança José Renato S. Santiago Jr. Gestão Estratégica de RH Módulo 1: Alinhando Gestão de Pessoas com a Estratégia da Empresa Módulo 2: Compreendendo e Dinamizando a Cultura

Leia mais

Perfil do egresso dos cursos de computação da UFS no mercado de trabalho

Perfil do egresso dos cursos de computação da UFS no mercado de trabalho Perfil do egresso dos cursos de computação da UFS no mercado de trabalho SEMINFO/UFS/ITA 2012 Leonardo Nogueira Matos Outubro de 2012 Leonardo Nogueira Matos (DCOMP/UFS) Perfil do egresso dos cursos de

Leia mais

Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012

Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012 Planejamento Estratégico para Escritórios de Advocacia ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 1º SEMESTRE DE 2012 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas (FGV) deu início a

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS GESTÃO POR COMPETÊNCIAS STM ANALISTA/2010 ( C ) Conforme legislação específica aplicada à administração pública federal, gestão por competência e gestão da capacitação são equivalentes. Lei 5.707/2006

Leia mais

Liderança e Gestão de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Liderança e Gestão de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os

Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os Mesmo em uma construtora de menor porte, o processo de gestão pode ser bastante complexo. Este guia traz dicas de gerenciamento para atingir os melhores resultados. 2 ÍNDICE SOBRE O SIENGE INTRODUÇÃO 01

Leia mais

estão de Pessoas e Inovação

estão de Pessoas e Inovação estão de Pessoas e Inovação Luiz Ildebrando Pierry Secretário Executivo Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade Prosperidade e Qualidade de vida são nossos principais objetivos Qualidade de Vida (dicas)

Leia mais

INOVAÇÃO NA ADVOCACIA A ESTRATÉGIA DO OCEANO AZUL NOS ESCRITÓRIOS JURÍDICOS

INOVAÇÃO NA ADVOCACIA A ESTRATÉGIA DO OCEANO AZUL NOS ESCRITÓRIOS JURÍDICOS INOVAÇÃO NA ADVOCACIA A ESTRATÉGIA DO OCEANO AZUL NOS ESCRITÓRIOS JURÍDICOS Ari Lima Um empreendimento comercial tem duas e só duas funções básicas: marketing e inovação. O resto são custos. Peter Drucker

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROJETO e-jovem

APRESENTAÇÃO DO PROJETO e-jovem APRESENTAÇÃO DO PROJETO e-jovem O Projeto e-jovem é uma iniciativa do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Educação SEDUC, cuja proposta visa oferecer formação em Tecnologia da Informação

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

Empreendedorismo na prática

Empreendedorismo na prática Empreendedorismo na prática Autor: José Carlos Assis Dornelas Aluno: Douglas Gonzaga; Diana Lorenzoni; Paul Vogt; Rubens Andreoli; Silvia Ribeiro. Turma: 1º Administração Venda Nova do Imigrante, Maio

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária

PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária Apoio: Secretária municipal de educação de santo Afonso PROJETO INTERAÇÃO FAMÍLIA X ESCOLA: UMA RELAÇÃO NECESSÁRIA. É imperioso que dois dos principais

Leia mais

Capacitando Profissionais

Capacitando Profissionais Capacitando Profissionais 2014 Setup Treinamentos & Soluções em TI www.setuptreinamentos.com APRE SENTA ÇÃ O A atual realidade do mercado de trabalho, que cada dia intensifica a busca por mão-de-obra qualificada,

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

As exigências e transformações do mercado de trabalho neste novo milênio

As exigências e transformações do mercado de trabalho neste novo milênio As exigências e transformações do mercado de trabalho neste novo milênio 1) - Quais as transformações efetivas que estão ocorrendo no mundo dos negócios e como tais mudanças interferem no movimento do

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social DISCURSO DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO, HENRIQUE PAIM Brasília, 3 de fevereiro de 2014 Hoje é um dia muito especial para mim. É um dia marcante em uma trajetória dedicada à gestão pública ao longo de vários

Leia mais

ações de cidadania ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará

ações de cidadania ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará ações de cidadania Onde o sol nasce ONG estimula o protagonismo de jovens para que eles atuem transformando a realidade de região castigada pela seca no Ceará O triste cenário já é um velho conhecido por

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO.

SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Workshop para empreendedores e empresários do Paranoá DF. SUPERE A CRISE E FORTALEÇA SEU NEGÓCIO. Dias 06 e 13 de Dezembro Hotel Bela Vista Paranoá Das 08:00 às 18:00 horas Finanças: Aprenda a controlar

Leia mais

Estamos presentes em 20 estados

Estamos presentes em 20 estados http://goo.gl/7kuwo O IDEBRASIL é voltado para compartilhar conhecimento de gestão com o empreendedor do pequeno e micro negócio, de forma prática, objetiva e simplificada. A filosofia de capacitação é

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL

A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE GERENCIAL NA GESTÃO EMPRESARIAL Aldemar Dias de Almeida Filho Discente do 4º ano do Curso de Ciências Contábeis Faculdades Integradas de Três Lagoas AEMS Élica Cristina da

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MBA EM GESTÃO DE PESSOAS, LIDERANÇA E COACHING CENÁRIO E TENDÊNCIAS DOS NEGÓCIOS 8 h As mudanças do mundo econômico e as tendências da sociedade contemporânea.

Leia mais

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente DICAS PARA ABRIR UM ESCRITÓRIO CONTÁBIL Começar um empreendimento requer coragem. Estar preparado para esse momento é fundamental, pois não vale, em hipótese alguma, aplicar o seu dinheiro no desconhecido.

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1 BUSINESS GAME UGB Eduardo de Oliveira Ormond Especialista em Gestão Empresarial Flávio Pires Especialista em Gerencia Avançada de Projetos Luís Cláudio Duarte Especialista em Estratégias de Gestão Marcelo

Leia mais

Conheça a trajetória da empresa no Brasil através desta entrevista com o Vice- Presidente, Li Xiaotao.

Conheça a trajetória da empresa no Brasil através desta entrevista com o Vice- Presidente, Li Xiaotao. QUEM É A HUAWEI A Huawei atua no Brasil, desde 1999, através de parcerias estabelecidas com as principais operadoras de telefonia móvel e fixa no país e é líder no mercado de banda larga fixa e móvel.

Leia mais

COMO FAZER A TRANSIÇÃO

COMO FAZER A TRANSIÇÃO ISO 9001:2015 COMO FAZER A TRANSIÇÃO Um guia para empresas certificadas Antes de começar A ISO 9001 mudou! A versão brasileira da norma foi publicada no dia 30/09/2015 e a partir desse dia, as empresas

Leia mais

Palestrante Paulo Gerhardt Inspira, Motiva e Sensibiliza para Resultados Superiores

Palestrante Paulo Gerhardt Inspira, Motiva e Sensibiliza para Resultados Superiores Palestrante Paulo Gerhardt Inspira, Motiva e Sensibiliza para Resultados Superiores Com uma abordagem inovadora e lúdica, o professor Paulo Gerhardt tem conquistado plateias em todo o Brasil. Seu profundo

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

Inovação é oxigênio para os pequenos negócios CASO DE SUCESSO

Inovação é oxigênio para os pequenos negócios CASO DE SUCESSO CASO DE SUCESSO O empresário Marcelo Folha conseguiu tirar o restaurante do vermelho graças ao atendimento que recebeu do Sebrae, por meio do Programa Agentes Locais de Inovação. Inovação é oxigênio para

Leia mais

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey

O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey O Valor estratégico da sustentabilidade: resultados do Relatório Global da McKinsey Executivos em todos os níveis consideram que a sustentabilidade tem um papel comercial importante. Porém, quando se trata

Leia mais

O MBA CONTROLLER foi lançado em 1994 e é o mais tradicional MBA do mercado brasileiro

O MBA CONTROLLER foi lançado em 1994 e é o mais tradicional MBA do mercado brasileiro MBA Controller Ao cursar o MBA CONTROLLER FIPECAFI/ANEFAC, o aluno convive com pessoas de diferentes perfis entre os mais diversos segmentos de mercado e com a experiência profissional exigida para que

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008

Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Veículo: Site Estilo Gestão RH Data: 03/09/2008 Seção: Entrevista Pág.: www.catho.com.br SABIN: A MELHOR EMPRESA DO BRASIL PARA MULHERES Viviane Macedo Uma empresa feita sob medida para mulheres. Assim

Leia mais

Título do Case: O papel do Movimento Empresa Júnior na formação de empreendedores que transformam a vida das pessoas Categoria: EJ Empreendedora

Título do Case: O papel do Movimento Empresa Júnior na formação de empreendedores que transformam a vida das pessoas Categoria: EJ Empreendedora Título do Case: O papel do Movimento Empresa Júnior na formação de empreendedores que transformam a vida das pessoas Categoria: EJ Empreendedora Resumo: O Movimento Empresa Júnior (MEJ) brasileiro há mais

Leia mais

A importância da Liderança no sucesso da implementação Lean

A importância da Liderança no sucesso da implementação Lean A importância da Liderança no sucesso da implementação Lean Paulo Cesar Brito Lauria Muitas empresas têm se lançado na jornada de implementar a filosofia lean nas últimas décadas. No entanto, parece que

Leia mais

Judiciário e Políticas Públicas ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 2º SEMESTRE DE 2013

Judiciário e Políticas Públicas ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 2º SEMESTRE DE 2013 Judiciário e Políticas Públicas ESCOLA DE DIREITO DE SÃO PAULO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS 2º SEMESTRE DE 2013 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas (FGV) deu início a suas atividades em 1944

Leia mais

Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria São Paulo, 13 e 14 de maio de 2015

Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria São Paulo, 13 e 14 de maio de 2015 Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria São Paulo, 13 e 14 de maio de 2015 INOVAR É FAZER Manifesto da MEI ao Fortalecimento da Inovação no Brasil Para nós empresários Inovar é Fazer diferente, Inovar

Leia mais

O que as empresas e profissionais devem fazer na crise!

O que as empresas e profissionais devem fazer na crise! O que as empresas e profissionais devem fazer na crise! Temos visto e vivido no Brasil um constante cenário de lamentações, reclamações, busca de culpados, busca de responsáveis e bodes expiatórios para

Leia mais

I. A empresa de pesquisa de executivos deve lhe fornecer uma avaliação precisa e cândida das suas capacidades para realizar sua pesquisa.

I. A empresa de pesquisa de executivos deve lhe fornecer uma avaliação precisa e cândida das suas capacidades para realizar sua pesquisa. DIREITO DOS CLIENTES O que esperar de sua empresa de Executive Search Uma pesquisa de executivos envolve um processo complexo que requer um investimento substancial do seu tempo e recursos. Quando você

Leia mais

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - u s a r Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. coleção Conversas #17 - DEZEMBRO 2014 - Sou so profes r a, Posso m a s n ão parar d aguento m e ai ensinar s? d a r a u la s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA Profº Paulo Barreto Paulo.santosi9@aedu.com www.paulobarretoi9consultoria.com.br 1 Analista da Divisão de Contratos da PRODESP Diretor de Esporte do Prodesp

Leia mais

Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009

Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009 Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009 Seção: Estilo&Gestão RH Pág.: www.catho.com.br Assunto: Entrevista Marly Vidal Marly Macedo ajuda a Sabin a ser uma das melhores empresas para trabalhar Tatiana Aude

Leia mais

Estimativas Profissionais Plano de Carreira Empregabilidade Gestão de Pessoas

Estimativas Profissionais Plano de Carreira Empregabilidade Gestão de Pessoas By Marcos Garcia Como as redes sociais podem colaborar no planejamento e desenvolvimento de carreira (individual e corporativo) e na empregabilidade dos profissionais, analisando o conceito de Carreira

Leia mais

SETE SEMANAS PARA O SUCESSO DE UM ESCRITÓRIO - ETAPAS BÁSICAS PARA IMPLANTAÇÃO DO MARKETING JURÍDICO

SETE SEMANAS PARA O SUCESSO DE UM ESCRITÓRIO - ETAPAS BÁSICAS PARA IMPLANTAÇÃO DO MARKETING JURÍDICO SETE SEMANAS PARA O SUCESSO DE UM ESCRITÓRIO - ETAPAS BÁSICAS PARA IMPLANTAÇÃO DO MARKETING JURÍDICO Ari Lima É possível implantar um plano prático e funcional de marketing jurídico com ótimas chances

Leia mais

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS

GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO APRESENTAÇÃO E GRADE CURRICULAR DOS CURSOS Graduação PROCESSOS GERENCIAIS 1.675 HORAS Prepara os estudantes para o empreendedorismo e para a gestão empresarial. Com foco nas tendências

Leia mais

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Cursos para Melhoria do desempenho & Gestão de RH TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Administração do Tempo Ampliar a compreensão da importância

Leia mais

MINIWEB EDUCAÇÃO - A EXPERIÊNCIA DA CRIAÇÃO DE UM PORTAL EDUCACIONAL E CURSOS A DISTÂNCIA.

MINIWEB EDUCAÇÃO - A EXPERIÊNCIA DA CRIAÇÃO DE UM PORTAL EDUCACIONAL E CURSOS A DISTÂNCIA. 1 MINIWEB EDUCAÇÃO - A EXPERIÊNCIA DA CRIAÇÃO DE UM PORTAL EDUCACIONAL E CURSOS A DISTÂNCIA. Profa. Arlete Embacher MiniWeb Educação S/C Ltda webmaster@miniweb.com.br Resumo Este relato descreve como surgiu

Leia mais

Discurso 04/12/2003. Dr. Alfredo Setubal

Discurso 04/12/2003. Dr. Alfredo Setubal Discurso 04/12/2003 Dr. Alfredo Setubal Presidente do Conselho de Administração do IBRI - Instituto Brasileiro de Relações com Investidores Boa Noite! Esta cerimônia de final de ano é a minha última à

Leia mais

MILLENNIAL 1980~2000 BABY BOOMER 1945~1965 GERAÇÃO X 1965~1980 GERAÇÃO Z 2000~

MILLENNIAL 1980~2000 BABY BOOMER 1945~1965 GERAÇÃO X 1965~1980 GERAÇÃO Z 2000~ O QUE A GERAÇÃO O QUE A GERAÇÃO MILLENNIAL ESTÁ ESPERANDO DAS EMPRESAS ESTÁ ESPERANDO DAS EMPRESAS O QUE A GERAÇÃO BABY BOOMER 1945~1965 GERAÇÃO X 1965~1980 MILLENNIAL 1980~2000 GERAÇÃO Z 2000~ Trabalhar

Leia mais

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento.

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento. DISCURSO DE POSSE Boa Noite a todos! Cumprimento o ex-diretor presidente Sebastião Calais, o Prefeito Leris Braga, o vice-prefeito Alcemir Moreira, o presidente da Câmara de Vereadores Juarez Camilo, o

Leia mais

EDUFOR SERVIÇOS EDUCACIONAIS LTDA FACULDADE EDUCACIONAL FORTALEZA EDUFOR CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO

EDUFOR SERVIÇOS EDUCACIONAIS LTDA FACULDADE EDUCACIONAL FORTALEZA EDUFOR CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO EDUFOR SERVIÇOS EDUCACIONAIS LTDA FACULDADE EDUCACIONAL FORTALEZA EDUFOR CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PROJETO DO CENTRO DE EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO CEI 2013 1. APRESENTAÇÃO Ciente da necessidade

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Rafael Marques Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Minha idéia inicial de coaching era a de uma pessoa que me ajudaria a me organizar e me trazer idéias novas,

Leia mais

Responsabilidade Social

Responsabilidade Social Responsabilidade Social INSTITUTO DE CIDADANIA EMPRESARIAL DO MARANHÃO ICE/MA MISSÃO: Difundir o conceito de desenvolvimento sustentável de modo a incentivar as empresas a adotarem a responsabilidade social

Leia mais

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional A união faz a força O dito popular encaixa-se como uma luva quando o assunto é associativismo o assunto em pauta no meio sindical. As principais confederações patronais do País estão investindo nessa bandeira

Leia mais

IBMEC Jr. Consultoria. A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho

IBMEC Jr. Consultoria. A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho IBMEC Jr. Consultoria A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho O mercado de trabalho que nos espera não é o mesmo dos nossos pais... ... ele mudou! As mudanças Certeza Incerteza Real Virtual

Leia mais

APRESENTAÇÃO MISSÃO VISÃO

APRESENTAÇÃO MISSÃO VISÃO 1 2 INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO A BR House gera resultado de forma integrada e eficiente. Presente em Brasília, Goiânia, Cuiabá e Campo Grande com um forte time de corretores atuando pela empresa. Especialistas

Leia mais

Titulo do Case: Transforme a sociedade com a força do empreendedorismo social Categoria: Prática Interna Temática: Sociedade

Titulo do Case: Transforme a sociedade com a força do empreendedorismo social Categoria: Prática Interna Temática: Sociedade Titulo do Case: Transforme a sociedade com a força do empreendedorismo social Categoria: Prática Interna Temática: Sociedade Resumo: Quanto custa um projeto? As possíveis respostas são inúmeras. Os números

Leia mais

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Guia do Educador CARO EDUCADOR ORIENTADOR Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 2. PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Objetivo GERAL 5 METODOLOGIA 5 A QUEM SE DESTINA? 6 O QUE

Leia mais

ATENDIMENTO 3D O diferencial para o sucesso em vendas

ATENDIMENTO 3D O diferencial para o sucesso em vendas Perfil... Atuando há 20 anos em vendas Jean Oliveira já viveu na pele cada experiência que essa profissão promove, é especialista com MBA em Estratégias de Negócios e graduado em Tecnologia de Processamento

Leia mais

Padrão exclusivo para sua empresa. nsanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar

Padrão exclusivo para sua empresa. nsanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar especial gestão Padrão exclusivo para sua empresa nsanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes. A frase consagrada de Albert Einstein não poderia ser mais clara: quer

Leia mais

ABCEducatio entrevista Sílvio Bock

ABCEducatio entrevista Sílvio Bock ABCEducatio entrevista Sílvio Bock Escolher uma profissão é fazer um projeto de futuro A entrada do segundo semestre sempre é marcada por uma grande preocupação para todos os alunos que estão terminando

Leia mais

Ora, é hoje do conhecimento geral, que há cada vez mais mulheres licenciadas, com mestrado, doutoramentos, pós-docs e MBA s.

Ora, é hoje do conhecimento geral, que há cada vez mais mulheres licenciadas, com mestrado, doutoramentos, pós-docs e MBA s. Bom dia a todos e a todas, Não é difícil apontar vantagens económicas às medidas de gestão empresarial centradas na igualdade de género. Em primeiro lugar, porque permitem atrair e reter os melhores talentos;

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS São Paulo Presença nacional, reconhecimento mundial. Conheça a Fundação Dom Cabral Uma das melhores escolas de negócios do mundo, pelo ranking de educação executiva

Leia mais

Campus Cabo Frio. Projeto: Incubadora de Empresas criação de emprego e renda.

Campus Cabo Frio. Projeto: Incubadora de Empresas criação de emprego e renda. Campus Cabo Frio Trabalho de Microeconomia Prof.: Marco Antônio T 316 / ADM Grupo: Luiz Carlos Mattos de Azevedo - 032270070 Arildo Júnior - 032270186 Angélica Maurício - 032270410 Elias Sawan - 032270194

Leia mais

ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS

ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS ARTIGOS AÇÕES MOTIVACIONAIS ÍNDICE em ordem alfabética: Artigo 1 - ENDOMARKETING: UMA FERRAMENTA ESTRATÉGICA PARA DESENVOLVER O COMPROMETIMENTO... pág. 2 Artigo 2 - MOTIVANDO-SE... pág. 4 Artigo 3 - RECURSOS

Leia mais

Carta de Adesão à Iniciativa Empresarial e aos 10 Compromissos da Empresa com a Promoção da Igualdade Racial - 1

Carta de Adesão à Iniciativa Empresarial e aos 10 Compromissos da Empresa com a Promoção da Igualdade Racial - 1 Carta de Adesão à Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial e à sua agenda de trabalho expressa nos 10 Compromissos da Empresa com a Promoção da Igualdade Racial 1. Considerando que a promoção da igualdade

Leia mais

O desenvolvimento do Terceiro Setor e a profissionalização

O desenvolvimento do Terceiro Setor e a profissionalização O desenvolvimento do Terceiro Setor e a profissionalização Cristiane dos Santos Schleiniger * Lise Mari Nitsche Ortiz * O Terceiro Setor é o setor da sociedade que emprega aproximadamente 1 milhão de pessoas.

Leia mais

Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1

Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1 Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade Hebert Schiavelli Página 1 A maior Ambição do Homem é querer Colher aquilo que Não Semeou. Hebert Schiavelli (Empreendedor) Porque não Seguir o Fluxo da Sociedade

Leia mais

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Este guia pretende nortear os Grupos Escoteiros do Brasil a desenvolverem um

Leia mais

Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza

Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza OConselho da Comunidade Solidária foi criado em 1995 com base na constatação de que a sociedade civil contemporânea se apresenta como parceira indispensável

Leia mais

Amanda Oliveira. E-book prático AJUSTE SEU FOCO. Viabilize seus projetos de vida. www.escolhas-inteligentes.com

Amanda Oliveira. E-book prático AJUSTE SEU FOCO. Viabilize seus projetos de vida. www.escolhas-inteligentes.com E-book prático AJUSTE SEU FOCO Viabilize seus projetos de vida CONTEÚDO À QUEM SE DESTINA ESSE E-BOOK:... 3 COMO USAR ESSE E-BOOK:... 4 COMO ESTÁ DIVIDIDO ESSE E-BOOK:... 5 O QUE É COACHING?... 6 O SEU

Leia mais

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense 1. DISCRIMINAÇÃO DO PROJETO Título do Projeto Educação de Qualidade: direito de todo maranhense Início Janeiro de 2015 Período de Execução Término

Leia mais

FICHA DE CADASTRO EMPRETEC. Município Data: / /

FICHA DE CADASTRO EMPRETEC. Município Data: / / FICHA DE CADASTRO EMPRETEC Município Data: / / Caro Empreendedor, Obrigado por seu interesse pelo Empretec, um dos principais programas de desenvolvimento de empreendedores no Brasil e no Mundo! As questões

Leia mais

Roteiro para orientar o investimento social privado na comunidade 1

Roteiro para orientar o investimento social privado na comunidade 1 Roteiro para orientar o investimento social privado na comunidade 1 O IDIS Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social é uma organização da sociedade civil de interesse público, que tem como

Leia mais

CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL

CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL Curso: Tecnologia Social e Educação: para além dos muros da escola Resumo da experiência de Avaliação do Programa "Apoio

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Concepção do Curso de Administração CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Concepção do Curso de Administração A organização curricular do curso oferece respostas às exigências impostas pela profissão do administrador, exigindo daqueles que integram a instituição

Leia mais

Cartilha do ALUNO EMPREENDEDOR POLITÉCNICA

Cartilha do ALUNO EMPREENDEDOR POLITÉCNICA 1 Cartilha do ALUNO EMPREENDEDOR POLITÉCNICA Diretor Acadêmico: Edison de Mello Gestor do Projeto: Prof. Marco Antonio da Costa 2 1. APRESENTAÇÃO Prepare seus alunos para explorarem o desconhecido, para

Leia mais

Maximizando o Ciclo de Vida do Lean

Maximizando o Ciclo de Vida do Lean Maximizando o Ciclo de Vida do Lean Nos últimos anos, muitas empresas tiveram contato com o Lean e se impressionaram com os ganhos que poderiam obter. Tratava-se de uma nova abordagem de negócios, e que

Leia mais

No Brasil, a Shell contratou a ONG Dialog para desenvolver e operar o Programa, que possui três objetivos principais:

No Brasil, a Shell contratou a ONG Dialog para desenvolver e operar o Programa, que possui três objetivos principais: PROJETO DA SHELL BRASIL LTDA: INICIATIVA JOVEM Apresentação O IniciativaJovem é um programa de empreendedorismo que oferece suporte e estrutura para que jovens empreendedores de 18 a 30 anos desenvolvam

Leia mais

O ADVOGADO GESTOR. A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo. Peter Drucker

O ADVOGADO GESTOR. A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo. Peter Drucker O ADVOGADO GESTOR Ari Lima A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo. Peter Drucker A competitividade atualmente no setor jurídico tem exigido uma nova postura profissional dos advogados. Tanto para

Leia mais