SPED Inteligência Fiscal Digital do ICMS/IPI, Contribuições (PIS/COFINS) e Impactos no seu negócio 11/07/2012

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SPED Inteligência Fiscal Digital do ICMS/IPI, Contribuições (PIS/COFINS) e Impactos no seu negócio 11/07/2012"

Transcrição

1 SPED Inteligência Fiscal Digital do ICMS/IPI, Contribuições (PIS/COFINS) e Impactos no seu negócio 11/07/2012 Atualizado em 23/07/2012

2 O Conteúdo desta apresentação está disponível no site da DOC, na página Downloads

3 agenda 1) INTRODUÇÃO - SPED Sistema Público de Escrituração Digital 2) Informações enviadas à Receita Federal do Brasil e Secretarias Fazendárias Estaduais através do SPED 3) Processos que as Empresas devem implementar em conjunto com a DOC 4) Estratégias que a DOC vem desenvolvendo para cumprir as novas exigências 5) Considerações finais

4 Sistema tributário brasileiro País dos impostos complicados O Estado de S.Paulo: O Brasil é campeão mundial de complicação no pagamento de impostos e contribuições.

5 Horas necessárias para cumprimento de normas tributárias BRASIL horas/ano (11,8 meses 220h/mês) BOLÍVIA horas/ano CHINA horas/ano CHILE horas/ano ÍNDIA horas/ano ALEMANHA horas/ano ESTADOS UNIDOS horas/ano FRANÇA horas/ano Sistema tributário brasileiro Brasil Bolívia China Chile India Alemanha Estados Unidos França

6 Sistema tributário brasileiro Carga Tributária sobre o PIB % % %

7 TRIBUTAÇÃO NO MUNDO - PIB SUIÇA 44,08% SUÉCIA 44,06% ITÁLIA 43,50% FRANÇA 43,15% NORUEGA 42,80% ALEMANHA 36,70% BRASIL 35,13% JAPÃO 26,90% CORÉIA DO SUL 25,10% EUA 24,80% MÉXICO 17,50%

8 TRIBUTAÇÃO NA ALCA BRASIL 35,13% CANADÁ 31,00% ARGENTINA 29,00% URUGUAI 24,30% EUA 24,80% CHILE 18,20% MÉXICO 17,50% VENEZUELA 15,90% EQUADOR 13,00% MÉDIA (FORA O BRASIL) 21,71%

9 Sistema tributário brasileiro Desde a Constituição de mil normas tributárias

10 Exemplo: Circulares Circular 19 27/06/2012 Materiais Elétricos, Materiais de Construção, Produtos de Colchoaria e Papelaria terão novos IVA s a partir de 01/07/ páginas Circular 21 03/07/2012 Novas Alterações nos IVA-ST Materiais de Construção, Materiais Elétricos e Produtos de Colchoaria e Papelaria - 15 páginas Circular 22 04/07/2012 Alterações em diversos Protocolos ICMS requerem atenção por parte dos contribuintes

11 EFD CONTRIBUIÇÕES A legislação do PIS/COFINS é a mais complexa de todo o sistema tributário brasileiro; No dia 04/06/12 a RFB divulgou uma COLETÂNEA DE NORMAS sobre PIS/COFINS com páginas; São 73 leis e algumas centenas de decretos, portarias, instruções normativas e atos declaratórios.

12 Conceito

13 CLOUD FISCAL SPED - Conceito NF-e CF-e SAT Fiscal BRASIL ID EFD SOCIAL (01/2013) ECD FCONT EFD CONTR IBUIÇÕ ES Central de Balanços XBRL EFD ICMS/ IPI NFS-e e-lalur CT-e

14 SPED - Conceito Instituído pelo Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007, Faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal (PAC ) Constitui-se em mais um avanço na informatização da relação entre o fisco e os contribuintes. fonte: portal do SPED:

15 Implementação Número de empresas atingidas Fonte: Revista Prosoft Edição 2 junho/2012

16 NOVIDADES

17 1)Versão /07/2012 Já em utilização

18 2) Carta de Correção Eletrônica 01/07/2012

19 3) Confirmação do Destinatário 01/04/2013 REMETENTE Envio da mercadoria com DANFE Envio do arquivo XML destinatário Consulta da confirma ção de recebim ento Envio arquivo XML SEFAZ Devolução do arquivo validado Ciência da operação; Confirmação da Operação; Registro de Operação Não- Realizada; Desconhecimento da Operação.

20

21 Quantidade de campos de uma NF-e DANFE - 88 campos VISUALIZADOR campos XML campos Software auditoria fiscal eletrônica

22

23 Cuidados com a NF-e Emitir NF-e e encaminhar imediatamente o respectivo arquivo XML ao destinatário e ao transportador Armazenar os arquivos XML com organização e segurança (BACKUP PERIÓDICO E EXTERNO A SEFAZ NÃO FORNECE A 2ª VIA DO ARQUIVO) Receber mercadorias acompanhadas de DANFE com exigência de recebimento prévio do arquivo XML Verificar imediatamente após o recebimento a validade do DANFE no portal da NF-e É fundamental que os arquivos XML de entradas, conhecimentos de transportes e saídas sejam enviados para o setor ou empresa de contabilidade

24 A Fiscalização já está solicitando os arquivos XML de entradas e saídas!

25 z1) falta de solicitação de cancelamento de documento fiscal eletrônico, quando exigido pela legislação, ou solicitação de cancelamento desses documentos após transcurso do prazo regulamentar - multa equivalente a 10% (dez por cento) do valor da operação ou prestação constante do documento, nunca inferior a 15 (quinze) UFESPs, por documento ou impresso; no caso de solicitação após transcurso do prazo regulamentar, multa equivalente a 1% (um por cento) do valor da operação ou prestação constante do documento, nunca inferior a 6 (seis) UFESPs, por documento ou impresso; z2) falta de solicitação de inutilização de número de documento fiscal eletrônico, quando exigido pela legislação, ou solicitação de sua inutilização após o transcurso do prazo regulamentar - multa equivalente ao valor de 15 (quinze) UFESPs por número de documento fiscal; no caso de solicitação após transcurso do prazo regulamentar, multa equivalente a 6 (seis) UFESPs, por número de documento;

26 EFD CONTRIBUIÇÕES ANTIGO PIS/COFINS

27 Arquivo digital da escrituração de documentos fiscais, apuração dos tributos PIS, COFINS, CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA SOBRE RECEITA BRUTA e outras informações de interesse dos fiscos Assinado digitalmente e transmitido via internet pelo programa validador Obrigatoriedade (atual): - a partir de janeiro/2012 empresas tributadas pelo LUCRO REAL - a partir de janeiro/2013 empresas tributadas pelo LUCRO PRESUMIDO Transmitido mensalmente

28 GUIA PRÁTICO EFD VERSÃO /05/ PÁGINAS 09 Blocos Atenção aos créditos considerados na apuração do PIS e COFINS não cumulativos

29 Bloco Descrição 0 Abertura, Identificação e Referências A Documentos Fiscais - Serviços (ISS) C Documentos Fiscais I Mercadorias (ICMS/IPI) D Documentos Fiscais II Serviços (ICMS) F Demais Documentos e Operações M Apuração da Contribuição e Crédito de PIS/PASEP e da COFINS P Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta (NOVO) 1 Complemento da Escrituração Controle de Saldos de Créditos e de Retenções, Operações Extemporâneas e Outras Informações 9 Controle e Encerramento do Arquivo Digital

30

31 Arrecadação Federal DEMAIS 22% INSS 30% PIS/COFINS 23% IPI 4% IOF 3% IR / CS 17% CIDE 1% PIS/COFINS IR / CS CIDE IOF IPI INSS DEMAIS

32

33

34 SAÍDAS CST PIS/COFINS TABELA II CÓDIGO DA SITUAÇÃO TRIBUTÁRIA REFERENTE AO PIS/PASEP (CST-PIS): Código Descrição 01 Operação Tributável com Alíquota Básica 02 Operação Tributável com Alíquota Diferenciada 03 Operação Tributável com Alíquota por Unidade de Medida de Produto 04 Operação Tributável Monofásica - Revenda a Alíquota Zero 05 Operação Tributável por Substituição Tributária 06 Operação Tributável a Alíquota Zero 07 Operação Isenta da Contribuição 08 Operação sem Incidência da Contribuição 09 Operação com Suspensão da Contribuição 49 Outras Operações de Saída

35 ENTRADAS CST PIS/COFINS TABELA II CÓDIGO DA SITUAÇÃO TRIBUTÁRIA REFERENTE AO PIS/PASEP (CST-PIS): Código Descrição Operação com Direito a Crédito - Vinculada Exclusivamente a Receita Tributada no Mercado Interno Operação com Direito a Crédito Vinculada Exclusivamente a Receita Não Tributada no Mercado Interno Operação com Direito a Crédito - Vinculada Exclusivamente a Receita de Exportação Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Tributadas no Mercado Interno e de Exportação Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Não-Tributadas no Mercado Interno e de Exportação Operação com Direito a Crédito - Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno, e de Exportação

36 ENTRADAS CST PIS/COFINS TABELA II CÓDIGO DA SITUAÇÃO TRIBUTÁRIA REFERENTE AO PIS/PASEP (CST-PIS): Código Descrição 60 Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada Exclusivamente a Receita Tributada no Mercado Interno 61 Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada Exclusivamente a Receita Não-Tributada no Mercado Interno 62 Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada Exclusivamente a Receita de Exportação 63 Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno 64 Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 65 Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Não- Tributadas no Mercado Interno e de Exportação 66 Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada a Receitas Tributadas e Não-Tributadas no Mercado Interno, e de Exportação

37 ENTRADAS CST PIS/COFINS TABELA II CÓDIGO DA SITUAÇÃO TRIBUTÁRIA REFERENTE AO PIS/PASEP (CST-PIS): Código Descrição 67 Crédito Presumido - Outras Operações 70 Operação de Aquisição sem Direito a Crédito (LUCRO PRESUMIDO) 71 Operação de Aquisição com Isenção 72 Operação de Aquisição com Suspensão 73 Operação de Aquisição a Alíquota Zero 74 Operação de Aquisição sem Incidência da Contribuição 75 Operação de Aquisição por Substituição Tributária

38 ENTRADAS CST PIS/COFINS TABELA II CÓDIGO DA SITUAÇÃO TRIBUTÁRIA REFERENTE AO PIS/PASEP (CST-PIS): Código 98 Outras Operações de Entrada Descrição 99 Outras Operações

39 ICMS/IPI

40 SPED - Conceito EFD ICMS/ IPI Arquivo digital da escrituração de documentos fiscais, apuração dos tributos ICMS e IPI e outras informações de interesse dos fiscos Assinado digitalmente e transmitido via internet pelo programa validador Obrigatoriedade (atual): - hoje até 2013 empresas selecionadas pela Secretaria da Fazenda ou voluntárias (total em 10/07/ empresas) Transmitido mensalmente Obrigatoriedade em manter o arquivo validado e transmitido pelo período de 5 anos, a disposição do Fisco

41 ALERTA: SPED ICMS/IPI Comunicado DEAT nº 05/ /05/2012 Novos Obrigados a EFD ICMS/IPI ANEXO INÍCIO DA VIGÊNCIA QUANTIDADE I OUTUBRO/ II JANEIRO/ III MARÇO/ IV JULHO/ V OUTUBRO/ VI JANEIRO/ TOTAL

42 EFD ICMS/ IPI GUIA PRÁTICO EFD VERSÃO maio/ PÁGINAS 08 Blocos 189 Tipos de registros

43 EFD ICMS/ IPI Informações para geração dos arquivos BLOCOS BLOCO DESCRIÇÃO 0 Abertura, Identificação e Referências Cadastros de clientes, fornecedores, produtos, unidades de medidas, plano de contas C D E Documentos Fiscais I Mercadorias (ICMS/IPI) NFs de entradas, saídas, itens de notas fiscais, resumo por CCF/CFOP, etc. Documentos Fiscais II Serviços (ICMS) NFs de energia elétrica, comunicação, CTRs, etc. Apuração do ICMS e do IPI G * Controle do Crédito de ICMS do Ativo Permanente CIAP H Inventário Físico (mensal/trimestral/anual) 1 Outras Informações 9 Controle e Encerramento do Arquivo Digital

44

45 E100 E500 E200 C100 C170 C

46 Agora: Relatório Detalhado

47 Bloco H O inventário deve ser informado sempre no 2 mês subsequente a sua apuração: LUCRO PRESUMIDO Apura o estoque em DEZEMBRO informa o bloco H na competência de FEVEREIRO LUCRO REAL TRIMESTRAL Apura o estoque em MARÇO informa o bloco H na competência de MAIO; JUNHO em AGOSTO; SETEMBRO em NOVEMBRO; DEZEMBRO em FEVEREIRO LUCRO REAL ANUAL Apura o estoque todos os meses informa o bloco H todos os meses

48 Dois últimos digitos 00 - Tributada integramente 10 - Tributada e com cobrança do ICMS por substituição tributária 20 - Com redução de base de calculo 30 - Isenta ou não tributada e com cobrança do ICMS por substituição tributária 40 - Isenta 41 - Não tributada 50 - Suspensão 51 - Diferimento 60 - ICMS cobrado anteriormente por substituição tributária 70 - Com redução de base de cálculo e cobrança do ICMS por substituição tributária 90 - Outras CST - ICMS CÓDIGO DE SITUAÇÃO TRIBUTÁRIA Primeiro digito 0 - Nacional 1 - Estrangeira - importação direta 2 - Estrangeira - Adquirida no mercado interno +

49 CST - IPI CÓDIGO DE SITUAÇÃO TRIBUTÁRIA Código Descrição 00 Entrada com recuperação de crédito 01 Entrada tributada com alíquota zero 02 Entrada isenta 03 Entrada não-tributada 04 Entrada imune 05 Entrada com suspensão 49 Outras entradas 50 Saída tributada 51 Saída tributada com alíquota zero 52 Saída isenta 53 Saída não-tributada 54 Saída imune 55 Saída com suspensão 99 Outras saídas

50 CSTs na NF-e

51 Providências a serem tomadas

52 Escrituração Fiscal anterior Data NF CNPJ IE CFOP BC IPI Valor IPI BC ICMS-ST Valor ICMS-ST Valor Contábil BC ICMS Valor ICMS Escrituração fiscal Digital - por item Data NF CNPJ IE CFOP BC IPI Valor IPI BC ICMS-ST Cadastro Produtos CST COFINS Código do Produto Valor unitário Valor ICMS-ST Valor Contábil BC ICMS Valor ICMS Cadastro Cadastro clientes Forneced. NCM CST ICMS CST IPI CST PIS BC PIS Valor PIS BC COFINS Valor COFINS Qtd. Inventário

53

54

55

56 (Produto acabado) Informações Digitais migradas (matéria-prima)

57 Informações Digitais - (matéria-prima) ALTERATIVA IDEAL ICMS/IPI GERADO E ENTREGUE ATRAVÉS DO ERP DA EMPRESA com operacionalização da DOC, OU INTEGRADO PARA O ERP DA DOC

58 Informações Digitais - (matéria-prima) 2ª ALTERNATIVA caso da empresa não possua ERP ou sistema não esteja apto a EFD ICMS/IPI

59 Informações Digitais - (matéria-prima) Saídas + CC-e Migração Direta

60 Entradas Informações Digitais - (matéria-prima)

61 1) Importa ou faz download do XML da NF-e em lote utilizando a leitora ou digitando o código de barras do DANFE 2) Faz De/Para do código de produto do fornecedor para o código de produto da empresa 3) Faz De/Para do CFOP de saídas do fornecedor para o CFOP de entradas da empresa (amigável) 4) Leitura de XMLs em computador local através de serviço de escuta 5) Armazena em lote os XMLs em ambiente seguro em web dentro do prazo legal exigido pela legislação 6) Portal web para consulta das notas fiscais armazenadas 7) Exportação dos dados para ERP da DOC

62 CENÁRIOS

63 Cenário 1 Empresa possui ERP completo Emissão de NF-e Próprias Importação de NF-e de Entrada e classificações (no ERP) Armazenamento no NF-e Prosoft Gerenciador OPCIONAL Integração DOC ARQUIVO EFD ICMS/IPI O remetente está obrigado a disponibilizar o arquivo XML ao destinatário e ao transportador, se houver, imediatamente após sua autorização, nos termos da Portaria CAT 162/2008, sujeito a penalidades em caso de não cumprimento desta determinação legal.

64 Cenário 2 Empresa possui ERP e utiliza apenas para emissão de Notas Fiscais Emissão de NF-e Próprias Leitura de XMLs de Entrada e de/para dos códigos dos produtos e CFOP dos fornecedores Armazenamento no NF-e Prosoft Gerenciador Integração para a DOC através dos XML s classificados (no PRO NF-E) O remetente está obrigado a disponibilizar o arquivo XML ao destinatário e ao transportador, se houver, imediatamente após sua autorização, nos termos da Portaria CAT 162/2008, sujeito a penalidades em caso de não cumprimento desta determinação legal.

65 Cenário 3 Empresas que não recebem arquivos XML dos clientes e não possuem sistema ERP Leitura das DANFES de Entrada para captura dos XML e de/para dos códigos dos produtos dos fornecedores e CFOP Armazenamento no NF-e Prosoft Gerenciador Integração para a DOC através dos XML s classificados O remetente está obrigado a disponibilizar o arquivo XML ao destinatário e ao transportador, se houver, imediatamente após sua autorização, nos termos da Portaria CAT 162/2008, sujeito a penalidades em caso de não cumprimento desta determinação legal.

66 Matéria prima Mercadoria para revenda Material de Consumo Entradas Classificação Digital através do

67 PONTOS DE ATENÇÃO

68 NCM = Nomenclatura Comum do Mercosul

69 É da empresa, pois ela detém o conhecimento técnico do produto, mercadoria, serviço

70

71

72 EFD-SOCIAL Software da empresa Software Contábil

73 INFRAÇÕES COM NF-e MULTA Falta de cancelamento da NF-e Falta de inutilização do número da NF-e Aceitar NF Modelo 1 ao invés de NF-e Emitir NF Modelo 1 ao invés de NF-e Reutilização de NF-e Falta de envio do arquivo XML ao destinatário 10% da operação R$ 261,75 por número 35% da operação + glosa do crédito 50% da operação 100% da operação De 2% a 50% da operação

74 NÃO ENVIO DE ARQUIVOS SINTEGRA DIMOB, SPED CONTÁBIL, e- LALUR, EFD CONTRIBUIÇÕES (e outras) MULTA 2% das operações R$ 5 mil/mês de atraso GIA SP R$ 1.844,00 DACON e DCTF IN86 / MANAD SPED FISCAL ICMS/IPI De R$ 200 a 20% dos tributos declarados 1% da RB; ou 112,5% ou 225% dos tributos 2% das operações

75

76 Regime Tributário x Arrecação Federal Lucro Real 4% 65% 21% Lucro Presumido 20% 15% Simples Nacional 76% Arrecadação Quantidade de Contribuintes

77 Empresas e MEI no Empresas clientes e fornecedores

78 Ações da DOCCIN mediante ao contexto apresentado

79 1) Investimento de mais de 3600 horas de treinamentos durante o ano de 2011 e mais de 1500 horas em 2012 (até o mês de maio)

80 2) Manutenção do PQEC pelo 7º ano consecutivo

81 3) Participação em Congressos sobre SPED, IFRS e outros assuntos contábeis, fiscais e RH

82 4) Investimentos em Tecnologia da Informação e Comunicação

83 5) Aumento do quadro de colaboradores para cumprimento das novas obrigações

84 6) Leitura diária da Legislação

85 7) Criação da:

86 Obrigado Telefone (11)

Relacionamento das Empresas com o Governo Digital 22/11/2011

Relacionamento das Empresas com o Governo Digital 22/11/2011 Relacionamento das Empresas com o Governo Digital 22/11/2011 Agenda 1) SPED Sistema Público de Escrituração Digital 2) Alcance dos projetos SPED, desde grandes, pequenas e até micro empresas 3) Risco e

Leia mais

INTELIGÊNCIA FISCAL: Conflitos, Riscos e Oportunidades

INTELIGÊNCIA FISCAL: Conflitos, Riscos e Oportunidades INTELIGÊNCIA FISCAL: Conflitos, Riscos e Oportunidades Vamos direto ao ponto! Monitoramento do FI$CO Modelo convencional Obrigações Acessórias Obrigações acessórias A participação do cliente no processo

Leia mais

AUDITORIA FISCO-CONTÁBIL DAS DEMONSTRAÇÕES ELETRÔNICAS COMPLIANCE FISCAL ELETRÔNICO

AUDITORIA FISCO-CONTÁBIL DAS DEMONSTRAÇÕES ELETRÔNICAS COMPLIANCE FISCAL ELETRÔNICO AUDITORIA FISCO-CONTÁBIL DAS DEMONSTRAÇÕES ELETRÔNICAS COMPLIANCE FISCAL ELETRÔNICO Nossos serviços de auditoria das Obrigações Eletrônicas utilizam ferramentas que permitem auditar os arquivos enviados

Leia mais

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins 29/05/2012 1 O Sped fiscal e Pis/Confins é uma arquivo gerado através do sistema da SD Informática, onde este arquivo contem todos os dados de entrada e saída

Leia mais

O que é o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED?

O que é o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED? SPED PIS/COFINS Teoria e Prática O que é o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED? E v e l i n e B a r r o s o Maracanaú - CE Março/2 0 1 2 1 2 Conceito O SPED é instrumento que unifica as atividades

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital EFD - PIS/COFINS. São Paulo, agosto de 2011

Escrituração Fiscal Digital EFD - PIS/COFINS. São Paulo, agosto de 2011 Escrituração Fiscal Digital EFD - PIS/COFINS São Paulo, agosto de 2011 m28 Obrigações Tributárias: Emissão de Documento Fiscal Escrituração Contábil Obrigação Acessória Escrituração Fiscal Entrega de Declarações

Leia mais

Projeto SPED de A a Z

Projeto SPED de A a Z Consultoria e Treinamentos Apresentam: Projeto SPED de A a Z SPED Decreto nº 6.022 22/01/07 Instituir o Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) Promover a integração dos fiscos; Racionalizar e uniformizar

Leia mais

SPED PIS E COFINS SPED PIS E COFINS. Sistema Questor SPED PIS E COFINS - SPED PIS E COFINS - 0brigatoriedade. Objetivos do Curso

SPED PIS E COFINS SPED PIS E COFINS. Sistema Questor SPED PIS E COFINS - SPED PIS E COFINS - 0brigatoriedade. Objetivos do Curso Sistema Questor SPED PIS E COFINS SPED Sistema Público de Escrituração Digital EFD Escrituração Fiscal Digital Instrutor: - Jocenei Friedrich Apoio: - Sejam todos bem-vindos Objetivos do Curso Conhecer

Leia mais

Informações gerais sobre a EFD-PIS/COFINS

Informações gerais sobre a EFD-PIS/COFINS Informações gerais sobre a EFD-PIS/COFINS Legislação Conforme instituído pela Instrução Normativa RFB nº 1.052, de 5 de julho de 2010, sujeitam à obrigatoriedade de geração de arquivo da Escrituração Fiscal

Leia mais

Palestrante: Marcio Massao Shimomoto Vice-Presidente Administrativo do SESCON-SP

Palestrante: Marcio Massao Shimomoto Vice-Presidente Administrativo do SESCON-SP Palestrante: Marcio Massao Shimomoto Vice-Presidente Administrativo do SESCON-SP PIS/COFINS ICMS/IPI Integração Racionalização Objetivos Agilidade do SPED Papel Digital Inversão de Papéis Contribuinte

Leia mais

Projetos SPED. Edmar de Oliveira Frazão

Projetos SPED. Edmar de Oliveira Frazão Projetos SPED Edmar de Oliveira Frazão Sumário Nf-e Nota Fiscal Eletrônica Nf-e Nota Fiscal Eletrônica versão 2.0 CT-e Conhecimento Eletrônico NFS-e NF de Serviço Eletrônico CF-e Cupom Fiscal Eletrônico

Leia mais

EFD. Contribuições Atualização. Abril 2013. Elaborado por: Antônio Sérgio de Oliveira

EFD. Contribuições Atualização. Abril 2013. Elaborado por: Antônio Sérgio de Oliveira Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

EFD Contribuições (PIS/Cofins)

EFD Contribuições (PIS/Cofins) EFD Contribuições (PIS/Cofins) Principais Aspectos no Preenchimento e Implantação da Escrituração Fiscal Digital do PIS/Pasep, da Cofins e da Contribuição Previdenciária sobre Receitas. Assunto: Escrituração

Leia mais

Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal

Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal Contabilidade Digital O termo Contabilidade Digital é aqui utilizado para traduzir os (nem tão novos) rumos que a contabilidade tomou, principalmente a partir

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Estorno Crédito ICMS por Saída Interna Isenta ICMS em MG

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Estorno Crédito ICMS por Saída Interna Isenta ICMS em MG 06/11/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 8 5. Informações Complementares... 8 6. Referências...

Leia mais

Cenário Atual, Desafios e Perspectivas do Sistema Público de Escrituração Digital SPED. Newton Oller de Mello Newton.oller@gmail.

Cenário Atual, Desafios e Perspectivas do Sistema Público de Escrituração Digital SPED. Newton Oller de Mello Newton.oller@gmail. Cenário Atual, Desafios e Perspectivas do Sistema Público de Escrituração Digital SPED Newton Oller de Mello Newton.oller@gmail.com Agenda 1. Visão Geral e Situação Atual dos Projetos integrantes do SPED

Leia mais

Projetos da Receita Federal

Projetos da Receita Federal Escrituração Fiscal Digital - EFD Projetos da Receita Federal A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital, que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras

Leia mais

LAY-OUT ARQUIVOS DE INTEGRAÇÃO (Notas Fiscais e CTRC)

LAY-OUT ARQUIVOS DE INTEGRAÇÃO (Notas Fiscais e CTRC) EMPRESA: LAY-OUT ARQUIVOS DE INTEGRAÇÃO (Notas Fiscais e CTRC) NOME DO ARQUIVO Existem dois nomes possíveis: um para as notas de saída e outro para as notas de entrada. - Saídas : O nome do arquivo deve

Leia mais

Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido

Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido Sumário Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido 1. Cadastro de Empresas... 2 2. Cadastro de Participantes...

Leia mais

Fundamentos da NF-e Exercícios Práticos. Luiz Campos

Fundamentos da NF-e Exercícios Práticos. Luiz Campos Fundamentos da NF-e Exercícios Práticos Luiz Campos 1 Livro de Apuração do IPI - CFOP CFOP DESCRIÇÃO 1.000 ENTRADAS OU AQUISIÇÕES DE SERVIÇOS DO ESTADO 1.100 COMPRAS PARA INDUSTRIALIZAÇÃO, PRODUÇÃO RURAL,

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI. Dulcineia L. D. Santos

Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI. Dulcineia L. D. Santos Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI Dulcineia L. D. Santos Sistema Público de Escrituração Digital SPED Decreto n. 6.022, de 22/01/2007. Objetivos do SPED: unificar as atividades de recepção, validação,

Leia mais

www.audicgroup.com.br DR SPED

www.audicgroup.com.br DR SPED www.audicgroup.com.br DR SPED a EMPRESA A Audic Group no Brasil tem o compromisso com os seus clientes de buscar a satisfação por eles desejada, para tanto dedica-se na identificação dos problemas, na

Leia mais

Índice. Grupo IOB Folhamatic EBS > Sage Sistema Folhamatic Fiscal 2

Índice. Grupo IOB Folhamatic EBS > Sage Sistema Folhamatic Fiscal 2 Índice Central Folhamatic...06 Menu Arquivos...07 Cadastro de Empresas... 07 Aba Básico... 07 Aba Escrita Fiscal... 08 Responsável... 09 Responsável pela Contabilidade... 10 Saldos... 11 ICMS e IPI...

Leia mais

SPED - Sistema Público de Escrituração Digital

SPED - Sistema Público de Escrituração Digital SPED - Sistema Público de Escrituração Digital SPED - Sistema Público de Escrituração Digital? 2 SPED - Sistema Público de Escrituração Digital Projeto do PAC 2007-2010 Instituído pelo Convênio ICMS 143/06.

Leia mais

SPED. EFD CONTRIBUIÇÕES (Palestra) ANTONIO SÉRGIO DE OLIVEIRA WWW.PORTALDOSPED.COM.BR

SPED. EFD CONTRIBUIÇÕES (Palestra) ANTONIO SÉRGIO DE OLIVEIRA WWW.PORTALDOSPED.COM.BR SPED EFD CONTRIBUIÇÕES (Palestra) ANTONIO SÉRGIO DE OLIVEIRA WWW.PORTALDOSPED.COM.BR ANTONIO SÉRGIO DE OLIVEIRA Contador, Administrador de Empresas, Pós Graduado em Gestão Pública, Técnico em Contabilidade,

Leia mais

EFD PIS COFINS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL

EFD PIS COFINS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD PIS COFINS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL 1. INTRODUÇÃO Este artigo tem por objetivo trazer considerações relevantes quanto a dados inerentes à Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep

Leia mais

EFD PIS COFINS Teoria e Prática

EFD PIS COFINS Teoria e Prática EFD PIS COFINS Teoria e Prática É uma solução tecnológica que oficializa os arquivos digitais das escriturações fiscal e contábil dos sistemas empresariais dentro de um formato digital específico e padronizado.

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital

Sistema Público de Escrituração Digital O SPED O Sistema Público de Escrituração Digital tem por objetivo promover a integração entre os órgãos reguladores e de fiscalização da União, FISCOS Estaduais e futuramente Municipais. Isso mediante

Leia mais

Para gerar o arquivo do SPED PIS/COFINS com sucesso são necessárias algumas parametrizações e lançamentos.

Para gerar o arquivo do SPED PIS/COFINS com sucesso são necessárias algumas parametrizações e lançamentos. Para gerar o arquivo do SPED PIS/COFINS com sucesso são necessárias algumas parametrizações e lançamentos. 1. No cadastro de empresas 1.1. Informar o regime de apuração dos impostos 1.1.1. LUCRO PRESUMIDO

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital. Institui o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped)

Sistema Público de Escrituração Digital. Institui o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) Escrituração Fiscal Digital Evolução 2003 2004 2005 2006 2007 Decreto nº 6.022-22/01/07 Institui o (Sped) Objetivo: promover a atuação integrada dos fiscos, mediante a padronização e racionalização das

Leia mais

8:h30. Credenciamento. 9h:00. Contexto Tributário Brasileiro EFD PIS COFINS. 10h00. Coffee Break. 10h:20 EFD PIS/COFINS

8:h30. Credenciamento. 9h:00. Contexto Tributário Brasileiro EFD PIS COFINS. 10h00. Coffee Break. 10h:20 EFD PIS/COFINS EFD PIS COFINS Josué Pereira Agenda 8:h30 Credenciamento 9h:00 Contexto Tributário Brasileiro EFD PIS/COFINS 10h00 Coffee Break 10h:20 EFD PIS/COFINS Como Evitar a Exposição Tributária Digital 11h30 Perguntas

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO DE OUTUBRO DE 2011

BOLETIM INFORMATIVO DE OUTUBRO DE 2011 BOLETIM INFORMATIVO DE OUTUBRO DE 2011 S U M Á R I O 1 - MATÉRIAS FEDERAIS 1 2 - MATÉRIAS ESTADUAIS 2 3 - MATÉRIAS MUNICIPAIS 4 4 - MATÉRIAS TRABALHISTAS 5 5 - MATÉRIAS DIVERSAS 5 1 - MATÉRIAS FEDERAIS

Leia mais

SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL. Socorro Oliveira 11.MARÇO.2010

SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL. Socorro Oliveira 11.MARÇO.2010 SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL Socorro Oliveira 11.MARÇO.2010 DECRETO Nº 6.022-22/01/07 Eliminar a redundância de informações por meio da padronização das Obrigações Acessórias Uniformizar as

Leia mais

EFD-Contribuições Informações PIS/COFINS

EFD-Contribuições Informações PIS/COFINS EFD-Contribuições Informações PIS/COFINS 1. Introdução 2. Obrigatoriedade e dispensa 3. Periodicidade e prazo de entrega (Alterações IN nº 1.305/2012 e ADE Cofis nº 65/2012) 4. Dispensa do Dacon 5. Forma

Leia mais

Palestra. SPED - NF Eletrônica - Escrituração Fiscal Digital - Atualização. Março 2010. Elaborado por:

Palestra. SPED - NF Eletrônica - Escrituração Fiscal Digital - Atualização. Março 2010. Elaborado por: Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL

SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL O que você irá ver O que é o SPED; SPED Fiscal; Abrangência do projeto; O PAC e o SPED; Benefícios para as Empresas; Benefícios para a Fisco; SPED Contábil; Nota

Leia mais

Professor José Sérgio Fernandes de Mattos

Professor José Sérgio Fernandes de Mattos Professor Apresentação: 1. Instituído pelo Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007, o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal

Leia mais

Gestão da Carga Tributária. Clube de Empresários CIESP Leste 14/10/2015

Gestão da Carga Tributária. Clube de Empresários CIESP Leste 14/10/2015 Gestão da Carga Tributária Clube de Empresários CIESP Leste 14/10/2015 Âmbitos: Federal Estadual Municipal Previdenciário e Trabalhista A Carga Tributária Brasileira Produção Normativa Nos últimos 25 anos,

Leia mais

INFORMATIVO ESPECIAL SPED Comunicado SPED vs.4-02/03/2012

INFORMATIVO ESPECIAL SPED Comunicado SPED vs.4-02/03/2012 Comunicado SPED vs.4-02/03/2012 Prezado cliente, Para mantê-lo informado sobre as liberações e procedimentos referentes ao SPED PIS/COFINS, destacamos nesse comunicado os principais pontos que devem ser

Leia mais

NF-e e seu impacto prático

NF-e e seu impacto prático NF-e e seu impacto prático Apresentação e Conceito SPED Instituído pelo Decreto n º 6.022, de 22 de janeiro de 2007, o projeto do Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) faz parte do Programa de

Leia mais

Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 23/05/12. País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos

Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 23/05/12. País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Relatório de Conferência - EFD - Contribuições Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 23/05/12 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Chamado : TEHRSH Está disponível

Leia mais

ECF DIPJ INCLUÍDA NO SPED

ECF DIPJ INCLUÍDA NO SPED ECF DIPJ INCLUÍDA NO SPED O que é ECF Escrituração Contábil Fiscal? Demonstra o cálculo do IRPJ e da CSLL Sucessora da DIPJ Faz parte do projeto SPED Instituída pela Instrução Normativa RFB 1.422/2013

Leia mais

SINDCONT-SP SINDCONT-SP

SINDCONT-SP SINDCONT-SP SPED, ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD E OS DOCUMENTOS ELETRÔNICOS 2007/2008 Programa: - Sistema Público de Escrituração Digital - SPED - Escrituração Fiscal Digital - EFD - Documentos Eletrônicos do SPED:

Leia mais

Programa Contag Consultoria e Escola de Negócios, representação da Nasajon Sistemas no Amapá

Programa Contag Consultoria e Escola de Negócios, representação da Nasajon Sistemas no Amapá Programa Contag Consultoria e Escola de Negócios, representação da Nasajon Sistemas no Amapá Instrutor: José Jeová Junior Contador, com formação nesta área pelo Instituto IOB de São Paulo Dinâmica das

Leia mais

GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES

GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES Maio de 2012 O QUE É A EFD-Contribuições trata de arquivo digital instituído no Sistema Publico de Escrituração Digital SPED, a ser utilizado pelas pessoas jurídicas de direito

Leia mais

Seminário. Gerenciando os Riscos Inerentes à Implantação do SPED e NF-e. Outubro 2012. Elaborado por: Tiago Nascimento Borges

Seminário. Gerenciando os Riscos Inerentes à Implantação do SPED e NF-e. Outubro 2012. Elaborado por: Tiago Nascimento Borges Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

empresas constantes de seus anexos, de acordo com o Estado da Federação em que estava localizado o contribuinte.

empresas constantes de seus anexos, de acordo com o Estado da Federação em que estava localizado o contribuinte. SPED O Sistema Público de Escrituração Digital, mais conhecido como Sped, trata de um projeto/obrigação acessória instituído no ano de 2007, através do Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007. É um

Leia mais

O Que é EFD Contribuições?

O Que é EFD Contribuições? EFD Contribuições Apresentação do Sistema Público de Escrituração Digital ProfªOlírica Cunha Capital Assessoria Empresarial 1 O Que é EFD Contribuições? É um arquivo digital instituído no Sistema Público

Leia mais

EFD PIS / COFINS. Leiaute - ADE Cofis 31. 08 de julho de 2010. Leiaute - ADE Cofis 34. 28 de outubro de 2010

EFD PIS / COFINS. Leiaute - ADE Cofis 31. 08 de julho de 2010. Leiaute - ADE Cofis 34. 28 de outubro de 2010 EFD PIS / COFINS Leiaute - ADE Cofis 31 08 de julho de 2010 Leiaute - ADE Cofis 34 28 de outubro de 2010 Atualizado pelo ADE Cofis 37 21 de dezembro de 2010 ENTENDENDO A ESTRUTURA DO ARQUIVO 1 ENTENDENDO

Leia mais

Bloco Contábil e Fiscal

Bloco Contábil e Fiscal Bloco Contábil e Fiscal EFD Contribuições Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo EFD Contribuições, que faz parte do Bloco Contábil e Fiscal. Todas informações aqui disponibilizadas

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

SPED - EFD - Escrituração Fiscal Digital

SPED - EFD - Escrituração Fiscal Digital Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

Importação de Notas pelo Código de Barras DANFE... 12

Importação de Notas pelo Código de Barras DANFE... 12 IMPORTAÇÃO DE NF-E (ENTRADA) SUMÁRIO Importação de Notas pelo Arquivo XML... 2 Parametrização dos Produtos... 4 Parametrização de Código de Situação Tributária (CST)... 5 CST de ICMS... 5 CST de IPI...

Leia mais

ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE SUPERMERCADOS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD

ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE SUPERMERCADOS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE SUPERMERCADOS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD 1 - Informações referentes à Escrituração Fiscal Digital EFD A Escrituração Fiscal Digital é um dos módulos do um sistema púbico

Leia mais

Roteiro para usar Sped no JB Cepil

Roteiro para usar Sped no JB Cepil Roteiro para usar Sped no JB Cepil Este roteiro tem o objetivo orientar os passos básicos dentro do sistema JB Cepil, para preparar o sistema e as informações para a correta geração do arquivo magnético

Leia mais

ANEXO IV A NOTA TÉCNICA:

ANEXO IV A NOTA TÉCNICA: Simples SPED ICMS/IPI (RPA) Deverão escriturar os registros C800, C850, C860 e C890 no SPED ICMS/IPI e os registros C860, C870, C880 e C890 na Escrituração Fiscal Digital (EFD) Contribuições. As empresas

Leia mais

Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos.

Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos. Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos. Simples Nacional Senhores empresários, deverão ser escriturados todos os Documentos Fiscais

Leia mais

CURSO ESCRITÓRIO CONTÁBIL MODELO. Próxima turma com inicio em Março de 2012

CURSO ESCRITÓRIO CONTÁBIL MODELO. Próxima turma com inicio em Março de 2012 CURSO ESCRITÓRIO CONTÁBIL MODELO Próxima turma com inicio em Março de 2012 Conteúdo Programático: Abertura e Encerramento de Empresas: Decisão quanto a forma jurídica; Empresa Individual; Sociedade Empresária

Leia mais

NF-e Nota Fiscal Eletrônica - Atualização

NF-e Nota Fiscal Eletrônica - Atualização Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

Do Sintegra ao SPEDFiscal

Do Sintegra ao SPEDFiscal Escrituração Fiscal Digital Clovis Antonio de Souza Claudio Augusto P. de Toledo Arquivos Texto Contribuinte Fisco Registros Fiscais Informações Econômico Fiscais Arquivo Eletrônico Ponte entre o Contribuinte

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS ÁREA FISCAL

PERGUNTAS E RESPOSTAS ÁREA FISCAL PERGUNTAS E RESPOSTAS ÁREA FISCAL O que é CFOP? CFOP é a sigla de Código Fiscal de Operações e Prestações, das entradas e saídas de mercadorias, intermunicipal e interestadual. Trata-se de um código numérico

Leia mais

BLOCO K. CIESP Leste 29/10/2015

BLOCO K. CIESP Leste 29/10/2015 BLOCO K CIESP Leste 29/10/2015 Objetivo do Bloco K O objetivo desse controle é acabar de vez com a emissão de notas fiscais com informações incorretas, como as subfaturadas ou espelhadas e as meia-notas,

Leia mais

13/01/2012. Fazendo um comparativo entre o DACON e a EFD PIS/COFINS. Agenda. Agenda

13/01/2012. Fazendo um comparativo entre o DACON e a EFD PIS/COFINS. Agenda. Agenda Fazendo um comparativo entre o DACON e a EFD PIS/COFINS Danilo Lollio 11/01/2012 1 Agenda 1- Aspectos introdutórios 1.1- Instituição 1.2- Conceito 1.3- Obrigatoriedade 1.4- Periodicidade 1.5- Retificação

Leia mais

WHITE PAPER AS EMPRESAS PERNAMBUCANAS ESTÃO PREPARADAS PARA O SPED FISCAL?

WHITE PAPER AS EMPRESAS PERNAMBUCANAS ESTÃO PREPARADAS PARA O SPED FISCAL? WHITE PAPER AS EMPRESAS PERNAMBUCANAS ESTÃO PREPARADAS PARA O SPED FISCAL? 2 O CONTRIBUINTE DE PERNAMBUCO ESTÁ PREPARADO PARA O SPED FISCAL (EFD-ICMS/IPI)? Através da Instrução Normativa nº 1.371/2013

Leia mais

Principais Aspectos do Sistema Público de Escrituração Digital SPED

Principais Aspectos do Sistema Público de Escrituração Digital SPED Principais Aspectos do Sistema Público de Escrituração Digital SPED Como trabalhamos? no passado a pouco tempo Daqui para frente ECD Escrituração Contábil Digital IN RFB 787/07 O que é? : É a substituição

Leia mais

SPED PIS COFINS. Manual desenvolvido para Célula FFiscal Equipe Avanço Informática

SPED PIS COFINS. Manual desenvolvido para Célula FFiscal Equipe Avanço Informática SPED PIS COFINS Manual desenvolvido para Célula FFiscal Equipe Avanço Informática 1 Índice Dicas e Requisitos Avanço para uso Sped PIS/COFINS... 2 Parametrização... 3 Tabelas Configuração... 4 Configuração...

Leia mais

expert PDF Trial EFD Contribuições Outubro 2013 Apoio: Elaborado por: Emiliano Schawirin

expert PDF Trial EFD Contribuições Outubro 2013 Apoio: Elaborado por: Emiliano Schawirin Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

1. Fluxo de documentação

1. Fluxo de documentação 1. Fluxo de documentação É de fundamental importância o envio de toda documentação financeira para atender as exigências impostas pelo fisco e evitar problemas futuros à empresa. Prazo de envio: É ideal

Leia mais

Tabela Comparativa de funcionalidades

Tabela Comparativa de funcionalidades Sage Sage Gestão Contábil A evolução A do do escritório Tabela Comparativa de funcionalidades Sage Folha de Pagamento A disponibilidade da funcionalidade dependerá da modalidade do pacote 1 Gerenciador

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital - EFD Contribuições. Setembro de 2012

Escrituração Fiscal Digital - EFD Contribuições. Setembro de 2012 Escrituração Fiscal Digital - EFD Contribuições Setembro de 2012 Abrangência Atual e Futura: NF-e Integração DW Trans ECD EFD ICMS / IPI CT-e FCont e-social (2013/2014) EFD Contribuições - PIS/Pasep -

Leia mais

EFD Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal)

EFD Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal) EFD Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal) SPED Sistema Público de Escrituração Digital Instituído pelo Decreto nº 6022, de 22/01/2007, o projeto é composto dos seguintes subprojetos: EFD Escrituração

Leia mais

ICMS Questões Atuais

ICMS Questões Atuais Com Paulo Almada ICMS Questões Atuais EC 87/2015 (E-commerce) Exigência de emissão de Nota Fiscal Eletrônica(NF-e) para todos os contribuintes e em todas as operações; Obrigatoriedade do MDF-e(Manifesto

Leia mais

COMITÊ GESTOR DA EFD

COMITÊ GESTOR DA EFD Cartilha da Escrituração Fiscal Digital - EFD COMITÊ GESTOR DA EFD Apresentação A Secretaria de Estado da Fazenda tem a satisfação de disponibilizar aos seus contribuintes, aos profissionais da Contabilidade

Leia mais

MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS

MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS MANUAL SPED(EFD) PIS-COFINS O que é SPED? É um arquivo de texto que detalha todas as movimentações fiscais da empresa em um determinado período, listando todas as operações de compra (Notas de compra)

Leia mais

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF)

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) Grant Thornton - Brasil Junho de 2015 Agenda Considerações Iniciais; Obrigatoriedade de Transmissão; Penalidades (Multas); Informações a serem Transmitidas; Recuperação

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS FEDERAIS JULHO/12

OBRIGAÇÕES FISCAIS FEDERAIS JULHO/12 CIRCULAR 37/12 Novo Hamburgo, 02 de julho de 2012. OBRIGAÇÕES FISCAIS FEDERAIS JULHO/12 DIA 04 IR-FONTE Pessoas obrigadas: pessoas jurídicas que efetuaram retenção na fonte nos pagamentos ou créditos decorrentes

Leia mais

06/04/2011. Convênio ICMS nº 143, de 15 de dezembro de 2006 - Institui a Escrituração Fiscal Digital EFD. Ato Cotepe ICMS 09/2008

06/04/2011. Convênio ICMS nº 143, de 15 de dezembro de 2006 - Institui a Escrituração Fiscal Digital EFD. Ato Cotepe ICMS 09/2008 Curso Fortaleza-Ce EFD Pis/Cofins e ICMS/IPI Teoria e Prática Palestrante: Edison Garcia Junior Auditório do CRC-CECE 06 de abril de 2011 IN 1052/2010 EFD Pis/Cofins Estabelece regras de obrigatoriedade,

Leia mais

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - ICMS/IPI

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - ICMS/IPI ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - ICMS/IPI Legislação Nacional: - Convênio ICMS 143/06 - Ajuste SINIEF 2/09 - Ato COTEPE/ICMS 09/08 - IN RFB 1.009/10 - Protocolos ICMS 77/08 e 3/11 L i l ã Etd d Sã P l Legislação

Leia mais

SPED Fiscal Escrita Fiscal Digital - EFD

SPED Fiscal Escrita Fiscal Digital - EFD SPED Fiscal Escrita Fiscal Digital - EFD Luiz Antonio Baptista da Costa Leite Auditor Fiscal da Fazenda Estadual Coordenação dos Estudos Econômico-Fiscais - COEFI Coordenador dos projetos NF-e, CT-e, EFD

Leia mais

Projeto SPED no Sistema USIMINAS. Emanuel da Silva Franco Jr Coordenador do Projeto SPED/NF-e

Projeto SPED no Sistema USIMINAS. Emanuel da Silva Franco Jr Coordenador do Projeto SPED/NF-e Projeto SPED no Sistema USIMINAS Emanuel da Silva Franco Jr Coordenador do Projeto SPED/NF-e Agenda O Sistema USIMINAS Premissas do Projeto SPED Um pouco de Tecnologia O Projeto na USIMINAS Fatores Críticos

Leia mais

O QUE VOCÊ PRECISA SABER NA EMISSÃO DA PRIMEIRA. NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e UTILIZANDO O SISTEMA GRATUÍTO DA SEFAZ-SP

O QUE VOCÊ PRECISA SABER NA EMISSÃO DA PRIMEIRA. NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e UTILIZANDO O SISTEMA GRATUÍTO DA SEFAZ-SP O QUE VOCÊ PRECISA SABER NA EMISSÃO DA PRIMEIRA NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e UTILIZANDO O SISTEMA GRATUÍTO DA SEFAZ-SP 1. Certificado Digital - Antes de mais nada você precisa possuir um certificado digital

Leia mais

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - Preenchimento dos Registros C100, C170 e 190. Matéria Elaborada com Base na Legislação Vigente em 10.11.2010.

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - Preenchimento dos Registros C100, C170 e 190. Matéria Elaborada com Base na Legislação Vigente em 10.11.2010. ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - Preenchimento dos Registros C100, C170 e 190 Matéria Elaborada com Base na Legislação Vigente em 10.11.2010. SUMÁRIO: 1 - INTRODUÇÃO 2 - REGISTRO C100 - NOTA FISCAL (CÓDIGO

Leia mais

EFD Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal)

EFD Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal) EFD Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal) SPED Sistema Público de Escrituração Digital Instituído pelo Decreto nº 6022, de 22/01/2007, o projeto é composto: EFD Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal).

Leia mais

expert PDF Trial SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital Elaborado por: Antonio Sérgio de Oliveira

expert PDF Trial SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital Elaborado por: Antonio Sérgio de Oliveira Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Novo Layout NF-e versão 310

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Novo Layout NF-e versão 310 Segmentos Novo Layout NF-e versão 310 24/10/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 6 5. Informações

Leia mais

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL E SUA APLICABILIDADE NO DIA A DIA DO PROFISSIONAL CONTÁBIL

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL E SUA APLICABILIDADE NO DIA A DIA DO PROFISSIONAL CONTÁBIL Gestora do Departamento Fiscal da Controller Auditoria e Assessoria Contábil S/S. Professora de Legislação Tributária e Coordenadora Adjunta do Curso de Ciências Contábeis da Faculdade Stella Maris - Oboé.

Leia mais

Funcionalidades da Escrituração Fiscal Digital EFD Revisão dos Fundamentos da EFD Caso Prático EFD. Luiz Campos

Funcionalidades da Escrituração Fiscal Digital EFD Revisão dos Fundamentos da EFD Caso Prático EFD. Luiz Campos Funcionalidades da Escrituração Fiscal Digital EFD Revisão dos Fundamentos da EFD Caso Prático EFD Luiz Campos 1 QUEM ESTÁ OBRIGADO À APRESENTAÇÃO DA EFD A cláusula terceira do Ajuste SINIEF 2, de 3 de

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep, da Cofins e da Contribuição Previdenciária sobre a Receita - EFD Contribuições

Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep, da Cofins e da Contribuição Previdenciária sobre a Receita - EFD Contribuições Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep, da Cofins e da Contribuição Previdenciária sobre a Receita - EFD Contribuições Roteiro de Escrituração das Contribuições Sociais (Pessoa Jurídica

Leia mais

NFe e NFCe Como emitir nota fiscal pelo Lince? COMO EMITIR NOTA FISCAL PELO LINCE?

NFe e NFCe Como emitir nota fiscal pelo Lince? COMO EMITIR NOTA FISCAL PELO LINCE? Como emitir nota fiscal pelo Lince? COMO EMITIR NOTA FISCAL PELO LINCE? O que é a Nota Fiscal Eletrônica? Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) tem como intuito emitir e armazenar eletronicamente, para fins fiscais,

Leia mais

LIVRO ÚNICO DO REGULAMENTO DO IMPOSTO ÚLTIMA ALTERAÇÃO DECRETO 26.278 DE 17 DE JULHO DE 2009.

LIVRO ÚNICO DO REGULAMENTO DO IMPOSTO ÚLTIMA ALTERAÇÃO DECRETO 26.278 DE 17 DE JULHO DE 2009. LIVRO ÚNICO DO REGULAMENTO DO IMPOSTO ÚLTIMA ALTERAÇÃO DECRETO 26.278 DE 17 DE JULHO DE 2009. ÍNDICE SISTEMÁTICO DO REGULAMENTO DO ICMS DECRETO Nº 21.400, DE 10/12/2002 - QUE APROVOU O NOVO REGULAMENTO

Leia mais

EFD PIS/COFINS. O que é a EFD PIS/COFINS?...2. A EFD PIS/COFINS no Cordilheira Escrita Fiscal...2. 1. Procedimentos Iniciais...2

EFD PIS/COFINS. O que é a EFD PIS/COFINS?...2. A EFD PIS/COFINS no Cordilheira Escrita Fiscal...2. 1. Procedimentos Iniciais...2 EFD PIS/COFINS SUMÁRIO O que é a EFD PIS/COFINS?...2 A EFD PIS/COFINS no Cordilheira Escrita Fiscal...2 1. Procedimentos Iniciais...2 a) Classificando as Empresas... 3 b) Conferindo os Cadastros que Influenciam

Leia mais

Adicionais. Grupo Acert - 1

Adicionais. Grupo Acert - 1 MÓDULOS Adicionais Grupo Acert - 1 ÍNDICE 1 - FISCAL e CONTÁBIL 1.1- AcertNF-e (Emissor NF-e) 1.2- Escrita Fiscal 1.3- Contabilidade 03 06 08 Grupo Acert - 2 ódulo 1.1 Sobre o Emissor de NF-e (Nota Fiscal

Leia mais

Curso de Procedimentos Básicos. NF-e

Curso de Procedimentos Básicos. NF-e Curso de Procedimentos Básicos. NF-e (NF-e) é "um documento de existência apenas digital, emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar uma operação de circulação de mercadorias ou

Leia mais

Geraldo Scheibler. Equipe da NF-e no RS nfe@sefaz.rs.gov.br

Geraldo Scheibler. Equipe da NF-e no RS nfe@sefaz.rs.gov.br Geraldo Scheibler Equipe da NF-e no RS nfe@sefaz.rs.gov.br Escrituração Contábil Digital Escrituração Fiscal Digital Nota Fiscal Eletrônica Sistema Público de Escrituração Digital - SPED SPED Subprojetos

Leia mais

Sistema de Livros Fiscais Imediata

Sistema de Livros Fiscais Imediata 1 Sistema de Livros Fiscais Imediata 2 Descritivo das Rotinas Operacionais do Sistema de Livros Fiscais para geração EFD PIS/Cofins SPED Contribuições Após a instalação do Sistema de Livros Fiscais, basta

Leia mais

OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS RISCOS E SOLUÇÕES Rui Miguel Coelho IT TAX Solutions. BDO Brazil Page 1

OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS RISCOS E SOLUÇÕES Rui Miguel Coelho IT TAX Solutions. BDO Brazil Page 1 OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS RISCOS E SOLUÇÕES Rui Miguel Coelho IT TAX Solutions Page 1 DIVISÓRIA REALIDADE TREBUCHET E COMPLEXIDADE MS pt.32 TRIBUTÁRIA (BRANCO) BRASILEIRA VISÃO GERAL Page 2 ESTUDO DO BANCO

Leia mais

Palestra Makrosystem. SPED Fiscal voltado ao. Makro Contábil

Palestra Makrosystem. SPED Fiscal voltado ao. Makro Contábil Palestra Makrosystem SPED Fiscal voltado ao Makro Contábil Instrutor: Ademar Antônio da Silva Data: 20 de outubro de 2010 Max Gehringer Mensagem Importante Escrituração Fiscal Digital (SPED Fiscal) voltada

Leia mais

GUIA DE CONTABILIDADE ARTSOFT

GUIA DE CONTABILIDADE ARTSOFT GUIA DE CONTABILIDADE ARTSOFT SUMÁRIO >> Parte 1: Regime Tributário... 4 >> Parte 2: Nota Fiscal Eletrônica... 9 >> Parte 3: Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica - NFC-e... 16 >> Parte 4: SPED Fiscal...

Leia mais

PRINCIPAIS PERGUNTAS E RESPOSTAS Legislação e G5 Phoenix

PRINCIPAIS PERGUNTAS E RESPOSTAS Legislação e G5 Phoenix CARTILHA DA EFD-CONTRIBUIÇÕES PESSOAS JURÍDICAS DO LUCRO PRESUMIDO PRINCIPAIS PERGUNTAS E RESPOSTAS Legislação e G5 Phoenix 1 CARTILHA DA EFD-CONTRIBUIÇÕES PESSOAS JURÍDICAS DO LUCRO PRESUMIDO PRINCIPAIS

Leia mais

Objetivos e Módulos do SPED. Dulcineia L. D. Santos

Objetivos e Módulos do SPED. Dulcineia L. D. Santos Objetivos e Módulos do SPED Dulcineia L. D. Santos Sistema Público de Escrituração Digital SPED Decreto n. 6.022, de 22/01/2007 Objetivos do SPED: unificar as atividades de recepção, validação, armazenamento

Leia mais