Principais Aspectos do Sistema Público de Escrituração Digital SPED

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Principais Aspectos do Sistema Público de Escrituração Digital SPED"

Transcrição

1 Principais Aspectos do Sistema Público de Escrituração Digital SPED

2 Como trabalhamos? no passado a pouco tempo Daqui para frente

3

4 ECD Escrituração Contábil Digital IN RFB 787/07 O que é? : É a substituição da escrituração em papel pela Escrituração Contábil Digital - ECD, também chamada de SPED-Contábil.

5 ECD Escrituração Contábil Digital IN RFB 787/07 Quem está obrigado? em relação aos fatos contábeis ocorridos a partir de 1º de janeiro de 2008, as sociedades empresárias sujeitas a acompanhamento econômico-tributário diferenciado, nos termos da Portaria RFB nº , de 7 de novembro de 2007, e sujeitas à tributação do Imposto de Renda com base no Lucro Real. em relação aos fatos contábeis ocorridos a partir de 1º de janeiro de 2009, as demais sociedades empresárias sujeitas à tributação do Imposto de Renda com base no Lucro Real. Para as demais sociedades empresárias a ECD é facultativa. As sociedades simples e as microempresas e empresas de pequeno porte optantes pelo Simples Nacional estão dispensadas desta obrigação, bem como as entidades isentas e imunes.

6 ECD Escrituração Contábil Digital IN RFB 787/07 Quais livros e demonstrativos estão abrangidos? Livro Diário e seus auxiliares, se houver; Livro Razão e seus auxiliares, se houver; Livro Balancetes Diários, Balanços e fichas de lançamento comprobatórias dos assentamentos neles transcritos. Transcrição do balancete e balanço no Livro Diário

7 ECD Escrituração Contábil Digital IN RFB 787/07 Quais os arquivos que serão supridos? Arquivo IN SRF 86/2001 Arquivos Digitais MANAD - IN MPS/SRP 12/2006

8 ECD Escrituração Contábil Digital A partir do seu sistema de contabilidade, a empresa gera um arquivo digital no formato especificado no anexo único à Instrução Normativa RFB nº 787/07 Plano de Contas Empresa Plano de Contas Referencial - SPED

9 EFD Escrituração Fiscal Digital Convênio ICMS 143/2006 O que é?: A EFD ou Sped Fiscal ICMS/IPI, é um arquivo digital, que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse dos fiscos das unidades federadas e da Secretaria da Receita Federal do Brasil, bem como de registros de apuração de impostos referentes às operações e prestações praticadas pelo contribuinte.

10 EFD Escrituração Fiscal Digital Convênio ICMS 143/2006 Quem está obrigado?: É de uso obrigatório para todos os estabelecimentos inscritos na condição de contribuintes do ICMS ou do IPI, à exceção daqueles optantes do Simples Nacional. Como estamos tratando de ICMS e IPI, a EFD está fundamentada no conceito de estabelecimento, não de empresa. Assim, o contribuinte deverá manter EFD distinta para cada estabelecimento, exceto em situações previstas na legislação estadual e federal.

11 EFD Escrituração Fiscal Digital Convênio ICMS 143/2006 Quais livros estão abrangidos?: Registro de Entradas, Registro de Saídas, Registro de Apuração do ICMS, Registro de Apuração do IPI, Registro de Inventário e Livro CIAP (Controle de Crédito do ICMS do Ativo Permanente)

12 EFD Contribuições IN RFB 1252/2012 O que é?: É um arquivo digital a ser utilizado pelas pessoas jurídicas de direito privado na escrituração da Contribuição para o PIS/Pasep e da Cofins, nos regimes de apuração não-cumulativo e/ou cumulativo, com base no conjunto de documentos e operações representativos das receitas auferidas, bem como dos custos, despesas, encargos e aquisições geradores de créditos da não-cumulatividade. A EFD-Contribuições passou a contemplar também a escrituração digital da Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta, incidente nos setores de serviços e industrias, no auferimento de receitas referentes aos serviços e produtos nela relacionados.

13 EFD Contribuições IN RFB 1252/2012 Quem está obrigado?: à EFD-Contribuições, no caso, todas as pessoas jurídicas submetidas à apuração do PIS/Pasep e da Cofins, nos regimes cumulativo e não cumulativo. Estão dispensados de apresentação da EFD-Contribuições, entre outros: as pessoas jurídicas optantes pelo Simples Nacional; as pessoas jurídicas imunes e isentas do IRPJ, cuja soma dos valores mensais das contribuições apuradas, seja igual ou inferior a R$ ,00 (dez mil reais). Ficam obrigadas à apresentação da EFD-Contribuições a partir do mês em que o limite fixado for ultrapassado, permanecendo sujeitas a essa obrigação em relação ao restante dos meses do ano-calendário em curso; as pessoas jurídicas inativas.

14 EFD Contribuições IN RFB 1252/2012 Quais declarações serão abrangidas?: Ainda não existe uma data definida para a substituição completa do Dacon. Devem as PJs aguardar a publicação de Instrução Normativa específica para este fim. Contudo, a IN 1.305, de 2012, dispensou a entrega do Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais (Dacon) relativo a fatos geradores ocorridos a partir 1º de janeiro de 2013, as pessoas jurídicas tributadas pelo imposto sobre a renda, no ano-calendário de 2013, com base no lucro presumido ou arbitrado. A dispensa aplica-se também aos casos de extinção, incorporação, fusão, cisão parcial ou cisão total que ocorrerem a partir de 1º de janeiro de 2013, de pessoas jurídicas tributadas pelo imposto sobre a renda, no ano-calendário de 2013, com base no lucro presumido ou arbitrado.

15 EFD IRPJ IN RFB 1353/2013 O que é?: É um arquivo digital a ser utilizado pelas pessoas jurídicas de direito privado onde deverá ser informado todas as operações que influenciem, direta ou indiretamente, imediata ou futuramente, a composição da base de cálculo e o valor devido do Imposto sobre a Renda e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido.

16 EFD IRPJ IN RFB 1353/2013 Quem está obrigado?: Será obrigatória a partir do ano-calendário 2014 (exercício 2015) para as pessoas jurídicas sujeitas à apuração do Imposto sobre a Renda pelo Regime do Lucro Real, Lucro Presumido ou Lucro Arbitrado, e também para as Pessoas Jurídicas imunes e isentas.

17 EFD IRPJ IN RFB 1353/2013 Quais declarações e livros serão abrangidos?: As pessoas jurídicas que apresentarem a EFD-IRPJ ficam dispensadas, em relação aos fatos ocorridos a partir de 1º de janeiro de 2014, da escrituração do Livro de Apuração do Lucro Real (Lalur) e da entrega da Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ).

18 e-social EC 72/2013 e ADE Sufis 05/2013 O que é?: O e-social, também chamado de EFD-Social, consiste na escrituração digital da folha de pagamento e das obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais relativas à contratação e utilização de mão de obra, com ou sem vínculo empregatício. As informações que farão parte do e-social são: eventos trabalhistas informações resultantes da relação jurídica entre o empregado e o empregador, tais como admissões, afastamentos temporários, comunicações de aviso-prévio, comunicações de acidente de trabalho, etc; folha de pagamento; ações judiciais trabalhistas (Reclamatória Trabalhista); retenções de contribuição previdenciária; outras informações tributárias, trabalhistas e previdenciárias O e-social não altera a legislação, mas a fiscalização on-line multará automaticamente infrações e as empresas devem ficar atentas às exigências e prazos estabelecidos. é o maior e mais complexo projeto do SPED até o momento

19 e-social EC 72/2013 e ADE Sufis 05/2013 Quem está obrigado?: Os arquivos que compõem o e-social deverão ser transmitidos em meio eletrônico pela empresa, pelo empregador ou por outros obrigados a eles equiparados. Assim, a nova obrigação abrange a todos os contribuintes, desde o empregador doméstico até os empregadores de maior porte.

20 e-social EC 72/2013 e ADE Sufis 05/2013 Qual o prazo?: Embora os prazos para entrega do esocial ainda não tenham sido publicados em ato próprio no DO o Coordenador de Sistemas de Atividade Fiscal da RFB, Daniel Belmiro Fontes, declarou, nos eventos em que a Receita Federal tem participado, que o calendário de implantação para esta nova obrigação das empresas, é o seguinte: Empresas Tributadas pelo Lucro Real: de janeiro a abril/2014: cadastramento inicial dos trabalhadores; a partir de maio/2014, será obrigatório o lançamento da folha de pagamento, eventos trabalhistas e apuração de tributos (FGTS, IR/Fonte e outras informações); a partir de julho/2014, substituição da GFIP; MEI Microempreendedor Individual e Pequenos Produtores Rurais: de julho a setembro/2014, implantação do e-social; Empresas Tributadas pelo Lucro Presumido e Empresas do Simples Nacional: de julho a setembro/2014, cadastramento inicial; a partir de outubro/2014, registrar a folha de pagamento e outros eventos trabalhistas; a partir de novembro/2014, substituição da GFIP;

21 e-social EC 72/2013 e ADE Sufis 05/2013 Qual o prazo?: Demais Empregadores: a partir de janeiro/2015 Empregador Doméstico: No site do esocial (www.esocial.gov.br) está funcionando, desde junho/2013, o Portal esocial com Módulo do Empregador Doméstico, de caráter opcional, para facilitar ao empregador doméstico cumprir as obrigações em relação a seus empregados. Contudo, o cadastro só será obrigatório 120 dias após a regulamentação da Emenda Constitucional 72/2013, que garantiu novos direitos aos empregados domésticos. Por enquanto, para acessar o Módulo do Empregador Doméstico, é necessário primeiro criar um código de acesso, via CPF do empregador doméstico. Caged, Rais, Dirf e Reclamatória Trabalhista: a partir de janeiro/2015, substituição das informações acessórias como Dirf, Rais, Caged e utilização do módulo de Reclamatória Trabalhista.

22 e-social EC 72/2013 e ADE Sufis 05/2013 Quais declarações e livros estão abrangidos?: Obrigações acessórias a serem substituídas (80%): Livro de Registro de Empregado Folha de Pagamento GFIP RAIS CAGED Dirf Comunicação Acidente de Trabalho Perfil Profissiográfico Previdenciário Arquivos eletrônicos entregues à fiscalização (Manad) Formulário do seguro desemprego

23 e-social EC 72/2013 e ADE Sufis 05/2013 Produtos do e-social (1): Folha de Pagamento Digital - Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Previdenciárias e Trabalhistas e povoamento de base de dados Folha de Pagamento Digital Simplificada - Escrituração Simplificada na Web para pequenos empregadores (MEI, Segurado Especial, Empregador Doméstico, Pessoa Física equiparada à empresa e Simples Nacional com até 9 empregados permanentes) Registro de Eventos Trabalhistas (RET) Banco de Dados com Visão Empregado Base de dados com a visão da vida laboral do empregado e visão contra-cheque DCTF Web Unificação dos procedimentos no âmbito da RFB de cobrança, parcelamento e certidão negativa

24 e-social EC 72/2013 e ADE Sufis 05/2013 Produtos do e-social (2): Portal do Trabalhador - Sistema de Consulta das Informações de Empregados e Autônomos Sistema de Consulta da Declaração Portal do Empregador Módulo Reclamatória Trabalhista Plano de capacitação e divulgação na sociedade civil Atendimento integrado aos órgãos da administração direta e indireta federal nas informações previdenciárias e trabalhistas:.secretaria da Receita Federal do Brasil.Ministério da Previdência Social.Ministério do Trabalho e Emprego.Instituto Nacional do Seguro Social.Caixa Econômica Federal

25

empresas constantes de seus anexos, de acordo com o Estado da Federação em que estava localizado o contribuinte.

empresas constantes de seus anexos, de acordo com o Estado da Federação em que estava localizado o contribuinte. SPED O Sistema Público de Escrituração Digital, mais conhecido como Sped, trata de um projeto/obrigação acessória instituído no ano de 2007, através do Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007. É um

Leia mais

www.audicgroup.com.br DR SPED

www.audicgroup.com.br DR SPED www.audicgroup.com.br DR SPED a EMPRESA A Audic Group no Brasil tem o compromisso com os seus clientes de buscar a satisfação por eles desejada, para tanto dedica-se na identificação dos problemas, na

Leia mais

ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE ABRIL DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 17/2011 PIS/PASEP/COFINS IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA

ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE ABRIL DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 17/2011 PIS/PASEP/COFINS IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA ANO XXII - 2011-4ª SEMANA DE ABRIL DE 2011 BOLETIM INFORMARE Nº 17/2011 PIS/PASEP/COFINS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL DO PIS/PASEP E DA COFINS - EFD-PIS/COFINS - NORMAS GERAIS Introdução - Pessoas Jurídicas

Leia mais

Projeto EFD Social Programa de Unificação do Crédito (Fazendário e Previdenciário)

Projeto EFD Social Programa de Unificação do Crédito (Fazendário e Previdenciário) Projeto EFD Social Programa de Unificação do Crédito (Fazendário e Previdenciário) Projeto EFD Social Integra o Programa de Unificação do Crédito Previdenciário) PUC 1 (Fazendário e Iniciativa

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM COMUNICADO FDE / DRA Nº 001/2015 OBRIGAÇÕES FISCAIS E SOCIAIS DA APM 2 0 1 5 Página 1 de 9 O objetivo deste texto é informar aos dirigentes das Associações de Pais e Mestres APMs de Escolas Estaduais conveniadas

Leia mais

EFD-Contribuições Informações PIS/COFINS

EFD-Contribuições Informações PIS/COFINS EFD-Contribuições Informações PIS/COFINS 1. Introdução 2. Obrigatoriedade e dispensa 3. Periodicidade e prazo de entrega (Alterações IN nº 1.305/2012 e ADE Cofis nº 65/2012) 4. Dispensa do Dacon 5. Forma

Leia mais

CARGA TRIBUTÁRIA ANO 2012

CARGA TRIBUTÁRIA ANO 2012 CARGA TRIBUTÁRIA ANO 2012 Orientações Básicas INFORMAÇÕES GERAIS PESSOA JURÍDICA 1) DCTF : (Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais) ATENÇÃO! Apresentação MENSAL obrigatória pelas Pessoas

Leia mais

Bloco Contábil e Fiscal

Bloco Contábil e Fiscal Bloco Contábil e Fiscal EFD Contribuições Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo EFD Contribuições, que faz parte do Bloco Contábil e Fiscal. Todas informações aqui disponibilizadas

Leia mais

Projetos da Receita Federal

Projetos da Receita Federal Escrituração Fiscal Digital - EFD Projetos da Receita Federal A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital, que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras

Leia mais

O arquivo da EFD-Contribuições deverá ser validado, assinado digitalmente e transmitido, via Internet, ao ambiente Sped.

O arquivo da EFD-Contribuições deverá ser validado, assinado digitalmente e transmitido, via Internet, ao ambiente Sped. 001 O que é a EFD-Contribuições? A EFD-Contribuições é a Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep, da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e da Contribuição

Leia mais

AGENDA TRIBUTÁRIA FEDERAL: DEZEMBRO DE 2015 - ADE CODAC Nº 37, DE 20/11/2015

AGENDA TRIBUTÁRIA FEDERAL: DEZEMBRO DE 2015 - ADE CODAC Nº 37, DE 20/11/2015 AGENDA TRIBUTÁRIA FEDERAL: DEZEMBRO DE 2015 - ADE CODAC Nº 37, DE 20/11/2015 Divulga a Agenda Tributária do mês de dezembro de 2015. O COORDENADOR-GERAL DE ARRECADAÇÃO E COBRANÇA, no uso da atribuição

Leia mais

ECF DIPJ INCLUÍDA NO SPED

ECF DIPJ INCLUÍDA NO SPED ECF DIPJ INCLUÍDA NO SPED O que é ECF Escrituração Contábil Fiscal? Demonstra o cálculo do IRPJ e da CSLL Sucessora da DIPJ Faz parte do projeto SPED Instituída pela Instrução Normativa RFB 1.422/2013

Leia mais

esocial esocial Diminuir o custo de produção, o controle e disponibilização das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais;

esocial esocial Diminuir o custo de produção, o controle e disponibilização das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais; Ref.: nº 26/2015 esocial 1. Conceito O esocial é um projeto do Governo Federal que vai coletar as informações descritas em seu objeto, armazenando-as em Ambiente Nacional, possibilitando aos órgãos participantes,

Leia mais

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF)

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) Grant Thornton - Brasil Junho de 2015 Agenda Considerações Iniciais; Obrigatoriedade de Transmissão; Penalidades (Multas); Informações a serem Transmitidas; Recuperação

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS FEDERAIS JULHO/12

OBRIGAÇÕES FISCAIS FEDERAIS JULHO/12 CIRCULAR 37/12 Novo Hamburgo, 02 de julho de 2012. OBRIGAÇÕES FISCAIS FEDERAIS JULHO/12 DIA 04 IR-FONTE Pessoas obrigadas: pessoas jurídicas que efetuaram retenção na fonte nos pagamentos ou créditos decorrentes

Leia mais

EFD Contribuições (PIS/COFINS) Atualizado com a Instrução Normativa RFB nº 1.280/2012

EFD Contribuições (PIS/COFINS) Atualizado com a Instrução Normativa RFB nº 1.280/2012 PIS/COFINS EFD Contribuições (PIS/COFINS) Atualizado com a Instrução Normativa RFB nº 1.280/2012 CONTEÚDO 1. INTRODUÇÃO 2. CERTIFICADO DIGITAL 3. OBRIGATORIEDADE 3.a Dispensa de Apresentação da EFD-Contribuições

Leia mais

EFD. Contribuições Atualização. Abril 2013. Elaborado por: Antônio Sérgio de Oliveira

EFD. Contribuições Atualização. Abril 2013. Elaborado por: Antônio Sérgio de Oliveira Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

EFD PIS COFINS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL

EFD PIS COFINS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD PIS COFINS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL 1. INTRODUÇÃO Este artigo tem por objetivo trazer considerações relevantes quanto a dados inerentes à Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep

Leia mais

SPED. EFD CONTRIBUIÇÕES (Palestra) ANTONIO SÉRGIO DE OLIVEIRA WWW.PORTALDOSPED.COM.BR

SPED. EFD CONTRIBUIÇÕES (Palestra) ANTONIO SÉRGIO DE OLIVEIRA WWW.PORTALDOSPED.COM.BR SPED EFD CONTRIBUIÇÕES (Palestra) ANTONIO SÉRGIO DE OLIVEIRA WWW.PORTALDOSPED.COM.BR ANTONIO SÉRGIO DE OLIVEIRA Contador, Administrador de Empresas, Pós Graduado em Gestão Pública, Técnico em Contabilidade,

Leia mais

Mapeamento ECF. w w w. b r l c o n s u l t o r e s. c o m. b r

Mapeamento ECF. w w w. b r l c o n s u l t o r e s. c o m. b r Mapeamento ECF Projeto SPED ECF Introdução A Escrituração Contábil Fiscal (ECF) substitui a Declaração de Informações Econômico- Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ), a partir do ano-calendário 2014. São

Leia mais

PIS/ COFINS. NOTÍCIAS DA SEMANA (14/02/11 a 18/02/11)

PIS/ COFINS. NOTÍCIAS DA SEMANA (14/02/11 a 18/02/11) PIS/ COFINS NOTÍCIAS DA SEMANA (14/02/11 a 18/02/11) I NOVAS SOLUÇÕES DE CONSULTAS.... 2 A) LOCADORAS DE VEÍCULOS PODEM SE CREDITAR DE 1/48 (UM QUARENTA O OITO AVOS) NO CÁLCULO DOS CRÉDITOS DE PIS/COFINS

Leia mais

O que é o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED?

O que é o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED? SPED PIS/COFINS Teoria e Prática O que é o Sistema Público de Escrituração Digital - SPED? E v e l i n e B a r r o s o Maracanaú - CE Março/2 0 1 2 1 2 Conceito O SPED é instrumento que unifica as atividades

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital SPED NONO NONONO NO NONO NONO NONONO NONO

Sistema Público de Escrituração Digital SPED NONO NONONO NO NONO NONO NONONO NONO Sistema Público de Escrituração Digital SPED NONO NONONO NO NONO NONO NONONO NONO CIESP de Sorocaba 13 de agosto de 2015 O NONO Sistema NONONO Público NONONO NONONO de NONO Escrituração Digital O SPED

Leia mais

Escrituração Contábil Digital (ECD) Escrituração Contábil Fiscal (ECF)

Escrituração Contábil Digital (ECD) Escrituração Contábil Fiscal (ECF) Escrituração Contábil Digital (ECD) Escrituração Contábil Fiscal (ECF) José Jayme Moraes Junior Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil Supervisor Nacional da ECD e da ECF Escrituração Contábil Digital

Leia mais

Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Domingo 1 2 3 4 5 6 Clique e veja o compromisso do dia aqui

Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Domingo 1 2 3 4 5 6 Clique e veja o compromisso do dia aqui Atenção 01 Aqueles contribuintes obrigados ao envio mensal do arquivo SINTEGRA ao SEFAZ, devem observar a data de entrega, conforme definido pelo fisco. Atenção 02 Essas informações não substituem aquelas

Leia mais

Professor José Sérgio Fernandes de Mattos

Professor José Sérgio Fernandes de Mattos Professor Apresentação: 1. Instituído pelo Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007, o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal

Leia mais

Instrução Normativa RFB n 1.353/13 MAIO DE 2.013

Instrução Normativa RFB n 1.353/13 MAIO DE 2.013 Instrução Normativa RFB n 1.353/13 MAIO DE 2.013 PRINCIPAIS CONSIDERAÇÕES O Art. 1 da IN RFB n 1353/13 instituiu a Escrituração Fiscal Digital do Imposto sobre a Renda e da Contribuição Social sobre o

Leia mais

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL SPED ECF. PROFESSOR: FELLIPE GUERRA Sergipe, 24 de Agosto de 2015.

ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL SPED ECF. PROFESSOR: FELLIPE GUERRA Sergipe, 24 de Agosto de 2015. ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL SPED ECF PROFESSOR: FELLIPE GUERRA Sergipe, 24 de Agosto de 2015. PROFESSOR: FELLIPE GUERRA Contador, Consultor Empresarial e Especialista em SPED. Coordenador da Comissão

Leia mais

SPED Contábil e SPED ECF

SPED Contábil e SPED ECF SPED Contábil e SPED ECF Impactos nas Rotinas Empresárias Prof. Marcos Lima Marcos Lima Contador (graduado pela UECE) Especialista em Auditoria (UNIFOR) Diretor de Relacionamentos da Fortes Contabilidade

Leia mais

esocial Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Copyright 2013 1

esocial Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Copyright 2013 1 esocial Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Copyright 2013 1 O que é esocial? É o projeto de escrituração digital da folha de pagamento e das obrigações trabalhistas, previdenciárias

Leia mais

SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL. Socorro Oliveira 11.MARÇO.2010

SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL. Socorro Oliveira 11.MARÇO.2010 SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL Socorro Oliveira 11.MARÇO.2010 DECRETO Nº 6.022-22/01/07 Eliminar a redundância de informações por meio da padronização das Obrigações Acessórias Uniformizar as

Leia mais

Agenda de Obrigações Dezembro/2014

Agenda de Obrigações Dezembro/2014 Agenda de Obrigações Dezembro/204 Federal IOF IOF IR/FONTE IR/FONTE CAGED - CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS CAGED - CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS CBE - DECLARAÇÃO DE CAPITAL

Leia mais

CARGA TRIBUTÁRIA ANO 2011

CARGA TRIBUTÁRIA ANO 2011 CARGA TRIBUTÁRIA ANO 2011 Orientações Básicas INFORMAÇÕES GERAIS PESSOA JURÍDICA 1) DCTF : (Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais) ATENÇÃO! Apresentação MENSAL obrigatória pelas Pessoas

Leia mais

Dra. Valéria de Souza Telles. esocial - Dra. Valéria de Souza Telles 1

Dra. Valéria de Souza Telles. esocial - Dra. Valéria de Souza Telles 1 Dra. Valéria de Souza Telles esocial - Dra. Valéria de Souza Telles 1 Manual de Orientação do e - Social Versão 1.0 (Ato Declaratório Executivo SUFIS nº 5/13 DOU de 18/07/2013) Manual de Orientação do

Leia mais

AUDITORIA FISCO-CONTÁBIL DAS DEMONSTRAÇÕES ELETRÔNICAS COMPLIANCE FISCAL ELETRÔNICO

AUDITORIA FISCO-CONTÁBIL DAS DEMONSTRAÇÕES ELETRÔNICAS COMPLIANCE FISCAL ELETRÔNICO AUDITORIA FISCO-CONTÁBIL DAS DEMONSTRAÇÕES ELETRÔNICAS COMPLIANCE FISCAL ELETRÔNICO Nossos serviços de auditoria das Obrigações Eletrônicas utilizam ferramentas que permitem auditar os arquivos enviados

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS ÁREA FISCAL

PERGUNTAS E RESPOSTAS ÁREA FISCAL PERGUNTAS E RESPOSTAS ÁREA FISCAL O que é CFOP? CFOP é a sigla de Código Fiscal de Operações e Prestações, das entradas e saídas de mercadorias, intermunicipal e interestadual. Trata-se de um código numérico

Leia mais

e-social Divisão Trabalhista e Previdenciária Agosto de 2013

e-social Divisão Trabalhista e Previdenciária Agosto de 2013 Divisão Trabalhista e Previdenciária Agosto de 2013 Conceito de EFD-Social O (EFD-Social) é um projeto do governo federal que visa a unificação das obrigações trabalhistas, previdenciárias e tributárias

Leia mais

E-SOCIAL. Comunicamos que entrará em vigor, a partir de Abril de 2014, o novo projeto do governo, denominado E-Social.

E-SOCIAL. Comunicamos que entrará em vigor, a partir de Abril de 2014, o novo projeto do governo, denominado E-Social. E-SOCIAL Comunicamos que entrará em vigor, a partir de Abril de 2014, o novo projeto do governo, denominado E-Social. O E-Social é um projeto do governo federal que vai unificar o envio de informações

Leia mais

Informações gerais sobre a EFD-PIS/COFINS

Informações gerais sobre a EFD-PIS/COFINS Informações gerais sobre a EFD-PIS/COFINS Legislação Conforme instituído pela Instrução Normativa RFB nº 1.052, de 5 de julho de 2010, sujeitam à obrigatoriedade de geração de arquivo da Escrituração Fiscal

Leia mais

VISÃO DA COMUNIDADE EMPRESARIAL

VISÃO DA COMUNIDADE EMPRESARIAL SEMINÁRIO SPED ACE GUARULHOS 20/03/2009 VISÃO DA COMUNIDADE EMPRESARIAL Paulo Roberto da Silva BRASIL - SITUAÇÃO ATUAL EX. OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS DOS ESTADOS SPED UMA NOVA ERA NA ESCRITURAÇÃO NACIONAL SPED

Leia mais

EFD PIS COFINS Teoria e Prática

EFD PIS COFINS Teoria e Prática EFD PIS COFINS Teoria e Prática É uma solução tecnológica que oficializa os arquivos digitais das escriturações fiscal e contábil dos sistemas empresariais dentro de um formato digital específico e padronizado.

Leia mais

Palestrante NIVALDO CLETO 26 DE MAIO DE 2010. Apoio Técnico Fiscosoft Editora Ltda FORTALEZA-CE

Palestrante NIVALDO CLETO 26 DE MAIO DE 2010. Apoio Técnico Fiscosoft Editora Ltda FORTALEZA-CE SPED Contábil Palestrante NIVALDO CLETO FORTALEZA-CE 26 DE MAIO DE 2010 Apoio Técnico Fiscosoft Editora Ltda Objetivo O OBJETIVO DESTE TREINAMENTO É APRESENTAR A parte teórica e técnica da Escrituração

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI. Dulcineia L. D. Santos

Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI. Dulcineia L. D. Santos Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI Dulcineia L. D. Santos Sistema Público de Escrituração Digital SPED Decreto n. 6.022, de 22/01/2007. Objetivos do SPED: unificar as atividades de recepção, validação,

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA AS ASSOCIAÇÕES DE PASSO FUNDO

MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA AS ASSOCIAÇÕES DE PASSO FUNDO NÚCLEO DE APOIO CONTÁBIL E FISCAL UNIVERSIDADE DE PASSO FUNDO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS PASSO FUNDO FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS, ADMINISTRATIVAS E CONTÁBEIS. Professora Orientadora: Ms. Mirna Muraro

Leia mais

Assunto. esocial. Diminuir o custo de produção, o controle e disponibilização das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais;

Assunto. esocial. Diminuir o custo de produção, o controle e disponibilização das informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais; Ref.: nº 34/2013 esocial 1. Conceito O esocial é um projeto do Governo Federal que vai coletar as informações descritas em seu objeto, armazenando-as em Ambiente Nacional, possibilitando aos órgãos participantes,

Leia mais

Saiba tudo sobre o esocial

Saiba tudo sobre o esocial Saiba tudo sobre o esocial Introdução Com a criação do Sistema Público de Escrituração Digital (Sped), o Governo propiciou maior controle e agilidade na fiscalização das informações contábeis e fiscais

Leia mais

EFD Contribuições (PIS/Cofins)

EFD Contribuições (PIS/Cofins) EFD Contribuições (PIS/Cofins) Principais Aspectos no Preenchimento e Implantação da Escrituração Fiscal Digital do PIS/Pasep, da Cofins e da Contribuição Previdenciária sobre Receitas. Assunto: Escrituração

Leia mais

PALESTRA. A ECF e a Eficiência no Controle Fiscal

PALESTRA. A ECF e a Eficiência no Controle Fiscal PALESTRA A ECF e a Eficiência no Controle Fiscal Palestrante: Ivo Ribeiro Viana Advogado, contabilista, especialista em direito tributário pela PUC-SP, MBE em gestão e controladoria pela FECAP-SP. Consultor

Leia mais

WHITE PAPER AS EMPRESAS PERNAMBUCANAS ESTÃO PREPARADAS PARA O SPED FISCAL?

WHITE PAPER AS EMPRESAS PERNAMBUCANAS ESTÃO PREPARADAS PARA O SPED FISCAL? WHITE PAPER AS EMPRESAS PERNAMBUCANAS ESTÃO PREPARADAS PARA O SPED FISCAL? 2 O CONTRIBUINTE DE PERNAMBUCO ESTÁ PREPARADO PARA O SPED FISCAL (EFD-ICMS/IPI)? Através da Instrução Normativa nº 1.371/2013

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA AGOSTO DE 2014. c) multa ou qualquer vantagem por rescisão de contratos.

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA AGOSTO DE 2014. c) multa ou qualquer vantagem por rescisão de contratos. Até dia Obrigação AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA AGOSTO DE 2014 Histórico ocorridos no período de 21 a 31.07.2014, incidente sobre rendimentos de (art. 70, I, letra "b", da Lei nº 11.196/2005 ): 5

Leia mais

1. O que é ECF? 2. Obrigatoriedade; 3. Prazo de Entrega; 4. Informações e Estrutura; 5. Penalidades; 6. Considerações Finais.

1. O que é ECF? 2. Obrigatoriedade; 3. Prazo de Entrega; 4. Informações e Estrutura; 5. Penalidades; 6. Considerações Finais. ECF Escrituração Contábil Fiscal Aspectos gerais. Por: Luana Romaniuk. Em junho de 2015. SUMÁRIO 1. O que é ECF? 2. Obrigatoriedade; 3. Prazo de Entrega; 4. Informações e Estrutura; 5. Penalidades; 6.

Leia mais

SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL

SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1.218, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2011 Altera a Instrução Normativa RFB nº1.052, de 5 de julho de 2010, que institui a Escrituração Fiscal Digital

Leia mais

Declarações (RFB e Outros) Prazos De Envio em 2011

Declarações (RFB e Outros) Prazos De Envio em 2011 Declarações (RFB e Outros) Prazos De Envio em 2011 Janeiro 2011 Pessoas Jurídicas 31/dezembro/ 7 Dacon Mensal - Demonstrativo de Novembro/ de alvarás para construção civil e documentos 31/dezembro/ de

Leia mais

NONO NONONO NO NONO NONO NONONO NONO CIESP Centro das Indústrias do Estado de São Paulo DR de Sorocaba

NONO NONONO NO NONO NONO NONONO NONO CIESP Centro das Indústrias do Estado de São Paulo DR de Sorocaba SPED Sistema Público de Escrituração Digital esocial NONO NONONO NO NONO NONO NONONO NONO CIESP Centro das Indústrias do Estado de São Paulo DR de Sorocaba 7 de outubro de 2014 O SPED Sistema Público de

Leia mais

Agenda de Obrigações Novembro/2014

Agenda de Obrigações Novembro/2014 Agenda de Obrigações Novembro/14 Federal COMPROVANTE MENSAL DE RETENÇÃO DA PARA O PIS/PASEP E DA COFINS - AUTOPEÇAS COMPROVANTE MENSAL DE RETENÇÃO DA PARA O PIS/PASEP E DA COFINS - AUTOPEÇAS IOF IOF IR/FONTE

Leia mais

ECF Considerações Iniciais

ECF Considerações Iniciais Outubro de 2014 ECF Considerações Iniciais A ECF é mais um dos projetos da RFB que integrará o SPED (Disciplinada pela Instrução Normativa RFB 1.422/2013). O layout da ECF pode ser encontrado no website

Leia mais

06/04/2011. Convênio ICMS nº 143, de 15 de dezembro de 2006 - Institui a Escrituração Fiscal Digital EFD. Ato Cotepe ICMS 09/2008

06/04/2011. Convênio ICMS nº 143, de 15 de dezembro de 2006 - Institui a Escrituração Fiscal Digital EFD. Ato Cotepe ICMS 09/2008 Curso Fortaleza-Ce EFD Pis/Cofins e ICMS/IPI Teoria e Prática Palestrante: Edison Garcia Junior Auditório do CRC-CECE 06 de abril de 2011 IN 1052/2010 EFD Pis/Cofins Estabelece regras de obrigatoriedade,

Leia mais

Mesa de Debates CRC/RJ Lei 12.973/2014 e o novo regime tributário pós RTT. Claudio Yano 20 de maio de 2014

Mesa de Debates CRC/RJ Lei 12.973/2014 e o novo regime tributário pós RTT. Claudio Yano 20 de maio de 2014 Mesa de Debates CRC/RJ Lei 12.973/2014 e o novo regime tributário pós RTT Claudio Yano 20 de maio de 2014 DIPJ 2014 Prazo de entrega Programa Gerador aprovado pela IN RFB 1.463/14; Prazo para entrega:

Leia mais

MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL

MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL MEI MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL Conheça as condições para recolhimento do Simples Nacional em valores fixos mensais Visando retirar da informalidade os trabalhadores autônomos caracterizados como pequenos

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Demonstrações Contábeis por Tipo e Tamanho de Empresa e Reflexos na Escrituração Contábil Digital (ECD)

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Demonstrações Contábeis por Tipo e Tamanho de Empresa e Reflexos na Escrituração Contábil Digital (ECD) 1 Parecer Consultoria Tributária Segmentos Demonstrações Contábeis por Tipo e Tamanho de Empresa e Reflexos na Escrituração Contábil Digital (ECD) 04/06/2014. Contábeis por Tipo e Tamanho de Empresa 1

Leia mais

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. CISPED, 21/11/2013

uma nova era nas relações entre Empregadores, Empregados e Governo. CISPED, 21/11/2013 CISPED, 21/11/2013 Aspectos Técnicos Utilização do CPF como chave do trabalhador associado ao PIS/NIT; Validação na base do CNIS CPF/PIS/Data de nascimento; Cadastramento inicial apenas dos vínculos ativos;

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital. Diário Geral com Escrituração Resumida R. Balancetes Diários e Balanços - B

Sistema Público de Escrituração Digital. Diário Geral com Escrituração Resumida R. Balancetes Diários e Balanços - B Rio de Janeiro, 17 de fevereiro de 2009 Livros Abrangidos Diário Geral G Diário Geral com Escrituração Resumida R Diário Auxiliar - A Razão Auxiliar - Z Balancetes Diários e Balanços - B ESCRITURAÇÃO DIGITAL

Leia mais

SPED Contábil. ECD Escrituração Contábil Digital. Vera Lucia Gomes 28/08/2008 ABBC. www.spednet.com.br 1

SPED Contábil. ECD Escrituração Contábil Digital. Vera Lucia Gomes 28/08/2008 ABBC. www.spednet.com.br 1 SPED Contábil ECD Escrituração Contábil Digital Vera Lucia Gomes 28/08/2008 ABBC www.spednet.com.br 1 Programa Apresentação e Objetivos Regulamentação Livros contemplados Aspectos importantes da legislação

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Comparativo leiaute DIPJ 2014 x ECF

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Comparativo leiaute DIPJ 2014 x ECF Comparativo leiaute DIPJ 2014 x ECF 05/05/2014 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Time da Eficiência Comercial... 3 3. Análise da Legislação... 4 3.1 Comparativo

Leia mais

SPED Contábil - Versão 2.0

SPED Contábil - Versão 2.0 SPED Contábil - Versão 2.0 A Escrituração Contábil Digital (ECD) é parte integrante do projeto SPED e tem por objetivo a substituição da escrituração em papel pela escrituração transmitida via arquivo,

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 1 0 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 168 - Data 22 de junho de 2015 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS EFD-CONTRIBUIÇÕES. PESSOAS JURÍDICAS IMUNES E

Leia mais

SPED CONTÁBIL. Escrituração Contábil Digital. Professor Filemon Augusto de Oliveira 23/05/2014 Congresso de Contabilidade do Agreste Alagoano

SPED CONTÁBIL. Escrituração Contábil Digital. Professor Filemon Augusto de Oliveira 23/05/2014 Congresso de Contabilidade do Agreste Alagoano SPED CONTÁBIL Escrituração Contábil Digital Professor Filemon Augusto de Oliveira 23/05/2014 Congresso de Contabilidade do Agreste Alagoano É HORA DE AGRADECER!!! O modelo mudou... Quem escrevia cartinha,

Leia mais

EFD-PIS/COFINS Regras Gerais Aplicáveis a Partir de 2012

EFD-PIS/COFINS Regras Gerais Aplicáveis a Partir de 2012 EFD-PIS/COFINS Regras Gerais Aplicáveis a Partir de 2012 Matéria Elaborada com Base na Legislação Vigente em: 09/01/2012. SUMÁRIO: 1 INTRODUÇÃO 2 OBRIGATORIEDADE DE APRESENTAÇÃO 2.1 Obrigatoriedade em

Leia mais

IOF-Imposto sobre Operação Financeira de 21 a 31/08/2015. * Operações de crédito - Pessoa Jurídica 1150 * Operações de crédito - Pessoa Física 7893

IOF-Imposto sobre Operação Financeira de 21 a 31/08/2015. * Operações de crédito - Pessoa Jurídica 1150 * Operações de crédito - Pessoa Física 7893 IOF-Imposto sobre Operação Financeira de 21 a 31/08/2015. * Operações de crédito - Pessoa Jurídica 1150 * Operações de crédito - Pessoa Física 7893 03/09 (5ª Feira) * Operações de câmbio - Entrada de Moeda

Leia mais

SPED: instituído pelo Decreto 6.022/2007

SPED: instituído pelo Decreto 6.022/2007 e Social e-social E-Social SPED: instituído pelo Decreto 6.022/2007 Art. 2º - O SPED é instrumento que unifica as atividades de recepção, validação, armazenamento e autenticação de livros e documentos

Leia mais

Seminário. SPED Contábil e Fiscal. Julho 2012. Elaborado por: Sérgio Roberto da Silva

Seminário. SPED Contábil e Fiscal. Julho 2012. Elaborado por: Sérgio Roberto da Silva Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

8:h30. Credenciamento. 9h:00. Contexto Tributário Brasileiro EFD PIS COFINS. 10h00. Coffee Break. 10h:20 EFD PIS/COFINS

8:h30. Credenciamento. 9h:00. Contexto Tributário Brasileiro EFD PIS COFINS. 10h00. Coffee Break. 10h:20 EFD PIS/COFINS EFD PIS COFINS Josué Pereira Agenda 8:h30 Credenciamento 9h:00 Contexto Tributário Brasileiro EFD PIS/COFINS 10h00 Coffee Break 10h:20 EFD PIS/COFINS Como Evitar a Exposição Tributária Digital 11h30 Perguntas

Leia mais

AS FUNDAÇÕES, O SPED E O SICAP. 1. Das prestações de contas anuais por parte das fundações

AS FUNDAÇÕES, O SPED E O SICAP. 1. Das prestações de contas anuais por parte das fundações Curitiba, 16 de abril de 2015. AS FUNDAÇÕES, O SPED E O SICAP 1. Das prestações de contas anuais por parte das fundações No estado do Paraná, as fundações privadas devem prestar contas anuais ao Ministério

Leia mais

GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES

GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES GUIA PRÁTICO EFD-CONTRIBUIÇÕES Maio de 2012 O QUE É A EFD-Contribuições trata de arquivo digital instituído no Sistema Publico de Escrituração Digital SPED, a ser utilizado pelas pessoas jurídicas de direito

Leia mais

SPED ECF. ECF Escrituração Contábil Fiscal. Danilo Lollio São Paulo - SP. Esta apresentação é de propriedade da Wolters Kluwer Prosoft.

SPED ECF. ECF Escrituração Contábil Fiscal. Danilo Lollio São Paulo - SP. Esta apresentação é de propriedade da Wolters Kluwer Prosoft. SPED ECF ECF Escrituração Contábil Fiscal Danilo Lollio São Paulo - SP Esta apresentação é de propriedade da Wolters Kluwer Prosoft. É proibida a reprodução, distribuição ou comercialização deste conteúdo.

Leia mais

Escrituração Contábil Digital ECD. Brasília, 18 de maio de 2012

Escrituração Contábil Digital ECD. Brasília, 18 de maio de 2012 Escrituração Contábil Digital ECD Brasília, 18 de maio de 2012 Abrangência do Sped NF-e Integração ECD NFS-e ReceitanetBX EFD Int e-lalur CT-e EFD Social FCont EFD Contribuições e-lalur Livro Eletrônico

Leia mais

SPED PIS E COFINS SPED PIS E COFINS. Sistema Questor SPED PIS E COFINS - SPED PIS E COFINS - 0brigatoriedade. Objetivos do Curso

SPED PIS E COFINS SPED PIS E COFINS. Sistema Questor SPED PIS E COFINS - SPED PIS E COFINS - 0brigatoriedade. Objetivos do Curso Sistema Questor SPED PIS E COFINS SPED Sistema Público de Escrituração Digital EFD Escrituração Fiscal Digital Instrutor: - Jocenei Friedrich Apoio: - Sejam todos bem-vindos Objetivos do Curso Conhecer

Leia mais

Projeto SPED de A a Z

Projeto SPED de A a Z Consultoria e Treinamentos Apresentam: Projeto SPED de A a Z SPED Decreto nº 6.022 22/01/07 Instituir o Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) Promover a integração dos fiscos; Racionalizar e uniformizar

Leia mais

Palestra. SPED - Escrituração Fiscal Digital - EFD - Roteiro. Agosto 2012. Elaborado por: José Sérgio Fernandes de Mattos

Palestra. SPED - Escrituração Fiscal Digital - EFD - Roteiro. Agosto 2012. Elaborado por: José Sérgio Fernandes de Mattos Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

Uma nova era nas relações entre Empregados, Empregadores e Governo

Uma nova era nas relações entre Empregados, Empregadores e Governo Uma nova era nas relações entre Empregados, Empregadores e Governo CONSTRUÇÃO CONJUNTA Receita Federal do Brasil; Caixa; Instituto Nacional do Seguro Social INSS; Ministério da Previdência Social MPS;

Leia mais

SPED - EFD - Escrituração Fiscal Digital

SPED - EFD - Escrituração Fiscal Digital Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

IR-FONTE Rendimentos de Aplicações Financeiras, Juros Sobre Capital Próprio, Prêmios, Multas e Vantagens, de que trata o art. 7º da Lei nº 9.

IR-FONTE Rendimentos de Aplicações Financeiras, Juros Sobre Capital Próprio, Prêmios, Multas e Vantagens, de que trata o art. 7º da Lei nº 9. AGENDA TRIBUTÁRIA FEDERAL JANEIRO DE 2016 06.01 (4ª Feira) IR-FONTE Rendimentos de Aplicações Financeiras, Juros Sobre Capital Próprio, Prêmios, Multas e Vantagens, de que trata o art. 7º da Lei nº 9.430/1996

Leia mais

* Assessoria Contábil * Fiscal * Trabalhista * Legal * Abertura e Encerramento de Empresa

* Assessoria Contábil * Fiscal * Trabalhista * Legal * Abertura e Encerramento de Empresa INFORMATIVO Membro da Federação CISQ NFORMAÇÃO CONTABILIDADE ISO 9001:2008 Sistema da Qualidade Certificado Fone: (11) 3589-8201 www.informacaocontabil.com.br * Assessoria Contábil * Fiscal * Trabalhista

Leia mais

Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti

Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti Palestrante: Anderson Aleandro Paviotti Perfil do Palestrante: Contador, Consultor e Professor Universitário Colaborador do Escritório Santa Rita desde 1991 Tributação das Médias e Pequenas Empresas Como

Leia mais

Agora começa a ser implementado o esocial, que constituirá a maior e mais complexa parte do Sped.

Agora começa a ser implementado o esocial, que constituirá a maior e mais complexa parte do Sped. Introdução O que é esocial? Com a criação do Sistema Público de Escrituração Digital (Sped), o Governo propiciou maior controle e agilidade na fiscalização das informações contábeis e fiscais das empresas

Leia mais

O Que é EFD Contribuições?

O Que é EFD Contribuições? EFD Contribuições Apresentação do Sistema Público de Escrituração Digital ProfªOlírica Cunha Capital Assessoria Empresarial 1 O Que é EFD Contribuições? É um arquivo digital instituído no Sistema Público

Leia mais

EFD-Social. Rio de Janeiro, 23 de Janeiro de 2013

EFD-Social. Rio de Janeiro, 23 de Janeiro de 2013 EFD-Social Arquitetura Rio de Janeiro, 23 de Janeiro de 2013 Simplificação das Obrigações Tributárias Prestação de Serviço ao Contribuinte-Cidadão x Modelo Tributário Complexo Pacto Federativo Combate

Leia mais

esocial: Integração no Ambiente Sped SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL

esocial: Integração no Ambiente Sped SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL esocial: Integração no Ambiente Sped SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL NF-e Abrangência ECD esocial EFD EFD - IRPJ CT-e NFS-e E-Lalur FCont O esocial é um projeto do governo federal que vai unificar

Leia mais

Sistema Público de Escrituração Digital

Sistema Público de Escrituração Digital O SPED O Sistema Público de Escrituração Digital tem por objetivo promover a integração entre os órgãos reguladores e de fiscalização da União, FISCOS Estaduais e futuramente Municipais. Isso mediante

Leia mais

TAX TAX COMPLIANCE. Controles do Fisco x Contribuinte. 10 de junho de 2013

TAX TAX COMPLIANCE. Controles do Fisco x Contribuinte. 10 de junho de 2013 TAX TAX COMPLIANCE Controles do Fisco x Contribuinte 10 de junho de 2013 Sistemas de Fiscalização/Arrecadação da RFB Sistemas da RFB: HARPIA - Sistema de inteligência artificial desenvolvido pela Secretaria

Leia mais

O trabalhador que tiver mais de um emprego deve fazer acompanhamento dos descontos para que a soma deles nas várias empresas não ultrapasse o teto.

O trabalhador que tiver mais de um emprego deve fazer acompanhamento dos descontos para que a soma deles nas várias empresas não ultrapasse o teto. PESSOAL INSS: DOIS EMPREGOS DÃO DIREITO A DESCONTO O trabalhador que tiver mais de um emprego deve fazer acompanhamento dos descontos para que a soma deles nas várias empresas não ultrapasse o teto. O

Leia mais

Agenda de Obrigações Tributárias, Trabalhistas e Previdenciárias

Agenda de Obrigações Tributárias, Trabalhistas e Previdenciárias Agenda de Obrigações Tributárias, Trabalhistas e Previdenciárias Fevereiro de 2016 Tipo Dia Obrigação 01/02-2ª Feira 03/02-4ª Feira INSS GPS - Fixação no Quadro de Horário O art. 225, VI do Decreto n 3.048/1999,

Leia mais

Estão obrigadas a adotar a ECD, nos termos do art. 2º do Decreto nº 6.022, de 2007:

Estão obrigadas a adotar a ECD, nos termos do art. 2º do Decreto nº 6.022, de 2007: SPED CONTÁBIL (ECD) - Registro J800 Matéria atualizada com base na legislação vigente em: 14.05.2013. Sumário: 1 - INTRODUÇÃO 2 - SPED CONTÁBIL (ECD) 3 - OBRIGATORIEDADE DE ENTREGA DA ECD 3.1 - Acompanhamento

Leia mais

O que é? Pra que serve? Quem promove? Como vai funcionar? O dia a dia? Quando começa? Agenda. E agora, o que tenho que fazer????

O que é? Pra que serve? Quem promove? Como vai funcionar? O dia a dia? Quando começa? Agenda. E agora, o que tenho que fazer???? Fevereiro de 2014 O que é? Pra que serve? Quem promove? Como vai funcionar? O dia a dia? Quando começa? Agenda E agora, o que tenho que fazer???? O QUE É AFINAL? Componente do SPED (Sistema Público de

Leia mais

Índice I. DADOS DA EMPRESA... 2. a) Dados para contabilização da Empresa Modelo... 3. b) Cálculo do IRPJ... 4. c) Cálculo da Contribuição Social...

Índice I. DADOS DA EMPRESA... 2. a) Dados para contabilização da Empresa Modelo... 3. b) Cálculo do IRPJ... 4. c) Cálculo da Contribuição Social... Índice I. DADOS DA EMPRESA... 2 a) Dados para contabilização da Empresa Modelo... 3 b) Cálculo do IRPJ... 4 c) Cálculo da Contribuição Social... 5 d) Plano de Contas... 6 e) Histórico Padrão... 7 f) Lançamentos

Leia mais

CCA BERNARDON DESTAQUES DA SEMANA: CONTADORES E ADVOGADOS SEMANÁRIO Nº 45/2014 2ª SEMANA NOVEMBRO DE 2014

CCA BERNARDON DESTAQUES DA SEMANA: CONTADORES E ADVOGADOS SEMANÁRIO Nº 45/2014 2ª SEMANA NOVEMBRO DE 2014 News Consultoria, treinamento para gestão administrativa e atuação em processos e negócios. CCA BERNARDON CONTADORES E ADVOGADOS SEMANÁRIO Nº 45/2014 2ª SEMANA NOVEMBRO DE 2014 DESTAQUES DA SEMANA: TRIBUTOS

Leia mais

SINDCONT-SP SINDCONT-SP

SINDCONT-SP SINDCONT-SP SPED, ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL EFD E OS DOCUMENTOS ELETRÔNICOS 2007/2008 Programa: - Sistema Público de Escrituração Digital - SPED - Escrituração Fiscal Digital - EFD - Documentos Eletrônicos do SPED:

Leia mais

Navegação em Nuvem. Abrangência Atual

Navegação em Nuvem. Abrangência Atual SPED Apresentação Instituído pelo Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007, o Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal (PAC

Leia mais

Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado. Clique e veja o compromisso do dia. 6 7. Clique e veja o compromisso do dia.

Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado. Clique e veja o compromisso do dia. 6 7. Clique e veja o compromisso do dia. Atenção 01 Aqueles contribuintes obrigados ao envio mensal do arquivo SINTEGRA à SEFAZ, devem observar a data de entrega, conforme definido pelo fisco. Atenção 02 Essas informações não substituem aquelas

Leia mais

Manual Escrituração Contábil Digital

Manual Escrituração Contábil Digital SPED Contábil Vínculo de Contas e Geração do Arquivo O SPED Sistema Público de Escrituração Digital é composto por três grandes subprojetos: Escrituração Contábil Digital, Escrituração Fiscal Digital e

Leia mais