Agenda. Estrutura do Mercado Londrino Introdução Histórico e Antecedentes O Mercado de Lloyd s Resultados do Ano de 2007

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Agenda. Estrutura do Mercado Londrino Introdução Histórico e Antecedentes O Mercado de Lloyd s Resultados do Ano de 2007"

Transcrição

1 O MERCADO RESSEGURADOR LONDRINO Margo Black CEO Willis Re Junho de 2008

2 Agenda Estrutura do Mercado Londrino Introdução Histórico e Antecedentes O Mercado de Lloyd s Resultados do Ano de 2007

3 Estrutura do Mercado Londrino Londres é o maior mercado internacional de seguros É o principal p centro ressegurador mundial Londres é o líder global de mercado em muitos ramos Marine, Aviation, D&O, Energy, entre outros.

4 Estrutura do Mercado Londrino Lloyd s of London London Underwriting Centre Individual companies Lloyd s Companies Individual companies

5 LUC building and Swiss Re building in London

6 Willis 2008 Mais de 179 anos de atuação Mais de 300 escritórios em 110 países funcionários Listada na Bolsa de Nova York sob o Listada na Bolsa de Nova York, sob o símbolo WSH, apresentando nos últimos anos a maior performance do setor.

7 Lloyd s of London

8 Histórico e Antecedentes Datas importantes: 1688: Subscrição de navios e cargas 1887: Subscrição do primeiro risco não-marítimo 1906: Terremoto de São Francisco O Lloyd s estabelece sua reputação nos Estados Unidos. 1925: Criação do Fundo Fiduciário Central 1994: Introdução do Corporate Capital 2001: World Trade Centre (11 de setembro) 2007: O Lloyd s China

9 Histórico e Antecedentes Fatos Importantes 320 anos de tradição 46 agentes controlando 75 sindicatos e 176 Lloyd s Brokers Mercado Líder no cenário internacional de seguros especialmente para a cobertura de resseguro de grandes riscos industriais em qualquer parte do mundo. Capacidade para assumir riscos grandes incomuns e Capacidade para assumir riscos grandes, incomuns e complexos

10 Histórico e Antecedentes Fatos Importantes UM MERCADO, NÃO UMA SEGURADORA Membros, Empresas e Indivíduos: - Corporate Capital: Fornece capital para sindicatos - Names: Cada membro fornece o capital para suportar suas próprias responsabilidades em base individual - Managing Agents Sindicates Rating de A Standard & Poor s

11 Inside Lloyd s and Lutine Bell

12 Colocação do risco no mercado Lloyd s Corporation of Lloyd s Management Policyholders 46 Managing g Agents Members Direct Reinsurance 176 Lloyd s Brokers 75 Syndicates Members Agents Corporate Individual id Underwriting BUSINESS FLOW CAPITAL PROVISION Central Guarantee Fund Source: Lloyd s

13 Concentração do Mercado m No. of 300 syndicates 160 Average & managing 250 syndicate 140 agents capacity Average syndicate capacity No. of syndicates No. of managing g agents Source: Lloyd s

14 Providência da capacidade Capacity bn % 15% 8% 42% 9% 6% bn Oh Other overseas US insurance industry Bermudian insurance industry UK listed and nonlisted Individual members (limited liability) Individual members (Unlimited liability) Source: Lloyd s

15 Provedores de Capital 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% 79% 81% 80% 83% 84% 84% 73% 69% 65% 55% 45% 35% 31% 27% 21% 19% 20% 17% 16% 16% Indivíduos Empresa Source: Lloyd s

16 Lloyd s Participação no Mercado Mundial Resto do Mundo 5% Estados Unidos 39% Ásia/África 6% Outras Américas 11% Europa 15% Reino Unido 24% Os Estados Unidos são a maior economia do mundo e o Lloyd s é o maior mercado especialista de seguros

17 Resultados de 2007

18 Resultados fim do ano do Lloyd s 2007 m % Prêmios brutos emitidos 16,414 16,366 (0.3) Prêmios líquidos emitidos 12,688 13, Reclamações líquidas (6,219) (6,547) 5.3 incorridas Despesas operacionais líquidas (4,327) (4,451) 2.9 Resultado 2,142 2,099 (2.0) Retorno sobre o 1,661 2, investimento t Outras despesas (141) (260) 84.4 Lucro antes do I.R. 3,662 3, Relação 2006/ % 84.0% Source: Lloyd s pro forma financial statements

19 Resultados de Resseguro no mundo no período 2003 a 2007 Co mb i n ed r a t i o % Lloyd's US P/C Industry (i) US Reinsurers (ii) European (Re)Insurers (iii) Bermudian (Re)Insurers (iii) Sources i) Insurance Information Institute estimate, ii) Reinsurance Association of America, iii) Company data (8 European companies: 15 Bermudian companies)

20 Tamanho do mercado Londrino Principais Resseguradores Aspen Everest Re Odyssey America Re Platinum Re (UK) QBE International Swiss RE (UK) TransAtlantic Re XL Re Munich Re Principais Sindicatos de Lloyd s Amlin Beazley Furlonge Brit Catlin Hiscox Kiln Limit

21 Maiores Brokers no mercado Londrino Brokers no mercado Londrino: Willis, Aon, Marsh, JLT, Benfield, Lockton, Heath Lambert, HSBC e SBJ Brokers de resseguro em liderança são: Willis, Aon, Marsh e Benfield

22 Lloyd s at night

23 Lloyd s Waiter

24 Obrigado pela atenção Margo Black CEO Willis Re Junho de 2008

Lloyd s no brasil. 2 anos após a abertura do mercado de resseguros MARCO ANTONIO DE SIMAS CASTRO

Lloyd s no brasil. 2 anos após a abertura do mercado de resseguros MARCO ANTONIO DE SIMAS CASTRO Lloyd s no brasil 2 anos após a abertura do mercado de resseguros MARCO ANTONIO DE SIMAS CASTRO July 2010 Lloyd s no Brasil abril 2008: O Lloyd s foi o primeiro ressegurador a receber a licença da SUSEP,

Leia mais

Perspectivas do Mercado de Seguros de Pessoas. Lauro Vieira de Faria

Perspectivas do Mercado de Seguros de Pessoas. Lauro Vieira de Faria Perspectivas do Mercado de Seguros de Pessoas Lauro Vieira de Faria Estrutura da apresentação Seguros de pessoas: Brasil x Mundo Desenvolvimentos recentes Desafios a frente Oportunidades Brasil: 7ª economia

Leia mais

Abertura do Mercado de Resseguro no Brasil

Abertura do Mercado de Resseguro no Brasil Abertura do Mercado de Resseguro no Brasil Percepções do mercado kpmg.com/br Realizado em colaboração com Sumário Resumo Executivo... 1 Evolução Pós-abertura... 2 Pesquisa Realizada... 4 Conclusões...

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE INTEGRADA AVM

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE INTEGRADA AVM UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE INTEGRADA AVM INSTITUTO DO RESSEGURO DO BRASIL - A QUEBRA DO MONOPÓLIO DO RESSEGURO BRASILEIRO Por: MONIQUE JERONYMO DA SILVA Orientadora

Leia mais

Abertura do Mercado de Resseguro no Brasil

Abertura do Mercado de Resseguro no Brasil Abertura do Mercado de Resseguro no Brasil Percepções do mercado kpmg.com/br Realizado em colaboração com Sumário Resumo Executivo... 1 Evolução Pós-abertura... 2 Pesquisa Realizada... 4 Conclusões...

Leia mais

Cativas de aluguel. Uma visão geral dos recursos do Grupo ACE

Cativas de aluguel. Uma visão geral dos recursos do Grupo ACE Cativas de aluguel Uma visão geral dos recursos do Grupo ACE Simplicidade na complexidade Recursos da ACE com relação a cativas de aluguel Gerenciar seus próprios riscos agora ficou mais fácil. Nos últimos

Leia mais

Abertura do Mercado de Resseguro no Brasil - Evolução e Pesquisa. Realizado em parceria com:

Abertura do Mercado de Resseguro no Brasil - Evolução e Pesquisa. Realizado em parceria com: Abertura do Mercado de Resseguro no Brasil - Evolução e Pesquisa 2011 Realizado em parceria com: Sumário: Resumo Executivo I) Evolução Pós-Abertura II) Pesquisa Realizada III) Conclusões IV) Anexo a) Corretoras

Leia mais

EMPRESA MOÇAMBICANA DE SEGUROS

EMPRESA MOÇAMBICANA DE SEGUROS EMPRESA MOÇAMBICANA DE SEGUROS ACCIONISTAS EMOSE ESTADO IGEPE GETCOOP VARIOS 31% 39% 20% 10% 2 LOCALIZAÇAO SEDE Av. 25 de Setembro nº. 1383 Maputo - Moçambique DEPENDÊNCIAS, BALCŌES E FRONTEIRAS OBJECTO

Leia mais

Melhores Práticas na Elaboração de Contratos de Resseguro Agosto 2013

Melhores Práticas na Elaboração de Contratos de Resseguro Agosto 2013 Melhores Práticas na Elaboração de Contratos de Resseguro Agosto 2013 Sumário Conceito: o que é o Contract Certainty Conjuntura histórica Princípios do Contract Certainty Ações para o estabeler o Contract

Leia mais

Millennium. innovación aseguradora con garantías

Millennium. innovación aseguradora con garantías Millennium innovación aseguradora con garantías Indice de contenidos Millennium: Quem somos Valores Canais de Distribuição Produtos Solidez financiera Crescimento Internacionalização 03 06 08 12 16 19

Leia mais

energia JLT Specialty Limited

energia JLT Specialty Limited energia JLT Specialty Limited JLT Specialty Limited Os clientes em primeiro lugar A Divisão de Energia da JLT Specialty é reconhecida no mundo todo como uma das principais corretoras no setor de energia.

Leia mais

Resultados das Seguradoras Brasileiras e Mercado Mundial Uma Análise Comparada

Resultados das Seguradoras Brasileiras e Mercado Mundial Uma Análise Comparada Resultados das Seguradoras Brasileiras e Mercado Mundial Uma Análise Comparada Novembro/2001 SUMÁRIO: I) Introdução II) Análise Comparada III) Projeções e Conclusões Francisco Galiza Consultor e Mestre

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n.º 115/2004/SDE/GAB, de 07 de janeiro de 2004.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n.º 115/2004/SDE/GAB, de 07 de janeiro de 2004. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06053/2004/DF COGSE/SEAE/MF 26 de março de 2004 Referência: Ofício n.º 115/2004/SDE/GAB, de 07 de janeiro de 2004. Assunto:

Leia mais

CAIXA SEGURADORA S.A. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

CAIXA SEGURADORA S.A. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS CAIXA SEGURADORA S.A. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Semestre findo em 30 de junho de 2015 CAIXA SEGURADORA S.A. CNPJ: 34.020.354/0001-10 Relatório da Administração 1º semestre de 2015 Senhores Acionistas,

Leia mais

(MLRV) TRANSPORTES INTERNACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) TRANSPORTES INTERNACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 TRANSPORTES INTERNACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Lamentavelmente a SUSEP alterou a estrutura de resultados não mais detalhando os

Leia mais

Standard & Poor s,classificação do Mercado do Lloyd s. Setembro de 2008

Standard & Poor s,classificação do Mercado do Lloyd s. Setembro de 2008 Standard & Poor s,classificação do Mercado do Lloyd s Setembro de 2008 Standard & Poor s Classificação do Mercado do Lloyd s Setembro de 2008 Analistas principais: Peter Grant Diretor, Londres Rob Jones

Leia mais

Nota à imprensa. Novo estudo sigma da Swiss Re, O seguro no mundo em 2010 revela aumento do volume global de prêmios e do capital

Nota à imprensa. Novo estudo sigma da Swiss Re, O seguro no mundo em 2010 revela aumento do volume global de prêmios e do capital Nota à imprensa ab Novo estudo sigma da Swiss Re, O seguro no mundo em 2010 revela aumento do volume global de prêmios e do capital Contatos: Daniel Staib, Zurique Telefone +41 43 285 8136 Thomas Holzheu,

Leia mais

NOBRE SEGURADORA DO BRASIL S.A. CNPJ nº 85.031.334/0001-85

NOBRE SEGURADORA DO BRASIL S.A. CNPJ nº 85.031.334/0001-85 quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013 Diário Oficial Empresarial São Paulo, 123 (38) 87 RELATÓRIO DA DIRETORIA Senhores Acionistas, DESEMPENHO ECONÔMICO FINANCEIRO DECLARAÇÃO DE CAPACIDADE FINANCEIRA COMUNICAÇÃO

Leia mais

1- INTRODUÇÃO: 2- RESULTADOS SUSEP JAN A SET 2015:

1- INTRODUÇÃO: 2- RESULTADOS SUSEP JAN A SET 2015: 1- INTRODUÇÃO: A SUSEP liberou no dia 26/10/2015 os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao período de jan a setembro de 2015. Cabe ainda lembrar que esses números se referem ao banco

Leia mais

BRAZILIAN AND ARGENTINEAN REINSURANCE AND INSURANCE MARKET. Jorge Daniel Luzzi. Group Risk Manager Pirelli

BRAZILIAN AND ARGENTINEAN REINSURANCE AND INSURANCE MARKET. Jorge Daniel Luzzi. Group Risk Manager Pirelli BRAZILIAN AND ARGENTINEAN REINSURANCE AND INSURANCE MARKET Jorge Daniel Luzzi Group Risk Manager Pirelli 11/08 th /2011 1. Brazil 11/08 th /2011 1. Understanding the Local: 1.1 Insurance and Reinsurance

Leia mais

De fato a situação poderá se complicar em função da situação econômica do País.

De fato a situação poderá se complicar em função da situação econômica do País. 1- INTRODUÇÃO: A SUSEP liberou no dia 21/09/2015 os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao período de jan a julho de 2015. Cabe ainda lembrar que esses números se referem ao banco de

Leia mais

O Resseguro e a Administração. Rubens Teixeira Junior São Paulo, Outubro/2014

O Resseguro e a Administração. Rubens Teixeira Junior São Paulo, Outubro/2014 O Resseguro e a Administração Rubens Teixeira Junior São Paulo, Outubro/2014 Agenda 1 Sociedade Contemporânea 2 O Resseguro 3 A Administração Agenda 1 Sociedade Contemporânea 2 O Resseguro 3 A Administração

Leia mais

Teleconferência 3T13. 13 de novembro de 2013

Teleconferência 3T13. 13 de novembro de 2013 Teleconferência 13 de novembro de 2013 Fato Relevante* Em 31 de outubro de 2013 foi celebrado o contrato de compra e venda de 72,0% das ações do BICBANCO entre as partes: Vendedora - Grupo Bezerra de Menezes

Leia mais

RESSEGURADORAS LOCAIS BRASILEIRAS: breve análise comparativa de suas principais características RESUMO

RESSEGURADORAS LOCAIS BRASILEIRAS: breve análise comparativa de suas principais características RESUMO 411 RESSEGURADORAS LOCAIS BRASILEIRAS: breve análise comparativa de suas principais características Selma Sotelo Pinheiro 1 Irene Raguenet Troccoli 2 RESUMO O mercado de resseguro - o seguro do seguro

Leia mais

Esta é a XL Catlin Cinco maneiras pelas quais vamos turbinar seu negócio.

Esta é a XL Catlin Cinco maneiras pelas quais vamos turbinar seu negócio. Esta é a XL Catlin Cinco maneiras pelas quais vamos turbinar seu negócio. Separadas, XL e Catlin eram duas empresas fortes e inovadoras. Juntas, somos ainda mais fortes. Conteúdo Conheça a XL Catlin Pessoas

Leia mais

Resseguros sem fronteiras

Resseguros sem fronteiras Resseguros sem fronteiras Ernesto Borges do Rio O dia 17 de abril já entrou para a história do setor de seguros no Brasil. Depois de 70 anos de monopólio estatal, o segmento de resseguros foi finalmente

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar as avaliações

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS GARANTIAS JAN A DEZ 2014 NÚMEROS SUSEP - SES (02/03/2015)

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS GARANTIAS JAN A DEZ 2014 NÚMEROS SUSEP - SES (02/03/2015) ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS JAN A DEZ 2014 NÚMEROS SUSEP - SES (02/03/2015) lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar as avaliações

Leia mais

COMUNICADO À IMPRENSA

COMUNICADO À IMPRENSA 27 NOVEMBRO 2012 PODE A ECONOMIA MUNDIAL SUPORTAR UM OUTRO 2011? Novo relatório global destaca os riscos de um déficit de $168 bilhões anualizado em seguros afetando as economias de alto crescimento Uma

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JULHO 2014 NÚMEROS SUSEP SES

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JULHO 2014 NÚMEROS SUSEP SES ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JULHO NÚMEROS SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar as avaliações

Leia mais

1- INTRODUÇÃO: 2- RESULTADOS SUSEP JAN 2015:

1- INTRODUÇÃO: 2- RESULTADOS SUSEP JAN 2015: 1- INTRODUÇÃO: A SUSEP liberou no dia 07/03/2015 os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao mês de janeiro 2015. Cabe ainda lembrar que esses números se referem ao banco de dados SES o

Leia mais

QUEM SOMOS Brasil Brokers

QUEM SOMOS Brasil Brokers QUEM SOMOS Um dos maiores e mais completos grupos de venda de imóveis do país. Assim é a Brasil Brokers. Formado por 25 imobiliárias líderes em 12 estados, o grupo conta com mais de 14 mil corretores associados

Leia mais

Apresentação Comercial. Generali Brasil Seguros

Apresentação Comercial. Generali Brasil Seguros Apresentação Comercial Generali Brasil Seguros O GRUPO GENERALI Liderança, a, solidez e presença a global Assicurazioni Generali SPA., fundada em 1831 em Trieste Itália. 85.000 funcionários no mundo e

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP FOLHA A Lei Complementar n.º 126, de 15 de janeiro de 2007, instituiu a política de resseguros, retrocessão e sua intermediação, as operações de co-seguro,

Leia mais

A Colocação do Resseguro Facultativo. Marcus Clementino Março/2013

A Colocação do Resseguro Facultativo. Marcus Clementino Março/2013 1 A Colocação do Resseguro Facultativo Marcus Clementino Março/2013 Marcus Clementino 2 Formação Acadêmica Engenheiro de Sistemas - PUC/RJ - 1971 Ph.D. em Matemática Aplicada - London School of Economics

Leia mais

Valor do portfólio da Temasek atinge recorde de R$ 250 bilhões

Valor do portfólio da Temasek atinge recorde de R$ 250 bilhões Comunicado à Imprensa Valor do portfólio da Temasek atinge recorde de R$ 250 bilhões - O portfólio apresentou um retorno total de 9% aos acionistas no período de 10 anos - Os investimentos realizados após

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T11

Divulgação de Resultados 3T11 Divulgação de Resultados 3T11 15 de Novembro de 2011 Palestrantes Luis Eduardo Fischman Diretor Financeiro e de RI José Ricardo Brun Fausto Diretor Operacional 2 Disclaimer Esta apresentação não constitui

Leia mais

Insurance Sector Sector Segurador. Insurance Sector Sector Segurador. dossiers. Banking and Insurance. Banca e Seguros

Insurance Sector Sector Segurador. Insurance Sector Sector Segurador. dossiers. Banking and Insurance. Banca e Seguros dossiers Banking and Insurance Banca e Last Update Última Actualização: 21/4/214 Portugal Economy Probe (PE Probe) Prepared by PE Probe Preparado por PE Probe Copyright 214 Portugal Economy Probe PE Probe

Leia mais

Contratos: Responsabilidade, incluindo Linhas Financeiras Propriedade Marítimo Aviação Acidentes Pessoais e Saúde

Contratos: Responsabilidade, incluindo Linhas Financeiras Propriedade Marítimo Aviação Acidentes Pessoais e Saúde O Sindicato 2488, gerenciado pela ACE Underwriting Agencies Ltd ( AUAL ) e que faz parte do Grupo ACE, é uma das proeminentes seguradoras especializadas no mercado de Londres, e desde 2009 mantém uma presença

Leia mais

JLT Specialty Limited faz parte do grupo de empresas da Jardine Lloyd Thompson Group plc, que é um grupo internacinal de Especialistas de Risco e

JLT Specialty Limited faz parte do grupo de empresas da Jardine Lloyd Thompson Group plc, que é um grupo internacinal de Especialistas de Risco e JLT Specialty Limited faz parte do grupo de empresas da Jardine Lloyd Thompson Group plc, que é um grupo internacinal de Especialistas de Risco e Consultores de Benefícios do Empregado.. Cotada no Índice

Leia mais

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 A SAP continua a demonstrar um forte crescimento das suas margens, aumentando a previsão, para o ano de 2009, referente à sua margem operacional Non-GAAP

Leia mais

JPMorgan Investment Funds Global Healthtech Fund (o Sub-Fundo )

JPMorgan Investment Funds Global Healthtech Fund (o Sub-Fundo ) JPMorgan Investment Funds Global Healthtech Fund (o Sub-Fundo ) prospecto simplificado agosto de 2006 Sub-Fundo do JPMorgan Investment Funds (o Fundo ), SICAV constituída nos termos da lei do Grão-Ducado

Leia mais

AUTORIDADE MONETÁRIA DE MACAU Aviso nº 005/2011-AMCM

AUTORIDADE MONETÁRIA DE MACAU Aviso nº 005/2011-AMCM AUTORIDADE MONETÁRIA DE MACAU Aviso nº 005/2011-AMCM ASSUNTO: SUPERVISÃO DA ACTIVIDADE SEGURADORA - LISTA DAS SEGURADORAS AUTORIZADAS E DAS ENTIDADES GESTORAS DE FUNDOS DE PENSÕES DE DIREITO PRIVADO AUTORIZADAS

Leia mais

11 a 21 de outubro de 2006. Paulo Marraccini paulo.marraccini@allianz.com.br

11 a 21 de outubro de 2006. Paulo Marraccini paulo.marraccini@allianz.com.br Missão FENASEG Índia e China 11 a 21 de outubro de 2006 Paulo Marraccini paulo.marraccini@allianz.com.br Dados Gerais Brasil China India Fonte Area (1.000 m2) 8.514 9.573 3.166 B População (milhões) 184

Leia mais

80.000 CLIENTES E SUAS FAMÍLIAS

80.000 CLIENTES E SUAS FAMÍLIAS 80.000 CLIENTES E SUAS FAMÍLIAS CONFIAM NA PROTEÇÃO DOS SEGUROS COMBINED INSURANCE. PROTEÇÃO É O QUE FAZEMOS MELHOR. Combined Insurance é uma marca do Grupo Segurador ACE, no qual se insere o Segurador

Leia mais

Teleconferência 2T14. 18 de agosto de 2014

Teleconferência 2T14. 18 de agosto de 2014 Teleconferência 18 de agosto de 2014 1T14 x Estabilidade da Carteira de Créditos, próxima a R$ 10,5 bilhões; Nível de liquidez imediata mantido dentro de parâmetros confortáveis; Redução dos NPLs, tanto

Leia mais

IT 204 Análise Operacional e Gerencial de Aeroportos Prof. Carlos Müller sala 2134 (muller@ita.br) 1 º semestre / 2014 Versão 2 Programa:

IT 204 Análise Operacional e Gerencial de Aeroportos Prof. Carlos Müller sala 2134 (muller@ita.br) 1 º semestre / 2014 Versão 2 Programa: Programa: Requisito recomendado: IT-203 Aeroportos. Requisito exigido: não há. Horas semanais: 3-0-6. Análise de terminais aeroportuários sob o ponto de vista operacional. Conceituação de capacidade do

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T12

Divulgação de Resultados 1T12 Divulgação de Resultados 1T12 17 de maio de 2012 Palestrantes Bruno Padilha Presidente do Conselho de Administração Tuca Ramos - Presidente Luis Eduardo Fischman Diretor Financeiro e de RI José Ricardo

Leia mais

REVIEW OF BRAZILIAN INSURANCE MARKET

REVIEW OF BRAZILIAN INSURANCE MARKET REVIEW OF BRAZILIAN INSURANCE MARKET December, 2010 Revenues and Profitability of Insurance, Reinsurance, Private Pensions and Capitalization Segments. Real and Estimated Data for 2011. Information based

Leia mais

RBC BRASIL DTVM LTDA. Confiança que faz a diferença

RBC BRASIL DTVM LTDA. Confiança que faz a diferença RBC BRASIL DTVM LTDA Confiança que faz a diferença Sobre o RBC Brasil O RBC Brasil (RBC Brasil DTVM Ltda) é uma subsidiária integral do Royal Bank of Canada, cuja história de atuação em nosso país remonta

Leia mais

Indústria de construção naval brasileira. Cenário Mundial

Indústria de construção naval brasileira. Cenário Mundial Indústria de construção naval brasileira Apresentação ao BNDES Cenário Mundial Paulo de Tarso Rolim de Freitas Julho de 2003 1 Situação da frota mundial Frota mundial: 825 milhões de TPB. Novas construções

Leia mais

Aviso n 004/2015-AMCM SUPERVISÃO DA ACTIVIDADE SEGURADORA - COMPOSIÇÃO DOS ACTIVOS CAUCIONADORES DAS PROVISÕES TÉCNICAS

Aviso n 004/2015-AMCM SUPERVISÃO DA ACTIVIDADE SEGURADORA - COMPOSIÇÃO DOS ACTIVOS CAUCIONADORES DAS PROVISÕES TÉCNICAS Aviso n 004/2015-AMCM ASSUNTO: SUPERVISÃO DA ACTIVIDADE SEGURADORA - COMPOSIÇÃO DOS ACTIVOS CAUCIONADORES DAS PROVISÕES TÉCNICAS 1. O n 1 do artigo 61 do Decreto-Lei n 27/97/M, de 30 de Junho, dispõe que

Leia mais

Ponto de Vista CADERNOS DE SEGURO. O futuro dos resseguradores

Ponto de Vista CADERNOS DE SEGURO. O futuro dos resseguradores 24 O futuro dos resseguradores ROBERTO CASTRO Um dos efeitos trazidos pelo ressurgimento do liberalismo três décadas atrás, no bojo do processo de aprofundamento da integração econômica, política, cultural

Leia mais

Vencedoras - XI Prêmio Cobertura Francisco Galiza Outubro/2008

Vencedoras - XI Prêmio Cobertura Francisco Galiza Outubro/2008 Vencedoras - XI Prêmio Cobertura Francisco Galiza Outubro/2008 I) Critérios www.ratingdeseguros.com.br 1) Os dados usados serão os números de 2007 e do 1º Semestre de 2008. 2) Os prêmios serão dados nas

Leia mais

DOCUMENTO INFORMATIVO (RECTIFICAÇÃO) BES CRESCIMENTO OUTUBRO 2009 PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

DOCUMENTO INFORMATIVO (RECTIFICAÇÃO) BES CRESCIMENTO OUTUBRO 2009 PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO (RECTIFICAÇÃO) BES CRESCIMENTO OUTUBRO 2009 PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Advertências ao investidor: 100% do capital investido garantido na maturidade Remuneração não garantida Possibilidade

Leia mais

(MLRV) SEGURO D&O JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO D&O JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO D&O JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: D&O é uma abreviação da expressão em inglês Directors and Officers Liability Insurance. Este seguro

Leia mais

Demonstrações Financeiras. Nobre Seguradora do Brasil S.A

Demonstrações Financeiras. Nobre Seguradora do Brasil S.A Demonstrações Financeiras Nobre Seguradora do Brasil S.A 30 DE JUNHO DE 2012 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS 30 de Junho de 2012 e 31 de Dezembro de 2011 ÍNDICES Relatório da Administração...... 01 Balanço Patrimonial...

Leia mais

Mercado Segurador Brasileiro

Mercado Segurador Brasileiro Mercado Segurador Brasileiro Fonte: SUSEP Atualizado: dezembro/2016 Código FIP (Formulário de Informações Periódicas) Seguros Sociedades Seguradoras (120) Código FIP: CNPJ: Autorização: Sede: Ace Seguradora

Leia mais

Jornadas da RGA re International Ibérica

Jornadas da RGA re International Ibérica Jornadas da RGA re International Ibérica A Política de Género. Um novo horizonte no desenvolvimento de produtos. Lisboa, 27 de Março 2012 A segurança da experiéncia. O poder da inovação. www.rgare.com

Leia mais

Aviso nº 002/2015-AMCM

Aviso nº 002/2015-AMCM Aviso nº 002/2015-AMCM ASSUNTO: SUPERVISÃO DA ACTIVIDADE SEGURADORA - LISTA DAS SEGURADORAS AUTORIZADAS E DAS ENTIDADES GESTORAS DE FUNDOS DE PENSÕES DE DIREITO PRIVADO AUTORIZADAS A Autoridade Monetária

Leia mais

HCC Global. Financial Products

HCC Global. Financial Products HCC Global Financial Products SE ESTÁ SEGURADO, ESTÁ SEGURO. Uma abordagem inteligente na cobertura de riscos: Investimos nos melhores profissionais, fazendo as perguntas adequadas com o objectivo de reduzir

Leia mais

O papel do MBA na carreira do executivo

O papel do MBA na carreira do executivo O papel do MBA na carreira do executivo Renata Fabrini 09.03.2010 CONFERÊNCIA ANAMBA E ENCONTRO REGIONAL LATINO AMERICANO DO EMBA COUNCIL 2010 sobre a Fesa maior empresa consultoria especializada com atuação

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06076/2004/DF COGSE/SEAE/MF 06 de maio de 2004 Referência: Ofício n.º 2237/2004/SDE/GAB, de 13 de abril de 2004. Assunto:

Leia mais

Evolução das Aplicações Financeiras (R$ Milhões) 634,6

Evolução das Aplicações Financeiras (R$ Milhões) 634,6 Evolução do Patrimônio Líquido (R$ Milhões) 598,3 Evolução das Aplicações Financeiras (R$ Milhões) 634,6 Participação no Mercado Prêmios de Resseguro Total do Grupo Riscos Financeiros (%) 38,6% 61,4% 104,3

Leia mais

NOBRE SEGURADORA DO BRASIL S.A.

NOBRE SEGURADORA DO BRASIL S.A. NOBRE SEGURDOR DO BRSIL S.. Para acessar o nosso site em seu dispositivo móvel, baixe um leitor de QR CODE e fotografe a imagem ao lado. CNPJ nº 8.0./0008 RELTÓRIO D DIRETORI Senhores cionistas, Em cumprimento

Leia mais

b. País de constituição Data de constituição / /

b. País de constituição Data de constituição / / Esta proposta de seguro é válida para Sociedades com facturação superior a 50 Milhões Euros. Excluem-se também desta proposta qualquer entidade seguradora e/ou financeira regulada pelos organismos competentes.

Leia mais

CB RICHARD ELLIS PORTUGAL

CB RICHARD ELLIS PORTUGAL CB RICHARD ELLIS PORTUGAL Apresentação da Empresa 2011 Índice Página 1. CB Richard Ellis 3 2. CB Richard Ellis no Mundo 4 3. CB Richard Ellis na Região EMEA 7 4. O Grupo CBRE Portugal 8 5. Prémios Internacionais

Leia mais

Apresentação PCC Outubro 2012 HIGHDOME PCC

Apresentação PCC Outubro 2012 HIGHDOME PCC Apresentação PCC Outubro 2012 HIGHDOME PCC Índice 1. Retenção de risco o porquê 2. A solução Cativa 3. PCC o conceito 4. Apresentação da HighDome 4.1. A empresa 4.2. Mercado-alvo 4.3. Serviços 4.4. Subscrição

Leia mais

Mercado Segurador e Drivers de Crescimento

Mercado Segurador e Drivers de Crescimento Apimec Fortaleza 2014 Mercado Segurador e Drivers de Crescimento BRASIL: PRINCIPAIS INDICADORES Crescimento da renda real, inflação sob controle e mobilidade social PIB PER CAPITA & DESEMPREGO INFLAÇÃO

Leia mais

Sistema Nacional de Seguros Privados - SNSP

Sistema Nacional de Seguros Privados - SNSP NOVO MECANISMO PARA COBERTURA FINANCEIRA DO PROGRAMA EXPLORATÓRIO MÍNIMO Apresentador: Sérgio Leite Santiago Gerente Comercial do Rio de Janeiro Sistema Nacional de Seguros Privados - SNSP Ministério da

Leia mais

SCOR GLOBAL LIFE FENAPREVI II SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE MARKETING & VENDAS VIDA E PREVIDÊNCIA

SCOR GLOBAL LIFE FENAPREVI II SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE MARKETING & VENDAS VIDA E PREVIDÊNCIA SCOR GLOBAL LIFE FENAPREVI II SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE MARKETING & VENDAS VIDA E PREVIDÊNCIA Julho 2009 Impacto da Crise Mundial - Seguro de Vida Industria de Seguros de Vida não foi tão afetada quanto

Leia mais

AGENDA. Destaques do Período Rede de Lojas e Desempenho de Vendas Desempenho Econômico Financeiro

AGENDA. Destaques do Período Rede de Lojas e Desempenho de Vendas Desempenho Econômico Financeiro 1 Aviso Legal Bento Gonçalves, RS, 20 de março de 2015. A Unicasa Indústria de Móveis S.A. (BM&FBOVESPA: UCAS3, Bloomberg: UCAS3:BZ, Reuters: UCAS3.SA), uma das maiores empresas do setor de móveis planejados

Leia mais

JETCO/LEGAL COMMITTEE OF THE BRITCHAM ARBITRAGEM INTERNACIONAL EM LONDRES NO COMÉRCIO INTERNACIONAL E OUTROS SETORES

JETCO/LEGAL COMMITTEE OF THE BRITCHAM ARBITRAGEM INTERNACIONAL EM LONDRES NO COMÉRCIO INTERNACIONAL E OUTROS SETORES JETCO/LEGAL COMMITTEE OF THE BRITCHAM ARBITRAGEM INTERNACIONAL EM LONDRES NO COMÉRCIO STIRLING LEECH SÓCIO, CLYDE & CO. 3 DE JUNHO DE 2008 Clyde & Co LLP is a limited liability partnership registered in

Leia mais

A Fórmula de Sucesso para os Supermercados de Descontos

A Fórmula de Sucesso para os Supermercados de Descontos A Fórmula de Sucesso para os Supermercados de Descontos Convenção da ABRAS - Brasil Paul Foley São Paulo, 17 de setembro 2015 estratégias de varejo que funcionam Vamos iniciar esta palestra de um jeito

Leia mais

Sucursais em Portugal de Empresas de Seguros Estrangeiras

Sucursais em Portugal de Empresas de Seguros Estrangeiras Sucursais em Portugal de Empresas de Seguros Estrangeiras Sucursais em Portugal de empresas de seguros estrangeiras ACE EUROPEAN GROUP empresa de seguros belga Cigna Insurance Company of Europe, SA/NV,

Leia mais

APIMEC 1T10. 27 de maio 2010

APIMEC 1T10. 27 de maio 2010 APIMEC 1T10 27 de maio 2010 Aviso Importante O material que segue é uma apresentação de informações gerais de Multiplus S.A. ( Multiplus" ou "Companhia") na data desta apresentação. Este material foi preparado

Leia mais

Apoio CONSEQUÊNCIAS DOS EFEITOS CLIMÁTICOS NAS OPERAÇÕES DE SEGUROS E RESSEGUROS

Apoio CONSEQUÊNCIAS DOS EFEITOS CLIMÁTICOS NAS OPERAÇÕES DE SEGUROS E RESSEGUROS CONSEQUÊNCIAS DOS EFEITOS CLIMÁTICOS NAS OPERAÇÕES DE SEGUROS E RESSEGUROS 1 O quê vamos ver? 2 PRIMEIRA PARTE ALGUNS DADOS SOBRE O MERCADO DE SEGUROS NO BRASIL E NO MUNDO MERCADO DE SEGUROS MUNDIAL 2008-2009

Leia mais

Critérios de avaliação de seguradoras

Critérios de avaliação de seguradoras Critérios de avaliação de seguradoras Junho/2004 Francisco Galiza, Consultor e Mestre em Economia (FGV) Catedrático em Rating e Estatísticas Gerenciais (ANSP) Consultor e Sócio da Empresa Rating das Seguradoras

Leia mais

SUMÁRIO DO PROGRAMA. Portugal Telecom, SGPS, S.A.

SUMÁRIO DO PROGRAMA. Portugal Telecom, SGPS, S.A. SUMÁRIO DO PROGRAMA O presente sumário deve ser lido como uma introdução à presente Offering Circular relativa a emissões feitas pela PT, devendo qualquer decisão de investimento em Notes tomar em consideração

Leia mais

ANÁLISE PRODUTOS 2014 SEGURO GARANTIA I TRIMESTRE DE 2014

ANÁLISE PRODUTOS 2014 SEGURO GARANTIA I TRIMESTRE DE 2014 ANÁLISE PRODUTOS 2014 SEGURO GARANTIA I TRIMESTRE DE 2014 lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Lamentavelmente esse estudo será restrito ao volume de prêmios não tendo, por

Leia mais

Aon Corporation. Países em que atua 120 Escritórios no Mundo 500 Funcionários 40.000. Matriz da Aon Chicago EUA. Dados: Dezembro/2009

Aon Corporation. Países em que atua 120 Escritórios no Mundo 500 Funcionários 40.000. Matriz da Aon Chicago EUA. Dados: Dezembro/2009 Aon Corporation Líder Mundial em Consultoria de Riscos, Benefícios, Seguros e Resseguros; Detentora do maior volume de prêmios emitidos do mercado mundial; 8ª empresa na categoria Diversidade Financeira

Leia mais

Aon Risk Solutions. Outubro/2014 FINANCIAL LINES

Aon Risk Solutions. Outubro/2014 FINANCIAL LINES Aon Risk Solutions Outubro/2014 Aon Risk Solutions Aon Corporation Líder mundial em consultoria de seguros, gerenciamento de riscos e benefícios para funcionários e executivos; Maior corretora mundial

Leia mais

Divulgação de Resultados Segundo Trimestre de 2015

Divulgação de Resultados Segundo Trimestre de 2015 Divulgação de Resultados Segundo Trimestre de 2015 Apresentação da Teleconferência 06 de agosto de 2015 Para informações adicionais, favor ler cuidadosamente o aviso ao final desta apresentação. Divulgação

Leia mais

lloyd s COBERTURA DE UMA PONTA À OUTRA

lloyd s COBERTURA DE UMA PONTA À OUTRA lloyd s COBERTURA DE UMA PONTA À OUTRA PORQUÊ COLOCAR O SEU RISCO NO LLOYD S? lloyds.com/history ÍNDICE A casa dos seguros internacionais 1 Damos as boas-vindas ao mundo 2 Mestres da mudança 3 Preparados

Leia mais

VIDA EM GRUPO JAN A AGOSTO 2015 1- MERCADO GLOBAL:

VIDA EM GRUPO JAN A AGOSTO 2015 1- MERCADO GLOBAL: VIDA EM GRUPO JAN A AGOSTO 1- MERCADO GLOBAL: O segmento de Vida em Grupo detém o segundo lugar no ranking de vendas do Mercado, representando 10,92% das vendas totais em contra 10,48% do ano passado.

Leia mais

(MLRV) TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Lamentavelmente a SUSEP alterou a estrutura de resultados não mais detalhando os prêmios

Leia mais

NOBRE SEGURADORA DO BRASIL S.A.

NOBRE SEGURADORA DO BRASIL S.A. RELATÓRIO DA DIRETORIA CNPJ nº 85.031.334/0001-85 Para acessar a Apresentação contendo um breve resumo da Empresa e destas Demonstrações Financeiras em seu dispositivo móvel, baixe um leitor de QR CODE

Leia mais

Sonae Sierra registou Resultado Líquido de 1,3 milhões no primeiro semestre

Sonae Sierra registou Resultado Líquido de 1,3 milhões no primeiro semestre Maia, 31 de Julho de 2008 Desempenho afectado por desvalorização dos activos ditada pelo mercado Sonae Sierra registou Resultado Líquido de 1,3 milhões no primeiro semestre Rendas cresceram 4,5% numa base

Leia mais

PERSPECTIVAS DE CRESCIMENTO DO MERCADO RESSEGURADOR BRASILEIRO. Mauro Wassilewsky Caetano. Carlos Honorato Teixeira

PERSPECTIVAS DE CRESCIMENTO DO MERCADO RESSEGURADOR BRASILEIRO. Mauro Wassilewsky Caetano. Carlos Honorato Teixeira PROFUTURO: PROGRAMA DE ESTUDOS DO FUTURO Editor científico: James Terence Coulter Wright Avaliação: Doublé Blind Review pelo SEER/OJS Revisão: Gramatical, normativa e de formatação PERSPECTIVAS DE CRESCIMENTO

Leia mais

Proteção de riscos: O ponto de vista do mercado segurador no Brasil. José Carlos de Lacerda Souza Gerente de Property & Casualty Brasil IRB Brasil RE

Proteção de riscos: O ponto de vista do mercado segurador no Brasil. José Carlos de Lacerda Souza Gerente de Property & Casualty Brasil IRB Brasil RE Proteção de riscos: O ponto de vista do mercado segurador no Brasil José Carlos de Lacerda Souza Gerente de Property & Casualty Brasil IRB Brasil RE Agenda: 1. Introdução ao mercado de seguros 2. Números

Leia mais

Panorama do mercado internacional

Panorama do mercado internacional Life & Health Panorama do mercado internacional A Global Perspective de seguros de vida e saúde Escola Nacional de Seguros Rio de Janeiro, Maio 2014 Escola Nacional de Seguros Rio de Janeiro Hernán Fatone

Leia mais

BRASIL BROKERS. Reunião Anual com Investidores APIMEC-Rio 2010

BRASIL BROKERS. Reunião Anual com Investidores APIMEC-Rio 2010 BRASIL BROKERS Reunião Anual com Investidores APIMEC-Rio 2010 2010 Brasil 2010 Brokers Brasil Brokers Todos os Direitos Todos os Reservados Direitos Reservados Esta apresentação não constitui uma oferta,

Leia mais

Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas. Comitê de Comércio Exterior. Brasília Julho de 2011

Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas. Comitê de Comércio Exterior. Brasília Julho de 2011 Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas Comitê de Comércio Exterior Brasília Julho de 2011 BALANÇA BRASILEIRA DE COMÉRCIO EXTERIOR DE BENS E SERVIÇOS* US$ Bilhões BRAZILIAN FOREIGN TRADE IN GOODS

Leia mais

Por que Londres agora?

Por que Londres agora? Por que Londres agora? Bem-vindo! Presentation title goes here London Now! Accesso Capital Alpargatas Bradesco Banco do Brasil BNDES Banco Pactual Banco Safra BM & Bovespa BWI Development Dabi Atlante

Leia mais

FIT FOR A NEW ERA ECONOMIA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E ESPANHOLA LÍNGUA, COMÉRCIO EXTERNO E INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PERSPECTIVAS EMPRESARIAIS

FIT FOR A NEW ERA ECONOMIA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E ESPANHOLA LÍNGUA, COMÉRCIO EXTERNO E INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PERSPECTIVAS EMPRESARIAIS LÍNGUA, COMÉRCIO EXTERNO E Paternoster Square Londres ECONOMIA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E ESPANHOLA INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PERSPECTIVAS EMPRESARIAIS Francisco Cary 19 de Maio de 2011 O Mercado dos Países

Leia mais

Como poderemos ver é uma modalidade de alta rentabilidade e dominada pelo canal banco.

Como poderemos ver é uma modalidade de alta rentabilidade e dominada pelo canal banco. MERCADO DE SEGUROS BRASILEIRO RESIDENCIAL JANEIRO A JULHO DE 2008 Esse poderá ser o primeiro grande produto do chamado micro seguro. De fato a dificuldade para sua aplicabilidade para as camadas menos

Leia mais

Prever Empresarial. Associação da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho. Agosto de 2007. Previdência Complementar PJ 2007

Prever Empresarial. Associação da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho. Agosto de 2007. Previdência Complementar PJ 2007 Prever Empresarial Associação da Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho Agosto de 2007 Institucional A Unibanco AIG é o grande destaque no mercado brasileiro em planos corporativos de previdência complementar,

Leia mais

RESULTADOS DO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015: A COFACE APRESENTA LUCRO DE 66 MILHÕES DE EUROS, APESAR DE UM AUMENTO DE SINISTROS EM PAÍSES EMERGENTES

RESULTADOS DO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015: A COFACE APRESENTA LUCRO DE 66 MILHÕES DE EUROS, APESAR DE UM AUMENTO DE SINISTROS EM PAÍSES EMERGENTES RESULTADOS DO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015: A COFACE APRESENTA LUCRO DE 66 MILHÕES DE EUROS, APESAR DE UM AUMENTO DE SINISTROS EM PAÍSES EMERGENTES Crescimento de volume de negócios: + 5.1% a valores e taxas

Leia mais

Tendências Investimento em Equities O papel de ADRs para empresas brasileiras

Tendências Investimento em Equities O papel de ADRs para empresas brasileiras Financial Markets and Treasury Services Sector 8 de abril de 2010 Tendências Investimento em Equities O papel de ADRs para empresas brasileiras Section I. Tendências Mercados Emergentes 2 2009 foi o ano

Leia mais