Insurance Sector Sector Segurador. Insurance Sector Sector Segurador. dossiers. Banking and Insurance. Banca e Seguros

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Insurance Sector Sector Segurador. Insurance Sector Sector Segurador. dossiers. Banking and Insurance. Banca e Seguros"

Transcrição

1 dossiers Banking and Insurance Banca e Last Update Última Actualização: 21/4/214 Portugal Economy Probe (PE Probe) Prepared by PE Probe Preparado por PE Probe Copyright 214 Portugal Economy Probe PE Probe All rights reserved

2 Index / Índice I. Composition of the Market by type of Insurance Companies. Composição do mercado por tipo de Companhias de II. Issued Premiums of Direct Insurance / GDP.. Prémios emitidos de Seguro Directo / PIB III. Gross claims paid/gross Issued Premiums. Sinistros brutos pagos/prémios Brutos Emitidos IV. Insurance business breakdown. Divisão do por Área de Negócio V. PPR Contributions - Life Segment. Contribuições PPR - Segmento Vida VI. Life Segment Premiums by line of business. Prémios do Segmento Vida por Linha de Negócio VII. Claims Paid - Life Segment. Sinistros Pagos - Segmento Vida VIII. Premiums - Non-Life Segment Prémios - Segmento Não-Vida IX. Claims Paid - Non-Life Segment... Sinistros Pagos - Segmento Não-Vida Abbreviations / Abreviaturas APS Portuguese Insurers Association / Associação Portuguesa de Seguradores ISP Insurance and Pension Funds Supervisory Authority / Instituto de de Portugal 2

3 I. Composition of the Market by type of Insurance Companies Composição do mercado por tipo de Companhias de Units / Unidades II. Issued Premiums of Direct Insurance / GDP Prémios emitidos de Seguro Directo / PIB Mutual Companies / Empresas Mutualistas Stock Companies (Foreign) / Empresas Cotadas (Estrangeiras) Stock Companies (National) / Empresas Cotadas (Nacionais) Foreign General Agencies (Non-EU) / Agências Estrangeiras Gerais (Non-EU) Foreign General Agencies (EU) / Agências Estrangeiras Gerais (EU) Community in FPS (Free Provision of Services) / Comunidade em regime de livre prestação de Serviços Total Million of % 8.71% 8.19% 8.95% 6.33% 6.16% Percentage 1% Premiums / Prémio GDP / PIB Premiums/GDP / Prédio/PIB 9% 8% 7% 6% 5% 4% 3% 2% 1% % 3

4 III. Gross claims paid/gross Issued Premiums Sinistros brutos pagos/prémios Brutos Emitidos Million of / Milhões de % 85.61% 83.56% IV. Insurance business breakdown Divisão do por Área de Negócio 78.39% 146.1% Percentage / Percentagem 16% 14% 12% % 1% Claims Paid / Reclamações Pagas Premiums / Prémios Claims Paid/Premiums / Reclamações Pagas/Prémios 8% 6% 4% 2% % 1% 9% 8% 7% 6% 5% 4% 3% 2% 1% % Life and Savings Operations / Operações de Poupança e Vida Automobile / Automóveis Accident and Sickness / Acidente e Doença Fire and Other Damage / Fogo e Outros danos Several / Vários Civil Liability / Responsabilidade Civil Air / Ar Goods Transported / Transporte de Bens Maritime and Transport / Maritimo e Transporte 4

5 V. PPR Contributions - Life Segment Contribuições PPR - Segmento Vida Million of / Milhões de Percentage / Percentagem 2% 15% 1% 5% % -5% Source: ISP PPR Contributions / Contribuições para PPR year-on-year change rate / Taxa de alteração anual PE Probe -1% VI. Life Segment Premiums by line of business Prémios do Segmento Vida por Linha de Negócio Million of / Milhões de Mar-11 Jun-11 Sep-11 Dec-11 Mar-12 Jun-12 Sep-12 Dec-12 Mar-13 Jun-13 Sep-13 Direct Insurance / Seguro Directo Ceded Reinsurance / Seguro Concedido 5

6 VII. Claims Paid - Life Segment Sinistros Pagos - Segmento Vida Million of / Milhões de Mar-11 Jun-11 Sep-11 Dec-11 Mar-12 Jun-12 Sep-12 Dec-12 Mar-13 Jun-13 Sep-13 *Accepted and Ceded Reisurance registered a insignificant value regarding to other items / Seguro Cedido e Aceite com valores Direct Insurance / Seguro Directo considerados insignificantes Source: ISP VIII. Premiums - Non-Life Segment Prémios - Segmento Não-Vida Million of / Milhões de Mar-1 Oct-1 May-11 Dec-11 Jul-12 Feb-13 Sep-13 Direct Insurance / Seguro Directo Accepted Reinsurance / Seguro Aceite Source: ISP Ceded Reinsurance / Seguro Cedido 6

7 IX. Claims Paid - Non-Life Segment Sinistros Pagos - Segmento Não-Vida Thousands of / Milhares de Mar-1 Oct-1 May-11 Dec-11 Jul-12 Feb-13 Sep-13 Direct Insurance / Seguro Directo Ceded Reinsurance / Seguro Cedido Accepted Reinsurance / Seguro Aceite Source: ISP 7

8 Explore more documents prepared by PE Probe on Banking and Insurance Explore outros documentos preparados pela equipa PE Probe na secção Banca e Portugal ID Portugal BI

Overview. Resumo. dossiers. Financial Markets. Mercados Financeiros. Mercados Financeiros. Capital Markets Overview / Mercados Financeiros Resumo

Overview. Resumo. dossiers. Financial Markets. Mercados Financeiros. Mercados Financeiros. Capital Markets Overview / Mercados Financeiros Resumo dossiers Capital Markets Overview / Mercados Resumo Financial Markets Mercados Financial Markets Overview Mercados Resumo Last Update Última Actualização: 12/213 Next Release Próxima Actualização: 5/214

Leia mais

Statistics Estatísticas do Mercado de Trabalho. Labour Market Statistics Estatísticas do Mercado de Trabalho. dossiers

Statistics Estatísticas do Mercado de Trabalho. Labour Market Statistics Estatísticas do Mercado de Trabalho. dossiers dossiers Economic Outlook Conjuntura Last Update Última Atualização: 13-02-2015 Prepared by PE Probe Preparado por PE Probe Copyright 2015 Portugal Economy Probe PE Probe All rights reserved Index / Índice

Leia mais

International Trade: Statistics and Top 10 Partners Comércio Internacional: Estatísticas e Top 10 Parceiros. Economic Outlook. Económica.

International Trade: Statistics and Top 10 Partners Comércio Internacional: Estatísticas e Top 10 Parceiros. Economic Outlook. Económica. dossiers Economic Outlook Conjuntura International Trade: Statistics and Top 10 Partners Comércio Internacional: Estatísticas e Top 10 Parceiros Last Update Última Actualização 15-07-2015 Prepared by PE

Leia mais

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica dossiers Economic Outlook Conjuntura Económica International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China Last Update Última Actualização: 10-02-2015 Prepared

Leia mais

Golden Visa Vistos Gold. Golden Visa Vistos Gold. dossiers. Public Finances and Debt Dívida e Finanças Públicas

Golden Visa Vistos Gold. Golden Visa Vistos Gold. dossiers. Public Finances and Debt Dívida e Finanças Públicas dossiers Public Finances and Debt Dívida e Finanças Públicas Last Update Última Actualização: Next Release Próxima Actualização Copyright 2014 Portugal Economy Probe PE Probe Prepared by PE Probe Preparado

Leia mais

Public Debt Dívida Pública. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica. Conjuntura Económica. Estado e Governo. Public Debt / Dívida Pública

Public Debt Dívida Pública. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica. Conjuntura Económica. Estado e Governo. Public Debt / Dívida Pública dossiers Economic Outlook Conjuntura Public Debt Dívida Pública Last Update Última Actualização:08/12/2015 Portugal Economy Probe (PE Probe) Prepared by PE Probe Preparado por PE Probe Copyright 2015 Portugal

Leia mais

General Elections. Legislativas. dossiers. State and. Estado e Governo. Portugal Economy Probe (PE Probe) Last Update Última Actualização: 29-09-2015

General Elections. Legislativas. dossiers. State and. Estado e Governo. Portugal Economy Probe (PE Probe) Last Update Última Actualização: 29-09-2015 dossiers State and General Elections/ Government Legislativas Estado e General Elections Legislativas Last Update Última Actualização: 29-09-2015 Portugal Economy Probe (PE Probe) Prepared by PE Probe

Leia mais

Portugal ID Portugal BI. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica. Last Update Última Actualização: 17-06-2014

Portugal ID Portugal BI. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica. Last Update Última Actualização: 17-06-2014 dossiers Economic Outlook Conjuntura Económica Portugal ID Portugal BI Last Update Última Actualização: 17-06-2014 Copyright 2014 Portugal Economy Probe PE Probe Prepared by PE Probe Preparado por PE Probe

Leia mais

Education Educação. Bem-Estar. Famílias e. Bem-Estar Families and Well Being. Last Update Última Actualização: 30/06/2014

Education Educação. Bem-Estar. Famílias e. Bem-Estar Families and Well Being. Last Update Última Actualização: 30/06/2014 dossiers Families and Well Being Education Educação Last Update Última Actualização: 30/06/2014 Prepared by PE Probe Preparado por PE Probe Copyright 2014 Portugal Economy Probe PE Probe All rights reserved

Leia mais

Listed Companies Results First Quarter 2015 Resultados das Empresas Cotadas Primeiro Trimestre 2015. dossiers

Listed Companies Results First Quarter 2015 Resultados das Empresas Cotadas Primeiro Trimestre 2015. dossiers dossiers Business and Companies Empresas e Listed Companies Results First Quarter 215 Resultados das Empresas Cotadas Primeiro Trimestre 215 Last Update Última Actualização: 8/6/215 Portugal Economy Probe

Leia mais

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica dossiers Economic Outlook Conjuntura Económica International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China Last Update Última Actualização: 14-03-2016 Prepared

Leia mais

SEGUROS EM PORTUGAL 2015

SEGUROS EM PORTUGAL 2015 18 de maio de 2016 SEGUROS EM PORTUGAL 2015 ### www.apseguradores.pt 1 de 18 estat@apseguradores.pt ÍNDICE 01 / SEGUROS EM 2015 02 / DIMENSÃO FINANCEIRA E RESULTADOS 03 / INVESTIMENTOS 04 / SOLVÊNCIA www.apseguradores.pt

Leia mais

and Troika Troika dossiers Structural Reforms and Troika Reformas Troika Reformas Estruturais e Troika

and Troika Troika dossiers Structural Reforms and Troika Reformas Troika Reformas Estruturais e Troika dossiers Structural Reforms and /Reformas Structural Reforms and Reformas Structural Reforms and Reformas Last Update Última Actualização: 25/01/2016 Portugal Economy Probe (PE Probe) Prepared by PE Probe

Leia mais

Private Debt Dívida Privada. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica. Conjuntura Económica. Banca e Seguros. Portugal Economy Probe (PE Probe)

Private Debt Dívida Privada. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica. Conjuntura Económica. Banca e Seguros. Portugal Economy Probe (PE Probe) dossiers Economic Outlook Private Debt Dívida Privada Last Update Última Actualização: 12/07/2016 Portugal Economy Probe (PE Probe) Prepared by PE Probe Preparado por PE Probe Copyright 2015 Portugal Economy

Leia mais

Estatísticas de Seguros

Estatísticas de Seguros Estatísticas de Seguros 2009 Autoridade de Supervisão da Actividade Seguradora e de Fundos de Pensões Autorité de Contrôle des Assurances et des Fonds de Pensions du Portugal Portuguese Insurance and Pension

Leia mais

General Elections Results Resultados das Eleições Legislativas dossiers. State and. Estado e Governo. Portugal Economy Probe (PE Probe)

General Elections Results Resultados das Eleições Legislativas dossiers. State and. Estado e Governo. Portugal Economy Probe (PE Probe) dossiers State and General Elections/ Government Legislativas Estado e General Elections Results Resultados das Eleições Legislativas 1976-2015 Last Update Última Actualização: 18-11-2015 Portugal Economy

Leia mais

REVIEW OF BRAZILIAN INSURANCE MARKET

REVIEW OF BRAZILIAN INSURANCE MARKET REVIEW OF BRAZILIAN INSURANCE MARKET December, 2010 Revenues and Profitability of Insurance, Reinsurance, Private Pensions and Capitalization Segments. Real and Estimated Data for 2011. Information based

Leia mais

General Elections Legislativas. dossiers. State and Government. Estado e Governo. General Elections/ Legislativas. Portugal Economy Probe (PE Probe)

General Elections Legislativas. dossiers. State and Government. Estado e Governo. General Elections/ Legislativas. Portugal Economy Probe (PE Probe) dossiers State and Government Estado e General Elections Legislativas Last Update Última Actualização: 09-09-2015 Portugal Economy Probe (PE Probe) Prepared by PE Probe Preparado por PE Probe Copyright

Leia mais

Panorama do mercado internacional

Panorama do mercado internacional Life & Health Panorama do mercado internacional A Global Perspective de seguros de vida e saúde Escola Nacional de Seguros Rio de Janeiro, Maio 2014 Escola Nacional de Seguros Rio de Janeiro Hernán Fatone

Leia mais

Proteção Extra Pro! Formação

Proteção Extra Pro! Formação Proteção Extra Pro! Formação O que é a Proteção Extra Pro!? É um Seguro, que engloba na mesma Apólice a cobertura de Danos Acidentais e a cobertura de Extensão de Garantia. A adesão ao Seguro Proteção

Leia mais

ADJUSTMENTS IN BRAZIL S ECONOMIC POLICY IN 2015 WILL LIKELY PRODUCE MORE SUSTAINABLE GDP GROWTH RATES GOING FORWARD

ADJUSTMENTS IN BRAZIL S ECONOMIC POLICY IN 2015 WILL LIKELY PRODUCE MORE SUSTAINABLE GDP GROWTH RATES GOING FORWARD PRESENTATION APIMEC BRASÍLIA ADJUSTMENTS IN BRAZIL S ECONOMIC POLICY IN 2015 WILL LIKELY PRODUCE MORE SUSTAINABLE GDP GROWTH RATES GOING FORWARD 1 1 Brasília, February, 5th 2015 Ellen Regina Steter WORLD

Leia mais

BANCO CENTRAL DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

BANCO CENTRAL DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE Boletim Mensal Situação Monetária e Cambial Estudos Económicos Agosto 2015 Índice 1. Situação Monetária... 1 1.1. Base Monetária (BM)... 1 1.2. Massa Monetária (M3)... 1 1.2.1. Crédito à Economia... 2

Leia mais

PROGRAMA: 09:30 Abertura da Sessão Sérgio de Campos Moraes - Redware 09:45 O contexto e evolução dos serviços de Suporte ao Negócio nas Organizações

PROGRAMA: 09:30 Abertura da Sessão Sérgio de Campos Moraes - Redware 09:45 O contexto e evolução dos serviços de Suporte ao Negócio nas Organizações PROGRAMA: 09:30 Abertura da Sessão Sérgio de Campos Moraes - Redware 09:45 O contexto e evolução dos serviços de Suporte ao Negócio nas Organizações Jorge Pereira da Costa - Roland Berger 10:15 Optimização

Leia mais

Qualquer similaridade é mera coincidência? a. Venda doméstica de automóveis na Coréia (y-o-y, %)

Qualquer similaridade é mera coincidência? a. Venda doméstica de automóveis na Coréia (y-o-y, %) Brasil e Coréia: Qualquer similaridade é mera coincidência? a Faz algum tempo que argumentamos sobre as lições importantes que a Coréia oferece ao Brasil. O país possui grau de investimento há muitos anos,

Leia mais

Seminário Anual de Saúde 2013

Seminário Anual de Saúde 2013 Seminário Anual de Saúde 2013 Sustentabilidade dos programas de saúde: desafios e oportunidades Luiz Augusto Carneiro Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) 16 de maio de 2013 2013 Towers Watson.

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO

RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO SUMÁRIO I PRODUÇÃO E CUSTOS COM SINISTROS 1. Análise global 2. Ramo Vida 3. Ramos Não Vida a. Acidentes de Trabalho b. Doença c. Incêndio e Outros Danos d. Automóvel II PROVISÕES TÉCNICAS E ATIVOS REPRESENTATIVOS

Leia mais

SECTOR OF ACTIVIITY FOOD ENERGY COTTON BIODIESEL SOYA VEGETAL OIL CORN ETHANOL

SECTOR OF ACTIVIITY FOOD ENERGY COTTON BIODIESEL SOYA VEGETAL OIL CORN ETHANOL Results 08/15/2011 SECTOR OF ACTIVIITY FOOD ENERGY COTTON SOYA CORN BIODIESEL VEGETAL OIL ETHANOL BRAZILIAN BIODIESEL MARKET 2005 2007 Blend: up to 2% 1st Sem/08 Blend: min. 2% Jul/08 Jun/09 Blend: min.

Leia mais

October, 2013. Um Olhar Estratégico para o Setor de Seguros de Automóvel no Brasil

October, 2013. Um Olhar Estratégico para o Setor de Seguros de Automóvel no Brasil October, 2013 Um Olhar Estratégico para o Setor de Seguros de Automóvel no Brasil AGENDA Visão da Industria de Seguros (Brasil x Mundo) Drivers que movem a Indústria Análise da Penetração da Indústria

Leia mais

Atividade Seguradora Prémios de Seguro Direto 2013

Atividade Seguradora Prémios de Seguro Direto 2013 Atividade Seguradora Prémios de Seguro Direto 2013 (atualizado em 23 de janeiro de 2014) No ano de 2013 o volume da produção de seguro direto em Portugal foi ligeiramente superior a 13 mil milhões de euros,

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP FOLHA A Lei Complementar n.º 126, de 15 de janeiro de 2007, instituiu a política de resseguros, retrocessão e sua intermediação, as operações de co-seguro,

Leia mais

Atividade Seguradora - Prémios de Seguro Direto 2011

Atividade Seguradora - Prémios de Seguro Direto 2011 Atividade Seguradora - Prémios de Seguro Direto 2011 16 janeiro 2012 No ano de 2011 o volume da produção de seguro direto em Portugal atingiu os 11,6 mil milhões de euros, dos quais cerca de 92,3% diz

Leia mais

Listed Companies Results Full Year 2015 Resultados das Empresas Cotadas Ano dossiers. Business and Companies Empresas e Negócios

Listed Companies Results Full Year 2015 Resultados das Empresas Cotadas Ano dossiers. Business and Companies Empresas e Negócios dossiers Business and Companies Empresas e Listed Companies Results Full Year 2015 Resultados das Empresas Cotadas Ano 2015 Last Update Última Actualização: 19/02/2016 Next Update Próxima Actualização:

Leia mais

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010)

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010) Parte 1 Part 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) Communications Market in National Economy (2006/2010) Parte 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) / Part 1

Leia mais

Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank. Depósitos com pré-aviso até 3 meses. equiparados até 2 anos (1)

Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank. Depósitos com pré-aviso até 3 meses. equiparados até 2 anos (1) B.0.1 AGREGADOS MONETÁRIOS DA ÁREA DO EURO (a) EURO AREA MONETARY AGGREGATES (a) Saldos em fim de mês End-of-month figures Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank M3 Circulação monetária

Leia mais

Portugal ID Portugal BI. Economic Outlook. Conjuntura. Económica. Económica. Last Update Última Actualização: 23/12/2014

Portugal ID Portugal BI. Economic Outlook. Conjuntura. Económica. Económica. Last Update Última Actualização: 23/12/2014 dossiers Economic Outlook Conjuntura Portugal ID Portugal BI Last Update Última Actualização: 23/12/2014 Copyright 2014 Portugal Economy Probe PE Probe Prepared by PE Probe Preparado por PE Probe All rights

Leia mais

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico 106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico B.7.1.1 Taxas de juro sobre novas operações de empréstimos (1) concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro (a) Interest rates

Leia mais

Exportações recordes do Brasil influenciam o mercado cafeeiro

Exportações recordes do Brasil influenciam o mercado cafeeiro Exportações recordes do Brasil influenciam o mercado cafeeiro As exportações de café do Brasil alcançaram um volume recorde de 36,8 milhões de sacas no ano-safra de 2014/15 (abril a março), alimentado

Leia mais

The Portuguese- Speaking. World. O Mundo Lusófono. The Portuguese- speaking World / O Mundo Lusófono. Portuguese Speaking. World O Mundo Lusófono

The Portuguese- Speaking. World. O Mundo Lusófono. The Portuguese- speaking World / O Mundo Lusófono. Portuguese Speaking. World O Mundo Lusófono dossiers Portuguese Speaking O Mundo Lusófono The Portuguese- speaking / The Portuguese- Speaking Last Update Última Actualização: 20-08-2014 Portugal Economy Probe (PE Probe) Prepared by PE Probe Preparado

Leia mais

Brasil: Crescimento Sustentável, Distribuição de Renda e Inclusão Social. Miami Ministro Paulo Bernardo 6 de Abril de 2008

Brasil: Crescimento Sustentável, Distribuição de Renda e Inclusão Social. Miami Ministro Paulo Bernardo 6 de Abril de 2008 Brasil: Crescimento Sustentável, Distribuição de Renda e Inclusão Social Miami Ministro Paulo Bernardo 6 de Abril de 2008 Brasil consolida um mercado de consumo de massa e promove o surgimento de uma nova

Leia mais

V Encontro de Previdência Complementar da Região Sul

V Encontro de Previdência Complementar da Região Sul V Encontro de Previdência Complementar da Região Sul A previdência complementar no mundo Adacir Reis Florianópolis (SC), 29.07.2014 Reis, Tôrres e Florêncio Advocacia CICLO DE REFORMAS ESTRUTURAIS Reformas

Leia mais

Atividade Seguradora - Prémios de Seguro Direto 2014

Atividade Seguradora - Prémios de Seguro Direto 2014 Atividade Seguradora - Prémios de Seguro Direto 2014 (atualizado em 15 de janeiro de 2015) No ano de 2014, o volume da produção de seguro direto em Portugal foi de 14,3 mil milhões de euros, refletindo

Leia mais

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2009 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 16 25 6 47

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2009 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 16 25 6 47 Quadro Número de empresas de seguros a operar em Portugal 29 Vida Não Vida Mistas Total Em regime de estabelecimento 22 52 3 87 Empresas de seguros de direito português 6 25 6 47 Empresas de seguros 6

Leia mais

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 A SAP continua a demonstrar um forte crescimento das suas margens, aumentando a previsão, para o ano de 2009, referente à sua margem operacional Non-GAAP

Leia mais

PLANEJAMENTO DE AULA ANUAL 2016 Série: 8º Ano A e B. Matéria (Arte Plástica e Teatro) 1-Feb 2-Feb 3-Feb 4-Feb 5-Feb

PLANEJAMENTO DE AULA ANUAL 2016 Série: 8º Ano A e B. Matéria (Arte Plástica e Teatro) 1-Feb 2-Feb 3-Feb 4-Feb 5-Feb 1-Feb 2-Feb 3-Feb 4-Feb 5-Feb 8-Feb 9-Feb 10-Feb 11-Feb 12-Feb CARNAVAL 15-Feb 16-Feb 17-Feb 18-Feb 19-Feb 22-Feb 23-Feb 24-Feb 25-Feb 26-Feb 29-Feb 1-Mar 2-Mar 3-Mar 4-Mar 7-Mar 8-Mar 9-Mar 10-Mar 11-Mar

Leia mais

As variáveis macroeconómicas importantes numa economia aberta incluem:

As variáveis macroeconómicas importantes numa economia aberta incluem: Aula Teórica nº 12 Sumário: Um modelo macroeconómico de economia aberta As variáveis macroeconómicas importantes numa economia aberta incluem: exportações líquidas investimento externo líquido taxas de

Leia mais

RCP Solutions. Seguro de Responsabilidade Civil Profissional

RCP Solutions. Seguro de Responsabilidade Civil Profissional RCP Solutions Seguro de Responsabilidade Civil Profissional AIG O que é a Responsabilidade Civil? Nada mais é do que a obrigação de Reparar a perda. Surge com a presença de três elementos: perda (dano/prejuízo)

Leia mais

Faturamento - 1966/2008 Revenue - 1966/2008

Faturamento - 1966/2008 Revenue - 1966/2008 1.6 Faturamento 1966/008 Revenue 1966/008 1966 1967 1968 1969 1970 1971 197 1973 1974 1975 1976 1977 1978 1979 198 AUTOVEÍCULOS VEHICLES 7.991 8.11 9.971 11.796 13.031 15.9 17.793 0.78 3.947 6.851 6.64

Leia mais

1- Cenário Macroeconômico

1- Cenário Macroeconômico RELATÓRIO PREVI NOVARTIS 1 de Abril de 214 1- Cenário Macroeconômico No cenário global, o evento chave foi a reunião de política monetária do banco central americano, o FED, que sinalizou a continuidade

Leia mais

Resultados das Seguradoras Brasileiras e Mercado Mundial Uma Análise Comparada

Resultados das Seguradoras Brasileiras e Mercado Mundial Uma Análise Comparada Resultados das Seguradoras Brasileiras e Mercado Mundial Uma Análise Comparada Novembro/2001 SUMÁRIO: I) Introdução II) Análise Comparada III) Projeções e Conclusões Francisco Galiza Consultor e Mestre

Leia mais

Agenda. Estrutura do Mercado Londrino Introdução Histórico e Antecedentes O Mercado de Lloyd s Resultados do Ano de 2007

Agenda. Estrutura do Mercado Londrino Introdução Histórico e Antecedentes O Mercado de Lloyd s Resultados do Ano de 2007 O MERCADO RESSEGURADOR LONDRINO Margo Black CEO Willis Re Junho de 2008 Agenda Estrutura do Mercado Londrino Introdução Histórico e Antecedentes O Mercado de Lloyd s Resultados do Ano de 2007 Estrutura

Leia mais

CONFERÊNCIA DISTRIBUIÇÃO DE SEGUROS E PRODUTOS FINANCEIROS FERNANDO FARIA DE OLIVEIRA

CONFERÊNCIA DISTRIBUIÇÃO DE SEGUROS E PRODUTOS FINANCEIROS FERNANDO FARIA DE OLIVEIRA CONFERÊNCIA DISTRIBUIÇÃO DE SEGUROS E PRODUTOS FINANCEIROS FERNANDO FARIA DE OLIVEIRA 28 de Novembro de 2014 AGENDA FUNÇÕES DA BANCA E DOS SEGUROS BANCASSURANCE E ASSURBANK RACIONAL E CONDICIONANTES EVOLUÇÃO

Leia mais

Custo e benefício do acúmulo de reservas em países emergentes. Ilan Goldfajn

Custo e benefício do acúmulo de reservas em países emergentes. Ilan Goldfajn Custo e benefício do acúmulo de reservas em países emergentes Ilan Goldfajn Dezembro 2009 Roteiro Cenário de Câmbio O Benefício das Reservas O Custo das Reservas Quanto acumular de Reservas? Fonte: Estimativa

Leia mais

Net Net Serviços de de Comunicação S.A Reunião Resultados Pública com 2005 Investidores 2T05

Net Net Serviços de de Comunicação S.A Reunião Resultados Pública com 2005 Investidores 2T05 Net Net Serviços de de Comunicação S.A Reunião Resultados Pública com 2005 Investidores 2T05 1 Considerações Futuras Eventuais declarações que possam ser feitas durante essa apresentação, relativas às

Leia mais

3. O crescimento acelerado e o impacto da crise financeira

3. O crescimento acelerado e o impacto da crise financeira CHINA O (re)despertar do dragão Quando a China acordar, ela vai balançar o mundo. Napoleão Roteiro 1. A evolução do dragão: breve história da China 2. Sob o signo da transitoriedade 3. O crescimento acelerado

Leia mais

2009-2010 SALARY GUIDE. Brazil

2009-2010 SALARY GUIDE. Brazil 2009-2010 SALARY GUIDE Brazil Conteúdo Introdução...1 Finance and Accounting...2 Engineering...3 Sales & Marketing...4 Technology...5 Banking...6 Banking (Continued)...7 Insurance...8 About Robert Half...9

Leia mais

HOW DO YOU BECOME A LAWYER IN BRAZIL?

HOW DO YOU BECOME A LAWYER IN BRAZIL? HOW DO YOU BECOME A LAWYER IN BRAZIL? Doing Business in Brazil: Pathways to Success, Innovation and Access under the Legal Framework Keynote Speaker: Mr. José Ricardo de Bastos Martins Partner of Peixoto

Leia mais

Conference Call. Maio 2008

Conference Call. Maio 2008 Conference Call Maio 2008 Cenário macro O Brasil é Investment Grade: E agora? Taxa de câmbio/ taxa de juros Atração de capital de longo prazo Potencial impacto positivo no PIB Disponibilidade de crédito:

Leia mais

Crédito ao sector privado não financeiro (taxas de variação homóloga)

Crédito ao sector privado não financeiro (taxas de variação homóloga) G1 Crédito ao sector privado não financeiro (taxas de variação homóloga) 35 3 25 Em percentagem 2 15 1 5 Jan-91 Jan-92 Jan-93 Jan-94 Jan-95 Jan-96 Jan-97Jan-98 Jan-99 Jan- Jan-1 Sociedades não Financeiras

Leia mais

EUROVIDA PPR (Proposta de Seguro)

EUROVIDA PPR (Proposta de Seguro) Eurovida Companhia de Seguros de Vida, S.A. Sede Social: 1099-090 Lisboa Portugal CRCL / Pes. Col. 504 917 692 Capital Social 7.500.000 Euro 02.01.2013 (Proposta de Seguro) Proposta: Apólice: Cliente:

Leia mais

RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO

RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO SUMÁRIO I PRODUÇÃO E CUSTOS COM SINISTROS 1. Análise global 2. Ramo Vida 3. Ramos Não Vida a. Acidentes de Trabalho b. Doença c. Incêndio e Outros Danos d. Automóvel II PROVISÕES TÉCNICAS E ATIVOS REPRESENTATIVOS

Leia mais

Financiamento do Investimento no Brasil

Financiamento do Investimento no Brasil ESTUDOS E PESQUISAS Nº 407 Financiamento do Investimento no Brasil Carlos A. Rocca * Fórum Especial Na Grande Recessão Novo Modelo de Desenvolvimento e Grandes Oportunidades (Como em 1929): New Deal Verde.

Leia mais

Produtos e Serviços Financeiros no Varejo

Produtos e Serviços Financeiros no Varejo Seminário GVcev Produtos e Serviços Financeiros no Varejo Produto Private Label fortalecendo a parceria entre varejo e instituições financeiras Marcelo Noronha Agenda Parceria Produto Private Label Bradesco

Leia mais

Contas Nacionais Trimestrais Financeiras por Sector Institucional Quarterly Financial National Accounts by Institutional Sector

Contas Nacionais Trimestrais Financeiras por Sector Institucional Quarterly Financial National Accounts by Institutional Sector Estatísticas Temáticas de Conjuntura 21 de abril de 2016 April, 21, 2016 Contas Nacionais Trimestrais Financeiras por Sector Institucional by Institutional Sector - 2006 a 2015 - - 2006 to 2015 - Dados

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T11

Teleconferência de Resultados 1T11 Teleconferência de Resultados 1T11 29 de Outubro de 2010 CENÁRIO DO SETOR 2 Cenário PRÓXIMA SAFRA NÚMEROS DE SOJA Em R$ / ton¹ 218 346 305 367 297 254 285 300 183 67 99 45 108 144 110 100 408 393 403 394

Leia mais

Câmbio e Competitividade. Eliana Cardoso Roda de Conversa 24/09/2013

Câmbio e Competitividade. Eliana Cardoso Roda de Conversa 24/09/2013 Câmbio e Competitividade Eliana Cardoso Roda de Conversa 24/09/2013 1. Conceitos básicos que informam essa conversa: Câmbio nominal e real 1. Experiência brasileira 1. O que determina a competitividade?

Leia mais

Localiza Rent a Car S.A. Apresentação de resultados de 2006 (R$ milhões - USGAAP)

Localiza Rent a Car S.A. Apresentação de resultados de 2006 (R$ milhões - USGAAP) Localiza Rent a Car S.A. Apresentação de resultados de 2006 (R$ milhões - USGAAP) 0 Destaques 2006: Crescimento com rentabilidade (R$ milhões, USGAAP) Frota média alugada Taxa de utilização aluguel de

Leia mais

A CRISE ACTUAL EXPÔS A VULNERABILIDADE DO FINANCIAMENTO DO TECIDO EMPRESARIAL NACIONAL. Encerramento de sociedades (consequente desemprego)

A CRISE ACTUAL EXPÔS A VULNERABILIDADE DO FINANCIAMENTO DO TECIDO EMPRESARIAL NACIONAL. Encerramento de sociedades (consequente desemprego) A CRISE ACTUAL EXPÔS A VULNERABILIDADE DO FINANCIAMENTO DO TECIDO EMPRESARIAL NACIONAL Encerramento de sociedades (consequente desemprego) Empresas com encomendas rentáveis que não podem satisfazer Linhas

Leia mais

RELATÓRIO E CONTAS ANNUAL REPORT

RELATÓRIO E CONTAS ANNUAL REPORT RELATÓRIO E CONTAS ANNUAL REPORT 2007 APROVADOS EM ASSEMBLEIA GERAL A 25 DE MARÇO DE 2008 L U S I T A N I A V I D A, C O M P A N H I A D E S E G U R O S, S. A. ÍNDICE SUMMARY Órgãos Sociais 3 Governing

Leia mais

Lloyd s no brasil. 2 anos após a abertura do mercado de resseguros MARCO ANTONIO DE SIMAS CASTRO

Lloyd s no brasil. 2 anos após a abertura do mercado de resseguros MARCO ANTONIO DE SIMAS CASTRO Lloyd s no brasil 2 anos após a abertura do mercado de resseguros MARCO ANTONIO DE SIMAS CASTRO July 2010 Lloyd s no Brasil abril 2008: O Lloyd s foi o primeiro ressegurador a receber a licença da SUSEP,

Leia mais

Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas. Comitê de Comércio Exterior. Brasília Julho de 2011

Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas. Comitê de Comércio Exterior. Brasília Julho de 2011 Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas Comitê de Comércio Exterior Brasília Julho de 2011 BALANÇA BRASILEIRA DE COMÉRCIO EXTERIOR DE BENS E SERVIÇOS* US$ Bilhões BRAZILIAN FOREIGN TRADE IN GOODS

Leia mais

Conferência CIP. Crescimento Económico: Diversificar o Modelo de Financiamento das PME

Conferência CIP. Crescimento Económico: Diversificar o Modelo de Financiamento das PME ! Crescimento e compe22vidade para as empresas portuguesas está normalmente ligado à conquista de mercados externos! Mercado domés2co é pequeno! Poder de compra diminuiu INTERNACIONALIZAR PARA CRESCER

Leia mais

O Papel do Setor Segurador na Salvaguarda da Estabilidade Financeira

O Papel do Setor Segurador na Salvaguarda da Estabilidade Financeira O Papel do Setor Segurador na Salvaguarda da Estabilidade Financeira Conferência Internacional Grandes tendências da regulação e supervisão do setor financeiro 2015 Hugo Borginho 25 de junho de 2015 Agenda

Leia mais

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2010 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 15 24 7 46

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2010 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 15 24 7 46 Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal 21 Vida Não Vida Mistas Total Em regime de estabelecimento 21 5 12 83 Empresas de seguros de direito português 15 24 7 46 Empresas de seguros

Leia mais

Recapitalizar as Pequenas e Médias Empresas Portuguesas

Recapitalizar as Pequenas e Médias Empresas Portuguesas Recapitalizar as Pequenas e Médias Empresas Portuguesas Apresentação na 1ª Reunião do Fórum CMVM/PME para o Mercado de Capitais Carlos Tavares 27 Março 2012 1 Redução dos desequilíbrios externos da Economia

Leia mais

Ano cafeeiro de 2014/15 fecha com a maior baixa de 20 meses

Ano cafeeiro de 2014/15 fecha com a maior baixa de 20 meses Ano cafeeiro de 2014/15 fecha com a maior baixa de 20 meses Depois de uma pequena recuperação em agosto, os preços do café continuaram em declínio em setembro. Num cenário caracterizado pela tendência

Leia mais

BECAUSE TECHNOLOGY RUNS PERFECTLY

BECAUSE TECHNOLOGY RUNS PERFECTLY BECAUSE TECHNOLOGY RUNS PERFECTLY i2s Thinks, Creates and Provides DÊ UMA NOVA VIDA AO SEU NEGÓCIO, FAÇA A ESCOLHA CERTA Na i2s trabalhamos com afinco para sermos o seu parceiro na solução da sua companhia.

Leia mais

Portugal Enquadramento Económico

Portugal Enquadramento Económico Portugal Enquadramento Económico Fonte: INE PIB e Procura Interna em Volume (Tvh) em % do PIB 40 35 30 25 20 15 10 5 0 Formação bruta de capital fixo (total economia) FBCF excepto Construção FBCF Construção

Leia mais

PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO

PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO Capital Garantido Brasil 2015 Notes ( Brasil 2015 Notes ) a emitir pelo Espirito Santo Investment p.l.c. ao abrigo do seu 2,500,000,000 Euro Medium Term

Leia mais

Perspectivas do Mercado de Seguros de Pessoas. Lauro Vieira de Faria

Perspectivas do Mercado de Seguros de Pessoas. Lauro Vieira de Faria Perspectivas do Mercado de Seguros de Pessoas Lauro Vieira de Faria Estrutura da apresentação Seguros de pessoas: Brasil x Mundo Desenvolvimentos recentes Desafios a frente Oportunidades Brasil: 7ª economia

Leia mais

SAP Insurance Nossa aposta para a indústria de seguros. Ismael Nieto / Industry Principal for Insurance 20 de março de 2013

SAP Insurance Nossa aposta para a indústria de seguros. Ismael Nieto / Industry Principal for Insurance 20 de março de 2013 SAP Insurance Nossa aposta para a indústria de seguros Ismael Nieto / Industry Principal for Insurance 20 de março de 2013 Agenda Desafios da indústria Eficiência, mercado, regulação SAP para Seguros Soluções

Leia mais

VALOR GARANTIDO VIVACAPIXXI

VALOR GARANTIDO VIVACAPIXXI VALOR GARANTIDO VIVACAPIXXI CONDIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I GENERALIDADES ARTº 1º - DEFINIÇÕES 1. Para os efeitos do presente contrato, considera-se: a) Companhia - a entidade seguradora,, que subscreve com

Leia mais

Volatilidade retorna e preços continuam baixos no mercado de café

Volatilidade retorna e preços continuam baixos no mercado de café Volatilidade retorna e preços continuam baixos no mercado de café Os preços diários do café caíram para seus níveis mais baixos de 19 meses durante agosto, com os mercados de produtos básicos no mundo

Leia mais

Relatório de evolução da atividade seguradora

Relatório de evolução da atividade seguradora Relatório de evolução da atividade seguradora 1.º Semestre 214 I. Produção e custos com sinistros 1. Análise global 2. Ramo Vida 3. Ramos Não Vida a. Acidentes de Trabalho b. Doença c. Incêndio e Outros

Leia mais

O mercado negro dos crimes cibernéticos no Brasil. Ronaldo Lima Aline Bueno

O mercado negro dos crimes cibernéticos no Brasil. Ronaldo Lima Aline Bueno O mercado negro dos crimes cibernéticos no Brasil Ronaldo Lima Aline Bueno Agenda O mercado negro dos crimes cibernéticos no Brasil Cenário O mercado negro brasileiro Como eles trabalham Crimeware Proprietary

Leia mais

Life THE POWER OF A GLOBAL SOLUTION. i2s Thinks, Creates and Provides

Life THE POWER OF A GLOBAL SOLUTION. i2s Thinks, Creates and Provides THE POWER OF A GLOBAL SOLUTION i2s Thinks, Creates and Provides DÊ UMA NOVA VIDA AO SEU NEGÓCIO, FAÇA A ESCOLHA CERTA Na i2s trabalhamos com afinco para sermos o seu parceiro na solução da sua companhia.

Leia mais

Lig@dos para um ensino melhor

Lig@dos para um ensino melhor Conhecer e partilhar para inovar na Educação Alexandre Martins Lima alima@anpri.pt Ana Paula Jacinto Ferreira apjferreira@anpri.pt Associação Nacional de Professores de Informática Associação Nacional

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 20 de Outubro de 2010

Nota de Informação Estatística Lisboa, 20 de Outubro de 2010 Nota de Informação Estatística, 20 de Outubro de 2010 Novos quadros de informação estatística da Central de Responsabilidades de Crédito - empréstimos concedidos pelo sistema financeiro residente a particulares

Leia mais

EUROVIDA CONSOLIDADO. Relatório e Contas 2013. Relatório e Contas. Consolidado. Juntos com Futuro. Juntos com Futuro

EUROVIDA CONSOLIDADO. Relatório e Contas 2013. Relatório e Contas. Consolidado. Juntos com Futuro. Juntos com Futuro Relatório e Contas Consolidado 2013 1 Anexo Índice ao Balanço e à Índice I. Introdução 5 1. Órgãos Sociais 5 Assembleia Geral 5 Conselho de Administração 5 Conselho Fiscal 5 Revisor Oficial de Contas 5

Leia mais

Full Ship Charter Qualification / Formulário de Fretamento de Navio

Full Ship Charter Qualification / Formulário de Fretamento de Navio Full Ship Charter Qualification / Formulário de Fretamento de Navio Qualification Completed By / Qualificação completada por: Country/Region / País/Região: Royal Caribbean LTD Lead Source & Contact Information

Leia mais

BECAUSE TECHNOLOGY RUNS PERFECTLY. i2s Thinks, Creates and Provides

BECAUSE TECHNOLOGY RUNS PERFECTLY. i2s Thinks, Creates and Provides BECAUSE TECHNOLOGY RUNS PERFECTLY i2s Thinks, Creates and Provides DÊ UMA NOVA VIDA AO SEU NEGÓCIO, FAÇA A ESCOLHA CERTA Na i2s trabalhamos com afinco para sermos o seu parceiro na solução da sua companhia.

Leia mais

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL MMORECLD_20150701 Miles & More da Caixa Classic CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação CAIXA

Leia mais

Fundos de Investimento Imobiliário Negociação Mercado Secundário. Maio 2011

Fundos de Investimento Imobiliário Negociação Mercado Secundário. Maio 2011 Fundos de Investimento Imobiliário Negociação Mercado Secundário Maio 2011 4 Agenda Introdução Ambientes de Negociação Panorama do Mercado Liquidez Precificação Conclusões 2 4 Introdução Patrimônio Líquido

Leia mais

Daniel Latorraca Ferreira

Daniel Latorraca Ferreira Daniel Latorraca Ferreira Os desafios das diversificação Custos e DRE das URTEs Primeira análises de viabilidade econômica Considerações Finais Os desafios da diversificação Novos mercados 1 - Análise

Leia mais

Estratégia Financeira. Arthur Piotto

Estratégia Financeira. Arthur Piotto Estratégia Financeira Arthur Piotto Estratégia Financeira Estrutura financeira adequada e balanço forte 1 2 3 4 5 6 7 Sucesso no aumento de capital. Alocação diversificada Maior flexibilidade financeira

Leia mais

Activo subjacente: activo que serve de base a outros instrumentos financeiros, como sejam os futuros, as opções e os warrants autónomos.

Activo subjacente: activo que serve de base a outros instrumentos financeiros, como sejam os futuros, as opções e os warrants autónomos. GLOSSÁRIO Activo subjacente: activo que serve de base a outros instrumentos financeiros, como sejam os futuros, as opções e os warrants autónomos. Assembleia geral: órgão das sociedades anónimas em que

Leia mais

RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO

RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO ASF Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões SUMÁRIO I PRODUÇÃO E CUSTOS COM SINISTROS 1. Análise global 2. Ramo Vida 3. Ramos Não Vida a. Acidentes de Trabalho b. Doença c. Incêndio e Outros

Leia mais

Banco Central de S. Tomé e Príncipe

Banco Central de S. Tomé e Príncipe Banco Central de S. Tomé e Príncipe CONJUNTURA MACROECONÓMICA IIIº Trimestre 2015 Disponível em: www.bcstp.st/publicações 1 ÍNDICE 1. RESUMO EXECUTIVO... 5 2. CONJUNTURA ECONÓMICA INTERNACIONAL... 6 2.1

Leia mais

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL JOÃO CRESTANA President of Secovi SP and CBIC National Commission of Construction Industry SIZE OF BRAZIL Population distribution by gender, according to age group BRAZIL 2010

Leia mais

Centro de Informação, Mediação, Provedoria e Arbitragem de Seguros

Centro de Informação, Mediação, Provedoria e Arbitragem de Seguros Centro de Informação, Mediação, Provedoria e Arbitragem de Seguros SERVIÇO DE PROVEDORIA RELATÓRIO DE ACTIVIDADES - ANO DE 2012 Nos termos do disposto no artigo 14º do Regulamento do Serviço de Provedoria

Leia mais