SEMINÁRIO Exportar para o México

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SEMINÁRIO Exportar para o México"

Transcrição

1 SEMINÁRIO Exportar para o México Gonçalo Gaspar Diretor Direção Internacional de Negócio da CGD Porto, 26 de Setembro de

2 Índice México: relacionamento comercial com Portugal Grupo CGD: Presença Internacional Caixa no apoio às empresas portuguesas 2

3 México: Relacionamento comercial com Portugal Trocas Comerciais (bens e serviços) Bens Em 2011, as exportações atingiram o valor mais elevado dos últimos cinco anos: 462,4 milhões de Euros As importações ascenderam a 230,9 milhões de Euros Serviços Em 2011 as vendas de serviços atingiram 14,9 milhões de Euros As importações foram de 16,7 milhões de Euros 3

4 Grupo CGD: Presença Internacional EUROPA: REINO UNIDO- Sucursal de Londres ESPANHA- Banco Caixa Geral -Sucursal de Espanha - Fidelidade Mundial - Sucursal LUXEMBURGO- Sucursal do Luxemburgo - Fidelidade Mundial - Sucursal FRANÇA -Sucursal de França - Fidelidade Mundial - Sucursal SUÍÇA-Escritório de Representação ALEMANHA- Escritório de Representação BÉLGICA- Escritório de Representação AMÉRICA: EUA-Sucursal de Nova Iorque CANADÁ - Escritório de Representação ILHAS CAYMAN- Sucursal de Cayman BRASIL- Banco Caixa Geral Brasil MÉXICO- Escritório de Representação do BCG VENEZUELA -Escritórios de Representação BCG e CGD ÁSIA: CHINA -ZHUHAI-Sucursal de Zhuhai CHINA - MACAU- Banco Nacional Ultramarino -Offshore -Fidelidade Mundial -Sucursal CHINA - SHANGHAI-Escritório de Representação BNU ÍNDIA - Escritório de Representação de Mumbai - Escritório de Representação de Pagim (Goa) TIMOR-LESTE - Sucursal de Timor ÁFRICA: ANGOLA -Banco Caixa Geral Totta de Angola - Banco para a Promoção e Desenvolvimento * CABO VERDE- Banco Comercial Atlântico - Banco Interatlântico GARANTIA e PROMOTORA SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE-Banco Internacional de S. Tomé e Príncipe MOÇAMBIQUE - Banco Comercial e de Investimentos - Banco Nacional de Investimentos * ÁFRICA DO SUL- Banco Mercantile 4

5 Grupo CGD: Presença Internacional Eixo de negócios a partir de Portugal Península Ibérica (Portugal e Espanha) Macau / Sul da China Brasil Banco Caixa Geral Brasil Banco Caixa Geral Totta de Angola África (Angola e Moçambique) 5

6 Presença do Grupo CGD no México Escritório de Representação do Banco Caixa Geral (filial bancária da CGD em Espanha) na capital mexicana, atualmente localizado em Molière, A, Colonia Polanco, Chapultepec Delegación Miguel Hidalgo Este escritório foi fundado pelo Banco Simeón, adquirido em 1995 pela CGD O objetivo inicial foi o de servir a importante colónia de galegos emigrados neste país Atualmente, o Escritório do México oferece os serviços de representação do Banco Caixa Geral e do Grupo CGD, servindo de pivot de negócios Escritório de Representação na Cidade do México

7 Presença do Grupo CGD no Brasil Banco corporate e de investimento Foco nas grandes empresas e no segmento das Large Mid Caps brasileiras Fusões & Aquisições, Primary Equity, financiamento de projectos, dívida estruturada, empréstimos bilaterais, derivados, compra e venda de divisas, etc Área de atendimento a particulares 7

8 Caixa: Apoio ao comércio externo Nova linha Caixa Empresas Linha PME Crescimento Instrumentos de MLP de apoio à Exportação Garantias e Avales na Ordem Externa Cobertura de Riscos Caixa Mais Tesouraria Remessas de Exportação Créditos Documentários Pagamentos e Recebimentos Internacionais Apoio através de Bancos do Grupo 8

9 Caixa: Apoio ao comércio externo 9

10 Adiantamento de cartas de crédito Serviço nominal da dívida = fluxo pagamento carta de crédito Exportador Recebe adiantamento após conferência de documentos Caixa Geral de Depósitos Confirma as Cartas de Crédito Examina os documentos de transporte Honra a Carta de Crédito Adianta fundos após conferência de documentos Mercadoria Vendor finance nominal condições comerciais podem incluir custo financiamento Paga cartas de crédito nos termos acordados após conferência de documentos Transmite Cartas de Crédito com instruções para notificar e confirmar as mesmas ao Exportador Pagamento carta de crédito = serviço de dívida exportador Importador Local Solicita a abertura de uma carta de crédito Banco Mexicano Assume o risco do importador local Emite as Cartas de Crédito Banco Mexicano XXX 10

11 Operações de Crédito ao Importador Contrato Comercial Exportador Bens de capital + serviços Importador Local Cosec Garante entre 95% e 99% de capital e juros Financiado até 85% do contrato comercial + prémio da Cosec Exportador Português e importador local Taxas de mercado Prazos de execução até 18 meses Prazos de reembolso até 5 anos Caixa Geral de Depósitos Analisa pedidos de financiamento para projetos específicos Estrutura operação, em articulação com a Cosec Efectua desembolsos aos exportadores Recebe capital e juros do importador

12 Caixa: Apoio ao comércio externo 12

13 A Caixa no apoio ao Comércio Externo UMA DAS MAIORES REDES EM PORTUGAL UMA FORTE PRESENÇA INTERNACIONAL 828 Agências nº de gestores caixa-empresas: Gabinetes de Empresas nº de gestores caixa-empresas: 280 Gestores especializados em Mercados e e Comércio Externo presentes em Lisboa e Porto e em permanente interação com a rede Comercial

14 Bancos mexicanos com os quais a CGD pode trabalhar BBVA Bancomer S.A. Banco Nacional de Mexico, SA - BANAMEX Banco Santander SA HSBC Mexico, SA Banco Mercantil del Norte S.A. - BANORTE Banco Inbursa SA Banco Nacional de Comercio Exterior SNC - BANCOMEXT 14

15 Programas de Facilitação IFC International Finance Corporation Cobertura Geográfica: Países Africanos, Asiáticos, América Latina e Europa de Leste. EBRD European Bank for Reconstruction and Development Cobertura Geográfica: Europa de Leste, CIS. IADB Inter-American Development Bank Cobertura Geográfica: Toda a América Latina (excepto a Venezuela e Cuba). ADB Asian Development Bank Cobertura Geográfica: Ásia. 15

16 Posicionamento do Grupo CGD no apoio ao negócio internacional O que se pretende do parceiro financeiro? Solidez e confiança Oferta completa de produtos e serviços Presença nos mercados Conhecimento dos mercados/ gestão dos riscos Equipas com capacidade de estruturação e colocação de soluções no terreno Capacidade de articulação com players institucionais 16

17 Obrigado Gonçalo Gaspar, Diretor da Direção Internacional de Negócio da Caixa Geral de Depósitos 17

Instrumentos Financeiros de Apoio à Internacionalização

Instrumentos Financeiros de Apoio à Internacionalização Instrumentos Financeiros de Apoio à Internacionalização Castelo Branco, 04.10.2012 Elisabete Grosso Gabinete de Comércio Externo e Bancos Correspondentes (GCB) 1 Comércio Externo Agenda Principais instrumentos

Leia mais

Jornadas de Diplomacia Económica. Humberto Casanova Direção Internacional de Negócio

Jornadas de Diplomacia Económica. Humberto Casanova Direção Internacional de Negócio Jornadas de Diplomacia Económica Humberto Casanova Direção Internacional de Negócio ISEG, 5 de Dezembro de 2012 1 Índice I. Estratégia e Presença Internacional II. Apoio financeiro à Internacionalização

Leia mais

Apresentação dos Resultados Click to edit Master title style

Apresentação dos Resultados Click to edit Master title style Apresentação dos Resultados Click to edit Master title style Seminário de Exportação para o Brasil Serviços Bancários à Exportação CGD Nuno Marques Direção Internacional de Negócio Lisboa, 21 Janeiro 2014

Leia mais

Apoio à Internacionalização das Empresas

Apoio à Internacionalização das Empresas Apoio à Internacionalização das Empresas 26 de Novembro de 2009 Apoio à internacionalização das empresas Moçambique: Dados Gerais O Sector Financeiro em Moçambique O Grupo Caixa Geral de Depósitos Soluções

Leia mais

AS NO SSAS SO LUÇ Õ ES

AS NO SSAS SO LUÇ Õ ES O Grupo Caixa Geral de Depósitos está presente em 4 continentes. Com a sua plataforma internacional de filiais, sucursais e escritórios de representação em 23 países e uma vasta rede de bancos correspondentes

Leia mais

Lusoflora 2015. Crédito Agrícola. Santarém, 27 de Fevereiro

Lusoflora 2015. Crédito Agrícola. Santarém, 27 de Fevereiro Lusoflora 2015 Crédito Agrícola Santarém, 27 de Fevereiro Agenda 1. Quem somos 2. Proposta Valor 3. Soluções Crédito Agrícola para EMPRESAS/ ENI 4. CA Seguros 2 Quem somos O Grupo Crédito Agrícola é um

Leia mais

Espírito Santo Investment Bank Overview FIT FOR A NEW ERA

Espírito Santo Investment Bank Overview FIT FOR A NEW ERA Espírito Santo Investment Bank Overview FIT FOR A NEW ERA December 2011 Espírito Santo Investment Bank Somos: A unidade de Banca de Investimento do Grupo Banco Espírito Santo O Banco de Investimento de

Leia mais

FIT FOR A NEW ERA ECONOMIA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E ESPANHOLA LÍNGUA, COMÉRCIO EXTERNO E INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PERSPECTIVAS EMPRESARIAIS

FIT FOR A NEW ERA ECONOMIA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E ESPANHOLA LÍNGUA, COMÉRCIO EXTERNO E INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PERSPECTIVAS EMPRESARIAIS LÍNGUA, COMÉRCIO EXTERNO E Paternoster Square Londres ECONOMIA DAS LÍNGUAS PORTUGUESA E ESPANHOLA INVESTIMENTO ESTRANGEIRO PERSPECTIVAS EMPRESARIAIS Francisco Cary 19 de Maio de 2011 O Mercado dos Países

Leia mais

SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR. Viana do Castelo, 11de Fevereiro

SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR. Viana do Castelo, 11de Fevereiro SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR Viana do Castelo, 11de Fevereiro www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos, S.A. 2014 Índice Sobre a COSEC Seguro de Créditos Soluções à medida em resumo

Leia mais

Breve síntese sobre os mecanismos financeiros de apoio à internacionalização e cooperação

Breve síntese sobre os mecanismos financeiros de apoio à internacionalização e cooperação Breve síntese sobre os mecanismos financeiros de apoio à internacionalização e cooperação 1 Incentivos financeiros à internacionalização Em 2010 os incentivos financeiros à internacionalização, não considerando

Leia mais

Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades

Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades Vendas Novas - 02 de julho de 2013 aicep Portugal Global é uma agência pública de natureza empresarial, cuja missão é: Atrair investimento estrangeiro

Leia mais

Soluções de Financiamento para a Internacionalização

Soluções de Financiamento para a Internacionalização Soluções de Financiamento para a Internacionalização por João Real Pereira Internacionalização para Moçambique Oportunidades e Financiamento 15 de Março de 2012 Braga Sumário 1. O que é a SOFID? Estrutura

Leia mais

Angola Manual de Mercado

Angola Manual de Mercado Angola Manual de Mercado 1 Angola Manual de Mercado Índice Presença Internacional da CGD pág. 03 Dados de Mercado pág. 04 Regulamentação do Mercado Angolano pág. 17 Ambiente de negócios pág. 28 Sectores

Leia mais

SOLUÇÕES IBÉRICAS PARA EMPRESAS MARÇO 2014

SOLUÇÕES IBÉRICAS PARA EMPRESAS MARÇO 2014 MARÇO 2014 EM ESPANHA, COMO EM PORTUGAL BPI e CaixaBank desenvolveram, em parceria, as Soluções Ibéricas para Empresas, uma oferta inovadora de produtos e serviços para apoiar as empresas que operam no

Leia mais

BANCO POPULAR. Parceiro na Internacionalização

BANCO POPULAR. Parceiro na Internacionalização BANCO POPULAR Parceiro na Internacionalização Um Banco Ibérico com Presença Internacional Escritórios de representação Banco Popular Genebra Milão Munique Santiago do Chile Xangai Banco Pastor Buenos Aires

Leia mais

1 ST PORTUGAL JAPAN BUSINESS SESSION. Dr. Gonçalo Gaspar Diretor Direção de Negócio Internacional da Caixa Geral de Depósitos

1 ST PORTUGAL JAPAN BUSINESS SESSION. Dr. Gonçalo Gaspar Diretor Direção de Negócio Internacional da Caixa Geral de Depósitos 1 ST PORTUGAL JAPAN BUSINESS SESSION Dr. Gonçalo Gaspar Diretor Direção de Negócio Internacional da Caixa Geral de Depósitos Apoio à Internacionalização das Empresas: 1st Portugal-Japan Business Session,

Leia mais

> O MUNDO ESPERA PELA SUA EMPRESA

> O MUNDO ESPERA PELA SUA EMPRESA > O MUNDO ESPERA PELA SUA EMPRESA MILLENNIUM TRADE SOLUTIONS > CONQUISTE NOVOS MERCADOS PARA A SUA EMPRESA A Exportação e Importação, bem como a Internacionalização da sua Empresa, exigem conhecimento

Leia mais

Por Paulo Lopes. Viana do Castelo, Fevereiro 2014 Seminário Exportar, exportar, exportar A Experiência dos Principais Clusters Regionais

Por Paulo Lopes. Viana do Castelo, Fevereiro 2014 Seminário Exportar, exportar, exportar A Experiência dos Principais Clusters Regionais Por Paulo Lopes Viana do Castelo, Fevereiro 2014 Seminário Exportar, exportar, exportar A Experiência dos Principais Clusters Regionais A SOFID Critérios de Elegibilidade Produtos e Serviços Atividade

Leia mais

Sociedade Lusa de Negócios

Sociedade Lusa de Negócios Sociedade Lusa de Negócios Estrutura do Grupo: Estrutura Acionária: A SLN, holding do grupo, detém 100% do Grupo BPN. Os acionistas diretos e indiretos da SLN, os quais totalizam 500, não possuem participação

Leia mais

BES AS APOIO FINANCEIRO BES AS FINANCEIR ÕES ÀS EMPRESAS FINANCEIR ÕES UÇ SOL

BES AS APOIO FINANCEIRO BES AS FINANCEIR ÕES ÀS EMPRESAS FINANCEIR ÕES UÇ SOL 38 PME Líder SOLUÇÕES FINANCEIRAS BES Helen King/CORBIS APOIO FINANCEIRO ÀS EMPRESAS O BES disponibiliza uma vasta oferta de produtos financeiros e serviços, posicionando-se como o verdadeiro parceiro

Leia mais

CRESCER COM SEGURANÇA. CÁ DENTRO E LÁ FORA. www.cosec.pt

CRESCER COM SEGURANÇA. CÁ DENTRO E LÁ FORA. www.cosec.pt CRESCER COM SEGURANÇA. CÁ DENTRO E LÁ FORA. www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos, S.A. 2014 Índice Sobre a COSEC Porquê a COSEC Seguro de Créditos Soluções à medida 2 Sobre a COSEC Quem somos

Leia mais

MAIS PROTEÇÃO PARA O SEU NEGÓCIO. CÁ DENTRO E LÁ FORA.

MAIS PROTEÇÃO PARA O SEU NEGÓCIO. CÁ DENTRO E LÁ FORA. MAIS PROTEÇÃO PARA O SEU NEGÓCIO. CÁ DENTRO E LÁ FORA. www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos, S.A. 2014 Índice Sobre a COSEC Porquê a COSEC Seguro de Créditos Soluções à medida COSEC em resumo

Leia mais

O Papel da Banca no Contexto da Internacionalização. Roadmap para a Internacionalização Castelo Branco 19.fevereiro.2015

O Papel da Banca no Contexto da Internacionalização. Roadmap para a Internacionalização Castelo Branco 19.fevereiro.2015 O Papel da Banca no Contexto da Internacionalização Roadmap para a Internacionalização Castelo Branco 19.fevereiro.2015 2 Desafios da internacionalização Desafios Língua e Cultura Hábitos e crenças diferentes

Leia mais

A importância da internacionalização no desenvolvimento de base tecnológica e industrial de defesa nacional

A importância da internacionalização no desenvolvimento de base tecnológica e industrial de defesa nacional A importância da internacionalização no desenvolvimento de base tecnológica e industrial de defesa nacional Lisboa, 25 de Janeiro de 2013 A crescente influência dos Estados nas economias emergentes. A

Leia mais

O MUNDO ESPERA PELA SUA EMPRESA

O MUNDO ESPERA PELA SUA EMPRESA O MUNDO ESPERA PELA SUA EMPRESA MILLENNIUM TRADE SOLUTIONS MILLENNIUM. É PARA AVANÇAR. MILLENNIUM TRADE SOLUTIONS CONQUISTE NOVOS MERCADOS PARA A SUA EMPRESA A Exportação e Importação, bem como a Internacionalização

Leia mais

Brasil Transacções Comerciais & Financeiras

Brasil Transacções Comerciais & Financeiras Pq do Ibirapuera, São Paulo/ SP Brasil Transacções Comerciais & Financeiras Banco Caixa Geral Brasil S.A. /Grupo Caixa Geral de Depósitos Out/2009 A Economia Brasileira 2 A Economia Brasileira SEDE BCG-Brasil:

Leia mais

Encontro Nacional de Instaladores da APIRAC-Associação Portuguesa da Indústria de Refrigeração e Ar Condicionado. Batalha, 8 Julho de 2010

Encontro Nacional de Instaladores da APIRAC-Associação Portuguesa da Indústria de Refrigeração e Ar Condicionado. Batalha, 8 Julho de 2010 Encontro Nacional de Instaladores da APIRAC-Associação Portuguesa da Indústria de Refrigeração e Ar Condicionado Batalha, 8 Julho de 2010 As vossas necessidades... O apoio aos Empreendedores e às PME s

Leia mais

O papel da AICEP na Internacionalização das Empresas Portuguesas

O papel da AICEP na Internacionalização das Empresas Portuguesas O papel da AICEP na Internacionalização das Empresas Portuguesas Porto, 28 de Janeiro de 2014 Índice 1. Enquadramento 2. A aicep Portugal Global 3. Produtos e serviços AICEP Enquadramento Enquadramento

Leia mais

Náutica. Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima. Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012

Náutica. Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima. Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012 Náutica Desenvolvimento Económico e Cultura Marítima Lisboa, 8 de Fevereiro de 2012 Aicep Portugal Global é uma agência pública de natureza empresarial, cuja missão é: Atrair investimento estrangeiro para

Leia mais

Soluções para Exportação

Soluções para Exportação Soluções para Exportação São Paulo, 04 de dezembro de 2014 Brasil Santander no Mundo Melhor Banco do Mundo 2013 pela Euromoney Marca Santander: 1ª financeira na Espanha e 4ª mais valiosa do mundo em 2012

Leia mais

Caixa Geral de Depósitos I Financiamento e Apoio à Internacionalização

Caixa Geral de Depósitos I Financiamento e Apoio à Internacionalização Caixa Geral de Depósitos I Financiamento e Apoio à Internacionalização Internacionalização na ordem do dia Internacionalização como prioridade estratégica PME (pre)ocupadas com a sua expansão para os mercados

Leia mais

Internacionalização: Oportunidades e Desafios A CGD como Parceiro. Luís Rego Direção Internacional de Negócio da CGD

Internacionalização: Oportunidades e Desafios A CGD como Parceiro. Luís Rego Direção Internacional de Negócio da CGD Internacionalização: Oportunidades e Desafios A CGD como Parceiro Luís Rego Direção Internacional de Negócio da CGD Internacionalização: oportunidades e desafios - A CGD como Parceiro Índice 1. Evolução

Leia mais

A Sustentabilidade Empresarial em Mercados Internacionais ÍNDIA

A Sustentabilidade Empresarial em Mercados Internacionais ÍNDIA A Sustentabilidade Empresarial em Mercados Internacionais ÍNDIA Instrumentos Financeiros de Apoio à Internacionalização Carlos Meira, Direcção de Negócio Internacional da CGD AEP, 10 Novembro 2009 Workshop

Leia mais

SOLUÇÕES MOÇAMBIQUE-EMPRESAS JULHO 2013

SOLUÇÕES MOÇAMBIQUE-EMPRESAS JULHO 2013 JULHO 2013 EM MOÇAMBIQUE, COMO EM PORTUGAL O BPI e o BCI disponibilizam as Soluções Moçambique-Empresas, um conjunto de produtos e serviços desenhados para empresas que pretendam investir ou exportar para

Leia mais

CONDIÇÕES PARA OS MEMBROS - PROFISSIONAIS LIBERAIS E ENIs

CONDIÇÕES PARA OS MEMBROS - PROFISSIONAIS LIBERAIS E ENIs PROTOCOLO ORDENS PROFISSIONAIS CONDIÇÕES PARA OS MEMBROS - PROFISSIONAIS LIBERAIS E ENIs Para aderir a este Protocolo e beneficiar das respectivas condições, abra a sua Conta Gestão Tesouraria ou Conta

Leia mais

Soluções de seguro de créditos no apoio à exportação. COSEC - Estamos onde estiver o seu negócio. www.cosec.pt

Soluções de seguro de créditos no apoio à exportação. COSEC - Estamos onde estiver o seu negócio. www.cosec.pt Soluções de seguro de créditos no apoio à exportação. COSEC - Estamos onde estiver o seu negócio. www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos 2012 1 2 Sobre a COSEC O que é o Seguro de Créditos

Leia mais

PME S QREN OPORTUNIDADE E DESAFIO

PME S QREN OPORTUNIDADE E DESAFIO PME S QREN OPORTUNIDADE E DESAFIO 1. Objectivo Estratégico : 1º. Banco das melhores PME Porto, 20 de Outubro de 2008 Luís Rego Direcção de Empresas Norte 1 2 Segmentação de Empresas Clientes e Redes Clientes

Leia mais

Portal Trade- O apoio às suas Exportações

Portal Trade- O apoio às suas Exportações International Desk -Direcção de Negócio Internacional- Portal Trade- O apoio às suas Exportações Casa de Espanha 6 de Março de 2014 Santander, um grupo financeiro líder Best Bank in the World 2012 2008

Leia mais

LINHAS PME INVESTE SECTOR DO TURISMO

LINHAS PME INVESTE SECTOR DO TURISMO LINHAS PME INVESTE SECTOR DO TURISMO 30 de dezembro de 2011 Linhas PME Investe Sector do Turismo Características Gerais e Condições de Financiamento - Linhas Específicas do Sector do Turismo - PME INVESTE

Leia mais

Linha Específica para as Micro e Pequenas Empresas

Linha Específica para as Micro e Pequenas Empresas Linha de Crédito PME Investe III Linha Específica para as Micro e Pequenas Empresas Objectivos Esta Linha de Crédito, criada no âmbito da Linha PME Investe III, visa facilitar o acesso ao crédito por parte

Leia mais

INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA

INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA 2 PROGRAMA INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA A Portugal Ventures, Caixa Capital e Mota-Engil Industria e Inovação celebraram um acordo para a concretização de um Programa, designado

Leia mais

Unidade Internacional Premium. Para simplificar a sua internacionalização.

Unidade Internacional Premium. Para simplificar a sua internacionalização. Unidade Internacional Premium Para simplificar a sua internacionalização. setembro de 2014 Setembro 2014 2 No NOVOBANCOestão unidas várias forças para apoiar a internacionalização da sua empresa. Unidade

Leia mais

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012 Apoio à Internacionalização CENA 3 de Julho de 2012 Enquadramento Enquadramento Comércio Internacional Português de Bens e Serviços Var. 13,3% 55,5 68,2 57,1 73,4 48,3 60,1 54,5 66,0 67,2 61,7 Exportação

Leia mais

Comunicação de Operações com o Exterior (COPE) formação online. Casos práticos

Comunicação de Operações com o Exterior (COPE) formação online. Casos práticos Casos práticos Comunicação de Operações com o Exterior (COPE) formação online O presente documento compreende a informação correspondente aos casos práticos da Comunicação de Operações com o Exterior (COPE)

Leia mais

PME Investe III Sector do Turismo

PME Investe III Sector do Turismo PME Investe III Sector do Turismo Linha de Apoio à Tesouraria Beneficiários Poderão beneficiar desta linha as empresas que: Tenham um volume de facturação anual inferior a 150 milhões de euros Desenvolvam

Leia mais

INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA

INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA 2 PROGRAMA INTERNACIONALIZAR EM PARCERIA A Mota-Engil Indústria e Inovação e a Caixa Capital celebraram um acordo para a concretização de um Programa, designado Internacionalizar

Leia mais

Linha Específica para o Sector do Turismo

Linha Específica para o Sector do Turismo Linha de Crédito PME Investe III Linha Específica para o Sector do Turismo Objectivos Esta Linha de Crédito, criada no âmbito da Linha PME Investe III, visa facilitar o acesso ao crédito por parte das

Leia mais

«PAGARÁ À VISTA AO PORTADOR»

«PAGARÁ À VISTA AO PORTADOR» «PAGARÁ À VISTA AO PORTADOR» A garantia de pagamento nas emissões de moeda metálica e moeda fiduciária para as ex-colónias Desde 1864 data da sua fundação que o Banco Nacional Ultramarino funcionava como

Leia mais

PORTUGAL EXPORTADOR 2014 ÁFRICA - MOÇAMBIQUE. Por Duarte Vaz

PORTUGAL EXPORTADOR 2014 ÁFRICA - MOÇAMBIQUE. Por Duarte Vaz PORTUGAL EXPORTADOR 2014 ÁFRICA - MOÇAMBIQUE Por Duarte Vaz A SOFID Critérios de Elegibilidade Produtos e Serviços Outros Apoios ao Investimento O Fundo InvestimoZ Conclusões Exemplos de Projetos Apoiados

Leia mais

O Millenniumbcp e O Novo Mundo em que estamos

O Millenniumbcp e O Novo Mundo em que estamos O Millenniumbcp e O Novo Mundo em que estamos 1985- Desde a fundação 2005 2010 1985-1995 Crescimento orgânico para alcançar posição relevante 1995-2000 Consolidação para atingir dimensão crítica 2000-2004

Leia mais

1ª Semana Europeia das PME Workshop Internacionalização

1ª Semana Europeia das PME Workshop Internacionalização 1ª Semana Europeia das PME Workshop Internacionalização Faro, 7 de Maio de 2009 Índice Posicionamento AICEP AICEP - Produtos e Serviços Apoios à Internacionalização Posicionamento AICEP Posicionamento

Leia mais

Por Francisco Almeida Leite

Por Francisco Almeida Leite Por Francisco Almeida Leite Água para o Desenvolvimento Pontes e Parcerias nos Países de Língua Portuguesa Porto, Teatro Rivoli, 7 e 8 de Maio de 2015 Bancos de desenvolvimento são instituições financeiras

Leia mais

27/09/2011. Integração Econômica da América do Sul: Perspectiva Empresarial

27/09/2011. Integração Econômica da América do Sul: Perspectiva Empresarial 27/09/2011 Integração Econômica da América do Sul: Perspectiva Empresarial Estrutura da apresentação Perspectiva empresarial Doing Business 2011 Investimentos Estrangeiros e Comércio Exterior Complementaridade

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL

COMÉRCIO INTERNACIONAL COMÉRCIO INTERNACIONAL Soluções de apoio à Dinamização Porto, 25 de Fevereiro de 2015 ÍNDICE Enquadramento - Novos Mercados Riscos no Comércio Internacional Soluções para Mercado Externo BPI Exportação

Leia mais

PROGRAMA DE FINANCIAMENTO ÀS EXPORTAÇÕES: PROEX

PROGRAMA DE FINANCIAMENTO ÀS EXPORTAÇÕES: PROEX PROGRAMA DE FINANCIAMENTO ÀS EXPORTAÇÕES: PROEX PROEX FINANCIAMENTO FINALIDADE: Proporcionar e apoiar o exportador brasileiro na comercialização com o exterior de bens e serviços em condições de financiamento

Leia mais

Conferência Alemanha Europeia / Europa Alemã. 26 de novembro de 2014

Conferência Alemanha Europeia / Europa Alemã. 26 de novembro de 2014 Conferência Alemanha Europeia / Europa Alemã 26 de novembro de 2014 1. Empresas Alemãs em Portugal 2. Investimento Direto Alemão em Portugal 3. Exportação / Importação 1. Empresas Alemãs em Portugal Perspetiva

Leia mais

www.bpnbrasil.com.br O S E U B A N C O D E N E G Ó C I O S Abril/2011

www.bpnbrasil.com.br O S E U B A N C O D E N E G Ó C I O S Abril/2011 www.bpnbrasil.com.br O S E U B A N C O D E N E G Ó C I O S Abril/2011 1 Perfil & Produtos Banco Múltiplo com foco em empresas de médio e grande porte, com atuação nas principais cidades do país. Produtos

Leia mais

SOLUÇÕES QUE ENCAIXAM NO SEU NEGÓCIO.

SOLUÇÕES QUE ENCAIXAM NO SEU NEGÓCIO. SOLUÇÕES QUE ENCAIXAM NO SEU NEGÓCIO. A Caixa apoia a sua atividade empresarial, oferecendo-lhe um conjunto de produtos e serviços financeiros, para gerir e incrementar o seu negócio. Um banco com linhas

Leia mais

A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas

A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas A aicep Portugal Global A aicep Portugal Global aicep Portugal Global missão é: é uma agência pública de natureza empresarial, cuja Atrair investimento

Leia mais

Agenda. Financiamento à internacionalização das empresas portuguesas para Angola

Agenda. Financiamento à internacionalização das empresas portuguesas para Angola Agenda I. A Presença internacional do Grupo CGD II. : Enquadramento e a Presença do Grupo CGD Financiamento à internacionalização das empresas portuguesas para III. O apoio à internacionalização das empresas

Leia mais

A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas. Porto, 25 de Setembro de 2012

A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas. Porto, 25 de Setembro de 2012 A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas Porto, 25 de Setembro de 2012 A aicep Portugal Global A aicep Portugal Global aicep Portugal Global missão é: é uma agência pública de natureza empresarial,

Leia mais

PME Investe III Sector do Turismo

PME Investe III Sector do Turismo PME Investe III Sector do Turismo Linha Turismo de Habitação e Turismo em Espaço Rural Beneficiários Poderão beneficiar desta linha as empresas que: Comprovem ser Micro e Pequenas Empresas através da certificação

Leia mais

SOLUÇÕES SANTANDER TURISMO

SOLUÇÕES SANTANDER TURISMO SOLUÇÕES SANTANDER TURISMO Atendendo a que o turismo é um sector estratégico na economia nacional e considerando que a APAVT tem tido um papel fundamental no desenvolvimento do turismo nacional, o acordo

Leia mais

Portal Trade- O apoio às suas Exportações

Portal Trade- O apoio às suas Exportações International Desk -Direcção de Negócio Internacional- Portal Trade- O apoio às suas Exportações Internacionalização para os países da América Latina aspetos jurídicos e apoios ao investimento 27 de Março

Leia mais

5º Workshop da Plataforma do Empreendedor

5º Workshop da Plataforma do Empreendedor 5º Workshop da Plataforma do Empreendedor Lisboa, AIP-CE 27 de Maio de 2010 EMPREENDEDORISMO Da ideia à actividade. O Montepio apoia a criação de negócios independentemente da sua dimensão e está disponível

Leia mais

PME Investe III. Linha Específica para o Sector do Turismo

PME Investe III. Linha Específica para o Sector do Turismo PME Investe III Linha Específica para o Sector do Turismo Empreendimentos Turísticos e Actividades de Animação de Interesse para o Turismo Beneficiários Poderão beneficiar desta linha as empresas que:

Leia mais

Financiamentos à exportação 2003-2015

Financiamentos à exportação 2003-2015 Financiamentos à exportação 2003-2015 BNDES participa de política de Estado Sistema brasileiro de apoio às exportações Conselho de Ministros Comitê Operacional Seguro de crédito à exportação Financiamento

Leia mais

Começar Global e Internacionalização

Começar Global e Internacionalização Começar Global e Internacionalização Artur Alves Pereira Assessor do Conselho de Administração, AICEP Portugal Global Fevereiro 06, 2014 1 A aicep Portugal Global Missão. A aicep Portugal Global é uma

Leia mais

Taxa de Empréstimo Estatísticas Financeiras Internacionais (FMI - IFS)

Taxa de Empréstimo Estatísticas Financeiras Internacionais (FMI - IFS) Taxa de Empréstimo Estatísticas Financeiras Internacionais (FMI - IFS) África do Sul: Taxa predominante cobrada pelos bancos de contas garantidas prime. Alemanha: Taxa sobre crédito de conta-corrente de

Leia mais

Atividade Consolidada Grupo Caixa Geral de Depósitos. 31 de março de 2015 Contas não auditadas

Atividade Consolidada Grupo Caixa Geral de Depósitos. 31 de março de 2015 Contas não auditadas Atividade Consolidada Grupo Caixa Geral de Depósitos 31 de março de 2015 Contas não auditadas Agenda Resultados Balanço Liquidez Solvência Conclusões NOTA: Os valores relativos a março de 2014 são reexpressos

Leia mais

Relatório do Conselho de Administração 2009. Anexos, Relatórios e Pareceres às Contas

Relatório do Conselho de Administração 2009. Anexos, Relatórios e Pareceres às Contas relatório & contas 09 relatório & contas Relatório do Conselho de Administração 2009 Principais Indicadores 007 Mensagem do Presidente 008 Sumário Executivo 0 1 2 Apresentação do Grupo 0 1 5 Enquadramento

Leia mais

PME Investe III. Linha Específica para o Sector do Turismo

PME Investe III. Linha Específica para o Sector do Turismo PME Investe III Linha Específica para o Sector do Turismo Estabelecimentos de Restauração e Bebidas Beneficiários Poderão beneficiar desta linha as empresas que: Não tenham um volume de facturação anual

Leia mais

'DWD 7HPD $FRQWHFLPHQWR

'DWD 7HPD $FRQWHFLPHQWR 'DWD 7HPD $FRQWHFLPHQWR 22/01 Economia 25/01 Comércio Internacional 26/01 Taxas de Juro 29/01 Economia 31/01 Desemprego 31/01 Investimento Banco de Portugal divulgou Boletim Estatístico Janeiro 2007 http://epp.eurostat.ec.europa.eu/pls/portal/docs/page/pgp_prd_cat_prerel/pge_cat_prerel_year_2007/pge_

Leia mais

PME Investe III Sector do Turismo

PME Investe III Sector do Turismo PME Investe III Sector do Turismo Linha Turismo de Habitação e Turismo em Espaço Rural Objectivos Esta Linha de Crédito, criada no âmbito da Linha Específica PME Investe III do Sector do Turismo, visa

Leia mais

Índice: Letra 2 e 3 Livrança 4 e 5 Operações Bancárias 6 a 8 Cheque

Índice: Letra 2 e 3 Livrança 4 e 5 Operações Bancárias 6 a 8 Cheque Índice: Letra 2 e 3 Livrança 4 e 5 Operações Bancárias 6 a 8 Cheque 1 Letra: Definição de Letra: A letra é um titulo de crédito à ordem, sujeito a formalidades, através das quais uma pessoa sacador ordena

Leia mais

JUNTOS DA ORIGEM AO DESTINO.

JUNTOS DA ORIGEM AO DESTINO. JUNTOS DA ORIGEM AO DESTINO. Linha Directa: 808 20 60 60 www.creditoagricola.pt Juntos da origem ao destino Crédito agrícola o seu parceiro de negócio 01 DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA 02 EMPRESAS DO GRUPO 03

Leia mais

Instrumentos Financeiros de Apoio à Internacionalização. Financiamentos, Garantias, Capital de Risco, etc. / SOFID, S.A.

Instrumentos Financeiros de Apoio à Internacionalização. Financiamentos, Garantias, Capital de Risco, etc. / SOFID, S.A. Ficha de Produto Tipo de Produto: Instrumentos Financeiros de Apoio à Internacionalização Produto: Financiamentos, Garantias, Capital de Risco, etc. / SOFID, S.A. Objectivo: Contribuir para o progresso

Leia mais

Serviços da AICEP no apoio à internacionalização de empresas QUIDGEST Dia do Parceiro 2011. Lisboa, 2 de Junho de 2011

Serviços da AICEP no apoio à internacionalização de empresas QUIDGEST Dia do Parceiro 2011. Lisboa, 2 de Junho de 2011 Serviços da AICEP no apoio à internacionalização de empresas QUIDGEST Dia do Parceiro 2011 Lisboa, 2 de Junho de 2011 1. A aicep Portugal Global 2. Rede Nacional e Lojas da Exportação 3. Rede Externa 4.

Leia mais

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos Os Desafios da Fileira da Construção As Oportunidades nos Mercados Externos Agradeço o convite que me foi dirigido para participar neste Seminário e felicito a AIP pela iniciativa e pelo tema escolhido.

Leia mais

O S E U B A N C O D E N E G Ó C I O S

O S E U B A N C O D E N E G Ó C I O S www.bpnbrasil.com.br Brasil Banco Múltiplo S.A. O S E U B A N C O D E N E G Ó C I O S Junho/2012 1 Perfil & Produtos Data da aquisição: 12/2002 Banco Múltiplo com foco em empresas de médio e grande porte,

Leia mais

Investir em Angola Perspectiva de um Banco Alemão. 5º Fórum Económico Alemão-Angolano, Luanda, Junho 2013

Investir em Angola Perspectiva de um Banco Alemão. 5º Fórum Económico Alemão-Angolano, Luanda, Junho 2013 Investir em Angola Perspectiva de um Banco Alemão Commerzbank AG Commerzbank: 1.00 agências, 50 países, 14 milhões clientes particulares, 1 milhão clientes empresas e institucionais, 59.100 colaboradores

Leia mais

A atual oferta de financiamento

A atual oferta de financiamento Ciclo de Conferências CIP Crescimento Económico: Diversificar o modelo de financiamento das PME A atual oferta de financiamento Nuno Amado 28.nov.14 Centro de Congressos de Lisboa 5 Mitos sobre o financiamento

Leia mais

Dados de Mercado Pág. 3. Regulamentação e condicionantes à entrada no mercado timorense Pág. 12. Ambiente de Negócios Pág. 26

Dados de Mercado Pág. 3. Regulamentação e condicionantes à entrada no mercado timorense Pág. 12. Ambiente de Negócios Pág. 26 1 Timor-Leste Manual de Mercado Índice Dados de Mercado Pág. 3 Regulamentação e condicionantes à entrada no mercado timorense Pág. 12 Ambiente de Negócios Pág. 26 O que a Caixa pode fazer pela sua empresa

Leia mais

PORTUGAL Economic Outlook. Carlos Almeida Andrade Chief Economist Julho 2008

PORTUGAL Economic Outlook. Carlos Almeida Andrade Chief Economist Julho 2008 PORTUGAL Economic Outlook Carlos Almeida Andrade Chief Economist Julho 2008 Portugal: Adaptação a um novo ambiente económico global A economia portuguesa enfrenta o impacto de um ambiente externo difícil,

Leia mais

Crédito ao sector privado não financeiro (taxas de variação homóloga)

Crédito ao sector privado não financeiro (taxas de variação homóloga) G1 Crédito ao sector privado não financeiro (taxas de variação homóloga) 35 3 25 Em percentagem 2 15 1 5 Jan-91 Jan-92 Jan-93 Jan-94 Jan-95 Jan-96 Jan-97Jan-98 Jan-99 Jan- Jan-1 Sociedades não Financeiras

Leia mais

Em Crise Profunda no Mercado Interno. Em Expansão Acelerada nos Mercados Externos

Em Crise Profunda no Mercado Interno. Em Expansão Acelerada nos Mercados Externos 2ª JORNADAS DA ESPECIALIZAÇÃO EM DIREÇÃO E GESTÃO DA CONSTRUÇÃO ENGENHARIA CIVIL OS NOVOS DESAFIOS O PAPEL DA CONSTRUÇÃO NO FUTURO Índice: Onde Estamos Europa 2020 e Crescimento da Construção em Portugal

Leia mais

www.bpnbrasil.com.br O S E U B A N C O D E N E G Ó C I O S Janeiro/2011

www.bpnbrasil.com.br O S E U B A N C O D E N E G Ó C I O S Janeiro/2011 www.bpnbrasil.com.br O S E U B A N C O D E N E G Ó C I O S Janeiro/2011 1 Perfil & Produtos Banco Múltiplo com foco em empresas de médio e grande porte, com atuação nas principais cidades do país. Produtos

Leia mais

Missão Empresarial EUA Flórida. 21 a 26 de Março 2015

Missão Empresarial EUA Flórida. 21 a 26 de Março 2015 Missão Empresarial EUA Flórida 21 a 26 de Março 2015 Apoiamos empresas a ter sucesso nos mercados internacionais Sobre nós Na Market Access prestamos serviços de apoio à exportação e internacionalização.

Leia mais

O que é o Banco Europeu de Investimento?

O que é o Banco Europeu de Investimento? O que é o Banco Europeu de Investimento? O BEI é o banco da União Europeia. Como primeiro mutuário e mutuante multilateral, proporciona financiamento e conhecimentos especializados a projectos de investimento

Leia mais

Fórum Exportador do CEDRAC O Montepio e a atividade exportadora. Roadmap para a Internacionalização Guimarães 12.junho.2015

Fórum Exportador do CEDRAC O Montepio e a atividade exportadora. Roadmap para a Internacionalização Guimarães 12.junho.2015 Fórum Exportador do CEDRAC O Montepio e a atividade exportadora Roadmap para a Internacionalização Guimarães 12.junho.2015 2 Montepio Parceiro no apoio à expansão do negócio das empresas Grupo Montepio

Leia mais

Caixa acelera. expansão em Angola. Controlo da parceria com Totta. será antecipado para liderar no financiamento às PME Empresas 8 e 9

Caixa acelera. expansão em Angola. Controlo da parceria com Totta. será antecipado para liderar no financiamento às PME Empresas 8 e 9 Caixa acelera expansão em Angola Controlo da parceria com Totta será antecipado para liderar no financiamento às PME Empresas 8 e 9 BANCA CGD antecipa controlo do Caixa Totta e acelera expansão em Angola

Leia mais

Banco do Brasil Diretoria de Negócios Internacionais. Serviços Online e Facilitadores para o Comércio Exterior

Banco do Brasil Diretoria de Negócios Internacionais. Serviços Online e Facilitadores para o Comércio Exterior Banco do Brasil Diretoria de Negócios Internacionais e Facilitadores para o Comércio Exterior Lucas Alencar Serrano Gerente Negócios Internacionais ENCOMEX Empresarial 1 Agenda Grandes Números Estrutura

Leia mais

PT PRIME PREÇÁRIOS DE VOZ EMPRESARIAL 2006. PT Prime Preçário Voz Empresarial 2006

PT PRIME PREÇÁRIOS DE VOZ EMPRESARIAL 2006. PT Prime Preçário Voz Empresarial 2006 PT PRIME PREÇÁRIOS DE VOZ EMPRESARIAL 2006 Versão: 1.0 Pág.: 1/7 1. ACESSO DIRECTO Chamadas DENTRO DO PAÍS Não Corp Corp Local 0,0201 0,0079 Local Alargado 0,0287 0,0105 Nacional 0,0287 0,0105 FIXO MÓVEL

Leia mais

Soluções CA para a Agricultura, Agro-Indústria Floresta e Mar

Soluções CA para a Agricultura, Agro-Indústria Floresta e Mar Soluções CA para a Agricultura, Agro-Indústria Floresta e Mar Quem somos O Grupo Crédito Agrícola é um Grupo Financeiro de âmbito nacional, integrado por um vasto número de bancos locais Caixas Agrícolas

Leia mais

Conteúdo: Aula: 1.1. - História da língua espanhola: surgimento, consolidação e expansão, e o contato com outras línguas. - Espanhol ou Castelhano.

Conteúdo: Aula: 1.1. - História da língua espanhola: surgimento, consolidação e expansão, e o contato com outras línguas. - Espanhol ou Castelhano. Aula: 1.1 Conteúdo: - História da língua espanhola: surgimento, consolidação e expansão, e o contato com outras línguas. - Espanhol ou Castelhano. Habilidades: - Conhecer a origem e história da língua

Leia mais

PME Investe VI. Linha de Crédito Micro e Pequenas Empresas

PME Investe VI. Linha de Crédito Micro e Pequenas Empresas PME Investe VI Linha de Crédito Micro e Pequenas Empresas Objectivos Esta Linha de Crédito visa facilitar o acesso ao crédito por parte das micro e pequenas empresas de todos os sectores de actividade,

Leia mais

Chave para Negócios. em Moçambique por Diogo Gomes de Araújo

Chave para Negócios. em Moçambique por Diogo Gomes de Araújo Case study SOFID: Chave para Negócios em Moçambique por Diogo Gomes de Araújo Business Roundtable: Moçambique Lisboa, 1 de Abril de 2011 1. O que é a SOFID? 2. O que oferece? 3. Onde actua? 4. Para quê?

Leia mais

Linha Específica para o Sector do Turismo

Linha Específica para o Sector do Turismo Linha de Crédito PME Investe III Linha Específica para o Sector do Turismo Objectivos Esta Linha de Crédito, criada no âmbito da Linha PME Investe III, visa facilitar o acesso ao crédito por parte das

Leia mais

Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP

Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP AIMINHO Braga, 24 de Outubro, 2014 1 P a g e Distintas Entidades aqui presentes, Senhores Empresários, Minhas

Leia mais

EFICIÊNCIA E EFICÁCIA. E COM OS DIFERENCIAIS INOVAÇÃO E QUALIDADE. ISSO É EVERIS BPO. attitude makes the difference

EFICIÊNCIA E EFICÁCIA. E COM OS DIFERENCIAIS INOVAÇÃO E QUALIDADE. ISSO É EVERIS BPO. attitude makes the difference EFICIÊNCIA E EFICÁCIA. E COM OS DIFERENCIAIS INOVAÇÃO E QUALIDADE. ISSO É EVERIS BPO. attitude makes the difference Consulting, IT & Outsourcing Professional Services everis BPO. Nossa razão de ser: Direcionamos

Leia mais