Problemas de Fluxos em Redes

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Problemas de Fluxos em Redes"

Transcrição

1 Investigação Operacional Problemas de Fluxos em Redes Slide Transparências de apoio à leccionação de aulas teóricas Problemas de fluxos em redes Rede: Conjunto de pontos (vértices) ligados por linhas ou canais (ramos ou arcos). Objectivo: Enviar um certo tipo de bem a partir de certos pontos e receber esses bens noutros pontos. Slide Exemplos: linhas de comunicação redes de estradas, comboios ou de aviões redes de gás, electricidade ou água

2 Investigação Operacional Problemas de Transportes Slide Transparências de apoio à leccionação de aulas teóricas O problema da distribuição de frigoríficos Slide 4 Um fabricante de frigoríficos tem fábricas, de onde abastece clientes (distribuidores). No início de cada mês recebe de cada cliente a informação sobre o número de frigoríficos que pretende para esse mês. Esses frigoríficos terão que ser produzidos nas várias fábricas, atendendo à capacidade de produção de cada uma delas. O custo de transportar um frigorífico de cada fábrica para cada cliente é conhecido. O problema consiste em determinar que fábrica(s) deve(m) abastecer cada cliente, e em que quantidades, de forma a que, respeitando as capacidades de produção das fábricas e satisfazendo as necessidades dos clientes, o custo total de transporte seja minimizado. Formule este problema considerando que as capacidades de produção são iguais em todas as fábricas (0 frigoríficos) e que as necessidades dos clientes são de 0, 0 e 0 frigoríficos. Os custos unitários de transporte são os indicados na tabela seguinte (em milhares de escudos): Clientes 4 Fábricas 5 6

3 Investigação Operacional Modelo x ij quantidade a transportar da fábrica i para o cliente j suj. a: min x +4x +x + x +5x +x + x + x +6x Slide 5 x +x +x 0 x +x +x 0 x +x +x 0 x +x +x 0 x +x +x 0 x +x +x 0 x, x, x, x, x, x, x, x, x 0 Estrutura de um Problema de Transportes (PT) origens onde existe um bem ou serviço disponível (em quantidades limitadas); destinos onde esse bem ou serviço é necessário; Slide 6 existem, e são conhecidos, custos unitários de transportar entre cada origem e cada destino; o objectivo é determinar a política óptima de transportes, isto é, aquela que satisfazendo as necessidades e respeitando as disponibilidades, minimiza o custo total de transporte.

4 Investigação Operacional 4 Modelo do PT x ij quantidade a transportar da origem i para o destino j; c ij custo de transportar uma unidade da origem i para o destino j; d i disponibilidade na origem i; n j necessidade no destino j. Slide 7 min i c ij x ij j suj. a: x ij d i, i (restrições da oferta) j x ij n j, j (restrições de procura) i x ij 0 Distribuição de frigoríficos a rede de transportes Disponibilidades Origens Destinos Necessidades d =0 4 n =0 Slide 8 d =0 5 n =0 d =0 6 n =0 i d i =60 Disponibilidades totais j n j =60 = Procura total Problema na forma standard

5 Investigação Operacional 5 Forma standard de um PT oferta = procura Slide 9 Tudo o que está nas origens é transportado para os destinos. As restrições são satisfeitas nas igualdades. Somando as equações das restrições da x ij = i oferta d i i j as equações das restrições da iguais procura x ij = j n j obtém-se a mesma equação! j i Equações linearmente dependentes há uma equação a mais Conclusão: Num PT na forma standard só é necessário considerar n o de origens + n o de destinos - equações. Resolução de um PT modelo de PT éummodelodepl método Simplex; são problemas com uma estrutura particular desenvolvimento de um algoritmo específico, que tira partido dessas particularidades, baseado no Simplex e noutros conceitos de PL avançada. Slide 0 Quadro para o algoritmo de transportes Destinos O r i g e n s Formulação como um PT 0 0 0

6 Investigação Operacional 6 Geração de uma solução inicial (i) Regra dos custos mínimos Slide Geração de uma solução inicial (ii) Regra do canto NW Slide

7 Investigação Operacional 7 Soluções iniciais (básicas) degeneradas Slide Apenas 4 variáveis diferentes de zero. n + m - = 5 variáveis básicas necessárias. Logo, teremos que promover uma variável nula a básica. (Solução básica degenerada) Regra para escolha da variável nula que será considerada básica: x O grafo representativo das variáveis básicas terá que ser uma árvore e conexo Logo, poderemos tomar x, x, x ou x,masnão x. Algoritmo de transportes (i) Cálculo dos custos marginais Para cada variável básica x ij definem-se dois custos (os custos marginais) que somados dão o custo unitário de transporte dessa variável básica, c ij. Slide 4 O custo de transportar uma unidade de i para j pode ser entendido como a soma de custos: u i (custo de despacho em i) 0 v j (custo de recepção em j) É necessário arbitrar um destes custos para uma das variáveis básicas (normalmente arbitra-se 0 para o custo do canto superior esquerdo)

8 Investigação Operacional 8 Algoritmo de transportes (ii) Cálculo das diferenças Slide 5 Para todas as variáveis não básicas calcula-se um ij = c ij [u i + v j ]. Entrará nabaseavariável não básica com ij mais negativo (problema de minimização). Ao entrar na base esta variável deixa de valer 0 passando a valer 0 0 Θ, positivo. O valor θ 0+ θ das variáveis básicas 4 4 altera-se de forma a respeitarem-se disponibilidades e necessida θ 0 - θ des. O valor de Θ será tal que nenhuma θ = 0 variável venha negativa. Continuando a resolver θ -- 0+θ θ θ θ 0 θ 4 9 θ 0-θ θ 0-θ θ θ 5 - Slide θ 0 - θ θ = 0 θ = 0 θ = Solução óptima x = 0, x = 0, x = 0, x = 0, x = 0 Custo óptimo = = 0

9 Investigação Operacional 9 Exemplo Slide 7 Uma companhia construtora de aviões pretende planear a produção de um motor, para os próximos 4 meses. Para satisfazer as datas de entrega contratuais necessita de fornecer os motores nas quantidades indicadas na segunda coluna do quadro. O número máximo de motores que a companhia produz por mês, bem como o custo de cada motor (em milhões de dólares) são dados na terceira e quarta colunas do referido quadro. Dadas as variações nos custos de produção, pode valer a pena produzir alguns motores um ou mais meses antes das datas programadas para entrega. Se se optar por esta hipótese, os motores serão armazenados até aomês de entrega, com um custo adicional de 0.05 milhões de dólares/mês. Mês Quantidades Produção Custo unitário Custo unitário a entregar máxima de produção de armazenagem O director de produção quer saber quantos motores deve fabricar em cada mês (e para que meses de entrega) por forma a minimizar os custos globais de produção e armazenagem. Formule o problema como um problema de transportes. Resolução Produção.080 Entrega Mês de entrega 4 x Slide M ê s d e p r o d u ç ã o /

10 Investigação Operacional 0 Problemas de transexpedição Slide 9 Exemplo: Problemas de transexpedição (extensão do PT) Produtores 0 P 80 P Pontos de transexpedição 00 F F Destinos D 50 D 70 D 60 Questões adicionais: Restrições de capacidade nas fronteiras (pontos de transexpedição) Equilíbrio de fluxos Formulação de um problema de transexpedição como um PT D D D F F X P P Slide 0 F F Notas: o que é transportado de um ponto de transexpedição para si próprio representa a capacidade de transexpedição não usada; caso a capacidade dos pontos de transexpedição seja infinita, deve-se usar o valor do somatório da procura ou da oferta.

11 Investigação Operacional Formulação de problemas de fluxos em redes genéricas Slide Exemplo Restrições: Nó Disponibilidade = 50 Necessidade = 40 Intermédio 4 Disponibilidade = 0 5 Necessidade = 0 Nós fornecedores: Fluxo que entra + Disponibilidades = Fluxo que sai Nós consumidores: Fluxo que entra - Necessidades = Fluxo que sai Nós intermédios: Fluxo que entra = Fluxo que sai Modelo de PL para problemas de fluxos em redes genéricas x ij fluxos nos ramos suj. a: min 5x + x +x 4 +6x 5 +x +4x 4 +5x 5 +x 4 +7x 45 Slide x +x = 50 x +x 4 +x 5 x = 40 x +x +x 4 +x 5 x 4 = 0 x 4 x 4 +x 4 +x 45 = 0 x 5 x 5 x 45 = 0 x ij 0, i,j equação redundante!

12 Investigação Operacional Bibliografia Hillier, Fraderick S. e Lieberman, Gerald (995). Introduction to Operations Research, Mc Graw-Hill. Slide Oliveira, José Fernando (996). Apontamentos de Investigação Operacional..

Exercícios de Transportes Enunciados

Exercícios de Transportes Enunciados Capítulo 3 Exercícios de Transportes Enunciados Enunciados 49 Problema 1 Três reservatórios, com capacidades diárias de 15, 20 e 25 milhões de litros de água, abastecem 4 cidades com consumos diários de

Leia mais

Problemas de Fluxos em Redes

Problemas de Fluxos em Redes Problemas de Fluxos em Redes O problema da distribuição de frigoríficos Um fabricante de frigoríficos tem fábricas, de onde abastece clientes (distribuidores). No início de cada mês recebe de cada cliente

Leia mais

O Problema de Transportes

O Problema de Transportes Investigação Operacional- 00/0 - Problemas de Transportes 8 O Problema de Transportes O problema geral de transportes consiste em determinar a forma mais económica de enviar um bem que está disponível

Leia mais

Problema de Transporte (Redes) Fernando Nogueira Problema de Transporte 1

Problema de Transporte (Redes) Fernando Nogueira Problema de Transporte 1 Problema de Transporte (Redes) Fernando Nogueira Problema de Transporte 1 O Problema de Transporte consiste em determinar o menor custo (ou o maior lucro) em transportar produtos de várias origens para

Leia mais

Optimização em Redes e Não Linear

Optimização em Redes e Não Linear Departamento de Matemática da Universidade de Aveiro Optimização em Redes e Não Linear Ano Lectivo 005/006, o semestre Folha - Optimização em Redes - Árvores de Suporte. Suponha que uma dada companhia

Leia mais

Transparências de apoio à lecionação de aulas teóricas. c 2012, 2011, 2009, 1998 José Fernando Oliveira, Maria Antónia Carravilla FEUP

Transparências de apoio à lecionação de aulas teóricas. c 2012, 2011, 2009, 1998 José Fernando Oliveira, Maria Antónia Carravilla FEUP Programação Linear Transparências de apoio à lecionação de aulas teóricas Versão 4 c 2012, 2011, 2009, 1998 José Fernando Oliveira, Maria Antónia Carravilla FEUP Programação Linear Problema de planeamento

Leia mais

INVESTIGAÇÃO OPERACIONAL Exercícios de Optimização em Redes 1

INVESTIGAÇÃO OPERACIONAL Exercícios de Optimização em Redes 1 INVSTIGÇÃO OPRIONL xercícios de Optimização em Redes x. ada a seguinte rede: 0 0 0 0 a) etermine uma árvore de suporte de custo mínimo utilizando o algoritmo de Kruskal. b) etermine uma árvore de suporte

Leia mais

INVESTIGAÇÃO OPERACIONAL. Programação Linear. Exercícios. Cap. IV Modelo Dual

INVESTIGAÇÃO OPERACIONAL. Programação Linear. Exercícios. Cap. IV Modelo Dual INVESTIGAÇÃO OPERACIONAL Programação Linear Exercícios Cap. IV Modelo Dual António Carlos Morais da Silva Professor de I.O. i Cap. IV - Modelo Dual - Exercícios IV. Modelo Problema Dual 1. Apresente o

Leia mais

Problemas de Fluxo Máximo

Problemas de Fluxo Máximo Investigação Operacional 1 Problemas de Fluxo Máximo Slide 1 Transparências de apoio à leccionação de aulas teóricas Problemas de Fluxo Máximo Definição: Dada uma rede, com um nó de entrada eumnó desaída,

Leia mais

Problemas de Transportes e de Afectação

Problemas de Transportes e de Afectação CAPÍTULO 6 Problemas de Transportes e de Afectação 1. Problema de Transporte Este problema, que é um dos particulares de PL, consiste em determinar a forma mais económica de enviar um bem disponível, em

Leia mais

Investigação Operacional

Investigação Operacional Métodos de Programação Linear: Gráfica, (Mestrado) Engenharia Industrial http://dps.uminho.pt/pessoais/zan - Escola de Engenharia Departamento de Produção e Sistemas 1 Representação Gráfica Considere o

Leia mais

Universidade da Beira Interior Departamento de Matemática. Ficha de exercícios nº3: Dualidade. Interpretação Económica.

Universidade da Beira Interior Departamento de Matemática. Ficha de exercícios nº3: Dualidade. Interpretação Económica. Ano lectivo: 2008/2009; Universidade da Beira Interior Departamento de Matemática INVESTIGAÇÃO OPERACIONAL Ficha de exercícios nº3: Dualidade. Interpretação Económica. Cursos: Economia 1. Formule o problema

Leia mais

Faculdade de Engenharia Investigação Operacional. Prof. Doutor Engº Jorge Nhambiu

Faculdade de Engenharia Investigação Operacional. Prof. Doutor Engº Jorge Nhambiu 1 Aula 2 Definição de Problemas de Investigação Operacional Construção de um modelo matemático de PL. Programação Matemática(PM) e Programação Linear(PL). Exemplos clássicos de PL. 2 Problemas de Investigação

Leia mais

Programação Linear (PL)

Programação Linear (PL) Programação Linear (PL) ETAPA 05 Volume 04: O problema de transporte (PT) Definição e apresentação sobre forma de rede Formulação do caso equilibrado e não equilibrado Exemplos Propriedades fundamentais

Leia mais

Vânio Correia Domingos Massala

Vânio Correia Domingos Massala Optimização e Decisão 06/0/008 Método do Simplex Vânio Correia - 5567 Domingos Massala - 58849 INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Generalidades do Método do Simplex Procedimento algébrico iterativo para resolver

Leia mais

PROGRAMAÇÃO LINEAR. Tipo de problemas: cálculo do plano óptimo de distribuição de mercadorias; minimiação de desperdícios no corte de materiais;

PROGRAMAÇÃO LINEAR. Tipo de problemas: cálculo do plano óptimo de distribuição de mercadorias; minimiação de desperdícios no corte de materiais; PROGRAMAÇÃO LINEAR Atribuição de recursos limitados a actividades concorrentes de modo a atingir-se um objectivo. Tipo de problemas: estrutura ideal das fabricações atendendo ao equipamento, mão de obra,

Leia mais

Investigação Operacional

Investigação Operacional Ano lectivo: 0/06 Universidade da Beira Interior - Departamento de Matemática Investigação Operacional Ficha de exercícios n o Algoritmo Simplex Cursos: Gestão e Economia. Considere o seguinte conjunto

Leia mais

Otimização Aplicada à Engenharia de Processos

Otimização Aplicada à Engenharia de Processos Otimização Aplicada à Engenharia de Processos Aula 4: Programação Linear Felipe Campelo http://www.cpdee.ufmg.br/~fcampelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Belo Horizonte Março de 2013

Leia mais

Pesquisa Operacional

Pesquisa Operacional Pesquisa Operacional Casos Especiais do Método Simplex e Gráfica Profa. Sheila Morais de Almeida DAINF-UTFPR-PG setembro - 2015 1 Casos Especiais do Método Simplex Degeneração Múltiplas soluções ótimas

Leia mais

Exemplo: Maximização de lucros em uma chocolateria que produz os seguintes produtos: (1) Chocolate Pyramide (2) Chocolate Pyramide Nuit

Exemplo: Maximização de lucros em uma chocolateria que produz os seguintes produtos: (1) Chocolate Pyramide (2) Chocolate Pyramide Nuit Universidade Tecnológica Federal do Paraná Professor Murilo V. G. da Silva Notas de aula Estrutura de Dados 2 (Aula 09) Conteúdos da Aula: [DPV06 7.1, 7.2, 7.3] [Observação: Estas notas de aula são apenas

Leia mais

Problemas em Programação Linear Resolução e Análise de Sensibilidade

Problemas em Programação Linear Resolução e Análise de Sensibilidade Problemas em Programação Linear Resolução e Análise de Sensibilidade 24-25 Junho 2014 Metodologias de apoio à decisão nas Ciências Agrárias Eemplo: Formulação Um agricultor pretende cultivar 80 ha de terra

Leia mais

2º Semestre 2002/2003 Problemas Resolvidos

2º Semestre 2002/2003 Problemas Resolvidos RESOLUÇÂO DO PROBLEMA Nº 19 Determinado problema de Programação Linear depois de formulado permitiu obter as seguintes expressões: Max L = 4x 1-2x 2 + 2x 3 -x 4 s.a. R 1: x 1 - x 2 + 2x 3 +x 4 10 R 2:

Leia mais

X - D U A L I D A D E

X - D U A L I D A D E X - D U A L I D A D E 1 - Introdução. Regras de transformação "Primal - Dual" Consideremos os dois problemas P1 e P2 de Programação Linear seguintes: P1 : n Maximizar F = Σ ck. Xk k = 1 n Σ aik. Xk bi

Leia mais

A Dualidade em Programação Linear

A Dualidade em Programação Linear Investigação Operacional- 2009/10 - Programas Lineares 14 A Dualidade em Programação Linear Para melhor ilustrar este conceito vamos estudar dois problemas intimamente relacionadas: o problema da dona

Leia mais

Investigação Operacional

Investigação Operacional Investigação Operacional Licenciatura em Gestão 3.º Ano Ano Lectivo 2013/14 Programação Linear Texto elaborado por: Maria João Cortinhal (Coordenadora) Anabela Costa Maria João Lopes Ana Catarina Nunes

Leia mais

MÉTODO SIMPLEX SOLUÇÃO INICIAL ARTIFICIAL

MÉTODO SIMPLEX SOLUÇÃO INICIAL ARTIFICIAL MÉTODO SIMPLEX SOLUÇÃO INICIAL ARTIFICIAL Problemas de PL nos quais todas as restrições são ( ) com lados direitos não negativos oferecem uma solução básica inicial viável conveniente, na qual todas as

Leia mais

Programação Linear. Rosa Canelas 2010

Programação Linear. Rosa Canelas 2010 Programação Linear Rosa Canelas 2010 Problemas de Optimização São problemas em que se procura a melhor solução (a que dá menor prejuízo, maior lucro, a que é mais eficiente, etc.) Alguns destes problemas

Leia mais

Programação Linear. MÉTODOS QUANTITATIVOS: ESTATÍSTICA E MATEMÁTICA APLICADAS De 30 de setembro a 13 de novembro de 2011 prof. Lori Viali, Dr.

Programação Linear. MÉTODOS QUANTITATIVOS: ESTATÍSTICA E MATEMÁTICA APLICADAS De 30 de setembro a 13 de novembro de 2011 prof. Lori Viali, Dr. Programação Linear São problemas complexos, muitas vezes de difícil solução e que envolvem significativas reduções de custos, melhorias de tempos de processos, ou uma melhor alocação de recursos em atividades.

Leia mais

5. Problema de Transporte

5. Problema de Transporte 5. Problema de Transporte O Problema de Transporte é talvez o mais representativo dos Problemas de Programação Linear. É um problema de grande aplicação prática, tendo sido estudado por vários investigadores,

Leia mais

Problema de Designação. Fernando Nogueira Problema de Designação 1

Problema de Designação. Fernando Nogueira Problema de Designação 1 Problema de Designação Fernando Nogueira Problema de Designação 1 O Problema de Designação é um caso específico de um Problema de Transporte, que por sua vez é um caso específico de um Problema de Programação

Leia mais

Cap ıtulo 4 Exerc ıcios de Afecta c Enunciados

Cap ıtulo 4 Exerc ıcios de Afecta c Enunciados Capítulo 4 Exercícios de Afectação Enunciados Enunciados 60 Problema 1 Existem quatro desenhadores para desenhar quatro projectos. Embora todos possam cumprir essas tarefas, as suas eficiências relativas

Leia mais

C 3 C 3. De acordo com o teorema de Euler, um grafo não orientado admite um ciclo de Euler se e só for conexo e não tiver vértices de grau ímpar.

C 3 C 3. De acordo com o teorema de Euler, um grafo não orientado admite um ciclo de Euler se e só for conexo e não tiver vértices de grau ímpar. rafos ircuito e iclo de uler X. ircuito e iclo de uler Um grafo orientado diz-se euleriano se há um circuito que contenha todos os seus arcos uma e só uma vez (circuito euleriano ).O grafo da figura é

Leia mais

Pesquisa Operacional Programação em Redes

Pesquisa Operacional Programação em Redes Pesquisa Operacional Programação em Redes Profa. Alessandra Martins Coelho outubro/2013 Modelagem em redes: Facilitar a visualização e a compreensão das características do sistema Problema de programação

Leia mais

1 Despacho económico

1 Despacho económico Trânsito de potência difuso DC com despacho incorporado Documento complementar à dissertação José Iria ee06210@fe.up.pt - 10-03-2011 1 Despacho económico 1.1 Considerações Gerais O problema de decisão

Leia mais

Recursos críticos disponíveis: Madeira 300 metros Horas de trabalho 110 horas

Recursos críticos disponíveis: Madeira 300 metros Horas de trabalho 110 horas I. Programação Linear (PL) 1. Introdução A Programação Linear é, no campo mais vasto da Programação Matemática, uma das variantes de aplicação generalizada em apoio da Decisão. O termo "Programação" deve

Leia mais

PESQUISA OPERACIONAL. Fabiano F. T. dos Santos. Instituto de Matemática e Estatística

PESQUISA OPERACIONAL. Fabiano F. T. dos Santos. Instituto de Matemática e Estatística PESQUISA OPERACIONAL Fabiano F. T. dos Santos Instituto de Matemática e Estatística Dualidade em Programação Linear Todo problema de programação linear, que chamaremos de primal, traz consigo um segundo

Leia mais

PROGRAMAÇÃO LINEAR 11º ANO MATEMÁTICA A

PROGRAMAÇÃO LINEAR 11º ANO MATEMÁTICA A PROGRAMAÇÃO LINEAR 11º ANO MATEMÁTICA A Prof.ª: Maria João Mendes Vieira ESC 11MatA 2012/2013 PROGRAMAÇÃO LINEAR A programação linear é uma "ferramenta" matemática que permite encontrar a solução ótima

Leia mais

Programação Linear. (2ª parte) Informática de Gestão Maria do Rosário Matos Bernardo 2016

Programação Linear. (2ª parte) Informática de Gestão Maria do Rosário Matos Bernardo 2016 Programação Linear (2ª parte) Informática de Gestão 61020 Maria do Rosário Matos Bernardo 2016 Conteúdos Representação e resolução gráfica dos problemas de programação linear Problema de minimização Problema

Leia mais

Elasticidade e Análise Marginal

Elasticidade e Análise Marginal GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO CÂMPUS JUAZEIRO/BA COLEG. DE ENG. ELÉTRICA PROF. PEDRO MACÁRIO DE MOURA MATEMÁTICA APLICADA A ADM 2015.2 Discentes CPF

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO PESQUISA OPERACIONAL PROBLEMAS DE TRANSPORTE

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO PESQUISA OPERACIONAL PROBLEMAS DE TRANSPORTE CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO PESQUISA OPERACIONAL PROBLEMAS DE TRANSPORTE Email: marcosdossantos_doutorado_uff@yahoo.com.br SUMÁRIO Introdução; Tipos de Modais; Problema Clássico de Transporte; Modelo

Leia mais

Pesquisa Operacional

Pesquisa Operacional Pesquisa Operacional Problema de Transporte Profa. Sheila Morais de Almeida DAINF-UTFPR-PG maio - 2016 1 Algoritmo para Problema de Transporte são uma classe especial de problemas de Programação Linear.

Leia mais

Sistemas de Equações Lineares e Equações Vectoriais Aula 2 Álgebra Linear Pedro A. Santos

Sistemas de Equações Lineares e Equações Vectoriais Aula 2 Álgebra Linear Pedro A. Santos Sistemas de Equações Lineares e Equações Vectoriais Aula 2 Álgebra Linear MEG Operações Elementares Trocar a posição de duas equações Multiplicar uma equação por uma constante diferente de zero Não alteram

Leia mais

Unidade II PESQUISA OPERACIONAL. Profa. Ana Carolina Bueno

Unidade II PESQUISA OPERACIONAL. Profa. Ana Carolina Bueno Unidade II PESQUISA OPERACIONAL Profa. Ana Carolina Bueno Programação linear É um subitem da programação matemática. É um dos modelos utilizados em pesquisa operacional. Consiste em otimizar (maximizar

Leia mais

PESQUISA OPERACIONAL -PROGRAMAÇÃO LINEAR. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

PESQUISA OPERACIONAL -PROGRAMAÇÃO LINEAR. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. PESQUISA OPERACIONAL -PROGRAMAÇÃO LINEAR Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. ROTEIRO Esta aula tem por base o Capítulo 2 do livro de Taha (2008): Introdução O modelo de PL de duas variáveis Propriedades

Leia mais

Investigação Operacional 2004/05 2º Mini-teste Extra. 9 de Dezembro, 11:00h 12:30h

Investigação Operacional 2004/05 2º Mini-teste Extra. 9 de Dezembro, 11:00h 12:30h Investigação Operacional 00/0 º Mini-teste Extra 9 de Dezembro, :00h :0h Sem consulta, sem máquina de calcular Justifique todas as respostas Departamento de Engenharia Civil Secção de Planeamento do Território

Leia mais

Programação Linear (PL)

Programação Linear (PL) Programação Linear (PL) Prof. Paulo Cesar F. De Oliveira, BSc, PhD 07/08/15 P C F de Oliveira 2014 1 Características Técnicas mais utilizadas na abordagem de problemas em PO Técnica de solução programável

Leia mais

FOLHA 5. Problemas de Transportes e de Afectação

FOLHA 5. Problemas de Transportes e de Afectação FOLHA 5 Problemas de Transportes e de Afectação 1. Uma companhia de aço possui 2 minas e 3 fábricas transformadoras. Em cada mina (1 e 2) encontram-se disponíveis 103 e 197 toneladas de minério. A companhia

Leia mais

* O que originou a designação Operational Research no Reino Unido, A origem da Investigação Operacional (IO)?

* O que originou a designação Operational Research no Reino Unido, A origem da Investigação Operacional (IO)? A origem da Investigação Operacional (IO)? A IO surgiu no final da II Guerra Mundial quando os Aliados se viram confrontados com problemas (relativamente aos recursos logísticos e às operações* das forças

Leia mais

21.1. A curva de custo variável médio deve estar sempre em forma de U.

21.1. A curva de custo variável médio deve estar sempre em forma de U. Capitulo 21 Curvas de custos Questões de Verdadeiro ou falso 21.1. A curva de custo variável médio deve estar sempre em forma de U. 21.2. A curva de custo marginal passa pelo ponto mínimo da curva de custo

Leia mais

Professor: Rodrigo A. Scarpel

Professor: Rodrigo A. Scarpel Professor: Rodrigo A. Scarpel rodrigo@ita.br www.mec.ita.br/~rodrigo Pesquisa Operacional Durante a Segunda Guerra Mundial, os líderes militares solicitaram que cientistas estudassem problemas como posicionamento

Leia mais

Investigação Operacional I. Guia de Utilização do Software. José Manuel Vasconcelos Valério de Carvalho. Universidade do Minho

Investigação Operacional I. Guia de Utilização do Software. José Manuel Vasconcelos Valério de Carvalho. Universidade do Minho Investigação Operacional I Guia de Utilização do Software José Manuel Vasconcelos Valério de Carvalho Universidade do Minho 2003 Guia de Utilização do Software Este documento apresenta diversas informações

Leia mais

5 Análise de Sensibilidade

5 Análise de Sensibilidade MAC-35 - Programação Linear Primeiro semestre de 00 Prof. Marcelo Queiroz http://www.ime.usp.br/~mqz Notas de Aula 5 Análise de Sensibilidade Neste capítulo consideramos o problema de programação linear

Leia mais

Programação Linear (PL) Solução algébrica - método simplex

Programação Linear (PL) Solução algébrica - método simplex Universidade Federal de Itajubá Instituto de Engenharia de Produção e Gestão Pesquisa Operacional Simplex Prof. Dr. José Arnaldo Barra Montevechi Programação Linear (PL) Solução algébrica - método simplex

Leia mais

Cap. 2 Conceitos Básicos em Teoria dos Grafos

Cap. 2 Conceitos Básicos em Teoria dos Grafos Teoria dos Grafos e Aplicações 8 Cap. 2 Conceitos Básicos em Teoria dos Grafos 2.1 Grafo É uma noção simples, abstrata e intuitiva, usada para representar a idéia de alguma espécie de relação entre os

Leia mais

C. Requejo (UA) Métodos de Investigação Operacional MIO / 37

C. Requejo (UA) Métodos de Investigação Operacional MIO / 37 Programação Dinâmica C. Requejo (UA) Métodos de Investigação Operacional MIO 2015-2016 1 / 37 Programação Dinâmica a Programação Dinâmica (PD) é uma técnica muito útil que permite obter uma sequência de

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Instituto de Matemática e Estatística

Universidade Federal de Goiás Instituto de Matemática e Estatística Universidade Federal de Goiás Instituto de Matemática e Estatística Prova 1 de Pesquisa Operacional Prof.: Fabiano F. T. dos Santos Goiânia, 16 de abril de 2014 Aluno: Nota: Descreva seu raciocínio e desenvolva

Leia mais

Análise e Síntese de Algoritmos. Programação Linear CLRS, Cap. 29

Análise e Síntese de Algoritmos. Programação Linear CLRS, Cap. 29 Análise e Síntese de Algoritmos Programação Linear CLRS, Cap. 29 Conteto Algoritmos em Grafos (CLRS, Cap. 22-26)... Fluos máimos em grafos (CLRS, Cap. 26) Programação Linear (CLRS, Cap. 29) Programação

Leia mais

PESQUISA OPERACIONAL -PROGRAMAÇÃO LINEAR MÉTODO SIMPLEX. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

PESQUISA OPERACIONAL -PROGRAMAÇÃO LINEAR MÉTODO SIMPLEX. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. PESQUISA OPERACIONAL -PROGRAMAÇÃO LINEAR MÉTODO SIMPLEX Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. MÉTODO SIMPLEX A ideia geral é Em vez de enumerar todas as soluções básicas (pontos extremos) do problema de PL,

Leia mais

Universidade Federal de Itajubá. Instituto de Engenharia de Produção e Gestão. Pesquisa Operacional. Redes. Prof. Dr. José Arnaldo Barra Montevechi

Universidade Federal de Itajubá. Instituto de Engenharia de Produção e Gestão. Pesquisa Operacional. Redes. Prof. Dr. José Arnaldo Barra Montevechi Universidade Federal de Itajubá Instituto de Engenharia de Produção e Gestão Pesquisa Operacional Redes Prof. Dr. José Arnaldo Barra Montevechi Problemas de rede Casos especiais de problemas de programação

Leia mais

3 Operação das Térmicas e Sistemas Hidrotérmicos

3 Operação das Térmicas e Sistemas Hidrotérmicos 3 Operação das Térmicas e Sistemas Hidrotérmicos 3.1 Sistemas Hidrotérmicos 3.1.1 Custos de oportunidade À primeira vista, as usinas hidrelétricas seriam sempre acionadas primeiro no despacho econômico,

Leia mais

Resolução de problemas difíceis de programação linear através da relaxação Lagrangeana

Resolução de problemas difíceis de programação linear através da relaxação Lagrangeana problemas difíceis de programação linear através da relaxação Lagrangeana Ana Maria A.C. Rocha Departamento de Produção e Sistemas Escola de Engenharia Universidade do Minho arocha@dps.uminho.pt http://www.norg.uminho.pt/arocha

Leia mais

EXERCÍCOS DES TESTES/EXAMES DE ANOS ANTERIORES (LEGI-IST-JRF)

EXERCÍCOS DES TESTES/EXAMES DE ANOS ANTERIORES (LEGI-IST-JRF) EXERCÍCOS DES TESTES/EXAMES DE ANOS ANTERIORES (LEGI-IST-JRF) 1. Nero, o Imperador romano, num momento de inspiração resolveu promover um jantar para eliminar os seus melhores inimigos. Após consultar

Leia mais

Métodos de Pesquisa Operacional I

Métodos de Pesquisa Operacional I Etraído de INTRODUÇÃO Á PESQUISA OPERACIONAL- Eduardo Leopoldino de Andrade LTC ( PLT 391) 1) Uma pequena manufatura produz dois modelos, Standard e Luo, de um certo produto. Cada unidade do modelo Standard

Leia mais

TRANSPORTES, AFECTAÇÃO E OPTIMIZAÇÃO DE REDES

TRANSPORTES, AFECTAÇÃO E OPTIMIZAÇÃO DE REDES Manuela Magalhães Hill Mariana Marques dos Santos Ana Líbano Monteiro VOL. 3 INVESTIGAÇÃO OPERACIONAL TRANSPORTES, AFECTAÇÃO E OPTIMIZAÇÃO DE REDES EDIÇÕES SÍLABO INVESTIGAÇÃO OPERACIONAL Vol. 1 Programação

Leia mais

1. A TRANSPORTO necessita, inevitavelmente, de duas novas estações de Recolha e Manutenção

1. A TRANSPORTO necessita, inevitavelmente, de duas novas estações de Recolha e Manutenção Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Investigação Operacional 1 a chamada 2001.01.09 Duração: 2 horas Com Consulta Responda a cada questão numa folha separada 1. A TRANSPORTO necessita,

Leia mais

Introdução à Pesquisa Operacional - Otimização Linear

Introdução à Pesquisa Operacional - Otimização Linear Introdução à Pesquisa Operacional - Otimização Linear Professora: Maristela Oliveira dos Santos - mari@icmc.usp.br Auxilio 2009: Victor C.B. Camargo Auxilio 2010 - PAE: Marcos Mansano Furlan - L-1007 Instituto

Leia mais

Problemas de Caminho Mínimo. Metodologias de Apoio à Decisão 1. Slide 1. Definição: Determinar o caminho mais curto entre o nó de entrada e o nó

Problemas de Caminho Mínimo. Metodologias de Apoio à Decisão 1. Slide 1. Definição: Determinar o caminho mais curto entre o nó de entrada e o nó Metodologias de Apoio à Decisão 1 Problemas de Caminho Mínimo Slide 1 Transparências de apoio à leccionação de aulas teóricas Problemas de Caminho Mínimo Definição: Determinar o caminho mais curto entre

Leia mais

α ( u 1 - u 2 ) = u 3 - u 2.

α ( u 1 - u 2 ) = u 3 - u 2. 2- NOÇÕES DE CONVEXIDADE E FORMULAÇÃO MATEMÁTICA DE PROBLEMAS DE PROGRAMAÇÃO LINEAR 21 Noções de Convexidade 211 - Combinação Convexa de pontos ponto b = αx 1 Considere C um conjunto contendo os pontos

Leia mais

Otimização Linear. Profª : Adriana Departamento de Matemática. wwwp.fc.unesp.br/~adriana

Otimização Linear. Profª : Adriana Departamento de Matemática. wwwp.fc.unesp.br/~adriana Otimização Linear Profª : Adriana Departamento de Matemática adriana@fc.unesp.br wwwp.fc.unesp.br/~adriana Bibliografia ARENALES, ARMENTANO, MORABITO e YANASSE. Pesquisa Operacional, Campus, 2007. BERTSIMAS,

Leia mais

Universidade Federal de Itajubá

Universidade Federal de Itajubá Universidade Federal de Itajubá Pesquisa Operacional Aula 01 Informações iniciais 05/06/2013 Prof. José Arnaldo B. Montevechi 1 Contato José Arnaldo Barra Montevechi e-mail: montevechi@unifei.edu.br www.iepg.unifei.edu.br/arnaldo

Leia mais

Denições Preliminares

Denições Preliminares Programação Linear Inteira O lgoritmo Simplex Haroldo Gambini Santos Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP 30 de agosto de 2011 1 / 32 enições Preliminares Conjunto Convexo Um conjunto de pontos S

Leia mais

Programação Linear: Profa. Silvana Bocanegra UFRPE - DEINFO

Programação Linear: Profa. Silvana Bocanegra UFRPE - DEINFO Programação Linear: Profa. Silvana Bocanegra UFRPE - DEINFO Tipos de Problemas 1. Dada uma variedade de alimentos, escolher uma dieta de menor custo que atenda as necessidades nutricionais de um indivíduo?

Leia mais

Elasticidades da demanda. Elasticidades da demanda. Elasticidades da demanda

Elasticidades da demanda. Elasticidades da demanda. Elasticidades da demanda Elasticidade Capítulo III Em geral, a elasticidade é uma medida da sensibilidade de uma variável em relação a outra. Ela nos informa a variação percentual em uma variável em decorrência da variação de

Leia mais

Gestão. Investigação Operacional. Teste / Exame 3.º ano / 1.º Semestre 2009 / 2010

Gestão. Investigação Operacional. Teste / Exame 3.º ano / 1.º Semestre 2009 / 2010 Gestão Investigação Operacional Teste / Exame 3.º ano / 1.º Semestre 2009 / 2010 Data: Segunda-feira, 4 de Janeiro de 2010 Duração: 1h30m + 30m./ 2h30 m + 30m. Nome: Instruções: 1 Responda a todas as questões

Leia mais

1. Cento e vinte e três. É o número de funcionárias de limpeza que diariamente trabalham

1. Cento e vinte e três. É o número de funcionárias de limpeza que diariamente trabalham Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Investigação Operacional a chamada 00.01. Duração: horas e 0 minutos Com Consulta Responda a cada questão numa folha separada 1. Cento e vinte

Leia mais

Universidade da Beira Interior Departamento de Matemática. Ficha de exercícios nº4 Pós-Optimização e Análise de Sensibilidade

Universidade da Beira Interior Departamento de Matemática. Ficha de exercícios nº4 Pós-Optimização e Análise de Sensibilidade Ano lectivo: 2008/2009 Universidade da Beira Interior Departamento de Matemática INVESTIGAÇÃO OPERACIONAL Ficha de exercícios nº4 Pós-Optimização e Análise de Sensibilidade Cursos: Gestão e Economia 1.

Leia mais

Análise de Sensibilidade Solução Degenerada Solução Gráfica Análise dos Coeficientes da Função Objetivo A Análise do Lindo A análise do Excel O

Análise de Sensibilidade Solução Degenerada Solução Gráfica Análise dos Coeficientes da Função Objetivo A Análise do Lindo A análise do Excel O Análise de Sensibilidade Solução Degenerada Solução Gráfica Análise dos Coeficientes da Função Objetivo A Análise do Lindo A análise do Ecel O Limite dos coeficientes das Restrições Lindo Ecel Analisando

Leia mais

B-727 Electra Bandeirante SP Rio ,4 SP P.Alegre ,8 Tonelagem

B-727 Electra Bandeirante SP Rio ,4 SP P.Alegre ,8 Tonelagem $ )508/$d (&. Uma fábrica produz tipos de chapas metálicas, A-B-C, que são prensadas e esmaltadas. A prensa dispõe de.000 minutos mensais e cada chapa, A ou B, leva 1 minuto para ser prensada, enquanto

Leia mais

4- Dualidade em Programação Linear

4- Dualidade em Programação Linear 4- Dualidade em Programação Linear 4.1- Introdução Considere o problema clássico da dieta: (problema primal): Quer-se consumir quantidades de determinados alimentos de tal forma a satisfazer as necessidades

Leia mais

EXERCICIOS SOBRE: TEORIA DO PRODUTOR VIII Teoria da produção (analise em período curto)

EXERCICIOS SOBRE: TEORIA DO PRODUTOR VIII Teoria da produção (analise em período curto) EXERCICIOS SOBRE: TEORIA DO PRODUTOR VIII Teoria da produção (analise em período curto) Exercício Nº 1 Defina e caracterize os seguintes conceitos: a) Função produção É uma relação técnica entre os factores

Leia mais

Exemplos de modelos de PL ou PI

Exemplos de modelos de PL ou PI Exemplos de modelos de PL ou PI Prof. Eduardo Uchoa http://www.logis.uff.br/~uchoa/poi/ 1 Como funciona a PO? Toda a PO está baseada na construção de modelos matemáticos para representar de forma simplificada

Leia mais

1) Se o preço de um fogão da marca XYZ é de R$ 500,00, determine a receita total para venda de 20 fogões.

1) Se o preço de um fogão da marca XYZ é de R$ 500,00, determine a receita total para venda de 20 fogões. RESUMO Ponto de equilíbrio de mercado é o ponto de intersecção do gráfico entre a () e a (qo), ou seja é o ponto onde ocorre a igualdade entre () e (qo). Suas coordenadas são preço de equilíbrio (pe) e

Leia mais

Esquações Lineares e Matrizes

Esquações Lineares e Matrizes 18 de março de 2012 Equações Lineares e Esquema da Assunto 1 Sistema Lineares 2 3 Produto escalar e Multiplicação de 4 Transformações Matriciais 5 Soluções de Sistemas de Equações Lineares 6 Inversa de

Leia mais

IV - P R O G R A M A Ç Ã O L I N E A R :

IV - P R O G R A M A Ç Ã O L I N E A R : IV - P R O G R A M A Ç Ã O L I N E A R : C O N C E I T O S F U N D A M E N T A I S Consideremos um problema de Programação Linear apresentado na sua forma standard: Maximizar F = c1. X1 + c2. X2 + c3.

Leia mais

Faculdade de Engenharia Optimização. Prof. Doutor Engº Jorge Nhambiu

Faculdade de Engenharia Optimização. Prof. Doutor Engº Jorge Nhambiu 1 Aula 3 Definição de Problemas de Optimização (Prática) Construção de um modelo matemático de PL. Programação Matemática(PM) e Programação Linear(PL). Exemplos clássicos de PL. 2 Problema 3.1 Uma empresa

Leia mais

Lista de Exercícios Programação Inteira. x 2 0 e inteiros.

Lista de Exercícios Programação Inteira. x 2 0 e inteiros. Lista de Exercícios Programação Inteira ) Resolva os problemas a seguir usando o método B&B a) Max z = 5 x + y s.a x + y x + y 5 b) Max z = x + y s.a x + y 0 x + y 5 c) Max z = x + y s.a x + 9y 6 8 x +

Leia mais

[a11 a12 a1n 7. SISTEMAS LINEARES 7.1. CONCEITO. Um sistema de equações lineares é um conjunto de equações do tipo

[a11 a12 a1n 7. SISTEMAS LINEARES 7.1. CONCEITO. Um sistema de equações lineares é um conjunto de equações do tipo 7. SISTEMAS LINEARES 7.1. CONCEITO Um sistema de equações lineares é um conjunto de equações do tipo a 11 x 1 + a 12 x 2 +... + a 1n x n = b 1 a 11 x 1 + a 12 x 2 +... + a 1n x n = b 2... a n1 x 1 + a

Leia mais

CLP(X) Na Programação em Lógica, a operação fundamental que se executa na passagem de parâmetros é a unificação de termos de Herbrand.

CLP(X) Na Programação em Lógica, a operação fundamental que se executa na passagem de parâmetros é a unificação de termos de Herbrand. CLP(X) Na Programação em Lógica, a operação fundamental que se executa na passagem de parâmetros é a unificação de termos de Herbrand. Com efeito, dado um golo g, uma cláusula h:- b1,..., bk pode ser usada

Leia mais

Denições. Exemplo. Notas. Programação Linear Inteira Modelagem com Variáveis Inteiras. Notas

Denições. Exemplo. Notas. Programação Linear Inteira Modelagem com Variáveis Inteiras. Notas Programação Linear Inteira Modelagem com Variáveis Inteiras Haroldo Gambini Santos Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP 30 de agosto de 2011 1 / 16 Denições PI: Problema de Programação Inteira Puro

Leia mais

Resolução do problema do caixeiro viajante assimétrico (e uma variante) através da relaxação Lagrangeana

Resolução do problema do caixeiro viajante assimétrico (e uma variante) através da relaxação Lagrangeana Resolução do problema do caixeiro viajante assimétrico (e uma variante) através da relaxação Ana Maria A.C. Rocha e João Luís C. Soares Departamento de Produção e Sistemas Escola de Engenharia Universidade

Leia mais

Introdução Problema da Mistura Problema da Marcenaria Problema do Transporte. Tutorial AMPL. Daniela Cristina Lubke

Introdução Problema da Mistura Problema da Marcenaria Problema do Transporte. Tutorial AMPL. Daniela Cristina Lubke Tutorial AMPL Daniela Cristina Lubke danielalubke@cos.ufrj.br Universidade Federal do Rio de Janeiro, COPPE, PESC 12 de Maio de 2016 1 Introdução 2 Problema da Mistura Formulação Código 3 Problema da Marcenaria

Leia mais

Potencial Elétrico. Objetivos: Determinar a Energia Potencial Elétrica e o Potencial Elétrico de um sistema de cargas pontuais e disformes;

Potencial Elétrico. Objetivos: Determinar a Energia Potencial Elétrica e o Potencial Elétrico de um sistema de cargas pontuais e disformes; Potencial Elétrico Objetivos: Determinar a Energia Potencial Elétrica e o Potencial Elétrico de um sistema de cargas pontuais e disformes; Sobre a Apresentação Todas as gravuras, senão a maioria, são dos

Leia mais

Lista de Exercícios 1 - Otimização Linear Prof. Silvio Alexandre de Araujo. Construção de Modelos e Solução Gráfica

Lista de Exercícios 1 - Otimização Linear Prof. Silvio Alexandre de Araujo. Construção de Modelos e Solução Gráfica Lista de Exercícios 1 - Otimização Linear Prof. Silvio Alexandre de Araujo Construção de Modelos e Solução Gráfica 1) - Estudar Capítulo 1 do livro texto; - Estudar Capítulo 2 do livro texto (seções 2.1,

Leia mais

VERSÃO RESPOSTAS PROVA DE MÉTODOS QUANTITATIVOS

VERSÃO RESPOSTAS PROVA DE MÉTODOS QUANTITATIVOS UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO DOUTORADO - TURMA 20 VERSÃO

Leia mais

Um sistema linear é um conjunto de n equações lineares do tipo:

Um sistema linear é um conjunto de n equações lineares do tipo: Um sistema linear é um conjunto de n equações lineares do tipo: Este sistema pode ser representado através de uma representação matricial da forma: A.x = b onde: A matriz de coeficientes de ordem x vetor

Leia mais

Revisão: Matrizes e Sistemas lineares. Parte 01

Revisão: Matrizes e Sistemas lineares. Parte 01 Revisão: Matrizes e Sistemas lineares Parte 01 Definição de matrizes; Tipos de matrizes; Operações com matrizes; Propriedades; Exemplos e exercícios. 1 Matrizes Definição: 2 Matrizes 3 Tipos de matrizes

Leia mais

PESQUISA OPERACIONAL 4470E- 04

PESQUISA OPERACIONAL 4470E- 04 O Solver é uma ferramenta de otimização disponível no MS- Excel; PESQUISA OPERACIONAL 4470E- 04 A estrutura de planilha do Excel facilita na modelagem de um problema de Programação Linear neste ambiente;

Leia mais

15.053 Quinta-feira, 14 de março. Introdução aos Fluxos de Rede Handouts: Notas de Aula

15.053 Quinta-feira, 14 de março. Introdução aos Fluxos de Rede Handouts: Notas de Aula 15.053 Quinta-feira, 14 de março Introdução aos Fluxos de Rede Handouts: Notas de Aula 1 Modelos de Rede Modelos de programação linear que exibem uma estrutura muito especial. Podem utilizar essa estrutura

Leia mais

Fluxo em Redes: Ford-Fulkerson - Fluxo Máximo

Fluxo em Redes: Ford-Fulkerson - Fluxo Máximo JAILSON ALVES MICAEL AGUIAR PIETRO DALMAZIO VINÍCIUS ALVES Fluxo em Redes: Ford-Fulkerson - Fluxo Máximo Trabalho apresentado ao professor doutor Leandro Colombi Resendo como requisito para aprovação na

Leia mais

Estatística e Probabilidade

Estatística e Probabilidade Teste de hipóteses Objetivo: Testar uma alegação sobre um parâmetro: Média, proporção, variação e desvio padrão Exemplos: - Um hospital alega que o tempo de resposta de sua ambulância é inferior a dez

Leia mais