UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE ENGENHARIA DE ILHA SOLTEIRA CENTRO DE CONVIVÊNCIA INFANTIL CATATAU

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE ENGENHARIA DE ILHA SOLTEIRA CENTRO DE CONVIVÊNCIA INFANTIL CATATAU"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE ENGENHARIA DE ILHA SOLTEIRA CENTRO DE CONVIVÊNCIA INFANTIL CATATAU PLANEJAMENTO ANUAL GRUPO GOTINHAS ADI: SUELI MARTINHO Ilha Solteira Janeiro/ 2015

2 OBJETIVOS E METAS DO PROJETO PEDAGÓGICO DO CCI CATATAU O objetivo geral da proposta é valorizar a educação infantil como um instrumento de humanização e de interação social, proporcionando uma educação de qualidade através de um trabalho de parceria entre pais, crianças e profissionais da educação, num processo cooperativo de formação de indivíduos plenos e aptos a construir a sua própria autonomia e cidadania, reconhecendose, como ser único, mas também coletivo. Para que não haja nenhuma proposta divergente seguimos a orientação que as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil, em seu artigo 8º, que diz: A proposta pedagógica das instituições de Educação Infantil deve ter como objetivo garantir à criança acesso a processos de apropriação, renovação e articulação de conhecimentos e aprendizagens de diferentes linguagens, assim como o direito à proteção, à saúde, à liberdade, à confiança, ao respeito, à dignidade, à brincadeira, à convivência e à interação com outras crianças. OBJETIVOS ESPECÍFICOS DO PROJETO PEDAGÓGICO DO CCI CATATAU Valorizar as múltiplas linguagens, oportunizando o desenvolvimento de habilidades e potencialidades de forma a mediar a construção do conhecimento da criança. Meta: estimulando na criança a criticidade, a sensibilidade estética, a criatividade, o respeito mútuo e a confiança em suas capacidades. Desenvolver conteúdos oriundos do cotidiano da criança e utilizálos em situações rotineiras.

3 Meta: participação ativa e com responsabilidade nas ações das crianças dentro da sociedade, favorecendo a compreensão da realidade. Desenvolver princípios de valores e ética, promovendo o respeito mútuo e solidariedade, dentro de um ambiente cooperativo e interativo. Meta: construção da cidadania, promovendo o resgate dos valores éticos e morais, o diálogo como forma de mediar conflito e de tomar decisões coletivas, posicionando-se contra qualquer discriminação baseada em diferenças culturais, de classes sociais, de crenças, de sexo, de etnia ou outras características individuais e sociais. Oportunizar a liberdade de expressão e comunicação garantindo a autonomia com responsabilidade diante de fatos cotidianos. Meta: utilização das múltiplas linguagens com sabedoria e comprometimento para produzir, expressar e comunicar suas ideias, interpretando e usufruindo de produções culturais em contextos diversos da realidade e de diferentes intenções. Tornar o educando consciente, participativo e condutor de ideias capazes de surtir um efeito prático diante do desenvolvimento sustentável. Meta: reconhecer-se como agente transformador e integrante do ambiente, identificando as interações entre eles e seus elementos contribuindo para a melhoria de seu meio social.

4 GRUPO GOTINHAS OBJETIVOS GERAIS Descobrir e conhecer progressivamente seu próprio corpo, suas potencialidades e seus limites, desenvolvendo uma imagem positiva de si, valorizando hábitos de cuidado com a própria saúde, higiene e bem-estar; Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; Iniciar a compreensão e utilização da rotina diária, respeito às regras, limites e boas maneiras, através de atividades lúdicas; Adaptar-se ao meio e as pessoas que nele estão inseridas, interagindo com elas a fim de que cresçam em experiências, relacionamento social, cognitivo, afetivo e psicomotor; Utilizar as diferentes linguagens (corporal, musical, plástica, oral e escrita) ajustadas às diferentes intenções e situações de comunicação, de forma a compreender e ser compreendido, expressar suas ideias, sentimentos, necessidades e desejos; avançando no seu processo de construção de significados. OBJETIVOS ESPECÍFICOS 1. IDENTIDADE E AUTONOMIA Socializar regras de convivência e combinados; Identificar e respeitar a si mesmo, o próximo, o ambiente em que vive e o ambiente coletivo; Apropriar da comunicação, como forma de expressão de seus sentimentos, vontades, desejos e desagrados, agindo com progressiva autonomia; Valorizar o que a criança faz e fala, favorecendo sua autoestima;

5 Reconhecer e familiarizar-se com a imagem do próprio corpo através do auxilio do espelho e; identificação das partes do corpo humano, funções e os órgãos dos sentidos; Estimular o experimento de novos alimentos e, se alimentar com autonomia; Incentivar a expressão das manifestações de necessidade de descanso e higiene (uso do vaso sanitário e/ou fralda), respeitando o tempo da criança; Proporcionar situações significativas para auxiliar a criança na apropriação de sua identidade. 2. LINGUAGEM ORAL E ESCRITA 2.1 Falar e escutar Estimular o uso da linguagem oral como forma de comunicação em rodas de conversas e manifestação de desejos, vontades, necessidades, sentimentos e diversas interações sociais presentes no dia-a-dia; Propiciar a ampliação das capacidades linguísticas de seu vocabulário na produção de palavras novas e frases com coerência; Esperar a sua vez para falar e ouvir o outro; Proporcionar atividades de oralidades e escuta com músicas; Conhecer e verbalizar o nome dos amigos, servidoras do CCI, familiares, objetos, figuras, lugares, etc; Propiciar a escuta de diferentes sons produzidos por brinquedos sonoros; Estimular o aparelho fonador através de exercícios fonoaudiólogos, tais como : soprar, fazer caretas, bochecho, repetir sons e expressões faciais. 2.2 Práticas de leitura Estimular o interesse pela leitura utilizando diferentes tipos de textos por meio de histórias com fantoches, brincadeiras, jogos verbais, canções entre outros, em momentos dirigidos ou espontâneos;

6 Incentivar a observação, cuidado e manuseio de materiais impressos como livros, revistas, etc; Valorizar a leitura como fonte de prazer e entretenimento. 2.3 Práticas de escrita Expressar através de desenhos suas emoções; Respeitar a produção individual, do amigo e do coletivo; Reconhecer as letras de seu nome (noções de sequencia) dentro do conjunto de nomes do grupo, utilizando letras móveis, confecção de cartazes, etc; Observar e comparar que as iniciais de seu nome também escrevem outros nomes e palavras. 3. CONHECIMENTOS MATEMÁTICOS 3.1 Raciocínio lógico matemático Utilizar a contagem oral na roda de conversa para registro da chamada de crianças presentes e ausentes (quantidade numérica); Identificar as cores; Refletir e identificar sobre as possibilidades de estabelecer as variadas relações de classificação, divisão e comparação (agrupamento por cores, tamanhos, sexo feminino x masculino) no cotidiano; Proporcionar atividades que levem à atenção e concentração; Verbalizar os números em atividades da rotina como: peguei um brinquedo ; estou usando dois sapatos ; vamos guardar os brinquedos!?! Um, dois, três... ; Utilizar de circuitos numéricos para andar, pular, correr; Representar o espaço numa outra dimensão por meio de jogos e atividades como construções de torres, blocos de madeira ou encaixe. 3.2 Espaço e Forma Identificar pontos de referência para situar-se e deslocar-se no espaço; Reconhecer o esquema corporal (partes do corpo);

7 Descrever a posição de pessoas e objetos; Reconhecer as formas geométricas, diferentes formatos dos objetos e suas características; Observar as diferenças e semelhanças entre medidas de tamanho, de peso e culinária; figuras e pessoas. 4. MOVIMENTO 4.1 Expressividade Explorar movimentos de mímicas faciais e gestuais, dramatizações, imitações e onomatopéias; Reconhecer os segmentos do corpo por meio de brincadeiras, uso do espelho e da interação com outras crianças e adultos, fazer gestos simples como jogar beijo, dar tchau, piscar fazer caretas, etc, ora frente ao espelho ora frente a criança; Utilizar movimentos e gestos, posturas e ritmos nas brincadeiras de roda e danças para expressar e comunicar sensações, sentimentos pessoais, ideias; Saber lidar com os limites e possibilidades de seu corpo. 4.2 Equilíbrio e coordenação Propiciar atividades para a ampliação da coordenação motora fina (soprar bolhas de sabão, apitos, manuseio de materiais de encaixe, modelagem) e grossa (correr, pular, saltar, escorregar, dançar, engatinhar, arrastar-se, balançar-se e equilibrar-se); Estimular brincadeiras que envolvam músicas e movimento (de toque corporal ou não), simultaneamente; Explorar diferentes posições com o corpo e objetos, desenvolvendo a lateralidade. 5. ARTES 5.1 Artes musicais Trabalhar a sensibilidade e apreciação pela música; Propiciar a observação, descoberta e sequência dos sons;

8 Estimular o canto e o saber ouvir; Desenvolver a linguagem oral, gestual e corporal; Explorar a presença do silêncio como valorização do som; Trabalhar a concentração e participação; Utilizar os sons em brincadeiras e em jogos cantados e rítmicos com ou sem acompanhamento de movimentos corporais; Trabalhar com diferentes ritmos e tons de voz; Interagir com brinquedos e objetos sonoros, bem como o som que o próprio corpo pode reproduzir como palmas, estalos com a boca, etc. 5.2 Artes visuais e plásticas Ampliar o conhecimento de mundo manipulando e explorando diferentes objetos e materiais como papéis, tinta, pincéis, cola, tecidos e massinhas; observando os cuidados que devemos ter para que não provoquem nenhum dano a sua saúde e do colega; Observar e identificar imagens em diversas cores, formas e tamanhos; Desenvolver atividades com desenho e pinturas realizadas com marcas gráficas em diferentes superfícies permitindo variadas possibilidades de impressão, inclusive no próprio corpo; Representar a própria imagem e outras observações espontâneas ou não por meio de desenhos; Incentivar o cuidado com materiais de uso individual e coletivo. 5.3 Artes cênicas Representar a própria imagem, sentimentos e experiências corporais; Valorizar a dança como movimento corporal representativo; Desenvolver a criatividade e livre expressão; Estimular a concentração ao assistir ou representar uma dramatização/filme.

9 6. NATUREZA E SOCIEDADE Aprender a conviver em sociedade, observando e respeitando as diferenças; Identificar sua família (pai, mãe e irmãos), e família ampla (tios, avôs, primos) e, grupo de convívio do CCI; Socializar ideias, objetos e brincadeiras; Compartilhar a hora da alimentação e higiene, aprendendo a importância de esperar a vez; Tirar e colocar roupa e calçado, quando sentir necessidade, ou de acordo com o clima/tempo; Estabelecer cuidados no uso dos objetos do cotidiano, relacionando-os à segurança e preservação de acidentes e a sua conservação, evitando desperdícios, Identificar os diferentes animais, suas características como locomoção, voz, habitat, tamanho, cor, perigos que podem oferecer, suas necessidades, como é o seu corpo, etc, ampliando seus conhecimentos; Reconhecer e preservar os lugares e suas paisagens, inclusive a local (rio, cidade, campo, areia); Desenvolver a noção temporal: Agora vamos brincar, depois lanchar ; Identificar fenômenos climáticos, como: dia/noite; dia nublado/ensolarado, chuvoso calor/frio; sol/lua; estrela/nuvem. 7. SAÚDE Perceber a importância da alimentação saudável, da mastigação, da higienização do corpo e dos alimentos; Estimular a escovação (função dos dentes e a necessidade de mantê-los limpos); Identificar as partes do corpo humano, conhecendo seu funcionamento (órgãos de sentidos) suas diferenças (gênero feminino e masculino) e suas necessidades (alimentação variada, água, ar, calor, luz), estabelecendo a noção do crescimento do seu corpo (sequência de crescimento, bebê e agora);

10 Observar qualquer alteração de comportamento seja no choro, temperatura, etc; Preservar sua saúde, protegendo-se dos efeitos climáticos: agasalhar-se no frio, tirar a blusa no calor etc; Desenvolver o respeito, preservação e cuidado à vida e ao meio ambiente; buscando a prevenção de acidentes, cuidados com o corpo (integridade física própria e alheia) e a saúde de forma geral. 8. PERÍODO DE DURAÇÃO Os objetivos e metas elencadas acima serão desenvolvidas diariamente de acordo com as atividades planejadas semanalmente observando os avanços e dificuldades individuais e coletivas, uma vez que o mesmo tem a intenção de atingir todos os objetos nas diversas áreas do conhecimento (física, psíquica efetiva e emocional) de forma satisfatória, significativa e lúdica para a criança, tendo previsão de término em dezembro do decorrente ano. 9. AVALIAÇÃO Sendo a avaliação um importante instrumento de um planejamento aberto e flexível para o educador direcionar, reorientar seu trabalho e obter dados sobre o processo de aprendizagem de cada criança, esta será realizada continuamente, registrando os novos avanços, progressos e observações pertinentes ao desenvolvimento e crescimento individual da criança em relatórios diários, semestrais, portfólio, fotografias, seqüência de atividades para comparações, etc.

11 10. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Site: %20I.pdf, pesquisa realizada em 22 de janeiro de Site: pesquisa realizada em 22 de janeiro de BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil / Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, v.: il.

SUELI MARTINHO PLANEJAMENTO ANUAL DO GRUPO 1

SUELI MARTINHO PLANEJAMENTO ANUAL DO GRUPO 1 SUELI MARTINHO PLANEJAMENTO ANUAL DO GRUPO 1 FEVEREIRO ILHA SOLTEIRA-2017 PLANEJAMENTO ANUAL Objetivos e Metas do CCI O objetivo geral da proposta é valorizar a educação infantil como um instrumento de

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL 1º Período

EDUCAÇÃO INFANTIL 1º Período EDUCAÇÃO INFANTIL 1º Período Objetivo Geral Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações; Descobrir

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL ADI RESPONSÁVEL: MIRELA PAGOTO MASETTI RAYMUNDO ANO 2015

PLANEJAMENTO ANUAL ADI RESPONSÁVEL: MIRELA PAGOTO MASETTI RAYMUNDO ANO 2015 PLANEJAMENTO ANUAL ADI RESPONSÁVEL: MIRELA PAGOTO MASETTI RAYMUNDO ANO 2015 OBJETIVOS E METAS DO PP O objetivo geral da proposta é valorizar a educação infantil como um instrumento de humanização e de

Leia mais

COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA

COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA SGAS Quadra 906 Conjunto E Brasília - DF Telefone: (61) 3443-7878 Site: www.lasalledf.com.br E-mail: lasalledf@lasalledf.com.br DIRETRIZES CURRICULARES Série: Maternal 2 1º Período

Leia mais

CONTEÚDO OBJETIVOS ESTRATÉGIAS RECURSOS AVALIAÇÃO. - Roda de música. cantadas - Momentos

CONTEÚDO OBJETIVOS ESTRATÉGIAS RECURSOS AVALIAÇÃO. - Roda de música. cantadas - Momentos CUIDAR DE I, DO OUTRO E DO AMBIENTE. CONTEÚDO OBJETIVO ETRATÉGIA RECURO Higiene e cuidado pessoal Reconhecimento do próprio corpo Respeito às características pessoais relacionadas ao gênero, etnia, peso,

Leia mais

COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA

COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA SGAS Quadra 906 Conjunto E Brasília - DF Telefone: (61) 3443-7878 Site: www.lasalledf.com.br E-mail: lasalledf@lasalledf.com.br DIRETRIZES CURRICULARES Maternal 3 1º Período Conteúdo

Leia mais

PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014

PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014 C O L É G I O L A S A L L E Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Guarani, 2000 - Fone (045) 3252-1336 - Fax (045) 3379-5822 http://www.lasalle.edu.br/toledo/ PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014 DISCIPLINA:

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL 2º Período

EDUCAÇÃO INFANTIL 2º Período EDUCAÇÃO INFANTIL 2º Período Objetivo Geral Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações; Descobrir

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

Planificações 1º PERÍODO - 3/4 anos Educação Pré-escolar Ano lectivo 2016/2017

Planificações 1º PERÍODO - 3/4 anos Educação Pré-escolar Ano lectivo 2016/2017 Planificações 1º PERÍODO - 3/4 anos Educação Pré-escolar Ano lectivo 2016/2017 ÁREAS COMPONENTES OBJETIVOS ATIVIDADES/ESTRATÉGIAS ÁREA DA FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIA Construção da identidade e da auto estima

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

Atividades Significativas: de 16/10/17 a 20/10/17

Atividades Significativas: de 16/10/17 a 20/10/17 PLANEJAMENTO SEMANAL GRUPO 4 e 5 2017 GRUPO ARARA ADI: JANAINA Atividades Significativas: de 16/10/17 a 20/10/17 Jogos Pedagógicos Massinha Desenho Dirigido da história contada Parque no Gramado Pesquisa

Leia mais

PLANO ANUAL MATERNAL I e II

PLANO ANUAL MATERNAL I e II PLANO ANUAL MATERNAL I e II ÁREA: LINGUAGEM - Aquisição de novos fonemas - Ampliação do vocabulário - Interação através da linguagem (conversas informais, transmissão de avisos e recados, relatos de experiências,

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO COLÉGIO NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO PLANEJAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2016 Professores Responsáveis Prof. Ana Paula da Costa Ricart Prof. Danielle Naegele Fernandes Prof. Eduardo Henrique Leal Prof. Idalina

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Maternal III

Atividades Pedagógicas. Maternal III Atividades Pedagógicas Maternal III Ano 2009 SEGUNDO OS REFERENCIAIS CURRICULARES NACIONAIS- RCNs OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL: Desenvolver uma imagem positiva de si; Descobrir e conhecer progressivamente

Leia mais

CRECHE. Educadora Responsável. Cristiana Andias. 24 aos 36 meses sala A A CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROJECTO PEDAGÓGICO

CRECHE. Educadora Responsável. Cristiana Andias. 24 aos 36 meses sala A A CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROJECTO PEDAGÓGICO Educadora Responsável Cristiana Andias A CONTEXTUALIZAÇÃO DO 24 aos 36 meses sala A A Creche constitui uma das primeiras experiências da criança num sistema organizado, exterior ao seu circulo familiar,

Leia mais

PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE/2015

PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE/2015 PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE/2015 TURMA: Nível 1 PERÍODO: 23/02 a 22/05 DISCIPLINA/PROFESSOR/A OBJETIVO CONTEÚDOS Viviane Bhoes Identidade e Autonomia * Reconhecer colegas e professores pelo nome; * Ampliar

Leia mais

PLANEJAMENTO Julho. Professor (a): Janete Neusa Perin NOME DO LIVRO: Objetivo geral:

PLANEJAMENTO Julho. Professor (a): Janete Neusa Perin NOME DO LIVRO: Objetivo geral: PLANEJAMENTO Julho NOME DO LIVRO: Estratégias de outras áreas do conhecimento A BRUXA SALOMÉ Leitura e escrita; Oralidade; Dias da Semana; Rimas. -Desenvolver o gosto pela leitura, valorizando a como fonte

Leia mais

Sala: 12 meses aos 24 meses Educadora: Idalina Barros

Sala: 12 meses aos 24 meses Educadora: Idalina Barros Sala: 12 meses aos 24 meses Educadora: Idalina Barros CALENDARIZAÇÃO TEMAS/CONTEÚDOS OBJETIVOS ATIVIDADES RECURSOS SETEMBRO Adaptação Os primeiros grupos sociais Observar e explorar activamente o seu meio

Leia mais

Sala: Berçário/transição Educadora: Idalina Barros

Sala: Berçário/transição Educadora: Idalina Barros Sala: Berçário/transição Educadora: Idalina Barros CALENDARIZAÇÃO TEMAS/CONTEÚDOS OBJETIVOS ATIVIDADES RECURSOS SETEMBRO Adaptação Os primeiros grupos sociais Observar e explorar activamente o seu meio

Leia mais

COLÉGIO MAGNUM BURITIS

COLÉGIO MAGNUM BURITIS COLÉGIO MAGNUM BURITIS ENSINO FUNDAMENTAL PROGRAMAÇÃO 1ª ETAPA / 2013 MATERNAL II PROGRAMAÇÃO DA 1ª ETAPA 2013 MATERNAL 2 ANOS Qual é o nosso afã de cada dia? É tentar sempre o melhor, mas não cansar de

Leia mais

Justificativa. Centro Educacional Mundo do Saber. Palhoça, 18 de Fevereiro de Professora. Bárbara pereira. Turma. Maternal I.

Justificativa. Centro Educacional Mundo do Saber. Palhoça, 18 de Fevereiro de Professora. Bárbara pereira. Turma. Maternal I. Centro Educacional Mundo do Saber Palhoça, 18 de Fevereiro de 2013 Professora Bárbara pereira Turma Maternal I Projeto anual Justificativa O Projeto tem a importância essencial para a aprendizagem das

Leia mais

1.1. Creche Objectivos gerais

1.1. Creche Objectivos gerais 1.1. Creche 1.1.1. Objectivos gerais Os processos de ensino e aprendizagem deverão contribuir nesta primeira etapa da Educação para a Infância, para que as crianças alcancem os seguintes objectivos: -

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Departamento da Educação Pré-Escolar Planificação Mensal Ano Letivo 2015/2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Departamento da Educação Pré-Escolar Planificação Mensal Ano Letivo 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Departamento da Educação Pré-Escolar Planificação Mensal Ano Letivo 2015/2016 MÊS: maio Área de Conteúdo Domínio Objetivos Estratégias Formação Pessoal e Social

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS

ENSINO FUNDAMENTAL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS ENSINO FUNDAMENTAL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

ÁREAS OBJETIVOS ATIVIDADES

ÁREAS OBJETIVOS ATIVIDADES Ano lectivo 2015/2016 Departamento de Educação Pré-escolar PLANIFICAÇÃO 3º PERÍODO 3 e 4 ANOS ÁREAS OBJETIVOS ATIVIDADES - Atividades na sala e no exterior; - Pequenos registos individuais e coletivos;

Leia mais

SEMEC Lendo e Escrevendo

SEMEC Lendo e Escrevendo SEMEC Lendo e PREFEITURA MUNICIPAL DE IELMO MARINHO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA ESCOLA MUNICIPAL REGINA PIO GONÇALVES TURMA: 4 e 5 ANOS TURNO: MATUTINO PROFESSORA: ELIANE CAMPELO SISTEMA

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES Infantil ao 5º ANO MÚSICA

ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES Infantil ao 5º ANO MÚSICA CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL 2013 DIRETRIZES CURRICULARES Infantil ao 5º ANO MÚSICA OBJETIVOS GERAIS Explorar e identificar elementos da música para se expressar e interagir com

Leia mais

Perfil do Aluno Final do 1.º Ciclo Ano letivo 2016/2017

Perfil do Aluno Final do 1.º Ciclo Ano letivo 2016/2017 Perfil do Aluno Final do 1.º Ciclo Ano letivo 2016/2017 Perfil de aprendizagens específicas do aluno à saída 1.º Ciclo do Ensino Básico Tendo em atenção as características estruturais e humanas das Escolas

Leia mais

PLANO DE AÇÃO DE UTILIZAÇÃO DO MATERIAL ESCOLAR 2017 Baby visto Márcia/CPS. Unidade de Aprendizagem

PLANO DE AÇÃO DE UTILIZAÇÃO DO MATERIAL ESCOLAR 2017 Baby visto Márcia/CPS. Unidade de Aprendizagem Material *itens da lista anexa Quantidade PLANO DE AÇÃO DE UTILIZAÇÃO DO MATERIAL ESCOLAR 2017 Baby visto Márcia/CPS Data de utilização Unidade de Aprendizagem Descrição da atividade didática Livros de

Leia mais

Contando e Recontando histórias na Educação Infantil...

Contando e Recontando histórias na Educação Infantil... ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPOS DE JÚLIO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL PEQUENO PRINCIPE Contando e Recontando histórias na Educação Infantil... CAMPOS DE JÚLIO

Leia mais

CRECHE. Educadora Responsável. Cristiana Andias. 4 aos 12 meses sala A A CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROJECTO PEDAGÓGICO

CRECHE. Educadora Responsável. Cristiana Andias. 4 aos 12 meses sala A A CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROJECTO PEDAGÓGICO Educadora Responsável Cristiana Andias 4 aos 12 meses sala A A CONTEXTUALIZAÇÃO DO A Creche constitui uma das primeiras experiências da criança num sistema organizado, exterior ao seu circulo familiar,

Leia mais

Planejamento Anual Maternal I

Planejamento Anual Maternal I Planejamento Anual Maternal I ÁREAS DE CONHECIMENTO: LINGUAGEM ORAL E ESCRITA Coordenação Motora Ampla. Coordenação Motora Fina. Discriminação Auditiva e Visual. Expressão Oral (histórias, contos, músicas,

Leia mais

AÇÕES E CONTEÚDOS EDUCAÇÃO FÍSICA - 1º BIMESTRE AÇÕES E CONTEÚDOS - 1º BIMESTRE

AÇÕES E CONTEÚDOS EDUCAÇÃO FÍSICA - 1º BIMESTRE AÇÕES E CONTEÚDOS - 1º BIMESTRE 1 EIXO ESTRUTURANTE Cultura do Movimento Corporal/ Reflexão e Ação OBJETIVOS GERAIS DE APRENDIZAGEM Desenvolver habilidades de manipulação e motoras básicas, compreendendo a ação a dinâmica e a evolução

Leia mais

PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS. Educação infantil Creche e pré escolas

PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS. Educação infantil Creche e pré escolas PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS Educação infantil Creche e pré escolas O QUE É? Os Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN - são referências de qualidade para os Ensinos Fundamental e Médio do país,

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III, IV e V EDUCAÇÃO FÍSICA

DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III, IV e V EDUCAÇÃO FÍSICA CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO INFANTIL 2015 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III, IV e V EDUCAÇÃO FÍSICA OBJETIVOS GERAIS Favorecer o desenvolvimento corporal e mental harmônicos, a melhoria

Leia mais

Sala: 4 meses aos 12 meses (Berçário) Educadora: Idalina Barros

Sala: 4 meses aos 12 meses (Berçário) Educadora: Idalina Barros Sala: 4 meses aos 12 meses (Berçário) Educadora: Idalina Barros CALENDARIZAÇÃO TEMAS/CONTEÚDOS OBJETIVOS ATIVIDADES RECURSOS SETEMBRO Adaptação Os primeiros grupos sociais Observar e explorar ativamente

Leia mais

GESTÃO DE CONTEÚDOS 2017/2018

GESTÃO DE CONTEÚDOS 2017/2018 GESTÃO DE CONTEÚDOS 2017/2018 Ensino Básico 1.º Ciclo EXPRESSÕES ARTÍSTICAS 3.º ANO Domínios Subdomínios Conteúdos programáticos Nº Tempos previstos (Horas) Modelagem e escultura. Construções. - Estimular

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL PLANO DE ENSINO. CARGA HORÁRIA TURMA ANO LETIVO TOTAL SEMANAL horas. Maternal II A/Matutino CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

EDUCAÇÃO INFANTIL PLANO DE ENSINO. CARGA HORÁRIA TURMA ANO LETIVO TOTAL SEMANAL horas. Maternal II A/Matutino CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DISCIPLINA Linguagem PROFESSOR Serena Silva EDUCAÇÃO INFANTIL PLANO DE ENSINO CARGA HORÁRIA TURMA ANO LETIVO TOTAL SEMANAL 2017 20 horas Maternal II A/Matutino CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1º TRIMESTRE Início:

Leia mais

SUGESTÕES DE AVALIAÇÃO

SUGESTÕES DE AVALIAÇÃO UNIDADE 1 EU E OS OUTROS *Perceber a diversidade étnica física e de gênero no seu meio de convivência. *Reconhecer mudanças e permanências nas vivências humanas, presentes na sua realidade e em outras

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE ENSINO NA EDUCAÇÃO INFANTIL E FORMAÇÃO DE PROFESSORES. Profa. Me. Michele Costa

ESTRATÉGIAS DE ENSINO NA EDUCAÇÃO INFANTIL E FORMAÇÃO DE PROFESSORES. Profa. Me. Michele Costa ESTRATÉGIAS DE ENSINO NA EDUCAÇÃO INFANTIL E FORMAÇÃO DE PROFESSORES Profa. Me. Michele Costa CONVERSAREMOS SOBRE JOGOS E BRINQUEDOS: Veremos como sua utilização contribui para o desenvolvimento da criança.

Leia mais

Departamento da Educação Pré-Escolar. Perfil de Aprendizagens Específicas, no final dos 3 Anos

Departamento da Educação Pré-Escolar. Perfil de Aprendizagens Específicas, no final dos 3 Anos DGEstE Direção de Serviços da Região Norte Agrupamento de Escolas LEONARDO COIMBRA FILHO, PORTO Código 152213 Departamento da Educação Pré-Escolar Ano Letivo 2016/2017 Perfil de Aprendizagens Específicas,

Leia mais

Justificativas para a Lista de Material Pedagógico Berçário 1

Justificativas para a Lista de Material Pedagógico Berçário 1 JUSTIFICATIVAS PARA O MATERIAL PEDAGÓGICO 2015 Justificativas para a Lista de Material Pedagógico Berçário 1 01-Tela de arte para pintura 30x40: usada no contexto do projeto de artes plásticas. O objetivo

Leia mais

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 2 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 2 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS UNIDADE 1 MUITO PRAZER, EU SOU CRIANÇA. *Conhecer e estabelecer relações entre a própria história e a de outras pessoas,refletindo sobre diferenças e semelhanças. *Respeitar e valorizar a diversidade étnico

Leia mais

UNIDADE DE ESTUDO 2ª ETAPA 2016

UNIDADE DE ESTUDO 2ª ETAPA 2016 UNIDADE DE ESTUDO 2ª ETAPA 2016 Disciplina: Natureza e Sociedade Professoras: Anália, Carla, Fabiana e Roberta Período: 2º Segmento: Educação Infantil OBJETIVOS GERAIS: Identificar as diferenças e semelhanças

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES CURRICULARES 2º Período Ano: 3º Turma: 1º Ciclo

PLANO DE ATIVIDADES CURRICULARES 2º Período Ano: 3º Turma: 1º Ciclo Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto Escola Básica e Secundária de Refojos de Basto Telefone 253 662 338 * Fax 253 662 826 PLANO DE ATIVIDADES CURRICULARES 2º Período Ano: 3º Turma: 1º Ciclo Língua

Leia mais

PLANIFICAÇÃO CURRICULAR Educação Pré-escolar Ano lectivo 2016/2017

PLANIFICAÇÃO CURRICULAR Educação Pré-escolar Ano lectivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO CURRICULAR Educação Pré-escolar Ano lectivo 2016/2017 ÁREAS COMPONENTES APRENDIZAGENS A PROMOVER Construção da identidade e da auto estima *Conhecer e aceitar as suas caraterísticas pessoais

Leia mais

MÚSICA COMO INSTRUMENTO PSICOPEDAGÓGICO PARA INTERVENÇÃO COGNITIVA. Fabiano Silva Cruz Educador Musical/ Psicopedagogo

MÚSICA COMO INSTRUMENTO PSICOPEDAGÓGICO PARA INTERVENÇÃO COGNITIVA. Fabiano Silva Cruz Educador Musical/ Psicopedagogo MÚSICA COMO INSTRUMENTO PSICOPEDAGÓGICO PARA INTERVENÇÃO COGNITIVA Fabiano Silva Cruz Educador Musical/ Psicopedagogo (gravewild@yahoo.com.br) APRESENTAÇÃO Fabiano Silva Cruz Graduado em composição e arranjo

Leia mais

PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE/2015

PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE/2015 PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE/2015 TURMA: 2º ano PERÍODO: 23/02 a 22/05 DISCIPLINA/PROFESSOR/A OBJETIVO CONTEÚDOS Currículo Ana Paula Froes Língua Portuguesa: Língua Portuguesa: Realizar leituras acompanhando

Leia mais

REFERENCIAL DO PERFIL DE COMPETÊNCIAS AVALIAÇÃO 3 ANOS. Aprendizagens. Construção da identidade e da autoestima

REFERENCIAL DO PERFIL DE COMPETÊNCIAS AVALIAÇÃO 3 ANOS. Aprendizagens. Construção da identidade e da autoestima ANO LETIVO 2016/217 REFERENCIAL DO PERFIL DE COMPETÊNCIAS AVALIAÇÃO 3 ANOS Área de Construção da identidade e da autoestima Sabe o seu primeiro nome Sabe a idade Tem consciência de si e do outro Reconhece

Leia mais

Jardim de Infância Professor António José Ganhão

Jardim de Infância Professor António José Ganhão Jardim de Infância Professor António José Ganhão Jardim de Infância da Lezíria Jardim de Infância do Centro Escolar de Samora Correia Jardim de Infância do Centro Escolar de Porto Alto Jardim de Infância

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES DE ANIMAÇÃO E DE APOIO À FAMILIA. Ano letivo 2016/2017

PLANIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES DE ANIMAÇÃO E DE APOIO À FAMILIA. Ano letivo 2016/2017 Ano letivo 2016/2017 ATIVIDADE DE EXPRESSÃO MOTORA 1º/2º/3º Período Deslocamentos e - Desenvolver a coordenação - Realização de corrida e transposição de obstáculos; Participação e equilíbrios motora global

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DE CURITIBA DEPARTAMENTO DE ENSINO FUNDAMENTAL GERÊNCIA DE CURRÍCULO EDUCAÇÃO FÍSICA

SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DE CURITIBA DEPARTAMENTO DE ENSINO FUNDAMENTAL GERÊNCIA DE CURRÍCULO EDUCAÇÃO FÍSICA 1.º ANO EDUCAÇÃO FÍSICA OBJETIVOS CONTEÚDOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO - Identificar as partes do seu próprio corpo, GINÁSTICA - Identifica as partes de seu próprio corpo? bem como as possibilidades de Ginástica

Leia mais

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Maternal I

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Maternal I Maceió, 16 de julho de 2016. GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Maternal I Senhores pais ou responsáveis Estamos iniciando o terceiro bimestre letivo e gostaríamos de informar-lhes sobre os projetos que serão

Leia mais

Arte, expressão e movimento. Prof. José Urbano AULA 1

Arte, expressão e movimento. Prof. José Urbano AULA 1 Arte, expressão e movimento Prof. José Urbano AULA 1 Arte, expressão e movimento Conteúdos: Música, expressão e movimento Objetivos: Apresentar elementos teóricos sobre a importância do uso da música no

Leia mais

CENTRO DE CONVIVÊNCIA ESCOLA BAIRRO

CENTRO DE CONVIVÊNCIA ESCOLA BAIRRO CENTRO DE CONVIVÊNCIA ESCOLA BAIRRO ESTRUTURA DE TRABALHO Os CCEB atendem a comunidade escolar no contra turno com oficinas diversificadas que atendem os alunos da faixa etária de 6 à 12 anos que estudam

Leia mais

PERFIL DE DESEMPENHO. PRÉ-ESCOLAR 4 anos

PERFIL DE DESEMPENHO. PRÉ-ESCOLAR 4 anos PRÉ-ESCOLAR 4 anos O aluno deverá ser capaz de: ÁREAS DE CONTEÚDO DOMÍNIO/COMPONENTES DESCRITOR Construção da identidade e autoestima - Saber dizer o seu nome próprio e a sua idade - Verbalizar as necessidades

Leia mais

Sala: 24 aos 36 meses - Sala de 2 ano (2) Educadora: Sofia Rodrigues

Sala: 24 aos 36 meses - Sala de 2 ano (2) Educadora: Sofia Rodrigues Sala: 24 aos 36 meses - Sala de 2 ano (2) Educadora: Sofia Rodrigues SETEMBRO A minha Escola Conhecer a sala Vamos conhecer o outro Conhecer os diferentes espaços da instituição, regras da sala e da escola

Leia mais

INFORMATIVO 2017 GRUPO 4

INFORMATIVO 2017 GRUPO 4 INFORMATIVO 2017 GRUPO 4 Considerar a criança como sujeito é levar em conta, nas relações que com ela estabelecemos, que ela tem desejos, ideias, opiniões, capacidade de decidir, de criar, e de inventar,

Leia mais

Oficina: Brincando e aprendendo com a bandinha. Dinamizadoras: Rosilene de Souza Ruana Viana

Oficina: Brincando e aprendendo com a bandinha. Dinamizadoras: Rosilene de Souza Ruana Viana Oficina: Brincando e aprendendo com a bandinha Dinamizadoras: Rosilene de Souza Ruana Viana Segundo Jeandot (1990), a receptividade à música é um fenômeno corporal. Ao nascer, a criança entra em contato

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA SOLEDADE

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA SOLEDADE COLÉGIO NOSSA SENHORA DA SOLEDADE PLANO DE EXECUÇÃO DO MATERIAL ESCOLAR INDIVIDUAL E COLETIVO/LISTA DE MATERIAIS GRUPO 4 EDUCAÇÃO INFANTIL 2017 UNIDADE MATERIAIS QUANTIDADE ATIVIDADE EM QUE SERÁ UTILIZADO

Leia mais

Eixos/temas Noções / Conceitos Competências e Habilidades UNIDADE 1 SOU UM SER HUMANO COM NOME E IDENTIDADE UNIDADE 2 EU VIVO UNIDADE 3 MEU CORPO

Eixos/temas Noções / Conceitos Competências e Habilidades UNIDADE 1 SOU UM SER HUMANO COM NOME E IDENTIDADE UNIDADE 2 EU VIVO UNIDADE 3 MEU CORPO AMNT ND 1 O AL F NSINO RLIGIOSO 1 ANO 2 VIVO u vivo u vivo com os outros u cuido do outro 3 u tenho um nome que me identifica. u gosto de... u desejo e sonho com... SO M SR HMANO COM NOM IDNTIDAD M CORPO

Leia mais

O meu mundo! Plano Anual de Atividades - Berçário CENTRO SOCIAL DA PARÓQUIA DE S. SALVADOR - VISEU

O meu mundo! Plano Anual de Atividades - Berçário CENTRO SOCIAL DA PARÓQUIA DE S. SALVADOR - VISEU O meu mundo! Educadora de Infância: Sofia Marques Auxiliar da ação educativa: Idalina Alexandre Auxiliar da ação educativa: Manuela Oliveira Página 1 de 5 INTRODUÇÃO O plano de atividades é, como o nome

Leia mais

CONTEÚDO ANUAL SEGMENTO: Educação Infantil SÉRIE: Jardim II OBJETIVO GERAL DA FASE:

CONTEÚDO ANUAL SEGMENTO: Educação Infantil SÉRIE: Jardim II OBJETIVO GERAL DA FASE: SEGMENTO: Educação Infantil SÉRIE: Jardim II OBJETIVO GERAL DA FASE: CONTEÚDO ANUAL 2016 Criar condições para o desenvolvimento integral das crianças, considerando as possibilidades de aprendizagem que

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento Orientador: Orientações Curriculares para a Educação Pré-escolar PRÉ-ESCOLAR Na Educação Pré-escolar os conteúdos

Leia mais

Fundamentos Pedagógicos e Estrutura Geral da BNCC. BNCC: Versão 3 Brasília, 26/01/2017

Fundamentos Pedagógicos e Estrutura Geral da BNCC. BNCC: Versão 3 Brasília, 26/01/2017 Fundamentos Pedagógicos e Estrutura Geral da BNCC BNCC: Versão 3 Brasília, 26/01/2017 1 INTRODUÇÃO 1.3. Os fundamentos pedagógicos da BNCC Compromisso com a formação e o desenvolvimento humano global (dimensões

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO CUIABÁ 2015 Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar

Leia mais

UNIDADE DE ESTUDO - 3ª ETAPA

UNIDADE DE ESTUDO - 3ª ETAPA OBJETIVOS GERAIS: UNIDADE DE ESTUDO - 3ª ETAPA - 2016 Disciplina: Linguagem Oral e Escrita Professoras: Anália, Carla, Fabiana e Roberta Período: 2º Segmento: Educação Infantil Mostrar autonomia na utilização

Leia mais

AULA 4 O ensino da Matemática na Educação Infantil. CURSO Alfabetização Linguística e Matemática na Educação Infantil

AULA 4 O ensino da Matemática na Educação Infantil. CURSO Alfabetização Linguística e Matemática na Educação Infantil AULA 4 O ensino da Matemática na Educação Infantil A Educação Infantil é considerada, como a primeira etapa da educação básica, no Brasil, a partir de 1996. Os eixos de trabalho orientados à construção

Leia mais

Atividades rítmicas e expressão corporal

Atividades rítmicas e expressão corporal Atividades rítmicas e expressão corporal LADAINHAS CANTIGAS BRINQUEDOS CANTADOS FOLCLORE MOVIMENTOS COMBINADOS DE RÍTMOS DIFERENTES RODAS Estas atividades estão relacionados com o folclore brasileiro,

Leia mais

02/05/14. Para início de Conversa. Tema 1 - A importância das Artes na Infância. Objetivos

02/05/14. Para início de Conversa. Tema 1 - A importância das Artes na Infância. Objetivos Tema 1 - A importância das Artes na Infância Para início de Conversa Objetivos Conhecer a importância do ensino das artes na educação infantil. Compreender a diferença das abordagens inatista e pragmática

Leia mais

CRITÉRIOS/INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO DO 1ºCICLO

CRITÉRIOS/INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO DO 1ºCICLO CRITÉRIOS/INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO DO 1ºCICLO CRITÉRIOS/INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO - 1ºAno e 2ºAno de escolaridade Domínios Competências Avaliação Sabe escutar para reproduzir pequenas mensagens e para

Leia mais

Trabalho apresentado na disciplina Psicologia da Educação III Prof. Dra. Luciene Tognetta. Jaqueline Freitas Naiara Massola Sara Chierici

Trabalho apresentado na disciplina Psicologia da Educação III Prof. Dra. Luciene Tognetta. Jaqueline Freitas Naiara Massola Sara Chierici Trabalho apresentado na disciplina Psicologia da Educação III Prof. Dra. Luciene Tognetta Jaqueline Freitas Naiara Massola Sara Chierici Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho 2016 1 Sondar

Leia mais

CRECHE MUNICIPAL MACÁRIA MILITONA DE SANTANA PROJETO TEMA: MINHA IDENTIDADE, MINHA HISTÓRIA

CRECHE MUNICIPAL MACÁRIA MILITONA DE SANTANA PROJETO TEMA: MINHA IDENTIDADE, MINHA HISTÓRIA CRECHE MUNICIPAL MACÁRIA MILITONA DE SANTANA PROJETO TEMA: MINHA IDENTIDADE, MINHA HISTÓRIA CUIABÁ-MT 2015 CRECHE MUNICIPAL MÁCARIA MILITONA DE SANTANA 1- Tema: Minha identidade, minha história 1.2- Faixa

Leia mais

PROJETO BRINQUEDOTECA PALMAS

PROJETO BRINQUEDOTECA PALMAS PROJETO BRINQUEDOTECA PALMAS INTRODUÇÃO A Brinquedoteca constitui-se em espaço preparado para estimular o educando a brincar, possibilitando o acesso a uma grande variedade de brinquedos, dentro de um

Leia mais

PROPOSTA CURRICULAR PARA O 2º SEGMENTO História

PROPOSTA CURRICULAR PARA O 2º SEGMENTO História PREFEITURA MUNICIPAL DE IPATINGA ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO/SEÇÃO DE ENSINO NÃO FORMAL CENFOP Centro de Formação Pedagógica PROPOSTA CURRICULAR PARA

Leia mais

A MATEMÁTICA E SUAS MÚLTIPLAS LINGUAGENS

A MATEMÁTICA E SUAS MÚLTIPLAS LINGUAGENS A MATEMÁTICA E SUAS MÚLTIPLAS LINGUAGENS E.M.E.F.I. Professor Manoel Ignácio de Moraes Sala 1 Sessão 1 Professora Apresentadora: Roseli dos Santos Bassanelli Pereira Realização: Foco O projeto está sendo

Leia mais

COMUNICADO CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DO 1º SEMESTRE INFANTIL I

COMUNICADO CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS DO 1º SEMESTRE INFANTIL I Palmas, de fevereiro de 2015 Educar é promover o outro em sua totalidade. (Madre Clélia Merloni) Da: Coordenação Segmento I Aos: Senhores Pais ou Responsáveis Assunto: Eixos temáticos COMUNICADO Srs. Pais

Leia mais

PROJETO ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL VOVÓ DORALICE SALAS TEMÁTICAS

PROJETO ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL VOVÓ DORALICE SALAS TEMÁTICAS PROJETO ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL VOVÓ DORALICE SALAS TEMÁTICAS BOSSARDI, Simone Maria¹ ABREU, Márcia Loren Vieira² VEADRIGO, Eliza³ ¹Professora de Educação Infantil. Instituição: Escola Municipal

Leia mais

RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL SOBRE A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR

RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL SOBRE A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL SOBRE A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR Este documento é referente à conclusão dos grupos de trabalho do 3º turno do Seminário Estadual de GOIÁS, no dia 03/08/2016, com aproximadamente

Leia mais

Proposta curricular de 2 a 3 anos PROPOSTA DE TRABALHO NOÇÕES /CONCEITOS HABILIDADES MOVIMENTO Unidade I A CRIANÇA E O SEU CORPO

Proposta curricular de 2 a 3 anos PROPOSTA DE TRABALHO NOÇÕES /CONCEITOS HABILIDADES MOVIMENTO Unidade I A CRIANÇA E O SEU CORPO Proposta curricular de 2 a 3 anos MOVIMENTO Unidade I A CRIANÇA E O SEU CORPO Unidade II A CRIANÇA E O BRINQUEDO Brincadeiras cantadas explorando o corpo; Reconhecimento corporal partes simples e amplas,

Leia mais

Plano Trimestral da Educação Infantil

Plano Trimestral da Educação Infantil Como Corpo em Missão, sob a inspiração de Maria, promover a dignidade da Mulher e o Cuidado com a Criação. (Assembleia Provincial). Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida. Campanha da Fraternidade/JPIC

Leia mais

ESTAÇÕES DE APRENDIZAGEM E LINHAS DE INVESTIGAÇÃO

ESTAÇÕES DE APRENDIZAGEM E LINHAS DE INVESTIGAÇÃO PLANO DE EXECUÇÃO 2017 - Lei Distrital nº 4311/2009 O presente plano de execução, previsto em nosso Projeto Político Pedagógico, esclarece à comunidade escolar sobre as solicitações de materiais didáticos

Leia mais

CRECHE MUNICIPAL MARIANA FERNANDES MACEDO

CRECHE MUNICIPAL MARIANA FERNANDES MACEDO Secretaria Municipal de Educação Diretoria de Politicas Educacionais Coordenadoria de Organização Curricular Gerencia de Educação Infantil CRECHE MUNICIPAL MARIANA FERNANDES MACEDO PROJETO ALIMENTAÇÃO

Leia mais

Teatro para todos EMEIEF Prof. Ernesto Marcondes Rangel

Teatro para todos EMEIEF Prof. Ernesto Marcondes Rangel Teatro para todos EMEIEF Prof. Ernesto Marcondes Rangel Professor(es) Apresentador(es): Plinio de Oliveira Macedo Junior Realização: Foco do Projeto O fazer teatral é uma ferramenta pedagógica de grande

Leia mais

Centro Social Monsenhor Júlio Martins

Centro Social Monsenhor Júlio Martins Centro Social Monsenhor Júlio Martins Plano Anual de Atividades 2014/2015 Tema do Projeto Educativo: Brincar a Aprender Tema do Projeto Curricular de Turma: Descobrir com as emoções Sala dos 3,4 e 5 anos

Leia mais

Vamos brincar de construir as nossas e outras histórias

Vamos brincar de construir as nossas e outras histórias MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA Vamos brincar de construir as nossas e outras histórias Ano 02

Leia mais

ÁREA DE FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL

ÁREA DE FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL PLANO CURRICULAR ÁREA DE FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL Componentes Construção da identidade e da autoestima Conhecer e aceitar as suas características pessoais e a sua identidade social e cultural, situando-as

Leia mais

PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016

PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016 PROJETOS CRIATIVOS TURNO 2016 Tema: Comunicação não verbal Mês: Outubro Habilidade Sócio emocional: Este projeto visa promover atividades e dinâmicas que estimule os alunos a comunicação não violenta através

Leia mais

OS EFEITOS DA DANÇA NO DESENVOLVIMENTO DAS CRIANÇAS

OS EFEITOS DA DANÇA NO DESENVOLVIMENTO DAS CRIANÇAS OS EFEITOS DA DANÇA NO DESENVOLVIMENTO DAS CRIANÇAS SILVA, Thayssa Lorrane Falce da 1 LEITE, Regina Aparecida de Almeida 2 1 Acadêmica do curso de Graduação em Educação Física da Faculdade de Ciências

Leia mais

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 3 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 3 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS UNIDADE 1 SER CIDADÃO *Reconhecer e valorizar atitudes de convivência, respeito, solidariedade a outras pessoas. *Desenvolver, reconhecer e valorizar as atividades do cotidiano. *Conhecer direitos e deveres

Leia mais

PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014

PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014 C O L É G I O L A S A L L E Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Guarani, 2000 - Fone (045) 3252-1336 - Fax (045) 3379-5822 http://www.lasalle.edu.br/toledo/ PROGRAMA DE 2014 NATUREZA E SOCIEDADE

Leia mais

Designação do Módulo: Técnicas de Animação

Designação do Módulo: Técnicas de Animação Módulo N.º 3258 Designação do Módulo: Técnicas de Animação Planificar e dinamizar a animação com caráter interdisciplinar, como forma de desenvolver competências e autonomias. Expressão livre e animação

Leia mais

OS DESAFIOS DA APRENDIZAGEM DOS ALUNOS COM TEA (AUTISMO): PARCERIA ENTRE SALA REGULAR E SALA DE RECURSOS

OS DESAFIOS DA APRENDIZAGEM DOS ALUNOS COM TEA (AUTISMO): PARCERIA ENTRE SALA REGULAR E SALA DE RECURSOS OS DESAFIOS DA APRENDIZAGEM DOS ALUNOS COM TEA (AUTISMO): PARCERIA ENTRE SALA REGULAR E SALA DE RECURSOS Profa. de Sala de Recursos - Rosemeire Estremeira Profa. da Sala Regular - Paula Bete Orientadora

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Jardim de Infância

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Jardim de Infância PL ANUAL DE ATIVIDADES Jardim de Infância LETIVO 2016/2017 Para além do trabalho previsto no projeto de sala, não podemos deixar de referir algumas atividades que surgem como comemoração de algumas datas

Leia mais

Colégio Valsassina. Modelo pedagógico do jardim de infância

Colégio Valsassina. Modelo pedagógico do jardim de infância Colégio Valsassina Modelo pedagógico do jardim de infância Educação emocional Aprendizagem pela experimentação Educação para a ciência Fatores múltiplos da inteligência Plano anual de expressão plástica

Leia mais

PLANO DE USO DE MATERIAIS: INFANTIL I (03 ANOS) 2017

PLANO DE USO DE MATERIAIS: INFANTIL I (03 ANOS) 2017 PLANO DE USO DE MATERIAIS: INFANTIL I (03 ANOS) 27 Possibilitar as habilidades motoras. Desenhos, pinturas, colagens, modelagens com Rolo de fita dupla face. Construir (ou ajudar a construir) e descobrir

Leia mais

CURRÍCULO DISCIPLINAR

CURRÍCULO DISCIPLINAR CURRÍCULO DISCIPLINAR 1º CEB 4º ANO 1º CEB 4º Ano de escolaridade Número de aulas previstas no ano letivo 2017/18: 1º Período 64 2º Período 55 170 dias letivos 3º Período 51 PORTUGUÊS DOMÍNIO: ORALIDADE

Leia mais

Curso: Educação de Infância. Tema: Ida à livraria / Planetas Data : 3/ Objectivos Específicos. Actividade proposta 2/3/4/5 anos

Curso: Educação de Infância. Tema: Ida à livraria / Planetas Data : 3/ Objectivos Específicos. Actividade proposta 2/3/4/5 anos Ano lectivo: 2005/2006 Estagiária: Curso: Educação de Infância 4º Ano Educadora Cooperante: Tema: Ida à livraria / Planetas Data : 3/4.04.06 Áreas Domínios Objectivos Gerais Objectivos Específicos Actividade

Leia mais