JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO"

Transcrição

1 JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO Tomada de Preço nº.: 001/2014 Recorrente: OLIVEIRA ARAÚJO ENGENHARIA LTDA 1. Trata-se, em síntese, de recurso administrativo interposto pela sociedade empresária OLIVEIRA ARAÚJO ENGENHARIA LTDA no âmbito do procedimento licitatório, realizado na modalidade Tomada de Preço, sob nº.: 001/2014. DOS FATOS: 2. Antes da análise das manifestações da empresa acima, vamos aos fatos: 3. A empresa recorrente foi inabilitada por não apresentar a declaração de que, sendo vencedora da Licitação, em até dez (10) dias corridos após a assinatura do Contrato, providenciará, junto ao CREA/DF, a respectiva Anotação de Responsabilidade Técnica ART (art. 1º da Lei nº 6.496/1977), e encaminhará ao Contratante uma cópia autenticada da documentação que comprove o registro, conforme exigido no item do projeto básico Anexo I do Edital. DAS RAZÕES: 4. A recorrente alega, em resumo, que como sua jurisdição é outra daquela onde serão prestados os serviços, a ART será providenciada junto ao CREA/GO, local de registro da licitante. E que a apresentação da declaração de aceitação de todos os itens do edital e do termo de referência foi devidamente entregue e apresenta todos os dizeres necessários à habilitação. Além disso, a ausência de tal documento não implica em descumprimento de contrato em caso de sucesso no certame, sendo atendido por meio de registro da empresa em CREA local. DA ANÁLISE 5. Primeiramente, vejamos a exigência do Edital e seu anexo I projeto básico: 12. DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS E OBRIGATÓRIOS À HABILITAÇÃO (independentemente do que possa ser exigido no Edital de Licitação) (...) Declaração da Licitante, sob assinatura do Representante da empresa, de que, sendo vencedora da Licitação, em até dez (10) dias corridos após a assinatura do Contrato, providenciará, junto ao CREA/DF, a respectiva Anotação de Responsabilidade Técnica ART (art. 1º da Lei nº 6.496/1977), e encaminhará ao Contratante uma cópia autenticada da documentação que comprove o registro. 6. Vejamos que a exigência colocada está em consonância com o disposto Constituição Federal : Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios 1

2 de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência e, também, ao seguinte: (...) XXI - ressalvados os casos especificados na legislação, as obras, serviços, compras e alienações serão contratados mediante processo de licitação pública que assegure igualdade de condições a todos os concorrentes, com cláusulas que estabeleçam obrigações de pagamento, mantidas as condições efetivas da proposta, nos termos da lei, o qual somente permitirá as exigências de qualificação técnica e econômica indispensáveis à garantia do cumprimento das obrigações. (Grifo nosso) 7. Já a Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, que institui normas para licitações e contratos da Administração Pública, veda que os agentes públicos pratiquem atos tendentes a restringir ou frustrar o caráter competitivo do certame, consoante se depreende da leitura de seu art. 3º: Art. 3º A licitação destina-se a garantir a observância do princípio constitucional da isonomia, a seleção da proposta mais vantajosa para a administração e a promoção do desenvolvimento nacional sustentável e será processada e julgada em estrita conformidade com os princípios básicos da legalidade, da impessoalidade, da moralidade, da igualdade, da publicidade, da probidade administrativa, da vinculação ao instrumento convocatório, do julgamento objetivo e dos que lhes são correlatos. 1º É vedado aos agentes públicos: I - admitir, prever, incluir ou tolerar, nos atos de convocação, cláusulas ou condições que comprometam, restrinjam ou frustrem o seu caráter competitivo, inclusive nos casos de sociedades cooperativas, e estabeleçam preferências ou distinções em razão da naturalidade, da sede ou domicílio dos licitantes ou de qualquer outra circunstância impertinente ou irrelevante para o específico objeto do contrato, ressalvado o disposto nos 5o a 12 deste artigo e no art. 3o da Lei no 8.248, de 23 de outubro de 1991; II - estabelecer tratamento diferenciado de natureza comercial, legal, trabalhista, previdenciária ou qualquer outra, entre empresas brasileiras e estrangeiras, inclusive no que se refere a moeda, modalidade e local de pagamentos, mesmo quando envolvidos financiamentos de agências internacionais, ressalvado o disposto no parágrafo seguinte e no art. 3o da Lei no 8.248, de 23 de outubro de (...) (Grifo nosso) 8. Deve-se atentar sempre para que as exigências de qualificação técnica não sejam desarrazoadas a ponto de frustrar o caráter competitivo do certame. Outro não é o posicionamento do TCU: As exigências relativas à capacidade técnica guardam amparo constitucional e não constituem, por si só, restrição indevida ao caráter competitivo de licitações conduzidas pelo Poder Público. Tais exigências, sejam elas de caráter técnicoprofissional ou técnico-operacional, não podem ser desarrazoadas a ponto de comprometer o caráter competitivo do certame, devendo tão-somente constituir garantia mínima suficiente de que o futuro contratado detém capacidade de cumprir com as obrigações contratuais. Tais exigências (sic)ser sempre devidamente fundamentadas, de forma que fiquem demonstradas inequivocamente sua imprescindibilidade e pertinência em relação ao objeto licitado. (Grifo nosso) 9. Toda e qualquer exigência de qualificação técnica deve ser concebida de modo a não impor custos prévios à celebração do contrato, a teor da Súmula 272/2012 (BRASIL, TCU, 2012): Súmula nº 272/2012: No edital de licitação, é vedada a inclusão de exigências de habilitação e de quesitos de pontuação técnica para cujo atendimento os licitantes 2

3 tenham de incorrer em custos que não sejam necessários anteriormente à celebração do contrato. 10. Assim, nota-se que a declaração solicitada ao licitante quando da apresentação dos demais documentos de habilitação não se trata de exigência excessiva. Pelo contrário, a produção de tal documento não gera custos desnecessários e não é restritiva. Seu teor tem vínculo direto ao serviço a ser executado e encontra respaldo legal na legislação do sistema CONFEA/CREA, como a própria licitante apontou, tendo em vista que a providência de ART será necessária após a contratação. 11. Reconhece o recorrente não ter apresentado tal declaração, mas afirma que isso teria ocorrido em razão de ser sua sede em outra jurisdição. Na peça apresentada, a licitante declara conhecer do objeto da licitação, nos termos exigidos pelo referido item, esclarecendo que isso já a deixa em condições de participar da licitação e prestar os serviços. Sendo que a exigência de tal declaração só é apresentada no termo de referência (sic) e todos os documentos exigidos no corpo do Edital foram entregues em conformidade. 12. Contudo, deve-se objetivar a intenção de tal documento: de que a contratada tem ciência e se compromete, especificamente, em providenciar a devida Anotação de Responsabilidade Técnica, junto ao órgão de classe competente. Se ela iria fazê-lo no CREA/GO, então deveria apresentara declaração que se compromete a providenciar o documento no prazo de 10 dias junto aquele regional de engenharia e agronomia e não simplesmente deixar de apresentar um documento exigido no Edital. Até porque as obrigações das empresas do ramo, seja no Distrito Federal, ou no Goiás, são as mesmas. Desta forma, o caso em tela que motivou a inabilitação da licitante, não decorre de um capricho formal, mas de uma desobediência a um item explícito do instrumento convocatório, que foi cumprido por alguns dos demais licitantes participantes desta licitação e não foi oportunamente impugnado por nenhum deles inclusive a recorrente. Só seria possível cogitar algum excesso de rigor formal, por parte da Comissão, se a declaração houvesse sido apresentada com alguma imperfeição de menor importância. Ou ainda, assistiria razão à licitante caso ela apresentasse a declaração informando que seria providenciado a ART necessária junto ao CREA/GO e não aquele da jurisdição da sede do contratante. Reforça-se: o que houve foi um caso de insuficiência documental, que não merece ensejar outro desfecho que não a inabilitação da sociedade empresária interessada. 13. Mais uma vez, o reclamo da licitante não merece ser acolhido. Embora formal, a exigência de apresentação de tal declaração encontra-se no anexo I projeto básico do edital, sendo deste parte integrante e indissociável. Assim, deve ser atendida pelos licitantes. Entendesse ociosa a determinação do edital, qualquer licitante poderia ter impugnado tal item, pleiteando sua exclusão. Mantido o dispositivo, ele deve ser cumprido pelos licitantes e pela Comissão Especial de Licitação. 14. Vejamos outro exemplo claro sobre a necessidade de se atender ao instrumento convocatório: APELAÇÃO CÍVEL. MANDADO DE SEGURANÇA. LICITAÇÃO. MODALIDADE TOMADA DE PREÇOS. INABILITAÇÃO POR FALTA DE REQUISITO EXIGIDO NO EDITAL (CERTIFICADO DE INSCRIÇÃO CADASTRAL). CERTAME CONCLUÍDO, INCLUSIVE CELEBRADO CONTRATO COM A LICITANTE VENCEDORA. FATO SUPERVENIENTE A SER CONSIDERADO PELA CÂMARA. ART. 462 DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. EXTINÇÃO DA AÇÃO COM FUNDAMENTO NO ART. 267, INCISO 3

4 VI, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.462CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL267VICÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. Constatando-se que o processo licitatório já produziu inteiramente os seus efeitos, pois encerrado, inclusive celebrado o contrato com a licitante vencedora, há manifesta falta de interesse da impetrante. (7696 SC , Relator: Jânio Machado, Data de Julgamento: 03/04/2009, Quarta Câmara de Direito Público, Data de Publicação: Apelação cível n., da Capital) - Ainda que não fosse extinto o processo pela perda do objeto, o que se diz apenas para o efeito ilustrativo, inexiste a alegada violação a direito líquido. É que a impetrante foi inabilitada porque não exibiu o documento previsto no item do edital (Certificado de Registro Cadastral C.R.C.) e, de acordo com o item 5.8, "A não apresentação de quaisquer documentos, inabilitará a proponente de participar da licitação". A impetrante tentou justificar a desnecessidade do documento sob a afirmação de ter havido comprovação inequívoca de estar regularmente inscrita no município, o que não constitui razão suficiente (não há previsão no edital de licitação). Pode-se concluir, então, que o documento não foi apresentado, desatendendo-se exigência editalícia. E, se não foi apresentado o documento exigido, de direito líquido e certo não se poderá falar. (grifo nosso) 15. Desta forma, ilegal, arbitrária e indevida seria a atuação da CPL deste conselho de fiscalização profissional se agisse de forma diversa e em descompasso com as regras previamente estabelecidas no instrumento convocatório, sendo este a garantia dos licitantes de que a atuação administrativa será isenta, previsível, moral e eficazmente controlada. Afinal, uma vez publicado o edital e tornadas explícitas as normas que guiarão o certame, ambas as partes Administração e licitante devem-lhe fiel execução. 16. Qualquer oposição às exigências do ato convocatório deveriam ser apresentada no momento oportuno, sob pena de se entender que as mesmas estão compatíveis com o objeto licitado e os licitantes a elas aderiram. 17. Desta forma, em obediência ao princípio da vinculação ao edital da licitação, bem como do tratamento isonômico dos licitantes, não se admite que por qualquer ato editado pela Administração, durante a fluência do certame, esta deixe de exigir o que foi inicialmente imposto ou passe a decretar ordens contrárias às previamente conhecidas dos licitantes. 18. E assim, estando amparada a atuação da Comissão Permanente de Licitação na legislação pertinente, a qual lhe possibilita esse agir, não se pode permitir atuação diversa da adotada para tais situações. 19. Encontramos respaldo na doutrina e jurisprudência do Tribunal de Contas da União: Após examinados e julgados os documentos apresentados para efeito de habilitação dos licitantes, mediante confronto com as exigências e condições do ato convocatório, serão desclassificados e não aceitos aqueles que não atenderem ao que foi estabelecido (...) O licitante que deixar de fornecer, quaisquer dos documentos exigidos, ou apresentá-los em desacordo com o estabelecido no ato convocatório ou com irregularidades será considerado inabilitado. (Licitações e Contratos Orientações Básicas 3ª Edição Revista, Atualizada e Ampliada Brasília 2006 TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. Página 169). (grifo nosso). 4

5 20. Acórdão 628/2005 Segunda Câmara: Observe com rigor os princípios básicos que norteiam a realização dos procedimentos licitatórios, especialmente o da vinculação ao instrumento convocatório e o do julgamento objetivo, previstos nos artigos 3º, 41, 44 e 45 da Lei nº 8.666/1993. (grifo nosso) Princípio do Julgamento Objetivo: Esse princípio significa que o administrador deve observar critérios objetivos definidos no ato convocatório para o julgamento das propostas. Afasta a possibilidade de o julgador utilizar-se de fatores subjetivos ou de critérios não previstos no ato convocatório, mesmo que em benefício da própria Administração. Princípio da Impessoalidade: Esse princípio obriga a Administração a observar nas suas decisões critérios objetivos previamente estabelecidos, afastando a discricionariedade e o subjetivismo na condução dos procedimentos da licitação. Princípio da Vinculação ao Instrumento Convocatório: obriga a Administração e o licitante a observarem as normas e condições estabelecidas no ato convocatório. Nada poderá ser criado ou feito sem que haja previsão no ato convocatório. 21. Reforça-se o posicionamento da CPL com a jurisprudência do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, que também já se manifestou no sentido de que a Administração deve ser fiel ao princípio da vinculação ao instrumento convocatório (AC ): Pelo princípio da vinculação ao instrumento convocatório, a Administração não pode descumprir as normas e condições do edital, ao qual se acha estritamente vinculada (Lei nº 8.666/93, art. 3º, 41 e 43, I). O edital é a lei da licitação. A despeito do procedimento ter suas regras traçadas pela própria Administração, não pode esta se furtar ao seu cumprimento, estando legalmente vinculada à plena observância do regramento. (grifo nosso) 22. O mesmo TRF1, noutra decisão (AC ), registrou: Conjugando a regra do art. 41 com aquela do art. 4º [Lei nº 8.666/93], pode-se afirmar a estrita vinculação da Administração ao edital, seja quanto a regras de fundo quanto àquelas de procedimento. (...) O descumprimento a qualquer regra do edital deverá ser reprimido, inclusive através dos instrumentos de controle interno da Administração Pública. Nem mesmo o vício do edital justifica a pretensão de ignorar a disciplina por ele veiculada. Se a Administração reputar viciadas ou inadequadas as regras contidas no edital, não lhe é facultado pura e simplesmente ignorá-las ou alterá-las (...)"(Justen Filho, Marçal; Comentários à lei de licitações e contratos administrativos; 8ª ed., São Paulo, Dialética, comentários ao art. 41, pgs. 417/420). A conduta da Administração na condução do pleito foi de estrita observância e vinculação ao edital, sendo o direito prejudicado pertencente a terceiro que não observou as prescrições editalícias, sendo descabida a pretensão de beneficiar-se de sua desídia. (grifo nosso) 23. Verifica-se, então, que se trata de uma análise objetiva dos documentos apresentados e se seu teor está devidamente atinente ao pedido no Edital. Ficou claro que a empresa descumpriu exigência contida no Edital, que tem força de lei entre as partes. Assim nada resta senão manter a decisão outrora proferida. CONCLUSÃO: 24. Assim, após verificação e análise do documento encaminhado, CONHEÇO do recurso 5

6 interposto pela RECORRENTE, por ser tempestivo e estar nos moldes legais para, no mérito, julgá-lo IMPROCEDENTE, e, como consequência, DECIDO manter a INABILITAÇÃO da sociedade empresária OLIVEIRA ARAÚJO ENGENHARIA LTDA. Brasília, 10 de fevereiro de 2015 Alexandre Tadeu dos Santos Barreira Presidente da CPL Karinne Batista Domingues de Jesus Membro da CPL Matheus Moreira Cruz Membro da CPL 6

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009 RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009 Trata-se de procedimento licitatório, modalidade Concorrência, cujo objeto é a contratação de empresa do ramo da construção civil para execução

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS Belo Horizonte, 19 de outubro de 2015. ASSUNTO: ENCAMINHAMENTO AO PRESIDENTE: DECISÃO DA PREGOEIRA EM RELAÇÃO AO RECURSO ADMINISTRATIVO APRESENTADO

Leia mais

Julgamento de Recurso Administrativo

Julgamento de Recurso Administrativo Julgamento de Recurso Administrativo Tomada de Preço nº.: 001/2014 Recorrente: G.M. ENGENHARIA CONSTRUÇÕES E COMÉRCIO LTDA 1. Trata-se, em síntese, de recurso administrativo interposto pela sociedade empresária

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Ilustríssima Senhora Pregoeira, EDITAL DO PREGÃO PRESENCIAL No 09/2013-SESAPI ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DO MOBILIÁRIO

Leia mais

WEGH Assessoria e Logística Internacional Ltda.

WEGH Assessoria e Logística Internacional Ltda. ILMO. SR. DR. PREGOEIRO DO PREGÃO ELETRÔNICO N. 79/2012 DA FUNDAÇÃO DE APOIO A PESQUISA E A EXTENSAO - FAPEX Pregão Eletrônico nº 79/2012 WEGH ASSESSORIA E LOGISTICA INTERNACIONAL LTDA, com sede na Rua

Leia mais

M I N I S T É R I O P Ú B L I C O

M I N I S T É R I O P Ú B L I C O MANIFESTAÇÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 075/2012-MP/PA PREGOEIRA: ANDRÉA MARA CICCIO EMPRESA RECORRENTE: PREMIUM SERVICE LTDA CONTRARRAZÕES: TREVO COMERCIO E SERVICO LTDA - ME OBJETO:

Leia mais

Qualificação técnica. A documentação relativa à qualificação técnica limita-se a:

Qualificação técnica. A documentação relativa à qualificação técnica limita-se a: Observe, quando da contratação de empresas para realização de obras e/ou prestação de serviços, o disposto na Lei 8.212/91, que determina a exigência da Certidão Negativa de Débito da empresa na contratação

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL. Ilmº Senhor HENRIQUE MARTINS FARIAS Gerente de Administração Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil CAU/BR

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL. Ilmº Senhor HENRIQUE MARTINS FARIAS Gerente de Administração Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil CAU/BR Ilmº Senhor HENRIQUE MARTINS FARIAS Gerente de Administração Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil CAU/BR REF.: Pregão Eletrônico nº 019/2015 A empresa Cabral Consultoria em Recursos Humanos Ltda,

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS Pregão Eletrônico n. 36/2015 P&P TURISMO LTDA ME, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob

Leia mais

OBRAS PÚBLICAS: QUESTÕES PRÁTICAS DA LICITAÇÃO AO RECEBIMENTO

OBRAS PÚBLICAS: QUESTÕES PRÁTICAS DA LICITAÇÃO AO RECEBIMENTO FECAM Escola de Gestão Pública Municipal OBRAS PÚBLICAS: QUESTÕES PRÁTICAS DA LICITAÇÃO AO RECEBIMENTO Módulo II Chapecó, março/2012 1 Aspectos Legais da Licitação de Obras Denise Regina Struecker Auditora

Leia mais

Referência: Impugnação ao Edital do Pregão Presencial nº. 17/2006

Referência: Impugnação ao Edital do Pregão Presencial nº. 17/2006 1/6 Processo: A 06/166 Interessado: Gerência Administrativa Assunto: Aquisição de Toner Referência: Impugnação ao Edital do Pregão Presencial nº. 17/2006 A empresa JDM dos Anjos Cartuchos ME, inscrita

Leia mais

A ILUSTRÍSSIMA SENHORA SHEILA BATISTA DOS SANTOS PREGOEIRA DA PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO CENTRAL DE COMPRAS

A ILUSTRÍSSIMA SENHORA SHEILA BATISTA DOS SANTOS PREGOEIRA DA PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO CENTRAL DE COMPRAS A ILUSTRÍSSIMA SENHORA SHEILA BATISTA DOS SANTOS PREGOEIRA DA PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO CENTRAL DE COMPRAS C.C.P TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO ESPITIRO SANTO

Leia mais

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC Brasília, 20 de fevereiro de 2009. Ref.: Processo n

Leia mais

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N.º 07/2014 PROCESSO N.º 23368.000296.2014-17

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N.º 07/2014 PROCESSO N.º 23368.000296.2014-17 RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N.º 07/2014 PROCESSO N.º 23368.000296.2014-17 DO OBJETO Trata-se de procedimento licitatório na modalidade Concorrência, cujo objeto é a contratação de empresa

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO

IMPUGNAÇÃO AO INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO ILUSTRÍSSIMO SENHOR ABDIAS DA SILVA OLIVEIRA DESIGNADO PREGOEIRO PARA O PREGÃO ELETRÔNICO Nº 4/2015 DO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR PREGÃO ELETRÔNICO: 4/2015 COQUEIRO &

Leia mais

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL PREGÃO PRESENCIAL 008/2015 ASSUNTO:

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL PREGÃO PRESENCIAL 008/2015 ASSUNTO: SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL PREGÃO PRESENCIAL 008/2015 ASSUNTO: Impugnação ao Edital oferecida pela empresa QATIVE TECNOLOGIA E EVENTOS LTDA. DECISÃO DA COMISSÃO PERMANENTE

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TEOFILÂNDIA ESTADO DA BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE TEOFILÂNDIA ESTADO DA BAHIA Processo n.º 170/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE TEOFILÂNDIA Referência: Pregão n.º 009/2015 Assunto: Impugnação aos Termos do Edital DECISÃO Trata-se de IMPUGNAÇÃO AO EDITAL interposta pela empresa PLUS

Leia mais

Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema

Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema Licitação: Processo administrativo 073/13 Edital - Convite 002/13 Assunto: Resposta ao recurso apresentado contra o julgamento da habilitação. Senhor Presidente do CISMEPAR, A empresa Carvalho Projetos

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES INSPETORIA 2 DIVISÃO 5

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES INSPETORIA 2 DIVISÃO 5 TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES INSPETORIA 2 DIVISÃO 5 PROCESSO RPL 06/00331939 UNIDADE GESTORA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA - SEF INTERESSADO

Leia mais

ILMO. SR. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

ILMO. SR. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ILMO. SR. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Referente ao Edital Pregão Eletrônico nº 35/2009. Oktech Soluções Ltda., pessoa jurídica de direito privado, com sede na Av. Tancredo Neves, 1632, loja 40,

Leia mais

4. No item 15 onde se lê: Prazo final para apresentação do cronograma e do orçamento de construção das INSTALAÇÕES DE TRANSMISSÃO

4. No item 15 onde se lê: Prazo final para apresentação do cronograma e do orçamento de construção das INSTALAÇÕES DE TRANSMISSÃO TEL: 55 (61) 426 5743 Ouvidoria: 0800727 2010 PARA: Fax: ASSUNTO: EDITAL DE LEILÃO N o 002/2004-ANEEL ADENDO N o 03 - ESCLARECIMENTO DE: Rosângela Lago TEL: (61) 426-5743 FAX: (61) 426-5778 FAX N 0 206/2004-CEL/ANEEL

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS SETOR DE AQUISIÇÕES

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS SETOR DE AQUISIÇÕES PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS SETOR DE AQUISIÇÕES Processo n. º 01158-5.2006.001 Interessado: PORTO SEGURO CIA. DE SEGUROS GERAIS Referência: Recurso Administrativo. Modalidade

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO. Recorrida: HITACHI KOKUSAI LINEAR EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS S/A.

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO. Recorrida: HITACHI KOKUSAI LINEAR EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS S/A. PROCESSO: 0366/2012 PREGÃO ELETRÔNICO: Nº 001/2012 JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO EMENTA: Recurso interposto contra o Pregão Eletrônico nº 001/2012 (AQUISIÇÃO DO SISTEMA DE TRANSMISSÃO DIGITAL EM

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL N 07/2011-PR/PB PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Nº 3

PREGÃO PRESENCIAL N 07/2011-PR/PB PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Nº 3 MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República na Paraíba PREGÃO PRESENCIAL N 07/2011-PR/PB PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Nº 3 Referência: Processo n.º 1.24.000.001591/2011-14. Interessado: OMEGATI COMÉRCIO

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO Ref.: Pregão Eletrônico N 096/2015 A PORTAL TURISMO E SERVIÇOS LTDA EPP, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ

Leia mais

Mario Luis Coutinho de Araujo Araujo Enviado em: terça-feira, 2 de agosto de 2011 16:38 Para:

Mario Luis Coutinho de Araujo Araujo <araujo.m40@gmail.com> Enviado em: terça-feira, 2 de agosto de 2011 16:38 Para: Marcelino David Bandt Da Costa De: Mario Luis Coutinho de Araujo Araujo Enviado em: terça-feira, 2 de agosto de 2011 16:38 Para: Marcelino David Bandt Da Costa Assunto: Pedido de

Leia mais

DECISÃO SOBRE A IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 019/2015-EMAP, APRESENTADA PELA EMPRESA HAPVIDA ASSISTÊNCIA MÉDICA LTDA.

DECISÃO SOBRE A IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 019/2015-EMAP, APRESENTADA PELA EMPRESA HAPVIDA ASSISTÊNCIA MÉDICA LTDA. DECISÃO SOBRE A IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 019/2015-EMAP, APRESENTADA PELA EMPRESA HAPVIDA ASSISTÊNCIA MÉDICA LTDA. Impugnação: Trata-se de Impugnação a itens do Termo de Referência e

Leia mais

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO PROCESSO N.º 006/2011 (RETIFICADO) PREGÃO PRESENCIAL N.º 006/2011

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO PROCESSO N.º 006/2011 (RETIFICADO) PREGÃO PRESENCIAL N.º 006/2011 RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO PROCESSO N.º 006/2011 (RETIFICADO) PREGÃO PRESENCIAL N.º 006/2011 A empresa Serttel Ltda., interessada em participar da licitação indicada em epígrafe, apresentou impugnação ao instrumento

Leia mais

ILUSTRISSIMO SENHOR PREGOEIRO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS.

ILUSTRISSIMO SENHOR PREGOEIRO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS. ILUSTRISSIMO SENHOR PREGOEIRO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS. Ref.: PEDIDO DE ALTERAÇÃO AO EDITAL EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO 092/13 A TECNOFLEX IND. E COM. DO MOBILIARIO LTDA, pessoa jurídica

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DIREITOS HUMANOS E PARTICIPAÇÃO POPULAR VIVA CIDADÃO

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DIREITOS HUMANOS E PARTICIPAÇÃO POPULAR VIVA CIDADÃO Folha nº Processo nº Rubrica: Matrícula: Processo n.º 148030/2015 Assunto: Análise do pedido de impugnação do Edital do Pregão nº 13/2015 referente à contratação de empresa especializada na aquisição e

Leia mais

DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011

DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011 DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011 Impugnação ao edital da licitação em epígrafe, proposta por NORTH SEGURANÇA LTDA, mediante protocolo nº 2011/004806, datado de 06/09/2011. 1

Leia mais

AO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO

AO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO AO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO REF: PREGÃO ELETRÔNICO No 1512007 DATA: 26.03.07 LASER TONER DO BRASIL LTDA, inscrita no CNPJ sob o n003.474.684/0001-51, com sede em Belo HorizontelMG,

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A - CERON COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A - CERON COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Assunto: JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO. Impetrante: CONSÓRCIO DAIMON ENGENHARIA E SISTEMAS S/S LTDA E MATRIX ENGENHARIA EM ENERGIA LTDA. Processo: TOMADA DE PREÇOS N.º 013/2008. Objeto: Contratação

Leia mais

ILUSTRISSÍMO SENHOR PREGOEIRO OFICIAL DO CONSELHO REGIONAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL DA 8º REGIÃO. Edital pregão eletrônico nº 008/2014

ILUSTRISSÍMO SENHOR PREGOEIRO OFICIAL DO CONSELHO REGIONAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL DA 8º REGIÃO. Edital pregão eletrônico nº 008/2014 ILUSTRISSÍMO SENHOR PREGOEIRO OFICIAL DO CONSELHO REGIONAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL DA 8º REGIÃO. Edital pregão eletrônico nº 008/2014 FEACONSPAR - FEDERAÇÃO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE

Leia mais

Ata de julgamento de Impugnação ao Pregão Eletrônico AA 37/2007

Ata de julgamento de Impugnação ao Pregão Eletrônico AA 37/2007 Ata de julgamento de Impugnação ao Pregão Eletrônico AA 37/2007 COMBRAS ENGENHARIA LTDA. apresentou Impugnação ao Edital do Pregão Eletrônico AA nº 37/2007, que tem por objeto a contratação de empresa

Leia mais

Carlos Alberto de Oliveira Paes Consultor Jurídico da OCB-SESCOOP/MT

Carlos Alberto de Oliveira Paes Consultor Jurídico da OCB-SESCOOP/MT Carlos Alberto de Oliveira Paes Consultor Jurídico da OCB-SESCOOP/MT Sociedades de Pessoas Lei 5764/1971. Art. 3º. Celebram contrato de sociedade cooperativa as pessoas que reciprocamente se obrigam a

Leia mais

EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial

EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO Pregão Presencial nº. 003/2008 Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial EMENTA: AUSÊNCIA DE COMPROVAÇÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE MINAS GERAIS AUTARQUIA CRIADA PELA LEI Nº 4.769, DE 09/09/1965

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE MINAS GERAIS AUTARQUIA CRIADA PELA LEI Nº 4.769, DE 09/09/1965 COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Referência : Processo n.º 6/2014 Carta Convite nº 01/2014 Ementa: Análise do recurso administrativo apresentado pela licitante Borges 2 Borges Consultoria e Treinamento

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO PREGOEIRO

ILUSTRÍSSIMO PREGOEIRO ILUSTRÍSSIMO PREGOEIRO BSB TIC SOLUÇÕES LTDA, pessoa jurídica de direito privado, com sede no SCS QD. 01 BLOCO C SALAS 1212/14, Brasília - DF, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 04.202.019/0001-71, vem respeitosamente

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ITURAMA ESTADO DE MINAS GERAIS

CÂMARA MUNICIPAL DE ITURAMA ESTADO DE MINAS GERAIS JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO LICITATÓRIO Nº. 01/2011 PREGÃO PRESENCIAL Nº. 01/2011 RECORRENTES: SERVIÇOS ESPECIALIZADOS E ADMINSITRAÇÃO PÚBLICA E PROJETOS LTDA SEAP e PERSONA CAPACITAÇÃO

Leia mais

À INSTANT SOLUTIONS TECNOLOGIA E INFORMÁTICA LTDA. A/C SR. PAULO HAROLDO MANNHEIMER

À INSTANT SOLUTIONS TECNOLOGIA E INFORMÁTICA LTDA. A/C SR. PAULO HAROLDO MANNHEIMER À INSTANT SOLUTIONS TECNOLOGIA E INFORMÁTICA LTDA. A/C SR. PAULO HAROLDO MANNHEIMER Ref. Impugnação ao Edital de licitação Pregão presencial nº 021/2010 COMPANHIA DE INFORMATICA DE JUNDIAÍ CIJUN, neste

Leia mais

Conforme previsto no item VIII do edital de Pregão nº 44/2009, apresentamos nosso pedido de esclarecimentos sobre a licitação, conforme segue:

Conforme previsto no item VIII do edital de Pregão nº 44/2009, apresentamos nosso pedido de esclarecimentos sobre a licitação, conforme segue: Quanto aos questionamentos apresentados pela empresa LORENO, passamos a responder o seguinte: Conforme previsto no item VIII do edital de Pregão nº 44/2009, apresentamos nosso pedido de esclarecimentos

Leia mais

COMENTÁRIOS À LEI DE LICITAÇÕES E CONTRATOS LEI nº 8.666/1993 www.editoraferreira.com.br

COMENTÁRIOS À LEI DE LICITAÇÕES E CONTRATOS LEI nº 8.666/1993 www.editoraferreira.com.br COMENTÁRIOS À LEI DE LICITAÇÕES E CONTRATOS LEI nº 8.666/1993 www.editoraferreira.com.br PRINCÍPIOS LICITATÓRIOS No encontro de hoje, como o título denuncia, apresentaremos, passo a passo, os mais fundamentais

Leia mais

A cláusula editalícia em questão é ilegal, pois fere a norma estampada no 1º do art. 3º, da Lei 8.666/93. Senão vejamos.

A cláusula editalícia em questão é ilegal, pois fere a norma estampada no 1º do art. 3º, da Lei 8.666/93. Senão vejamos. A/C: Sra. Pregoeira Taina Zanchet Ref: Pregão Presencial 001/2011 Assunto: Pedido de impugnação de edital A CBDS Companhia Brasileira de Desenvolvimento de Software vem por meio desta, apresentar suas

Leia mais

Feito: Recurso Adesivo objetivando a exclusão da empresa Contécnica Consultoria Técnica Ltda.

Feito: Recurso Adesivo objetivando a exclusão da empresa Contécnica Consultoria Técnica Ltda. JULGAMENTO DE RECURSO ADESIVO TERMO: Decisório Feito: Recurso Adesivo objetivando a exclusão da empresa Contécnica Consultoria Técnica Ltda. Objeto da Licitação: Contratação de empresa especializada na

Leia mais

No que dispõe sobre a tempestividade recursal, o artigo 26 do Decreto 5.450/2005 regulamentador do Pregão Eletrônico estabelece que;

No que dispõe sobre a tempestividade recursal, o artigo 26 do Decreto 5.450/2005 regulamentador do Pregão Eletrônico estabelece que; Pregão Eletrônico Visualização de Recursos, Contra Razões e Decisõess RECURSO: A CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS 3ª REGIÃO (SP e MS) PRESIDENTE DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 003/2014

Leia mais

EMPRESA MUNICIPAL DE INFORMÁTICA S/A IPLANRIO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ESCLARECIMENTO PROCESSO 01.300.180/2012 PE 0266/2012

EMPRESA MUNICIPAL DE INFORMÁTICA S/A IPLANRIO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ESCLARECIMENTO PROCESSO 01.300.180/2012 PE 0266/2012 EMPRESA MUNICIPAL DE INFORMÁTICA S/A IPLANRIO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ESCLARECIMENTO PROCESSO 01.300.180/2012 PE 0266/2012 Trata-se de impugnações interpostas pelas licitantes abaixo relacionadas,

Leia mais

AO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL SENAI.

AO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL SENAI. Camanducaia/MG, 23 de Janeiro de 2013 AO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL SENAI. Departamento Regional / BA. Gerência de Suprimentos. Rua Edístio Pondé, n. 342, STIEP, Salvador/BA, CEP. 41.770-395.

Leia mais

DECISÃO DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL

DECISÃO DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Processo n 23042.001420/2011-83 Pregão Eletrônico 004/2013-Licitação/DAP. DECISÃO DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Aos cinco dias do mês de junho de 2013, às 16:00 horas, reuniram-se a Pregoeira,

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Licitação segundo a Lei n. 8.666/93 Leila Lima da Silva* *Acadêmica do 6º período do Curso de Direito das Faculdades Integradas Curitiba - Faculdade de Direito de Curitiba terça-feira,

Leia mais

Ao ILMO. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO/SECRETARIA EXECUTIVA/SUBSECRETARIA DE ASSUSNTOS ADMINISTRATIVOS.

Ao ILMO. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO/SECRETARIA EXECUTIVA/SUBSECRETARIA DE ASSUSNTOS ADMINISTRATIVOS. Ao ILMO. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO/SECRETARIA EXECUTIVA/SUBSECRETARIA DE ASSUSNTOS ADMINISTRATIVOS. Sr. Sandoval Luiz de Souza Referência: Pregão N.º 06/2006 VOETUR CARGAS E ENCOMENDAS LTDA.,

Leia mais

Pedido de Impugnação nº 01 Pregão Eletrônico nº 07/2013

Pedido de Impugnação nº 01 Pregão Eletrônico nº 07/2013 Pedido de Impugnação nº 01 Pregão Eletrônico nº 07/2013 Solicitação: ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO EDITAL DE PREGÃO

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL

JULGAMENTO DE RECURSO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO REITORIA PROCESSO: 23249.023345/2011-95. REFERENTE: CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 01/2011 IMPUGNANTE: LTM CONSTRUÇÕES LTDA JULGAMENTO DE RECURSO

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Jesus Comissão de Licitação

Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Jesus Comissão de Licitação PROCESSO LICITATÓRIO PREGÃO PRESENCIAL nº 001/2015 IMPUGNAÇÃO AO EDITAL IMPUGNANTE: POSTO JOEIRANA LTDA Advogado: Gustavo L. de A. Cardoso (OAB/BA 17.485) Advogada: Naiara Barbosa Bastos (OAB/BA 40.094)

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS

ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS REFERENTE AO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS N.º 1119/2013 CPL 04, pelo regime de menor preço por lote. Cujo objeto é Contratação de empresa para prestação de serviços

Leia mais

2. A recorrente pede vênia para ressaltar que a exigência dos itens 3.2.1, afrontam contra o caráter competitivo da licitação.

2. A recorrente pede vênia para ressaltar que a exigência dos itens 3.2.1, afrontam contra o caráter competitivo da licitação. AO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS PREGÃO ELETRÔNICO N. 11/2007 PROCESSO Nº. 23000.000318/2007-71 A/C: PREGOEIRO SR. SEVERINO BATISTA DE ALMEIDA JR.

Leia mais

Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul

Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO AO EDITAL REFERÊNCIA : TOMADA DE PREÇOS N.º 01/2015 PROC. ADM. N.º : 143/2015 IMPUGNANTE : FLORES ADVOGADOS ASSOCIADOS - OAB/RS 4.398 EDITAL TOMADA DE PREÇOS N.º 01/2015. CONTRATAÇÃO

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO LICITAÇÃO

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO LICITAÇÃO JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO Nº 011/2016 PREGÃO PRESENCIAL Nº 008/2016 Trata-se de julgamento de recurso de licitação que tem por objeto a aquisição parcelada de

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS RESOLUÇÃO N.º 702/2008 - TCE 1ª Câmara

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS RESOLUÇÃO N.º 702/2008 - TCE 1ª Câmara RESOLUÇÃO N.º 702/2008 - TCE 1ª Câmara 1. Processo n.º: TC 05821/2008 2. Classe de Assunto: 09 Processo Licitatório / 04 Inexigibilidade 3. Responsável: Sandra Cristina Gondim Secretária da Administração

Leia mais

Resposta à Impugnação

Resposta à Impugnação GECOL/SSEAF, 11 de outubro de 2011. Assunto: Contratação de Fábrica de Software Resposta à Impugnação Diante da Impugnação recebida às 16h39 de 10/10/2011, do Edital do Pregão Eletrônico nº 22/2011, esta

Leia mais

PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Referência: Concorrência nº 01/2012 Fase: Resultado da análise das propostas técnicas Sr. Secretário de Administração, RBM PROPAGANDA E COMUNICAÇÃO LTDA empresa devidamente estabelecida na CLN 309, Bloco

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES - CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE.

EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES - CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES - CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. AO CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE CPL - Comissão Permanente de Licitação SAS Quadra

Leia mais

3. No dia 01/07/2009, a Digicert apresentou seu recurso.

3. No dia 01/07/2009, a Digicert apresentou seu recurso. Decisão de Pregoeiro n 0034/2009-SLC/ANEEL Em 20 de julho de 2009. Processo nº: 48500.004388/2008-79 Licitação: Pregão Eletrônico nº 05/2009 Assunto: Análise do recurso interposto pela empresa Digicert

Leia mais

AO CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO

AO CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO AO CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO Pregão Eletrônico CNMP Nº. 20/2013 MODALIDADE PREGÃO ELETRÔNICO PROCESSO Nº. 0.00.002.000274/2013-10 UASG 590001 A/C: PREGOEIRO SR. MARCIEL RUBENS DA SILVA A

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO TERMO: Decisório FEITO: Recurso Administrativo REFERÊNCIA: Edital Tomada de Preço 08/2011 PROCESSO: 138/2011 OBJETO: Contratação de empresa, em regime de empreitada

Leia mais

CONSULTA N. 605/2014 CONSULENTE: UFSC - UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA EMENTA: 1. PERGUNTA:

CONSULTA N. 605/2014 CONSULENTE: UFSC - UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA EMENTA: 1. PERGUNTA: CONSULTA N. 605/2014 CONSULENTE: UFSC - UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA EMENTA: Contrato. Obras e serviços de engenharia. Faturamento em nome de fornecedor/fabricante que não participou da licitação.

Leia mais

Informações e Despachos

Informações e Despachos Senhor Chefe do Demap, Brasília, 31 de março de 2014. TOMADA DE PREÇOS DEMAP Nº 156/2013. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA E ELABORAÇÃO DE PROJETOS BÁSICOS CONTEMPLANDO OS SISTEMAS DE SEGURANÇA DOS

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

I - RESUMO DOS FATOS. A decisão de inabilitação foi proferida da seguinte forma:

I - RESUMO DOS FATOS. A decisão de inabilitação foi proferida da seguinte forma: ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DA CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. - CERON PREGÃO ELETRÔNICO nº 002/2014 ORGANIZAÇÃO LEVÍN DO BRASIL LTDA., pessoa jurídica de direito privado, com sua sede estabelecida

Leia mais

JULGAMENTO DA REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA

JULGAMENTO DA REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA JULGAMENTO DA REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA FEITO: REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA REFERÊNCIA: EDITAL DA CONCORRÊNCIA Nº 001/2014 - COMPEL RAZÕES: JULGAMENTO DA PROPOSTA DE PREÇOS OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA

Leia mais

Decisão de Pregoeiro n 0039/2009-SLC/ANEEL. Em 4 de setembro de 2009.

Decisão de Pregoeiro n 0039/2009-SLC/ANEEL. Em 4 de setembro de 2009. Decisão de Pregoeiro n 0039/2009-SLC/ANEEL Em 4 de setembro de 2009. Processo nº: 48500.000496/2009-53 Licitação: Pregão Eletrônico nº 49/2009 Assunto: Análise do recurso interposto pela Ductbusters Engenharia

Leia mais

Objeto: Aquisição de gêneros alimentícios para IF Sudeste MG Campus Barbacena (SAN, Laboratório de nutrição, aulas práticas e PRONATEC).

Objeto: Aquisição de gêneros alimentícios para IF Sudeste MG Campus Barbacena (SAN, Laboratório de nutrição, aulas práticas e PRONATEC). Pregão Eletrônico 07/2014 Processo: 23355.000130/2014-31 Objeto: Aquisição de gêneros alimentícios para IF Sudeste MG Campus Barbacena (SAN, Laboratório de nutrição, aulas práticas e PRONATEC). JULGAMENTO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANÁLISE DO PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANÁLISE DO PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANÁLISE DO PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO Brasília DF, 03 de agosto de 2010. Ref.: Pregão Eletrônico nº 06/2010

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - DNIT JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO RAZÕES: JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Nº.

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - DNIT JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO RAZÕES: JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Nº. SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - DNIT JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO FEITO: IMPUGNAÇÃO ADMINISTRATIVA REFERÊNCIA: EDITAL Nº. 0026/2014 RAZÕES: JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Nº. 0026/2014

Leia mais

DECISÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA 002/2013 PROCESSO 23443.000066/2012-38

DECISÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA 002/2013 PROCESSO 23443.000066/2012-38 DECISÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA 002/2013 PROCESSO 23443.000066/2012-38 Recurso Administrativo interposto pela empresa SELT INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA, qualificada nos autos, em que se questiona

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL ILMO EXCELENTISSIMO SR. ALCEU RICARDO SWAROWSKI PREFEITO MUNICIPAL DO MUNICIPIO DE RIO NEGRO DO ESTADO DO PARANÁ REFERENTE: PREGÃO PRESENCIAL Nº 117/2010 IMPUGNAÇÃO AO EDITAL A empresa STERMAX PRODUTOS

Leia mais

ASSUNTO: RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO ENCAMINHADA PELA EMPRESA VIVO S/A, CNPJ 02.449.992/0121-70.

ASSUNTO: RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO ENCAMINHADA PELA EMPRESA VIVO S/A, CNPJ 02.449.992/0121-70. Panambi, 22 de agosto de 2012. ASSUNTO: RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO ENCAMINHADA PELA EMPRESA VIVO S/A, CNPJ 02.449.992/0121-70. Considerando como tempestiva a impugnação interposta pela empresa VIVO S/A o Instituto

Leia mais

SERVITEC.COM. R. da CONCEIÇÃO PINTO - ME

SERVITEC.COM. R. da CONCEIÇÃO PINTO - ME Ao INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO CENTRAL DE COMPRAS E LICITAÇÕES CECOM PROCESSO: 23411.000905/2014-57 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 29/2014 Endereço: Rua Voluntários

Leia mais

À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS.

À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS. Ao PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS. Ao SR. PREGOEIRO. PROCESSO LICITATÓRIO TRT/DSAA/029/2014 PREGÃO

Leia mais

ATA DE ADSSIMIBILIDADE RECURSO ADMINISTRATIVO

ATA DE ADSSIMIBILIDADE RECURSO ADMINISTRATIVO ATA DE ADSSIMIBILIDADE RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO LICITATÓRIO N 128/2015 PREGÃO PRESENCIAL N 072/2015 LICITANTE RECORRENTE: LIFEMED INDUSTRIAL DE EQUIPAMENTOS E ARTIGOS MÉDICOS HOSPITALARES S.A. LICITANTE

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA 01/2010 QUESTIONAMENTO 12

CONCORRÊNCIA AA 01/2010 QUESTIONAMENTO 12 CONCORRÊNCIA AA 01/2010 QUESTIONAMENTO 12 Questionamento 12.1: No item 2.1, p. 02 do edital, informa-se que poderão participar da concorrência, os interessados cadastrados e habilitados parcialmente no

Leia mais

PARECER JURÍDICO Nº011/2014 CONCORRÊNCIA Nº001/2014 I - A QUESTÃO:

PARECER JURÍDICO Nº011/2014 CONCORRÊNCIA Nº001/2014 I - A QUESTÃO: PARECER JURÍDICO Nº011/2014 CONCORRÊNCIA Nº001/2014 I - A QUESTÃO: O CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CAU/RS solicita parecer jurídico acerca dos Recursos Hierárquicos

Leia mais

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Presencial nº. 18/2007

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Presencial nº. 18/2007 Processo: A 07/204 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Contratação de empresa especializada para a prestação de serviços em implementação de windows server 2003 enterprise, active directory,

Leia mais

FINALIDADE: Solicitação de Parecer Transporte de Resíduos da Área da Saúde

FINALIDADE: Solicitação de Parecer Transporte de Resíduos da Área da Saúde ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moisés Viana Unidade Central de Controle Interno PARECER N 100/2005 ORIGEM: Procuradoria Municipal ASSUNTO: Parecer FINALIDADE:

Leia mais

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Referência: Processo n.º 0.00.002.001198/2014-32 Edital do Pregão Eletrônico nº 43/2014 Contratação de serviços técnicos continuados de operação do sistema de automação, remanejamento e instalação de equipamentos

Leia mais

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993.

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. DECRETO N.º 7.892, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

PARECER 068/2015 PROCESSO DE LICITAÇÃO 004/2015 1 DO BREVE RESUMO FÁTICO

PARECER 068/2015 PROCESSO DE LICITAÇÃO 004/2015 1 DO BREVE RESUMO FÁTICO PARECER 068/2015 PROCESSO DE LICITAÇÃO 004/2015 1 DO BREVE RESUMO FÁTICO Cuida-se de processo de licitação na modalidade Pregão Presencial 04/2015, tipo Menor Preço por Item, para aquisição de 05 (cinco)

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DE PREGAO Nº 25/2013

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DE PREGAO Nº 25/2013 Ao SAE-SERVIÇO AUTONOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE SOROCABA/SP Att. Pregoeiro Oficial e Equipe de Apoio Assunto: Impugnação do Edital do Processo Administrativo nº 1.497/13 Modalidade PREGAO ELETRÔNICO nº 25/2013

Leia mais

PEDIDO DE ESCLARECIMENTOS

PEDIDO DE ESCLARECIMENTOS PEDIDO DE ESCLARECIMENTOS Pregão Presencial n. 031/2013-2ª Edição Prefei tura Municipal de Presidente Epitácio/SP. Pedido de esclarecimentos formulado pela TELEFÔNICA BRASIL S/A Ao (À) Sr. (a) Pregoeiro

Leia mais

PARECER JURÍDICO N 017/2015 - ASJUR

PARECER JURÍDICO N 017/2015 - ASJUR PROCESSO N: 53735231/2013 60489491/2015 INTERESSADO: Comercial de Materiais Elétricos Luz e Fio Ltda. ASSUNTO: Recurso Pregão Presencial n 008/2014 PARECER JURÍDICO N 017/2015 - ASJUR Os autos aportaram

Leia mais

LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS

LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS UniCEUB Centro Universitário de Brasília FAJS Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais Curso de Direito Turno: Vespertino Disciplina: Direito Administrativo I Professor: Hédel Torres LICITAÇÕES E CONTRATOS

Leia mais

IMPUGNAÇÃO DE EDITAL DE LICITAÇÃO

IMPUGNAÇÃO DE EDITAL DE LICITAÇÃO São Paulo, 02 de abril de 2012 Ao Ministério do Trabalho e Emprego Senhor Pregoeiro Referência Assunto : Pregão Eletrônico N 10/2012 MTE : Impugnação IMPUGNAÇÃO DE EDITAL DE LICITAÇÃO PCS SERVIÇOS DE PROCESSAMENTO

Leia mais

CONTRA RAZÃO : À Comissão Permanente de Licitação do DNIT Superintendência Regional de São Paulo/SP.

CONTRA RAZÃO : À Comissão Permanente de Licitação do DNIT Superintendência Regional de São Paulo/SP. Pregão Eletrônico Visualização de Recursos, Contra-Razões e Decisões CONTRA RAZÃO : À Comissão Permanente de Licitação do DNIT Superintendência Regional de São Paulo/SP. O CONSÓRCIO IQS/ICOPLAN vem apresentar

Leia mais

TUXON SOLUÇÕES EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO LTDA ME

TUXON SOLUÇÕES EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO LTDA ME ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO MARCOS RODRIGO LIMA DO NASCIMENTO GOMES DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2015 DO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2014 TUXON SOLUÇÕES EM TECNOLOGIA

Leia mais

Supremo Tribunal Federal Secretaria de Administração e Finanças Pregoeiro

Supremo Tribunal Federal Secretaria de Administração e Finanças Pregoeiro PREGÃO ELETRÔNICO Nº 118/2009 Processo nº 336.243 IMPUGNAÇÃO. TABELA PRÓPRIA PARA CONVÊNIOS E CREDENCIAMENTOS DO STF- MED. REGULARIDADE. UTILIZAÇÃO DA CODIFICAÇÃO EXISTENTE NA TABELA SIMPRO HOSPITALAR

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SR. PREGOEIRO E COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO DE ALAGOAS.

ILUSTRÍSSIMO SR. PREGOEIRO E COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO DE ALAGOAS. ILUSTRÍSSIMO SR. PREGOEIRO E COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO DE ALAGOAS. Ref. Contra Razões ao Recurso administrativo do Edital de pregão Eletrônico nº 068-A/2012 CONTRARRAZÕES AO RECURSO ADMINISTRATIVO

Leia mais

AUTARQUIA EDUCACIONAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO AEVSF

AUTARQUIA EDUCACIONAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO AEVSF AUTARQUIA EDUCACIONAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO AEVSF JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO A EDITAL Referente: Pregão nº 006/2015 - Processo Licitatório nº 006/2015 Objeto: Contratação de empresa especializada para

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO EMENTA: Edital 0259/2013-08, seleção de empresa especializada para prestação de serviços na área de condução de veículos oficiais da frota da Superintendência Regional

Leia mais

Informação nº 095/2014 Porto Alegre, 28 de julho de 2014.

Informação nº 095/2014 Porto Alegre, 28 de julho de 2014. Informação nº 095/2014 Porto Alegre, 28 de julho de 2014. Ref.: Pregão Eletrônico 36/2014 Processo nº 1632-0900/14-9 - Julgamento do Recurso Administrativo interposto por Intellisistemas Sistemas de Automação

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO

JULGAMENTO DE RECURSO JULGAMENTO DE RECURSO CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 001/2014 COMPEL OBJETO: Contratação de empresa de Engenharia, Arquitetura e Urbanismo para Prestação de Serviços especializados em elaboração de estudos e

Leia mais