ESTRATÉGIAS ECONÔMICAS EM MANEJO DE PASTAGENS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTRATÉGIAS ECONÔMICAS EM MANEJO DE PASTAGENS"

Transcrição

1 ESTRATÉGIAS ECONÔMICAS EM MANEJO DE PASTAGENS II SIMPÓSIO DE ADUBAÇÃO E MANEJO DE PASTAGENS. UNESP/DRACENA, 18 DE MAIO DE JOÃO MANETTI FILHO (FEIS/UNESP).

2 a) PRODUÇÃO DE FORRAGEM b) AQUISIÇÃO DE ANIMAIS c) CUSTO DE PRODUÇÃO (da porteira pra dentro)

3 CARACTERIZAÇÃO DA PECUÁRIA NO BRASIL APRESENTA ÍNDICES ZOOTÉCNICOS BAIXOS TAXA DE LOTAÇÃO DA PASTAGEM. DESFRUTE DO REBANHO. PRODUTIVIDADE DE CARNE.

4

5 TAXA DE LOTAÇÃO

6 180 MILHÕES DE ha = 1,12 cab/ha.

7 TAXA DE DESFRUTE

8 28,8 e 34 = 14 A 17 %

9

10

11

12 98 41,9 103

13

14

15 Níveis tecnológicos

16 DINÂMICA DA PRODUÇÃO DE FORRAGEM

17 PRODUÇÃO DE FORRAGEM SÓ A PASTO SOBRESSE MEADURA SUPLEMENTAÇÃO SUPLEMENTAÇÃO DIMINUI A LOTAÇÃO confinamento J A S O N D J F M A M J

18 PANICUM E BRACHIARIA (FLORESCIMENTO) TIFTON 85 J A S O N D J F M A M J

19 Lucratividade 26 % Tanzânia 32 % Mombaça e 57% tifton 85. Aguiar, A. P. et al, s/d (cod.0065)

20 A IRRIGAÇÃO ASSUME PAPEL IMPORTANTE NA PRODUÇÃO DE FORRAGEM. EMBORA OS TRABALHOS PIONEIROS COM IRRIGAÇÃO DE PASTAGEM NO BRASIL NÃO TENHAM SIDO ENCORAJADORES, POIS, NÃO ELIMINAVAM O PROBLEMA DA ENTRESSAFRA DA PASTAGEM. CORSI E MARTHA JUNIOR (1998), E OS MAIS RECENTES RESULTADOS TÊM DEMONSTRADO A POSSIBILIDADE DE SE CONSEGUIR MANTER EM PASTAGENS IRRIGADAS, NO PERÍODO DA SECA, DE 40 A 60% DA TAXA DE LOTAÇÃO ANIMAL QUE É MANTIDA NA PRIMAVERA-VERÃO. * NÃO É SÓ A IRRIGAÇÃO, MAS O MANEJO DA PASTAGEM E DO GADO.

21 BeefPoint: Qual o exemplo de pecuária do futuro no sul do Brasil hoje? Maria José de Carvalho Scalzilli: Sustentável, integrada com a agricultura, explorando ao máximo o cultivo de forrageiras de inverno, e efetivando a terminação dos animais em até 24 meses. BeefPoint: O que você implementou de diferente na sua atividade em 2012? Maria José de Carvalho Scalzilli: Implementamos um sistema de irrigação para pastagens voltada para a pecuária. Nossos resultados prévios apontam uma rentabilidade equivalente às da agricultura.

22 FONTE: Drummond, Aguiar, 2005

23 SAZONALIDADE a) suplementar a pasto b) confinar c) sobres semeadura

24 PRODUÇÃO DE FORRAGEM SÓ A PASTO SOBRESSE MEADURA SUPLEMENTAÇÃO SUPLEMENTAÇÃO DIMINUIR A LOTAÇÃO J A S O N D J F M A M J

25 Tabela 6 Oferta de forragem, taxa de lotação, consumo de sal mineral, PVi, PVf, GPD e produtividade em pastagem de capim Brachiaria brizantha, nos 4 tratamentos Componentes Tratamentos T0 T0,3 T0,6 T0,9 PVi, kg 223,0 226,0 218,0 219,0 PVf, kg 287,8 301,1 308,6 320,3 GPD, kg. dia -1 0,595 0,673 0,810 0,968 2 Taxa Lotação, UA ha -1 4,50 5,33 5,58 6,12 3 Taxa Lotação, cab. ha -1 7,77 8,93 9,37 10,00 5 ha -1 16,34 22,78 25,86 33,82 7 Produção, kg PV ha ,2 683,5 775,8 1014,6 FONTE: PORTELA E COSTA, 2007.

26 PROPRIEDADE 6 ALQUEIRES EM GUARARAPES - SP

27

28

29 4 PRAÇAS DE ALIMENTAÇÃO SOMBRA

30

31

32

33

34 NESTAS CONDIÇÕES: < 1,0 UA/ha. OCORRE PERDA DE PESO NO INVERNO CONSIDERANDO PERDA DE

35 COM IRRIGAÇÃO GP LOTAÇÃO 4,0 ANIMAIS/ha GP x 4 =

36 NESTE SISTEMA OCORRE M.O. DO SOLO RETENÇÃO DE ÁGUA NO SOLO, MELHORA DAS CARACTERISTICAS FÍSICAS, QUÍMICAS E BIOLÓGICAS DO SOLO. AUMENTA O SEQUESTRO DE CARBONO. PORTANTO ECOLOGICAMENTE + CORRETO.

37 RuralBR Pecuária Notícias de Pecuária «Voltar FINANCIAMENTOS 06/05/ h35 Assunto: Ministério Público Federal de Mato Grosso quer crédito do BNDES limitado a quem pratica pecuária sustentável Banco tem 30 dias para informar sobre as medidas adotadas a partir da recomendação expedida pelo MPF

38 As Boas Práticas Agropecuárias Bovinos de Corte (BPA) referem-se a um conjunto de normas e de procedimentos a serem observados pelos produtores rurais, que além de tornar os sistemas de produção mais rentáveis e competitivos, asseguram também a oferta de alimentos seguros, oriundos de sistemas de produção sustentáveis.

39 a) PRODUÇÃO DE FORRAGEM b) AQUISIÇÃO DE ANIMAIS c) CUSTO DE PRODUÇÃO

40 R$

41 PRODUÇÃO DE FORRAGEM OFERTA PARA REPOSIÇÃO J A S O N D J F M A M J

42 a) PRODUÇÃO DE FORRAGEM b) AQUISIÇÃO DE ANIMAIS c) CUSTO DE PRODUÇÃO

43 Custo de Produção de engorda de novilhas em regime de alimentação exclusivamente a pasto. (simulação para 180 animais/ano) VARIÁVEIS CUSTO (R$/mês) % Mão de obra ,70 Energia elétrica 450 8,50 Nitrogênio ,60 Sal ,60 Vermifugo 38 0,70 Vacina 30 0,60 Calcáreo + Gesso 29 0,50 Esterco 389 7,30 Depreciação irrigação 444 8,40 Sub-Total ,90 Extras (10%) 482 9,10 TOTAL ,00 50 Kg N /UA FONTE: MANETTI, HERNANDES E CARAMORI, 2012

44 Custo de Produção de engorda de novilhas em regime de alimentação exclusivamente a pasto. (simulação para 180 animais/ano) VARIÁVEIS CUSTO (R$/mês) % Mão de obra ,70 * Energia elétrica 450 8,50 * Nitrogênio ,60 * Sal ,60 Vermifugo 38 0,70 Vacina 30 0,60 Calcáreo + Gesso 29 0,50 Esterco 389 7,30 * Depreciação irrigação 444 8,40 Sub-Total ,90 Extras (10%) 482 9,10 TOTAL ,00 * = 70,10 % FONTE: MANETTI, HERNANDES E CARAMORI, 2012 R$ 29 / CAB. R$ 49,14

45 ESTRATÉGIA EM RELAÇÃO A CUSTO: ADUBAÇÃO: PRODUÇÃO DE SUÍNOS PARA RENDA E USO DEJETOS NO PASTO. IRRIGAÇÃO NOTURNA PARA BAIXAR O CUSTO E MELHORAR EFICIENCIA. SUPLEMENTAR A PASTO PARA AUMENTAR A LOTAÇÃO E O GANHO DE PESO E USAR MELHOR A MÃO DE OBRA. SUBSTITUIR AS GRAMINEAS POR OUTRAS MAIS EFICIENTES (TIFTON 85). META ATINGIR com abate > 10 animais/mes.

46

47

48 Custo de Produção de engorda de novilhas em regime de alimentação exclusivamente a pasto. (simulação para 180 animais/ano) VARIÁVEIS CUSTO (R$/mês) % Mão de obra ,09 Energia elétrica 150 6,38 Nitrogênio 0 0 Sal 562 2,39 Vermifugo 38 1,62 Vacina 30 1,23 Calcáreo + Gesso 29 1,23 Esterco ,54 Depreciação irrigação ,88 Sub-Total ,90 Extras (10%) 214 9,10 TOTAL R$ 13,07 / CAB. R$ 21, 78 FONTE: MANETTI, TANGERINO E CARAMORI, 2012

49 Custo de Produção de engorda de novilhas em regime de alimentação exclusivamente a pasto (com base na média nacional). VARIÁVEIS CUSTO (R$/ANO) % Mão de obra 0 0 Energia elétrica 0 0 Nitrogênio 0 0 Sal 50,00 78,37 Vermifugo 4,00 6,27 Vacina 4,00 6,27 Calcáreo + Gesso 0 0 Esterco 0 0 Depreciação irrigação 0 0 Sub-Total 58,00 90,90 Extras (10%) 5,80 9,09 TOTAL 63, SUPONDO: PROPRIEDADE DE 10 ha : RENDA x R$ 100,00 = R$ 4.000,00 638,00 = R$ 3.362,00 / ANO RENDA MENSAL DE R$ 280,17.

50

51

52 PROCURAR UM TÉCNICO PARA ORIENTAÇÃO. REDIVIDIR A PASTAGEM : TEMPO DE DESCANSO. ANÁLISE DE SOLO. CORREÇÃO DO SOLO : CALCÁREO E GESSO. ADUBAÇÃO : N, P, K e MICRONUTRIENTES. MANEJO e CONFORTO ANIMAL (ÁGUA BOA, SOMBRA, SANIDADE...)... IRRIGAÇÃO... SEMPRE ATENTO AOS CUSTOS DE PRODUÇÃO e ESTABELECER ESTRATÉGIAS PARA CUSTOS.

53 BeefPoint: Qual sua mensagem para os pecuaristas? Maria José de Carvalho Scalzilli: A minha mensagem é para os pecuaristas tradicionais: Eu tenho 80 anos!!! Ainda dá tempo!!! Acordem!!!

54 Muito Obrigado!!! fone: (18) cel: (18)

55

56

57

58

59

60

61

Curso de Pós-Graduação em Estratégias Integradas para Pecuária de Corte: Produção, Eficiência e Gestão

Curso de Pós-Graduação em Estratégias Integradas para Pecuária de Corte: Produção, Eficiência e Gestão Curso de Pós-Graduação em Estratégias Integradas para Pecuária de Corte: Produção, Eficiência e Gestão Módulo I PRODUÇÃO DE BOVINOS EM PASTAGENS NO BRASIL Prof. Dr. Gelci Carlos Lupatini Zootecnia UNESP/Dracena

Leia mais

Principais problemas da pecuária na Amazônia

Principais problemas da pecuária na Amazônia 4ª ed. reimpresso em maio/2015, 215 páginas Moacyr Bernardino Dias-Filho Embrapa Amazônia Oriental www.diasfilho.com.br www.diasfilho.com.br Principais problemas da pecuária na Amazônia 15,2 13,0 Baixo

Leia mais

Capacidade suporte em pastagens fertirrigadas e exemplos de propriedades comerciais em operação

Capacidade suporte em pastagens fertirrigadas e exemplos de propriedades comerciais em operação GAPPI Gestão e Assessoria em Pastagem e Pecuária Intensiva Ltda. Capacidade suporte em pastagens fertirrigadas e exemplos de propriedades comerciais em operação 1. Literatura: Taxa de acúmulo de forragem

Leia mais

18 a em 24 MESES: O QUANTO O CONFINAMENTO DEPENDE DO PASTO? César Borges Zootecnista, MSc Gerente de Desenvolvimento e Soluções - Phibro

18 a em 24 MESES: O QUANTO O CONFINAMENTO DEPENDE DO PASTO? César Borges Zootecnista, MSc Gerente de Desenvolvimento e Soluções - Phibro 18 a 21@s em 24 MESES: O QUANTO O CONFINAMENTO DEPENDE DO PASTO? César Borges Zootecnista, MSc Gerente de Desenvolvimento e Soluções - Phibro Introdução Evolução da área plantada e da produção de soja

Leia mais

Anais do Simpósio sobre Produção Intensiva de Gado de Corte 11 Campinas. SP. 29 e 30 de abril dej~

Anais do Simpósio sobre Produção Intensiva de Gado de Corte 11 Campinas. SP. 29 e 30 de abril dej~ Anais do Simpósio sobre Produção Intensiva de Gado de Corte 11 Campinas. SP. 29 e 30 de abril dej~ PROCI-1998.00086 EST 1998 SP-1998.00086 Produção de Bovinos de Corte em Manejo Intensivo de Pastagem Sérgio

Leia mais

INTEGRAÇÃO LAVOURA- Prof. Dr. Gelci Carlos Lupatini. UNESP Campus Experimental de Dracena 8200

INTEGRAÇÃO LAVOURA- Prof. Dr. Gelci Carlos Lupatini. UNESP Campus Experimental de Dracena 8200 INTEGRAÇÃO LAVOURA- PECUÁRIA Prof. Dr. Gelci Carlos Lupatini UNESP Campus Experimental de Dracena (18) 3821-8200 8200 lupatini@dracena.unesp.br 1 INTRODUÇÃO Monocultivo de culturas e pastagens; Problemas

Leia mais

ESTABELECIMENTO DE PASTAGENS PARA BUBALINOS

ESTABELECIMENTO DE PASTAGENS PARA BUBALINOS ESTABELECIMENTO DE PASTAGENS PARA BUBALINOS Prof. Dr. André Mendes Jorge Pesquisador do CNPq Prof. Dr. André Mendes Jorge FMVZ-Unesp-Botucatu NECESSIDADE DE INTENSIFICAÇÃO DA PECUÁRIA Manejo intensivo

Leia mais

Exigências e desafios para a pecuária de corte

Exigências e desafios para a pecuária de corte Cultivando Soluções Exigências e desafios para a pecuária de corte Maurício Palma Nogueira engenheiro agrônomo 17/06/2009 São Paulo - SP Realidade atual da Pecuária Perda constante de margens na pecuária

Leia mais

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL E DESENVOLVIMENTO DA

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL E DESENVOLVIMENTO DA RESPONSABILIDADE AMBIENTAL E DESENVOLVIMENTO DA PECUÁRIA Dr. Celso Eduardo da Silva Diretor Administrativo e de Projetos Coordenador de Agronegócios - Instituto Aequitas CONCEITOS DIFERENTES e COMPLEMENTARES

Leia mais

Valor das vendas dos principais produtos Agropecuários em 2008

Valor das vendas dos principais produtos Agropecuários em 2008 MANEJO E EVOLUÇÃO DE REBANHO DE BOVINOS DE CORTE Prof. Dr. Cássio C. Brauner Prof. Dr. Marcelo A. Pimentel Departamento de Zootecnia FAEM -UFPel Valor das vendas dos principais produtos Agropecuários em

Leia mais

OBJETIVOS PASTAGENS NA RECRIA DE TERNEIROS REDUÇÃO NA IDADE DE ABATE. Luís Fernando G. de Menezes

OBJETIVOS PASTAGENS NA RECRIA DE TERNEIROS REDUÇÃO NA IDADE DE ABATE. Luís Fernando G. de Menezes OBJETIVOS PASTAGENS NA RECRIA DE TERNEIROS IDADE DE ABATE IDADE DE ENTOURE Luís Fernando G. de Menezes Zootecnista, Dr. UTFPR luismenezes@utfpr.edu.br REDUÇÃO NA IDADE DE ABATE OBJETIVOS: Aumentar a taxa

Leia mais

Eficiência técnica e econômica de irrigação de pastagens. Barreiras, 25 de Agosto de 2017

Eficiência técnica e econômica de irrigação de pastagens. Barreiras, 25 de Agosto de 2017 Eficiência técnica e econômica de irrigação de pastagens Barreiras, 25 de Agosto de 2017 Introdução Uma das estratégias para lidar com a sazonalidade de produção de forragens é a utilização de irrigação

Leia mais

CAPIM VAQUERO RESULTADOS ALCANÇADOS COM TECNOLOGIA.

CAPIM VAQUERO RESULTADOS ALCANÇADOS COM TECNOLOGIA. CAPIM VAQUERO RESULTADOS ALCANÇADOS COM TECNOLOGIA. RESULTADOS ALCANÇADOS COM PASTAGEM IRRIGADA E CAPIM VAQUERO NO NORTE DE MINAS ALC@NCE Consultoria e Planejamento Rural Consultoria e Planejamento Rural

Leia mais

Degradação de Pastagens: processos e causas

Degradação de Pastagens: processos e causas Cursos de capacitação de multiplicadores do Plano ABC Degradação de Pastagens: processos e causas Bruno Carneiro e Pedreira Pesquisador em Forragicultura e Pastagens 29/11/2011 Estatísticas Brasil maior

Leia mais

de Pós-Graduação em Estratégias Integradas para Pecuária de Corte: Produção, Eficiência e Gestão Modulo I

de Pós-Graduação em Estratégias Integradas para Pecuária de Corte: Produção, Eficiência e Gestão Modulo I ϙ" ϙ>curso ➐ 頴眖頴蘟眜眜眜 de Pós-Graduação em Estratégias Integradas para Pecuária de Corte: Produção, Eficiência e Gestão Modulo I MANEJO DE PASTAGENS: Bases e ajuste da taxa de lotação (carga animal) Gelci

Leia mais

TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO MAIS LIMPA NA PECUÁRIA INTENSIVA. Cleandro Pazinato Dias

TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO MAIS LIMPA NA PECUÁRIA INTENSIVA. Cleandro Pazinato Dias TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO MAIS LIMPA NA PECUÁRIA INTENSIVA Cleandro Pazinato Dias Apresentação Introdução: Tecnologias de produção mais limpa Sistemas produtivos da Pecuária Intensiva Bovinos de leite: Free

Leia mais

USO DA IRRIGAÇÃO EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE BOVINOS DE CORTE

USO DA IRRIGAÇÃO EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE BOVINOS DE CORTE USO DA IRRIGAÇÃO EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE BOVINOS DE CORTE Prof. Dr. Luís César Dias Drumond Prof. Adjunto da UFV - Campus Rio Paranaíba irriga@ufv.br - (34) 9194-7326 GAPPI MANEJO ESTRATÉGICO DE PASTAGENS

Leia mais

ESTRATEGIAS DE INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA (ILP) NA REGIÃO SUL DO BRASIL. IVONEI SANDRO LIBRELOTTO

ESTRATEGIAS DE INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA (ILP) NA REGIÃO SUL DO BRASIL. IVONEI SANDRO LIBRELOTTO ESTRATEGIAS DE INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA (ILP) NA REGIÃO SUL DO BRASIL IVONEI SANDRO LIBRELOTTO ivoneilibrelotto@yahoo.com.br 55-99487921 A integração lavoura pecuária vem alcançando bons resultados,

Leia mais

Gerenciamento da Ovinocultura

Gerenciamento da Ovinocultura Gerenciamento da Ovinocultura Base da apresentação... 6 anos de coleta de dados a campo sobre sistemas de produção no LAPOC; Produção de uma dissert. Mestrado sobre análise do resultado econômico dos sistemas;

Leia mais

SÍTIO DO CEDRO SEBRAE/DPA CARMO DO PARANAÍBA - MG PASTO COMO OPÇÃO DE FORRAGEM RICARDO PEIXOTO

SÍTIO DO CEDRO SEBRAE/DPA CARMO DO PARANAÍBA - MG PASTO COMO OPÇÃO DE FORRAGEM RICARDO PEIXOTO SÍTIO DO CEDRO SEBRAE/DPA CARMO DO PARANAÍBA - MG PASTO COMO OPÇÃO DE FORRAGEM RICARDO PEIXOTO Por que pasto? Menor investimento inicial Instalações Rebanho Não confinar vacas no período chuvoso do ano

Leia mais

WWW.LAVOURA-PECUARIA.COM.BR SUSTAGRO INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA NO ARENITO DO PARANÁ - PLATAFORMA, EXPERIÊNCIAS, ADOÇÃO PELOS PRODUTORES E DESAFIOS. Sérgio José Alves Renato Watanabe Pastagens degradadas

Leia mais

Disciplina Forragicultura

Disciplina Forragicultura Histórico Disciplina Forragicultura Professora: Ana Cláudia Ruggieri Chegada do gado no Brasil Cabo verde Força de trabalho Região sul Animais europeus Histórico Aspectos Gerais Chegada do gado zebuino

Leia mais

Pastagens para Caprinos

Pastagens para Caprinos IX Encontro de Caprinocultores do Sul de Minas e Média Mogiana Pastagens para Caprinos Silvio Doria de Almeida Ribeiro 1/78 Espírito Santo do Pinhal, 19 de maio de 2007 2/78 1 7/78 O que plantar? Gramíneas

Leia mais

PRODUÇÃO DE CARNE BOVINA MANEJADO EM SISTEMA DE MANEJO INTENSIVA BEEF PRODUCTION MANAGET UNDER INTENSIVE MANAGEMENT

PRODUÇÃO DE CARNE BOVINA MANEJADO EM SISTEMA DE MANEJO INTENSIVA BEEF PRODUCTION MANAGET UNDER INTENSIVE MANAGEMENT PRODUÇÃO DE CARNE BOVINA MANEJADO EM SISTEMA DE MANEJO INTENSIVA TAVARES, L. L¹; PRADO, T. A² ¹Pós graduando e Manejo de pastagem, Faculdades Associadas de Uberaba, Uberaba (MG), e-mail: lltavares@hotmail.com

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS DE PRODUÇÃO

SISTEMAS INTEGRADOS DE PRODUÇÃO SISTEMAS INTEGRADOS DE PRODUÇÃO ARENITO CAIUÁ Realidade Paisagem ilustrando cerca de 1,4 milhões de hectares de pastagem em condições de degradação e baixa rentabilidade no Arenito do Paraná. Lotação média

Leia mais

RESULTADOS TÉCNICOS E ECONÔMICOS URT DE COMBINADO FAZENDA PARAISO

RESULTADOS TÉCNICOS E ECONÔMICOS URT DE COMBINADO FAZENDA PARAISO RESULTADOS TÉCNICOS E ECONÔMICOS URT DE COMBINADO FAZENDA PARAISO Equipe Técnica Responsável técnico RURALTINS Carlos Rodrigo Xavier Oliveira Técnico/Tecnólogo em Agropecuária Responsável técnico EMBRAPA

Leia mais

INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA: benefícios produtivos, econômicos e ambientais

INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA: benefícios produtivos, econômicos e ambientais Barbacena, 08 de abril de 2016 INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA: benefícios produtivos, econômicos e ambientais Roberto Guimarães Júnior EMBRAPA Levar conhecimento, práticas modernas e novidades do mercado

Leia mais

ANÁLISE ECONÔMICA: ESTUDO DE CASO DE QUATRO SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE GADO DE CORTE NO MATO GROSSO DO SUL

ANÁLISE ECONÔMICA: ESTUDO DE CASO DE QUATRO SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE GADO DE CORTE NO MATO GROSSO DO SUL ANÁLISE ECONÔMICA: ESTUDO DE CASO DE QUATRO SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE GADO DE CORTE NO MATO GROSSO DO SUL 25 Cid Isidoro Demarco Martins* Armindo Neivo Kichel** 1 - INTRODUÇÃO A pesquisa tem, como objetivo,

Leia mais

Produtividade: Interação entre Adubação Fosfatada de Pastagens e Suplementação Mineral

Produtividade: Interação entre Adubação Fosfatada de Pastagens e Suplementação Mineral 0 Produtividade: Interação entre Adubação Fosfatada de Pastagens e Suplementação Mineral Paulo Rodrigo Santos de Souza Zootecnista, Msc. Produção Animal 1 Pecuária Brasileira no Mundo Brasil é o maior

Leia mais

TAXA DE DESFRUTE NA PECUÁRIA DE CORTE SUA INFLUÊNCIA NO AGRONEGÓCIO

TAXA DE DESFRUTE NA PECUÁRIA DE CORTE SUA INFLUÊNCIA NO AGRONEGÓCIO TAXA DE DESFRUTE NA PECUÁRIA DE CORTE SUA INFLUÊNCIA NO AGRONEGÓCIO José Augusto Porte 1, Geraldo de Nardi Junior 2 1 Aluno do curso de Tecnologia em Agronegócio da Faculdade de Tecnologia de Botucatu

Leia mais

Prof. Dr. Luís César Dias Drumond (34)

Prof. Dr. Luís César Dias Drumond (34) PRODUÇÃO DE LEITE E CARNE EM PASTAGEM IRRIGADA DIA DE CAMPO SOBRE MANEJO DE PASTAGEM Prof. Adilson de Paula Almeida Aguiar Prof. Luís César Dias Drumond Prof. Leonardo Oliveira Fernandes Prof. Alexandre

Leia mais

do Programa Embrapa Carne de Qualidade BOVINOS DE CORTE Gado de Corte

do Programa Embrapa Carne de Qualidade BOVINOS DE CORTE Gado de Corte do Programa Embrapa Carne de Qualidade BOVINOS DE CORTE Gado de Corte BOVINOS DE CORTE "Bom para o Brasil melhor para você" o que são as "Boas Práticas Agropecuárias - Bovinos de Corte"? É um conjunto

Leia mais

FABRICACAO DE SAL MINERAL VISANDO A ADEQUADA NUTRICAO DE BOVINOS

FABRICACAO DE SAL MINERAL VISANDO A ADEQUADA NUTRICAO DE BOVINOS FABRICACAO DE SAL MINERAL VISANDO A ADEQUADA NUTRICAO DE BOVINOS BPF - MANUAL DEFINIÇÃO Normas e procedimentos que garantem a conformidade e inocuidade dos produtos utilizados na pecuária, visando o homem

Leia mais

TERMINAÇÃO. Sistemas de produção de carne no Brasil Sistema de 2010 (x 1000) 2010 (%) Sistemas de Produção 11/03/2015

TERMINAÇÃO. Sistemas de produção de carne no Brasil Sistema de 2010 (x 1000) 2010 (%) Sistemas de Produção 11/03/2015 TERMINAÇÃO Sistemas de produção de carne no Brasil Sistema de 2010 (x 1000) 2010 (%) produção Confinamento 3.047 7,39 Semiconfinamento Pastagens inverno 2.583 6,27 822 1,99 Pastagem sem 34.748 84,35 definição

Leia mais

Manejo Intensivo de Pastagens para Produção de Carne Bovina. Curso Teórico Prático Embrapa Pecuária Sudeste 22 a 25 de abril de 2003

Manejo Intensivo de Pastagens para Produção de Carne Bovina. Curso Teórico Prático Embrapa Pecuária Sudeste 22 a 25 de abril de 2003 Manejo Intensivo de Pastagens para Produção de Carne Bovina Curso Teórico Prático Embrapa Pecuária Sudeste 22 a 25 de abril de 2003 Situação atual: Baixa produtividade: 100 kg de PV/ha/ano Produtividade

Leia mais

II SIMPAGRO da UNIPAMPA

II SIMPAGRO da UNIPAMPA II SIMPAGRO da UNIPAMPA Empreendedorismo na Campanha gaúcha Dom Pedrito, RS. 24 e 25 de agosto de 2017. Eixo Zootecnia e áreas afins Modalidade ensino técnico Simulação Econômica de Pastagem de Inverno

Leia mais

ANÁLISE ECONÔMICA DA UTILIZAÇÃO DE ALFAFA EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE LEITE

ANÁLISE ECONÔMICA DA UTILIZAÇÃO DE ALFAFA EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE LEITE ANÁLISE ECONÔMICA DA UTILIZAÇÃO DE ALFAFA EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE LEITE Marcela de Mello Brandão Vinholis Embrapa Pecuária Sudeste São Carlos junho - 2008 Introdução Mudanças econômicas década de 90

Leia mais

INTENSIFICAÇÃO NA RECRIA-ENGORDA Analisando e Projetando o Sistema

INTENSIFICAÇÃO NA RECRIA-ENGORDA Analisando e Projetando o Sistema PAINEL: PECUÁRIA INTENSIVA E/OU AGRICULTURA? INTENSIFICAÇÃO NA RECRIA-ENGORDA Analisando e Projetando o Sistema São Gabriel, 03 de outubro de 2014. Leonardo C. Canellas Médico Veterinário, PhD USO DA TERRA

Leia mais

TECNOLOGIAS APLICADAS PARA INTENSIFICAR O SISTEMA DE PRODUÇÃO

TECNOLOGIAS APLICADAS PARA INTENSIFICAR O SISTEMA DE PRODUÇÃO Interiorização da VI Jornada NESPRO TECNOLOGIAS APLICADAS PARA INTENSIFICAR O SISTEMA DE PRODUÇÃO Leonardo Canali Canellas Médico Veterinário, MSc em Zootecnia Doutorando em Zootecnia - UFRGS Itaqui, 03

Leia mais

Manejo de Pastagem na Seca

Manejo de Pastagem na Seca Manejo de Pastagem na Seca O ajuste da lotação de acordo com a quantidade de forragem disponível é uma das grandes dificuldades de manejo dos pecuaristas. Isso ocorre pela oscilação da produção de forragem

Leia mais

MANEJO DE PLANTAS FORRAGEIRAS TROPICAIS PARA PRODUÇÃO DE FORRAGENS CONSERVADAS. CINIRO COSTA Prof.: Forragicultura e Pastagens FMVZ - UNESP Botucatu

MANEJO DE PLANTAS FORRAGEIRAS TROPICAIS PARA PRODUÇÃO DE FORRAGENS CONSERVADAS. CINIRO COSTA Prof.: Forragicultura e Pastagens FMVZ - UNESP Botucatu MANEJO DE PLANTAS FORRAGEIRAS TROPICAIS PARA PRODUÇÃO DE FORRAGENS CONSERVADAS CINIRO COSTA Prof.: Forragicultura e Pastagens FMVZ - UNESP Botucatu Áreas de pastagens nativas (N) e plantadas (P) nas diferentes

Leia mais

Desafios para o manejo de pastagens no dia a dia. José Arlindo Freato da Silva Marques

Desafios para o manejo de pastagens no dia a dia. José Arlindo Freato da Silva Marques Desafios para o manejo de pastagens no dia a dia José Arlindo Freato da Silva Marques Formação Engenheiro agrônomo 1990 (ESALQ) Especialização em Administração Rural 2004 (LAVRAS) Especialização em Manejo

Leia mais

Forragicultura e Pastagens

Forragicultura e Pastagens Setor de Forragicultura Pastagens, 19,5 ha de Brachiaria brizantha cv. Marandu; Forragicultura e Pastagens Curral de confinamento semi coberto. Ricardo A. Reis Dep. Zootecnia Setor de Forragicultura Setor

Leia mais

Boa noite, seja bem vindo ao Webinar!!! Você deve estar escutando som, se não estiver entre em contato conosco: Iniciaremos as 19:00.

Boa noite, seja bem vindo ao Webinar!!! Você deve estar escutando som, se não estiver entre em contato conosco: Iniciaremos as 19:00. Boa noite, seja bem vindo ao Webinar!!! Você deve estar escutando som, se não estiver entre em contato conosco: 35-38225174 Iniciaremos as 19:00. Intensificação na cria, aumentado a taxa de lotação das

Leia mais

NUTRIÇÃO DE BOVINOS EM SISTEMAS INTENSIVOS DE PRODUÇÃO. Flávio A. P. Santos J. R. R. Dórea Departamento de Zootecnia- ESALQ/USP

NUTRIÇÃO DE BOVINOS EM SISTEMAS INTENSIVOS DE PRODUÇÃO. Flávio A. P. Santos J. R. R. Dórea Departamento de Zootecnia- ESALQ/USP NUTRIÇÃO DE BOVINOS EM SISTEMAS INTENSIVOS DE PRODUÇÃO Flávio A. P. Santos J. R. R. Dórea Departamento de Zootecnia- ESALQ/USP fapsantos@usp.br 554 milhões ha de vegetação nativa = 65% ÁREAS URBANAS 38

Leia mais

DIAGNÓSTICO DA PECUÁRIA LEITEIRA NA REGIÃO DO CAPARAÓ ESPÍRITO- SANTENSE

DIAGNÓSTICO DA PECUÁRIA LEITEIRA NA REGIÃO DO CAPARAÓ ESPÍRITO- SANTENSE DIAGNÓSTICO DA PECUÁRIA LEITEIRA NA REGIÃO DO CAPARAÓ ESPÍRITO- SANTENSE Tarcísio Feleti de Castro 1, Felipe Scheiber Pittelkow 2, Rafael Altoé Dansi 3, Maria Izabel Vieira de Almeida 4 1 UFES/Departamento

Leia mais

PLANEJAMENTO DE UMA PROPRIEDADE LEITEIRA

PLANEJAMENTO DE UMA PROPRIEDADE LEITEIRA PLANEJAMENTO DE UMA PROPRIEDADE LEITEIRA EDSON GONÇALVES ANDRÉ LUIZ MONTEIRO NOVO ARTUR CHINELATO DE CAMARGO WALTER MIGUEL RIBEIRO 1. INTRODUÇÃO O planejamento de uma propriedade leiteira é fundamental

Leia mais

PRODUÇÃO DO CAPIM TANZÂNIA NO MUNICÍPIO DE POMBAL-PB

PRODUÇÃO DO CAPIM TANZÂNIA NO MUNICÍPIO DE POMBAL-PB PRODUÇÃO DO CAPIM TANZÂNIA NO MUNICÍPIO DE POMBAL-PB Ubieli Alves Araújo Vasconcelos 1 ; Rosilene Agra da Silva 2 ; Paulo Henrique Galvão Sobrinho 1 ; Anderson Barbosa de Mederios 1 ; Marcela Nobre Oliveira

Leia mais

Quais os benefícios ao patrocinar um curso online?

Quais os benefícios ao patrocinar um curso online? Quais os benefícios ao patrocinar um curso online? Reforço da marca no mercado; Relacionamento estreito com o público alvo; Destaque da expertise da organização ao contribuir com conhecimentos e tecnologias

Leia mais

09/11/2017 MÉTODOS DE PASTEJO I FORMAS DE UTILIZAÇÃO DAS FORRAGEIRAS. Sob corte: Capineira Forragem conservada. Sob pastejo: Contínuo Rotacionado

09/11/2017 MÉTODOS DE PASTEJO I FORMAS DE UTILIZAÇÃO DAS FORRAGEIRAS. Sob corte: Capineira Forragem conservada. Sob pastejo: Contínuo Rotacionado UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE AGRONOMIA ELISEU MACIEL DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA MANEJO DE REBANHOS EM PASTEJO INTRODUÇÃO FORMAS DE UTILIZAÇÃO DAS FORRAGEIRAS Sob corte: Capineira Forragem

Leia mais

Restrição dos solos brasileiros em relação à fertilidade

Restrição dos solos brasileiros em relação à fertilidade Restrição dos solos brasileiros em relação à fertilidade MO Lopes & Fox (1977): SB - 518 amostras de terra - Disponibilidade de P: 0,1 e 16,5 ppm P - 92% das amostras com P < 2 ppm CTC Fonte: Sparovek

Leia mais

Variações sazonais no crescimento de plantas forrageiras. Fatores que afetam o crescimento estacional de plantas forrageiras

Variações sazonais no crescimento de plantas forrageiras. Fatores que afetam o crescimento estacional de plantas forrageiras Variações sazonais no crescimento de plantas forrageiras Fatores que afetam o crescimento estacional de plantas forrageiras Caráter extrativista dos sistemas de produção - Historicamente, o pecuarista

Leia mais

Degradação de pastagem: Como evitar e potencializar a produtividade? - Portal Agropecuário

Degradação de pastagem: Como evitar e potencializar a produtividade? - Portal Agropecuário Degradação de pastagem: Como evitar e potencializar a produtividade? - Portal Agropecuário Caderno: releases clientes Criada e 03/08/2015 12:27 Atualiza 03/08/2015 12:28 U RL: http://w ww.portalagropecuario.com.br/bovinos/degradacao-de-pastag

Leia mais

ANALISE ECONOMICA DE UM SISTEMA INTENSIVO DE PRODUÇÃO DE CARNE EM PASTAGENS DOS CAPINS TANZANIA,

ANALISE ECONOMICA DE UM SISTEMA INTENSIVO DE PRODUÇÃO DE CARNE EM PASTAGENS DOS CAPINS TANZANIA, ANALISE ECONOMICA DE UM SISTEMA INTENSIVO DE PRODUÇÃO DE CARNE EM PASTAGENS DOS CAPINS TANZANIA, Panicum maximum Jacq. cv Tanzânia-1 E MOMBAÇA, Panicum maximum Jacq. cv Mombaça COM ANIMAIS CRUZADOS, ZEBU

Leia mais

Presentation Title Mês 00, Adubação de Pastagens na Pecuária de Corte. Paulo Rodrigo Santos de Souza Assistência Técnica Nutrição Animal

Presentation Title Mês 00, Adubação de Pastagens na Pecuária de Corte. Paulo Rodrigo Santos de Souza Assistência Técnica Nutrição Animal 1 Adubação de Pastagens na Pecuária de Corte Paulo Rodrigo Santos de Souza Assistência Técnica Nutrição Animal 2 Na apresentação anterior... Momento atual para a adubação de pastagens Análise técnica e

Leia mais

Curso Online: Índices Zootécnicos: como calcular, interpretar, agir

Curso Online: Índices Zootécnicos: como calcular, interpretar, agir Texto Complementar 5b Resultados econômicos de sistemas de produção de leite com diferentes níveis tecnológicos na Cooperativa Agropecuária Castrolanda, Castro, PR. Hernani Alves da Silva; Huibert Peter

Leia mais

SISTEMA DE IRRIGAÇÃO

SISTEMA DE IRRIGAÇÃO EMPRESA AGRONERI A Agroneri está no mercado desde 2012, atendendo com excelência e qualidade todas as necessidades de cada um de seus clientes. Sempre investindo capacitação técnica e buscando constantemente

Leia mais

Prof. Júlio Barcellos e equipe do NESPRO

Prof. Júlio Barcellos e equipe do NESPRO Prof. Júlio Barcellos e equipe do NESPRO Julio.barcellos@ufrgs.br Uruguaiana, 04/10/2012 Economia estável. O agronegócio é atraente. Terra é ativo imobiliário. Valorização dos ativos. Múltiplos negócios

Leia mais

NOVOS CAMINHOS NA ANÁLISE DE RENTABILIDADE DA PECUÁRIA

NOVOS CAMINHOS NA ANÁLISE DE RENTABILIDADE DA PECUÁRIA Resumo da evolução dos custos em Abril/08 NOVOS CAMINHOS NA ANÁLISE DE RENTABILIDADE DA PECUÁRIA Quando o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada Cepea/Esalq-USP) e a CNA (Confederação

Leia mais

A bovinocultura de corte frente aos desafios ambientais e de mercado

A bovinocultura de corte frente aos desafios ambientais e de mercado A bovinocultura de corte frente aos desafios ambientais e de mercado Fabiano Alvim Barbosa, Daniel C. de Abreu, Roberto Guimarães Junior, Raphael A. Mandarino, Juliana M. Leão, Camila F. Lobo Setembro,

Leia mais

Porto Alegre 22 e 23 de setembro de 2011

Porto Alegre 22 e 23 de setembro de 2011 Porto Alegre 22 e 23 de setembro de 2011 Ing.Agr. MBA Catalina Boetto Universidad Católica de Córdoba MBG División Ganadería SAGRA SA Sumário 1. Introdução 2. Intensificação da pecuária bovina: pasto ou

Leia mais

PRODUÇÃO DE MATÉRIA VERDE NO PERÍODO DA SECA EM SISTEMA DE PASTEJO DE TIFTON 85 SOB MANEJO DE IRRIGAÇÃO E SEQUEIRO*

PRODUÇÃO DE MATÉRIA VERDE NO PERÍODO DA SECA EM SISTEMA DE PASTEJO DE TIFTON 85 SOB MANEJO DE IRRIGAÇÃO E SEQUEIRO* PRODUÇÃO DE MATÉRIA VERDE NO PERÍODO DA SECA EM SISTEMA DE PASTEJO DE TIFTON 85 SOB MANEJO DE IRRIGAÇÃO E SEQUEIRO* JÚNIOR, A.J.S. 1 ; JAYME, D.G.²; BARRETO, A.C. 2 ; FERNANDES, L.O. 3 ; OLIVEIRA, A.I.

Leia mais

Manejo de pastagens Consumo de forragem

Manejo de pastagens Consumo de forragem Universidade Federal do Ceará Centro de Ciências Agrárias Departamento de Zootecnia Manejo de pastagens Consumo de forragem Magno José Duarte Cândido magno@ufc.br Núcleo de Ensino e Estudos em Forragicultura-

Leia mais

BANCO DE PROTEÍNAS COMO ALTERNATIVAS PARA A ALIMENTAÇÃO DE BOVINOS NO PERÍODO SECO, COM E SEM IRRIGAÇÃO

BANCO DE PROTEÍNAS COMO ALTERNATIVAS PARA A ALIMENTAÇÃO DE BOVINOS NO PERÍODO SECO, COM E SEM IRRIGAÇÃO BANCO DE PROTEÍNAS COMO ALTERNATIVAS PARA A ALIMENTAÇÃO DE BOVINOS NO PERÍODO SECO, COM E SEM IRRIGAÇÃO Ítalo Bazzo de Oliveira 1 ;João Batista Leite Jr. 2 1 Acadêmico do curso de agronomia da UEMS, Unidade

Leia mais

30/05/2010. Custo total da atividade de engorda (US$/100kg carcaça) Norte Nordeste Sudeste Sul Centro Oeste

30/05/2010. Custo total da atividade de engorda (US$/100kg carcaça) Norte Nordeste Sudeste Sul Centro Oeste Custo da produção de carne no Brasil Custo total da atividade de engorda (US$/100kg carcaça) Embrapa Amazônia Oriental Fonte: Agri Benchmark Beef Report (2008) Características importantes da pecuária brasileira

Leia mais

Mitigação e Adaptação por meio de Alimentação Suplementar e Confinamento. Dr. Sérgio Raposo de Medeiros Embrapa Gado de Corte

Mitigação e Adaptação por meio de Alimentação Suplementar e Confinamento. Dr. Sérgio Raposo de Medeiros Embrapa Gado de Corte Mitigação e Adaptação por meio de Alimentação Suplementar e Confinamento Dr. Sérgio Raposo de Medeiros Embrapa Gado de Corte Conteúdo 1) Efeitos da suplementação na idade de abate; 2) Princípios da alimentação

Leia mais

O produtor pergunta, a Embrapa responde

O produtor pergunta, a Embrapa responde Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Gado de Corte Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento O produtor pergunta, a Embrapa responde 2 a edição revista e ampliada Geraldo Augusto

Leia mais

Silagem de capim e de sorgo na alimentação animal

Silagem de capim e de sorgo na alimentação animal UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA Silagem de capim e de sorgo na alimentação animal Odilon Gomes Pereira Introdução Pecuária brasileira Pasto forma mais

Leia mais

CUSTO DE PRODUÇÃO DE BOVINOCULTURA DE CORTE EM CASCAVEL/PR

CUSTO DE PRODUÇÃO DE BOVINOCULTURA DE CORTE EM CASCAVEL/PR CUSTO DE PRODUÇÃO DE BOVINOCULTURA DE CORTE EM CASCAVEL/PR Com a iniciativa da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem (SENAR) e o Centro

Leia mais

Vaqueiro Foi desenvolvido exclusivamente para a produção de forragem, melhorou em clima tropicais onde gramíneas de estação quente são adaptadas.

Vaqueiro Foi desenvolvido exclusivamente para a produção de forragem, melhorou em clima tropicais onde gramíneas de estação quente são adaptadas. Brasil e em Capim Vaqueiro proporciona melhor qualidade forrageira, tonelagem e persistência em comparação com outras cultivarem.vaqueiro é menos dispendioso à planta dos híbridos estéreis como Ozarka,

Leia mais

AVALIAÇÃO E MANEJO DE DOENÇAS EM Brachiaria brizantha cv. BRS PIATÃ. Área Temática da Extensão: Tecnologia.

AVALIAÇÃO E MANEJO DE DOENÇAS EM Brachiaria brizantha cv. BRS PIATÃ. Área Temática da Extensão: Tecnologia. AVALIAÇÃO E MANEJO DE DOENÇAS EM Brachiaria brizantha cv. BRS PIATÃ Jaqueline Ianelo Guerra 1 ; Maria Luiza Nunes Costa 2 1p Bolsista UEMS. Estudante do Curso de Agronomia da UEMS, Unidade Universitária

Leia mais

MELHORES OS LUCROS DA PECUÁRIA UTILIZANDO TÉCNICAS COMPROVADAS DE BAIXO CUSTO

MELHORES OS LUCROS DA PECUÁRIA UTILIZANDO TÉCNICAS COMPROVADAS DE BAIXO CUSTO MELHORES OS LUCROS DA PECUÁRIA UTILIZANDO TÉCNICAS COMPROVADAS DE BAIXO CUSTO SITUAÇÃO ATUAL DAS PASTAGENS DO CENTRO OESTE 95% da nossa produção de carne depende do capim Alto grau de degradação Principais

Leia mais

CAPACIDADE DE SUPORTE: VOCÊ SABE CALCULAR?

CAPACIDADE DE SUPORTE: VOCÊ SABE CALCULAR? CAPACIDADE DE SUPORTE: VOCÊ SABE CALCULAR? Rogério Marchiori Coan 1 Ricardo Andrade Reis 2 A taxa de lotação é definida como o número de animais pastejando uma unidade de área por um determinado tempo.

Leia mais

Custos de produção e Planejamento do rebanho

Custos de produção e Planejamento do rebanho Custos de produção e Planejamento do rebanho A estimativa dos custos de produção permite avaliar a viabilidade do negócio. Custo Operacional (CO) Despesas de custeio / produção de leite. Custo Operacional

Leia mais

BPUFs em Pastagem. Adilson de Paula Almeida Aguiar FAZU CONSUPEC Uberaba MG

BPUFs em Pastagem. Adilson de Paula Almeida Aguiar FAZU CONSUPEC Uberaba MG BPUFs em Pastagem Adilson de Paula Almeida Aguiar FAZU CONSUPEC Uberaba MG INTRODUÇÃO Mapa de classes de fertilidade dos solos brasileiros Muito baixa Baixa Média Média a alta Alta O uso de fertilizantes

Leia mais

INFORMATIVO MENSAL LAPBOV

INFORMATIVO MENSAL LAPBOV É necessário aumentar a produtividade do rebanho e promover a carne brasileira no mercado internacional Neste ano, haverá um aumento do faturamento "dentro da porteira", devido aos bons preços das principais

Leia mais

Banco do Brasil. Setembro 2012

Banco do Brasil. Setembro 2012 Banco do Brasil Setembro 2012 2011/2012 Atuação do BB na Safra 2011/2012 Volume de crédito rural desembolsado R$ 48,2 bilhões CRESCIMENTO de 23% Atuação do BB na Safra 2011/2012 Comparativo: Safras 2010/2011

Leia mais

INFORMATIVO MENSAL LAPBOV

INFORMATIVO MENSAL LAPBOV INFORMATIVO MENSAL LAPBOV OV Março Nº 24 Alta no preço da carne bovina anima produtores A falta gado pronto para o abate está fazendo o preço da arroba do boi subir, e os criadores comemoram o bom momento.

Leia mais

Relação bezerro boi.

Relação bezerro boi. Relação troca @ bezerro X @ boi. MODELOS DE PRODUÇÃO MAIS COMUNS NO BRASIL Peso Corporal (kg) 550 500 450 400 350 300 250 200 150-4 meses de terminação em Confinamento; - 8 meses do nascimento ao desmame.

Leia mais

PRODUÇÃO ANIMAL TENDO COMO BASE ALIMENTAR A PALMA FORRAGEIRA

PRODUÇÃO ANIMAL TENDO COMO BASE ALIMENTAR A PALMA FORRAGEIRA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIDADE ACADÊMICA DE GARANHUNS Avenida Bom Pastor, s/nº - Boa Vista - Garanhuns/PE 55.296-901 - Telefone: (87) 3764.5555 PRODUÇÃO ANIMAL

Leia mais

ASPECTOS IMPORTANTES PARA O SUCESSO DA. Zootecnista: Cledson Augusto Garcia Docente da Graduação

ASPECTOS IMPORTANTES PARA O SUCESSO DA. Zootecnista: Cledson Augusto Garcia Docente da Graduação ASPECTOS IMPORTANTES PARA O SUCESSO DA PRODUÇÃO DE OVINOS DE CORTE Zootecnista: Cledson Augusto Garcia Docente da Graduação Jacó: o precursor do Pastoreio Racional O BOM PASTOR COMEÇA DESDE CEDO PASTOR:

Leia mais

CUSTO DE PRODUÇÃO: UMA FERRAMENTA DE SUPORTE AO PECUARISTA. Prof. Dr. Marcos Aurélio Lopes (DMV)

CUSTO DE PRODUÇÃO: UMA FERRAMENTA DE SUPORTE AO PECUARISTA. Prof. Dr. Marcos Aurélio Lopes (DMV) CUSTO DE PRODUÇÃO: UMA FERRAMENTA DE SUPORTE AO PECUARISTA Prof. Dr. Marcos Aurélio Lopes (DMV) malopes@ufla.br Produzir carne é bom negócio? Dá dinheiro? Vale a pena investir na pecuária de corte? Vocês

Leia mais

Produtividade de Matéria Seca de Capim Brachiaria brizantha cv. Marandu, com residual de 8 Toneladas de Cama Aviária e Diferentes Doses de Nitrogênio.

Produtividade de Matéria Seca de Capim Brachiaria brizantha cv. Marandu, com residual de 8 Toneladas de Cama Aviária e Diferentes Doses de Nitrogênio. Produtividade de Matéria Seca de Capim Brachiaria brizantha cv. Marandu, com residual de 8 Toneladas de Cama Aviária e Diferentes Doses de Nitrogênio.. SODRÉ M. C. R. F ¹, CARBALIAL M. R. ², DIOG M. F.

Leia mais

IMPLANTAÇÃO E MANEJO DE ESPÉCIES FORRAGEIRAS HIBERNAIS

IMPLANTAÇÃO E MANEJO DE ESPÉCIES FORRAGEIRAS HIBERNAIS IMPLANTAÇ IMPLANTAÇÃO E MANEJO DE ESPÉ ESPÉCIES FORRAGEIRAS HIBERNAIS Luis Fernando G. de Menezes UTFPR/DV luismenezes@utfpr.edu.br Qualidade da semente Método de estabelecimento Densidade de semeadura

Leia mais

Banco do Brasil e o Agronegócio. Fevereiro 2012

Banco do Brasil e o Agronegócio. Fevereiro 2012 Banco do Brasil e o Agronegócio Fevereiro 2012 Banco do Brasil e o Agronegócio 61,6% do Crédito Rural/Agroindustrial no País (SNCR 31.09.2011); 77% dos valores aplicados no Pronaf (SNCR); 1,4 milhões de

Leia mais

Simpósio sobre Assistência Técnica e Extensão Rural na Pecuária Leiteira no Estado do Paraná

Simpósio sobre Assistência Técnica e Extensão Rural na Pecuária Leiteira no Estado do Paraná Simpósio sobre Assistência Técnica e Extensão Rural na Pecuária Leiteira no Estado do Paraná MARCELO DE REZENDE COOPERIDEAL LONDRINA, PR marcelo@cooperideal.com.br Cooperativa para a inovação e desenvolvimento

Leia mais

ANÁLISE DA VIABILIDADE ECONÔMICA DO PASTEJO ROTACIONADO IRRIGADO NA PECUÁRIA LEITEIRA

ANÁLISE DA VIABILIDADE ECONÔMICA DO PASTEJO ROTACIONADO IRRIGADO NA PECUÁRIA LEITEIRA ANÁLISE DA VIABILIDADE ECONÔMICA DO PASTEJO ROTACIONADO IRRIGADO NA PECUÁRIA LEITEIRA Vanessa Cristiani de Góis Ribeiro 1, Rafael Rodrigues Medeiros 1, Tatiany Moura de Almeida 1, Maria Clara Ferrari 2,

Leia mais

Universidade Federal do Ceará Centro de Ciências Agrárias Departamento de Zootecnia Manejo de pastagens

Universidade Federal do Ceará Centro de Ciências Agrárias Departamento de Zootecnia Manejo de pastagens Universidade Federal do Ceará Centro de Ciências Agrárias Departamento de Zootecnia Manejo de pastagens Pressão de pastejo e ajuste na taxa de lotação Magno José Duarte Cândido magno@ufc.br Núcleo de Ensino

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E VETERINÁRIAS CÂMPUS DE JABOTICABAL

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E VETERINÁRIAS CÂMPUS DE JABOTICABAL UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E VETERINÁRIAS CÂMPUS DE JABOTICABAL UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS

Leia mais

O BOI VAI PASTAR SOJA?

O BOI VAI PASTAR SOJA? O BOI VAI PASTAR SOJA? A concorrência da agricultura em áreas de pecuária com pastagens degradas devido dificuldades na identificação da degradação e orçamentos reduzidos para recuperação No Brasil, as

Leia mais

CUSTO DE PRODUÇÃO EM PECUÁRIA DE LEITE EM 2011, REGIÃO DE ITAPETINGA (BA)

CUSTO DE PRODUÇÃO EM PECUÁRIA DE LEITE EM 2011, REGIÃO DE ITAPETINGA (BA) RELATÓRIO DE PESQUISA CUSTO DE PRODUÇÃO EM PECUÁRIA DE LEITE EM 2011, REGIÃO DE ITAPETINGA (BA) Execução: Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada CEPEA/ESALQ/USP Coordenação: Geraldo Sant Ana

Leia mais

Diversificação para a sustentabilidade da produção

Diversificação para a sustentabilidade da produção Diversificação para a sustentabilidade da produção Introdução O aumento populacional mundial e a inserção de novos contingentes no mercado consumidor têm gerado crescente demanda mundial por matérias-primas,

Leia mais

Equipe Principal: Jonas Irineu dos Santos Filho, Marcelo Miele,

Equipe Principal: Jonas Irineu dos Santos Filho, Marcelo Miele, Plano de Ação: 12. Avaliação econômica, social e ambiental das tecnologias e elaboração de planos de negócio Equipe Principal: Jonas Irineu dos Santos Filho, Marcelo Miele, Objetivo Final - Plano de Negocio

Leia mais

Manejo intensivo da pastagem para altas lotações Lilian Elgalise Techio Pereira

Manejo intensivo da pastagem para altas lotações Lilian Elgalise Techio Pereira Manejo intensivo da pastagem para altas lotações Lilian Elgalise Techio Pereira Departamento de Zootecnia Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA) Pirassununga, SP Intensificação Intensificação

Leia mais

Comunicado102 ISSN Campo Grande, MS

Comunicado102 ISSN Campo Grande, MS Comunicado102 Técnico Junho, ISSN 1516-9308 Campo Grande, MS 2006 Sistemas de produção melhorados para gado de corte em Mato Grosso do Sul Eduardo Simões Corrêa 1 Fernando Paim Costa 2 Geraldo Augusto

Leia mais

Modelagem e simulação de sistemas de produção animal

Modelagem e simulação de sistemas de produção animal 1. Introdução Os sistemas de produção agropecuários são extremamente complexos, sujeitos a riscos e administrados pelo homem visando, quase sempre, benefícios de natureza econômica. Estimar com precisão

Leia mais

Integração Lavoura-Pecuária-Floresta* Introdução

Integração Lavoura-Pecuária-Floresta* Introdução Integração Lavoura-Pecuária-Floresta* Introdução O aumento populacional mundial e a inserção de novos contingentes no mercado consumidor tem gerado crescente demanda mundial por matérias-primas, alimentos,

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE PASTAGEM DEGRADADA ATRAVÉS DO CONSÓRCIO COM FEIJÃO GUANDU

RECUPERAÇÃO DE PASTAGEM DEGRADADA ATRAVÉS DO CONSÓRCIO COM FEIJÃO GUANDU RECUPERAÇÃO DE PASTAGEM DEGRADADA ATRAVÉS DO CONSÓRCIO COM FEIJÃO GUANDU Josiane da Silva Costa¹, Ana Carolina Alves² ¹Acadêmica do Curso de Agronomia da UEMS, Unidade Universitária de Cassilândia; E-mail:

Leia mais

A produção de leite e carne em pastagens manejadas com integração lavoura, pecuária e floresta.

A produção de leite e carne em pastagens manejadas com integração lavoura, pecuária e floresta. A produção de leite e carne em pastagens manejadas com integração lavoura, pecuária e floresta. Seminário sobre o plano e o programa de financiamento da agricultura de baixa emissão de carbono plano ABC

Leia mais

PRODUÇÃO DE LEITE A PASTO NO CERRADO BRASILEIRO. RESULTADOS ECONÔMICOS. Edmundo Benedetti. Introdução

PRODUÇÃO DE LEITE A PASTO NO CERRADO BRASILEIRO. RESULTADOS ECONÔMICOS. Edmundo Benedetti. Introdução PRODUÇÃO DE LEITE A PASTO NO CERRADO BRASILEIRO. RESULTADOS ECONÔMICOS Edmundo Benedetti Introdução O Brasil possui o maior efetivo bovino comercial do mundo, sendo que, deste efetivo, cerca de 21 milhões

Leia mais