A Informatização da Auditoria Concorrente Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A Informatização da Auditoria Concorrente Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo"

Transcrição

1

2 A Informatização da Auditoria Concorrente Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo

3 UNIMED Vales do Taquari e Rio Pardo (VTRP)

4 UNIMED Vales do Taquari e Rio Pardo (VTRP)

5 UNIMED Vales do Taquari e Rio Pardo (VTRP)

6 UNIMED Vales do Taquari e Rio Pardo (VTRP) ABRANGÊNCIA DA AUDITORIA CONCORRENTE A Auditoria Concorrente ocorre nos 4 maiores hospitais credenciados, que representam 65% do volume de internações e em torno de 80% do custo assistencial com internações. Em cada hospital há uma equipe composta por médico auditor e enfermeiro auditor.

7 Modelo Antigo: Formulário de Auditoria Processo Manual: Ações pontuais; Dificuldade na tabulação dos dados; Diferentes formas de atuação entre as equipes;

8 Modelo Antigo: Informações Gerenciais Processo Manual: Poucas informações gerenciais; Dificuldade de definições estratégicas;

9 Análise e Otimização do Processo de Auditoria Concorrente OBJETIVO 1. Qualificar o processo de auditoria concorrencial. 2. Disponibilizar informações sobre os casos acompanhados na auditoria concorrencial para a gestão da cooperativa. 3. Disponibilizar informações gerenciais para a gestão da cooperativa.

10 Análise e Otimização do Processo de Auditoria Concorrente JUSTIFICATIVA 1. Realização não uniforme das atividades do processo de auditoria concorrencial. 2. Falta de informações gerenciais. 3. Dificuldade da gestão da cooperativa em ter acesso à informações sobre os pacientes internados.

11 Análise e Otimização do Processo de Auditoria Concorrente ESCOPO 1. Definição do processo ideal de auditoria concorrencial. 2. Definição das informações gerenciais necessárias para acompanhamento do processo de auditoria concorrencial. 3. Implementação das melhorias no processo de auditoria concorrencial. 4. Automação do processo de auditoria concorrencial. 5. Realização de projeto piloto. 6. Treinamento dos participantes do processo de auditoria concorrencial. 7. Documentação do processo de auditoria concorrencial. 8. Implantação nos hospitais envolvidos no processo de auditoria concorrencial.

12 Análise e Otimização do Processo de Auditoria Concorrente Desenho do Processo Ideal

13 Análise e Otimização do Processo de Auditoria Concorrente Desenho do Processo Ideal Atividades Realizadas 1. Importar lista de pacientes internados; 2. Priorizar os clientes a serem auditados; 3. Acessar e auditar os prontuários; 4. Preencher as informações de auditoria; 5. Realizar visita a beira do leito e avaliar o atendimento prestado; 6. Analisar e definir conduta; 7. Encaminhar para programas do Promoção à Saúde; 8. Encaminhar para desospitalização; 9. Agilizar autorizações; 10. Realizar contato com médico assistente; 11. Realizar contato com equipe multidisciplinar; 12. Acompanhar procedimentos cirúrgicos; 13. Registrar evolução da auditoria concorrencial (enfermeiro e médico); 14. Validar as informações das altas.

14 Novo Modelo: Auditoria Concorrente Informatizada Automação do Processo 1. Utilização do software Orquestra; 2. Flexibilidade para alterar o processo; 3. Utilização de tablets pelo enfermeiro e pelo médico, o que também possibilita maior acesso à informações; 4. Validar informações; 5. Orientação sobre a sequência correta das atividades; 6. Habilita a consulta online das informações para os níveis de gestão.

15 Novo Modelo: Auditoria Concorrente Informatizada Importação da lista de clientes internados Recebimento do arquivo dos Prestadores em meio eletrônico; Formato CSV; Importação para Sistema Orquestra.

16 Novo Modelo: Auditoria Concorrente Informatizada Priorização de clientes Escolha dos clientes a serem auditados.

17 Novo Modelo: Auditoria Concorrente Informatizada Realização Auditoria Os dados do paciente já estão preenchidos. Facilidade para preencher as informações obtidas durante a auditoria. Orientação das informações que devem ser preenchidas.

18 Novo Modelo: Auditoria Concorrencial Informatizada Orientação para preenchimento Ao selecionar 2 tipos de fisioterapia o sistema solicita a seleção de justificativa. Caso seja escolhida a opção Outras, o sistema solicita justificativa descritiva. Ao selecionar 2 ou mais sessões simultâneas de fisioterapia no mesmo dia, o sistema indica a necessidade de justificativa.

19 Novo Modelo: Auditoria Concorrente Informatizada INFORMAÇÕES GERENCIAIS

20 Novo Modelo: Auditoria Concorrente Informatizada Possibilidade de segmentar por clientes da Unimed e do Intercâmbio

21 Novo Modelo: Auditoria Concorrente Informatizada

22 Novo Modelo: Auditoria Concorrente Informatizada

23 Everton Roberto Comin Coordenador de Auditoria em Saúde Carla Fernanda Schmidt Supervisora de Auditoria em Saúde

Auditoria Concorrente. Encontro de Auditoria Unimed Central-RS Porto Alegre 07 de agosto de 2015

Auditoria Concorrente. Encontro de Auditoria Unimed Central-RS Porto Alegre 07 de agosto de 2015 Auditoria Concorrente Encontro de Auditoria Unimed Central-RS Porto Alegre 07 de agosto de 2015 UNIMED PORTO ALEGRE 40,7% 46 de participação do mercado de planos de saúde no RS (ANS dezembro/2014) Municípios

Leia mais

ACREDITAÇÃO HOSPITALAR. Análise Crítica da Pré e Pós Certificação

ACREDITAÇÃO HOSPITALAR. Análise Crítica da Pré e Pós Certificação ACREDITAÇÃO HOSPITALAR Análise Crítica da Pré e Pós Certificação A qualidade não é um conjunto de técnicas, é a maneira de pensar o seu próprio negócio e isso não da pra copiar. Fonte: hsm.com.br Hospital

Leia mais

Projetos e Metas do Intercâmbio Nacional para 2017

Projetos e Metas do Intercâmbio Nacional para 2017 Projetos e Metas do Intercâmbio Nacional para 2017 Carla Sales Ingressou no sistema Unimed em 1995 Unimed do Brasil; Participou dos processos ligados ao atendimento durante a Criação da Central Nacional

Leia mais

1 Workshop Estratégias para a Sustentabilidade das Organizaçõesde Saúde" Estratégias para melhoria da gestão hospitalar Isabela Caiaffa

1 Workshop Estratégias para a Sustentabilidade das Organizaçõesde Saúde Estratégias para melhoria da gestão hospitalar Isabela Caiaffa 1 Workshop Estratégias para a Sustentabilidade das Organizaçõesde Saúde" 16-09 - 09 às 12 horas Estratégias para melhoria da gestão hospitalar Isabela Caiaffa Ampliar o conhecimento sobre a Estratégia

Leia mais

Auditoria em Fisioterapia

Auditoria em Fisioterapia Segundo Ministério da Saúde a Fisioterapia se enquadra no nível de média complexidade de atenção à saúde. Pouco lembrada no Sistema Unimed. Quando um beneficiário reconhece a importância de ter um plano

Leia mais

Manual de SOLICITAÇÃO. de Procedimentos Eletivos

Manual de SOLICITAÇÃO. de Procedimentos Eletivos MANUALWEB 1 Manual de SOLICITAÇÃO de Procedimentos Eletivos Área Restrita site Março 2015 Confira o passo a passo para solicitar autorização para a realização de procedimentos eletivos. MANUALWEB 2 SUMÁRIO

Leia mais

Ferramentas Institucionais

Ferramentas Institucionais Ferramentas Institucionais Agenda. Intercâmbio. Fluxo de Autorização. Adaptação às mudanças. Os projetos do Intercâmbio Eletrônico. Evolução do sistema Unimed. Cobrança X Contestação Intercâmbio. Diferencial

Leia mais

Unimed 2ª Opinião ACREDITE: ESTÁ SURGINDO UMA NOVA UNIMED!

Unimed 2ª Opinião ACREDITE: ESTÁ SURGINDO UMA NOVA UNIMED! ACREDITE: ESTÁ SURGINDO UMA NOVA UNIMED! CONCEITO O Inova Unimed é um movimento de renovação que visa a modernização estrutural, operacional e administrativa da Unimed Vale do Aço. OBJETIVOS SATISFAZER

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DO PESSOAL NA SALA DE OBSERVAÇÃO ( AMARELOS E VERDES )

ATRIBUIÇÕES DO PESSOAL NA SALA DE OBSERVAÇÃO ( AMARELOS E VERDES ) ATRIBUIÇÕES DO PESSOAL NA SALA DE OBSERVAÇÃO ( AMARELOS E VERDES ) DO SERVIÇO MÉDICO da emergência: Receber o paciente na sala de observação ( amarelos e verdes ), priorizando-o em relação aos consultórios

Leia mais

Hospital Summit Terceirização de Serviços Médicos

Hospital Summit Terceirização de Serviços Médicos 15/03/2017 Hospital Summit Terceirização de Serviços Médicos Modelo Adotado Grupo São Lucas Ribeirania Ribeirão Preto Dr Pedro Antonio Palocci o Médico Pediatra formado pela XXIIIª Turma da FMRP-USP 1979

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO GEP Sistema de Gestão de Evolução de Prontuários Médicos

GUIA DO USUÁRIO GEP Sistema de Gestão de Evolução de Prontuários Médicos IBILCE UNESP 2014 GUIA DO USUÁRIO GEP Sistema de Gestão de Evolução de Prontuários Médicos Coordenação: Prof. Dr. Carlos Roberto Valêncio Resumo de Alterações Alteração Feita Responsável Data Documento

Leia mais

Gestão à Vista: Transparência e Produtividade na Comunicação Organizacional. Adriana Daum Machado Assessora da Qualidade

Gestão à Vista: Transparência e Produtividade na Comunicação Organizacional. Adriana Daum Machado Assessora da Qualidade Gestão à Vista: Transparência e Produtividade na Comunicação Adriana Daum Machado Assessora da Qualidade MERIDIONAL DADOS DADOS 2012 2012 HOSPITAL PRIVADO COM FINS LUCRATIVOS 169 LEITOS 62 LEITOS DE UTI

Leia mais

Ministério da Saúde Agência Nacional de Saúde Suplementar. Padrão TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar

Ministério da Saúde Agência Nacional de Saúde Suplementar. Padrão TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar Ministério da Saúde Agência Nacional de Saúde Suplementar Troca de Informações em Saúde Suplementar INSTRUÇÕES GERAIS Este manual tem como finalidade instruir todos os prestadores de serviço no preenchimento

Leia mais

SOBRE A COOPERATIVA UNIMED LIMEIRA

SOBRE A COOPERATIVA UNIMED LIMEIRA APRESENTAÇÃO COMERCIAL O NEGÓCIO SISTEMA UNIMED SOBRE A COOPERATIVA UNIMED LIMEIRA Qualidade comprovada Top of Mind (Plano mais lembrado pela sociedade), Certificação ONA Nível 3 (Acreditação de Excelência

Leia mais

Auditoria - Atividade independente de avaliação e de consultoria para adicionar valor e melhorar as operações da Unimed-BH.

Auditoria - Atividade independente de avaliação e de consultoria para adicionar valor e melhorar as operações da Unimed-BH. PL.GES.CGC_.009 1 DE 7 1. OBJETIVO Definir o papel, as responsabilidades e os princípios das áreas para implantação de ambiente adequado de Controles Internos na Unimed-BH e regulamentar as atividades

Leia mais

CUIDAR DE VOCÊ. ESSE É O PLANO

CUIDAR DE VOCÊ. ESSE É O PLANO Página 1 de 18 Manual do Reembolso Unimed Cerrado CUIDAR DE VOCÊ. ESSE É O PLANO 2016 1 Página 2 de 18 Sumário APRESENTAÇÃO... 3 DIRETRIZES DO REEMBOLSO... 4 PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE O REEMBOLSO... 5 REEMBOLSO

Leia mais

Conceitos de Auditoria de Sistemas

Conceitos de Auditoria de Sistemas Conceitos de Auditoria de Sistemas IFPR Campus Paranavaí TADS Seg. e Auditoria de Sistemas Prof. Rafael H. D. Zottesso Material produzido por: Prof. Gledston Carneiro 28/09/16 1 CONCEITOS IMPORTANTES:

Leia mais

RESTRUTURAÇÃO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO: UM ESTUDO DE CASO DA UNIMED-BH. Área temática: Gestão pela Qualidade Total

RESTRUTURAÇÃO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO: UM ESTUDO DE CASO DA UNIMED-BH. Área temática: Gestão pela Qualidade Total RESTRUTURAÇÃO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO: UM ESTUDO DE CASO DA UNIMED-BH. Área temática: Gestão pela Qualidade Total Ana Cláudia Mendes ana.cmendes@unimedbh.com.br Francisco Junior francisco.junior@unimedbh.com.br

Leia mais

PLANILHA PARA CONTROLE DAS DELIBERAÇÕES SOBRE AS PROPOSTAS DE MELHORIAS ENVIADAS ÀS ASSEMBLEIAS.

PLANILHA PARA CONTROLE DAS DELIBERAÇÕES SOBRE AS PROPOSTAS DE MELHORIAS ENVIADAS ÀS ASSEMBLEIAS. TEMAS PROPOSTA DOS TRABALHADORES (AS) MOLO GESTÃO 1. Retorno ao modelo de autogestão por RH PLANILHA PARA CONTROLE DAS LIBERAÇÕES SOBRE AS PROPOSTAS MELHORIAS PROPOSTA DA EMPRESA CONSENSO RESULTADO 1.

Leia mais

Encontro Nacional Unimed de Recursos e Serviços Próprios 2010 QUALIFICARE Programa de Qualificação de Recursos Próprios Fesp

Encontro Nacional Unimed de Recursos e Serviços Próprios 2010 QUALIFICARE Programa de Qualificação de Recursos Próprios Fesp Encontro Nacional Unimed de Recursos e Serviços Próprios 2010 12/5/2010 QUALIFICARE Programa de Qualificação de Recursos Próprios Unimed no Estado de São Paulo Singulares - 73 Intrafederativas - 6 Federação

Leia mais

O VIVER BEM O PROGRAMA SÊNIOR PARA QUEM É?

O VIVER BEM O PROGRAMA SÊNIOR PARA QUEM É? PROGRAMA Sênior O VIVER BEM A Unimed Vale do Sepotuba, através do setor VIVER BEM, apresenta aos seus beneficiários o PROGRAMA SÊNIOR, voltado aos clientes com idade igual ou superior a 80 anos. O PROGRAMA

Leia mais

COLETORES DE DADOS: QUAL A MINHA FUNÇÃO?

COLETORES DE DADOS: QUAL A MINHA FUNÇÃO? COLETORES DE DADOS: QUAL A MINHA FUNÇÃO? Data collectors: What is my role? Enfª Erica D. Moura Morosov Perfil coordenador/sub-investigador Defender o programa na instituição Viabilizar coleta de dados

Leia mais

Controle de antimicrobianos: como eu faço? Rodrigo Duarte Perez Coordenador da C.C.I.H. do H.S.I. Blumenau / SC

Controle de antimicrobianos: como eu faço? Rodrigo Duarte Perez Coordenador da C.C.I.H. do H.S.I. Blumenau / SC Controle de antimicrobianos: como eu faço? Rodrigo Duarte Perez Coordenador da C.C.I.H. do H.S.I. Blumenau / SC Hospital Santa Isabel 22.900m² de área construída. N total de leitos: 250. 20 leitos provisórios

Leia mais

Sistema AGHU. Manual da Enfermagem. Versão 4.0

Sistema AGHU. Manual da Enfermagem. Versão 4.0 Sistema AGHU Manual da Enfermagem Versão 4.0 Data: 11/08/2016 Pacientes Internados A enfermagem poderá acompanhar os pacientes internados e situação dos leitos através do censo diário da sua unidade. 1)

Leia mais

Manual Guias -Padrão TISS 3.02

Manual Guias -Padrão TISS 3.02 Unimed Caçapava Cooperativa de Trabalho Médico Manual Guias -Padrão TISS 3.02 Para uso interno Departamento de Faturamento Setembro/2014 Padrão TISS 3.0 A versão 3.0 do Padrão TISS complementa o processo

Leia mais

Garantia de Qualidade e Continuidade da Assistência no Atendimento Domiciliar

Garantia de Qualidade e Continuidade da Assistência no Atendimento Domiciliar Garantia de Qualidade e Continuidade da Assistência no Atendimento Domiciliar ANA ADALGISA DE OLIVEIRA BORGES GESTORA DE ATENÇÃO DOMICILIAR - SERVIÇOS PRÓPRIOS UNIMEB-BH Introdução Definição Conceito de

Leia mais

GERENCIAMENTO da Atenção Domiciliar P.G.A.D.

GERENCIAMENTO da Atenção Domiciliar P.G.A.D. GERENCIAMENTO da Atenção Domiciliar P.G.A.D. Gerenciamento da Atenção Domiciliar PGAD.indd 1 19/10/2015 15:30:04 Gerenciamento da Atenção Domiciliar PGAD Objetivo: Fornecer suporte ao paciente para que

Leia mais

CENTRO DE PROCEDIMENTO E APOIO

CENTRO DE PROCEDIMENTO E APOIO CENTRO DE PROCEDIMENTO E APOIO Zona Norte Zona Leste Av. Água Fria, 135- Santana Av. Celso Garcia, 4974 -Tatuapé Para atender as necessidades de mercado e se tornar ainda mais competitiva, a Unimed adotou

Leia mais

Encontro Nacional Unimed Assistentes Sociais 2013 GERENCIAMENTO PARA O PROCESSO DE DESOSPITALIZAÇÃO: POR QUE, QUANDO E COMO VIABILIZAR?

Encontro Nacional Unimed Assistentes Sociais 2013 GERENCIAMENTO PARA O PROCESSO DE DESOSPITALIZAÇÃO: POR QUE, QUANDO E COMO VIABILIZAR? Encontro Nacional Unimed Assistentes Sociais 2013 GERENCIAMENTO PARA O PROCESSO DE DESOSPITALIZAÇÃO: POR QUE, QUANDO E COMO VIABILIZAR? NOVOTEL / SP ABRIL 2013 DR. LUÍS CLÁUDIO MARROCHI Diretor Técnico

Leia mais

Apoio Técnico da Vigilância Socioassistencial. 04:Principais instrumentos e fontes de informação

Apoio Técnico da Vigilância Socioassistencial. 04:Principais instrumentos e fontes de informação Apoio Técnico da Vigilância Socioassistencial 04:Principais instrumentos e fontes de informação Módulo 04:Principais instrumentos e fontes de informação MÓDULOS DO APOIO TÉCNICO Módulo 1: Introdução à

Leia mais

Hospital Privado Capital Fechado com fins lucrativos Geral e de Médio Porte Selado Qualidade Programa CQH desde 2008 Média e alta complexidade 96

Hospital Privado Capital Fechado com fins lucrativos Geral e de Médio Porte Selado Qualidade Programa CQH desde 2008 Média e alta complexidade 96 Hospital Privado Capital Fechado com fins lucrativos Geral e de Médio Porte Selado Qualidade Programa CQH desde 2008 Média e alta complexidade 96 leitos 19 leitos de UTI 5 Salas Cirúrgicas 300 Cirurgias/mês

Leia mais

APELAÇÕES E RECLAMAÇÕES 1. ESCOPO MANUTENÇÃO ALTERAÇÕES DEFINIÇÕES... 3

APELAÇÕES E RECLAMAÇÕES 1. ESCOPO MANUTENÇÃO ALTERAÇÕES DEFINIÇÕES... 3 Página: 1 de 9 SUMÁRIO 1. ESCOPO... 3 2. MANUTENÇÃO... 3 3. ALTERAÇÕES... 3 4. DEFINIÇÕES... 3 5. PROCEDIMENTO... 3 5.1. GERAL... 3 5.2. APELAÇÃO... 4 5.3. ABERTURA E ANÁLISE CRÍTICA INICIAL DA RECLAMAÇÃO...

Leia mais

Auditoria e Segurança em S.I.

Auditoria e Segurança em S.I. Auditoria e Segurança em S.I. Critérios de auditoria O Boa parte da estabilidade e dos resultados obtidos pela atividade de auditoria depende da competência do grupo de auditores. O O auditor precisa ter

Leia mais

Manual Hilum. Desenvolvido pelo setor de Tecnologia da Informação Unimed Regional Sul Goiás

Manual Hilum. Desenvolvido pelo setor de Tecnologia da Informação Unimed Regional Sul Goiás Manual Hilum Sumário Sistema Hilum...3 1. Acesso...3 2. Execução de Consulta...4 3. SP/SADT (Exames e Procedimentos)...8 3.1. Solicitação...8 3.2. Solicitação/Execução... 13 3.3. Execução... 15 4. Apoio...

Leia mais

Estratégias da Implantação para a Conquista da Certificação ONA no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes

Estratégias da Implantação para a Conquista da Certificação ONA no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes Estratégias da Implantação para a Conquista da Certificação ONA no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes Nossa história Cenário Cenário Nossa história Setores Previsão segundo o Plano de Trabalho Quando

Leia mais

TIPO PRESTADOR: HOSPITAL APRESENTAÇÃO DO PROCESSO DE AUTORIZAÇÃO NA GUIA DE INTERNAÇÃO NO PORTAL DA FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR

TIPO PRESTADOR: HOSPITAL APRESENTAÇÃO DO PROCESSO DE AUTORIZAÇÃO NA GUIA DE INTERNAÇÃO NO PORTAL DA FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR TIPO PRESTADOR: HOSPITAL APRESENTAÇÃO DO PROCESSO DE AUTORIZAÇÃO NA GUIA DE INTERNAÇÃO NO PORTAL DA FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR Setembro/2016 PORTAL DO PRESTADOR APRESENTAÇÃO O Portal do Prestador

Leia mais

RN 277 Programa de Acreditação. de Operadoras de Planos Privados de Assistência à Saúde

RN 277 Programa de Acreditação. de Operadoras de Planos Privados de Assistência à Saúde RN 277 Programa de Acreditação de Operadoras de Planos Privados de Assistência à Saúde Disposições Preliminares Objetivo da RN 277: Incentivar a melhoria continuada na qualidade assistencial da saúde suplementar.

Leia mais

Manual para utilização do sistema SYS-ON WEB

Manual para utilização do sistema SYS-ON WEB Manual para utilização do sistema SYS-ON WEB Módulo do FAC-QUIMIO Solicitação de Quimioterapia Versão Prestador INDICE 1. Objetivo... 3 2. Solicitação de login e senha (base de produção)... 3 3. Acessando

Leia mais

DICAS DE PLANEJAMENTO

DICAS DE PLANEJAMENTO DICAS DE PLANEJAMENTO 9/9/2014 www.sescoopsp.coop.br PROGRAMAS E PROJETOS SESCOOP/SP FORMATOS DE ATENDIMENTO Ações descentralizadas São ações solicitadas pelas Cooperativas em seu Planejamento e Replanejamento

Leia mais

Manual de Instruções TISS

Manual de Instruções TISS Manual de Instruções TISS Introdução A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro e intercâmbio de dados entre operadoras de planos privados de assistência

Leia mais

Autorizador Plasc TISS Web. - Manual de Instrução

Autorizador Plasc TISS Web. - Manual de Instrução Autorizador Plasc TISS Web - Manual de Instrução A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro e intercâmbio de dados entre operadoras de planos privados

Leia mais

PARECER CFM Nº 42/2016 INTERESSADOS:

PARECER CFM Nº 42/2016 INTERESSADOS: PARECER CFM Nº 42/2016 INTERESSADOS: CRM-ES; direção técnica do Hospital Unimed Limeira; serviço social da empresa Usina Central do Paraná S/A; direção técnica do Hospital São José dos Pinhais. ASSUNTO:

Leia mais

O planejamento estratégico configura-se em ações que foram construídas com base nos objetivos consolidados na Lei nº

O planejamento estratégico configura-se em ações que foram construídas com base nos objetivos consolidados na Lei nº PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO: 2016-2020 O planejamento estratégico configura-se em ações que foram construídas com base nos objetivos consolidados na Lei nº 8.246. As ações estratégicas serão monitoradas e

Leia mais

Fluxo Atendimento - Autorizador HILUM Hospital São José.

Fluxo Atendimento - Autorizador HILUM Hospital São José. Fluxo Atendimento - Autorizador HILUM Hospital São José. 1. Identificação do Cliente (beneficiário) Beneficiário não identificado: Cliente Unimed Santos: contatar a Central de Atendimento Unimed telefone:

Leia mais

TROCA DE INFORMAÇÕES DE SAÚDE SUPLEMENTAR

TROCA DE INFORMAÇÕES DE SAÚDE SUPLEMENTAR TROCA DE INFORMAÇÕES DE SAÚDE SUPLEMENTAR O padrão TISS tem como meta a troca eletrônica de dados entre prestadores e operadoras, de forma que a utilização de guias em papel para apresentação do faturamento

Leia mais

Soluções que facilitam a gestão da saúde

Soluções que facilitam a gestão da saúde Soluções que facilitam a gestão da saúde A Hospidata Mais eficiência na gestão de saúde Empresa do grupo MV, líder brasileira em soluções de tecnologia para gestão da saúde, a Hospidata oferece um portfólio

Leia mais

Ricardo Augusto Bordin Guimarães Auditoria Administrativa Hospitalar ricardo@rgauditoria.com.br (51) 9841.7580 www.rgauditoria.com.br www.twitter.com/ricardorgaud Qualidade e Gestão em Saúde através da

Leia mais

Manual TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar

Manual TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar Manual TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar Instruções para preenchimento Grupo 5 - Clínicas e Laboratórios Unimed Sorocaba Cooperativa de Trabalho Médico Av. Pres. Juscelino Kubitscheck de Oliveira,

Leia mais

Experiência em desenvolvimento Experiência em consultoria

Experiência em desenvolvimento Experiência em consultoria Experiência em desenvolvimento Sistemas assistenciais; Mobile; DataWarehouse; BI (K Dashboard, Microstrategy, QlikView); Indicadores e rotinas de carga; Banco de Dados (Oracle e MS SQL); Computação em

Leia mais

Atendimento. Cadastramento de Guias; Saída da clínica (SADT/Internação); Atenção nos status dos procedimentos; 20/08/2014

Atendimento. Cadastramento de Guias; Saída da clínica (SADT/Internação); Atenção nos status dos procedimentos; 20/08/2014 Treinamento Grupo IV Prestadores PJ Cadastramento de Guias; Atendimento Saída da clínica (SADT/Internação); Atenção nos status dos procedimentos; 1 Atendimento Status dos Procedimentos Status NEGADO, verificar

Leia mais

www.compras.mg.gov.br O PORTAL DE COMPRAS HISTÓRICO Implantação do Sistema Integrado de Administração de Materiais e Serviços - SIAD em 2004 Obrigatoriedade de utilização pela Administração Direta e Indireta

Leia mais

MODELO ASSISTENCIAL HOSPITAL SAMARITANO -SP

MODELO ASSISTENCIAL HOSPITAL SAMARITANO -SP MODELO ASSISTENCIAL HOSPITAL SAMARITANO -SP Patricia Santesso Laurino Assessora de Aprimoramento e Desenvolvimento Encontro Nacional Unimed de Recursos e Serviços Próprios e Jornadas Nacionais Unimed de

Leia mais

QUALIFICAÇÃO DA REDE HOSPITALAR UNIMED VITÓRIA

QUALIFICAÇÃO DA REDE HOSPITALAR UNIMED VITÓRIA QUALIFICAÇÃO DA REDE HOSPITALAR UNIMED VITÓRIA 18 de Novembro de 2016 UNIMED VITÓRIA / ES 328.000 CLIENTES, SENDO DESTES, 32.000 EM ATENÇÃO PRIMÁRIA; 2.360 MÉDICOS COOPERADOS; 260 PRESTADORES DE SERVIÇO;

Leia mais

PLANO DE SAÚDE MANUAL DO CREDENCIADO

PLANO DE SAÚDE MANUAL DO CREDENCIADO Vitallis PLANO DE SAÚDE MANUAL DO CREDENCIADO Apresentação É com grande satisfação que iniciamos parceria. A Vitallis Saúde é classificada na modalidade Medicina de Grupo, tem cobertura nacional e é uma

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROCESSO DE FATURAMENTO PARA A IMPORTAÇÃO DO ARQUIVO XML NO PORTAL DA FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR

APRESENTAÇÃO DO PROCESSO DE FATURAMENTO PARA A IMPORTAÇÃO DO ARQUIVO XML NO PORTAL DA FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR APRESENTAÇÃO DO PROCESSO DE FATURAMENTO PARA A IMPORTAÇÃO DO ARQUIVO XML NO PORTAL DA FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR Setembro de 2016 PORTAL DO PRESTADOR APRESENTAÇÃO O Portal do Prestador é um sistema

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO:

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO: PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO: 2016-2020 O planejamento estratégico configura-se em ações que foram construídas com base nos objetivos consolidados na Lei nº 8.246. As ações estratégicas serão monitoradas e

Leia mais

Preencher com a data limite de validade da senha concedida pela Petrobras para a internação. 7 Data de emissão da guia

Preencher com a data limite de validade da senha concedida pela Petrobras para a internação. 7 Data de emissão da guia GUIA DE RESUMO DE INTERNAÇÃO Número do Nome do campo Observação campo 1 Registro ANS Nas guias em papel impressas pela Petrobras ou Petrobras Distribuidora e nas guias disponibilizadas no site da Petrobras,

Leia mais

Serviço Público Federal FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão. RESOLUÇÃO ConsEPE Nº 158

Serviço Público Federal FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão. RESOLUÇÃO ConsEPE Nº 158 Regulamenta as normas gerais para a realização de Estágio Curricular e Estágio Não Curricular nos Cursos de Graduação em Engenharia da UFABC e revoga as Resoluções ConsEP nº 76, 77, 78, 79, 80, 81, 82

Leia mais

Ministério da Saúde Agência Nacional de Saúde Suplementar Padrão TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar

Ministério da Saúde Agência Nacional de Saúde Suplementar Padrão TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar Ministério da Saúde Agência Nacional de Saúde Suplementar Padrão TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar Padrão Projeto TISS Sistema suplementar - Operadoras SIB, SIP,RPS,DIOPS Operadoras TISS -

Leia mais

Código Descrição Código Descrição

Código Descrição Código Descrição VI - TABELA DE DOMÍNIO TABELAS Código Descrição Código Descrição 01 02 03 04 Lista de Procedimentos Médicos AMB 90 Lista de Procedimentos Médicos AMB 92 Lista de Procedimentos Médicos AMB 96 Lista de Procedimentos

Leia mais

Prefeitura Municipal de Jaraguá do Sul. Fundo Municipal de Assistência e Saúde

Prefeitura Municipal de Jaraguá do Sul. Fundo Municipal de Assistência e Saúde Prefeitura Municipal de Jaraguá do Sul Instituto de Seguridade dos Servidores Municipais Fundo Municipal de Assistência e Saúde INFORMATIVO SOBRE A UTILIZAÇÃO DO CARTÃO SEGURADO ISSEM Você recebeu o Cartão

Leia mais

Programa Qualidade de Vida e Saúde do Trabalhador. Categoria: Gestão de Pessoas Subcategoria: Classe 1

Programa Qualidade de Vida e Saúde do Trabalhador. Categoria: Gestão de Pessoas Subcategoria: Classe 1 Programa Qualidade de Vida e Saúde do Trabalhador Categoria: Gestão de Pessoas Subcategoria: Classe 1 Hospital Independência: Infraestrutura: Reconhecimento: Programa: Justificativa: Assistir a saúde do

Leia mais

Manual de navegação ao Portal AMS TISS Auditores. Endereço: https://portalamstiss.petrobras.com.br

Manual de navegação ao Portal AMS TISS Auditores. Endereço: https://portalamstiss.petrobras.com.br Manual de navegação ao Portal AMS TISS Auditores Endereço: https://portalamstiss.petrobras.com.br Página Inicial Exclusiva para auditores. 2 Para efetuar seu primeiro login clique em: Como obter o primeiro

Leia mais

Manual de Preenchimento dos formulários da TISS. Versão

Manual de Preenchimento dos formulários da TISS. Versão Manual de Preenchimento dos formulários da TISS Versão 3.02.00 Agosto/2014 u Página 2 de 58 Sumário Instruções Gerais... 4 Guia de Consulta... 5 Guia de Serviço Profissional/Serviço Auxiliar de Diagnóstico

Leia mais

Legenda da Guia de Resumo de Internação

Legenda da Guia de Resumo de Internação PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA Formulário do Plano de Contingência Legenda da Guia de Resumo de Internação Registro ANS 1 Registro ANS String 6 Registro da operadora de plano privado de

Leia mais

Dicas para. Autorizações

Dicas para. Autorizações Dicas para Autorizações Identidade Organizacional Negócio Promover saúde e qualidade de vida. Missão Promover saúde e qualidade de vida aos nossos clientes, gerando prosperidade e satisfação aos cooperados.

Leia mais

EXECUÇÃO DE SADT HILUM

EXECUÇÃO DE SADT HILUM EXECUÇÃO DE SADT HILUM Todas as solicitações médicas continuarão sendo descritas nas Guias Tiss. A mudança mais significativa será no pedido de autorização. A partir de 01º de Agosto/2014, o pedido de

Leia mais

Portal Web Autorizador TASY

Portal Web Autorizador TASY Portal Web Autorizador TASY Unimed Versão 1.2 Abril - 2015 Página 1 de 39 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. REQUISIÇÃO PARA... 7 2.1. REQUISIÇÃO DE CONSULTA... 8 2.2. REQUISIÇÃO DE SERVIÇOS SP/SADT.... 17

Leia mais

PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO PARA O TRABALHO NA ENFERMAGEM Ampliando Conhecimentos

PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO PARA O TRABALHO NA ENFERMAGEM Ampliando Conhecimentos PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO PARA O TRABALHO NA ENFERMAGEM Ampliando Conhecimentos Autores Ananda Hoffmann Sandra da Silva Kinalski Silvia Furian El Ammar Ijuí, Rio Grande do Sul Objetivos Qualificar Técnicos

Leia mais

Patrícia Santiago Carvalho Supervisora Bloco Operatório Patrícia do Carmo Lourenço Enfermeira da Central de Material e Esterilização

Patrícia Santiago Carvalho Supervisora Bloco Operatório Patrícia do Carmo Lourenço Enfermeira da Central de Material e Esterilização Patrícia Santiago Carvalho Supervisora Bloco Operatório Patrícia do Carmo Lourenço Enfermeira da Central de Material e Esterilização Unimed São José dos Campos - SP INTRODUÇÃO A origem da Campanha Cirurgias

Leia mais

Guia de Referência Módulo Ata Eletrônica Funcionalidades Referentes à Ata Eletrônica

Guia de Referência Módulo Ata Eletrônica Funcionalidades Referentes à Ata Eletrônica Guia de Referência Módulo Ata Eletrônica Funcionalidades Referentes à Ata Eletrônica Este guia de referência contém passo a passo com os fluxos e procedimentos necessários para gerenciamento e configurações

Leia mais

Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade da Atenção Básica PMAQ 3º ciclo Avanços e limites Alagoas agosto/2017

Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade da Atenção Básica PMAQ 3º ciclo Avanços e limites Alagoas agosto/2017 Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Atenção Básica Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade da Atenção Básica PMAQ 3º ciclo Avanços e limites Alagoas agosto/2017 Instrumentos

Leia mais

Seminário Nacional Unimed de Medicina Preventiva

Seminário Nacional Unimed de Medicina Preventiva Seminário Nacional Unimed de Medicina Preventiva - 2009 Programa de Reabilitação Pulmonar Rosângela H. Araújo Santos Divisão Cooperados Total: 838 0,04% Gerência Executiva da Assistência e Promoção à Saúde

Leia mais

Recursos Próprios 2013

Recursos Próprios 2013 Recursos Próprios 2013 " Serviços Próprios de Atendimento Pré-Hospitalar (SOS) e Assistência Domiciliar ( Home- Care): reconhecendo a importância destas modalidades assistenciais para o cliente e para

Leia mais

CONGRESSO COSEMSRS/2016. Sistema de Gerenciamento de Consultas

CONGRESSO COSEMSRS/2016. Sistema de Gerenciamento de Consultas CONGRESSO COSEMSRS/2016 Oficina 1 Mudança do Sistema de Regulação do Rio Grande do Sul Sistema de Gerenciamento de Consultas GRUPO DE TRABALHO (Portaria 712 de 18/06/2015 - DOPA ) CR CMCE, GTI, CRAB, CRAE,

Leia mais

PROPOSTA DE INOVAÇÃO NO MIN REEMBOLSO NA RELAÇÃO DE INTERCÂMBIO

PROPOSTA DE INOVAÇÃO NO MIN REEMBOLSO NA RELAÇÃO DE INTERCÂMBIO PROPOSTA DE INOVAÇÃO NO MIN REEMBOLSO NA RELAÇÃO DE INTERCÂMBIO APRESENTAÇÃO A Unimed Federação Minas é a instituição responsável por promover a cooperação e o fortalecimento da Unimed em Minas Gerais.

Leia mais

QUADRO III ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES

QUADRO III ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES QUADRO III ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES ESTAGIÁRIO - ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS Executar tarefas ligadas à área de Recursos Humanos de empresa. Participar do levantamento e análise de necessidade, executar

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação UNIDADE VIII Auditoria em Informática Professor : Hiarly Alves www.har-ti.com Fortaleza - 2014 Tópicos Noções gerais de auditoria na empresa em SI Conceito de auditoria Etapas do processo de auditoria

Leia mais

Processo de Certificação. Grupo PMQ

Processo de Certificação. Grupo PMQ Processo de Certificação da Operadora RN 277 Grupo PMQ UNIMED São José do Rio Preto Cooperados 1391 Clínicas 137 Hospitais 27 Sendo 14 Santa Casas e 13 Hospitais privados Serviços de Diagnose 111 Laboratórios

Leia mais

REGULAÇÃO NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS. Setembro/2010

REGULAÇÃO NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS. Setembro/2010 MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Regulação, Avaliação e Controle de Sistemas Coordenação Geral de Regulação e Avaliação REGULAÇÃO NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS Setembro/2010

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº 01/201 7 CRESCER CONSULTORIAS

PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº 01/201 7 CRESCER CONSULTORIAS ANEXO VI DAS ATRIBUIÇÕES GERAIS DOS CARGOS PERFIL DE COMPETÊNCIAS E DESEMPENHO CARGO ANALISTA / FUNÇÃO ANALISTA DE COOPERATIVISMO E MONITORAMENTO Missão do Cargo: Desenvolver atividades técnicas e prestar

Leia mais

Competências de um auditor. Competências de um auditor. Competências de um auditor. Competências de um auditor 13/03/2017

Competências de um auditor. Competências de um auditor. Competências de um auditor. Competências de um auditor 13/03/2017 Professora: Janaide Nogueira E-mail: nogueirajanaide@gmail.com Materiais: https://janaide.wordpress.com Qual a formação de um auditor? Parâmetro Auditor Auditor Líder Educação Mínimo: Nível médio Idem

Leia mais

AUDITORIAS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

AUDITORIAS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PS 04 3 Gestão Diretor Administrativo 17/04/2017 1 1. OBJETIVO Sistematizar o processo de planejamento, realização e análise das Auditorias Internas do Sistema de Gestão da Qualidade. 2. APLICAÇÃO Todos

Leia mais

Guia Eletrônica Sistema Autorizador Perfil Secretárias

Guia Eletrônica Sistema Autorizador Perfil Secretárias Guia Eletrônica Sistema Autorizador Perfil Secretárias Perfil Secretárias Com o objetivo de melhorar a gestão do negócio, a Unimed Nordeste-RS implantará a Guia Eletrônica nos consultórios, permitindo

Leia mais

Atendimento. Cadastramento de Guias; Saída da clínica (SADT/Internação); Atenção nos status dos procedimentos; 20/08/2014

Atendimento. Cadastramento de Guias; Saída da clínica (SADT/Internação); Atenção nos status dos procedimentos; 20/08/2014 Treinamento Grupo III Prestadores Resumo Cadastramento de Guias; Atendimento Saída da clínica (SADT/Internação); Atenção nos status dos procedimentos; 1 Atendimento Status NEGADO, verificar o motivo! Atendimento

Leia mais

Manual de emissão e impressão guias Padrão TISS 3.0.2

Manual de emissão e impressão guias Padrão TISS 3.0.2 Manual de emissão e impressão guias Padrão TISS 3.0.2 Pré requisito: O sistema WebPlan está homologado para os seguintes navegadores de internet: - Microsoft Internet Explorer Versão 9 ou superior. - Google

Leia mais

Depende da aprovação do Plano

Depende da aprovação do Plano Coordenador: Liliane Espinosa de Mello Reunião de 19/08/2014 SAÚDE Visão: Que Santa Maria seja o principal Polo na Área de Saúde do interior do Rio Grande do Sul, contribuindo para a melhor qualidade de

Leia mais

PADI. Programa de Atenção domiciliar ao Idoso

PADI. Programa de Atenção domiciliar ao Idoso Objetivos do programa Apesar dos benefícios óbvios da internação quando necessária, o paciente idoso afastado da rotina de casa e da família apresenta maior dificuldade de recuperação, além de correr risco

Leia mais

Desenvolvimento da Habilidade na Resolução de Problemas por meio do Uso das Ferramentas da Qualidade no Serviço de Enfermagem. Ana Carolina G.

Desenvolvimento da Habilidade na Resolução de Problemas por meio do Uso das Ferramentas da Qualidade no Serviço de Enfermagem. Ana Carolina G. Desenvolvimento da Habilidade na Resolução de Problemas por meio do Uso das Ferramentas da Qualidade no Serviço de Enfermagem Ana Carolina G. Bonafim Hospital Unimed Bebedouro Objetivo Relatar como foi

Leia mais

Manual WAC TISS Solicitação de SP/SADT. Unimed Pelotas:: Manual WAC TISS SADT

Manual WAC TISS Solicitação de SP/SADT. Unimed Pelotas:: Manual WAC TISS SADT Manual WAC TISS 3.02.00 Solicitação de SP/SADT Unimed Pelotas:: Manual WAC TISS SADT 1 Apresentação A partir do dia 31 de agosto de 2014, passa a vigorar a versão 3.02.00 do Padrão para Troca de Informação

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS REDE DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS

POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS REDE DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS REDE DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS E AS REDES DE ATENÇÃO À SAÚDE Conceito: São arranjos organizativos de ações e serviços de saúde, de diferentes densidades tecnológicas,

Leia mais

Atendimento. Cadastramento de Guias; Saída do consultório (SADT/Internação); Atenção nos status dos procedimentos; 20/08/2014

Atendimento. Cadastramento de Guias; Saída do consultório (SADT/Internação); Atenção nos status dos procedimentos; 20/08/2014 Treinamento Grupo I - Oncologia Cadastramento de Guias; Atendimento Saída do consultório (SADT/Internação); Atenção nos status dos procedimentos; 1 Atendimento Status NEGADO, verificar o motivo! Atendimento

Leia mais

Cartilha de mudanças Rede Credenciada

Cartilha de mudanças Rede Credenciada Assistência Multidisciplinar de Saúde Foto: Istock/ Banco de Imagens Petrobras Cartilha de mudanças Rede Credenciada Tratamento Seriado: Psicoterapia, Fonoaudiologia Terapia Ocupacional e Fisioterapia

Leia mais

PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA. Parte V - Formulários do Plano de Contingência

PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA. Parte V - Formulários do Plano de Contingência PADRÃO TISS COMPONENTE DE CONTEÚDO E ESTRUTURA Parte V - Formulários do Plano de Contingência Padrão TISS - Componente de Conteúdo e Estrutura - Maio 2014 323 Registro ANS Nº da no na 1 2 Registro ANS

Leia mais

TISS. Troca de Informações em Saúde Suplementar MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA REDE CREDENCIADA PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS

TISS. Troca de Informações em Saúde Suplementar MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA REDE CREDENCIADA PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA REDE CREDENCIADA PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS 2007 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 03 2. INFORMAÇÕES CONTATOS... 03 3. APRESENTAÇÃO... 04

Leia mais

Manual de navegação ao Portal AMS TISS

Manual de navegação ao Portal AMS TISS Manual de navegação ao Portal AMS TISS Sumário Página Inicial... 3 Item de menu: Beneficiário Validação... 9 Item de Menu: Autorização... 11 Item de Menu: Digitação de Faturamento... 24 Item de Menu: Transferência

Leia mais

Treinamento Hospital

Treinamento Hospital Treinamento Hospital O que é o Projeto SGU? É o projeto de implantação do sistema de gestão de planos de saúde - SGU (Sistema de Gestão Unimed) que irá substituir o Top Saúde. O Módulo SGU-Card é um sistema

Leia mais

Service Center Manual para Envio de Documentos Fiscais de Serviços

Service Center Manual para Envio de Documentos Fiscais de Serviços Service Center Manual para Envio de Documentos Fiscais de Serviços (01/09/2016) 1 2 Introdução Envio de Documentos Fiscais Objetivo O envio de documentos fiscais de serviços, através do Service Center,

Leia mais

1. INTRODUÇÃO 2. OBTENÇÃO DE GUIAS E ENVELOPES PARA ATENDIMENTO 3. UTILIZAÇÃO E PREENCHIMENTO DOS ENVELOPES 3.1. ATENDIMENTOS AMBULATORIAIS 3.2.

1. INTRODUÇÃO 2. OBTENÇÃO DE GUIAS E ENVELOPES PARA ATENDIMENTO 3. UTILIZAÇÃO E PREENCHIMENTO DOS ENVELOPES 3.1. ATENDIMENTOS AMBULATORIAIS 3.2. 1. INTRODUÇÃO 2. OBTENÇÃO DE GUIAS E ENVELOPES PARA ATENDIMENTO 3. UTILIZAÇÃO E PREENCHIMENTO DOS ENVELOPES 3.1. ATENDIMENTOS AMBULATORIAIS 3.2. INTERNAÇÃO 4. UTILIZAÇÃO E PREENCHIMENTO DAS GUIAS 4.1.

Leia mais

Manual do Portal do Prestador. Autorização e Faturamento Online

Manual do Portal do Prestador. Autorização e Faturamento Online Manual do Portal do Prestador Autorização e Faturamento Online 1 ÍNDICE Cap. Assunto Pág. Informações preliminares 3 1 Autorização de Consultas 4 2 Autorização de Procedimentos Ambulatoriais e Sessões

Leia mais