Notas de Release. portais

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Notas de Release. portais"

Transcrição

1 Notas de Release

2 Todos os direitos reservados. Todos os direitos reservados. Partes deste trabalho não podem ser reproduzidas, de forma alguma ou por meio algum - gráfico, eletrônico ou mecânico, incluindo fotocópias, gravações, digitações ou armazenamento de informações e sistemas de restauração - sem a permissão escrita do editor. Os produtos referidos neste documento podem ser marcas registradas ou apenas marcas de seus respectivos proprietários. O editor e o autor não reivindicam a essas marcas registradas. Uma vez que todas as precauções foram tomadas para a elaboração deste documento, o editor e o autor não se responsabilizam por eventuais erros ou omissões, ou por danos resultantes do uso das informações contidas neste documento ou do uso dos programas ou códigos-fonte que possam acompanhá-lo. Em nenhum caso o editor e o autor serão responsabilizados por quaisquer perdas de lucros ou qualquer outro dano comercial causado ou alegado, direta ou indiretamente, por este documento. quinta-feira, 28 de março de São Paulo - Brasil Publicação TOTVS S.A Produção Equipe de Documentação Av. Braz Leme, São Paulo - SP (11) Grande São Paulo 55 (11) totvs.com.

3 3 Conteúdo 3 Sumário Portais... 9 Portais Configurações de Portais Configuração dos Portais do Microsiga Protheus - Web Services Definições Infra-estrutura necessária Segurança Avançada Segurança Simplificada Licenciamento Roteiro para Configuração Configuração Web Services Habilitar o serviço HTTP Habilitar os Web Services Verificar as configurações de Web... Services 20 Portais Microsiga Protheus Configuração Padrão de Portais... Microsiga Protheus 20 Configuração Específica de Portais... Microsiga Protheus 21 Configuração no Ambiente Configurar usuários, senhas, menus... e serviços 22 Acessar o Portal Microsiga Protheus Acessar o Portal Microsiga Protheus Web Service Web Services Web Services Opção Incluir Menu dos Menu dos Portais Menu dos Portais Dados Técnicos Tabelas... 29

4 4 Conteúdo Efetivação de Solicitação Portal Efetivação de Solicitação no Portal Portal de solicitações Aumento de quadro Contratação Ação Salarial Desligamento Transferências Férias Justificativas de Horário Acompanhamento Vagas internas disponíveis Treinamentos Dados Técnicos Tabelas utilizadas Portal de Usuários / Direitos Usuários / Direitos Usuários / Direitos Portal RH Portal do Candidato Viabilização de Acesso ao Portal Parâmetros do Portal Apresentação do Portal Vagas Disponíveis Currículos Fale Conosco Agenda Portal do Candidato - GAPS GAP de fatores Portal PMS 56 Portal de Gestão de... Projetos - PMS Fluxos do portal PMS Fluxo de integração do portal PMS Fluxo das rotinas de execução... do portal PMS 59

5 5 Conteúdo Gerenciar projetos/projetos Projetos Apontamentos Confirmações Manutenção de usuários Alteração de senha Logoff Consultar projetos Alocação de recursos Alocação de equipes Gráfico de Gantt Portal TMS Portal TMS Consultas / Tracking Frete / Solicitar Coleta Frete / Cotação de Frete Manutenção de Usuário Dados Técnicos Tabelas Parâmetros Portal PLS Portal do Beneficiário Portal do Beneficiário Portal do Prestador Principal Pré-atendimento Pacientes Profissional da Saúde Link Produtos Atendimento Atendimento de Consultas Atendimento SADT Atendimento Odontológico Quantidade e Periodicidade Guia Solicitação de Internação... 92

6 6 Conteúdo Reimpressão de Guias Status da Autorização... - Cancela Guias Elegibilidade Manutenção de Usuários Alteração de Senha Histórico de Acesso Relatórios Portal Demonstrativo de Pagamento Demons. Pag. Odont Análise C. Méd Extrato de Pagamento Extrato de Utilização Dados Técnicos Infra-estrutura necessária Tipos de Segurança Configurações Técnicas Portal Parâmetros Portal Configurações HTTP... e Web Services Portal Protheus Portal do Vendedor Portal do Vendedor Portal do Técnico Portal do Técnico Portal do Fornecedor Portal do Fornecedor Acessando o Portal Acessando o Portal Opção Genérico Opção Genérico Dados Cadastrais Opção Compras Opção Compras Cotações Pedidos Processo de entrega

7 7 Conteúdo Documento de Entrada Opção Financeiro Opção Financeiro Opção Manutenção do Usuário Opção Manutenção do Usuário Dados Técnicos Parâmetros Tabelas Portal do Cliente Portal do Cliente Portal de Gestão de Acervos Portal Gestão de Acervos

8 Portais 1

9 Portais 9 Portais Os Portais existentes no Microsiga Protheus possuem uma inte rfa c e na inte rne t que contempla as funcionalidades de alguns de seus módulos. Dessa forma, beneficia o relacionamento por meio do auto-serviço e da alta disponibilidade de informação. Para utilizar os, é necessário realizar alguns procedimentos: C onfiguração de Portais. Infra-estrutura necessária. Roteiro para C onfiguração. Web Service. Menu dos Portais. Efetivação de Solicitação Portal. Portal de Usuários / Direitos.

10 Configuração dos Portais do Microsiga Protheus - Web Services 2

11 Configurações de Portais 11 Configuração dos Portais do Microsiga Protheus - Web Services O Microsiga Protheus disponibiliza serviços na Web para facilitar o compartilhamento de informações entre seus clientes, fornecedores, parceiros, usuários internos e externos; toda a comunicação entre os servidores Web e os servidores C orporativos é efetuada por meio de WebServices. Exemplo: Um determinado cliente necessita acompanhar o s ta tus de seu pedido de venda e, para obter essa informação, precisa contatar o departamento de vendas de seu fornecedor. Este relacionamento baseia-se em pessoas, portanto, possui uma baixa disponibilidade e um alto custo operacional, entretanto, utilizando o portal, a informação estaria disponível a qualquer momento e por um baixo custo operacional. Veja também Definições

12 12 Configurações de Portais Definições Fire wall Parede de fogo ou parede corta-fogo é barreira de segurança na Internet que isola partes da rede - designativo de sistemas de segurança, ou seja, combinação de programas e equipamentos criados para proteção de mensagens e transações, implementados através de filtragem da criptografia dos dados em programa de serviços pela rede Internet, incluindo variados tipos de controle por software ou hardware. Mais especificamente, um dispositivo de hardware dotado de duas placas de rede (uma ligada à rede corporativa e outra à Internet) rodando software específico de análise e roteamento de pacotes de dados; como todo pacote enviado de uma rede para outra passa obrigatoriamente pelo sistema, o firewall tem a oportunidade de analisá-lo, determinando se ele representa algum risco e, em caso positivo, descartando-o antes que alcance seu destino. Proxy Um servidor proxy é um programa que armazena localmente objetos Internet para posterior distribuição. Objetos Internet podem ser páginas web, imagens, arquivos de som, programas, etc. Um browser web pode ser configurado para funcionar via servidor proxy. Quando configurado deste modo, sempre que o usuário solicitar um objeto (clicando em um link), o browser verifica se este objeto existe no servidor proxy. Se existir, o receberá diretamente deste, sem a necessidade de solicitá-lo na origem, que pode ser uma conexão lenta. Se não existir, o próprio servidor proxy se encarregará de obtê-lo na origem, repassando-o ao usuário e simultaneamente gravando-o. Desse modo, quando um outro usuário solicitar este mesmo objeto, este já estará disponível no servidor proxy. A grande vantagem do uso de servidores proxy é que o browser tende a ficar muito mais rápido, pois muitos objetos (incluindo páginas e as imagens das páginas) que originalmente são acessados por uma conexão internacional, ou congestionada, passam a ser transmitidos por uma conexão local. Web Service Um web service é a maneira prática e eficaz de aplicativos se comunicarem via Internet. Surgiu por um consórcio de empresas lideradas pela Microsoft e IBM, e hoje se tornou um padrão do W3C (WorldWide Web C onsortium). Para que servem os Web Services? Praticamente para quase tudo que você possa pensar, em relação à troca de dados e informações. C omo ele é baseado no protocolo SOAP (Simple Object Access Protocol), qualquer plataforma que interprete rotinas HTTP e manipule XML podem utilizar os dados dos web services sem qualquer problema. C omo quase sempre os web services utilizam o protocolo HTTP, em muitos casos não haverá surpresas com Firewall quando sua aplicação sair do servidor de aplicação para a versão final do cliente. Uma das vantagens é que os dados são trafegados em formato XML. Assim, todos os dados possuem <tags> e isso faz com que estes dados tenham consistência, sem falhas, permitindo a troca de dados mais robustos como Arrays, e por trafegar em XML, ele é multi-plataforma.

13 Configurações de Portais 13 Domínio É o nome utilizado para localizar e identificar conjuntos de computadores na Internet. O nome do domínio foi concebido com o objetivo de facilitar a memorização dos endereços de computadores na Internet. O domínio é sempre o nome que aparece à direita do (arroba), num endereço eletrônico, e logo em seguida da expressão www. Exemplo:

14 14 Configurações de Portais Infra-estrutura necessária Todas as aplicações com conectividade na Internet precisam de uma infra-estrutura apropriada e segura. A infra-estrutura do Portal Microsiga Protheus permite a utilização de todos os recursos disponíveis para segurança de Internet. Procedimentos Para acessar o Portal Microsiga Protheus pela Internet é necessário: 1. Adquirir um Domínio. 2. Registrar o Domínio. 3. Possuir dois servidores de DNS, caso não possua, é necessário escolher um provedor de hospedagem. Os servidores de DNS permitem que as demais máquinas conectadas à Internet consigam acesso ao domínio. 4. Aguardar a confirmação do registro do domínio. 5. Após confirmado, o domínio estará disponível para a Internet. Ob s e r v a çã o : O detalhamento dos tipos de seguranças que podem ser adotadas para o Portal Microsiga Protheus : Segurança Simplificada Segurança Avançada Veja Também Definições Segurança Avançada Requisitos C riação da DMZ - Zona Desmilitarizada. Domínio próprio apontando para o servidor Web. IP Fixo e Real para acessar via Internet.

15 Configurações de Portais 15 Firewall protegendo a entrada da internet para a DMZ. Firewall protegendo a entrada da DMZ para a rede C orporativa. C riptografia dos dados. Uso de HTTPS tanto para o servidor Web como para o servidor de Web Services. Tipos de Segurança Sistêmica. Infra-estrutura. Rede. C riptografia de Dados. Pontos de Atenção. Sistêmica C ontrole de acesso aos por meio de usuários/senha e grupos de acesso. Restrição dos serviços e menus que podem ser utilizados. Restrição de quais dados os usuários podem ter acesso (Ex.: C liente ou Fornecedores). Infra-estrutura Servidor de Web sem acesso diretamente aos dados. Todos os acessos são feitos por meio do servidor de Web Services que pode estar protegido por um firewall adicional. Rede Suporte a Firewall (incluindo NAT), tanto entre os servidores Web e o usuário final, como entre os servidores de Web e o servidor de Web Services. Suporte a Proxy autenticados (Ex.: ISA Server, Squid entre outros). Criptografia de Dados Disponível entre a comunicação do servidor Web e o servidor de Web Services. Disponível para ser utilizada entre o servidor Web e o usuário final. Necessita de aquisição de C ertificados de Segurança por meio de entidades certificadoras. Pontos de Atenção Definição do modelo de segurança a ser seguido de acordo com o tamanho e necessidade do cliente.

16 16 Configurações de Portais Atenção especial na definição das regras de acesso (usuário, senha, direitos etc). Veja Também Definições Segurança Simplificada Requisitos Domínio próprio apontando para o servidor Web. IP fixo e real. O Servidor de Web deve ser separado do servidor Microsiga Protheus corporativo. Firewall implantando antes do servidor Web. Possibilidade de implantação do Portal utilizando-se de página segura (HTTPS). Ao utilizar o HTTPS, a empresa protege: Garantia de autenticidade da entidade C riptografia dos dados entre o cliente e o servidor. Veja Também Definições

17 Configurações de Portais 17 Licenciamento Apenas a configuração do Web Services consome licença do tipo Microsiga Protheus I (Licença exclusiva para o módulo Web). Em média, cada 10 usuários conectados no Portal, consomem uma licença no servidor de Web Services. O consumo pode variar de acordo com os usuários e as personalizações externas. O consumo da banda para acesso está ligado ao design do site, que pode conter texto e imagens. Veja Também Definições

18 18 Configurações de Portais Roteiro para Configuração O roteiro para a configuração de Web Services e dos Portais Microsiga Protheus deve ser realizado sequencialmente: C onfiguração Web Services: procedimentos iniciais que devem ser realizados para qualquer portal que utilize Web Services através do MP8WIZARD - Assistente de C onfiguração do Servidor. C onfiguração padrão de Portais Microsiga Protheus : procedimentos que devem ser executados para os Microsiga Protheus (Portal do C andidato, Portal de Gestão do C apital Humano, Portal do Vendedor, Portal do C liente, Portal do Técnico e Portal do Fornecedor, utilizando o MP8WIZARD - Assistente de C onfiguração do Servidor). C onfiguração específica de Portais Microsiga Protheus : esses procedimentos devem ser executados para os Microsiga Protheus com configuração específica: Portal de Gestão de Acervos e Portal de Gerenciamento de Pesquisas e Resultados, utilizando o MP8WIZARD Assistente de C onfiguração do Servidor. C onfiguração no Ambiente: nesses procedimentos são descritas as configurações dos usuários dos e suas senhas, permissões de acesso e opções de menus. Esses procedimentos devem ser executados para o Portal de Gestão Acervos, Portal de Gestão do C apital Humano, Portal do Vendedor, Portal do C liente, Portal do Técnico e Portal do Fornecedor. Acessando o Portal: esses procedimentos orientam como acessar o portal configurado. C onsulte também o he lp do ambiente. Ob s e r v a çã o : Os Gestão Educacional e TC F - Terminal de C onsulta do Funcionário não necessitam da instalação prévia de Web Services. Para instalação desses, utilize o Assistente de C onfiguração do Servidor e selecione-os em ambiente Web. Para mais detalhes, consulte o he lp do ambiente e o do Assistente de C onfiguração do Servidor. Habilitar o serviço HTTP Para habilitar o serviço de HTTP é necessária para a instalação do Web. Durante a instalação de um Web, caso o serviço de HTTP não esteja habilitado, esta operação será executada automaticamente.

19 Configurações de Portais 19 Procedimentos Para habilitar o serviço HTTP: 1. Inicie o Assistente de C onfiguração do Servidor no menu Iniciar do Windows, opção Programas, Protheus 10 + Ferramentas + Assistente de Configuração do Servidor. 2. Na janela principal do assistente de configurações, selecione a opção Servidor Internet HTTP/FTP e clique em. As opções de configuração são relacionadas com a abertura da pasta. 3. Selecione a opção HTTP e clique em Editar Configuração. É apresentada a janela Configuração da Seção. 4. Preencha os campos conforme orientações do he lp do Assistente de C onfiguração (tecla [F1]). 5. Após configurar os campos necessários, clique em Finalizar para confirmar as configurações. Habilitar os Web Services O próximo passo é habilitar o uso dos Web Services utilizados pelos serviços disponibilizados pelo Portal. Procedimentos Para habilitar o Web Service: 1. Na janela principal do Assistente de Configurações, selecione a opção Módulos Web e clique em Novo Módulo. É exibida a janela Configurações Básicas do Módulo. 2. Preencha os campos conforme orientações do he lp do Assistente de Configuração (tecla [F1]). Observe, porém, o preenchimento dos seguintes campos: Módulo Web: selecione a opção WS-Protheus 10 Web Service. Selecione a caixa Habilitar processos na inicialização do servidor para que os processos sejam inicializados no momento em que o servidor Microsiga Protheus for carregado. 3. C lique em Avançar para prosseguir. É apresentada a janela de Configuração de Host x Empresas Filiais. Nela, é necessário relacionar o nome do servidor Web/diretório virtual e as empresas/filiais que irão acessá-lo: Exemplos: <www.nomedosite.com.br> (para um ambiente Internet) ou <nomedoservidor> (para ambiente Intranet).

20 20 Configurações de Portais É possível informar um diretório virtual após o Host, separado por barra. 4. Preencha os campos dessa janela conforme orientações do Configuração (tecla [F1]). he lp do Assistente de 5. C lique em Avançar para prosseguir. É apresentada a janela Configuração de Usuários para informação da expectativa de usuários que devem acessar o site. 6. Preencha os campos dessa janela conforme orientações do Configuração (tecla [F1]). he lp do Assistente de 7. C lique em Finalizar para confirmar a configuração. Verificar as configurações de Web Services Verifique se os Web Services foram devidamente instalados. Procedimentos Para verificar os Web Services: 1. Reinicie o Microsiga Protheus Server. 2. Inicie o navegador de Internet e informe o endereço do servidor de Web Services: do servidor Web> ou <número do IP>/<diretório virtual> 3. Após a verificação, finalize o navegador. Configuração Padrão de Portais Microsiga Protheus C om o módulo Web Service instalado, você deve agora instalar o módulo Web Portal Protheus que viabiliza acesso ao Portal do C andidato, Portal de Gestão do C apital Humano, Portal do Vendedor, Portal do C liente, Portal do Técnico e Portal do Fornecedor. Para configuração do Portal de Gestão de Acervos e Gestão de Pesquisas e Resultados, consulte a C onfiguração Específica de Portais Microsiga Protheus. Procedimentos Para instalar o portal: 1. Inicie o Assistente de Configuração do Servidor (MP10Wizard) no menu Iniciar do Windows, pasta Programas, opção Protheus 10 + Ferramentas + Assistente de Configuração do Servidor.

21 Configurações de Portais C lique em para selecionar a pasta Módulos Web. As opções de configuração são relacionadas com a abertura da pasta. 3. C lique em Novo Módulo. É apresentada a janela de configuração básica do módulo. 4. Preencha os campos conforme orientações do he lp do Assistente de Configuração (tecla [F1]). Observe, porém, o preenchimento dos seguintes campos: Módulo Web: selecione a opção PP - Portal Protheus. URL do Microsiga Protheus Web Services: preencha com a URL utilizada na instalação do módulo Web Services, precedido porhttp://. Exemplo: do servidor Web> ou <número IP>/diretório virtual (mesmo do Web Services) 5. C lique em Avançar para prosseguir. É apresentada a janela C onfiguração de Hosts x Empresas/Filiais. Nessa janela, é necessário relacionar o nome do servidor Web/diretório virtual e as empresas/filiais que irão acessá-lo: Exemplos: <www.nomedosite.com.br> (para um ambiente Internet) ou <nomedoservidor> (para ambiente Intranet). É possível informar um diretório virtual após o Host, separado por barra. 6. Preencha os campos dessa janela conforme orientações do Configuração (tecla [F1]). he lp do Assistente de 7. C lique em Avançar para prosseguir. É apresentada a janela Configuração de usuários para informação da expectativa de usuários que devem acessar o site. 8. Preencha os campos dessa janela conforme orientações do Configuração (tecla [F1]). he lp do Assistente de 9. C lique em Finalizar para concluir a configuração do Portal. Configuração Específica de Portais Microsiga Protheus Alguns Microsiga Protheus possuem características específicas de configuração, como o Gestão de Pesquisas e Resultados e Gestão de Acervos. C om o módulo Web Service instalado, você deve instalar o portal específico. Procedimentos Para instalar o portal com configuração específica: 1. Inicie o Assistente de Configuração do Servidor (MP10Wizard) no menu Iniciar do Windows, pasta Programas, opção Protheus 10 + Ferramentas + Assistente de Configuração do Servidor. 2. C lique em para selecionar a pasta Módulos Web. As opções de configuração são relacionadas com a abertura da pasta.

22 22 Configurações de Portais 3. C lique em Novo Módulo. É apresentada a janela de configuração básica do módulo. 4. Nessa janela, preencha os campos conforme orientações do he lp do Assistente de Configuração (tecla [F1]). Observe, porém, o preenchimento dos seguintes campos: Módulo Web: selecione uma das opções: GPR - Gestão de Pesquisas e Resultados ou GAC Gestão de Acervos. URL do Microsiga Protheus Web Services: Informe a URL utilizada na instalação do Web Services, precedido por Exemplo: do servidor Web> ou <número IP>/diretório virtual (mesmo do Web Services). 5. C lique em Avançar para prosseguir. É apresentada a janela Configuração de Hosts x Empresas/Filiais. Nessa janela, relacione o nome do servidor Web/diretório virtual e as empresas/filiais que irão acessá-lo: Exemplos: <www.nomedosite.com.br> (para um ambiente Internet) ou <nomedoservidor> (para ambiente Intranet). É possível informar um diretório virtual após o Host, separado por barra. 6. Preencha os campos dessa janela conforme orientações do Configuração (tecla [F1]). he lp do Assistente de 7. C lique em Avançar para prosseguir. É apresentada a janela Configuração de usuários para informação da expectativa de usuários que devem acessar o site. 8. Preencha os campos dessa janela conforme orientações do Configuração (tecla [F1]). he lp do Assistente de 9. C lique em Finalizar para concluir a configuração do Portal. Configurar usuários, senhas, menus e serviços Nesse procedimento, é possível carregar todos os Web Services que estão no repositório, definir as permissões dos usuários para o Portal de Gestão Acervos, Gestão do C apital Humano, Vendedor, C liente, Técnico e Fornecedor. Além disso, configurar as opções do menu para os de Vendedor, C liente, Técnico e Fornecedor. Esse procedimento não é necessário para o Portal do C andidato e o Portal de Gestão de Pesquisas e Resultados, pois as pessoas que devem acessá-los não possuem necessariamente nenhum vínculo com os registros dos módulos do Microsiga Protheus. Já nos demais Portais, é necessário relacionar os usuários aos clientes, fornecedores, usuários/funcionários que estão registrados na base de dados do Microsiga Protheus, o que possibilita a configuração dos seus direitos de acesso. Procedimentos Para configurar usuários, senhas, menus e serviços:

23 Configurações de Portais Reinicie o Microsiga Protheus Server. 2. Execute o Microsiga Protheus Remote e acesse o módulo: Faturamento: para configurar o acesso aos do C liente, Vendedor, Fornecedor e Técnico. Avaliação e Pesquisa de Desempenho: para configurar o acesso ao portal Gestão do C apital Humano. Gestão de Acervos: para configurar o acesso ao portal de Gestão de Acervos. 3. Localize as opções Portal + Web Services para carregar os Web Services. É apresentada a janela de Web Services. 4. Selecione a opção Automático para que o sistema carregue todos os Web Services que estão no repositório. Esta operação pode ser executada várias vezes, para verificar os Web Services que estão disponíveis. 5. Finalizado o processo, clique em Sair. 6. Para os de C liente, Fornecedor, Vendedor e Técnico, selecione as opções Atualizações + Portal + Menu dos Portais para verificar se os menus foram criados. Os módulos de Gestão de Acervos e Avaliação e Pesquisa de Desempenho não possuem esta opção/registro de menu. É apresentada a relação dos menus dos instalados. 7. C aso não tenha sido criado o menu, é necessário excluir o conteúdo das tabelas AI8 e AI9. As tabelas dos menus (AI8 e AI9) somente são carregadas quando estiverem vazias. 8. Se necessário alterar as opções de acesso de algum menu, clique na opção Menu. 9. C lique na opção Sair para finalizar a rotina. 10.Localize as opções Portal + Usuários para incluir os usuários que podem utilizar o portal e os respectivos direitos de acesso. 11.Selecione Incluir. É apresentada a janela Usuário do Portal. 12.Preencha os campos para identificação do usuário do portal. Se o usuário for um vendedor ou técnico, é necessário selecionar, no campo Usuário Int., o seu código de identificação no Sistema Microsiga Protheus (C adastro de Usuários - Módulo C onfigurador). Para o módulo Gestão de Acervos, os usuários do portal devem ser vinculados aos do acervo (previamente cadastrados em Usuários). 13.Na pasta Clientes, selecione os clientes que podem ser tratados por este usuário. 14.Na pasta Fornecedores, selecione os fornecedores que podem ser tratados por este usuário. 15.Acesse a pasta Direitos e inclua os serviços que podem ser utilizados por este usuário. 16.Para carregar todos os serviços, clique em Carrega Direitos. Para excluir um direito, pressione [DEL] sobre a linha, que ficará marcada para exclusão. 17.Após a configuração, confirme os dados e finalize a rotina. Acessar o Portal Microsiga Protheus Esse é o último procedimento, ou seja, acesso ao portal configurado. Os, na sua maioria, são acessados diretamente pelo navegador de Internet.

24 24 Configurações de Portais O Portal Gestão de Pesquisas e Resultados pode ser acessado também em Questões e Questionários do próprio módulo, que permitem uma pré-visualização (Preview) dos registros na Web. Procedimentos Para acessar o portal: 1. Acesse o navegador de Internet e informe o endereço do portal. Exemplo: <http://nome do servidor do portal ou número do IP/diretório virtual do portal> O Portal do C andidato é acessado pelo endereço: do servidor do portal ou número do IP/diretório virtual do portal /w_pwsr001.apw ou criando um link para este endereço no site da empresa. 2. Efetue a identificação do usuário. É apresentada a janela do Portal conforme as configurações para o usuário. 3. Escolhido o portal para acesso, é apresentado o menu do portal para utilização conforme as opções configuradas.

25 Web Services 3

26 26 Web Service Web Services Esta rotina habilita e carrega os serviços que estão no repositório, após a instalação dos W e b Se rv ic e s e do Portal. Ações Relacionadas: Automático - carrega todos os serviços do repositório. Incluir - disponibiliza no Portal um W e b Se rv ic e desenvolvido próprio usuário. Ob s e r v a çã o : Para desenvolver um W e b Se rv ic e específico para o Portal, consulte a equipe de Suporte Totvs, para obter as orientações necessárias a criação do W e b Se rv ic e. Portal Plano de Saúde O Portal do Plano de Saúde atende os requisitos da Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS - e, portanto, permite a inclusão de Guia Odontológica, Status da Autorização/C ancelamento, Elegibilidade, Demonstrativo Pagamento Odontológico e Liberação Odontológica no Remote. Para mais informações, acesse Guia Odontológica. Procedimentos Para carregar os W e b Se rv ic e s para o portal: 1. Em W e b S e r v ice s, selecione Automático. Todos os W e b Se rv ic e s disponíveis no repositório serão carregados automaticamente. 2. C onfira os dados e confirme. Veja também Portais Incluir Permite adicionar um W e b Se rv ic e desenvolvido pelo usuário e disponibilizá-lo no Portal.

27 Web Service 27 Procedimentos Para incluir um W e b Se rv ic e personalizado: 1. Em W e b S e r v ice s, clique em Incluir. Será apresentada a janela para informação do código de identificação do W e b Se rv ic e s e a sua descrição. 2. Informe os dados solicitados. 3. C onfira e finalize a rotina.

28 Menu dos Portais 4

29 Menu dos 29 Menu dos Portais Durante a instalação do Portal Protheus pelo Assistente de C onfiguração TOTVSWizard, são criados os menus com as opções que estarão disponíveis nos, para tratamento dos clientes, fornecedores, vendedores e técnicos. Utilize a opção Menu para adicionar, alterar e excluir opções nos menus dos instalados. Importante: A opção Incluir deve ser utilizada no caso do desenvolvimento de um menu personalizado para acesso a um portal. Todavia, para tal desenvolvimento, deve ser contatado o departamento de sistemas da TOTVS. Dica: É possível incluir o item Internação, no Menu do Portal Plano de Saúde, ficando disponíveis para os usuários os dados da internação, data de alta e/ou inclusão da guia de honorário individual. Procedimentos Para editar as opções dos menus dos : 1. Em Portais, posicione o cursor sobre o m e nu que será editado e selecione a opção Menu. O sistema apresenta a janela para edição em estrutura de árvore. 2. C lique nos itens apresentados à frente de cada s ub m e nu, para acessar ações disponíveis. O sistema relaciona as opções deste s ub m e nu. 3. C lique em Incluir, para incluir uma opção. É exibida a janela para identificação do W e b Se rv ic e correspondente à nova opção: título da opção (descrição), W e b Se rv ic e e nome do programa/rotina. 4. Para alterar uma opção, posicione o cursor sobre a opção a ser editada e clique em Editar. 5. Para excluir uma opção, posicione o cursor sobre a opção a ser excluída e clique em Excluir. 6. Após a manutenção do m e nu, clique em OK para confirmar. Tabelas AI8 Menus do Portal.

30 Efetivação de Solicitação no Portal 5

31 Efetivação de Solicitação Portal 31 Efetivação de Solicitação no Portal O objetivo desta rotina é permitir aos gestores administrar as operações incluidas pelo Portal, validando as possíveis alterações relacionadas a Recursos Humanos. Procedimentos 1. Acesse o menu, selecione a opção Efet.Solic.Portal. O sistema apresenta a tela com as pendências existentes, cadastradas pelo Portal. 2. C lique na opção desejada e pelo browse selecione Atender. O sistema exibe a tela com os dados cadastrados. 3. Verifique os dados. 4. Selecione a opção Aprovar ou Reprovar. 5. Ao selecionar Aprovar é exibida a tela de confirmação para esta aprovação. 6. Selecione as opções Sim ou Não. A partir da confirmação é alterado o status do registro. Veja Portal de solicitações Portal do colaborador e do gestor O objetivo desta rotina é permitir aos gestores solicitar novas contratações para um posto já existente ou ainda solicitar a substituição de postos de trabalho para funcionários. Procedimentos Observe as opções no browse. Aumento de quadro C ontratação Ação Salarial

32 32 Efetivação de Solicitação Portal Desligamento Transferencia Férias Justificativas Acompanhamento Vagas internas disponíveis Treinamentos Aumento de quadro Ob s e r v a çã o : A Efetivação da Solicitação de Aumento de Quadro é realizada através do SIGAORG. Procedimentos 1. Acesse o portal. 2. C lique em Aumento de Quadro. São visualizadas na tela apenas as informações referentes aos departamentos, para os quais o usuário tem acesso. 3. C lique no departamento desejado e observe a listagem com os postos de trabalho existentes. 4. Utilize Incluir e informe os dados solicitados. 5. Ao utilizar a opção Posto será exibida a página para inclusão de aumento de quadro. 6. Informe a quantidade desejada para o posto de trabalho e informe o motivo da solicitação no campo Observações. 7. Preencha os campos C argo, Função, C entro de C usto, Salário, Tipo de C ontrato, Quantidade, Tipo do Posto e Observação. 8. Utilize Salvar para confirmação da solicitação. Im p o r ta n te : Será necessária a aprovação do superior imediato utilizando a opção Solicitações/ Acompanhamento. As solicitações pendentes de aprovação, estão identificadas na tabela por e será necessário informar Aprovar ou Reprovar utilizando as opções na parte inferior direita da tela. 9. Acesse Solicitações/Aprovações pelo remote. 10.Selecione o lançamento pendente e utilize Atender.

33 Efetivação de Solicitação Portal 33 Veja também Efetivação de Solicitação no Portal Inclusões no Portal Procedimentos 1. Acesse o portal. 2. C lique em Solicitações. São visualizadas na tela apenas as informações referentes aos departamentos, para os quais o usuário tem acesso. 3. C lique no departamento desejado e observe a listagem com os postos de trabalho existentes. 4. Utilize Incluir e informe os dados solicitados. 5. Ao utilizar a opção Posto será exibida a página para inclusão de aumento de quadro. 6. Informe a quantidade desejada para o posto de trabalho e informe o motivo da solicitação no campo Observações. 7. Preencha os campos C argo, Função, C entro de C usto, Salário, Tipo de C ontrato, Quantidade, Tipo do Posto e Observação. 8. Utilize Salvar para confirmação da solicitação. Im p o r ta n te : Será necessária a aprovação do superior imediato utilizando a opção Solicitações/ Acompanhamento. As solicitações pendentes de aprovação, estão identificadas na tabela por e será necessário informar Aprovar ou Reprovar utilizando as opções na parte inferior direita da tela. 9. Acesse Solicitações/ Aprovações pelo remote. 10.Selecione o lançamento pendente e utilize a opção Atender. Será apresentada a tela com as informações cadastradas. 11.Utilize Aprovar ou Reprovar e na tela de confirmação, as opções serão Sim ou Não. O Sistema exibe tela de conclusão.

34 34 Efetivação de Solicitação Portal Veja também Efetivação de Solicitação no Portal Ação Salarial Ob s e r v a çã o : A Efetivação da Solicitação de Ação Salarial é realizada através do SIGAGPE. Procedimentos 1. Acesse o portal. 2. C lique em Ação Salarial. São visualizados na tela todos os funcionários subordinados ao usuário que está efetuando o acesso. 3. C lique no funcionário desejado e visualize as informações pertinentes a este. Também estão disponíveis para preenchimento os campos informativos da ação salarial. 4. Utilize Salvar para confirmação da ação. Im p o r ta n te : Será necessária a aprovação do superior imediato utilizando a opção Solicitações/ Acompanhamento. As solicitações pendentes de aprovação, estão identificadas na tabela por e será necessário informar Aprovar ou Reprovar utilizando as opções na parte inferior direita da tela. 5. Utilize Aprovar ou Reprovar e na tela de confirmação, as opções serão Sim ou Não. Veja também Efetivação de Solicitação no Portal

35 Efetivação de Solicitação Portal 35 Desligamento Esta funcionalidade permite ao gestor solicitar o desligamento de seu subordinado. Ob s e r v a çã o : É possível solicitar o desligamento de um funcionário de seu subordinado, através do ícone localizado ao lado do campo Situação. A Efetivação da Solicitação de Desligamento é realizada através do SIGAGPE Procedimentos Para solicitar o desligamento de um funcionário: 1. Em Solicitações, clique em Desligamento. 2. Selecione o funcionário através do link Cod. O sistema apresenta a tela com informações do funcionário. 3. Preencha os campos obrigatórios. 4. C lique em Salvar. É enviado um para o superior direto para iniciar o Workflow de aprovação. Im p o r ta n te : É necessário a aprovação do superior direto utilizando a opção Solicitações/ Acompanhamento. As solicitações pendentes de aprovação, estão identificadas na tabela por sendo necessário informar Aprovar ou Reprovar utilizando as opções na parte inferior direita da tela. C aso não tenha superior direto, a solicitação é disponibilizada diretamente no RH. Na solicitação de desligamento de um funcionário, é possível solicitar uma nova contratação para ocupar o lugar do funcionário demitido. Após o cálculo de rescisão, deve ser feita manualmente o processo de abertura de nova contratação e substituição. Veja também Efetivação de Solicitação no Portal Transferência Esta funcionalidade permite ao gestor solicitar a transferência de seus subordinados para outra Empresa, Filial, C entro de C usto, Departamento ou Posto.

36 36 Efetivação de Solicitação Portal Ob s e r v a çã o : É possível solicitar a transferência de um funcionário de seu subordinado, através do ícone localizado ao lado do campo Situação. A Efetivação da Solicitação de Transferência é realizada através do SIGAGPE. Procedimentos Para solicitar a transferência de um funcionário: 1. Em Solicitações, clique em Transferência. 2. Selecione o funcionário através do link Cod. O sistema apresenta a tela com informações do funcionário. 3. Preencha os campos obrigatórios. 4. C lique em Salvar. É enviado um para o superior direto para iniciar o Workflow de aprovação. Im p o r ta n te : É necessário a aprovação do superior direto utilizando a opção Solicitações/ Acompanhamento. As solicitações pendentes de aprovação, estão identificadas na tabela por sendo necessário informar Aprovar ou Reprovar utilizando as opções na parte inferior direita da tela.c aso não tenha superior direto, a solicitação é disponibilizada diretamente no RH. Veja também Efetivação de Solicitação no Portal Férias Esta funcionalidade permite ao gestor e funcionário realizar a solicitação de Férias. Ob s e r v a çã o : É possível solicitar as Férias de um funcionário de seu subordinado, através do ícone localizado ao lado do campo Situação. A Efetivação da Solicitação de Férias é realizada através do Gestão de Pessoal.

37 Efetivação de Solicitação Portal 37 Procedimentos Para realizar a solicitação de Férias: 1. Acesse o Portal. 2. Em Solicitações, clique em Férias. 3. Selecione o funcionário através do Cod. O Sistema apresenta a tela com informações do funcionário. 4. Preencha os campos obrigatórios. 5. C lique em Salvar. É enviado um para o superior direto para iniciar o Workflow de aprovação. Im p o r ta n te : É necessário a aprovação do superior direto utilizando a opção Solicitações/ Acompanhamento. As solicitações pendentes de aprovação, estão identificadas na tabela por sendo necessário informar Aprovar ou Reprovar utilizando as opções na parte inferior direita da tela. C aso não tenha superior direto, a solicitação é disponibilizada diretamente no RH. 9. Acesse Efet.Solic.Portal pelo remote. 10.Selecione o lançamento pendente, clique em Atender. Veja também Efetivação de Solicitação no Portal Justificativa de Horário Esta funcionalidade permite ao gestor solicitar a justificativa de horário para seus subordinados. Ob s e r v a çã o : É possível solicitar a Justificativa de Horário de um funcionário de seu subordinado, através do ícone localizado ao lado do campo Situação. A Efetivação da Solicitação de Justificativa de Horário é realizada através do SIGAPON. Procedimentos Para solicitar a Justificava de Horário:

38 38 Efetivação de Solicitação Portal 1. Acesse o Portal 2. Em Solicitações, clique em Justificativas de Horário. O sistema apresenta as vagas disponíveis conforme perfil de acesso. 3. Selecione o funcionário através do link Cod. O sistema apresenta a tela com informações do funcionário. 4. Preencha os campos obrigatórios. 5. C lique em Salvar. É enviado um para o superior direto para iniciar o Workflow de aprovação. Im p o r ta n te : É necessário a aprovação do superior direto utilizando a opção Solicitações/ Acompanhamento. As solicitações pendentes de aprovação, estão identificadas na tabela por sendo necessário informar Aprovar ou Reprovar utilizando as opções na parte inferior direita da tela.c aso não tenha superior direto, a solicitação é disponibilizada diretamente no RH. Veja também Efetivação de Solicitação no Portal Acompanhamento Procedimentos 1. Acesse o portal. 2. C lique em Acompanhamento. São visualizados na tela as solicitações disponíveis para aprovação do superior. 3. C lique na solicitação desejada para visualizar as informações pertinentes a esta. Im p o r ta n te : Será necessária a aprovação do superior imediato utilizando a opção Solicitações/ Acompanhamento. As solicitações pendentes de aprovação, estão identificadas na tabela por e será necessário informar Aprovar ou Reprovar utilizando as opções na parte inferior direita da tela. 4. Utilize Aprovar ou Reprovar e na tela de confirmação, as opções serão Sim ou Não.

39 Efetivação de Solicitação Portal 39 Veja também Efetivação de Solicitação no Portal Vagas internas disponíveis Procedimentos 1. Acesse o portal. 2. C lique em Vagas Internas Disponíveis. São visualizados na tela as vagas disponíveis conforme perfil de acesso. 3. C lique na vaga desejada e visualize as informações pertinentes a este. 4. Utilize a lupa para visualização completa das informações cadastradas. 5. Utilize Inscrever para confirmação da ação. Im p o r ta n te : Será necessária a aprovação do superior imediato utilizando a opção Solicitações/ Acompanhamento. As solicitações pendentes de aprovação, estão identificadas na tabela por e será necessário informar Aprovar ou Reprovar utilizando as opções na parte inferior direita da tela. 6. Utilize Aprovar ou Reprovar e na tela de confirmação, as opções serão Sim ou Não. Veja também Efetivação de Solicitação no Portal Treinamentos O cadastramento do curso deve estar incluido no planejamento e devidamente informado no calendário para posteriormente estar visivel no portal. Ob s e r v a çã o : A Efetivação da Solicitação de Treinamentos é realizada através do SIGATRM.

40 40 Efetivação de Solicitação Portal Procedimentos 1. Acesse o portal. 2. C lique em Treinamento. São visualizados na tela os treinamentos cadastrados. 3. C lique no treinamento desejado e visualize as informações pertinentes a este. 4. Utilize Salvar para confirmação da ação. É enviado um para o superior direto para iniciar o Workflow de aprovação. Im p o r ta n te : Será necessária a aprovação do superior imediato utilizando a opção Solicitações/ Acompanhamento. As solicitações pendentes de aprovação, estão identificadas na tabela por e será necessário informar Aprovar ou Reprovar utilizando as opções na parte inferior direita da tela. 5. Utilize Aprovar ou Reprovar e na tela de confirmação, as opções serão Sim ou Não. Veja também Efetivação de Solicitação no Portal

41 Efetivação de Solicitação Portal 41 Tabelas Utilizadas AI8 Nível de Aprovação RD4 Itens de Visões RDK C abeçalho de Visões SQB Departamento RH3 C abeçalho de aprovações RH4 Solicitações RC L Postos RGK Histórico de Solicitações

42 Usuários / Direitos 6

43 Portal de Usuários / Direitos 43 Usuários / Direitos Após a instalação dos Web Services e do Portal Protheus pelo Assistente de C onfiguração do Protheus (MP Wizard), é necessário definir os usuários que poderão acessar os e os direitos de operação desses usuários. Os usuários dos podem ser clientes, fornecedores e funcionários, como por exemplo, vendedores, técnicos, etc. No caso de um funcionário, é necessário relacioná-lo a um usuário já cadastrado no sistema (cadastro de usuários - ambiente C onfigurador). Os usuários devem ser classificados por nível de privilégio, que são: Usuário - permite o acesso ao portal com os direitos configurados; Administrador - classifica o usuário como administrador do portal, o que permite a criação e alteração de direitos de usuário; Grupo - determina que o usuário deve ser reconhecido como um grupo. O objetivo desse privilégio é definir todos os direitos comuns a um determinado grupo de usuários e depois relacioná-los a cada usuário, que herdará os direitos de acesso do grupo, facilitando o trabalho de atribuição de direitos dos usuários. Para utilizar esse recurso, é necessário efetuar as seguintes operações, em sequência: C riar um usuário classificado como grupo (campo Privilégio) e definir todos os direitos de acesso; C riar cada usuário do grupo, indicando no campo Grp. Usuários o grupo criado. Procedimentos Para incluir usuários / Direitos: 1. Em Usuários, selecione a opção Incluir. O sistema apresenta a janela de inclusão, dividida em cabeçalho e itens. 2. No cabeçalho da parte superior da janela, são informados os dados de identificação do usuário. Observe os seguintes campos: Usuário Informe nesse campo o texto que identificará o usuário no Portal. Senha Informe a senha do usuário. Mesmo que esse usuário tenha privilégio de grupo, é obrigatória a criação de uma senha para o grupo, pois se trata da senha que o administrador do grupo utilizará para sua manutenção. Nome Informe o nome do usuário que está sendo criado.

44 44 Portal de Usuários / Direitos Privilégio Informe nesse campo o tipo do usuário, que pode ser: Usuário - usuário comum que pode acessar o portal com os diretos configurados nesta tela; Administrador - usuário com direitos de administrador; poderá criar/alterar/excluir novos usuários no portal; Grupo - usuário que se comporta como um grupo; facilitará a atribuição dos direitos aos usuários que farão parte do grupo. Skin Informe o nome da instância com as imagens que deseja utilizar para o portal, conforme foi indicado durante a instalação do Portal Protheus. Usuário Interno C aso esse usuário seja um funcionário da empresa, como um vendedor, técnico, etc., é necessário vinculá-lo a um usuário interno. Grupo de Usuários Para vincular esse usuário a um grupo, clique em Pesquisa para selecioná-lo e, em seguida, clique em Carrega direitos, para que sejam herdados todos os direitos do grupo. É solicitada confirmação para a sobrescrição dos direitos do usuário pelos direitos do grupo. 3. Na área de itens, defina a quais clientes e fornecedores esse usuário terá acesso, além de seus direitos para operação. 4. C lique na pasta Clientes e selecione os clientes que esse usuário poderá visualizar no portal. 5. C lique na pasta Fornecedores e selecione os fornecedores que esse usuário poderá visualizar no portal. 6. C lique na pasta Direitos e adicione os serviços disponíveis no Web Service do servidor Protheus aos quais o usuário terá acesso. Veja também Menu dos Portais

45 Portal do Candidato 7

46 46 Portal RH Portal do Candidato O ambiente Recrutamento e Seleção de Pessoal possui o recurso de portal Web, permitindo que os candidatos incluam seus currículos via Internet, consultem vagas disponíveis e o perfil desejável para cada vaga, otimizando o trabalho de recrutamento e seleção de pessoal. Todos os dados informados pelo candidato através do portal atualizarão diretamente a base de dados, permitindo utilizar todos os recursos disponíveis no Sistema Microsiga Protheus, nos ambientes de RH, ou seja: pesquisa de candidatos, controle de agenda de processo seletivo, emissão de relatórios, admissão, etc. Neste help, apresentamos as seguintes orientações: Portais Viabilização de Acesso ao Portal Parâmetros do Portal Apresentação do Portal Vagas Disponíveis C urrículos Fale C onosco Veja também O ambiente Recrutamento e Seleção de Pessoal, integrado ao Portal do C andidato, armazena as informações do currículo do candidato no C adastro de C urrículo, permitindo desta forma utilizar uma série de recursos desse ambiente, sendo eles: Definição de Pesquisa de C andidato Execução de Pesquisa de C andidato Relatório de C urrículo Relatório de C urrículo por Pesquisa Ficha do C andidato Gráfico de C argo X C andidato Viabilização de Acesso ao Portal Para que o acesso ao Portal do C andidato seja viabilizado ao candidato, alguns procedimentos são necessários, e devem ser realizados via Assistente de C onfiguração do Servidor (Wizard). São necessárias as configurações de W e b s e rv ic e s e do Portal Microsiga Protheus, para acesso

47 Portal RH 47 ao Portal do C andidato. Im p o r ta n te : Para mais informações sobre a configuração de, consulte o tópico Portais. Procedimentos Para viabilizar o acesso ao portal do candidato: 1. No Assistente de C onfiguração do Servidor (Wizard), selecione a opção Módulos Web. 2. C lique em Novo Módulo. É apresentada a janela para configuração do W e b s e rv ic e. 3. Preencha os campos apresentados conforme orientações a seguir: Nome do Ambiente Identifica a seção de configuração do Ap p lica tio n S e r v e r ( a p p s e rv e r.ini). ambiente no arquivo de configurações do Diretório do Repositório Informa o p a th onde se está localizado o repositório de objetos do ambiente (arquivo.rp o). Deve ser especificado completo, inclusive com a unidade de disco. Diretório Raiz do Env iro nm e nt Informa o p a th de disco raiz deste ambiente, a partir do qual a aplicação terá acesso. Diretório Inicial do Env iro nm e nt Identifica o diretório onde os arquivos de configuração do Sistema Microsiga Protheus 10 (ERP) se encontram. É o diretório inicial de execução do Sistema. Este diretório é criado a partir do diretório informado na configuração Diretório Raiz do En v ir o n m e n t. Banco de Dados Principal Permite escolher qual será o tipo da base de dados utilizada pela aplicação. Idioma do Sistema Permite informar o idioma utilizado pelo ambiente. Versão do Repositório Informa a versão de repositório de objetos utilizada. O Assistente aceita apenas o repositório da versão 10. Banco de Dados Local Permite escolher qual será o tipo dos arquivos de dados ISAM, ou seja, as tabelas locais da aplicação (SXs, arquivos temporários). 4. Preenchidos os dados, clique em Avançar. Os dados digitados serão criticados e o Sistema irá verificar se o repositório informado, de acordo com os dados fornecidos, existe realmente no diretório especificado na configuração Diretório do Repositório. Em seguida, será apresentada a segunda janela para configuração do ambiente. Nesta janela,

48 48 Portal RH a informação dos campos é opcional. 5. Preencha os dados conforme a orientação a seguir: Extensão dos arquivos locais É possível especificar uma extensão diferenciada para os arquivos de dados locais (ISAM). C aso não informado, a extensão default utilizada será definida pelo Banco de Dados Local. Servidor de He lp Deve-se informar qual a URL (endereço Internet, http ://) através do qual será acessado o He lp do Microsiga Protheus. É necessário que o He lp do Microsiga Protheus esteja instalado para que esta configuração funcione corretamente na aplicação Microsiga Protheus 10. Formato de Data É possível pré-definir e fixar o formato de data utilizado por este ambiente na aplicação. Tema fixo Através desta chave, é possível pré-definir o tema na interface remota da aplicação. É possível escolher os temas Ocean e Classic. C aso selecionado Tema Livre, o usuário poderá escolher o tema que deseja trabalhar ao entrar na aplicação remota. Desabilitar SenhaP Admin C aso esta configuração esteja marcada, não será exigido o lo g in com o dispositivo de autenticação SenhaP para o usuário Administrador. Habilitar Lo g T ra c e C aso habilitado, faz com que todas as mensagens de advertência do sejam gravadas em um arquivo de lo g. Ap p lica tio n S e r v e r 6. Preenchidos os dados, clique em Avançar. É apresentada uma nova janela de configuração. 7. Preencha os dados conforme a orientação a seguir: P a th W e b Sp o o l Permite especificar um caminho de disco alternativo, a partir do diretório raiz do ambiente, onde devem ser gravados os arquivos do S p o o l de Impressão do ERP. C aso informado, têm preferência sobre o p a th padrão do Sistema ( \s p o o l\). W e b Sp o o l Remoto C aso habilitado, permite habilitar uma outra estação servidora do Microsiga Protheus para atender às requisições e gerenciamento do S p o o l de Impressão do ERP. Neste caso, os próximos campos desta tela serão obrigatórios. C aso não especificado, este mesmo servidor será o encarregado de gerenciar o S p o o l de Impressão. Servidor Permite especificar o nome ou IP do computador onde está instalado o S e r v e r para o controle do Sp o o l de Impressão. Ap p lica tio n Porta Informe a porta TC P de comunicação que o Ap p lica tio n S e r v e r está habilitado a receber conexões remotas. Ambiente

49 Portal RH 49 Nome do ambiente neste servidor que será utilizado para execução das requisições ao Sp o o l de Impressão. Habilitar integração com MC S Marque esta caixa para habilitar a integração do Microsiga Protheus ao MC S - M o b ile C o nne c tiv ity Stud io, aplicação utilizada para troca de dados com dispositivos PalmTop. Porta de conexão MC S Ao habilitar a integração com MC S, deve-se pressionar [TAB] ser definida uma porta, para que o Microsiga Protheus Server aceite as conexões feitas pela aplicação MC S. Estas configurações somente serão habilitadas após o reinício do P ro the us Se rv e r. Servidor do Painel Informe o endereço IP ou o nome do servidor em que será processado o painel de gestão. Para otimizar o processamento, é necessário utilizar servidores diferentes para o Ap p lica tio n S e r v e r e para o painel de gestão. Porta do Servidor do Painel Informe a porta para comunicação com o servidor do painel de gestão. 8. Para finalizar a criação de um ambiente, basta clicar em Finalizar. Para voltar às telas anteriores e revisar as informações digitadas, clique em Voltar. C aso sejam confirmadas as informações fornecidas, a configuração será gravada no arquivo de configuração do A p p lic a tio n Se rv e r ( a p p s e rv e r.ini), o Assistente será reiniciado e será apresentada novamente a tela principal do Wizard. 9. C om o portal devidamente configurado, acesse o navegador Internet ( b ro w s e r) e digite o seguinte na caixa Endereço: http ://< s e rv id o r> /< d ire tó rio v irtua l> /w _p w s r001.a p w Ex e m p lo : http ://lo c a lho s t/p o rta l/w _p w s r001.a p w ou crie um link para este endereço dentro do s ite da empresa.

50 50 Portal RH Parâmetros do Portal Para a utilização do Portal do C andidato, alguns parâmetros devem ser configurados, a saber: MV_VAGAMSG MV_RHC ONTA MV_RHSENHA MV_RHSERV Apresentação do Portal Quando acessado, o Portal do C andidato apresenta um menu à esquerda da tela, com as opções: Início C urrículo Vagas Disponíveis Agenda Fale C onosco Sair C ada uma dessas opções, quando selecionadas, permite ao candidato consultar quais as vagas disponíveis na empresa, cadastrar ou alterar os dados de seu currículo, e ainda enviar s aos responsáveis do RH, que controlam a divulgação das vagas no portal. Porém, para que todas essas informações sejam visualizadas e acessadas, são necessárias algumas configurações, como: Parâmetros Viabilização de Acesso C onfigurações de Portais Im p o r ta n te : C onsulte cada um dos links acima antes de disponibilizar o acesso do Portal aos candidatos. Vagas Disponíveis A opção Vagas Disponíveis, como o próprio nome sugere, permite ao candidato visualizar na

51 Portal RH 51 tela a relação das vagas disponíveis na empresa, naquele momento. A apresentação dessas vagas é originada do Cadastro de Vagas e, caso não hajam vagas disponíveis, o portal apresenta na tela a mensagem: Nã o e x is te m v a g a s d is p o n ív e is n o m o m e n to. Esta mensagem é configurável, através do parâmetro MV_VAGAMSG, informando em seu conteúdo com a mensagem desejada. Procedimentos Para consultar as vagas disponíveis: 1. Na tela de abertura do Portal do Candidato, o candidato deve selecionar a opção Vagas Disponíveis, no menu. 2. C aso hajam vagas, uma nova janela será apresentada, relacionando as vagas disponíveis, identificando-as da seguinte forma: código da vaga; descrição; número de vagas; 3. Para cada vaga, é disponibilizada a opção Visualizar que, quando selecionado, apresenta os detalhes daquela vaga, ou seja, código e descrição do cargo e uma relação das atividades a serem desenvolvidas, das necessidades exigidas para aquele posto e dos benefícios oferecidos. Porém, estas informações são configuráveis pelo responsável no RH, que divulga as informações que achar pertinentes e necessárias àquela vaga, naquele momento. 4. Visualizados os detalhes da vaga, o candidato clica sobre em Voltar, retornando à janela de apresentação das vagas. 5. C onsultadas as vagas disponíveis, o candidato deve clicar em Finalizar, retornando assim ao portal. Currículos O principal objetivo do Portal do C andidato é criar um canal de comunicação entre a empresa e o candidato, para divulgação e preenchimento de vagas disponíveis. C om esta finalidade, o recurso mais importante do portal é a possibilidade de cadastramento e alteração do currículo do candidato. Através dessa opção, o candidato realiza seu cadastro no portal, mediante a informação do C PF, cria uma senha pessoal, e informa seus dados, confidencialmente, no currículo apresentado, podendo alterá-lo e/ou atualizá-lo, conforme necessidade, através desta senha pessoal. Os dados solicitados no currículo do Portal do C andidato, além dos dados pessoais, compreende as seguintes informações:

52 52 Portal RH Histórico de Carreira; Formação Acadêmica; Certificações Técnicas; Idiomas; Cursos Relevantes; Os dados informados neste currículo, são automaticamente armazenados na tabela SQG - Dados do C urrículo, e disponibilizados para visualização em Cadastro de Currículo, para usuários devidamente autorizados. Procedimentos Para incluir dados no currículo: 1. Na tela de abertura do Portal do Candidato, selecione a opção Currículo, disponível no menu. 2. Selecione a opção Incluir, apresentada. 3. Preencha os dados de currículo, conforme solicitados, e confirme. 4. Informe os dados do currículo nos campos respectivos e confirme a inclusão do currículo. Im p o r ta n te : Para alterar ou complementar informações do currículo, o candidato deve acessar o Portal do Candidato, selecionar a opção Alterar, informar seu C PF e senha pessoal, e realizar as alterações necessárias. Veja também C adastro de C urrículos Fale Conosco C omum à maioria dos sites, a opção Fale Conosco permite a comunicação entre o candidato e o responsável pela divulgação das vagas e análise dos currículos do site. Geralmente, um funcionário de RH. Para isso, é necessário que sejam C onfigurador: configurados os seguintes parâmetros no ambiente MV_RHC ONTA - define a conta de do responsável que receberá os s do Portal do C andidato

53 Portal RH 53 MV_RHSENHA - define a senha da conta de informada MV_RHSERV - define o servidor de s Procedimentos Para acessar a opção Fale Conosco: 1. Na tela de abertura do Portal do Candidato, o candidato deve selecionar a opção Fale Conosco, disponível no menu. 2. Nos respectivos campos, ele deve informar seu nome, seu e digitar a mensagem desejada. 3. Ao finalizar a mensagem, deve clicar em Enviar, ou Limpar, caso queira refazer a mensagem. Agenda Permite que o candidato acompanhe a sua agenda dentro do processo seletivo. Na agenda são mostradas as atividades e os seus detalhes, relacionados à vaga escolhida. Portal do candidato O objetivo é permitir ao usuário consultar as informações dos candidatos que tiverem sido cadastradas em funcionarios para: Avaliação de desempenho Avaliação de desempenho; Plano de desenvolvimento; Plano de metas; Mapa de conhecimento; C urrículo eletrônico; Pesquisas de clima; GAP de fatores; GAP de habilidades; Demonstrativos

54 54 Portal RH Solicitações Consultas GAP de fatores Procedimentos Acesse o portal do candidato, clique em GAP de fatores. 1. Serão visualizadas na tela apenas as informações referentes aos subordinados do usuário. 2. C lique no funcionário desejado e observe as informações existentes.

55 Portal de Gestão de Projetos - PMS 8

56 56 Portal PMS Portal de gestão de projetos - PMS O portal de Gestão de Projetos é uma ferramenta Web vinculada ao módulo de Gestão de Projetos do Protheus, que permite aos participantes do projeto realizar o seu acompanhamento e apontamentos de progresso físico e financeiro, via Internet, facilitando assim o acesso às seguintes funcionalidades: Procedimentos 1. C adastre os técnicos associando o seu usuário no sistema (conforme definido no módulo C onfigurador). 2. Acesse o módulo Faturamento e configure as seguintes rotinas: Usuários Menus Web Services

57 Portal PMS 57 Fluxo de integração do portal PMS

58 58 Portal PMS

59 Portal PMS 59 Fluxo das rotinas de execução - Portal PMS

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A

Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A Índice ANTES DE VOCÊ COMEÇAR... 4 PRÉ-REQUISITOS... 4 SCREEN SHOTS... 4 A QUEM SE DESTINA ESTE MANUAL... 4 COMO UTILIZAR ESTE MANUAL... 4 Introdução... 5 INSTALANDO

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS V PORTAL WEB Revisão: 07 Versão: 7.9.109 JM Soft Informática Março, 2015 SUMÁRIO 1 AVALIAÇÕES... 9 2 PLANO DE DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAL...

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas

Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

1 - O que é o Conectividade Social? 03. 2 - Qual a configuração mínima para instalar o programa?... 04

1 - O que é o Conectividade Social? 03. 2 - Qual a configuração mínima para instalar o programa?... 04 Conteúdo 1 - O que é o Conectividade Social? 03 2 - Qual a configuração mínima para instalar o programa?... 04 3 - O que é necessário para instalar o Conectividade Social?.... 05 4 - Como faço para executar

Leia mais

Esta melhoria depende da execução do update de base COLABUPDATE, conforme Procedimentos para Implementação.

Esta melhoria depende da execução do update de base COLABUPDATE, conforme Procedimentos para Implementação. TOTVS olaboração 2.0 Produto : Microsiga Protheus Faturamento Versão 11 hamados : TQAWD7 - TQKNP - TQLBR6 - TQKRLW - TQLU96 - TQPOV8 - TQQBID Data da publicação : 30/09/14 País(es) : Todos Banco(s) de

Leia mais

GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9

GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9 GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9 Pela grande necessidade de controlar a internet de diversos clientes, a NSC Soluções em Informática desenvolveu um novo produto capaz de gerenciar todos os recursos

Leia mais

1. Apresentação... 2. 1.1. Primeiro acesso... 2. 1.2. Conhecendo a Plataforma... 4. 1.2.1. Seleção da Empresa... 4. 1.2.2. Sair do Sistema...

1. Apresentação... 2. 1.1. Primeiro acesso... 2. 1.2. Conhecendo a Plataforma... 4. 1.2.1. Seleção da Empresa... 4. 1.2.2. Sair do Sistema... 1. Apresentação... 2 1.1. Primeiro acesso... 2 1.2. Conhecendo a Plataforma... 4 1.2.1. Seleção da Empresa... 4 1.2.2. Sair do Sistema... 4 1.2.3. Retornar a tela principal... 5 1.3. Cadastro da Empresa...

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

1998-2013 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2013 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.0A-01 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13 Visão Empresa de Contabilidade Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse

Leia mais

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível Versão 1.0 Janeiro de 2011 Xerox Phaser 3635MFP 2011 Xerox Corporation. XEROX e XEROX e Design são marcas da Xerox Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros países. São feitas alterações periodicamente

Leia mais

Manual Do Usuário ClinicaBR

Manual Do Usuário ClinicaBR Manual Do Usuário ClinicaBR SUMÁRIO 1 Introdução... 01 2 ClinicaBR... 01 3 Como se cadastrar... 01 4 Versão experimental... 02 5 Requisitos mínimos p/ utilização... 03 6 Perfis de acesso... 03 6.1 Usuário

Leia mais

2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO

2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INDICE 1. INTRODUÇÃO 2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO 2.1. COMPARTILHANDO O DIRETÓRIO DO APLICATIVO 3. INTERFACE DO APLICATIVO 3.1. ÁREA DO MENU 3.1.2. APLICANDO A CHAVE DE LICENÇA AO APLICATIVO 3.1.3 EFETUANDO

Leia mais

MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico

MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico MANUAL PARA USO DO SISTEMA GCO Gerenciador Clínico Odontológico O GCO é um sistema de controle de clínicas odontológicas, onde dentistas terão acesso a agendas, fichas de pacientes, controle de estoque,

Leia mais

Guia do usuário para o serviço IM e Presence no Cisco Unified Communications Manager, Versão 9.0(1)

Guia do usuário para o serviço IM e Presence no Cisco Unified Communications Manager, Versão 9.0(1) Guia do usuário para o serviço IM e Presence no Cisco Unified Communications Manager, Versão 9.0(1) Primeira publicação: May 25, 2012 Americas Headquarters Cisco Systems, Inc. 170 West Tasman Drive San

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

DRIVE CONTÁBIL NASAJON

DRIVE CONTÁBIL NASAJON DRIVE CONTÁBIL NASAJON Módulo Gerenciador de NFe Versão 1.0 Manual do Usuário 1 Sumário da Apostila Informações Básicas Primeira Utilização: Os Módulos do Gerenciador de NFe: Como funciona o Sistema? Diagrama

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Manual de Administração

Manual de Administração Manual de Administração Produto: n-mf Xerox Versão do produto: 4.7 Autor: Bárbara Vieira Souza Versão do documento: 1 Versão do template: Data: 04/04/01 Documento destinado a: Parceiros NDDigital, técnicos

Leia mais

Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X

Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X Procedimento para instalação do OMNE-Smartweb em Raio-X A primeira coisa a analisarmos é onde ficará posicionado o servidor de Raio-x na rede do cliente, abaixo será colocado três situações básicas e comuns

Leia mais

DRIVE CONTÁBIL NASAJON

DRIVE CONTÁBIL NASAJON DRIVE CONTÁBIL NASAJON Módulo Gestão de Documentos Versão 1.0 Manual do Usuário 1 Sumário Os Módulos do Gerenciador de NFe: Informações Básicas Primeiro Acesso: Requisitos Acesso ao Drive Contábil Nasajon

Leia mais

Servidor IIS. Sorayachristiane.blogspot.com

Servidor IIS. Sorayachristiane.blogspot.com Servidor IIS Servidor IIS IIS Serviço de informação de Internet; É um servidor que permite hospedar um ou vários sites web no mesmo computador e cria uma distribuição de arquivos utilizando o protocolo

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário

SIGEP WEB - Gerenciador de Postagens dos Correios Manual do Usuário MANUAL DO USUÁRIO 2 ÍNDICE 1. PRÉ REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SIGEP WEB 04 2. PROCEDIMENTOS PARA DOWNLOAD DO SISTEMA 04 3. INSTALANDO O SIGEP WEB 07 4. CONFIGURAÇÕES DO SISTEMA 09 COMPARTILHANDO O BANCO

Leia mais

Copyright 2015 Mandic Cloud Solutions - Somos Especialistas em Cloud. www.mandic.com.br

Copyright 2015 Mandic Cloud Solutions - Somos Especialistas em Cloud. www.mandic.com.br Sumário 1. Boas vindas... 4 2. Dashboard... 4 3. Cloud... 5 3.1 Servidores... 5 o Contratar Novo Servidor... 5 o Detalhes do Servidor... 9 3.2 Cloud Backup... 13 o Alteração de quota... 13 o Senha do agente...

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

BH PARK Software de Estacionamento

BH PARK Software de Estacionamento BH PARK Software de Estacionamento WWW.ASASSOFTWARES.COM.BR Índice 1 Informações Básicas... 1 1.1 Sair da aplicação... 1 1.2 Travar aplicação... 1 1.3 Licenciando a aplicação... 1 1.4 Contrato de Manutenção...

Leia mais

1. Plataforma Sage... 2 2. Primeiro Acesso... 3. 3. Configurações... 6. 4. Relacionamento... 8. 5. Folha de Pagamento esocial...

1. Plataforma Sage... 2 2. Primeiro Acesso... 3. 3. Configurações... 6. 4. Relacionamento... 8. 5. Folha de Pagamento esocial... 1. Plataforma Sage... 2 2. Primeiro Acesso... 3 1.1. Conhecendo a Plataforma... 4 1.2. Seleção da Empresa de Trabalho... 4 1.3. Sair do Sistema... 5 1.4. Retornar a tela principal... 5 3. Configurações...

Leia mais

Sistema de Gestão do Atendimento Fila Digital. Documentação para Usuário Final

Sistema de Gestão do Atendimento Fila Digital. Documentação para Usuário Final Sistema de Gestão do Atendimento Fila Digital Documentação para Usuário Final Conteúdo Conteúdo...2 Instalando o Sistema de Gestão do Atendimento (Fila Digital)...4...5 Instalando e configurando a máquina

Leia mais

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Elaboração: Equipe de Suporte Avançado do CPD SA/SRS/CPD/UnB suporte@unb.br Universidade de Brasília Brasília / 2014 Resumo A

Leia mais

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Manual de utilização do sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Sistema integrado de controle médico Acesso... 3 Menu principal... 4 Cadastrar... 6 Cadastro de pacientes... 6 Convênios... 10

Leia mais

Manual do Usuário. E-DOC Peticionamento Eletrônico TST

Manual do Usuário. E-DOC Peticionamento Eletrônico TST E-DOC Peticionamento APRESENTAÇÃO O sistema E-DOC substituirá o atual sistema existente. Este sistema permitirá o controle de petições que utiliza certificado digital para autenticação de carga de documentos.

Leia mais

Roteiro de Configuração de Web Services e Portal Protheus

Roteiro de Configuração de Web Services e Portal Protheus Roteiro de Configuração de Web Services e Portal Protheus Ambiente : Planos de Saúde Boletim : 00003142-07 Data da publicação : 05/11/04 Data da revisão : 25/09/07 Versões : Protheus 10 Países : Brasil

Leia mais

Versão 1.15. Portal StarTISS. Portal de Digitação e Envio do Faturamento. Manual de Utilização. Versão 1.15 (Agosto/2014)

Versão 1.15. Portal StarTISS. Portal de Digitação e Envio do Faturamento. Manual de Utilização. Versão 1.15 (Agosto/2014) Versão 1.15 Portal StarTISS Portal de Digitação e Envio do Faturamento Manual de Utilização Versão 1.15 (Agosto/2014) Conteúdo 1. CONTATOS... 1 2. REQUISITOS NECESSÁRIOS... 1 3. ACESSANDO O PORTAL STARTISS...

Leia mais

PAINEL MANDIC CLOUD. Mandic. Somos Especialistas em Cloud. Manual do Usuário

PAINEL MANDIC CLOUD. Mandic. Somos Especialistas em Cloud. Manual do Usuário Mandic. Somos Especialistas em Cloud. PAINEL MANDIC CLOUD Manual do Usuário 1 BEM-VINDO AO SEU PAINEL DE CONTROLE ESTE MANUAL É DESTINADO AO USO DOS CLIENTES DA MANDIC CLOUD SOLUTIONS COM A CONTRATAÇÃO

Leia mais

BVP WEB. Manual de Operações. Novembro / 2012. São Paulo - SP

BVP WEB. Manual de Operações. Novembro / 2012. São Paulo - SP BVP WEB Manual de Operações Novembro / 2012 São Paulo - SP Índice Geral 1. Introdução... 2 2. Visão Geral... 3 2.1. Funcionalidades... 3 2.1.1. Autenticação e Autorização de Acesso... 3 2.1.2. Operações...

Leia mais

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04 Guia de Prática Windows 7 Ubuntu 12.04 Virtual Box e suas interfaces de rede Temos 04 interfaces de rede Cada interface pode operar nos modos: NÃO CONECTADO, que representa o cabo de rede desconectado.

Leia mais

Manual de configurações do Conectividade Social Empregador

Manual de configurações do Conectividade Social Empregador Manual de configurações do Conectividade Social Empregador Índice 1. Condições para acesso 2 2. Requisitos para conexão 2 3. Pré-requisitos para utilização do Applet Java com Internet Explorer versão 5.01

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi ENDIAN FIREWALL COMMUNITY 2.5.1 OURINHOS-SP 2012 HOW-TO

Leia mais

Produto: CL Titânio Assunto: Quais as funções que podem ser executadas no software client?

Produto: CL Titânio Assunto: Quais as funções que podem ser executadas no software client? Produto: CL Titânio Assunto: Quais as funções que podem ser executadas no software client? Assim que abrir o DVR Client, no canto superior direito há um grupo de opções denominado Login, preencha de acordo

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 Manual do Usuário Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 1. CONFIGURAÇÕES E ORIENTAÇÕES PARA ACESSO... 4 2 GUIAS... 11 2.1 DIGITANDO AS GUIAS... 11 2.2 SALVANDO GUIAS... 12 2.3 FINALIZANDO UMA GUIA... 13

Leia mais

Procedimentos para Utilização do SAVI

Procedimentos para Utilização do SAVI Procedimentos para Utilização do SAVI 1. Acessando o sistema Para acessar o sistema é necessário ter instalado em seu sistema o navegador Firefox. Uma vez que ele esteja disponível acesse o link: HTTP://

Leia mais

Esta melhoria depende de execução do update de base TMSP11R1, conforme Procedimentos para Implementação.

Esta melhoria depende de execução do update de base TMSP11R1, conforme Procedimentos para Implementação. Manifesto Eletrônico Serie 3 Produto : Microsiga Protheus Gestão de Transportes versão 11 hamado : TQAPM1 Data da publicação : 07/11/14 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Top onnect Importante Esta

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Home -------------------------------------------------------------------------------------------------------- 7 2. Cadastros -------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Manual Captura S_Line

Manual Captura S_Line Sumário 1. Introdução... 2 2. Configuração Inicial... 2 2.1. Requisitos... 2 2.2. Downloads... 2 2.3. Instalação/Abrir... 3 3. Sistema... 4 3.1. Abrir Usuário... 4 3.2. Nova Senha... 4 3.3. Propriedades

Leia mais

3.000.000 de registros de candidatos e respondentes de pesquisa, número que continua crescendo.

3.000.000 de registros de candidatos e respondentes de pesquisa, número que continua crescendo. SUMÁRIO 1 1 - Conceitos Gerais O CRQ é um sistema de controle de qualidade utilizado na etapa de recrutamento de estudos de natureza qualitativa. Ele é um banco de dados que tem como principal objetivo

Leia mais

JURÍDICO. Gestão de Escritório de Advocacia Manual do Usuário. versão 1

JURÍDICO. Gestão de Escritório de Advocacia Manual do Usuário. versão 1 JURÍDICO Gestão de Escritório de Advocacia Manual do Usuário versão 1 Sumário Introdução 1 Operação básica do aplicativo 2 Formulários 2 Filtros de busca 2 Telas simples, consultas e relatórios 3 Parametrização

Leia mais

3 - Tela Principal. Itens importantes da página

3 - Tela Principal. Itens importantes da página SUMÁRIO 1 1 - Conceitos Gerais O CRQ é um sistema de controle de qualidade utilizado na etapa de recrutamento de estudos de natureza qualitativa. Ele é um banco de dados que tem como principal objetivo

Leia mais

Follow-Up Acompanhamento Eletrônico de Processos (versão 3.0) Manual do Sistema. 1. Como acessar o sistema Requisitos mínimos e compatibilidade

Follow-Up Acompanhamento Eletrônico de Processos (versão 3.0) Manual do Sistema. 1. Como acessar o sistema Requisitos mínimos e compatibilidade do Sistema Índice Página 1. Como acessar o sistema 1.1 Requisitos mínimos e compatibilidade 03 2. Como configurar o Sistema 2.1 Painel de Controle 2.2 Informando o nome da Comissária 2.3 Escolhendo a Cor

Leia mais

Configuração de Digitalizar para E-mail

Configuração de Digitalizar para E-mail Guia de Configuração de Funções de Digitalização de Rede Rápida XE3024PT0-2 Este guia inclui instruções para: Configuração de Digitalizar para E-mail na página 1 Configuração de Digitalizar para caixa

Leia mais

Atualizado em 9 de outubro de 2007

Atualizado em 9 de outubro de 2007 2 Nettion R Copyright 2007 by Nettion Information Security. Este material pode ser livremente reproduzido, desde que mantidas as notas de copyright e o seu conteúdo original. Envie críticas e sugestões

Leia mais

Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha

Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha Versão 1.5 Histórico de revisões Revisão Data Descrição da alteração 1.0 18/09/2015 Criação deste manual 1.1 22/09/2015 Incluído novas

Leia mais

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR 1 Índice: 01- Acesso ao WEBMAIL 02- Enviar uma mensagem 03- Anexar um arquivo em uma mensagem 04- Ler/Abrir uma mensagem 05- Responder uma mensagem

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Criação de backups importantes... 3 3. Reinstalação do Sisloc... 4 Passo a passo... 4 4. Instalação da base de dados Sisloc...

Leia mais

EMANNUELLE GOUVEIA ROLIM

EMANNUELLE GOUVEIA ROLIM EMANNUELLE GOUVEIA ROLIM Bacharel em Ciência da Computação, especialista em Gerência de Projetos e em Criptografia e Segurança da Informação. Servidora Publica. Atua na área acadêmica em cursos de Graduação

Leia mais

A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet.

A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet. Prezado Cliente, A CMNet disponibilizou no dia 24 de junho para download no Mensageiro a nova versão do Padrão dos Sistemas CMNet. No Padrão 9 você encontrará novas funcionalidades, além de alterações

Leia mais

SCIM 1.0. Guia Rápido. Instalando, Parametrizando e Utilizando o Sistema de Controle Interno Municipal. Introdução

SCIM 1.0. Guia Rápido. Instalando, Parametrizando e Utilizando o Sistema de Controle Interno Municipal. Introdução SCIM 1.0 Guia Rápido Instalando, Parametrizando e Utilizando o Sistema de Controle Interno Municipal Introdução Nesta Edição O sistema de Controle Interno administra o questionário que será usado no chek-list

Leia mais

Para viabilizar essa melhoria, é necessário aplicar o pacote de atualizações (Patch) deste chamado.

Para viabilizar essa melhoria, é necessário aplicar o pacote de atualizações (Patch) deste chamado. Evento de Cancelamento CT-e Produto : Microsiga Protheus SIGAGFE, Gestão de Frete Embarcador 11.8 Projeto : M_GFE002\IRM001828-01 Data da publicação : 02/07/14 País(es) : Todos Banco(s) de Dados : Todos

Leia mais

Tutorial de acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos

Tutorial de acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA Tutorial de acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Este tutorial visa preparar o computador com os softwares necessários para utilização

Leia mais

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1

Despachante Express - Software para o despachante documentalista veicular DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 DESPACHANTE EXPRESS MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.1 1 Sumário 1 - Instalação Normal do Despachante Express... 3 2 - Instalação do Despachante Express em Rede... 5 3 - Registrando o Despachante Express...

Leia mais

Manual do Radioserver

Manual do Radioserver Manual do Radioserver Versão 1.0.0 Alex Farias (Supervisão) Luiz Galano (Comercial) Vinícius Cosomano (Suporte) Tel: (011) 9393-4536 (011) 2729-0120 (011) 2729-0120 Email: alex@smartptt.com.br suporte@smartptt.com.br

Leia mais

Guia do Usuário. idocsscan v.2.1.14

Guia do Usuário. idocsscan v.2.1.14 Guia do Usuário idocsscan v.2.1.14 2013 BBPaper_Ds - 2 - Sumário Introdução... 5 Instalação... 7 Inicializando a aplicação... 12 Barras de acesso e informações... 13 Teclas de atalho... 14 Barra de Ferramentas...

Leia mais

Principais Característic

Principais Característic Principais Característic Características as Software para agendamento e controle de consultas e cadastros de pacientes. Oferece ainda, geração de etiquetas, modelos de correspondência e de cartões. Quando

Leia mais

Manual de Transferência de Arquivos

Manual de Transferência de Arquivos O Manual de Transferência de Arquivos apresenta a ferramenta WebEDI que será utilizada entre FGC/IMS e as Instituições Financeiras para troca de arquivos. Manual de Transferência de Arquivos WebEDI Versão

Leia mais

Visão Geral sobre o tutorial de Utilização de

Visão Geral sobre o tutorial de Utilização de Tutorial de Utilização de Impressoras Não Fiscais no NFC-e Visão Geral sobre o tutorial de Utilização de Impressoras Não Fiscais no NFC-e O intuito deste tutorial é descrever com detalhes técnicos como

Leia mais

Versão 8.2C-01. Versão Final da Apostila de Novidades

Versão 8.2C-01. Versão Final da Apostila de Novidades Versão 8.2C-01 Versão Final da Apostila de Novidades Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas

Leia mais

KalumaFin. Manual do Usuário

KalumaFin. Manual do Usuário KalumaFin Manual do Usuário Sumário 1. DICIONÁRIO... 4 1.1 ÍCONES... Erro! Indicador não definido. 1.2 DEFINIÇÕES... 5 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 7 3. ACESSAR O SISTEMA... 8 4. PRINCIPAL... 9 4.1 MENU

Leia mais

Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos

Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Este tutorial visa preparar o computador com os softwares necessários para a utilização dos sistemas de visualização

Leia mais

Guia do Laboratório de Teste: Demonstre colaboração de Intranet com SharePoint Server 2013

Guia do Laboratório de Teste: Demonstre colaboração de Intranet com SharePoint Server 2013 Guia do Laboratório de Teste: Demonstre colaboração de Intranet com SharePoint Server 2013 Este documento é fornecido no estado em que se encontra. As informações e exibições expressas neste documento,

Leia mais

1998-2011 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2011 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

Manual do Usuário Instituição

Manual do Usuário Instituição 1 Manual do Usuário Instituição Área Restrita Site de Certificação Controle: D.04.36.00 Data da Elaboração: 13/08/2014 Data da Revisão: - Elaborado por: TIVIT / Certificação ANBIMA Aprovado por: Gerência

Leia mais

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider Ferramenta: Spider-CL Manual do Usuário Versão da Ferramenta: 1.1 www.ufpa.br/spider Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 14/07/2009 1.0 15/07/2009 1.1 16/07/2009 1.2 20/05/2010 1.3 Preenchimento

Leia mais

Controlando o tráfego de saída no firewall Netdeep

Controlando o tráfego de saída no firewall Netdeep Controlando o tráfego de saída no firewall Netdeep 1. Introdução Firewall é um quesito de segurança com cada vez mais importância no mundo da computação. À medida que o uso de informações e sistemas é

Leia mais

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário Índice 1. Introdução...3 2. Requisitos Mínimos de Instalação...3 3. Instalação...3 4. Inicialização do Programa...5 5. Abas de Configuração...6 5.1 Aba Serial...6 5.2 Aba TCP...7 5.2.1 Opções Cliente /

Leia mais

Boletim Técnico. Esta melhoria depende de execução do update de base U_GFE11I16, conforme Procedimentos para Implementação.

Boletim Técnico. Esta melhoria depende de execução do update de base U_GFE11I16, conforme Procedimentos para Implementação. álculo Automático de Frete Produto : Microsiga Protheus, Gestão de Frete Embarcador 11.8 RoadMap : IRM0001817 Data da publicação : 25/10/13 País(es) : Todos Banco(s) de Dados : Todos Esta melhoria depende

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES 1.3

Leia mais

TUTORIAL // MÓDULO BENEFICIÁRIOS BENNER WEB MÓDULO BENEFICIÁRIOS

TUTORIAL // MÓDULO BENEFICIÁRIOS BENNER WEB MÓDULO BENEFICIÁRIOS BENNER WEB MÓDULO BENEFICIÁRIOS 1 Sumário Procedimento inicial para acessar o sistema na web... 3 Módulo Beneficiários... 3 1. INCLUSÃO DE MATRÍCULA ÚNICA, FAMÍLIAS E BENEFICIÁRIOS...4 Criar a Matrícula

Leia mais

inux Sistemas Ltda. MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br

inux Sistemas Ltda. MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br 2013 inux Sistemas Ltda. s MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br Sumário 1 Introdução... 2 2 Visão Geral do Sistema... 2 3 Tela de Configuração... 3 4 Tela de Mensagens... 5 5 Tela de Importação... 8 6 Tela

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES

Leia mais

Instalação do Portal PMS Ambiente : Controladoria Data da publicação : 18/11/09 Países : Brasil Autor Wilker Valladares

Instalação do Portal PMS Ambiente : Controladoria Data da publicação : 18/11/09 Países : Brasil Autor Wilker Valladares Instalação do Portal PMS Ambiente : Controladoria Data da publicação : 18/11/09 Países : Brasil Autor Wilker Valladares O objetivo deste documento é capacitar o analista a instalar e configurar o Portal

Leia mais

Configurando o IIS no Server 2003

Configurando o IIS no Server 2003 2003 Ser ver Enterprise Objetivo Ao término, você será capaz de: 1. Instalar e configurar um site usando o IIS 6.0 Configurando o IIS no Server 2003 Instalando e configurando o IIS 6.0 O IIS 6 é o aplicativo

Leia mais

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas

V.1.0 SIAPAS. Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde. Contas Médicas 2014 V.1.0 SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Contas Médicas SIAPAS Sistema Integrado de Administração ao Plano de Assistência à Saúde Módulos CONTAS MÉDICAS Capa

Leia mais

Manual de Configuração e Utilização TabFisc Versão Mobile 09/2013 Pag. 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TABLET VERSÃO MOBILE

Manual de Configuração e Utilização TabFisc Versão Mobile 09/2013 Pag. 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TABLET VERSÃO MOBILE Pag. 1 MANUAL DE UTILIZAÇÃO TABLET VERSÃO MOBILE Pag. 2 INTRODUÇÃO Esse documento contém as instruções básicas para a utilização do TabFisc Versão Mobile (que permite ao fiscal a realização do seu trabalho

Leia mais

Procedimentos para Instalação do Sisloc

Procedimentos para Instalação do Sisloc Procedimentos para Instalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Instalação do Sisloc... 3 Passo a passo... 3 3. Instalação da base de dados Sisloc... 16 Passo a passo... 16 4. Instalação

Leia mais

Manual do Prestador. Autorizador Web

Manual do Prestador. Autorizador Web Manual do Prestador Autorizador Web Instruções Gerais Quando houver a realização de consultas que os beneficiários estiverem sem o cartão de identificação, ou quando este cartão não for reconhecido na

Leia mais

Guia de Inicialização para o Windows

Guia de Inicialização para o Windows Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para o Windows Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter

Leia mais

Grifon Alerta. Manual do Usuário

Grifon Alerta. Manual do Usuário Grifon Alerta Manual do Usuário Sumário Sobre a Grifon Brasil... 4 Recortes eletrônicos... 4 Grifon Alerta Cliente... 4 Visão Geral... 4 Instalação... 5 Pré-requisitos... 5 Passo a passo para a instalação...

Leia mais

Módulo e-rede OpenCart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede OpenCart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede OpenCart v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 vqmod 4 4.2 Instalação e ativação

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

Novas funcionalidades do Portal Plano de Saúde

Novas funcionalidades do Portal Plano de Saúde Novas funcionalidades do Portal Plano de Saúde Produto : Microsiga Protheus Plano de Saúde Versão 10 hamado : SBZTLB Data da criação : 06/08/09 Data da revisão : 30/09/09 País(es) : Brasil Banco de Dados

Leia mais