A IMPORTÂNCIA DA PROMOÇÃO DE VENDAS PARA A FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES. BORGES, Pedro Gabriel Teixeira Santos e CARNEIRO, Carla Maria Bessa 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A IMPORTÂNCIA DA PROMOÇÃO DE VENDAS PARA A FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES. BORGES, Pedro Gabriel Teixeira Santos e CARNEIRO, Carla Maria Bessa 1"

Transcrição

1 A IMPORTÂNCIA DA PROMOÇÃO DE VENDAS PARA A FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES BORGES, Pedro Gabriel Teixeira Santos e CARNEIRO, Carla Maria Bessa 1 RESUMO: Esse estudo tem como objetivo mostrar a importância da promoção de vendas na fidelização de clientes. Através da apresentação das ferramentas e de um estudo de caso sobre os Programas de Milhagens, busca mostrar a eficácia da promoção para as vendas. A metodologia utilizada envolve a pesquisa bibliográfica e a pesquisa na internet. Palavras chave: promoção de vendas; fidelização; Marketing de Relacionamento; Programa de Milhas; Programa de Fidelidade. O objetivo desse estudo é mostrar que a promoção de vendas é uma ferramenta importante para fidelizar o consumidor. Produtos, marcas e serviços devem utilizar a promoção para incentivar a venda. Esse incentivo leva, muitas vezes, ao uso freqüente e à experimentação, o que ajuda a promover a fidelização. A metodologia utilizada envolve a pesquisa bibliográfica e a pesquisa na internet. Foram utilizados livros de autores academicamente reconhecidos e pesquisa de artigos na Internet para formar a teoria. O estudo de casos foi realizado por pesquisa nas principais companhias aéreas e em artigos, ambos retirados da Internet. 1 Promoção de vendas 1 Alunos regularmente matriculados no 5º e 6º período, respectivamente, do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Federal Fluminense sob a orientação da Profª. Drª. Arlete Eni Granero.

2 A promoção de vendas compreende um conjunto de ferramentas promocionais que geram estímulos ao consumidor, incentivando o consumo e ampliando as vendas. Através das ferramentas utilizadas pela promoção de vendas, os consumidores sentem-se motivados a consumir em troca de benefícios. Segundo KOTLER e ARMSTRONG (2003, p. 363), fazem parte das principais ferramentas de promoção dirigidas ao consumidor: a) Amostras: oferecimento de uma porção do produto, visando à experimentação. b) Cupons: são comprovantes que garantem aos consumidores um desconto na compra de um produto especificado. c) Ofertas de devolução de dinheiro ou reembolso: semelhantes aos cupons, exceto que a redução de preço ocorre após a compra, e não na loja. O consumidor envia um comprovante de compra ao fabricante, que em seguida reembolsa parte do preço de venda por via postal. d) Pacotes promocionais ou Descontos Promocionais: oferece aos consumidores descontos sobre os preços normais do produto. Os preços reduzidos são marcados pelo fabricante diretamente no rotulo ou na embalagem. e) Brindes: são mercadorias oferecidas gratuitamente ou a baixo custo como um incentivo à compra de determinado produto. O brinde pode vir dentro da embalagem, fora da embalagem ou por via postal. f) Brindes Promocionais: são artigos úteis com o nome do anunciante impresso, oferecidos como presente aos consumidores. g) Promoções nos pontos-de-venda: incluem colocação de displays e demonstrações nos pontos-de-compra. h) Concurso, sorteio e jogos: dão ao consumidor a chance de ganhar alguma coisa, como dinheiro vivo, viagem ou mercadorias, por sorte ou por esforço extra. i) Recompensas pela fidelidade: são quantias em dinheiro ou outros prêmios oferecidos pelo uso constante dos produtos e serviços de determinada empresa.

3 1.1 As ferramentas da promoção de vendas: usos As amostras possibilitam a experimentação do produto pelo consumidor. Considerado um incentivo para o inicio do consumo. Caso o consumidor se mostre satisfeito com a qualidade do produto, ele poderá se tornar um consumidor fiel. Essa também é uma forma da marca mostrar o seu diferencial com relação às outras sem obrigar o consumidor a comprar. Ele mostra ao público as qualidades de seu produto por meio das amostras, o que permite que as pessoas façam comparações com as marcas que já utilizam ou outras que já utilizaram. No caso dos cupons, as lojas e os produtos os distribuem com o objetivo de fazer com que o consumidor consuma com freqüência produtos. Com o consumo freqüente eles juntam cupons e, assim podem trocar por benefícios. Outros cupons oferecem desconto no produto ou serviço, o que incentiva o uso através do preço reduzido. Nas ofertas de devolução de dinheiro ou reembolso, a promoção incentiva o uso do produto por oferecer o reembolso ao consumidor, seja de parte do valor ou até do valor inteiro. Em alguns casos a devolução está condicionada, em outros ela parece com um simples desconto, porem ele só se obtém de fato quando se pede a empresa o reembolso. Enquanto os pacotes promocionais, ou descontos promocionais, os diferentes processos promocionais podem, entre inúmeros aspectos: atrair o consumidor ao produto, evitar as quedas sazonais de produto, aumentar a compra de um determinado produto. Para essas ações relatadas, e entre outras ações, o uso do humor e do divertimento do público gera uma resposta produtiva e de um alcance mais profundo (COBRA, 2007, p. 453, 454). Os brindes oferecem ao consumidor a facilidade em experimentar os produtos na compra de outro ou ganhar um pouco mais do mesmo produto. As pessoas já consomem a marca, e muitas vezes já são até fieis, assim, esse é um incentivo para o consumidor continuar com o produto, experimentar um outro ou ter maior quantidade do produto comprado. Os brindes promocionais proporcionam ao consumidor o conhecimento de um novo produto a ele apresentado por um produto anterior,

4 ou um ganho efetivo que o permita comprar o mesmo produto por alguma variação do preço anteriormente estabelecido e bem aceito pelo consumidor. Na promoção em pontos de venda, a utilização de displays, cartazes e faixas pelo fabricante, atualmente é evitado, para tanto há necessidade de usar a criatividade para a promoção em pontos de venda. (KOTLER, 2000). Concurso, sorteios e jogos colaboram com a fidelização do cliente por incentivarem a compra como condição da participação. O consumidor comprara mais produtos para participar mais vezes. Com o término da promoção, existem grandes chances do consumidor manter-se fiel ao produto. Quanto às recompensas por fidelidade, são inúmeros os Programas de Desenvolvimento de Fidelidade são ações mercadológicas com apoio promocional que visam construir com os consumidores um relacionamento resistente ao tempo, com resultado a médio e longo prazo. 2 Fidelização O mercado, nas últimas décadas, enfrentou uma série de mudanças que vêm transformando os hábitos dos consumidores e as formas com que as empresas se relacionam com eles. A grande competitividade que surgiu entre as empresas com o surgimento de novas marcas e novas empresas vendendo os mesmos produtos trouxe a necessidade de criar uma diferenciação entre eles. Porém, muitas vezes essa diferenciação não é muito clara, pois os produtos acabam sendo tão similares que a mesma se estabelece na embalagem, na propaganda, nos incentivos que são dados ao consumidor. A globalização é mais uma motivação para que ocorram mudanças no mercado. Ela promove a ampliação das áreas de interesses das empresas, que não se limitam mais às fronteiras de seus países de origem. Agora as marcas podem circular pelo mundo, concorrendo empresas de todos os outros países em diferentes territórios. A competitividade de mercado se torna ainda maior diante de um comércio que perdeu seus limites territoriais. Diante desse contexto, mais uma mudança surge. O consumidor não precisa necessariamente seguir a tradição de uma marca ou usá-la fielmente.

5 Agora, ele pode variar entre elas, experimentar todas, comprar a de preço mais baixo. São diversas as motivações de compra que surgem na mente do consumidor no momento da venda. Para que o consumidor se oriente para a sua marca, as empresas utilizam diversas ferramentas, como a propaganda, a promoção de venda, o merchandising. Contudo, não adianta somente utilizar ferramentas que tragam resultados a curto prazo. Apesar de essas ferramentas serem importantes, seu uso em excesso poderá fazer com que o consumidor as identifique como, por exemplo, um apelo para despejar no mercado produtos presos no estoque. É necessário que, além de pensar a curto prazo, as empresas também planejem suas ações a longo prazo. Para isso, muitas têm voltado o seu foco para os clientes. Desse modo, é mais rentável adquirir um cliente e mantê-lo, do que somente realizar ações que chamem clientes à compra sem fidelizá-los. 2.1 Marketing de Relacionamento De acordo com KOTLER e ARMSTRONG (2003, p. 474) o Marketing de Relacionamento: Além de elaborar estratégias para atrair novos clientes e criar transações com eles, as empresas empenham-se em reter os clientes existentes e construir com eles relacionamentos lucrativos e duradouros. O relacionamento entre a empresa e o cliente torna-se essencial para o processo de fidelização. O Marketing de relacionamento permite que não só haja a atração e a retenção de clientes, como também a participação da empresa nas compras dos consumidores. Através de um relacionamento mais próximo da empresa com o cliente, torna-se possível observar e determinar as necessidades, anseios e demandas do mercado. Assim, é possível traçar estratégias e ações que sejam mais eficazes para o consumidor determinado. O marketing de relacionamento mostra aos clientes que é possível construir uma relação lucrativa para ambos. O cliente, nessa relação, receberá valor e satisfação superiores e, em troca, eles só deverão ser fiéis ao consumo

6 da marca. Porém essa fidelidade surge naturalmente, visto que o cliente perceberá que está levando produtos com valor superior ao das outras marca, o que conseqüentemente o deixará satisfeito. Os benefícios que um cliente satisfeito traz a empresa são inúmeros. Eles passam a fazer propaganda do produto, ou seja, um diz ao outro a boa experiência que obteve com a marca; também continuam comprando o produto mesmo que outra empresa ofereça preço inferior. Desse modo, pode-se perceber que por meio de um relacionamento mais próximo, a marca fica na preferência do consumidor. 3 O papel da promoção de vendas na fidelização Segundo Domenico e Macri (2005, p. 5), a fidelidade está baseada em 3 pilares: Relacionamento: estabelece comunicação direta com o cliente; Reconhecimento: diferenciação da empresa com relação as outras; Recompensa: incentivo para o cliente consumir. A promoção de vendas, com seu conjunto de ferramentas, torna-se importante para o processo de fidelização por incentivar a compra dos produtos, aproximar a empresa e o cliente, e destacá-la das outras por realizar uma abordagem diferenciada junto a seus consumidores. Oferecendo um incentivo para a venda, e agregando assim mais valor ao produto, a empresa destaca-se com força competitiva no mercado. 3.1 Estudo de caso: Programas de Milhas O Programa de Milhas é estruturado para que o consumo de produtos ou serviços específicos de uma companhia aérea possa ser convertido em novos produtos ao consumidor como passagens, serviços ou tratamento privilegiado. Kotler (2003, p. 619) define esse tipo de programa como Recompensas por comprar o produto: valores em dinheiro ou outras formas que sejam proporcionais à compra, de um revendedor ou grupo de revendedores.

7 O sistema de milhas começou com a American Air Lines em 1981 e tinha como o objetivo fidelizar clientes. Segundo Freire (2009), o que se observou, depois, é que vários outros tipos de usuários começaram a utilizar o serviço de milhagem, tendo em vista o benefício desse tipo de programa. A partir dessa origem, outras empresas de grande porte passaram a usar o programa de milhagem. No entanto, esse tipo de programa de fidelização passou a ser visto como algo dispendioso e usado somente por grandes empresas de aviação. Essa condição, de empresas de grande porte ser as únicas a possuírem um programa de milhagem, foi modificada com a quebra da Varig e sua conseqüente compra pela companhia aérea Gol, formando a Gol/Varig. A Varig já possuía um programa de milhagem constituído chamado de Programa Smiles. A compra da Varig pela Gol fez com que a empresa adquirisse o Programa de Fidelidade. O Programa de Milhas Smiles consiste na emissão de cartões divididos nas categorias azul, prata, ouro e diamante. Ao aderir o programa, o cliente adquire o cartão azul. O acúmulo contínuo de milhas permite que o cliente avance de categoria até chegar ao diamante. No cartão diamante as bonificações são maiores e decrescem até retornar aos bônus mínimos existentes no cartão azul. Pode-se notar que existe a intenção de manter o consumidor ativo ao dar cada vez mais recompensas maiores. Desse modo, mantém o cliente na busca constante por bonificações. São três as formas que os clientes podem adquirir milhas, de acordo com o site Smiles. Através de compra de passagens áreas na Gol/Varig, voando pelas companhias aéreas parceiras (Air France, KLM e American Airlines) ou adquirindo produtos e serviços de parceiros não-aéreos. A questão de formar alianças com companhias aéreas e não-aéreas é um diferencial para o Smiles e para as empresas que se ligam ao programa. A relação que o Smiles possui com Air France, KLM e American Airlines, permite gerar demanda para ambas as empresas. O mesmo ocorre com as empresas não-aéreas, para acumular mais pontos os clientes vão consumindo mais os produtos e serviços, para que sejam convertidos em pontos. Dessa forma, o

8 Programa passa a fidelizar tanto os clientes das companhias aéreas, quanto os das empresas não-aéreas. O Smiles rendeu à Gol, um acordo de 252 milhões de reais firmado com o Banco do Brasil e o Bradesco para a emissão de cartões de crédito que acumulam milhas (...). Os 252 milhões de reais se converterão em milhas, vendidas com descontos estimados de 70% aos bancos e repassadas aos clientes dos cartões (PORTAL EXAME, 24/11/2009). Outra vantagem para os portadores do cartão Smiles é a flexibilidade na troca das milhas. Os pontos não precisam ser convertidos necessariamente em passagens, mas também em produtos e serviços oferecidos por parceiros do Smiles. Temos como exemplo de parceiros não aéreos cartões de crédito, restaurantes (PROGRAMA SMILLES, 24/11/2009). O Portal Exame (24/11/2009) traduz em números o sucesso do Smilles Gol/Varig: o programa conta com 6,9 milhões de usuários e, atualmente, a Gol tem 42% do mercado, competindo coma TAM que possui 45%. A revista ainda ressalta que, no passado, os Programas de Milhagens eram vistos como gastos, porém, atualmente, são observados como processos estratégicos que buscam ganho maior das empresas aéreas para além da própria venda de bilhetes aéreos. 4 Considerações Finais O estudo mostrou a importância da promoção de vendas para as empresas. Através das ferramentas utilizadas pela promoção, foi possível apresentar de que forma elas são utilizadas. Mostrou-se também a importância da fidelização e do Marketing de Relacionamento para as empresas e como isso se converte em promoção para incentivo das vendas. Referências COBRA, Marcos. Marketing Básico: Uma Abordagem Brasileira. São Paulo: Editora Atlas, 2007, 4º ed. DOMENICO, Silvia; MACRI, Mariana Macri. Confiança e Fidelização de Clientes: Um Estudo Em Serviços Aéreos. São Paulo: Semead USP, 2005

9 FREIRE, Ricardo. A Farra das Milhas. Revista Época. Disponível em < >. Acesso em 24/11/2009 às 23:00. KOTLER, Phillip. Administração de Marketing: a edição do novo milênio. São Paulo: Pearson Prentice Hall, ; ARMSTRONG, Gary. Princípios de Marketing. 9ª edição. São Paulo: Prentice Hall, 2003 PORTAL EXAME. Chegou a Hora de Dar Milhas. Disponível em < >. Acesso: em 24/11/2009 às 23:00 PROGRAMA SMILES. Smiles. Disponível em < >. Acesso em 24/11/2009 às 23:00

Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior

Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior REGULAMENTO DE ACÚMULO DE PONTOS NO PROGRAMA BRADESCO COM TRANSFERÊNCIA PARA O PROGRAMA FIDELIDADE

Leia mais

Projeto Cartão de Fidelidade. 1- Do Projeto:

Projeto Cartão de Fidelidade. 1- Do Projeto: 1- Do Projeto: O projeto visa dar acesso aos associados de associações comunitárias de Rio Pardo de Minas/MG à compra de produtos em uma rede credenciada local através de um cartão de compras que garanta

Leia mais

Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior

Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior Este regulamento está em vigor a partir do 11/07/2007 (inclusive) substituindo e cancelando o anterior REGULAMENTO DE ACÚMULO DE PONTOS NO PROGRAMA BRADESCO COM TRANSFERÊNCIA PARA O PROGRAMA FIDELIDADE

Leia mais

O uso da tecnologia CRM em uma empresa de pequeno porte no município de Bambuí-MG

O uso da tecnologia CRM em uma empresa de pequeno porte no município de Bambuí-MG O uso da tecnologia CRM em uma empresa de pequeno porte no município de Bambuí-MG Caroline Passatore¹, Dayvid de Oliveira¹, Gustavo Nunes Bolina¹, Gabriela Ribeiro¹, Júlio César Benfenatti Ferreira² 1

Leia mais

REGULAMENTO CARTÃO FIDELIDADE - POSTO CHAPARRAL

REGULAMENTO CARTÃO FIDELIDADE - POSTO CHAPARRAL REGULAMENTO CARTÃO FIDELIDADE - POSTO CHAPARRAL COMO PARTICIPAR Para participar basta preencher uma ficha de inscrição, disponível no POSTO CHAPARRAL ou fazendo seu cadastro via internet pelo site www.postochaparral.com.br.

Leia mais

O ABC do Programa de Fidelização

O ABC do Programa de Fidelização O ABC do Programa de Fidelização COMO E POR QUÊ RETER CLIENTES? Diagnóstico As empresas costumam fazer um grande esforço comercial para atrair novos clientes. Isso implica Investir um alto orçamento em

Leia mais

Tecnologia no Varejo: Oportunidades e Desafios

Tecnologia no Varejo: Oportunidades e Desafios Seminário GVcev Tecnologia no Varejo: Oportunidades e Desafios Tema: Tecnologia para Entender e Atender o consumidor Palestrante: Paulo Nassar HISTÓRICO Cobasi uma empresa brasileira Iniciou suas atividades

Leia mais

Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas. Copyright 2006 by Pearson Education

Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas. Copyright 2006 by Pearson Education Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas Copyright 2006 by Pearson Education Propaganda Qualquer forma paga de apresentação não pessoal e promocional

Leia mais

O SEBRAE e o que ele pode fazer pelo seu negócio

O SEBRAE e o que ele pode fazer pelo seu negócio Aumente suas vendas O SEBRAE e o que ele pode fazer pelo seu negócio Consultorias Palestras SEBRAE Mais Programas setoriais Palestras Trilha de aprendizagem empresarial EAD Na Medida Cursos SEI E muito

Leia mais

MARKETING DE RELACIONAMENTO

MARKETING DE RELACIONAMENTO MARKETING DE RELACIONAMENTO 1 O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica

Leia mais

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO

TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO TÍTULO: O CRM NA FIDELIZAÇÃO DE CLIENTES EM UMA EMPRESA DE MATERIAL PARA CONSTRUÇÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE AURIFLAMA AUTOR(ES):

Leia mais

Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas

Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas Capítulo 18 Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas Copyright 2006 by Pearson Education Questões abordadas no capítulo Quais são as etapas envolvidas

Leia mais

EMPREENDEDORISMO Marketing

EMPREENDEDORISMO Marketing Gerenciando o Marketing EMPREENDEDORISMO Marketing De nada adianta fabricar um bom produto ou prestar um bom serviço. É preciso saber colocálo no mercado e conseguir convencer as pessoas a comprá-lo. O

Leia mais

Como criar um clube de vantagens para seus clientes

Como criar um clube de vantagens para seus clientes Como criar um clube de vantagens para seus clientes Introdução Adquirir clientes no mundo competitivo atual é cada vez mais difícil e caro. Por este motivo, torna-se muito importante ações que fidelize

Leia mais

Somente com estratégia, varejo consegue reter clientes

Somente com estratégia, varejo consegue reter clientes Somente com estratégia, varejo consegue reter clientes Márcia Sola O mercado varejista no Brasil tem experimentado uma série de mudanças nos últimos anos. A estabilização da economia, o desenvolvimento

Leia mais

A Importância do Marketing nos Serviços da. Área de Saúde - Estratégias utilizadas para fidelizar o cliente

A Importância do Marketing nos Serviços da. Área de Saúde - Estratégias utilizadas para fidelizar o cliente A Importância do Marketing nos Serviços da Área de Saúde - Estratégias utilizadas para fidelizar o cliente Hellen Souza¹ Universidade do Vale do Rio dos Sinos UNISINOS RESUMO Este artigo aborda a importância

Leia mais

Escala de Vínculo. O que entender por fidelidade? Thelma Rocha 1 e Fabiano Rodrigues 2

Escala de Vínculo. O que entender por fidelidade? Thelma Rocha 1 e Fabiano Rodrigues 2 Thelma Rocha 1 e Fabiano Rodrigues 2 Esta edição dos Estudos ESPM aborda os programas de fidelidade implantados em países emergentes, com ênfase no modelo chamado programa de coalizão. Esse tipo de programa

Leia mais

6 Dica c s a p s a p r a a r c a omp mp a r r a pa pa ag a e g n e s n a r é e r a e s a mu m ito t m o a m i a s bar a a r t a a t s a

6 Dica c s a p s a p r a a r c a omp mp a r r a pa pa ag a e g n e s n a r é e r a e s a mu m ito t m o a m i a s bar a a r t a a t s a 6 Dicas para comprar passagens aéreas muito mais baratas Viajar de avião sai mais em conta, já que a viagem fica mais rápida e um pouco mais confortável. Se os preços das passagens aéreas variam muito

Leia mais

Integrada de Marketing. UNIBAN Unidade Marte Disciplina: Planejamento de Campanha Prof. Me. Francisco Leite Aulas: 31.03.11

Integrada de Marketing. UNIBAN Unidade Marte Disciplina: Planejamento de Campanha Prof. Me. Francisco Leite Aulas: 31.03.11 O Planejamento de Comunicação Integrada de Marketing UNIBAN Unidade Marte Disciplina: Planejamento de Campanha Prof. Me. Francisco Leite Aulas: 31.03.11 Agenda: Planejamento de Comunicação Integrada de

Leia mais

FIDELIZAÇÃO: DICAS PARA SEUS CLIENTES VOLTAREM E COMPRAREM MAIS

FIDELIZAÇÃO: DICAS PARA SEUS CLIENTES VOLTAREM E COMPRAREM MAIS Como conquistar e manter clientes Marketing de Relacionamento Visa a orientar como utilizar as ferramentas do marketing de relacionamento para aumentar as vendas e fidelizar clientes. Público-alvo: empresários

Leia mais

Os Sistemas de Informação para as Operações das Empresas e o Comércio Eletrônico Simulado Verdadeiro ou Falso

Os Sistemas de Informação para as Operações das Empresas e o Comércio Eletrônico Simulado Verdadeiro ou Falso Os Sistemas de Informação para as Operações das Empresas e o Comércio Eletrônico Simulado Verdadeiro ou Falso 1. Muitas organizações estão utilizando tecnologia da informação para desenvolver sistemas

Leia mais

FAQs Novo Programa de Fidelidade Copa Airlines 2015

FAQs Novo Programa de Fidelidade Copa Airlines 2015 FAQs Novo Programa de Fidelidade Copa Airlines 2015 O programa 1. Qual é o nome do novo programa de fidelidade da Copa Airlines? O nome do novo programa de fidelidade da Copa Airlines é ConnectMiles. 2.

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE SITES DE COMPRA COLETIVA, POR EMPRESAS DO RAMO ALIMENTÍCIO, COMO ESTRATÉGIA DE MARKETING

UTILIZAÇÃO DE SITES DE COMPRA COLETIVA, POR EMPRESAS DO RAMO ALIMENTÍCIO, COMO ESTRATÉGIA DE MARKETING UTILIZAÇÃO DE SITES DE COMPRA COLETIVA, POR EMPRESAS DO RAMO ALIMENTÍCIO, COMO ESTRATÉGIA DE MARKETING Monique Michelon 1 Lorete Kossowski 2 RESUMO O empreendedorismo no Brasil vive hoje um cenário promissor,

Leia mais

www.proconrj.gov.br milhas.indd 1 26/05/2014 10:59:40

www.proconrj.gov.br milhas.indd 1 26/05/2014 10:59:40 www.proconrj.gov.br milhas.indd 1 26/05/2014 10:59:40 1 - Quem é Consumidor? Consumidor é toda pessoa física ou jurídica que adquire ou utiliza produto ou serviço como destinatário final (Art. 2º do Código

Leia mais

Módulo 4 O que é CRM?

Módulo 4 O que é CRM? Módulo 4 O que é CRM? Todos nós já sabemos a importância de manter os clientes fiéis e a qualidade do atendimento que temos que oferecer para fidelizar cada vez mais os clientes. Atualmente, uma das principais

Leia mais

Conhecimentos de Vendas: Clientes, Produtos e Tecnologias

Conhecimentos de Vendas: Clientes, Produtos e Tecnologias Conhecimentos de Vendas: Clientes, Produtos e Tecnologias Esquema de Palestra I. Fontes de Conhecimentos Sobre Vendas A. Treinamento de Vendas atividade desenvolvida por um empregador para oferecer ao

Leia mais

ATENDIMENTO AO CLIENTE COMO FERRAMENTA DE PROMOÇÃO DE VENDAS: um estudo na Drogaria Helofarma

ATENDIMENTO AO CLIENTE COMO FERRAMENTA DE PROMOÇÃO DE VENDAS: um estudo na Drogaria Helofarma ATENDIMENTO AO CLIENTE COMO FERRAMENTA DE PROMOÇÃO DE VENDAS: um estudo na Drogaria Helofarma RESUMO Lorendana Alves Bispo Nunes 1 Elen Dayse Oliveira Santana 2 Késia Pereira Brito 3 Cleide Ane Barbosa

Leia mais

No mundo atual, globalizado e competitivo, as organizações têm buscado cada vez mais, meios de se destacar no mercado. Uma estratégia para o

No mundo atual, globalizado e competitivo, as organizações têm buscado cada vez mais, meios de se destacar no mercado. Uma estratégia para o DATABASE MARKETING No mundo atual, globalizado e competitivo, as organizações têm buscado cada vez mais, meios de se destacar no mercado. Uma estratégia para o empresário obter sucesso em seu negócio é

Leia mais

Regulamento Programa de Relacionamento da Cartão BRB

Regulamento Programa de Relacionamento da Cartão BRB Regulamento Programa de Relacionamento da Cartão BRB 1. Condições Gerais Este instrumento tem como objetivo regulamentar a participação dos titulares dos cartões de crédito da Cartão BRB participantes

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA ITAUCARD BUSINESS REWARDS

REGULAMENTO DO PROGRAMA ITAUCARD BUSINESS REWARDS REGULAMENTO DO PROGRAMA ITAUCARD BUSINESS REWARDS 1. DISPOSIÇÕES GERAIS a) Este Regulamento faz parte integrante do Contrato de Cartão de Crédito ( Contrato ) e regula as condições aplicáveis ao Programa

Leia mais

Como ganhar dinheiro com Milhas Aéreas

Como ganhar dinheiro com Milhas Aéreas Como ganhar dinheiro com Milhas Aéreas Introdução. De um lado, empresas que buscam fidelizar clientes oferecendo pontos e recompensas. De outro, clientes que aproveitam as vantagens e, mais do que isso,

Leia mais

FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING. Professor: Arlindo Neto

FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING. Professor: Arlindo Neto FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM ADMINISTRAÇÃO MÓDULO DE MARKETING Professor: Arlindo Neto Competências a serem trabalhadas GESTÃO DE MARKETING PUBLICIDADE E PROPAGANDA GESTÃO COMERCIAL FTAD FORMAÇÃO TÉCNICA EM

Leia mais

Divisão Alimentícia I. PRODUTOS

Divisão Alimentícia I. PRODUTOS Divisão Alimentícia I. PRODUTOS No segmento alimentício a Saggio oferece uma linha de produtos solúveis, instantâneos e outros produtos diferenciados, verdadeiras especialidades, aliando a mais moderna

Leia mais

Como lutar em uma guerra de preços

Como lutar em uma guerra de preços Como lutar em uma guerra de preços Juliana Kircher Macroplan Prospectiva, Estratégia e Gestão Julho de 2006 Guerras de preços já são fatos concretos que ocorrem frequentemente em todos os mercados, seja

Leia mais

Questões abordadas no capítulo

Questões abordadas no capítulo AULA 12 Marketing Questões abordadas no capítulo Qual é a função da comunicação de marketing? Como funciona a comunicação de marketing? Quais são as principais etapas do desenvolvimento de uma comunicação

Leia mais

Shopper Marketing: A Influência no Momento da Compra MANUAL DO CURSO ESPM. Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP.

Shopper Marketing: A Influência no Momento da Compra MANUAL DO CURSO ESPM. Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP. Shopper Marketing: A Influência no Momento da Compra MANUAL DO CURSO ESPM Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP Informações Central de Relacionamento: (11) 5081-8200 (opção 1) Segunda a

Leia mais

REGULAMENTO DE ACÚMULO DE MILHAS COM O CARTÃO DE CRÉDITO BRADESCO E TRANSFERÊNCIA PARA O PROGRAMA SMILES

REGULAMENTO DE ACÚMULO DE MILHAS COM O CARTÃO DE CRÉDITO BRADESCO E TRANSFERÊNCIA PARA O PROGRAMA SMILES REGULAMENTO DE ACÚMULO DE MILHAS COM O CARTÃO DE CRÉDITO BRADESCO E TRANSFERÊNCIA PARA O PROGRAMA SMILES 1. DO OBJETO 1.1. O objeto do presente regulamento consiste em estabelecer normas gerais para o

Leia mais

MEU FATOR DE SUCESSO A essência do seu trabalho PLANO DE CARREIRA E VANTAGENS

MEU FATOR DE SUCESSO A essência do seu trabalho PLANO DE CARREIRA E VANTAGENS MEU FATOR DE SUCESSO A essência do seu trabalho PLANO DE CARREIRA E VANTAGENS Seja Bem Vinda! Em 1995 quando ao lado da minha família idealizei a Fator 5, tinha a meu favor a minha força de vontade, minha

Leia mais

Marcas: Um Estudo do Marketing Promocional da Fisk de Alegre

Marcas: Um Estudo do Marketing Promocional da Fisk de Alegre Marcas: Um Estudo do Marketing Promocional da Fisk de Alegre Danilo Rocha Gomes UVV/FACULDADE DE GUAÇUÍ danulio@hotmail.com Marcos Ferreira Santos UVV/FACULDADE DE GUAÇUÍ marcos.santos@uvv.br Marinete

Leia mais

Como fazer marketing de relacionamento

Como fazer marketing de relacionamento Como fazer marketing de relacionamento O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO MARKETING (PROPAGANDA E PUBLICIDADE) EM PERÍODOS DE CRISE:

A IMPORTÂNCIA DO MARKETING (PROPAGANDA E PUBLICIDADE) EM PERÍODOS DE CRISE: A IMPORTÂNCIA DO MARKETING (PROPAGANDA E PUBLICIDADE) EM PERÍODOS DE CRISE: um caso de sucesso na empresa Jota Print Comunicação Visual na cidade de Muritiba Bahia Jamylle Carvalho Cardoso Correia 1 Jorge

Leia mais

Palavras Chave: Segurança, Transporte, Cliente, Modernidade, Agilidade.

Palavras Chave: Segurança, Transporte, Cliente, Modernidade, Agilidade. RESUMO A imagem de uma empresa de transporte é diretamente influenciada pelas condições do meio urbano. As grandes cidades e as regiões metropolitanas são as que mais sofrem com o trânsito, um dos principais

Leia mais

RECURSOS HUMANOS PRODUÇÃO

RECURSOS HUMANOS PRODUÇÃO RECURSOS HUMANOS FINANCEIRO VENDAS PRODUÇÃO DEPARTAMENTO MERCADOLÓGICO Introduzir no mercado os produtos ou serviços finais de uma organização, para que sejam adquiridos por outras organizações ou por

Leia mais

UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM MARKETING. PROJETO VEZ DO MESTRE PROMOÇÃO DE VENDAS

UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM MARKETING. PROJETO VEZ DO MESTRE PROMOÇÃO DE VENDAS 1 UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO EM MARKETING. PROJETO VEZ DO MESTRE PROMOÇÃO DE VENDAS OBJETIVOS: Formular uma base orientadora, para que eu possa desenvolver habilidades e técnicas de vendas,

Leia mais

MARKETING DE VENDAS. Maiêutica - Curso de Processos Gerenciais

MARKETING DE VENDAS. Maiêutica - Curso de Processos Gerenciais MARKETING DE VENDAS Alcioni João Bernardi Prof. Ivanessa Felicetti Lazzari Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Processos Gerenciais (EMD0130) Prática do Módulo IV 27/11/12 RESUMO Este trabalho

Leia mais

Conceito de Marketing Considerações Preliminares Atendimento

Conceito de Marketing Considerações Preliminares Atendimento Conceito de Marketing Considerações Preliminares Atendimento Metodologia de Ensino 1) Noções de Marketing 2) Marketing de Serviço 3) Marketing de Relacionamento 1 2 1) Noções de Marketing 3 4 5 6 www.lacconcursos.com.br

Leia mais

Boas práticas para envio de SMS

Boas práticas para envio de SMS Boas práticas para envio de SMS Saiba como construir suas mensagens para envios de SMS corporativos, atendendo as boas práticas para ter sucesso em suas ações Mensagens para envio de SMS Como Utilizar?

Leia mais

PROGRAMA DE FIDELIDADE CLUBE COLOMBO REGULAMENTO

PROGRAMA DE FIDELIDADE CLUBE COLOMBO REGULAMENTO Versão 1 (1128/02/2012) PROGRAMA DE FIDELIDADE CLUBE COLOMBO REGULAMENTO I DEFINIÇÕES 1.1. O Programa de Fidelidade do Colombo Park Shopping, doravante denominado simplesmente Programa de Fidelidade CLUBE

Leia mais

Regulamento Programa de Relacionamento da Cartão BRB

Regulamento Programa de Relacionamento da Cartão BRB Regulamento Programa de Relacionamento da Cartão BRB 1. Condições Gerais Este instrumento tem como objetivo regulamentar a participação dos titulares dos cartões de crédito da Cartão BRB participantes

Leia mais

2. ADESÃO AO PROGRAMA 2.1. A adesão pelos CLIENTES ao PROGRAMA será automática quando do desbloqueio dos CARTÕES.

2. ADESÃO AO PROGRAMA 2.1. A adesão pelos CLIENTES ao PROGRAMA será automática quando do desbloqueio dos CARTÕES. REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BENEFÍCIOS PAN+ 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. Este Regulamento estabelece as regras de participação dos clientes pessoa física Titulares e Adicionais ("CLIENTES" ou "CLIENTE")

Leia mais

Balanço do Crédito do Comércio Varejista

Balanço do Crédito do Comércio Varejista Receitas de Vendas A vista (cartão de débito, dinheiro e cheque) Vendas a Prazo (cartão de crédito, cheque pré-datado, etc.) Total Formas de vendas a prazo que a empresa aceita Cheque Cartão de Crédito

Leia mais

Unidade IV. Marketing. Profª. Daniela Menezes

Unidade IV. Marketing. Profª. Daniela Menezes Unidade IV Marketing Profª. Daniela Menezes Comunicação (Promoção) Mais do que ter uma ideia e desenvolver um produto com qualidade superior é preciso comunicar a seus clientes que o produto e/ ou serviço

Leia mais

Orbitall. Autora: Carolina Fernandes Corrêa Leite. Orientadora: Profa. Ms. Ana Maria Santiago Jorge de Melo. Universidade Presbiteriana Mackenzie

Orbitall. Autora: Carolina Fernandes Corrêa Leite. Orientadora: Profa. Ms. Ana Maria Santiago Jorge de Melo. Universidade Presbiteriana Mackenzie Orbitall Autora: Carolina Fernandes Corrêa Leite Orientadora: Profa. Ms. Ana Maria Santiago Jorge de Melo Universidade Presbiteriana Mackenzie Introdução O setor de cartões de crédito tem crescido a taxas

Leia mais

Cartões Private Label

Cartões Private Label Cartões Private Label Quando implementar? Como ativar? Por que ir além? Walter Rabello Quando Implementar Como Ativar Por que Ir além O que é Private Label? Para quem trabalha no mercado de cartões: Cartão

Leia mais

2015 Manual de Parceiro de Educação. Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos.

2015 Manual de Parceiro de Educação. Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos. 2015 Manual de Parceiro de Educação Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos. Prêmios Reais, a Partir de Agora Bem-vindo ao Intel Technology Provider O Intel Technology Provider é um programa

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIDADE POSÉ DEPILAÇÃO EXPRESSA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIDADE POSÉ DEPILAÇÃO EXPRESSA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIDADE POSÉ DEPILAÇÃO EXPRESSA 1. Cadastro e Informações Gerais do Programa 1.1. O Programa Fidelidade Posé Depilação Expressa consiste em um programa de incentivo da Posé,

Leia mais

FATEC Cruzeiro José da Silva. Ferramenta CRM como estratégia de negócios

FATEC Cruzeiro José da Silva. Ferramenta CRM como estratégia de negócios FATEC Cruzeiro José da Silva Ferramenta CRM como estratégia de negócios Cruzeiro SP 2008 FATEC Cruzeiro José da Silva Ferramenta CRM como estratégia de negócios Projeto de trabalho de formatura como requisito

Leia mais

MARKETING PROMOCIONAL X PROMOÇÃO DE VENDAS. Qual a diferença?

MARKETING PROMOCIONAL X PROMOÇÃO DE VENDAS. Qual a diferença? MARKETING PROMOCIONAL X PROMOÇÃO DE VENDAS Qual a diferença? Marketing promocional É uma ferramenta que se utiliza de várias outras para promover a promoção de vendas. Por exemplo: Marketing promocional

Leia mais

SEGMENTAÇÃO E TERCEIRA IDADE, UMA OPORTUNIDADE DE MERCADO

SEGMENTAÇÃO E TERCEIRA IDADE, UMA OPORTUNIDADE DE MERCADO 1 SEGMENTAÇÃO E TERCEIRA IDADE, UMA OPORTUNIDADE DE MERCADO Orientação: Drª. Arlete Eni GRANERO Mariana AYRES e Mohara VALLE 1 Resumo: Este artigo se propõe a discutir a relação entre a importância e as

Leia mais

5/11/2008. Questões abordadas no capítulo. Comunicação de marketing

5/11/2008. Questões abordadas no capítulo. Comunicação de marketing Capítulo 17 Gerenciamento da comunicação integrada de marketing Questões abordadas no capítulo Qual é a função da comunicação de marketing? Como funciona a comunicação de marketing? Quais são as principais

Leia mais

PROMOÇÃO: TÉCNICAS PARA DIVULGAR SEUS PRODUTOS E SERVIÇOS

PROMOÇÃO: TÉCNICAS PARA DIVULGAR SEUS PRODUTOS E SERVIÇOS Orientar como utilizar e obter melhores resultados com as promoções de vendas. Público-alvo: empresários de micro e pequenas empresas e empreendedores Conteúdo programático: apresentação e discussão das

Leia mais

A MILHAS DO ATENDIMENTO IDEAL

A MILHAS DO ATENDIMENTO IDEAL A MILHAS DO ATENDIMENTO IDEAL P O R E R I C A M A R T I N E I S A B E L L A V I L L A L B A OS PROGRAMAS DE FIDELIDADE DAS COMPANHIAS AÉREAS CONQUISTAM A SIMPATIA DOS CLIENTES, MAS LIDERAM O RANKING DE

Leia mais

Ponto pra Você. Programa de relacionamento do Banco do Brasil para clientes pessoas físicas

Ponto pra Você. Programa de relacionamento do Banco do Brasil para clientes pessoas físicas Ponto pra Você Programa de relacionamento do Banco do Brasil para clientes pessoas físicas Fevereiro/2014 Sumário O que é o programa Ponto pra Você?... 3 Quem participa do programa?... 3 Pontos: quais

Leia mais

Palavras-chave: Comunicação; Campanha Promocional; Gellatino; Picolé.

Palavras-chave: Comunicação; Campanha Promocional; Gellatino; Picolé. Campanha Promocional Gellatino Sabores 1 Neuma OLIVEIRA 2, Hugor IORAS 3, Ilmar JÚNIOR 4 Janaína BRITO 5, Laís MELO 6, Meronilce REIS 7 Railton MARREIRA 8, Rosana ROSA 9 Jackson ROBLES 10 Maria Angela

Leia mais

Pagamos mais de $ 4.000.000.000 de dólares em Bonificações a nossos Distribuidores durante os últimos 20 anos.

Pagamos mais de $ 4.000.000.000 de dólares em Bonificações a nossos Distribuidores durante os últimos 20 anos. Criando Milionários Pagamos mais de $ 4.000.000.000 de dólares em Bonificações a nossos Distribuidores durante os últimos 20 anos. Criamos mais de 400 milionários incluindo: 17 membros do Círculo dos Us$

Leia mais

Trade Marketing MANUAL DO CURSO

Trade Marketing MANUAL DO CURSO Trade Marketing MANUAL DO CURSO ESPM Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP Informações Central de Candidatos: (11) 5081-8200 (opção 1) Segunda a sexta-feira 9h às 21h Sábado 9h às 13h candidato@espm.br

Leia mais

Dicas de Gestão para o Empresário do Setor Comércio Varejista

Dicas de Gestão para o Empresário do Setor Comércio Varejista Dicas de Gestão para o Empresário do Setor Comércio Varejista Você conhece o seu cliente? Não poupe esforços e invista no visual da loja Planejamento estratégico Cuide da Saúde Financeira da Sua Empresa

Leia mais

Apresentação dos Resultados 3T06

Apresentação dos Resultados 3T06 Apresentação dos Resultados 3T06 Aviso Legal Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS - Marketing Internacional

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS - Marketing Internacional INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS - Marketing CURSO: Administração DISCIPLINA: Comércio FONTE: DIAS, Reinaldo. RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. Atlas. São Paulo: 2004 2.4d_ização de

Leia mais

MARKETING DE RELACIONAMENTO

MARKETING DE RELACIONAMENTO 1 MARKETING DE RELACIONAMENTO Rodinei Vargas De Araújo RESUMO: Este trabalho apresenta os elementos que constituem um Artigo Cientifico sobre o tema principal que é o Marketing de Relacionamento para empresa

Leia mais

Aulas expositivas. Discussões em grupo. Análise de textos. Estudos de caso. Apresentações em classe.

Aulas expositivas. Discussões em grupo. Análise de textos. Estudos de caso. Apresentações em classe. CURSO: ADMINISTRAÇÃO SEMESTRE: 3 DISCIPLINA: MARKETING CARGA HORARIA: 80 HORAS Ementário: Conceitos gerais de marketing. Macro e microambiente. Planejamento estratégico de marketing. Comportamento do consumidor.

Leia mais

Relatório - Plano de Ensino

Relatório - Plano de Ensino Página: 1/6 Disciplina: CCA0321 - PROJETO EXPERIMENTAL - PROMO. DE VENDAS E MERCHA. DESCRIÇÃO DO PLANO DE ENSINO PROJETO EXPERIMENTAL - PROMOÇÃO DE VENDAS E MERCHANDISING PERFIL DO DOCENTE Graduado em

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA MARKETING DE RELACIONAMENTO (CRM) Por: Fábio D Oliveira da Silva Orientador Prof. Aleksandra Sliwowska Rio de Janeiro 2012 UNIVERSIDADE

Leia mais

Como criar um clube de vantagens em sua empresa

Como criar um clube de vantagens em sua empresa Como criar um clube de vantagens em sua empresa Uma publicação Introdução Atrair e reter bons funcionários no mundo competitivo atual é cada vez mais difícil e caro. Por este motivo, torna-se muito importante

Leia mais

ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS. 1. Sumário Executivo. Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso. 2. Sumário da Empresa. 2.1 Composição da Sociedade

ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS. 1. Sumário Executivo. Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso. 2. Sumário da Empresa. 2.1 Composição da Sociedade ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS 1. Sumário Executivo Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso 2. Sumário da Empresa 2.1 Composição da Sociedade Perfil Individual dos sócios, experiência, formação, responsabilidades

Leia mais

Operações de Merchandising estratégias competitivas para o aumento da vendas em supermercados do pequeno varejo de secos e molhados

Operações de Merchandising estratégias competitivas para o aumento da vendas em supermercados do pequeno varejo de secos e molhados Operações de Merchandising estratégias competitivas para o aumento da vendas em supermercados do pequeno varejo de secos e molhados Fabiano Akiyoshi Nagamatsu Everton Lansoni Astolfi Eduardo Eufrasio De

Leia mais

REGULAMENTO CLUBE DE RELACIONAMENTO DROGARIA CATARINENSE

REGULAMENTO CLUBE DE RELACIONAMENTO DROGARIA CATARINENSE REGULAMENTO CLUBE DE RELACIONAMENTO DROGARIA CATARINENSE 1. PROGRAMA DE RELACIONAMENTO 1.1. O presente instrumento tem por objetivo regulamentar a participação dos clientes da COMPANHIA LATINO AMERICANA

Leia mais

5.500 postos de serviço

5.500 postos de serviço 5.500 postos de serviço Em 2009, a Ipiranga manteve sua trajetória de expansão acelerada da escala, com a aquisição das operações da rede de distribuição de combustíveis da Texaco no Brasil e investimentos

Leia mais

Seminário de apresentação da Rede Gestus

Seminário de apresentação da Rede Gestus Seminário de apresentação da Rede Gestus Rede Gestus O LOGOTIPO Rede Gestus Internacionalização Zona 4 Gestus Compras Cartão ECOTUR Portal Gestus Cartão Gestus Contact Center CRM Zona 4 O LOGOTIPO Características:

Leia mais

VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA

VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA VAMOS DAR INICIO A MAIS UMA AULA DO CURSO DE PROPAGANDA E MARKETING- 4 MÓDULO COMO GANHAR DINHEIRO COM MALA DIRETA 4 E ÚLTIMO MÓDULO: Como Ganhar dinheiro com Mala Direta APRESENTAÇÃO PESSOAL Edileuza

Leia mais

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING

CONSULTOR CARLOS MARTINS AÇAO EM MARKETING CONSULTOR CARLOS MARTINS CRIA - AÇAO EM MARKETING SUA EMPRESA Copyright Consultor Carlos Martins - Todos os direitos reservados wwwcarlosmartinscombr - consultor@carlosmartinscombr Como conquistar Clientes

Leia mais

marketing Promocional Marketing 11 3721-3787

marketing Promocional Marketing 11 3721-3787 Marketing Promo Descomplicado 2015 Um dos maiores desafios que o Marketing Promocional enfrenta é o excesso de informações recebidas diariamente pelos consumidores, o que exige maior empenho dos profissionais

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE RELACIONAMENTO DA CARTÃO BRB

REGULAMENTO PROGRAMA DE RELACIONAMENTO DA CARTÃO BRB REGULAMENTO PROGRAMA DE RELACIONAMENTO DA CARTÃO BRB 1. Condições Gerais Este instrumento tem como objetivo regulamentar a participação dos titulares dos cartões de crédito da CARTÃO BRB participantes

Leia mais

COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL

COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL Regulamento Promoção Campanha de Internet 2009 Companhia de Seguros Aliança do Brasil Rua Manoel da Nóbrega, 1.280, 9 ºandar CEP 04001-004 - São Paulo - SP I. Período da Promoção e Abrangência 1. A promoção

Leia mais

REGULAMENTO DO FASCAR CLUB - PROGRAMA DE FIDELIDADE FASCAR

REGULAMENTO DO FASCAR CLUB - PROGRAMA DE FIDELIDADE FASCAR REGULAMENTO DO FASCAR CLUB - PROGRAMA DE FIDELIDADE FASCAR 1. OBJETO 1.1. O Programa Fidelidade FASCAR CLUB consiste em um Programa de relacionamento com clientes da FASCAR, denominação doravante de Indústria

Leia mais

CLUB DE REGATAS VASCO DA GAMA

CLUB DE REGATAS VASCO DA GAMA PROGRAMA DE SÓCIOS PROGRAMA DE SÓCIOS CLUB DE REGATAS VASCO DA GAMA DESDE 1898 PROGRAMA DE SÓCIOS - INTRODUÇÃO Um programa de sócios forte e eficiente é atualmente a principal saída dos clubes brasileiros

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA II

ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA II ADMINISTRAÇÃO MERCADOLÓGICA II Atividades Gerenciais de MKT Produto Testar Novos Produtos; Modificar Atuais; Eliminar; Política de Marcas; Criar Satisfação e Valor; Embalagem. 2 1 Atividades Gerenciais

Leia mais

Agora sua máquina da Cielo passa os cartões Diners Club. Informativo. Ou seja, o seu ponto de venda acaba de ganhar vários pontos com os clientes.

Agora sua máquina da Cielo passa os cartões Diners Club. Informativo. Ou seja, o seu ponto de venda acaba de ganhar vários pontos com os clientes. A número 1 em vendas. NADA SUPERA ESSA MÁQUINA. Informativo EDIÇÃO 2 TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A CIELO PARA O SEU NEGÓCIO. Palavra do presidente Prezado cliente, A Cielo atua no cenário multibandeira

Leia mais

Trade Marketing MANUAL DO CURSO

Trade Marketing MANUAL DO CURSO Trade Marketing MANUAL DO CURSO ESPM - Campus Vila Olímpia Rua Gomes de Carvalho, 1195 Vila Olímpia São Paulo - SP Informações Central de Relacionamento: (11) 5081-8200 (opção 1) Segunda a sexta 9h às

Leia mais

Ticket Médio. 6 Passos Para Aumentar Vendas e Lucros. Carlos Rassy

Ticket Médio. 6 Passos Para Aumentar Vendas e Lucros. Carlos Rassy Carlos Rassy Ticket Médio Carlos Rassy Ticket Médio e o Conceito Conceitualmente, o Ticket Médio tem definição muito simples, todavia seu impacto nos resultados de vendas e lucros é gigantesco e complexo.

Leia mais

Competindo com Tecnologia da Informação. Objetivos do Capítulo

Competindo com Tecnologia da Informação. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Identificar as diversas estratégias competitivas básicas e explicar como elas podem utilizar a tecnologia da informação para fazer frente às forças competitivas que as empresas enfrentam.

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIZAÇÃO DO CARTÃO ZILIAN PROPRIEDADE E EMISSÃO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIZAÇÃO DO CARTÃO ZILIAN PROPRIEDADE E EMISSÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIZAÇÃO DO CARTÃO ZILIAN PROPRIEDADE E EMISSÃO 1. O CARTÃO ZILIAN é válido nos estabelecimentos comerciais Zilian, pertencentes ao Grupo Mar Capital, SGPS, SA, adiante designados

Leia mais

Como funciona? 1. CAT CA ÁL T O ÁL GO DE P ONT E P ONT R$ 5,00 50 pontos www.superferreira.com.br

Como funciona? 1. CAT CA ÁL T O ÁL GO DE P ONT E P ONT R$ 5,00 50 pontos www.superferreira.com.br CATÁLOGO DE PONTOS 3000 PONTOS 5000 PONTOS 10000 PONTOS 10000 PONTOS 15000 PONTOS 20000 PONTOS 20000 PONTOS 30000 PONTOS 40000 PONTOS 50000 PONTOS 80000 PONTOS 150000 PONTOS REGULAMENTO Transforme suas

Leia mais

Liderança de Equipes MANUAL DO CANDIDATO ESPM. Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo/SP

Liderança de Equipes MANUAL DO CANDIDATO ESPM. Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo/SP Liderança de Equipes MANUAL DO CANDIDATO ESPM Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo/SP Informações Central de Candidatos: (11) 5081-8225 (Opção 1) Segunda a sexta - 9h às 21h e sábado - 9h às

Leia mais

Orientadora: Profa. Dra. Sonia Aparecida Cabestré (USC)

Orientadora: Profa. Dra. Sonia Aparecida Cabestré (USC) Título (Limite de 250 caracteres incluindo os espaços) Título: Relações Públicas e Ferramentas de Comunicação um estudo abordando à realidade de Ibitinga A capital nacional do bordado 1 Autores (Incluir

Leia mais

Regulamentos. Comprou Ganhou Diversão. Comprou Ganhou Cinema em Casa. Comprou Ganhou DVD. Promoção: A Escolha é Sua. Você Pode Mais na BV

Regulamentos. Comprou Ganhou Diversão. Comprou Ganhou Cinema em Casa. Comprou Ganhou DVD. Promoção: A Escolha é Sua. Você Pode Mais na BV Regulamentos Clique em uma das promoções Comprou Ganhou Diversão Comprou Ganhou Cinema em Casa Comprou Ganhou DVD Promoção: A Escolha é Sua Cartões Nacional e Internacional Cartões Gold e Platinum Você

Leia mais

OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS

OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS Esta seção apresenta alguns dos problemas da gestão da cadeia de suprimentos discutidos em mais detalhes nos próximos capítulos. Estes problemas

Leia mais

CRM Uma ferramenta tecnológica inovadora

CRM Uma ferramenta tecnológica inovadora CRM Uma ferramenta tecnológica inovadora Nelson Malta Callegari (UTFPR) nelson.estudo@gmail.com Prof Dr. João Luiz Kovaleski (UTFPR) kovaleski@pg.cefet.br Prof Dr. Antonio Carlos de Francisco (UTFPR) acfrancisco@pg.cefetpr.br

Leia mais

CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI)

CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) Nelson Malta Callegari (UTFPR) nelson.estudo@gmail.com Profº Dr. João Luiz Kovaleski (UTFPR) kovaleski@pg.cefetpr,br Profº Dr. Luciano

Leia mais