MARKETING DE VENDAS. Maiêutica - Curso de Processos Gerenciais

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MARKETING DE VENDAS. Maiêutica - Curso de Processos Gerenciais"

Transcrição

1 MARKETING DE VENDAS Alcioni João Bernardi Prof. Ivanessa Felicetti Lazzari Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Processos Gerenciais (EMD0130) Prática do Módulo IV 27/11/12 RESUMO Este trabalho visa mostrar e abordar assuntos sobre o marketing de vendas, mostrando os princípios de marketing, focado no compromisso com o cliente, em um ambiente competitivo. O trabalho busca transmitir alguns conceitos básicos, voltando-se para as mudanças dinâmicas que ocorrem no marketing em um mundo globalizado que envolve a todos, direta ou indiretamente. Diretamente, quando atuamos profissionalmente na área, e indiretamente, como consumidores de uma sociedade de consumo, em que raramente haverá um dia em que não compraremos algo. Com isso, o marketing de vendas como processo, significa um conjunto de atividades interligadas para alcançar resultados. Estes resultados podem ser traduzidos em: realizar trocas, gerar valor, satisfazer o cliente e atender aos objetivos da empresa. As etapas do processo incluem, entre outras atividades, pesquisa de mercado, análise de concorrência, definição de posicionamento e desenvolvimento de produto. Palavras-chave: Marketing de Vendas. Atividades de Vendas. Estratégias de Vendas. 1 INTRODUÇÃO O marketing de vendas possui uma relação estreita com o elemento do composto mercadológico, denominado de promoção, que se refere a todas as ações relativas à comunicação e à venda dos produtos de uma organização. As estratégias de vendas não são desassociadas dos demais elementos do composto de marketing, porque esses elementos precisam ser pensados e trabalhados conjuntamente para o sucesso na sua execução. O mesmo tornou-se uma força essencial em todos os setores da economia, com intenção de atender e entender o mercado. Em pouco tempo deixou de ser visto como uma função antiética e desnecessária e passou a ser fundamental e vista como um instrumento importante na formação e manutenção de diversos negócios. Até pouco tempo associava-se que qualquer divulgação de uma empresa era marketing, sem considerar que o assunto vai muito além disso, principalmente quando está associado diretamente à administração de relacionamentos lucrativos com o cliente, criando valores para ele e capturando valores a partir dessa troca. 2 MARKETING 2.1 MARKETING DE VENDAS O misto mercadológico do marketing de vendas não pode ser visto de forma isolada, mas sim de forma conjunta, pois tudo que se refere a vendas influencia nas decisões de produto, distribuição e vendas. Estas também afetam de alguma forma outras áreas, como as de produção, financeira e até de recursos humanos. 75

2 Vendas e marketing, até pouco tempo, trabalhavam em departamentos separados dentro das empresas, mas logo as funções se juntaram, e vendas foi incorporada por marketing, dando origem à gerência de vendas. Normalmente a força das vendas passa por adaptações para adequar-se às mudanças que ocorrem em todos os setores do mercado, e em especial as que ocorrem nos sistemas de comercialização. Cada vez mais as empresas, indústrias e comércios buscam formas mais eficazes de comercializar seus produtos ou serviços, e para isso investem em novas tecnologias e desenvolvem novos processos. 2.2 EQUIPE DE VENDAS A equipe de vendas é um grupo designado para colocar em circulação produtos fabricados e/ou adquiridos que precisam ser entregues aos consumidores. Existem equipes ou vendedores que atuam para atender às demandas dos diversos tipos de produtos. A competência e a capacitação dos vendedores são fundamentais para que se tenha um bom desempenho nas vendas. O negócio deve ter claras suas metas, selecionar os profissionais que se encaixam no perfil da empresa e estabelecer estratégias. Além disso, os profissionais da equipe devem estar cientes dos objetivos a serem atingidos e das obrigações a serem cumpridas para com a empresa. Portanto, para colocar em prática o plano de uma equipe de vendas, é importante tomar alguns cuidados, como: Geográficos Nesse tipo de fator, deve-se distribuir a equipe de venda por regiões. Cada vendedor terá uma região específica, podendo assim ofertar a esta todos os produtos da empresa. Com a delimitação da área de vendas, os vendedores passam a conhecer melhor seus clientes e assim criar uma relação mais próxima Produtos Cada vendedor é responsável por um tipo de produto ou por um mix de produtos. No caso de haver produtos os quais o cliente necessite de informações técnicas, o vendedor deverá estar preparado para poder sanar todas as dúvidas, não deixando qualquer tipo de questionamento quanto ao produto oferecido. A preparação do vendedor para esse fim é garantir a venda Tipo de cliente É importante conhecer os diferentes clientes que a empresa possui, pois para cada um pode haver uma maneira diferente de abordagem. Dentro do conhecimento do tipo de cliente, a abordagem pode ajudar na identificação das necessidades do mesmo, tornando a venda mais fácil Sistema misto Caso a empresa possua uma dimensão considerável de mercado, o responsável poderá optar pela distribuição complexa por: região/produto, região/cliente ou região/ produto/cliente. A organização não é tudo, é preciso também fazer um trabalho de motivação dos funcionários. O roteiro de visitas aos clientes deve ser rigoroso e é indispensável para analisar cada um deles, verificando compras médias, bem como a última compra de cada um deles. 2.3 PLANEJAMENTO DE VENDAS O planejamento de vendas significa, de forma simplificada, planejar hoje o que será feito amanhã. Apesar de não se saber o que 76

3 irá acontecer no futuro, esse planejamento ajuda a equipe de vendas a se precaver de eventualidades futuras, adequando-se assim às atividades necessárias. Nesse contexto, segundo Las Casas (2008), o planejamento contribui para a redução de custos, pois dessa forma as operações passam a ser executadas dentro dos padrões e com eficiência, para melhor aproveitar os recursos. O planejamento deve ser executado com base em informações internas e externas, sendo o gerente de vendas o responsável por essas atividades, que consistem em: - fazer previsões sobre as possibilidades futuras; - preparar-se e preparar a equipe para adequar-se a essas possibilidades; - executar e controlar para que essas atividades tenham êxito. Dentro desse mesmo contexto, algumas etapas do planejamento são importantes, tais como: - reunir dados; - fazer estudos do que possa vir a reduzir a eficiência e o crescimento futuro da empresa; - determinar atividades importantes para alcançar objetivos; - preparar um cronograma de atividades. É importante que sempre se tenha um planejamento, pois através de um bom plano a empresa obtém maior retenção de recursos, maior eficiência e, consequentemente, redução de custos, além de se manter informada para poder escolher as melhores oportunidades de negócios no mercado. 2.4 PRINCIPAIS MÉTODOS DO MARKETING NO PONTO DE VENDA Merchandising É um termo que pode ser usado como instrumento de comunicação que apresenta o produto ao consumidor e favorece a sua compra. Merchandising, no entanto, é criar um cenário de um produto, serviço ou marca de forma casual. Os principais conceitos do merchandising estão voltados à boa estratégia de comunicação no ponto de venda, pois visa destacar o produto ou serviço, buscando assim motivar as compras por impulso, já que possui uma comunicação muito próxima à venda. Para melhor entender os princípios do cenário de venda, existem três conceitos que explicam sua criação: A percepção visual: nesse conceito, explicase como o cliente verá aquele produto, de que forma este fica gravado em sua memória. "A percepção visual é interpretada como qualidade do produto, relembrando comerciais, anúncios, mídias, promoções, exposições etc., ou seja, o consumidor utiliza das suas percepções para avaliar e inferir na qualidade do produto" (BLESSA, 2003, p.27). O produto a ser exposto deve se destacar de alguma forma em relação aos demais, tendo, por exemplo, uma embalagem diferenciada, um nome de fácil memorização, expositores bem apresentados etc., que impulsionarão as vendas. A compra por impulso: normalmente os processos de compra acontecem de duas formas diferentes, uma por impulso e outra por planejamento e pesquisas. Certos tipos de produtos tendem a ser comprados por impulso com mais facilidade do que outros. Constata-se, em alguns casos, que até mesmo compras planejadas são influenciadas por algum tipo de impulso. O consumidor pode sair de casa com intenção de comprar algum produto em um determinado lugar, 77

4 porém, acaba por comprar esse produto de outra marca em outro local, por algum tipo de influência que recebeu no local ou no caminho. Atmosfera de compra: Segundo Blessa (2002), isso está relacionado ao designer do ambiente que se materializa por meio das comunicações visuais, iluminação, cores, música e aromas que ajudam a estimular as respostas emocionais no comportamento da compra. Em um ponto de venda, para que se crie uma atmosfera de compra, necessita-se de algumas características fundamentais, tais como: localização, fachada, vitrine, decoração, ofertas, sinalização, exposição dos produtos, variedades de produtos e, principalmente, bom atendimento Comunicação visual Esta destaca-se por meio de placas suspensas, placas informativas, propagandas, ofertas. O preço também é importante e deve estar informado adequadamente ao consumidor, visto que é decisivo na hora da compra. Alguns materiais fazem parte diretamente da comunicação visual e são muito utilizados por lojas para destacar seus produtos, entre eles destacamos os mais utilizados: banners, displays, cartazes, placas, manequins, letreiros, gôndolas e móbiles. Esses materiais devem seguir alguns critérios de apresentação, para atingir o máximo de eficiência. Para Blessa (2003, p. 53): - Devem ser posicionados em áreas de maior tráfego de público. - Deve-se evitar o conflito do produto exposto com o produto anunciado. - O material deve estar em um amplo campo visual, facilitando a visualização. - O produto deve estar exposto de forma acessível Layout do ponto de venda O ambiente do ponto de venda influencia na compra do consumidor. Se o ambiente for agradável para o cliente, ele se sentirá melhor para comprar. Por isso é importante repaginar e investir no layout do ponto de venda, acompanhando as tendências de mercado. Em um layout sempre existirão áreas nobres e áreas negativas, e para que o consumidor circule por estas últimas é necessária a criação de estratégias, como projetá-las para funcionarem como circulação obrigatória para equipamentos atrativos dentro da loja. Para mudar o visual da loja, ações simples e baratas são suficientes. Por exemplo, na parte externa é preciso analisar o paisagismo, a fachada, estacionamento e vitrine, já no interior é preciso analisar a entrada e observar se a sinalização está facilitando que o cliente encontre o produto que procura. Dentro do ponto de venda é preciso estar atento à limpeza, ao mobiliário, à sinalização, à exposição dos produtos, entre outros fatores. Repaginar o layout de um ponto de venda regularmente é uma estratégia que pode trazer resultados imediatos. 3 CONSIDERAÇÕES FINAIS O marketing de vendas, diferentemente do que se pensava há algum tempo, não está associado somente à propaganda, esse assunto vai muito além disso. Podemos, sim, dizer que a influência do marketing no marketing de vendas é bastante importante e comum, pois um serve de base para o outro. O marketing de vendas é uma ferramenta que envolve não só uma equipe isolada, mas sim, um trabalho de forma conjunta, isso porque se sabe que o trabalho desse composto influencia em diversos pontos de uma empresa, desde a tomada de decisões de produtos até a distribuição desses. 78

5 O planejamento é um dos pontos principais dessa tomada de decisões, pois é nele que irá se prever o futuro, podendo assim agir com métodos e formas que ajudarão tanto a equipe de vendas, quanto a empresa como um todo. Para que se tenha êxito no processo de vendas, a formação da equipe é fundamental. É para ela que será distribuído todo o planejamento de vendas, que consiste em saber em qual região atuar, que tipo de produto oferecer, qual o perfil de cliente buscar e assim por diante. Além disso, é importante lembrar de alguns pontos que também fazem parte de todo esse processo, que são os métodos no ponto de venda, merchandising, comunicação visual e layout do ponto de venda, os quais diferenciam e destacam os produtos para a comercialização, que é cada vez mais competitiva. REFERÊNCIAS BLESSA, R. Merchandising no ponto de venda. 2. ed. São Paulo: Atlas, CRESCITELLI, Edson. Marketing de incentivo. São Paulo, Cobra: FERRACCIÚ, J. D. S. Promoção de vendas: na teoria e na prática. São Paulo: Pearson Education do Brasil, KREMER, Joelma. Marketing de vendas, 2. ed. Indaial: Uniasselvi, KOTLER, Philip; ARMSTONG, Gary. Princípios de marketing. 12. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, LAS CASAS, Alexandre, Luzzi. Marketing. 8. ed. São Paulo, Atlas S.A:

O Que É Visual Merchandising E Como Ele Ajuda A Melhorar As Vendas Da Sua Empresa

O Que É Visual Merchandising E Como Ele Ajuda A Melhorar As Vendas Da Sua Empresa O Que É Visual Merchandising E Como Ele Ajuda A Melhorar As Vendas Da Sua Empresa Hoje o texto é mais focado para o público que trabalha diretamente com as vendas. Vamos falar sobre o que é visual merchandising

Leia mais

TÍTULO: A PERCEPÇÃO DA INFLUENCIA DA EMBALAGEM NA DECISÃO DE COMPRA PELOS CONSUMIDORES DE SAO BERNARDO

TÍTULO: A PERCEPÇÃO DA INFLUENCIA DA EMBALAGEM NA DECISÃO DE COMPRA PELOS CONSUMIDORES DE SAO BERNARDO 16 TÍTULO: A PERCEPÇÃO DA INFLUENCIA DA EMBALAGEM NA DECISÃO DE COMPRA PELOS CONSUMIDORES DE SAO BERNARDO CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina ADE323 Administração Mercadológica para Administradores II Campus Rio Paranaíba - Campus Rio Paranaíba

Programa Analítico de Disciplina ADE323 Administração Mercadológica para Administradores II Campus Rio Paranaíba - Campus Rio Paranaíba 0 Programa Analítico de Disciplina Campus Rio Paranaíba - Campus Rio Paranaíba Número de créditos: 4 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 1 Carga horária semanal 4 0 4 Períodos - oferecimento: Carga

Leia mais

PROGRAMA. Carga Horária: 60 horas Período: 2016 Professor(a): MICHEL MAGNO DE VASCONCELOS Semestre: 2016/1

PROGRAMA. Carga Horária: 60 horas Período: 2016 Professor(a): MICHEL MAGNO DE VASCONCELOS Semestre: 2016/1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas Departamento de Administração - Curso de Administração Av. Fernando Ferrari, 514 - Campus Universitário - Goiabeiras CEP.

Leia mais

Marketing Básico. Profª Rosicler Bettarelli Professora Rosicler dos Santos Bettarelli [Digite texto] Página 1

Marketing Básico. Profª Rosicler Bettarelli Professora Rosicler dos Santos Bettarelli [Digite texto] Página 1 2013 Marketing Básico Profª Rosicler Bettarelli Robettar@yahoo.com.br Professora Rosicler dos Santos Bettarelli [Digite texto] Página 1 Origem da palavra: Marketing s.m. (pal. ingl.) Economia. Estudo das

Leia mais

Estratégias - Ofensiva e defensiva Marcos Henrique Fortes

Estratégias - Ofensiva e defensiva Marcos Henrique Fortes Estratégias - Ofensiva e defensiva Marcos Henrique Fortes Gatinho Cheshire, Alice perguntou... Por favor, diga-me que caminho devo seguir? Depende de onde você deseja chegar, respondeu o gato. Do Filme

Leia mais

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO DA SERRA

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO DA SERRA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO DA SERRA Curso: Administração Professor: Denilton Macário de Paula Disciplina: Administração Mercadológica I PLANO DE ENSINO Período: 4º C/D/E Ano/Semestre: 2008/2 Carga Horária:

Leia mais

MERCHANDISING II. We create chemistry

MERCHANDISING II. We create chemistry MERCHANDISING II We create chemistry ROTEIRO DO CURSO MÓDULO 01: MARKETING Conceitos de marketing Marketing no varejo Perfil de consumidor no varejo Marketing digital no varejo O que o consumidor valoriza

Leia mais

MERCHANDISING. módulo 2. We create chemistry

MERCHANDISING. módulo 2. We create chemistry MERCHANDISING módulo 2 We create chemistry ROTEIRO DO CURSO MÓDULO 01: MARKETING Conceitos de marketing Marketing no varejo Perfil de consumidor no varejo Marketing digital no varejo O que o consumidor

Leia mais

Palestra de Vitrinismo. Vitrinismo: técnicas de exposição para valorizar seus produtos e sua vitrine

Palestra de Vitrinismo. Vitrinismo: técnicas de exposição para valorizar seus produtos e sua vitrine Palestra de Vitrinismo Vitrinismo: técnicas de exposição para CONCEITO DE EXPOSIÇÃO DE PRODUTOS A idéia básica: Mostrar ou destacar alguma coisa. Mostrar também significa: Comunicar Vitrinismo: técnicas

Leia mais

A orientação de Marketing e a

A orientação de Marketing e a A orientação de Marketing e a Orientação de Marketing Holístico UNIBAN Instituto de Comunicação Curso de Tecnologia em Marketing Unidade Tatuapé SP Disciplina Estratégias de Marketing Prof. Me. Francisco

Leia mais

Gerente: Ações e justificativas. pontuação (1,2,3,4,5) pv exposição Check list de loja atualizado em 20/10/04. data. Linha de produtos, localização e

Gerente: Ações e justificativas. pontuação (1,2,3,4,5) pv exposição Check list de loja atualizado em 20/10/04. data. Linha de produtos, localização e pv exposição Check list de loja atualizado em 0/0/0 pontuação (,,,,). Ponto de venda. exposição.. Lay out Linha de produtos, localização e espaço. Corredores, fluxo e espaços no crediário e caixa... Ambientação

Leia mais

tomada de decisão de compra está relacionada a uma resposta a partir de um estímulo inicial

tomada de decisão de compra está relacionada a uma resposta a partir de um estímulo inicial Slide 1 Marketing Planejamento Estratégico Profa. Tathyane Chaves Slide 2 Saber o que motiva o consumidor a escolher um determinado tipo de produto ou marca é a chave do marketing bem sucedido tomada de

Leia mais

Formulário de Coleta de Dados Estrutura Física e Gestão Empresarial

Formulário de Coleta de Dados Estrutura Física e Gestão Empresarial 8,0-10 6,0-7,9 3,0-5,9 0-2,9 Formulário de Coleta de Dados Estrutura Física e Gestão Empresarial EMPRESA: DATA: / / 2. Estrutura física * Para itens que não se, NÃO colocar nota, deixar em branco. 2.1

Leia mais

Marketing Estratégico no Varejo de Alimentos

Marketing Estratégico no Varejo de Alimentos Marketing Estratégico no Varejo de Alimentos Prof. Hermes Moretti Ribeiro da Silva Facebook: Hermes Moretti E-mail: hermes.silva@usp.br 14/06/2016 O que é Varejo? Varejo consiste em todas as atividades

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso aprovado pela portaria Cetec nº 148, de 09 /10/ 2012 Etec de TIQUATIRA Código: 208 Município: São Paulo Eixo tecnológico: Produção Cultural

Leia mais

Promoção. Prof. Me. André F. A. Fagundes 1. Disciplina: Administração Mercadológica 2º semestre de 2009

Promoção. Prof. Me. André F. A. Fagundes 1. Disciplina: Administração Mercadológica 2º semestre de 2009 Disciplina: Administração Mercadológica 2º semestre de 2009 Promoção Prof. M e André F. A. Fagundes Prof. M e André F. A. Fagundes 1 Comunicação de marketing É o meio pelo qual as empresas buscam informar,

Leia mais

Fiber SISTEMA DE FRANQUIAS

Fiber SISTEMA DE FRANQUIAS Fiber SISTEMA DE FRANQUIAS Apresentação Primeiramente, agradecemos seu interesse em se tornar um franqueado Fiber, uma rede em franca expansão com conceito inovador no ramo de piscinas. Tenha certeza que

Leia mais

Sugestão de Vitrine: Estampa Onça Amazônica + Amarelo + Branco

Sugestão de Vitrine: Estampa Onça Amazônica + Amarelo + Branco As estampas animal print se renovam a cada estação! Como já sabemos, a estampa é queridinha das brasileiras e na versão exclusiva Onça Amazônica aparece versátil, propondo diferentes looks, com sensualidade

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Turno: MANHÃ Período: 1 Unidade: NÚCLEO UNIV SÃO GABRIE 1670.1.00-5-Filosofia I 07:40 1670.1.00-5-Filosofia I 1763.1.01-9-Informática 1763.1.02-9-Informática 1763.1.03-9-Informática 1763.1.01-9-Informática

Leia mais

Gestão de Marketing. Prof. Felipe Locatelli Pinheiro, MSc

Gestão de Marketing. Prof. Felipe Locatelli Pinheiro, MSc Gestão de Marketing Prof. Felipe Locatelli Pinheiro, MSc Graduado em desenho industrial em 2004 Mestre em engenharia de produção em 2008 Designer desde 2001 Desenvolvimento de produtos eletrônicos, utilidades

Leia mais

REDE DE CORRETORES BENEFÍCIOS DE TER UMA FRANQUIA IBBI

REDE DE CORRETORES BENEFÍCIOS DE TER UMA FRANQUIA IBBI REDE DE CORRETORES BENEFÍCIOS DE TER UMA FRANQUIA IBBI WWW.IMOVEISBRASILBAHIA.COM.BR GANHE EXCLUSIVIDADE EM SUA REGIÃO TOTAL EXCLUSIVIDADE Nenhum outro agente pode vender ou capturar imóveis em sua região,

Leia mais

MARKETING. Prof. Dr. Emerson Wagner Mainardes CONTEÚDOS

MARKETING. Prof. Dr. Emerson Wagner Mainardes CONTEÚDOS MARKETING Prof. Dr. Emerson Wagner Mainardes CONTEÚDOS Unidade 1 Fundamentos de Marketing Unidade 2 Ambiente de Marketing Unidade 3 Informações de Marketing Unidade 4 Processo de Decisão de Compra Unidade

Leia mais

Como Vender Mais e Melhor

Como Vender Mais e Melhor Como Vender Mais e Melhor 08 a 11 de outubro de 2014 09 a 12 de novembro de 2016 OBJETIVO Este curso visa proporcionar ao participante a competência para identificar oportunidades de mercado e saber aproveitá-las,

Leia mais

Desenho Organizacional

Desenho Organizacional Desenho Organizacional Prof. Paulo Cesar F. de Oliveira, BSc, PhD 1 Processos Gerenciais Seção 1.1 Requisitos do desenho organizacional 2 1 Processos Gerenciais 3 Processos Gerenciais Seção 1.2 CaracterísFcas

Leia mais

ADM29008 Administração para Engenharia

ADM29008 Administração para Engenharia ADM29008 Administração para Engenharia Prof. Henrique 2016/1 Roteiro... Introdução Métodos de Seleção: Avaliação curricular Prova objetiva Dinâmica em grupo Entrevista Referências... Introdução... Provisão

Leia mais

FUNDAMENTOS DE MARKETING TIME GREEN

FUNDAMENTOS DE MARKETING TIME GREEN FUNDAMENTOS DE MARKETING TIME GREEN LUIZ CARLOS SANTI PLANEJAMENTO DA AULA O OBJETIVO PRINCIPAL DA AULA É GERAR DISCUSS Õ ES NO GRUPO SOBRE O QUE É MARKETING E COMO ELE PODE, DENTRO DAS CONDIÇÕES DE MERCADO

Leia mais

Processos de Projeto. Processos de Projeto. Tipos de Processos. Processo Jobbing. O que é um Mapa de Processo?

Processos de Projeto. Processos de Projeto. Tipos de Processos. Processo Jobbing. O que é um Mapa de Processo? Processos de Projeto Tipos de Processos de Manufatura Layout de Produção São os que lidam com produtos variados; Customizados; Período de tempo para fazer o produto ou o serviço é relativamente longo;

Leia mais

A convergência dos meios como caminho inevitável para o sucesso das empresas de Marketing Direto: o caso Hermes notas preliminares.

A convergência dos meios como caminho inevitável para o sucesso das empresas de Marketing Direto: o caso Hermes notas preliminares. A convergência dos meios como caminho inevitável para o sucesso das empresas de Marketing Direto: o caso Hermes notas preliminares. 1 Ediana Abreu Avelar 2 e Paula Maria Iespa 3 Universidade Veiga de Almeida

Leia mais

Visual Merchandising:

Visual Merchandising: 1 Visual Merchandising: Tendências, aprendizados e casos 4- O Consumidor e o Merchandising no Varejo Jose Augusto Domingues 1. Universo da Pesquisa de Varejo e VM 2 Design 1. Arquitetura 2. Layout 3. Ambientação

Leia mais

SIMPLESMENTE ÚNICO É TER CERTEZA DE QUE AQUI A SUA MARCA VAI ESTAR SEMPRE NA VITRINE.

SIMPLESMENTE ÚNICO É TER CERTEZA DE QUE AQUI A SUA MARCA VAI ESTAR SEMPRE NA VITRINE. M A L L & M E R C H A N D I S I N G SIMPLESMENTE ÚNICO É TER CERTEZA DE QUE AQUI A SUA MARCA VAI ESTAR SEMPRE NA VITRINE. FICHA TÉCNICA DATA DE INAUGURAÇÃO: 13/07/2012 ÁREA TOTAL DO TERRENO: 74.000

Leia mais

Palavra & Vida Sugestões Didáticas 4 T/2013

Palavra & Vida Sugestões Didáticas 4 T/2013 Palavra & Vida Sugestões Didáticas 4 T/2013 Dulce Helena da Silva Mota de Lima Educadora Religiosa / Professora e Assistente Social LIÇÃO 1 Temor ao Senhor Texto Bíblico: Provérbios 1.17 Objetivos da lição

Leia mais

O Comportamento do Consumidor engloba o estudo dos que compram, por que compram e onde compram.

O Comportamento do Consumidor engloba o estudo dos que compram, por que compram e onde compram. Refere-se ao aspecto de como os indivíduos tomam decisões de gastar seus recursos disponíveis (tempo, dinheiro, esforço etc.) em itens relacionados ao consumo. O Comportamento do Consumidor engloba o estudo

Leia mais

PRÁTICA PROFISSIONAL (PP) I e II (TCC I e II) ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIOS

PRÁTICA PROFISSIONAL (PP) I e II (TCC I e II) ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIOS PRÁTICA PROFISSIONAL (PP) I e II (TCC I e II) ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIOS Disciplinas: 254CD-04 Projeto de Negócios (TCC I - Via Empreendedora/240h) 254PN-04 Plano de Negócios (TCC II - Via Empreendedora/240h)

Leia mais

Como usar bem sua verba de marketing

Como usar bem sua verba de marketing Publicação gratuita. Não pode ser vendida. Marketing 01 Como usar bem sua verba de marketing Sebrae-SP Conselho Deliberativo Presidente: Alencar Burti (ACSP) ACSP Associação Comercial de São Paulo ANPEI

Leia mais

Mkt Internacional Introdução ao Marketing

Mkt Internacional Introdução ao Marketing Introdução ao Marketing Profa. Marta Fleming O Que é Marketing? Marketing é a atividade e o conjunto de instituições e processos para a criação, a comunicação e a entrega de ofertas que tenham valor para

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS Comunicação Social Habilitação em Publicidade e Propaganda 8ª Série Direção e Finalização de Arte para Meios Impressos A atividade prática supervisionada (ATPS) é um

Leia mais

Seminário GVcev Varejo de Moda: Estratégia e Diferenciação. Construção de Marca - Traudi Guida

Seminário GVcev Varejo de Moda: Estratégia e Diferenciação. Construção de Marca - Traudi Guida Seminário GVcev Varejo de Moda: Estratégia e Diferenciação ão Construção de Marca - Traudi Guida Construção de Marca 1982 _ Fundação da loja Estoque por Traudi Guida e Rahyja Afrange 1988 _ Criação da

Leia mais

O conteúdo deste manual é propriedade da editora e dos autores. O manual não poderá ser revendido, nem cedido a terceiros.

O conteúdo deste manual é propriedade da editora e dos autores. O manual não poderá ser revendido, nem cedido a terceiros. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste manual é propriedade da editora e dos autores. Não é autorizada a reprodução deste manual sem a autorização expressa e por escrito dos autores. O manual não

Leia mais

A importância do visual merchandising no varejo de moda

A importância do visual merchandising no varejo de moda A importância do visual merchandising no varejo de moda Os novos conceitos e técnicas do marketing sensorial trazem inúmeros desafios de organização das lojas no varejo. O marketing sensorial trabalha

Leia mais

Integrantes do Projeto: Ádila Almeida Francisco Brasil Rodrigo Rodrigues Paula Aguiar

Integrantes do Projeto: Ádila Almeida Francisco Brasil Rodrigo Rodrigues Paula Aguiar Integrantes do Projeto: Ádila Almeida Francisco Brasil Rodrigo Rodrigues Paula Aguiar Desenho da marca O conceito da marca LEVE esta baseada na sensação de frescor, leveza e rejuvenescimento da epiderme.

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 3ºSemestre. Roselaine R. Marconcine de Oliveira

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 3ºSemestre. Roselaine R. Marconcine de Oliveira EIXO TECNOLÓGICO: Produção Alimentícia Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Curso Técnico em Agroindústria Subsequente FORMA/GRAU:( )integrado ( X )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura

Leia mais

DESCUBRA OS FRANCHISINGS boboli

DESCUBRA OS FRANCHISINGS boboli DESCUBRA OS FRANCHISINGS boboli A boboli é já uma marca líder na moda infantil dentro e fora de Espanha. Mas, para continuarmos a crescer, precisamos de si. Descubra um projecto empresarial sólido, comprovado

Leia mais

Avaliação de viab. e risco

Avaliação de viab. e risco Avaliação de viab. e risco Capítulo 3 -- parte 1 A proposta inicial Quatro finalidades: introduzir o conceito; testar as reações dos potenciais interessados; obter apoio; e estabelecer uma base para avaliação

Leia mais

TÍTULO: PLANEJAMENTO DE CAMPANHA PARA LANÇAMENTO DA TORTA ROMEU E JULIETA

TÍTULO: PLANEJAMENTO DE CAMPANHA PARA LANÇAMENTO DA TORTA ROMEU E JULIETA Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: PLANEJAMENTO DE CAMPANHA PARA LANÇAMENTO DA TORTA ROMEU E JULIETA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso aprovado pela portaria Cetec nº 746 de 10 / 09 / 2015. ETEC TIQUATIRA Código: 208 Município: São Paulo Eixo tecnológico: Produção Cultural e

Leia mais

Jingle Primicia Moda Íntima e Praia 1

Jingle Primicia Moda Íntima e Praia 1 Jingle Primicia Moda Íntima e Praia 1 Arakem SOBARANSKI 2 Cássia Fernanda LOBÃO 3 Gisele Cristina FERNANDES 4 Igor Vacari COIMBRA 5 Luis Carlos Esteves JUNIOR 6 Marcus Vinícius FERREIRA 7 Simone KÜHL 8

Leia mais

Contato: /

Contato: / Propaganda, Marketing e Decoração de ambientes A designer a sua empresa de marketing e propaganda, trabalhamos com várias ramificações no ramo de comunicação visual, propaganda e marketing. Profissionais

Leia mais

Logística Empresarial. Aula 11

Logística Empresarial. Aula 11 Logística Empresarial Aula 11 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos

Leia mais

Game - Exagame 1. Faculdade Anhanguera de Limeira, São Paulo, SP

Game - Exagame 1. Faculdade Anhanguera de Limeira, São Paulo, SP Game - Exagame 1 André Luís SARTI 2 Bruno Barreto MONTAGNOLLI 3 Carlos VOLPATO 4 Evelyn Stephanie SCHULTZ 5 José Fernando BORTOLATO 6 Luiza MAINARD 7 Faculdade Anhanguera de Limeira, São Paulo, SP RESUMO

Leia mais

Recrutamento e Seleção com Foco em Competências

Recrutamento e Seleção com Foco em Competências MMA em Vendas - Módulo 09 - Recrutamento e Seleção PROF.: ALEXANDRE HENRIQUE SOUZA 1 Recrutamento e Seleção com Foco em Competências O que é Recrutamento? Recrutamento e Seleção com Foco em Competências

Leia mais

Eu Chefe¹ Jorge da COSTA² Amanda OLIVEIRA³ Sabrina BEZERRA 4 Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Eu Chefe¹ Jorge da COSTA² Amanda OLIVEIRA³ Sabrina BEZERRA 4 Universidade do Estado do Rio Grande do Norte Eu Chefe¹ Jorge da COSTA² Amanda OLIVEIRA³ Sabrina BEZERRA 4 Universidade do Estado do Rio Grande do Norte RESUMO Para uma divulgação eficiente, o serviço ou produto utiliza-se de várias ferramentas, inclusive

Leia mais

VAREJO E ATACADO Decisões do Canal de Marketing CONCEITO DE VAREJO

VAREJO E ATACADO Decisões do Canal de Marketing CONCEITO DE VAREJO VAREJO E ATACADO Decisões do Canal de Marketing CONCEITO DE VAREJO Unidade de negócio que compra mercadorias de fabricantes, atacadistas e outros distribuidores e vende diretamente a consumidores finais

Leia mais

Merchandising. O Merchandising é o conjunto de estudos e técnicas de aplicação,

Merchandising. O Merchandising é o conjunto de estudos e técnicas de aplicação, P U B L I C A Ç Ã O N º 2 2 3 N O V E M B R O 2 0 1 0 Merchandising PONTOS DE INTERESSE: Conceito e Tipos Objectivos O comportamento do consumidor A disposição das secções A organização do linear A animação

Leia mais

Banco do Brasil Revisão Véspera

Banco do Brasil Revisão Véspera Banco do Brasil Revisão Véspera Estratégias Genéricas de Marketing Marketing de resposta: Ocorre quando se identifica uma necessidade e prepara-se uma solução para atender a essa necessidade. Marketing

Leia mais

INOVE SUA VITRINE PARA O DIA DOS NAMORADOS

INOVE SUA VITRINE PARA O DIA DOS NAMORADOS INOVE SUA VITRINE PARA O DIA DOS NAMORADOS #criemomentosasos LÍDER ALÉCIA ROCHA BH BELO / RJ HORIZONTE / ES 21 98050-8400 Inove sua vitrine: saia da rotina IMPORTANTE: um levantamento feito pelo Sebrae-SP

Leia mais

PLANEJAMENTO DE CAMPANHA II

PLANEJAMENTO DE CAMPANHA II PLANEJAMENTO DE CAMPANHA II MIX DE MARKETING MIX DE MARKETING CONTEXTO EMPRESARIAL MACRO-AMBIENTE MICRO-AMBIENTE EMPRESA MARKETING MIX DE MARKETING Motiva Persuade Cria Preferência Cria Clima Favorável

Leia mais

Plano de Ensino. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 2º Ano. Marcelo Eder Lamb Analice Marchezan Suzi Pacheco da Silva

Plano de Ensino. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 2º Ano. Marcelo Eder Lamb Analice Marchezan Suzi Pacheco da Silva IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios Plano de Ensino CURSO: Técnico em Vendas FORMA/GRAU:( X )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

Marketing Academy. Talent Development for Business Growth

Marketing Academy. Talent Development for Business Growth Marketing Academy Talent Development for Business Growth Marketing Classes Promoção Manuela Palma Novo 3M Confidential 16 September 3M 2015. All Rights Reserved. PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO Estratégia

Leia mais

Marketing. Como Lidar com a Concorrência e Competitividade. Professora Amanda Lima Tegon.

Marketing. Como Lidar com a Concorrência e Competitividade. Professora Amanda Lima Tegon. Marketing Como Lidar com a Concorrência e Competitividade Professora Amanda Lima Tegon www.acasadoconcurseiro.com.br Marketing COMO LIDAR COM A CONCORRÊNCIA A formulação e o desenvolvimento da estratégia

Leia mais

Análise do Mercado Consumidor

Análise do Mercado Consumidor Gestão de Marketing Análise do Mercado Consumidor Responsável pelo Conteúdo: Prof. Dr.Gleber Antonio de Paula Revisão Textual: Profa. Esp. Alessandra Fabiana Cavalcante Unidade Análise do Mercado Consumidor

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS 1- EMENTA Os novos desafios do mercado decorrentes da globalização e das mudanças tecnológicas; o desenvolvimento do conceito de e seus objetivos; ambiente de ; mercado-alvo; sistema de informações de

Leia mais

Questionário de avaliação da satisfação dos utilizadores das bibliotecas da Universidade do Minho

Questionário de avaliação da satisfação dos utilizadores das bibliotecas da Universidade do Minho Página 1 de 9 Questionário de avaliação da satisfação dos utilizadores das bibliotecas da Universidade do Minho Existem 27 perguntas neste inquérito Identificação []Sexo * Por favor, selecione apenas uma

Leia mais

DCC e SOM Instalando Decoder Soundtraxx Tsunami em G 12 Frateschi

DCC e SOM Instalando Decoder Soundtraxx Tsunami em G 12 Frateschi DCC e SOM Instalando Decoder Soundtraxx Tsunami em G 12 Frateschi By Ricardo Fisher 24/09/12 Este ano comecei a investir meu tempo e um pouco de dinheiro no DCC. Através de muita informação em leitura,

Leia mais

5S na Prática. Objetivo. Ernesto Bandeira Roberto Sousa

5S na Prática. Objetivo. Ernesto Bandeira Roberto Sousa Ernesto Bandeira Roberto Sousa Objetivo A implantação do 5S em uma empresa visando o aprendizado através da prática e a contribuição na melhoria da qualidade na mesma. 1 A Empresa O trabalho será implantado

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PROF.MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de TÉCNICO

Leia mais

Microeconomia. Aspectos preliminares. Tópicos para Discussão. Aspectos Preliminares. Aspectos Preliminares. Aspectos Preliminares

Microeconomia. Aspectos preliminares. Tópicos para Discussão. Aspectos Preliminares. Aspectos Preliminares. Aspectos Preliminares Microeconomia Aspectos preliminares Tópicos para Discussão O que é um mercado? Preços reais versus preços nominais PINDYCK, R. e RUBINFELD, D. Microeconomia. São Paulo: Prentice Hall. 2008. Slide 2 A Microeconomia

Leia mais

PROJETO BE Buyer Experience CONSTRUÇÃO DA COMPRA

PROJETO BE Buyer Experience CONSTRUÇÃO DA COMPRA PROJETO BE Buyer Experience CONSTRUÇÃO DA COMPRA MATERIAL A SER ANALISADO 1. HISTÓRICO DE VENDA 2. EXTRATO DE PEDIDOS 3. OTB/CATEGORIAS 4. NÍVEL DE ESTILO 6. PIRÂMIDE DE COR 7. PREÇO MÉDIO 8. GRADES 9.

Leia mais

Guia Ribeiro Jung: Como avaliar um carro seminovo

Guia Ribeiro Jung: Como avaliar um carro seminovo Guia Ribeiro Jung: Como avaliar um carro seminovo 01. FAQ: 5 perguntas mais frequentes 02 02. Diferenciais da Ribeiro Jung 03 03. Checklist - itens que se deve levar em conta 05 04. Como evitar golpes

Leia mais

Sua marca no maior evento do setor supermercadista em um espaço exclusivo.

Sua marca no maior evento do setor supermercadista em um espaço exclusivo. Sua marca no maior evento do setor supermercadista em um espaço exclusivo. A FEIRA APAS 2016 É A OPORTUNIDADE IDEAL PARA AMPLIAR AS PERSPECTIVAS DA SUA MARCA Reconhecida mundialmente como a maior Feira

Leia mais

Porque preciso ter planejamento?

Porque preciso ter planejamento? Porque preciso ter planejamento? 92% das famílias Brasileiras que não têm planejamento estão no vermelho. Você pode mudar esta realidade em sua casa Vamos começar! Você precisa agora de papel e lápis!

Leia mais

Empreendedorismo [7]

Empreendedorismo [7] [7] O Empreendedor DEGEN lembra que a riqueza de uma nação é medida pela capacidade de produzir, em quantidade suficiente, os bens e serviços necessários ao bem-estar de sua população A desigualdade de

Leia mais

COMO APRESENTAR DADOS DE FORMA IMPACTANTE

COMO APRESENTAR DADOS DE FORMA IMPACTANTE 100% 100% 100% 50% 25% 75% 100% 50% 25% 75% A B C D COMO APRESENTAR DADOS DE FORMA IMPACTANTE ÍNDICE Introdução 3 O que não pode faltar em uma apresentação de dados 4 Roteiro de uma apresentação de dados

Leia mais

INCENTIVO EM TODOS OS SENTIDOS

INCENTIVO EM TODOS OS SENTIDOS INCENTIVO EM TODOS OS SENTIDOS NOSSO DNA A IU 360 investe continuamente na inovação para aprimorar os serviços oferecidos aos seus clientes e, ao mesmo tempo, manter um relacionamento próximo com os consumidores.

Leia mais

apresenta TOTENS Curta-metragem ficção 15 min

apresenta TOTENS Curta-metragem ficção 15 min apresenta Curta-metragem ficção 15 min APRESENTAÇÃO é um filme de curta-metragem de ficção-científica, com aproximadamente 15 minutos de duração, captado e finalizado em 2K, distribuído em três etapas

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Superior em Administração FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

Portfólio COMUNICAÇÃO VISUAL

Portfólio COMUNICAÇÃO VISUAL Portfólio COMUNICAÇÃO VISUAL Apresentação Valamiel é uma empresa que atua no ramo publicitário há 18 anos, especialista em mídia de impacto e grandes impressões, tratando de forma exclusiva a imagem da

Leia mais

Feira de Negócios LEMBRANÇAS Corporativas Brindes, Amostras, Degustações

Feira de Negócios LEMBRANÇAS Corporativas Brindes, Amostras, Degustações Feira de Negócios LEMBRANÇAS Corporativas Brindes, Amostras, Degustações 1 Elaborado por prof. Mestre Rosimeire Ayres O Importante é a CRIATIVIDADE não uma grande quantidade de diferentes lembranças. MENOS

Leia mais

Prova Prática de Desenho A

Prova Prática de Desenho A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Prova Prática de Desenho A 12.º Ano de Escolaridade Prova 706/1.ª Fase 6 Páginas Duração da Prova: 150 minutos. Tolerância: 30

Leia mais

Treinamento Online com Dicas e Técnicas sobre Abordagem Fria.

Treinamento Online com Dicas e Técnicas sobre Abordagem Fria. Treinamento Online com Dicas e Técnicas sobre Abordagem Fria. Conversas amigáveis que você estabelece com pessoas que ainda não foram formalmente apresentadas a você. Muitas consultoras sentem-se mais

Leia mais

PROGRAMA. Disciplina: Administração de Pessoal Código: ADM Professora: Simone da Costa Fernandes Behr. Período: 2006/2

PROGRAMA. Disciplina: Administração de Pessoal Código: ADM Professora: Simone da Costa Fernandes Behr. Período: 2006/2 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas Departamento de Administração Av. Fernando Ferrari, 514 - Campus Universitário - Goiabeiras CEP. 29075.910 -ES Brasil- Tel.

Leia mais

Regulamento 27ª. Abertura Oficial da Colheita do Arroz 16 a 18 de fevereiro de 2017

Regulamento 27ª. Abertura Oficial da Colheita do Arroz 16 a 18 de fevereiro de 2017 Regulamento 27ª. Abertura Oficial da Colheita do Arroz 16 a 18 de fevereiro de 2017 Local: Estação Experimental do Arroz - IRGA Av. Bonifácio Carvalho Bernardes, 1494 Cachoeirinha / RS www.colheitadoarroz.com.br

Leia mais

PROMOÇÃO DE VENDAS & MERCHANDISING

PROMOÇÃO DE VENDAS & MERCHANDISING PROMOÇÃO DE VENDAS & Prof. Msc. Nilvo A. Colucci 2s 2016 OBJETIVOS DA AULA Aula inaugural: apresentações iniciais e do conteúdo. Fundamentação teórica e alinhamento de conceitos. 1 - Definições e conceitos;

Leia mais

1 Introdução. ambientação (aroma, música, iluminação), sinalização, embalagem, uniformes, interatividade e experiências.

1 Introdução. ambientação (aroma, música, iluminação), sinalização, embalagem, uniformes, interatividade e experiências. 14 1 Introdução Grande parte da literatura utiliza a palavra loja ou store, para nomear o espaço físico das empresas de varejo, onde é realizada a comercialização dos produtos. Porém, a palavra loja/store,

Leia mais

MERCHANDISING E LAYOUT PARA FARMÁCIAS E DROGARIAS: IMPULSIONANDO AS VENDAS. por Tatiana Ferrara Barros

MERCHANDISING E LAYOUT PARA FARMÁCIAS E DROGARIAS: IMPULSIONANDO AS VENDAS. por Tatiana Ferrara Barros MERCHANDISING E LAYOUT PARA FARMÁCIAS E DROGARIAS: IMPULSIONANDO AS VENDAS por PREFÁCIO Atuando no varejo farmacêutico, percebi que, com criatividade e conhecimento sobre as técnicas de merchandising,

Leia mais

Conceitos & Raízes do Marketing

Conceitos & Raízes do Marketing Conceitos & Raízes do Marketing A Cultura de desenvolver o desejo ao público/sujeito MARKETING Marketing é o conjunto de atividades humanas que tem por objetivo a identificação e a satisfação das necessidades

Leia mais

A Influência do Planejamento de Mídia na Captação de Recursos para Instituições do Terceiro Setor

A Influência do Planejamento de Mídia na Captação de Recursos para Instituições do Terceiro Setor A Influência do Planejamento de Mídia na Captação de Recursos para Instituições do Terceiro Setor Ana Victória Guarinello Silva GOMES Orientador: Felipe Belão IUBEL Pontifícia Universidade Católica do

Leia mais

DINÂMICA DA DISCIPLINA

DINÂMICA DA DISCIPLINA Programação Web DINÂMICA DA DISCIPLINA Ricardo Maroquio Bernardo EMENTA DA DISCIPLINA Definição e conceito. Linguagem Client-Side: Diferença do JavaScript e Java; Objetos do JavaScript; Inserção de texto

Leia mais

Prêmio Tok&Stok de Design Universitário 2016 Material de apoio

Prêmio Tok&Stok de Design Universitário 2016 Material de apoio Prêmio Tok&Stok de Design Universitário 2016 Material de apoio Prezados Professores, Orientadores e Alunos participantes, Entramos no estágio final para participar no 11º Prêmio Tok&Stok. Depois de definir

Leia mais

ENGENHARIA DE SOFTWARE. Aula 03 Processos de Software

ENGENHARIA DE SOFTWARE. Aula 03 Processos de Software ENGENHARIA DE SOFTWARE Aula 03 Processos de Software AGENDA Modelos de processo de software Atividades do processo Lidando com mudanças Rational Unified Process (RUP) 14/03/2017 IFPR QUEDAS DO IGUAÇU -

Leia mais

Passo a passo de como organizar o evento de programação Hora do Código na sua escola

Passo a passo de como organizar o evento de programação Hora do Código na sua escola Blog Tecnologia na Educação Passo a passo de como organizar o evento de programação Hora do Código na sua escola Karina Padial Antes de qualquer coisa, vamos explicar o que é a Hora do Código. Trata-se

Leia mais

Liderança. A liderança é passível de ser adquirida e ser desenvolvida em qualquer ambiente de relacionamentos.

Liderança. A liderança é passível de ser adquirida e ser desenvolvida em qualquer ambiente de relacionamentos. CHEFIA E LIDERANÇA Liderança A liderança é passível de ser adquirida e ser desenvolvida em qualquer ambiente de relacionamentos. Liderança Liderar significa possuir a capacidade e o discernimento para

Leia mais

A MÍDIA QUE COLA. A empresa Ribeirão Outdoor foi fundada em 1997, pela empreendedora Luzia Simões, que já atuava no ramo publicitário a alguns anos.

A MÍDIA QUE COLA. A empresa Ribeirão Outdoor foi fundada em 1997, pela empreendedora Luzia Simões, que já atuava no ramo publicitário a alguns anos. MÍDIA KIT 2017 A MÍDIA QUE COLA A empresa Ribeirão Outdoor foi fundada em 1997, pela empreendedora Luzia Simões, que já atuava no ramo publicitário a alguns anos. A empresa conta com uma vasta experiência

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO da FORÇA de VENDAS. Prof. José Maria Maio / 2011

ADMINISTRAÇÃO da FORÇA de VENDAS. Prof. José Maria Maio / 2011 ADMINISTRAÇÃO da FORÇA de VENDAS Prof. José Maria Maio / 2011 Entrevistado: Fábio Ferraz Gerente Comercial e de Marketing Oxipira Graduado em Administração de Empresas pelo Mackenzie Pós-graduado em Propaganda

Leia mais

Marketing no Agronegócio. Professor: Fábio Josende Paz

Marketing no Agronegócio. Professor: Fábio Josende Paz Marketing no Agronegócio Professor: Fábio Josende Paz 1 APRESENTAÇÃO Graduado em Sistemas de Informação UNIFRA (Santa Maria) Especialista em redes e Sistemas Microsoft Windows SISNEMA (Porto Alegre) Especialista

Leia mais

CAPÍTULO 1 A EMPRESA. 1.4 Termo de Compromisso Manual de Normas e Procedimentos Rosa Chá Studio CAPÍTULO 2 RECURSOS HUMANOS

CAPÍTULO 1 A EMPRESA. 1.4 Termo de Compromisso Manual de Normas e Procedimentos Rosa Chá Studio CAPÍTULO 2 RECURSOS HUMANOS CAPÍTULO 1 A EMPRESA 1.1 Histórico Rosa Chá 1.2 Histórico Marisol 1.3 O Manual de Normas e Procedimentos Rosa Chá Studio 1.4 Termo de Compromisso Manual de Normas e Procedimentos Rosa Chá Studio 1.5 Confidencialidade

Leia mais

CARACTERÍSTICAS PROCESSOS DE APLICAÇÃO. o Durabilidade o Beleza o Cuidados especiais na aplicação o Alto peso

CARACTERÍSTICAS PROCESSOS DE APLICAÇÃO. o Durabilidade o Beleza o Cuidados especiais na aplicação o Alto peso REVESTIMENTO VERTICAL DE PEDRA NATURAL Fonte: Revista Téchne no.10 1 o Durabilidade o Beleza o Cuidados especiais na aplicação o Alto peso CARACTERÍSTICAS PROCESSOS DE APLICAÇÃO o Sistema ADERENTE: Assentamento

Leia mais

Lançamento da Fox Digital e o Marketing de Experiência 1

Lançamento da Fox Digital e o Marketing de Experiência 1 Lançamento da Fox Digital e o Marketing de Experiência 1 Mariana MENEZES 2 Pedro FERREIRA 3 Thamires CARDOSO 4 Vanessa SIMÕES 5 Centro Universitário do Pará, CESUPA Resumo O lançamento da Fox Digital surge

Leia mais

1º FESTIVAL DE INVERNO DE ITAJUBÁ

1º FESTIVAL DE INVERNO DE ITAJUBÁ 1º FESTIVAL DE INVERNO DE ITAJUBÁ O 1º Festival de Inverno de Itajubá é um evento regional, que tem como objetivo principal valorizar a cultura e gastronomia da região e que privilegiem a participação

Leia mais

Guia Dicas do Marketing

Guia Dicas do Marketing 15a17 Agosto2017 13h às 20h Centro de Convenções SulAmérica Rio de Janeiro RJ Brasil Construção Naval Manutenção Operações Guia Dicas do Marketing Bem-vindo! Você faz parte da Marintec 2017 O que você

Leia mais