ASM - Angola School of Management PADE 2011 PROGRAMA DE ALTA DIRECÇÃO DE EMPRESAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ASM - Angola School of Management PADE 2011 PROGRAMA DE ALTA DIRECÇÃO DE EMPRESAS"

Transcrição

1 ASM - Angola School of Management PADE 2011 PROGRAMA DE ALTA DIRECÇÃO DE EMPRESAS

2

3 Mensagem do Director do PADE Angola regista hoje desde o alcance da paz, uma dinâmica de crescimento da economia que constitui um enorme desafio e oportunidade para os gestores com responsabilidade de alta direcção. Efectivamente, a consolidação da paz, a maior estabilidade macro económica, proporcionam condições para que Angola seja hoje um espaço de enorme potencial económico. Os incentivos e apreciação positiva que nos chegam dos participantes dos anteriores Programas de Alta Direcção de Empresas (PADE) aumentam o compromisso da Angola School of Management ASM, de participar e contribuir nesta etapa crucial de desenvolvimento de Angola, de experiencias de aprendizagem baseadas no estudo de casos, dinamizadas por um conjunto de professores com grande experiencia internacional. Esta experiencia de aprendizagem irá constituir para os futuros participantes do PADE uma oportunidade de reflexão e aprimoramento dos seus processos de decisão. A heterogeneidade na formação, diversidade nos sectores de actividade e a experiência trazida por cada um dos participantes, é um factor enriquecedor no processo de aprendizagem. O PADE, é assim um espaço de partilha de conhecimento e experiencias particularmente enriquecedor. Tenho a honra de convidá-lo a integrar o distinto grupo de executivos de alta direcção que terão a oportunidade de fazer esta experiencia de aprendizagem e aprimoramento dos seus processo de análise e decisão. Eng. José Maria Wanassi, Director do Programa 3

4 FRANCISCO AGOSTINHO ITEMBO Director-Geral do Conselho Nacional de Carregadores «O PADE, é muito relevante para alta direcção e recomenda-se a todos dirigentes de topo das empresas e instituições, públicas e privadas, por sua importância, valor e influência positiva na nossa forma de gerir negócios, bem como na implementação das estratégias de actuação dentro e fora das organizações. A informação e discussão técnica dos casos de estudo (método amplamente utilizado pela Harvard Business School e várias Universidades Americanas, Inglesas, Espanholas etc.), reflectem factos tão reais que desafiam permanentemente qualquer dirigente de topo a reflectir nas suas atitudes a nível das operações e estratégias da sua organização/instituição. Urge, depois, aplicar os conhecimentos e experiências adquiridas, para o bem da gestão das empresas, em particular e no desenvolvimento económico do país em geral.» 4

5 Porquê fazer o PADE? O PADE - Programa de Alta Direcção de Empresas - é o espaço privilegiado de reflexão e aprendizagem, onde os empresários e gestores poderão aprofundar questões fundamentais associadas à missão da organização, pensar que futuro construir e qual a sua responsabilidade nesse processo. O PADE constitui uma abordagem integrada e multidisciplinar da gestão das organizações, numa óptica de Alta Direcção, com uma forte perspectiva internacional. Permite ainda o desenvolvimento dos conhecimentos e competências nas diferentes áreas funcionais das organizações de forma relevante, rigorosa e coerente. Esta é uma abordagem que tem presente o carácter prudencial da Alta Direcção, tendo por isso particular atenção ao desenvolvimento pessoal dos participantes. Objectivos do Programa 1. Aprofundar e actualizar os conhecimentos e capacidades directivas na óptica de Alta Direcção; 2. Aperfeiçoar as capacidades directivas, nomeadamente ao nível da melhoria do processo de tomada de decisões e ao nível da capacidade de eficazmente trabalhar em equipa; 3. Estimular a capacidade de iniciativa e de empreendedorismo; 4. Debater ideias e valores na óptica da empresa como parte integrante da sociedade angolana; 5. Reflectir sobre as tendências e desafios que influenciam a economia e a sociedade. 5

6 ANTÓNIO CRISTOVÃO Director-Geral, Ritek Empreendimentos «Gostaria de parabenizar a Angola School of Management, por ter introduzido no nosso universo de formação, um método tão inovador como é o método do caso, usado já em várias das melhores escolas de negócios do mundo. Para mim, como empresário sem uma formação formal em economia ou gestão de empresas, o curso revelou ser um eye opener experience uma vez que o método usado permitiu de maneira muito fácil a assimilação dos princípios e normas da gestão empresarial. Posso com toda a certeza afirmar que o PADE é o tipo de formação que os membros da alta direcção tanto de empresas públicas como de empresas privadas precisam, para criar e desenvolver organizações capazes de competir no plano nacional, mas principalmente no plano internacional.» 6

7 A quem se dirige O PADE destina-se a empresários e dirigentes de empresas com um mínimo de 10 anos de experiência de gestão em posições de Alta Direcção e Direcção Geral que procuram: 1. Encontrar novas ou melhores formas de dirigir; 2. Encarar e tirar partido da globalização da economia, que cria modelos de concorrência em mutação constante; 3. Conhecer e aproveitar as novas tecnologias, não apenas as que se orientam para o negócio, mas também as que afectam a vida da sociedade em geral; 4. Abrir-se a novos mercados e a novos clientes com produtos e serviços mais adaptados às necessidades dos seus clientes; 5. Apostar no seu próprio aperfeiçoamento, quer nas capacidades técnicas e na actualização de conhecimentos, quer nas competências pessoais, nomeadamente naquelas que permitem uma melhor liderança e uma maior compreensão de todos aqueles com quem trabalham. Empresas cujos colaboradores participaram no PADE 2010: Assembleia Nacional ATLAS GROUP Banco Caixa Geral Totta de Angola Banco Keve Banco Millennium Angola Banco Privado Atlântico BDA BPC CASSAFORMA Comissão Mercado Capitais Conselho Nacional de Carregadores Direcção Regional Alfândegas EDEL Empresa Nacional de Electricidade ENANA - EP ENSA EPAL - EP MCA, Couto Vias Ministério do Ambiente Ministério dos Transportes NOVA SOTECMA, SA Porto de Cabinda Porto de Luanda RITEK TAAG UNICARGAS 7

8 HÉLDER MORAIS Director-Geral, Novasotecma «O PADE constituiu, desde o início, um desafio para a minha formação pessoal e traduziu-se numa motivação forte para o aperfeiçoamento da prática das minhas funções. A estrutura, o método de ensino, o nível profissional do corpo docente e os objectivos traçados são reflexo de uma organização de valor, muito bem estruturada e focada em resultados concretos. A dimensão humana que generosamente foi compartilhada com o grupo, enriqueceu certamente cada um dos participantes, e no meu caso em particular contribuiu para um aperfeiçoamento pessoal que de forma natural se alargou ao nível profissional e organizacional da minha actuação. Concluída esta etapa, sublinho que se trata de uma experiência que recomendo a todos os que desempenhem funções de gestão. Trata-se de um investimento pessoal com efeitos imediatos na organização, e em especial muito inspirador na consolidação do presente e no desenho inovador do seu futuro.» 8

9 O Método do Caso Liderar é um processo construtivo, onde a prática, a experiência e o talento servem de base para a tomada de decisão. O Método do Caso é a base desta formação. Com a análise de um caso estudo de um problema real, semelhante ao que um executivo ou dirigente encontra na sua vida profissional, com complexidade, altos riscos e desafios as capacidades de liderança dos participantes são desenvolvidas de uma forma prática, real e inestimável, transformando efectivamente a aprendizagem de competências, técnicas e ferramentas, em decisões ponderadas e eficazes. O programa do PADE, baseado no Método do Caso utilizado na Harvard Business School, representa uma estimulante experiência formativa. A análise dos casos tem três fases: ESTUDO INDIVIDUAL: O participante estuda previamente o Caso, o que lhe exige cerca de 2 horas de trabalho pessoal, procurando tomar as decisões que a situação lhe pede. TRABALHO DE GRUPO: As conclusões de cada participante são, depois, discutidas numa reunião de oito a dez pessoas. O encontro de diferentes pontos de vista correspondentes ao background de cada membro do grupo, às suas características pessoais e aos seus modelos de direcção acrescentam valor à análise individual e do grupo. SESSÃO GERAL: Finalmente, em plenário, o professor coordena o debate e sintetiza os aspectos principais do Caso, atendendo às várias alternativas de solução e aos possíveis critérios de decisão. Ao exame e discussão dos Casos, une-se o estudo da documentação científica e técnica proporcionada e elaborada pela AESE, e também a participação em conferências-colóquio. 9

10 EMÍLIA ROSA DE JESUS Administradora, Empresa Nacional de Seguros de Angola «Participar no PADE, constituiu, uma mais-valia para a minha actividade profissional, enquanto Administradora de uma Empresa de grande dimensão. Por outro lado permitiu complementar conhecimentos adquiridos durante o MBA em Negócios. O PADE é um programa estimulante, baseado no método do caso, partilhando experiências, e conhecimento na comunidade de Executivos e em particular no grupo. A Organização do curso conseguiu juntar Professores de Alta Qualidade, com bastante pedagogia e que souberam emprestar o seu saber aos formandos. É um programa de aperfeiçoamento profissional, que ajuda a melhorar a forma de ser, de pensar, de agir, isto é, dar uma forma à vida.» 10

11 Plano de estudos O Programa terá um total de 120 sessões de 1h15 cada, distribuídas segundo as seguintes áreas: POLÍTICA DE EMPRESA [20 sessões] Responsável: Prof. Luis Manuel Calleja Desenvolve o ponto de vista da Alta Direcção, integrando as operações que constituem a dinâmica empresarial, como um todo harmónico para conseguir resultados justos e eficazes; Aprofunda, especialmente, as decisões de governo da empresa, contemplando: A escolha e a realização do negócio; A estrutura executiva e os sistemas de convivência na organização; A configuração institucional dos poderes e das iniciativas pessoais permite tanto o desenvolvimento de capacidades da Alta Direcção, como as dos seus colaboradores imediatos. POLÍTICA COMERCIAL E MARKETING [19 sessões] Responsável: Prof. Ramiro Martins Dedica-se ao conhecimento dos clientes ou potenciais clientes e da concorrência e, a partir dele, ao desenvolvimento de uma estratégia e ao estabelecimento de políticas comerciais, tão inovadoras quanto possível. Estuda as variáveis do marketing-mix, procurando elaborar planos comerciais que definam uma oferta diferenciada das da concorrência, isto é, acrescentando mais valor na satisfação das necessidades dos clientes. ECONOMIA E FINANÇAS [17 sessões] Responsável: Prof. Pedro Pimentel Análise e diagnóstico financeiro, da gestão do circulante; Financiamento a curto prazo; Estudo de investimentos e do estabelecimento de políticas financeiras a longo prazo (dívida, dividendos e auto-financia mento, etc.). Incorporam-se também os elementos que acrescentaram novas dimensões à gestão financeira. FACTOR HUMANO NA ORGANIZAÇÃO [26 sessões] Responsável: Prof. Eugénio Viassa Monteiro Enriquece a Direcção de Recursos Humanos com a elaboração de um esquema conceptual da organização, fundado na análise das motivações humanas; Estudo de alguns problemas habituais, como os relativos à comunicação, autoridade, delegação, conflitos interpessoais, etc.; nas diferentes estratégias que os podem solucionar; Análise da figura do Dirigente, e suas dimensões (nomeadamente a da liderança), e os aspectos deontológicos da sua tarefa; Aborda a ética, como parte nuclear da acção empresarial, fundamenta-se numa perspectiva realista, destacando o primado da pessoa sobre as coisas. OPERAÇÕES E INOVAÇÃO [22 sessões] Responsável: Prof. José Ramalho Fontes As operações são apresentadas na perspectiva da Direcção-Geral, integradas numa cadeia de valor centrada na satisfação do cliente, e como base para aumentar a competitividade empresarial. As primeiras sessões abordam as variáveis da acção e as relações com fornecedores e clientes, particularmente nas empresas de serviços. Num segundo grupo analisa-se o papel do conhecimento na resolução de problemas, problem driven management. Na terceira parte, estudam-se as operações na perspectiva da sua melhoria contínua. ANÁLISE SOCIAL E ECONÓMICA PARA A DIRECÇÃO [4 sessões] Responsável: Prof. Pedro Pimentel Apresenta-se a visão cristã da economia e da empresa, de acordo com a Doutrina Social da Igreja, com especial ênfase nos problemas actuais e na responsabilidade social do empresário. A Análise Social e Económica para a Direcção estuda os diferentes aspectos do enquadramento (social, económico nacional e internacional laboral, sindical, etc.) na medida em que afectam a vida da empresa. Aborda-se esta análise em dois níveis: conjuntural e estrutural, facilitando a compreensão das complexas situações que a sociedade oferece, assim como as suas repercussões, directas ou indirectas, na empresa. CONTROLO E CONTABILIDADE [9 sessões] Responsável: Prof. Rafael Franco Ocupa-se dos processos de obtenção, análise e utilização de dados quantificáveis na empresa, do ponto de vista da direcção; Estuda-se a Contabilidade Financeira, onde se revêem os conceitos fundamentais, bem como a Contabilidade de Gestão, em sentido próprio, mediante uma breve panorâmica da contabilidade de custos e da análise económica e das decisões; Examinam-se as questões relacionadas com a avaliação de desempenho da empresa, dos vários departamentos e dos responsáveis, e a sua conexão com o processo de planeamento, com a implementação da estratégia e com a motivação dos intervenientes. O Programa é ainda constituído por um total de 54 horas de trabalho de grupo, distribuídas em 24 sessões de 2h15. No 3º PADE inclui-se um encontro com o PADE da AESE, durante a realização da semana de trabalho, em Lisboa. 11

12 ABEL ANTÓNIO COSME jafkadfhsuh jsdfhksdf, fsfsdfshd Sandiatum nim zzriure ea facincipit numsandigna facin velendrem irilisi euguercidunt lut ip exeraessim do coreet, quis alis eraesti scipit pratisim velis niamcon exer sit irillaor sent autpat veliquat, cortio dipit aut iriustrud magna feuis exeros aliquat accum nit la feu faccum in hendreet illa consectet, sum del digniatueros essenismodit iusto con vulla conse faccum vero eu faci ting exerostie dui blan heniat nos num il duisl ut accummo dolummo loreetue dolorper alismolum ex eugiam iustisi scilla alit at, consed ercipsu scidunt lore core facidunt nibh eum dolore dolenibh enim dip estinci tat velisi ea con vulputpat, veratum dolorperit ing et augue dolorer aestrud tat. Nulla feumsan dignit aut vendrem vullam, si. 12

13 Semana Internacional em Lisboa e Madrid A semana internacional de trabalho, uma componente fundamental do programa do 3º PADE, dá a conhecer a cada participante diferentes culturas organizacionais, novas formas de pensar e fazer os negócios e novos modos de abordar os problemas. Em Madrid, no IESE, os participantes terão a oportunidade de desenvolver as áreas de política de empresa, operações e enquadramento socioeconómico. Em Lisboa, na AESE, os participantes terão a oportunidade de visitar empresas de diferentes sectores de actividade, bem como, desenvolver as áreas de ética e gestão de conhecimento. O programa das semanas internacionais em Business Schools de referência permite o contacto com contextos empresariais paradigmáticos diferentes, e as conferências dadas por professores locais, proporciona aos participantes do PADE o enquadramento macroeconómico dos mercados visitados. 13

14 PROFESSORES E CONFERENCISTAS POLÍTICA DE EMPRESA POLÍTICA COMERCIAL E MARKETING ECONOMIA, FINANÇAS, CONTROLO E CONTABILIDADE MANUEL AGUIAR PDE (AESE); MBA (EGP); PAGE (UCP); Lic. em Direito (UCP). ADOLFO GONZÁLEZ PDE (AESE); Lic. em Engenharia Mecânica (U. Minho). RAFAEL FRANCO Executive MBA (AESE/IESE); Lic. em Economia (U. Nova de Lisboa). LUIS MANUEL CALLEJA MBA (IESE); Lic. em Física (U. Complutense de Madrid). LLUÍS G. RENART Doutor em Gestão (IESE); MBA (U. Chicago) J. MIGUEL PINTO DOS SANTOS Doutor em Economia (U. Hiroshima); MBA (U. Nova de Lisboa). VASCO BORDADO PADE (AESE); Lic. em Engenharia Civil (IST). ADRIÁN CALDART PhD (IESE, U. Navarra); MSc (IESE, U. Navarra); MBA (ESEADE, Buenos Aires); BA (UCA, Buenos Aires). RAMIRO MARTINS PADE (AESE); PDA (II San Telmo); Lic. em Engenharia Química (U. Porto). JUAN TORÍBIO Doutor em Economia (U. Chicago); ITP em Business Admnistration (Harvard University). PEDRO PIMENTEL Doutor em Economia (U. Nova de Lisboa); Mestre em Engenharia Estrutural (FEUP); Lic. em Engenharia Aeronáutica (U. Politécnica de Madrid). 14

15 FACTOR HUMANO NA ORGANIZAÇÃO OPERAÇÕES E INOVAÇÃO ANÁLISE SOCIAL E ECONÓMICA PARA A DIRECÇÃO MARIA DE FÁTIMA CARIOCA PDE (AESE); Mestre em Matrimónio Y Família (U. Navarra); Mestre em Engenharia de Sistemas e Computadores (IST); Lic. em Engenharia Electrotécnica (IST). JOÃO MARTINS DA CUNHA Mestre em Comunicação nas Organizações (U. Complutense de Madrid); PDE (AESE); PDA (I.I. San Telmo); Lic. em Engenharia Civil (IST). JOSÉ FONSECA PIRES Executive MBA (AESE/IESE); Lic. em Medicina (U. Porto). RAUL DINIZ PADE (AESE); SPSN (John F. Kennedy School of Government, Harvard University); Lic. em Direito (U. Coimbra). EUGÉNIO VIASSA MONTEIRO Doutor em Filosofia da Acção e Direcção de Organizações (U. Navarra); PADE (AESE); SMG (John F. Kennedy School of Government, Harvard University); Lic. em Engenharia Electrotécnica (IST). JORGE RIBEIRINHO MACHADO Executive MBA (AESE/IESE); Mestre em Planeamento Urbano (U. Porto); Lic. em Engenharia Civil (U. Porto). BEATRIZ MUÑOZ-SECA PADE (IESE); Doutora em Ciências da Educação (U. Navarra); Mestre em Educação Comportamento nas Organizações (U. Harvard). JOSEP RIVEROLA Doutor em Investigação Operacional (Stanford University); Mestre em Investigação Operacional (Stanford University); Doutor em Engenharia Industrial (E.T.S.I.I Terrassa). JOSÉ RAMALHO FONTES Director-Geral da AESE; PADE (AESE); Lic. em Engenharia Mecânica (U. do Porto). EDUARDO NELUMBA Ministro-adjunto do Primeiro Ministro ; Governador do Banco Nacional de Angola ; Presidente da Comissão Executiva do BAI ; Conselheiro Especial do Presidente do Banco Africano de Desenvolvimento, ; Ministro das Finanças; Mestre em Direito Económico; Lic. em Direito. MANUEL ALVES DA ROCHA Conferencista; Investigador e consultor económico; Professor Associado na Universidade Católica de Angola; Lic. em Economia (ISEG), Pós-graduações (modelos económicos e práticas económicas restritivas - França). 15

16 ASM - ANGOLA SCHOOL OF MANAGEMENT A ASM Angola School of Management, é uma iniciativa de quadros e instituições públicas e privadas, angolanas e estrangeiras, comprometidos com a criação em Angola de uma Escola de Negócios de referência, baseada no método do caso, com elevados padrões de exigência e excelência, capaz de competir com o que de melhor se faz no mundo, ao nível da Alta Direcção de empresas. A ASM garante uma formação completa vocacionada para a alta performance, transversal e integral, ao nível da alta administração de pessoas e organizações. Para além de uma Business School, a ASM pretende posicionar-se como um centro de investigação, de geração de conhecimento competitivo sobre a empresa e como pólo de criação de relações empresariais. IESE BUSINESS SCHOOL A estreita colaboração entre a AESE e o IESE, traduz-se no intercâmbio de professores, na elaboração de casos e programas conjuntos de investigação, bem como deslocações de formação no âmbito dos Programas de formação de executivos, tal como nos programas de formação da Alta Direcção em Angola. O IESE Business School é a escola de pós-graduação em gestão de empresas da Universidade de Navarra. O seu reconhecido prestígio internacional deve-se, não só à sua presença constante nos lugares cimeiros dos rankings das melhores Business Schools do mundo, mas também aos seus Alumni, espalhados por mais de 100 países, reconhecidos pela sua excelência profissional, integridade e visão. O factor determinante do seu reconhecimento, e base de sucesso dos seus programas de formação de executivos é a dedicação da Universidade ao desenvolvimento e enriquecimento do indivíduo. AESE - ESCOLA DE DIRECÇÃO E NEGÓCIOS A AESE, a mais antiga Escola de Negócios em Portugal, dedica-se, desde 1980, à formação e ao aperfeiçoamento dos líderes empresariais, segundo uma perspectiva cristã do Homem e da Sociedade. O seu reconhecimento no mundo empresarial advém da formação de já mais de 3500 dirigentes, que, com a AESE, aperfeiçoaram os seus conhecimentos em gestão e desenvolveram a sua capacidade de tomada de decisões. A visão internacional, a cultura da aprendizagem participativa, o respeito pelos valores humanos e éticos e a investigação rigorosa e actualizada são alguns dos princípios essenciais da actividade da AESE, tornando-a numa escola única. Desde 2006 que é Membro Honorário da Ordem de Mérito, reconhecimento concedido pelo Presidente da República de Portugal por actos e serviços meritórios em favor do colectivo. A participação da AESE na ASM traduz-se não só em termos programáticos, a par de numerosos especialistas angolanos das mais diversas áreas de actividade, mas no know-how do seu corpo docente, académicos e dirigentes empresariais que compõem em grande parte o painel de professores e conferencistas do 3º PADE Angola. EMPRESAS PATROCINADORAS DA AESE: 16

17 RUI MADUREIRA CEO,POSEIDON (1º PADE 2009) «Ter tido a oportunidade de participar neste programa foi uma honra e um privilégio tendo em consideração todos os participantes, desde os professores á organização, passando por todos os colegas, que em conjunto tornámos estes dias em verdadeiras experiências de vida pela troca de experiências ocorrida, bem como sobretudo por através do método do caso sermos obrigados a colocarmo- -nos nos papéis dos próprios decisores e interrogarmo-nos sobre o caminho a seguir e as decisões a tomar. Bem hajam pela iniciativa!» 17

18 MARIA CLARA SANCHES Administradora, EDEL, EP «O PADE, através da utilização do método do Caso, permite-nos adquirir conhecimento e capacidade, para que, nas nossas empresas, possamos definir estratégias e tomarmos decisões de forma sustentável, de modo a não comprometermos o futuro da instituição. Este método é de tal modo atractivo que nos suscita o interesse de participarmos, no futuro, em programas de continuidade.» 18

19 PERFIL DOS PARTICIPANTES 19

20 HORÁRIO TIPO QUINTA-FEIRA 13h15» 14h30 Almoço 14h30» 16h30 Trabalho de Grupo 16h45» 18h00 Sessão 1 18h15» 19h30 Sessão 2 SEXTA-FEIRA 09h00» 10h15 Sessão 3 10h30» 11h45 Sessão 4 12h00» 13h15 Sessão 5 13h15» 14h30 Almoço 14h30» 16h15 Trabalho de Grupo 16h45» 18h00 Sessão 6 18h15» 19h30 Sessão 7 SÁBADO 09h00» 10h15 Sessão 8 10h30» 11h45 Sessão 9 12h00» 13h15 Sessão 10 20

21 CALENDÁRIO DAS SESSÕES OPERAÇÕES E TECNOLOGIA POLÍTICA COMERCIAL E MARKETING CONTABILIDADE E SISTEMAS DE CONTROLO DE GESTÃO COMPORTAMENTO HUMANO NA ORGANIZAÇÃO E ÉTICA FINANÇAS POLÍTICA DE EMPRESA CONFERÊNCIAS DE ENQUADRAMENTO FEVEREIRO 24, 25, 26 MARÇO 10, 11, 12 24, 25, 26 ABRIL 04 a 08 * 27, 28, 29 ** MAIO 12, 13, 14 26, 27, 28 JUNHO 08, 09, 10 22, 23, 24 JULHO 06, 07, 08 ** 20, 21, 22 5 sessões 5 sessões 5 sessões 5 sessões 5 sessões 5 sessões 2 sessões 3 sessões 1 sessão 5 sessões 6 sessões 5 sessões 5 sessões 1 sessão 5 sessões 5 sessões 5 sessões 5 sessões 5 sessões 5 sessões 5 sessões 5 sessões 5 sessões 5 sessões 1 sessão 5 sessões 5 sessões A distribuição das sessões pelas áreas faz-se a título representativo. * Semana Internacional em Lisboa (AESE) e Madrid (IESE) ** Número de sessões diferente do habitual 21

22 INFORMAÇÕES GERAIS O Programa é compatível com o trabalho profissional, requerendo a presença dos participantes em todas as sessões de trabalho. O PADE realiza-se no Hotel Alvalade, na Avenida Comandante Gika, em Luanda. Gabinete de Admissões: José Maria Wanassi Telefone [+244] Fax [+244] Telemóvel [+244] PREÇO TOTAL: ,00 USD * * O preço inclui os custos de estadia e deslocação entre Lisboa e Madrid. Não inclui as deslocações Luanda- -Lisboa e Lisboa-Luanda. 22

23 ÍNDICE 03 MENSAGEM DO DIRECTOR 05 PORQUÊ FAZER O PADE 05 OBJECTIVOS DO PROGRAMA 07 A QUEM SE DIRIGE 07 QUEM JÁ PARTICIPOU NO PADE 09 O MÉTODO DO CASO 11 PLANO DE ESTUDOS 13 SEMANA INTERNACIONAL 14 PROFESSORES E CONFERENCISTAS 16 ASM - ANGOLA SCHOOL OF BUSINESS 16 AESE - ESCOLA DE DIRECÇÃO E NEGÓCIOS 16 IESE BUSINESS SCHOOL 19 PERFIL DOS PARTICIPANTES 20 HORÁRIO TIPO 21 CALENDÁRIO DAS SESSÕES 22 INFORMAÇÕES GERAIS

24 PROMOTORES: Design Gráfico atelier adão paranhos ASM - Angola School of Management Rua General Roçadas Nº 37, Bairro Ingombotas, Luanda - Angola Telefone [+244] Fax [+244] Telemóvel [+244]

PROGRAMA DE ALTA DIRECÇÃO DE EMPRESAS

PROGRAMA DE ALTA DIRECÇÃO DE EMPRESAS PROGRAMA DE ALTA DIRECÇÃO DE EMPRESAS PADE2010 MENSAGEM DO DIRECTOR DO PADE A semelhança do que ocorre hoje a escala internacional, a economia Angolana enfrenta o desafio de elevar a competitividade e

Leia mais

PROGRAMA DE ALTA DIRECÇÃO DE EMPRESAS PADE

PROGRAMA DE ALTA DIRECÇÃO DE EMPRESAS PADE 6. PROGRAMA DE ALTA DIRECÇÃO DE EMPRESAS PADE 2014 Angola, após o conflito armado, é uma peça de arte, esculpida a cada dia e ganhando forma com o decurso do tempo. Sabemos que, de entre as muitas peças

Leia mais

PROGRAMA DE ALTA DIRECÇÃO DE EMPRESAS

PROGRAMA DE ALTA DIRECÇÃO DE EMPRESAS 5. PADE PROGRAMA DE ALTA DIRECÇÃO DE EMPRESAS 2013 As previsões relativas ao crescimento da economia nacional veiculadas quer por instituições nacionais quer por instituições internacionais apontam para

Leia mais

3º PDE PROGRAMA DE DIRECÇÃO DE EMPRESAS

3º PDE PROGRAMA DE DIRECÇÃO DE EMPRESAS 2013 3º PDE PROGRAMA DE DIRECÇÃO DE EMPRESAS REDE DE ESCOLAS ASSOCIADAS ASM/AESE/IESE VARSÓVIA MUNIQUE NOVA IORQUE LISBOA MADRID BARCELONA SEVILHA CAIRO CIDADE DO MÉXICO GUATEMALA BOGOTÁ GUAYAQUIL ABIDJAN

Leia mais

pde PROGRAMA DE DIRECÇAO DE EMPRESAS

pde PROGRAMA DE DIRECÇAO DE EMPRESAS FORMAÇAO PARA EXECUTIVOS pde PROGRAMA DE DIRECÇAO DE EMPRESAS 5º PDE > 2 julho A 6 DE dezembro DE 2014 6º PDE > 10 fevereiro A 2 DE julho DE 2015 REDE DE ESCOLAS ASSOCIADAS ASM/AESE/IESE VARSÓVIA MUNIQUE

Leia mais

Semana Internacional em Lisboa e Madrid

Semana Internacional em Lisboa e Madrid PADE PROGRAMA DE ALTA DIRECÇÃO DE EMPRESAS 7º PADE > FEVEREIRO A JULHO DE 2015 Semana Internacional em Lisboa e Madrid 2 José Maria Wanassi Dean da ASM A longo prazo, o desenvolvimento de Angola, das suas

Leia mais

PROGRAMA DE DIREÇÃO DE EMPRESAS

PROGRAMA DE DIREÇÃO DE EMPRESAS 2016 JANEIRO > JULHO PORTO www.aese.pt/pde Escola associada: PROGRAMA DE DIREÇÃO DE EMPRESAS OBJETIVOS DO PROGRAMA O PDE atinge este ano a sua sexagésima edição, destacando-se como o Programa mais vezes

Leia mais

PROGRAMA DE GESTÃO E LIDERANÇA LISBOA 2015-16

PROGRAMA DE GESTÃO E LIDERANÇA LISBOA 2015-16 O PGL foi desenhado para profissionais, com mais de 5 anos de experiência, dinâmicos, com grande capacidade de trabalho e ambição de aceder a novas responsabilidades. PROGRAMA DE GESTÃO E LIDERANÇA LISBOA

Leia mais

pde PROGRAMA DE DIRECÇÃO DE EMPRESAS

pde PROGRAMA DE DIRECÇÃO DE EMPRESAS FORMAÇÃO PARA EXECUTIVOS pde PROGRAMA DE DIRECÇÃO DE EMPRESAS 7º PDE > 1 julho A 5 DE dezembro DE 2015 8º PDE > 16 fevereiro A 7 DE julho DE 2016 REDE DE ESCOLAS ASSOCIADAS ASM/AESE/IESE NOVA IORQUE LISBOA

Leia mais

Em colaboração com: GESTÃO DE EMPRESAS E NEGÓCIOS LEIRIA 2015 SETEMBRO E OUTUBRO. www.aese.pt/gen

Em colaboração com: GESTÃO DE EMPRESAS E NEGÓCIOS LEIRIA 2015 SETEMBRO E OUTUBRO. www.aese.pt/gen Em colaboração com: GESTÃO DE EMPRESAS E NEGÓCIOS GEN LEIRIA 2015 SETEMBRO E OUTUBRO www.aese.pt/gen BEM-VINDO AO GEN É com muito gosto que lhe apresentamos o GEN, criado pela AESE, numa perspetiva de

Leia mais

PROGRAMA DE GESTÃO E LIDERANÇA PORTO 2016

PROGRAMA DE GESTÃO E LIDERANÇA PORTO 2016 PROGRAMA DE GESTÃO E LIDERANÇA PORTO 2016 O PGL foi desenhado para profissionais, com mais de 5 anos de experiência, dinâmicos, com grande capacidade de trabalho e ambição de aceder a novas responsabilidades.

Leia mais

LISBOA. OUTUBRO 2015 > JUNHO 2016 www.aese.pt/gmp GMP GENERAL MANAGEMENT PROGRAM 2015-2016. Escola associada:

LISBOA. OUTUBRO 2015 > JUNHO 2016 www.aese.pt/gmp GMP GENERAL MANAGEMENT PROGRAM 2015-2016. Escola associada: LISBOA OUTUBRO 2015 > JUNHO 2016 GMP GENERAL MANAGEMENT PROGRAM 2015-2016 Escola associada: OBJETIVOS DO PROGRAMA O processo de integração europeia, as novas tecnologias e, mais recentemente, a crise internacional

Leia mais

GOS GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES SOCIAIS LISBOA E PORTO 2016. www.aese.pt/gos. Escola associada:

GOS GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES SOCIAIS LISBOA E PORTO 2016. www.aese.pt/gos. Escola associada: GOS www.aese.pt/gos GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES SOCIAIS LISBOA E PORTO 2016 Escola associada: MENSAGEM DOS DIRETORES DO GOS Gerir organizações da economia social apresenta hoje desafios mais atuais que antigos

Leia mais

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU Programas de MESTRADO Online MBA Master in Business Administration Mestrado em Direcção de Empresas Mestrado em Direcção de Marketing e Vendas Mestrado em Direcção Financeira Mestrado em Comércio Internacional

Leia mais

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Participamos num processo acelerado de transformações sociais, políticas e tecnológicas que alteram radicalmente o contexto e as

Leia mais

MINI MBA EM GESTÃO. Luanda UMA OPORTUNIDADE QUE RESULTARÁ NUM NOVO IMPULSO PARA A SUA EMPRESA

MINI MBA EM GESTÃO. Luanda UMA OPORTUNIDADE QUE RESULTARÁ NUM NOVO IMPULSO PARA A SUA EMPRESA MINI Luanda 6ª Edição MBA EM UMA OPORTUNIDADE QUE RESULTARÁ NUM NOVO IMPULSO PARA A SUA EMPRESA GESTÃO MINI MBA EM GESTÃO Um programa conciso e único Na linha das anteriores edições, merecedoras de Novas

Leia mais

pde 2011-2012 Programa de Direcção de Empresas

pde 2011-2012 Programa de Direcção de Empresas pde 2011-2012 Programa de Direcção de Empresas «Nos primeiros 30 anos de vida da AESE, os nossos programas constituíram-se como uma plataforma de aprendizagem para os participantes transformarem os seus

Leia mais

Gestão Empresarial. Comércio e Serviços

Gestão Empresarial. Comércio e Serviços Curso de Gestão Empresarial para Comércio e Serviços PROMOÇÃO: COLABORAÇÃO DE: EXECUÇÃO: APRESENTAÇÃO: > A aposta na qualificação dos nossos recursos humanos constitui uma prioridade absoluta para a Confederação

Leia mais

Programa Avançado de Gestão

Programa Avançado de Gestão PÓS GRADUAÇÃO Programa Avançado de Gestão Com o apoio de: Em parceria com: Nova School of Business and Economics Com o apoio de: PÓS GRADUAÇÃO Programa Avançado de Gestão A economia Angolana enfrenta hoje

Leia mais

LISBOA JANEIRO > JULHO PROGRAMA DE DIREÇÃO. www.aese.pt/pde DE EMPRESAS. Escola associada:

LISBOA JANEIRO > JULHO PROGRAMA DE DIREÇÃO. www.aese.pt/pde DE EMPRESAS. Escola associada: PROGRAMA DE DIREÇÃO 2016 JANEIRO > JULHO LISBOA www.aese.pt/pde DE EMPRESAS Escola associada: OBJETIVOS DO PROGRAMA O PDE foi preparado para gestores com mais de 5 anos de experiência de direção, empresários

Leia mais

Programa DE marketing Para médicos DENTISTaS E ESTomaToLogISTaS

Programa DE marketing Para médicos DENTISTaS E ESTomaToLogISTaS Programa DE MARKETING PARA MÉDICOS DENTISTAS e ESTOMATOLOGISTAS PROFESSORES Ramiro Martins É licenciado em Engenharia Química pela UP (1983) e especializou-se em Biotecnologia. Frequentou o PADE da AESE

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO F O R M A Ç Ã O A V A N Ç A D A CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO FORMAÇÃO ESPECÍFICA PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ENGENHEIROS ENQUADRAMENTO O CEGE/ISEG é um centro de investigação e projectos do ISEG Instituto

Leia mais

www.tal-search.com P O R T U G A L E S P A N H A A N G O L A M O Ç A M B I Q U E

www.tal-search.com P O R T U G A L E S P A N H A A N G O L A M O Ç A M B I Q U E www.tal-search.com P O R T U G A L E S P A N H A A N G O L A M O Ç A M B I Q U E Quem somos? Quem somos? O que fazemos? O que nos distingue? Onde estamos? 2 Quem somos? APRESENTAÇÃO A Talent Search foi

Leia mais

MBA especialização em GesTão De projectos

MBA especialização em GesTão De projectos MBA especialização em GESTão DE projectos FORMEDIA Instituto Europeu de Empresários e Gestores FORMEDIA e INSTITUTO EUROPEO DE POSGRADO FORMEDIA - Instituto Europeu de Empresários e Gestores A FORMEDIA

Leia mais

A competitividade e a qualidade de vida em Lisboa

A competitividade e a qualidade de vida em Lisboa 23º Ano Nº 551, 15-02-2011 1ª sessão do Ciclo Cidades sustentáveis e competitivas, a 21 de Fevereiro A competitividade e a qualidade de vida em Lisboa O FINANCIAMENTO DOS SISTEMAS DE SAÚDE NO CONTEXTO

Leia mais

Procura de Excelência

Procura de Excelência www.mba.deg.uac.pt Procura de Excelência MASTER IN BUSINESS ADMINISTRATION Mestrado em Gestão (MBA) Secretariado Departamento de Economia e Gestão Rua da Mãe de Deus Apartado 1422 E-mail: mba@uac.pt Tel:

Leia mais

EXECUTIVE MASTER OF FASHION BUSINESS (Pós-graduação)

EXECUTIVE MASTER OF FASHION BUSINESS (Pós-graduação) EXECUTIVE MASTER OF FASHION BUSINESS (Pós-graduação) Rua Castilho 90 2ºesq 1250-071 Lisboa, Portugal Rua José Gomes Ferreira nº219 - Aviz 4150-442 Porto, Portugal info@beill.pt / www.beill.pt Sobre A Beill

Leia mais

Business Intensive Program. Para uma Performance Empresarial mais Competitiva

Business Intensive Program. Para uma Performance Empresarial mais Competitiva Business Intensive Program Para uma Performance Empresarial mais Competitiva 02 BIP BUSINESS INTENSIVE PROGRAM Business Intensive Program Para uma Performance Empresarial mais Competitiva Em tempos de

Leia mais

Gestão e Novas Tecnologias

Gestão e Novas Tecnologias Curso de Especialização em Gestão e Novas Tecnologias Índice 1- Enquadramento 2- Objectivos 3- Destinatários 4- Conteúdos programáticos 5- Corpo docente 6- Planeamento da formação 7- Organização e responsabilidade

Leia mais

Mestrado em direcção de empresas

Mestrado em direcção de empresas Mestrado em Direcção DE EMPRESAS FORMEDIA Instituto Europeu de Empresários e Gestores FORMEDIA e INSTITUTO EUROPEO DE POSGRADO FORMEDIA - Instituto Europeu de Empresários e Gestores A FORMEDIA Instituto

Leia mais

Sistemas Logísticos de Portugal e Espanha no Desenvolvimento do Mercado Ibérico. 29 e 30 de Novembro de 2010 ENTIDADES ORGANIZADORAS

Sistemas Logísticos de Portugal e Espanha no Desenvolvimento do Mercado Ibérico. 29 e 30 de Novembro de 2010 ENTIDADES ORGANIZADORAS Sistemas Logísticos de Portugal e Espanha no Desenvolvimento do Mercado Ibérico 29 e 30 de Novembro de 2010 ENTIDADES ORGANIZADORAS A LOGISTEL S.A. é uma Sociedade Anónima de que são Accionistas o Grupo

Leia mais

Mestrado em CoMérCio internacional

Mestrado em CoMérCio internacional Mestrado em Comércio FORMEDIA Instituto Europeu de Empresários e Gestores FORMEDIA e INSTITUTO EUROPEO DE POSGRADO FORMEDIA - Instituto Europeu de Empresários e Gestores A FORMEDIA Instituto Europeu de

Leia mais

GMP. General Management Program NOVAS DATAS. 2013-2014 Programa de Direcção de Empresas. Escola associada:

GMP. General Management Program NOVAS DATAS. 2013-2014 Programa de Direcção de Empresas. Escola associada: GMP General Management Program NOVAS DATAS 2013-2014 Programa de Direcção de Empresas Escola associada: «A decisão de investir no fortalecimento das competências e capacidades próprias, nestes momentos

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL 2015-2016

PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL 2015-2016 PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL 2015-2016 2 PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EMPRESARIAL COORDENAÇÃO Prof. Doutor Paulo Lopes Henriques Prof.ª Doutora Carla Curado Prof. Doutor Pedro Verga Matos APRESENTAÇÃO Este

Leia mais

Competências de Gestão para Dirigentes e Técnicos de Associações Empresariais

Competências de Gestão para Dirigentes e Técnicos de Associações Empresariais Competências de Gestão para Dirigentes e Técnicos de Associações Empresariais Curso de Formação 2011 Índice PROPOSTA FORMATIVA... 3 Introdução... 3 Objectivo geral... 3 Estrutura... 3 Metodologias... 3

Leia mais

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução:

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução: EDIÇÃO 2011/2012 Introdução: O Programa Formação PME é um programa financiado pelo POPH (Programa Operacional Potencial Humano) tendo a AEP - Associação Empresarial de Portugal, como Organismo Intermédio,

Leia mais

PROGRAMA DE ALTA DIRECÇÃO DE INSTITUIÇÕES DE SAÚDE

PROGRAMA DE ALTA DIRECÇÃO DE INSTITUIÇÕES DE SAÚDE PADIS 2012 PROGRAMA DE ALTA DIRECÇÃO DE INSTITUIÇÕES DE SAÚDE «Os programas de formação da AESE constituem um processo interativo entre dirigentes com níveis de responsabilidade equivalentes. Arrancam

Leia mais

Formação em Gestão de Fundos de Investimento Imobiliário 2009. 28 e 29 de Outubro Hotel Trópico, Luanda

Formação em Gestão de Fundos de Investimento Imobiliário 2009. 28 e 29 de Outubro Hotel Trópico, Luanda Formação em Gestão de Fundos de Investimento Imobiliário 2009 28 e 29 de Outubro Hotel Trópico, Luanda Formação em Gestão de Fundos Imobiliários A formação em Gestão de Fundos de Investimento Imobiliário

Leia mais

Implementação da Estratégia

Implementação da Estratégia 23º Ano Nº 553, 15-03-2011 Seminário a 12 e 13 de Abril de 2011, em Lisboa Implementação da Estratégia A SITUAÇÃO DO MER- CADO IMOBILIÁRIO A Sessão de Continuidade com o Prof. Jose Luís Suárez realiza-se

Leia mais

O Programa de Reforço e Dinamização da Cooperação Empresarial SISCOOP constitui-se como

O Programa de Reforço e Dinamização da Cooperação Empresarial SISCOOP constitui-se como SISTEMA DE DIAGNÓSTICO E AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE DESENVOLVIMENTO DAS OPORTUNIDADES DE COOPERAÇÃO EM REDE Nota: documento elaborado pela INTELI Inteligência em Inovação, no âmbito da consultadoria prestada

Leia mais

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Centro Cultural de Belém, Lisboa, 11 de Outubro de 2006 Intervenção do Secretário

Leia mais

Inscrições e pedido de informações: acege@acege.pt ou 217 941 323

Inscrições e pedido de informações: acege@acege.pt ou 217 941 323 Portugal tem futuro! Liderar com responsabilidade Introdução: A ACEGE em parceria com a CIP e o IAPMEI está a desenvolver o programa Liderar com Responsabilidade, que quer potenciar a acção dos líderes

Leia mais

em - Corporate Reporting (1.ª Edição) Executive Master

em - Corporate Reporting (1.ª Edição) Executive Master www. indeg. iscte-iul. pt EXPERIÊNCIA DE IMERSÃO AVANÇADA NO STATE OF THE ART E NAS ALTERAÇÕES MAIS RECENTES NAS TEMÁTICAS, NORMATIVAS E MÉTODOS DE REPORTE INTEGRADO DAS ORGANIZAÇÕES VISANDO UM DESEMPENHO

Leia mais

EFFECTIVE LEADERSHIP PROGRAM

EFFECTIVE LEADERSHIP PROGRAM executive education EFFECTIVE LEADERSHIP PROGRAM LIDERANÇA EFICAZ IMPLICA UM ENTENDIMENTO PROFUNDO DO SIGNIFICADO QUE A ORGANIZAÇÃO ATRIBUI À PALAVRA SUCESSO. O líder deve ir além da visão imediatista

Leia mais

Concurso de Ideias e Projectos

Concurso de Ideias e Projectos Concurso de Ideias e Projectos Regulamento Promotor Colaboração Apoios CONCURSO DE IDEIAS E PROJECTOS EMPREENDEDORISMO COMÉRCIO E SERVIÇOS Regulamento Art. 1º - Entidade Promotora O concurso de ideias

Leia mais

Ajudar a minha equipa a crescer

Ajudar a minha equipa a crescer 23º Ano Nº 549, 15-01-2011 Novo Seminário da AESE Ajudar a minha equipa a crescer N E G O C I A R COM EFICÁCIA Nova edição do seminário realiza-se já no final de Janeiro, em Lisboa. P. 2 AS LIÇÕES DE GESTÃO

Leia mais

Master in Management for Human Resources Professionals

Master in Management for Human Resources Professionals Master in Management for Human Resources Professionals Em colaboração com: Master in Management for Human Resources Professionals Em colaboração com APG Um dos principais objectivos da Associação Portuguesa

Leia mais

General Management Program 2014-2015

General Management Program 2014-2015 General Management Program 2014-2015 Escola associada: «Hoje mais do que nunca, os dirigentes devem olhar para a sociedade de uma forma positiva porque o seu trabalho é um trabalho com os outros e um trabalho

Leia mais

Formação de Executivos / Executive Business Education

Formação de Executivos / Executive Business Education Formação de Executivos / Executive Business Education 2 ÍNDICE 05 06 07 08 09 09 11 12 13 14 15 15 15 Mensagem de Boas Vindas Apresentação Advisory Board Porquê Formação executiva? 7 razões para escolher

Leia mais

Projecto GTBC. leading excellence 1. Portugal: Espanha:

Projecto GTBC. leading excellence 1. Portugal: Espanha: Projecto GTBC Portugal: Edifício Taurus Campo Pequeno, 48 2º 1000-081 Lisboa Tel.: +351 217 921 920 Fax: +351 217 921 929 www.gtbc.pt info@gtbc.pt Espanha: CalleAtocha, 20, 2ªIzq 28012 Madrid Tel.: +34

Leia mais

MLM Master in Law and Management

MLM Master in Law and Management MLM Master in Law and Management diploma CONJUNTO novaforum.pt MLM Master in Law and Management Os participantes que completem com aproveitamento a componente lectiva do Programa receberão um Diploma de

Leia mais

Testemunho pessoal do coordenador científico. Testemunhos. Coordenador: Nuno Côrte-Real

Testemunho pessoal do coordenador científico. Testemunhos. Coordenador: Nuno Côrte-Real Testemunho pessoal do coordenador científico Coordenador: Nuno Côrte-Real Como o próprio nome indica, trata-se de um programa generalista que aborda de uma forma integrada e sistémica os mais relevantes

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

A Importância dos Recursos Humanos (Gestão de

A Importância dos Recursos Humanos (Gestão de A Importância dos Recursos Humanos (Gestão de Pessoas) na Gestão Empresarial Marketing Interno Licenciatura de Comunicação Empresarial 3º Ano Docente: Dr. Jorge Remondes / Discente: Ana Teresa Cardoso

Leia mais

Paulo Ferreira Diretor Geral do ISE Business School EXECUTIVE MBA

Paulo Ferreira Diretor Geral do ISE Business School EXECUTIVE MBA Boas-vindas Vivemos em uma época única e extraordinária. É uma época que nos apresenta desafios importantes e precisamos de gestores capazes de assumir os novos desafios com profissionalismo, inspirando

Leia mais

Inscrições. As inscrições para os cursos realizam-se em Setembro de 2012. O Sector Empresarial do Estado não se encontra abrangido por esta Aliança.

Inscrições. As inscrições para os cursos realizam-se em Setembro de 2012. O Sector Empresarial do Estado não se encontra abrangido por esta Aliança. Caderno de s 2 Objectivos A formação de executivos é, hoje em dia, uma necessidade incontornável, sendo um importante factor do sucesso, da competitividade e da sustentabilidade das organizações. Considerando

Leia mais

9 EDIÇÃO - LISBOA 10 EDIÇÃO - PORTO

9 EDIÇÃO - LISBOA 10 EDIÇÃO - PORTO Este é um programa de aperfeiçoamento destinado a dirigentes de instituições da economia social (IPSS, ONGs, misericórdias e outras instituições sem fins lucrativos) que pretendam melhorar a sua capacidade

Leia mais

MESTRADO EM ASSESSORIA FINANCEIRA

MESTRADO EM ASSESSORIA FINANCEIRA MESTRADO EM ASSESSORIA FINANCEIRA FORMEDIA Instituto Europeu de Empresários e Gestores FORMEDIA e INSTITUTO EUROPEO DE POSGRADO FORMEDIA - Instituto Europeu de Empresários e Gestores A FORMEDIA Instituto

Leia mais

Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Pós-Graduação. MBA em Negócios Internacionais

Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica. Sines Tecnopolo. Pós-Graduação. MBA em Negócios Internacionais Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Sines Tecnopolo Pós-Graduação MBA em Negócios Internacionais Edital 1ª Edição 2012-2013 1 Enquadramento O MBA em Negócios Internacionais é

Leia mais

Auditoria e Fiscalização de Contas

Auditoria e Fiscalização de Contas Auditoria e Fiscalização de Contas Docente: António Samagaio Contactos: ISEG Departamento de Gestão Morada: Gabinete 314, Rua Miguel Lupi n.º 20, 1249 078 Lisboa Telefone directo: 21 392 59 99 Email: antonio.samagaio@iseg.utl.pt

Leia mais

FORMULÁRIO DE PROPOSTA DE PROJECTO

FORMULÁRIO DE PROPOSTA DE PROJECTO FORMULÁRIO DE PROPOSTA DE PROJECTO ESPAÇO RESERVADO AO TI: PROPOSTA Nº DATA DA ENTRADA: / / RECEBIDO POR: I. IDENTIFICAÇÃO DO PROMOTOR NOME: Nº DE SÓCIO: MORADA: CÓDIGO POSTAL - LOCALIDADE: CONCELHO: TELEFONE:

Leia mais

A EMPRESA. A DRIVE Consultoria e Investimento, S.A. (DRIVE CI) dedica-se à prestação de serviços de gestão, em especial em

A EMPRESA. A DRIVE Consultoria e Investimento, S.A. (DRIVE CI) dedica-se à prestação de serviços de gestão, em especial em A EMPRESA A DRIVE Consultoria e Investimento, S.A. (DRIVE CI) dedica-se à prestação de serviços de gestão, em especial em áreas onde apresenta factores diferenciadores, como a representação em conselhos

Leia mais

O Relatório da OCDE: A avaliação do sistema de ensino superior em Portugal. Lisboa, 13 de Dezembro de 2006

O Relatório da OCDE: A avaliação do sistema de ensino superior em Portugal. Lisboa, 13 de Dezembro de 2006 O Relatório da OCDE: A avaliação do sistema de ensino superior em Portugal Lisboa, 13 de Dezembro de 2006 O relatório de avaliação do sistema de ensino superior em Portugal preparado pela equipa internacional

Leia mais

GAEM DE OUTUBRO A DEZEMBRO DE 2013 DA ECONOMIA DO MAR. Com a colaboração da:

GAEM DE OUTUBRO A DEZEMBRO DE 2013 DA ECONOMIA DO MAR. Com a colaboração da: GAEM GESTÃO AVANÇADA DA ECONOMIA DO MAR DE OUTUBRO A DEZEMBRO DE 2013 Com a colaboração da: «Os programas de formação da AESE constituem um processo interativo entre dirigentes com níveis de responsabilidade

Leia mais

Pós-Graduação Leadership & Management. 3ª Edição

Pós-Graduação Leadership & Management. 3ª Edição Pós-Graduação Leadership & Management 3ª Edição 2010/2011 Leadership & Management Direcção Científica Prof. Doutor José Verissimo Doutora Teresa Passos A Direcção Executiva é partilhada entre o IDEFE e

Leia mais

MINISTÉRIO DOS NEGóCIOS ESTRANGEIROS DIRECÇÃO GERAL DOS ASSUNTOS MULTILATERAIS Direcção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais

MINISTÉRIO DOS NEGóCIOS ESTRANGEIROS DIRECÇÃO GERAL DOS ASSUNTOS MULTILATERAIS Direcção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais MINISTÉRIO DOS NEGóCIOS ESTRANGEIROS DIRECÇÃO GERAL DOS ASSUNTOS MULTILATERAIS Direcção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais Intervenção de SEXA o Secretário de Estado Adjunto do Ministro

Leia mais

curso de especialização em gestão

curso de especialização em gestão F OR M A Ç Ã O A V A N Ç A D A curso de especialização em gestão FORMAÇÃO ESPECÍFICA PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ENGENHEIROS Enquadramento O CEGE/ISEG é um centro de investigação e projectos do ISEG Instituto

Leia mais

Um mar de oportunidades. Mestrado em Gestão Portuária. Mensagem do Presidente da ENIDH Escola Superior Náutica Infante D. Henrique.

Um mar de oportunidades. Mestrado em Gestão Portuária. Mensagem do Presidente da ENIDH Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Um mar de oportunidades Mestrado em Gestão Portuária Mensagem do Presidente da ENIDH Escola Superior Náutica Infante D. Henrique A ENIDH é a Escola Superior pública portuguesa que assegura a formação de

Leia mais

CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO Skyna Hotel 22 de Junho de 2015

CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO Skyna Hotel 22 de Junho de 2015 LUANDA PROGRAMA AVANÇADO PARA DECISORES CONCURSOS INTERNACIONAIS COMO OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO Skyna Hotel 22 de Junho de 2015 2.ª EDIÇÃO Inscrições e mais informações em: www.ambienteonline.pt/luanda-concursos-internacionais-2015

Leia mais

As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada.

As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada. Anexo A Estrutura de intervenção As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada. 1. Plano de ação para o período 2016

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE CAPITAL HUMANO

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE CAPITAL HUMANO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE CAPITAL HUMANO ABERTURA A People & Skills foi criada para responder às necessidades de um mercado cada vez mais apostado em desenvolver e consolidar competências que garantem

Leia mais

CONSULTORIA POSITIVA

CONSULTORIA POSITIVA O consultor é uma pessoa que, pela sua habilidade, postura e posição, tem o poder de influenciar as pessoas, grupos e organizações, mas não tem o poder directo para produzir mudanças ou programas de implementação.

Leia mais

Carteira. de formação. análise às nossas oportunidades e recursos. Missão, Visão e Objectivos. Desenvolver competências técnicas e transversais

Carteira. de formação. análise às nossas oportunidades e recursos. Missão, Visão e Objectivos. Desenvolver competências técnicas e transversais conteúdos: Programa de formação avançada centrado nas competências e necessidades dos profissionais. PÁGINA 2 Cinco motivos para prefirir a INOVE RH como o seu parceiro, numa ligação baseada na igualdade

Leia mais

E F P D E G PALOP Eduardo Cruz

E F P D E G PALOP Eduardo Cruz E F P D E G PALOP Eduardo Cruz Formedia edcruz@formedia.pt 312 Experiências de formação presencial e à distância de empresários e gestores nos PALOP Desde 2001, a Formedia Instituto Europeu de Formação

Leia mais

2014/15 12ª EDIÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO. Natureza do curso e perfil da formação. Coordenação Científica. Prof. Doutor Eduardo Couto Mestre António Samagaio

2014/15 12ª EDIÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO. Natureza do curso e perfil da formação. Coordenação Científica. Prof. Doutor Eduardo Couto Mestre António Samagaio 12ª EDIÇão PÓS-GRADUAÇÃO Controlo de Gestão e Finanças Empresariais 2014/15 12ª EDIÇÃO Coordenação Científica Prof. Doutor Eduardo Couto Mestre António Samagaio Natureza do curso e perfil da formação Os

Leia mais

ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Da Beira Interior A.1.a. Identificação

Leia mais

MBA Negócios Internacionais. Edital 1ª Edição 2013-2014

MBA Negócios Internacionais. Edital 1ª Edição 2013-2014 MBA Negócios Internacionais Edital 1ª Edição 2013-2014 Sines, Junho de 2013 1 Enquadramento O MBA em Negócios Internacionais é um curso de pós-graduação desenvolvido pela Escola Superior de Ciências Empresariais

Leia mais

EUNEDS INTRODUÇÃO FINALIDADE E OBJECTIVOS

EUNEDS INTRODUÇÃO FINALIDADE E OBJECTIVOS EUNEDS INTRODUÇÃO O mandato para desenvolver uma Estratégia para a Educação para o Desenvolvimento Sustentável (EDS) decorre da declaração apresentada pelos ministros do ambiente da CEE/ONU na 5ª Conferência

Leia mais

Alexandre Ulisses. Habilitações Académicas:

Alexandre Ulisses. Habilitações Académicas: Alexandre Ulisses Pós-Graduação em Ciências da Educação, da Faculdade de Psicologia e Ciências de Educação do Porto; Mestrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores, Faculdade de Engenharia da

Leia mais

Pós-Graduação em. MARKETING E GESTÃO COMERCIAL de Serviços Financeiros INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO BANCÁRIA

Pós-Graduação em. MARKETING E GESTÃO COMERCIAL de Serviços Financeiros INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO BANCÁRIA BSUPERIOR DE GESTÃO INSTITUTO Pós-Graduação em MARKETING E GESTÃO COMERCIAL de Serviços Financeiros 2005 2006 Associação Portuguesa de Bancos INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO B ISGB THE PORTUGUESE SCHOOL OF

Leia mais

Mestrado EM bolsa e mercados financeiros

Mestrado EM bolsa e mercados financeiros Mestrado EM bolsa e mercados financeiros FORMEDIA Instituto Europeu de Empresários e Gestores FORMEDIA e INSTITUTO EUROPEO DE POSGRADO FORMEDIA - Instituto Europeu de Empresários e Gestores A FORMEDIA

Leia mais

ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Do Minho A.1.a. Identificação

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO CONTROLO DE GESTÃO E FINANÇAS EMPRESARIAIS

PÓS-GRADUAÇÃO CONTROLO DE GESTÃO E FINANÇAS EMPRESARIAIS PÓS-GRADUAÇÃO CONTROLO DE GESTÃO E FINANÇAS EMPRESARIAIS 2015-2016 2 PÓS-GRADUAÇÃO CONTROLO DE GESTÃO E FINANÇAS EMPRESARIAIS COORDENAÇÃO Prof. Doutor Eduardo Barbosa do Couto Mestre António Samagaio APRESENTAÇÃO

Leia mais

Curso de Gestão Para Empresários e Directores

Curso de Gestão Para Empresários e Directores Curso de Gestão Para Empresários e Directores Sob a direcção do Doutor José Nunes Maia, Professor Aposentado do ISCTE Lisboa, a MoreData pretende dar início à 1ª edição do Curso de Gestão para Empresários

Leia mais

2 SEMINÁRIO DE ALTA DIREÇÃO MAPUTO, MOÇAMBIQUE 5 E 6 NOVEMBRO 2012

2 SEMINÁRIO DE ALTA DIREÇÃO MAPUTO, MOÇAMBIQUE 5 E 6 NOVEMBRO 2012 2 SEMINÁRIO DE ALTA DIREÇÃO MAPUTO, MOÇAMBIQUE 5 E 6 NOVEMBRO 2012 Moçambique vive uma oportunidade extraordinária de desenvolvimento. Este momento da história é um enorme desafio e uma responsabilidade

Leia mais

PLANO CURRICULAR DO ENSINO SECUNDÁRIO. Princípios orientadores

PLANO CURRICULAR DO ENSINO SECUNDÁRIO. Princípios orientadores PLANO CURRICULAR DO ENSINO SECUNDÁRIO Princípios orientadores O Ensino Secundário no Colégio Pedro Arrupe orienta-se de forma coerente para o desenvolvimento integral do aluno, promovendo um crescimento

Leia mais

PGG PROGRAMA GERAL DE GESTÃO. Unleash your. full potential WWW.CLSBE.LISBOA.UCP.PT/EXECUTIVOS

PGG PROGRAMA GERAL DE GESTÃO. Unleash your. full potential WWW.CLSBE.LISBOA.UCP.PT/EXECUTIVOS PGG PROGRAMA GERAL Unleash your full potential WWW.CLSBE.LISBOA.UCP.PT/EXECUTIVOS PGG PROGRAMA GERAL O PGG - Programa Geral de Gestão, proporciona uma formação geral em Gestão de Empresas. Destina-se a

Leia mais

Vogal do Conselho da Caixa Geral de Depósitos, S.A., desde 1 de Outubro de 2004.

Vogal do Conselho da Caixa Geral de Depósitos, S.A., desde 1 de Outubro de 2004. Norberto Emílio Sequeira da Rosa Currículo Data de Nascimento: 3 de Abril de 1955 Cargos que Exerce: Vogal do Conselho da Caixa Geral de Depósitos, S.A., desde 1 de Outubro de 2004. Membro não executivo

Leia mais

INFORMAÇÕES PARA A PÁGINA DA ESCOLA FRASE DE ABERTURA NOVOS TESTEMUNHOS DE EX-ALUNOS A INCLUIR

INFORMAÇÕES PARA A PÁGINA DA ESCOLA FRASE DE ABERTURA NOVOS TESTEMUNHOS DE EX-ALUNOS A INCLUIR INFORMAÇÕES PARA A PÁGINA DA ESCOLA FRASE DE ABERTURA De acordo com os últimos dados disponíveis do Observatório para a inserção profissional da Universidade Nova de Lisboa, a taxa de emprego dos alunos

Leia mais

EDIÇÃO ESPECIAL 2009

EDIÇÃO ESPECIAL 2009 EDIÇÃO ESPECIAL 2009 BUSINESS COACHING Curso Profissional de Formação de Coach Certificação Internacional em Coaching MORE E ECA (Para Reconhecimento pela ICI contactar-nos.) Entidade: MORE Institut, Ltd

Leia mais

Executive MBA, e auniversidade de Oxford, que. conquista um terceiro lugar em Gestão, um

Executive MBA, e auniversidade de Oxford, que. conquista um terceiro lugar em Gestão, um posição em Economia e MBA e em terceiro nos mestrados de Empreendedorismo e Gestão. A Universidade de Stanford também aparece muito bem cotada, com dois primeiros lugares, em Gestão e em Recursos Humanos,

Leia mais

PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE QUADROS

PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE QUADROS PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE QUADROS NOTA INFORMATIVA A. Plano Nacional de Formação de Quadros, Instrumento de Execução da Estratégia Nacional de Formação de Quadros 1. Por Despacho de 16 de Novembro

Leia mais

Perto de si, mudamos consigo! www.wechange.pt

Perto de si, mudamos consigo! www.wechange.pt Hotel Alvalade LUANDA 16 a 27 de RH Os Ciclos de RH, consistem em planos de desenvolvimento de competências no domínio da gestão de Recursos Humanos, nomeadamente ao nível das áreas de Selecção, Formação

Leia mais

DESIGN THINKING ESTRATÉGIA EMPRESARIAL

DESIGN THINKING ESTRATÉGIA EMPRESARIAL ESTRATÉGIA EMPRESARIAL PROGRAMA AVANÇADO DESTINATÁRIOS Gestores de Topo, Gestores de Processos, Gestores de Negócio, Gestores de Produto, Gestores de Clientes, Gestores de empresas em fase de Internacionalização,

Leia mais

REDE LUTA CONTRA POBREZA URBANA RLCPU PLANO ESTRATÉGICO,2015-2017

REDE LUTA CONTRA POBREZA URBANA RLCPU PLANO ESTRATÉGICO,2015-2017 REDE LUTA CONTRA POBREZA URBANA RLCPU PLANO ESTRATÉGICO,2015-2017 Adão Augusto, Consultor 12-02-2015 1. Contextualização. Os projectos sociais fazem parte de um sistema complexo de relações que envolvem

Leia mais

Sociedades de Garantia Mútua (SGM) são:

Sociedades de Garantia Mútua (SGM) são: Sociedades de Garantia Mútua (SGM) são: Operadores financeiros que prestam às instituições bancárias as garantias que lhes permitem disponibilizar às PME empréstimos em condições mais favoráveis. Ao partilhar

Leia mais

GESTÃO DE EMPRESAS PÓS-GRADUAÇÃO EM 3 SEMANAS INTERCALADAS EM LISBOA

GESTÃO DE EMPRESAS PÓS-GRADUAÇÃO EM 3 SEMANAS INTERCALADAS EM LISBOA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE EMPRESAS 3 SEMANAS INTERCALADAS EM LISBOA A CATÓLICA-LISBON é a melhor business school portuguesa nos rankings do Financial Times. Está acreditada pelas três instituições de

Leia mais