Objetivos. Produto da Consultoria. Consolidação do Profissional como Consultor. Prof. Carlos William de Carvalho. Produto:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Objetivos. Produto da Consultoria. Consolidação do Profissional como Consultor. Prof. Carlos William de Carvalho. Produto:"

Transcrição

1 Consolidação do Profissional como Consultor Prof. Carlos William de Carvalho Objetivos Quais aspectos a serem considerados para que uma pessoa se torne consultor empresarial? Como definir e qual a importância do produto da consultoria? Quais aspectos básicos para se consolidar um estilo de atuação do consultor e da empresa de consultoria? Como um profissional pode elaborar seu plano de carreira para atuar como consultor? Quais as características dos serviços de consultoria e de treinamento? Como consolidar sinergia entre os serviços de consultoria e de treinamento? Como realizar a adequada divulgação dos serviços de consultoria? 2 Produto da Consultoria Produto: Elo de ligação consultoria x organização-cliente. Vantagem competitiva: Característica que direciona o mercado p a r a a c o m p r a d o s s e r v i ç o s d e determinado consultor ou consultoria. 3

2 Critérios de Competitividade dos Serviços de Consultoria Critérios de competitividade dos serviços de consultoria Critérios Competência Velocidade Consistência Empatia Flexibilidade Conceito Conhecimento e habilidade para realizar o serviço Tempo de espera, real ou percebido. Velocidade efetiva na realização dos trabalhos Ausência de variabilidade nos processos implementados Atendimento personalizado e cortesia de atuação. É o colocar-se no lugar do outro Capacidade de mudança e de adaptação. Jogo de cintura 4 Nível de importância Autoavaliação Critérios de Competitividade dos Serviços de Consultoria Critérios de competitividade dos serviços de consultoria Critérios Durabilidade Conceito Tempo em que o serviço continuará útil para a organização-cliente Nível de importância Autoavaliação Funcionalidade Resolução adequada do problema identificado Confiabilidade Acesso Custo Capacidade de oferecer e realizar o serviço pretendido com garantia, segurança e exatidão Facilidade de contato, negociação e realização dos serviços Fornecer serviços com ótima relação custo x benefício 5 Consultoria Organizacional Principais focos de atuação 1. DUAS SITUAÇÕES: Realidade atual; Situação futura. 6

3 Consultoria Organizacional Principais focos de atuação! 2. ASSUNTOS PARA CONSULTORIA: Estratégias e negócios; Estruturação organizacional; Estratégias e negócios; Estruturação organizacional; Processos (logística, qualidade); Gestão de recursos (financeiros, de pessoas); Estrutura decisória e atuação dos executivos; Sistema de pensões (compensação e benefícios). 7 Segmentação de mercado Excluindo o setor de auditoria independente, que não é foco dos nossos estudos, os setores que apresentam o maior nível de faturamento em consultoria são: - Consultoria de compensação e benefícios, principalmente por causa da atual estrutura do sistema de pensões; e - Consultoria gerencial e estratégica, incluindo a questão de fusões e aquisições de empresas, bem como o processo de recuperação de empresas deficitárias. - Podemos considerar também que os serviços de consultoria para as atividades-fins da empresa-cliente são mais procurados e apresentam melhores resultados do que os serviços de consultoria para as atividades-meios. 8 Consultoria Organizacional Oportunidades 1. Economia em crescimento: A análise e consolidação de novos negócios para a organização-cliente. 2. Economia em declínio: Redução de custos. Obs.: Economia com pontos de ruptura: - É a pior situação; - Os executivos não sabem o que fazer. 9

4 Características do Produto de Consultoria - ALTO CUSTO DE OPORTUNIDADE. - FRAGMENTAÇÕES NAS ENTREGAS. - INTENSIDADE DE USO DO TEMPO. - DIFICULDADE DE AVALIAÇÃO. - ACOMPANHAMENTO INTERATIVO. - INTENSIDADE DE CONTATOS. - TRANSAÇÃO PROFISSIONAL COMPLICADA. 10 Consolidação do Profissional como Consultor 1. PRODUTO DA CONSULTORIA: - FOCO BÁSICO. - COMPONENTES (TRIPÉ DA VANTAGEM COMPETITIVA): Especialidade oferecida Competência / nível de conhecimento Amplitude / forma de atuação - Vantagem competitiva 11 Consolidação do Profissional como Consultor 2. ESTILO DE ATUAÇÃO: RESULTANTE DAS CARACTERÍSTICAS DE (CHA): - CONHECIMENTO - HABILIDADE - ATITUDE (COMPORTAMENTO) 2.1 AMPLITUDE DE ATUAÇÃO: - Projetos de curta duração ou longa duração - Foco específico ou não - Região específica ou não - Toda empresa ou não - Residência ou escritório 12

5 Vantagem do escritório específico - Melhor estrutura para apoio a seus serviços técnicos; - Maior troca de ideias com outros técnicos, com base em uma convivência profissional diária; - Maior facilidade de atualização profissional; - Maior profissionalismo, evitando problemas familiares. 13 Vantagem do trabalho na residência - Ganho de tempo, pois evita transporte e engarrafamentos no trânsito para sua locomoção até o escritório; - Despesas menores; - Maior autonomia; - Melhor quali dade de vi da, po is interage mais com a família. 14 Trabalho a distância - Empresa Virtual - Forte e estruturada disciplina; - Elevado nível de motivação; - Criatividade, persistência e iniciativa na busca de informações; - Parcerias estratégicas com empresas que alugam espaços compartilhados; e - Constante busca de inovação. 15

6 Próxima aula - Forma de atuação profissional; - Plano de carreira (tripé); - Marketing dos serviços de consultoria; - Estratégias de marketing; - Marketing de serviço x mercados; - Segmentação de mercado. 16

CAPÍTULO 2 CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR. Djalma de Pinho Rebouças de Oliveira Manual de Consultoria Empresarial

CAPÍTULO 2 CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR. Djalma de Pinho Rebouças de Oliveira Manual de Consultoria Empresarial CAPÍTULO 2 CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR 33 PRODUTO DA CONSULTORIA PRODUTO: Elo de ligação consultoria X empresa-cliente VANTAGEM COMPETITIVA: Característica que direciona o mercado para

Leia mais

Aula 3. Consolidação do profissional como consultor

Aula 3. Consolidação do profissional como consultor Aula 3 Consolidação do profissional como consultor Profa. Ms. Daniela Cartoni daniela.cartoni@veris.edu.br Capítulo 2 OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Manual de consultoria empresarial: conceitos,

Leia mais

PARTE IV Consolidação do Profissional como Consultor. Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc.

PARTE IV Consolidação do Profissional como Consultor. Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc. FATERN Faculdade de Excelência Educacional do RN Coordenação Tecnológica de Redes e Sistemas Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc.

Leia mais

CONSULTORIA EMPRESARIAL

CONSULTORIA EMPRESARIAL D DE P R DE O JALMA INHO EBOUÇAS LIVEIRA Manual de CONSULTORIA EMPRESARIAL Conceitos Metodologia Práticas MANUAL DO PROFESSOR ESTRUTURA DE APRESENTAÇÃO ESTE MANUAL DO PROFESSOR DA DISCIPLINA CONSULTORIA

Leia mais

Pós-Graduação em Gestão de Negócios com ênfase em Empreendedorismo

Pós-Graduação em Gestão de Negócios com ênfase em Empreendedorismo Pós-Graduação em Gestão de Negócios com ênfase em Empreendedorismo Turma Especial ESPM/ABF-Rio Início em 28 de setembro de 2015 Aulas as segundas e quartas, das 19h às 22h Valor do curso: R$ 15.698,00

Leia mais

Gestão por Competências

Gestão por Competências Gestão por Competências Definição de Gestão Gerir, assim como administrar tem a ver com todo o controle e ações propostas de um conjunto que pode envolver pessoas, empresas e clientes. Gerir é conseguir

Leia mais

Parte I - Conceitos, origens, contexto dos estudos e tendências da administração, 1

Parte I - Conceitos, origens, contexto dos estudos e tendências da administração, 1 Prefácio Estrutura do livro Informações complementares aos leitores Parte I - Conceitos, origens, contexto dos estudos e tendências da administração, 1 Apresentação, 3 1 Conceitos, Origens e Consolidação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE SÃO JOSÉ CENTRO UNIVERSITÁRIO MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ USJ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE SÃO JOSÉ CENTRO UNIVERSITÁRIO MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ USJ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE SÃO JOSÉ CENTRO UNIVERSITÁRIO MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ USJ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS JÂNIFFER APARECIDA DE SOUSA CONSULTORIA EMPRESARIAL: Uma oportunidade

Leia mais

FACULDADE FAMA ALEXSANDRA SOARES DA SILVA

FACULDADE FAMA ALEXSANDRA SOARES DA SILVA FACULDADE FAMA ALEXSANDRA SOARES DA SILVA A NECESSIDADE DE CONSULTORIA NAS EMPRESAS RECIFE DEZ/2014 ALEXSANDRA SOARES DA SILVA A NECESSIDADE DE CONSULTORIA NAS EMPRESAS Artigo científico apresentado em

Leia mais

PLANO DE CURSO Aprendizagem Industrial

PLANO DE CURSO Aprendizagem Industrial 1 - NOME DO CURSO em Telemarketing 2 ÁREA DO CURSO Gestão 3 TITULARIDADE PROFISSIONAL Operador de telemarketing 4 PERFIL PROFISSIONAL 4.a Perfil Profissional de Conclusão: Atender usuários, oferecer serviços

Leia mais

TERCEIRIZAÇÃO NA MANUTENÇÃO O DEBATE CONTINUA! Parte 2

TERCEIRIZAÇÃO NA MANUTENÇÃO O DEBATE CONTINUA! Parte 2 TERCEIRIZAÇÃO NA MANUTENÇÃO O DEBATE CONTINUA! Parte 2 Alan Kardec Pinto A abordagem desta importante ferramenta estratégica será feita em cinco partes, de modo a torná-la bem abrangente e, ao mesmo tempo,

Leia mais

Ementário do Curso de Administração Grade 2003-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa:

Ementário do Curso de Administração Grade 2003-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa: 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

Desenvolvimento e Capacitação de Servidores Públicos

Desenvolvimento e Capacitação de Servidores Públicos Desenvolvimento e Capacitação de Servidores Públicos I-Organização da Administração Pública A vida da sociedade organizada pressupõe uma organização racional do trabalho, constituída de uma hierarquia

Leia mais

Boa Tarde!!! Boas Vindas ao Café da Gestão. Planejamento Participativo para uma Gestão Democrática Um Estudo de Caso no Poder Executivo

Boa Tarde!!! Boas Vindas ao Café da Gestão. Planejamento Participativo para uma Gestão Democrática Um Estudo de Caso no Poder Executivo Boa Tarde!!! Boas Vindas ao Planejamento Um Estudo Participativo de Caso no para Poder uma Executivo Gestão Democrática Marco Temporal: dezembro de 2002 METODOLOGIA UTILIZADA 1. Orientação Geral para o

Leia mais

PLANO DE CAPACITAÇÃO

PLANO DE CAPACITAÇÃO PLANO DE CAPACITAÇÃO FASE 1-2012 SOLUÇÕES CRONOGRAMA SUSTENTABILIDADE DEZEMBRO GESTÃO FINANCEIRA SETEMBRO A NOVEMBRO GESTÃO DE PESSOAS NOVEMBRO A DEZEMBRO INDICADORES DE GESTÃO E DESEMPENHO EMPRESARIAL

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA REDENTOR 1º FOCO: FORMAÇÃO BÁSICA I:

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA REDENTOR 1º FOCO: FORMAÇÃO BÁSICA I: MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA REDENTOR 1º FOCO: FORMAÇÃO BÁSICA I: Compreender o comportamento do homem nas relações sociais, nas relações de poder, na percepção de si mesmo e na relação

Leia mais

Matriz Curricular - Unidade I. Disciplina de Formação Geral e Créditos C. H. Pré-requisitos

Matriz Curricular - Unidade I. Disciplina de Formação Geral e Créditos C. H. Pré-requisitos MATRIZ CURRICULAR ORGANIZADA POR UNIDADES CURRICULARES Matriz Curricular - Unidade I Disciplina de Formação Geral e Créditos C. H. Pré-requisitos Humanística Português Instrumental 3.1.0.0.0 60 Psicologia

Leia mais

Ementário do Curso Superior de Tecnologia Processos Gerenciais

Ementário do Curso Superior de Tecnologia Processos Gerenciais 01 ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO Fase: VI (Tec. em ) Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 EMENTA: Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o

Leia mais

GoToWebinar Nossa Sala de Aula Virtual

GoToWebinar Nossa Sala de Aula Virtual Sejam bem vindos! CURSO LEADER COACH (EAD) Objetivos; Duração. GoToWebinar Nossa Sala de Aula Virtual Interação; Perguntas; Enquetes; Chat; Material Didático; Sejam bem vindos! CURSO LEADER COACH (EAD)

Leia mais

RELATO DA SITUAÇÃO ANTERIOR À INTRODUÇÃO DA INOVAÇÃO

RELATO DA SITUAÇÃO ANTERIOR À INTRODUÇÃO DA INOVAÇÃO Experiência: GESTÃO POR PROJETOS ESTRUTURANTES Banco do Nordeste do Brasil S.A. Responsável: Valdemar Barros Filho Equipe: Antonio Carlos Rodrigues, Francisco Carlos Cavalcanti, Ana Altina Teixeira Marciano

Leia mais

RECURSOS HUMANOS COMO FATOR DE EFICÁCIA ORGANIZACIONAL

RECURSOS HUMANOS COMO FATOR DE EFICÁCIA ORGANIZACIONAL RECURSOS HUMANOS COMO FATOR DE EFICÁCIA ORGANIZACIONAL Por quê o lado humano dos negócios está emergindo como uma indispensável vantagem competitiva? Era Industrial Taylor e Fayol Era do Conhecimento Tecnologia

Leia mais

Objetivo do Curso. Oportunidade. Carga horária e duração. Processo Seletivo

Objetivo do Curso. Oportunidade. Carga horária e duração. Processo Seletivo Pós-Graduação 1ª Gerência em Gestão Empresarial e Marketing Público-alvo Indicado para recém-formados e jovens profissionais. Objetivo do Curso Capacitação gerencial em geral, com ênfase na área de Marketing,

Leia mais

Gestão por Competências

Gestão por Competências Gestão por Competências Unimed Apucarana Gestão por Competências Unimed Apucarana Unimed Apucarana em números 158 médicos cooperados 16 aspirantes a cooperado 17.676 clientes 63 colaboradores 79 recursos

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS 1 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA DAS DISCIPLINAS 2014.1 BRUSQUE (SC) 2013 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 3 01 FUNDAMENTOS EM SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO...

Leia mais

Gestão Estratégica de Recursos Humanos nas Empresas Familiares

Gestão Estratégica de Recursos Humanos nas Empresas Familiares Gestão Estratégica de Recursos Humanos nas Empresas Familiares Empresa Familiar É considerada Empresa Familiar, toda a organização empresarial ligada a uma família, por pelo menos duas gerações. A importância

Leia mais

Roteiro para elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado do Curso de Bacharelado em Administração da AJES

Roteiro para elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado do Curso de Bacharelado em Administração da AJES Roteiro para elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado do da AJES A - APRESENTAÇÃO 1. A empresa 1.1. Aspectos Gerais 1.1.1. História da empresa (da fundação a atualidade) 1.1.2. Visão, Missão e

Leia mais

A ESTRUTURA DA GESTÃO DE

A ESTRUTURA DA GESTÃO DE A ESTRUTURA DA GESTÃO DE PROJETOS Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br SUMÁRIO Importância do Gerenciamento de Projetos. Benefícios do Gerenciamento de Projetos Gerenciamento

Leia mais

CONSULTORIA EMPRESARIAL: Uma Opção Profissional e um Projeto de Vida.

CONSULTORIA EMPRESARIAL: Uma Opção Profissional e um Projeto de Vida. CONSULTORIA EMPRESARIAL: Uma Opção Profissional e um Projeto de Vida. 1. INTRODUÇÃO Dante Girardi (*) A atual orientação do mercado de trabalho para serviços e a busca pela sobrevivência e por maior competitividade

Leia mais

REMUNERAÇÃO ESTRATÉGICA SETEMBRO 2.011

REMUNERAÇÃO ESTRATÉGICA SETEMBRO 2.011 REMUNERAÇÃO ESTRATÉGICA SETEMBRO 2.011 AS EMPRESAS Mapa Estratégico Menos níveis hierárquicos Foco no Cliente Novas Lideranças Gestão por processos O RH parceiro da estratégia Terceirizações Foco no core

Leia mais

Educação Corporativa no TCU. Vilmar Agapito Teixeira Diretor de Desenvolvimento de Competências Instituto Serzedello Corrêa

Educação Corporativa no TCU. Vilmar Agapito Teixeira Diretor de Desenvolvimento de Competências Instituto Serzedello Corrêa Educação Corporativa no TCU Vilmar Agapito Teixeira Diretor de Desenvolvimento de Competências Instituto Serzedello Corrêa Programa de Formação AUFC-TEFC 2009 Blog de concurseiro Para consultores, combinar

Leia mais

Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO

Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO Itajubá/MG Fevereiro de 2012 Plano Anual de 2 de 11 Revisão 01 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1 OBJETIVO GERAL... 4 2

Leia mais

MBA GESTÃO EMPRESARIAL

MBA GESTÃO EMPRESARIAL MBA GESTÃO EMPRESARIAL 1. APRESENTAÇÃO Ter uma gestão competente é diferencial para sobreviver num mercado cada vez mais competitivo e globalizado. Para isso, os gestores necessitam cada vez mais de conhecimentos

Leia mais

Sobre o Professor e os Discentes

Sobre o Professor e os Discentes FATERN Faculdade de Excelência Educacional do RN Coordenação Tecnológica de Redes e Sistemas Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Técnicas de Consultoria Prof. Fabio Costa Ferrer, M.Sc.

Leia mais

3 Administração de Materiais

3 Administração de Materiais 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DA INFORMÁTICA

ADMINISTRAÇÃO DA INFORMÁTICA ADMINISTRAÇÃO DA INFORMÁTICA A informação sempre esteve presente em todas as organizações; porém, com a evolução dos negócios, seu volume e valor aumentaram muito, exigindo uma solução para seu tratamento,

Leia mais

PrimeGlobal PGBR. Uma excelente alternativa em serviços de auditoria, consultoria e Impostos. Diferença PrimeGlobal

PrimeGlobal PGBR. Uma excelente alternativa em serviços de auditoria, consultoria e Impostos. Diferença PrimeGlobal PrimeGlobal PGBR Uma excelente alternativa em serviços de auditoria, consultoria e Impostos Somos uma empresa de auditoria, consultoria e impostos, criada á partir da junção de importantes empresas nacionais,

Leia mais

G E S T Ã O POR P R O Ç E S S O S MÉTODOS PROCESSOS. Organização, Sistemas, Métodos & Processos ORGANIZAÇÃ0 SISTEMAS

G E S T Ã O POR P R O Ç E S S O S MÉTODOS PROCESSOS. Organização, Sistemas, Métodos & Processos ORGANIZAÇÃ0 SISTEMAS G E S T Ã O POR P R O Ç E S S O S Organização, Sistemas, Métodos & Processos ORGANIZAÇÃ0 SISTEMAS MÉTODOS & PROCESSOS Disposição de recursos materiais, humanos e tecnológicos da empresa, de maneira harmônica,

Leia mais

Capacitação e Desenvolvimento de Pessoas FGV

Capacitação e Desenvolvimento de Pessoas FGV Capacitação e Desenvolvimento de Pessoas FGV Apresentação Novos desafios para empresas Planejar Competências a desenvolver Desenvolver Competências Coletivamente Desenvolver Competências Individualmente

Leia mais

1. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2013-2015

1. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2013-2015 1. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2013-2015 1.1 Metodologia O Planejamento Estratégico (PE) é definido através de reuniões períódicas, a cada dois anos, com par cipação de colaboradores de todas as áreas e unidades

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROGRAMA: MBA EM DESENVLVIMENTO DE PESSOAS COM ÊNFASE EM COMPETÊNCIAS

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROGRAMA: MBA EM DESENVLVIMENTO DE PESSOAS COM ÊNFASE EM COMPETÊNCIAS PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROGRAMA: MBA EM DESENVLVIMENTO DE PESSOAS COM ÊNFASE EM COMPETÊNCIAS Disciplina TURMA 2015/2 Segunda e Quarta - Unidade BUENO COORDENADOR: Profa. Camen Rizzotto da Trindade CH

Leia mais

Aveiro 4 de Junho de 2015

Aveiro 4 de Junho de 2015 Aveiro 4 de Junho de 2015 Enquadramento e âmbito Territorial: Todo o território do continente Setores: Todas as atividades económicas Especial incidência para a produção de bens e serviços transacionáveis

Leia mais

JOGOS EM PROCESSOS DE TREINAMENTOS

JOGOS EM PROCESSOS DE TREINAMENTOS JOGOS EM PROCESSOS DE TREINAMENTOS AULA 16 1 Professora Ms Karen Reis 2011 JOGOS DIGITAIS Educação Corporativa e a abordagem e cooperativa dos Jogos de Empresa FMU Faculdades Metropolitanas Unidas Prof.

Leia mais

Curso de Especialização em Docência para Educação Profissional. A EAD na Educação Profissional

Curso de Especialização em Docência para Educação Profissional. A EAD na Educação Profissional Curso de Especialização em Docência para Educação Profissional A EAD na Educação Profissional Globalização O Cenário Internacional Mudanças socioeconômicas: intensificação dos processos de integração e

Leia mais

TURMAS ABERTAS BELO HORIZONTE

TURMAS ABERTAS BELO HORIZONTE TURMAS ABERTAS BELO HORIZONTE Apresentação A Academia de Lideranças tem foco prático no desenvolvimento das competências essenciais dos líderes de pessoas, processos e metas. As competências técnicas e

Leia mais

PROVAS N2-2015.2 CURSO: ADMINISTRAÇÃO 2ª CHAMADA N2 2º PERÍODO

PROVAS N2-2015.2 CURSO: ADMINISTRAÇÃO 2ª CHAMADA N2 2º PERÍODO CURSO: ADMINISTRAÇÃO 2º PERÍODO - Matemática Financeira - Estatística - Teoria Geral da Administração - Metodologia Científica - Fundamentos do Direito e Legislação - Contabilidade - Contabilidade - Fundamentos

Leia mais

Processo seletivo 02/2013

Processo seletivo 02/2013 Processo seletivo 02/2013 O processo seletivo e recebimento dos currículos ocorrerá até o dia 12/05. O resultado sairá em 16/05. Os professores que forem selecionados para a autoria das disciplinas se

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA FORMULÁRIO DE ALTERAÇÃO DE EMENTAS CURSO: Administração MATRIZ(ES) CURRICULAR(ES): 2016/1 ALTERAÇÕES PASSAM A VIGORAR A PARTIR DO SEMESTRE: 2016/1 Matemática FASE: 1ª Fase CARGA HORÁRIA: 60h Revisão de

Leia mais

Gledson Pompeu 1. Cenário de TI nas organizações. ITIL IT Infrastructure Library. A solução, segundo o ITIL

Gledson Pompeu 1. Cenário de TI nas organizações. ITIL IT Infrastructure Library. A solução, segundo o ITIL Cenário de TI nas organizações Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos Referência: An Introductory Overview of ITIL v2 Livros ITIL v2 Aumento da dependência da TI para alcance

Leia mais

ACoordenação da Pós-Graduação da Faculdade São Luís

ACoordenação da Pós-Graduação da Faculdade São Luís O PROFISSIONAL-PESQUISADOR. O PERFIL ATUAL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA FACULDADE SÃO LUÍS Mônica Cairrão Rodrigues* ACoordenação da Pós-Graduação da Faculdade São Luís acredita que o diferencial na postura do

Leia mais

[Re]Descobrindo a Matriz Nine Box

[Re]Descobrindo a Matriz Nine Box [Re]Descobrindo a Matriz Nine Box Como essa ferramenta pode ajudar na Gestão de Pessoas Rogerio Leme rogerio@lemeconsultoria.com.br rogeriolemeoficial Rogerio Leme Diretor de Estudos de Desenvolvimento

Leia mais

Aprendizado Organizacional Universidades Corporativas e os novos modelos de educação nas empresas. Prof. Augusto Gaspar

Aprendizado Organizacional Universidades Corporativas e os novos modelos de educação nas empresas. Prof. Augusto Gaspar Aprendizado Organizacional Universidades Corporativas e os novos modelos de educação nas empresas Prof. Augusto Gaspar Aspectos Humanos - Tendências Singularidade e Hiperconectividade Fevereiro 2011 Junho

Leia mais

A utilização de CRM como estratégia de negócio

A utilização de CRM como estratégia de negócio Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma nº 25 09 de abril de 2015 A utilização de CRM como estratégia de negócio Dasio Giovanni do Carmo Barreto Supervisor

Leia mais

Carga Horária Total: 80 horas

Carga Horária Total: 80 horas COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E PRODUÇÃO DE TEXTOS Norma linguística padrão: padrões de comunicação e níveis de linguagem. Comunicação organizacional como estratégica essencial no âmbito empresarial. Instrumentos

Leia mais

Planejamento e Gestão Estratégica

Planejamento e Gestão Estratégica Planejamento e Gestão Estratégica O Governo de Minas estabeleceu como um dos eixos norteadores da suas políticas públicas a eficiência na utilização dos recursos e a oferta de serviços com qualidade cada

Leia mais

Concurso: Recursos Humanos Aula 03 LEONARDO FERREIRA SENADO FEDERAL ADMINISTRADOR

Concurso: Recursos Humanos Aula 03 LEONARDO FERREIRA SENADO FEDERAL ADMINISTRADOR Concurso: SENADO FEDERAL ADMINISTRADOR Recursos Humanos Aula 03 LEONARDO FERREIRA Conteúdo Programático! Recursos Humanos Senado Federal! Recrutamento e Seleção. Avaliação Desempenho. Treinamento e Desenvolvimento.

Leia mais

Alternativas de Modelo Institucional e Gerencial

Alternativas de Modelo Institucional e Gerencial Workshop dos Resultados dos Estudos Temáticos 13-14 de dezembro de 2006 Alternativas de Modelo Institucional e Gerencial Grupo Temático 10 Modelos Sumário Objetivos do GT10 Lógica ideal de desenvolvimento

Leia mais

Gerenciamento Estratégico

Gerenciamento Estratégico Gerenciamento Estratégico CREPÚSCULO DE UMA NOVA ERA O desafio mais importante de nossos dias é o encerramento de uma época de continuidade época em que cada passo fazia prever o passo seguinte e o advento

Leia mais

Ajudando você a fazer a diferença!

Ajudando você a fazer a diferença! Diretores da Lannes Consulting Luciano Lannes Consultor Organizacional e Palestrante com foco no Trabalho em Equipe e o processo de aprendizagem organizacional, visa o desenvolvimento empresarial e a educação

Leia mais

K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT

K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT Conhecimento para a ação em organizações vivas CONHECIMENTO O ativo intangível que fundamenta a realização dos seus sonhos e aspirações empresariais. NOSSO NEGÓCIO EDUCAÇÃO

Leia mais

O Profissional de Consultoria

O Profissional de Consultoria O Profissional Consultoria Objetivos 1. Intificar as premissas, características e qualificações do consultor 2. Reconhecer o contorno e a extensão do trabalho do consultor 3. Estabelecer a diferença entre

Leia mais

ÍNDICE 3. ABORDAGEM CONCEITUAL DO MODELO DE GESTÃO DO DESEMPENHO

ÍNDICE 3. ABORDAGEM CONCEITUAL DO MODELO DE GESTÃO DO DESEMPENHO ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2. GLOSSÁRIO DE TERMINOLOGIAS ADOTADAS 3. ABORDAGEM CONCEITUAL DO MODELO DE GESTÃO DO DESEMPENHO 4. OBJETIVOS DA GESTÃO DO DESEMPENHO 5. BENEFÍCIOS ESPERADOS DO MODELO 6. DIRETRIZES

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 88-GR/UNICENTRO, DE 12 DE MAIO DE 2014. Especifica a estrutura curricular do Curso de Especialização em Educação e Formação Empreendedora, modalidade de educação a distância, aprovado pela

Leia mais

Sob as lentes de. Cristina Buzatto

Sob as lentes de. Cristina Buzatto Sob as lentes de Cristina Buzatto O Laboratório Technopark completou dois anos de operação em abril de 2011, uma das primeiras grandes investidas da Essilor neste setor, no Brasil. Falamos com Cristina

Leia mais

RESENHA. COSTA, Eliezer Arantes. Gestão Estratégica: construindo o futuro de sua empresa - Fácil. 1. ed. São Paulo: Saraiva, 2012.

RESENHA. COSTA, Eliezer Arantes. Gestão Estratégica: construindo o futuro de sua empresa - Fácil. 1. ed. São Paulo: Saraiva, 2012. FOCO: Revista de Administração da Faculdade Novo Milênio. RESENHA COSTA, Eliezer Arantes. Gestão Estratégica: construindo o futuro de sua empresa - Fácil. 1. ed. São Paulo: Saraiva, 2012. Valéria Santiago

Leia mais

CADEMP. Liderança de Equipes FGV IDE. Management Corporativo Online CONVENIADA

CADEMP. Liderança de Equipes FGV IDE. Management Corporativo Online CONVENIADA CADEMP Liderança de Equipes CONVENIADA FGV IDE Management Corporativo Online A Fundação Getulio Vargas surgiu em 20 de dezembro de 1944. Seu objetivo inicial era preparar pessoal qualificado para a administração

Leia mais

Análise e qualificação do gasto público: a experiência do projeto Cota Base Zero no RS

Análise e qualificação do gasto público: a experiência do projeto Cota Base Zero no RS Secretaria da Fazenda do Estado do Rio Grande do Sul Tesouro do Estado Divisão de Programação Orçamentária Análise e qualificação do gasto público: a experiência do projeto Cota Base Zero no RS Outubro

Leia mais

Capítulo 2 Objetivos e benefícios de um Sistema de Informação

Capítulo 2 Objetivos e benefícios de um Sistema de Informação Capítulo 2 Objetivos e benefícios de um Sistema de Informação 2.1 OBJETIVO, FOCO E CARACTERÍSTICAS DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Os Sistemas de Informação, independentemente de seu nível ou classificação,

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Introdução Engenharia Engenhar Sistema Software Alguns Conceitos 1 Definição É a aplicação sistemática, disciplinada e com abordagem quantitativa para o desenvolvimento, operação

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, ORGANIZAÇÕES, ADMINISTRAÇÃO E ESTRATÉGIA 1 OBJETIVOS 1. O que os administradores precisam saber sobre organizações para montar e usar sistemas de informação com sucesso? 2. Que

Leia mais

Desenvolve Minas. Modelo de Excelência da Gestão

Desenvolve Minas. Modelo de Excelência da Gestão Desenvolve Minas Modelo de Excelência da Gestão O que é o MEG? O Modelo de Excelência da Gestão (MEG) possibilita a avaliação do grau de maturidade da gestão, pontuando processos gerenciais e resultados

Leia mais

1 Driven to excellence

1 Driven to excellence Driven to excellence QUEM SOMOS Sobre a Upsoul Driven to excellence A Upsoul trabalha de forma criativa e objetiva, oferecendo as melhores soluções em consultoria para você e sua empresa. Com uma equipe

Leia mais

Instrumentos de ação: Sistema de Produto-Serviço

Instrumentos de ação: Sistema de Produto-Serviço Instrumentos de ação: Sistema de Produto-Serviço ou Product-Service System (PSS) ÁUREA RAPÔSO Doutoranda em Engenharia Industrial (PEI/UFBA) Professora e Pesquisadora do IFAL Campus Maceió Bolsista CAPES

Leia mais

Alinhando Produção de Software e TI Copyright 2004 Jorge H C Fernandes. Todos os direitos Reservados

Alinhando Produção de Software e TI Copyright 2004 Jorge H C Fernandes. Todos os direitos Reservados Alinhando Produção de e TI White paper Prof. Dr. Jorge Henrique Cabral Fernandes jhcf@cic.unb.br Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília Junho de 2004 Conteúdo 1 - Organizações precisam

Leia mais

ESTUDO DE CASO 1: ROBERT BOSCH

ESTUDO DE CASO 1: ROBERT BOSCH ESTUDO DE CASO 1: ROBERT BOSCH Dados fornecidos por Carlos Alberto Maziero, coordenador de planejamento de carreira e desenvolvimento organizacional (Central, Campinas, SP); Antonio Marcos Vicentini, assessor

Leia mais

RESUMO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO SESCOOP/AM

RESUMO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO SESCOOP/AM RESUMO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO SESCOOP/AM MISSÃO DO SESCOOP Promover o desenvolvimento do Cooperativismo de forma integrada e sustentável, por meio da formação profissional, da promoção social e

Leia mais

A ESTRUTURA DA GESTÃO DE

A ESTRUTURA DA GESTÃO DE A ESTRUTURA DA GESTÃO DE PROJETOS Professor: Rômulo César romulodandrade@gmail.com www.romulocesar.com.br IMPORTÂNCIA DO GERENCIAMENTO DE PROJETO Gerenciamento de Projetos GP é o caminho para atingir

Leia mais

Gestão Estratégica. de Pessoas. Gestão por competências e desenvolvimento de líderes

Gestão Estratégica. de Pessoas. Gestão por competências e desenvolvimento de líderes Gestão Estratégica de Pessoas Gestão por competências e desenvolvimento de líderes Agenda Contextualização Evolução Conceito Gestão por competências Desenvolvimento de novos líderes Avaliação das pessoas

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação UF: DF Superior ASSUNTO: Diretrizes Curriculares Nacionais para

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2010.2 A BRUSQUE (SC) 2014 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INFORMÁTICA APLICADA À... 4 02 MATEMÁTICA APLICADA À I... 4 03 METODOLOGIA CIENTÍFICA... 4 04 PSICOLOGIA... 4 05

Leia mais

Build to Last Negócios Familiares que Atravessam Gerações Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Build to Last Negócios Familiares que Atravessam Gerações Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. Pós-graduação

MANUAL DO CANDIDATO. Pós-graduação MANUAL DO CANDIDATO Pós-graduação Prezado(a) Candidato(a), Agradecemos o interesse pelos nossos cursos. Este manual contém informações básicas pertinentes ao curso, tais como: objetivos do curso e das

Leia mais

Nosso objetivo. Qual é a principal contribuição que a Positioning pode dar para o aumento dos resultados de seus Clientes? MELHORIA DA PERFORMANCE

Nosso objetivo. Qual é a principal contribuição que a Positioning pode dar para o aumento dos resultados de seus Clientes? MELHORIA DA PERFORMANCE Nosso objetivo 1 CONFIDENCIAL Todos os direitos reservados Qual é a principal contribuição que a Positioning pode dar para o aumento dos resultados de seus Clientes? MELHORIA DA PERFORMANCE Atuação da

Leia mais

Produção de Moda. Curso Técnico Concomitante em

Produção de Moda. Curso Técnico Concomitante em Curso Técnico Concomitante em Produção de Moda CÂMPUS ARARANGUÁ MATRIZ CURRICULAR Módulo 1 Carga horária total: 400h Unidade Curricular C/H Semestral Pré-Requisito LABORATÓRIO DE CRIATIVIDADE STYLING 80

Leia mais

ASPECTOS DA DEFINIÇÃO

ASPECTOS DA DEFINIÇÃO 1 O QUE É CONSULTORIA 2 CONSULTORIA Ferramenta para Gestão de Mudanças e Transições Organizacionais Cláudio de Almeida Fernandes, Ph.D Pós-Doutorandoem Business Administration FCU Florida/ USA Ph.D em

Leia mais

NEGOCIANDO MELHOR & VENDENDO MAIS

NEGOCIANDO MELHOR & VENDENDO MAIS O mundo NEGOCIANDO MELHOR & VENDENDO MAIS 1 O - TREINAMENTO INTERATIVO DO BRASIL corporativo vem se transformando de uma forma acelerada e contínua, fazendo com que executivos, gestores e empresários se

Leia mais

www.idsingular.com.br

www.idsingular.com.br Business and Executive Coach ID Coach Seu mundo do tamanho do seu conhecimento Tel. 31 3681 6117 ID COACH No que diz respeito ao desempenho, ao compromisso, ao esforço, à dedicação, não existe meio termo.

Leia mais

Julho/2011 Volcei Marcon Gabriel Albino

Julho/2011 Volcei Marcon Gabriel Albino Workshop Descrição de cargos Julho/2011 Volcei Marcon Gabriel Albino Agenda 1 2 3 Nossa metodologia O Projeto Workshop de Descrição de Cargos 2011 Hay Group. All rights reserved 1 01 Nossa metodologia

Leia mais

Impacto das formas de contratação de profissionais de saúde na gestão hospitalar

Impacto das formas de contratação de profissionais de saúde na gestão hospitalar Impacto das formas de contratação de profissionais de saúde na gestão hospitalar Silvério Leonardo Macedo Garcia Cirurgião Geral e de Transplantes Diretor Técnico do Hospital Madre Teresa - IPMMI Fatores

Leia mais

CEEM FGV REFERÊNCIA EM ENSINO

CEEM FGV REFERÊNCIA EM ENSINO CEEM FGV REFERÊNCIA EM ENSINO Ao aliarem tradição e vanguarda acadêmica, os cursos da Fundação Getulio Vargas (FGV) têm a marca da excelência em ensino e o reconhecimento internacional. Apontada como a

Leia mais

Profissional Técnico de Nível Médio. Profissional de Nível Médio. Curitiba PR 45 1745 687 988 323 3788. Interior do Paraná 94 3042 1311 139 155 4741

Profissional Técnico de Nível Médio. Profissional de Nível Médio. Curitiba PR 45 1745 687 988 323 3788. Interior do Paraná 94 3042 1311 139 155 4741 Força de Trabalho Os 8.592 empregados do quadro próprio estão distribuídos em três carreiras: profissional de nível médio (5.044 empregados), profissional técnico de nível médio (2.060 empregados) e profissional

Leia mais

ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET

ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET AULA 01 ASSUNTO DA APOSTILA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E AS DECISÕES GERENCIAIS NA ERA DA INTERNET JAMES A. O BRIEN CAPÍTULO 01 Páginas 03 à 25 1 A mistura de tecnologias da Internet e preocupações empresariais

Leia mais

Administração Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Administração Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Administração Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Cronograma das Aulas. Hoje você está na aula Semana Tema 01 Apresentação do PEA. Fundamentos

Leia mais

Administração de Pessoas

Administração de Pessoas Administração de Pessoas MÓDULO 5: ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS 5.1 Conceito de ARH Sem as pessoas e sem as organizações não haveria ARH (Administração de Recursos Humanos). A administração de pessoas

Leia mais

CAPABILITY MATURITY MODEL FOR SOFTWARE. Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com

CAPABILITY MATURITY MODEL FOR SOFTWARE. Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com CAPABILITY MATURITY MODEL FOR SOFTWARE Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com 1. Introdução Após décadas de incontáveis promessas sobre como aumentar à produtividade e qualidade de software,

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO (Currículo iniciado em 2015)

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO (Currículo iniciado em 2015) EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO (Currículo iniciado em 2015) ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO I 102 h/a 3107 Aspectos histórico/evolutivos. Planejamento estratégico/tático na indústria. Padronização.

Leia mais

RELATÓRIO EXECUTIVO. 1. Objetivos da pesquisa (geral e específicos).

RELATÓRIO EXECUTIVO. 1. Objetivos da pesquisa (geral e específicos). RELATÓRIO EXECUTIVO Este relatório executivo mostra resumidamente a pesquisa realizada pelo mestrando JOSÉ BEZERRA MAGALHÃES NETO, com forma de atender à exigência acadêmica como requisito complementar

Leia mais

O IMPACTO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO RH

O IMPACTO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO RH O IMPACTO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NO RH RESUMO Denise Felber 1 Helmuth Grossmann Jr. 2 Ângela Maria Reginaldo Brun 3 Fernando Krein Pinheiro 4 Liliane Carina Janner 5 A crescente competitividade faz

Leia mais

Centro de Capacitação: Disseminação da cultura de metrologia e avaliação da conformidade

Centro de Capacitação: Disseminação da cultura de metrologia e avaliação da conformidade Centro de Capacitação: Disseminação da cultura de metrologia e avaliação da conformidade Américo T Bernardes Diretoria de Planejamento e Desenvolvimento DPLAD Centro de Capacitação - CICMA atbernardes@inmetro.gov.br

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular PERÍODO: 1º ECON0001- ECONOMIA DE EMPRESAS OBRIG 60 0 60 4.0 EQUIVALÊNCIA: Fórmula: ECON0005 E ECON0020 ECON0005 - INTRODUÇÃO À ECONOMIA ECON0020- INTRODUÇÃO À ECONOMIA INTRODUÇÃO À MICROECONOMIA: PRODUTO,

Leia mais

PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS METODOLOGIA E ANÁLISE DOS BENEFÍCIOS PARA A ORGANIZAÇÃO

PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS METODOLOGIA E ANÁLISE DOS BENEFÍCIOS PARA A ORGANIZAÇÃO PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS METODOLOGIA E ANÁLISE DOS BENEFÍCIOS PARA A ORGANIZAÇÃO Cecília, Pereira¹ Rosalina, Batista¹ Cruz, Paulo Emílio² RESUMO Através deste artigo iremos abordar de forma objetiva,

Leia mais