Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO"

Transcrição

1 Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá - INCIT PLANO ANUAL DE TREINAMENTO Itajubá/MG Fevereiro de 2012

2 Plano Anual de 2 de 11 Revisão 01 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS PÚBLICO ALVO A SER ATENDIDO METODOLOGIA CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO ESCOPO DOS TREINAMENTOS ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO RESULTADOS ESPERADOS... 11

3 Plano Anual de 3 de 11 Revisão 01 APRESENTAÇÃO Esse plano de treinamento, previsto no processo de qualificação do programa de incubação, visa identificar necessidades de capacitação dos empreendedores, e definir os treinamentos que serão oferecidos, abordando os principais aspectos relacionados ao negócio da empresa incubada assim definido como cinco eixos: perfil empreendedor, capacidade de pesquisa e desenvolvimento tecnológico, capital, relações com o mercado de atuação e gestão do empreendimento A proposta de plano visa ainda atender os colaboradores e os todos os interessados em desenvolver projetos tecnológicos no programa de incubação da INCIT. Dessa forma, esse plano envolve a manutenção de um processo contínuo de qualificação, além de auxiliar a incubadora de Itajubá na identificação de ações a serem realizadas para a melhoria da qualidade dos empreendimentos incubados e de seus colaboradores. Itajubá, Fevereiro de 2012.

4 Plano Anual de 4 de 11 Revisão 01 1 Objetivo geral Este plano tem como objetivo capacitar e instrumentalizar empreendedores incubados na INCIT, colaboradores e pesquisadores/empreendedores de projetos inovadores intensivo em tecnologia, mediante a oferta de cursos específicos, que aborda os principais aspectos relacionados ao negócio referenciados no cinco eixos de desenvolvimento do negócio (Perfil Empreendedor, Qualificação Tecnológica, Qualificação Financeira, Qualificação de Mercado e Qualificação de Gestão), para as áreas definidas pelo SGQ. 2 Objetivos Específicos Capacitar e qualificar os empreendedores incubados, visando seu crescimento como individuo, considerando os aspectos comportamentais e habilidades empreendedoras; Capacitar e qualificar os empreendedores incubados, através de cursos que abordam a geração de inovações (criatividade, inovação no produto, inovação no processo, etc.), do projeto de produtos e das tecnologias associadas às áreas de atuação das empresas; Capacitar e qualificar os empreendedores incubados, visando o desenvolvimento empresarial, envolvendo aspectos de gestão de recursos, relacionamento com investidores, análise de riscos, etc.; Capacitar e qualificar os empreendedores incubados, visando à realização de cursos com foco em práticas e ferramentas para gerenciar a setor comercial, incluindo tópicos sobre como organizar e motivar equipes de vendas, estratégias de marketing e estratégias de vendas;

5 Plano Anual de 5 de 11 Revisão 01 Capacitar e qualificar os empreendedores incubados, visando o desenvolvimento das competências gerenciais; Capacitar e qualificar os funcionários da INCIT, levando em consideração o departamento de atuação e o cargo ocupado, conforme previsto no SGQ. 3 Público alvo a ser atendido Empreendedores incubados na INCIT; Gestores, funcionários, bolsistas e estagiários das empresas incubadas na INCIT; Empreendedores participantes dos programas de pré-incubação das instituições de ensino de Itajubá; Empreendedores da cidade de Itajubá; Comunidade empreendedora em geral; Funcionários, parceiros e apoiadores da INCIT. 4 Metodologia Os treinamentos são desenvolvidos e de responsabilidade do Departamento de Consultoria Interna da INCIT (COI) visando atender o programa de incubação e principalmente fortalecer o empreendedor para a boa condução do empreendimento. Os temas serão escolhidos visando atender as perspectivas dos cinco eixos anteriormente definidos, e por demandas especificas apontada nos relatórios de avaliação e acompanhamentos das empresas. s externos serão contratados quando houver necessidade, mediante disponibilidade de recursos para tal. Os treinamentos direcionados aos funcionários da INCIT serão externos e/ou internos, e também estarão sujeitos a disponibilidade de recursos.

6 Plano Anual de 6 de 11 Revisão 01 5 Cronograma de execução Ano: 2012 Qualificação Pessoal 01 EMPRETEC 02 Sebrae em Ação Qualificação Tecnológica 01 Gestão de Projetos Qualificação Financeira 01 Captando recursos para sua empresa 02 Gestão financeira 03 Análise de Investimentos Qualificação de Mercado 01 Gestão de Marketing Qualificação de Gestão 01 Noções de Direito Empresarial 02 Marcas e Patentes 03 Estratégia Empresarial: Como atuar em um mercado competitivo

7 Plano Anual de 7 de 11 Revisão 01 Qualificação de Funcionários da INCIT 01 Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas 6 dos s Qualificação Pessoal EMPRETEC SEBRAE em Ação O objetivo é desenvolver, nos participantes, características de comportamentos empreendedores. O programa foi desenvolvido pela ONU - Organização das Nações Unidas visando o fortalecimento destas características empreendedoras. O participante deverá primeiro identificar seu potencial empreendedor e verificar quais são seus pontos fortes e fracos. - Palestra Gerencial Palestras com duração de 1h30, para empresários e empreendedores, onde um especialista do SEBRAE desenvolve de forma interativa os temas marketing, finanças e planejamento. É o primeiro passo para se ter uma visão mais clara de como abrir ou administrar bem uma empresa de pequeno porte; - Palestra Casos de Sucesso Palestras e vídeo com apresentações dos casos de sucesso do livro 10 Anos de Excelência, que conta a história dos 10 Anos do Prêmio Excelência Empresarial, uma realização SEBRAE Minas e Grupo Gerdau. A premiação tem como objetivo reconhecer esforços de micro e pequenas empresas de Minas Gerais; - Clínica Gerencial Atendimentos em mini-grupos de até 7 empresários, com duração de 1h50, onde especialistas analisam a demanda apresentada pelo grupo e fornecem soluções em gestão e tecnologia em variadas áreas de

8 Plano Anual de 8 de 11 Revisão 01 interesse; - Atendimento Coletivo Atendimentos coletivos com até 15 pessoas, onde empresários e empreendedores, por meio de troca de experiências, promovidas pelo especialista, aprendem como elaborar um plano de negócio, como controlar as finanças da empresa e a elaborar um plano de marketing e pesquisa de mercado, utilizando os manuais da série Como Elaborar, da Rede Sebrae de Atendimento; - Ponto de Partida Informações atualizadas sobre empreendimentos nos mais variados segmentos, onde empresários e empreendedores poderão conhecer questões relativas a registro de empresa, legislação, tributação, finanças e normas técnicas, além do acesso a listas de fornecedores de matérias-primas, máquinas, equipamentos, endereços de associações, sindicatos e consultores especializados. Qualificação Tecnológica Gerenciamento de Projetos Contexto do gerenciamento de projetos; Ciclo de vida do projeto; Áreas de conhecimento do PMBoK; Como planejar um projeto; Software WBS. Qualificação Financeira Captando recursos para sua empresa Gestão financeira Concepção de projetos; Elaboração de projetos; Fundos financiadores; Prestação de Contas; Exercícios e atividades práticas. Modelos de custeio e fluxo de caixa; Capital de giro; Ciclo operacional.

9 Plano Anual de 9 de 11 Revisão 01 Análise de Investimentos Introdução; Matemática Financeira; Fluxos de Caixa e suas relações de equivalência; Análise de Investimentos Indicadores; Financiamentos - Sistemas PRICE e SAC; Avaliação de Empresas. Qualificação de Mercado Gestão de Marketing Qualificação de Gestão Noções de Direito Empresarial Marcas e Patentes Estratégia Empresarial: como atuar em Planejamento do Negócio Ambiente mercadológico; Fundamentos para as estratégias da organização; Planejamento estratégico, do ambiente às ações; Planejamento Mercadológico Pesquisa e inteligência competitiva; Estratégias e objetivos de Marketing; O esforço mercadológico; Gestão Estratégica de Marketing Conceitos e definições; Metodologias utilizadas; Técnicas de Diagnósticos Estratégicos Conceitos e definições; Metodologias utilizadas. ESCOPO AINDA NÃO DEFINIDO PELO INSTRUTOR ESCOPO AINDA NÃO DEFINIDO PELO INSTRUTOR Conceitos e Modelos; O Ambiente Organizacional; Metodologia para elaboração de Planejamento Estratégico; Estudo de caso

10 Plano Anual de 10 de 11 Revisão 01 um mercado competitivo Qualificação de Funcionários da INCIT Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas ESCOPO AINDA NÃO DEFINIDO PELA ANPROTEC 7 Estratégias de implementação 7.1 Divulgação A divulgação dos treinamentos oferecidos pela INCIT será feita, primeiramente, internamente. Caso não seja preenchido o nº de vagas disponíveis, poderão ser disponibilizadas vagas para os empreendedores participantes dos programas de préincubação das instituições de ensino de Itajubá e comunidade empreendedora em geral. Os meios de comunicação utilizados para divulgação dos treinamentos será Inscrições As inscrições deverão ser feitas no site INCIT ( 7.3 Recursos físicos e infra-estrutura disponível Os treinamentos internos deverão acontecer em ambiente indicado pela INCIT. 7.4 Material Didático O Departamento de Consultoria Interna (COI) deverá encaminhar o material didático de cada curso via à secretaria, para impressão e encadernação.

11 Plano Anual de 11 de 11 Revisão 01 8 Resultados esperados Capacitação de ao menos 70 empreendedores; Disseminação da cultura empreendedora; Apoiar o desenvolvimento das empresas incubadas; Apoiar o desenvolvimento dos funcionários da INCIT. 9 Previsto x Realizado Previsto para Realizado em Assinatura responsável 01 Captando recursos para sua empresa Março/12 02 Estratégia Empresarial: Como atuar em um mercado competitivo Abril/12 03 EMPRETEC Maio/12 04 Noções de Direito Empresarial Maio/12 05 Gestão financeira Junho/12 06 Sebrae em Ação Julho/12 07 Gestão de Projetos Agosto/12 08 Gestão de Marketing Agosto/12 09 Análise de Investimentos Setembro/12 Seminário Nacional de Parques 10 Tecnológicos e Incubadoras de Empresas Outubro/12 11 Marcas e Patentes Novembro/12

PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO

PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO RAIAR Incubadora Multissetorial de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUCRS TECNOPUC Parque Científico e Tecnológico da PUCRS Porto Alegre, dezembro

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL PLANO DE DESENVOLVIMENTO PRELIMINAR PDP

MANUAL OPERACIONAL PLANO DE DESENVOLVIMENTO PRELIMINAR PDP MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO DEPARTAMENTO DE MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS MANUAL OPERACIONAL PLANO DE DESENVOLVIMENTO PRELIMINAR

Leia mais

EMPREENDER É SHOW MISSÃO IV EM BUSCA DE CRÉDITO NO BANCO DO BRASIL

EMPREENDER É SHOW MISSÃO IV EM BUSCA DE CRÉDITO NO BANCO DO BRASIL EMPREENDER É SHOW MISSÃO IV EM BUSCA DE CRÉDITO NO BANCO DO BRASIL SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE FINANCIAMENTO PARA APOIO A PROJETOS INOVADORES E DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO BANCO DO BRASIL Brasília, 27 de

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

MANUAL DE INTEGRAÇÃO - DIRETORIA Edição 1 Balneário Camboriú, novembro de 2014.

MANUAL DE INTEGRAÇÃO - DIRETORIA Edição 1 Balneário Camboriú, novembro de 2014. MANUAL DE INTEGRAÇÃO - DIRETORIA Edição 1 Balneário Camboriú, novembro de 2014. OBJETIVO O presente manual se destina a orientar a diretoria da ACIBALC, quanto à administração de suas pastas, o gerenciamento

Leia mais

Introdução. Gerência de Projetos de Software. Sumário. Sistemas de Informação para Processos Produtivos

Introdução. Gerência de Projetos de Software. Sumário. Sistemas de Informação para Processos Produtivos Sumário Sistemas de Informação para Processos Produtivos 1. Gerência de 2. Agentes principais e seus papéis 3. Ciclo de vida do gerenciamento de projetos M. Sc. Luiz Alberto lasf.bel@gmail.com Módulo 6

Leia mais

Tipo de Documento: Documentos do SGQ Data de Emissão: 25/08/2010 Data de revisão: 12/01/2016

Tipo de Documento: Documentos do SGQ Data de Emissão: 25/08/2010 Data de revisão: 12/01/2016 Página 1 de 8 EDITAL Nº 02/2016 A INCIT - Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá torna público que estarão abertas às inscrições para o processo seletivo de novas startups para o Programa

Leia mais

Estrutura do PDI 2014-2018

Estrutura do PDI 2014-2018 APRESENTAÇÃO O Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG) além de constituir um requisito legal, tal como previsto no Artigo

Leia mais

Em sintonia com o movimento de incubadoras de empresas e parques tecnológicos ao redor do mundo, o Brasil também corre atrás de sua independência

Em sintonia com o movimento de incubadoras de empresas e parques tecnológicos ao redor do mundo, o Brasil também corre atrás de sua independência NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA PUC SP PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO Prof. Dr. Antonio Vico Mañas e-mail: vicereitoria@pucsp.br tel.: 36708284 Equipe PUC INOVAÇÃO Vice Reitoria 1 Em sintonia

Leia mais

INCUBADORA DE EMPRESAS I-DEIA EDITAL 01/2011 PROCEDIMENTOS PARA O PROCESSO SELETIVO

INCUBADORA DE EMPRESAS I-DEIA EDITAL 01/2011 PROCEDIMENTOS PARA O PROCESSO SELETIVO INCUBADORA DE EMPRESAS I-DEIA EDITAL 01/2011 PROCEDIMENTOS PARA O PROCESSO SELETIVO FEVEREIRO DE 2011 Telefones: (66) 3422 2461 / 6710 1 1. Apresentação da Incubadora de Empresas I-deia A Incubadora I-deia

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO DO APL CONSTRUÇÃO CIVIL NO ESPÍRITO SANTO 2010/2014

PLANO DE DESENVOLVIMENTO DO APL CONSTRUÇÃO CIVIL NO ESPÍRITO SANTO 2010/2014 PLANO DE DESENVOLVIMENTO DO APL CONSTRUÇÃO CIVIL NO ESPÍRITO SANTO 2010/2014 RESUMO 1. APRESENTAÇÃO Com a missão de promover ações para o fortalecimento do segmento da construção civil no Espírito Santo,

Leia mais

INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM PROPRIEDADE INTELECTUAL TERMO DE REFERÊNCIA Nº 06/2012

INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM PROPRIEDADE INTELECTUAL TERMO DE REFERÊNCIA Nº 06/2012 INCUBADORA TECNOLÓGICA DE SANTO ANDRÉ - INCTEC-SA CONSULTORIA EM PROPRIEDADE INTELECTUAL TERMO DE REFERÊNCIA Nº 06/2012 Contatos Luiz Augusto Gonçalves de Almeida (Coord. de Relações Institucionais) Fone:

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA OFICINA DA INOVAÇÃO

APRESENTAÇÃO DA OFICINA DA INOVAÇÃO APRESENTAÇÃO DA OFICINA DA INOVAÇÃO DIRETORIA DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO. OFICINA DA INOVAÇÃO Página 1 de 10 ÍNDICE DO PORTFOLIO Apresentação dos serviços da Oficina da Inovação... 3 Consultoria...

Leia mais

4 Contextualização da pesquisa

4 Contextualização da pesquisa 4 Contextualização da pesquisa 4.1. Cenário de pequenas empresas e medias empresas no Brasil A abreviação para pequena e média empresa PME (em inglês SME) tornou-se um padrão internacional quando se refere

Leia mais

GRATUITA. consultoria.

GRATUITA. consultoria. Sua empresa cresceu? Você está sem tempo para planejar o futuro do seu negócio? Sente dificuldades em delegar tarefas? Não encontra ninguém para trocar experiências semelhantes? Está na hora de conhecer

Leia mais

CAPABILITY MATURITY MODEL FOR SOFTWARE. Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com

CAPABILITY MATURITY MODEL FOR SOFTWARE. Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com CAPABILITY MATURITY MODEL FOR SOFTWARE Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com 1. Introdução Após décadas de incontáveis promessas sobre como aumentar à produtividade e qualidade de software,

Leia mais

O que é inovação? Por onde começar? Tipos de Inovação. Custa caro inovar? Tem risco? É para a minha empresa?

O que é inovação? Por onde começar? Tipos de Inovação. Custa caro inovar? Tem risco? É para a minha empresa? O que é inovação? Por onde começar? Tipos de Inovação Custa caro inovar? Tem risco? É para a minha empresa? Como o SEBRAE pode auxiliar sua empresa a inovar? O que é? Innovatio (latim) = introduzir novidades

Leia mais

Gestão Estratégica de Recursos Humanos nas Empresas Familiares

Gestão Estratégica de Recursos Humanos nas Empresas Familiares Gestão Estratégica de Recursos Humanos nas Empresas Familiares Empresa Familiar É considerada Empresa Familiar, toda a organização empresarial ligada a uma família, por pelo menos duas gerações. A importância

Leia mais

PASSO 1 COMO VOCÊ ESTÁ ADMINISTRANDO SUA EMPRESA?

PASSO 1 COMO VOCÊ ESTÁ ADMINISTRANDO SUA EMPRESA? PASSO 1 COMO VOCÊ ESTÁ ADMINISTRANDO SUA EMPRESA? São os passos que fazem os caminhos. MÁRIO QUINTANA Para chegar a um destino, é preciso dar o primeiro passo. Muitas vezes, preocupados com o dia a dia,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO FEEVALE IDF - INCUBADORA DE DESIGN DA FEEVALE ITEF INCUBADORA TECNOLÓGICA DA FEEVALE INICIAR - INCUBADORA Á DISTÂNCIA

CENTRO UNIVERSITÁRIO FEEVALE IDF - INCUBADORA DE DESIGN DA FEEVALE ITEF INCUBADORA TECNOLÓGICA DA FEEVALE INICIAR - INCUBADORA Á DISTÂNCIA CENTRO UNIVERSITÁRIO FEEVALE IDF - INCUBADORA DE DESIGN DA FEEVALE ITEF INCUBADORA TECNOLÓGICA DA FEEVALE INICIAR - INCUBADORA Á DISTÂNCIA SELEÇÃO DE PROJETOS E/OU EMPRESAS PARA PRÉ- INCUBAÇÃO O Núcleo

Leia mais

Desenvolve Minas. Modelo de Excelência da Gestão

Desenvolve Minas. Modelo de Excelência da Gestão Desenvolve Minas Modelo de Excelência da Gestão O que é o MEG? O Modelo de Excelência da Gestão (MEG) possibilita a avaliação do grau de maturidade da gestão, pontuando processos gerenciais e resultados

Leia mais

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL METALMECANICO GRANDE ABC

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL METALMECANICO GRANDE ABC ARRANJO PRODUTIVO LOCAL METALMECANICO GRANDE ABC TERMO DE REFERÊNCIA Nº 02/2010 SERVIÇOS DE CONSULTORIA PARA GESTÃO FINANCEIRA EM CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇO DE VENDA. Contatos Luiz Augusto Gonçalves de

Leia mais

Esse projeto enfatiza duas questões principais:

Esse projeto enfatiza duas questões principais: 1 Introdução O principal objetivo desta dissertação o é contribuir para o debate sobre a internacionalização de pequenas e médias empresas, destacando um tipo peculiar de empresas desta categoria, as empresas

Leia mais

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica

Edital 1/2014. Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica Edital 1/2014 Chamada contínua para incubação de empresas e projetos de base tecnológica A (PoloSul.org) torna pública a presente chamada e convida os interessados para apresentar propostas de incubação

Leia mais

1. HISTÓRICO E OBJETIVOS... 2

1. HISTÓRICO E OBJETIVOS... 2 UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ESCOLA SUPERIOR DE DESENHO INDUSTRIAL INCUBADORA DE EMPRESAS DE DESIGN I EDITAL DE SELEÇÃO DA INCUBADORA DE EMPRESAS DE DESIGN ANO 2012 SUMÁRIO 1. HISTÓRICO E OBJETIVOS...

Leia mais

Pós-Graduação em Gestão de Negócios com ênfase em Empreendedorismo

Pós-Graduação em Gestão de Negócios com ênfase em Empreendedorismo Pós-Graduação em Gestão de Negócios com ênfase em Empreendedorismo Turma Especial ESPM/ABF-Rio Início em 28 de setembro de 2015 Aulas as segundas e quartas, das 19h às 22h Valor do curso: R$ 15.698,00

Leia mais

Gestão Estratégica de Negócios

Gestão Estratégica de Negócios INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Inatel Competence Center Business School Gestão Estratégica de Negócios Projeto Pedagógico de Curso de Extensão Curricular Santa Rita do Sapucaí MG Setembro de 2013

Leia mais

Administração e Finanças

Administração e Finanças Estrutura do Plano de Negócio Profa. Fernanda Pereira Caetano Trabalho pesado é geralmente a acumulação de tarefas pequenas que não foram feitas a tempo. (Henry Cooke) Não existe uma estrutura rígida e

Leia mais

Etapas para a preparação de um plano de negócios

Etapas para a preparação de um plano de negócios 1 Centro Ensino Superior do Amapá Curso de Administração Disciplina: EMPREENDEDORISMO Turma: 5 ADN Professor: NAZARÉ DA SILVA DIAS FERRÃO Aluno: O PLANO DE NEGÓCIO A necessidade de um plano de negócio

Leia mais

Capacitação de Usuários no uso de Sistemas de Informação

Capacitação de Usuários no uso de Sistemas de Informação Capacitação de Usuários no uso de Sistemas de Informação Projeto Básico (pdf) A Gerência de Sistemas GESIS, da Gerência Geral de Gestão do Conhecimento e Documentação- GGCON, tem como objetivo Implantar

Leia mais

PLANO DE TRABALHO RESOLUÇÃO Nº 90 DE 2009 DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA

PLANO DE TRABALHO RESOLUÇÃO Nº 90 DE 2009 DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA PLANO DE TRABALHO RESOLUÇÃO Nº 90 DE 2009 DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA Estrutura: 1. Método de elaboração deste Plano de Trabalho e do respectivo Cronograma. 2. Cronograma. 3. Detalhamento das atividades

Leia mais

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL METALMECANICO DO GRANDE ABC

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL METALMECANICO DO GRANDE ABC ARRANJO PRODUTIVO LOCAL METALMECANICO DO GRANDE ABC TERMO DE REFERÊNCIA Nº 01/2010 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Contatos Luiz Augusto Gonçalves de Almeida (Coord. de Relações Institucionais)

Leia mais

Pós Graduação em Gestão de Franquias

Pós Graduação em Gestão de Franquias Pós Graduação em Gestão de Franquias Público - alvo Indicado para profissionais, gestores, consultores e empreendedores ligados direta e indiretamente com negócios de franchising. Objetivo do Curso Preparar

Leia mais

Procedimentos de Gestão da Qualidade. NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA ELABORADO POR Dr. Ivo Fernandes Gerente da Qualidade 13/10/2009

Procedimentos de Gestão da Qualidade. NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA ELABORADO POR Dr. Ivo Fernandes Gerente da Qualidade 13/10/2009 Versão: 2 Pág: 1/5 NOME FUNÇÃO ASSINATURA DATA ELABORADO POR Dr. Ivo Fernandes Gerente da Qualidade 13/10/2009 DE ACORDO Dr. Renato de Lacerda Diretor Técnico 13/10/2009 APROVADO POR Dr. Jose Carlos dos

Leia mais

Síntese do Projeto Pedagógico do Curso de Sistemas de Informação PUC Minas/São Gabriel

Síntese do Projeto Pedagógico do Curso de Sistemas de Informação PUC Minas/São Gabriel PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Instituto de Informática Síntese do Projeto Pedagógico do Curso de Sistemas de Informação PUC Minas/São Gabriel Belo Horizonte - MG Outubro/2007 Síntese

Leia mais

PBQP-H - Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat

PBQP-H - Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat PBQP-H - Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat Definição O Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat (PBQP-H) é um conjunto de ações desenvolvidas pelo Ministério

Leia mais

Edital PROEX/IFRS nº 17/2016. Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer - crie seu negócio de alto impacto

Edital PROEX/IFRS nº 17/2016. Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer - crie seu negócio de alto impacto Edital PROEX/IFRS nº 17/2016 Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer - crie seu negócio de alto impacto O Pró-reitor de Extensão Substituto do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Ementário do Curso de Administração Grade 2003-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa:

Ementário do Curso de Administração Grade 2003-1 1 Administração da Produção I Fase: Carga Horária: Créditos: Ementa: 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA 01/2013

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA 01/2013 EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA 01/2013 OBJETIVO: O objetivo do EDITAL DE CHAMADA 01/2013 é apoiar através de provimento de Infraestrutura física, de apoio tecnológico e a gestão de negócios, até 04 (quatro)

Leia mais

FATEC EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO INTERDISCIPLINAR IV

FATEC EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO INTERDISCIPLINAR IV FATEC EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO INTERDISCIPLINAR IV SÃO PAULO 2016 Sumário 1. Introdução... 3 2. Finalidade do Projeto Interdisciplinar... 3 3. Disciplinas Contempladas... 4 4. Material

Leia mais

Gestão em Sistemas de Saúde

Gestão em Sistemas de Saúde INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Inatel Competence Center Business School Gestão em Sistemas de Saúde Projeto Pedagógico de Curso de Extensão Curricular Aprovado no dia XX/XX/2013 Pró diretoria de

Leia mais

Pós-Graduação em Gestão de Franquias. Carga Horária e Duração

Pós-Graduação em Gestão de Franquias. Carga Horária e Duração Pós-Graduação em Gestão de Franquias Público - Alvo Indicado para profissionais, gestores, consultores e empreendedores ligados direta e indiretamente com negócios de franchising. Objetivo do Curso Preparar

Leia mais

Graduação Executiva. Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos

Graduação Executiva. Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos Graduação Executiva Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos Graduação Graduação em Administração Duração: 4 anos Carga Horária Total: 3.040 horas/aula

Leia mais

A MODA É DEIXAR A SUA LOJA MAIS ATRATIVA! Programação maio junho 2015

A MODA É DEIXAR A SUA LOJA MAIS ATRATIVA! Programação maio junho 2015 A MODA É DEIXAR A SUA LOJA MAIS ATRATIVA! Programação maio junho 2015 Marketing Oficina Na Medida: como criar uma página empresarial no facebook 19/05 (terça), das 09h30 às 12h30 Valor: R$ 70,00 Oficina

Leia mais

ACoordenação da Pós-Graduação da Faculdade São Luís

ACoordenação da Pós-Graduação da Faculdade São Luís O PROFISSIONAL-PESQUISADOR. O PERFIL ATUAL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA FACULDADE SÃO LUÍS Mônica Cairrão Rodrigues* ACoordenação da Pós-Graduação da Faculdade São Luís acredita que o diferencial na postura do

Leia mais

AUXÍLIO TRANSPORTE TUDO QUE VOCÊ PRECISA PARA MOSTRAR O SEU TALENTO.

AUXÍLIO TRANSPORTE TUDO QUE VOCÊ PRECISA PARA MOSTRAR O SEU TALENTO. AUXÍLIO TRANSPORTE TUDO QUE VOCÊ PRECISA PARA MOSTRAR O SEU TALENTO. ÍNDICE APRESENTAÇÃO...04 MISSÃO E VISÃO DO SISTEMA FIEB... 06 VALORES... 08 OBJETIVOS DO PROGRAMA... 12 APROVEITAMENTO INTERNO... 14

Leia mais

Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte

Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte Comitê Temático Investimento e Financiamento Diretoria de Micro e Pequenas Empresas setembro/2008 Agenda Atuação do BB no Segmento MPE Evolução

Leia mais

Realidade hoje. Ascensão Social. Cerca de 31 milhões de brasileiros subiram de classe social entre os anos de 2003 e 2008.

Realidade hoje. Ascensão Social. Cerca de 31 milhões de brasileiros subiram de classe social entre os anos de 2003 e 2008. Realidade hoje Ascensão Social Cerca de 31 milhões de brasileiros subiram de classe social entre os anos de 2003 e 2008. Entre eles, 19,4 milhões deixaram a classe E, que traça a linha da pobreza no país,

Leia mais

PROIMPE. Programa de Estímulo ao Uso de Tecnologia da Informação em Micro e Pequenas Empresas (MPE)

PROIMPE. Programa de Estímulo ao Uso de Tecnologia da Informação em Micro e Pequenas Empresas (MPE) PROIMPE Programa de Estímulo ao Uso de Tecnologia da Informação em Micro e Pequenas Empresas (MPE) OBJETIVOS PRINCIPAIS Estimular a inclusão digital das MPE (Inclusão Empresarial); Promover o aumento da

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ CÂMPUS CURITIBA Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação Diretoria de Extensão e Políticas de Inclusão

Leia mais

Gerenciamento de Projetos. Faculdade Unisaber 2º Sem 2009

Gerenciamento de Projetos. Faculdade Unisaber 2º Sem 2009 Semana de Tecnologia Gerenciamento de Projetos Faculdade Unisaber 2º Sem 2009 ferreiradasilva.celio@gmail.com O que é um Projeto? Projeto é um "esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço

Leia mais

SEJAM BEM-VINDOS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL

SEJAM BEM-VINDOS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL SEJAM BEM-VINDOS CALOUROS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL Carga horária total do curso: 2800 horas 2400 horas (atende CNCST) + (240 horas de Estágio Curricular + 160 horas

Leia mais

Projeto de Gestão pela Qualidade Rumo à Excelência

Projeto de Gestão pela Qualidade Rumo à Excelência Projeto de Gestão pela Qualidade Rumo à Excelência Introdução O panorama que se descortina para os próximos anos revela um quadro de grandes desafios para as empresas. Fatores como novas exigências dos

Leia mais

MBA em Design Estratégico

MBA em Design Estratégico Design Estratégico MBA em Design Estratégico Aula Inaugural - 29 de abril de 2015 Aulas as terças e quintas, das 7h às 9h30 Valor do curso: R$ 21.600,00 À vista com desconto: R$ 20.520,00 Consultar planos

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES. Inatel Competence Center. Business School. Gestão de TIC. Projeto Pedagógico de Curso de Extensão Curricular

INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES. Inatel Competence Center. Business School. Gestão de TIC. Projeto Pedagógico de Curso de Extensão Curricular INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Inatel Competence Center Business School Gestão de TIC Projeto Pedagógico de Curso de Extensão Curricular Pró diretoria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação;

Leia mais

Gerenciamento de Projetos. Douglas Farias Cordeiro

Gerenciamento de Projetos. Douglas Farias Cordeiro Gerenciamento de Projetos Douglas Farias Cordeiro Conceito de Organização Uma organização pode ser descrita como um arranjo sistemático, onde esforços individuais são agregados em prol de um resultado

Leia mais

EDITAL CHAMADA DE CASOS PARA PARTICIPAÇÃO DE PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS INICIATIVAS INOVADORAS PARA SUSTENTABILIDADE EM DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA

EDITAL CHAMADA DE CASOS PARA PARTICIPAÇÃO DE PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS INICIATIVAS INOVADORAS PARA SUSTENTABILIDADE EM DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA EDITAL CHAMADA DE CASOS PARA PARTICIPAÇÃO DE PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS INICIATIVAS INOVADORAS PARA SUSTENTABILIDADE EM DISTRIBUIÇÃO E LOGÍSTICA O Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getulio

Leia mais

SITE - INFORMAÇÕES DE FRANQUIA

SITE - INFORMAÇÕES DE FRANQUIA SITE - INFORMAÇÕES DE FRANQUIA PROJETO As lojas Havaianas foram idealizadas para oferecer aos consumidores uma experiência completa com a marca. O modelo de franquia foi adotado porque acreditamos que

Leia mais

MBA Executivo em Saúde

MBA Executivo em Saúde ISCTE BUSINESS SCHOOL INDEG_GRADUATE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA Executivo em Saúde www.strong.com.br/alphaville - www.strong.com.br/osasco - PABX: (11) 3711-1000 MBA EXECUTIVO

Leia mais

EDITAL 01/2015 PROCESSO DE SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS CENTRO DE EMPREENDEDORISMO E INCUBAÇÃO BEETECH

EDITAL 01/2015 PROCESSO DE SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS CENTRO DE EMPREENDEDORISMO E INCUBAÇÃO BEETECH A Universidade Federal de Goiás, Regional Jataí, no uso de suas atribuições legais, com a cooperação da Prefeitura municipal de Jataí e do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequenas Empresas - SEBRAE,

Leia mais

Pós-Graduação 1ª Gerência em Gestão Empresarial e Marketing

Pós-Graduação 1ª Gerência em Gestão Empresarial e Marketing Pós-Graduação 1ª Gerência em Gestão Empresarial e Marketing Público-alvo Indicado para recém-formados e jovens profissionais. Objetivo do Curso Capacitação gerencial em geral, com ênfase na área de Marketing,

Leia mais

Portfólio de Produtos

Portfólio de Produtos Portfólio de Produtos 2014 Quem somos: A Focus Educação Corporativa nasceu da necessidade identificada no interior do estado de Minas Gerais, que carece de Consultorias especializadas em pequenas e médias

Leia mais

INFORMATIVO GERAL CURSO ELABORAÇÃO DE PROJETOS E PRESTAÇÃO DE CONTAS. 1. Apresentação

INFORMATIVO GERAL CURSO ELABORAÇÃO DE PROJETOS E PRESTAÇÃO DE CONTAS. 1. Apresentação INFORMATIVO GERAL CURSO ELABORAÇÃO DE PROJETOS E PRESTAÇÃO DE CONTAS 1. Apresentação Com as relações comerciais globalizadas é imperativo que as organizações tenham foco onde pretendem chegar. Para tanto,

Leia mais

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ 2009 Índice Introdução...3 O que é Base Tecnológica?...3 O que é o Programa de Incubação?...3 Para quem é o Programa de Incubação?...4 Para que serve o

Leia mais

A GESTÃO E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NA INCUBADORA TÉCNOLÓGICA UNIVAP

A GESTÃO E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NA INCUBADORA TÉCNOLÓGICA UNIVAP A GESTÃO E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO NA INCUBADORA TÉCNOLÓGICA UNIVAP Feitosa, R. 1, Santos, J. 2, Lourenção, P. 3 123 Curso de Administração de Empresas, Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas. Univap

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 14a/2010

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 14a/2010 CESTEC- CENTRO DE SERVIÇOS EM TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO GRANDE ABC TERMO DE REFERÊNCIA Nº 14a/2010 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA PARA ELABORAÇÃO DE BANCO DE DADOS Contatos Luiz Augusto Gonçalves

Leia mais

EXP Digital, desenvolvendo soluções personalizadas para sua empresa alcançar a melhor performance no mundo virtual.

EXP Digital, desenvolvendo soluções personalizadas para sua empresa alcançar a melhor performance no mundo virtual. EXP Digital, desenvolvendo soluções personalizadas para sua empresa alcançar a melhor performance no mundo virtual. Somos uma empresa especializada em soluções voltadas ao segmento digital como: criação,

Leia mais

Capacitação de Recursos Humanos em Pesquisa e Desenvolvimento para o Setor de Tecnologia da Informação (CT-Info)

Capacitação de Recursos Humanos em Pesquisa e Desenvolvimento para o Setor de Tecnologia da Informação (CT-Info) Programa 0465 Sociedade da Informação Objetivo Universalizar o acesso e a inclusão de todos os brasileiros na sociedade da informação Justificativa Público Alvo Produtores e usuários do conhecimento, empresas

Leia mais

Revista Inteligência Competitiva Daniela Ramos Teixeira

Revista Inteligência Competitiva Daniela Ramos Teixeira 239 RELATO DE PESQUISA TECNOLOGIAS APLICADAS À INTELIGÊNCIA EMPRESARIAL E INTELIGÊNCIA COMPETITIVA E O BRASIL? 1 INTRODUÇÃO Esse artigo mostra uma pequena amostra das nossas conclusões sobre a evolução

Leia mais

Startup Energy. Edital de Participação 2012 v. 02

Startup Energy. Edital de Participação 2012 v. 02 Startup Energy Edital de Participação 2012 v. 02 1. APRESENTAÇÃO A CakeRoll Brasil, empresa realizadora do FEEC BRAZIL 2012, lança o I Startup Energy, uma competição pra empresas startups que apresentem

Leia mais

INTENSIVO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA

INTENSIVO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA INTENSIVO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA Sobre o curso O Programa vai abordar, conceitos, implementação e prática. Hoje, um dos maiores desafios das empresas é o gerenciamento do grande volume de dados e

Leia mais

INOVAÇÃO E TECNOLOGIA PARA APLs. Serviços Tecnológicos do CDT/UnB

INOVAÇÃO E TECNOLOGIA PARA APLs. Serviços Tecnológicos do CDT/UnB INOVAÇÃO E TECNOLOGIA PARA APLs Serviços Tecnológicos do CDT/UnB Brasília, 5 de dezembro de 2013 Centro de Excelência Missão do CDT Apoiar e promover o desenvolvimento tecnológico, a inovação e o empreendedorismo

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA REDENTOR 1º FOCO: FORMAÇÃO BÁSICA I:

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA REDENTOR 1º FOCO: FORMAÇÃO BÁSICA I: MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA REDENTOR 1º FOCO: FORMAÇÃO BÁSICA I: Compreender o comportamento do homem nas relações sociais, nas relações de poder, na percepção de si mesmo e na relação

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL

PROCEDIMENTO OPERACIONAL Página: 1/7 Classificação: ( ) Provisão de (X) Aplicação de ( ) Manutenção de ( ) Desenvolvimento de ( ) Monitoração de ÍNDICE 1 OBJETIVO 2 ABRANGÊNCIA 3 REFERÊNCIA 4 DEFINIÇÕES 5 S E RESPONSABILIDADES

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras - FIPECAFI

Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras - FIPECAFI Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras - FIPECAFI A Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi), que dá apoio ao Departamento de Contabilidade

Leia mais

3 Administração de Materiais

3 Administração de Materiais 1 da Produção I Ementário do Curso de Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o planejamento do arranjo físico; técnicas de organização,

Leia mais

GT de Economia Criativa

GT de Economia Criativa GT de Economia Criativa Santa Maria, 02 de outubro de 2012 Pauta da reunião 1) Ações após a 1ª reunião do GT 2) Apresentação do Projeto de Mapeamento Georreferenciado da Economia Criativa 3) Apresentação

Leia mais

Todos nossos cursos são preparados por mestres e profissionais reconhecidos no mercado, com larga e comprovada experiência em suas áreas de atuação.

Todos nossos cursos são preparados por mestres e profissionais reconhecidos no mercado, com larga e comprovada experiência em suas áreas de atuação. Curso Formação Efetiva de Analístas de Processos Curso Gerenciamento da Qualidade Curso Como implantar um sistema de Gestão de Qualidade ISO 9001 Formação Profissional em Auditoria de Qualidade 24 horas

Leia mais

Edital PROEX/IFRS nº 021/2015. Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer crie seu negócio de alto impacto

Edital PROEX/IFRS nº 021/2015. Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer crie seu negócio de alto impacto Edital PROEX/IFRS nº 021/2015 Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer crie seu negócio de alto impacto A Pró-reitora de Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do

Leia mais

Programa de Especialização em Gestão de Negócios Imobiliários - RADU. Programa que apoia o desenvolvimento de competências

Programa de Especialização em Gestão de Negócios Imobiliários - RADU. Programa que apoia o desenvolvimento de competências Programa de Especialização em Gestão de Negócios Imobiliários - ÓS- PEGNI RADU Programa que apoia o desenvolvimento de competências ÇÃO requeridas para profissionais do mercado imobiliário e da construção

Leia mais

Texto para discussão. Desenvolvimento profissional dos integrantes da carreira de EPPGG

Texto para discussão. Desenvolvimento profissional dos integrantes da carreira de EPPGG 1 Introdução Texto para discussão Desenvolvimento profissional dos integrantes da carreira de EPPGG Como resultado da coleta de subsídios para aperfeiçoamento da gestão da carreira de Especialista em Políticas

Leia mais

Parque Tecnológico de Ribeirão Branco

Parque Tecnológico de Ribeirão Branco Parque Tecnológico de Ribeirão Branco CNPJ: 08.170.728/0001-73 Município de Ribeirão Branco O que éo Parque Tecnológico? Éuma organização gerenciada por profissionais especializados, cujo objetivo éaumentar

Leia mais

EDITAL Nº29-22/03/2013 DEDC SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E PROJETOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET-MG NASCENTE EM LEOPOLDINA.

EDITAL Nº29-22/03/2013 DEDC SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E PROJETOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET-MG NASCENTE EM LEOPOLDINA. EDITAL Nº29-22/03/2013 DEDC SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E PROJETOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET-MG NASCENTE EM LEOPOLDINA. O DIRETOR-GERAL DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA

Leia mais

PAESTRA: OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO. Novembro/2012 Fortaleza- CE

PAESTRA: OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO. Novembro/2012 Fortaleza- CE PAESTRA: OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO Novembro/2012 Fortaleza- CE Currículo do Palestrante Estudou no CMF no período de 1974-1980. saindo como reservista pelo CFR (3º. Sgt). Ingressou na EFOMM CIAGA (1981).

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS PARA A INOVAÇÃO

GESTÃO DE PROJETOS PARA A INOVAÇÃO GESTÃO DE PROJETOS PARA A INOVAÇÃO Indicadores e Diagnóstico para a Inovação Primeiro passo para implantar um sistema de gestão nas empresas é fazer um diagnóstico da organização; Diagnóstico mapa n-dimensional

Leia mais

CADASTRAMENTO DE INSTRUTORES INTERNOS EXERCÍCIO 2011

CADASTRAMENTO DE INSTRUTORES INTERNOS EXERCÍCIO 2011 CADASTRAMENTO DE INSTRUTORES INTERNOS EXERCÍCIO 2011 A, no uso de suas atribuições legais e, tendo em vista o disposto no Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento da UNIVASF, aprovado pela Resolução/CONUNI/02/2008,

Leia mais

Resumo Gestão de Pessoas por Competências

Resumo Gestão de Pessoas por Competências Resumo Gestão de Pessoas por Competências A coordenação técnica e acompanhamento especializado para a realização do projeto são realizados pela consultora e professora Sonia Goulart, da SG Educação Empresarial.

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2010.2 A BRUSQUE (SC) 2014 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INFORMÁTICA APLICADA À... 4 02 MATEMÁTICA APLICADA À I... 4 03 METODOLOGIA CIENTÍFICA... 4 04 PSICOLOGIA... 4 05

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE UNIDADE DE COORDENAÇÃO DO PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE UNIDADE DE COORDENAÇÃO DO PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES TERMOS DE REFERÊNCIA PARA A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA PARA A ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO II ENCONTRO PAULISTA DE BIODIVERSIDADE 1. IDENTIFICAÇÃO DO TERMO DE REFERÊNCIA NÚMERO: 23/2010 ÁREA

Leia mais

PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2012

PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2012 PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2012 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 3 CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO 5 CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO 7 CAPACITAÇÃO

Leia mais

Processo Inmetro Nº 52600.007607 /2007-30 EDITAL Nº 001 /2007

Processo Inmetro Nº 52600.007607 /2007-30 EDITAL Nº 001 /2007 Processo Inmetro Nº 52600.007607 /2007-30 EDITAL Nº 001 /2007 O Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial Inmetro, através da Incubadora de Empresas do Inmetro, instalada no

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA - PEC CATHO PORTAL CMC

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA - PEC CATHO PORTAL CMC PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA - PEC CATHO PORTAL CMC 1. CONTEXTO A Catho Educação Executiva é focada no desenvolvimento de talentos, na melhora do desempenho das organizações e na criação de processos

Leia mais

Acesse o Termo de Referência no endereço: www.ibam.org.br e clique em Seleção de Profissionais.

Acesse o Termo de Referência no endereço: www.ibam.org.br e clique em Seleção de Profissionais. Programa Pará: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher Assessoria à Supervisão Geral No âmbito do Programa Pará Trabalho e Empreendedorismo da Mulher, conveniado com a Secretaria Especial de Políticas para

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DO MODELO DE GESTÃO DE PESSOAS POR COMPETÊNCIAS NA JUSTIÇA DO TRABALHO DE PRIMEIRO E SEGUNDO GRAUS

IMPLANTAÇÃO DO MODELO DE GESTÃO DE PESSOAS POR COMPETÊNCIAS NA JUSTIÇA DO TRABALHO DE PRIMEIRO E SEGUNDO GRAUS Anexo - Modelo de Gestão de Pessoas 936/2012 - Segunda-feira, 12 de Março de 2012 Conselho Superior da Justiça do Trabalho 1 Página 1 de 14 IMPLANTAÇÃO DO MODELO DE GESTÃO DE PESSOAS POR COMPETÊNCIAS NA

Leia mais

Gestão da Inovação através do Design Thinking

Gestão da Inovação através do Design Thinking Gestão da Inovação através do Design Thinking Introdução A inovação é parte integrante e fundamental dos sistemas econômicos. Com o aumento da complexidade desse sistema, torna-se fundamental que os atores

Leia mais

LMA, Solução em Sistemas

LMA, Solução em Sistemas LMA, Solução em Sistemas Ao longo dos anos os sistemas para gestão empresarial se tornaram fundamentais, e por meio dessa ferramenta as empresas aperfeiçoam os processos e os integram para uma gestão mais

Leia mais

1º Congresso Alianças Sociais Responsabilidade Social Corporativa em prol da Sustentabilidade

1º Congresso Alianças Sociais Responsabilidade Social Corporativa em prol da Sustentabilidade 1º Congresso Alianças Sociais Responsabilidade Social Corporativa em prol da Sustentabilidade Curitiba 30 de outubro de 2012 Agenda Sustentabilidade: Várias Visões do Empresariado Desenvolvimento sustentável;

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES. Inatel Competence Center. Business School. Gestão de Projetos

INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES. Inatel Competence Center. Business School. Gestão de Projetos INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Inatel Competence Center Business School Gestão de Projetos Projeto Pedagógico de Curso de Extensão Curricular Aprovado no dia 15/05/2013 Pró diretoria de Desenvolvimento

Leia mais

Startup Garagem Um programa de modelagem de negócios. RAIAR Incubadora Multissetorial de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUCRS

Startup Garagem Um programa de modelagem de negócios. RAIAR Incubadora Multissetorial de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUCRS Startup Garagem Um programa de modelagem de negócios RAIAR e Inovação da PUCRS TECNOPUC Parque Científico e Tecnológico da PUCRS Porto Alegre, abril de 2015 1. Apresentação da Incubadora Raiar A e Inovação

Leia mais