Etapas para a preparação de um plano de negócios

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Etapas para a preparação de um plano de negócios"

Transcrição

1 1 Centro Ensino Superior do Amapá Curso de Administração Disciplina: EMPREENDEDORISMO Turma: 5 ADN Professor: NAZARÉ DA SILVA DIAS FERRÃO Aluno: O PLANO DE NEGÓCIO A necessidade de um plano de negócio Mas o que é um plano de negócios? o plano de negócio business plan descreve a idéia de um novo empreendimento e projeta os aspectos mercadológicos, operacionais e financeiros dos negócios propostos, geralmente, para os próximos três ou cinco anos. Planejar significa estudar antecipadamente a ação que será realizada ou colocada em prática e quais os objetivos que se pretende alcançar. Visa proporcionar condições racionais para que a empresa seja organizada e dirigida com base em certas hipóteses a respeito da realidade atual e futura. Todos os planos têm um propósito comum: a previsão, a programação e a coordenação de uma seqüência lógica de eventos, os quais, se bemsucedidos, deverão conduzir ao alcance do objetivo que se pretende. O planejamento é uma relação entre coisas a fazer e o tempo disponível para realizá-las. Etapas para a preparação de um plano de negócios 1- Faça uma análise completa do setor em que a nova empresa irá funcionar: Perfil do cliente Características do mercado Características da concorrência Cenário econômico, social e tecnológico 2- Faça um levantamento completo sobre as características do novo empreendimento: Características do produto/serviço a ser ofertado Preço e condições de venda Formatação jurídica do empreendimento Estrutura organizacional

2 2 3-Elabore um plano estratégico para o novo empreendimento Definição da missão, da visão e dos valores Definição do negócio Determinação dos objetivos estratégicos de longo prazo Estabelecimento da estratégia do negócio 4-Elabore um plano operacional para o novo empreendimento: Previsão de vendas Planejamento da produção Previsão de despesas gerais e fluxo de caixa Balancete simulado 5- Faça um resumo executivo das informações: Condensação e resumo de todas as informações acima relatadas 6- Revise cuidadosamente todo o conjunto para obter consonância: Relação de todos os custos, preços, previsões e despesas que compõem o plano para verificar sua viabilidade e confiabilidade Modelo de um plano de negócio 1. Sumário executivo: texto de um parágrafo sobre a natureza do negócio e os aspectos mais importantes do empreendimento; inclui missão e visão do negócio; texto de um parágrafo sobre as necessidades que a empresa vai atender no mercado; inclui o papel do empreendimento em relação à responsabilidade social; resumo das características do mercado em que a empresa vai operar; mostra como o mercado está se comportando em relação ao produto/serviço a ser oferecido; breve relatório sobre os sócios do empreendimento; breve relatório sobre os recursos financeiros necessários. 2. Análise completa e detalhado do setor: principais características do setor; inclui as variáveis econômicas, sociais, demográficas e políticas que influenciam o mercado; oportunidades encontradas no mercado; identificação dos fornecedores de entradas. 3. Natureza jurídica e estrutura organizacional da empresa: currículo dos sócios do empreendimento que contenha a formação e as competências pessoais de cada um; funcionários necessários para o empreendimento estabelecendo o perfil profissional e técnico de cada um. 4. Simulação de relatórios financeiros: balanço de abertura da empresa;

3 3 previsão de receitas, fluxo de baixa e balanço para o período coberto pelo planejamento 5. Plano estratégico: definição da missão e da visão da empresa; definição do negócio; estabelecimento dos objetivos específicos da empresa; definição da estratégia da empresa; declaração de premissas do planejamento; estabelecimento dos objetivos estratégicos de longo prazo. 6. Plano operacional: previsão de vendas; planejamento da produção; orçamento de despesas gerais; previsão do lucro operacional; previsão do fluxo de caixa e balancete; balanço patrimonial simulado; previsão de índices operacionais e financeiros. 7. Apêndices contratos pertinentes; informações técnicas. CONSTRUÇÃO DO PLANO DE NEGÓCIO 1. Resumo Executivo Faça um resumo dos principais pontos do seu plano (mínimo de 6 linhas e máximo 10 linhas). Destaque as habilidades e experiências dos empreendedores 2. Dados do Empreendimento Nome do Empreendimento. Endereço completo e bairro onde o empreendimento será implantado. Telefones para contato 2.1 Missão, Visão, Objetivos e Metas do Empreendimento

4 4 Missão: Missão significa a razão de ser do próprio negócio. Por que ele foi criado. Para que ele existe. A missão da empresa define os produtos/serviços, os mercados e a tecnologia, refletindo os valores e as prioridades do negócio. A primeira preocupação que o empreendedor precisa ter quando pretende abrir um novo negócio é definir por que sua empresa precisa existir. O empreendedor deve trabalhar com um missionário, tendo sempre a missão do negócio em sua cabeça e em seu coração. Visão do Empreendimento: A visão é a imagem que o empreendedor tem a respeito do futuro do seu negócio. É o que ele pretende que o negócio seja dentro de um certo horizonte de tempo. A visão permite que o empreendedor estabeleça objetivos e metas, indicadores de desempenho e mensuradores de resultados futuros para saber se está ou não alcançando aquilo que projetou. Meta do Empreendimento: Resultados que se pretende alcançar. 2.2 Setor de Atividade (Se necessário, marcar mais de uma opção) ( ) Produção ( ) Comércio ( ) Serviços ( ) Outros 3. Análise de Mercado 3.1 Estudo dos Clientes Público Alvo (clientes a serem atingidos) Qual a idade? (Se necessário, marcar mais de uma opção) ( ) Crianças até 10 anos ( ) Adolescentes de 11 a 14 anos ( ) Jovens de 15 a 29 anos ( ) Adultos de 30 a 59 anos ( ) Idosos de mais de 60 anos Na maioria são homens ou mulheres?

5 5 Quanto ganham em geral? (Se necessário, marcar mais de uma opção) ( ) Até R$ 250,00 ( ) De R$ 251,00 até R$ 545,00 ( ) De R$ 546,00 até R$ 800,00 ( ) De R$ 801,00 até R$ 1.200,00 ( ) De R$ 1.201,00 até R$ 2.000,00 ( ) De R$ 2000,00 até R$ 5.000,00 ( ) Mais de R$ 5.000,00 Onde moram? (Se necessário, marcar mais de uma opção) ( ) Na mesma rua ( ) Na mesma comunidade ( ) No mesmo bairro ( ) Nos bairros vizinhos ( ) Em outros bairros ( ) Em outras cidades ou estados Comportamentos (Interesses e o que levam a comprar): Com qual frequência compram esse tipo de produto ou serviço? (Se necessário, marcar mais de uma opção) ( ) Diariamente ( ) 3 vezes na semana ( ) Semanalmente ( ) Quinzenalmente ( ) Mensalmente Quanto gastam com esse produto ou serviço? Em que estabelecimentos costumam comprar? O que leva essas pessoas a comprar? (Se necessário, marcar mais de uma opção)

6 6 ( ) O preço? Qual? ( ) A qualidade dos produtos e/ou serviços? Como é demonstrada? ( ) A marca? Qual? ( ) O prazo de entrega? Qual? ( ) O prazo de pagamento? Qual? ( ) O atendimento do empreendimento?qual o diferencial? Qual o tamanho do mercado em que você irá atuar? (Se necessário, marcar mais de uma opção) ( ) Apenas na sua rua? ( ) No seu bairro? ( ) Nos bairros vizinhos ( ) Na sua cidade ( ) Todo o Estado? 3.2 Estudo dos Empreendimentos do Setor Com a ajuda do formulário de pesquisa abaixo, descreva o estudo dos outros empreendimentos do mesmo setor de atividade de seu empreendimento Como você vê a qualidade do produto/serviço nos outros empreendimentos? No atendimento: Aparência do produto/serviço: Aparência do local:

7 Como funcionam os outros empreendimentos com relação a: Preço e forma de pagamento: Propaganda/Divulgação: Serviços complementares aos clientes:- Práticas Ambientais e preocupação com a comunidade: Seu empreendimento terá chance de dar certo considerando os outros negócios que já estão há mais tempo no ramo? (Sim ou Não) Se a resposta for Sim, explique os motivos: Se a resposta for Não, o que precisa mudar: 3.3 Estudos dos Fornecedores Fornecedor 1 Nome da empresa: Ordem Descrição dos itens a serem adquiridos(matérias-primas, insumos, mercadorias e serviços) Marca produto do Preço (R$) em Condições de pagamento (À vista ou a prazo) Localização (estado e/ou município)

8 8 Fornecedor 2 Nome da empresa: Ordem Descrição dos itens a serem adquiridos(matérias-primas, insumos, mercadorias e serviços) Marca produto do Preço (R$) em Condições de pagamento (À vista ou a prazo) Localização (estado e/ou município) 4. Plano de Marketing (Formas de Divulgação) 4.1 Principais Produtos (a serem fabricados, vendidos ou serviços prestados) O que o seu empreendimento pretende vender? Diga-nos as características dos seus produtos ou serviços Além dos produtos/serviços, o seu empreendimento oferecerá algum serviço complementar aos seus clientes? Descreva-os O que o empreendimento tomará como base para calcular os preços dos seus produtos/serviços? 4.2. Estratégias Promocionais Descreva as estratégias de promoção, divulgação e comercialização que irá utilizar. (mínimo 5 linhas) 4.3 Diferencial dos Produtos ou Serviços Descreva os diferenciais dos produtos ou serviços, que levarão os clientes a terem preferências em adquiri-los.(mínimo 5 linhas) 5. Plano Operacional 5.1 Capacidade Produtiva/Comercial/Serviços Qual será a capacidade máxima de produção e/ou comercialização iniciais? Produto/Serviço Capacidade de Produção/Comercialização

9 9 5.2 Processos Operacionais Escreva como será a rotina do seu empreendimento. Quais as atividades que os sócios realizarão? Como será o processo de compras dos produtos, vendas, controle do caixa, atendimento ao cliente e etc. (mínimo 5 linhas) 5.3 Considerações sobre o ponto ( localização), que justifiquem sua escolha (mínimo de 5 linhas) 5.4 Pessoal e Qualificação Necessária Profissionais necessários para o funcionamento do empreendimento Profissional (função) Atividades que irá realizar Qualificações necessárias 6. Plano Financeiro 6.1 Investimentos Fixos A Máquinas e Equipamentos NºOrdem Descrição Marca Fornecedor Qtde Valor unitário Total A Total (R$) B Móveis e Utensílios ( utensílios de trabalho que serve de meio ou instrumento para se fazer qualquer coisa). NºOrdem Descrição Marca Fornecedor Qtde Valor unitário Total (R$)

10 Total B 7.2 Capital de Giro Montante de recursos necessários para o funcionamento normal do empreendimento (compra de matérias-primas ou mercadorias). A Insumos e matérias-primas NºOrdem Descrição Marca Fornecedor Qtde Valor unitário Total A Total (R$) 6.3 Investimentos Pré-Operacionais Investimentos Pré-operacionais R$ Despesas de legalização Obras e/ou reformas Divulgação Cursos ou treinamento Outras despesas Total 6.4 Investimento Total Descrição dos Investimentos Valor (R$) % 1. Investimentos Fixos(Máquinas e Equipamentos + Móveis e Utensílios) 2. Capital de Giro Quadro 6.2 A 3. Investimentos Pré-operacionais Quadro 6.3

11 11 Total = Fontes de Recursos Valor (R$) 1. Recursos Próprios 2. Recursos de Programa Créditos 3. Outros Total = Previsão do Faturamento Mensal do Empreendimento ( total do valor de vendas) NºOrdem Produto/Serviço Qtde(previsão de vendas) Total A Preço de Venda unitário (R$) Total (R$) 6.6 Previsão dos Custos Fixos Operacionais Mensais Descrição Aluguel Condomínio IPTU Água Energia elétrica Telefone Honorário contador Manutenção dos equipamentos Material de limpeza Material de escritório Deslocamento Taxas diversas Serviços de terceiros Depreciação Outras despesas Total Custo Total Mensal (em R$) 6.7 Demonstrativo de Resultados

12 12 Quadro Descrição R$ % Estimativa do faturamento mensal Custos fixos operacionais 8. Anexos

PROGRAMA CREDJOVEM NOME DO EMPREENDIMENTO

PROGRAMA CREDJOVEM NOME DO EMPREENDIMENTO ANEXO I PROGRAMA CREDJOVEM PLANO DE NEGÓCIO NOME DO EMPREENDIMENTO 2014 2. Informações Gerais dos Jovens. 2.1 CREDJOVEM - Sócio 1 Nome: Endereço:, nº: Bairro: Complemento: CEP: Data de Nascimento: RG:

Leia mais

5 Plano Financeiro. Investimento total. investimentos fixos; capital de giro; investimentos pré-operacionais. 5.1 Estimativa dos investimentos fixos

5 Plano Financeiro. Investimento total. investimentos fixos; capital de giro; investimentos pré-operacionais. 5.1 Estimativa dos investimentos fixos 5 Plano Financeiro Investimento total Nessa etapa, você irá determinar o total de recursos a ser investido para que a empresa comece a funcionar. O investimento total é formado pelos: investimentos fixos;

Leia mais

PizzarIFSC - Pizzaria IFSC. Pizzaria IFSC. Elaborado por: Edson Watanabe. Data criação: 25/04/2011 21:04 Data Modificação: 07/12/2011 11:40

PizzarIFSC - Pizzaria IFSC. Pizzaria IFSC. Elaborado por: Edson Watanabe. Data criação: 25/04/2011 21:04 Data Modificação: 07/12/2011 11:40 PizzarIFSC - Pizzaria IFSC Pizzaria IFSC Elaborado por: Edson Watanabe Data criação: 25/04/2011 21:04 Data Modificação: 07/12/2011 11:40 Tipo Empresa: Empresa nascente 1 - Sumário Executivo 1.1 - Resumo

Leia mais

Empreendedorismo de Negócios com Informática

Empreendedorismo de Negócios com Informática Empreendedorismo de Negócios com Informática Aula 6 Plano de Negócios Empreendedorismo de Negócios com Informática - Plano de Negócios 1 Conteúdo Sumário Executivo Apresentação da Empresa Plano de Marketing

Leia mais

COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO

COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO No Modelo de Plano de Negócio, disponível no seu ambiente do Concurso você terá um passo a passo para elaborar o seu Plano, bem como todo o conteúdo necessário

Leia mais

Universidade Federal do Pará. Centro Sócio Econômico. Curso Ciências Contábeis. Disciplina: Administração Financeira. Professor: Héber Lavor Moreira.

Universidade Federal do Pará. Centro Sócio Econômico. Curso Ciências Contábeis. Disciplina: Administração Financeira. Professor: Héber Lavor Moreira. Universidade Federal do Pará. Centro Sócio Econômico. Curso Ciências Contábeis. Disciplina: Administração Financeira. Professor: Héber Lavor Moreira. Silvanda de Jesus Aleixo Ferreira 0201002501 Belém-PA

Leia mais

Maria Tereza da Silva Santos. Confecção - Exemplo. Elaborado por: Plano de Negócio - Exemplos

Maria Tereza da Silva Santos. Confecção - Exemplo. Elaborado por: Plano de Negócio - Exemplos Maria Tereza da Silva Santos Confecção - Exemplo Elaborado por: Plano de Negócio - Exemplos Data criação: 09/01/2014 14:36 Data Modificação: 21/02/2014 14:36 Tipo Empresa: Empresa nascente 1 - Sumário

Leia mais

Plano de Negócios (PN): uma visão geral. O que é e para que serve

Plano de Negócios (PN): uma visão geral. O que é e para que serve Plano de Negócios (PN): uma visão geral. O que é e para que serve 6 PLANO DE NEGÓCIOS (PN): UMA VISÃO GERAL. O QUE É E PARA QUE SERVE Objetivo específico - Ao concluir este módulo, você vai ser capaz de

Leia mais

Plano de Negócio (Projeto de Viabilidade Econômica) Loja de Roupas Femininas na cidade de Marialva

Plano de Negócio (Projeto de Viabilidade Econômica) Loja de Roupas Femininas na cidade de Marialva Plano de Negócio (Projeto de Viabilidade Econômica) Loja de Roupas Femininas na cidade de Marialva Caracterização do Empreendimento Trata o presente de análise de viabilidade de mercado e de viabilidade

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso:

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso: PLANO DE NEGÓCIOS Causas de Fracasso: Falta de experiência profissional Falta de competência gerencial Desconhecimento do mercado Falta de qualidade dos produtos/serviços Localização errada Dificuldades

Leia mais

APP - Interatividade

APP - Interatividade APP - Interatividade "não compartilhe o seu tempo livre - viva-o" APP - Interatividade Elaborado por: Alexandre Nogueira Cunha Data criação: 24/02/2015 00:43 Data Modificação: 01/03/2015 19:13 Tipo Empresa:

Leia mais

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO TREINAMENTO EMPRESARIAL

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO TREINAMENTO EMPRESARIAL OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO TREINAMENTO EMPRESARIAL 2009 SEBRAE-DF Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser fotocopiada,

Leia mais

ELEMENTOS DO PLANO DE NEGÓCIOS

ELEMENTOS DO PLANO DE NEGÓCIOS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ - CAMPUS DE PARNAÍBA CURSO: Técnico em Informática DISCIPLINA: Empreendedorismo PROFESSORA: CAROLINE PINTO GUEDES FERREIRA ELEMENTOS DO PLANO

Leia mais

Viabilidade de Negócios. Serviço

Viabilidade de Negócios. Serviço Viabilidade de Negócios Serviço SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ANALISANDO A VIABILIDADE DO NEGÓCIO... 12 3. INVESTIMENTOS FIXOS... 17 4. GASTOS FIXOS MENSAIS... 23 5. CAPITAL DE GIRO INICIAL... 38 6. INVESTIMENTO

Leia mais

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios.

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios Caro (a) aluno (a), Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. O Plano de Negócios deverá ter no máximo

Leia mais

Análise Econômica. Nívea Cordeiro

Análise Econômica. Nívea Cordeiro Análise Econômica Nívea Cordeiro 1 2011 Análise Econômica Permite levantar o montante que será gasto no empreendimento e se este dará lucro ou prejuízo. A análise econômica trabalha por competência, permitindo

Leia mais

Plano de Negócio. (Projeto de Viabilidade Econômica) Escritório de Contabilidade na Cidade de Marialva

Plano de Negócio. (Projeto de Viabilidade Econômica) Escritório de Contabilidade na Cidade de Marialva Plano de Negócio (Projeto de Viabilidade Econômica) Escritório de Contabilidade na Cidade de Marialva Caracterização do Empreendimento Trata o presente de análise de viabilidade de mercado e de viabilidade

Leia mais

7. Viabilidade Financeira de um Negócio

7. Viabilidade Financeira de um Negócio 7. Viabilidade Financeira de um Negócio Conteúdo 1. Viabilidade de um Negócios 2. Viabilidade Financeira de um Negócio: Pesquisa Inicial 3. Plano de Viabilidade Financeira de um Negócio Bibliografia Obrigatória

Leia mais

Universidade São Marcos

Universidade São Marcos FUNDAMENTOS DE FINANÇAS AS FLEX UNIDADE 4 - Aula 2 GESTÃO DE CUSTOS Margem de Contribuição e Ponto de Equilíbrio CENÁRIO ATUAL O Mercado cada vez mais competitivo. Preocupação dos empresários com seus

Leia mais

MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO EM BRANCO

MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO EM BRANCO MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO EM BRANCO Caro empreendedor, para que você possa elaborar com facilidade seu plano de negócio, utilize o manual da Etapa 2 seguindo as orientações passo a passo que estão contidas

Leia mais

PASSO 8 IMPLANTANDO OS CONTROLES

PASSO 8 IMPLANTANDO OS CONTROLES PASSO 8 IMPLANTANDO OS CONTROLES Ter o controle da situação é dominar ou ter o poder sobre o que está acontecendo. WWW.SIGNIFICADOS.COM.BR Controle é uma das funções que compõem o processo administrativo.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO SÓCIO ECONÔMICO FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS ANA RUTH MESQUITA DOS SANTOS - 05010004901

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO SÓCIO ECONÔMICO FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS ANA RUTH MESQUITA DOS SANTOS - 05010004901 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO SÓCIO ECONÔMICO FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS ANA RUTH MESQUITA DOS SANTOS - 05010004901 SIDNEY SOARES DE LIMA 05010004401 TURMA: 01030 TURNO: NOITE PLANO DE NEGÓCIOS

Leia mais

MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO

MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO MODELO DE PLANO DE NEGÓCIO 1 Informações sobre o responsável pela proposta. Nome : Identidade: Órgão Emissor: CPF: Endereço: Bairro: Cidade: Estado: CEP: Telefone: FAX: E-mail Formação Profissional: Atribuições

Leia mais

Table of Contents. Sobre o material. Geo Studio. Apresentação. Mercado de Rastreadores. Mercado de Rastreadores. Equipamentos. Estrutura.

Table of Contents. Sobre o material. Geo Studio. Apresentação. Mercado de Rastreadores. Mercado de Rastreadores. Equipamentos. Estrutura. Table of Contents Sobre o material Geo Studio Apresentação Mercado de Rastreadores Mercado de Rastreadores Equipamentos Estrutura Estrutrua Localização Pessoal Mercadoria Produtividade da Empresa Automação

Leia mais

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil)

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 1.829 Fornecedores 58.422 Contas a Receber 238.880

Leia mais

PLANEJAMENTO. Um negócio bem planejado terá mais chances de sucesso do que aquele sem planejamento, na mesma igualdade de condições.

PLANEJAMENTO. Um negócio bem planejado terá mais chances de sucesso do que aquele sem planejamento, na mesma igualdade de condições. PLANEJAMENTO Um negócio bem planejado terá mais chances de sucesso do que aquele sem planejamento, na mesma igualdade de condições. (DORNELAS, 2008) POR QUE PLANEJAR? 0 Causas de fracasso de startups americanas:

Leia mais

CURITIBA, FEVEREIRO DE

CURITIBA, FEVEREIRO DE PLANO DE NEGÓCIO CURITIBA, FEVEREIRO DE 2004 2 PLANO DE NEGÓCIO Odilio Sepulcri 1. Introdução: Antes de implementar novas atividades ou alternativas econômicas no sistema de produção, seja para a sua mudança

Leia mais

Pessoa para Contato: João Barbosa. Rua Ceará, 1254. Belo Horizonte MG.

Pessoa para Contato: João Barbosa. Rua Ceará, 1254. Belo Horizonte MG. PLANO DE NEGÓCIO EMPRESA DO RAMO DE SERVIÇOS ETAPA 1 INFORMAÇÕES SOBRE O EMPREENDIMENTO Nome da Empresa: Brilhante Serviços de Limpeza Razão Social: Barbosa e Rodrigues ME Sócios: João Barbosa e Jerônimo

Leia mais

NORMA BRASILEIRA DE CONTABILIDADE TÉCNICA DO SETOR PÚBLICO NBCT (IPSAS)

NORMA BRASILEIRA DE CONTABILIDADE TÉCNICA DO SETOR PÚBLICO NBCT (IPSAS) NORMA BRASILEIRA DE CONTABILIDADE TÉCNICA DO SETOR PÚBLICO NBCT (IPSAS) Temas para Discussão 1) DISPOSIÇÕES GERAIS 2) DEFINIÇÕES GERAIS 3) CARACTERÍSTICAS E ATRIBUTOS DA INFORMAÇÃO DE CUSTOS 4) EVIDENCIAÇÃO

Leia mais

ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE NEGÓCIOS PARA UMA EMPRESA DE TRANSPORTE COLETIVO DE PASSAGEIROS 1

ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE NEGÓCIOS PARA UMA EMPRESA DE TRANSPORTE COLETIVO DE PASSAGEIROS 1 ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE NEGÓCIOS PARA UMA EMPRESA DE TRANSPORTE COLETIVO DE PASSAGEIROS 1 Jéssica Schreiber Boniati 2, Eusélia Pavéglio Vieira 3. 1 Trabalho de conclusão de curso apresentado ao curso

Leia mais

Elaboração de Plano de Negócio Leandro Lind 04.Jun.2013. Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais!

Elaboração de Plano de Negócio Leandro Lind 04.Jun.2013. Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais! Elaboração de Plano de Negócio Leandro Lind 04.Jun.2013 Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais! O que é importante para você? O que é importante para você? Saúde! O que

Leia mais

Padrão de Desempenho 1 V2 Avaliação e Gestão de Riscos e Impactos Socioambientais

Padrão de Desempenho 1 V2 Avaliação e Gestão de Riscos e Impactos Socioambientais Introdução 1. O Padrão de Desempenho 1 ressalta a importância da gestão do desempenho socioambiental durante o ciclo de vida de um projeto. Um sistema eficaz de avaliação e gestão socioambiental é um processo

Leia mais

Restaurante - Exemplo

Restaurante - Exemplo Restaurante - Exemplo Elaborado por: Plano de Negócio - Exemplos Data criação: 27/01/2014 16:50 Data Modificação: 21/02/2014 14:26 Tipo Empresa: Empresa nascente 1 - Sumário Executivo 1.1 - Resumo 1.2

Leia mais

ETAPA 1 INFORMAÇÕES SOBRE O EMPREENDIMENTO

ETAPA 1 INFORMAÇÕES SOBRE O EMPREENDIMENTO ETAPA 1 INFORMAÇÕES SOBRE O EMPREENDIMENTO Nome da Empresa: Sapatos e Bolsas BACANAS. Razão Social: Sócios: Endereço: Fone/Fax: Pessoa para Contato: CEP: ETAPA 2 DESCRIÇÃO GERAL DO NEGÓCIO O que a empresa

Leia mais

Fabrica de Doces - Exemplo

Fabrica de Doces - Exemplo Doces Marília de Dirceu Fabrica de Doces - Exemplo Elaborado por: Plano de Negócio - Exemplos Data criação: 09/01/2014 14:36 Data Modificação: 21/02/2014 14:26 Tipo Empresa: Empresa nascente 1 - Sumário

Leia mais

Associação Beneficente Salvare ANEXO I FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS

Associação Beneficente Salvare ANEXO I FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS Associação Beneficente Salvare ANEXO I FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS DADOS DA ORGANIZAÇÃO PROPONENTE Razão Social CNPJ Endereço Completo Inscrição Telefone Email Representante Legal

Leia mais

Plano de Negócio - Agronegócio Atividade Individual em aula 3,0 pontos

Plano de Negócio - Agronegócio Atividade Individual em aula 3,0 pontos FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DA REGIÃO CENTRO SUL FUNDASUL FACULDADE CAMAQÜENSE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRATIVAS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS CONTABILIDADE DE AGRONEGÓCIOS Professor Paulo Nunes 1

Leia mais

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente DICAS PARA ABRIR UM ESCRITÓRIO CONTÁBIL Começar um empreendimento requer coragem. Estar preparado para esse momento é fundamental, pois não vale, em hipótese alguma, aplicar o seu dinheiro no desconhecido.

Leia mais

Uma empresa é viável quando tem clientes em quantidade e com poder de compra suficiente para realizar vendas que cubram as despesas, gerando lucro.

Uma empresa é viável quando tem clientes em quantidade e com poder de compra suficiente para realizar vendas que cubram as despesas, gerando lucro. Página 1 de 9 2. Análise de Mercado 2.1 Estudo dos Clientes O que é e como fazer? Esta é uma das etapas mais importantes da elaboração do seu plano. Afinal, sem clientes não há negócios. Os clientes não

Leia mais

ELABORACAO DE PLANO DE NEGÓCIOS.

ELABORACAO DE PLANO DE NEGÓCIOS. ELABORACAO DE PLANO DE NEGÓCIOS. Resumo efetuado a partir do Manual Como Elaborar um plano de negócios SEBRAE/ 2013 Profa. Célia Regina Beiro da Silveira ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIOS PARA O 1º CONCURSO

Leia mais

ESSE CURSO FOI CRIADO E É PROMOVIDO PELA INSTITUIÇÃO. Todos os Direitos Reservados

ESSE CURSO FOI CRIADO E É PROMOVIDO PELA INSTITUIÇÃO. Todos os Direitos Reservados Curso Online 1 2 ESSE CURSO FOI CRIADO E É PROMOVIDO PELA INSTITUIÇÃO Todos os Direitos Reservados 3 1 O Que é Fluxo de Caixa _Fatores que Afetam o Fluxo de Caixa (Internos e Externos) _Desequilíbrio Financeiro

Leia mais

OBJETIVOS DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA

OBJETIVOS DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Gestão Financeira O Principal: OBJETIVOS DA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Maximizar a riqueza dos proprietários da empresa (privado). Ou a maximização dos recursos (público). rentabilidade - retorno sobre o

Leia mais

PLANEJAR, ELABORAR E CUMPRIR METAS

PLANEJAR, ELABORAR E CUMPRIR METAS PLANEJAR, ELABORAR E CUMPRIR METAS Fernanda Micaela Ribeiro Theiss Prof. Ademar Lima Júnior Centro Universitário Leonardo da Vinci UNIASSELVI Bacharelado em Ciências Contábeis (CTB 561) 14/05/2012 RESUMO

Leia mais

RELATÓRIOS GERENCIAIS

RELATÓRIOS GERENCIAIS RELATÓRIOS GERENCIAIS Neste treinamento vamos abordar o funcionamento dos seguintes relatórios gerenciais do SisMoura: Curva ABC Fluxo de Caixa Semanal Análise de Lucratividade Análise Financeira o Ponto

Leia mais

Gestão dos Pequenos Negócios

Gestão dos Pequenos Negócios Gestão dos Pequenos Negócios x Rangel Miranda Gerente Regional do Sebrae Porto Velho, RO, 20 de outubro de 2015 A Conjuntura Atual Queda na produção industrial Desemprego Alta dos juros Restrição ao crédito

Leia mais

ASPECTOS CONCEITUAIS OBJETIVOS planejamento tomada de decisão

ASPECTOS CONCEITUAIS OBJETIVOS planejamento tomada de decisão FACULDADES INTEGRADAS DO TAPAJÓS DISCIPLINA: CONTABILIDADE GERENCIAL PROFESSOR: JOSÉ DE JESUS PINHEIRO NETO ASSUNTO: REVISÃO CONCEITUAL EM CONTABILIDADE DE CUSTOS ASPECTOS CONCEITUAIS A Contabilidade de

Leia mais

Balanço Patrimonial: Grupo de Contas

Balanço Patrimonial: Grupo de Contas 3 Balanço Patrimonial: Grupo de Contas 3.1 JUSTIFICATIVAS Como foi visto no capítulo anterior, o Balanço Patrimonial é constituído de Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido. O Ativo, por sua vez, compõe-se

Leia mais

ANEXO 2 PLANO DE INVESTIMENTO E GESTÃO SOCIOAMBIENTAL - MODELO 1.1 SUMÁRIO EXECUTIVO 1.2 IDENTIFICAÇÃO

ANEXO 2 PLANO DE INVESTIMENTO E GESTÃO SOCIOAMBIENTAL - MODELO 1.1 SUMÁRIO EXECUTIVO 1.2 IDENTIFICAÇÃO PLANO DE INVESTIMENTO E GESTÃO SOCIOAMBIENTAL MODELO Descrição da Proposta 1.1 SUMÁRIO EXECUTIVO Objetivos Resultados Esperados Estratégia de Ação Nome da Entidade 1.2 IDENTIFICAÇÃO Razão Social CGC/CNPJ

Leia mais

ANEXO COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 02 (R2)

ANEXO COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 02 (R2) COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS Deliberação CVM nº 640, de 7 de outubro de 2010 (Pág. 57) Aprova o Pronunciamento Técnico CPC 02(R2) do Comitê de Pronunciamentos Contábeis - CPC sobre efeitos das mudanças

Leia mais

Instituto Odeon - Filial Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2012 e relatório de revisão dos auditores independentes

Instituto Odeon - Filial Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2012 e relatório de revisão dos auditores independentes Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de e relatório de revisão dos auditores independentes Relatório de revisão dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras Aos Administradores

Leia mais

Sejam bem-vindos. Como Elaborar um Plano de Negócios. Educação Sebrae. Unidade de Educação e Desenvolvimento da Cultura Empreendedora 1

Sejam bem-vindos. Como Elaborar um Plano de Negócios. Educação Sebrae. Unidade de Educação e Desenvolvimento da Cultura Empreendedora 1 Sejam bem-vindos Unidade de Educação e Desenvolvimento da Cultura Empreendedora 1 Curso 5 dias 1º 2º 3º 4º 5º Curso 10 dias OBJETIVOS 1º Apresentação do curso, empreendedorismo e CCE's 2º Cenário macroeconômico,

Leia mais

Estrutura do sistema de franchising

Estrutura do sistema de franchising Estrutura do sistema de franchising Negócio Estruturado Empreendedor Estratégias de Ampliação de Mercado Comercializa o conceito do negócio Marca Tecnologia Know-how Compra o conceito de negócio já implantado

Leia mais

Tema Nº 3 Primeiros Passos

Tema Nº 3 Primeiros Passos Tema Nº 3 Primeiros Passos Habilidades a Desenvolver: Reconhecer as etapas iniciais do empreendedorismo. Analisar o tipo de negócio, bem como sua viabilidade e demandas de recursos de novos empreendimentos.

Leia mais

MINIPLANO DE NEGÓCIOS Fonte: Sebrae

MINIPLANO DE NEGÓCIOS Fonte: Sebrae MINIPLANO DE NEGÓCIOS Fonte: Sebrae Data: Nome da Empresa: Nome dos Proprietário(s): Endereço: Telefone: Email: 1 Empreendimento Proposto 1.1 Objetivo do Empreendimento: A empresatem por objetivo principal

Leia mais

Programa de Auto-Atendimento. Manual Etapa 4. Organizando e Administrando o Negócio

Programa de Auto-Atendimento. Manual Etapa 4. Organizando e Administrando o Negócio Programa de Auto-Atendimento Manual Etapa 4 Organizando e Administrando o Negócio Etapa 0 Acesso ao Programa. Etapa 1 Gerando Idéias de Negócio. Etapa 2 Verificando a Viabilidade do Negócio. Etapa 3 Formalizando

Leia mais

FTAD Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo de Planejamento Prof.º Fábio Diniz

FTAD Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo de Planejamento Prof.º Fábio Diniz FTAD Formação Técnica em Administração de Empresas Módulo de Planejamento Prof.º Fábio Diniz COMPETÊNCIAS A SEREM DESENVOLVIDAS CONHECER A ELABORAÇÃO, CARACTERÍSTICAS E FUNCIONALIDADES UM PLANO DE NEGÓCIOS.

Leia mais

Roteiro para Elaboração de Projetos de Investimento Simplificado

Roteiro para Elaboração de Projetos de Investimento Simplificado Roteiro para Elaboração de Projetos de Investimento Simplificado 1. CADASTRO Dados cadastrais da empresa, dos sócios e informações adicionais da empresa fichas de cadastro pessoa jurídica e pessoa física.

Leia mais

BALANCETES E RELATÓRIOS

BALANCETES E RELATÓRIOS Matéria - Contabilidade SUMÁRIO 1. Considerações Iniciais 2. Balancetes NBC T 2.7 3. Modelos de Balancetes 4. Relatórios 4.1. Relatórios por área de responsabilidade BALANCETES E RELATÓRIOS 5. Balancetes

Leia mais

04 Os números da empresa

04 Os números da empresa 04 Os números da empresa Além de conhecer o mercado e situar-se nele, o empreendedor tem de saber com clareza o que ocorre com os números de sua empresa. Neste capítulo conheça os principais conceitos,

Leia mais

ANEXO 5 ESCOPO DO ESTUDO DE VIABILIDADE TÉCNICA, ECONÔMICA E JURÍDICA

ANEXO 5 ESCOPO DO ESTUDO DE VIABILIDADE TÉCNICA, ECONÔMICA E JURÍDICA ANEXO 5 ESCOPO DO ESTUDO DE VIABILIDADE TÉCNICA, ECONÔMICA E JURÍDICA O estudo a ser entregue deverá avaliar a viabilidade do projeto de PPP proposto segundo a ótica de todos os fornecedores de capital

Leia mais

DESAFIOS. (Autor desconhecido)

DESAFIOS. (Autor desconhecido) QUEM É O EMPREENDEDOR? POR QUE SER EMPRESÁRIO? DEFINIÇÕES DE EMPREENDEDORISMO O empreendedor é motivado pela autorealização, desejo de assumir responsabilidades e independência. Considera irresistível

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIO. EMPRESA (inserir logo) SET/14

PLANO DE NEGÓCIO. EMPRESA (inserir logo) SET/14 PLANO DE NEGÓCIO EMPRESA (inserir logo) SET/14 Índice 1 INTRODUÇÃO-Sumário Executivo 04 1.1 Identificação da Empresa 04 1.1.1 Histórico da empresa 04 1.1.2 Definição do modelo de negócio 05 1.1.3 Constituição

Leia mais

Capítulo 3. Focalizando o novo negócio

Capítulo 3. Focalizando o novo negócio O QUE É UMA EMPRESA? De acordo com Santos (1982), a empresa é comumente definida pelos economistas como uma unidade básica do sistema econômico, cuja principal função é produzir bens e serviços. Os objetivos

Leia mais

Orçamento Público Conceitos Básicos

Orçamento Público Conceitos Básicos Gestão Orçamentária e Financeira no SUAS Orçamento Público Conceitos Básicos Agosto de 2013 Ciclo Orçamentário Brasileiro Plano Plurianual Lei Orçamentária Anual Lei de Diretrizes Orçamentárias Plano Plurianual

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico ETEC MONSENHOR ANTONIO MAGLIANO Código: 088 Município: GARÇA Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS GABINETE CIVIL

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS GABINETE CIVIL PUBLICADA NO DIÁRIO OFICIAL Nº 1925, DE 23 DE MAIO DE 2005, Págs 54 e 56 LEI Nº 1367, DE 17 DE MAIO DE 2005. Regulamentada pelo Decreto nº 198/06 Cria o Fundo Municipal de Desenvolvimento da Economia Popular

Leia mais

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 02 (R2) Efeitos das Mudanças nas Taxas de Câmbio e Conversão de Demonstrações Contábeis

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 02 (R2) Efeitos das Mudanças nas Taxas de Câmbio e Conversão de Demonstrações Contábeis COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 02 (R2) Efeitos das Mudanças nas Taxas de Câmbio e Conversão de Demonstrações Contábeis Correlação às Normas Internacionais de Contabilidade

Leia mais

ANEXO I MATRIZ DE INDICADORES E METAS

ANEXO I MATRIZ DE INDICADORES E METAS ANEXO I MATRIZ DE INDICADORES E S 31 MATRIZ DE INDICADORES e S Indicador 1 - Visão Visão: Ser reconhecido como um dos 10 Regionais mais céleres e eficientes na prestação jurisdicional, sendo considerado

Leia mais

INVESTIMENTO A LONGO PRAZO 1. Princípios de Fluxo de Caixa para Orçamento de Capital

INVESTIMENTO A LONGO PRAZO 1. Princípios de Fluxo de Caixa para Orçamento de Capital 5 INVESTIMENTO A LONGO PRAZO 1. Princípios de Fluxo de Caixa para Orçamento de Capital 1.1 Processo de decisão de orçamento de capital A decisão de investimento de longo prazo é a decisão financeira mais

Leia mais

Curso Preparatório para o Exame de Suficiência do CFC

Curso Preparatório para o Exame de Suficiência do CFC Curso Preparatório para o Exame de Suficiência do CFC Objetivo Preparar os estudantes e profissionais para prestar o Exame de Suficiência do CFC 2013 Bacharel em Ciências Contábeis. O curso inclui módulos

Leia mais

Plano de Negocio Sistemas Security

Plano de Negocio Sistemas Security Plano de Negocio Sistemas Security GOIÂNIA,05/12/2015 A Empresa A Sistema Security nasceu da idéia de Alunos do Senac quando cursavam o último período do curso de segurança da Informaçao. Área de Atuação

Leia mais

Roteiro para elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado do Curso de Bacharelado em Administração da AJES

Roteiro para elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado do Curso de Bacharelado em Administração da AJES Roteiro para elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado do da AJES A - APRESENTAÇÃO 1. A empresa 1.1. Aspectos Gerais 1.1.1. História da empresa (da fundação a atualidade) 1.1.2. Visão, Missão e

Leia mais

planodenegocioapostilaempreendedorismo_exerc.doc Empreendedorismo EXERCÍCIO DE NIVELAMENTO PERGUNTAS E RESPOSTAS

planodenegocioapostilaempreendedorismo_exerc.doc Empreendedorismo EXERCÍCIO DE NIVELAMENTO PERGUNTAS E RESPOSTAS EXERCÍCIO DE NIVELAMENTO PERGUNTAS E RESPOSTAS 1) Qual o conceito de empreendedor?...empreendedor é um indivíduo que imagina, desenvolve e realiza visões. Ele está sempre buscando novas idéias e criando

Leia mais

ELABORAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE PROJETOS AULA 01: CONCEITOS BÁSICOS RELACIONADOS A PROJETOS TÓPICO 04: NECESSIDADE DE UMA AVALIAÇÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA 1.14 NECESSIDADE DE UMA AVALIAÇÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA

Leia mais

Administrando o Fluxo de Caixa

Administrando o Fluxo de Caixa Administrando o Fluxo de Caixa O contexto econômico do momento interfere no cotidiano das empresas, independente do seu tamanho mercadológico e, principalmente nas questões que afetam diretamente o Fluxo

Leia mais

O Prefeito do Município de João Pessoa, Estado da Paraíba, faço saber que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a seguinte lei:

O Prefeito do Município de João Pessoa, Estado da Paraíba, faço saber que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a seguinte lei: www.leismunicipais.com.br LEI Nº 12.211, DE 27 DE SETEMBRO DE 2011. DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DO FUNDO MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA POPULAR EMPREENDEDORA E SOLIDÁRIA DO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA

Leia mais

Julho/2011 Volcei Marcon Gabriel Albino

Julho/2011 Volcei Marcon Gabriel Albino Workshop Descrição de cargos Julho/2011 Volcei Marcon Gabriel Albino Agenda 1 2 3 Nossa metodologia O Projeto Workshop de Descrição de Cargos 2011 Hay Group. All rights reserved 1 01 Nossa metodologia

Leia mais

Administração e Finanças

Administração e Finanças Estrutura do Plano de Negócio Profa. Fernanda Pereira Caetano Trabalho pesado é geralmente a acumulação de tarefas pequenas que não foram feitas a tempo. (Henry Cooke) Não existe uma estrutura rígida e

Leia mais

ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS. 1. Sumário Executivo. Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso. 2. Sumário da Empresa. 2.1 Composição da Sociedade

ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS. 1. Sumário Executivo. Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso. 2. Sumário da Empresa. 2.1 Composição da Sociedade ROTEIRO DO PLANO DE NEGÓCIOS 1. Sumário Executivo Objetivos Missão Fatores-Chave de Sucesso 2. Sumário da Empresa 2.1 Composição da Sociedade Perfil Individual dos sócios, experiência, formação, responsabilidades

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO

PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INCUBAÇÃO RAIAR Incubadora Multissetorial de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUCRS TECNOPUC Parque Científico e Tecnológico da PUCRS Porto Alegre, dezembro

Leia mais

ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL. FASF - Faculdade Sagrada Família - Curso de Administração - Disciplina Contabilidade Geral - 3º periodo

ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL. FASF - Faculdade Sagrada Família - Curso de Administração - Disciplina Contabilidade Geral - 3º periodo ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL Introdução Já sabemos que o Patrimônio é objeto da contabilidade, na qual representa o conjunto de bens, diretos e obrigações. Esta definição é muito importante estar claro

Leia mais

Módulo 5. Implementação do BSC para um negócio específico, definição de objetivos, apresentação de casos reais e exercícios

Módulo 5. Implementação do BSC para um negócio específico, definição de objetivos, apresentação de casos reais e exercícios Módulo 5 Implementação do BSC para um negócio específico, definição de objetivos, apresentação de casos reais e exercícios Implementando BSC para um negócio específico O BSC é uma estrutura para desenvolvimento

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS W ARTE "SERRALHARIA E ESQUADRIA RAPOSÃO" Empreendedor(a): WALBER MACEDO DOS SANTOS

PLANO DE NEGÓCIOS W ARTE SERRALHARIA E ESQUADRIA RAPOSÃO Empreendedor(a): WALBER MACEDO DOS SANTOS PLANO DE NEGÓCIOS W ARTE "SERRALHARIA E ESQUADRIA RAPOSÃO" Empreendedor(a): WALBER MACEDO DOS SANTOS Maio/2013 SUMÁRIO 1 SUMÁRIO EXECUTIVO 1.1 Resumo dos principais pontos do plano de negócio 1.2 Empreendedores

Leia mais

Relação de Documentos para Análise. Constam os documentos PESSOA JURIDICA: SIM NÃO

Relação de Documentos para Análise. Constam os documentos PESSOA JURIDICA: SIM NÃO Nome da Empesa: CNPJ: Contato: Telefone: Relação de Documentos para Análise Constam os documentos PESSOA JURIDICA: SIM NÃO 1 Ficha cadastral e Autorização de Consulta de Restritivos assinada (Anexo); 2

Leia mais

Associação Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada IMPA-OS

Associação Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada IMPA-OS Associação Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada IMPA-OS Demonstrações Financeiras em 31 de dezembro de 2004 e Parecer dos Auditores Independentes Parecer dos Auditores Independentes 03 de fevereiro

Leia mais

PLANEJAMENTO FINANCEIRO E SEUS BENEFÍCIOS

PLANEJAMENTO FINANCEIRO E SEUS BENEFÍCIOS Maiêutica - Curso de Ciências Contábeis PLANEJAMENTO FINANCEIRO E SEUS BENEFÍCIOS RESUMO Anair Vanderlinde 1 Nádia Nara de Godoy 2 Centro Universitário Leonardo da Vinci UNIASSELVI Ciências Contábeis (CTB0116)

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS 1) INTRODUÇÃO 2) DADOS CADASTRAIS PESSOA FISICA 3) DADOS CADASTRAIS PESSOA JURÍDICA

PLANO DE NEGÓCIOS 1) INTRODUÇÃO 2) DADOS CADASTRAIS PESSOA FISICA 3) DADOS CADASTRAIS PESSOA JURÍDICA PLANO DE NEGÓCIOS CÓDIGO: DATA: 1) INTRODUÇÃO O plano de negócio é um instrumento que visa estruturar as principais concepções e alternativas para uma análise correta de viabilidade do negócio pretendido,

Leia mais

Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos AULA 9

Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos AULA 9 Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos AULA 9 AULA 9 Assunto: Plano Financeiro (V parte) Prof Ms Keilla Lopes Mestre em Administração pela UFBA

Leia mais

1 - Por que a empresa precisa organizar e manter sua contabilidade?

1 - Por que a empresa precisa organizar e manter sua contabilidade? Nas atividades empresariais, a área financeira assume, a cada dia, funções mais amplas de coordenação entre o operacional e as expectativas dos acionistas na busca de resultados com os menores riscos.

Leia mais

O desafio de gerenciar o fluxo de caixa. Gilvânia Banker

O desafio de gerenciar o fluxo de caixa. Gilvânia Banker Gilvânia Banker Manter as contas em dia é um grande desafio para quase todos os empreendedores. O fluxo de caixa de uma empresa, de acordo com o consultor contábil Charles Tessmann, é praticamente o coração

Leia mais

A seguir, a correção da prova de Contador da Prefeitura de Niterói. Não vislumbramos possibilidade de recursos.

A seguir, a correção da prova de Contador da Prefeitura de Niterói. Não vislumbramos possibilidade de recursos. Olá, meus amigos! A seguir, a correção da prova de Contador da Prefeitura de Niterói. Não vislumbramos possibilidade de recursos. Forte abraço. Gabriel Rabelo/Luciano Rosa. Sigam nossas redes sociais!

Leia mais

SOLUÇÕES PARA GESTÃO DE INSTITUIÇÕES DE SAÚDE Gestão de Custos em Centro Diagnóstico

SOLUÇÕES PARA GESTÃO DE INSTITUIÇÕES DE SAÚDE Gestão de Custos em Centro Diagnóstico SOLUÇÕES PARA GESTÃO DE INSTITUIÇÕES DE SAÚDE Gestão de Custos em Centro Diagnóstico Doutor pela UNIFESP / EPM Pós Graduado em Administração Hospitalar pela FGV Diretor da XHL Consultoria (Planis) Como

Leia mais

APRESENTAÇÃO - San Martin Franchising

APRESENTAÇÃO - San Martin Franchising APRESENTAÇÃO - San Martin Franchising MISSÃO Atuar no mercado segurador com máxima excelência, superando as expectativas de seus clientes, colaboradores e franqueados, proporcionando satisfação e confiabilidade.

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA APOSTILA DE ESTUDO ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Marcelo Cauduro de Castro - Mestre mccastro@terra.com.br MINI CURRÍCULO: Marcelo Cauduro de Castro é Mestre em Administração de Empresas pela Universidade Federal

Leia mais

"BUSSINES PLAN"- PLANO DE NEGÓCIOS

BUSSINES PLAN- PLANO DE NEGÓCIOS "BUSSINES PLAN"- PLANO DE! Os componentes do Business Plan.! Quem precisa fazer um Business Plan! Colocando o Business Plan em ação Autores: Francisco Cavalcante(f_c_a@uol.com.br) Administrador de Empresas

Leia mais

Glossário básico de Empreendedorismo

Glossário básico de Empreendedorismo Glossário básico de Empreendedorismo Análise Ambiental Estudo feito visando conhecer mais detalhadamente os agentes e fatores que por ventura podem influenciar nos planejamentos da empresa. Ativo Circulante

Leia mais

Gestão de Projetos. Processos Gerenciais Profª. Silvia Cristina da Silva Okabayashi. O que se entende por Projeto?

Gestão de Projetos. Processos Gerenciais Profª. Silvia Cristina da Silva Okabayashi. O que se entende por Projeto? Processos Gerenciais Profª. Silvia Cristina da Silva Okabayashi Gestão de Projetos Planejamento, Execução e Controle de um Projeto Laboratório de Administração Gestão de Projetos O que se entende por Projeto?

Leia mais

Módulo 12 Gerenciamento Financeiro para Serviços de TI

Módulo 12 Gerenciamento Financeiro para Serviços de TI Módulo 12 Gerenciamento Financeiro Módulo 12 Gerenciamento Financeiro para Serviços de TI Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a

Leia mais

Unidade II. Unidade II

Unidade II. Unidade II Unidade II 6 PLANO DE NEGÓCIOS (PN): UMA VISÃO GERAL - O QUE É E PARA QUE SERVE? Plano de negócios (do inglês business plan), também chamado plano empresarial, é um documento que especifica, em linguagem

Leia mais

CUSTOS DA QUALIDADE EM METALURGICAS DO SEGMENTOS DE ELEVADORES PARA OBRAS CÍVIS - ESTUDO DE CASO

CUSTOS DA QUALIDADE EM METALURGICAS DO SEGMENTOS DE ELEVADORES PARA OBRAS CÍVIS - ESTUDO DE CASO CUSTOS DA QUALIDADE EM METALURGICAS DO SEGMENTOS DE ELEVADORES PARA OBRAS CÍVIS - ESTUDO DE CASO José Roberto Santana Alexandre Ripamonti Resumo: Com a globalização da economia, as empresas, enfrentam

Leia mais