Medicamentos psicotrópicos e efeitos colaterais/adversos impactantes para atividades laborais.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Medicamentos psicotrópicos e efeitos colaterais/adversos impactantes para atividades laborais."

Transcrição

1 Medicamentos psicotrópicos e efeitos colaterais/adversos impactantes para atividades laborais. Alternativas terapêuticas farmacológicas. Dr. João Luiz da Fonseca Martins Médico Psiquiatra Uniica

2 . Principais efeitos colaterais/adversos atribuídos as medicações. Alternativas terapêuticas farmacológicas. Introdução:

3 Antidepressivos Estabilizador de humor Anticonvulsivantes Antipsicóticos/Neurolépticos Benzodiazepínicos/Ansiolíticos Psicoestimulantes

4 Antidepressivos: ISRS Inibidores Seletivos da Recaptação de Serotonina. IRSN Inibidores da Recaptação de Serotonina e Noradrenalina. IRND Inibidores da Recaptação da Noradrenalina e Dopamina. DISN Desinibidor da Serotonina e Noradrenalina. AIRS Antagonista da Inibição de Recaptação de Serotonina. Tricíclicos.

5 ISRS Inibidores Seletivos da Recaptação de Serotonina. Fluoxetina Sertralina Paroxetina Fluvoxamina Citalopram Escitalopram

6 IRSN Inibidores da Recaptação de Serotonina e Noradrenalina. Duloxetina Venlafaxina Desvenlafaxina

7 IRND Inibidores da Recaptação da Noradrenalina e Dopamina. Bupropiona

8 DISN Desinibidor da Serotonina e Noradrenalina Mirtazapina

9 AIRS Antagonista da Inibição de Recaptação de Serotonina Trazodona

10 Tricíclicos Amitriptilina Nortriptilina Imipramina Clomipramina

11

12

13

14 IRSR: Escitalopram IRSN: Desvenlafaxina IRND: Bupropiona DISN: Mirtazapina sedação AIRS: Trazodona sedação Tricíclicos: Nortriptilina Alternativas terapêuticas farmacológicas

15 Estabilizador de humor Litio Efeitos Adversos Náuseas Vômitos Diarréia Tremor de extremidades Ganho de peso Queda de cabelo Incoordenação motora

16 Anticonvulsivantes Ácido Valpróico Efeitos Adversos Queda de cabelo Ganho de peso Sedação Náuseas Toxicidade hepática

17 Anticonvulsivantes Carbamazepina Oxcarbamazepina Efeitos Adversos Sedação Toxicidade hepática/medula óssea Necrólise epidérmica tóxica

18 Anticonvulsivantes Lamotrigina Efeitos Adversos Necrólise epidérmica tóxica

19 Anticonvulsivantes Topiramato Efeitos Adversos Sedação Déficit de memória Mudança de paladar

20

21 Ganho de Peso: Topiramato Queda de cabelo: Pantogar Tremor de extremidades: Propanolol Sd. Stevens-Johnson: suspensão da medicação e possibilidade de reinicio lento da mesma. Quadros dispépticos: sintomáticos Alternativas terapêuticas farmacológicas

22 Antipsicóticos/Neurolépticos Primeira Geração: Haloperidol Clorpromazina Trifluoperazina Segunda Geração: Olanzapina Quetiapina Risperidona

23 Antipsicóticos Efeitos Adversos Haloperidol Clorpromazina Trifluoperazina Discinesia Tardia Hiperprolactinemia Parkinsonismo Boca seca Visão turva Constipação intestinal Retenção urinária Sonolência Hipotensão postural

24 Antipsicóticos Olanzapina Quetiapina Risperidona Aripiprazol Ziprasidona Clozapina Efeitos Adversos Hiperprolactinemia Ganho de peso Sedação Incontinência urinária Síndrome extrapiramidal

25

26 Discinesia Tardia: Clozapina Hiperprolactinemia: Quetiapina Parkinsonismo: Clozapina Boca seca Visão turva Constipação intestinal Suspensão dos Retenção urinária Anticolinérgicos Sonolência Hipotensão postural Alternativas terapêuticas farmacológicas

27 Hiperprolactinemia: Redução neuroléptico Ganho de peso: ziprasidona/aripiprazol Sedação: ziprasidona/aripiprazol Incontinência urinária Síndrome extrapiramidal: clozapina, Bzp, B-Bloqueador Alternativas terapêuticas farmacológicas

28 Benzodiazepínicos/Ansiolíticos Curta ação / Intermediária: Alprazolam Clonazepam Bromazepam Lorazepam Midazolam Longa Ação: Diazepam Cloxazolam

29 Ansiolíticos Alprazolam Clonazepam Bromazepam Lorazepam Midazolam Diazepam Cloxazolam Flurazepam Estazolam Efeitos Adversos Tontura Sonolência Astenia Desatenção Incoordenação Motora Hipnótico/sedativo

30 Benzodiazepínicos/Ansiolíticos Redução da dosagem da medicação Tempo de meia-vida maior Buspirona/ISRS Pregabalina Alternativas terapêuticas farmacológicas

31 Psicoestimulantes Metilfenidato Lisdexanfetamina Modafinila

32 Psicoestimulantes Metilfenidato Lisdexanfetamina Modafinila Efeitos Adversos Taquicardia Sudorese Tremor Inquietação Irritabilidade Ansiedade

33 Redução da dosagem; Uso de substâncias com tempo de meiavida maior; Ansiolíticos/Betabloqueadores; IRND = Bupropiona Alternativas terapêuticas farmacológicas

34 Obrigado a todos!!!

23/07/2013. É um sintoma fundamental de muitos distúrbios psiquiátricos e um componente de muitas condições clínicas e cirúrgicas.

23/07/2013. É um sintoma fundamental de muitos distúrbios psiquiátricos e um componente de muitas condições clínicas e cirúrgicas. Psicofarmacologia Prof. Herval de Lacerda Bonfante Departamento de Farmacologia PSICOFARMACOLOGIA Distúrbios Psiquiátricos - Tratamento : 1950 10 a 15% de prescrições - EUA Brasil prevalência de transtornos

Leia mais

Psicofarmacologia. Transtornos de Ansiedade. Transtornos de Ansiedade PSICOFARMACOLOGIA 15/05/2015

Psicofarmacologia. Transtornos de Ansiedade. Transtornos de Ansiedade PSICOFARMACOLOGIA 15/05/2015 Psicofarmacologia Prof. Herval de Lacerda Bonfante Departamento de Farmacologia PSICOFARMACOLOGIA Distúrbios Psiquiátricos - Tratamento : 1950 10 a 15% de prescrições - EUA Brasil prevalência de transtornos

Leia mais

Depressão diagnóstico e tratamento. Autor: Dr Adriano Simões Coelho Adaptação: Dr Alexandre de Araújo Pereira

Depressão diagnóstico e tratamento. Autor: Dr Adriano Simões Coelho Adaptação: Dr Alexandre de Araújo Pereira Depressão diagnóstico e tratamento Autor: Dr Adriano Simões Coelho Adaptação: Dr Alexandre de Araújo Pereira Depressão maior 1 Sintomas principais: - Humor deprimido + Anedonia + Fadiga ou perda de energia;

Leia mais

O uso de benzodiazepínicos em idosos

O uso de benzodiazepínicos em idosos O uso de benzodiazepínicos em idosos Rafael C Freire Doutor em psiquiatria Laboratório do Pânico e Respiração IPUB UFRJ INCT Translacional em Medicina Declaração de conflito de interesse Emprego Financiamento

Leia mais

RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 CADERNO-QUESTIONÁRIO. ESPECIALIDADE: Psiquiatria da Infância e Adolescência (R4)

RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 CADERNO-QUESTIONÁRIO. ESPECIALIDADE: Psiquiatria da Infância e Adolescência (R4) CCV COORDENADORIA DE CONCURSOS RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 CADERNO-QUESTIONÁRIO ÿû C ESPECIALIDADE: Psiquiatria da Infância e Adolescência (R4) PRÉ-REQUISITO: PSIQUIATRIA Data: 20 de janeiro de 2013. Duração:

Leia mais

Farmacologia clínica do Sistema Nervoso central: Antipsicóticos e Lítio

Farmacologia clínica do Sistema Nervoso central: Antipsicóticos e Lítio Farmacologia clínica do Sistema Nervoso central: Antipsicóticos e Lítio Prof. Dr. Gildomar Lima Valasques Junior Farmacêutico Clínico-Industrial Doutor em Biotecnologia Jequié 2015 Antipsicótico ou neuroléptico

Leia mais

DISTÚRBIOS AFETIVOS I) DEFINIÇÃO II) EPIDEMIOLOGIA III) QUADRO CLÍNICO A) DEPRESSÃO

DISTÚRBIOS AFETIVOS I) DEFINIÇÃO II) EPIDEMIOLOGIA III) QUADRO CLÍNICO A) DEPRESSÃO DISTÚRBIOS AFETIVOS I) DEFINIÇÃO II) EPIDEMIOLOGIA III) QUADRO CLÍNICO A) DEPRESSÃO SINTOMAS Emocionais --> tristeza, fossa, baixo astral ansiedade irritabilidade anedonia Psicológicos --> culpa, sensação

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade

RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade SOLICITANTE Dra. Renata Abranches Perdigão Juíza de Direito do JESP da

Leia mais

Terapêutica Medicamentosa na Saúde Mental RESUMO

Terapêutica Medicamentosa na Saúde Mental RESUMO CPFT-MT Terapêutica Medicamentosa na Saúde Mental Parecer técnico N 12 Maio 2015 RESUMO A via judicial e a Portaria n 172/2010/GBSES têm impelido a Secretaria de Saúde do Estado de Mato Grosso a fornecer

Leia mais

Psiquiatria para o clínico Dr. André I. Petroucic Filho 07 maio 2014 Introdução Psiquiatria do dia a dia do clínico Pontos importantes sobre as principais doenças psiquiátricas Depressão, Ansiedade, Doença

Leia mais

Assistência Farmacêutica na Depressão

Assistência Farmacêutica na Depressão Definição Assistência Farmacêutica na Depressão Grupo de atividades relacionadas com o medicamento, destinadas a apoiar as ações de saúde demandadas por uma comunidade, envolvendo o abastecimento de medicamentos

Leia mais

Este Protocolo Clínico deve ser revisado sistematicamente a cada 2 (dois) anos e todas as vezes que o serviço médico julgar necessário fazê-lo.

Este Protocolo Clínico deve ser revisado sistematicamente a cada 2 (dois) anos e todas as vezes que o serviço médico julgar necessário fazê-lo. PROTOCOLOS CLÍNICOS Nº. 07/ Serviço de Psiquiatria do Hospital de Clínicas da UFPR Folha 01/11 : SERVIÇO DE: Psiquiatria do Hospital de Clínicas da UFPR ELABORADO POR (Membro do Serviço) Prof. Dr. Dirceu

Leia mais

Interações Medicamentosas em Psiquiatria

Interações Medicamentosas em Psiquiatria Interações Medicamentosas em Psiquiatria Dr. Odeilton Tadeu Soares Médico assistente do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).

Leia mais

PSICOFARMACOLOGIA ANTIDEPRESSIVOS ANTIPSICÓTICOS ESTABILIZADORES DO HUMOR ANSIOLÍTICOS

PSICOFARMACOLOGIA ANTIDEPRESSIVOS ANTIPSICÓTICOS ESTABILIZADORES DO HUMOR ANSIOLÍTICOS PSICOFARMACOLOGIA ANTIDEPRESSIVOS ANTIPSICÓTICOS ESTABILIZADORES DO HUMOR ANSIOLÍTICOS BLOQUEIO DO SISTEMA COLINÉRGICO PSICOFARMACOLOGIA INIBIDORES DA RECAPTAÇÃO DE NA, DA & 5HT ANTIDEPRESSIVOS TRICÍCLICOS

Leia mais

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União Nota Brasília, Técnica maio N de 13 2012. /2012 Nomes Princípio Comerciais1 Ativo: Maxapran, citalopram. : Alcytam, Procimax, Celapram, Tensiopax, Cipramil, Zoxipan, Citaforin, Zycitapram. Citagran, Città,

Leia mais

INTRODUÇÃO: DEPRESSÃO

INTRODUÇÃO: DEPRESSÃO FARMACOLOGIA Prof.: Dalton Dittz Jr. INTRODUÇÃO: DEPRESSÃO Doença psiquiátrica importante; Prevalência de 10% na população mundial; Causa importante de sofrimento e incapacitação; Elevados custos indiretos

Leia mais

Antipsicóticos e Estabilizadores do Humor

Antipsicóticos e Estabilizadores do Humor Antipsicóticos e Estabilizadores do Humor Dr. Gilda Ângela Neves Rio de Janeiro, 2015. Psicose Estado no qual o indivíduo perde ou distorce seu senso de realidade alucinações ilusões delírios transtornos

Leia mais

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União Nota Brasília, Técnica maio N de 38 2012. /2012 Princípio Nomes Comerciais1 Ativo: metilfenidato. Sumário e de Referência: Ritalina, Ritalina LA e Concerta 1. 2. que é o metilfenidato? 3. ANVISA? Para

Leia mais

TEMA: Topiramato, Olanzapina, Daforin, Rivotril em paciente com depressão grave.

TEMA: Topiramato, Olanzapina, Daforin, Rivotril em paciente com depressão grave. NOTA TÉCNICA 65/2013 Solicitante Alyrio Ramos Desembargador da 8ª Câmara Cível TJMG RÉU: ESTADO DE MINAS GERAIS E MUNICÍPIO DE ITAPECERICA Data: 05/05/2013 Medicamento x Material Procedimento Cobertura

Leia mais

ANTIDEPRESSIVOS. Profa. Dra. Greicy Michelle M. Conterato

ANTIDEPRESSIVOS. Profa. Dra. Greicy Michelle M. Conterato ANTIDEPRESSIVOS Profa. Dra. Greicy Michelle M. Conterato DEPRESSÃO Reação humana normal diante de uma perda importante. Sentimento de tristeza: Distúrbio do Humor Distúrbio afetivo Comportamento Perda

Leia mais

Lista de medicamentos genéricos registrados sujeitos a controle especial - por ordem alfabética Atualizado até Diário Oficial da União de 18/06/07

Lista de medicamentos genéricos registrados sujeitos a controle especial - por ordem alfabética Atualizado até Diário Oficial da União de 18/06/07 Lista de medicamentos genéricos registrados sujeitos a controle especial - por ordem alfabética Atualizado até Diário Oficial da União de 18/06/07 Genérico Labor.(genérico) Referência Concentração Forma

Leia mais

TEMA: Quetiapina e citalopram para tratamento misto ansioso e depressivo

TEMA: Quetiapina e citalopram para tratamento misto ansioso e depressivo NTRR 41/2013 Solicitante: Juiza Dra.Sabrina da Cunha Peixoto Ladeira Número do processo: 051213001877-7 Réu: Estado de Minas e Município de Pirapora Data: 11/04/2013 Medicamento X Material Procedimento

Leia mais

O uso de psicofármacos no tratamento dos transtornos mentais, a partir. dos anos 50, mudou radicalmente a falta de perspectivas

O uso de psicofármacos no tratamento dos transtornos mentais, a partir. dos anos 50, mudou radicalmente a falta de perspectivas PSICOFÁRMACOS NOS TRANSTORNOS MENTAIS Aristides Volpato Cordioli 1 INTRODUÇÃO O uso de psicofármacos no tratamento dos transtornos mentais, a partir dos anos 50, mudou radicalmente a falta de perspectivas

Leia mais

CARGO DE MÉDICO COM ESPECIALIDADE EM SAÚDE MENTAL

CARGO DE MÉDICO COM ESPECIALIDADE EM SAÚDE MENTAL Assinale a alternativa correta: Questão 01 A) A presença de interesses estereotipados e de empatia afetiva é característico do transtorno de personalidade esquizóide. B) Raramente o transtorno de personalidade

Leia mais

Especialização em SAÚDE DA FAMÍLIA. Caso complexo Danrley e Darlene. Fundamentação teórica Depressão no puerpério

Especialização em SAÚDE DA FAMÍLIA. Caso complexo Danrley e Darlene. Fundamentação teórica Depressão no puerpério Caso complexo Danrley e Darlene Especialização em Fundamentação teórica DEPRESSÃO NO PUERPÉRIO José Cássio do N. Pitta A depressão pós-parto (DPP) é um importante problema de saúde pública; é a mais comum

Leia mais

Armadilhas no diagnóstico da Hiperprolactinemia. Julia Appel - Endocrinologista

Armadilhas no diagnóstico da Hiperprolactinemia. Julia Appel - Endocrinologista Armadilhas no diagnóstico da Hiperprolactinemia Julia Appel - Endocrinologista Introdução A hiperprolactinemia é a alteração endócrina mais comum do eixo hipotálamo-hipofisário. Indicações dosagem: Alterações

Leia mais

Clozapina, Lamotrigina, Olanzapina, Quetiapina e Risperidona para o tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar

Clozapina, Lamotrigina, Olanzapina, Quetiapina e Risperidona para o tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar Ministério da Saúde Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos Departamento de Gestão e Incorporação de Tecnologias em Saúde Clozapina, Lamotrigina, Olanzapina, Quetiapina e Risperidona para

Leia mais

Clozapina, Lamotrigina, Olanzapina, Quetiapina e Risperidona para o Tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar

Clozapina, Lamotrigina, Olanzapina, Quetiapina e Risperidona para o Tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar Clozapina, Lamotrigina, Olanzapina, Quetiapina e Risperidona para o Tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar Nº 140 Março/2015 1 2015 Ministério da Saúde. É permitida a reprodução parcial ou total desta

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 85/2013 Informações sobre Fluvoxamina e Alprazolan

RESPOSTA RÁPIDA 85/2013 Informações sobre Fluvoxamina e Alprazolan RESPOSTA RÁPIDA 85/2013 Informações sobre Fluvoxamina e Alprazolan SOLICITANTE Dra Maria Augusta Balbinot Juíza do JESP de São João Del Rei - MG NÚMERO DO PROCESSO nº 0625.13.004802-2 (numeração única

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 100/2014

RESPOSTA RÁPIDA 100/2014 RESPOSTA RÁPIDA 100/2014 SOLICITANTE Dra. Juliana Mendes Pedrosa Juíza de Direito da Comarca de Itambacuri - MG NÚMERO DO PROCESSO 0327.14.000056-0 DATA 06/03/2014 Pois bem, versam os autos sobre o pedido

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONCURSO PÚBLICO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONCURSO PÚBLICO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONCURSO PÚBLICO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ALCIDES CARNEIRO DIA - 20/12/2009 CARGO: PSIQUIATRA C O N C U R S O P Ú B L I C O - H U A C / 2 0 0 9 Comissão de Processos

Leia mais

AVALIAÇÃO DAS NOTIFICAÇÕES DE ANTIDEPRESSIVOS PRESCRITOS EM UMA DROGARIA DE ERECHIM - RS

AVALIAÇÃO DAS NOTIFICAÇÕES DE ANTIDEPRESSIVOS PRESCRITOS EM UMA DROGARIA DE ERECHIM - RS AVALIAÇÃO DAS NOTIFICAÇÕES DE ANTIDEPRESSIVOS PRESCRITOS EM UMA DROGARIA DE ERECHIM RS AVALIAÇÃO DAS NOTIFICAÇÕES DE ANTIDEPRESSIVOS PRESCRITOS EM UMA DROGARIA DE ERECHIM - RS Evaluación de las notificaciones

Leia mais

Prevenção do Suicídio

Prevenção do Suicídio Prevenção do Suicídio Manual dirigido a profissionais das equipes de saúde mental Ministério da Saúde Brasil Estratégia Nacional de Prevenção do Suicídio Organização Pan-Americana da Saúde Universidade

Leia mais

Resumo Aula 9- Psicofármacos e Transtornos de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na infância, na adolescência e na idade adulta

Resumo Aula 9- Psicofármacos e Transtornos de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na infância, na adolescência e na idade adulta Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 9- Psicofármacos e Transtornos de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na infância, na adolescência e na idade adulta Psicofármacos:Transtorno

Leia mais

Neurociências e Transtorno Obssessivo-Compulsivo: entendendo para tratar melhor Ygor Ferrão

Neurociências e Transtorno Obssessivo-Compulsivo: entendendo para tratar melhor Ygor Ferrão Neurociências e Transtorno Obssessivo-Compulsivo: entendendo para tratar melhor Ygor Ferrão UFCSPA/HMIPV CONFLITOS DE INTERESSES De acordo com a Norma 1595/2000 do Conselho Federal de Medicina e a Resolução

Leia mais

Sensações intensas de melancolia, desesperança, desespero; Incapacidade de sentir prazer em atividades usuais;

Sensações intensas de melancolia, desesperança, desespero; Incapacidade de sentir prazer em atividades usuais; Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 4- Depressão Maior e Distimia Sintomas da Depressão Sensações intensas de melancolia, desesperança, desespero; Incapacidade de sentir prazer

Leia mais

05/10/2012. Depressão UNIDADE 3 - EMPREGO DE DROGAS PSICOTRÓPICAS EM PSICOPATOLOGIAS ESPECÍFICAS. Depressão: diferenciais

05/10/2012. Depressão UNIDADE 3 - EMPREGO DE DROGAS PSICOTRÓPICAS EM PSICOPATOLOGIAS ESPECÍFICAS. Depressão: diferenciais UNIDADE 3 - EMPREGO DE DROGAS PSICOTRÓPICAS EM PSICOPATOLOGIAS ESPECÍFICAS 1 3.1) Antidepressivos Andava com mania de suicídio e com crises de depressão aguda; não suportava ajuntamentos perto de mim e,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psicogeriatria. Gabarito da Prova realizada em 2/nov/2012

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psicogeriatria. Gabarito da Prova realizada em 2/nov/2012 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psicogeriatria Gabarito da Prova realizada em 2/nov/2012 QUESTÃO 1 Os diagnósticos mais prováveis são demência de

Leia mais

TEMA: Quetiapina e Lamotrigina no tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar e do Transtorno Obsessivo Compulsivo SUMÁRIO 1. RESUMO EXECUTIVO...

TEMA: Quetiapina e Lamotrigina no tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar e do Transtorno Obsessivo Compulsivo SUMÁRIO 1. RESUMO EXECUTIVO... NT 95/2013 Solicitante: Ilma Dra Regina Célia Silva Neves Juiza de Direito Juizado Fazenda Pública de Itaúna (MG) Data: 14/06/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Nº do processo: 0338.13.002.048-4

Leia mais

Hiperprolactinemia: Visão Contemporânea

Hiperprolactinemia: Visão Contemporânea Hiperprolactinemia: Visão Contemporânea Hiperprolactinemia: Visão Contemporânea Luíz Antônio de Araújo Diretor do Dpto de Neuroendocrinologia da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia SBEM

Leia mais

Ganho ou perda de peso:

Ganho ou perda de peso: Medicamentos que aumentam o apetite: - Quais são esses medicamentos? Resumo dos principais medicamentos que podem levar ao ganho de peso: - Os antidepressivos; esses medicamentos agem por meio de neurotransmissores

Leia mais

Transtorno Bipolar Aspectos do Diagnóstico e Tratamento. Alexandre Pereira

Transtorno Bipolar Aspectos do Diagnóstico e Tratamento. Alexandre Pereira Transtorno Bipolar Aspectos do Diagnóstico e Tratamento Alexandre Pereira Esquizofrenia x T. Bipolar Delírios, Alucinações, Alterações da consciência do eu,alterações do afeto e da percepção corporal Evolução

Leia mais

Demografia de patologias do SNC (USA)

Demografia de patologias do SNC (USA) Demografia de patologias do SNC (USA) - Insônia (60 milhões) - Enxaqueca (40 milhões) - Depressão (20 milhões) - Distúrbios de ansiedade (19 milhões) - Alzheimer (4 milhões) - (3 milhões) e Epilepsias

Leia mais

1 -Polimialgia reumática (dor crônica)

1 -Polimialgia reumática (dor crônica) RESPOSTA RÁPIDA 131/2014 Medicamentos para diabetes e depressão SOLICITANTE NÚMERO DO PROCESSO Dra. Renata Perdigão Juiza de Campo Belo 0112.14.001472-4 DATA 13/03/2014 SOLICITAÇÃO Trata-se de Ação Cominatória

Leia mais

Tratamento Farmacológico. das Dependências

Tratamento Farmacológico. das Dependências Tratamento Farmacológico das Dependências Clique para editar o estilo do subtítulo mestre CURSO DE CAPACITAÇÃO AO TRATAMENTO DE USUÁRIOS DE SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS 2006 CID 10 Substâncias Psicoativas F10

Leia mais

BOLETIM DE FARMACOEPIDEMIOLOGIA

BOLETIM DE FARMACOEPIDEMIOLOGIA SNGPC BOLETIM v. 1, ano n.º 1, jan/jun de 2011 APRESENTAÇÃO Um dos grandes avanços da atualidade e, portanto, da área de saúde e da vigilância é a concepção e o desenvolvimento de sistemas de informação

Leia mais

ALPRAZOLAM Ansiolítico eficaz com rápido início de ação e baixíssima taxa de dependência Ansiedade (7,8)

ALPRAZOLAM Ansiolítico eficaz com rápido início de ação e baixíssima taxa de dependência     Ansiedade (7,8) ALPRAZOLAM Ansiolítico eficaz com rápido início de ação e baixíssima taxa de dependência Doutor, o objetivo desse informe científico é apresentar estudos que relatam grande vantagem do alprazolam, rápido

Leia mais

PRINCÍPIOS GERAIS AVALIAÇÃO INICIAL

PRINCÍPIOS GERAIS AVALIAÇÃO INICIAL 1 PRINCÍPIOS GERAIS A prática criteriosa da psicofarmacologia requer conhecimentos amplos de psiquiatria, farmacologia e medicina. Neste capítulo, apresentamos os princípios gerais relevantes para o uso

Leia mais

3327 MÉDICO PSIQUIATRA

3327 MÉDICO PSIQUIATRA PORTUGUÊS Leia o texto para responder às questões de 01 a 04: Copa do Mundo em 2014: O duplo desafio brasileiro Sediar o campeonato mundial de 2014 significa, para o Brasil, demonstrar a superação da condição

Leia mais

MECANISMOS DE AÇÃO DE PSICOFÁRMACOS

MECANISMOS DE AÇÃO DE PSICOFÁRMACOS MECANISMOS DE AÇÃO DE PSICOFÁRMACOS CRIS ODONTO-USP História da Psicofarmacologia Moderna lítio: Cade (1949) 1 o relato tratamento da mania clorpromazina: Delay e Deniker (1952) clordiazepóxido: 1 o BDZ

Leia mais

DOR PROTOCOLO DO TRATAMENTO CLÍNICO PARA O NEUROLOGISTA. Laura Sousa Castro Peixoto

DOR PROTOCOLO DO TRATAMENTO CLÍNICO PARA O NEUROLOGISTA. Laura Sousa Castro Peixoto DOR PROTOCOLO DO TRATAMENTO CLÍNICO PARA O NEUROLOGISTA Laura Sousa Castro Peixoto DOR Dor é uma sensação ou experiência emocional desagradável, associada com dano tecidual real ou potencial. IASP Tratamento

Leia mais

A depressão e a mania são vistas frequentemente como extremos opostos de um espectro afetivo ou do humor;

A depressão e a mania são vistas frequentemente como extremos opostos de um espectro afetivo ou do humor; Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 6- Psicofármacos: Transtorno Bipolar e Manias Descrição dos Transtornos do Humor Conhecidos como transtorno afetivos (afeto é a expressão externa

Leia mais

Risperidona, Clozapina, Quetiapina, Ziprasidona e Olanzapina

Risperidona, Clozapina, Quetiapina, Ziprasidona e Olanzapina Termo de Esclarecimento e Responsabilidade Risperidona, Clozapina, Quetiapina, Ziprasidona e Olanzapina Eu, ( nome do(a) paciente), abaixo identificado(a) e firmado(a), declaro ter sido informado(a) claramente

Leia mais

ESTUDO DOS TRANSTORNOS DE COMPORTAMENTO DISRUPTIVO NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA PELA PERSPECTIVA DA NEUROBIOLOGIA E AÇÕES MEDICAMENTOSAS

ESTUDO DOS TRANSTORNOS DE COMPORTAMENTO DISRUPTIVO NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA PELA PERSPECTIVA DA NEUROBIOLOGIA E AÇÕES MEDICAMENTOSAS ESTUDO DOS TRANSTORNOS DE COMPORTAMENTO DISRUPTIVO NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA PELA PERSPECTIVA DA NEUROBIOLOGIA E AÇÕES MEDICAMENTOSAS Marina Aparecida Luiz de Freitas 1 ; Sandra Cristina Catelan-Mainardes

Leia mais

Diretrizes Assistenciais DIRETRIZ DE TRATAMENTO FARMACOLOGICO DA DOR

Diretrizes Assistenciais DIRETRIZ DE TRATAMENTO FARMACOLOGICO DA DOR Diretrizes Assistenciais DIRETRIZ DE TRATAMENTO FARMACOLOGICO DA DOR Versão eletrônica atualizada em março/2012 Definição Diretriz que orienta a prescrição de fármacos que visam aliviar a Dor Aguda e Crônica

Leia mais

Dra. Aline Valente Chaves

Dra. Aline Valente Chaves Material de distribuição exclusiva à classe médica CASOS CLÍNICOS COM O USO DE LAMOTRIGINA E COMBINAÇÃO ESTÁVEL DE VALPROATO DE SÓDIO E ÁCIDO VALPRÓICO NO TRANSTORNO BIPOLAR AVANÇOS CLÍNICOS E TERAPÊUTICOS

Leia mais

(inicia no slide 17) Bipolaridade

(inicia no slide 17) Bipolaridade (inicia no slide 17) Bipolaridade Os Transtornos do Humor Bipolar são transtornos crônicos, recorrentes e, muitas vezes, com remissão incompleta e potencialmente letais. Os pólos de apresentação são: *

Leia mais

EXAME 2014 RESIDÊNCIA COM PRÉ-REQUISITO: PSIQUIATRIA

EXAME 2014 RESIDÊNCIA COM PRÉ-REQUISITO: PSIQUIATRIA EXAME 2014 Instruções Leia atentamente e cumpra rigorosamente as instruções que seguem, pois elas são parte integrante das provas e das normas que regem o Exame AMRIGS e ACM. 1. Atente-se a todos os avisos

Leia mais

Farmacologia dos Ansiolíticos e Hipnóticos. Filipe Dalla

Farmacologia dos Ansiolíticos e Hipnóticos. Filipe Dalla Farmacologia dos Ansiolíticos e Hipnóticos Filipe Dalla Introdução ANSIEDADE: É uma emoção normal em situações de ameaça, sendo considerada parte da reação de luta ou fuga da sobrevivência na evolução

Leia mais

Consultoria Jurídica/Advocacia Ministério da Saúde Geral da União

Consultoria Jurídica/Advocacia Ministério da Saúde Geral da União Nota Brasília, Técnica Dezembro N 65 de /2012 2011. Princípio Nomes Ativo: Comerciais1: bromazepam Neurilan, Bromalex, Uni Bromazepam. Bromazepax, Lexotan, LFM-Bromazepam, Bromopirin, Bromazepam, Somalium,

Leia mais

Selecção dos medicamentos psicotrópicos.

Selecção dos medicamentos psicotrópicos. SEMINÁRIO SOBRE A MELHORIA DO ACESSO A USO APROPRIADO DE MEDICAMENTOS PARA OS DISTÚRBIOS/ DOENÇAS MENTAIS. Selecção dos medicamentos psicotrópicos. Cabo verde, 23-24 de Março de 2017. Apresentador: Dr.

Leia mais

TRANSTORNOS DE HUMOR NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA PELA PERSPECTIVA DA NEUROBIOLOGIA E AÇÕES MEDICAMENTOSAS

TRANSTORNOS DE HUMOR NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA PELA PERSPECTIVA DA NEUROBIOLOGIA E AÇÕES MEDICAMENTOSAS TRANSTORNOS DE HUMOR NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA PELA PERSPECTIVA DA NEUROBIOLOGIA E AÇÕES MEDICAMENTOSAS Marina Aparecida Luiz de Freitas 1 ; Sandra Cristina Catelan-Mainardes 2 RESUMO: O presente estudo

Leia mais

Geodon cloridrato de ziprasidona monoidratado

Geodon cloridrato de ziprasidona monoidratado I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Geodon cloridrato de ziprasidona monoidratado Nome comercial: Geodon Nome genérico: cloridrato de ziprasidona monoidratado APRESENTAÇÕES: Geodon, cápsulas de 40 mg ou 80

Leia mais

Geodon cloridrato de ziprasidona monoidratado

Geodon cloridrato de ziprasidona monoidratado I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Geodon cloridrato de ziprasidona monoidratado Nome comercial: Geodon Nome genérico: cloridrato de ziprasidona monoidratado APRESENTAÇÕES: Geodon, cápsulas de 40 mg ou 80

Leia mais

INTRODUÇÃO À PSICOPATOLOGIA E PSICOFARMACOLOGIA. Prof. MSc. Marco A. G. Del Aquilla

INTRODUÇÃO À PSICOPATOLOGIA E PSICOFARMACOLOGIA. Prof. MSc. Marco A. G. Del Aquilla INTRODUÇÃO À PSICOPATOLOGIA E PSICOFARMACOLOGIA Prof. MSc. Marco A. G. Del Aquilla Aspectos gerais Rápida transformação da psiquiatria nos últimos 30 anos: psicanálise psiquiatria biológica Surgimento

Leia mais

ARTIGO. Tratamento Farmacológico das Alterações Comportamentais e de Humor Decorrentes de Lesões Cerebrais INTRODUÇÃO DEPRESSÃO

ARTIGO. Tratamento Farmacológico das Alterações Comportamentais e de Humor Decorrentes de Lesões Cerebrais INTRODUÇÃO DEPRESSÃO 55 ARTIGO Tratamento Farmacológico das Alterações Comportamentais e de Humor Decorrentes de Lesões Cerebrais Sonia M. Dozzi Brucki* Paula A. Rodrigues de Gouveia** Sílvia A. Prado Bolognani** Orlando F.

Leia mais

ROTEIRO DA PALESTRA DO Dr. Wanderley Guedes

ROTEIRO DA PALESTRA DO Dr. Wanderley Guedes ROTEIRO DA PALESTRA DO Dr. Wanderley Guedes Saúde mental 1. Histórico 2. A psiquiatria no passado 3. A psiquiatria hoje DOENÇAS PSIQUIÁTRICAS NEUROSES: Doenças que afetam a personalidade de forma superficial,

Leia mais

Psicoterapia e Psicofarmacologia. Como optar ou associá-las? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense e Psicogeriatra AMBULIM e ProMulher IPq - USP

Psicoterapia e Psicofarmacologia. Como optar ou associá-las? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense e Psicogeriatra AMBULIM e ProMulher IPq - USP e Psicofarmacologia. Como optar ou associá-las? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense e Psicogeriatra AMBULIM e ProMulher IPq - USP Estudo da forma e função dos Psicofármacos Psicofármacos / Psicotrópicos

Leia mais

FLUOX Fluxetina 20mg PARA EVITAR USO IMPRÓPRIO DO MEDICAMENTO, LEIA ESTA BULA COM ATENÇÃO

FLUOX Fluxetina 20mg PARA EVITAR USO IMPRÓPRIO DO MEDICAMENTO, LEIA ESTA BULA COM ATENÇÃO FLUOX Fluxetina 20mg PARA EVITAR USO IMPRÓPRIO DO MEDICAMENTO, LEIA ESTA BULA COM ATENÇÃO Uso adulto Uso oral Apresentação: Caixa com 28 comprimidos sulcados Composição: Cada comprimido de FLUOX contém:

Leia mais

Tratamento farmacológico dos sintomas comportamentais. Rodrigo Nicolato

Tratamento farmacológico dos sintomas comportamentais. Rodrigo Nicolato Tratamento farmacológico dos sintomas comportamentais Rodrigo Nicolato Sintomas comportamentais e psicológicos associados às demências Alterações Comportamentais INVENTÁRIO NEURO PSIQUIÁTRICO (NPI CUMMINGS

Leia mais

TOFRANIL cloridrato de imipramina. APRESENTAÇÕES Drágeas. Embalagens com 20 drágeas de 10 ou 25 mg. VIA ORAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 5 ANOS

TOFRANIL cloridrato de imipramina. APRESENTAÇÕES Drágeas. Embalagens com 20 drágeas de 10 ou 25 mg. VIA ORAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 5 ANOS TOFRANIL cloridrato de imipramina APRESENTAÇÕES Drágeas. Embalagens com 20 drágeas de 10 ou 25 mg. VIA ORAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 5 ANOS COMPOSIÇÃO Cada drágea contém 10 ou 25 mg de cloridrato

Leia mais

& 10 TRANSTORNOS DE ANSIEDADE. Resumo. A Doença. Tratamento

& 10 TRANSTORNOS DE ANSIEDADE. Resumo. A Doença. Tratamento SAÚDE & 10 ECONOMIA Ano V nº 10 Dezembro de 2013 TRANSTORNOS DE ANSIEDADE Resumo A palavra ansiedade é usada para descrever a resposta mental e psíquica a situações de medo ou ameaça. Essa resposta pode

Leia mais

Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. Comprimidos revestidos 25mg MODELO DE BULA PARA O PACIENTE

Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. Comprimidos revestidos 25mg MODELO DE BULA PARA O PACIENTE IMIPRA (cloridrato de imipramina) Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. Comprimidos revestidos 25mg MODELO DE BULA PARA O PACIENTE IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Imipra cloridrato de imipramina APRESENTAÇÕES

Leia mais

EXAME AMRIGS/ACM 2015

EXAME AMRIGS/ACM 2015 EXAME AMRIGS/ACM 2015 Instruções Leia atentamente e cumpra rigorosamente as instruções que seguem, pois elas são parte integrante das provas e das normas que regem o Exame AMRIGS e ACM. 1. Atente-se aos

Leia mais

Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011)

Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011) Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011) Draijer LW, Eizenga WH, Sluiter A traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização para uso e divulgação sem fins

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência Gabarito da Prova realizada em 2/nov/2012 QUESTÃO 1 - Transtorno depressivo

Leia mais

CONCEITO EPISÓDIO MANÍACO 03/02/2014. Episódios depressivos e maníacos. Evolução recorrente. Plena recuperação nas intercrises

CONCEITO EPISÓDIO MANÍACO 03/02/2014. Episódios depressivos e maníacos. Evolução recorrente. Plena recuperação nas intercrises Prof. José Reinaldo do Amaral CONCEITO Episódios depressivos e maníacos Evolução recorrente Plena recuperação nas intercrises 1. Auto-estima inflada ou grandiosidade 2. Insônia 3. Mais falador que o habitual

Leia mais

BRATS. Antidepressivos no Transtorno Depressivo Maior em Adultos. Boletim Brasileiro de Avaliação de Tecnologias em Saúde. Resumo.

BRATS. Antidepressivos no Transtorno Depressivo Maior em Adultos. Boletim Brasileiro de Avaliação de Tecnologias em Saúde. Resumo. Boletim Brasileiro de Avaliação de Tecnologias em Saúde 18 ISSN 1983-7003 Antidepressivos no Transtorno Depressivo Maior em Adultos Resumo A Organização Mundial da Saúde projeta que a depressão será a

Leia mais

Tratamento medicamentoso da depressão maior refratária

Tratamento medicamentoso da depressão maior refratária REVISÃO NARRATIVA DA LITERATURA medicamentoso da depressão maior refratária Fábio Lopes Rocha I, Cláudia Hara II, Izabela Guimarães Barbosa III Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas

Leia mais

RESOLUÇÃO SS nº 295, de 04 de setembro de 2007

RESOLUÇÃO SS nº 295, de 04 de setembro de 2007 RESOLUÇÃO SS nº 295, de 04 de setembro de 2007 Aprova a Norma Técnica para inclusão do aripiprazol na relação de medicamentos para tratamento da Esquizofrenia, no âmbito do Estado de São Paulo. O Secretário

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 002/2013 94402 PSIQUIATRIA Nome do Candidato Número de Inscrição LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO INSTRUÇÕES GERAIS O candidato receberá

Leia mais

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União Nota Técnica N 101 /2012 Brasília, janeiro de 2012. Princípio Ativo: lorazepam Nomes Comerciais 1 : Lorax, Lorapan, Lorazefast, Lorazepam Medicamento de Referência: Lorax. Medicamentos Similares: Lorapan,

Leia mais

CARBAMAZEPINA INPHARMA

CARBAMAZEPINA INPHARMA FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR CARBAMAZEPINA INPHARMA Comprimidos Composição: Cada comprimido contém 200 mg de Carbamazepina. Excipientes: Celulose microcristalina, amido glicolato de

Leia mais

Cloridrato de Ondansetrona

Cloridrato de Ondansetrona BULA DO PACIENTE Cloridrato de Ondansetrona HALEX ISTAR SOLUÇÃO INJETÁVEL 2mg/mL 2mL 2mg/mL 4mL cloridrato de ondansetrona Medicamento genérico - Lei nº 9.787 de 1.999 APRESENTAÇÕES Solução injetável -

Leia mais

HALOPERIDOL HALOPERIDOL ANTIPSICÓTICO

HALOPERIDOL HALOPERIDOL ANTIPSICÓTICO Nome Genérico: haloperidol Classe Química: derivado butirofenona Classe Terapêutica: neuroléptico, antipsicótico Forma Farmacêutica e Apresentação: Haloperidol 5 mg, em envelope com 10 comprimidos INDICAÇÕES

Leia mais

Vonau cloridrato de ondansetrona. Biolab Sanus Farmacêutica. Solução Injetável 4 mg/2 ml e 8 mg/4 ml

Vonau cloridrato de ondansetrona. Biolab Sanus Farmacêutica. Solução Injetável 4 mg/2 ml e 8 mg/4 ml Vonau cloridrato de ondansetrona Biolab Sanus Farmacêutica Solução Injetável 4 mg/2 ml e 8 mg/4 ml Vonau cloridrato de ondansetrona MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE AO MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA. IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Fármacos antidepressivos. Prof. Dr. Gildomar Lima Valasques Junior Farmacêutico Clínico-Industrial Doutor em Biotecnologia

Fármacos antidepressivos. Prof. Dr. Gildomar Lima Valasques Junior Farmacêutico Clínico-Industrial Doutor em Biotecnologia Prof. Dr. Gildomar Lima Valasques Junior Farmacêutico Clínico-Industrial Doutor em Biotecnologia Jequié 2015 Introdução Depressão é um dos transtornos psiquiátricos mais comuns Classificação Depressão

Leia mais

LEVANTAMENTO DOS MEDICAMENTOS CONTROLADOS MANIPULADOS EM FARMÁCIAS MAGISTRAIS DO MUNICÍPIO DE CURITIBA

LEVANTAMENTO DOS MEDICAMENTOS CONTROLADOS MANIPULADOS EM FARMÁCIAS MAGISTRAIS DO MUNICÍPIO DE CURITIBA LEVANTAMENTO DOS MEDICAMENTOS CONTROLADOS MANIPULADOS EM FARMÁCIAS MAGISTRAIS DO MUNICÍPIO DE CURITIBA SURVEY OF CONTROLLED DRUGS IN MAGISTRAL PHARMACIES IN THE CITY OF CURITIBA Esmeralda Eguquisa¹,Luana

Leia mais

I Encontro Multidisciplinar em Dor do HCI

I Encontro Multidisciplinar em Dor do HCI I Encontro Multidisciplinar em Dor do HCI Princípios do Tratamento da Dor Oncológica Odiléa Rangel Gonçalves Serviço de Anestesiologia Área de Controle da Dor Princípios do Tratamento da Dor Oncológica

Leia mais

Folha 01/07 DATA: 27/10/2011 DATA:27/10/2011 REVISÕES DATA RESPONSÁVEL 1ª REVISÃO 2ª REVISÃO 3ª REVISÃO 3ª REVISÃO 5ª REVISÃO

Folha 01/07 DATA: 27/10/2011 DATA:27/10/2011 REVISÕES DATA RESPONSÁVEL 1ª REVISÃO 2ª REVISÃO 3ª REVISÃO 3ª REVISÃO 5ª REVISÃO PROTOCOLO CLÍNICO Nº. 06 Folha 01/08 PROTOCOLOS CLÍNICOS Nº. 01/ Serviço de Psiquiatria do Hospital de Clínicas da UFPR. Folha 01/07 : PROTOCOLO CLÍNICO DE TRATAMENTO DO TRANSTORNO DEPRESSIVO SERVIÇO DE:

Leia mais

Farmacologia II Fármacos que atuam sobre o sistema nervoso central:

Farmacologia II Fármacos que atuam sobre o sistema nervoso central: Farmacologia II Fármacos que atuam sobre o sistema nervoso central: An7depressivos Filipe Dalla Faculdade Salesiana 2011.1 INTRODUÇÃO Base de conhecimentos sobre os transtornos do humor que caracterizam

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 174/2014 Informações sobre Stelazine, Zoloft na Esquizofrenia e TOC

RESPOSTA RÁPIDA 174/2014 Informações sobre Stelazine, Zoloft na Esquizofrenia e TOC RESPOSTA RÁPIDA 174/2014 Informações sobre Stelazine, Zoloft na Esquizofrenia e TOC SOLICITANTE Dra Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito Comarca de Itapecerica NÚMERO DO PROCESSO Nº 0335.14.865-7

Leia mais

Nausedron (cloridrato de ondansetrona)

Nausedron (cloridrato de ondansetrona) Nausedron (cloridrato de ondansetrona) Cristália Produtos Químicos Farmacêuticos Ltda. Comprimidos Revestidos 8 mg Modelo de Bula para Paciente I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nausedron cloridrato de

Leia mais

Uso de inibidores seletivos de captação de serotonina (ISCS) e de noradrenalina e ISCN e (antidepressivos de modo geral)

Uso de inibidores seletivos de captação de serotonina (ISCS) e de noradrenalina e ISCN e (antidepressivos de modo geral) Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 5- Psicofármacos e Ansiedade Ansiedade Estado desagradável de tensão, apreensão, inquietação ; Um medo às vezes de origem desconhecida; Sintomas

Leia mais

ESTUDO FÁRMACO-ECONÔMICO DO PERFIL DE CONSUMO DE MEDICAMENTOS OFERTADOS PELO CAPS AD WALTER SARMENTO DA CIDADE DE SOUSA-PB

ESTUDO FÁRMACO-ECONÔMICO DO PERFIL DE CONSUMO DE MEDICAMENTOS OFERTADOS PELO CAPS AD WALTER SARMENTO DA CIDADE DE SOUSA-PB ESTUDO FÁRMACO-ECONÔMICO DO PERFIL DE CONSUMO DE MEDICAMENTOS OFERTADOS PELO CAPS AD WALTER SARMENTO DA CIDADE DE SOUSA-PB 1 Roosevelt Albuquerque Gomes, Faculdade Santa Maria, roosevelt.ag@gmail.com 2

Leia mais

Geodon cloridrato de ziprasidona monoidratado

Geodon cloridrato de ziprasidona monoidratado Geodon cloridrato de ziprasidona monoidratado I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Geodon Nome genérico: cloridrato de ziprasidona monoidratado APRESENTAÇÕES: Geodon 40 mg ou 80 mg em embalagens

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 57/2014 Informações sobre Depressão: Pondera e Amytril

RESPOSTA RÁPIDA 57/2014 Informações sobre Depressão: Pondera e Amytril RESPOSTA RÁPIDA 57/2014 Informações sobre Depressão: Pondera e Amytril SOLICITANTE NÚMERO DO PROCESSO Drª Renata Perdigão, Juiza do MUNICÍPIO DE CRISTAIS/MG Autos nº 112.14.000762-9 DATA 07/02/2014 SOLICITAÇÃO

Leia mais

TRATAMENTO FARMACOLÓGICO DO TRANSTORNO DE ESTRESSE PÓS- TRAUMÁTICO 1 INTRODUÇÃO. Protocolo Clínico do Hospital Universitário de Santa Maria

TRATAMENTO FARMACOLÓGICO DO TRANSTORNO DE ESTRESSE PÓS- TRAUMÁTICO 1 INTRODUÇÃO. Protocolo Clínico do Hospital Universitário de Santa Maria PROTOCOLO CLÍNICO TRATAMENTO FARMACOLÓGICO DO TRANSTORNO DE ESTRESSE PÓS- TRAUMÁTICO Código: PC17 TEPT Data: Novembro/2015 Especialidade: CIAVA / PSIQUIATRIA Responsável: Vitor Crestani Calegaro Colaboradores:

Leia mais