ALPRAZOLAM Ansiolítico eficaz com rápido início de ação e baixíssima taxa de dependência Ansiedade (7,8)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ALPRAZOLAM Ansiolítico eficaz com rápido início de ação e baixíssima taxa de dependência Ansiedade (7,8)"

Transcrição

1 ALPRAZOLAM Ansiolítico eficaz com rápido início de ação e baixíssima taxa de dependência Doutor, o objetivo desse informe científico é apresentar estudos que relatam grande vantagem do alprazolam, rápido início de ação e baixa taxa de dependência, além de confirmar sua melhor eficácia e melhor tolerabilidade quando comparado a diazepam, no tratamento da ansiedade. Ansiedade (7,8) Ansiedade aguda é uma desordem psiquiátrica muito comumente observada. É considerada um transtorno, decorrente da excessiva excitação do Sistema Nervoso Central, conseqüência da interpretação de uma situação de perigo. O Transtorno da Ansiedade Generalizada (TAG) ocorre em até 2 a 3% da população. Um fator desencadeante importante é a sensação de medo. Quando recorrente e intensa, também é chamada de Síndrome do Pânico (crise ansiosa aguda). Os sintomas principais do TAG são: Expectativa apreensiva e inquietude; Dificuldade em se concentrar; Irritabilidade; Tensão muscular e alterações do sono. O diagnóstico requer que os sintomas sejam clinicamente significativos, perturbando a vida social ou profissional do paciente. O TAG freqüentemente ocorre associado a outros transtornos de ansiedade, como transtorno do pânico ou a depressão. A ansiedade é um sintoma com características psicossomáticas, isto é, que mostra a intersecção entre o físico e psíquico, uma vez que tem claros sintomas físicos como taquicardia, sudorese, tremores, tensão muscular, aumento das secreções urinárias e fecais, aumento da motilidade intestinal e cefaléia. Tratamento Os benzodiazepínicos são amplamente utilizados no tratamento dos sintomas da ansiedade generalizada, a curto prazo.

2 ALPRAZOLAM vs. Diazepam Maior eficácia e melhor tolerabilidade ALPRAZOLAM é muito eficaz na redução da ansiedade em pacientes portadores das doenças malignas. (1) A ansiedade está presente em todas as fases das doenças severas, afetando significativamente a qualidade de vida. O objetivo desse estudo foi avaliar a importância da terapia ansiolítica em pacientes portadores das doenças neoplásticas diagnosticadas e tratadas com a quimioterapia. 45 pacientes portadores das doenças malignas foram randomizados em dois grupos ALPRAZOLAM 0,5 mg, 3 vezes ao dia Diazepam 2 mg, 3 vezes ao dia As propriedades ansiolíticas das duas drogas foram avaliadas durante o período de 21 dias, a cada 7 dias, utilizando-se a Escala da Impressão Clínica Global (CGI), a Escala de Hamilton - Ansiedade (HARS) e a Escala de Depressão e Ansiedade Hospitalar (HADS). Resultados: A redução da ansiedade, estatisticamente significante, foi observada nos dois grupos; A eficácia do ALPRAZOLAM foi avaliada como estatisticamente maior na redução da ansiedade e da ansiedade que acompanha os sintomas depressivos; O tratamento com ALPRAZOLAM foi muito melhor tolerado. Conclusão: ALPRAZOLAM é eficaz na redução da ansiedade, em pacientes portadores das doenças malignas. ALPRAZOLAM reduz os sintomas da depressão em pacientes que apresentam desordens neuróticas, enquanto esse efeito não foi observado com o Diazepam. Cápsulas de ALPRAZOLAM Alprazolam 0,5 mg - Benzodiazepínico. Estimula a atividade do GABA sobre o receptor GABA A.

3 ALPRAZOLAM é uma terapia utilizada na ansiedade generalizada. (2) ALPRAZOLAM é um derivado benzodiazepínico utilizado no tratamento da ansiedade generalizada, ataque do pânico associado ou não à agorafobia e à depressão: ALPRAZOLAM apresenta rápido início de ação na redução dos sintomas já na primeira semana do tratamento; ALPRAZOLAM raramente causa a dependência ou o abuso; Não foi reportada tolerância no tratamento com ALPRAZOLAM; ALPRAZOLAM é considerado a 1º linha de tratamento, quando os ISRS mostram-se ineficazes ou não-tolerados; Uma revisão ampla demonstrou que o ALPRAZOLAM é significativamente superior, comparado ao placebo e pelo menos tão eficaz quanto os Antidepressivos Tricíclicos (ATCs); Os efeitos adversos mais freqüentemente reportados com ALPRAZOLAM são a sedação e a sonolência. Outros estudos comprovam... Um estudo baseado em uma pesquisa no MEDLINE de triagens comparativas, duplo-cegas e randomizadas, realizadas entre janeiro de 1980 e setembro de 1997, comparando a eficácia de ansiolíticos e antidepressivos na AG, reportou os seguintes resultados: Administrado em doses altas (no dobro da dose recomendada como ansiolítico), ALPRAZOLAM parece ser tão efetivo quanto os ATCs; ALPRAZOLAM apresenta início de ação mais rápido, particularmente na melhora da insônia, ansiedade e somatização. (3) Publication TyCan J Psychiatry Sep;43(7): No tratamento da fobia social, ALPRAZOLAM apresenta rápido início de ação e melhora dos sintomas em 40 a 80% dos pacientes tratados. (4) Encephale Sep-Oct;30(1):

4 ALPRAZOLAM (5) Pertencente à classe dos benzodiazepínicos, triazolbenzodiazepínico, com ações ansiolítica e sedativo-hipnótica. Propriedades e Modo de Ação (5) Ansiolítico; Sedativo-hipnótico; Agente antipânico. (5) ALPRAZOLAM age no aumento da atividade do GABA (Neurotransmissor inibitório). Sua ligação aos receptores do GABA impede a abertura dos íons cloreto, reduzindo a excitação de certas áreas do cérebro. Isso resulta no decréscimo da ansiedade, na sonolência e no relaxamento muscular. Posologia Adultos - 0,25 a 0,5 mg (1) 3 vezes ao dia (dose máxima, 4 mg ao dia); (5) Idosos ou debilitados 0,25 mg 2 a 3 vezes ao dia. (5) Indicação (1-5) AG (ansiedade generalizada); Outros distúrbios de Ansiedade. Efeitos Adversos Os mais freqüentemente reportados são a sedação e a sonolência. (2)

5 Formulário 1. Cápsulas de ALPRAZOLAM Alprazolam 0,25 mg - Benzodiazepínico ansiolítico. Estimula a atividade do GABA sobre o receptor GABA A. Coadjuvante Importante 1. Cápsulas de 5-HTP 5-HTP 100 mg - Precursor direto da Serotonina. Vitamina B6 50 mg - Co-fator essencial para conversão. Outros Benzodiazepínicos utilizados na AG Ansiolíticos Benzodiazepínicos: ligam-se ao receptor GABA-A Diferenças Farmacocinéticas entre os Benzodiazepínicos (5,6,7) Droga Meia-vida de Observação eliminação Diazepam h Metabólitos ativos Lorazepam h Nenhum metabólito ativo Clobazam Cerca de 20 h Absorção oral rápida Bromazepam Média de 20 h Absorção oral em 1-4h. Cloxazolam h Metabólitos ativos 1. Cápsulas de Diazepam Diazepam 2 mg Tomar 1 cápsula 2 a 4 vezes ao dia. 2. Cápsulas de Lorazepam Lorazepam 1 mg Tomar 1 cápsula 2 a 3 vezes ao dia. (5)

6 3. Cápsulas de Clobazam 4. Cápsulas de Bromazepam Clobazam 10 mg Tomar 1 cápsula 2 a 3 vezes ao dia. (5) Tomar 1 cápsula 2 a 3 vezes ao dia. (5) 5. Cápsulas de Cloxazolam Cloxazolam 1 mg (5) Bromazepam 3 mg Outros Ansiolíticos 1. Cápsulas de Buspirona Buspirona 5 mg - Ansiolítico. Agonista seletivo dos receptores S 1A, isto é, sua ação se deve à ligação com o receptor S 1A da Serotonina. 2. Cápsulas de Hidroxizine Hidroxizine 50 mg - Ansiolítico. Liga-se aos receptores H1 cerebrais. Suprime as atividades em certas regiões-chaves da área subcortical do SNC. Mande 30 cápsulas. Tomar 1 cápsula ao dia. 3. Cápsulas de Paroxetina - Ansiolítico. Inibe a recaptação de Paroxetina 20 mg serotonina. Tomar 1 a 2 cápsulas, pela manhã ou conforme orientação médica. Observação: tomar juntamente com alimentos

7 1. Cápsulas de Jarsin extract 2. Cápsulas Indutoras do sono Jarsin extract 300 mg Kawa-kawa 30% 250 mg Mande 90 cápsulas Valeriana 0,3% 250 mg Tomar 1 cápsula, 3 vezes ao dia. * Não causa sono Tomar 1 cápsula às nem dependência física e psíquica. Causa 18 h e às 22 h. menos efeitos colaterais. 3. Cápsulas de Kawa-kawa Mande 60 cápsulas Tomar 1 cápsula 2 vezes ao dia. *Ansiolítico que causa efeitos colaterais mínimos. Diminui a ansiedade, sem perder a acuidade mental. Referências Bibliográficas Kawa-kawa 30% 250 mg 1. Ziolko, E., Knopik, J., Bucior, J., Foltyn, W., Jastrzebska-Okon, K., Tomczyk, A., Kempinski, M.. [Evaluation of usefulness and effectiveness of anxiolytic therapies in neoplastic diseases][article in Polish] Oddzial Kliniczny Chorob Wewnetrznych SI. AM, Bytom. 2. Ziolko, E., Knopik, J., Bucior, J., Foltyn, W., Jastrzebska-Okon, K., Tomczyk, A., Kempinski, M.. [Evaluation of usefulness and effectiveness of anxiolytic therapies in neoplastic diseases] [Article in Polish] Oddzial Kliniczny Chorob Wewnetrznych SI. AM, Bytom. 3. Casacalenda, N., Boulenger, J.P. Pharmacologic treatments effective in both generalized anxiety disorder and major depressive disorder: clinical and theoretical implications. Sir Mortimer B Davis Jewish General Hospital, Montreal, Quebec. Publication TyCan J Psychiatry Sep;43(7): Aouizerate, B., Martin-Guehl, C., Tignol, J.. [Neurobiology and pharmacotherapy of social phobia.][article in French] Service de Psychiatrie d'adultes, (Professeur Tignol) Universite Victor-Segalen Bordeaux 2, Centre Hospitalier Charles-Perrens, Centre Carreire, 121, rue de la Bechade, Bordeaux. Encephale Sep-Oct;30(1): Koraklovas A., Dicionário Terapêutico Guanabara, Edição 2003/2004., Editora Guanabara Koogan 6. Bertran, Katzung, Farmacologia Básica & Clínica, Oitava edição, 2002, Editora Guanabara Koogan 7. Atualização Terapêutica Elaborado por Direitos Autorais Protegidos pela Lei 9610 de 19 de Fev. de Estas informações devem ser analisadas pelo profissional prescritor antes de adotados na clínica, e são de distribuição e uso exclusivo de médicos, farmacêuticos, dentistas e veterinários devidamente inscritos em seus C.R.s.

ALPRAZOLAM Ansiolítico eficaz com rápido início de ação e baixíssima taxa de dependência Ansiedade (7,8)

ALPRAZOLAM Ansiolítico eficaz com rápido início de ação e baixíssima taxa de dependência     Ansiedade (7,8) ALPRAZOLAM Ansiolítico eficaz com rápido início de ação e baixíssima taxa de dependência Doutor, o objetivo desse informe científico é apresentar estudos que relatam grande vantagem do alprazolam, rápido

Leia mais

O uso de benzodiazepínicos em idosos

O uso de benzodiazepínicos em idosos O uso de benzodiazepínicos em idosos Rafael C Freire Doutor em psiquiatria Laboratório do Pânico e Respiração IPUB UFRJ INCT Translacional em Medicina Declaração de conflito de interesse Emprego Financiamento

Leia mais

Psiquiatria para o clínico Dr. André I. Petroucic Filho 07 maio 2014 Introdução Psiquiatria do dia a dia do clínico Pontos importantes sobre as principais doenças psiquiátricas Depressão, Ansiedade, Doença

Leia mais

Psicofarmacologia. Transtornos de Ansiedade. Transtornos de Ansiedade PSICOFARMACOLOGIA 15/05/2015

Psicofarmacologia. Transtornos de Ansiedade. Transtornos de Ansiedade PSICOFARMACOLOGIA 15/05/2015 Psicofarmacologia Prof. Herval de Lacerda Bonfante Departamento de Farmacologia PSICOFARMACOLOGIA Distúrbios Psiquiátricos - Tratamento : 1950 10 a 15% de prescrições - EUA Brasil prevalência de transtornos

Leia mais

23/07/2013. É um sintoma fundamental de muitos distúrbios psiquiátricos e um componente de muitas condições clínicas e cirúrgicas.

23/07/2013. É um sintoma fundamental de muitos distúrbios psiquiátricos e um componente de muitas condições clínicas e cirúrgicas. Psicofarmacologia Prof. Herval de Lacerda Bonfante Departamento de Farmacologia PSICOFARMACOLOGIA Distúrbios Psiquiátricos - Tratamento : 1950 10 a 15% de prescrições - EUA Brasil prevalência de transtornos

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade

RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade SOLICITANTE Dra. Renata Abranches Perdigão Juíza de Direito do JESP da

Leia mais

Benzodiazepínicos, hipnóticos e opióides

Benzodiazepínicos, hipnóticos e opióides Benzodiazepínicos, hipnóticos e opióides Alessandro Alves O amor não é aquilo que te deixa feliz, calmo e tranquilo. O nome disso é Rivotril. Frase atribuída a James Brown Benzodiazepínicos Estão entre

Leia mais

FARMACOTERAPIA EXCLUSIVA Nutracêuticos para o tratamento da dependência Química

FARMACOTERAPIA EXCLUSIVA Nutracêuticos para o tratamento da dependência Química FARMACOTERAPIA EXCLUSIVA Nutracêuticos para o tratamento da dependência Química NUTRACÊUTICOS PARA TRATAMENTO DAS DEPENDÊNCIAS QUÍMICAS TRATAMENTO COM ALTA EFETIVIDADE Os mais recentes estudos científicos

Leia mais

Medicamentos psicotrópicos e efeitos colaterais/adversos impactantes para atividades laborais.

Medicamentos psicotrópicos e efeitos colaterais/adversos impactantes para atividades laborais. Medicamentos psicotrópicos e efeitos colaterais/adversos impactantes para atividades laborais. Alternativas terapêuticas farmacológicas. Dr. João Luiz da Fonseca Martins Médico Psiquiatra Uniica . Principais

Leia mais

A neurite vestibular é uma infecção de ouvido causada por vírus, apresentando vários sintomas, incluindo a vertigem. (1)

A neurite vestibular é uma infecção de ouvido causada por vírus, apresentando vários sintomas, incluindo a vertigem. (1) Resultados satisfatórios no tratamento da Neurite Vestibular Doutor, o objetivo desse informe científico é demonstrar alta eficácia da no tratamento da neurite vestibular. Segundo estudos, administrada

Leia mais

& 10 TRANSTORNOS DE ANSIEDADE. Resumo. A Doença. Tratamento

& 10 TRANSTORNOS DE ANSIEDADE. Resumo. A Doença. Tratamento SAÚDE & 10 ECONOMIA Ano V nº 10 Dezembro de 2013 TRANSTORNOS DE ANSIEDADE Resumo A palavra ansiedade é usada para descrever a resposta mental e psíquica a situações de medo ou ameaça. Essa resposta pode

Leia mais

Uso de inibidores seletivos de captação de serotonina (ISCS) e de noradrenalina e ISCN e (antidepressivos de modo geral)

Uso de inibidores seletivos de captação de serotonina (ISCS) e de noradrenalina e ISCN e (antidepressivos de modo geral) Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 5- Psicofármacos e Ansiedade Ansiedade Estado desagradável de tensão, apreensão, inquietação ; Um medo às vezes de origem desconhecida; Sintomas

Leia mais

Entenda tudo sobre a Síndrome do Intestino Irritável

Entenda tudo sobre a Síndrome do Intestino Irritável Entenda tudo sobre a Síndrome do Intestino Irritável Apesar de ainda não existir cura definitiva para esse problema de saúde crônico, uma diferenciação entre essa patologia e a sensibilidade ao glúten

Leia mais

Ansiedade Resumo de diretriz NHG M62 (fevereiro 2012)

Ansiedade Resumo de diretriz NHG M62 (fevereiro 2012) Ansiedade Resumo de diretriz NHG M62 (fevereiro 2012) Lieke Hassink-Franke, Berend Terluin, Florien van Heest, Jan Hekman, Harm van Marwijk, Mariëlle van Avendonk traduzido do original em holandês por

Leia mais

BULA PARA O PACIENTE BUSPAR (cloridrato de buspirona) 5mg/10mg COMPRIMIDOS

BULA PARA O PACIENTE BUSPAR (cloridrato de buspirona) 5mg/10mg COMPRIMIDOS BULA PARA O PACIENTE BUSPAR (cloridrato de buspirona) 5mg/10mg COMPRIMIDOS BRISTOL-MYERS SQUIBB BUSPAR cloridrato de buspirona Uso oral APRESENTAÇÃO BUSPAR 5 mg é apresentado em cartuchos com 2 blisters

Leia mais

ABUSO DE BENZIODIAZEPINAS NOS TRANSTORNOS DE ANSIEDADE

ABUSO DE BENZIODIAZEPINAS NOS TRANSTORNOS DE ANSIEDADE ABUSO DE BENZIODIAZEPINAS NOS TRANSTORNOS DE ANSIEDADE Trabalho da cadeira de Psicofarmacologia do Mestrado em Psicologia Clínica 2012 André Leite Gonçalves Mestrado em Psicologia Clínica E-mail de contato:

Leia mais

Eduardo Henrique Teixeira Professor da Faculdade de Medicina PUC - Campinas

Eduardo Henrique Teixeira Professor da Faculdade de Medicina PUC - Campinas Eduardo Henrique Teixeira Professor da Faculdade de Medicina PUC - Campinas A ansiedade é uma vivência normal que todos os seres humanos experimentam com freqüência. Estado afetivo caracterizado por uma

Leia mais

No Brasil, a esquizofrenia ocupa 30% dos leitos psiquiátricos hospitalares; Ocupa 2ºlugar das primeiras consultas psiquiátricas ambulatoriais;

No Brasil, a esquizofrenia ocupa 30% dos leitos psiquiátricos hospitalares; Ocupa 2ºlugar das primeiras consultas psiquiátricas ambulatoriais; Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 7- Psicofármacos e Esquizofrenia Esquizofrenia Uma das mais graves doenças neuropsiquiátricas e atinge 1% da população mundial; No Brasil, a

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 417/2014 Encefalopatia Alcoólica

RESPOSTA RÁPIDA 417/2014 Encefalopatia Alcoólica RESPOSTA RÁPIDA 417/2014 Encefalopatia Alcoólica SOLICITANTE Drª Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito Comarca de Itapecerica NÚMERO DO PROCESSO 0335.14.1606-4 DATA 25/07/2014 Ao NATS, SOLICITAÇÃO

Leia mais

TRATAMENTO DO TABAGISMO: o que funciona? TRATAMENTO DO TABAGISMO CONTROLE DO TABAGISMO TRATAMENTO DO TABAGISMO. Carlos A A Viegas POR QUE PARAR?

TRATAMENTO DO TABAGISMO: o que funciona? TRATAMENTO DO TABAGISMO CONTROLE DO TABAGISMO TRATAMENTO DO TABAGISMO. Carlos A A Viegas POR QUE PARAR? : o que funciona? Carlos A A Viegas IX CURSO NACIONAL DE ATUALIZAÇÃO EM PNEUMOLOGIA SBPT - 2008 CONTROLE DO TABAGISMO IMPLEMENTAÇÃO DA CONVENÇÃO QUADRO IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA SABER SAÚDE TRATAMENTO

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 57/2014 Informações sobre Depressão: Pondera e Amytril

RESPOSTA RÁPIDA 57/2014 Informações sobre Depressão: Pondera e Amytril RESPOSTA RÁPIDA 57/2014 Informações sobre Depressão: Pondera e Amytril SOLICITANTE NÚMERO DO PROCESSO Drª Renata Perdigão, Juiza do MUNICÍPIO DE CRISTAIS/MG Autos nº 112.14.000762-9 DATA 07/02/2014 SOLICITAÇÃO

Leia mais

Farmacologia dos Ansiolíticos e Hipnóticos. Filipe Dalla

Farmacologia dos Ansiolíticos e Hipnóticos. Filipe Dalla Farmacologia dos Ansiolíticos e Hipnóticos Filipe Dalla Introdução ANSIEDADE: É uma emoção normal em situações de ameaça, sendo considerada parte da reação de luta ou fuga da sobrevivência na evolução

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 85/2013 Informações sobre Fluvoxamina e Alprazolan

RESPOSTA RÁPIDA 85/2013 Informações sobre Fluvoxamina e Alprazolan RESPOSTA RÁPIDA 85/2013 Informações sobre Fluvoxamina e Alprazolan SOLICITANTE Dra Maria Augusta Balbinot Juíza do JESP de São João Del Rei - MG NÚMERO DO PROCESSO nº 0625.13.004802-2 (numeração única

Leia mais

TEMA: Quetiapina e citalopram para tratamento misto ansioso e depressivo

TEMA: Quetiapina e citalopram para tratamento misto ansioso e depressivo NTRR 41/2013 Solicitante: Juiza Dra.Sabrina da Cunha Peixoto Ladeira Número do processo: 051213001877-7 Réu: Estado de Minas e Município de Pirapora Data: 11/04/2013 Medicamento X Material Procedimento

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE FITOTERÁPICOS NO TRATAMENTO DA ANSIEDADE: UM ESTUDO DE CASO

UTILIZAÇÃO DE FITOTERÁPICOS NO TRATAMENTO DA ANSIEDADE: UM ESTUDO DE CASO UTILIZAÇÃO DE FITOTERÁPICOS NO TRATAMENTO DA ANSIEDADE: UM ESTUDO DE CASO Autor: JOSE TEOFILO VIEIRA DA SILVA Orientador: Karla Deisy Morais Borges Coautor(es): Francisca Eritânia Passos Rangel, Maria

Leia mais

SÍNDROMES ANSIOSAS E NEURÓTICAS. Profª Melissa Rodrigues de Almeida Psicopatologia II DEPSI-UFPR

SÍNDROMES ANSIOSAS E NEURÓTICAS. Profª Melissa Rodrigues de Almeida Psicopatologia II DEPSI-UFPR SÍNDROMES ANSIOSAS E NEURÓTICAS Profª Melissa Rodrigues de Almeida Psicopatologia II DEPSI-UFPR Referências Psicopatologia e Semiologia dos Transtornos Mentais (Capítulos 26 e 29) Paulo Dalgalarrondo Manual

Leia mais

TRANSTORNOS ANSIOSOS. Prof. Humberto Müller Saúde Mental

TRANSTORNOS ANSIOSOS. Prof. Humberto Müller Saúde Mental TRANSTORNOS ANSIOSOS Prof. Humberto Müller Saúde Mental Porque nos tornamos ansiosos? Seleção natural da espécie Ansiedade e medo... na medida certa, ajuda! Transtornos de Ansiedade SINTOMAS: Reação exagerada

Leia mais

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União Nota Brasília, Técnica maio N de 38 2012. /2012 Princípio Nomes Comerciais1 Ativo: metilfenidato. Sumário e de Referência: Ritalina, Ritalina LA e Concerta 1. 2. que é o metilfenidato? 3. ANVISA? Para

Leia mais

5-HT 1A Núcleos da rafe, hipocampo Gi, AMPc. 5-HT 1B Substância negra, globo pálido, gânglios da base Gi, AMPc. 5-HT 1D Cérebro Gi, AMPc

5-HT 1A Núcleos da rafe, hipocampo Gi, AMPc. 5-HT 1B Substância negra, globo pálido, gânglios da base Gi, AMPc. 5-HT 1D Cérebro Gi, AMPc UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE FARMACOLOGIA SEROTONINA Serotonina: funções e distribuição Receptores centrais e periféricos Neurotransmissor: neurônios

Leia mais

ESTUDO FÁRMACO-ECONÔMICO DO PERFIL DE CONSUMO DE MEDICAMENTOS OFERTADOS PELO CAPS AD WALTER SARMENTO DA CIDADE DE SOUSA-PB

ESTUDO FÁRMACO-ECONÔMICO DO PERFIL DE CONSUMO DE MEDICAMENTOS OFERTADOS PELO CAPS AD WALTER SARMENTO DA CIDADE DE SOUSA-PB ESTUDO FÁRMACO-ECONÔMICO DO PERFIL DE CONSUMO DE MEDICAMENTOS OFERTADOS PELO CAPS AD WALTER SARMENTO DA CIDADE DE SOUSA-PB 1 Roosevelt Albuquerque Gomes, Faculdade Santa Maria, roosevelt.ag@gmail.com 2

Leia mais

José Roberto Mergel Manechini Médico Psiquiatra

José Roberto Mergel Manechini Médico Psiquiatra José Roberto Mergel Manechini Médico Psiquiatra Igarapava-SP, 04 de junho de 2014 PSIQUIATRIA PARA O CLÍNICO (Psiquiatria para o Não-Psiquiatra) José Roberto Mergel Manechini Médico Psiquiatra CRM SP 121.738

Leia mais

Resumo Aula 9- Psicofármacos e Transtornos de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na infância, na adolescência e na idade adulta

Resumo Aula 9- Psicofármacos e Transtornos de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na infância, na adolescência e na idade adulta Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 9- Psicofármacos e Transtornos de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na infância, na adolescência e na idade adulta Psicofármacos:Transtorno

Leia mais

PARA EVITAR USO IMPRÓPRIO DO MEDICAMENTO, LEIA ESTA BULA COM ATENÇÃO. Sonebon. nitrazepam. nitrazepam...5 mg. excipiente q.s.p...

PARA EVITAR USO IMPRÓPRIO DO MEDICAMENTO, LEIA ESTA BULA COM ATENÇÃO. Sonebon. nitrazepam. nitrazepam...5 mg. excipiente q.s.p... PARA EVITAR USO IMPRÓPRIO DO MEDICAMENTO, LEIA ESTA BULA COM ATENÇÃO. Sonebon nitrazepam Forma Farmacêutica e Apresentação: Comprimidos 5 mg: caixa com 20 comprimidos. USO ADULTO Composição: Cada comprimido

Leia mais

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição IDENTIFICANDO A DEPRESSÃO Querida Internauta, Lendo o que você nos escreveu, mesmo não sendo uma profissional da área de saúde, é possível identificar alguns sintomas de uma doença silenciosa - a Depressão.

Leia mais

TEXTO DE BULA LORAX. Lorax 1 ou 2 mg em embalagens contendo 20 ou 30 comprimidos. Cada comprimido contém 1 ou 2 mg de lorazepam respectivamente.

TEXTO DE BULA LORAX. Lorax 1 ou 2 mg em embalagens contendo 20 ou 30 comprimidos. Cada comprimido contém 1 ou 2 mg de lorazepam respectivamente. TEXTO DE BULA LORAX I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Lorax lorazepam APRESENTAÇÕES Lorax 1 ou 2 mg em embalagens contendo 20 ou 30 comprimidos. Cada comprimido contém 1 ou 2 mg de lorazepam respectivamente.

Leia mais

Abordagens Integrativas e Planos Terapêuticos

Abordagens Integrativas e Planos Terapêuticos 1 Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Estudos e Pesquisas sobre Álcool e outras Drogas Centro Regional de Referência sobre Drogas do Espírito

Leia mais

Antioxidante Auxílio tratamento depressão Alívio sintomas TPM Reduz desejo de petiscar Saciedade Supressor natural do apetite

Antioxidante Auxílio tratamento depressão Alívio sintomas TPM Reduz desejo de petiscar Saciedade Supressor natural do apetite 0,2% SAFRANAL Antioxidante Auxílio tratamento depressão Alívio sintomas TPM Reduz desejo de petiscar Saciedade Supressor natural do apetite 0,2% SAFRANAL NOME CIENTÍFICO: Crocus sativus L NOME COMUM: Saffron

Leia mais

Tratamento Farmacológico da Gagueira

Tratamento Farmacológico da Gagueira Tratamento Farmacológico da Gagueira Gerald A. Maguire, M.D. Associate Professor Kirkup Endowed Chair in Stuttering Treatment Department of Psychiatry Senior Associate Dean, Educational Affairs University

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 448/2014

RESPOSTA RÁPIDA 448/2014 RESPOSTA RÁPIDA 448/2014 SOLICITANTE NÚMERO DO PROCESSO Dr. Eduardo Tavares Vianna Juiz de Direito de Coronel Fabriciano 0060337-30.2014.8.13.0194 DATA 04 de agosto de 2014 SOLICITAÇÃO Senhor (a) Diretor

Leia mais

MINI BULA HEMITARTARATO DE ZOLPIDEM

MINI BULA HEMITARTARATO DE ZOLPIDEM MINI BULA HEMITARTARATO DE ZOLPIDEM FORMA FARMACÊUTICA/APRESENTAÇÃO - Hemitartarato de zolpidem apresenta-se em embalagens contendo 10 ou 20 comprimidos revestidos.uso ADULTO Cada comprimido revestido

Leia mais

Aperfeiçoamento em Técnicas para Fiscalização do uso de Álcool e outras Drogas no Trânsito Brasileiro

Aperfeiçoamento em Técnicas para Fiscalização do uso de Álcool e outras Drogas no Trânsito Brasileiro Aperfeiçoamento em Técnicas para Fiscalização do uso de Álcool e outras Drogas no Trânsito Brasileiro Perturbadores do SNC ObjeDvos Conhecer as formas de apresentação e de uso Compreender o mecanismo de

Leia mais

TEMA: Trazodona e Cloridrato de Memantina no tratamento de Demência Vascular com sintomas neuropsiquiátricos SUMÁRIO 1. RESUMO EXECUTIVO...

TEMA: Trazodona e Cloridrato de Memantina no tratamento de Demência Vascular com sintomas neuropsiquiátricos SUMÁRIO 1. RESUMO EXECUTIVO... NT 102/2013 Solicitante: Dr Alyrio Ramos Desembargador da 8ª Câm. Cível - TJMG Data: 21/06/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Nº do processo: 1.0433.13.014383-0/001 TEMA: Trazodona e Cloridrato

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 54/2014 Informações sobre Carbolitium, Olanzapina e Escitalopran

RESPOSTA RÁPIDA 54/2014 Informações sobre Carbolitium, Olanzapina e Escitalopran RESPOSTA RÁPIDA 54/2014 Informações sobre Carbolitium, Olanzapina e Escitalopran SOLICITANTE Dra. Renata Perdigão Juíza de Direito Comarca de Cristais NÚMERO DO PROCESSO Nº 112.13.002863-7 DATA 07/02/2014

Leia mais

FUMARATO DE QUETIAPINA (Portaria 344-C1)

FUMARATO DE QUETIAPINA (Portaria 344-C1) FUMARATO DE QUETIAPINA (Portaria 344-C1) Redução dos sintomas de esquizofrenia. Fórmula Estrutural: Fórmula Molecular: (C 21 H 25 N 3 O 2 S) 2,C 4 H 4 O 4 Peso Molecular: 833,09 g/mol DCB: 07539 CAS: 111974-72-2

Leia mais

Transtorno de Ansiedade. Manual Informativo

Transtorno de Ansiedade. Manual Informativo Transtorno de Ansiedade Manual Informativo O que são? Principais sintomas dos transtornos de ansiedade Transtornos associados ou comorbidades Grupo de risco Diagnóstico Tratamento variantes e dificuldades

Leia mais

PLANTAS MEDICINAIS PARA O SISTEMA NERVOSO

PLANTAS MEDICINAIS PARA O SISTEMA NERVOSO PLANTAS MEDICINAIS PARA O SISTEMA NERVOSO UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA CURSO DE ENFERMAGEM DISCIPLINA FITOTERAPIA Prof.ª DANIELLA KOCH DE CARVALHO SISTEMA NERVOSO: ANSIOLÍTICOS ANTIDEPRESSIVOS

Leia mais

TRANSTORNO DE PÂNICO: ENTENDENDO MELHOR COMO ACONTECE O TRATAMENTO NA ABORDAGEM COGNITIVO COMPORTAMENTAL.

TRANSTORNO DE PÂNICO: ENTENDENDO MELHOR COMO ACONTECE O TRATAMENTO NA ABORDAGEM COGNITIVO COMPORTAMENTAL. TRANSTORNO DE PÂNICO: ENTENDENDO MELHOR COMO ACONTECE O TRATAMENTO NA ABORDAGEM COGNITIVO COMPORTAMENTAL. * Danielle Moraes; Juliana Vieira; Marcos Fagundes. ** Cláudia Mazzoni * Alunos do curso de graduação

Leia mais

LORAX lorazepam I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO. Nome comercial: Lorax Nome genérico: lorazepam

LORAX lorazepam I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO. Nome comercial: Lorax Nome genérico: lorazepam LORAX lorazepam I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Lorax Nome genérico: lorazepam APRESENTAÇÕES Lorax 1 mg ou 2 mg em embalagens contendo 30 comprimidos. VIA DE ADMINISTRAÇÃO: USO ORAL USO

Leia mais

12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO PSIQUIATRA. São critérios diagnósticos do Transtorno Delirante Persistente,

12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO PSIQUIATRA. São critérios diagnósticos do Transtorno Delirante Persistente, 12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO PSIQUIATRA QUESTÃO 21 São critérios diagnósticos do Transtorno Delirante Persistente, EXCETO: a) O indivíduo apresenta delírios que não sejam bizarros por pelo

Leia mais

Dependência Química. Por que algumas pessoas ficam dependentes de drogas e outras não?

Dependência Química. Por que algumas pessoas ficam dependentes de drogas e outras não? Dependência Química Por que algumas pessoas ficam dependentes de drogas e outras não? Os fatores relacionados ao desenvolvimento da dependência química são variados. O fator genético está bem estabelecido.

Leia mais

A APLICAÇÃO DO USO DE ANSIOLÍTICO EM PACIENTES ODONTOLÓGICOS Anxiolytic therapy for odontologic patients

A APLICAÇÃO DO USO DE ANSIOLÍTICO EM PACIENTES ODONTOLÓGICOS Anxiolytic therapy for odontologic patients A APLICAÇÃO DO USO DE ANSIOLÍTICO EM PACIENTES ODONTOLÓGICOS Anxiolytic therapy for odontologic patients AILA R. CRUVINEL Trabalho realizado no Curso de Odontologia da Universidade José do Rosário Vellano

Leia mais

durante a fase lútea do ciclo menstrual, podendo interferir no funcionamento sexual, ocupacional e social da mulher (4).

durante a fase lútea do ciclo menstrual, podendo interferir no funcionamento sexual, ocupacional e social da mulher (4). L-triptofano 6 g ao dia Benefícios no tratamento da desordem disfórica pré-menstrual da fase lútea (1) De 2% a 10% das mulheres em idade reprodutiva apresentam disfunção causada pela desordem disfórica

Leia mais

CA, DIABETES MEDICAMENTOS PARA DEPRESSÃO MELLITUS, INFECÇÃO CRÔNICA. Data: 05/06/2013 NOTA TÉCNICA 82 /2013

CA, DIABETES MEDICAMENTOS PARA DEPRESSÃO MELLITUS, INFECÇÃO CRÔNICA. Data: 05/06/2013 NOTA TÉCNICA 82 /2013 NOTA TÉCNICA 82 /2013 Data: 05/06/2013 Medicamento x Material Procedimento Cobertura Solicitante: Juiz Daniel da Silva Ulhoa Número do processo: 0687130020043-5 MEDICAMENTOS PARA DEPRESSÃO RESSÃO, FIBROMIALGIA,

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 100/2014

RESPOSTA RÁPIDA 100/2014 RESPOSTA RÁPIDA 100/2014 SOLICITANTE Dra. Juliana Mendes Pedrosa Juíza de Direito da Comarca de Itambacuri - MG NÚMERO DO PROCESSO 0327.14.000056-0 DATA 06/03/2014 Pois bem, versam os autos sobre o pedido

Leia mais

Folha 01/07 DATA: 27/10/2011 DATA:27/10/2011 REVISÕES DATA RESPONSÁVEL 1ª REVISÃO 2ª REVISÃO 3ª REVISÃO 3ª REVISÃO 5ª REVISÃO

Folha 01/07 DATA: 27/10/2011 DATA:27/10/2011 REVISÕES DATA RESPONSÁVEL 1ª REVISÃO 2ª REVISÃO 3ª REVISÃO 3ª REVISÃO 5ª REVISÃO PROTOCOLO CLÍNICO Nº. 06 Folha 01/08 PROTOCOLOS CLÍNICOS Nº. 01/ Serviço de Psiquiatria do Hospital de Clínicas da UFPR. Folha 01/07 : PROTOCOLO CLÍNICO DE TRATAMENTO DO TRANSTORNO DEPRESSIVO SERVIÇO DE:

Leia mais

HIPOGLICEMIA REATIVA

HIPOGLICEMIA REATIVA HIPOGLICEMIA REATIVA Texto de apoio ao curso de especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira Prof. Dr. José de Felipe Junior A hipoglicemia reativa ou funcional está atingindo

Leia mais

APRESENTAÇÃO Comprimidos: embalagem contendo 30 comprimidos de 25 mg. Xarope: embalagem contendo 1 frasco de 120 ml de 2 mg/ml.

APRESENTAÇÃO Comprimidos: embalagem contendo 30 comprimidos de 25 mg. Xarope: embalagem contendo 1 frasco de 120 ml de 2 mg/ml. Hixizine cloridrato de hidroxizina Uso adulto e pediátrico Uso oral APRESENTAÇÃO Comprimidos: embalagem contendo 30 comprimidos de 25 mg. Xarope: embalagem contendo 1 frasco de 120 ml de 2 mg/ml. COMPOSIÇÃO

Leia mais

DEPRESSÃO & Abuso e Dependência do Álcool (ADA)

DEPRESSÃO & Abuso e Dependência do Álcool (ADA) DEPRESSÃO & Abuso e Dependência do Álcool (ADA) Prof. Dr. Ronaldo Laranjeira UNIAD (Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas) Departamento de Psiquiatria EPM UNIFESP Introdução Na prática clínica é muito

Leia mais

Todos sabemos a importância de uma boa noite de sono. O que nem todos sabem é que alternância entre o dormir e estar acordado resulta da ação

Todos sabemos a importância de uma boa noite de sono. O que nem todos sabem é que alternância entre o dormir e estar acordado resulta da ação QUÍMICA DO SONO Todos sabemos a importância de uma boa noite de sono. O que nem todos sabem é que alternância entre o dormir e estar acordado resulta da ação combinada de diversas substâncias químicas

Leia mais

SALSEP cloreto de sódio Solução nasal 9 mg/ml

SALSEP cloreto de sódio Solução nasal 9 mg/ml SALSEP cloreto de sódio Solução nasal 9 mg/ml USO INTRANASAL USO ADULTO E PEDIÁTRICO FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES Solução nasal com 9 mg/ml de cloreto de sódio. Embalagem com 1 frasco spray nasal

Leia mais

FLUOX Fluxetina 20mg PARA EVITAR USO IMPRÓPRIO DO MEDICAMENTO, LEIA ESTA BULA COM ATENÇÃO

FLUOX Fluxetina 20mg PARA EVITAR USO IMPRÓPRIO DO MEDICAMENTO, LEIA ESTA BULA COM ATENÇÃO FLUOX Fluxetina 20mg PARA EVITAR USO IMPRÓPRIO DO MEDICAMENTO, LEIA ESTA BULA COM ATENÇÃO Uso adulto Uso oral Apresentação: Caixa com 28 comprimidos sulcados Composição: Cada comprimido de FLUOX contém:

Leia mais

Frontal SL alprazolam. APRESENTAÇÕES Frontal SL comprimidos sublinguais de 0,5 mg em embalagens contendo 15 ou 30 comprimidos.

Frontal SL alprazolam. APRESENTAÇÕES Frontal SL comprimidos sublinguais de 0,5 mg em embalagens contendo 15 ou 30 comprimidos. Frontal SL alprazolam I IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Frontal SL Nome genérico: alprazolam APRESENTAÇÕES Frontal SL comprimidos sublinguais de 0,5 mg em embalagens contendo 15 ou 30 comprimidos.

Leia mais

Mirtazapina é Indicada para o Tratamento de Fibromialgia

Mirtazapina é Indicada para o Tratamento de Fibromialgia Mirtazapina é Indicada para o Tratamento de Fibromialgia Melhora a Qualidade de Vida dos Pacientes Diminui a Dor Musculoesquelética Beneficia a Qualidade do Sono Reduz a Incapacidade Relacionada à Doença

Leia mais

TEMA: Topiramato, Olanzapina, Daforin, Rivotril em paciente com depressão grave.

TEMA: Topiramato, Olanzapina, Daforin, Rivotril em paciente com depressão grave. NOTA TÉCNICA 65/2013 Solicitante Alyrio Ramos Desembargador da 8ª Câmara Cível TJMG RÉU: ESTADO DE MINAS GERAIS E MUNICÍPIO DE ITAPECERICA Data: 05/05/2013 Medicamento x Material Procedimento Cobertura

Leia mais

cloxazolam Eurofarma Laboratórios S.A. Comprimido 1 mg e 2 mg

cloxazolam Eurofarma Laboratórios S.A. Comprimido 1 mg e 2 mg cloxazolam Eurofarma Laboratórios S.A. Comprimido 1 mg e 2 mg cloxazolam Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 Comprimido FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES: Embalagens com 20 e 30 comprimidos contendo

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 363/2014 Informações sobre Depressão: Venlaxim

RESPOSTA RÁPIDA 363/2014 Informações sobre Depressão: Venlaxim RESPOSTA RÁPIDA 363/2014 Informações sobre Depressão: Venlaxim SOLICITANTE Drª Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito Comarca de Itapecerica NÚMERO DO PROCESSO Autos nº 0335.14.1408-5 DATA 21/02/2014

Leia mais

Assistência Farmacêutica na Depressão

Assistência Farmacêutica na Depressão Definição Assistência Farmacêutica na Depressão Grupo de atividades relacionadas com o medicamento, destinadas a apoiar as ações de saúde demandadas por uma comunidade, envolvendo o abastecimento de medicamentos

Leia mais

Rivastigmina (Port.344/98 -C1)

Rivastigmina (Port.344/98 -C1) Rivastigmina (Port.344/98 -C1) Alzheimer DCB: 09456 CAS: 129101-54-8 Fórmula molecular: C 14 H 22 N 2 O 2.C 4 H 6 O 6 Nome químico: (S)-N-Ethyl-3-[(1-dimethylamino)ethyl]-N-methylphenylcarbamate hydrogen

Leia mais

Estado- Titular da autorização de Nome do medicamento introdução no mercado. Postfach 210805 Ludwigshafen DE 67008 Germany.

Estado- Titular da autorização de Nome do medicamento introdução no mercado. Postfach 210805 Ludwigshafen DE 67008 Germany. Anexo I 3 Substância: Propil-hexedrina Estado- Titular da autorização de Nome do medicamento Membro introdução no mercado Alemanha Knoll AG Postfach 210805 Ludwigshafen DE 67008 Germany Eventin 4 Substância:

Leia mais

Comorbidades: Transtorno de AnsiedadeeDependênciaQuímica

Comorbidades: Transtorno de AnsiedadeeDependênciaQuímica XXII Curso de Inverno em Atualização em Dependência Química do Hospital Mãe de Deus Comorbidades: Transtorno de AnsiedadeeDependênciaQuímica Ana Paula Pacheco Psicóloga da Unidade de Dependência Química

Leia mais

TRANSTORNOS DE ANSIEDADE NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA

TRANSTORNOS DE ANSIEDADE NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA TRANSTORNOS DE ANSIEDADE NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA II curso Transtornos Afetivos ao Longo da Vida GETA TRANSTORNOS DE ANSIEDADE NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA Após os transtornos de déficit de atenção/hiperatividade

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 366/2014 Dor Difusa - Duloxetina

RESPOSTA RÁPIDA 366/2014 Dor Difusa - Duloxetina RESPOSTA RÁPIDA 366/2014 Dor Difusa - Duloxetina SOLICITANTE Dra. Renata Abranches Perdigão Juíza de Direito do JESP da Fazenda Pública de Campo Belo NÚMERO DO PROCESSO Autos nº. 0112.14.005276-5 DATA

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 313/2014 Informações sobre Depressão: Venlafaxina

RESPOSTA RÁPIDA 313/2014 Informações sobre Depressão: Venlafaxina RESPOSTA RÁPIDA 313/2014 Informações sobre Depressão: Venlafaxina SOLICITANTE Drª Kellen Cristini de Sales e Souza Juíza de Direito da Comarca de Paraopeba NÚMERO DO PROCESSO Autos nº 0474.14.001582-4

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 2014 Informações sobre Depressão: Sertralina

RESPOSTA RÁPIDA 2014 Informações sobre Depressão: Sertralina RESPOSTA RÁPIDA 2014 Informações sobre Depressão: Sertralina SOLICITANTE Drª Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito da Comarca de Itapecerica NÚMERO DO PROCESSO Autos nº 0335.14.579-4 DATA 07/03/2014

Leia mais

DROGAS DE ABUSO. Profa. Dra. Eline Matheus

DROGAS DE ABUSO. Profa. Dra. Eline Matheus DROGAS DE ABUSO DROGAS QUE ATUAM NO SNC ESTIMULANTES DEPRESSORES DROGAS ESTIMULANTES COCAÍNA (CRACK & OXI) ANFETAMÍNICOS EFEDRINA ALUCINÓGENOS ANABOLIZANTES COCAÍNA Corte cerebral pós-mortem de um adicto

Leia mais

Tratamento do tabagismo : manejo da farmacoterapia e das co-morbidades

Tratamento do tabagismo : manejo da farmacoterapia e das co-morbidades Tratamento do tabagismo : manejo da farmacoterapia e das co-morbidades Interações medicamentosas Carlos Alberto de Barros Franco Professor Titular de Pneumologia da Escola Médica de PósGraduação da PUC-Rio

Leia mais

ANÁLISE E CARACTERIZAÇÃO DE BENZODIAZEPÍNICOS

ANÁLISE E CARACTERIZAÇÃO DE BENZODIAZEPÍNICOS ANÁLISE E CARACTERIZAÇÃO DE BENZODIAZEPÍNICOS 1- Menandes Alves de Souza Neto 1 2- Gisele Almeida Amaral 2 RESUMO Atualmente, existem medicamentos capazes de atuar sobre a ansiedade e a tensão. Estes são

Leia mais

Quetiapina Associada ao Citalopram no Tratamento da Depressão Maior Aumenta as Taxas de Remissão

Quetiapina Associada ao Citalopram no Tratamento da Depressão Maior Aumenta as Taxas de Remissão Quetiapina Associada ao Citalopram no Tratamento da Depressão Maior Aumenta as Taxas de Remissão Baixo Risco de Efeitos Adversos Anticolinérgicos Eficácia Comprovada por Estudos Clínicos Maiores Taxas

Leia mais

Flextoss. Xarope Adulto 3mg/mL, Xarope Pediátrico 1,5mg/mL e Solução oral/gotas 30mg/mL

Flextoss. Xarope Adulto 3mg/mL, Xarope Pediátrico 1,5mg/mL e Solução oral/gotas 30mg/mL Flextoss Xarope Adulto 3mg/mL, Xarope Pediátrico 1,5mg/mL e Solução oral/gotas 30mg/mL MODELO DE BULA COM INFORMAÇÕES TÉCNICAS AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE Flextoss dropropizina APRESENTAÇÕES Xarope Adulto

Leia mais

Os Remédios para Emagrecer são quase todos à base de Anfetaminas,

Os Remédios para Emagrecer são quase todos à base de Anfetaminas, 8 Remédios para Emagrecer Evandro Murer Especialista em Teorias e Métodos de Pesquisa em Educação Física, Esportes e Lazer na UNICAMP Os Remédios para Emagrecer são quase todos à base de Anfetaminas, que

Leia mais

Neurilan bromazepam BULA PARA O PACIENTE PARTE - I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO. Neurilan bromazepam

Neurilan bromazepam BULA PARA O PACIENTE PARTE - I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO. Neurilan bromazepam Neurilan bromazepam BULA PARA O PACIENTE w w w. g r o s s. c o m. b r PARTE - I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Neurilan bromazepam Formas farmacêuticas e apresentações Comprimidos de 3 mg, Caixas com 20

Leia mais

Psicoterapia e Psicofarmacologia. Como optar ou associá-las? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense e Psicogeriatra AMBULIM e ProMulher IPq - USP

Psicoterapia e Psicofarmacologia. Como optar ou associá-las? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense e Psicogeriatra AMBULIM e ProMulher IPq - USP e Psicofarmacologia. Como optar ou associá-las? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense e Psicogeriatra AMBULIM e ProMulher IPq - USP Estudo da forma e função dos Psicofármacos Psicofármacos / Psicotrópicos

Leia mais

Farmacêutica Priscila Xavier

Farmacêutica Priscila Xavier Farmacêutica Priscila Xavier A Organização Mundial de Saúde diz que há USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS: quando pacientes recebem medicamentos apropriados para suas condições clínicas, em doses adequadas às

Leia mais

Ingrediente ativo Cada comprimido contém 3 mg ou 6 mg de 7-bromo-1,3-diidro-5-(2 piridil)2h-1,4 benzodiazepina- 2-ona (bromazepam).

Ingrediente ativo Cada comprimido contém 3 mg ou 6 mg de 7-bromo-1,3-diidro-5-(2 piridil)2h-1,4 benzodiazepina- 2-ona (bromazepam). Neurilan bromazepam BULA PARA O PACIENTE PARTE - I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Neurilan bromazepam Formas farmacêuticas e apresentações Comprimidos de 3 mg, Caixas com 20 e 30 Comprimidos de 6 mg, Caixas

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 325/2014 Síndrome de La Tourette

RESPOSTA RÁPIDA 325/2014 Síndrome de La Tourette RESPOSTA RÁPIDA 325/2014 Síndrome de La Tourette SOLICITANTE Drª Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito Comarca de Itapecerica NÚMERO DO PROCESSO 0335.14.1280-8 DATA 18/06/2014 SOLICITAÇÃO Solicito

Leia mais

Fármacos Ansiolíticos. Elisa M Kawamoto

Fármacos Ansiolíticos. Elisa M Kawamoto Fármacos Ansiolíticos Elisa M Kawamoto Objetivos da aula Visão geral da natureza da ansiedade e dos testes para medir a atividade ansiolítica Classificação de fármacos ansiolíticos Antidepressivos (inibidores

Leia mais

Como lidar com transtornos internalizantes na sala de aula?

Como lidar com transtornos internalizantes na sala de aula? Como lidar com transtornos internalizantes na sala de aula? Rogéria Recondo Psiquiatra da Infância e Adolescência Preceptora em Psiquiatria Infantil no Hospital São Lucas da PUC Professores:cursos de capacitação

Leia mais

Lorazepam. Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Comprimidos 1 mg. 2 mg

Lorazepam. Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Comprimidos 1 mg. 2 mg Lorazepam Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Comprimidos 1 mg 2 mg lorazepam Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 APRESENTAÇÕES Comprimidos de 1 mg ou 2 mg: embalagens com 20 comprimidos. USO ORAL

Leia mais

Nicotinell. Novartis Biociências S.A. Adesivo 7 mg, 14 mg e 21 mg

Nicotinell. Novartis Biociências S.A. Adesivo 7 mg, 14 mg e 21 mg Nicotinell Novartis Biociências S.A. 7 mg, 14 mg e 21 mg Nicotinell nicotina APRESENTAÇÕES Embalagens com 7 adesivos transdérmicos de nicotina (7mg, 14mg ou 21mg) USO TÓPICO - USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA

Leia mais

1 -Polimialgia reumática (dor crônica)

1 -Polimialgia reumática (dor crônica) RESPOSTA RÁPIDA 131/2014 Medicamentos para diabetes e depressão SOLICITANTE NÚMERO DO PROCESSO Dra. Renata Perdigão Juiza de Campo Belo 0112.14.001472-4 DATA 13/03/2014 SOLICITAÇÃO Trata-se de Ação Cominatória

Leia mais

O USO DO TOPIRAMATO NA DEPENDÊNCIA AO CRACK. ENSAIO CLÍNICO.

O USO DO TOPIRAMATO NA DEPENDÊNCIA AO CRACK. ENSAIO CLÍNICO. O USO DO TOPIRAMATO NA DEPENDÊNCIA AO CRACK. ENSAIO CLÍNICO. Nome dos autores: Bruna Leal Parreira; Leonardo Rodrigo Baldaçara Bruna Leal Parreira 1 ; Leonardo Rodrigo Baldaçara 2 ; Bruna Leal Parreira

Leia mais

ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DA DEMANDA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO NO MUNICÍPIO DE EMBU DAS ARTES

ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DA DEMANDA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO NO MUNICÍPIO DE EMBU DAS ARTES ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DA DEMANDA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO NO MUNICÍPIO DE EMBU DAS ARTES Ligia de Jesus Martins de Oliveira 1 ; Luis Carlos Pires Baptista 2 Estudante do Curso de Odontologia; lih.odonto@gmail.com

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência Gabarito da Prova realizada em 2/nov/2012 QUESTÃO 1 - Transtorno depressivo

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 223/2014 Informações sobre Cymbalta,Donaren, Lamotrigina e Olanzapina no tratamento da depressão

RESPOSTA RÁPIDA 223/2014 Informações sobre Cymbalta,Donaren, Lamotrigina e Olanzapina no tratamento da depressão RESPOSTA RÁPIDA 223/2014 Informações sobre Cymbalta,Donaren, Lamotrigina e Olanzapina no tratamento da depressão SOLICITANTE Dra Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito Comarca de Itapecerica NÚMERO

Leia mais

DAPOXETINA CLORIDRATO NOVO AGENTE CONTRA EJACULAÇÃO PRECOCE

DAPOXETINA CLORIDRATO NOVO AGENTE CONTRA EJACULAÇÃO PRECOCE DAPOXETINA CLORIDRATO NOVO AGENTE CONTRA EJACULAÇÃO PRECOCE A ejaculação precoce (EP) permanente não se tornou um sintoma extinto, embora as pesquisas científicas nessa área pareçam ter cessado (Renshaw,

Leia mais

Lexotan (bromazepam) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Comprimidos 3 mg e 6 mg

Lexotan (bromazepam) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Comprimidos 3 mg e 6 mg Lexotan (bromazepam) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Comprimidos 3 mg e 6 mg Lexotan bromazepam Roche Ansiolítico APRESENTAÇÕES Comprimidos de 3 mg em caixa com 20 ou 30 comprimidos. Comprimidos

Leia mais

O TABAGISMO COMO DEPENDÊNCIA

O TABAGISMO COMO DEPENDÊNCIA O TABAGISMO COMO DEPENDÊNCIA Ministério da Saúde - MS Instituto Nacional de Câncer - INCA Coordenação de Prevenção e Vigilância - Conprev Divisão de Programas de Controle do Tabagismo e outros Fatores

Leia mais

BULA PARA O PACIENTE

BULA PARA O PACIENTE BULA PARA O PACIENTE FURP-DIAZEPAM 10 mg Comprimido diazepam APRESENTAÇÃO Comprimido Simples Embalagem com 20 comprimidos de 10 mg. USO ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada comprimido contém 10 mg de diazepam.

Leia mais

Renovação da Prescrição Sem Consulta Médica de Benzodiazepinas

Renovação da Prescrição Sem Consulta Médica de Benzodiazepinas UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Ciências da Saúde Renovação da Prescrição Sem Consulta Médica de Benzodiazepinas Joana Rita Patrício Gonçalves Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em: Ciências Farmacêuticas

Leia mais

Composição Cada comprimido de 25 mg contém 25 mg de cinarizina. Excipientes: amido, lactose, óleo vegetal hidrogenado, povidona, sacarose e talco.

Composição Cada comprimido de 25 mg contém 25 mg de cinarizina. Excipientes: amido, lactose, óleo vegetal hidrogenado, povidona, sacarose e talco. 112360002 Stugeron cinarizina comprimidos Forma farmacêutica e apresentações Comprimidos de 25 mg em embalagem com 30 comprimidos. Comprimidos de 75 mg em embalagem com 30 comprimidos. USO ADULTO Composição

Leia mais