A depressão e a mania são vistas frequentemente como extremos opostos de um espectro afetivo ou do humor;

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A depressão e a mania são vistas frequentemente como extremos opostos de um espectro afetivo ou do humor;"

Transcrição

1 Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 6- Psicofármacos: Transtorno Bipolar e Manias Descrição dos Transtornos do Humor Conhecidos como transtorno afetivos (afeto é a expressão externa do humor ou da emoção); A depressão e a mania são vistas frequentemente como extremos opostos de um espectro afetivo ou do humor; Classicamente mania e depressão são pólos separados; Depressão unipolar: pacientes vivenciam apenas o pólo para baixo Depressão bipolar: pacientes em momentos diferentes vivenciam o pólo para cima (maníaco) ou o pólo para baixo (depressivo); Na prática, depressão e mania podem ocorrer simultaneamente, estado afetivo misto A mania também pode ocorrer em graus menores hipomania Paciente alterna tão rapidamente entre mania e depressão: ciclagem rápida

2

3 Pacientes Bipolares I Episódios maníacos ou episódios mistos de mania plena e depressão plena simultânea frequentemente seguido por episódio depressivo completo. Pacientes Bipolares I-Ciclagem Rápida A mania recorrente com pelo menos quatro episódios por ano é denominada ciclagem rápida mas pode ocorrer em frequência maior; Acomete 20% dos pacientes bipolares;

4 Pacientes Bipolares II Caracteriza-se por pelo menos um episódio hipomaníaco e um episódio depressivo pleno; Transtorno Ciclotímico Oscilações de humor menos graves do que a mania franca e depressão plena, mas ainda apresenta exacerbações e remissões acima e abaixo dos limites do humor normal;

5 Espectro Bipolar (Classificação Akiskal) Muitos pacientes vistos na prática clínica ou maioria deles, pode ter um transtorno do humor insuficientemente descrito pelas categorias anteriormente; Formalmente eles seriam designados como sem outra especificação ou SOE - Cada vez mais são vistos como pertencendo ao espectro bipolar Transtorno Bipolar III (Classificação Akiskal) Pacientes que desenvolvem episódio maníaco ou hipomaníaco quando em uso de antidepressivo; Critérios diagnósticos formais: Transtorno afetivo induzido por drogas Não são bons candidatos a antidepressivos em monoterapia;

6 Transtorno Bipolar IV (Classificação Akiskal) Associação de episódios depressivos com temperamento hipertímico preexistente; Paciente com hipertimia indivíduos alegres, radiantes, otimistas, produtivos, bemsucedidos cujo temperamento se mostra estável; Desabam subitamente em depressão grave; Tratamento: antidepressivos Se não responder ou apresentar estados de mania/hipomania Estabilizador de Humor

7 Transtorno Bipolar V (Classificação Akiskal) Consiste num misto de depressão e hipomania; Critério diagnóstico formal - estado misto - Exige expressão plena simultânea tanto de mania como de depressão; Torna-se necessário tratamento com estabilizadores do humor e não monoterapia antidepressiva; Transtorno Bipolar VI Constitui a bipolaridade no contexto da demência, que pode ser incorretamente atribuída aos sintomas comportamentais da demência e não reconhecida como estado de humor comórbido; Tratada com estabilizador de humor/antipsicótico atípico;

8 Algumas Considerações Todos esses estados podem ser tratados com as mesmas drogas que se utiliza para Transtornos Bipolares I e II; Cautela no uso de monoterapia antidepressiva; Pacientes em estados mistos de depressão e mania podem ser: vulneráveis agitação ciclos rápidos hipomania/mania tendência suicida quando tratado com antidepressivo - Especialmente sem uso em conjunto de antipsicótico atípico Pode a Depressão Unipolar ser distinguida da Depressão Bipolar? Reconhecimento de que muitos pacientes considerados em épocas anteriores como apresentando transtorno depressivo > Tinham transtorno bipolar ou uma das condições do Espectro Bipolar; Muitos pacientes foram diagnosticados erroneamente e tratados com antidepressivos; Tratamento antidepressivo do Transtorno Bipolar não reconhecido pode aumentar os ciclos do humor, estados mistos, mania, hipomania; Como isto pode ser feito? Histórico familial do indivíduo

9 Parente de 1º grau com Transtorno do Espectro Bipolar pode ser fortemente sugestivo; Sintomas atuais sugerem Transtorno Bipolar; Os Transtornos do Humor são Progressivos? Questão principal não resolvida sobre a história natural das doenças depressivas; Uma questão é o subtratamento e generalização da depressão unipolar, permitindo que sintomas residuais persistam e ocorram recidivas; 1º lugar episódios recidivas de depressão maior 2º lugar em seguida evolução para uma condição do Espectro Bipolar Pacientes diagnosticados como portadores do TB - Preocupação de que os Transtornos possam ser progressivos, especialmente sem tratamento adequado Episódios maníacos e depressivos podem evoluir para episódios mistos e disfóricos - Finalmente para instabilidade dos ciclos rápidos e para resistência ao tratamento Reconhecimento e tratamento dos depressivos unipolares e bipolares ocasionando remissão dos sintomas por período prolongado- Pode impedir progressão para estados mais difíceis - Não é comprovado, mas é uma hipótese importante Neurotransmissores e circuitos nos Transtornos do Humor Três neurotransmissores principais contribuem para o tratamento dos Transtornos do Humor - Noradrenalina, Dopamina e Serotonina - Sistema Trimonoaminérgico Agem de forma combinada; Muitos dos sintomas do transtorno do humor envolvem hipoteticamente disfunção de combinações diversas desses 3 sistemas - Tratamentos do humor agem sobre 1 ou mais desses três sistemas Recorrentes;

10 Muitas vezes remissão incompleta; Potencialmente letais (cerca de 25% dos pacientes tentativas de suicídio) - 20% conseguem!! Pólo da mania e da hipomania: humor eufórico, irritável, pensamento acelerado, com idéias grandiosas, condições com alta atividade motora; Pólo da depressão: humor depressivo, pensamento lentificado, idéias de ruína, conduta com retardo motor; Aspectos Epidemiológicos Prevalência estimada em torno de 1,5% - Transtorno Bipolar Transtornos do Espectro do Humor Bipolar - 3-6% Iniciam-se antes dos 30 anos - (infância); Diferente do Transtorno do Humor Unipolar (+ frequente em ) O Transtorno Bipolar ocorre em frequência e Etiologia Nos THB, os fatores genéticos possuem papel > do que em qualquer outro Transtorno Psiquiátrico; Geralmente presença de estressores psicossociais inespecíficos; Álcool, maconha, estimulantes centrais podem induzir à mania; Psicofármacos Na década lítio (ex: carbolitium, carbolim) carbamazepina (ex: tegretol, tegratard) anticonvulsivantes ácido valpróico/valproato (ex: depakene, valpakine, depakote) - Nem todos pacientes respondem ao lítio 50 70% Década de 90 anticonvulsivantes: Gabapentina (ex: gabapentina, neurontin, progresse) Lamotrigina (ex: lamictal, lamitor, neurium) Topiramato (ex: topamax) Antipsicóticos Atípicos (propriedades antidepressivas):

11 Episódio Maníaco: Episódio Depressivo: Episódio Misto: Risperidona (repidon, risperidal, zargus) Ziprazidona (geodon) Olanzapina(zyprexa) - monoterapia com estabilizador do humor; - aumento da dose do estabilizador do humor; - associação de estabilizador do humor; - eletroconvulsoterapia; - monoterapia com lítio; - aumento da dose de lítio; - associação de um estabilizador do humor com antidepressivo ou lamotrigina, olanzepina - ácido valpróico; - aumento da dose de ácido valpróico; - associação com outro estabilizador do humor; Mecanismo de Ação do Lítio/Ácido Valpróico Lítio faz inibição de inositol monofosfatases - ativam proteína-quinase-c (PKC) - A redução da concentração intracelular de um dos substratos da (PKC) que são os (MARKS) - Ocorre na presença de lítio, efeito este compartilhado pelo valproato, por meio da ativação da PKC - MARCKS tem a função de regular a liberação de neurotransmissores na fenda sináptica; Psicofármacos: Mania Aguda Paciente apresenta: euforia, irritabilidade, grandiosidade, insônia, hiperatividade, agitação, fuga de idéias, envolvimento excessivo com atividades profissionais, sociais, sexuais, há mais de uma semana; Inicia-se em geral: 1) Monoterapia com um dos estabilizadores do humor associado ou não benzodiazepínicos ou antipsicótico atípico; 2) Aumento da dose do estabilizador; 3) Associar com outro EH;

12 Mania Aguda: Monoterapia com estabilizadores do humor Lítio - Para quadros de mania clássica; - 2 a 4 semanas- resposta dos pacientes de 40 a 80% - Mantém nível sérico de 1 a 2 meses após episódio de mania (diminui lentamente); - Efeito Colateral(Carbolim): Enjôo e tremores são os efeitos mais comuns: podem ser controlados com outras medicações como o plasil e o propranolol. Nenhuma medicação se equivale ao carbolim, muito poucos pacientes se beneficiam de outro antimaníaco tanto quanto se beneficiam com o carbolim. Por isso é importante o bom controle dos efeitos colaterais para que o paciente não se recuse a tomar essa medicação tão importante. Outros efeitos que costumam incomodar os pacientes são: diarréia, vômitos, fraqueza muscular, câimbras, alteração do ritmo cardíaco, aumento da glândula tireóide depois de vários meses de uso. Ácido Valpróico - Usado na mania aguda; - Alta taxa de resposta na mania aguda e no episódio depressivo; - Não está bem estabelecido os níveis séricos que se utiliza nos Transtornos do Espectro Bipolar e terapia de manutenção TB I e II; - Efeito colateral (depakene): Os mais comuns são os efeitos gástricos e neurológicos como náuseas, vômitos e diarréia; sonolência, tremores, descoordenação motora, dificuldade na fala. É comum também o paciente aumentar de peso devido ao depakene; Carbamazepina - Eficácia comprovada para mania aguda; - Droga de manutenção é discutível; - Efeitos Colaterais: Reações alérgicas na pele com pequenas placas avermelhadas é relativamente comum, mas não há necessidade de se interromper o tratamento por isso. Sedação, descoordenação motora, tonteiras, cansaço, enjôo e visão borrada são mais comuns de acontecer. Ansiedade intensa, agitação ou sintomas psicóticos Quadros de mania que não apresentam sintomas psicóticos - Mas inquietude, insônia (pode associar de início um clonazepam) - Menos tempo possível, retirada lenta Antipsicóticos atípicos mais estabilizadores do humor: Com ou sem sintoma psicótico (agitação motora e agressividade intensa), Usados: mania psicótica ou não psicótica

13 Ciclagem rápida (aguda ou de manutenção) Comorbidade Psiquiátrica 60% dos casos de THB tem associação com outra doença psiquiátrica; Condutas: - Transtorno Alimentar: + topiramato - Transtorno de Ansiedade: ácido valpróico, gabapentina - Transtorno enxaqueca: + topiramato - Abuso de substâncias: anticonvulsivantes Hipomania Não há muitos estudos sobre o tratamento farmacológico; Muito porque seu quadro é aceito como característica da personalidade do paciente; A maior responde ao uso de lítio + benzodiazepínico; Outros EH podem ser utilizados; Ciclagem Rápida Respondem menos ao lítio; Anticonvulsivantes (ácido valpróico); Carbamazepina + lítio; Aumento da Dose Caso o paciente não tenha respondido a uma dose inicial; Ácido valpróico e carbamazepina são hepatotóxicos Lítio: função renal e cardíaca normais; Se não houver melhora do quadro associa-se estabilizador do humor ou antipsicótico atípico; Associação de Estabilizador do Humor Mais comuns: - Lítio + ácido valpróico; - Lítio + carbamazepina;

14 - Lítio + olanzepina; - Lítio + ácido valpróico + olanzepina Episódio Depressivo Bipolar Ao longo da vida de um paciente com THB Parte episódios deprimidos Prediz resultados piores da doença Esses dados são importantes quando 60% das depressões bipolares não são reconhecidos como tais, sendo diagnosticados como depressão unipolar; Muitos questionamentos vem sendo feitos nessa área; EHs efetivamente previnem viradas induzidas por antidepressivos? Algumas classes de Antidepressivos (AD) possuem maior chance de induzir tal virada? Perfil de paciente que apresenta fatores de risco para virada? Leve a moderada: respondem ao lítio; Maioria das vezes: adição antidepressivo a um estabilizador do humor; Antidepressivo deve ser usado com cautela - Mas se usado: uso prolongado a chance de recaída para depressão 24% e 5% para mania Tratamento Descontinuado: 70% de recaída depressão/29% recaída para mania - Mas não é uma regra geral;

15 Ciclagem Rápida: contra-indicação de antidepressivos Monoterapia com Lítio- antidepressivo ideal na depressão bipolar,não induz virada maníaca e possui ação profilática; Eficaz em depressão leve ou moderada; Associação de um Estabilizador do Humor com antidepressivo ou lamotrigina, olazepina Sobre a eficácia e segurança com as diferentes classes de antidepressivos são os seguintes: 2 estudos: Bupropiona:taxa de resposta 55% e risco de virada de 11%; imao: TR= 75 a 80% RV= 16 e 21% ISCS: TR= 43 a 64% RV= 0 a 17% Tricíclicos: > risco de virada de todos as classes Desconhece os antidepressivos que produz menos virada maníaca; Por que há maior risco de virada para AD Tricíclicos? Lamotrigina: eficaz tanto para mania quanto depressão; Lamotrigina + lítio: ação terapêutica profilática tanto para episódios maníacos como depressivos; Olanzepina: antipsicótico atípico, como, a Clozapina e Risperidona, e ganharam importante espaço no tratamento das crises agudas de euforia (principalmente com sintomas psicóticos). Episódio Misto Ácido valpróico/valproato;

16 Existem evidências de eficácia mas não consistentes; Aumento da dose de ácido valpróico; Associar estabilizador do humor ou antipsicótico atípico; Mania Refratária Subgrupo grande de pacientes não respondem à terapêutica convencional ou resposta pobre; Fatores que predispõe à refratariedade: - Início precoce do transtorno; - História familial positiva para grande número de episódios ao longo da vida; - Episódios mais graves (psicóticos), estressores; - A maioria dos casos se baseia em relato de caso com uso de: Clozapina (antipsicótico típico) + topiramato (anticonvulsivante) + bloqueador dos canais de Ca +2 (gabapentina);

(inicia no slide 17) Bipolaridade

(inicia no slide 17) Bipolaridade (inicia no slide 17) Bipolaridade Os Transtornos do Humor Bipolar são transtornos crônicos, recorrentes e, muitas vezes, com remissão incompleta e potencialmente letais. Os pólos de apresentação são: *

Leia mais

Transtorno Bipolar Aspectos do Diagnóstico e Tratamento. Alexandre Pereira

Transtorno Bipolar Aspectos do Diagnóstico e Tratamento. Alexandre Pereira Transtorno Bipolar Aspectos do Diagnóstico e Tratamento Alexandre Pereira Esquizofrenia x T. Bipolar Delírios, Alucinações, Alterações da consciência do eu,alterações do afeto e da percepção corporal Evolução

Leia mais

CONCEITO EPISÓDIO MANÍACO 03/02/2014. Episódios depressivos e maníacos. Evolução recorrente. Plena recuperação nas intercrises

CONCEITO EPISÓDIO MANÍACO 03/02/2014. Episódios depressivos e maníacos. Evolução recorrente. Plena recuperação nas intercrises Prof. José Reinaldo do Amaral CONCEITO Episódios depressivos e maníacos Evolução recorrente Plena recuperação nas intercrises 1. Auto-estima inflada ou grandiosidade 2. Insônia 3. Mais falador que o habitual

Leia mais

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH:

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH: OQUEÉOTRANSTORNOBIPOLARDO HUMOR(TBH)? O transtorno bipolar do humor (também conhecido como psicose ou doença maníaco-depressiva) é uma doença psiquiátrica caracterizada por oscilações ou mudanças de humor

Leia mais

Resumo Aula 9- Psicofármacos e Transtornos de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na infância, na adolescência e na idade adulta

Resumo Aula 9- Psicofármacos e Transtornos de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na infância, na adolescência e na idade adulta Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 9- Psicofármacos e Transtornos de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na infância, na adolescência e na idade adulta Psicofármacos:Transtorno

Leia mais

Este Protocolo Clínico deve ser revisado sistematicamente a cada 2 (dois) anos e todas as vezes que o serviço médico julgar necessário fazê-lo.

Este Protocolo Clínico deve ser revisado sistematicamente a cada 2 (dois) anos e todas as vezes que o serviço médico julgar necessário fazê-lo. PROTOCOLOS CLÍNICOS Nº. 07/ Serviço de Psiquiatria do Hospital de Clínicas da UFPR Folha 01/11 : SERVIÇO DE: Psiquiatria do Hospital de Clínicas da UFPR ELABORADO POR (Membro do Serviço) Prof. Dr. Dirceu

Leia mais

No Brasil, a esquizofrenia ocupa 30% dos leitos psiquiátricos hospitalares; Ocupa 2ºlugar das primeiras consultas psiquiátricas ambulatoriais;

No Brasil, a esquizofrenia ocupa 30% dos leitos psiquiátricos hospitalares; Ocupa 2ºlugar das primeiras consultas psiquiátricas ambulatoriais; Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 7- Psicofármacos e Esquizofrenia Esquizofrenia Uma das mais graves doenças neuropsiquiátricas e atinge 1% da população mundial; No Brasil, a

Leia mais

Irritabilidade na Infância e Adolescência

Irritabilidade na Infância e Adolescência Irritabilidade na Infância e Adolescência Dra Gledis Lisiane Motta Psiquiatra da Infância e Adolescência Precetora do PRM em Psiquiatria do HMIPV IRRITABILIDADE IRRITABILIDADE IRRITABILIDADE IRRITABILIDADE

Leia mais

Psicoterapia e Psicofarmacologia. Como optar ou associá-las? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense e Psicogeriatra AMBULIM e ProMulher IPq - USP

Psicoterapia e Psicofarmacologia. Como optar ou associá-las? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense e Psicogeriatra AMBULIM e ProMulher IPq - USP e Psicofarmacologia. Como optar ou associá-las? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense e Psicogeriatra AMBULIM e ProMulher IPq - USP Estudo da forma e função dos Psicofármacos Psicofármacos / Psicotrópicos

Leia mais

Tratamento Farmacológico do Transtorno de Humor Bipolar: algoritmo

Tratamento Farmacológico do Transtorno de Humor Bipolar: algoritmo Tratamento Farmacológico do Transtorno de Humor Bipolar: algoritmo Introdução Flávio M. Shansis Aristides V. Cordioli O Transtorno de Humor Bipolar (THB) possui uma prevalência estimada em torno de 1,5%

Leia mais

DEPRESSÃO - Segundo a Classificação Internacional das Doenças (CID) 10ª revisão

DEPRESSÃO - Segundo a Classificação Internacional das Doenças (CID) 10ª revisão DEPRESSÃO - Segundo a Classificação Internacional das Doenças (CID) 10ª revisão - F32 Episódios depressivos Nos episódios típicos de cada um dos três graus de depressão: leve, moderado ou grave, o paciente

Leia mais

TRANSTORNOS DE HUMOR NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA PELA PERSPECTIVA DA NEUROBIOLOGIA E AÇÕES MEDICAMENTOSAS

TRANSTORNOS DE HUMOR NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA PELA PERSPECTIVA DA NEUROBIOLOGIA E AÇÕES MEDICAMENTOSAS TRANSTORNOS DE HUMOR NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA PELA PERSPECTIVA DA NEUROBIOLOGIA E AÇÕES MEDICAMENTOSAS Marina Aparecida Luiz de Freitas 1 ; Sandra Cristina Catelan-Mainardes 2 RESUMO: O presente estudo

Leia mais

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição IDENTIFICANDO A DEPRESSÃO Querida Internauta, Lendo o que você nos escreveu, mesmo não sendo uma profissional da área de saúde, é possível identificar alguns sintomas de uma doença silenciosa - a Depressão.

Leia mais

Bipolaridade Curso Profissional de Técnico de Apoio Psicossocial- 2º ano Módulo nº5- Semiologia Psíquica Portefólio de Psicopatologia Ana Carrilho-

Bipolaridade Curso Profissional de Técnico de Apoio Psicossocial- 2º ano Módulo nº5- Semiologia Psíquica Portefólio de Psicopatologia Ana Carrilho- Bipolaridade Curso Profissional de Técnico de Apoio Psicossocial- 2º ano Módulo nº5- Semiologia Psíquica Portefólio de Psicopatologia Ana Carrilho- 11ºB Enquadramento Filme Mr.Jones Mr.Jones é um homem

Leia mais

TEMA: Quetiapina e Lamotrigina no tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar e do Transtorno Obsessivo Compulsivo SUMÁRIO 1. RESUMO EXECUTIVO...

TEMA: Quetiapina e Lamotrigina no tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar e do Transtorno Obsessivo Compulsivo SUMÁRIO 1. RESUMO EXECUTIVO... NT 95/2013 Solicitante: Ilma Dra Regina Célia Silva Neves Juiza de Direito Juizado Fazenda Pública de Itaúna (MG) Data: 14/06/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Nº do processo: 0338.13.002.048-4

Leia mais

Tratamento do Transtorno Bipolar do Humor

Tratamento do Transtorno Bipolar do Humor Tratamento do Transtorno Bipolar do Humor Geraldo J. Ballone - ú ltima revisão 2001 Os avanç os na pesquisa clínica, biológica e neurofisiológica conduziram às melhorias muito significativas no diagnóstico

Leia mais

Sumário. 1 O início do enigma: o diagnóstico e suas angústias... 13. 2 Transtorno bipolar: a doença da instabilidade... 16

Sumário. 1 O início do enigma: o diagnóstico e suas angústias... 13. 2 Transtorno bipolar: a doença da instabilidade... 16 Sumário Prefácio... 9 1 O início do enigma: o diagnóstico e suas angústias... 13 2 Transtorno bipolar: a doença da instabilidade... 16 As faces do transtorno bipolar... 20 Depressão... 22 Sintomas da depressão...

Leia mais

ESTUDO DOS TRANSTORNOS DE COMPORTAMENTO DISRUPTIVO NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA PELA PERSPECTIVA DA NEUROBIOLOGIA E AÇÕES MEDICAMENTOSAS

ESTUDO DOS TRANSTORNOS DE COMPORTAMENTO DISRUPTIVO NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA PELA PERSPECTIVA DA NEUROBIOLOGIA E AÇÕES MEDICAMENTOSAS ESTUDO DOS TRANSTORNOS DE COMPORTAMENTO DISRUPTIVO NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA PELA PERSPECTIVA DA NEUROBIOLOGIA E AÇÕES MEDICAMENTOSAS Marina Aparecida Luiz de Freitas 1 ; Sandra Cristina Catelan-Mainardes

Leia mais

O que é Distúrbio Bipolar Bipolar Disorder Source - NIMH

O que é Distúrbio Bipolar Bipolar Disorder Source - NIMH O que é Distúrbio Bipolar Bipolar Disorder Source - NIMH Distúrbio Bipolar, também conhecido como mania e depressão, é uma desordem do cérebro que causa mudanças não previstas no estado mental da pessoa,

Leia mais

LÍTIO, ANTICONVULSIVANTES E ANTIPSICÓTICOS ASSOCIADOS À PSICOEDUCAÇÃO NO ESPECTRO BIPOLAR

LÍTIO, ANTICONVULSIVANTES E ANTIPSICÓTICOS ASSOCIADOS À PSICOEDUCAÇÃO NO ESPECTRO BIPOLAR LÍTIO, ANTICONVULSIVANTES E ANTIPSICÓTICOS ASSOCIADOS À PSICOEDUCAÇÃO NO ESPECTRO BIPOLAR Francisco Guarniero Médico Psiquiatra Colaborador do AMBULIM PONTOS-CHAVE Espectro bipolar nem sempre é reconhecido

Leia mais

Clozapina, Lamotrigina, Olanzapina, Quetiapina e Risperidona para o tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar

Clozapina, Lamotrigina, Olanzapina, Quetiapina e Risperidona para o tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar Ministério da Saúde Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos Departamento de Gestão e Incorporação de Tecnologias em Saúde Clozapina, Lamotrigina, Olanzapina, Quetiapina e Risperidona para

Leia mais

Clozapina, Lamotrigina, Olanzapina, Quetiapina e Risperidona para o Tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar

Clozapina, Lamotrigina, Olanzapina, Quetiapina e Risperidona para o Tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar Clozapina, Lamotrigina, Olanzapina, Quetiapina e Risperidona para o Tratamento do Transtorno Afetivo Bipolar Nº 140 Março/2015 1 2015 Ministério da Saúde. É permitida a reprodução parcial ou total desta

Leia mais

LUCIENE ALVES MOREIRA MARQUES

LUCIENE ALVES MOREIRA MARQUES 22 a 25 de maio de 2013 Sobre o Docente LUCIENE ALVES MOREIRA MARQUES Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal de Alfenas (1996) e mestrado em Farmacologia pela Universidade Estadual de Campinas

Leia mais

TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE - TDAH P R O F E S S O R : H U M B E R T O M Ü L L E R S A Ú D E M E N T A L

TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE - TDAH P R O F E S S O R : H U M B E R T O M Ü L L E R S A Ú D E M E N T A L TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE - TDAH P R O F E S S O R : H U M B E R T O M Ü L L E R S A Ú D E M E N T A L TDAH - EPIDEMIOLOGIA Tx. Varia entre 1,5 5,8% Crianças e adolescentes; Difere

Leia mais

12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO PSIQUIATRA. São critérios diagnósticos do Transtorno Delirante Persistente,

12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO PSIQUIATRA. São critérios diagnósticos do Transtorno Delirante Persistente, 12 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS MÉDICO PSIQUIATRA QUESTÃO 21 São critérios diagnósticos do Transtorno Delirante Persistente, EXCETO: a) O indivíduo apresenta delírios que não sejam bizarros por pelo

Leia mais

Transtorno Bipolar. Entendendo e ajudando aqueles com mudanças as extremas de humor

Transtorno Bipolar. Entendendo e ajudando aqueles com mudanças as extremas de humor Transtorno Bipolar Entendendo e ajudando aqueles com mudanças as extremas de humor Introdução * O transtorno bipolar (TBP) é uma condição psiquiátrica relativamente freqüente, ente, com prevalência na

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DO LÍTIO NO TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR E SEUS EFEITOS ADVERSOS, EVIDENCIANDO A ATAXIA CEREBELAR

A UTILIZAÇÃO DO LÍTIO NO TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR E SEUS EFEITOS ADVERSOS, EVIDENCIANDO A ATAXIA CEREBELAR ISSN 1809-0362 A UTILIZAÇÃO DO LÍTIO NO TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR E SEUS EFEITOS ADVERSOS, EVIDENCIANDO A ATAXIA CEREBELAR Rejane Conceição Santana* Loane Viana Marques Neves** Robson Paixão Souza***

Leia mais

Transtorno do Humor Bipolar

Transtorno do Humor Bipolar Transtorno do Humor Bipolar Neri Maurício Piccoloto EXIGÊNCIAS do AMBIENTE Sono Fome Energia Prazer Esperança Criatividade Velocidade Tenacidade Desejos Humor 1 70% 30% Concordância Não Concordância Aspectos

Leia mais

Medicamentos psicotrópicos e efeitos colaterais/adversos impactantes para atividades laborais.

Medicamentos psicotrópicos e efeitos colaterais/adversos impactantes para atividades laborais. Medicamentos psicotrópicos e efeitos colaterais/adversos impactantes para atividades laborais. Alternativas terapêuticas farmacológicas. Dr. João Luiz da Fonseca Martins Médico Psiquiatra Uniica . Principais

Leia mais

Comorbidades Psiquiátricas na Dependência Química

Comorbidades Psiquiátricas na Dependência Química Comorbidades Psiquiátricas na Dependência Química Fernanda de Paula Ramos Psiquiatra Diretora da Villa Janus Especialista em Dependência Química UNIFESP Especialista em Psicoterapia pela UFRGS Coordenadora

Leia mais

23/07/2013. É um sintoma fundamental de muitos distúrbios psiquiátricos e um componente de muitas condições clínicas e cirúrgicas.

23/07/2013. É um sintoma fundamental de muitos distúrbios psiquiátricos e um componente de muitas condições clínicas e cirúrgicas. Psicofarmacologia Prof. Herval de Lacerda Bonfante Departamento de Farmacologia PSICOFARMACOLOGIA Distúrbios Psiquiátricos - Tratamento : 1950 10 a 15% de prescrições - EUA Brasil prevalência de transtornos

Leia mais

Folie circulaire. Transtorno Bipolar do Humor PSICOSE MANÍACO- DEPRESSIVA. Transtorno afetivo bipolar. Dra. Priscila Rocco www.drapriscilarocco.com.

Folie circulaire. Transtorno Bipolar do Humor PSICOSE MANÍACO- DEPRESSIVA. Transtorno afetivo bipolar. Dra. Priscila Rocco www.drapriscilarocco.com. Folie circulaire PSICOSE MANÍACO- DEPRESSIVA Transtorno afetivo bipolar Transtorno Bipolar do Humor Um pouquinho de História 1800 : Philipe Pinel 1850: Jean-Pierre Falret (folie circulaire) 1883: Karl

Leia mais

Esta categoria global inclui as variedades comuns de esquizofrenia, juntamente com

Esta categoria global inclui as variedades comuns de esquizofrenia, juntamente com F20.0 Esquizofrenia Esta categoria global inclui as variedades comuns de esquizofrenia, juntamente com algumas variedades menos comuns e transtornos intimamente relacionados. F20.0 F20.3 Critérios gerais

Leia mais

Psiquiatria para o clínico Dr. André I. Petroucic Filho 07 maio 2014 Introdução Psiquiatria do dia a dia do clínico Pontos importantes sobre as principais doenças psiquiátricas Depressão, Ansiedade, Doença

Leia mais

Antipsicóticos e Estabilizadores do Humor

Antipsicóticos e Estabilizadores do Humor Antipsicóticos e Estabilizadores do Humor Dr. Gilda Ângela Neves Rio de Janeiro, 2015. Psicose Estado no qual o indivíduo perde ou distorce seu senso de realidade alucinações ilusões delírios transtornos

Leia mais

Perguntas mais frequentes sobre. transtorno. bipolar do humor. Dra. Sonia Palma

Perguntas mais frequentes sobre. transtorno. bipolar do humor. Dra. Sonia Palma Perguntas mais frequentes sobre transtorno bipolar do humor Dra. Sonia Palma Perguntas mais frequentes Dra. Sonia Palma CRM 44219 Psiquiatra infantil, doutoranda do Departamento de Psicobiologia da UNIFESP

Leia mais

Depressão. Manual Informativo

Depressão. Manual Informativo Depressão Manual Informativo O que é? Sintomas e riscos associados Como prevenir o suicídio? Depressão e outras doenças: comorbidade Diagnóstico Tratamento: dificuldades e variantes O apoio dos familiares

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DO TRANSTORNO BIPOLAR NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA

CARACTERIZAÇÃO DO TRANSTORNO BIPOLAR NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 CARACTERIZAÇÃO DO TRANSTORNO BIPOLAR NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA Sandra Cristina Catelan-Mainardes 1 ; Bruna Marconi 2 RESUMO: O Transtorno Bipolar (TB)

Leia mais

EMERGÊNCIAS EM PSIQUIATRIA

EMERGÊNCIAS EM PSIQUIATRIA EMERGÊNCIAS EM PSIQUIATRIA Hailton Martinelli / Gustavo Vieira Caetano I) INTRODUÇÃO Existe um grande número de definições de emergências em psiquiatria, muitas contraditórias entre si, principalmente

Leia mais

TEMA: QUETIAPINA NO TRATAMENTO DA AGITAÇÃO PSICOMOTORA DE PACEINTE PORTADOR DE DOENÇA DE ALZHEIMER

TEMA: QUETIAPINA NO TRATAMENTO DA AGITAÇÃO PSICOMOTORA DE PACEINTE PORTADOR DE DOENÇA DE ALZHEIMER NTRR63/2013 Solicitante: Des. Alyrio Ramos Desembargador da 8ª Câm. Cível - TJMG Número do processo:1.0145.12.066387-0/001 Réu: Estado de Minas e Município de Pirapora Data: 03/05/2013 Medicamento X Material

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência Gabarito da Prova realizada em 2/nov/2012 QUESTÃO 1 - Transtorno depressivo

Leia mais

HISTÓRIA HISTÓRIA DIAGNÓSTICO E CLASSIFICAÇÃO DOS TRANSTORNOS MENTAIS. Paradigma da alienação mental. Paradigma das doenças mentais

HISTÓRIA HISTÓRIA DIAGNÓSTICO E CLASSIFICAÇÃO DOS TRANSTORNOS MENTAIS. Paradigma da alienação mental. Paradigma das doenças mentais DIAGNÓSTICO E CLASSIFICAÇÃO DOS TRANSTORNOS MENTAIS Prof. José Reinaldo do Amaral Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Psicologia PSICOPATOLOGIA GERAL 2013 / 2 HISTÓRIA Paradigma da

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 325/2014 Síndrome de La Tourette

RESPOSTA RÁPIDA 325/2014 Síndrome de La Tourette RESPOSTA RÁPIDA 325/2014 Síndrome de La Tourette SOLICITANTE Drª Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito Comarca de Itapecerica NÚMERO DO PROCESSO 0335.14.1280-8 DATA 18/06/2014 SOLICITAÇÃO Solicito

Leia mais

Entenda tudo sobre a Síndrome do Intestino Irritável

Entenda tudo sobre a Síndrome do Intestino Irritável Entenda tudo sobre a Síndrome do Intestino Irritável Apesar de ainda não existir cura definitiva para esse problema de saúde crônico, uma diferenciação entre essa patologia e a sensibilidade ao glúten

Leia mais

Abordagem Psiquiátrica de casos Clínicos 2012.2 Marcus André Vieira Material preparado com auxílio de Cristiana Maranhão e Luisa Ferreira

Abordagem Psiquiátrica de casos Clínicos 2012.2 Marcus André Vieira Material preparado com auxílio de Cristiana Maranhão e Luisa Ferreira Abordagem Psiquiátrica de casos Clínicos 2012.2 Marcus André Vieira Material preparado com auxílio de Cristiana Maranhão e Luisa Ferreira Transtornos Afetivos Aspectos históricos Como traçar fronteiras

Leia mais

TEA Módulo 4 Aula 5. Tics e Síndrome de Tourette

TEA Módulo 4 Aula 5. Tics e Síndrome de Tourette TEA Módulo 4 Aula 5 Tics e Síndrome de Tourette Os tics são um distúrbio de movimento que ocorrem no início da infância e no período escolar. É definido pela presença crônica de múltiplos tics motores,

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 33

PROVA ESPECÍFICA Cargo 33 27 PROVA ESPECÍFICA Cargo 33 QUESTÃO 41 Kendler e colaboradores (1983), segundo Paulo Dalgalarrondo, propuseram uma série de dimensões da atividade delirante, que seriam indicadoras da gravidade do delírio.

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 100/2014

RESPOSTA RÁPIDA 100/2014 RESPOSTA RÁPIDA 100/2014 SOLICITANTE Dra. Juliana Mendes Pedrosa Juíza de Direito da Comarca de Itambacuri - MG NÚMERO DO PROCESSO 0327.14.000056-0 DATA 06/03/2014 Pois bem, versam os autos sobre o pedido

Leia mais

EDITAL Nº 42/2014 PROVA DE MÉDICO PSIQUIATRA

EDITAL Nº 42/2014 PROVA DE MÉDICO PSIQUIATRA SELEÇÃO PÚBLICA PARA A CONTRATAÇÃO POR TEMPO DETERMINADO DE PROFISSIONAIS DA ÁREA DE SAÚDE EDITAL Nº 42/2014 PROVA DE MÉDICO PSIQUIATRA PROVA OBJETIVA DATA: 31 DE AGOSTO DE 2014 DURAÇÃO: 03 horas INÍCIO:

Leia mais

Psicofarmacologia. Transtornos de Ansiedade. Transtornos de Ansiedade PSICOFARMACOLOGIA 15/05/2015

Psicofarmacologia. Transtornos de Ansiedade. Transtornos de Ansiedade PSICOFARMACOLOGIA 15/05/2015 Psicofarmacologia Prof. Herval de Lacerda Bonfante Departamento de Farmacologia PSICOFARMACOLOGIA Distúrbios Psiquiátricos - Tratamento : 1950 10 a 15% de prescrições - EUA Brasil prevalência de transtornos

Leia mais

Estados mistos e quadros de ciclagem rápida no transtorno bipolar Mixed States and Rapid Cycling in Bipolar Disorder

Estados mistos e quadros de ciclagem rápida no transtorno bipolar Mixed States and Rapid Cycling in Bipolar Disorder Artigo Original Estados mistos e quadros de ciclagem rápida no transtorno bipolar Mixed States and Rapid Cycling in Bipolar Disorder DORIS HUPFELD MORENO 1 RICARDO ALBERTO MORENO 2 Resumo Estados mistos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psicogeriatria. Gabarito da Prova realizada em 2/nov/2012

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psicogeriatria. Gabarito da Prova realizada em 2/nov/2012 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psicogeriatria Gabarito da Prova realizada em 2/nov/2012 QUESTÃO 1 Os diagnósticos mais prováveis são demência de

Leia mais

O transtorno bipolar caracteriza-se por variações do humor que

O transtorno bipolar caracteriza-se por variações do humor que 1 o que é transtorno BiPoLAr? quando fui diagnosticado com transtorno bipolar, isso significou que, agora, não apenas meus problemas de humor tinham nome, mas que eu podia fazer alguma coisa para mantê-los

Leia mais

Dra. Aline Valente Chaves

Dra. Aline Valente Chaves Material de distribuição exclusiva à classe médica CASOS CLÍNICOS COM O USO DE LAMOTRIGINA E COMBINAÇÃO ESTÁVEL DE VALPROATO DE SÓDIO E ÁCIDO VALPRÓICO NO TRANSTORNO BIPOLAR AVANÇOS CLÍNICOS E TERAPÊUTICOS

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade

RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade RESPOSTA RÁPIDA 122/2014 Informações sobre transtorno de ansiedade generalizada e distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade SOLICITANTE Dra. Renata Abranches Perdigão Juíza de Direito do JESP da

Leia mais

Informações gerais sobre o transtorno bipolar

Informações gerais sobre o transtorno bipolar Informações gerais sobre o transtorno bipolar 1 Este capítulo responde às seguintes questões: O que é transtorno bipolar? Esta seção define o transtorno, introduz suas possíveis causas e apresenta as quatro

Leia mais

PONTOS FUNDAMENTAIS QUE O MÉDICO DO TRABALHO PRECISA SABER SOBRE O TRABALHADOR COM TRANSTORNO MENTAL

PONTOS FUNDAMENTAIS QUE O MÉDICO DO TRABALHO PRECISA SABER SOBRE O TRABALHADOR COM TRANSTORNO MENTAL PONTOS FUNDAMENTAIS QUE O MÉDICO DO TRABALHO PRECISA SABER SOBRE O TRABALHADOR COM TRANSTORNO MENTAL Das Informações Éticas na Participação de Médicos em Seminários, Fóruns, Conferências, Congressos e

Leia mais

CARGO DE MÉDICO COM ESPECIALIDADE EM SAÚDE MENTAL

CARGO DE MÉDICO COM ESPECIALIDADE EM SAÚDE MENTAL Assinale a alternativa correta: Questão 01 A) A presença de interesses estereotipados e de empatia afetiva é característico do transtorno de personalidade esquizóide. B) Raramente o transtorno de personalidade

Leia mais

SAUDE MENTAL DA MULHER NOS CICLOS DE VIDA

SAUDE MENTAL DA MULHER NOS CICLOS DE VIDA SAUDE MENTAL DA MULHER NOS CICLOS DE VIDA ENCONTRO MULHER DE ATITUDE Campanha de Prevenção do Câncer Cérvico C Uterino Março o 2013 Maristela C Sousa - Médica Psiquiatra DVSAM/DACC/SAS/SESA Dados Epidemiológicos

Leia mais

DEPRESSÃO. O que você precisa saber. Fênix Associação Pró-Saúde Mental

DEPRESSÃO. O que você precisa saber. Fênix Associação Pró-Saúde Mental DEPRESSÃO O que você precisa saber Fênix Associação Pró-Saúde Mental Eu admito que preciso de ajuda, pois sozinho não consigo... (Grupo Fênix: Os 6 Passos para a Recuperação) a 1 Edição São Paulo 2010

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM ANA KARINA FRANZÉ DE OLIVEIRA EDNA CAMPOS BERNARDES LUCIANO BERTOLACCINI MARIA CLAUDIA TAMBELLINI REGINA FERREIRA DO

Leia mais

Assistência Farmacêutica na Depressão

Assistência Farmacêutica na Depressão Definição Assistência Farmacêutica na Depressão Grupo de atividades relacionadas com o medicamento, destinadas a apoiar as ações de saúde demandadas por uma comunidade, envolvendo o abastecimento de medicamentos

Leia mais

Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011)

Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011) Doença de Parkinson Resumo de diretriz NHG M98 (julho 2011) Draijer LW, Eizenga WH, Sluiter A traduzido do original em holandês por Luiz F.G. Comazzetto 2014 autorização para uso e divulgação sem fins

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO PRIMÁRIA DE SINTOMAS DO TRANSTORNO DEPRESSIVO MAIOR E A BUSCA POR PROFISSIONAIS ESPECIALIZADOS

IDENTIFICAÇÃO PRIMÁRIA DE SINTOMAS DO TRANSTORNO DEPRESSIVO MAIOR E A BUSCA POR PROFISSIONAIS ESPECIALIZADOS IDENTIFICAÇÃO PRIMÁRIA DE SINTOMAS DO TRANSTORNO DEPRESSIVO MAIOR E A BUSCA POR PROFISSIONAIS ESPECIALIZADOS Cayla Aparecida de Sousa 1 ; Cícero Marcelo Félix Junior 1 ; Sandra Cristina Catelan- Mainardes

Leia mais

Doença Bipolar e Gravidez. Índice

Doença Bipolar e Gravidez. Índice Doença Bipolar e Gravidez Índice Introdução... 3 Questões prévias à Gravidez... 4 Aspectos Gerais... 4 Planeamento Familiar... 4 Medicação... 5 Estabilizadores do Humor... 5 Outros medicamentos Psiquiátricos...

Leia mais

O uso de benzodiazepínicos em idosos

O uso de benzodiazepínicos em idosos O uso de benzodiazepínicos em idosos Rafael C Freire Doutor em psiquiatria Laboratório do Pânico e Respiração IPUB UFRJ INCT Translacional em Medicina Declaração de conflito de interesse Emprego Financiamento

Leia mais

Diretrizes da OMS para diagnóstico de Dependência

Diretrizes da OMS para diagnóstico de Dependência Diretrizes da OMS para diagnóstico de Dependência 1 - Forte desejo ou compulsão para usar a substância. 2 - Dificuldade em controlar o consumo da substância, em termos de início, término e quantidade.

Leia mais

Todos sabemos a importância de uma boa noite de sono. O que nem todos sabem é que alternância entre o dormir e estar acordado resulta da ação

Todos sabemos a importância de uma boa noite de sono. O que nem todos sabem é que alternância entre o dormir e estar acordado resulta da ação QUÍMICA DO SONO Todos sabemos a importância de uma boa noite de sono. O que nem todos sabem é que alternância entre o dormir e estar acordado resulta da ação combinada de diversas substâncias químicas

Leia mais

Uso de inibidores seletivos de captação de serotonina (ISCS) e de noradrenalina e ISCN e (antidepressivos de modo geral)

Uso de inibidores seletivos de captação de serotonina (ISCS) e de noradrenalina e ISCN e (antidepressivos de modo geral) Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 5- Psicofármacos e Ansiedade Ansiedade Estado desagradável de tensão, apreensão, inquietação ; Um medo às vezes de origem desconhecida; Sintomas

Leia mais

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União

Ministério da Saúde Consultoria Jurídica/Advocacia Geral da União Nota Brasília, Técnica maio N de 38 2012. /2012 Princípio Nomes Comerciais1 Ativo: metilfenidato. Sumário e de Referência: Ritalina, Ritalina LA e Concerta 1. 2. que é o metilfenidato? 3. ANVISA? Para

Leia mais

Diretrizes Assistenciais. Medicina Psicossomática e Psiquiatria

Diretrizes Assistenciais. Medicina Psicossomática e Psiquiatria Diretrizes Assistenciais Medicina Psicossomática e Psiquiatria Versão eletrônica atualizada em fev/2012 TRATAMENTO DE TABAGISMO Indicação: Pacientes tabagistas atendidos na SBIBAE Contraindicação: Não

Leia mais

Maconha. Alessandro Alves. Conhecendo a planta

Maconha. Alessandro Alves. Conhecendo a planta Maconha Alessandro Alves Entenda bem. A maconha é a droga ilícita mais utilizada no mundo. Está entre as plantas mais antigas cultivadas pelo homem. Na China seus grãos são utilizados como alimento e no

Leia mais

TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR: ASPECTOS CONCEITUAIS E A ATUAÇÃO DA ENFERMAGEM

TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR: ASPECTOS CONCEITUAIS E A ATUAÇÃO DA ENFERMAGEM TRANSTORNO AFETIVO BIPOLAR: ASPECTOS CONCEITUAIS E A ATUAÇÃO DA ENFERMAGEM Autor: Maria Alaide Ferreira Orientador: Maryldes Lucena Bezerra de Oliveira Coautor(es): Kelle de Lima Rodrigues, Gleyciane leandro

Leia mais

Os Remédios para Emagrecer são quase todos à base de Anfetaminas,

Os Remédios para Emagrecer são quase todos à base de Anfetaminas, 8 Remédios para Emagrecer Evandro Murer Especialista em Teorias e Métodos de Pesquisa em Educação Física, Esportes e Lazer na UNICAMP Os Remédios para Emagrecer são quase todos à base de Anfetaminas, que

Leia mais

HISTÓRICO HISTÓRICO. HIPÓCRATES, 460 357 ac. ARETEO, 50 130 dc BAILLARGER, 1854 FALRET, 1854 KRAEPELIN, 1899 LEONHARD ANGST-PERRIS, 1966 DSM-III, 1980

HISTÓRICO HISTÓRICO. HIPÓCRATES, 460 357 ac. ARETEO, 50 130 dc BAILLARGER, 1854 FALRET, 1854 KRAEPELIN, 1899 LEONHARD ANGST-PERRIS, 1966 DSM-III, 1980 Prof. José Reinaldo do Amaral Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Psicologia PSICOPATOLOGIA CLÍNICA 2013 / 2 HISTÓRICO HIPÓCRATES, 460 357 ac MANIA loucura alegre, agitada e pitoresca

Leia mais

Depressão e Espiritualidade. Roberto Lúcio Vieira de Souza Médico Psiquiatra Diretor Técnico do Hospital Espírita André Luiz (BH)

Depressão e Espiritualidade. Roberto Lúcio Vieira de Souza Médico Psiquiatra Diretor Técnico do Hospital Espírita André Luiz (BH) Depressão e Espiritualidade Roberto Lúcio Vieira de Souza Médico Psiquiatra Diretor Técnico do Hospital Espírita André Luiz (BH) Conceitos Tristeza emoção natural. Resposta à frustração, decepção ou fracasso.

Leia mais

Sensações intensas de melancolia, desesperança, desespero; Incapacidade de sentir prazer em atividades usuais;

Sensações intensas de melancolia, desesperança, desespero; Incapacidade de sentir prazer em atividades usuais; Curso - Psicologia Disciplina: Psicofarmacologia Resumo Aula 4- Depressão Maior e Distimia Sintomas da Depressão Sensações intensas de melancolia, desesperança, desespero; Incapacidade de sentir prazer

Leia mais

Ansiedade Resumo de diretriz NHG M62 (fevereiro 2012)

Ansiedade Resumo de diretriz NHG M62 (fevereiro 2012) Ansiedade Resumo de diretriz NHG M62 (fevereiro 2012) Lieke Hassink-Franke, Berend Terluin, Florien van Heest, Jan Hekman, Harm van Marwijk, Mariëlle van Avendonk traduzido do original em holandês por

Leia mais

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PSIQUIATRIA 21. Quatro pacientes diferentes foram atendidos no ambulatório, apresentando na consulta um conjunto de características colhidas durante o histórico feito

Leia mais

Aperfeiçoamento em Técnicas para Fiscalização do uso de Álcool e outras Drogas no Trânsito Brasileiro

Aperfeiçoamento em Técnicas para Fiscalização do uso de Álcool e outras Drogas no Trânsito Brasileiro Aperfeiçoamento em Técnicas para Fiscalização do uso de Álcool e outras Drogas no Trânsito Brasileiro Doenças, Sono e Trânsito ObjeBvos Relacionar sintomas de doenças e efeitos de medicamentos com o perigo

Leia mais

DEPRESSÃO NO ÂMBITO DA. Felicialle Pereira da Silva Nov. 2015

DEPRESSÃO NO ÂMBITO DA. Felicialle Pereira da Silva Nov. 2015 DEPRESSÃO NO ÂMBITO DA SEGURANÇA PÚBLICA Felicialle Pereira da Silva Nov. 2015 Ser humano x Humor VARIAÇÕES : SIM( X) NÃO( ) EXTREMOS: SIM( ) NÃO( X) CONTROLE Sensações normais Saúde mental x doença mental

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 330/2014. Beum (tiamina), Tegretol (carbamazepina), Prebictal (pregabalina)

RESPOSTA RÁPIDA 330/2014. Beum (tiamina), Tegretol (carbamazepina), Prebictal (pregabalina) 22/06/2014 RESPOSTA RÁPIDA 330/2014 Beum (tiamina), Tegretol (carbamazepina), Prebictal (pregabalina) SOLICITANTE :Dra. Herilene de Oliveira Andrade Juíza de Direito de Itapecerica - MG NÚMERO DO PROCESSO:

Leia mais

Comorbidades: Transtorno de AnsiedadeeDependênciaQuímica

Comorbidades: Transtorno de AnsiedadeeDependênciaQuímica XXII Curso de Inverno em Atualização em Dependência Química do Hospital Mãe de Deus Comorbidades: Transtorno de AnsiedadeeDependênciaQuímica Ana Paula Pacheco Psicóloga da Unidade de Dependência Química

Leia mais

Farmacologia clínica do Sistema Nervoso central: Antipsicóticos e Lítio

Farmacologia clínica do Sistema Nervoso central: Antipsicóticos e Lítio Farmacologia clínica do Sistema Nervoso central: Antipsicóticos e Lítio Prof. Dr. Gildomar Lima Valasques Junior Farmacêutico Clínico-Industrial Doutor em Biotecnologia Jequié 2015 Antipsicótico ou neuroléptico

Leia mais

Dependência Química - Classificação e Diagnóstico -

Dependência Química - Classificação e Diagnóstico - Dependência Química - Classificação e Diagnóstico - Alessandro Alves Toda vez que se pretende classificar algo, deve-se ter em mente que o que se vai fazer é procurar reduzir um fenômeno complexo que em

Leia mais

TEMA: Topiramato, Olanzapina, Daforin, Rivotril em paciente com depressão grave.

TEMA: Topiramato, Olanzapina, Daforin, Rivotril em paciente com depressão grave. NOTA TÉCNICA 65/2013 Solicitante Alyrio Ramos Desembargador da 8ª Câmara Cível TJMG RÉU: ESTADO DE MINAS GERAIS E MUNICÍPIO DE ITAPECERICA Data: 05/05/2013 Medicamento x Material Procedimento Cobertura

Leia mais

Modelo de Atenção às Condições Crônicas. Seminário II. Laboratório de Atenção às Condições Crônicas. O caso da depressão. Gustavo Pradi Adam

Modelo de Atenção às Condições Crônicas. Seminário II. Laboratório de Atenção às Condições Crônicas. O caso da depressão. Gustavo Pradi Adam Modelo de Atenção às Condições Crônicas Seminário II Laboratório de Atenção às Condições Crônicas O caso da depressão Gustavo Pradi Adam Caso clínico Sempre te Vi, Nunca te Amei Sra. X, 43 anos, sexo feminino,

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 54/2014 Informações sobre Carbolitium, Olanzapina e Escitalopran

RESPOSTA RÁPIDA 54/2014 Informações sobre Carbolitium, Olanzapina e Escitalopran RESPOSTA RÁPIDA 54/2014 Informações sobre Carbolitium, Olanzapina e Escitalopran SOLICITANTE Dra. Renata Perdigão Juíza de Direito Comarca de Cristais NÚMERO DO PROCESSO Nº 112.13.002863-7 DATA 07/02/2014

Leia mais

Orientações a respeito do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade

Orientações a respeito do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade Orientações a respeito do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade Nathália Fernandes Andreza Aparecida Polia Ranielí Gonçalves de Souza Halessandra Medeiros O Transtorno do Déficit de Atenção

Leia mais

O USO DO LÍTIO NO TRANSTORNO BIPOLAR DO HUMOR. Programa de prevenção de recaídas do transtorno bipolar do humor

O USO DO LÍTIO NO TRANSTORNO BIPOLAR DO HUMOR. Programa de prevenção de recaídas do transtorno bipolar do humor O USO DO LÍTIO NO TRANSTORNO BIPOLAR DO HUMOR Programa de prevenção de recaídas do transtorno bipolar do humor Autores: Ricardo A. Moreno Ana Taveira Frederico Navas Demetrio Colaboradores: Doris Hupfeld

Leia mais

INTRODUÇÃO. A doença de Parkinson (DP) é uma enfermidade neurodegenerativa de causa desconhecida, com grande prevalência na população idosa.

INTRODUÇÃO. A doença de Parkinson (DP) é uma enfermidade neurodegenerativa de causa desconhecida, com grande prevalência na população idosa. DOENÇA DE PARKINSON INTRODUÇÃO A doença de Parkinson (DP) é uma enfermidade neurodegenerativa de causa desconhecida, com grande prevalência na população idosa. Acomete homens e mulheres de diferentes etnias

Leia mais

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta.

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. 1 Prezado(a) candidato(a): Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. Nº de Inscrição Nome PROVA ESPECÍFICA

Leia mais

Prevenção em saúde mental

Prevenção em saúde mental Prevenção em saúde mental Treinar lideranças comunitárias e equipes de saúde para prevenir, identificar e encaminhar problemas relacionados à saúde mental. Essa é a característica principal do projeto

Leia mais

A Psiquiatria e seu olhar Marcus André Vieira Material preparado com auxílio de Cristiana Maranhão e Luisa Ferreira

A Psiquiatria e seu olhar Marcus André Vieira Material preparado com auxílio de Cristiana Maranhão e Luisa Ferreira A Psiquiatria e seu olhar Marcus André Vieira Material preparado com auxílio de Cristiana Maranhão e Luisa Ferreira Revisão Continente Psiquiátrico Neurótico (Patologia da experiência ) (TOC Transtorno

Leia mais

Geodon cloridrato de ziprasidona monoidratado

Geodon cloridrato de ziprasidona monoidratado I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Geodon cloridrato de ziprasidona monoidratado Nome comercial: Geodon Nome genérico: cloridrato de ziprasidona monoidratado APRESENTAÇÕES: Geodon, cápsulas de 40 mg ou 80

Leia mais

(A) distúrbios endócrinos que resultam na produção de prolactina (ginecomastia, lactação e mamas doloridas);

(A) distúrbios endócrinos que resultam na produção de prolactina (ginecomastia, lactação e mamas doloridas); 1- Os neurolépticos são fármacos antipsicóticos usados normalmente nas alterações psiquiátricas. Devem ser administrados sob a supervisão e o acompanhamento da enfermagem uma vez que apresentam importantes

Leia mais

Depressão diagnóstico e tratamento. Autor: Dr Adriano Simões Coelho Adaptação: Dr Alexandre de Araújo Pereira

Depressão diagnóstico e tratamento. Autor: Dr Adriano Simões Coelho Adaptação: Dr Alexandre de Araújo Pereira Depressão diagnóstico e tratamento Autor: Dr Adriano Simões Coelho Adaptação: Dr Alexandre de Araújo Pereira Depressão maior 1 Sintomas principais: - Humor deprimido + Anedonia + Fadiga ou perda de energia;

Leia mais

Abordagens Integrativas e Planos Terapêuticos

Abordagens Integrativas e Planos Terapêuticos 1 Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Estudos e Pesquisas sobre Álcool e outras Drogas Centro Regional de Referência sobre Drogas do Espírito

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 85/2013 Informações sobre Fluvoxamina e Alprazolan

RESPOSTA RÁPIDA 85/2013 Informações sobre Fluvoxamina e Alprazolan RESPOSTA RÁPIDA 85/2013 Informações sobre Fluvoxamina e Alprazolan SOLICITANTE Dra Maria Augusta Balbinot Juíza do JESP de São João Del Rei - MG NÚMERO DO PROCESSO nº 0625.13.004802-2 (numeração única

Leia mais