Sistema de Contabilidade Empresa Administradora de Fundos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistema de Contabilidade Empresa Administradora de Fundos"

Transcrição

1 Sistema de Contabilidade Empresa Administradora de Fundos 29/03/2013

2 Sumário 1. Objetivo Configurações Módulo Parâmetros Cadastro de Administradora de Fundos (ver Fluxo) Cadastro de Endereços (ver Fluxo) Cadastro dos Fundos (ver Fluxo) Cadastro Tipo de Plano Contábil (ver Fluxo) Cadastro de Históricos Contábeis (ver Fluxo) Cadastro de Centro de Custo (ver Fluxo) Módulo Contabilidade Abrangência de Acesso (ver Fluxo) Configuração da Administradora de Fundos (ver Fluxo) Configuração de Variáveis Cadastro de Centro Contábil (ver Fluxo) Cadastro de Contas (ver Fluxo) Importação do Plano de Contas (ver Fluxo) Cadastro de eventos (ver Fluxo) Configuração de Eventos (ver Fluxo) Complemento Gerencial Lançamentos Contábeis Lançamentos Manuais (ver Fluxo) Criação de lote Lançamento Lançamentos Automatizados Cadastro de Interface (ver Fluxo) Banco de Dados Integração Associação entre Interface e Layout Integração de Interface (ver Fluxo) Encerramento do Dia (ver Fluxo) Reabertura do Dia (ver Fluxo) Apuração de Resultados (ver Fluxo) Documentos (ver Fluxo) Edição de Documentos Relatórios (ver Fluxo) Fluxos Entendendo os Fluxos Módulo Parâmetros Cadastro da Administradora de Fundos (ver descrição do processo) Cadastro de Endereço (ver descrição do processo) Cadastro dos Fundos (ver descrição do processo) Cadastro do Tipo de Plano Contábil (ver descrição do processo) Cadastro Histórico Contábil (ver descrição do processo) Cadastro Centro de Custo (ver descrição do processo) Versão 1.0

3 3.3. Módulo Contabilidade Abrangência de Acesso (Ver descrição do Processo) Configuração da Administradora de Fundos (ver descrição do processo) Cadastro de Centro Contábil (ver descrição do processo) Cadastro de Contas (ver descrição do processo) Importação Plano de Contas (ver descrição do processo) Cadastro de Eventos (ver descrição do processo) Configuração de Eventos (ver descrição do processo) Lançamentos Manuais (ver descrição do processo) Cadastro de Interface (ver descrição do processo) Associação entre Interface e Layout Integração de Interface (Lançamentos Automatizados) (ver descrição do processo) Encerramento do Dia (ver descrição do processo) Reabertura do Dia (ver descrição do processo) Apuração de Resultados (ver descrição do processo) Documentos (ver descrição do processo) Relatórios (ver descrição do processo) Versão 1.0 3

4 1. Objetivo Este manual visa o entendimento das funcionalidades do sistema de Contabilidade TOTVS Core Banking, para usuários que desejem contabilizar operações de empresa Administradora de Fundos de Investimento. Algumas das funcionalidades descritas não são de uso exclusivo de empresa Administradora de Fundos, podendo ser utilizadas por outros tipos de empresa. Para que o cliente utilize o sistema de Contabilidade TOTVS Core Banking, é necessário que o mesmo realize configurações nos módulos Parâmetros, Segurança e Contabilidade. Neste documento serão descritas as configurações no módulo Parâmetros e Contabilidade. Para maiores informações sobre as configurações do módulo de Segurança, consulte o manual do sistema de Segurança. Por não tratar-se de um manual técnico, o mesmo descreve as funcionalidades e os principais campos das telas, de modo a permitir um melhor entendimento por parte dos usuários. 2. Configurações 2.1. Módulo Parâmetros Cadastro de Administradora de Fundos (ver Fluxo) O primeiro passo no módulo Parâmetros é o cadastro de Empresa. Para realizar este cadastro, acessar o módulo Parâmetros >> Tabelas Organizacionais >> aba Empresas. No caso da empresa ser uma Administradora de Fundos de Investimento, deverá ser cadastrada uma empresa como sendo a principal (a Administradora dos Fundos), que centralizará todas as unidades (os Fundos). 4 Versão 1.0

5 Tela 1 Tabelas Organizacionais >> Empresas Campos de preenchimento importante/obrigatório: Empresa Número de até quatro dígitos que identifica a empresa em todos os sistemas TOTVS Core Banking. Este número é único, e é utilizado em todos os sistemas TOTVS Core Banking. Nome, Sigla, Nome Completo, CNPJ da Empresa Dados informativos que aparecerão nas telas dos sistemas, relatórios e arquivos gerados nos sistemas. Tipo de Atividade Selecionar a opção Fundos de Investimento Cadastro de Endereços (ver Fluxo) Após o cadastramento da empresa Administradora dos Fundos, cadastrar o endereço da empresa e das unidades (filiais), que serão cadastradas posteriormente. Para realizar o cadastro, acessar o módulo Parâmetros >> Tabelas Organizacionais >> aba Localizações. É necessário que seja cadastrado 1(um) endereço para cada unidade que será cadastrada. Versão 1.0 5

6 Tela 2 Tabelas Organizacionais >> Localizações Campos de preenchimento importante/obrigatório: Local Preencher com o número que será da unidade (normalmente um número sequencial) e uma descrição do endereço. CEP, Cidade, Endereço, Número, Complemento e Bairro Preencher os campos conforme o endereço da unidade. Obs.: Sempre que o nome do campo estiver grifado em azul ( abrir tela de consulta do campo. ), pode-se clicar duas vezes no campo de preenchimento, para Cadastro dos Fundos (ver Fluxo) Após o cadastramento dos endereços, devem ser cadastrados os Fundos administrados pela Empresa Centralizadora. Deve ser cadastrada uma unidade para cada empresa de Fundos, todas ligadas a empesa principal previamente cadastrada. Acessar o módulo Parâmetros >> Tabelas Organizacionais >> aba Unidades. 6 Versão 1.0

7 Tela 3 Tabelas Organizacionais >> Unidades Campos de preenchimento importante/obrigatório: Empresa Selecionar a empresa Administradora dos Fundos, previamente cadastrada. Unidade Informar um número de até 4 (quatro) dígitos que identifique a unidade. A partir do código da unidade, será carregado o campo Localização, considerando o cadastro de endereços realizado anteriormente. Sigla Preencher com uma sigla para identificar o Fundo. Campo apenas informativo. CNPJ CPNJ do Fundo de Investimento. IMPORTANTE: O campo CNPJ irá carregar automaticamente o CNPJ raiz da Empresa, podendo ser alterado apenas o restante do CNPJ. Já está prevista alteração no sistema para que seja possível a digitação do CNPJ completo para unidade, quando a empresa estiver configurada com o tipo de atividade Fundos de Investimento. Entretanto, até que seja realizada alteração no sistema, para o cadastramento correto dos CNPJs dos Fundos de Investimento, será necessária a execução de comando de atualização de tabela no banco de dados. Seguem abaixo os passos a serem executados: Passo 1 Cadastrar a unidade no módulo Parâmetros. Passo 2 Conectar na base de dados do módulo Parâmetros; o usuário deverá ter permissão de atualização nas tabelas. Passo 3 Executar o comando abaixo, alterando os campos que estão em itálico e grifados em azul: update t400unop set nr_cgc_und='[cnpj do Fundo de Investimento]' where (cd_emp=[código da Empresa]) and (cd_und_fis=[código da Unidade]); Passo 4 Executar o comando para gravar as alterações na base de dados: commit; Versão 1.0 7

8 Cadastro Tipo de Plano Contábil (ver Fluxo) O próximo passo após o cadastro da empresa e das unidades é o cadastramento do tipo de plano contábil. Para realizar o cadastro, será criada uma nova carteira no sistema. Acessar o módulo Parâmetros >> Ferramentas >> Configuração >> aba Carteira. Tela 4 Ferramentas >> Configuração Global >> Carteira Campos de preenchimento importante/obrigatório: Empresa Selecionar a empresa Administradora dos Fundos. Módulo Selecionar o módulo Contabilidade. Carteira/Plano Informar FI Descrição Informar Fiscal. Situação Marcar a opção Ativo Cadastro de Históricos Contábeis (ver Fluxo) Para realizar lançamentos no módulo de Contabilidade, precisam ser cadastrados os históricos contábeis, que são textos que identificam os lançamentos. Para cadastrar os históricos contábeis, acessar o módulo Parâmetros >> Tabelas de Contabilização >> aba Históricos Contábeis. 8 Versão 1.0

9 Tela 5 Tabelas de Contabilização >> Históricos Contábeis Campos de preenchimento importante/obrigatório: Histórico Número que identifique o histórico contábil. Descrição Descrição do histórico para identificação do lançamento Cadastro de Centro de Custo (ver Fluxo) Durante a realização de um lançamento, também existe a possibilidade de associá-lo a um Centro de Custo (ver item Lançamentos Manuais), sendo que o Centro de Custo deverá estar previamente cadastrado. O Centro de Custo também poderá ser associado diretamente ao evento (ver item Descrição do Evento). Para cadastrar Centro de Custo, acessar o módulo Parâmetros >> Tabelas Organizacionais >> aba Centro Resp. Versão 1.0 9

10 Tela 6 Tabelas Organizacionais >> Centro de Custo Campos de preenchimento importante/obrigatório: Código Código que identifique o Centro de Custo. Este campo será informado nos lançamentos ou na descrição do evento. Lançavel Marcar esta opção. Significa que o Centro de Custo poderá receber lançamentos. Descrição Descrição que identifique o Centro de Custo. Abreviatura Abreviatura para identificação do Centro de Custo. Efetiv. Inicial Informar a data de início do Centro de Custo. Os procedimentos acima descrevem o cadastro básico das informações no módulo Parâmetros para que seja possível a configuração e, posteriormente, a utilização do módulo de Contabilidade. O usuário do sistema Parâmetros poderá preencher os demais campos nas telas exibidas que não foram descritos neste documento, conforme as informações que são de seu conhecimento. 10 Versão 1.0

11 2.2. Módulo Contabilidade No módulo de Contabilidade, assim como os demais módulos (com exceção dos módulos Segurança e Parâmetros), sempre que o usuário conectar no sistema, será exibida a tela de Abrangência de Acesso. Os dados informados nessa tela são utilizados em todas as operações realizadas no sistema, considerando a chave empresa/unidade/plano. A qualquer momento poderá ser alterada a abrangência do sistema, clicando no menu Abrangência Abrangência de Acesso (ver Fluxo) Tela 7 Abrangência do Sistema Campos de preenchimento importante/obrigatório: Empresa Selecionar a Administradora de Fundos cadastrada no módulo Parâmetros. Unidade Selecionar o Fundo onde serão realizados lançamentos. Plano Selecionar o plano FI Fiscal. Após informar a abrangência de acesso do sistema, caso ainda não esteja configurado o plano de contas, o sistema exibirá a mensagem abaixo: Versão

12 Tela 8 Mensagem de Configuração do Plano Após a realização das configurações da Administradora de Fundos, o sistema não exibirá mais a mensagem acima Configuração da Administradora de Fundos (ver Fluxo) No módulo de Contabilidade, a primeira configuração realizada é a configuração da Administradora de Fundos, que inclui a configuração do plano contábil, que determinará os procedimentos internos do sistema. Para realizar a configuração, acessar o módulo de Contabilidade >> Configurações Empresa >> aba Empresa. IMPORTANTE: As informações configuradas no grupo de dados Código Estruturado, e no grupo Plano Básico, não permitem posteriores alterações. Tela 9 Configurações Empresa >> Empresa Campos de preenchimento importante/obrigatório: Identificação Informar Sem vinculação com Plano Base. 12 Versão 1.0

13 Grupo de Dados Código Estruturado Podem ser configurados até 10 (dez) níveis, contendo até 24 (vinte e quatro) dígitos, sendo que os 5 (cinco) primeiros níveis são estrutura COSIF/COFI. Somente a partir do nível 6 (seis) é possível a configuração alfanumérica. Grupo de dados Código Reduzido: Configurar este grupo de dados somente se desejar utilizar código reduzido nas contas analíticas. Forma Informar a opção Grupo : o código reduzido será gerado pelo sistema. Parâmetro de definição de processo de atribuição do código reduzido para a conta e critério de formação do código. Nível Informar o nível a partir do qual será calculado o código reduzido. Informar níveis analíticos, ou seja, informar a partir do nível 6. Dígitos Quantidade de dígitos que compõem o código reduzido. D.V. Cálculo utilizado para identificar o dígito verificador. Grupo de dados Dados Globais: Diretório BACEN Informar o diretório do sistema onde serão os arquivos para remessa ao BACEN/CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Período Contábil Prazo de competência dos movimentos para fins de balancete. Informar Diário. DV Código Estrutural Informar Módulo 07 para COSIF ou COFI. Processa lotes em aberto - Indica se o sistema deverá ou não processar lotes em que o total dos débitos seja diferente do total dos créditos, quando indicado processa lotes em aberto. Não marcar este campo. Empresa Centralizadora de Fundos Marcar este campo. Indica que a Empresa é uma Administradora de Fundos e será possível realizar a Apuração de Resultados de forma única Configuração de Variáveis As variáveis internas são controles de informações utilizadas pelo sistema contábil. Para configurar as variáveis, acessar o módulo de Contabilidade >> Configurações Empresa>> aba Empresa >> botão Variáveis. É obrigatória a configuração da variável DIRLOG, informando no campo valor o mesmo diretório informado no campo Diretório BACEN da tela de configuração da Administradora de Fundos. Tela 10 Configurações Empresa >> Empresa >> Variáveis Versão

14 Cadastro de Centro Contábil (ver Fluxo) Outra configuração necessária é a criação dos Centros Contábeis. Para realizar o cadastro, acessar o módulo de Contabilidade >> Configurações Empresa >> aba Centro Contábil. Para cada Fundo cadastrado, é necessária criação de 1 (um) Centro Contábil. Tela 11 Configurações Empresa >> Centro Contábil Campos de preenchimento importante/obrigatório: Unidade Selecionar o Fundo para o qual será criado o Centro Contábil. Data Abertura Data de início das atividades do centro contábil. Grupo de Dados Último Balancete: Dia Fechado Data do último dia fechado no sistema. Campo apenas informativo, considerando o encerramento realizado pelo usuário em Balancetes >> aba Encerramento. Mês Fechado Data do último mês fechado no sistema. Campo apenas informativo, considerando o encerramento realizado pelo usuário em Balancetes >> aba Encerramento Cadastro de Contas (ver Fluxo) Realizadas as configurações da Administradora de Fundos e dos centros contábeis, deve-se configurar o plano contábil da empresa. Para realizar o cadastramento das contas, acessar o módulo de Contabilidade >> Planos >> aba Contas. 14 Versão 1.0

15 Tela 12 Planos >> Contas Campos de preenchimento importante/obrigatório: Conta Número da conta estruturada, considerando a estrutura do plano, nível hierárquico e funções do mesmo. DV Dígito verificador gerado pelo sistema, conforme configuração realizada em Configurações Empresa>> aba Empresa (ver item Configuração da Administradora de Fundos). Nível Grau hierárquico da conta, atribuído pelo sistema, conforme o número da conta informado. Reduzido Código reduzido da conta estruturada, conforme configuração realizada em Configurações Empresa>> aba Empresa (ver item Configuração da Administradora de Fundos). Este campo aparecerá preenchido somente nos níveis analíticos. Descrição Descrição da finalidade e conteúdo da conta. Até o nível 5 (cinco), assumir a descrição COSIF/COFI. Grupo de Dados Atributos: Classe Indica o grupo da conta (Ativo ou Passivo). Tipo Tipo da conta: Analítica (recebe lançamentos) ou Totalizadora (acumula valores). Natureza Indica se a conta é de natureza credora (passiva ou retificadora do ativo) ou devedora (ativa ou retificadora do passivo). Categoria COSIF Indica o critério de liquidez da conta, conforme especificação BACEN/CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Finalidade da Conta Selecionar a opção Movimento Normal : recebe os lançamentos originados pelos fatos e atos da atividade da empresa. Classificação CMI Selecionar a opção Monetária. Exclusiva de movimentos automáticos Não marcar esta opção. Parâmetro indicativo se a conta recebe lançamentos exclusivamente por interfaces ou se recebe lançamentos manuais ou ambos. Abrangência Selecionar a opção Todas as Unidade : todas as unidades podem realizar lançamentos na conta. Versão

16 Período de Validade Período inicial e final em que a conta está habilitada para receber lançamentos, ou seja, período em que está ativa no plano de contas. Se a conta está ativa no plano de contas, o período final deverá ser 00/00/0000. Quantidade de dias para Retroação Prazo em dias para acatamento de lançamentos retroativos, pelos centros contábeis, para a conta. Centro Custo Indica se o centro de custo será exigido, ou não, quando realizado um lançamento na conta. Para que este campo seja configurado, é necessário que o centro de custo esteja cadastrado no módulo Parâmetros >> Tabelas Organizacionais >> aba Centro Resp. (ver item Cadastro de Centro de Custo) Importação do Plano de Contas (ver Fluxo) Para facilitar a configuração do plano de contas, existe a possibilidade de importação do plano, a partir de um arquivo. O arquivo de importação deve conter os campos Código da Conta (sem pontos e sem o dígito verificador), Descrição da Conta e Atributo, que identifica o tipo de Instituição (ver Tabela 1). Os campos devem estar separados por Tab. Exemplo das linhas do arquivo: REALIZÁVEL O DISPONIBILIDADES O Atributo U B D K I F J A C T S W E R O L M N H P Z Tipo de Instituição Bancos Múltiplos Bancos Comerciais e Bancos de Câmbio Bancos de Desenvolvimento Agências de Fomento ou de Desenvolvimento Bancos de Investimento Sociedades de Crédito, Financiamento e Investimento Sociedades de Crédito ao Microempreendedor Sociedades de Arrendamento Mercantil Sociedades Corretoras de Títulos e Valores Mobiliários e Câmbio Sociedades Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários Sociedades de Crédito Imobiliário e Associações de Poupança Empréstimo Companhias Hipotecárias Caixas Econômicas Cooperativas de Crédito Fundos de Investimento Banco do Brasil S.A. Caixa Econômica Federal Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social Administradoras de Consórcios Grupos de Consórcio Empresas em Liquidação Extrajudicial Tabela 1 Atributo do Tipo de Instituição Para importar o plano, acessar o módulo de Contabilidade >> Planos >> Contas >> botão Importar. 16 Versão 1.0

17 Tela 13 Planos >> Contas >> Importação de Planos Contábeis Campos de preenchimento importante/obrigatório: Atributo Informar Fundo de Investimento O. Diretório Informar o caminho do diretório onde está o arquivo que será importado. Início Informar a data inicial de validade das contas que serão importadas. Essa data é validada quando são realizados lançamentos, não podendo ser realizados lançamentos na conta, cuja data do lançamento seja menor do que a data inicial da conta. Dígito verificador não incluído no arquivo Marcar esta opção, pois conforme a configuração realizada (ver item Configuração da Administradora de Fundos), o sistema irá calcular o dígito. IMPORTANTE: Após clicar no botão Importar da tela de Importação de Planos Contábeis, os dados serão exibidos na tela de cadastro de Contas. Para a importação do plano, é necessário clicar no botão Salvar. Caso contrário, os dados não serão salvos na base de dados Cadastro de eventos (ver Fluxo) Após o cadastramento das contas, para realizar lançamentos ou importação de interfaces, é necessário antes cadastrar o(s) evento(s) contábil (eis). Para realizar o cadastro, acessar o módulo de Contabilidade >> Configurações Empresa >> aba Eventos. Os eventos são parâmetros de configuração de um conjunto de lançamentos pré-definidos a serem digitados ou gerados por importação, na contabilização de um tipo de operação, definindo competências, restrições e autorizações na aceitação e geração dos lançamentos do evento. Os eventos são associados aos lotes. Versão

18 Tela 14 Configurações Empresa >> Eventos Campos de preenchimento importante/obrigatório: Sigla Sigla que identifica o evento. Descrição Descrição do evento. Perfil 1ª Assinatura Utilizado apenas por Cooperativas de Crédito. Não configurar o campo. Perfil 2ª Assinatura Configuração opcional. Substitui o campo (Perfil Autorizador) para ser utilizado pela Administradora de Fundos, onde esta deve autorizar o lançamento para sensibilizar o Balancete. Sempre que um lançamento for originado por um Fundo, a Administradora deverá fazer a 2ª Assinatura. Os perfis exibidos neste campo são os perfis de acesso definidos no módulo Segurança. Código Conta Determina se será utilizado o código da conta estruturado ou reduzido. Para utilizar o código reduzido, deverá estar configurado na Administradora o cálculo do dígito reduzido para as contas (ver item Configuração da Administradora de Fundos). Ativo Marcar esta opção Configuração de Eventos (ver Fluxo) Depois da criação dos eventos, é preciso realizar a configuração dos mesmos. Para configurar eventos, acessar o módulo de Contabilidade >> Configurações Empresa >> aba Descrição de Eventos. Esta configuração é a definição da sequência dos lançamentos, dos dados exigidos em cada lançamento, do fechamento dos lotes e da origem e forma de alimentação dos diversos tipos de dados necessários a cada lançamento. 18 Versão 1.0

19 Tela 15 Configurações Empresa >> Descrição de Eventos Campos de preenchimento importante/obrigatório: Evento Selecionar o evento que será configurado, cadastrado anteriormente (ver item Cadastro de eventos). Grupo de dados Componentes: Componente Número sequencial atribuído pelo sistema para identificação do número do lançamento configurado no evento. Contrap. Identifica qual lançamento é o lançamento de contrapartida da conta no evento. Retorno Indica para qual lançamento, o sistema retornará após a realização do lançamento atual. O primeiro componente configurado não terá retorno. Somatório Lote Indica se o valor total do fechamento do lote é informado, apenas por total de débitos ou por total de créditos, ou pela soma dos dois (Ambos). Grupo de dados Dados de Componente: Preenchimento opcional. Unidade Código da unidade contábil de competência do lançamento definido no evento, quando a digitação ocorrer em qualquer unidade ou centro contábil. Conta Número da conta do lançamento. Histórico Código do histórico do lançamento, configurado no módulo Parâmetros (ver item Cadastro de Históricos Contábeis). Valor Valor do lançamento. Natureza Natureza do lançamento (Débito ou Crédito). Moeda Moeda correspondente ao valor do lançamento Complemento Gerencial Opcionalmente, clicando no botão Gerencial será exibida a tela abaixo, para o preenchimento de informações complementares: Versão

20 Tela 16 Configurações Empresa >> Descrição de Eventos >> Gerencial Campos de preenchimento importante/obrigatório: Centro Custo Centro de Custo/Centro de Resultado do lançamento (ver item Cadastro de Centro de Custo). Gerente Código do gerente responsável pelo lançamento. Área/Produto Área e produto (gerencial) do responsável do lançamento. Cliente Código do cliente do lançamento Lançamentos Contábeis Após a configuração dos eventos, podem ser realizados lançamentos no sistema. Existem duas maneiras de realizar lançamentos no sistema: de forma manual (na tela de lançamentos) e de forma automatizada (por integração de arquivos ou banco de dados) Lançamentos Manuais (ver Fluxo) Para realizar lançamentos de forma manual, acessar o módulo de Contabilidade >> Lançamentos >> aba Lançamentos. 20 Versão 1.0

21 Tela 17 Lançamento >> Lançamentos Criação de lote Para realizar lançamentos, é necessário criar um lote. Para criar um lote, clicar no botão Selecionar Lote. Será exibida a tela abaixo: Versão

22 Tela 18 Lançamento >> Lançamentos >> Selecionar Lote A tela exibida acima possui três funções: 1 clicando no botão Buscar é possível realizar uma consulta nos lotes já cadastrados; 2 após a consulta, pode-se excluir o lote, clicando no botão Excluir ; 3 para o cadastro de um novo lote, preencher os dados na tela e clicar no botão Ok. Campos de preenchimento importante/obrigatório: Data Data da competência do movimento contábil; data em que será realizada a criação do lote. Lote Número do lote na data. Quantidade Número de lançamentos que compõe o lote. Valor Total Soma dos valores dos lançamentos digitados. Evento Sigla do evento cuja composição está sendo definida. O sistema criará na tela de lançamentos as linhas conforme a configuração do evento realizado (ver item Configuração de Eventos). Lançamentos de Balanço Opção que indica a destinação dos lançamentos para fins de balanço, na apuração de resultados. Os mesmos sensibilizam as contas na estrutura de balanço, sem afetar a estrutura dos dados do balancete do mês (dados mensais). IMPORTANTE: O sistema irá validar os campos Quantidade e Valor Total informados nesta tela, no momento do lançamento se os valores não forem iguais no lançamento, o mesmo ficará com o estado Aberto e somente poderá ser Fechado, quando houver a correção dos valores Lançamento criado. Após o cadastro do lote, o sistema retornará para a tela de lançamentos, considerando as configurações do lote 22 Versão 1.0

23 Tela 19 Lançamento >> Lançamentos Campos de preenchimento importante/obrigatório: Unidade Código do Fundo selecionado na abrangência do sistema (ver item Abrangência de Acesso). Conta Número da conta analítica que receberá o lançamento. Hist. Código do histórico cadastrado no módulo Parâmetros (ver item Cadastro de Históricos Contábeis). Preenchimento opcional. Valor Valor do lançamento. Obs.: Sempre que o nome do campo estiver grifado em azul ( abrir tela de consulta. ), pode-se clicar duas vezes no campo de preenchimento para Caso o lançamento contenha alguma divergência, será exibida a mensagem abaixo: Tela 20 Lançamento >> Lançamentos >> Mensagem Versão

24 Os lotes que estão com o estado ABERTO podem ser consultados na tela de Assinaturas, disponível no módulo de Contabilidade >> Lançamentos >> aba Assinaturas. Para a correção dos mesmos, é necessário que seja consultado e alterado o lote, corrigindo as divergências, na tela de lançamentos. Tela 21 Lançamento >> Assinaturas Lançamentos Automatizados Para realizar lançamentos de forma automática, é necessário cadastrar uma interface, prioritariamente. Para o cadastro de interfaces, acessar o módulo de Contabilidade >> Interfaces >> aba Configuração Cadastro de Interface (ver Fluxo) 24 Versão 1.0

25 Tela 22 Interfaces >> Cadastro Campos de preenchimento importante/obrigatório: Interface/Rotina Sigla da interface com dois caracteres. Entrada/Saída Marcar a opção Entrada. Descrição Descrição que identifique o conteúdo da interface. Faixa de Numeração de lotes dos lançamentos gerados Faixa de numeração de lote que o sistema utilizará no dia, para os lançamentos importados. Diretório Utilizado Informar obrigatoriamente um caminho válido no campo Diretório Utilizado, sendo que esta informação será irrelevante no caso de integração via Banco de Dados Banco de Dados Integração Para integração dos dados da empresa YMF, foi criado o tipo de integração Banco de Dados. Quando for utilizado este tipo de integração, após a configuração da interface, deve ser configurado o arquivo Contabil.ini, que está no diretório da instalação do sistema de TOTVS Contabilidade Core Banking, incluindo uma nova seção como a seguir: [INTEGRACAO] DBMS=[tipo de banco de dados] ServerName=[servidor da base de dados] LogPass=[senha] LogId=[usuário] DBParm=DecimalSeparator=',',DisableBind=1,DelimitIdentifier='No', CommitOnDisconnect='No' Alterar os valores onde as descrições estão em negrito e em itálico, conforme abaixo: [tipo de banco de dados] = Para banco de dados Oracle = o84; para base de dados SQL Server = MSS (Msoft) SQL Server 6.0; [servidor da base de dados] =alterar para o nome do servidor onde está o banco de dados; [senha] = Senha de acesso a Base de Dados; [usuário] = Usuário de acesso a Base de Dados. Versão

26 Essa configuração corresponde a Base de Dados onde está à tabela de integração MCI_INTEGRATOR. Essa é a tabela da qual o sistema TOTVS Contabilidade Core Banking irá ler as informações para realizar a integração. Portanto, é imprescindível que o usuário configurado na seção acima, tenha permissão de leitura na tabela MCI_INTEGRATOR Associação entre Interface e Layout O próximo passo é realizar a associação da interface a um Layout de Arquivo. Para realizar esta associação, acessar o módulo de Contabilidade >> Integração Contábil >> aba Configuração. Tela 23 Integração Contábil >> Configuração Campos de preenchimento importante/obrigatório: Interface Selecionar a interface criada no módulo de Contabilidade >> Interfaces >> aba Configuração (ver item Cadastro de Interface). Layout Selecionar a opção Banco de Dados. IMPORTANTE: Para que a integração funcione com sucesso, atentar para as informações que devem estar previamente cadastradas no sistema: A conta constante no campo cd_conta da tabela MCI_INTEGRATOR, deve estar cadastrada no plano de contas da Administradora de Fundos (ver item Cadastro de Contas ou Importação do Plano de Contas). O código constante no campo id_historico da tabela MCI_INTEGRATOR deverá estar previamente cadastrado no sistema Parâmetros (ver item Cadastro de Históricos Contábeis). 26 Versão 1.0

27 O código constante no campo cd_centro_custo da tabela MCI_INTEGRATOR, deverá estar previamente cadastrado no sistema Parâmetros (ver item Cadastro de Centro de Custo) Integração de Interface (ver Fluxo) Após a realização das configurações da interface, pode-se realizar a integração dos dados. Para integrar interfaces, acessar o módulo de Contabilidade >> Integração Contábil >> aba Integração. Tela 24 Integração Contábil >> Integração Campos de preenchimento importante/obrigatório: Movimento Informar a data de movimento para importação dos dados. O sistema exibirá todas as interfaces que estão disponíveis para integração. No caso do layout Banco de Dados, o sistema irá consultar a tabela para verificar se existem dados para a integração. Caso existam dados para integração na tabela MCI_INTEGRATOR, a interface estará disponível para integração (bolinha verde ao lado da interface). Neste caso, deve-se selecionar a interface e clicar no botão Integrar. Caso a interface já tenha sido importada (bolinha amarela ao lado da interface), poderá ser realizada a reversão da mesma selecionar e clicar no botão Remover. Versão

28 Encerramento do Dia (ver Fluxo) Depois que forem realizados todos os lançamentos do dia, de forma manual ou automática, o próximo passo será o encerramento do dia no sistema. Este encerramento faz com que o sistema não aceite mais lançamentos nos dias encerrados. A execução ou não deste processo, deverá avaliado pelo usuário, considerando as regras do seu negócio. Para encerrar o dia, acessar o módulo de Contabilidade >> Balancetes >> aba Encerramento. Tela 25 Balancetes >> Encerramento Campos de preenchimento importante/obrigatório: Empresa Selecionar a Administradora de Fundos na parte superior da tela. Quando selecionada, automaticamente serão selecionados todos os Fundos cadastrados abaixo da empresa, na parte inferior da tela. Unidade Selecionar ou desmarcar os Fundos para realizar o fechamento. Fechar até Informar até que data será realizada o fechamento do sistema Reabertura do Dia (ver Fluxo) Caso o usuário deseje reabrir um dia já encerrado, acessar o módulo de Contabilidade >> Balancetes >> aba Reabertura. O funcionamento da tela de reabertura é idêntico a da tela de encerramento (ver item Encerramento do Dia), porém, nesta tela ao invés de ser realizado o fechamento do dia, realiza-se a reabertura de um ou mais dias já encerrados. 28 Versão 1.0

29 Tela 26 Balancetes >> Reabertura Campos de preenchimento importante/obrigatório: Empresa Selecionar a Administradora de Fundos na parte superior da tela. Quando selecionada, automaticamente serão selecionados todos os Fundos cadastrados abaixo da empresa, na parte inferior da tela. Unidade Selecionar ou desmarcar os Fundos para realizar a reabertura. Reabrir desde Informar a partir de que data o sistema irá ser reaberto Apuração de Resultados (ver Fluxo) A Apuração de Resultados é o processo utilizado para o encerramento do exercício social, através da transferência dos saldos das contas de resultado, credoras e devedoras, para a conta de apuração de resultado do exercício, sendo gerados lançamentos de zeramento das mesmas, em contrapartida da conta de apuração de resultado. Esse processo é utilizado porque as contas de resultados são contas de saldo periódico, sendo que final de cada período (período de Apuração de Resultado), seus saldos devem ser encerrados, iniciando o período com o saldo zero. Para realizar a Apuração de Resultados, acessar o módulo de Contabilidade >> Balanço >> aba Apuração de Resultado. Versão

30 Tela 27 Balanços >> Apuração de Resultado Campos de preenchimento importante/obrigatório: Conta resultado acumulado informar o número da conta de Apuração de Resultados. Grupo de Dados Empresa Centralizadora de Fundos: Apura todas as Unidades Quando a opção Apura todas as Unidades estiver marcada, e o usuário clicar no botão Iniciar, o sistema deverá transferir (através de lançamentos de Débitos e Créditos), o saldo das contas de Resultados para a conta de Apuração de Resultados, para todos os Fundos cadastrados abaixo da Administradora de Fundos. Apura somente a Unidade da abrangência Quando a opção Apura somente a Unidade da abrangência estiver marcada, e o usuário clicar no botão Iniciar, o sistema deverá transferir (através de lançamentos de Débitos e Créditos), o saldo das contas de Resultados para a conta de Apuração de Resultados, somente para o Fundo que foi selecionado na abrangência do sistema (ver item Abrangência de Acesso). Data de geração dos lançamentos Data em que serão gerados os lançamentos de Apuração de Resultados. Essa data deverá estar Aberta no sistema. Verificar assinatura de lotes Marcar esta opção para verificar assinatura de lotes no lote que será criado. Obs.: Sempre que o nome do campo estiver grifado em azul ( abrir tela de consulta. ), pode-se clicar duas vezes no campo de preenchimento para Documentos (ver Fluxo) Para a emissão dos documentos COFI e COSIF 4010 e 4016 e geração dos arquivos de envio para a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e BACEN (Banco Central do Brasil), acessar o módulo de Contabilidade >> Documentos >> aba BACEN e aba COFI. 30 Versão 1.0

31 Tela 28 Documentos >> COFI Campos de preenchimento importante/obrigatório: Documento Selecionar o documento. Mês/Ano Informar o mês/ano de competência. Após, clicar no botão Totalizar Edição de Documentos Conforme o mês/ano, as contas parametrizadas para abertura de curto e longo prazo, poderão ter os valores editados no nível mais analítico. Para alterar os valores, clicar no botão Editar e após as alterações, clicar no botão Salvar. É importante salientar que a soma dos valores Até 90 Dias e Após 90 Dias, deverá ser igual ao valor total constante na conta. Versão

32 Tela 29 Documentos >> COFI >> Documento 4010 Balancete Geral Para geração dos arquivos que serão enviados ao BACEN/CVM, clicar no botão Arquivo. O arquivo será gerado no caminho informado no campo Diretório BACEN, em Configurações de Empresa >> aba Empresa (ver item Configuração da Administradora de Fundos) Relatórios (ver Fluxo) Para a geração de relatórios, acessar o menu Ferramentas >> Gerar Relatórios >> aba Execução de Rotinas. 32 Versão 1.0

33 Tela 30 Ferramentas >> Gerar Relatórios >> Execução de Rotinas Para emissão dos relatórios, marcar o relatório desejado, clicando na opção de Executar e após, clicar no botão. Será exibida uma tela de filtro do relatório os campos constantes nessa tela variam conforme o relatório selecionado. Após o preenchimento dos campos, clicar no botão Ok. O sistema retornará para a tela de Execução de Rotinas. Após, clicar no botão Visualizar. O relatório será exibido na tela do sistema, com opções de Salvar Como e Imprimir. Os procedimentos acima descrevem as configurações básicas das informações no módulo de Contabilidade, para que o usuário utilize o sistema, desde o cadastramento de contas, realização de lançamentos e geração dos documentos para envio a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e ao BACEN (Banco Central do Brasil), para Empresa Administradora de Fundos de Investimento. O sistema de Contabilidade possui outras funcionalidades, não descritas neste documento. Para maiores informações consulte o Manual do Sistema de Contabilidade. Versão

34 3. Fluxos 3.1. Entendendo os Fluxos Figura 1 Entendendo o Fluxo 3.2. Módulo Parâmetros Cadastro da Administradora de Fundos (ver descrição do processo) Fluxo 1 Cadastro da Administradora de Fundos 34 Versão 1.0

35 Cadastro de Endereço (ver descrição do processo) Fluxo 2 Cadastro de Endereço Cadastro dos Fundos (ver descrição do processo) Versão

36 Fluxo 3 Cadastro de Fundos Cadastro do Tipo de Plano Contábil (ver descrição do processo) Fluxo 4 Cadastro Tipo de Plano Contábil 36 Versão 1.0

37 Cadastro Histórico Contábil (ver descrição do processo) Fluxo 5 Cadastro de Histórico Contábil Cadastro Centro de Custo (ver descrição do processo) Fluxo 6 Cadastro Centro de Custo Versão

38 3.3. Módulo Contabilidade Abrangência de Acesso (Ver descrição do Processo) Fluxo 7 Abrangência de Acesso Configuração da Administradora de Fundos (ver descrição do processo) 38 Versão 1.0

39 Fluxo 8 Configuração da Administradora de Fundos Versão

40 Cadastro de Centro Contábil (ver descrição do processo) Fluxo 9 Cadastro de Centro Contábil 40 Versão 1.0

41 Cadastro de Contas (ver descrição do processo) Fluxo 10 Cadastro de Contas Versão

42 Importação Plano de Contas (ver descrição do processo) Fluxo 11 Importação Plano de Contas 42 Versão 1.0

43 Cadastro de Eventos (ver descrição do processo) Fluxo 12 Cadastro de Eventos Versão

44 Configuração de Eventos (ver descrição do processo) Fluxo 13 Configuração de Eventos 44 Versão 1.0

45 Lançamentos Manuais (ver descrição do processo) Fluxo 14 Lançamentos Manuais Versão

46 Cadastro de Interface (ver descrição do processo) Fluxo 15 Configuração de Interface 46 Versão 1.0

47 Associação entre Interface e Layout Fluxo 16 Associação entre Interface e Layout Versão

48 Integração de Interface (Lançamentos Automatizados) (ver descrição do processo) Fluxo 17 Integração de Interface 48 Versão 1.0

49 Encerramento do Dia (ver descrição do processo) Fluxo 18 Encerramento do Dia Versão

50 Reabertura do Dia (ver descrição do processo) Fluxo 19 Reabertura do Dia 50 Versão 1.0

51 Apuração de Resultados (ver descrição do processo) Fluxo 20 Apuração de Resultados Versão

52 Documentos (ver descrição do processo) Fluxo 21 Documentos 52 Versão 1.0

53 Relatórios (ver descrição do processo) Fluxo 22 Relatórios Versão

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro SUMÁRIO 1. FINANCEIRO... 5 1.1. ED - SECRETARIA... 5 1.2. ED - ESCOLA... 5 1.3. USUÁRIOS POR ENTIDADE NO ED SECRETARIA E ESCOLA... 6 2. FINANCEIRO - SECRETARIA... 7 2.1.

Leia mais

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Razão.

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Razão. Impairment Produto : TOTVS Gestão Contábil 12.1.1 Processo : Relatórios Subprocesso : Razão Data publicação da : 12/11/2014 O relatório razão tem a finalidade de demonstrar a movimentação analítica das

Leia mais

Material de Apoio. SEB - Contas a Pagar. Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com

Material de Apoio. SEB - Contas a Pagar. Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com Material de Apoio SEB - Contas a Pagar Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com Conteúdo CONFIGURAÇÃO... 3 Cadastro de Fornecedores... 3 Métodos de Pagamento...

Leia mais

1. Controle de exercício

1. Controle de exercício 1 1. Controle de exercício Para realizar lançamentos e emitir relatório o módulo Contabil obriga a criação de exercícios, que na verdade representam os anos de atividade da empresa. Confira algumas dicas

Leia mais

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 2013 GVDASA Sistemas Caixa AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR

NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR Todos os direitos reservados. PC Sistemas 1.0 - Data: 28/08/2012 Página 1 de 47 Sumário Apresentação... 4 1. PROCEDIMENTOS INICIAIS... 5 1.1. Realizar Atualizações...

Leia mais

Manual Configuração Contábil

Manual Configuração Contábil Manual Configuração Contábil MAIO/2013 Sumário Sumário... 2 1. Introdução... 3 2. Funcionalidades... 3 3 Configuração... 3 2 1. Introdução Visa auxiliar o usuário a realizar configuração de uma Nova Empresa

Leia mais

FECHAMENTO FISCAL ENTRADAS

FECHAMENTO FISCAL ENTRADAS FECHAMENTO FISCAL ENTRADAS FECHAMENTO FISCAL - ENTRADAS LOGIX 10.02/11 Versão 1.0 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 Principais Mudanças... 3 1.2 Fluxo dos relacionamentos... 3 1.3 Relação dos programas do

Leia mais

APOSTILA PROVISÃO E CONTABILIZAÇÃO

APOSTILA PROVISÃO E CONTABILIZAÇÃO APOSTILA PROVISÃO E CONTABILIZAÇÃO ANO 2004 1 ÍNDICE 1 - Provisão de 13º Salário e Férias Preparando a Provisão 1.1 Cadastro de Provisão de férias 1.2 Cadastro de provisão de 13º Salário 1.3 Relatório

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Sumário 1 CONCEITO... 4 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões de Acesso... 4 3.2 Plano de Contas... 5 3.2.1 Parcelado... 6 3.2.2 Parcelamento Notas a Prazo...

Leia mais

Manual Configuração Esquema Contábil

Manual Configuração Esquema Contábil Manual Configuração Esquema Contábil MARÇO/2013 Sumário 1. Introdução... 3 2. Funcionalidade... 3 3. Acesso ao Sistema Parâmetros... 3 4. Configurar o Esquema Contábil... 4 4.1. Inserir Palavra Chave...

Leia mais

Nota Fiscal Paulista. Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Nota Fiscal Paulista. Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Nota Fiscal Paulista Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) Versão 1.1 15/02/2008 Página 1 de 17 Índice Analítico 1. Considerações Iniciais 3 2. Instalação do

Leia mais

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação

Leia mais

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174 Versão Liberada A Gerpos comunica a seus clientes que nova versão do aplicativo Gerpos Retaguarda, contendo as rotinas para emissão da Nota Fiscal Eletrônica, já está disponível. A atualização da versão

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

Pagamentos MT-212-00137-6 Última Atualização 06/01/2015

Pagamentos MT-212-00137-6 Última Atualização 06/01/2015 Pagamentos MT-212-00137-6 Última Atualização 06/01/2015 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Carregar Documentos Fiscais Verificar o status de envio dos documentos fiscais Consultar

Leia mais

Pagamento - Fornecedor

Pagamento - Fornecedor Pagamento - Fornecedor MT-212-00137 - 1 Última Atualização 30/08/2014 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Carregar Documentos Fiscais Verificar o status de envio dos documentos

Leia mais

AUDITORIA FINANCEIRA. No Gerenciador de Sistemas, em Empresas\ Cadastro de Empresas, é necessário parametrizar os dados para a Auditoria Financeira.

AUDITORIA FINANCEIRA. No Gerenciador de Sistemas, em Empresas\ Cadastro de Empresas, é necessário parametrizar os dados para a Auditoria Financeira. AUDITORIA FINANCEIRA Processo de uso da Auditoria Financeira CADASTRO DE EMPRESA PARÂMETROS No Gerenciador de Sistemas, em Empresas\ Cadastro de Empresas, é necessário parametrizar os dados para a Auditoria

Leia mais

MANUAL FINANCEIRO MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS

MANUAL FINANCEIRO MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS MANUAL FINANCEIRO MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO...3 2 REALIZANDO UMA ARRECADAÇÃO...4 2.1 IMPORTAÇÃO TRIBUTOS COM A CONTABILIDADE...4 2.2 BOLETIM DE ARRECADAÇÃO...4 2.1.1

Leia mais

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA COOL 2.0V (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE Pré-requisitos para utilização do sistema....2 Parte I Navegador...2 Parte II Instalação do Interpretador de PDF...2 Parte III

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

MATERIAL PARA CAPACITAÇÃO INTERNA DO FIPLAN

MATERIAL PARA CAPACITAÇÃO INTERNA DO FIPLAN Guia de Capacitação Concessão de Cotas Financeiras Versão 1.0 outubro 2012 MATERIAL PARA CAPACITAÇÃO INTERNA DO FIPLAN MÓDULO: PROGRAMAÇÃO FINANCEIRA INSTRUTOR: CARLOS ALBERTO PEREIRA LIMA COLABORADORES

Leia mais

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Sumário 1. Ambiente Group Shopping... 3 2. Alteração na Tela de Contratos e Controle de Edições... 7 3. Propagação de Contratos... 10 4. Configuração de Impressora

Leia mais

UNICO... 3. Clientes/Fornecedores/Técnicos/Transportadoras/Vendedores... 5. Produtos... 6. Serviços... 6. Outros... 6. Vendas... 7. Notas Fiscais...

UNICO... 3. Clientes/Fornecedores/Técnicos/Transportadoras/Vendedores... 5. Produtos... 6. Serviços... 6. Outros... 6. Vendas... 7. Notas Fiscais... Sumário UNICO...... 3 Cadastros... 4 Clientes/Fornecedores/Técnicos/Transportadoras/Vendedores... 5 Produtos...... 6 Serviços...... 6 Outros...... 6 Vendas... 7 Notas Fiscais... 7 Estoque...8 Financeiro......

Leia mais

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( 0 4 8 ) 3 2 4 7-0 0 0 1

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( 0 4 8 ) 3 2 4 7-0 0 0 1 INFORMATIVO DPPH Nº 023 30/10/2014. MANTER EM DIA AS ATUALIZAÇÕES O programa DOWNLOAD JD é o nosso portal oficial onde são publicadas as versões e os manuais de atualização e de informação para o usuário.

Leia mais

Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica

Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica Introdução A emissão de Nota Fiscal de Serviço Eletrônica traz ao cliente TTransp a possibilidade de documentar eletronicamente as operações de serviço prestadas

Leia mais

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Processos de Compras Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar 1 Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Controle de Compras... 4 Parametrização... 4 Funcionamento... 4 Processo de Controle...

Leia mais

TUTORIAL WINTHOR CONTABIL PARAMETRIZAÇÃO CONTABIL

TUTORIAL WINTHOR CONTABIL PARAMETRIZAÇÃO CONTABIL TUTORIAL WINTHOR CONTABIL PARAMETRIZAÇÃO CONTABIL Tutorial do Sistema WinThor Módulo Contábil Copyright - PC Informática Ltda. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total por qualquer

Leia mais

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda Manual do Usuário Sistema Notapará Programa Nota Fiscal Cidadã Objetivo: Estabelecer orientações aos usuários do sistema Notapará, tais como: usabilidade, funcionalidade e navegabilidade. Manual do Usuário

Leia mais

Índice 1.Auditoria Financeira...2 2.Parametrizações do Sistema...3 2.1.Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Forma de controle das notas na Auditoria

Índice 1.Auditoria Financeira...2 2.Parametrizações do Sistema...3 2.1.Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Forma de controle das notas na Auditoria Índice 1.Auditoria Financeira...2 2.Parametrizações do Sistema...3 2.1.Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Forma de controle das notas na Auditoria Financeira...4 2.1.2.Formas de Registro do Pagamento e Recebimento

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Renegociação de Títulos e Apropriação de Juros Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 3.1 Plano de Contas... 3 3.1.1 Transitória - Renegociação...

Leia mais

MANUAL DE CONCILIAÇÃO BANCÁRIA MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS

MANUAL DE CONCILIAÇÃO BANCÁRIA MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS MANUAL DE CONCILIAÇÃO BANCÁRIA MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO...3 2 APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA...4 2.1 CONCILIAÇÃO MOVIMENTOS COM LANÇAMENTOS...6 3 PASSO A PASSO: CONCILIAÇÃO

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.12

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.12 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.12 Pagueban...2 Bancos...2 Configurando Contas...5 Aba Conta Banco...5 Fornecedores Referências Bancárias...7 Duplicatas a Pagar...9 Aba Geral...10 Aba PagueBan...11 Rastreamento

Leia mais

Gestão Financeira do Plano de Saúde v1.0

Gestão Financeira do Plano de Saúde v1.0 Gestão Financeira do Plano de Saúde v1.0 Manual do Usuário Versão 01.01 [Este template faz parte integrante do Processo de Desenvolvimento de Sistemas da DTI (PDS-DTI) e deve ser usado em conjunto com

Leia mais

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br CONTABILIDADE RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio e varejo. Este

Leia mais

P á g i n a 1. SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Manual Operacional

P á g i n a 1. SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Manual Operacional P á g i n a 1 SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras Manual Operacional P á g i n a 2 1 SUMÁRIO 2 Orientações gerais... 3 2.1 Perfis de acesso... 4 2.2 Para acessar todas as funcionalidades

Leia mais

MANUAL - CONTABILIDADE

MANUAL - CONTABILIDADE MANUAL - CONTABILIDADE MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. MÓDULO CONTABILIDADE...4 2.1. PLANO CONTÁBIL...4 2.2. BOLETIM CONTÁBIL...4 2.2.1. Lançamentos Contábeis...5

Leia mais

Cordilheira Escrita Fiscal 2.109A

Cordilheira Escrita Fiscal 2.109A LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

SISCOF - Manual do Usuário

SISCOF - Manual do Usuário SISCOF - Manual do Usuário SERPRO / SUPDE / DECTA / DE901 SISTEMA DE CONTROLE DE FREQUÊNCIA Versão 1.2 Sumário SISCOF Sistema de Controle de Frequência 1. Login e Senha... 2 1.1 Como Efetuar Login No Sistema...

Leia mais

Manual do Sistema TBZ OnLine - Entidade

Manual do Sistema TBZ OnLine - Entidade Manual do Sistema TBZ OnLine - Entidade DM003.0 Página 1 / 42 Índice 1 APRESENTAÇÃO... 4 DETALHAMENTO DOS LINKS DO TECBIZ ONLINE... 5 2 INICIAL... 5 3 ASSOCIADO... 5 3.1 SELECIONA ASSOCIADO... 5 3.2 ALTERAR

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

Help Contabilização Rápida E&L Produções de Software

Help Contabilização Rápida E&L Produções de Software Help Contabilização Rápida Note: To change the product logo for your ow n print manual or PDF, click "Tools > Manual Designer" and modify the print manual template. Contents 5 Table of Contents Foreword

Leia mais

2013 GVDASA Sistemas Cheques 1

2013 GVDASA Sistemas Cheques 1 2013 GVDASA Sistemas Cheques 1 2013 GVDASA Sistemas Cheques 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma

Leia mais

E&L Controle de Estoque e Materiais. Perguntas Frequentes

E&L Controle de Estoque e Materiais. Perguntas Frequentes E&L Controle de Estoque e Materiais Perguntas Frequentes 1. Qual relatório deve ser tirado para fazer a prestação de contas? Balancete de Materiais por detalhado. Esse relatório está disponível no menu

Leia mais

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Página1 e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é MDF-e?... 03 2. Safeweb e-nota MDF-e... 04 3. Acesso e-nota

Leia mais

Manual Operacional Versão 2.2

Manual Operacional Versão 2.2 1 Manual Operacional Versão 2.2 2 SUMÁRIO 1) Assistente de configuração 4 2) Módulo Geral 9 2.1) Administradora 9 2.2) Empresa 9 2.3) Grupo de Empresa 12 2.4) Responsável 13 2.5) CEP 13 2.6) Configurações

Leia mais

APRESENTAÇÃO... 3 OBJETIVO... 3 QUEM DEVE USAR... 3 CAPÍTULO 1 - INICIANDO O SISTEMA... 4

APRESENTAÇÃO... 3 OBJETIVO... 3 QUEM DEVE USAR... 3 CAPÍTULO 1 - INICIANDO O SISTEMA... 4 INDICE APRESENTAÇÃO... 3 OBJETIVO... 3 QUEM DEVE USAR... 3 CAPÍTULO 1 - INICIANDO O SISTEMA... 4 1.1 - ENTRADA NO SISTEMA... 4 1.2 - TELA DO ORGANIZADOR DO MULTICONTAS... 4 CAPÍTULO 2 - FUNCIONALIDADES

Leia mais

1. Introdução... 5. 2. Instalação do Módulo Gerenciador de Acessos SinaGAS... 6. 3. Tipos de Autenticação... 8. 3.1. Autenticação Sinacor...

1. Introdução... 5. 2. Instalação do Módulo Gerenciador de Acessos SinaGAS... 6. 3. Tipos de Autenticação... 8. 3.1. Autenticação Sinacor... Índice 1. Introdução... 5 2. Instalação do Módulo Gerenciador de Acessos SinaGAS... 6 3. Tipos de Autenticação... 8 3.1. Autenticação Sinacor... 8 3.2. Autenticação AD... 11 4. Fluxo Operacional... 14

Leia mais

Domínio Registro. Teclas de atalho para ajudar na utilização do Sistema e cadastros em todos dos Módulos. Menu Controle

Domínio Registro. Teclas de atalho para ajudar na utilização do Sistema e cadastros em todos dos Módulos. Menu Controle Domínio Registro O Domínio Registro foi desenvolvido para gerenciar todos os processos referentes à abertura e fechamento de empresas, permite a confecção de contratos, alterações e distratos sociais,

Leia mais

SCPI 8.0. Novas funcionalidades. Conciliação Bancária Automática:

SCPI 8.0. Novas funcionalidades. Conciliação Bancária Automática: SCPI 8.0 Novas funcionalidades A partir de agora o SCPI conta com algumas novas funcionalidades que valem a pena serem comentadas, e dar uma breve introdução de seu funcionamento. Entre elas podemos destacar:

Leia mais

Gerencie Carteira - PF

Gerencie Carteira - PF Gerencie Carteira - PF Mais negócios para a sua empresa, com melhor resultado e o risco sob controle. Manual do Produto Manual do Produto 1 Índice Produto 02 Meio de acesso 02 Carteira de Clientes Pessoa

Leia mais

E&L Contabilidade Pública Eletrônica

E&L Contabilidade Pública Eletrônica E&L Contabilidade Pública Eletrônica Instruções para envio da prestação mensal do CIDADESWEB. Está disponível no menu Utilitários, uma opção de Implantação do CIDADESWEB. Neste utilitário estão os 9 passos

Leia mais

Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1

Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1 Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1 Índice ACESSO AO SISTEMA CAIXA PROGRAMADO PELA PRIMEIRA VEZ... 6 CONFIGURAÇÕES NECESSÁRIAS PARA ACESSAR O SISTEMA... 6 TELA DE ACESSO AO SISTEMA CAIXA PROGRAMADO...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO MODULO ALMOXARIFADO SUAP

MANUAL DO USUÁRIO MODULO ALMOXARIFADO SUAP MANUAL DO USUÁRIO MODULO ALMOXARIFADO SUAP Pouso Alegre MG 2013 SUMÁRIO 1. Introdução.... 6 2. Efetuar Entrada de Material.... 8 2.1. Entrada de Material por Compra.... 8 2.1.1. Cadastro de Empenho...

Leia mais

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Manual de utilização do sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Sistema integrado de controle médico Acesso... 3 Menu principal... 4 Cadastrar... 6 Cadastro de pacientes... 6 Convênios... 10

Leia mais

Para os demais formatos, o relatório será gerado mas virá com configurações incorretas.

Para os demais formatos, o relatório será gerado mas virá com configurações incorretas. Balancete Orçamentário Produto : TOTVS Gestão Patrimonial - 12.1.6 Processo : Relatórios Subprocesso : Balancete Orçamentário Data publicação da : 17/06/2015 O Balancete é um relatório contábil oficial

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.04

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.04 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.04 Inventário Manual...2 Relatório de contagem...2 Contagem...3 Digitação...3 Inventário Programado...6 Gerando o lote...7 Inserindo produtos manualmente no lote...8 Consultando

Leia mais

2014 GVDASA Sistemas Patrimônio 1

2014 GVDASA Sistemas Patrimônio 1 2014 GVDASA Sistemas Patrimônio 1 2014 GVDASA Sistemas Patrimônio 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

OBJETIVO 1 ACESSANDO O SISTEMA 2 - TELA PRINCIPAL 3 MÓDULO ETIQUETAS 4 - CADASTRAR DOCUMENTOS 5 ANEXAR DOCUMENTOS 6 MENU TRÂMITE 6.

OBJETIVO 1 ACESSANDO O SISTEMA 2 - TELA PRINCIPAL 3 MÓDULO ETIQUETAS 4 - CADASTRAR DOCUMENTOS 5 ANEXAR DOCUMENTOS 6 MENU TRÂMITE 6. Sumário OBJETIVO... 2 1 ACESSANDO O SISTEMA... 3 2 - TELA PRINCIPAL (Painel de Controle)... 4 3 MÓDULO ETIQUETAS... 4 4 - CADASTRAR DOCUMENTOS... 7 5 ANEXAR DOCUMENTOS... 15 6 MENU TRÂMITE... 18 6.1 RECEBER

Leia mais

Changelog 27/04/2012 RESUMO

Changelog 27/04/2012 RESUMO Versão 2.1.002 Changelog 27/04/2012 RESUMO Página 1/8 Controle de Estoque; Faturamento por Data Base; Controle de Equipamentos em Comodato nos Clientes; Faturamento de Atendimentos e Contratos 63 implementações

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - SICONV Inclusão e Envio de Proposta Manual

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual da Declaração Eletrônica de Serviços de Instituições Financeiras (DES-IF) Todos os dados e valores apresentados neste manual são ficticios. Qualquer dúvida consulte a legislação vigente. Página

Leia mais

Alterações/Desenvolvimento - Sistema OnixNet / TrucksNet

Alterações/Desenvolvimento - Sistema OnixNet / TrucksNet Alterações/Desenvolvimento - Sistema OnixNet / TrucksNet Comercial Cadastros o (202) Cadastro de Vendedores Flag Enviar Previsão: Flag Enviar Previsão: Foi inserido um novo flag no cadastro de vendedores.

Leia mais

NOVO MÓDULO PATRIMÔNIO

NOVO MÓDULO PATRIMÔNIO NOVO MÓDULO PATRIMÔNIO 1 PARÂMETROS 1.1 Aba Geral 1. No quadro Período, no campo: Observação: Após ser efetuado o cálculo de qualquer período, o campo Inicial, não poderá mais ser alterado. Inicial, informe

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Borderô de Pagamento e Aprovação de Lançamentos Sumário 1 CONCEITO... 4 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões de Acesso... 4 3.2 Cadastrar Fornecedor... 5

Leia mais

Usuários. Manual. Pergamum

Usuários. Manual. Pergamum Usuários Manual Pergamum Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 1-2 2 CADASTRANDO UM NOVO USUÁRIO/OPERADOR... 2-1 3 UTILIZANDO O MÓDULO DE USUÁRIOS... 3-2 3.1 CONFIGURAÇÃO DE GUIAS NO EXPLORER... 3-3 4 CADASTRO...

Leia mais

Demonstração dos Fluxos De Caixa. (DFC)

Demonstração dos Fluxos De Caixa. (DFC) Demonstração dos Fluxos De Caixa. (DFC) Índice 1. DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXAS - DFC... 1 1.1. Objetivo... 1 1.2. Obrigatoriedade e Período de Apuração... 1 1.3. Definições... 1 1.4. Método e Estrutura

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO... 3 O QUE É CNAB?... 3 QUAL O OBJETIVO DO CNAB?... 3 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE?...

Sumário INTRODUÇÃO... 3 O QUE É CNAB?... 3 QUAL O OBJETIVO DO CNAB?... 3 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE?... Sumário INTRODUÇÃO... 3 O QUE É CNAB?... 3 QUAL O OBJETIVO DO CNAB?... 3 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE?... 4 COMO CONFIGURAR O CNAB... 5 CADASTRO DE BANCOS... 5 PARAMETROS DO CNAB...

Leia mais

Treinamento Sistema Condominium Módulo V

Treinamento Sistema Condominium Módulo V Módulo V Prestação de Contas Condomínio> Prestação de Contas Em Prestação de Contas Serão impressos todos os relatórios que irão compor sua Pasta mensal. Estão disponíveis diversos modelos para balancete,

Leia mais

Posição Financeira ABRACAF Nota Técnica de Configurações

Posição Financeira ABRACAF Nota Técnica de Configurações Posição Financeira ABRACAF Nota Técnica de Configurações Em caso de dúvidas operacionais, entrar em contato com o Help Desk da Ação Informática, ura contábil. NOTA TÉCNICA 1. Descrição: Posicao Economica

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA GT WEB CALL. Teledata

MANUAL DO SISTEMA GT WEB CALL. Teledata MANUAL DO SISTEMA GT WEB CALL Teledata Indíce analítico 1. Prefácio...3 2. Funcionalidades...3 3. Abrir chamados...7 4. Atribuir chamados...9 5. Consultar chamados...10 6. Fechar chamados...12 7. Relatórios...15

Leia mais

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos.

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos. VERSÃO 5 Outubro/2012 Release Notes Não deixe de atualizar o seu sistema Planejamos a entrega ao longo do exercício de 2012 com mais de 140 melhorias. Mais segurança, agilidade e facilidade de uso, atendendo

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Sumário. www.samisistemas.com.br Porto Alegre 51 3254.5454 Florianópolis 48 3094.1775 São Paulo 11 3076.499 Rio de Janeiro 21 3031.

Sumário. www.samisistemas.com.br Porto Alegre 51 3254.5454 Florianópolis 48 3094.1775 São Paulo 11 3076.499 Rio de Janeiro 21 3031. Sumário Legenda... 3 1. Caixa... 4 1.1. Caixa... 4 1.1.1. Abertura de Caixa... 4 1.1.1.1. Lançamentos de Caixa... 6 1.1.2. Fechamento de Caixa... 38 1.2. Consultas... 39 1.2.1. Fita do Caixa... 39 1.2.2.

Leia mais

SCPI 8.0. Guia Rápido. Parametrizando o Módulo CONTAS. Introdução. Informações da Entidade. Nesta Edição

SCPI 8.0. Guia Rápido. Parametrizando o Módulo CONTAS. Introdução. Informações da Entidade. Nesta Edição SCPI 8.0 Guia Rápido Parametrizando o Módulo CONTAS Introdução Nesta Edição 1 Informações da Entidade 2 Cadastro das Entidades 3 Cargos e Nomes 4 Parâmetros Gerais Antes de iniciar os trabalhos diários

Leia mais

GSAN. Módulo Arrecadação. Documentação de Funcionalidades Incluídas e Alteradas

GSAN. Módulo Arrecadação. Documentação de Funcionalidades Incluídas e Alteradas GSAN Módulo Arrecadação Documentação de Funcionalidades Incluídas e Alteradas Data de Atualização: 26/02/2014 1 Introdução Este documento contém a documentação de funcionalidades incluídas e alteradas

Leia mais

Cadastro Simplificado de Clientes - CaixaPro

Cadastro Simplificado de Clientes - CaixaPro Cadastro Simplificado de Clientes - CaixaPro Sumário 1. Introdução... 3 2. Habilitando Permissão aos Usuários... 3 3. Realizar Cadastros... 5 1. Introdução Com a obrigatoriedade da NFC-e (Nota Fiscal de

Leia mais

FAQ: Parametrização para Contabilização

FAQ: Parametrização para Contabilização TDN > Softwares de Gestão > RM > Recursos Humanos > Administração de Pessoal > FAQ FAQ: Parametrização para Contabilização Produto: Ambiente: RM Unspecified Versão: 11.0 Avaliação A principal finalidade

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora

Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora Brasília, março de 2012 Versão 1.0 SUMÁRIO 1. CONFIGURAÇÕES RECOMENDADAS... 3 2. ACESSO AO SISTEMA... 4 3. ADESÃO AO FIES... 5

Leia mais

Agendamento para Importação de Notas Fiscais

Agendamento para Importação de Notas Fiscais LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.07 Configurando o Módulo... 3 Contas... 3 Conta Caixa... 5 Aba Geral... 5 Aba Empresas... 8 Conta Banco... 9 Aba Geral... 9 Aba Conta Banco... 10 Aba Empresas... 12 Tipos de

Leia mais

: Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDF-e

: Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDF-e Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDF-e Produto : RM NUCLEUS - 11.52.61 Processo Subprocesso : Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDF-e : Integração com o TSS / TopConnect / CT-e Data

Leia mais

para outro) 23 ÍNDICE ERP 1- Cadastro de Produtos (Implantação no Almoxarifado) 04

para outro) 23 ÍNDICE ERP 1- Cadastro de Produtos (Implantação no Almoxarifado) 04 1 2 ÍNDICE ERP 1- Cadastro de Produtos (Implantação no Almoxarifado) 04 2- Notas de Compra (Incluindo Quantidades no Almoxarifado) 07 2.1 - Notas complementares 12 2.2 - Desmembramento de bens 13 3- Requisições

Leia mais

MANUAL DECRETO 52.665/2008 - SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA.

MANUAL DECRETO 52.665/2008 - SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. MANUAL DECRETO 52.665/2008 - SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. Neste manual serão demonstradas as alterações efetuadas no Sistema E-Fiscal para atender ao decreto 52.665/2008 - SP. Foi inserida a opção Apuração

Leia mais

Manual NOV - PDV. Versão 1.0

Manual NOV - PDV. Versão 1.0 Manual NOV - PDV Versão 1.0 Sumário 01 Captura de Nota Fiscal...3 02 Remessa de Entrada...6 03 Remessa de Saída......9 04 Pedido Normal...12 05 Pedido Especial...16 06 Nota Fiscal Avulsa...18 07 Controle

Leia mais

Processo Digital Gerir Combustível Manual do Usuário

Processo Digital Gerir Combustível Manual do Usuário Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado da Casa Civil Subsecretaria de Gestão Superintendência de Gestão do Processo Digital Processo Digital Gerir Combustível Manual do Usuário Histórico

Leia mais

Copyright 2004/2015 - VLC

Copyright 2004/2015 - VLC Nota Fiscal Eletrônica de Serviços Perguntas Frequentes Versão 8.1 Atualizado em 26/08/2015 Copyright 2004/2015 - VLC As informações contidas neste caderno de Perguntas e Respostas são de propriedade da

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

Sistema de Prestação de Contas Siprec

Sistema de Prestação de Contas Siprec Sistema de Prestação de Contas Siprec Manual de Utilização Perfil Beneficiário Versão 1.3.4 Agosto de 2013 1 SUMÁRIO Manual do Usuário... 3 1. Objetivo do manual... 3 2. Sobre o sistema... 3 3. Quem deve

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO RECAM ONLINE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO RECAM ONLINE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO RECAM ONLINE Tefefone: (16)37119000 email: recam@franca.sp.gov. Sumário 1. Endereço para acessar o sistema... 3 2. Tipos de acesso ao sistema... 3 3. Termo de acesso cadastrado

Leia mais

Este Procedimento Operacional Padrão define as etapas necessárias de como fazer o Cadastro de Clientes e Fornecedores no Sistema TOTVS RM.

Este Procedimento Operacional Padrão define as etapas necessárias de como fazer o Cadastro de Clientes e Fornecedores no Sistema TOTVS RM. Este Procedimento Operacional Padrão define as etapas necessárias de como fazer o Cadastro de Clientes e Fornecedores no Sistema TOTVS RM. Índice I. Acesso ao Cadastro... 2 II. Seleção de Filtros... 3

Leia mais

cartórios as funcionalidades disponíveis em todas as três Centrais de Informação (RCTO, CEP e CESDI) e servir como apoio nas ações diárias.

cartórios as funcionalidades disponíveis em todas as três Centrais de Informação (RCTO, CEP e CESDI) e servir como apoio nas ações diárias. MANUAL DO USUÁRIO - CARTÓRIOS VERSÃO 1.0 Objetivo: Este documento tem como objetivo apresentar aos usuários dos cartórios as funcionalidades disponíveis em todas as três Centrais de Informação (RCTO, CEP

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV. Orientações/Passo a Passo. Concedente

Portal dos Convênios SICONV. Orientações/Passo a Passo. Concedente Portal dos Convênios SICONV Orientações/Passo a Passo Concedente Programa, Analise de Proposta/Plano de Trabalho, Convênio, UGTV, Empenho, Conta Bancária, Celebração, TV - SIAFI, Documento Hábil, OB e

Leia mais

Módulo Faturamento INDICE

Módulo Faturamento INDICE Módulo Faturamento INDICE Como faturar contas... 3 Editando os dados de uma conta... 5 Como gerar o arquivo TISS... 7 Como cadastrar médicos... 10 Como cadastrar um convênio... 15 Como cadastrar um layout...

Leia mais

Manual do Visualizador NF e KEY BEST

Manual do Visualizador NF e KEY BEST Manual do Visualizador NF e KEY BEST Versão 1.0 Maio/2011 INDICE SOBRE O VISUALIZADOR...................................................... 02 RISCOS POSSÍVEIS PARA O EMITENTE DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA.................

Leia mais

TUTORIAL // MÓDULO BENEFICIÁRIOS BENNER WEB MÓDULO BENEFICIÁRIOS

TUTORIAL // MÓDULO BENEFICIÁRIOS BENNER WEB MÓDULO BENEFICIÁRIOS BENNER WEB MÓDULO BENEFICIÁRIOS 1 Sumário Procedimento inicial para acessar o sistema na web... 3 Módulo Beneficiários... 3 1. INCLUSÃO DE MATRÍCULA ÚNICA, FAMÍLIAS E BENEFICIÁRIOS...4 Criar a Matrícula

Leia mais

Sistema de Solicitação de Pagamento de Fornecedores

Sistema de Solicitação de Pagamento de Fornecedores 2014 Sistema de Solicitação Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 04/11/2014 Sumário 1- SPF Solicitação.... 3 1.1 Acesso ao sistema:... 3 1.2 Ferramentas do sistema:... 5 2- Abertura

Leia mais