E&L Contabilidade Pública Eletrônica

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "E&L Contabilidade Pública Eletrônica"

Transcrição

1 E&L Contabilidade Pública Eletrônica Instruções para envio da prestação mensal do CIDADESWEB. Está disponível no menu Utilitários, uma opção de Implantação do CIDADESWEB. Neste utilitário estão os 9 passos principais para configuração e lançamentos dos saldos iniciais para a geração dos arquivos mensais do CIDADESWEB. O help a seguir descreve as funcionalidades e como proceder em cada um dos 9 passos.

2 1º Passo: Informar o novo subelemento dos empenhos de restos a pagar. Procedimento: Clique em configurar e depois em carregar dados. Menu: Utilitários > Subelemento de Empenho RP Nesta tela deverão ser informados os subelementos para todos os empenhos de restos a pagar que a entidade tiver. Isso porque o conta corrente 13 Dotação Utilizada solicita o subelemento da despesa. Há a opção de informar todos os subelementos de uma única vez, basta clicar com o botão direito do mouse no subelemento em branco; aparecerá duas opções:

3 Após escolher o subelemento cujo receberá os lançamentos dos empenhos de Restos a Pagar, clique com o botão direito do mouse e escolha a opção: Aplicar a todos deste subelemento, o sistema preencherá automaticamente para todos empenhos com o subelemento escolhidos daquele grupo. Depois que todas as informações estiverem preenchidas, clique em OK para gravar as informações.

4 2º Passo: Informar a nova fonte de recurso dos empenhos de restos a pagar. Motivo: O conta corrente 01 - Disponibilidade Financeira pede a fonte de recurso dos restos a pagar e devido a mudança da tabelas de fonte de recurso, tornou-se necessário essa rotina. Menu: Utilitários > Fonte de Recurso de Empenho RP Nesta tela deverão ser informadas as fontes de recursos para a geração das informações de disponibilidade comprometida com restos a pagar, ou seja, as fontes de recursos de exercício anterior. Observe que, todas as fontes de recursos que serão informadas são as iniciadas com 3 e 6 e que, se houve convênios detalhamento nas fontes 1 e 2 também deve ter detalhamento na 3 e 6.

5 3º Passo: Gerar Lançamento de Abertura do Orçamento. Motivo: Abrir os saldos das contas do controle orçamentário. (Fazer Consolidado) Utilizar este procedimento para gerar os saldos iniciais das contas correntes de controle orçamentário. Menu: Utilitários > Geração dos lançamentos de abertura do orçamento.

6 4º Passo: Refazer os lançamentos de tabelas específicas. Motivo: Devido a mudança de configuração nas ocorrências e na forma de lançamento durante o exercício. Utilizar esta opção sempre que houver alteração nas ocorrências e nesta primeira vez para gerar os saldos de diversos contas correntes. Menu: Utilitários > Gera Lançamentos.

7 5º Passo: Ajuste do Saldo Inicial do Contrato. Motivo: Abrir o saldo inicial dos contratos no conta corrente 28 - Contratos para não haver divergência nos saldos. Nesta tela deverão ser feitos os ajustes de aumento/redução dos saldos de contratos para carga no saldo inicial das contas correntes de controle de saldo de contrato. Na coluna aumento/redução, escolher o que se deseja fazer com o saldo do contrato e na coluna valor informar qual será o aumento ou a redução.

8 Implementações feitas na contrato: Para os contratos com valores negativos, ao ser marcado, o sistema automaticamente entenderá que é necessário se fazer um lançamento de aumento no valor negativo como visualizado abaixo: Obs.: O valor poderá ser alterado para complementação além do valor negativo, ou seja, digamos que o contrato acima selecionado teve um aditivo não cadastrado no valor de R$:6.000,00 então, além do valor de R$: 2.216,67 deverá ser acrescido também em R$: 3.783,33 para complementar o valor total do aditivo.

9 Outra opção disponível nesta tela é a seleção automática e a de marcar os contratos sem vigência, ou seja, os contratos com os prazos finais já vencidos.

10 6º Passo: Informar o saldo inicial das contas contábeis. Motivo: Informar os saldos iniciais de acordo com o PCASP publicado pelo TCEES. Menu: Arquivos > Cadastro do Sistema > Saldo Inicial > Saldo Inicial das Contas Contábeis As informações para serem lançadas constam no Anexo XIV Balanço patrimonial (ATIVO E PASSIVO), as contas orçamentárias (5 e 6) e de controle (7 e 8) são as contas que, no PCASP TCEES, na coluna ENCERRAMENTO seja NENC, ou seja, não encerra saldo e que serão ou estão sendo utilizadas no lançamentos feitos.

11 7º Passo: Informar o saldo inicial dos contas corrente por conta contábil. Motivo: Arquivo BALANCORR (Balancete Isolado Conta Corrente) solicita que em algumas contas o saldo seja detalhado. Menu: Arquivos > Cadastro do Sistema > Saldo Inicial > Saldo Inicial das Contas Contábeis > Opções > Saldo do Conta Corrente. Algumas contas contábeis possuem um conta corrente vinculado, ou seja, lastro com um conta corrente. O conta corrente serve como complementação dos lançamentos realizados no sistema, ex: o conta corrente 02 domicílio bancário exige as seguintes informações: CÓDIGO DO BANCO CÓDIGO DA AGÊNCIA NOME DA AGÊNCIA NÚMERO DA CONTA BANCÁRIA TIPO DE CONTA BANCÁRIA CÓDIGO DO GRUPO DE FONTE/DESTINAÇÃO DE RECURSOS Código de identificação do Agente Financeiro no FEBRABAN. TABELA AUXILIAR 2.3 Código que identifica a Agência Bancária para cada Banco. Nome da Agência. Número que identifica a Conta Bancária. Identifica o tipo de movimentação da conta bancária, conforme TABELA AUXILIAR 2.2. Código do Grupo de Fonte/Destinação de Recursos, conforme TABELA AUXILIAR 1.1. CÓDIGO DE Código de Especificação/Detalhamento das ESPECIFICAÇÃO/DETALHAMENTO DAS FONTES/DESTINAÇÃO DE RECURSOS parte fixa e parte variável Fontes/Destinação de Recursos parte fixa e parte variável, conforme TABELA AUXILIAR 1.2 e/ou TABELA CADASTRAL 1.3. Informações retiradas do ANEXO B do CIDADESWEB:

12 Algumas opções estarão disponíveis dependendo do contexto da conta: Alguns exemplos: A conta F - FORNECEDORES DE EXERCICIOS ANTERIORES possui o conta corrente: 3. Tabela de Conta Corrente:03 CREDOR/FORNECEDOR Função: Detalhar os códigos contábeis identificando de forma individual ou grupal os credores ou fornecedores da entidade Estrutura: Tipo de identificação, código do Credor/Fornecedor. CAMPO IDENTIFICAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DA TABELA Código do Conta-Corrente (03 Credor/Fornecedor) CONTA CORRENTE TIPO DE IDENTIFICAÇÃO Tipo de identificação do Credor/Fornecedor/Identificação Especial ou Inscrição Genérica, conforme Tabela Auxiliar 3.1. CÓDIGO DO CNPJ/CPF/Identificação Especial ou Inscrição CREDOR/FORNECEDOR Genérica que identifica o Credor/Fornecedor, conforme conste nas Tabelas Cadastrais 3.2 ou 3.3. Observem que o conta corrente 03 CREDOR/FORNECEDOR solicita informações da Tabela Auxiliar 3.1:Tipo de Identificação CÓDIGO NOME ESPECIFICAÇÃO Indica individualmente um credor/ fornecedor/ devedor como pessoa 01 CNPJ jurídica. É conjugado com o número do CNPJ a ser cadastrado pela entidade na Tabela Cadastral de Credores Indica individualmente um credor/ fornecedor/ devedor como pessoa 02 CPF física. É conjugado com o número do CPF a ser cadastrado pela entidade na Tabela Cadastral de Credores 03 IDENTIFICAÇÃO ESPECIAL Indica individualmente um credor/ fornecedor/ devedor sem CPF ou CNPJ. É conjugado com um número a ser cadastrado pela entidade na Tabela Cadastral de Credores Indica credores/ fornecedores/ INSCRIÇÃO GENÉRICAdevedores de forma agrupada por tipo, processo ou outra característica. É 04 RESTOS A PAGAR- conjugado com um número a ser EXERCÍCIOS ANTERIORES cadastrado pela entidade na Tabela Cadastral de Inscrições Genéricas. Neste caso refere-se a Restos a Pagar

13 INSCRIÇÃO SENTENÇAS OUTROS INSCRIÇÃO OUTROS INSCRIÇÃO GENÉRICA- SENTENÇAS JUDICIAIS- NATUREZA ALIMENTAR GENÉRICA- JUDICIAIS- INSCRIÇÃO GENÉRICA- PRECATÓRIOS-NATUREZA ALIMENTAR INSCRIÇÃO GENÉRICA- PRECATÓRIOS-OUTROS GENÉRICA- Indica credores/ fornecedores/ devedores de forma agrupada por tipo, processo ou outra característica. É conjugado com um número a ser cadastrado pela entidade na Tabela Cadastral de Inscrições Genéricas. Neste caso refere-se a Sentenças Judiciais de Natureza Alimentar Indica credores/ fornecedores/ devedores de forma agrupada por tipo, processo ou outra característica. É conjugado com um número a ser cadastrado pela entidade na Tabela Cadastral de Inscrições Genéricas. Neste caso refere-se a Outras Sentenças Judiciais Indica credores/ fornecedores/ devedores de forma agrupada por tipo, processo ou outra característica. É conjugado com um número a ser cadastrado pela entidade na Tabela Cadastral de Inscrições Genéricas. Neste caso refere-se a Precatórios de Natureza Alimentar Indica credores/ fornecedores/ devedores de forma agrupada por tipo, processo ou outra característica. Neste caso refere-se a Outros Precatórios Indica credores/ fornecedores/ devedores de forma agrupada por tipo, processo ou outra característica, que não se enquadrem nas condições anteriores. É conjugado com um número a ser cadastrado pela entidade na Tabela Cadastral de Inscrições Genéricas.

14 E da tabela auxiliar Tabela Cadastral: Credor/Fornecedor/Identificação Especial CAMPO TIPO DE IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DO CREDOR/FORNECEDOR NOME DO CREDOR/FORNECEDOR LOGRADOURO NÚMERO COMPLEMENTO CEP BAIRRO MUNICÍPIO UF DDD/TELEFONE IDENTIFICAÇÃO Preencher com o tipo de identificação do Credor/Fornecedor ou Identificação Especial, conforme TABELA AUXILIAR 3.1 (códigos de 01 a 03) CNPJ/CPF/Identificação Especial que identifica o credor/fornecedor Nome do Credor/Fornecedor Nome da avenida, rua, etc, Número do Logradouro Complemento Número do Código de Endereçamento Postal Nome do Bairro Nome do Município Unidade da Federação Número do DDD/Telefone Obs: Não deverá ser repetido o nº do Código de Credor/Fornecedor, para o mesmo Tipo de Identificação, cadastrar uma única vez.

15 Então o procedimento para buscar estas informações é: Passo 7.1: Neste caso, esta conta contábil selecionada refere-se ao Restos a Pagar Processados, ou seja, os empenhos liquidados e não pagos de exercícios anteriores: Passo 7.2: Dependendo do contexto, o sistema habilitará a opção Importar Saldo Conta Corrente nessa Conta Contábil, esta opção está disponível somente quando for possível obter a informação do próprio banco de dados da entidade.

16 Passo 7.3: O por tratar-se de informações contidas no banco de dados, ele mesmo buscará as informações desses empenhos e o usuário deverá conferir o valor a ser lançado, ou seja, quais são os restos a pagar desta conta contábil que formará o saldo do conta corrente.

17 7.4 Seleção total dos itens: O sistema também conta com a opção de selecionar todos os itens de uma só vez. Essa opção deverá ser utilizada somente se o usuário do sistema tiver a certeza de que todos os empenhos formarão o saldo do conta corrente.

18 7.5 Todos os itens selecionados:

19 Observação: a opção: Importar Saldo Conta Corrente nessa Conta Contábil está disponível para os seguintes grupos: Conta Contábil Conta corrente (1) DISPONIBILIDADE FINANCEIRA (1) DISPONIBILIDADE FINANCEIRA (3) CREDOR/FORNECEDOR (3) CREDOR/FORNECEDOR (3) CREDOR/FORNECEDOR 212 (3) CREDOR/FORNECEDOR 211 (3) CREDOR/FORNECEDOR 213 (3) CREDOR/FORNECEDOR (13) DOTAÇÃO UTILIZADA (13) DOTAÇÃO UTILIZADA (13) DOTAÇÃO UTILIZADA (13) DOTAÇÃO UTILIZADA (13) DOTAÇÃO UTILIZADA (17) VENCIMENTO DO EMPENHO (18) INSCRIÇÃO DE RP NÃO PROCESSADO (28) CONTRATOS

20 8º Passo: Refazer o rateio das fontes de recursos. Motivo: Caso houver alteração no orçamento da receita ou alteração nos talões de receita é necessário utilizar essa ferramenta. Menu: Utilitários > Atualização do Rateio de Fonte de Recurso. Este procedimento é opcional, deverá ser realizado quando houver alteração no orçamento da receita ou alteração nos talões de receita. Este utilitário permite realizar três diferentes escolhas: Atualizar somente rateios inexistentes, Atualizar somente rateios com valores diferentes ou Atualizar todos os rateios. 9º Passo: Refazer os lançamento de recolhimento de receita. Esta opção também é opcional e deverá ser utilizado caso o cliente for trabalhar com data arrecadação diferente de recolhimento nos lançamentos da receita. Menu: Utilitários > Atualização do Recolhimento de Receita.

Help Encerramento do Exercício E&L Produções de Software

Help Encerramento do Exercício E&L Produções de Software Help Encerramento do Exercício Note: To change the product logo for your ow n print manual or PDF, click "Tools > Manual Designer" and modify the print manual template. Contents 5 Table of Contents Foreword

Leia mais

Help Contabilização Rápida E&L Produções de Software

Help Contabilização Rápida E&L Produções de Software Help Contabilização Rápida Note: To change the product logo for your ow n print manual or PDF, click "Tools > Manual Designer" and modify the print manual template. Contents 5 Table of Contents Foreword

Leia mais

Corrigir detalhamento das Contas Correntes.

Corrigir detalhamento das Contas Correntes. Corrigir detalhamento das Contas Correntes. A seguir, tem-se o Informativo AUDESP-SP, publicado no dia 24/09/2014, no site do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo 1 : VARIAÇÃO NA NATUREZA DO SALDO

Leia mais

Treinamento Sistema Condominium Módulo III

Treinamento Sistema Condominium Módulo III Financeiro (Lançamentos Despesas e Saldos) Nesse módulo iremos apresentar os principais recursos da área contábil do sistema. Contábil> Lançamentos Nessa tela é possível lançar as despesas dos condomínios,

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA SICOM - CONTABILIDADE

ORIENTAÇÃO TÉCNICA SICOM - CONTABILIDADE ORIENTAÇÃO TÉCNICA SICOM - CONTABILIDADE O principal objetivo do SICOM é exercer um controle concomitante dos atos e fatos realizados nas administrações públicas, criando condições para identificar de

Leia mais

ATUALIZAÇÃO ATÉ 14/02/2007.

ATUALIZAÇÃO ATÉ 14/02/2007. ATUALIZAÇÃO ATÉ 14/02/2007. ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO Passando o mouse sobre a opção (+) Rotina Mensal/Anual, aparecerão três opções: 1 Boletim RP 2 Conciliação Bancária 3 TCE Deliberação 233/2006 1 3

Leia mais

Novas funcionalidades do sistema SCPI Módulo Contas

Novas funcionalidades do sistema SCPI Módulo Contas 1 Novas funcionalidades do sistema SCPI Módulo Contas 1- Controles de saldos financeiros por Fonte e Aplicação Abaixo estão listadas as telas do sistema que sofreram adequações na nova versão do Módulo

Leia mais

MANUAL PARA IMPLANTAÇÃO DO SALDO DA DISPONIBILIDADE FINANCEIRA

MANUAL PARA IMPLANTAÇÃO DO SALDO DA DISPONIBILIDADE FINANCEIRA MANUAL PARA IMPLANTAÇÃO DO SALDO DA DISPONIBILIDADE FINANCEIRA Para controlar o novo grupo da disponibilidade financeira do PCASP (grupo 8), temos que primeiramente apurar a disponibilidade do Órgão e

Leia mais

MANUAL DE CONVÊNIOS MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS

MANUAL DE CONVÊNIOS MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS MANUAL DE CONVÊNIOS MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO...3 2 CADASTRO DE CONVÊNIOS...4 2.1 CONVÊNIOS...4 2.1.1 ADITIVOS DE CONVÊNIOS...5 2.1.2 CONTABILIZAÇÃO CONVÊNIOS...5

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CONSULTORIA E CAPACITAÇÃO ORIENTAÇÃO TÉCNICA FECHAMENTO DO BALANÇO GERAL

DEPARTAMENTO DE CONSULTORIA E CAPACITAÇÃO ORIENTAÇÃO TÉCNICA FECHAMENTO DO BALANÇO GERAL DEPARTAMENTO DE CONSULTORIA E CAPACITAÇÃO ORIENTAÇÃO TÉCNICA FECHAMENTO DO BALANÇO GERAL 012/2011 Elaborada em 28/12/2011 Este documento descreve os procedimentos que devem ser adotados para o fechamento

Leia mais

Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1

Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1 Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1 Índice ACESSO AO SISTEMA CAIXA PROGRAMADO PELA PRIMEIRA VEZ... 6 CONFIGURAÇÕES NECESSÁRIAS PARA ACESSAR O SISTEMA... 6 TELA DE ACESSO AO SISTEMA CAIXA PROGRAMADO...

Leia mais

SCPI 8.0. Novas funcionalidades. Conciliação Bancária Automática:

SCPI 8.0. Novas funcionalidades. Conciliação Bancária Automática: SCPI 8.0 Novas funcionalidades A partir de agora o SCPI conta com algumas novas funcionalidades que valem a pena serem comentadas, e dar uma breve introdução de seu funcionamento. Entre elas podemos destacar:

Leia mais

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro SUMÁRIO 1. FINANCEIRO... 5 1.1. ED - SECRETARIA... 5 1.2. ED - ESCOLA... 5 1.3. USUÁRIOS POR ENTIDADE NO ED SECRETARIA E ESCOLA... 6 2. FINANCEIRO - SECRETARIA... 7 2.1.

Leia mais

Help de NFSe. 2011 E&L Produções de Software LTDA. Contador

Help de NFSe. 2011 E&L Produções de Software LTDA. Contador Contador 2 1 Credenciamento Se for prestador do município, substituto ou empresas de outros municípios clique na opção credenciar Para acessar a tela de credenciamento do contador, clique na opção Contador

Leia mais

E&L Controle de Estoque e Materiais. Perguntas Frequentes

E&L Controle de Estoque e Materiais. Perguntas Frequentes E&L Controle de Estoque e Materiais Perguntas Frequentes 1. Qual relatório deve ser tirado para fazer a prestação de contas? Balancete de Materiais por detalhado. Esse relatório está disponível no menu

Leia mais

Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora

Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora Brasília, março de 2012 Versão 1.0 SUMÁRIO 1. CONFIGURAÇÕES RECOMENDADAS... 3 2. ACESSO AO SISTEMA... 4 3. ADESÃO AO FIES... 5

Leia mais

Passo a Passo para utilização do Sistema de Registro Integrado REGIN. Contadores

Passo a Passo para utilização do Sistema de Registro Integrado REGIN. Contadores Passo a Passo para utilização do Sistema de Registro Integrado REGIN Contadores Maio / 2008 Índice Introdução... 3 Pedido de Consulta da Viabilidade... 4 Acompanhamento do Pedido de Viabilidade... 11 Registro

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Sumário 1 CONCEITO... 4 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões de Acesso... 4 3.2 Plano de Contas... 5 3.2.1 Parcelado... 6 3.2.2 Parcelamento Notas a Prazo...

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS BRADESCO NO FINANCE 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pelo Bradesco... 3 Como gerar os arquivos de Remessa para o Banco pelo Finance... 14 Como enviar

Leia mais

COMUNICADO SIAD - PORTAL DE COMPRAS 08/2011

COMUNICADO SIAD - PORTAL DE COMPRAS 08/2011 SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO Rodovia Prefeito Américo Gianetti, s/n Edifício Gerais - Bairro Serra Verde CEP: 31630-901 - Belo Horizonte - MG COMUNICADO SIAD - PORTAL DE COMPRAS 08/2011

Leia mais

Tutorial contas a pagar

Tutorial contas a pagar Tutorial contas a pagar Conteúdo 1. Cadastro de contas contábeis... 2 2. Cadastro de conta corrente... 4 3. Cadastro de fornecedores... 5 4. Efetuar lançamento de Contas à pagar... 6 5. Pesquisar Lançamento...

Leia mais

Alterações Efetuadas no Sistema

Alterações Efetuadas no Sistema Alterações Efetuadas no Sistema 2014 - Alterações efetuadas na versão 10.02 1) Correção CON 250 - Verifica a existência do Arquivo Texto com a natureza Plano de Trabalho para Convênio (Alerta); 2) Correção

Leia mais

MANUAL SOLICITAÇÃO DE COMPRAS IMPLANTAÇÃO COMPRAS

MANUAL SOLICITAÇÃO DE COMPRAS IMPLANTAÇÃO COMPRAS MANUAL SOLICITAÇÃO DE COMPRAS IMPLANTAÇÃO COMPRAS Manual de Solicitação de Compras 1 SUMÁRIO Acesso ao SIE:... 2 1. Acesso à tela de Solicitação de Compras... 3 2. Abrir nova Solicitação de Compras...

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

Apresentação PostgreSQL 8.2/ 8.3 Domingos Martins ES

Apresentação PostgreSQL 8.2/ 8.3 Domingos Martins ES Apresentação 1 PostgreSQL 8.2/ 8.3 Domingos Martins ES v. 1.0 2 Introdução: O foi desenvolvido com o objetivo de simplificar e agilizar o processo de aquisição de materiais e serviços, atendendo as exigências

Leia mais

SCPI 8.0. Guia Rápido. Parametrizando o Módulo CONTAS. Introdução. Informações da Entidade. Nesta Edição

SCPI 8.0. Guia Rápido. Parametrizando o Módulo CONTAS. Introdução. Informações da Entidade. Nesta Edição SCPI 8.0 Guia Rápido Parametrizando o Módulo CONTAS Introdução Nesta Edição 1 Informações da Entidade 2 Cadastro das Entidades 3 Cargos e Nomes 4 Parâmetros Gerais Antes de iniciar os trabalhos diários

Leia mais

Treinamento Sistema Condominium Módulo V

Treinamento Sistema Condominium Módulo V Módulo V Prestação de Contas Condomínio> Prestação de Contas Em Prestação de Contas Serão impressos todos os relatórios que irão compor sua Pasta mensal. Estão disponíveis diversos modelos para balancete,

Leia mais

NeXT ERP Manual do usuário. Resumo das principais funcionalidades. Dezembro/2009. NeXT Software

NeXT ERP Manual do usuário. Resumo das principais funcionalidades. Dezembro/2009. NeXT Software NeXT ERP Manual do usuário Resumo das principais funcionalidades Dezembro/2009 NeXT Software Página 1 de 33 Índice Iniciando NeXT ERP...3 Tela inicial...3 Interface padrão do NeXT ERP...3 Interface - Cadastro

Leia mais

Treinamento Módulo Contas a Pagar

Treinamento Módulo Contas a Pagar Contas a Pagar Todas as telas de cadastro também são telas de consultas futuras, portanto sempre que alterar alguma informação clique em Gravar ou pressione F2. Teclas de atalho: Tecla F2 Gravar Tecla

Leia mais

PESSOA FÍSICA e PESSOA JURÍDICA

PESSOA FÍSICA e PESSOA JURÍDICA MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS SIASGnet - SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS GERAIS

Leia mais

MANUAL - ORÇAMENTO MANUAL - CONTABILIDADE MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS

MANUAL - ORÇAMENTO MANUAL - CONTABILIDADE MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS MANUAL - ORÇAMENTO MANUAL - CONTABILIDADE MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. MÓDULO ORÇAMENTO...4 2.1. ORÇAMENTO - ARRECADAÇÃO...4 2.1.1. Importação Lançamentos Tributos...4

Leia mais

MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE

MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE C o n t r o l e E m p r e s a r i a l MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE s i s t e m a s SUMÁRIO INTRODUÇÃO CONCEITOS... 3 ENTRADA DIRETA DE PRODUTOS... 3 INCLUSÃO DE FORNECEDORES E CLIENTES...

Leia mais

Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital

Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital Página 1 de 7 Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital O cadastro de Empresas permite cadastrar quais empresas estarão configuradas para utilizar o SIGLA Digital. Caso necessário cadastrar uma

Leia mais

Manual Financeiro do Sistema Gerencial Administrativo SGA. 01) Agentes Cadastro de Clientes, Fornecedores, Vendedores, Transportadoras.

Manual Financeiro do Sistema Gerencial Administrativo SGA. 01) Agentes Cadastro de Clientes, Fornecedores, Vendedores, Transportadoras. Manual Financeiro do Sistema Gerencial Administrativo SGA 01) Agentes Cadastro de Clientes, Fornecedores, Vendedores, Transportadoras. Cliente Tp Pessoa Jurídica (campo Obrigatório ) CNPJ ou CFF (campo

Leia mais

ABERTURA E ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO

ABERTURA E ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO Atualização: Novembro de 2012 Página: 1 SIA 7.5 - Sistema Integrado de Arrecadação ABERTURA E ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO FIORILLI SOC CIVIL LTDA.-SOFTWARE SIA 7.5 - Sistema Integrado de Arrecadação Atualização:

Leia mais

Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06

Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06 Módulo Domínio Atendimento - Versão 8.0A-06 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.12

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.12 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.12 Pagueban...2 Bancos...2 Configurando Contas...5 Aba Conta Banco...5 Fornecedores Referências Bancárias...7 Duplicatas a Pagar...9 Aba Geral...10 Aba PagueBan...11 Rastreamento

Leia mais

PRACTICO LIVE! FINANCEIRO CONCILIAÇÃO BANCÁRIA

PRACTICO LIVE! FINANCEIRO CONCILIAÇÃO BANCÁRIA PRACTICO LIVE! FINANCEIRO CONCILIAÇÃO BANCÁRIA O que é? É um comparativo entre as movimentações existentes em uma conta bancária e as existentes no controle financeiro. Todos sabem, por exemplo, que existe

Leia mais

FINANCEIRO Manual OPERACIONAL

FINANCEIRO Manual OPERACIONAL SISTEMA DE GESTÃO HDIAS HAMILTON DIAS (31) 8829.9195 8540.8872 www.hdias.com.br hamilton-dias@ig.com.br FINANCEIRO Manual OPERACIONAL Pagina 2 de 14 ÍNDICE Receitas e Despesas... 3 Como Acessar... 3 Como

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual da Declaração Eletrônica de Serviços de Instituições Financeiras (DES-IF) Todos os dados e valores apresentados neste manual são ficticios. Qualquer dúvida consulte a legislação vigente. Página

Leia mais

Portaria Conjunta STN/SOF nº 3/2008 Manual de Despesa Nacional;

Portaria Conjunta STN/SOF nº 3/2008 Manual de Despesa Nacional; Código: MAP-DIFIN-001 Versão: 00 Data de Emissão: XX/XX/XXXX Elaborado por: Gerência de Contabilidade Aprovado por: Diretoria de Finanças e Informações de Custos 1 OBJETIVO Estabelecer os procedimentos

Leia mais

1.1 EXTRAÇÃO DE RELATÓRIOS 03 1.2 CONSULTA CADASTRAL E IMPRESSÃO DE BOLETOS 12 1.3 RENEGOCIAÇÕES 15 2 FUNCIONALIDADES DISPONÍVEIS NO SITE

1.1 EXTRAÇÃO DE RELATÓRIOS 03 1.2 CONSULTA CADASTRAL E IMPRESSÃO DE BOLETOS 12 1.3 RENEGOCIAÇÕES 15 2 FUNCIONALIDADES DISPONÍVEIS NO SITE 1 ACESSO EXCLUSIVO PARA SUBSEÇÕES 1.1 EXTRAÇÃO DE RELATÓRIOS 03 1.2 CONSULTA CADASTRAL E IMPRESSÃO DE BOLETOS 12 1.3 RENEGOCIAÇÕES 15 2 FUNCIONALIDADES DISPONÍVEIS NO SITE 2.1 IMPRESSÃO RÁPIDA DE ANUIDADE

Leia mais

1.1 EXTRAÇÃO DE RELATÓRIOS 03 1.2 CONSULTA CADASTRAL 10 1.3 IMPRESSÃO DE BOLETOS 12 1.4 RENEGOCIAÇÕES 15 2 FUNCIONALIDADES DISPONÍVEIS NO SITE

1.1 EXTRAÇÃO DE RELATÓRIOS 03 1.2 CONSULTA CADASTRAL 10 1.3 IMPRESSÃO DE BOLETOS 12 1.4 RENEGOCIAÇÕES 15 2 FUNCIONALIDADES DISPONÍVEIS NO SITE 1 ACESSO EXCLUSIVO PARA SUBSEÇÕES 1.1 EXTRAÇÃO DE RELATÓRIOS 03 1.2 CONSULTA CADASTRAL 10 1.3 IMPRESSÃO DE BOLETOS 12 1.4 RENEGOCIAÇÕES 15 2 FUNCIONALIDADES DISPONÍVEIS NO SITE 2.1 IMPRESSÃO RÁPIDA DE

Leia mais

1. Controle de exercício

1. Controle de exercício 1 1. Controle de exercício Para realizar lançamentos e emitir relatório o módulo Contabil obriga a criação de exercícios, que na verdade representam os anos de atividade da empresa. Confira algumas dicas

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 Vendas... 3 1.1

Leia mais

MANUAL DECRETO 52.665/2008 - SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA.

MANUAL DECRETO 52.665/2008 - SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. MANUAL DECRETO 52.665/2008 - SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. Neste manual serão demonstradas as alterações efetuadas no Sistema E-Fiscal para atender ao decreto 52.665/2008 - SP. Foi inserida a opção Apuração

Leia mais

Ambiente de Pagamentos

Ambiente de Pagamentos GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA COORDENADORIA DA ADMINISTRAÇÃOTRIBUTÁRIA DIRETORIA DE INFORMAÇÕES Ambiente de Pagamentos Manual do Contribuinte Versão 26/09/2011 Índice Analítico 1.

Leia mais

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE Guia do Usuário ÍNDICE ÍNDICE Setembro /2009 www.4rsistemas.com.br 15 3262 8444 IDENTIFICAÇÃO E SENHA... 3 Sou localizado no município... 4 Não sou localizado no município... 4 ACESSO AO SISTEMA... 5 Tela

Leia mais

ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO CHECKLIST

ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO CHECKLIST ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO CHECKLIST Para auxiliar nas providências que devem ser tomadas para o encerramento de exercício, foi elaborada uma série de verificações, em formato de checklist, que devem ser

Leia mais

MANUAL DO PROCESSO ELETRÔNICO DE INSCRIÇÃO DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI)

MANUAL DO PROCESSO ELETRÔNICO DE INSCRIÇÃO DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) MANUAL DO PROCESSO ELETRÔNICO DE INSCRIÇÃO DO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Organização: Patrícia Bianchi Machado, membro da Secretaria Executiva do Comitê Gestor do Simples Nacional V 1.01-05.02.2010

Leia mais

GUIA DE CAPACITAÇÃO REGISTRO DE RECEITA EXTRA ORÇAMENTÁRIA - RDE

GUIA DE CAPACITAÇÃO REGISTRO DE RECEITA EXTRA ORÇAMENTÁRIA - RDE GUIA DE CAPACITAÇÃO REGISTRO DE RECEITA EXTRA ORÇAMENTÁRIA - RDE Registro de Receita Extra Orçamentária (RDE) - SUMÁRIO - 1. CONCEITOS...3 2. Registro de Receita Extra Orçamentária...6 2.1. DESCRIÇÃO...6

Leia mais

Manual do Usuário. Pré-Cadastro de Participantes. 08.11.2004 Versão 1.1

Manual do Usuário. Pré-Cadastro de Participantes. 08.11.2004 Versão 1.1 Manual do Usuário Pré-Cadastro de Participantes 08.11.2004 Versão 1.1 Índice 1. Introdução ao Pré-Cadastro...3 1.1. Pré-Cadastro de pessoa Física...3 1.1.1. Termo...3 1.1.2. Dados de identificação...4

Leia mais

MANUAL FINANCEIRO MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS

MANUAL FINANCEIRO MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS MANUAL FINANCEIRO MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO...3 2 REALIZANDO UMA ARRECADAÇÃO...4 2.1 IMPORTAÇÃO TRIBUTOS COM A CONTABILIDADE...4 2.2 BOLETIM DE ARRECADAÇÃO...4 2.1.1

Leia mais

Guia Prático. PGRural. Adendo Livro Caixa Avançado

Guia Prático. PGRural. Adendo Livro Caixa Avançado Guia Prático PGRural Adendo Livro Caixa Avançado Índice Sobre o PGRural... 3 Conceito... 3 Configurando a empresa... 4 Plano de contas... 5 Conta padrão para participante... 6 Forçar vínculo... 6 Tela

Leia mais

A configuração é um dos aspectos mais importante ao acessar o módulo pela primeira vez, pois é a base para o desempenho do sistema.

A configuração é um dos aspectos mais importante ao acessar o módulo pela primeira vez, pois é a base para o desempenho do sistema. Página1 Configurações A configuração é um dos aspectos mais importante ao acessar o módulo pela primeira vez, pois é a base para o desempenho do sistema. Como vimos o Plano de Contas dá a ideia inicial

Leia mais

Roteiro Operacional do Crédito Consignado Exército do Brasil

Roteiro Operacional do Crédito Consignado Exército do Brasil 1. DEFINIÇÃO DO PRODUTO Operação de Crédito Consignado em Folha de Pagamento para os Militares do Exército (ativos e pensionistas), abrangendo o Comando do Exército do, mediante convênio com o Banco Industrial.

Leia mais

Portabilidade Resolução Bacen 4292 Gerência de Produtos Consignado Maio/14

Portabilidade Resolução Bacen 4292 Gerência de Produtos Consignado Maio/14 [ Externo ] Título da apresentação Portabilidade Resolução Bacen 4292 Gerência de Produtos Consignado Maio/14 O que é portabilidade? No dia 05/05/2014, entra em vigor a Resolução Banco Central 4.292/2013,

Leia mais

Modulo 05 ESTOQUE CGAINFOMÁTICA. Retwin

Modulo 05 ESTOQUE CGAINFOMÁTICA. Retwin Modulo 05 0 CGAINFOMÁTICA Retwin ESTOQUE 2 Estoque Sumário 5.1 Configuração Geral... 3 5.2 Entradas... 4 5.2.1 Manutenção... 4 5.2.2 Consulta... 6 5.2.3 Produção... 6 5.2.4 Relatórios... 8 5.3 Saídas...

Leia mais

Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido)

Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido) Fluxograma - Configuração EFD Contribuições (Lucro Presumido) Parametrizar a empresa como Lucro Presumido. 1 - Regime de Competência Qual o Regime de apuração adotado? 2 - Regime de Caixa Qual será a forma

Leia mais

MANUAL DO ISS ONLINE

MANUAL DO ISS ONLINE MANUAL DO ISS ONLINE Bancos / Instituições Financeiras Índice 1 - Regularização Cadastral... 3 2 - Login... 5 3 - Acessos ao Sistema... 7 4 - Solicitações de AIDF e AIDF-e... 10 5 - Emissão de Notas Fiscais

Leia mais

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município Após receber a confirmação de aceite do Credenciamento via e-mail já é possível efetuar o login no sistema

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

Apostila nº 32 Contas a Pagar e a Receber; Como localizar, Incluir, Alterar, Eliminar, Baixar, reabrir e imprimir

Apostila nº 32 Contas a Pagar e a Receber; Como localizar, Incluir, Alterar, Eliminar, Baixar, reabrir e imprimir Apostila nº 32 Contas a Pagar e a Receber; Como localizar, Incluir, Alterar, Eliminar, Baixar, reabrir e imprimir Sumário Contas á Receber...3 Como atualizar a pesquisa no contas á receber?...3 Como efetuar

Leia mais

Roteiro de geração do SPED

Roteiro de geração do SPED Roteiro de geração do SPED 1 Índice Introdução...3 Cadastro da Empresa...3 Histórico Padrão...4 Plano de Contas...4 Código de Aglutinação...5 Inserindo plano de contas de aglutinação de forma automática...5

Leia mais

CALCULADORA DE IR F E R R AM E N TA C A L C U L A D O R A D E I R

CALCULADORA DE IR F E R R AM E N TA C A L C U L A D O R A D E I R F E R R AM E N TA C A L C U L A D O R A D E I R R E S U M O 2 PASSO A PASSO PASSO 1 PASSO 2 PASSO 3 PENDÊNCIA A REGULARIZAR? NÃO Acessar Menu Relatórios AÇÃO Integrar o Saldo Inicial da posição em custódia.

Leia mais

APLICAÇÕES WEB GUIA DO USUÁRIO

APLICAÇÕES WEB GUIA DO USUÁRIO Parte:...................................... Gabarito Assunto:............................ Atualização: Original........................ Página: 1 SIA 7.5 - Sistema Integrado de Arrecadação APLICAÇÕES

Leia mais

SuperStore Sistema para Automação de Óticas

SuperStore Sistema para Automação de Óticas SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Administrador) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 ACESSANDO O SISTEMA PELA

Leia mais

NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR

NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR Todos os direitos reservados. PC Sistemas 1.0 - Data: 28/08/2012 Página 1 de 47 Sumário Apresentação... 4 1. PROCEDIMENTOS INICIAIS... 5 1.1. Realizar Atualizações...

Leia mais

Paciente: Pessoa física que venha a utilizar-se dos serviços da clínica quer seja uma consulta, um exame ou um procedimento.

Paciente: Pessoa física que venha a utilizar-se dos serviços da clínica quer seja uma consulta, um exame ou um procedimento. CADASTROS Efetuar Cadastros é a primeira providencia que se deve tomar ao se iniciar a operação com a plataforma clinicaonline, pois é nele que se concentrarão todos os parâmetros e informações sobre:

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Credenciamento de Proponente. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Credenciamento de Proponente. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios - SICONV Credenciamento de Proponente

Leia mais

PROCEDIMENTOS FINANCEIROS

PROCEDIMENTOS FINANCEIROS PROCEDIMENTOS FINANCEIROS PARA FAZER A ARRECADAÇÃO Menu/ Orçamento Arrecadação Boletim de Arrecadação 1º Fazer a capa, clicando no botão [NOVO] colocar a DATA e o BANCO ou CAIXA (se necessário, preencher

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento do Imposto sobre

Leia mais

MATERIAL PARA CAPACITAÇÃO INTERNA DO FIPLAN

MATERIAL PARA CAPACITAÇÃO INTERNA DO FIPLAN Guia de Capacitação Concessão de Cotas Financeiras Versão 1.0 outubro 2012 MATERIAL PARA CAPACITAÇÃO INTERNA DO FIPLAN MÓDULO: PROGRAMAÇÃO FINANCEIRA INSTRUTOR: CARLOS ALBERTO PEREIRA LIMA COLABORADORES

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV. Orientações/Passo a Passo. Concedente

Portal dos Convênios SICONV. Orientações/Passo a Passo. Concedente Portal dos Convênios SICONV Orientações/Passo a Passo Concedente Programa, Analise de Proposta/Plano de Trabalho, Convênio, UGTV, Empenho, Conta Bancária, Celebração, TV - SIAFI, Documento Hábil, OB e

Leia mais

SUMÁRIO. 1 Cadastro Empresa / Estabelecimento ----------------------------------- Pág. 05

SUMÁRIO. 1 Cadastro Empresa / Estabelecimento ----------------------------------- Pág. 05 1 Apresentação O presente manual tem o objetivo de apresentar o sistema Fortes Compras e Estoque, instruindo o usuário sobre as funcionalidades do sistema, seus benefícios e especificidades. Nele pode

Leia mais

PROCEDIMENTO CONTÁBIL Nº 02/2015 (versão 0.0.1)

PROCEDIMENTO CONTÁBIL Nº 02/2015 (versão 0.0.1) UNIDADE DE CONTÁBIL UNICON PROCEDIMENTO CONTÁBIL Nº 02/2015 (versão 0.0.1) GUIA DE RECEBIMENTO (GR) LANÇAMENTO DE RECEITAS ÍNDICE 1 OBJETIVO... 1 2 - CONCEITOS... 1 3 PREENCHIMENTO DA GR NO SIAFEM... 2

Leia mais

Faturamento Eletrônico Padrão ANS. Sumário

Faturamento Eletrônico Padrão ANS. Sumário Sumário 1. VISÃO GERAL...2 2. CONFIGURAÇÕES...2 2.1 CADASTRAR CONVÊNIOS...3 2.2 CADASTRAR COMPETÊNCIA...4 2.3 CADASTRAR LOTES...4 3. GUIAS DE CONSULTA...5 4. GUIAS DE SP/SADT...5 4. GUIAS DE OUTRAS DESPESAS...6

Leia mais

TUTORIAL WINTHOR CONTABIL PARAMETRIZAÇÃO CONTABIL

TUTORIAL WINTHOR CONTABIL PARAMETRIZAÇÃO CONTABIL TUTORIAL WINTHOR CONTABIL PARAMETRIZAÇÃO CONTABIL Tutorial do Sistema WinThor Módulo Contábil Copyright - PC Informática Ltda. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total por qualquer

Leia mais

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO O Sistema Cédula de Crédito é um aplicativo desenvolvido pelo Banco Intermedium, com o objetivo de consolidar os dados cadastrais da empresa e movimentação de títulos em cobrança.

Leia mais

Material Didático Módulo Financeiro e Ferramentas. Manual prático de utilização

Material Didático Módulo Financeiro e Ferramentas. Manual prático de utilização Material Didático Módulo Financeiro e Ferramentas. Manual prático de utilização O treinamento do Prodap Profissional GP tem como objetivo orientar o usuário no uso do software. Esse treinamento contem

Leia mais

GUIA DE REFERÊNCIA DO PORTAL DE SERVIÇOS DO INMETRO NOS ESTADOS PSIE

GUIA DE REFERÊNCIA DO PORTAL DE SERVIÇOS DO INMETRO NOS ESTADOS PSIE GUIA DE REFERÊNCIA DO PORTAL DE SERVIÇOS DO INMETRO NOS ESTADOS PSIE Para iniciar o uso do Portal, selecione o estado referente ao domicílio do proprietário. Figura 1.0. Figura 1.0 O Portal é dividido

Leia mais

Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP. Operacionalização - Solicitação de Viagem

Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP. Operacionalização - Solicitação de Viagem Sistema de Concessão de Diárias e Passagens - SCDP FAQ Perguntas e Respostas Freqüentes Operacionalização - Solicitação de Viagem 1 - Quais as exigências legais para cadastramento de uma solicitação de

Leia mais

Tutorial SIGAMAZÔNIA - Área Pesquisador

Tutorial SIGAMAZÔNIA - Área Pesquisador Tutorial SIGAMAZÔNIA - Área Pesquisador 2015 TUTORIAL SIGAMAZÔNIA Desenvolvido por: FAPESPA LABES-UFPA Sumário Sumário... 3 CADASTRO NO SISTEMA... 5 FAZENDO LOGIN NO SIGAMAZÔNIA... 5 MENU INICIAL... 6

Leia mais

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Sumário PRESTAÇÃO DE CONTAS DE ETIQUETAS DE REPARO...3 Figura 1.0...3 Figura 2.0...4 Figura 3.0...5 Figura 4.0...5 1. Proprietário

Leia mais

Passo a Passo Créditos Adicionais Digite o endereço no seu navegador de internet: www.spmd.maceio.al.gov.br/sisplagem/asp

Passo a Passo Créditos Adicionais Digite o endereço no seu navegador de internet: www.spmd.maceio.al.gov.br/sisplagem/asp 1 2 Passo a Passo Créditos Adicionais Digite o endereço no seu navegador de internet: www.spmd.maceio.al.gov.br/sisplagem/asp Para acessar ao sistema DIGITE CPF E SENHA. Clique em ENVIAR para entrar. Depois

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS CAIXA ECONÔMICA FEDERAL NO FINANCE Finance V10 New 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pela Caixa Econômica... 3 Como efetuar a Conciliação por Extrato

Leia mais

EDDYDATA SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA. EPP MANUAL ABERTURA 2016

EDDYDATA SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA. EPP MANUAL ABERTURA 2016 EDDYDATA SERVIÇOS DE INFORMÁTICA LTDA. EPP MANUAL ABERTURA 2016 FRANCA 2015 Estamos finalizando o exercício de 2015 junto dos nossos clientes com quem mantivemos um bom relacionamento durante todo o ano

Leia mais

O sistema possui 5 módulos para registros:

O sistema possui 5 módulos para registros: ÍNDICE 1 DESCRIÇÃO...4 2 ACESSO...6 3 DADOS CADASTRAIS...7 3.1 ATUALIZAR CADASTRO...7 3.2 TROCAR SENHA...8 4 GRUPO DE USUÁRIO...9 4.1 INCLUIR...9 4.2 ATUALIZAR...9 5 FUNCIONÁRIOS...10 5.1 INCLUIR...10

Leia mais

Manual do Usuário Página : 1 DIOPS. Documento de Informações Periódicas das Operadoras de Plano de Assistência à Saúde Versão 2007

Manual do Usuário Página : 1 DIOPS. Documento de Informações Periódicas das Operadoras de Plano de Assistência à Saúde Versão 2007 Manual do Usuário Página : 1 DIOPS Documento de Informações Periódicas das Operadoras de Plano de Assistência à Saúde Versão 2007 Manual do Usuário Página : 2 ÍNDICE GERAL O quê é o DIOPS?... 3 Quadro

Leia mais

Guia rápido para configuração e geração do SPED Contábil

Guia rápido para configuração e geração do SPED Contábil Guia rápido para configuração e geração do SPED Contábil Acessar no módulo Domínio Contabilidade o menu controle/parâmetros e marcar a opção Gera informativo SPED. No campo Plano de contas referencial

Leia mais

Dividimos esse módulo em duas partes, devido a extensão do conteúdo.

Dividimos esse módulo em duas partes, devido a extensão do conteúdo. MÓDULO 4 Entrada Bem-vindo(a) ao quarto módulo do curso! Nesse módulo, você aprenderá como realizar o registro de empenho, da entrada dos produtos e, também, do ajuste de lotes e transferência de endereço

Leia mais

e-fornecedores Nova Versão Cartilha do Fornecedor

e-fornecedores Nova Versão Cartilha do Fornecedor e-fornecedores Nova Versão Cartilha do Fornecedor Destinada aos Fornecedores das empresas: Outubro/2010 Nova Estrutura de Telas O portal e-fornecedores conta com nova interface, que facilita a forma de

Leia mais

VEXPRESSCRM. Manual do Usuário. Automação da força de vendas. MR Consultoria e Assessoria em Informática Desenvolvimento de Sistemas WEB Versão 2.

VEXPRESSCRM. Manual do Usuário. Automação da força de vendas. MR Consultoria e Assessoria em Informática Desenvolvimento de Sistemas WEB Versão 2. 1 Manual do Usuário VEXPRESSCRM Automação da força de vendas MR Consultoria e Assessoria em Informática Desenvolvimento de Sistemas WEB Versão 2.0 2 Acesso Para acessar o sistema VEXPRESS-CRM é necessário

Leia mais

Treinamento Sistema Folha Union Módulo V

Treinamento Sistema Folha Union Módulo V FOLHA DE PAGAMENTO Controle FGTS / Guias Recolhimento / Remessa para banco / Encerramento anual Folha Union> Movimento> Controle de FGTS> Importar depósitos As telas de Controle de FGTS são utilizadas

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE SUPORTE À GESTÃO DO SISTEMA DE TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS DA UNIÃO Portal dos Convênios

Leia mais

Coordenação-Geral de Tecnologia e Segurança da Informação Coordenação de Sistemas de Informação Divisão de Sistemas Corporativos Tributários

Coordenação-Geral de Tecnologia e Segurança da Informação Coordenação de Sistemas de Informação Divisão de Sistemas Corporativos Tributários Coordenação-Geral de Tecnologia e Segurança da Informação Coordenação de Sistemas de Informação Divisão de Sistemas Corporativos Tributários Sistema de Informações ao Judiciário InfoJud Manual do Usuário

Leia mais

SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO.4 2 PROCEDIMENTOS DE ABERTURA DO EXERCÍCIO (2014).5 2.1 TABELAS AUTOMÁTICAS CONTÁBEIS.6 3.1 TABELAS CONTÁBEIS.6 3.1.6 3.1.6 3.

SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO.4 2 PROCEDIMENTOS DE ABERTURA DO EXERCÍCIO (2014).5 2.1 TABELAS AUTOMÁTICAS CONTÁBEIS.6 3.1 TABELAS CONTÁBEIS.6 3.1.6 3.1.6 3. MANUAL DE ABERTURA DO EXERCÍCIO 2014 E ENCERRAMENTO DE 2013 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO...4 2 PROCEDIMENTOS DE ABERTURA DO EXERCÍCIO (2014)...5 2.1 TABELAS AUTOMÁTICAS CONTÁBEIS...5 3 TABELAS A SEREM PREENCHIDAS

Leia mais

COBRANÇA ELETRÔNICA BANRISUL MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO PROGRAMA

COBRANÇA ELETRÔNICA BANRISUL MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO PROGRAMA COBRANÇA ELETRÔNICA BANRISUL MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO PROGRAMA Unidade de Atendimento e Serviços INDICE Requisitos para instalação... 4 Inclusão do Código do Cedente... 5 Inclusão do Sacado... 6 Inclusão

Leia mais