59ª Reunião do Fórum Paulista Presidente Prudente/SP. Tema: Outros Modais

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "59ª Reunião do Fórum Paulista Presidente Prudente/SP. Tema: Outros Modais"

Transcrição

1 59ª Reunião do Fórum Paulista Presidente Prudente/SP Tema: Outros Modais Secretaria de Transportes e Vias Públicas ETCSBC Empresa de Transporte Coletivo de São Bernardo do Campo Alberto Alécio Batista Diretoria de Gestão Operacional Coordenador Programa BID 1

2 Jornal Folha de São Paulo - 21/10/09 2

3 São Bernardo do Campo Localização na RMSP Mapa da Região Metropolitana de São Paulo São Bernardo do Campo 3

4 Plano Diretor Diretrizes sobre o território MUC- MacroZona Urbana Consolidada MURE- Macro Área Urbana em Reestruturação MMS - Macro Área de Manejo Sustentável MPRM- MacroZona de Proteção e Recuperação de Manacial (traçado em vermelho) MPA- MacroZona de Proteção Ambiental 4

5 São Bernardo do Campo Região do ABCDMRR e Capital População 2010: População 2014: (Estimada) Fonte: IBGE São Paulo Diadema São Caetano do Sul Santo André Mauá Ribeirão Pires Rio Grande da Serra São Bernardo do Campo

6 A Cidade Diferenças no território e na ocupação São Paulo (Capital) Santa Cruz Centro Rodoanel Trecho Sul Represa Billings Rodovia Anchieta Morros Rodovia dos Imigrantes Santos (Porto) Área Rural 6

7 A Cidade Diferenças no território e na ocupação Tatetos Rodovia Imigrantes Travessia Balsa João Basso Riacho Grande Vila Balneária <= Santos/Porto ] Estoril Via Anchieta Estrada Velha do Mar Rodoanel Trecho Sul Areião Centro/Capital => 7

8 Problemas que impactam na Mobilidade Urbana Local Região Central Nos morros Área Rural Nos morros 8

9 9 GOVERNO DA INCLUSÃO

10 OBRAS DO PROGRAMA I BID CONSTRUÇÃO DO VIADUTO E REBAIXAMENTO DA AV. LIONS Investimento : R$ 85 MILHOES Extensão: 730 m M Inaugurada em 2009/2012

11 Soluções que impactam na Mobilidade Urbana Programa Drenar R$ 600 milhões (PAC) em obras de drenagem e canalização de córregos na bacia hidrográfica do Ribeirão dos Meninos. Objetivo: Combater as enchentes na área central da cidade 11

12 DRENAGEM RECURSOS PAC GOVERNO DA INCLUSÃO Trecho de Com aproximadamente 1015 cruzamentos semáforos 03 km Trecho não destrutivo Trecho destrutivo

13 Centro Integrado de Monitoramento - CIM Trânsito SAMU Defesa Civil GCM Supervisor da Central Supervisor de Monitoramento Sala de Call Center Sala de Situação

14 Centro Integrado de Monitoramento - CIM Estação de Trabalho MAPA GEO REFERENCIADO ALERTAS E PROCEDIMENTOS VIDEO MONITORAMENTO A B Função: Perímetro de atuação do operador; Localização de viaturas; Localização de câmeras; Localização da ocorrência; Sensores meteorológicos; Suporte a captura de vídeo; Outros. Função: Recebimento e classificação de eventos; Procedimentos automatizados; Integração dos procedimentos das agências; Acompanhamento dos procedimentos. Função: Acompanhamento da operação; Análise inteligente de vídeo; Análise situacional; Recuperação de imagens gravadas.

15 Acessibilidade - Transporte Coletivo TERMINAL RIACHO GRANDE 15

16 TERMINAL RIACHO GRANDE Acessibilidade - Transporte Coletivo 16

17 SISTEMA DE TRANSPORTES ATUAL GOVERNO DA INCLUSÃO Santo André Diadema Piraporinha Paço Municipal Ferrazópolis Alvarenga Intermunicipal Municipal São Bernardo do Campo Sistema Linhas Frota Municipal Inter. (comum) Inter. (seletivo) Intermunicipal

18 Acessibilidade Social Políticas Públicas Integração Temporal Tarifária implantada em julho/2010 Isenção do pagamento da tarifa, com subsídio municipal: Aposentado Pensionista Criança menor de 5 anos Pessoa com deficiência e acompanhante Maior de 60 anos Maior de 65 anos 18

19 São Paulo / Rudge Ramos / Terminais atuais Taboão / / Terminais propostos Estação de conexão proposta / Santo André Área terminal proposta / Piraporinha Diadema Castelo Branco Cooperativa Alves Dias / Kennedy / / / / / / / Paço Faria Lima Ferrazópolis Bombeiros São Pedro Metrô Leve (Alvarenga/Tamanduateí) Corredor ABD Programa Etapa II BID Ligação Leste - Oeste Alvarenga Galvão Bueno Pq. Selecta Batistini Riacho Grande 59ª Reunião do Fórum Paulista Presidente Prudente/SP

20 Acessibilidade e Mobilidade - Transporte Coletivo Sistema Inteligente de Transporte Coletivo bilhetagem eletrônica / controle operacional / informação ao usuário] O veículo como um dos instrumentos da gestão

21 METRÔ LEVE 20 km de extensão; 18 estações, sendo 14 em SBC; passageiros transportados/dia; passageiros na seção de maior carregamento; Aproximadamente 30 trens; Monotrilho. Custo do projeto funcional: R$ 1,3 milhões (PMSBC); Custo do projeto básico: R$ 44 milhões (R$ 27,6 milhões Governo Federal).

22 22

23 Acessibilidade e Mobilidade - Transporte Coletivo Plano Regional de Mobilidade Urbana Plano de Urbanização Regional MCMV Minha Casa Minha Vida 23

24 MOBILIDADE URBANA REGIONAL R$ 793 milhões 134 Km de corredores preferenciais para o transporte coletivo São Paulo São Paulo São Caetano do Sul Term. Rudge Ramos Mauá Santo André Diadema Term. Regional São Bernardo do Campo Term. Vila Luzita Term. Mauá Sul Ribeirão Pires Term. Alves Dias Term. Batistini Term. São Pedro Rio Grande da Serra

25 Eixo Corredor Sudeste R$ 162,5 milhões 51,5 Km de corredores preferenciais para o transporte coletivo São Paulo São Paulo recursos para projeto recursos para obra financiado pelo PAC São Caetano do Sul Term. Rudge Ramos Mauá Santo André Diadema Term. Regional São Bernardo do Campo Term. Vila Luzita Term. Mauá Sul Ribeirão Pires Term. Alves Dias Term. Batistini Term. São Pedro Rio Grande da Serra

26 Eixo Alvarenga / Robert Kennedy / Couros R$ 306,3 milhões 39,9 Km de corredores preferenciais para o transporte coletivo São Paulo São Paulo recursos para obra financiado pelo PAC São Caetano do Sul Term. Rudge Ramos Mauá Santo André Diadema Term. Regional São Bernardo do Campo Term. Vila Luzita Term. Mauá Sul Ribeirão Pires Term. Alves Dias Term. Batistini Term. São Pedro Rio Grande da Serra

27 Eixo Ligação Leste / Oeste R$ 181,2 milhões 22,2 Km de corredores preferenciais para o transporte coletivo São Paulo Term. Rudge Ramos São Caetano do Sul São Paulo Mauá recursos para obra financiamento pelo PAC Diadema São Bernardo do Campo Santo André Term. Vila Luzita Term. Mauá Sul Term. Regional Term. Alves Dias Term. Batistini Term. São Pedro Ribeirão Pires Rio Grande da Serra

28 URBANIZAÇÃO + 8,5 mil Unidades MCMV R$ 1,2 bilhão 80 mil pessoas beneficiadas 15 favelas e reassentamento de famílias localizadas em áreas de APP Diadema Marilene / Vila Popular Santo André Santa Cristina / Cassaquera Pintassilgo Chafik / Macuco Mauá São Bernardo do Campo Sônia Maria Areião / SABESP / Monte Sião / Vila dos Estudantes Batistini / Vila do Bosque

29 Acessibilidade e Mobilidade - Transporte Coletivo Modos complementares Possibilitar integração igual entre as partes diferentes da cidade 29

30 Acessibilidade - Transporte Coletivo Projetos Modos Complementares Área de Alta Aclividade (Morros) Acessibilidade no transporte coletivo - CRT/SBC, setembro de

31 Acessibilidade e Mobilidade - Transporte Coletivo Projetos Modos Complementares Área de Alta Aclividade (Morros) Esperança Jardim Limpão Santo André Alto da Bela Vista São Pedro Corredor São Pedro-Montanhão Corredor Leste/Oeste Industrial Corredor São Pedro-Montanhão Abrangência do projeto: 45 mil pessoas (estimativa) Perímetro de 9 mil metros 31

32 Acessibilidade - Transporte Coletivo Projetos Modos Complementares Área de Alta Aclividade (Morros) 32

33 Acessibilidade - Transporte Coletivo Estudos de Microacessibilidade às estações Inclinação - acessibilidade às estações Dimensões das vias, escadarias e rampas 33

34 Acessibilidade e Mobilidade - Transporte Coletivo Projetos Modos Complementares Metrocabo integrado com ônibus Industrial Alto da Bela Vista Vila São Pedro Terminal Tiradentes Jardim Limpão Corredor Montanhão-São Pedro Corredor Leste-Oeste Ferrazópolis 34

35 Acessibilidade e Mobilidade - Transporte Coletivo Projetos Modos Complementares Hidroviário Região Pós-Represa Pólo Industrial Centro Riacho Grande Taquacetuba Represa Billings Tatetos Santa Cruz 35

36 Acessibilidade e Mobilidade - Transporte Coletivo Situação Atual Área Industrial Área Central Linhas Radiais e Diametrais 45 minutos Tempo estimado: 90 a 100 minutos Área Balsa João Basso de 20 minutos Estudo Linha Local 30 minutos 36

37 Acessibilidade e Mobilidade - Transporte Coletivo Situação Proposta Área Industrial Área Central Sistema Tronco-Alimentado 20 minutos Tempo estimado: 50 a 60 minutos Área de Estudo 20 minutos Ligação Hidroviária - Catamarã Balsa João Basso Linha Local 20 minutos Redução mínima de 30 minutos nas viagens Veículos e estações com acessibilidade universal Estações edificadas com materiais ecologicamente corretos Estações com integração com modos de transporte não motorizados e motorizados individuais e coletivos Estações com ambientes, dispositivos e agentes voltados à educação ambiental 37

38 Acessibilidade e Mobilidade Urbana 38

39 Mobilidade Urbana Secretaria de Transportes e Vias Públicas Empresa de Transporte Coletivo de São Bernardo do Campo 39

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO Plano de Mobilidade Urbana PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO São Bernardo do Campo no Estado de São Paulo São José dos Campos Sorocaba São Bernardo do Campo São Bernardo do Campo no Estado

Leia mais

PLANO DIRET O DIRET R O DE MACR MA ODRENA CR GEM ODRENA DA BACIA DO ALTO TIETÊ

PLANO DIRET O DIRET R O DE MACR MA ODRENA CR GEM ODRENA DA BACIA DO ALTO TIETÊ PLANO DIRETOR DE MACRODRENAGEM DA PLANO DIRETOR DE MACRODRENAGEM DA BACIA DO ALTO TIETÊ MAPA DE LOCALIZAÇÃO A ANÁLISE E O ENCAMINHAMENTO DE SOLUÇÕES PARA AS QUESTÕES DE DRENAGEM URBANA TÊM SIDO UM DOS

Leia mais

PROGRAMA DE CORREDORES METROPOLITANOS. Instituto de Engenharia

PROGRAMA DE CORREDORES METROPOLITANOS. Instituto de Engenharia PROGRAMA DE CORREDORES METROPOLITANOS Instituto de Engenharia Introdução quem é a EMTU/SP Estrutura Organizacional EMTU/SP responsabilidades Gerenciamento do sistema de transporte público intermunicipal

Leia mais

DESENVOLVIMENTO REGIONAL E A INDÚSTRIA

DESENVOLVIMENTO REGIONAL E A INDÚSTRIA DESENVOLVIMENTO REGIONAL E A INDÚSTRIA Regionalismo e Cooperação Intermunicipal o caso do Grande ABC Paulista Fausto Cestari Filho Características do Grande ABC Primeiro povoado brasileiro fora do litoral

Leia mais

SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007

SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007 SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007 Frota antiga e tecnologia obsoleta; Serviço irregular de vans operando em todo o DF 850 veículos; Ausência de integração entre os modos e serviços; Dispersão das linhas;

Leia mais

CRITÉRIOS TÉCNICOS PARA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MOBILIDADE URBANA. Lúcia Maria Mendonça Santos Ministério das Cidades

CRITÉRIOS TÉCNICOS PARA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MOBILIDADE URBANA. Lúcia Maria Mendonça Santos Ministério das Cidades CRITÉRIOS TÉCNICOS PARA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MOBILIDADE URBANA Lúcia Maria Mendonça Santos S e m i n á r i o M o b i l i d a d e U r b a n a S u s t e n t á v e l : P r á t i c a s e T e n d ê n c

Leia mais

Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana

Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana PAC 2 SÃO PAULO R$ 241,5 bilhões R$ milhões Eixo 2011-2014 Pós 2014 TOTAL Transportes 55.427 2.169 57.596 Energia 57.578 77.936 135.513 Cidade Melhor

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO. Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO. Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014 TM GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014 SOLUÇÕES ENCAMINHADAS Constituição do COMITÊ PAULISTA (Grupo Executivo

Leia mais

Transporte e Planejamento Urbano

Transporte e Planejamento Urbano Transporte e Planejamento Urbano para o Desenvolvimento da RMRJ Julho/2014 Cidades a maior invenção humana As cidades induzem a produção conjunta de conhecimentos que é a criação mais importante da raça

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Belo Horizonte. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Belo Horizonte. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Belo Horizonte Setembro/2013 Belo Horizonte: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos

Leia mais

Programa de Integração e Mobilidade Urbana da Região Metropolitana do Rio de Janeiro

Programa de Integração e Mobilidade Urbana da Região Metropolitana do Rio de Janeiro Programa de Integração e Mobilidade Urbana da Região Metropolitana do Rio de Janeiro Waldir Peres Superintendente Agência Metropolitana de Transportes Urbanos São Paulo Setembro de 2011 Plano Geral Rio

Leia mais

Prefeitura Municipal do Natal

Prefeitura Municipal do Natal Prefeitura Municipal do Natal Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Finanças Plano Plurianual 2010/2013 Programa Horizonte Público Objetivo: 8 Mobilidade e Cidadania Contínuo População do município

Leia mais

A experiência da EMTU no emprego do pavimento de concreto

A experiência da EMTU no emprego do pavimento de concreto Seminário Pavimentos Urbanos Pavimentos de Concreto nas Cidades: A solução para as vias de tráfego intenso, em especial os corredores de ônibus A experiência da EMTU no emprego do pavimento de concreto

Leia mais

TRANSPORTE COLETIVO SISTEMAS INTEGRADOS DE TRANSPORTE URBANO

TRANSPORTE COLETIVO SISTEMAS INTEGRADOS DE TRANSPORTE URBANO SISTEMAS INTEGRADOS DE TRANSPORTE URBANO TRANSPORTE COLETIVO M. Eng. André Cademartori Jacobsen Especialista em Benchmarking Associação Latino-americana de Sistemas Integrados e BRT (SIBRT) 28/Nov/2012

Leia mais

Políticas de integração para mobilidade urbana em cidades coordenadas por diferente modais Wagner Colombini Martins 20/09/2013

Políticas de integração para mobilidade urbana em cidades coordenadas por diferente modais Wagner Colombini Martins 20/09/2013 Políticas de integração para mobilidade urbana em cidades coordenadas por diferente modais Wagner Colombini Martins 20/09/2013 A gestão pública brasileira é marcada pela atuação setorial, com graves dificuldades

Leia mais

Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB PROGRAMA ESTADUAL DE MOBILIDADE URBANA PROMOB

Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB PROGRAMA ESTADUAL DE MOBILIDADE URBANA PROMOB PROGRAMA ESTADUAL DE MOBILIDADE URBANA PROMOB ARAÇOIABA 15.108 90 IGARASSU 82.277 323 ITAPISSUMA 20.116 74 ITAMARACÁ 15.858 65 PRAIA DE MARIA FARINHA A REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE Municípios: 14 População:

Leia mais

GERALDO ALCKMIN 18/10/2011

GERALDO ALCKMIN 18/10/2011 GERALDO ALCKMIN 18/10/2011 AÇÕES E PROJETOS HABITAÇÃO - 150 mil novas moradias nos próximos quatro anos, para atender a famílias que ganham até 5 salários mínimos, triplicando a produção de moradias no

Leia mais

Evolução do congestionamento

Evolução do congestionamento Evolução do congestionamento Crescimento populacional estável Taxa de motorização crescente 2025 2005 Surgimento de novos pólos de atração de viagens Deslocamentos na cidade Rede de transporte para 2016

Leia mais

Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014

Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014 INFRAESTRUTURA PARA A COPA 2014 Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014 Novembro/12 Agosto/2011 Empreendimentos de Mobilidade Urbana BRT Antônio Carlos/Pedro I Meta 1: Interseção com Av.

Leia mais

ESPELHO DE EMENDA INICIATIVA

ESPELHO DE EMENDA INICIATIVA SISTEMA DE ELABORAÇÃO DE S ÀS LEIS ORÇAMENTÁRIAS ESPELHO DE 001 - Construção do Contorno Ferroviário de Curitiba AUTOR DA Luciano Ducci 37050001 539 0141 - Promover a expansão da malha ferroviária federal

Leia mais

Seminário: Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo

Seminário: Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo : Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo Tema: Uma Agenda para a Mobilidade Urbana da Metrópole Planejamento Urbano, Mobilidade e Modos Alternativos de Deslocamento Engº Jaime

Leia mais

Extensão Norte Linha 1 - TRENSURB São Leopoldo - Novo Hamburgo

Extensão Norte Linha 1 - TRENSURB São Leopoldo - Novo Hamburgo Extensão Norte Linha 1 - TRENSURB São Leopoldo - Novo Hamburgo Metrô em elevado com extensão de 9,3 Km com rede elétrica aérea, sinalização, bilhetagem eletrônica, escadas rolantes Quatro Estações de Passageiros

Leia mais

Principais destaques e desafios 2013/2014

Principais destaques e desafios 2013/2014 12ª Assembleia Extraordinária 12 de janeiro de 2015 1 Principais destaques e desafios 2013/2014 Captação de recursos do PAC Mobilidade Remoção de moradias em áreas de risco PPA Regional orientando prioridades

Leia mais

Mapa 09 Área Central de PiracicabaOcupação do Solo. Urbano

Mapa 09 Área Central de PiracicabaOcupação do Solo. Urbano L E I T U R A E I N T E R P R E T A Ç Ã O D A S I T U A Ç Ã O U R B A N A Mapa 09 de PiracicabaOcupação do Solo Urbano P L A N O D E A Ç Ã O P A R A R E A B I L I T A Ç Ã O U R B A N A D A Á R E A C E

Leia mais

Transporte e Infraestrutura: Perspectivas para o Transporte Público Urbano

Transporte e Infraestrutura: Perspectivas para o Transporte Público Urbano Transporte e Infraestrutura: Perspectivas para o Transporte Público Urbano Otávio Vieira da Cunha Filho Presidente da Diretoria Executiva NTU Rio de Janeiro, 17/08/2012 1 Estrutura 1. Contexto; 2. O que

Leia mais

Projetos de Melhoria da Mobilidade Urbana até 2014

Projetos de Melhoria da Mobilidade Urbana até 2014 Projetos de Melhoria da Mobilidade Urbana até 2014 Melhoria da Infraestrutura Viária e Transporte na Capital Abril/2011 Mobilidade Urbana em Belo Horizonte BRT Antônio Carlos/Pedro I Meta 1 VIADUTOS DE

Leia mais

Projetos de Expansão e Modernização

Projetos de Expansão e Modernização Projetos de Expansão e Modernização Março/2012 Jundiaí Várzea Paulista Campo Limpo Paulista Francisco Morato Franco da Rocha Caieiras REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO Itaquaquecetuba Osasco Barueri São

Leia mais

Obras de Mobilidade Urbana no Município da Cidade do Rio de Janeiro. Alexandre Pinto Secretario Municipal de Obras

Obras de Mobilidade Urbana no Município da Cidade do Rio de Janeiro. Alexandre Pinto Secretario Municipal de Obras Obras de Mobilidade Urbana no Município da Cidade do Rio de Janeiro Alexandre Pinto Secretario Municipal de Obras BRTs Criado no Brasil e exportado para diversas cidades, tais como Bogotá, Pequim e Johanesburgo,

Leia mais

Política de mobilidade urbana: integração ou segregação social?

Política de mobilidade urbana: integração ou segregação social? Política de mobilidade urbana: integração ou segregação social? Panorama das ações e projetos e hipóteses gerais da pesquisa Juciano Martins Rodrigues Aumento no tempo de deslocamento Crescimento do número

Leia mais

BRASIL 2015: O VERDADEIRO RESULTADO DA COPA

BRASIL 2015: O VERDADEIRO RESULTADO DA COPA BRASIL 2015: O VERDADEIRO RESULTADO DA COPA Brasil, 2007 PIB R$ 1,8 trilhão Alfabetização 88,6% Expec. de Vida 71,7 anos PIB per capita US$ 8.402 Fonte: ONU e IBGE Brasil, 2015 PIB R$ 2,1 trilhões Alfabetização

Leia mais

desafios para o sistema de mobilidade sustentável no estado de minas gerais

desafios para o sistema de mobilidade sustentável no estado de minas gerais desafios para o sistema de mobilidade sustentável no estado de minas gerais Subsecretaria de Regulação de Transportes maio / 2015 Secretaria de Desenvolvimento Econômico Secretaria de Desenvolvimento Urbano

Leia mais

CORREDOR GUARULHOS-SÃO PAULO CORREDOR METROPOLITANO GUARULHOS - SÃO PAULO

CORREDOR GUARULHOS-SÃO PAULO CORREDOR METROPOLITANO GUARULHOS - SÃO PAULO CORREDOR METROPOLITANO GUARULHOS - SÃO PAULO ACE Associação Comercial Empresarial de Guarulhos 25/Outubro/2013 MISSÃO: Promover e gerir o transporte intermunicipal de baixa e média capacidades para passageiros

Leia mais

Mobilidade Carioca. BRTs e a rede integrada de transportes de alta capacidade da cidade

Mobilidade Carioca. BRTs e a rede integrada de transportes de alta capacidade da cidade Mobilidade Carioca Mobilidade Carioca BRTs e a rede integrada de transportes de alta capacidade da cidade Rede de Transporte em 2010 trem metrô Rede de Transporte em 2012 trem metrô BRT Rede de Transporte

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO outubro 2013 Plano de Mobilidade Urbana de São Paulo Em atendimento à Lei Federal 12.587 Institui a Política Nacional de Mobilidade Urbana

Leia mais

SEMINÁRIO COPA DO MUNDO 2014 PROJETOS, RUMOS E PERPECTIVAS

SEMINÁRIO COPA DO MUNDO 2014 PROJETOS, RUMOS E PERPECTIVAS SEMINÁRIO COPA DO MUNDO 2014 PROJETOS, RUMOS E PERPECTIVAS MOBILIDADE URBANA PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE TRANSPORTES REDE ESTRUTURAL DE TRANSPORTES DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA

GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA DESENVOLVIMENTO DE LAY-OUT DE PROPOSTA ALTERNATIVA PARA O SISTEMA G DE TRANSPORTE PÚBLICO MULTIMODAL PARA A REGIÃO METROPOLITANA DA GRANDE VITÓRIA GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA

Leia mais

IV REUNIÃO DA REDE PNAFM. 2ª fase

IV REUNIÃO DA REDE PNAFM. 2ª fase 4ªREUNIÃO DA REDE PNAFM (2ªFASE) BOAS PRÁTICAS: REDE FÁCIL Paço Municipal IV REUNIÃO DA REDE PNAFM 2ª fase 10 de maio de 2013 São Paulo DADOS DA CIDADE Diadema São Paulo São Caetano Santo André Mauá Ribeirão

Leia mais

População 1,8 milhões Área 435 km 2 Extensão Norte-Sul 35 km Extensão Leste-Oeste 20 km 9 regionais 75 bairros

População 1,8 milhões Área 435 km 2 Extensão Norte-Sul 35 km Extensão Leste-Oeste 20 km 9 regionais 75 bairros População 1,8 milhões Área 435 km 2 Extensão Norte-Sul 35 km Extensão Leste-Oeste 20 km 9 regionais 75 bairros 1.º lugar A cidade mais digital do Brasil Fundação CPqD e Momento Editorial 2.º Lugar em 2011

Leia mais

Fundação Institut o de Pesquisa e Planejamento para o Desenvolvimento Sustentável de Joinville, Instituto de Trânsito e Transporte e

Fundação Institut o de Pesquisa e Planejamento para o Desenvolvimento Sustentável de Joinville, Instituto de Trânsito e Transporte e Fundação Instituto de Pesquisa e Planejamento para o Desenvolvimento Sustentável de Joinville, Instituto de Trânsito e Transporte e Secretaria de Infraestrutura UMA UNIDADE DE MOBILIDADE E ACESSIBILIDADE

Leia mais

COSEMA - FIESP Programas e Ações A para os grandes problemas da RMSP. Paulo Massato Yoshimoto Diretor Metropolitano - Sabesp

COSEMA - FIESP Programas e Ações A para os grandes problemas da RMSP. Paulo Massato Yoshimoto Diretor Metropolitano - Sabesp COSEMA - FIESP Programas e Ações A da Sabesp para os grandes problemas da RMSP Paulo Massato Yoshimoto Diretor Metropolitano - Sabesp Evolução Populacional - RMSP Reversão da centrifugação Menor pressão

Leia mais

PARA MUDAR DE VERDADE

PARA MUDAR DE VERDADE PARA MUDAR DE VERDADE os transportes Nos 20 anos de sucessivos governos, o PSDB foi incapaz de enfrentar o colapso da mobilidade urbana com políticas compatíveis com a gravidade do problema, sobretudo

Leia mais

MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES IMEDIATAS E EFICAZES

MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES IMEDIATAS E EFICAZES MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES IMEDIATAS E EFICAZES JULHO 2015 SÃO PAULO UMA CIDADE A CAMINHO DO CAOS URBANO Fonte: Pesquisa de mobilidade 2012 SÃO PAULO UMA CIDADE A CAMINHO DO CAOS

Leia mais

VIII EXPOSIÇÃO DE EXPERIÊNCIAS MUNICIPAIS EM SANEAMENTO

VIII EXPOSIÇÃO DE EXPERIÊNCIAS MUNICIPAIS EM SANEAMENTO ASSEMAE VIII EXPOSIÇÃO DE EXPERIÊNCIAS MUNICIPAIS EM SANEAMENTO Título do trabalho O SEMASA E O TRATAMENTO DE ESGOTO NA CIDADE DE SANTO ANDRÉ Nome do Autor ISABEL CRISTINA ALEIXO DIAS CURRÍCULO DO AUTOR

Leia mais

GOVERNANÇA METROPOLITANA. As cidades e os desafios da Mobilidade Urbana

GOVERNANÇA METROPOLITANA. As cidades e os desafios da Mobilidade Urbana As cidades e os desafios da Mobilidade Urbana Março / 2012 Mobilidade é o deslocamento de pessoas e bens nas cidades. É sustentável quando: Valoriza o deslocamento do pedestre. Proporciona mobilidade às

Leia mais

Sistema de informações a usuários do Transporte Coletivo.

Sistema de informações a usuários do Transporte Coletivo. Sistema de informações a usuários do Transporte Coletivo. Autores: Celso Bersi; Economista - Diretor de Transporte Urbano 1) Empresa de Desenvolvimento Urbano e Social de Sorocaba - URBES Rua Pedro de

Leia mais

O TRANSPORTE PÚBLICO NA REGIÃO METROPOLITANA DE GOIÂNIA

O TRANSPORTE PÚBLICO NA REGIÃO METROPOLITANA DE GOIÂNIA Intervenção Urbana para melhoria da Qualidade de Vida e Inclusão Social na Região Metropolitana de Goiânia O TRANSPORTE PÚBLICO NA REGIÃO METROPOLITANA DE GOIÂNIA A REGIÃO METROPOLITANA DE GOIÂNIA Localização

Leia mais

Governança Metropolitana, Planejamento e Desenvolvimento de Longo Prazo: O Plano Plurianual Regional Participativo do Grande ABC (2014-2017)

Governança Metropolitana, Planejamento e Desenvolvimento de Longo Prazo: O Plano Plurianual Regional Participativo do Grande ABC (2014-2017) Governança Metropolitana, Planejamento e Desenvolvimento de Longo Prazo: O Plano Plurianual Regional Participativo do Grande ABC (2014-2017) Consórcio Intermunicipal Grande ABC Brasília, 4 Dezembro 2015

Leia mais

EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE S.A. Obra de Expansão da Linha 1. São Leopoldo / Novo Hamburgo

EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE S.A. Obra de Expansão da Linha 1. São Leopoldo / Novo Hamburgo EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE S.A. Obra de Expansão da Linha 1 São Leopoldo / Novo Hamburgo ESCRITÓRIO DE FISCALIZAÇÃO Coordenação de Planejamento Coordenação de Medições, Controle Financeiro

Leia mais

Desafios para Melhoria da Mobilidade Urbana

Desafios para Melhoria da Mobilidade Urbana Desafios para Melhoria da Mobilidade Urbana O Desafio da CET 7,2 milhões de veículos registrados 12 milhões de habitantes 7,3 milhões de viagens a pé 156 mil viagens de bicicleta 15 milhões de viagens

Leia mais

DUPLICAÇÃO DA RODOVIA ELIEZER MAGALHÃES NA REGIÃO DE ARAÇATUBA 2.000.000,00 2.000.000,00 DUPLICAÇÃO DA RODOVIA ASSIS CHATEAUBRIAND NA REGIÃO DE

DUPLICAÇÃO DA RODOVIA ELIEZER MAGALHÃES NA REGIÃO DE ARAÇATUBA 2.000.000,00 2.000.000,00 DUPLICAÇÃO DA RODOVIA ASSIS CHATEAUBRIAND NA REGIÃO DE Região Administrativa/Região Metropolitana Secretaria TEOR Araçatuba Justiça e Defesa da Cidadania Despesas de Capital Valor REFORMA DO ESQUELETO DO HOSPITAL MODELO PARA ABRIGAR FORUM 3.000.000,00 3.000.000,00

Leia mais

Planejamento de cidades inteligentes: ganhando força através da colaboração NITERÓI

Planejamento de cidades inteligentes: ganhando força através da colaboração NITERÓI Planejamento de cidades inteligentes: ganhando força através da colaboração NITERÓI CIDADES INTELIGENTES Conceito ganhou impulso nos últimos 5 anos Uma nova economia: (Fonte: Pyke Research) mercado de

Leia mais

BOA GOVERNANÇA PARA GESTÃO SUSTENTÁVEL DAS ÁGUAS URBANAS PROGRAMA DRENURBS

BOA GOVERNANÇA PARA GESTÃO SUSTENTÁVEL DAS ÁGUAS URBANAS PROGRAMA DRENURBS BOA GOVERNANÇA PARA GESTÃO SUSTENTÁVEL DAS ÁGUAS URBANAS PROGRAMA DRENURBS Um programa para integrar objetivos ambientais e sociais na gestão das águas Superintendência de Desenvolvimento da Capital -

Leia mais

Modelos de Concessão do Transporte Urbano por Ônibus Práticas e Tendências. Belo Horizonte: Verificação Independente dos Contratos de Concessão

Modelos de Concessão do Transporte Urbano por Ônibus Práticas e Tendências. Belo Horizonte: Verificação Independente dos Contratos de Concessão Modelos de Concessão do Transporte Urbano por Ônibus Práticas e Tendências Belo Horizonte: Verificação Independente dos Contratos de Concessão São Paulo, 15 de agosto de 2014 Agenda 1. Introdução - Belo

Leia mais

Consórcio Intermunicipal do Grande ABC

Consórcio Intermunicipal do Grande ABC Consórcio Intermunicipal do Grande ABC 1 Consórcio Intermunicipal Grande ABC 2 A Região 3 Consórcio ABC Instalado em 19 de dezembro de 1990 como associação civil de direito privado; O então prefeito de

Leia mais

Projetos de Expansão e Modernização

Projetos de Expansão e Modernização Projetos de Expansão e Modernização Mário Manuel Seabra Rodrigues Bandeira Diretor Presidente maio/2013 REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO Jundiaí Várzea Paulista Campo Limpo Paulista Francisco Morato Franco

Leia mais

EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO PLANOS DE MOBILIDADE EM PORTO ALEGRE/RS SEMINÁRIO INTERNACIONAL CIDADE E MOBILIDADE

EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO PLANOS DE MOBILIDADE EM PORTO ALEGRE/RS SEMINÁRIO INTERNACIONAL CIDADE E MOBILIDADE EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO PLANOS DE MOBILIDADE EM PORTO ALEGRE/RS SEMINÁRIO INTERNACIONAL CIDADE E MOBILIDADE PORTO ALEGRE, NOVEMBRO DE 2012 EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO

Leia mais

Como transformar o direito à mobilidade em indicadores de políticas públicas?

Como transformar o direito à mobilidade em indicadores de políticas públicas? Como transformar o direito à mobilidade em indicadores de políticas públicas? Uma contribuição - INCT Observatório das Metrópoles - Projeto: Metropolização e Mega-eventos: os impactos da Copa do Mundo/2014

Leia mais

DRAFT. PROJETO DE MOBILIDADE URBANA DE MANAUS 6 de outubro de 2009

DRAFT. PROJETO DE MOBILIDADE URBANA DE MANAUS 6 de outubro de 2009 PROJETO DE MOBILIDADE URBANA DE MANAUS 6 de outubro de 2009 Agenda Crescimento de Manaus Solução de mobilidade urbana Resumo do projeto do monotrilho Resumo do projeto do BRT Quadro 2 Agenda Crescimento

Leia mais

Secretaria Municipal de Obras. secretário Alexandre Pinto

Secretaria Municipal de Obras. secretário Alexandre Pinto Secretaria Municipal de Obras secretário Alexandre Pinto Investimentos recordes e precisos Obras em andamento R$ 5,5 bilhões Obras em licitação R$ 2 bilhões Obras a licitar R$ 190 milhões R$ 8,1 bilhões

Leia mais

Unidade Gestora do Projeto da Copa. Unidade d Gestora do Projeto da Copa MOBILIDADE URBANA

Unidade Gestora do Projeto da Copa. Unidade d Gestora do Projeto da Copa MOBILIDADE URBANA Unidade d Gestora do Projeto da Copa MOBILIDADE URBANA PLANO DE GOVERNANÇA POPULAÇÃO DO MUNICÍPIO DE MANAUS 1.802.014 Hab População/ bairros de Manaus DISTRIBUIÇÃO DA FROTA DE VEÍCULOS EM MANAUS Automóveis

Leia mais

GUIA PRÁTICO DO PARTICIPANTE

GUIA PRÁTICO DO PARTICIPANTE GUIA PRÁTICO DO PARTICIPANTE Santo André 2014 INFORMAÇÕES ÚTEIS: Saiba a melhor maneira de chegar ao Evento e as opções de trajeto utilizando o transporte público. Locais dos Eventos: Universidade Federal

Leia mais

MODELO PARA ABRIGAR FORUM 3.000.000,00 3.000.000,00 ARAÇATUBA 5.000.000,00 5.000.000,00 MAGALHÃES NA REGIÃO DE ARAÇATUBA 2.000.000,00 2.000.

MODELO PARA ABRIGAR FORUM 3.000.000,00 3.000.000,00 ARAÇATUBA 5.000.000,00 5.000.000,00 MAGALHÃES NA REGIÃO DE ARAÇATUBA 2.000.000,00 2.000. Região Administrativa/Região Metropolitana Secretaria TEOR Justiça e Defesa da REFORMA DO ESQUELETO DO HOSPITAL Araçatuba Cidadania HOSPITAL REGIONAL NA REGIÃO DE Araçatuba Saúde DUPLICAÇÃO DA RODOVIA

Leia mais

PLANOS DE NEGÓCIO DAS OPERADORAS METROPOLITANAS. NEGÓCIOS NOS TRILHOS 2008 04 a 06 de Novembro Expo Center Norte Pavilhão Vermelho São Paulo - SP

PLANOS DE NEGÓCIO DAS OPERADORAS METROPOLITANAS. NEGÓCIOS NOS TRILHOS 2008 04 a 06 de Novembro Expo Center Norte Pavilhão Vermelho São Paulo - SP 1 PLANOS DE NEGÓCIO DAS OPERADORAS METROPOLITANAS NEGÓCIOS NOS TRILHOS 2008 04 a 06 de Novembro Expo Center Norte Pavilhão Vermelho São Paulo - SP Rede Atual de Metrô 2 Rede Atual 3 Atual Extensão 61,3

Leia mais

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP JUNHO 2013 DIMENSÃO DO DESAFIO EM TRANSPORTE COLETIVO PMSP Coletivo 10,1 milhões viagens 56% Individual 7,9 milhões viagens 44% DIMENSÃO DO DESAFIO EM

Leia mais

Flávio Ahmed CAU-RJ 15.05.2014

Flávio Ahmed CAU-RJ 15.05.2014 Flávio Ahmed CAU-RJ 15.05.2014 O espaço urbano como bem ambiental. Aspectos ambientais do Estatuto da cidade garantia da qualidade de vida. Meio ambiente natural; Meio ambiente cultural; Meio ambiente

Leia mais

Diretoria de Planejamento de Transporte e de Gestão Corporativa APRESENTAÇÃO SMT 09 02 2012 RT DT/SPT 09/12

Diretoria de Planejamento de Transporte e de Gestão Corporativa APRESENTAÇÃO SMT 09 02 2012 RT DT/SPT 09/12 MOBILIDADE (e ACESSIBILIDADE) URBANA NO CONTEXTO DO PLANO ESTRATÉGICO SP2040 Superintendência de Planejamento de Transporte Diretoria de Planejamento de Transporte e de Gestão Corporativa planejamento@sptrans.com.br

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO Secretaria de Habitação e Meio Ambiente Diretoria de Licenciamento e Avaliação Ambiental

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO Secretaria de Habitação e Meio Ambiente Diretoria de Licenciamento e Avaliação Ambiental PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO Secretaria de Habitação e Meio Ambiente Diretoria de Licenciamento e Avaliação Ambiental São Bernardo do Campo, 15 de maio de 2009. Introdução Tendo em

Leia mais

Programa de Investimentos da EMTU e Atendimento à Copa do Mundo 2014

Programa de Investimentos da EMTU e Atendimento à Copa do Mundo 2014 Programa de Investimentos da EMTU e Atendimento à Copa do Mundo 214 Mapa do Transporte Metropolitano Rede 214 Fonte: STM EMTU PROGRAMA DE INVESTIMENTOS PROGRAMA DE INVESTIMENTOS 211-214 - EMTU Corredor

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana de BH

Plano de Mobilidade Urbana de BH 4 a 7 de junho de 2013 Hotel Ouro Minas Plano de Mobilidade Urbana de BH Ramon Victor Cesar Presidente de BHTRANS Contexto do PlanMob-BH: Cenários, diagnóstico e prognósticos Desafio 1: como articular

Leia mais

29 de julho de 2014. 1ª Reunião do Observatório da Mobilidade Urbana de Belo Horizonte

29 de julho de 2014. 1ª Reunião do Observatório da Mobilidade Urbana de Belo Horizonte 1ª Reunião do Observatório da Mobilidade Urbana de Belo Horizonte Mesa 1: Acessibilidade e qualidade do transporte coletivo e das calçadas de Belo Horizonte Em que medida o PlanMob-BH considerou e avançou

Leia mais

O Problema dos Transportes Urbanos de Passageiros no Brasil

O Problema dos Transportes Urbanos de Passageiros no Brasil O Problema dos Transportes Urbanos de Passageiros no Brasil Uma Contribuição para as Discuções sobre o Tema. O crescimento da urbanização da população brasileira, os incentivos generosos do governo federal

Leia mais

Investimento Global (R$ mi) 1 Belo Horizonte BRT: Antônio Carlos / Pedro I 726,4 382,3-344,2 -

Investimento Global (R$ mi) 1 Belo Horizonte BRT: Antônio Carlos / Pedro I 726,4 382,3-344,2 - Anexo A - Mobilidade Urbana Empreendimento (obra, projeto e desapropriação) 1 Belo Horizonte BRT: Antônio Carlos / Pedro I 726,4 382,3-344,2-2 Belo Horizonte Corredor Pedro II e Obras Complementares nos

Leia mais

Desafios e metas do Estado de São Paulo

Desafios e metas do Estado de São Paulo 1º Seminário Saneamento Básico Universalização do Saneamento: Desafios e Metas para o Setor 07 de novembro de 2011 Desafios e metas do Estado de São Paulo Edson Giriboni Secretário de Saneamento e Recursos

Leia mais

Entregue na Prefeitura de São Paulo e na Secretaria Municipal de Transportes, no dia 22 de agosto

Entregue na Prefeitura de São Paulo e na Secretaria Municipal de Transportes, no dia 22 de agosto Documento solicitando a não cobrança de tarifa em ônibus, metrô, trem e trólebus, durante todo o dia 22 de setembro, foi entregue ao prefeito de São Paulo. A Rede Nossa São Paulo e outras 33 organizações

Leia mais

Mobilidade Urbana. Linhas gerais, resultados e desafios selecionados

Mobilidade Urbana. Linhas gerais, resultados e desafios selecionados Mobilidade Urbana Linhas gerais, resultados e desafios selecionados Apresentação A política de desenvolvimento urbano é estratégica para a promoção de igualdade de oportunidades, para a desconcentração

Leia mais

Sistema Metro-Ferroviário e a Integração Metropolitana do Transporte na RMPA

Sistema Metro-Ferroviário e a Integração Metropolitana do Transporte na RMPA MOBILIDADE URBANA EM REGIÕES METROPOLITANAS Sistema Metro-Ferroviário e a Integração Metropolitana do Transporte na RMPA Marco Aurélio Spall Maia Diretor Presidente TRENSURB-Porto Alegre Região Metropolitana

Leia mais

POLÍTICA DE REDUÇÃO DO RISCO DE INUNDAÇÕES EM BELO HORIZONTE

POLÍTICA DE REDUÇÃO DO RISCO DE INUNDAÇÕES EM BELO HORIZONTE POLÍTICA DE REDUÇÃO DO RISCO DE INUNDAÇÕES EM BELO HORIZONTE Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura - SMOBI Superintendência de Desenvolvimento da Capital - SUDECAP OUTUBRO DE 2013 POLÍTICA DO

Leia mais

www.supervia.com.br 1

www.supervia.com.br 1 www.supervia.com.br 1 Trens Urbanos no Rio de Janeiro Histórico Antes da privatização, sob condições de transporte inadequadas, o número de passageiros caiu consistentemente Média de passageiros dias úteis

Leia mais

COPASA COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

COPASA COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS Apresentação A Companhia de Saneamento de Minas Gerais, COPASA, criada em 1963, é uma empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Regional e Política

Leia mais

Cidade de São Paulo. 3ª CLÍNICA INTEGRADA ENTRE USO DO SOLO E TRANSPORTES Rio, out/2011

Cidade de São Paulo. 3ª CLÍNICA INTEGRADA ENTRE USO DO SOLO E TRANSPORTES Rio, out/2011 Cidade de São Paulo 3ª CLÍNICA INTEGRADA ENTRE USO DO SOLO E TRANSPORTES Rio, out/2011 LOCALIZAÇÃO POPULAÇÃO (Censo 2010) RMSP...19.683.975 habitantes Município de São Paulo...11.253.563 habitantes Estatuto

Leia mais

O nosso trabalho você vê! Arquivo especial. Infância no Batistini. r e. dor - 1. Futebol Sempre goleiro. Carla, Orlan

O nosso trabalho você vê! Arquivo especial. Infância no Batistini. r e. dor - 1. Futebol Sempre goleiro. Carla, Orlan O nosso trabalho você vê! Arquivo especial Bebê Infância no Batistini Avia ç ão Famíl ia Adora cozinhar Teleton 9 97 dor - 1 a e r e v de Posse Futebol Sempre goleiro Carla, Orlan dinh E está vindo o e

Leia mais

Mobilidade urbana, infra-estrutura e a Copa de 2014

Mobilidade urbana, infra-estrutura e a Copa de 2014 Mobilidade urbana, infra-estrutura e a Copa de 2014 Oportunidades para a arquitetura e a engenharia 8º Encontro da Arquitetura e da Engenharia Consultiva de São Paulo Sinaenco/sp 26 de agosto de 2008 Jurandir

Leia mais

PAC 2 superará em 72% a execução total do PAC 1

PAC 2 superará em 72% a execução total do PAC 1 EXECUÇÃO GLOBAL DO PAC 2 ATÉ OUTUBRO DE 2014 R$ 1,009 trilhão 91,3% do previsto até 2014 ATÉ DEZEMBRO DE 2014 R$ 1,066 trilhão 96,5% do previsto até 2014 PAC 2 superará em 72% a execução total do PAC 1

Leia mais

Obras da Copa 2014 Mobilidade Urbana. Prefeitura Municipal de Porto Alegre 30.06.2011

Obras da Copa 2014 Mobilidade Urbana. Prefeitura Municipal de Porto Alegre 30.06.2011 Obras da Copa 2014 Mobilidade Urbana Prefeitura Municipal de Porto Alegre 30.06.2011 Território preferencial Obras da Matriz de Responsabilidades Av. Severo Dullius Rua Voluntários da Pátria Av. Assis

Leia mais

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM Matriz de Transporte Brasil Estado de São Paulo Modal Participação Modal Participação Rodoviário 61,20% Ferroviário 20,70% Hidroviário 13,60% Dutoviário 4,20% Aéreo 0,40% Rodoviário 93,10% Ferroviário

Leia mais

SECRETARIA DE TRANSPORTES

SECRETARIA DE TRANSPORTES COMITÊS TÉCNICOS DA ALAMYS 18ª Reunião Intermediária PROJETOS DE MOBILIDADE PARA O ESTADO DO RIO DE JANEIRO Julio Lopes SECRETÁRIO GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MAIO 2013 Nossas Metas Copa das Confederações

Leia mais

SEINFRA SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA JUNHO/2015

SEINFRA SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA JUNHO/2015 SEINFRA SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA JUNHO/2015 Corredores de Ônibus Manaus: Atendem três condicionantes: 1) Plano de Estruturação da Malha Viária do Governo do Estado do Amazonas; 2) Demanda

Leia mais

6.2.2) O Traçado Final Definido para a Linha 18 - Bronze

6.2.2) O Traçado Final Definido para a Linha 18 - Bronze 6.2.2) O Traçado Final Definido para a Linha 18 - ronze A diretriz do traçado estabelecida para a Linha 18 foi definida com base nos estudos desenvolvidos para aquelas 9 alternativas, conforme descritas

Leia mais

ÍNDICE. Capítulo I...5. Do Sub-Sistema Viário Estrutural...5. Capítulo II...5. Do Sub-Sistema de Apoio...5 DISPOSIÇÕES FINAIS...6

ÍNDICE. Capítulo I...5. Do Sub-Sistema Viário Estrutural...5. Capítulo II...5. Do Sub-Sistema de Apoio...5 DISPOSIÇÕES FINAIS...6 ÍNDICE Capítulo I...5 Do Sub-Sistema Viário Estrutural...5 Capítulo II...5 Do Sub-Sistema de Apoio...5 DISPOSIÇÕES FINAIS...6 1 PREFEITURA MUNICIPAL DE CRATEÚS PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO PDDU

Leia mais

CICLOVIAS EM SP INTEGRANDO E FAZENDO O BEM PARA A CIDADE

CICLOVIAS EM SP INTEGRANDO E FAZENDO O BEM PARA A CIDADE CICLOVIAS EM SP INTEGRANDO E FAZENDO O BEM PARA A CIDADE AGOSTO 2014 PROGRAMA DE METAS IMPLANTAR UMA REDE DE 400KM DE VIAS CICLÁVEIS. PROPICIA MAIOR EQUIDADE NO USO DA VIA PÚBLICA GANHOS SOCIO-AMBIENTAIS

Leia mais

Painel 4 - Mobilidade Urbana: Transporte e Soluções. Marcio Lacerda Prefeito de Belo Horizonte

Painel 4 - Mobilidade Urbana: Transporte e Soluções. Marcio Lacerda Prefeito de Belo Horizonte Painel 4 - Mobilidade Urbana: Transporte e Soluções Marcio Lacerda Prefeito de Belo Horizonte Sumário A. Desenvolvimento urbano e os desafios da mobilidade em BH B. Iniciativas da PBH em prol da mobilidade

Leia mais

Resultados iniciais Relatório de Mobilidade RMBH Coletiva de Imprensa 19/12

Resultados iniciais Relatório de Mobilidade RMBH Coletiva de Imprensa 19/12 Resultados iniciais Relatório de Mobilidade RMBH Coletiva de Imprensa 19/12 Premissas de trabalho u Articulação entre profissionais da engenharia/técnicos MG, por meio da Câmara Temática de Mobilidade;

Leia mais

A SECRETARIA NACIONAL DE TRANSPORTE E DA MOBILIDADE URBANA (SEMOB)

A SECRETARIA NACIONAL DE TRANSPORTE E DA MOBILIDADE URBANA (SEMOB) A SECRETARIA NACIONAL DE TRANSPORTE E DA MOBILIDADE URBANA (SEMOB) ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO 1. SEMOB 2. POLÍTICA NACIONAL DE MOBILIDADE URBANA 3. PPA DA UNIÃO 2012-2015 4. PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO

Leia mais

Rede de transporte em 2010

Rede de transporte em 2010 Mobilidade Carioca Rede de transporte em 2010 trem metrô Rede de transporte em 2012 trem metrô BRT Rede de transporte em 2014 trem metrô BRT Rede de transporte em 2016 trem metrô BRT VLT Rede de transporte

Leia mais

Bus Rapid Transit. Possui desempenho e conforto semelhante aos sistemas sobre trilhos, mas com custo entre 4 a 20 vezes. menor;

Bus Rapid Transit. Possui desempenho e conforto semelhante aos sistemas sobre trilhos, mas com custo entre 4 a 20 vezes. menor; 1 BRT MANAUS 2 Bus Rapid Transit O BRT é um sistema de transporte com alta capacidade e baixo custo que utiliza parte segregada da infraestrutura viária existente e opera por controle centralizado, permitindo

Leia mais

UGP COPA Unidade Gestora do Projeto da Copa

UGP COPA Unidade Gestora do Projeto da Copa Organização da Copa 2014 PORTFÓLIOS UGPCOPA ARENA E ENTORNO INFRAESTRUTURA TURÍSTICA FAN PARKS LOC COPA DESPORTIVA EVENTOS DA FIFA GERENCIAMENTO DE PROJETOS OBRIGAÇÕES GOVERNAMENTAIS SUPRIMENTOS COPA TURÍSTICA

Leia mais

INTERVENÇÕES URBANÍSTICAS COMO AGENTES DE REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA

INTERVENÇÕES URBANÍSTICAS COMO AGENTES DE REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA INTERVENÇÕES URBANÍSTICAS COMO AGENTES DE REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA HUMBERTO COSTA Secretário das Cidades Governo de Pernambuco 17 de setembro Recife / PE Prevenção da violência x ESPAÇO URBANO AS ESTATÍSTICAS

Leia mais

Ministério das Cidades MCidades

Ministério das Cidades MCidades Ministério das Cidades MCidades Objetivos de Desenvolvimento Sustentável ODS São Paulo, 02 de junho de 2014 Roteiro 1. O processo de urbanização no Brasil: histórico. 2. Avanços institucionais na promoção

Leia mais

POLÍTICA URBANA E DINAMIZAÇÃO DO COMÉRCIO DE RUA

POLÍTICA URBANA E DINAMIZAÇÃO DO COMÉRCIO DE RUA POLÍTICA URBANA E DINAMIZAÇÃO DO COMÉRCIO DE RUA Seminário GVcev: Polos Varejistas de Rua: Oportunidades para o varejo e a revitalização das cidades Fernando de Mello Franco 11 novembro 2014 DOMINGO, 09

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE INTEGRAÇÃO REGIONAL, DESENVOLVIMENTO URBANO E METROPOLITANO NOTA TÉCNICA AV. INDEPENDÊNCIA

SECRETARIA DE ESTADO DE INTEGRAÇÃO REGIONAL, DESENVOLVIMENTO URBANO E METROPOLITANO NOTA TÉCNICA AV. INDEPENDÊNCIA SECRETARIA DE ESTADO DE INTEGRAÇÃO REGIONAL, DESENVOLVIMENTO URBANO E METROPOLITANO NOTA TÉCNICA AV. INDEPENDÊNCIA 2 OBJETO: Implantação de Alça Rodoviária - Rodovia Independência/1ª Etapa JUSTIFICATIVA:

Leia mais