Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB PROGRAMA ESTADUAL DE MOBILIDADE URBANA PROMOB

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB PROGRAMA ESTADUAL DE MOBILIDADE URBANA PROMOB"

Transcrição

1 PROGRAMA ESTADUAL DE MOBILIDADE URBANA PROMOB

2 ARAÇOIABA IGARASSU ITAPISSUMA ITAMARACÁ PRAIA DE MARIA FARINHA A REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE Municípios: 14 População: hab Área: 2.768,45 km 2 ABREU E LIMA PAULISTA SÃO LOURENÇO DA MATA CAMARAGIBE RECIFE OLINDA PRAIA DE CASA CAIADA PORTO DO RECIFE AEROPORTO MORENO JABOATÃO DOS GUARARAPES PRAIA DE BOA VIAGEM PRAIA DE CANDEIAS CABO DE SANTO AGOSTINHO PORTO DE SUAPE IPOJUCA PRAIA DE PORTO DE GALINHAS

3 Intervenções Intervenções estruturais, voltadas para a melhoria da oferta do Sistema de Transporte Público e da circulação nas vias urbanas. Programa de Navegabilidade; Implantação do Sistema Cicloviário; Implantação da Passarela Aeroporto; Expansão do SEI (Sistema Estrutural Integrado): Terminais Integrados Corredores de Transporte Público de Passageiros TRO/BRT

4 PROJETOS Corredor Exclusivo de TRO Norte/Sul - Ramal Centro - Ramal Agamenon Corredor Exclusivo de TRO Leste/Oeste Ramal Cidade da Copa Terminal de Integração Cosme e Damião Requalificação e implantação do Corredor Exclusivo da BR-101 Implantação do Corredor de Ônibus da II Perimetral (Olinda) e Via Metropolitana Norte Programa de Navegabilidade Passarela do Aeroporto Ciclovias e calçadas

5 Programa Rios da Gente Navegabilidade Rotas: Oeste e Norte Extensão: 24,5 km Investimento: R$ 398 milhões N Estações: 08 Rota Oeste: da Estação do Metrô do Recife à Estação Apipucos - 11 km Rota Norte: da Estação da Rua do Sol à Estação Tacaruna 2,9 km STATUS: Projetos da dragagem em licitação. Transporte fluvial na RMR com função e viabilidade definidas. (PDTU, 2008: 31)

6 Sistema Cicloviário Programa Pedala PE Descrição: Elaboração de Projetos para implantação de Ciclovias na extensão dos principais corredores de mobilidade. Status: parte em obras e parte em elaboração dos projetos executivos Ampliação do Sistema cicloviário, com sinergia entre as rotas de interesse do transporte cotidiano, do turismo e do lazer. (PDTU, 2008: 10)

7 Sistema Cicloviário 106,3 km de extensão Projetos para implantação das CICLOVIAS 11,2 Km recuperação ciclovia entre Paulista/Olinda (PE15) 10,1 Km implantação de ciclovia de Igarassu/Abreu e Lima 5,2 Km implantação de ciclovia Pan-Nordestina/ Fábrica Tacaruna 4,9 Km implantação de ciclovia Tacaruna / Joana Bezerra 30,6 Km implantação de ciclovia na BR-101 entre Abreu e Lima(PE15)/ Jaboatão (Caj. Seco) 6,1 Km implantação de ciclovia na Av. Caxangá 3,0 km UPA Caxangá/TI da Estação Camaragibe 6,3 Km implantação de ciclovia Camaragibe/Cidade da Copa 10,1 Km implantação de ciclovia - Via Metropolitana Norte 4,5 Km divisa Olinda/Recife até o metrô centro 13,1 km Via Metropolitana Sul - Lagoa Olho D água 1,2 km via ligação da Av. Luís Correia de Brito com Agamenon Magalhães

8 Passarela Aeroporto Interliga o Aeroporto Internacional dos Guararapes ao Terminal Integrado Aeroporto. Extensão: 460 metros Investimento: R$ 23 milhões Status: em obras Planos e projetos de infraestrutura viária: construção de passarela para pedestres no Aeroporto. (PDTU, 2008: 57)

9 SEI Sistema Estrutural Integrado - expansão Expansão do SEI. (PDTU, 2008: 8) Sistema tronco-alimentador multimodal, que disponibiliza diversas alternativas de deslocamento com o pagamento de apenas uma tarifa, através de integrações em terminais fechados. 119 linhas, 853 ônibus e 1036 viagens diárias. LEGENDA: Terminal Integrado a Ampliar Terminal Integrado Implantado Terminal Integrado Previsto Corredor Troncal Radial - ônibus Corredor Troncal Radial - metrô Corredor Troncal Perimetral Corredor Radial

10 MAPA COM TODAS AS INTERVENÇÕES DE CORREDORES DE TRO/ BRT PDTU, 2008: 8

11 TRO Transporte Rápido de Ônibus Todos os Corredores vão operar com o sistema TRO (Transporte Rápido de Ônibus). Com alto desempenho e qualidade, já é utilizado em cidades como Johanesburgo (África do Sul); Bogotá (Colombia) e em Curitiba (Brasil). Principais características do TRO Faixas exclusivas para circulação dos ônibus Cobrança tarifária externa aos veículos Embarques desembarques rápidos Velocidade operacional superior a 20 km/h Regularidade e pontualidade Faixas de ultrapassagem nas estações Conforto e segurança Veículos de alta capacidade Acessibilidade garantida para todos Centro de Controle Operacional

12 CCO Centro de Controle Operacional A tecnologia GPS vai possibilitar a implantação do sistema de monitoramento da frota, que permite ao cidadão localizar o ônibus que está aguardando, através de painéis de LCD nos terminais, ou seja, informações da operação em tempo real.

13 Corredor Norte-Sul PDTU, 2008: 8 Descrição: início no Terminal Integrado de Igarassu, seguindo até o Terminal de Joana Bezerra, com bifurcação para o centro da cidade, pela Avenida Cruz Cabugá. Extensão: 37,9 km Estações: 42 Investimento estimado: R$ 393 milhões Demanda: 328 mil passageiros/dia

14 Corredor Norte Sul Ramal Agamenon Magalhães PDTU, 2008: 11 Descrição: Implantação do Corredor Exclusivo de TRO, com início na Fábrica Tacaruna até o Terminal de Integração Joana Bezerra. Status: em licitação Extensão:4,79 km. Investimento: R$ 242 milhões Demanda: 148 mil passag./dia Nº estações: 09

15 Corredor Leste-Oeste PDTU, 2008: 11 Descrição: Início na Praça do Derby e segue até o Terminal de Integração de Camaragibe. Extensão: 12,3 Km Custo da Obra: R$ 145 milhões Estações: 22 T.I. CAMARAGIBE 24 C A M A R A G I B E T.I. CAXANGÁ T.I. COSME E DAMIÃO I P U T I N G A T.I. Ivª PERIMETRAL V A R Z E A C O R D E I R O T.I. IIIª PERIMETRAL

16 Corredor da BR-101 PDTU, 2008: 09 Descrição: Início no entroncamento da BR-101 com a PE-15 (Abreu e Lima) seguindo até Terminal de Integração de Cajueiro Seco. Status: projeto em análise no DNIT Extensão: 30,7 km Implantação de ciclovia Custo Estimado: R$ 480 milhões Estações: 35 TI Cajueiro Seco TI Barro TI Caxangá TI Macaxeira T.I. Abreu e Lima Terminal de Integração Ponto de Troca Estações

17 Mobilidade Urbana - PROMOB Ramal Cidade da Copa Descrição: Tem início no Terminal de Integração de Camaragibe seguindo até a BR-408. Extensão: 6,3 Km Investimento: R$ 131 milhões Detalhe: paralelo à linha do metrô. Passa pelo Rio Capibaribe e cruza a Cidade da Copa, até a BR- 408, que está sendo duplicada. Terá o corredor exclusivo de TRO, faixas de rolamento para o tráfego misto e ciclovia. Entre as obras de arte, destaca-se uma ponte sob o Rio Capibaribe e três viadutos.

18 Intervenção na II Perimetral/ Via Metropolitana Norte Duplicação da via Metropolitana Norte (PDTU, 2008: 09) Descrição: duplicação da via com implantação de uma faixa exclusiva de ônibus, com início na Avenida Beberibe até a PE-15 e implantação de um sistema viário da PE-15 até a PE-001. Extensão: 6,1 km Investimento: R$ 266 milhões Status: em licitação

19 Via Metropolitana Sul e contorno da Lagoa Olho D Água PDTU, 2008: 29 EXTENSÕES: Extensão da Via leste 10,90 km Extensão da Via Oeste - 5,50 km INVESTIMENTO: R$ ,29 na contratação dos projetos básicos e executivos STATUS: em desenvolvimento dos projetos básicos e executivos

20 PROMOB INVESTIMENTOS GERAIS PROJETO/ OBRA Investimento Fonte de Recurso II Perimetral e Via Metropolitana Norte R$ 266 milhões PAC MOB Implantação de Corredor de TRO na BR-101 R$ 774 milhões DNIT/PAC MOB Passarela Aeroporto R$ 23 milhões Tesouro Estadual Programa Rios da Gente Navegabilidade R$ 289 milhões PAC MOB Via Metropolitana Sul e contorno Lagoa Olho D Água R$ 2.6 milhões Ramal Cidade da Copa R$ 131 milhões PAC COPA Corredor Leste-Oeste R$ 145 milhões PAC COPA Corredor Norte-Sul R$ 181 milhões PAC COPA Corredor Norte-Sul: Ramal Agamenon Magalhães R$ 196 milhões PAC MOB TOTAL DE INVESTIMENTOS R$ 2,2 bilhões DIVERSOS

21 Cristina Aroucha Chefe de Gabinete

Mobilidade Urbana PROMOB

Mobilidade Urbana PROMOB Licitação Programa do Sistema de Estadual Transporte de Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife Mobilidade Urbana PROMOB STPP/RMR ARAÇOIABA 15.108 90 IGARASSU 82.277 323 ITAPISSUMA 20.116

Leia mais

COPA DO MUNDO FIFA OPORTUNIDADES

COPA DO MUNDO FIFA OPORTUNIDADES COPA DO MUNDO FIFA OPORTUNIDADES COPA DO MUNDO FIFA 2014 MAIOR EVENTO ESPORTIVO DO MUNDO VITRINE DO PAÍS NO EXTERIOR OPORTUNIDADE DE GERAR O DESENVOLVIMENTO DA CIDADE BRASIL PAÍS SEDE 2007 64 jogos RECIFE

Leia mais

SEMINÁRIO: CIDADE E MOBILIDADE IFHP - International Federation for Housing and Planning

SEMINÁRIO: CIDADE E MOBILIDADE IFHP - International Federation for Housing and Planning SEMINÁRIO: CIDADE E MOBILIDADE IFHP - International Federation for Housing and Planning A Concepção do SEI Sistema Estrutural Integrado Junho/2012 Germano Travassos O modelo integrado de gestão do Sistema

Leia mais

Política de mobilidade urbana: integração ou segregação social?

Política de mobilidade urbana: integração ou segregação social? Política de mobilidade urbana: integração ou segregação social? Panorama das ações e projetos e hipóteses gerais da pesquisa Juciano Martins Rodrigues Aumento no tempo de deslocamento Crescimento do número

Leia mais

Investimento Global (R$ mi) 1 Belo Horizonte BRT: Antônio Carlos / Pedro I 726,4 382,3-344,2 -

Investimento Global (R$ mi) 1 Belo Horizonte BRT: Antônio Carlos / Pedro I 726,4 382,3-344,2 - Anexo A - Mobilidade Urbana Empreendimento (obra, projeto e desapropriação) 1 Belo Horizonte BRT: Antônio Carlos / Pedro I 726,4 382,3-344,2-2 Belo Horizonte Corredor Pedro II e Obras Complementares nos

Leia mais

Copa do Mundo FIFA 2014

Copa do Mundo FIFA 2014 1. Belo Horizonte Copa do Mundo FIFA 2014 CODE-2 Belo Horizonte Belo Horizonte Quantitativo de Empreendimentos e Investimentos por Tema Nº de Empreendimentos Investimento Total (R$ mi) Estádio Mobilidade

Leia mais

MOBILIDADE URBANA DESAFIOS E PERSPECTIVAS MARCILIO CUNHA

MOBILIDADE URBANA DESAFIOS E PERSPECTIVAS MARCILIO CUNHA MOBILIDADE URBANA DESAFIOS E PERSPECTIVAS MOBILIDADE URBANA Determina a adoção de uma visãosistêmica sobre toda a movimentação de bens e pessoas. MOBILIDADE URBANA Envolvemtodososmodoseelementosque produzem

Leia mais

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Recife. Dezembro de 2012

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Recife. Dezembro de 2012 CodeP0 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede de Recife Dezembro de 2012 Recife: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s Referência Nov/12, Distribuição dos investimentos por

Leia mais

O Processo de Adensamento de Corredores de Transporte. Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba

O Processo de Adensamento de Corredores de Transporte. Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba O Processo de Adensamento de Corredores de Transporte Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba Curitiba SÃO PAULO População: 1.828.092 hab. Taxa de crescimento pop. 2000-2009: 1,71% 2008-2009:

Leia mais

Projetos de Melhoria da Mobilidade Urbana até 2014

Projetos de Melhoria da Mobilidade Urbana até 2014 Projetos de Melhoria da Mobilidade Urbana até 2014 Melhoria da Infraestrutura Viária e Transporte na Capital Abril/2011 Mobilidade Urbana em Belo Horizonte BRT Antônio Carlos/Pedro I Meta 1 VIADUTOS DE

Leia mais

OBSERVATÓRIO DAS METRÓPOLES: Núcleo Recife

OBSERVATÓRIO DAS METRÓPOLES: Núcleo Recife OBSERVATÓRIO DAS METRÓPOLES: Núcleo Recife A Copa e a Região Metropolitana do Recife MARIA ÂNGELA SOUZA (Coord. Observatório) ANA RAMALHO (Coord. Pesquisa) GERMANA SANTIAGO MARCELO ALLGAYER. ALINE SOUZA

Leia mais

ANEXO XI: INTERVENÇÕES PRIORITÁRIAS NO SISTEMA VIÁRIO MUNICIPAL

ANEXO XI: INTERVENÇÕES PRIORITÁRIAS NO SISTEMA VIÁRIO MUNICIPAL LEI N. ANEXO XI: INTERVENÇÕES PRIORITÁRIAS NO SISTEMA VIÁRIO MUNICIPAL PLANO DIRETOR DO MUNICÍPIO DO IPOJUCA VIAS ARTERIAIS VIA PE-060 PE-038 PE-009 I - Requalificação com sua duplicação em todo o trecho

Leia mais

Obras de Mobilidade Urbana no Município da Cidade do Rio de Janeiro. Alexandre Pinto Secretario Municipal de Obras

Obras de Mobilidade Urbana no Município da Cidade do Rio de Janeiro. Alexandre Pinto Secretario Municipal de Obras Obras de Mobilidade Urbana no Município da Cidade do Rio de Janeiro Alexandre Pinto Secretario Municipal de Obras BRTs Criado no Brasil e exportado para diversas cidades, tais como Bogotá, Pequim e Johanesburgo,

Leia mais

Mobilidade e Governança Metropolitana UFABC 28.08.2009

Mobilidade e Governança Metropolitana UFABC 28.08.2009 Mobilidade e Governança Metropolitana UFABC 28.08.2009 As Regiões Metropolitanas constituem os polos mais dinâmicos da economia brasileira, mas estão se tornando verdadeiras ilhas de ineficiência, e os

Leia mais

Bus Rapid Transit. Possui desempenho e conforto semelhante aos sistemas sobre trilhos, mas com custo entre 4 a 20 vezes. menor;

Bus Rapid Transit. Possui desempenho e conforto semelhante aos sistemas sobre trilhos, mas com custo entre 4 a 20 vezes. menor; 1 BRT MANAUS 2 Bus Rapid Transit O BRT é um sistema de transporte com alta capacidade e baixo custo que utiliza parte segregada da infraestrutura viária existente e opera por controle centralizado, permitindo

Leia mais

PLANO DE MOBILIDADE COPA DO MUNDO PERNAMBUCO - MAIO - 2014

PLANO DE MOBILIDADE COPA DO MUNDO PERNAMBUCO - MAIO - 2014 PLANO DE MOBILIDADE COPA DO MUNDO PERNAMBUCO - MAIO - 2014 SUMÁRIO 1. Tabela dos jogos na Arena Pernambuco 2. Premissas do Plano de Mobilidade 3. Como chegar à Arena Pernambuco (Metrô, BRT e Estacionamentos

Leia mais

Transporte e Planejamento Urbano

Transporte e Planejamento Urbano Transporte e Planejamento Urbano para o Desenvolvimento da RMRJ Julho/2014 Cidades a maior invenção humana As cidades induzem a produção conjunta de conhecimentos que é a criação mais importante da raça

Leia mais

BRT MANAUS TRANSPORTE PÚBLICO MASSIVO: BRT MANAUS

BRT MANAUS TRANSPORTE PÚBLICO MASSIVO: BRT MANAUS TRANSPORTE PÚBLICO MASSIVO: BRT MANAUS CLAUDEMIR JOSÉ ANDRADE Arquiteto e Urbanista Membro da Comissão Executiva de Planejamento e Gestão de Projetos Manaus Sede da Copa do Mundo de 2014. BUS RAPID TRANSIT?

Leia mais

Evolução do congestionamento

Evolução do congestionamento Evolução do congestionamento Crescimento populacional estável Taxa de motorização crescente 2025 2005 Surgimento de novos pólos de atração de viagens Deslocamentos na cidade Rede de transporte para 2016

Leia mais

Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014

Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014 INFRAESTRUTURA PARA A COPA 2014 Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014 Novembro/12 Agosto/2011 Empreendimentos de Mobilidade Urbana BRT Antônio Carlos/Pedro I Meta 1: Interseção com Av.

Leia mais

CRITÉRIOS TÉCNICOS PARA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MOBILIDADE URBANA. Lúcia Maria Mendonça Santos Ministério das Cidades

CRITÉRIOS TÉCNICOS PARA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MOBILIDADE URBANA. Lúcia Maria Mendonça Santos Ministério das Cidades CRITÉRIOS TÉCNICOS PARA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MOBILIDADE URBANA Lúcia Maria Mendonça Santos S e m i n á r i o M o b i l i d a d e U r b a n a S u s t e n t á v e l : P r á t i c a s e T e n d ê n c

Leia mais

Obras de mobilidade urbana de BH

Obras de mobilidade urbana de BH Obras de mobilidade urbana de BH Belo Horizonte foi a primeira cidade sede da Copa do Mundo Fifa 2014 a assinar os contratos de financiamentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Mobilidade,

Leia mais

BRT em Belo Horizonte Melhoria da Mobilidade para a Copa 2014

BRT em Belo Horizonte Melhoria da Mobilidade para a Copa 2014 BRT em Belo Horizonte Melhoria da Mobilidade para a Copa 2014 Situação Atual População de Belo Horizonte: 2,4 milhões de habitantes População da RMBH: 4,5 milhões de habitantes 3,8 milhões de viagens/dia

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana de BH

Plano de Mobilidade Urbana de BH 4 a 7 de junho de 2013 Hotel Ouro Minas Plano de Mobilidade Urbana de BH Ramon Victor Cesar Presidente de BHTRANS Contexto do PlanMob-BH: Cenários, diagnóstico e prognósticos Desafio 1: como articular

Leia mais

Code-P13 CODE-13. Obras Copa 2014. Julho de 2014

Code-P13 CODE-13. Obras Copa 2014. Julho de 2014 Code-P13 CODE-13 Obras Copa 2014 Julho de 2014 CODE-14 Manaus (1/2) Escopo: Reconstrução do Estádio Capacidade: 44.480 lugares Valor: R$ 669,50 milhões Arena da Amazônia Fonte: ME e Secopa/AM Jul/14 Eduardo

Leia mais

Responsabilidade (R$ milhões) Contratado

Responsabilidade (R$ milhões) Contratado SELEÇÃO DE OBRAS DA COPA DE ACORDO COM O PORTAL DA TRASPARÊNCIA DA COPA DA CGU - ACESSO EM 27/09/2011 Belo Horizonte > Aeroportos e Portos > Aeroporto Tancredo Neves - Confins: Reforma e Ampliação da Pista

Leia mais

Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana

Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana PAC 2 SÃO PAULO R$ 241,5 bilhões R$ milhões Eixo 2011-2014 Pós 2014 TOTAL Transportes 55.427 2.169 57.596 Energia 57.578 77.936 135.513 Cidade Melhor

Leia mais

ORIENTADORES DE TRÂNSITO PROJETO OPERAÇÃO DE TRÁFEGO

ORIENTADORES DE TRÂNSITO PROJETO OPERAÇÃO DE TRÁFEGO Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) ORIENTADORES DE TRÂNSITO PROJETO OPERAÇÃO DE TRÁFEGO Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano do Recife (SEMOC) Implantação 11 de dezembro,

Leia mais

Balanço 2012 - Copa do Mundo Cidade-sede Curitiba Brasília, Abril de 2012

Balanço 2012 - Copa do Mundo Cidade-sede Curitiba Brasília, Abril de 2012 CodeP0 Balanço 2012 Copa do Mundo Cidadesede Curitiba Brasília, CodeP1 Valores Consolidados R$ mi, abr/12 Total Empreendimentos Investimento Total Financiamento Federal Local Federal Privado Estádio 1

Leia mais

CORREDOR LESTE-OESTE: LIGAÇÃO ENTRE A ÁREA CENTRAL DO RECIFE E A CIDADE DA COPA EM SÃO LOURENÇO DA MATA 1

CORREDOR LESTE-OESTE: LIGAÇÃO ENTRE A ÁREA CENTRAL DO RECIFE E A CIDADE DA COPA EM SÃO LOURENÇO DA MATA 1 Andresa Maria Mendes da Silva¹ Ana Regina Marinho Dantas Barboza da Rocha Serafim² ¹ Graduanda do Curso de Licenciatura em Geografia do Campus Mata Norte da Universidade de Pernambuco. Bolsista PFA/UPE.

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Belo Horizonte. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Belo Horizonte. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Belo Horizonte Setembro/2013 Belo Horizonte: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos

Leia mais

CIDADE DO CIDADE PARA AUTOMÓVEL PESSOAS

CIDADE DO CIDADE PARA AUTOMÓVEL PESSOAS MOBILIDADE URBANA Na região Metropolitana de Florianópolis e o PLAMUS Superintendência da Região Metropolitana da Grande Florianópolis CIDADE DO AUTOMÓVEL CIDADE PARA PESSOAS RACIONALIZAÇÃO DO ESPAÇO Espaço

Leia mais

METRÔ CURITIBANO. LINHA AZUL Santa Cândida / CIC Sul. Engº Cléver Ubiratan Teixeira de Almeida Presidente do IPPUC

METRÔ CURITIBANO. LINHA AZUL Santa Cândida / CIC Sul. Engº Cléver Ubiratan Teixeira de Almeida Presidente do IPPUC METRÔ CURITIBANO LINHA AZUL Santa Cândida / CIC Sul Engº Cléver Ubiratan Teixeira de Almeida Presidente do IPPUC PLANO DIRETOR LEI 11.266/2004 Diretrizes de Mobilidade Urbana e Transporte Capítulo II Da

Leia mais

GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA

GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA DESENVOLVIMENTO DE LAY-OUT DE PROPOSTA ALTERNATIVA PARA O SISTEMA G DE TRANSPORTE PÚBLICO MULTIMODAL PARA A REGIÃO METROPOLITANA DA GRANDE VITÓRIA GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA

Leia mais

PROGRAMA DE CORREDORES METROPOLITANOS. Instituto de Engenharia

PROGRAMA DE CORREDORES METROPOLITANOS. Instituto de Engenharia PROGRAMA DE CORREDORES METROPOLITANOS Instituto de Engenharia Introdução quem é a EMTU/SP Estrutura Organizacional EMTU/SP responsabilidades Gerenciamento do sistema de transporte público intermunicipal

Leia mais

MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES IMEDIATAS E EFICAZES

MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES IMEDIATAS E EFICAZES MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES IMEDIATAS E EFICAZES JULHO 2015 SÃO PAULO UMA CIDADE A CAMINHO DO CAOS URBANO Fonte: Pesquisa de mobilidade 2012 SÃO PAULO UMA CIDADE A CAMINHO DO CAOS

Leia mais

Unidade Gestora do Projeto da Copa. Unidade d Gestora do Projeto da Copa MOBILIDADE URBANA

Unidade Gestora do Projeto da Copa. Unidade d Gestora do Projeto da Copa MOBILIDADE URBANA Unidade d Gestora do Projeto da Copa MOBILIDADE URBANA PLANO DE GOVERNANÇA POPULAÇÃO DO MUNICÍPIO DE MANAUS 1.802.014 Hab População/ bairros de Manaus DISTRIBUIÇÃO DA FROTA DE VEÍCULOS EM MANAUS Automóveis

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Curitiba. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Curitiba. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Curitiba Setembro/2013 Curitiba: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

ESPELHO DE EMENDA INICIATIVA

ESPELHO DE EMENDA INICIATIVA SISTEMA DE ELABORAÇÃO DE S ÀS LEIS ORÇAMENTÁRIAS ESPELHO DE 001 - Construção do Contorno Ferroviário de Curitiba AUTOR DA Luciano Ducci 37050001 539 0141 - Promover a expansão da malha ferroviária federal

Leia mais

BRT, BRS, Corredores e Faixas Exclusivas de Ônibus

BRT, BRS, Corredores e Faixas Exclusivas de Ônibus BRT, BRS, Corredores e Faixas Exclusivas de Ônibus Marcos Bicalho dos Santos Diretor Institucional e Administrativo da NTU Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Públicos de Transporte Urbano e Trânsito

Leia mais

SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007

SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007 SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007 Frota antiga e tecnologia obsoleta; Serviço irregular de vans operando em todo o DF 850 veículos; Ausência de integração entre os modos e serviços; Dispersão das linhas;

Leia mais

COPA DO MUNDO DA FIFA BRASIL 2014 Cidade-sede Natal RN

COPA DO MUNDO DA FIFA BRASIL 2014 Cidade-sede Natal RN GT - INFRAESTRUTURA GT - INFRAESTRUTURA Grupo de Trabalho INFRAESTRUTURA Responsável pela proposição de projetos e operações de infraestrutura, além do acompanhamento na execução destes, necessários à

Leia mais

Plano de Mobilidade Sustentável. Por uma cidade amiga da bicicleta Abril 2011

Plano de Mobilidade Sustentável. Por uma cidade amiga da bicicleta Abril 2011 Plano de Mobilidade Sustentável. Por uma cidade amiga da bicicleta Abril 2011 Cronograma Índice Apresentação da TC Urbes Objetivos do Plano de Mobilidade Sustentável Cidade e Mobilidade Diagnóstico Planejamento

Leia mais

PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA PARA A UNIVERSALIZAÇÃO DO ESGOTAMENTO SANITÁRIO DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE

PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA PARA A UNIVERSALIZAÇÃO DO ESGOTAMENTO SANITÁRIO DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA PARA A UNIVERSALIZAÇÃO DO ESGOTAMENTO SANITÁRIO DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE Companhia Pernambucana de Saneamento Compesa Economia Mista de Direito Privado 42 anos de existência

Leia mais

Plano de Mobilidade de Belo Horizonte

Plano de Mobilidade de Belo Horizonte Apresentação Resultados Finais Plano de Mobilidade de Belo Horizonte Belo Horizonte Junho, 2010 Documento confidencial para uso e informação do cliente. O Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte envolveu

Leia mais

SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE

SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE ESTRUTURA NOVA SECRETARIA ENFOQUE NA SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE E SECRETARIA EXECUTIVA DE UNIDADES PROTEGIDAS SECRETARIA EXECUTIVA DE SECRETARIA EXECUTIVA DE CONTROLE AMBIENTAL GERÊNCIA DE UNIDADE DE

Leia mais

Prefeitura Municipal do Natal

Prefeitura Municipal do Natal Prefeitura Municipal do Natal Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Finanças Plano Plurianual 2010/2013 Programa Horizonte Público Objetivo: 8 Mobilidade e Cidadania Contínuo População do município

Leia mais

UGP COPA Unidade Gestora do Projeto da Copa

UGP COPA Unidade Gestora do Projeto da Copa Organização da Copa 2014 PORTFÓLIOS UGPCOPA ARENA E ENTORNO INFRAESTRUTURA TURÍSTICA FAN PARKS LOC COPA DESPORTIVA EVENTOS DA FIFA GERENCIAMENTO DE PROJETOS OBRIGAÇÕES GOVERNAMENTAIS SUPRIMENTOS COPA TURÍSTICA

Leia mais

ALTERNATIVAS DE MOBILIDADE PARA O RECIFE

ALTERNATIVAS DE MOBILIDADE PARA O RECIFE BRT MONOTRILHOS VLT ALTERNATIVAS DE MOBILIDADE PARA O RECIFE Objetivo: ALTERNATIVAS DE MELHORAR A MOBILIDADE URBANA NA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE Meios: 1.Priorizar o transporte público de qualidade

Leia mais

Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014

Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 Infraestrutura Planos, Projetos e Obras Mapa Geral PAC Mobilidade Curitiba CONTÔRNO SUL BR-277 BRT OESTE CÂNDIDO DE ABREU BRT SUL LINHA VERDE A IMPLANTAR ESTÁDIO TERMINAL

Leia mais

Secretaria Municipal de Obras. secretário Alexandre Pinto

Secretaria Municipal de Obras. secretário Alexandre Pinto Secretaria Municipal de Obras secretário Alexandre Pinto Investimentos recordes e precisos Obras em andamento R$ 5,5 bilhões Obras em licitação R$ 2 bilhões Obras a licitar R$ 190 milhões R$ 8,1 bilhões

Leia mais

LICITAÇÃO DO STPP/RMR. Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB

LICITAÇÃO DO STPP/RMR. Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB Municípios: 14 População: 3.690.547 hab Área: 2.768,45 km 2 ARAÇOIABA SÃO LOURENÇO DA MATA MORENO 49.205 189 90.402 277 15.108 90 CABO DE SANTO AGOSTINHO

Leia mais

Audiência Pública. Corredores de Transporte. 8h30 Assinatura da lista de presença. Apresentação da mesa e abertura dos trabalhos

Audiência Pública. Corredores de Transporte. 8h30 Assinatura da lista de presença. Apresentação da mesa e abertura dos trabalhos Audiência Pública Corredores de Transporte 8h30 Assinatura da lista de presença 9h00 9h30 10h30 11h40 12h00 Apresentação da mesa e abertura dos trabalhos Apresentação do projeto Esclarecimentos das questões

Leia mais

SEINFRA SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA JUNHO/2015

SEINFRA SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA JUNHO/2015 SEINFRA SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA JUNHO/2015 Corredores de Ônibus Manaus: Atendem três condicionantes: 1) Plano de Estruturação da Malha Viária do Governo do Estado do Amazonas; 2) Demanda

Leia mais

Transporte fluvial Mobilidade com Desenvolvimento Turístico Urbano e Inclusão Social

Transporte fluvial Mobilidade com Desenvolvimento Turístico Urbano e Inclusão Social Transporte fluvial Mobilidade com Desenvolvimento Turístico Urbano e Inclusão Social O Rio Capibaribe já foi navegável e suas águas limpas serviam para banhos medicinais. Ele serviu de escoamento para

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Salvador. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Salvador. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Salvador Setembro/2013 Salvador: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO. Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO. Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014 TM GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014 SOLUÇÕES ENCAMINHADAS Constituição do COMITÊ PAULISTA (Grupo Executivo

Leia mais

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP JUNHO 2013 DIMENSÃO DO DESAFIO EM TRANSPORTE COLETIVO PMSP Coletivo 10,1 milhões viagens 56% Individual 7,9 milhões viagens 44% DIMENSÃO DO DESAFIO EM

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH. Marcelo Cintra do Amaral. 20 de novembro de 2012

Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH. Marcelo Cintra do Amaral. 20 de novembro de 2012 Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH Marcelo Cintra do Amaral 20 de novembro de 2012 Roteiro da apresentação: Contexto do PlanMob-BH: prognóstico, caráter de plano diretor, etapas

Leia mais

DÂMOCLES PANTALEÃO LOPES TRINTA WALTER FERNANDES DE MIRANDA NETO SECRETÁRIO ADJUNTO DE PLANEJAMENTO DE OBRAS DA COPA 2014

DÂMOCLES PANTALEÃO LOPES TRINTA WALTER FERNANDES DE MIRANDA NETO SECRETÁRIO ADJUNTO DE PLANEJAMENTO DE OBRAS DA COPA 2014 INVESTIMENTOS EM MOBILIDADE URBANA PARA A COPA INVESTIMENTOS SECRETARIA ADJUNTA EM MOBILIDADE DE PLANEJAMENTO URBANA DE OBRAS PARA DA A COPA MOBILIDADE URBANA - COPA DÂMOCLES PANTALEÃO LOPES TRINTA SECRETÁRIO

Leia mais

NOVAS OBRAS DE MOBILIDADE. Menos tempo no trânsito. Mais tempo com a família.

NOVAS OBRAS DE MOBILIDADE. Menos tempo no trânsito. Mais tempo com a família. NOVAS OBRAS DE MOBILIDADE Menos tempo no trânsito. Mais tempo com a família. NOVAS OBRAS DE MOBILIDADE BRT Cristiano Machado Empreendimento BRT Antônio Carlos / Pedro I -Meta 4A Trecho Centro - Pampulha

Leia mais

1. Cidade do Recife: o Contexto Regional

1. Cidade do Recife: o Contexto Regional 8ª BIENAL INTERNACIONAL DA ARQUITETURA Workshop para Qualificação Urbana em Cidades-Sede da COPA 2014 - RECIFE Coordenador: Eduardo A. C. Nobre; Coordenadores-adjuntos: Jorge Bassani, Maria de Lourdes

Leia mais

PROGRAMA DE INVESTIMENTO EM MOBILIDADE NA RMS COM VISTAS À COPA 2014

PROGRAMA DE INVESTIMENTO EM MOBILIDADE NA RMS COM VISTAS À COPA 2014 PROGRAMA DE INVESTIMENTO EM MOBILIDADE NA RMS COM VISTAS À COPA 2014 Proposta de estruturação com investimentos nos grandes corredores de transporte na Região Metropolitana de Salvador RMS A Fonte Nova

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL

A IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL A IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL 04/05/2011 Senado Federal - Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo O BRASIL EM NÚMEROS BASE PARA O CRESCIMENTO Os investimentos nas áreas

Leia mais

1A - Gestão Fiscal e Financeira do Município 1B - Gestão Urbana e Ambiental 1C - Gestão, Monitoramento e Avaliação do Projeto

1A - Gestão Fiscal e Financeira do Município 1B - Gestão Urbana e Ambiental 1C - Gestão, Monitoramento e Avaliação do Projeto O PROJETO O Projeto Capibaribe Melhor tem como objetivo geral proporcionar condições para a dinamização urbana e sócio-econômica dos habitantes do trecho da bacia do rio Capibaribe, situado à jusante da

Leia mais

Programa de Integração e Mobilidade Urbana da Região Metropolitana do Rio de Janeiro

Programa de Integração e Mobilidade Urbana da Região Metropolitana do Rio de Janeiro Programa de Integração e Mobilidade Urbana da Região Metropolitana do Rio de Janeiro Waldir Peres Superintendente Agência Metropolitana de Transportes Urbanos São Paulo Setembro de 2011 Plano Geral Rio

Leia mais

OS ENTRAVES DA MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL: UMA CARACTERIZAÇÃO DOS MODAIS DE TRANSPORTE PÚBLICO

OS ENTRAVES DA MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL: UMA CARACTERIZAÇÃO DOS MODAIS DE TRANSPORTE PÚBLICO OS ENTRAVES DA MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL: UMA CARACTERIZAÇÃO DOS MODAIS DE TRANSPORTE PÚBLICO Nivaldo Gerôncio da Silva Filho 1 RESUMO: A mobilidade urbana sustentável começa a definir novos conceitos

Leia mais

GESTÃO METROPOLITANA DO SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO DE PASSAGEIROS DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE

GESTÃO METROPOLITANA DO SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO DE PASSAGEIROS DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE GESTÃO METROPOLITANA DO SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO DE PASSAGEIROS DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE CONSÓRCIO DE TRANSPORTES DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE PARA QUE O CONSÓRCIO? Aperfeiçoar a gestão

Leia mais

Mobilidade Suave Humanização de Cidades. outubro 2013

Mobilidade Suave Humanização de Cidades. outubro 2013 Mobilidade Suave Humanização de Cidades outubro 2013 Estratégias Urbanas Planos de Revitalização Planos de Mobilidade Planos Cicloviários e Pedonais Espaços Públicos Projetos Viários e Cicloviários Parques

Leia mais

Planejamento da Mobilidade Urbana em Belo Horizonte

Planejamento da Mobilidade Urbana em Belo Horizonte Seminário de Mobilidade Urbana Planejamento da Mobilidade Urbana em Belo Horizonte Celio Bouzada 23 de Setembro de 2015 Belo Horizonte População de Belo Horizonte: 2,4 milhões de habitantes População da

Leia mais

EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO PLANOS DE MOBILIDADE EM PORTO ALEGRE/RS SEMINÁRIO INTERNACIONAL CIDADE E MOBILIDADE

EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO PLANOS DE MOBILIDADE EM PORTO ALEGRE/RS SEMINÁRIO INTERNACIONAL CIDADE E MOBILIDADE EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO PLANOS DE MOBILIDADE EM PORTO ALEGRE/RS SEMINÁRIO INTERNACIONAL CIDADE E MOBILIDADE PORTO ALEGRE, NOVEMBRO DE 2012 EMPRESA PÚBLICA DE TRANSPORTE E CIRCULAÇÃO

Leia mais

VISITA À FÁBRICA DO VLT CARIOCA TAUBATÉ - SP

VISITA À FÁBRICA DO VLT CARIOCA TAUBATÉ - SP VISITA À FÁBRICA DO VLT CARIOCA TAUBATÉ - SP Modalidade PPP Patrocinada Duração do contrato 25 anos Consórcio VLT Carioca CCR Invepar OTP RioPar RATP Benito Roggio Transporte Sociedad Anónima - BRT 2 O

Leia mais

Desafios para Melhoria da Mobilidade Urbana

Desafios para Melhoria da Mobilidade Urbana Desafios para Melhoria da Mobilidade Urbana O Desafio da CET 7,2 milhões de veículos registrados 12 milhões de habitantes 7,3 milhões de viagens a pé 156 mil viagens de bicicleta 15 milhões de viagens

Leia mais

Mobilidade com produtividade

Mobilidade com produtividade Curitiba Maio, 2015 > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > Mobilidade com produtividade Wagner Colombini Martins Logit Engenharia Documento confidencial para uso e informação do cliente > > > > > >

Leia mais

III-010 A IMPORTÂNCIA DA POPULAÇÃO FLUTUANTE PARA A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NA CIDADE DO RECIFE

III-010 A IMPORTÂNCIA DA POPULAÇÃO FLUTUANTE PARA A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NA CIDADE DO RECIFE III-010 A IMPORTÂNCIA DA POPULAÇÃO FLUTUANTE PARA A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS NA CIDADE DO RECIFE Eduardo Antonio Maia Lins (1) Graduado em Engenharia Civil pela Escola de Politécnica de Pernambuco

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE TRÂNSITO Departamento de Engenharia

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE TRÂNSITO Departamento de Engenharia PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE TRÂNSITO Departamento de Engenharia GRANDES EVENTOS SISTEMA INTEGRADO DE MONITORAMENTO 1 EVENTO DATA E HORA LOCAL TIPO E OBJETIVO DURAÇÃO INTERFERÊNCIAS

Leia mais

RESUMO DAS INTERVENÇÕES APONTADAS COMO LEGADO DAS OLIMPÍADAS PARA A CIDADE

RESUMO DAS INTERVENÇÕES APONTADAS COMO LEGADO DAS OLIMPÍADAS PARA A CIDADE OLIMPÍADAS 2016 RESUMO DAS INTERVENÇÕES APONTADAS COMO LEGADO DAS OLIMPÍADAS PARA A CIDADE 1 Principais intervenções previstas para as Olimpíadas: A Infraestrutura urbana Porto Maravilha Projeto de revitalização

Leia mais

Superintendência de Planejamento e Gestão Territorial (SGT)

Superintendência de Planejamento e Gestão Territorial (SGT) Superintendência de Planejamento e Gestão Territorial (SGT) SEMINÁRIO CONFEA/CREA-BA: ACOMPANHAMENTO OBRAS DA COPA 12/04/2011 OBRAS A CARGO DA SEDUR Corredor Estruturante Aeroporto-Acesso Norte, do Sistema

Leia mais

Secretaria Municipal de Obras. secretário Alexandre Pinto

Secretaria Municipal de Obras. secretário Alexandre Pinto Secretaria Municipal de Obras secretário Alexandre Pinto Investimentos recordes e precisos Obras em andamento R$ 5,54 bilhões Obras concluídas 3,48 bilhões Obras em licitação 235 milhões R$ 9,25 bilhões

Leia mais

Belo Horizonte: em direção à

Belo Horizonte: em direção à Belo Horizonte: em direção à mobilidade d sustentável tá INDICADORES DA MOBILIDADE URBANA EM BELO HORIZONTE 3,8 milhões de viagens/dia, 44% pelo transporte coletivo 6,3 milhões viagens/dia na RMBH 1,6

Leia mais

BRT Transoeste: transformando o conceito de transporte público no Rio de Janeiro

BRT Transoeste: transformando o conceito de transporte público no Rio de Janeiro BRT Transoeste: transformando o conceito de transporte público no Rio de Janeiro Richele Cabral 1 ; Eunice Horácio S. B. Teixeira 1 ; Milena S. Borges 1 ; Miguel Ângelo A. F. de Paula 1 ; Pedro Paulo S.

Leia mais

Seminário: Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo

Seminário: Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo : Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo Tema: Uma Agenda para a Mobilidade Urbana da Metrópole Planejamento Urbano, Mobilidade e Modos Alternativos de Deslocamento Engº Jaime

Leia mais

Projeto PERNAMBUCO NA COPA 2014

Projeto PERNAMBUCO NA COPA 2014 Projeto PERNAMBUCO NA COPA 2014 4º Fórum de Direito do Turismo 20 de Maio de 2011 ARRANJO INSTITUCIONAL - GOVERNO DE PERNAMBUCO SECOPA-PE Atribuições Planejar, coordenar e gerir as iniciativas dos órgãos

Leia mais

Parcerias Público- Privadas do Rio de Janeiro. Gustavo Guerrante. 30 de novembro de 2015

Parcerias Público- Privadas do Rio de Janeiro. Gustavo Guerrante. 30 de novembro de 2015 Parcerias Público- Privadas do Rio de Janeiro Gustavo Guerrante 30 de novembro de 2015 Prefeitura do Rio de Janeiro Secretaria Especial de Concessões e Parcerias Público-Privadas Em 2009, institucionalizou-se

Leia mais

INTERVENÇÕES URBANÍSTICAS COMO AGENTES DE REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA

INTERVENÇÕES URBANÍSTICAS COMO AGENTES DE REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA INTERVENÇÕES URBANÍSTICAS COMO AGENTES DE REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA HUMBERTO COSTA Secretário das Cidades Governo de Pernambuco 17 de setembro Recife / PE Prevenção da violência x ESPAÇO URBANO AS ESTATÍSTICAS

Leia mais

PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE E MOBILIDADE DE BAURU - PLANMOB

PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE E MOBILIDADE DE BAURU - PLANMOB PLANO DIRETOR DE TRANSPORTE E MOBILIDADE DE BAURU - PLANMOB O QUE É O Plano Diretor de Transporte e da Mobilidade é um instrumento da política de desenvolvimento urbano, integrado ao Plano Diretor do município,

Leia mais

Sistema de Transporte Coletivo de Curitiba

Sistema de Transporte Coletivo de Curitiba Comissão de Análise da Tarifa - Decreto nº. 358/2013 Sistema de Transporte Coletivo de Curitiba Resumo Mar/13 URBS Urbanização de Curitiba S/A A URBS foi criada através de Lei Municipal, em Agosto de 1963

Leia mais

COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil. Ações do Governo de Minas Gerais

COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil. Ações do Governo de Minas Gerais COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil Ações do Governo de Minas Gerais 27 de Outubro de 2009 Roteiro Estratégia de Execução Modernização do Mineirão Reforma dos Estádios Alternativos Mobilidade

Leia mais

DESAFIOS PARA A MOBILIDADE URBANA JOÃO BRAGA

DESAFIOS PARA A MOBILIDADE URBANA JOÃO BRAGA DESAFIOS PARA A MOBILIDADE URBANA JOÃO BRAGA Secretaria de Mobilidade e Controle Urbano Recife Caso você fosse o gestor, quais seriam suas principais intervenções no trânsito do Recife? SE A SITUAÇÃO

Leia mais

Rede Cicloviária Leblon. Rio de Janeiro 2012

Rede Cicloviária Leblon. Rio de Janeiro 2012 Rede Cicloviária Leblon. Rio de Janeiro 2012 Rede Cicloviária Leblon: O Leblon, passa por uma fase de intensas mudanças, com as obras da linha 4 do Metrô o trânsito do bairro sofreu e sofrerá várias alterações

Leia mais

Obras da Copa 2014 Mobilidade Urbana. Prefeitura Municipal de Porto Alegre 30.06.2011

Obras da Copa 2014 Mobilidade Urbana. Prefeitura Municipal de Porto Alegre 30.06.2011 Obras da Copa 2014 Mobilidade Urbana Prefeitura Municipal de Porto Alegre 30.06.2011 Território preferencial Obras da Matriz de Responsabilidades Av. Severo Dullius Rua Voluntários da Pátria Av. Assis

Leia mais

Mobilidade Urbana: Esse Problema tem Solução? Ronaldo Balassiano Programa de Engenharia de Transportes PET/COPPE/UFRJ

Mobilidade Urbana: Esse Problema tem Solução? Ronaldo Balassiano Programa de Engenharia de Transportes PET/COPPE/UFRJ Mobilidade Urbana: Esse Problema tem Solução? Ronaldo Balassiano Programa de Engenharia de Transportes PET/COPPE/UFRJ 1 1 Introdução Sustentabilidade Mudança nos atuais modelos de produção e consumo Alternativas

Leia mais

Mobilidade Urbana em Belo Horizonte

Mobilidade Urbana em Belo Horizonte Mobilidade Urbana em Belo Horizonte BHTRANS Marcelo Cintra do Amaral Gerente de Coordenação de Mobilidade Urbana - COMU PREFEITURA BH Belo Horizonte 1ª capital planejada do país - 12/12/1897 Previsão inicial

Leia mais

A experiência da EMTU no emprego do pavimento de concreto

A experiência da EMTU no emprego do pavimento de concreto Seminário Pavimentos Urbanos Pavimentos de Concreto nas Cidades: A solução para as vias de tráfego intenso, em especial os corredores de ônibus A experiência da EMTU no emprego do pavimento de concreto

Leia mais

Grupo de Trabalho Copa do Mundo Brasil 2014. Mobilidade Urbana e a Copa 2014

Grupo de Trabalho Copa do Mundo Brasil 2014. Mobilidade Urbana e a Copa 2014 Grupo de Trabalho Copa do Mundo Brasil 2014 Mobilidade Urbana e a Copa 2014 Novembro de 2009 Participação do Gov. Fed. na Copa de 2014 Setor hoteleiro Estádio Aeroporto Investimentos Federais Porto Mobilidade

Leia mais

Extensão Norte Linha 1 - TRENSURB São Leopoldo - Novo Hamburgo

Extensão Norte Linha 1 - TRENSURB São Leopoldo - Novo Hamburgo Extensão Norte Linha 1 - TRENSURB São Leopoldo - Novo Hamburgo Metrô em elevado com extensão de 9,3 Km com rede elétrica aérea, sinalização, bilhetagem eletrônica, escadas rolantes Quatro Estações de Passageiros

Leia mais

Projeto Cidade da Copa : influência na mobilidade da Zona da Mata Norte do Estado de Pernambuco

Projeto Cidade da Copa : influência na mobilidade da Zona da Mata Norte do Estado de Pernambuco Danilo Corsino de Queiróz Albuquerque¹ Ana Regina Marinho Dantas Barboza da Rocha Serafim² ¹Graduando do 5º Período no Curso de Licenciatura em Geografia pela Universidade de Pernambuco (UPE), E-mail:

Leia mais

DRAFT. PROJETO DE MOBILIDADE URBANA DE MANAUS 6 de outubro de 2009

DRAFT. PROJETO DE MOBILIDADE URBANA DE MANAUS 6 de outubro de 2009 PROJETO DE MOBILIDADE URBANA DE MANAUS 6 de outubro de 2009 Agenda Crescimento de Manaus Solução de mobilidade urbana Resumo do projeto do monotrilho Resumo do projeto do BRT Quadro 2 Agenda Crescimento

Leia mais

SEMINÁRIO COPA DO MUNDO 2014 PROJETOS, RUMOS E PERPECTIVAS

SEMINÁRIO COPA DO MUNDO 2014 PROJETOS, RUMOS E PERPECTIVAS SEMINÁRIO COPA DO MUNDO 2014 PROJETOS, RUMOS E PERPECTIVAS MOBILIDADE URBANA PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE TRANSPORTES REDE ESTRUTURAL DE TRANSPORTES DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

Sistema Metro-Ferroviário e a Integração Metropolitana do Transporte na RMPA

Sistema Metro-Ferroviário e a Integração Metropolitana do Transporte na RMPA MOBILIDADE URBANA EM REGIÕES METROPOLITANAS Sistema Metro-Ferroviário e a Integração Metropolitana do Transporte na RMPA Marco Aurélio Spall Maia Diretor Presidente TRENSURB-Porto Alegre Região Metropolitana

Leia mais