Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014"

Transcrição

1 INFRAESTRUTURA PARA A COPA 2014 Obras de Mobilidade Urbana em Belo Horizonte COPA 2014 Novembro/12 Agosto/2011

2 Empreendimentos de Mobilidade Urbana BRT Antônio Carlos/Pedro I Meta 1: Interseção com Av. Abraão Caran Meta 2: Alargamento Av. Pedro I Meta 3: Interseção Av. Pedro I e Av. Vilarinho Meta 4: Pista do BRT da região Central até a Av.Vilarinho Corredor Viário Pedro II BRT Área Central BRT Cristiano Machado Via 210 Via 710 Boulevard Arrudas Ampliação da Central de Controle de Tráfego

3 Belo Horizonte: Intervenções em Mobilidade Urbana Empreendimentos de Mobilidade Urbana Localização

4 Empreendimentos de Mobilidade Urbana Valores Nos referidos empreendimentos estão sendo aplicados recursos da ordem de R$ 1,4 bilhão dos quais cerca de: R$ 1 bilhão é proveniente de financiamento Federal do Programa ProTransporte R$ 0,4 bilhão é aporte de contrapartida com recursos do Município de Belo Horizonte e do Governo do Estado.

5 Empreendimentos de Mobilidade Urbana Valores PAC MOBILIDADE/COPA (PRÓ-TRANSPORTE) -CONF. RESOLUÇÃO GECOPA 11 de jul/12 Valores (R$ ) Ação INVESTIMENTO TOTAL FINANCIAMENTO FEDERAL INVESTIMENTO GOVERNO LOCAL Obra Contrapartida BRT Antonio Carlos / Pedro I ( Meta 1: Abraão Caran, Meta 2: Alargamento Pedro I, Meta 3: Interseção Pedro I/Vilarinho, Meta 4:BRT Ant. Carlos Pedro I) 588,2 382,3 205,9 Corredor Pedro II e complementos BRT Antonio Carlos e BRT Cristiano Machado 158,8 146,0 12,8 BRT Área Central 56,0 55,0 1,0 Ampliação da Central de Controle de Tráfego 30,0 30,0 0,0 Via 210 (Via do Minério / Teresa Cristina) 96,0 72,0 24,0 Via 710 (Andradas / Cristiano Machado) 156,1 78,0 78,1 BRT Cristiano Machado 52,6 50,0 2,6 Boulevard Arrudas Tereza Cristina 213,0 210,0 3,0 TOTAL GERAL 1350,7 1023,3 327,4

6 BRT Antônio Carlos/Pedro I Meta 1 VIADUTOS DE INTERSEÇÃO DA AV. ABRAÃO CARAM E AV. ANTÔNIO CARLOS Interseção Av. Antônio Carlos e Av. Abraão Caram - acesso de alta capacidade ao Complexo Mineirão / Mineirinho, aumento da segregação da pista exclusiva de transporte coletivo. Obra concluída, inaugurada em dezembro/11

7 BRT Antônio Carlos/Pedro I Meta 2 ALARGAMENTO AVENIDA DOM PEDRO I Alargamento da Av. Pedro I - melhoria da operação de tráfego e da capacidade dos dois corredores da região norte. A obra inicia-se na Av. Antonio Carlos, Trincheira da Av. Santa Rosa e se estende até à av. Vilarinho. Extensão 4,7 km Projeto concluído Obras iniciadas em fev/11 Prazo de término: out/13

8 BRT Antônio Carlos/Pedro I Meta 3 INTERSEÇÃO PEDRO I / VILARINHO Duplicação do viaduto e construção alças de acesso à avenida Vilarinho Obras iniciadas em set/11 Prazo de término: out/13

9 BRT Antônio Carlos/Pedro I Meta 4 INTERSEÇÃO PEDRO I / VILARINHO TRECHO CENTRO-VILARINHO BRT: Construção da pista exclusiva de ônibus no centro da avenida, em pavimento rígido e implantação de 25 estações de transferência. Obras iniciadas em set/11 Prazo de término: set/13

10 Corredor viário Pedro II Implantação de adequações viárias para otimização do sistema de transporte coletivo por ônibus. Contempla reestruturação do Viaduto B no Complexo Lagoinha além das intervenções ao longo da Av. Pedro II. Obras iniciadas em abr/12 (Viaduto B) Prazo de término: out/13

11 BRT Área Central Implantação de infra-estrutura de sistema de transporte coletivo por ônibus de alta capacidade (BRT Bus Rapid Transit), através da requalificação das avenidas Paraná e Santos Dumont. Prevê estações com cobrança externa, embarque e desembarque em nível e sistemas de controle da operação e de informações ao usuário informatizado e em tempo real. Obras iniciadas em mar/12 Prazo de término: out/13

12 BRT Cristiano Machado -Adequação da atual pista exclusiva para a operação junto ao canteiro central, utilizando uma faixa por sentido, com faixa adicional para ultrapassagem nas estações de transferência; Obras iniciadas em set/11 Prazo de término: mar/13 - Implantação de terminais/estações de transferência nos dois sentidos da via Obras iniciadas em mar/12 Prazo de término: mai/13 - Readequação da Estação São Gabriel com adequação das plataformas ao sistema de embarque do BRT. OS emitida em out/12 Prazo de término: set/13

13 A Via 210 representa uma ligação viária entre as regiões Oeste e Barreiro do município. A diretriz viária conecta duas vias arteriais de grande capacidade e abrangência metropolitana (Via do Minério e Av. Teresa Cristina) que hoje são ligadas de forma precária através do sistema local dos bairros adjacentes e usando parte da malha do município de Contagem. O eixo principal da via 210 possui 1640 metros de extensão e 36 metros de largura, delimitado pela Avenida Teresa Cristina, no bairro Betânia, até o viaduto de transposição do Anel Rodoviário, na Av. Waldyr Soeiro Emrich. Obras iniciadas em set/11 Prazo de término: set/13 Via 210 LIGAÇÃO VIA DO MINÉRIO / TERESA CRISTINA

14 Via 710 LIGAÇÃO ANDRADAS / CRISTIANO MACHADO A Via 710 será um corredor viário de alta capacidade ligando dois pontos do município sem passagem pelo centro, atendendo necessidades de deslocamento de populações que utilizam o transporte coletivo por ônibus tanto na região leste, quanto na nordeste. A extensão do projeto totaliza metros. Obra iniciada em abril/12, atualmente paralisada. Previsão término:dez/13

15 Recuperação estrutural da laje de fundo, recobrimento do canal, canteiro central elevado, demolição e reconstrução dos passeios para adequação às normas de acessibilidade, novas pistas de rolamento, recuperação e ampliação da drenagem pluvial, implantação de postes de iluminação pública e sinalização de trânsito e paisagismo. Obra concluída, inaugurada em dezembro/11 Boulevard Arrudas Tereza Cristina Meta 1 TRECHO RUA CARIJÓS E AVENIDA BARBACENA

16 Boulevard Arrudas Tereza Cristina Meta 2 TRECHO AV. BARBARCENA E RUA ETREMA Recuperação estrutural da laje de fundo, recobrimento do canal, canteiro central elevado, demolição e reconstrução dos passeios para adequação às normas de acessibilidade, novas pistas de rolamento, recuperação e ampliação da drenagem pluvial, implantação de postes de iluminação pública e sinalização de trânsito, paisagismo e viaduto transpondo a via férrea. Viaduto sobre a linha férrea Obras iniciadas em set/11 Prazo de término: mai/13

17 Central de Controle de Tráfego Edificação para instalação da Central. Término obra previsto para jun/13 Modernização do sistema de centralização de semáforos em corredores de tráfego: contratada para avenidas Antônio Carlos e Cristiano Machado, em fase de definição de solução para demais corredores. Ampliação do sistema de Circuito Fechado de TV - CFTV (mais 62 câmeras em corredores de tráfego Instalação de mais 9 Painéis de Mensagens Variáveis - PMVs no sistema viário: Fornecimento e implantação de redes de fibra ótica Aquisição e instalação do mapa gráfico digital para integração das operações de transporte e trânsito Aquisição de 140 PDAs (Personal Digital Assistant) para agilização das operações em campo Ações em andamento

18 LICENCIAMENTO AMBIENTAL Empreendimento LI LP Dispensada BRT Antônio Carlos / Pedro I Meta 1 - Abraão Caram Meta 2 - Alargamento Pedro I Meta 3 - Interseção Pedro I / Vilarinho Meta 4 - BRT A.Carlos/Pedro I Corredor Pedro II BRT Área Central Central Controle Tráfego (CCO) Via Via Minério / Tereza Cristina Via Andradas / Cristiano Machado BRT Cristiano Machado Boulevard Arrudas/ Cristina Teresa Meta 1 - Carijós/Barbacena Meta 2 - Barbacena/Rua Extrema

19 LICENCIAMENTO AMBIENTAL INFORMAÇÕES SOBRE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DOS EMPREENDIMENTOS DO PAC COPA EMPREENDIMENTO LICENCIAMENTO AMBIENTAL DATA DA EMISSÃO VALIDADE Nº DO CERTIFICADO Meta 1 - Abraão Caram Licença de Instalação 10/3/ /3/2014 LI 2028/10 Meta 2 - Alargamento Pedro I Licença de Instalação 31/08/10 31/08/14 LI 0372/10 BRT Antônio Carlos / Pedro I Meta 3 - Interseção Pedro I / Vilarinho Licença de Instalação 25/04/11 25/04/15 LI 0266/11 Dispensado para o sistema viário - Ofício SMMA GEOLIA ETER/1568/10 Meta 4A - BRT A.Carlos/Pedro I Licença Instalação - estação Pampulha 11/5/ /5/2016 LI 0326/12 Corredor Pedro II BRT Área Central Central de Controle de Tráfego Intervenção no viaduto - não se aplica o licenciamento ambiental Dispensado - Ofício SMMA GEOLIA ETER/1568/10 Dispensado Via 210 Licença de Instalação 20/02/09 20/02/13 LI 1883/09 Via 710 Licença de Instalação 09/03/12 LI 149/12 (Parcial) BRT Cristiano Machado Dispensado - Ofício SMMA GEOLIA ETER/1568/10 Boulevard Arrudas/ Cristina Meta 1 - Carijós/Barbacena Teresa Licença de Instalação 13/08/10 13/08/14 LI 0356/10 Meta 2 - Barbacena/Rua Extrema Licença de Instalação 20/05/11 16/05/15 LI 0354/11

20

Projetos de Melhoria da Mobilidade Urbana até 2014

Projetos de Melhoria da Mobilidade Urbana até 2014 Projetos de Melhoria da Mobilidade Urbana até 2014 Melhoria da Infraestrutura Viária e Transporte na Capital Abril/2011 Mobilidade Urbana em Belo Horizonte BRT Antônio Carlos/Pedro I Meta 1 VIADUTOS DE

Leia mais

NOVAS OBRAS DE MOBILIDADE. Menos tempo no trânsito. Mais tempo com a família.

NOVAS OBRAS DE MOBILIDADE. Menos tempo no trânsito. Mais tempo com a família. NOVAS OBRAS DE MOBILIDADE Menos tempo no trânsito. Mais tempo com a família. NOVAS OBRAS DE MOBILIDADE BRT Cristiano Machado Empreendimento BRT Antônio Carlos / Pedro I -Meta 4A Trecho Centro - Pampulha

Leia mais

Obras de mobilidade urbana de BH

Obras de mobilidade urbana de BH Obras de mobilidade urbana de BH Belo Horizonte foi a primeira cidade sede da Copa do Mundo Fifa 2014 a assinar os contratos de financiamentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Mobilidade,

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Belo Horizonte. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Belo Horizonte. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Belo Horizonte Setembro/2013 Belo Horizonte: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos

Leia mais

Tiago Lacerda. Marketing Esportivo

Tiago Lacerda. Marketing Esportivo Copa do Mundo FIFA Brasil 2014 Belo Horizonte Minas Gerais Comitê Executivo Municipal Tiago Lacerda Gerência Geral Assessoria jurídica Assessoria Imprensa Comunicação e Marketing Eventos e Ações Sociais

Leia mais

Balanço 2012 - Copa do Mundo Cidade-sede Belo Horizonte Brasília, Abril de 2012

Balanço 2012 - Copa do Mundo Cidade-sede Belo Horizonte Brasília, Abril de 2012 CodeP0 Balanço 2012 Copa do Mundo Cidadesede Belo Horizonte Brasília, CodeP1 Valores Consolidados R$ mi, abr/12 Total Empreendimentos Investimento Total Federal Local Federal Estádio 1 695,0 400,0 295,0

Leia mais

Política de mobilidade urbana: integração ou segregação social?

Política de mobilidade urbana: integração ou segregação social? Política de mobilidade urbana: integração ou segregação social? Panorama das ações e projetos e hipóteses gerais da pesquisa Juciano Martins Rodrigues Aumento no tempo de deslocamento Crescimento do número

Leia mais

COPA DO MUNDO FIFA 2014. Belo Horizonte - Seminário FDC / BDMG 27/10/2009

COPA DO MUNDO FIFA 2014. Belo Horizonte - Seminário FDC / BDMG 27/10/2009 COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte - Seminário FDC / BDMG 27/10/2009 Gestão dos projetos para a realização da Copa das Confederações e Copa do Mundo FIFA 2014 A Prefeitura adota a Gestão Estratégica

Leia mais

Copa do Mundo FIFA 2014

Copa do Mundo FIFA 2014 1. Belo Horizonte Copa do Mundo FIFA 2014 CODE-2 Belo Horizonte Belo Horizonte Quantitativo de Empreendimentos e Investimentos por Tema Nº de Empreendimentos Investimento Total (R$ mi) Estádio Mobilidade

Leia mais

DÂMOCLES PANTALEÃO LOPES TRINTA WALTER FERNANDES DE MIRANDA NETO SECRETÁRIO ADJUNTO DE PLANEJAMENTO DE OBRAS DA COPA 2014

DÂMOCLES PANTALEÃO LOPES TRINTA WALTER FERNANDES DE MIRANDA NETO SECRETÁRIO ADJUNTO DE PLANEJAMENTO DE OBRAS DA COPA 2014 INVESTIMENTOS EM MOBILIDADE URBANA PARA A COPA INVESTIMENTOS SECRETARIA ADJUNTA EM MOBILIDADE DE PLANEJAMENTO URBANA DE OBRAS PARA DA A COPA MOBILIDADE URBANA - COPA DÂMOCLES PANTALEÃO LOPES TRINTA SECRETÁRIO

Leia mais

BRT em Belo Horizonte Melhoria da Mobilidade para a Copa 2014

BRT em Belo Horizonte Melhoria da Mobilidade para a Copa 2014 BRT em Belo Horizonte Melhoria da Mobilidade para a Copa 2014 Situação Atual População de Belo Horizonte: 2,4 milhões de habitantes População da RMBH: 4,5 milhões de habitantes 3,8 milhões de viagens/dia

Leia mais

Plano de Mobilidade de Belo Horizonte

Plano de Mobilidade de Belo Horizonte Apresentação Resultados Finais Plano de Mobilidade de Belo Horizonte Belo Horizonte Junho, 2010 Documento confidencial para uso e informação do cliente. O Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte envolveu

Leia mais

Bus Rapid Transit. Possui desempenho e conforto semelhante aos sistemas sobre trilhos, mas com custo entre 4 a 20 vezes. menor;

Bus Rapid Transit. Possui desempenho e conforto semelhante aos sistemas sobre trilhos, mas com custo entre 4 a 20 vezes. menor; 1 BRT MANAUS 2 Bus Rapid Transit O BRT é um sistema de transporte com alta capacidade e baixo custo que utiliza parte segregada da infraestrutura viária existente e opera por controle centralizado, permitindo

Leia mais

CRITÉRIOS TÉCNICOS PARA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MOBILIDADE URBANA. Lúcia Maria Mendonça Santos Ministério das Cidades

CRITÉRIOS TÉCNICOS PARA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MOBILIDADE URBANA. Lúcia Maria Mendonça Santos Ministério das Cidades CRITÉRIOS TÉCNICOS PARA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MOBILIDADE URBANA Lúcia Maria Mendonça Santos S e m i n á r i o M o b i l i d a d e U r b a n a S u s t e n t á v e l : P r á t i c a s e T e n d ê n c

Leia mais

SEINFRA SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA JUNHO/2015

SEINFRA SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA JUNHO/2015 SEINFRA SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA JUNHO/2015 Corredores de Ônibus Manaus: Atendem três condicionantes: 1) Plano de Estruturação da Malha Viária do Governo do Estado do Amazonas; 2) Demanda

Leia mais

Investimento Global (R$ mi) 1 Belo Horizonte BRT: Antônio Carlos / Pedro I 726,4 382,3-344,2 -

Investimento Global (R$ mi) 1 Belo Horizonte BRT: Antônio Carlos / Pedro I 726,4 382,3-344,2 - Anexo A - Mobilidade Urbana Empreendimento (obra, projeto e desapropriação) 1 Belo Horizonte BRT: Antônio Carlos / Pedro I 726,4 382,3-344,2-2 Belo Horizonte Corredor Pedro II e Obras Complementares nos

Leia mais

Balanço 2012 - Copa do Mundo Cidade-sede Curitiba Brasília, Abril de 2012

Balanço 2012 - Copa do Mundo Cidade-sede Curitiba Brasília, Abril de 2012 CodeP0 Balanço 2012 Copa do Mundo Cidadesede Curitiba Brasília, CodeP1 Valores Consolidados R$ mi, abr/12 Total Empreendimentos Investimento Total Financiamento Federal Local Federal Privado Estádio 1

Leia mais

Investimentos em Mobilidade Urbana para a Copa das Confederações 2013 e Copa do Mundo FIFA Brasil 2014

Investimentos em Mobilidade Urbana para a Copa das Confederações 2013 e Copa do Mundo FIFA Brasil 2014 Investimentos em Mobilidade Urbana para a Copa das Confederações 2013 e Copa do Mundo FIFA Brasil 2014 Implantação de Corredores de BRT Modernização do Centro de Controle Operacional Desenvolvimento do

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Curitiba. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Curitiba. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Curitiba Setembro/2013 Curitiba: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

COPA DO MUNDO DA FIFA BRASIL 2014 Cidade-sede Natal RN

COPA DO MUNDO DA FIFA BRASIL 2014 Cidade-sede Natal RN GT - INFRAESTRUTURA GT - INFRAESTRUTURA Grupo de Trabalho INFRAESTRUTURA Responsável pela proposição de projetos e operações de infraestrutura, além do acompanhamento na execução destes, necessários à

Leia mais

Nossa cidade crescendo do jeito certo. Com planejamento integrado, desenvolvimento sustentável e melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Nossa cidade crescendo do jeito certo. Com planejamento integrado, desenvolvimento sustentável e melhoria da qualidade de vida das pessoas. Nossa cidade crescendo do jeito certo. Com planejamento integrado, desenvolvimento sustentável e melhoria da qualidade de vida das pessoas. 1 2 Belo Horizonte é uma cidade que não para de crescer. Atualmente,

Leia mais

Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB PROGRAMA ESTADUAL DE MOBILIDADE URBANA PROMOB

Programa Estadual de Mobilidade Urbana PROMOB PROGRAMA ESTADUAL DE MOBILIDADE URBANA PROMOB PROGRAMA ESTADUAL DE MOBILIDADE URBANA PROMOB ARAÇOIABA 15.108 90 IGARASSU 82.277 323 ITAPISSUMA 20.116 74 ITAMARACÁ 15.858 65 PRAIA DE MARIA FARINHA A REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE Municípios: 14 População:

Leia mais

Cíntia Aparecida de Resende * Resumo

Cíntia Aparecida de Resende * Resumo MOBILIDADE URBANA E A COPA DO MUNDO 2014 NO BRASIL: OS IMPACTOS DO EVENTO NA TRANSFORMAÇÃO E MELHORIA DO TRANSPORTE DE PESSOAS NA CIDADE-SEDE DE BELO HORIZONTE Cíntia Aparecida de Resende * Resumo O objetivo

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana de BH

Plano de Mobilidade Urbana de BH 4 a 7 de junho de 2013 Hotel Ouro Minas Plano de Mobilidade Urbana de BH Ramon Victor Cesar Presidente de BHTRANS Contexto do PlanMob-BH: Cenários, diagnóstico e prognósticos Desafio 1: como articular

Leia mais

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O BRT MOVE PERSPECTIVA DE ESTAÇÃO DE TRANSFERÊNCIA NA ÁREA CENTRAL

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O BRT MOVE PERSPECTIVA DE ESTAÇÃO DE TRANSFERÊNCIA NA ÁREA CENTRAL TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O BRT MOVE PERSPECTIVA DE ESTAÇÃO DE TRANSFERÊNCIA NA ÁREA CENTRAL Neste guia você vai encontrar as principais informações que precisa para embarcar no novo sistema

Leia mais

Obras de Mobilidade Urbana no Município da Cidade do Rio de Janeiro. Alexandre Pinto Secretario Municipal de Obras

Obras de Mobilidade Urbana no Município da Cidade do Rio de Janeiro. Alexandre Pinto Secretario Municipal de Obras Obras de Mobilidade Urbana no Município da Cidade do Rio de Janeiro Alexandre Pinto Secretario Municipal de Obras BRTs Criado no Brasil e exportado para diversas cidades, tais como Bogotá, Pequim e Johanesburgo,

Leia mais

BRT MANAUS TRANSPORTE PÚBLICO MASSIVO: BRT MANAUS

BRT MANAUS TRANSPORTE PÚBLICO MASSIVO: BRT MANAUS TRANSPORTE PÚBLICO MASSIVO: BRT MANAUS CLAUDEMIR JOSÉ ANDRADE Arquiteto e Urbanista Membro da Comissão Executiva de Planejamento e Gestão de Projetos Manaus Sede da Copa do Mundo de 2014. BUS RAPID TRANSIT?

Leia mais

PREFEITO E PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF ANUNCIAM NOVOS INVESTIMENTOS EM MOBILIDADE URBANA NO RIO

PREFEITO E PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF ANUNCIAM NOVOS INVESTIMENTOS EM MOBILIDADE URBANA NO RIO PREFEITO E PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF ANUNCIAM NOVOS INVESTIMENTOS EM MOBILIDADE URBANA NO RIO Governo Federal libera R$ 1,63 bilhão para implantação do BRT Transbrasil e do VLT do Centro A presidenta Dilma

Leia mais

Superintendência de Planejamento e Gestão Territorial (SGT)

Superintendência de Planejamento e Gestão Territorial (SGT) Superintendência de Planejamento e Gestão Territorial (SGT) SEMINÁRIO CONFEA/CREA-BA: ACOMPANHAMENTO OBRAS DA COPA 12/04/2011 OBRAS A CARGO DA SEDUR Corredor Estruturante Aeroporto-Acesso Norte, do Sistema

Leia mais

Secretaria Municipal de Obras. secretário Alexandre Pinto

Secretaria Municipal de Obras. secretário Alexandre Pinto Secretaria Municipal de Obras secretário Alexandre Pinto Investimentos recordes e precisos Obras em andamento R$ 5,54 bilhões Obras concluídas 3,48 bilhões Obras em licitação 235 milhões R$ 9,25 bilhões

Leia mais

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP JUNHO 2013 DIMENSÃO DO DESAFIO EM TRANSPORTE COLETIVO PMSP Coletivo 10,1 milhões viagens 56% Individual 7,9 milhões viagens 44% DIMENSÃO DO DESAFIO EM

Leia mais

Secretaria Municipal de Obras. secretário Alexandre Pinto

Secretaria Municipal de Obras. secretário Alexandre Pinto Secretaria Municipal de Obras secretário Alexandre Pinto Investimentos recordes e precisos Obras em andamento R$ 5,5 bilhões Obras em licitação R$ 2 bilhões Obras a licitar R$ 190 milhões R$ 8,1 bilhões

Leia mais

O b ra s da C o pa 2 0 1 4. P re fe it u ra Mu nic ipa l de P o rt o A le g re

O b ra s da C o pa 2 0 1 4. P re fe it u ra Mu nic ipa l de P o rt o A le g re O b ra s da C o pa 2 0 1 4 P re fe it u ra Mu nic ipa l de P o rt o A le g re RE C URS OS Ma triz de R e s po n s a b ilida de s Ma triz de R e s po n s a b ilida de s Assinada em 13 de janeiro de 2010

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Salvador. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Salvador. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Salvador Setembro/2013 Salvador: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

BRT MOVE TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O

BRT MOVE TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O TUO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O BRT MOVE PERSPECTIVA A de integração TRANSPORTE PÚBLICO E QUALIAE NAS RUAS E BH PERSPECTIVA E UMA E TRANSFERÊNCIA NA ÁREA CENTRAL BH vai ter um sistema de transporte

Leia mais

Transporte e Planejamento Urbano

Transporte e Planejamento Urbano Transporte e Planejamento Urbano para o Desenvolvimento da RMRJ Julho/2014 Cidades a maior invenção humana As cidades induzem a produção conjunta de conhecimentos que é a criação mais importante da raça

Leia mais

Obras da Copa 2014 Mobilidade Urbana. Prefeitura Municipal de Porto Alegre 30.06.2011

Obras da Copa 2014 Mobilidade Urbana. Prefeitura Municipal de Porto Alegre 30.06.2011 Obras da Copa 2014 Mobilidade Urbana Prefeitura Municipal de Porto Alegre 30.06.2011 Território preferencial Obras da Matriz de Responsabilidades Av. Severo Dullius Rua Voluntários da Pátria Av. Assis

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH. Marcelo Cintra do Amaral. 20 de novembro de 2012

Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH. Marcelo Cintra do Amaral. 20 de novembro de 2012 Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH Marcelo Cintra do Amaral 20 de novembro de 2012 Roteiro da apresentação: Contexto do PlanMob-BH: prognóstico, caráter de plano diretor, etapas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE TRÂNSITO Departamento de Engenharia

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE TRÂNSITO Departamento de Engenharia PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE TRÂNSITO Departamento de Engenharia GRANDES EVENTOS SISTEMA INTEGRADO DE MONITORAMENTO 1 EVENTO DATA E HORA LOCAL TIPO E OBJETIVO DURAÇÃO INTERFERÊNCIAS

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Cuiabá. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Cuiabá. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Cuiabá Setembro/2013 Cuiabá: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Recife. Dezembro de 2012

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Recife. Dezembro de 2012 CodeP0 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede de Recife Dezembro de 2012 Recife: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s Referência Nov/12, Distribuição dos investimentos por

Leia mais

Esquema operacional de trânsito para a construção do BRT TransBrasil

Esquema operacional de trânsito para a construção do BRT TransBrasil Esquema operacional de trânsito para a construção do BRT TransBrasil Desde sábado, dia 10 de janeiro, a Avenida Brasil tem 2,5 faixas interditadas no trecho Caju e Manguinhos A Prefeitura do Rio, por meio

Leia mais

BRT Transoeste: transformando o conceito de transporte público no Rio de Janeiro

BRT Transoeste: transformando o conceito de transporte público no Rio de Janeiro BRT Transoeste: transformando o conceito de transporte público no Rio de Janeiro Richele Cabral 1 ; Eunice Horácio S. B. Teixeira 1 ; Milena S. Borges 1 ; Miguel Ângelo A. F. de Paula 1 ; Pedro Paulo S.

Leia mais

SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007

SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007 SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007 Frota antiga e tecnologia obsoleta; Serviço irregular de vans operando em todo o DF 850 veículos; Ausência de integração entre os modos e serviços; Dispersão das linhas;

Leia mais

SEMINÁRIO COPA DO MUNDO 2014 PROJETOS, RUMOS E PERPECTIVAS

SEMINÁRIO COPA DO MUNDO 2014 PROJETOS, RUMOS E PERPECTIVAS SEMINÁRIO COPA DO MUNDO 2014 PROJETOS, RUMOS E PERPECTIVAS MOBILIDADE URBANA PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE TRANSPORTES REDE ESTRUTURAL DE TRANSPORTES DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

BRT, BRS, Corredores e Faixas Exclusivas de Ônibus

BRT, BRS, Corredores e Faixas Exclusivas de Ônibus BRT, BRS, Corredores e Faixas Exclusivas de Ônibus Marcos Bicalho dos Santos Diretor Institucional e Administrativo da NTU Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Públicos de Transporte Urbano e Trânsito

Leia mais

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM Secretaria de Logística e Transportes Estrutura da Secretaria de Logística e Transportes Pátio 2 Obra Secretaria de Logística e Transportes Porto de São Sebastião Realizações 2011/2012 Descrição Nivelamento

Leia mais

ESPELHO DE EMENDA INICIATIVA

ESPELHO DE EMENDA INICIATIVA SISTEMA DE ELABORAÇÃO DE S ÀS LEIS ORÇAMENTÁRIAS ESPELHO DE 001 - Construção do Contorno Ferroviário de Curitiba AUTOR DA Luciano Ducci 37050001 539 0141 - Promover a expansão da malha ferroviária federal

Leia mais

Negócios nos Trilhos ENCONTREM 2006

Negócios nos Trilhos ENCONTREM 2006 Negócios nos Trilhos ENCONTREM 2006 Conclusão da Linha 1 Eldorado / Vilarinho 28 km de linha em superfície 19 estações, com 5 terminais de integração 25 TUEs 142 mil passageiros dia útil (média out/06)

Leia mais

Prefeitura Municipal do Natal

Prefeitura Municipal do Natal Prefeitura Municipal do Natal Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Finanças Plano Plurianual 2010/2013 Programa Horizonte Público Objetivo: 8 Mobilidade e Cidadania Contínuo População do município

Leia mais

ANEXO XI: INTERVENÇÕES PRIORITÁRIAS NO SISTEMA VIÁRIO MUNICIPAL

ANEXO XI: INTERVENÇÕES PRIORITÁRIAS NO SISTEMA VIÁRIO MUNICIPAL LEI N. ANEXO XI: INTERVENÇÕES PRIORITÁRIAS NO SISTEMA VIÁRIO MUNICIPAL PLANO DIRETOR DO MUNICÍPIO DO IPOJUCA VIAS ARTERIAIS VIA PE-060 PE-038 PE-009 I - Requalificação com sua duplicação em todo o trecho

Leia mais

CORREDOR GUARULHOS-SÃO PAULO CORREDOR METROPOLITANO GUARULHOS - SÃO PAULO

CORREDOR GUARULHOS-SÃO PAULO CORREDOR METROPOLITANO GUARULHOS - SÃO PAULO CORREDOR METROPOLITANO GUARULHOS - SÃO PAULO ACE Associação Comercial Empresarial de Guarulhos 25/Outubro/2013 MISSÃO: Promover e gerir o transporte intermunicipal de baixa e média capacidades para passageiros

Leia mais

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Introdução A proposta de Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO. Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO. Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014 TM GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014 SOLUÇÕES ENCAMINHADAS Constituição do COMITÊ PAULISTA (Grupo Executivo

Leia mais

Plano de Mobilidade Sustentável. Por uma cidade amiga da bicicleta Abril 2011

Plano de Mobilidade Sustentável. Por uma cidade amiga da bicicleta Abril 2011 Plano de Mobilidade Sustentável. Por uma cidade amiga da bicicleta Abril 2011 Cronograma Índice Apresentação da TC Urbes Objetivos do Plano de Mobilidade Sustentável Cidade e Mobilidade Diagnóstico Planejamento

Leia mais

PLANOS DIRETORES REGIONAIS

PLANOS DIRETORES REGIONAIS PLANOS DIRETORES REGIONAIS ORIGEM DOS PLANOS DIRETORES REGIONAIS CONSTITUIÇÃO FEDERAL ESTABELECE O PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO E A GESTÃO DEMOCRÁTICA II CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE POLÍTICA URBANA PLANO DIRETOR

Leia mais

COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil. Ações do Governo de Minas Gerais

COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil. Ações do Governo de Minas Gerais COPA DO MUNDO FIFA 2014 Belo Horizonte Brasil Ações do Governo de Minas Gerais 27 de Outubro de 2009 Roteiro Estratégia de Execução Modernização do Mineirão Reforma dos Estádios Alternativos Mobilidade

Leia mais

GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA

GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA DESENVOLVIMENTO DE LAY-OUT DE PROPOSTA ALTERNATIVA PARA O SISTEMA G DE TRANSPORTE PÚBLICO MULTIMODAL PARA A REGIÃO METROPOLITANA DA GRANDE VITÓRIA GRUPO DE TRABALHO DE INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA

Leia mais

Mobilidade Carioca. BRTs e a rede integrada de transportes de alta capacidade da cidade

Mobilidade Carioca. BRTs e a rede integrada de transportes de alta capacidade da cidade Mobilidade Carioca Mobilidade Carioca BRTs e a rede integrada de transportes de alta capacidade da cidade Rede de Transporte em 2010 trem metrô Rede de Transporte em 2012 trem metrô BRT Rede de Transporte

Leia mais

Acompanhamento - matrizes de responsabilidades da Copa do Mundo 2014 Mobilidade Urbana

Acompanhamento - matrizes de responsabilidades da Copa do Mundo 2014 Mobilidade Urbana Acompanhamento - matrizes de responsabilidades da Copa do Mundo 2014 Mobilidade Urbana O levantamento faz parte dos estudos que a Comissão de Desenvolvimento Urbano (CDU) da Câmara dos Deputados começa

Leia mais

MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES IMEDIATAS E EFICAZES

MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES IMEDIATAS E EFICAZES MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES IMEDIATAS E EFICAZES JULHO 2015 SÃO PAULO UMA CIDADE A CAMINHO DO CAOS URBANO Fonte: Pesquisa de mobilidade 2012 SÃO PAULO UMA CIDADE A CAMINHO DO CAOS

Leia mais

LEI Nº 370, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 A CÂMARA MUNICIPAL DE CAFEARA APROVA E EU, PREFEITO DO MUNICÍPIO, SANCIONO A SEGUINTE LEI:

LEI Nº 370, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 A CÂMARA MUNICIPAL DE CAFEARA APROVA E EU, PREFEITO DO MUNICÍPIO, SANCIONO A SEGUINTE LEI: LEI Nº 370, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 Institui a Lei do Sistema Viário do Município de Cafeara, e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE CAFEARA APROVA E EU, PREFEITO DO MUNICÍPIO, SANCIONO A SEGUINTE

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Porto Alegre. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: Porto Alegre. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: Porto Alegre Setembro/2013 Porto Alegrel: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição

Leia mais

Prefeitura Municipal de Registro

Prefeitura Municipal de Registro Prefeitura Municipal de Registro Departamento Municipal de Administração Rua José Antônio de Campos, nº 250 Centro CEP: 11.900-000 Registro SP Fone: (13) 3828-1000 Fax: (13) 3821-2565 e-mail prefeitura@registro.sp.gov.br

Leia mais

Ações de Transporte e Logística para a Copa do Mundo

Ações de Transporte e Logística para a Copa do Mundo Ações de Transporte e Logística para a Copa do Mundo 9 de novembro de 2012 SINAENCO Sindicato da Arquitetura e da Engenharia 1 ARENA INDEPENDÊNCIA Estádio Raimundo Sampaio, o Independência Inaugurado em

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUIXADÁ PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO PDDU LEI DO SISTEMA VIÁRIO

PREFEITURA MUNICIPAL DE QUIXADÁ PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO PDDU LEI DO SISTEMA VIÁRIO PREFEITURA MUNICIPAL DE QUIXADÁ KL Serviços e Engenharia S/C PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO PDDU LEI DO SISTEMA VIÁRIO LEI Nº Dispõe sobre o sistema Viário do Município de Quixadá e dá outras

Leia mais

Macro Diretrizes Viárias

Macro Diretrizes Viárias Macro Diretrizes Viárias As macro diretrizes viárias, constitui-se na previsão de novas vias com características operacionais que garantam a continuidade da malha viária existente quando da implantação

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE LONDRINA - IPPUL

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE LONDRINA - IPPUL PAC MÉDIAS CIDADES Implantação de Sistema de Transporte Urbano Modalidade: Obras e Equipamentos INFORMAÇÕES DA PROPOSTA Título da proposta: Implantação de Sistema de Transporte Urbano Protocolo: 002176.02.85/2012-35

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA ESTAÇÕES BHBUS PAMPULHA E SÃO JOSÉ

CONSULTA PÚBLICA ESTAÇÕES BHBUS PAMPULHA E SÃO JOSÉ CONSULTA PÚBLICA ESTAÇÕES BHBUS PAMPULHA E SÃO JOSÉ O presente documento contém os pedidos de esclarecimentos e sugestões a respeito da concessão de obra pública para as Estações Bhbus Pampulha e São José

Leia mais

Code-P13 CODE-13. Obras Copa 2014. Julho de 2014

Code-P13 CODE-13. Obras Copa 2014. Julho de 2014 Code-P13 CODE-13 Obras Copa 2014 Julho de 2014 CODE-14 Manaus (1/2) Escopo: Reconstrução do Estádio Capacidade: 44.480 lugares Valor: R$ 669,50 milhões Arena da Amazônia Fonte: ME e Secopa/AM Jul/14 Eduardo

Leia mais

Sistema de localização e bloqueio veicular por célula de comunicação Objetivo Principal

Sistema de localização e bloqueio veicular por célula de comunicação Objetivo Principal de comunicação Objetivo Principal Prover uma solução de baixo custo para Identificação, localização, bloqueio e recuperação de veículos roubados ou procurados, através de micro circuitos embarcados de

Leia mais

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM Matriz de Transporte Brasil Estado de São Paulo Modal Participação Modal Participação Rodoviário 61,20% Ferroviário 20,70% Hidroviário 13,60% Dutoviário 4,20% Aéreo 0,40% Rodoviário 93,10% Ferroviário

Leia mais

Desenvolvimento Urbano

Desenvolvimento Urbano Estudos de concepção Estudos populacionais Estudos de viabilidade técnico-econômica Assessoria aos pedidos de financiamento junto aos agentes: BNDES / CEF / BIRD / BID, dentre outros Anteprojetos e projetos

Leia mais

PROGRAMA DE CORREDORES METROPOLITANOS. Instituto de Engenharia

PROGRAMA DE CORREDORES METROPOLITANOS. Instituto de Engenharia PROGRAMA DE CORREDORES METROPOLITANOS Instituto de Engenharia Introdução quem é a EMTU/SP Estrutura Organizacional EMTU/SP responsabilidades Gerenciamento do sistema de transporte público intermunicipal

Leia mais

MODELO DE CARTA-CONSULTA PAC 2 MOBILIDADE MÉDIAS CIDADES IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE

MODELO DE CARTA-CONSULTA PAC 2 MOBILIDADE MÉDIAS CIDADES IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE MODELO DE CARTA-CONSULTA PAC 2 MOBILIDADE MÉDIAS CIDADES IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE Proponente: Município Beneficiado: Estado: Nome Entidade: CNPJ: Endereço da Sede: CEP: Tel/Fax: Representante Legal:

Leia mais

RESUMO DAS INTERVENÇÕES APONTADAS COMO LEGADO DAS OLIMPÍADAS PARA A CIDADE

RESUMO DAS INTERVENÇÕES APONTADAS COMO LEGADO DAS OLIMPÍADAS PARA A CIDADE OLIMPÍADAS 2016 RESUMO DAS INTERVENÇÕES APONTADAS COMO LEGADO DAS OLIMPÍADAS PARA A CIDADE 1 Principais intervenções previstas para as Olimpíadas: A Infraestrutura urbana Porto Maravilha Projeto de revitalização

Leia mais

Segurança viária na Lomba do Pinheiro - Porto Alegre/RS.

Segurança viária na Lomba do Pinheiro - Porto Alegre/RS. Segurança viária na Lomba do Pinheiro - Porto Alegre/RS. Marcelo Hansen; Alessandra Andrea Both Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) Gerência de Planejamento de Trânsito Rua João Neves da

Leia mais

APRESENTAÇÃO OFICIAL DO SIM CAXIAS

APRESENTAÇÃO OFICIAL DO SIM CAXIAS APRESENTAÇÃO OFICIAL DO SIM CAXIAS Integração do Transporte Coletivo Eixo Leste/Oeste Integração O crescimento acentuado dos centros urbanos tem gerado inúmeras dificuldades para as cidades em diversas

Leia mais

Título: BRT Metropolitano Litoral Sul.

Título: BRT Metropolitano Litoral Sul. Título: BRT Metropolitano Litoral Sul. Autores: Angelique Joseli de Oliveira ¹; Tamara Crioruska Tarasiuk 1 ¹ Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo - EMTU/SP. Superintendência de Engenharia

Leia mais

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: São Paulo. Setembro/2013

Code-P1. 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede: São Paulo. Setembro/2013 CodeP1 5º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede: São Paulo Setembro/2013 São Paulo: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de Recursos CodeP2 Referência Set/13, Distribuição dos investimentos

Leia mais

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Porto Alegre. Dezembro de 2012

Code-P0. 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidade-sede de Porto Alegre. Dezembro de 2012 CodeP0 4º Balanço de Ações para a Copa (1º Ciclo) Cidadesede de Porto Alegre Dezembro de 2012 CodeP1 CODE1 Porto Alegre: Distribuição dos Investimentos por Tema e Fonte de s Referência Nov/12, Distribuição

Leia mais

Evolução do congestionamento

Evolução do congestionamento Evolução do congestionamento Crescimento populacional estável Taxa de motorização crescente 2025 2005 Surgimento de novos pólos de atração de viagens Deslocamentos na cidade Rede de transporte para 2016

Leia mais

Universidade Presbiteriana Mackenzie Escola de Engenharia Depto. de Engenharia Civil 2 0 semestre de 2015. Aula 5. Características do tráfego (cont.

Universidade Presbiteriana Mackenzie Escola de Engenharia Depto. de Engenharia Civil 2 0 semestre de 2015. Aula 5. Características do tráfego (cont. Universidade Presbiteriana Mackenzie Escola de Engenharia Depto. de Engenharia Civil 2 0 semestre de 2015 Aula 5 Características do tráfego (cont.) fonte: revista 4 Rodas Publicidade, 1.962 5.1. Planejamento

Leia mais

Estudos de BRT no Brasil 2ª EDIÇÃO - REVISADA

Estudos de BRT no Brasil 2ª EDIÇÃO - REVISADA Estudos de BRT no Brasil 2ª EDIÇÃO - REVISADA Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) Março / 2012 2 Estudos de BRT no Brasil Mensagem Felizmente o tema mobilidade urbana ganhou espaço

Leia mais

Obras de Mobilidade Urbana e Transporte Público Porto Alegre Copa 2014 AGOSTO - 2012

Obras de Mobilidade Urbana e Transporte Público Porto Alegre Copa 2014 AGOSTO - 2012 AGOSTO - 2012 Matriz de Responsabilidades invest. R$ 866,3 milhões Corredor Avenida Tronco Corredor Terceira Perimetral Corredor Padre Cacique Monitoramento dos Corredores BRT Protásio Alves BRT Assis

Leia mais

Rede de transporte em 2010

Rede de transporte em 2010 Mobilidade Carioca Rede de transporte em 2010 trem metrô Rede de transporte em 2012 trem metrô BRT Rede de transporte em 2014 trem metrô BRT Rede de transporte em 2016 trem metrô BRT VLT Rede de transporte

Leia mais

INICIATIVAS INSPIRADORAS ESPAÇOS PÚBLICOS REQUALIFICAÇÃO DA PRAÇA SAVASSI BELO HORIZONTE MG

INICIATIVAS INSPIRADORAS ESPAÇOS PÚBLICOS REQUALIFICAÇÃO DA PRAÇA SAVASSI BELO HORIZONTE MG ESPAÇOS PÚBLICOS INICIATIVAS INSPIRADORAS REQUALIFICAÇÃO DA PRAÇA SAVASSI BELO HORIZONTE MG ÍNDICE INTRODUÇÃO PERFIL DA CIDADE OS PASSOS PARA A REQUALIFICAÇÃO DA PRAÇA DA SAVASSI DIRETRIZES DO PROJETO

Leia mais

Audiência Pública. Corredores de Transporte. 8h30 Assinatura da lista de presença. Apresentação da mesa e abertura dos trabalhos

Audiência Pública. Corredores de Transporte. 8h30 Assinatura da lista de presença. Apresentação da mesa e abertura dos trabalhos Audiência Pública Corredores de Transporte 8h30 Assinatura da lista de presença 9h00 9h30 10h30 11h40 12h00 Apresentação da mesa e abertura dos trabalhos Apresentação do projeto Esclarecimentos das questões

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2º semestre 2012

PLANO DE ENSINO 2º semestre 2012 PLANO DE ENSINO 2º semestre 2012 Professoras orientadoras: turma Departamento de Urbanismo Departamento de Projetos A + B Prof a. D ra. Fernanda Borges de Moraes Profª. D ra. Juliana Torres de Miranda

Leia mais

População: 6,3 milhões Viagens por transporte público: 6 milhões/dia Ônibus: 4 milhões

População: 6,3 milhões Viagens por transporte público: 6 milhões/dia Ônibus: 4 milhões BRT E MOBILIDADE URBANA XEQUE MOBILIDADE EM População: 6,3 milhões Viagens por transporte público: 6 milhões/dia Ônibus: 4 milhões Trem: 450,000 Metrô: 650,000 Outros: 900,000 Frota de veículos particulares:

Leia mais

Mobilidade Urbana. Linhas gerais, resultados e desafios selecionados

Mobilidade Urbana. Linhas gerais, resultados e desafios selecionados Mobilidade Urbana Linhas gerais, resultados e desafios selecionados Apresentação A política de desenvolvimento urbano é estratégica para a promoção de igualdade de oportunidades, para a desconcentração

Leia mais

Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana

Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana PAC 2 SÃO PAULO R$ 241,5 bilhões R$ milhões Eixo 2011-2014 Pós 2014 TOTAL Transportes 55.427 2.169 57.596 Energia 57.578 77.936 135.513 Cidade Melhor

Leia mais

ÍNDICE. Capítulo I...5. Do Sub-Sistema Viário Estrutural...5. Capítulo II...5. Do Sub-Sistema de Apoio...5 DISPOSIÇÕES FINAIS...6

ÍNDICE. Capítulo I...5. Do Sub-Sistema Viário Estrutural...5. Capítulo II...5. Do Sub-Sistema de Apoio...5 DISPOSIÇÕES FINAIS...6 ÍNDICE Capítulo I...5 Do Sub-Sistema Viário Estrutural...5 Capítulo II...5 Do Sub-Sistema de Apoio...5 DISPOSIÇÕES FINAIS...6 1 PREFEITURA MUNICIPAL DE CRATEÚS PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO PDDU

Leia mais

No meio urbano o desenvolvimento econômico passa pela relação entre os indivíduos, as edificações e os meios de deslocamento.

No meio urbano o desenvolvimento econômico passa pela relação entre os indivíduos, as edificações e os meios de deslocamento. No meio urbano o desenvolvimento econômico passa pela relação entre os indivíduos, as edificações e os meios de deslocamento. Pólos Geradores de Tráfego As cidades brasileiras vivem um momento de mudança

Leia mais

ELABORAÇÃO DE PROJETO EXECUTIVO DE ENGENHARIA DE DUPLICAÇÃO, RESTAURAÇÃO E MELHORAMENTOS DA RODOVIA BR-381/MG

ELABORAÇÃO DE PROJETO EXECUTIVO DE ENGENHARIA DE DUPLICAÇÃO, RESTAURAÇÃO E MELHORAMENTOS DA RODOVIA BR-381/MG DNIT - SREMG João Monlevade - 28/06/2012 ELABORAÇÃO DE PROJETO EXECUTIVO DE ENGENHARIA DE DUPLICAÇÃO, RESTAURAÇÃO E MELHORAMENTOS DA RODOVIA BR-381/MG RODOVIA: BR-381MG TRECHO: DIVISA ES/MG - DIV. MG/SP

Leia mais

Com a nova Linha MOVE Mineirão, você já começa o jogo ganhando.

Com a nova Linha MOVE Mineirão, você já começa o jogo ganhando. Com a nova Linha MOVE Mineirão, você já começa o jogo ganhando. LINHA 55 MOVE MINEIRÃO exclusiva para os dias de jogos. Muito mais conforto e agilidade para você. A partir de 02/11/14 (domingo) Agora você

Leia mais

Desafios para Melhoria da Mobilidade Urbana

Desafios para Melhoria da Mobilidade Urbana Desafios para Melhoria da Mobilidade Urbana O Desafio da CET 7,2 milhões de veículos registrados 12 milhões de habitantes 7,3 milhões de viagens a pé 156 mil viagens de bicicleta 15 milhões de viagens

Leia mais

Í N D I C E. Pág 1 Apresentação 04. 2 Planta de Localização 07

Í N D I C E. Pág 1 Apresentação 04. 2 Planta de Localização 07 2 Í N D I C E 3 Í N D I C E Pág 1 Apresentação 04 2 Planta de Localização 07 3 Introdução 09 4 Considerações Gerais sobre o Projeto 12 4.1 Identificação do Empreendimento 13 4.2 Caracterização do Empreendimento

Leia mais

EIXO INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA

EIXO INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA EIXO INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA EIXO INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA O eixo de infraestrutura logística do PAC tem como objetivo ampliar a qualidade dos serviços de transporte, para aumentar a competitividade da

Leia mais