PARA MUDAR DE VERDADE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PARA MUDAR DE VERDADE"

Transcrição

1

2 PARA MUDAR DE VERDADE os transportes Nos 20 anos de sucessivos governos, o PSDB foi incapaz de enfrentar o colapso da mobilidade urbana com políticas compatíveis com a gravidade do problema, sobretudo nas regiões metropolitanas. A excessiva concentração do transporte em rodovias atinge também o transporte de cargas. Outros modais como hidroviário e ferroviário estão muito aquém da sua potencialidade, por falta de visão estratégica e investimentos. São Paulo precisa de um sistema que seja: Mais Integrado Mais Barato Mais Rápido Mais sustentável Mobilidade Urbana O governo Padilha vai investir na renovação e ampliação da frota de ônibus, priorizando os veículos com piso rebaixado, de modo a assegurar a melhoria da qualidade do serviço e a acessibilidade nos ônibus e estações. Reorientar a atuação da EMTU nas cinco regiões metropolitanas e demais regiões com características metropolitanas, visando a integração dos modais. A integração gera ganhos de escala e logística, permitindo redução de custos e das tarifas. Implantar os Centros Logísticos Intermodais no Estado para criar a intermodalidade, envolvendo os transportes ferroviário, hidroviário, rodoviário e aeroviário.

3 Bilhete Único Metropolitano O governo Padilha vai implantar o BILHETE ÚNiCO METROPOLITANO, que dará 25% de desconto para viagens de metrô, trem, ônibus e barcos entre cidades da mesma região metropolitana. Integrar o metrô, o trem e os ônibus intermunicipais na Região Metropolitana de São Paulo, em todas as estações, incorporando, inclusive, o atual Bilhete de Ônibus Metropolitano. Integrar as regiões metropolitanas de Campinas, Baixada Santista, Vale do Paraíba e Sorocaba, bem como as regiões do Estado com características metropolitanas como as regiões de Jundiaí e São José do Rio Preto. Em diálogo com os municípios, estabelecer mecanismos de compensação financeira para que o BILHETE ÚNICO METROPOLITANO integre também os sistemas de transporte de cada município. Metrô de Qualidade e Além dos Limites da Capital Iniciar as obras que vão garantir a extensão do Metrô para além dos limites da Capital, implementando efetivamente o projeto de levar o Metrô para Guarulhos, São Bernardo do Campo, Diadema, Osasco e Taboão da Serra. Capitalizar o Metrô, inclusive por meio da abertura do capital social da empresa para participação exclusiva de entes públicos, especialmente os Municípios, que poderão integralizar as cotas usando, entre outras, o certificado de potencial adicional de construção decorrente das operações urbanas. Acelerar as obras para entregar, até 2018, as seguintes linhas: Linha 2 (Verde): conclusão da Linha Verde, interligando a Estação Cerro Corá, no Alto da Lapa, passando pela Vila Prudente até a Via Dutra (Shopping Internacional), no município de Guarulhos. Linha 4 (Amarela), que se arrasta há dez anos: conclusão da linha, passando pela Vila Sônia e estendendo-a até o Município de Taboão da Serra. Linha 5 (Lilás), que se arrasta há 16 anos, interligando a Chácara Klabin ao Capão Redondo e expandindo-a até o Jardim Ângela.

4 Linha 6 (Laranja): conclusão da primeira fase, ligando a estação São Joaquim (Linha 1-Azul) com o bairro de Brasilândia, na Zona Norte. Acelerar as obras para extensão até Pirituba e ao bairro Cidade Líder, na Zona Leste. Monotrilho da Linha 15 (Prata): conclusão das obras do monotrilho que ligará a Linha 2-Verde, na estação da Vila Prudente, ao bairro Cidade Tiradentes, na Zona Leste. Monotrilho da Linha 17 (Ouro): conclusão das obras do monotrilho que ligará o aeroporto de Congonhas, a Estação Jabaquara do Metrô à estação Morumbi (Linha 9-Esmeralda), da CPTM até a estação São Paulo Morumbi na linha 4 Amarela do Metrô. Acelerar as obras para a extensão do monotrilho a Diadema, margeando a Rodovia dos Imigrantes. Monotrilho da Linha 18 (Bronze)/ Expresso ABC: acelerar as obras para construção da Linha 18, que ligará, na primeira fase, a Linha 2 Verde, na altura da estação Tamanduateí, a São Bernardo do Campo, no ABC. Monotrilho ligando São Paulo, Osasco e Cotia: construção do monotrilho ligando a cidade de São Paulo a Cotia, passando por Osasco, margeando a Raposo Tavares. Apresentar novos traçados ao que já está planejado, acelerando a contratação de novas linhas e o início das obras, especialmente as que interligam a Capital às cidades da Grande São Paulo, como a linha 19 Celeste até o centro de Guarulhos ou a expansão do Jardim Ângela até o Jacira, na Zona Sul. Modernizar o Metrô, com implantação, em toda a rede, de sistemas tecnológicos inovadores que garantam a redução do tempo e das distâncias entre os trens, de modo a ampliar a oferta de Metrô nos horários de pico. Sistemas de sinalização como o CBTC (Communication Based Train Control ou Controle de Trens Baseado em Comunicação) permitem, com segurança e controle, que os trens trafeguem mais próximos entre si do que em trechos monitorados manualmente. Assegurar transparência e controle social e combater implacavelmente o cartel na contratação das obras do Metrô e da CPTM.

5 24h Transporte 24 horas Concretizar parceria entre o Metrô, a CPTM e SPTrans para garantir transporte de madrugada de alguns dias da semana, nos finais de semana e em eventos específicos. Mais Transporte Ferroviário Modernizar as linhas da CPTM, com aquisição de trens novos, reforma e manutenção das vias, implantação de nova sinalização, recuperação, reforma e reconstrução das estações, garantindo a acessibilidade; Implantar em toda a rede da CPTM, a exemplo do que fará no Metrô, sistemas tecnológicos inovadores que promovam a segurança e o controle dos trens, reduzindo o intervalo entre os trens e ampliando a oferta de transporte nos horários de pico. Acelerar as obras do Expresso Jundiaí, que ligará as estações terminais Jundiaí e Água Branca, aproveitando parte da faixa ferroviária existente na Linha 7-Rubi. O Expresso será estendido até Americana, passando por Campinas. Acelerar as obras para implantação do trem de Guarulhos (Linha 13- Jade), já que o Expresso Aeroporto foi abandonado pelo governo do PSDB, ligando a Linha 12-Safira da CPTM à futura estação Aeroporto Internacional de Guarulhos, passando pelo Parque CECAP Zezinho Magalhães. Acelerar o projeto e as obras para implantação do trem que ligará Guarulhos ao ABC, com interligações nas Linhas 12-Safira, 11-Coral e 10-Turquesa, todas da CPTM, e na Linha 3-Vermelha do Metrô. Acelerar as obras da Linha 12-Safira para implantação da estação no bairro da Penha (Tiquatira), que futuramente fará ligação com a Linha 2-Verde do Metrô, e extensão da Linha até o município de Suzano. Acelerar as obras da Linha 9-Esmeralda para extensão dos trens até o Jardim Varginha, na zona Sul da Capital. Estender essa linha até Parelheiros, respeitando as especificidades ambientais, bem como, no futuro, fazer a ligação dessa linha com a Baixada Santista. Acelerar as obras para implantação do Expresso Oeste Sul, que ligará a estação Pinheiros da CPTM e Barueri, com paradas em Osasco e Carapicuíba, aproveitando parte da faixa ferroviária existente na Linha 9-Esmeralda, assim como iniciar o Expresso ABC, que ligará Mauá ao centro de São Paulo de forma rápida. Vamos reformar e modernizar as estações centenárias.

6 Trem Intercidades O governo Padilha vai ampliar a oferta de transporte para cargas e passageiros. São Paulo terá mais km de ferrovias, utilizando a malha de trilhos já existente e integrando sobre trilhos as várias regiões paulistas. Entre as prioridades a ligação ferroviária São Paulo a Jundiaí, Campinas, Americana e Ribeirão Preto, São Paulo a Sorocaba, São Paulo a Santos, São Paulo a São José dos Campos e São Paulo a Bauru. Contemplará também trens para transporte de passageiros integrando as cidades de Araraquara, Itapetininga, São José do Rio Preto, Presidente Prudente e todas as regiões. Em parceria com o governo federal e com os governos municipais, o governo Padilha priorizará a construção do VLT Osasco/Carapicuíba, que rearticulará o sistema de transporte coletivo na região oeste da RMSP. Aproveitando a faixa marginal do Rodoanel, o Veículo Leve sobre Trilhos fará a ligação entre a cidade de Carapicuíba, Osasco e Cotia ao bairro do Butantã, na Capital, beneficiando toda a região oeste da RMSP, com integração à CPTM na estação General Miguel Costa. Na região metropolitana da Baixada Santista, vamos acelerar as obras do VLT que liga Santos a São Vicente, prometidos pelo governo do PSDB para entrar em operação em 2010, assegurando sua extensão até a Praia Grande. Da mesma maneira, será viabilizado o Ferroanel, ramos sul e norte, que melhorará a chegada das cargas por via ferroviária ao Porto de Santos além de liberar a malha para o transporte de passageiros na RMSP. O governo Padilha apoiará integralmente o governo federal na implantação do Trem de Alta Velocidade (TAV). Transporte Rodoviário Mais Barato Transporte Rodoviário Mais Barato Existem 246 praças pedagiadas, aumento de quase 500% desde Pela Rodovia Fernão Dias, que é federal, uma viagem de São Paulo a Belo Horizonte (562 quilômetros) custa R$12,00. Nas rodovias paulistas, uma viagem de São Paulo a São José do Rio Preto (440 quilômetros) custa R$70,60. O Rodoanel, iniciado em 1998, teve o segundo trecho (Sul) inaugurado apenas por iniciativa do Governo Federal, que investiu R$1,2 bilhão na obra. Vamos aumentar a capacidade das rodovias paulistas: Duplicação das rodovias chave para o desenvolvimento das regiões, considerando as necessidades para dinâmica econômica e social.

7 Estabelecer os Contratos de Recuperação e Manutenção de Rodovias (CREMA), no Estado de São Paulo. Conclusão do Rodoanel trecho Norte Construção do Túnel de Santos, para a ligação seca de Santos ao Guarujá, respeitando as medidas necessárias para não ter impacto sobre os moradores locais. O governo Padilha vai priorizar os Corredores, Faixas Exclusivas e Terminais para Ônibus, com as seguintes medidas: Recuperação dos atuais corredores de ônibus. Parceria com os municípios para construção de novos corredores, nas 5 regiões metropolitanas e demais municípios que demandem esse tipo de operação no Estado de São Paulo. Parceria com os municípios para implantação de faixas para ônibus. Com permissão para uso por táxis. Acelerar as obras para conclusão dos seguintes corredores: Corredor Metropolitano Noroeste de Campinas, estendendo-o à Santa Bárbara d Oeste, Americana e Nova Odessa. Corredor Metropolitano Guarulhos - São Paulo (Tucuruvi). Corredor Metropolitano Itapevi - São Paulo, que beneficiará os usuários dos municípios de Itapevi, Jandira, Barueri, Carapicuíba, Osasco e São Paulo (região Oeste). Corredor Itapevi - Cotia, que será conectado com o futuro Corredor Metropolitano Itapevi - São Paulo. Corredor Perimetral Leste Jacu-Pêssego, que ligará os corredores metropolitanos Guarulhos - São Paulo (Tucuruvi) e o ABD (São Mateus - Jabaquara), conectando duas regiões com grande vocação industrial e alta concentração de trabalhadores. Corredor Arujá - Itaquaquecetuba, que atenderá o eixo Nordeste/ Leste da RMSP, facilitando a transposição das Rodovias Dutra e Ayrton Senna. Corredor Metropolitano Alphaville-Cajamar. Recuperar e modernizar o Corredor Metropolitano ABD (São Mateus - Jabaquara). Acelerar os projetos dos corredores ligando Itapecerica e Embu-Guaçu à cidade de São Paulo.

8 redução das tarifas dos Pedágios A renovação das concessões ao fim dos contratos (em 2018 vencem os contratos das concessionárias que tiveram o contrato iniciado em 1998, com prazo de 20 anos), será realizada em novo modelo, que não cobre ônus fixo nem variável, usando IPCA como elemento do reajuste e com uma Taxa Interna de Retorno bem inferior a que atualmente é praticada. Vamos investir em marginais nas regiões metropolitanas, para evitar que os cidadãos paguem pedágio para se deslocar no interior das cidades. Transporte Hidroviário São Paulo possui um sistema de hidrovia capaz de transportar 20 milhões de toneladas anuais, mas somente 25% desse total são transportados. Com potencial de 800 quilômetros navegáveis, a hidrovia Tietê-Paraná até hoje não foi concluída. Os terminais são de utilização exclusiva das empresas que os operam e não há portos públicos de uso geral. Nada foi feito em relação a projetos de hidrovias como na Baixada Santista, com enorme potencial para esse tipo de transporte. O governo Padilha vai estruturar o Sistema Hidroviário do Estado de São Paulo: Dinamizar a Hidrovia Tietê-Paraná, com obras de dragagem, sinalização, eclusas, portos fluviais e aumento da capacidade de armazenagem e extensão da hidrovia. Implantar, em parceria com o governo federal e com os governos municipais, o sistema regional de transporte hidroviário na Baixada Santista, tanto para cargas quanto para passageiros, interligando as cidades de Cubatão, São Vicente, Santos, Guarujá, Bertioga, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe e Praia Grande. Além de ser ecologicamente correto, esse modal aliviará os congestionamentos nas rodovias da região, encurtando as distâncias. Ampliar e requalificar o transporte hidroviário que atende São Sebastião à Ilha Bela, com posterior conexão do Litoral Norte à Baixada Santista. Vamos investir no transporte hidroviário nas represas Billings e Guarapiranga e nos rios Tietê e Pinheiros.

9 Aeroportos Regionais Vamos avançar para um Sistema Integrado de Transporte Aéreo Regional, associado a outros modais, visando conectar pequenos e médios municípios com laços e vocações regionais. Mais Incentivo e Viabilidade ao Uso da Bicicleta O governo Padilha investirá, sempre em parceria com os municípios, na ampliação da oferta de ciclofaixas, ciclovias e ligações intermodais que facilitem o uso da bicicleta nos deslocamentos urbanos. Articular os sistemas cicloviários com os demais modais de transporte. Assegurar que estações de metrô e de trem e terminais de ônibus tenham lugar para as bicicletas.

10

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO. Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO. Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014 TM GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO PREFEITURA DA CIDADE DE SÃO PAULO Infraestrutura necessária para realização da Copa do Mundo FIFA 2014 SOLUÇÕES ENCAMINHADAS Constituição do COMITÊ PAULISTA (Grupo Executivo

Leia mais

Sistemas de alta capacidade estruturando a macrometrópole

Sistemas de alta capacidade estruturando a macrometrópole Sistemas de alta capacidade estruturando a macrometrópole REGIÕES METROPOLITANAS Decreto 55.564/2010 amplia campo de atuação da Secretaria de Transportes Metropolitanos Região Metropolitana de Campinas

Leia mais

A cidade vai parar na (i)mobilidade urbana?

A cidade vai parar na (i)mobilidade urbana? A cidade vai parar na (i)mobilidade urbana? IDELT Dr. Joaquim Lopes da Silva Junior Maio/2012 prioridade para o transporte coletivo Corredores de ônibus metropolitanos REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO

Leia mais

APRESENTAÇÃO SMT Copa 2014 - São Paulo

APRESENTAÇÃO SMT Copa 2014 - São Paulo APRESENTAÇÃO SMT Copa 2014 - São Paulo A cidade de São Paulo em números 11 milhões de habitantes 6ª maior cidade do mundo 145 milhões de m² de área verde 1 Feira/Exposição a cada 3 dias (US$ 1,2 bilhão

Leia mais

METRÔ 2020. Arquiteto e Urbanista Alberto Epifani Gerente de Planejamento e Integração de Transportes Metropolitanos do Metrô de São Paulo

METRÔ 2020. Arquiteto e Urbanista Alberto Epifani Gerente de Planejamento e Integração de Transportes Metropolitanos do Metrô de São Paulo METRÔ 2020 Expansão Metrô 2020, Novas Linhas já programadas, Linhas em estudo, Aspecto multimodal - Integração com outros meios de transporte Arquiteto e Urbanista Alberto Epifani Gerente de Planejamento

Leia mais

O METRÔ DE SÃO PAULO. Seminário: Negócio nos Trilhos 2010

O METRÔ DE SÃO PAULO. Seminário: Negócio nos Trilhos 2010 O METRÔ DE SÃO PAULO Seminário: Negócio nos Trilhos 2010 Rede de Metrô - Fase final de implantação Rede de Metrô - Médio Prazo Linha 1 - Azul Linha 1 - Azul Atualização Tecnológica Objetivo: Melhorar o

Leia mais

ÍNDICE. O Sistema de Transporte Coletivo. A Bilhetagem Eletrônica Instrumento da Política de Mobilidade

ÍNDICE. O Sistema de Transporte Coletivo. A Bilhetagem Eletrônica Instrumento da Política de Mobilidade Abril / 2007 ÍNDICE O Sistema de Transporte Coletivo A Bilhetagem Eletrônica Instrumento da Política de Mobilidade Perspectivas Município de São Paulo Base Legal Lei nº13.241, de 13/12/2001 organiza o

Leia mais

Tráfego de Carga e Passageiros na Malha Ferroviária da RMSP. Tem Solução?

Tráfego de Carga e Passageiros na Malha Ferroviária da RMSP. Tem Solução? Tráfego de Carga e Passageiros na Malha Ferroviária da RMSP. Tem Solução? Secretaria dos Transportes Planejamento de Transportes SECRETARIA DOS TRANSPORTES set/2008 Tráfego de Carga e Passageiros na Malha

Leia mais

7º Encontro de Logística e Transportes

7º Encontro de Logística e Transportes 7º Encontro de Logística e Transportes Transportes Metropolitanos na RMSP Roberto Arantes Filho Coordenador de Relações Institucionais da STM Fiesp-SP,21/05/2012 Módulo 1 Contexto de Atuação Regiões metropolitanas

Leia mais

Considerações sobre Infraestrutura Logística, Transporte Sustentável de Cargas, e Mobilidade Urbana no Brasil

Considerações sobre Infraestrutura Logística, Transporte Sustentável de Cargas, e Mobilidade Urbana no Brasil Considerações sobre Infraestrutura Logística, Transporte Sustentável de Cargas, e Mobilidade Urbana no Brasil Seminários IBRE Infraestrutura no Brasil Perspectivas e Desafios nas Áreas de Construção, Saneamento,

Leia mais

Ciclo de Debates sobre Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo

Ciclo de Debates sobre Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo Ciclo de Debates sobre Mobilidade Urbana e Transportes Públicos no Estado de São Paulo Integração Metropolitana do Transporte Público pelo Bilhete Único e Sistemas Estadual e Metropolitano de Transporte

Leia mais

PROGRAMA DE CORREDORES METROPOLITANOS. Instituto de Engenharia

PROGRAMA DE CORREDORES METROPOLITANOS. Instituto de Engenharia PROGRAMA DE CORREDORES METROPOLITANOS Instituto de Engenharia Introdução quem é a EMTU/SP Estrutura Organizacional EMTU/SP responsabilidades Gerenciamento do sistema de transporte público intermunicipal

Leia mais

Perspectivas para a Economia e as Finanças de São Paulo

Perspectivas para a Economia e as Finanças de São Paulo Perspectivas para a Economia e as Finanças de São Paulo Apresentação para SINICESP Sindicato da Indústria da Construção Pesada do Estado de São Paulo Andrea Calabi Secretário da Fazenda do Estado de São

Leia mais

GERALDO ALCKMIN 18/10/2011

GERALDO ALCKMIN 18/10/2011 GERALDO ALCKMIN 18/10/2011 AÇÕES E PROJETOS HABITAÇÃO - 150 mil novas moradias nos próximos quatro anos, para atender a famílias que ganham até 5 salários mínimos, triplicando a produção de moradias no

Leia mais

A+B1 B2+C DE 58 Estações 04 Linhas 900 Carros Linha 1 - Azul 2,200.000 Linha 2 - Verde 1,200.000 Linha 3 - Vermelha 3,000.000 Linha 5 - Lilás 563.000 Estações Fluxo Estações Fluxo Estações Fluxo Estações

Leia mais

Programa de Investimentos da EMTU e Atendimento à Copa do Mundo 2014

Programa de Investimentos da EMTU e Atendimento à Copa do Mundo 2014 Programa de Investimentos da EMTU e Atendimento à Copa do Mundo 214 Mapa do Transporte Metropolitano Rede 214 Fonte: STM EMTU PROGRAMA DE INVESTIMENTOS PROGRAMA DE INVESTIMENTOS 211-214 - EMTU Corredor

Leia mais

Em R$ milhões. empresas empresas. fiscal. fiscal 5.723 5.440 4.824 3.469 1.398 15.769 16.474 15.797 1.281 1.634 11.535 8.067 6.491 5.266 22.197 21.

Em R$ milhões. empresas empresas. fiscal. fiscal 5.723 5.440 4.824 3.469 1.398 15.769 16.474 15.797 1.281 1.634 11.535 8.067 6.491 5.266 22.197 21. Evolução dos Investimentos Em R$ milhões 20.593 22.197 21.237 15.004 4.824 5.723 5.440 7.772 6.900 1.281 1.634 6.491 5.266 9.465 1.398 8.067 3.469 11.535 15.769 16.474 15.797 empresas empresas fiscal fiscal

Leia mais

Fórum Regional de Campinas. Desafios e Oportunidades em Logística e Infraestrutura Jurandir Fernandes Secretário dos Transportes Metropolitanos

Fórum Regional de Campinas. Desafios e Oportunidades em Logística e Infraestrutura Jurandir Fernandes Secretário dos Transportes Metropolitanos Fórum Regional de Campinas Desafios e Oportunidades em Logística e Infraestrutura Jurandir Fernandes Secretário dos Transportes Metropolitanos Hotel Royal Palm Plaza,Campinas, 11/08/2012 Transporte Metropolitano

Leia mais

Plano Cicloviário da Região Metropolitana da Baixada Santista / SP.

Plano Cicloviário da Região Metropolitana da Baixada Santista / SP. Plano Cicloviário da Região Metropolitana da Baixada Santista / SP. Fernanda Faria Meneghello 1 ; Augusto Muniz Campos 2 ; Paulo Carvalho Ferragi 3 1 AGEM Agência Metropolitana da Baixada Santista Diretora

Leia mais

PROPOSTAS MOBILIDADE PROPOSTAS DE MÉDIO E LONGO PRAZO

PROPOSTAS MOBILIDADE PROPOSTAS DE MÉDIO E LONGO PRAZO PROPOSTAS MOBILIDADE PROPOSTAS DE MÉDIO E LONGO PRAZO AGENDA DO DEBATE: Pedestres Bicicleta Transporte público: ônibus e trilhos Circulação viária carros, motos e caminhões Acessibilidade Educação e trânsito

Leia mais

PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA: UM EXCELENTE NEGÓCIO PARA VOCÊ, UMA ÓTIMA AÇÃO PARA SÃO PAULO.

PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA: UM EXCELENTE NEGÓCIO PARA VOCÊ, UMA ÓTIMA AÇÃO PARA SÃO PAULO. PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA: UM EXCELENTE NEGÓCIO PARA VOCÊ, UMA ÓTIMA AÇÃO PARA SÃO PAULO. São Paulo State Government São Paulo State Government PARCERIA PARA O DESENVOLVIMENTO. Nossa proposta é ampliar

Leia mais

Projetos de Expansão e Modernização

Projetos de Expansão e Modernização Projetos de Expansão e Modernização Março/2012 Jundiaí Várzea Paulista Campo Limpo Paulista Francisco Morato Franco da Rocha Caieiras REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO Itaquaquecetuba Osasco Barueri São

Leia mais

Santos 23/09/09. Sistema Integrado Metropolitano SIM. Veículo Leve sobre Trilhos VLT (Metrô Leve)

Santos 23/09/09. Sistema Integrado Metropolitano SIM. Veículo Leve sobre Trilhos VLT (Metrô Leve) Santos 23/09/09 Sistema Integrado Metropolitano SIM Veículo Leve sobre Trilhos VLT (Metrô Leve) 1 1 2 Secretaria dos Transportes Metropolitanos - STM Três regiões metropolitanas do Estado de São Paulo:

Leia mais

O METRÔ DE SÃO PAULO. Apresentação para a Cámara Colombiana de la Infraestructura Bogotá Colômbia 28/10/2010. Engº Epaminondas Duarte Junior

O METRÔ DE SÃO PAULO. Apresentação para a Cámara Colombiana de la Infraestructura Bogotá Colômbia 28/10/2010. Engº Epaminondas Duarte Junior O METRÔ DE SÃO PAULO Apresentação para a Cámara Colombiana de la Infraestructura Bogotá Colômbia 28/10/2010 Engº Epaminondas Duarte Junior REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO MERCADO CENTRAL - SÃO PAULO

Leia mais

Projetos de Expansão e Modernização

Projetos de Expansão e Modernização Projetos de Expansão e Modernização Mário Manuel Seabra Rodrigues Bandeira Diretor Presidente maio/2013 REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO Jundiaí Várzea Paulista Campo Limpo Paulista Francisco Morato Franco

Leia mais

Mobilidade Caminhos para o Futuro

Mobilidade Caminhos para o Futuro EVENTO DIÁLOGOS CAPITAIS: METRÓPOLES BRASILEIRAS O FUTURO PLANEJADO Mobilidade Caminhos para o Futuro Ricardo Young PPS Vereador Município de SP ricardoyoungvereador http://www.ricardoyoung.com.br/ 21/JULHO/2014

Leia mais

Organização do Espaço na Cidade de São Paulo

Organização do Espaço na Cidade de São Paulo Organização do Espaço na Cidade de São Paulo A Copa do Mundo e o Desenvolvimento da Zona Leste Arq. Alberto Fasanaro Lauletta Setembro / 2011 Histórico da Expansão Urbana Até 1929 LEGENDA São Paulo Região

Leia mais

BALANÇO DO SETOR METROFERROVIÁRIO 2011/2012

BALANÇO DO SETOR METROFERROVIÁRIO 2011/2012 BALANÇO DO SETOR METROFERROVIÁRIO 2011/2012 Pela 1ª vez o setor se reúne para divulgar seus números, que refletem a importância dos trilhos para a mobilidade dos brasileiros Aumento de 20% no número de

Leia mais

EMPREGO DOMÉSTICO NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO 2013

EMPREGO DOMÉSTICO NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO 2013 Abril DE 2014 EMPREGO DOMÉSTICO NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO 2013 Em 2013, cresceu o número de diaristas e diminuiu o de mensalistas com e sem carteira de trabalho. Elevou-se o rendimento médio

Leia mais

SISTEMAS METROPOLITANOS DE TRANSPORTE PÚBLICO. Abril - 2012

SISTEMAS METROPOLITANOS DE TRANSPORTE PÚBLICO. Abril - 2012 SISTEMAS METROPOLITANOS DE TRANSPORTE PÚBLICO Abril - 2012 ESTADO DE SÃO PAULO REGIÕES METROPOLITANAS Responsável pelo gerenciamento do transporte coletivo intermunicipal metropolitano RMSP - 19,6 milhões

Leia mais

MOBILIDADE URBANA. André Abe Patricia Stelzer

MOBILIDADE URBANA. André Abe Patricia Stelzer MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL André Abe Patricia Stelzer Atualmente, a mobilidade urbana é parte da política de desenvolvimento urbano sustentável. Trata do deslocamento de bens e pessoas e do atendimento

Leia mais

Ferrovias em expansão

Ferrovias em expansão Ferrovias em expansão Brasil pode ter acréscimo de 8.040 quilômetros de ferrovias. Atualmente, 4.849 km estão em obras O o transporte de carga e oito para passageiros. conta com mais 19 projetos no papel

Leia mais

Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos

Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos 7º Encontro de Logística e Transporte FIESP maio/2012 Conrado Grava de Souza Conselheiro ANPTrilhos Apoio: ANPTrilhos Objetivo

Leia mais

Belo Horizonte, 30 de novembro de 2012

Belo Horizonte, 30 de novembro de 2012 Belo Horizonte, 30 de novembro de 2012 JUSTIFICATIVA AUMENTO DA CIDADE SEM PLANEJAMENTO (ESPALHAMENTO URBANO) USO QUASE EXCLUSIVO DO MODO RODOVIÁRIO PARA O TRANSPORTE PÚBLICO AUMENTO DA UTILIZAÇÃO DE VEÍCULOS

Leia mais

HOMENAGEM DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO AOS DUZENTOS ANOS DA PRESENÇA CHINESA NO BRASIL

HOMENAGEM DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO AOS DUZENTOS ANOS DA PRESENÇA CHINESA NO BRASIL HOMENAGEM DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO AOS DUZENTOS ANOS DA PRESENÇA CHINESA NO BRASIL LOCAL: Auditório da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da Universidade de São Paulo DATA: quinta-feira,

Leia mais

GOVERNANÇA METROPOLITANA. As cidades e os desafios da Mobilidade Urbana

GOVERNANÇA METROPOLITANA. As cidades e os desafios da Mobilidade Urbana As cidades e os desafios da Mobilidade Urbana Março / 2012 Mobilidade é o deslocamento de pessoas e bens nas cidades. É sustentável quando: Valoriza o deslocamento do pedestre. Proporciona mobilidade às

Leia mais

Estratégias de Desenvolvimento Regional

Estratégias de Desenvolvimento Regional Estratégias de Desenvolvimento Regional Mesa Redonda sobre Desenvolvimento Regional nos Estados Brasileiros Marcelo Sacenco Asquino Coordenador da Área Regional Secretaria de Economia e Planejamento do

Leia mais

Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos

Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos - ANPTrilhos PANORAMA DO SISTEMA METROFERROVIÁRIO NACIONAL E OS PRINCIPAIS INVESTIMENTOS PREVISTOS Brasília, 30/07/13 Fernando Sollero

Leia mais

CORREDOR GUARULHOS-SÃO PAULO CORREDOR METROPOLITANO GUARULHOS - SÃO PAULO

CORREDOR GUARULHOS-SÃO PAULO CORREDOR METROPOLITANO GUARULHOS - SÃO PAULO CORREDOR METROPOLITANO GUARULHOS - SÃO PAULO ACE Associação Comercial Empresarial de Guarulhos 25/Outubro/2013 MISSÃO: Promover e gerir o transporte intermunicipal de baixa e média capacidades para passageiros

Leia mais

Palavras-chave: BRT, Mobilidade Urbana, Qualidade de Vida, Transporte Público.

Palavras-chave: BRT, Mobilidade Urbana, Qualidade de Vida, Transporte Público. Corredor Metropolitano de Ônibus Itapevi-São Paulo (Butantã): proposta para melhorar o transporte público coletivo de passageiros da Zona Oeste na Região Metropolitana de São Paulo Antonio Jorge Sampaio

Leia mais

A experiência da EMTU no emprego do pavimento de concreto

A experiência da EMTU no emprego do pavimento de concreto Seminário Pavimentos Urbanos Pavimentos de Concreto nas Cidades: A solução para as vias de tráfego intenso, em especial os corredores de ônibus A experiência da EMTU no emprego do pavimento de concreto

Leia mais

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP JUNHO 2013 DIMENSÃO DO DESAFIO EM TRANSPORTE COLETIVO PMSP Coletivo 10,1 milhões viagens 56% Individual 7,9 milhões viagens 44% DIMENSÃO DO DESAFIO EM

Leia mais

Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana

Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana Investimento do Governo Federal em Mobilidade Urbana PAC 2 SÃO PAULO R$ 241,5 bilhões R$ milhões Eixo 2011-2014 Pós 2014 TOTAL Transportes 55.427 2.169 57.596 Energia 57.578 77.936 135.513 Cidade Melhor

Leia mais

Os custos da (i)mobilidade nas regiões metropolitanas do Rio de Janeiro e São Paulo

Os custos da (i)mobilidade nas regiões metropolitanas do Rio de Janeiro e São Paulo Gerência de Competitividade Industrial e Investimentos Nº 3 Os custos da (i)mobilidade nas regiões metropolitanas do Rio de Janeiro e São Paulo As Regiões Metropolitanas do Rio de Janeiro 1 e de São Paulo

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES PORTARIA Nº 109 DE 5 DE MARÇO DE 2013

MINISTÉRIO DAS CIDADES PORTARIA Nº 109 DE 5 DE MARÇO DE 2013 MINISTÉRIO DAS CIDADES PORTARIA Nº 109 DE 5 DE MARÇO DE 2013 Divulga resultado do processo de seleção do PAC 2 Mobilidade Médias Cidades, no âmbito do Programa de Infraestrutura de Transporte e da Mobilidade

Leia mais

ANEXO II DIRETRIZES PARA A REESTRUTURAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO DO RIO DE JANEIRO

ANEXO II DIRETRIZES PARA A REESTRUTURAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO DO RIO DE JANEIRO ANEXO II DIRETRIZES PARA A REESTRUTURAÇÃO DO TRANSPORTE COLETIVO DO RIO DE JANEIRO 1. Perspectiva para o Sistema de Transporte Futuro 1.1. Introdução 1.2. Definições 2. Política Tarifária 3. Tecnologias

Leia mais

RELATÓRIO TARIFÁRIO - RMSP

RELATÓRIO TARIFÁRIO - RMSP EXTENSÃO ABC COMUM 195 - - SAO BERNARDO DO CAMPO (TERMINAL METROPOLITANO FERRAZOPOLIS)- DIADEMA (TERMINAL METROPOLITANO 13,096PIRAPORINHA) 3,55 via SAO -BERNARDO DO - CAMPO (BAIRRO 3,55 DOS CASA) - - ABC

Leia mais

Pesquisa Origem e Destino 2007 Região Metropolitana de São Paulo. Síntese das Informações Pesquisa Domiciliar Dezembro de 2008

Pesquisa Origem e Destino 2007 Região Metropolitana de São Paulo. Síntese das Informações Pesquisa Domiciliar Dezembro de 2008 Pesquisa Origem e Destino 2007 Região Metropolitana de São Paulo Síntese das Informações Pesquisa Domiciliar Dezembro de 2008 PESQUISA ORIGEM E DESTINO 2007 SÍNTESE DAS INFORMAÇÕES PESQUISA DOMICILIAR

Leia mais

Mobilidade urbana, infra-estrutura e a Copa de 2014

Mobilidade urbana, infra-estrutura e a Copa de 2014 Mobilidade urbana, infra-estrutura e a Copa de 2014 Oportunidades para a arquitetura e a engenharia 8º Encontro da Arquitetura e da Engenharia Consultiva de São Paulo Sinaenco/sp 26 de agosto de 2008 Jurandir

Leia mais

O Problema dos Transportes Urbanos de Passageiros no Brasil

O Problema dos Transportes Urbanos de Passageiros no Brasil O Problema dos Transportes Urbanos de Passageiros no Brasil Uma Contribuição para as Discuções sobre o Tema. O crescimento da urbanização da população brasileira, os incentivos generosos do governo federal

Leia mais

PARCERIAS PÚBLICO PRIVADAS PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS

PARCERIAS PÚBLICO PRIVADAS PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS Carteira de Projetos 2013 Pedro Pereira Benvenuto. Secretário Executivo. secretariaexecutiva@sp.gov.br Setembro 2013 Projetos Contratados Linha 4 Amarela (STM/Metrô) Sistema

Leia mais

A Curitiba de 2024. Entenda

A Curitiba de 2024. Entenda Emendas ao Plano Direitor propõem a paulistinização do trânsito em Curitiba Gazeta do Povo - Curitiba/PR - HOME - 04/10/2015-21:49:00 Modelo em gestão de mobilidade urbana para o restante do país nas décadas

Leia mais

ZARA S EXPRESS TABELA DE PONTOS - SERVIÇOS AVULSOS MOTO FRETE FONE: 11 2606-9330 / NEXTEL: 11 94759-1121 /94707-8867 RÁDIO: 35*22*75829 / 35*1*28443

ZARA S EXPRESS TABELA DE PONTOS - SERVIÇOS AVULSOS MOTO FRETE FONE: 11 2606-9330 / NEXTEL: 11 94759-1121 /94707-8867 RÁDIO: 35*22*75829 / 35*1*28443 ZARA S EXPRESS TABELA DE PONTOS - SERVIÇOS AVULSOS MOTO FRETE FONE: 11 2606-9330 / NEXTEL: 11 94759-1121 /94707-8867 RÁDIO: 35*22*75829 / 35*1*28443 LOCALIDADES/REGIÃO SERVIÇO MÍNIMO LOCALIDADE CENTRO

Leia mais

Mobilidade Urbana. Linhas gerais, resultados e desafios selecionados

Mobilidade Urbana. Linhas gerais, resultados e desafios selecionados Mobilidade Urbana Linhas gerais, resultados e desafios selecionados Apresentação A política de desenvolvimento urbano é estratégica para a promoção de igualdade de oportunidades, para a desconcentração

Leia mais

O trajeto. Podemos dividir o trajeto em 4 partes:

O trajeto. Podemos dividir o trajeto em 4 partes: 01 O que é? A Rota Marcia Prado é uma proposta de caminho cicloturístico que possa ser percorrida por todo tipo de ciclista por um trajeto de São Paulo a Santos, pedalando pelo mínimo de rodovias possíveis,

Leia mais

Uso de Serviços Públicos de Saúde

Uso de Serviços Públicos de Saúde Uso de Serviços Públicos de Saúde Metodologia Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. OBJETIVO GERAL Levantar junto à população da área em estudo

Leia mais

EMPRESA METROPOLITANA DE TRANSPORTES URBANOS DE SÃO PAULO S/A. EMTU/SP CNPJ nº 58.518.069/0001-91

EMPRESA METROPOLITANA DE TRANSPORTES URBANOS DE SÃO PAULO S/A. EMTU/SP CNPJ nº 58.518.069/0001-91 A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo S. A. - EMTU/SP, vinculada à Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos (STM), é uma sociedade anônima de economia mista e capital fechado,

Leia mais

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP JUNHO 2013 DIMENSÃO DO DESAFIO EM TRANSPORTE COLETIVO PMSP Coletivo 10,1 milhões viagens 56% Individual 7,9 milhões viagens 44% DIMENSÃO DO DESAFIO EM

Leia mais

Oportunidades criadas pelo Plano Diretor Estratégico

Oportunidades criadas pelo Plano Diretor Estratégico A CRIAÇÃO DE TERRITÓRIOS DE OPORTUNIDADE JUNTO AO SISTEMA METRO-FERROVIÁRIO: EM PROL DE UMA PARCERIA MAIS EFETIVA NOS PROCESSOS DE TRANSFORMAÇÃO URBANA NO ENTORNO DAS ESTAÇÕES. ABSTRACT Ao longo dos trinta

Leia mais

Formas de Atuação. Operações Diretas. Operações Indiretas. Contratadas diretamente com o BNDES. Instituições financeiras credenciadas pelo BNDES

Formas de Atuação. Operações Diretas. Operações Indiretas. Contratadas diretamente com o BNDES. Instituições financeiras credenciadas pelo BNDES Julho de 2013 Formas de Atuação Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Operações Indiretas Instituições financeiras credenciadas pelo BNDES EMPRESÁRIO Informação e Relacionamento Instituição

Leia mais

SÃO PAULO: GREVES E MOBILIZAÇÕES PARAM A CAPITAL E O INTERIOR DO ESTADO

SÃO PAULO: GREVES E MOBILIZAÇÕES PARAM A CAPITAL E O INTERIOR DO ESTADO Milhares de trabalhadores participaram no Estado de São Paulo das manifestações realizadas pela Força Sindical e demais centrais. O grito das ruas foi para reivindicar mudanças na política econômica, fim

Leia mais

Júlio Eduardo dos Santos

Júlio Eduardo dos Santos Júlio Eduardo dos Santos Secretário Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana Linha do Tempo 1965 a 2003 Extinção da GEIPOT Lei 10.233 / 2001 Criação da EBTU lei nº 6.261 em 1975 Extinção da EBTU Dec.

Leia mais

Evolução do congestionamento

Evolução do congestionamento Evolução do congestionamento Crescimento populacional estável Taxa de motorização crescente 2025 2005 Surgimento de novos pólos de atração de viagens Deslocamentos na cidade Rede de transporte para 2016

Leia mais

Estudo realizado pela Toledo & Associados com exclusividade para. São Paulo Janeiro de de 2010

Estudo realizado pela Toledo & Associados com exclusividade para. São Paulo Janeiro de de 2010 Estudo realizado pela Toledo & Associados com exclusividade para São Paulo Janeiro de de 2010 Back Ground A Pesquisa de Imagem dos Transportes na Região Metropolitana de São Paulo vem sendo realizada anualmente,

Leia mais

A consolidação da rede de BRS do Rio de Janeiro.

A consolidação da rede de BRS do Rio de Janeiro. A consolidação da rede de BRS do Rio de Janeiro. Aline Leite 1 ; Diego Mateus da Silva 1 ; Eduardo Tavares da Silva 2 ; Luciana Brizon 2 ; Luciana Pires 2 ; Marcelo Mancini 1 ; Miguel Ângelo de Paula 2

Leia mais

Grupo de Trabalho Copa do Mundo Brasil 2014. Mobilidade Urbana e a Copa 2014

Grupo de Trabalho Copa do Mundo Brasil 2014. Mobilidade Urbana e a Copa 2014 Grupo de Trabalho Copa do Mundo Brasil 2014 Mobilidade Urbana e a Copa 2014 Novembro de 2009 Participação do Gov. Fed. na Copa de 2014 Setor hoteleiro Estádio Aeroporto Investimentos Federais Porto Mobilidade

Leia mais

Manual de Renovação do Certificado Digital OAB

Manual de Renovação do Certificado Digital OAB 1 Manual de Renovação do Certificado Digital OAB Caro(a) Advogado(a), Renove sua certificação digital OAB antes que complete (três) anos. A renovação do certificado, enquanto não expirado, poderá ser realizada

Leia mais

GILMAR TADEU ALVES RIBEIRO. (Secopa São Paulo)

GILMAR TADEU ALVES RIBEIRO. (Secopa São Paulo) GILMAR TADEU ALVES RIBEIRO (Secopa São Paulo) O maior evento mundial Copa do Mundo Fifa Transmissão para todos os países e territórios do mundo, inclusive a Antártida e o Círculo Polar Ártico; Primeiro

Leia mais

Odebrecht TransPort traça novas rotas brasileiras

Odebrecht TransPort traça novas rotas brasileiras nº 342 outubro 2014 Odebrecht TransPort traça novas rotas brasileiras Odebrecht 70 anos: projetos que contribuem para melhorar as opções de mobilidade urbana das comunidades Odebrecht Infraestrutura Brasil

Leia mais

Título: BRT Metropolitano Litoral Sul.

Título: BRT Metropolitano Litoral Sul. Título: BRT Metropolitano Litoral Sul. Autores: Angelique Joseli de Oliveira ¹; Tamara Crioruska Tarasiuk 1 ¹ Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo - EMTU/SP. Superintendência de Engenharia

Leia mais

Talento Jovem Programa de Bolsas de Estudos

Talento Jovem Programa de Bolsas de Estudos Programa de Bolsa de Estudos Rotary e Faculdades Integradas Rio Branco em prol da Educação 1 4610 RCSP 1001 4610 RCSP-Alto da Lapa 1002 4610 RCSP-Alto de Pinheiros 1003 4610 RCSP-Armando de Arruda Pereira

Leia mais

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP

DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP DIRETRIZES DA POLÍTICA DE TRANSPORTE COLETIVO EM SP MAIO 2014 Fonte: Pesquisa de mobilidade 2012 DIMENSÃO DO DESAFIO EM TRANSPORTE COLETIVO PMSP Coletivo 16 milhões viagens 54% Individual 13 milhões viagens

Leia mais

Manual Prêmio Mobilidade

Manual Prêmio Mobilidade Manual Prêmio Mobilidade 1. Qual o objetivo do Prêmio Mobilidade? O Prêmio Cidades Sustentáveis, categoria "Mobilidade", pretende reconhecer políticas públicas sustentáveis e bem sucedidas de melhoria

Leia mais

PESQUISA DE MOBILIDADE DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO PRINCIPAIS RESULTADOS PESQUISA DOMICILIAR DEZEMBRO DE 2013

PESQUISA DE MOBILIDADE DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO PRINCIPAIS RESULTADOS PESQUISA DOMICILIAR DEZEMBRO DE 2013 PESQUISA DE MOBILIDADE DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO PRINCIPAIS RESULTADOS PESQUISA DOMICILIAR DEZEMBRO DE 2013 SUMÁRIO Página Capítulo 3 Objetivos, conceitos utilizados e metodologia 12 Dados socioeconômicos

Leia mais

Uma Nova Visão. Mercocidades - UTDU Seminário Governança Regional, Mobilidade e Projetos Urbanos 30 de novembro de 2009

Uma Nova Visão. Mercocidades - UTDU Seminário Governança Regional, Mobilidade e Projetos Urbanos 30 de novembro de 2009 Uma Nova Visão Mercocidades - UTDU Seminário Governança Regional, Mobilidade e Projetos Urbanos 30 de novembro de 2009 Eng. Frederico Muraro Filho Secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação Prefeitura

Leia mais

MOBILIDADE URBANA E DIREITOS HUMANOS

MOBILIDADE URBANA E DIREITOS HUMANOS MOBILIDADE URBANA E DIREITOS HUMANOS 40,9% (não motorizado) Divisão Modal 170 milhões viagens / dia 29,4% (coletivo) 26,1% 38,1% 3,3% 29,7% (individual) 2,8% 2,5% 27,2% ônibus metroferroviário automóvel

Leia mais

MOBILIDADE URBANA: OS MODAIS DE TRANSPORTE

MOBILIDADE URBANA: OS MODAIS DE TRANSPORTE Engº Emiliano Affonso Neto 20 de Setembro de 2013 Realização: ASPECTOS A SEREM ABORDADOS 1. A Escolha do Modo de Transporte 2. Modos de Transporte 3. Recomendações ASPECTOS A SEREM ABORDADOS 1. A Escolha

Leia mais

59ª Reunião do Fórum Paulista Presidente Prudente/SP. Tema: Outros Modais

59ª Reunião do Fórum Paulista Presidente Prudente/SP. Tema: Outros Modais 59ª Reunião do Fórum Paulista Presidente Prudente/SP Tema: Outros Modais Secretaria de Transportes e Vias Públicas ETCSBC Empresa de Transporte Coletivo de São Bernardo do Campo Alberto Alécio Batista

Leia mais

Abordagens para Drenagem Urbana no Município de São Paulo: Ações de curto e longo prazos

Abordagens para Drenagem Urbana no Município de São Paulo: Ações de curto e longo prazos Abordagens para Drenagem Urbana no Município de São Paulo: Ações de curto e longo prazos Miguel Luiz Bucalem Secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano Organização Agosto / 2010 São Paulo e a Bacia

Leia mais

Pedestres x Transporte Coletivo x Ciclistas x Transporte Individual x Entrega de Carga Urbana

Pedestres x Transporte Coletivo x Ciclistas x Transporte Individual x Entrega de Carga Urbana Sugestões para a elaboração do Plano de Mobilidade Sustentável de São Paulo Pedestres x Transporte Coletivo x Ciclistas x Transporte Individual x Entrega de Carga Urbana Melhor Qualidade de vida Diminuição

Leia mais

Transporte Hidroviário Urbano

Transporte Hidroviário Urbano PHD 2537 Introdução Contexto atual No Brasil, o transporte rodoviário é responsável por 96,02% da movimentação de passageiros Necessidade de expansão da infra-estrutura devido ao crescimento das cidades

Leia mais

Transporte e Planejamento Urbano

Transporte e Planejamento Urbano Transporte e Planejamento Urbano para o Desenvolvimento da RMRJ Julho/2014 Cidades a maior invenção humana As cidades induzem a produção conjunta de conhecimentos que é a criação mais importante da raça

Leia mais

GUIA PRÁTICO DO PARTICIPANTE

GUIA PRÁTICO DO PARTICIPANTE GUIA PRÁTICO DO PARTICIPANTE Santo André 2014 INFORMAÇÕES ÚTEIS: Saiba a melhor maneira de chegar ao Evento e as opções de trajeto utilizando o transporte público. Locais dos Eventos: Universidade Federal

Leia mais

CARTEIRA DE PROJETOS DO PLANO DE AÇÃO DA MACROMETRÓPOLE PAM 2013/2040

CARTEIRA DE PROJETOS DO PLANO DE AÇÃO DA MACROMETRÓPOLE PAM 2013/2040 Seminário Internacional - Ministério das Cidades Planejamento Metropolitano: Governança, Ordenamento Territorial e Serviços Metropolitanos em Debate CARTEIRA DE PROJETOS DO PLANO DE AÇÃO DA MACROMETRÓPOLE

Leia mais

MRS Logística. Seminário Logística, Infraestrutura e Agronegócio. Famasul SENAR. Claudenildo dos Santos Chaves. 20 de julho de 2012 Campo Grande - MS

MRS Logística. Seminário Logística, Infraestrutura e Agronegócio. Famasul SENAR. Claudenildo dos Santos Chaves. 20 de julho de 2012 Campo Grande - MS MRS Logística Seminário Logística, Infraestrutura e Agronegócio Famasul SENAR Claudenildo dos Santos Chaves 20 de julho de 2012 Campo Grande - MS A MRS e sua malha 2 2 MRS Uma Visão Geral Alguns fatos

Leia mais

Desafios para Melhoria da Mobilidade Urbana

Desafios para Melhoria da Mobilidade Urbana Desafios para Melhoria da Mobilidade Urbana O Desafio da CET 7,2 milhões de veículos registrados 12 milhões de habitantes 7,3 milhões de viagens a pé 156 mil viagens de bicicleta 15 milhões de viagens

Leia mais

Mergulhão da Praça XV está interditado e a Av. Rio Branco opera em mão dupla, do Aterro à Av. Presidente Vargas

Mergulhão da Praça XV está interditado e a Av. Rio Branco opera em mão dupla, do Aterro à Av. Presidente Vargas Mergulhão da Praça XV está interditado e a Av. Rio Branco opera em mão dupla, do Aterro à Av. Presidente Vargas A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), da CET-Rio,

Leia mais

Mobilidade Urbana Planos e Estratégias do GESP

Mobilidade Urbana Planos e Estratégias do GESP Mobilidade Urbana Planos e Estratégias do GESP Mancha Urbana da MMP e Sistema Viário PIB da MMP 2009/2010 (em milhões correntes) PIB 2009 PIB 2010 29.758 55.595 27.886 39.993 34.178 6.303 4.790 RMSP RMC

Leia mais

O Processo de Adensamento de Corredores de Transporte. Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba

O Processo de Adensamento de Corredores de Transporte. Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba O Processo de Adensamento de Corredores de Transporte Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba Curitiba SÃO PAULO População: 1.828.092 hab. Taxa de crescimento pop. 2000-2009: 1,71% 2008-2009:

Leia mais

CICLOVIAS EM SP INTEGRANDO E FAZENDO O BEM PARA A CIDADE JUNHO 2014

CICLOVIAS EM SP INTEGRANDO E FAZENDO O BEM PARA A CIDADE JUNHO 2014 CICLOVIAS EM SP INTEGRANDO E FAZENDO O BEM PARA A CIDADE JUNHO 2014 PROGRAMA DE METAS IMPLANTAR UMA REDE DE 400KM DE VIAS CICLÁVEIS. VIAS CICLÁVEIS CICLOVIAS CICLOFAIXAS CICLORROTAS 40KM/H PROPICIA MAIOR

Leia mais

Como transformar o direito à mobilidade em indicadores de políticas públicas?

Como transformar o direito à mobilidade em indicadores de políticas públicas? Como transformar o direito à mobilidade em indicadores de políticas públicas? Uma contribuição - INCT Observatório das Metrópoles - Projeto: Metropolização e Mega-eventos: os impactos da Copa do Mundo/2014

Leia mais

Trabalho que dá resultado!

Trabalho que dá resultado! BOLETIM INFORMATIVO Trabalho que dá resultado! Foto: Edson Lopes Jr. Meu compromisso é com a população, trabalhando para trazer recursos às nossas cidades e investimentos nos serviços essenciais ao ser

Leia mais

PLANOS DE NEGÓCIO DAS OPERADORAS METROPOLITANAS. NEGÓCIOS NOS TRILHOS 2008 04 a 06 de Novembro Expo Center Norte Pavilhão Vermelho São Paulo - SP

PLANOS DE NEGÓCIO DAS OPERADORAS METROPOLITANAS. NEGÓCIOS NOS TRILHOS 2008 04 a 06 de Novembro Expo Center Norte Pavilhão Vermelho São Paulo - SP 1 PLANOS DE NEGÓCIO DAS OPERADORAS METROPOLITANAS NEGÓCIOS NOS TRILHOS 2008 04 a 06 de Novembro Expo Center Norte Pavilhão Vermelho São Paulo - SP Rede Atual de Metrô 2 Rede Atual 3 Atual Extensão 61,3

Leia mais

ATUALIZAÇÃO: 10/05/2012 a 25/05/2012 ATUALIZAÇÃO: 05/10/2012 A 20/10/2012

ATUALIZAÇÃO: 10/05/2012 a 25/05/2012 ATUALIZAÇÃO: 05/10/2012 A 20/10/2012 ATUALIZAÇÃO: 10/05/2012 a 25/05/2012 ATUALIZAÇÃO: 05/10/2012 A 20/10/2012 CODIGO IMOVEIS COM RENDA BAIRRO ZONA AREA % RENTBL ALUGUEL PREÇO PREÇO COMERCIALZAÇÃO ( VENDA COM RENDA ) ABL MENSAL (*) MENSAL

Leia mais

3ª Conferência de Logística Brasil - Alemanha

3ª Conferência de Logística Brasil - Alemanha 3ª Conferência de Logística Brasil - Alemanha Henrique Futuro Assessor Agência Metropolitana de Transportes Urbanos Rio Setembro de 2011 Panorama Location: southeast of Brazil (57% of the GNP); Area: 43.910

Leia mais

Mobilidade Urbana: Esse Problema tem Solução? Ronaldo Balassiano Programa de Engenharia de Transportes PET/COPPE/UFRJ

Mobilidade Urbana: Esse Problema tem Solução? Ronaldo Balassiano Programa de Engenharia de Transportes PET/COPPE/UFRJ Mobilidade Urbana: Esse Problema tem Solução? Ronaldo Balassiano Programa de Engenharia de Transportes PET/COPPE/UFRJ 1 1 Introdução Sustentabilidade Mudança nos atuais modelos de produção e consumo Alternativas

Leia mais

PROGRAMA COMPROMISSO META INICIATIVA

PROGRAMA COMPROMISSO META INICIATIVA Secretaria de 1 Produtivo 1. Ampliar a oferta de infraestrutura adequada para promover a segurança no consumo de gêneros alimentícios em mercados municipais 1. Oferecer espaços adequados para comercialização

Leia mais

MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO. As cidades e os. Mobilidade Urbana

MOBILIDADE URBANA EM SÃO PAULO. As cidades e os. Mobilidade Urbana As cidades e os desafios da Mobilidade Urbana Mobilidade é o deslocamento de pessoas e bens nas cidades. É sustentável quando: Valoriza o deslocamento do pedestre. Proporciona mobilidade às pessoas com

Leia mais

Curitiba - Linha Verde

Curitiba - Linha Verde Curitiba - Linha Verde Portand y Curitiba Ciudades hacia la sustentabilidad Engº Leila Beatriz Mancia Taouil Assessora especial da presidencia INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA Curitiba

Leia mais

Sciesp. Clipping 19.07. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1

Sciesp. Clipping 19.07. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 Sciesp Clipping 19.07 A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 DESTAK Desapropriações vão atingir 12 mil imóveis 19/07/2011 Até

Leia mais