Novidades PHC CS Versão 15

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Novidades PHC CS Versão 15"

Transcrição

1 Novidades PHC CS Versão 15

2 Maio 2014 Este documento contém uma lista das alterações realizadas para Software PHC CS versão 15. Em virtude deste documento estar sujeito a gralhas ou alterações de comportamento de software, posteriores à sua execução, a PHC recomenda que caso necessite de alguma das funcionalidades em particular, verifique com versões atualizadas do software se as mesmas têm o comportamento esperado. 2

3 PHC ADVANCED CS, PHC CORPORATE CS, PHC ENTERPRISE CS... 8 TODOS OS MÓDULOS... 9 Acesso à exportação de impressões para outros formatos... 9 Alteração da fonte nas aplicações Botão de acesso ao PHC On Consultar Agendas de Marcações com regularidade Grava no log quando o serviço é reiniciado Instruções mais longas nas perguntas dos Questionários Introduzir marcações na agenda em várias áreas Marcação com informação de "Utilizador que criou o registo" e "Hora" Maximizar automaticamente os ecrãs dimensionáveis Novas funcionalidades com o PHC On Novo ecrã de Filtros Opção "Usa redemption" ativo por defeito PHC CONTABILIDADE CS Alteração de fórmula no mapa de gestão ao efetuar o processamento Aumento de performance na produção da Informação Empresarial Simplificada (IES) Base de Dados pronta para a Contabilidade Data por defeito nos Mapas de Gestão Duplicação automática de todos os anexos da Informação Empresarial Simplificada (IES) Edição da Expressão em XBASE nos Mapas de Gestão em Suporte Informático Melhoria de performance ao gerar o SAF-T (PT) Anual Navegar entre os Mapas da IES na produção do Suporte Informático Novos Mapas listados no Monitor de Obrigações Declarativas Os anexos selecionados em Suporte Informático ficam guardados Posicionamento do registo aquando a duplicação de Documentos Contabilísticos Possibilidade de tirar Mapas de Gestão em Kwanzas Teclas de atalho para inserção de Documentos Contabilísticos PHC CONTROLDOC CS Alterar anexos e respetivo acesso Ordenação das pastas no Addin do Outlook PHC CRM CS Mostrar dados do LinkedIn no ecrã de Contactos e Pessoas PHC ECOVALOR CS Peso com 5 casas decimais PHC GESTÃO CS Apagar registo anulado de Dossier Interno não certificado Campo "Documento anulado em texto" em Dossier Interno assinado Cliente particular ou consumidor final sem Retenção de IRS Consultar Recibos de Adiantamento após anular Dossier Interno Contactos para cobranças visíveis no Monitor de Cobranças Comunicação de Operações e Posições com o Exterior (COPE) Extratos de conta corrente posicionam-se no registo mais recente Extratos de movimentos permitem navegar para o documento de origem Importação do ficheiro de retorno da Transferência Bancária

4 Informação sobre o estado do Documento de Faturação Mensagem ao anular Documentos enviados à AT Monitor de Documentos de Transporte apenas com documentos PT Motivo de Isenção de Imposto nas Compras de Autofacturação Nº de campos na tabela BO2 muito próximo do limite Nova opção na Rotina de Correção de Erros no Stock Nova tabela de Clientes - Outros Dados (CL2) Nova tabela de Documentos de Faturação - Informação complementar (FT3) Nova tabela de Dossiers Internos - Informação complementar" (BO3) Novo campo para IDU "Identificação do documento registado na AT" Possibilidade de definir o Motivo de Anulação dos Documentos Possibilidade de emitir Recibos diretamente no ecrã de Faturação Preenchimento automático do campo "Descrição do Regime de IVA" Transferir movimentos de stock entre referências Validação ao gravar Dossiers Internos com quantidade igual a PHC IMOBILIZADO CS Mapa Modelo 30 disponível no módulo PHC Imobilizado CS Valida se a data de início de utilização é inferior à data de aquisição Valores de depreciações acumuladas na Análise Detalhada de Ativos PHC INTEROP CS A lista de processamentos ordenada alfabeticamente PHC PESSOAL CS Arredondamentos nos valores na moeda principal (PTE) de acordo com parâmetro Campos de Utilizador na grelha de Dependentes de um Funcionário Mapa Segurança Social de Angola em Papel Novo formato do Ficheiro da Segurança Social de Moçambique Possibilidade de definir a fórmula para o cálculo do vencimento diário Subdivisão de imposto e imposto sobretaxa em Mapas Habituais Validação do CAE para o Anexo D do Relatório Único Validações com a opção "Exclui do Relatório Único" ativa PHC POS CS Alterações na designação do artigo que foi importado/exportado Atualizar os dados de um cliente genérico Evitar que o Servidor entre em modo de suspensão Executar o Sincro POS em Espanha e África Imagens de moedas e notas Lançamento das comissões nos pagamentos em terminais de ATM Melhoraria de performance nos Documentos de Faturação em POS Melhoria de performance no POS Touch e Restauração Novo Circuito na Emissão de Vales de Reembolso Otimização da performance em POS Front Pesquisar cliente passante pelo campo matrícula POS Pronto a funcionar após instalar Possibilidade de indicar a quantidades de notas e moedas no fecho de caixa Reimprimir fechos de caixa PHC PROJECTO CS Possibilidade de medir todos os itens numa % fixa PHC RESTAURAÇÃO CS

5 Abertura dos ecrãs de Sectores, Mesas e Faturação mais rápido Ao selecionar uma Mesa esta é aberta automaticamente PHC SUPORTE CS Acessos por série de Dossiers Internos no PHC Suporte CS Data e Hora controlada nas ausências de Técnicos Imprimir etiquetas com números de série até 50 caracteres Novo campo "Resumo" no ecrã Pedidos de Assistência Técnica Novos campos no ecrã de Pedidos de Assistência Técnica Pedidos de Assistência Periódicos até à data fim de situação do Equipamento Processador de texto no ecrã de Contratos Sistema de Gestão de Pontos Tamanho do campo "Texto sobre a marcação" no ecrã de Marcações PHC TEAMCONTROL CS Controlo de tarefas executadas e horas previstas vrs reais Fechar Passos de Tarefas Melhoria ao assunto das notificações de Datas de Projetos PHC ADVANCED CS, PHC ENTERPRISE CS PHC CONTROLDOC CS Após o deadline passa a existir a possibilidade de avisar também o superior hierárquico Conta apenas com dias úteis para verificar o fim do dead-line PHC QUALIDADE CS Aceder ao ecrã "Tipos de Não Conformidades e Ações de Melhoria" Agrupamento de "Não Conformidades" e "Observações" na Lista de Verificação da Auditoria Calcular e monitorizar Indicadores Gerais dos Quadros de Gestão Consulta de Versões a partir do Monitor de Documentos Duplicação de uma Ação de Causa Duplicar uma Não Conformidade proveniente de um documento Lista de valores possíveis para Indicadores Qualitativos Melhoria do campo de pesquisa do Monitor de Documentos Navegação para Indicadores a partir do Monitor de Quadros de Gestão Nome da coluna "Classificação" no ecrã "Estruturas de Avaliação" Nome dos ecrãs de Requisitos e Sub-requisitos de Referenciais Preencher notas para cada sub requisito analisado Qualificações Iniciais a partir do Fornecedor Registos de Monitorização para Indicadores PHC RECURSOS HUMANOS CS Alteração de dados para o Relatório Único na Ação de Formação Preenchimento dos dados do Colaborador ao digitar o número de Funcionário PHC ENTERPRISE CS TODOS OS MÓDULOS Evento ao finalizar Documentos de Faturação em Rascunho Ordenação do Log de Atividade ao Observar o último registo alterado PHC CONTABILIDADE CS Extrato de conta no Plano de Contas Paralelo com várias contas PHC CONTROLDOC CS Tratamento de s para o Sistema de Feedback

6 PHC DASHBOARD CS Pesquisa incremental mais rápida no Monitor de Scorecards Remover Análise Avançada de Indicador de Scorecard PHC PESSOAL CS Novo Evento do Utilizador "AposCalcularDiasFerias" Novo Evento do Utilizador "AposCalcularFaltas" PHC DIGITAL TODOS OS MÓDULOS Alterações e novidades no ecrã de entrada (login) das aplicações Digital Análises avançadas com variáveis do tipo tabela simples ou sql Aperfeiçoamento nos Mapas Definidos Áreas em destaque na Homepage Arranque de workflow passa a poder pedir e obrigar a anexo se possuir PHC dcontroldoc CS Diversas alterações nos ecrãs principais das aplicações (mainforms) Funcionalidades do Digital apenas disponíveis nas gamas PHC Advanced CS e PHC Entreprise CS 104 Mudar o visual da aplicação através de temas cromáticos Novos ícones no PHC Digital CS Pesquisa Avançada em vez de Monitor do conhecimento Procura global Disponível Várias opções de visualização da Agenda Vários tipos de Snapshots com gráficos Visualização em vários dispositivos PHC DCONTROLDOCINTERNO CS Melhoramentos na pesquisa nas opções avançadas PHC DFRONT CS Configurar o ficheiro web.config com autenticação Listagem dos 50 artigos recentemente encomendados Pagamentos por subscrição PayPal Procurar artigos e serviços por descrição técnica PHC DGESTÃO CS Controlar a data nos Movimentos de Artigos Definir o número de descontos nos documentos Ecrã de Moradas de Carga e Descarga Imagem de Artigo no ecrã de consulta de artigos Possibilidade de definir o Motivo de Isenção nos ecrãs de Clientes e Stocks Possibilidade de poder gerar as referências multibanco (Easypay) Quantidades e unidades alternativas nas linhas das Faturas e Dossiers PHC DINTRANET Passa a ser possível associar notas a contactos pessoais Possibilidade de selecionar e navegar para outros registos PHC DSUPERVISOR Framework Digital: opção para log de código de utilizador PHC DSUPORTEINTERNO CS Impressão de Pedidos de Assistência e Intervenções Técnicas Introduzir Pats e Intervenções Técnicas para técnicos ativos Sistema de Gestão de Pontos

7 PHC MANUFACTOR EXECUTIVE PHC MANUFACTOR PLATFORM CS Mostra apenas os tipos de eventos possíveis no Diário de Trabalho (modo básico) PHC MANUFACTOR EXECUTIVE, PHC MANUFACTOR MANAGER TODOS OS MÓDULOS Maior controlo de acesso ao movimento "Inicialização stock" PHC MANUFACTOR MANUTENÇÃO CS Melhoria no Monitor de Pedidos de Manutenção PHC MANUFACTOR MOLDES CS Conceito de Multicavidade na Emissão automática de ordens de fabrico Conceito de Multicavidade no MRP Grelha de artigos para operações gémeas na Ficha Técnica de Artigos PHC MANUFACTOR MRP CS Cor das operações das propostas de fabrico no Planeamento do M.R.P Inativar o filtro selecionado nas Ordens de Fabrico do M.R.P Textos explicativos em todas as colunas da grelha de Propostas de Encomendas no M.R.P Tooltips da grelha de origem de Ordens de Fabrico no M.R.P PHC MANUFACTOR PLANNING CS Regras de utilizador para os cenários de planeamento PHC MANUFACTOR PLATFORM CS Acesso ao botão "Análises Avançadas do Utilizador" nos ecrãs da aplicação Acesso ao Diário de Trabalho com utilizadores diferentes na mesma diretoria da aplicação Acesso de Supervisão para eliminar Ordens de Fabrico Ao reiniciar serviço da ficha regista mensagem na Análise Interna Apresenta o Nº Inconsistências ao executar o Diagnóstico Atualização de equipamentos passa a incluir os consumos Data de criação ao duplicar uma Ordem de Fabrico Definição da Árvore do Produto no Cálculo de Custos Ferramentas Visuais de Programação Lupa de procura no campo "Ecrã" dos Eventos de Utilizador Maior performance na geração de consumos Melhoria da descrição de alguns parâmetros relativos ao Diário de Trabalho Mensagem no Método de planeamento de capacidades Novas funcionalidades com o PHC On Seleção de artigo de molde PHC MANUFACTOR TOUCH CS Touch- Screen sem operações fechadas em diários anteriores PHC MANUFACTOR MANAGER TODOS Definir o fundo da aplicação com o browser do Internet Explorer

8 PHC Advanced CS, PHC Corporate CS, PHC Enterprise CS 8

9 Todos os módulos Acesso à exportação de impressões para outros formatos Até agora todos os utilizadores podiam exportar as impressões para outros formatos, o que poderia levar a que um utilizador alterasse a informação original. Por exemplo: Um operador tem acesso a imprimir, pois tem de elaborar e imprimir faturas, mas o responsável do operador não pretende que ele tenha a possibilidade de exportar a fatura para MS Word, para não alterar o valor da fatura de 500 para A pensar nesta necessidade, passa a ser possível autorizar ou impedir o acesso à exportação de impressões para outros formatos, como por exemplo: exportar a impressão para um ficheiro nas Impressões Definidas por Utilizador (IDUs). Caso se pretenda retirar o acesso de imprimir/exportar Impressões Definidas por Utilizador (IDUs), é necessário inativar a opção de acesso "Acesso à exportação de impressões para outros formatos". Esta opção está disponível nos acessos de Utilizador e de Grupo na área "Vários" e tem o seguinte comportamento: - Se a opção de acesso "Acesso à exportação de impressões para outros formatos" estiver ativa, o utilizador tem a possibilidade de imprimir/exportar Impressões Definidas por Utilizador (IDUs) nos ecrãs de: Impressão de IDU; Painel Global de Análises; Mapas Habituais e Impressão do POS Touch. - Se a opção de acesso "Acesso à exportação de impressões para outros formatos" estiver inativa, o utilizador passa a não ter a possibilidade de: Exportar - Ficheiro; Exportar - Ascii; Enviar por e Exportar PDF, HTML, RTF ou Word, nos ecrãs de: Impressão de IDU; Painel Global de Análises; Mapas Habituais e Impressão do POS Touch. Reproduzindo o exemplo anterior, se o responsável do operador inativar o parâmetro "Acesso à exportação de impressões para outros formatos", o operador deixa de ter a possibilidade de exportar a fatura para MS Word. 9

10 Alteração da fonte nas aplicações Todas as aplicações PHC CS passam a usar uma nova fonte de letra. Esta fonte dá um ar mais moderno e mais "clean" às aplicações PHC CS. Como sabemos que existem muitas implementações nos clientes e como esta fonte mexe com todos os ecrãs das aplicações, foi criada uma forma de manter a fonte antiga. Assim, para voltar à font antiga "Tahoma" pode-se colocar o ficheiro "oldfont.ins" na diretoria do exe. Botão de acesso ao PHC On O PHC On permite o acesso a informação privilegiada, conteúdos, filmes, informação específica e exclusiva. De forma a tornar-se mais prática e rápida a consulta a estes conteúdos, passa a estar disponível um botão na barra de ferramentas geral, para aceder ao seu PHC On. Consultar Agendas de Marcações com regularidade A Agenda de Marcações é uma ferramenta muito útil a todos os utilizadores da aplicação, pois permite registar e observar todas as marcações para os utilizadores e áreas, por dia, por semana e por mês. Por vezes há utilizadores que têm a necessidade de consultar quase sempre as mesmas Agendas, assim sendo e independentemente da pesquisa ser efetuada por área, técnico, vendedor ou utilizador, à medida que se forem consultando novas Agendas é criado um botão por baixo do botão "Minha Agenda". Estes novos botões funcionam como um atalho para agendas anteriormente consultadas. À medida que são consultadas Agendas diferentes, são gerados mais botões, até ao máximo de 5 ou 10, dependendo da altura do ecrã. Se consultar uma agenda através do campo de seleção e se já existir um botão de atalho para essa Agenda, então não será criado um novo botão mas este posicionar-se-á logo abaixo do botão "Minha Agenda". O texto de todos os botões de atalho correspondente ao nome da Agenda e quando consultada ficará a negrito. Foram também efetuadas outras melhorias na Agenda de Marcações, de forma a ter uma apresentação mais clara e organizada. 10

11 Grava no log quando o serviço é reiniciado Cada vez que era feito um restart ao servidor onde está a ficha, o serviço ao ser reiniciado não verificava novamente as licenças a consumir, isto podia levar a que ao fazer várias vezes restart iriamos conseguir ter todos os utilizadores a trabalhar no Software consumindo um número mínimo de licenças. De forma a controlar, no log passa a registar uma linha a indicar que houve um restart no servidor das fichas. Instruções mais longas nas perguntas dos Questionários Muitas empresas optam por registar os questionários que fazem aos seus clientes. E para isso algumas perguntas podem ter instruções longas para que quem está a registar saiba como deve efetuar o seu preenchimento. Contudo, no ecrã do registo das respostas, essas instruções não aparecem na totalidade impossibilitando o utilizador de ver tudo. A pensar nesta necessidade, foi otimizado o ecrã de respostas aos questionários, ou seja, foi aumentada a altura do campo das instruções. A partir de agora, o utilizador também tem a possibilidade de poder fazer scroll com a roda do rato ou fazer duplo clique no campo das instruções para visualizar todo o texto do mesmo. Através desta nova funcionalidade o utilizador ao responder ao questionário já consegue visualizar a totalidade das instruções. Introduzir marcações na agenda em várias áreas A agenda de marcações permite registar e observar todas as marcações para os utilizadores e áreas. Quando o utilizador está a criar uma Marcação ou uma Data de Projecto tem a necessidade de alocar a essa marcação vários utilizadores e alocar várias áreas também. Foi a pensar nesta necessidade que foi criado, no ecrã de Marcação, no separador Utilizador e Áreas uma grelha que permite introduzir várias áreas. Os botões que estão abaixo da grelha permitem a introdução ou eliminação dos registos da grelha. Ao duplicar uma marcação ou ao utilizar o multiplicador de marcações as áreas introduzidas são copiadas para a nova marcação. 11

12 Se o utilizador optar por usar o ecrã de Datas de Projetos, verifica que foi criado um novo separador com o título Áreas com uma grelha com o mesmo título. O funcionamento é idêntico ao ecrã anterior, também os botões que estão abaixo da grelha permitem a introdução ou eliminação dos registos da grelha. Ao duplicar uma marcação ou ao utilizar o multiplicador de marcações as áreas introduzidas são copiadas para a nova marcação. Por exemplo: Há uma apresentação sobre um novo produto e é necessário marcar as seguintes áreas: - Sala de Reuniões - Projetor - Apontador Laser - Portátil - Máquina de café Basta efetuar uma marcação incluindo todas estas áreas. Quando o utilizador cria uma marcação, duplica ou usa o multiplicador, a aplicação efetua uma verificação para as áreas que estão a ser utilizadas, indicando se existir conflito de marcações. Ao efetuar uma marcação para várias áreas, irá surgir na agenda de marcação das respetivas áreas. Marcação com informação de "Utilizador que criou o registo" e "Hora" Através do ecrã de Agenda de Marcações o utilizador pode registar e verificar as marcações por utilizador, vendedor e área. Pode inserir registos de várias formas, através do botão no canto superior esquerdo "Introduzir", clicando duas vezes no período pretendido e de seguida "Introduzir uma marcação" e escrever diretamente na agenda, num determinado horário. Foi efetuado um desenvolvimento para que através da opção de escrever diretamente na Agenda de Marcações, seja possível verificar qual o utilizador que criou e alterou o registo, uma vez que para as outras opções de marcação esta situação já se verificava. 12

13 Maximizar automaticamente os ecrãs dimensionáveis A aplicação PHC possibilita a alteração do tamanho da grande maioria dos ecrãs. No menu Sistema, no ecrã de Manutenção personalizada, no separador "Opções Diversas" passa a existir o botão "Maximizar automaticamente os ecrãs dimensionáveis". Ao clicar nesse botão, quando é aberto um ecrã dimensionável, este é automaticamente maximizado. Por sua vez, se pretender guardar o tamanho do ecrã basta clicar no botão "Não maximizar automaticamente os ecrãs dimensionáveis", pois os ecrãs irão manter o tamanho com que foram encerrados. Nota: Esta nova funcionalidade não se aplica ao Touch POS. Novas funcionalidades com o PHC On A subscrição do PHC On tem agregado uma série de mais valias, nesta versão, quem possuir o PHC On ativo passa a contar com a seguintes funcionalidades adicionais: - Clientes com o módulo PHC Contabilidade CS licenciado, passam a ter automaticamente o módulo PHC InterOp CS; - Clientes com o módulo PHC Gestão CS licenciado, passam a ter automaticamente o módulo PHC Factoring CS; - Clientes das gamas PHC Advanced CS e PHC Enterprise CS, passam a ter automaticamente o módulo PHC Dashboard CS. Os módulos adicionais só estarão disponíveis durante o período de subscrição do PHC On. Quando termina a validade do PHC On, o utilizador deixa de poder trabalhar com estes módulos - independentemente da data do executável. Novo ecrã de Filtros No ecrã de alterar ou criar filtros, encontrar o filtro desejado não era muito simples, e não havia forma de ver o resultado sem ser obrigado a sair desse ecrã. Para além disso, a lista de filtros que aparecia ao clicar no botão de filtro ou na opção de menu "observar os registos resultantes de um filtro" era pouco prática e era difícil encontrar o filtro que se desejava aplicar. Também quando se tinha um filtro selecionado e ao clicar no botão do filtro e escolhendo a opção "Criar ou alterar um filtro" o ecrã que surgia não ficava posicionado nesse filtro. Foi a pensar nestas necessidades que o ecrã de Filtros e o ecrã de Criação ou Edição de Filtros passou a ter uma nova imagem e novas formas de criar e de visualizar os filtros criados pelo utilizador. 13

14 A partir de agora todos os filtros criados aparecem em forma de árvore e organizados por grupos. Nesta árvore, passa a existir uma nova pasta "Recentes" quando o utilizador consulta um filtro, ou ativa um filtro, esta pasta guarda até 5 filtros. Ainda no ecrã de Filtros é possível ao utilizador introduzir "Novo Filtro"; "Procurar" o filtro desejado; "apresentar apenas filtros criados por mim"; Desativar e Sair"; "Ativar e Sair". Caso pretenda ver os resultados do filtro de uma forma rápida, basta efetuar duplo clique no filtro para visualizar os resultados pretendidos. No ecrã de Criação ou Edição de Filtro, o utilizador passa a ter a possibilidade de "Ver Resultado", onde é apresentado o resultado do filtro sem ter que sair do ecrã. Também neste ecrã o utilizador passa a ter a possibilidade de efetuar uma pesquisa no campo título do filtro e no campo "utilizador" através do botão lupa. Opção "Usa redemption" ativo por defeito Com o objetivo de aumentar a segurança dos Sistemas, o envio de mensagens de correio eletrónico através do MS Outlook é controlada, validando qualquer tentativa de envio sem que existam ações do utilizador a justificar. O utilizador pode optar por ser alertado e desta forma autorizar o envio de mensagem via MS Outlook ou não. A opção "Usa redemption. Não faz perguntas de segurança do Outlook." está disponível na página "Opções de Mail" do ecrã de Manutenção Personalizada e passa a estar ativa por defeito. Desta forma, o utilizador já não é incomodado com o popup que surge cada vez que a aplicação envia um mail. 14

15 PHC Contabilidade CS Alteração de fórmula no mapa de gestão ao efetuar o processamento O encerramento de contas e elaboração dos mapas fiscais inerentes a este processo é uma rotina anual que todos os profissionais da área estão habituados assim com todos conhecem a complexidade que envolve todo este processo. A IES - Informação Empresarial Simplificada é um dos mapas englobados no encerramento do ano e o seu preenchimento possui algumas dificuldades dado que a estrutura da contabilidade pode variar de empresa para empresa levando também a uma estruturação das fórmulas que compõem este mapa. Perante esta realidade e havendo necessidade de alterar uma determinada fórmula o utilizador teria de aceder à construção do mapa (interrompendo o processo de produção) e aí editar a mesma, voltando posteriormente ao ecrã de processamento no grupo "Mapas de Gestão em Suporte Informático" do "Painel Global de Análises", ou na opção "IES/Declaração Anual - IES-DA" nas "Análises do Utilizador também do "Painel Global de Análises", ou no "Monitor de Obrigações Declarativas". De forma a facilitar esta ação na produção do mapa, à frente de cada campo com fórmula, passa a existir um botão que abre o ecrã de "Árvore de fórmulas de variáveis", onde posso ver detalhes sobre o cálculo. Neste ecrã foi criado um novo botão para possibilitar abrir o ecrã de "Fórmulas para os Mapas de Gestão" e, assim, alterar a mesma sem ter que cancelar e ir à opção de "Desenhar Mapas de Gestão". No ecrã de "Fórmulas para os Mapas de Gestão", quando estou a alterar a fórmula a partir do "Desenho de Mapas de Gestão", mostra uma grelha com a fórmula para todas as células do mapa. Quando se altera a partir da "Árvore de fórmulas de variáveis", não mostra a grelha de fórmulas, mostrando os seguintes campos: - Fórmula: fórmula da célula atual em edição (equivalente à coluna da grelha com o mesmo nome); - Observações: observações para a célula atual em edição (equivalente à coluna da grelha com o mesmo nome); - Fórmula (original): novo campo onde é guardada a fórmula original da célula quando esta é alterada. Se o utilizador se enganar, poderá copiar a fórmula neste campo para a 15

16 fórmula atual. Após alterar e introduzir a fórmula, as fórmulas do mapa têm que ser recalculadas, para garantir a coerência dos valores com a alteração efetuada. Com esta funcionalidade é possível proceder a alteração da fórmula principal assim como das fórmulas compostas Na árvore, as células (nós em que é possível alterar a fórmula) estão identificados com a imagem de um caderno branco com lápis azul. Os nós com imagem "Fx" são fórmulas decompostas e não permite alterar com recurso ao botão. Para alterar estas fórmulas, deverá ser alterada a fórmula da célula que originou a decomposição. Aumento de performance na produção da Informação Empresarial Simplificada (IES) A produção da Informação Empresarial Simplificada (IES) em Suporte Informático pode ser realizada no Monitor de Obrigações Declarativas e no Painel Global de Análises no nó "Mapas de Gestão em Suporte Informático" das Análises do Utilizador. Ao produzir este Mapa ou ao avançar para o próximo Mapa, são calculadas todas as fórmulas do mesmo, e por esta razão a criação do ficheiro era demasiado demorada. Foi alterado o processamento das fórmulas ao abrir e mudar de mapa nos "Mapas de Gestão em Suporte Informático", para demorar menos tempo de operação. Com a utilização do "Monitor de Suporte Informático", os mapas podem ser preenchidos pela ordem desejada. Ao mudar de mapa, são apenas carregados os campos na primeira vez, ficando o processamento todo feito no final, ao produzir. Desta forma foi melhorada substancialmente a performance da produção da IES (sem anexo I). Base de Dados pronta para a Contabilidade A base de dados que é instalada na maioria dos clientes é uma base de dados que possui diversas tabelas que não são necessárias para o dia-a-dia do utilizador, o que ocupava algum espaço em disco e também poderia tornar a aplicação mais lenta. A pensar nesta importante necessidade, passa a ser possível para quem possuir só o 16

17 módulo PHC Contabilidade CS ou os módulos PHC Contabilidade CS e PHC Interop CS, poder otimizar a Base de Dados para a Contabilidade. Este processo é todo efetuado no Assistente de Instalação e Manutenção quando o utilizador entra na Base de Dados. Assim o Assistente de Instalação e Manutenção passa a ter 2 opções: "Otimizar para Contabilidade" e "Nova Empresa". Ao ativar a opção "Otimizar para Contabilidade", o Assistente de Instalação passa a ter 6 passos, sendo 3 passos novos: - Passo 1 de 6 - Dados da Empresa Neste passo existem campos de preenchimento obrigatório que serão gravados no estabelecimento "Sede" da Ficha Completa da Empresa. Se um destes campos: Nome, Morada, Contribuinte, Seg. Social ou País não estiverem preenchidos, não será feita nenhuma atualização à Ficha Completa da Empresa. Se tivermos inativa a opção "Nova Empresa" os dados existentes da ficha Completa da Empresa são automaticamente carregados. - Passo 2 de 6 - Parâmetros a Definir Neste passo são apresentados os parâmetros gerias essenciais para o funcionamento do módulo PHC Contabilidade CS. Os parâmetros de opção aparecem todos ativos. O parâmetro "Código do Sistema Contabilístico" apresenta SNC para Portugal e POC para Africa. Se inativar os parâmetros surgem campos para selecionar o 1º mês do ano contabilístico e o 13º, 14º, 15º e 16º. Baseando no valor escolhido para o 1º mês são preenchidos os parâmetros relativos aos primeiros 12 meses. Se tivermos inativa a opção "Nova Empresa" os parâmetros são automaticamente carregados. - Passo 3 de 6 - Mapas a Importar Neste passo são apresentados os campos para preencher o acesso do WebService da PHC, ao clicar no botão "OK" são apresentados os Mapas de Gestão baseados na norma escolhida no passo 1 de 6 e da norma vazia. - Passo 6 de 6: Confirmar as seleções anteriores Neste passo ao clicar em Terminar, serão gravados os dados da Ficha Completa da Empresa, os Parâmetros, os Mapas de Gestão escolhidos e a seguir serão eliminadas todas as tabelas que não são necessárias. Irá surgir uma barra de progresso a indicar qual a tabela que está a ser apagada. Após este processo iniciará o processo normal de instalação e manutenção. Quando se ativa a opção "Otimizar para Contabilidade", no "Passo 4 de 6 - Selecionar 17

18 Ficheiros" fica automaticamente selecionada a opção "Todos (apenas recomendado na instalação de software ou upgrade de versão)", não sendo possível alterar. No "Passo 5 de 6 - Operações de reconstrução" todas as opções ficam ativas, não sendo possível inativar. Data por defeito nos Mapas de Gestão Quantas vezes se enganou na data em que o Mapa de Gestão deve ser produzido? Alguns Mapas de Gestão estão preparados para serem tirados no mês 14 (como por exemplo: IES e Modelo 22), mas por vezes os utilizadores produziam noutros meses, o que originava valores incorretos. A pensar nesta necessidade e também para ajudar o utilizador a produzir os Mapas de Gestão com o mês correto, passa a ser possível definir um mês para um Mapa de Gestão, esta mais valida vai permitir que o mapa seja produzido na data e mês correto. Assim foi criado o campo "Mês" no ecrã de "Desenho de IDU (Mapas de Gestão)". Este campo deve ser preenchido com o mês a que o mapa deve ser produzido. Por exemplo: O Mapa de Gestão "Informação Empresarial Simplificada: IES" deve ser retirado na aplicação no mês 14. Para que aplicação coloque a data correta e automática, o utilizador deverá colocar no campo "Mês" o valor 14. Posteriormente, no Painel Global de Análises ou no Monitor de Obrigações Declarativas, quando selecionar a IES, a aplicação coloca automaticamente a data " x" (em que "x" é o ano do mapa), no campo da Data Contabilística. Duplicação automática de todos os anexos da Informação Empresarial Simplificada (IES) Os mapas fornecidos pela PHC não são passíveis de serem alterados, caso o utilizador pretenda alterar uma fórmula teria sempre que duplicar o respetivo mapa. Atendendo a que o suporte informático da IES - Informação Empresarial Simplificada, possui vários mapas e todos ligados entre si, esta tarefa de duplicação tornava-se um pouco morosa. A pensar nesta necessidade, o processo de duplicação da IES foi simplificado. Esta duplicação passa a ser efetuada de uma forma rápida, simples e automática para um 18

19 ano. O utilizador deverá aceder ao "Desenho de IDU (Mapas de Gestão)" (acessível pelo menu de "Tabelas" >>"Contabilidade") e selecionar o mapa de gestão agrupador (IES/Declaração Anual) e selecionar o botão duplicar, neste momento é aberto um novo ecrã "Duplicação de Mapas de Gestão". Este ecrã tem os seguintes campos e deverá ser preenchido da seguinte forma: - "Ano": ano para os novos mapas duplicados, por exemplo: 2013; - "Grupo": grupo para os novos mapas duplicados, por exemplo: IES/Declaração Anual (Exercício 2013); - "Título": explicação das alterações que serão feitas ao título dos mapas duplicados, por exemplo: Procurar '2013' nos títulos dos mapas e substituir por '2014'. são as alterações a executar por defeito ao título do mapa; - "NameSpace": namespace para os nós dos mapas duplicados, por exemplo: "http://www.portaldasfinancas.gov.pt/de/schema/ies-da/2013" que é o namespace do mapa escolhido. - "Versão (XBASE)": expressão XBase a aplicar à versão dos mapas duplicados, por exemplo: '5'; Caso o utilizador pertenda editar as opções avançadas da duplicação dos mapas de gestão, deverá clicar no botão "Editar opções", neste momento ficam disponíveis os seguintes campos: - "Procurar": texto a procurar no nome do mapa original para substituir (deixar vazio para não substituir), por exemplo: Procurar": "2012" que é o ano do mapa escolhido; - "Substituir": texto a substituir pelo texto encontrado, nos novos mapas duplicados (deixar vazio para não substituir), por exemplo: Substituir": "2013" que é o ano superior ao ano do mapa escolhido; Após tudo configurado, ao "Gravar" irá duplicar todos os mapas e anexos da IES de 2012, bem como proceder às seguintes alterações: - em todos os títulos dos mapas, ira substituir o texto "2012" para "2013", ficando por exemplo o novo mapa agrupador com título "IES 2013: IES / Declaração Anual"; - em todos os mapas, alterar o ano para 2013; 19

20 - em todos os mapas, alterar o grupo para "IES/Declaração Anual (Exercício 2013)"; - em todos os mapas, mantém a versão e namespace porque não foram alterados. Estas alterações são feitas em todos os mapas da IES, sejam de suporte de papel ou informático. As referências entre os mapas de suporte de papel e informáticos também são alteradas, para ficarem coerentes entre os novos mapas duplicados, bem como as referências entre os nós do XML, no "Layout do Ficheiro" do suporte informático. Nota: O ecrã de "Duplicação de Mapas de Gestão" só aparece ao duplicar no ecrã de "Desenho de IDU (Mapas de Gestão)" caso: - seja selecionado o mapa principal agrupador; - este mapa tem um mapa de suporte informático ligado; - o mapa de suporte informático ligado é do tipo "IES - Informação Empresarial Simplificada". Caso contrário, apenas duplica o registo atual, como anteriormente. Edição da Expressão em XBASE nos Mapas de Gestão em Suporte Informático Quando se importam Mapas de Gestão por WebService ou Ficheiro Zip a opção "Mapa PHC" fica ativa e muitos campos deixam de ser editáveis. Nestes Mapas de Gestão em Suporte Informático deixa de ser possível alterar o campo "Expressão em XBASE", na página "Validação". Desta forma, só depois de duplicar um mapa configurado como "Mapa PHC" (em suporte de papel) e de o selecionar no campo "Mapa de Gestão" do ecrã de Mapas Gestão em Suporte Informático, é que se torna possível alterar/editar o campo "Expressão em XBASE" da página "Validações", tornando-se assim um mapa personalizado. Melhoria de performance ao gerar o SAF-T (PT) Anual Constatámos que a aplicação demorava algum tempo a produzir o ficheiro SAF-T (PT) com o módulo PHC Contabilidade CS, impossibilitando o utilizador de realizar outra tarefa enquanto o ficheiro estava a ser produzido. Foi a pensar nesta necessidade que tornámos a produção do ficheiro SAF-T (PT) Anual mais rápida, quando o utilizador possui o módulo PHC Contabilidade CS, apresentando assim, numa melhoria de performance. Navegar entre os Mapas da IES na produção do Suporte Informático Quantas vezes tiveram necessidade de voltar ao anexo anterior quando se está a 20

21 produzir o Suporte Informático da IES? Até agora o utilizador quando estava a preencher os valores nos anexos da IES não tinha a possibilidade de voltar ao anexo anterior, via-se obrigado a cancelar a produção da IES. Por exemplo: O utilizador preencheu o Anexo A da IES e já vai no Anexo L, mas lembrou-se que tinha de voltar ao Anexo A para efetuar uma correção, como a aplicação não deixava voltar atrás, o utilizador via-se obrigado a cancelar a produção do mapa. Foi a pensar nesta necessidade que passa a ser possível ao utilizador navegar entre os anexos da IES na produção do Suporte Informático. Para que a navegação entre os anexos seja possível, foi alterado o respetivo "Monitor de Suporte Informático". Assim ao produzir o mapa nos ecrãs de "Mapas de Gestão em Suporte Informático" e "Seleção de Mapas de Gestão em Suporte Informático", é aberto o Monitor de Suporte Informático. Neste ecrã é possível ter um maior controlo sobre os vários anexos do mapa, podendo ser navegado pela ordem pretendida na árvore do lado esquerdo. Se o "Monitor de Suporte Informático" for executado a partir do ecrã de "Mapas de Gestão em Suporte Informático" (opção disponível no "Painel Global de Análises" ou ao editar ou criar no "Monitor de Obrigações Declarativas") irá apresentar: - se escolhido o mapa principal, todos os seus anexos; - se escolhido apenas um anexo, apenas esse anexo, carregando todos os campos ao abrir o monitor. No caso de abrir o mapa principal, os campos de cada anexo só são carregados a primeira vez que escolho o anexo na árvore do lado esquerdo. Por exemplo: - se selecionar o mapa "IES/Declaração Anual - IES-DA (Exercício de 2012)", aparecem todos os anexos do mapa na árvore do Monitor, mas se selecionar o mapa "IES/Declaração Anual - Rosto (Exercício de 2012)", só deve ter esse mapa na árvore e carregar os campos da folha de rosto. - se o "Monitor de Suporte Informático" for executado a partir do ecrã de "Seleção de Mapas de Gestão em Suporte Informático" (opção disponível nas "Análises do Utilizador" do "Painel Global de Análises" ou ao executar no "Monitor de Obrigações 21

22 Declarativas") irá apresentar apenas os anexos do mapa selecionados. - se selecionar todos os anexos, devem constar todos na árvore do monitor, mas se apenas selecionar o "Rosto", apenas deve ter esse na árvore. A produção da IES em Suporte Informático pode ser realizada no grupo "Mapas de Gestão em Suporte Informático" do Painel Global de Análises, ou na opção "IES/Declaração Anual - IES-DA" nas "Análises do Utilizador" também do Painel Global de Análises, ou no "Monitor de Obrigações Declarativas". Novos Mapas listados no Monitor de Obrigações Declarativas O Monitor de Obrigações Declarativas tem como objetivo agregar num único local as obrigações legais e declarativas mais usadas e necessárias na área financeira, permitindo desta forma agilizar os processos. Com esse objetivo foram acrescentados a este monitor mais mapas, que são: - Pessoal: "Declaração de Remunerações AT" e "Quadro de Pessoal para o Mapa de Seguros"; - Imobilizado: "Calculo Ajustes ao Modelo 22"; - Gestão: "Comunicação de faturas emitidas à AT" - Contabilidade: "Analise Declaração Recapitulativa de IVA" e "Dossier Fiscal" Os anexos selecionados em Suporte Informático ficam guardados Se executar um Mapa de Gestão em Suporte Informático, surge o ecrã de Seleção de Mapas de Gestão em Suporte Informático, onde o utilizador tem a possibilidade de selecionar os anexos a produzir. Se o utilizador selecionar alguns anexos, a aplicação passa a guardar essa seleção e da próxima vez que voltar a entrar nesse ecrã, a aplicação lembrar-se-á dos anexos anteriormente selecionados. Desta forma, o utilizador não terá de voltar a definir os Mapas de Gestão. Posicionamento do registo aquando a duplicação de Documentos Contabilísticos A opção de Documentos Contabilísticos permite a criação, alteração, duplicação e anulação de um ou mais movimentos de um ou mais documentos. Quando no ecrã de Documentos Contabilísticos é duplicado um registo, surge o ecrã 22

23 de Movimentos em Documentos Contabilísticos, de modo a serem efetuadas alterações ao registo. Após efetuar as alterações a aplicação tem o seguinte comportamento: Se gravar as alterações efetuadas ao consultar o ecrã de Documentos Contabilísticos a aplicação passa a ficar posicionada no último registo criado. Se por sua vez, optar por não fazer qualquer alteração cancelando-a, ao consultar o ecrã de Documentos Contabilísticos, a aplicação passa a posicionar-se no último registo consultado. Possibilidade de tirar Mapas de Gestão em Kwanzas Quando temos o parâmetro "Os ecrãs aparecem com os valores em «Moeda» por defeito" com o valor «Moeda» definido como USD, no Painel Global de Análises não era possível tirar os Mapas de Gestão numa outra moeda, por exemplo em Kwanzas. Passou a existir no ecrã do Painel Global de Análises um botão que permite alterar a moeda. Este botão só aparece disponível quando se seleciona um Mapa de Gestão a partir do ramo das Análises de Utilizador. Desta forma, os Mapas de Gestão irão sair consoante o valor do botão da moeda. Esta funcionalidade está disponível apenas com um executável de África. Teclas de atalho para inserção de Documentos Contabilísticos Quantas vezes tiveram a necessidade de inserir Documentos Contabilísticos sem utilizar o rato? Até agora o utilizador tinha sempre de usar o rato para se posicionar em determinado campo do ecrã Documentos Contabilísticos. Atendendo a esta necessidade, passa a ser possível ao utilizador Introduzir Documentos Contabilísticos sem recorrer ao "rato", tornando assim a inserção dos Documentos Contabilísticos mais rápidos e só utilizando o teclado do seu computador. Quando o utilizador for introduzir um Documento Contabilístico, poderá recorrer aos seguintes atalhos: - Para selecionar o campo Diário, o utilizador deverá pressionar a tecla de atalho F3; - Para ativar o separador Movimentos, o utilizador deverá pressionar a tecla de atalho CTRL + M; - Para ativar o separador Conta, o utilizador deverá pressionar a tecla de atalho ALT + T; - Para ativar o separador Rúbrica, o utilizador deverá pressionar a tecla de atalho CTRL 23

24 + R; - Para ativar o separador Centro Analítico, o utilizador deverá pressionar a tecla de atalho CTRL + A; - Para ativar o separador Natureza, o utilizador deverá pressionar a tecla de atalho CTRL+ N; - Para ativar o separador Opções de trabalho, o utilizador deverá pressionar a tecla de atalho CTRL + O; - Para ativar o separador Regularizações, o utilizador deverá pressionar a tecla de atalho CTRL + L; - Para consultar os últimos movimentos introduzidos, o utilizador deverá pressionar a tecla de atalho CTRL + U; - Para ativar o separador Opções Diversas, o utilizador deverá pressionar a tecla de atalho CTRL + D; - Para consultar os totais por contabilidade, o utilizador deverá pressionar a tecla de atalho CTRL + F12; - Para gravar o documento contabilístico, o utilizador deverá pressionar a tecla de atalho CTRL + F5; - Para cancelar o documento contabilístico, o utilizador deverá pressionar a tecla de atalho CTRL + F8; - Para Cancelar e Sair do documento contabilístico, o utilizador deverá pressionar a tecla de atalho CTRL + F9; - Para imprimir o documento contabilístico, o utilizador deverá pressionar a tecla de atalho CTRL + P. O recurso a esta ferramenta traz imensas vantagens no dia-a-dia, facilitando a consulta e introdução de registos, permitindo desta forma ao utilizador otimizar o seu tempo útil de trabalho no lançamento dos Documentos Contabilísticos. 24

25 PHC ControlDoc CS Alterar anexos e respetivo acesso Nos ecrãs da aplicação é possível anexar documentos a cada registo de forma a manter os anexos organizados. Para isso é necessário que no ecrã de Tabelas com Anexos se defina que tabelas usam Anexos. Nesse ecrã tem a possibilidade de definir o tipo de acesso necessário para "Consultar", "Alterar", "Introduzir" e "Apagar" anexos na referida tabela onde podemos adicionar acessos por utilizador, acesso X à tabela Y ou por perfil. Foi melhorada a visualização do acesso de alterar anexos em determinadas situações. Por exemplo: Se der acesso de "Alterar" os anexos na tabela de Clientes (CL) a um utilizador que não é o que fez login, quer dizer que este utilizador não vai ter acesso a alterar anexos da tabela de Clientes e por essa razão deixam de estar disponíveis as opções de "Alterar" ao fazer clique direito do rato em cima da linha do anexo ou quando se está posicionado na linha do anexo e se clica no botão de "Menu de Opções". Ordenação das pastas no Addin do Outlook Quando no Addin do Outlook (para a versão do MS Office 2010 ou superior) se pretende adicionar um no sistema PHC e se seleciona um elemento da lista das pastas estas passam a ser apresentadas por ordem alfabética. PHC CRM CS Mostrar dados do LinkedIn no ecrã de Contactos e Pessoas Na área de CRM existem muitos Contatos (ou Pessoas) a criar no sistema para atualizar dados relativos a potenciais negócios. Muitas vezes essa criação de registos é realizada a partir dos cartões de visita 25

26 fornecidos ou simplesmente fornecidos dos contatos das redes sociais (LinkedIn). Cada vendedor trata de registar esta informação. Os vendedores ligam-se, via redes sociais (LinkedIn), ao contacto dessa rede social estabelecidos e a partir daí copiam alguns dados importantes para a ficha do contato ou pessoa. Para facilitar este trabalho foi desenvolvido uma nova funcionalidade em que no ecrã de Contactos (EM) e no ecrã de Pessoas (CTS) passa a estar disponível opções cujo a sua funcionalidade é abrir um ecrã onde mostra a informação daquele contacto na rede social LinkedIn do utilizador que estiver autenticado. PHC Ecovalor CS Peso com 5 casas decimais Os campos PESO das tabelas relacionadas com ECOVALOR passaram a permitir definir um valor até cinco casas decimais. Este desenvolvimento tem como objetivo aumentar a precisão do respetivo Peso. Esta funcionalidade encontra-se disponível nos seguintes ecrãs (e respetivas tabelas): - Ecrã de Ecovalor chamado a partir das linhas do ecrã de Faturação; - Ecrã de Ecovalor chamado a partir das linhas do ecrã de Dossiers Internos; - Ecrã de Ecovalor chamado a partir do ecrã de Stocks e Serviços; - Ecrã de Ecovalor chamado a partir das linhas do ecrã deffaturação do POS; - Ecrã Pilhas/Acumuladores. 26

27 PHC Gestão CS Apagar registo anulado de Dossier Interno não certificado Os Dossier Internos não certificados não têm de ser comunicados à Autoridade Tributária (AT) e por essa razão todos os Dossiers Internos configurados como não pertencem a uma "Série de documento a ser assinada digitalmente" passam a poder ser apagados mesmo depois de serem anulados. Campo "Documento anulado em texto" em Dossier Interno assinado Nos Dossiers Internos temos a possibilidade de anular um registo. A indicação de documento anulado, faz sentido que esteja visível na impressão de um IDU. Ao efetuar o desenho de um IDU está disponível o campo "Documento anulado em texto" que apresenta um texto de forma automática a indicar, se for o caso, que o dossier está anulado. Se gravar um desenho de IDU de um Dossier Interno que esteja configurado para "Série de documento a ser assinada digitalmente" e que não tenha o campo: 'Documento anulado em texto' a aplicação mostra a mensagem: "Desculpe, mas o dossier interno está configurado como 'Série de documento a ser assinada digitalmente' por isso é obrigatório o campo 'Documento anulado em texto' estar no desenho do IDU." e não deixa gravar as alterações. Se o desenho do IDU, de um Dossier Interno que esteja configurado para "Série de documento a ser assinada digitalmente" tenha sido criado anteriormente, e não tenha o campo 'Documento anulado em texto', ao imprimir a aplicação mostra a mensagem: "O IDU escolhido não contem os campos obrigatórios para documentos certificados. Devem existir o campo 'Documento anulado em texto'." e não imprime o IDU enquanto não adicionar ao desenho o campo. Notas: - Nos Dossiers Internos relativos ao módulo PHC Projecto CS o botão "Anular" não está visível. - A validação na gravação só está disponível para Dossiers Internos que não sejam afetos ao módulo PHC Projecto CS, contudo, no desenho o campo "Documento anulado em texto" está disponível, porém deixa é de ser obrigatório. 27

28 Cliente particular ou consumidor final sem Retenção de IRS A configuração da retenção de IRS na fonte, nos documentos de faturação, pressupõe a ativação do parâmetro "Percentagem de retenção de IRS" (separador "Facturação"). Neste sentido, quando se encontra ativo, qualquer venda onde se defina artigos de serviços fica automaticamente ativa a opção "Suj. a IRS" nas respetivas linhas. Por exemplo: - Definir o valor 10% no parâmetro "Percentagem de retenção de IRS". - Lançar um documento de faturação com uma referência de serviços. - Fica automaticamente sujeito a retenção de IRS. Na realidade, quer empresários em nome individual quer em trabalhadores independentes há lugar à retenção na fonte, mas apenas em serviços prestados a pessoas coletivas. Por outras palavras, nas faturas ou faturas/recibo emitidas a Clientes com características de "consumidor final" ou "cliente particular" não pode haver lugar a retenção, isto porque o cliente não teria a possibilidade de realizar a entrega do imposto retido ao estado. Por essa razão, a retenção em serviços nas vendas, passa a ter lugar apenas quando o cliente não tem ativas as opções "Cliente é particular" ou "Consumidor final", na ficha do próprio Reproduzindo o exemplo supramencionado, se na ficha do cliente ativarmos a opção "Cliente é particular" ou "Consumidor final" (basta uma delas), a linha da referência de serviço não fica com a opção Suj. a IRS" ativa. Assim sendo, não será calculado o "Valor de Retenção de IRS". Consultar Recibos de Adiantamento após anular Dossier Interno Após anular um Dossier Interno configurado como "Permite associar Recibos de Adiantamento", ao clicar no botão "Adiantamento(s)" passa a ser apenas possível consultar os Recibos de Adiantamento associados a esse Dossier Interno. Contactos para cobranças visíveis no Monitor de Cobranças O Monitor de Cobranças permite ter a informação do Cliente num único ecrã, por 28

29 exemplo do estado das dívidas e de vários dados do cliente. Na página "Dados da ficha do cliente" deste ecrã são apresentados diversos dados da ficha do cliente, com opções diretas para envio de mail e chamadas telefónicas. Na página "Cobranças" são apresentados dados relativos a cobranças, dando a possibilidade de efetuar o envio de Mailing de contas correntes. Foi efetuado um desenvolvimento para que na página "Dados da ficha do cliente" fossem apresentados também os dados para cobrança ao cliente (disponíveis na página "Informação"), de forma a facilitar o contacto ao Cliente. Comunicação de Operações e Posições com o Exterior (COPE) Criação de Posições automaticamente Na introdução de registos para o ecrã de Comunicação de Operações e Posições com o Exterior (COPE), a aplicação apenas recolhia automaticamente documentos já fechados, ou seja, que provocavam um movimento de tesouraria. Os documentos ainda não processados mas já emitidos, também devem ser comunicados ao Banco de Portugal no último dia do mês de reporte, sendo classificados como posições. No ecrã de Códigos de Classificação Estatística, foram criados três novos campos: - "É ativo financeiro": quando ativa, ao exportar o ficheiro os registos serão alvo de validações específicas de ativos financeiros; - "Classificação por defeito para créditos obtidos": classificação usada para as posições de entrada criadas automaticamente, só podendo haver um registo com esta opção ativa; - "Classificação por defeito para créditos concedidos": classificação usada para as posições de saída criadas automaticamente, só podendo haver um registo com esta opção ativa. No ecrã de "Introdução de Comunicação de Operações e Posições com o Exterior" passa a surgir uma nova opção "Recolhe total de saldos de c/c até ao mês a reportar". Ao ativar esta opção serão recolhidos todos os saldos de documentos de operações com o exterior até ao mês configurado. Esta opção só está disponível se ainda não tiverem sido inseridos saldos de conta 29

30 corrente como posições, em nenhum registo de mês anterior. Ou seja, só irá estar disponível a primeira vez de reporte dos saldos de conta corrente, porque nos restantes meses, a aplicação já terá em conta o reportado no mês anterior. Ao criar um novo registo a aplicação recolhe e introduz automaticamente: - Saldo da conta corrente dos Clientes em aberto para o mês que se está a introduzir o registo, ligado a Documentos de Faturação, Recibos de c/c e Recibos de Adiantamentos; - Saldo da conta corrente dos Fornecedores em aberto para o mês que se está a introduzir o registo, ligado a Documentos de Compras, Pagamentos e Adiantamentos; - Saldo da conta corrente dos Vendedores em aberto para o mês que se está a introduzir o registo, ligado a Documentos de Pagamentos a Vendedores. Para os Clientes, se o débito for superior ao crédito (saldo positivo), é colocado o Código de Classificação Estatística que tenha ativa a opção "Classificação por defeito para créditos concedidos" ou "N1011" se não existir. Se o saldo for negativo, é colocado o Código de Classificação Estatística que tenha ativa a opção "Classificação por defeito para créditos obtidos" ou "N2011" se não existir. Para os Fornecedores e Vendedores, é feito o inverso, ou seja, se o débito for superior ao crédito, é colocado o Código de Classificação Estatística que tenha ativa a opção "Classificação por defeito para créditos obtidos" ou "N2011" se não existir. Caso contrário, é colocado o Código de Classificação Estatística que tenha ativa a opção "Classificação por defeito para créditos concedidos" ou "N1011" se não existir. Se algum destes saldos (para o mesmo Cliente, Fornecedor ou Vendedor) existir no mês anterior, aplicação soma/subtrai os valores da seguinte forma: - se a Classificação Estatística for a mesma soma os valores; - se a Classificação Estatística for a inversa, subtrai os valores e coloca a classificação com maior valor. Além dos campos já referidos em cima, estas posições também diferem nos seguintes campos: - Data Operação: último dia do mês a reportar; - Tipo Valor: "P" (posição); - Tipo Conta: "X" (sem movimentação de conta); 30

31 - Instituição Financeira: Caso exista uma posição com um Código de Classificação Estatística que tenha ativa a opção "É ativo financeiro" e a data de vencimento não estiver preenchida, ao exportar o ficheiro para submeter no Banco de Portugal, a aplicação passa a apresentar a mensagem "Desculpe, mas a Data de vencimento deve estar preenchida e ser superior a 01/01/2012 na linha com identificação X.". Nova coluna Nome na grelha do separador Documento Na grelha de "Documentos" do ecrã de Comunicação de Operações e Posições com o Exterior, para saber qual é o cliente, fornecedor ou vendedor da linha, tem que navegar para o documento de origem. Estes dados são importantes, por exemplo quando se pretende colocar o país de contraparte na linha. Para isto, foi criado um novo campo "Nome da Entidade (Cliente, Fornecedor ou Vendedor)" na tabela de "Documentos de Linhas de Comunicação de Operações e Posições com o Exterior". Na grelha de "Documentos" do ecrã de Comunicação de Operações e Posições com o Exterior, foram feitas as seguintes alterações: - a coluna "Descrição", foi alterada para "Descrição do Documento"; - a coluna "Documento", foi alterada para "Origem"; - foi inserida uma nova coluna "Nome", a seguir à coluna "Origem", com o nome do cliente, fornecedor ou vendedor do documento de origem. Este campo fica também disponível para definir um filtro a aplicar à grelha de Documentos. Passa a ser possível agrupar dados No ecrã de Comunicação de Operações e Posições com o Exterior (COPE), ao introduzir e recolher os dados para o mês indicado, a aplicação passa a agrupar as linhas de todos os documentos pelos campos: Instituição Financeira, Tipo de Valor, País de Contraparte, Divisa, Classificação Estatística e Tipo de Conta. Estas são as linhas que serão apresentadas na grelha do separador "Dados Principais" do ecrã de Comunicação de Operações e Posições com o Exterior após introduzir, bem 31

32 como gravadas no ficheiro XML, ao "Exportar" na barra lateral. Na primeira coluna desta grelha, existe um botão que apresenta uma árvore, como todos os documentos agrupados na linha selecionada. Ao dar duplo clique na linha da árvore, navega para o documento. Foi criado um novo separador "Documentos". Nesta página apenas são apresentados os campos para o agrupamento em linhas da primeira página, ou seja, apresenta os campos a indicar o documento e descrição e os campos que entram para o agrupamento e o montante. Para cada um dos documentos importados, o fator de agrupamento é o seguinte: - Faturação, agrupa por documento e classificação estatística das linhas; - Recibos, agrupa por recibo e classificação estatística das linhas; - Compras, agrupa por documento e classificação estatística das linhas; - Pagamentos, agrupa por pagamento e classificação estatística das linhas; - Recibos de Adiantamentos, não agrupa, visto este documento não ter linhas; - Adiantamentos a Fornecedores, não agrupa, visto este documento não ter linhas; - Documentos Contabilísticos, agrupa por documento e classificação estatística das linhas; - Depósitos (quando introduzidos sem origem num Recibo), agrupa por documento e classificação estatística das linhas; - Depósitos (quando introduzidos a partir de Recibos), agrupa por depósito, país do Cliente e classificação estatística das linhas das Faturas; - Transferência Conta-Caixa, não agrupa, visto este documento não ter linhas; - Transferência Conta-Conta, não agrupa, visto este documento não ter linhas; - Documentos de Tesouraria, agrupa por documento e classificação estatística das linhas; - Processos de Tesouraria, não agrupa, visto este documento não ter linhas; - Pagamentos a Vendedores, não agrupa, visto este documento não ter linhas; - Movimentos de Tesouraria, não agrupa, visto este documento não ter linhas. Por cima desta grelha foi criada a possibilidade de filtrar a grelha por qualquer campo existente na tabela. Por baixo do filtro poderá ser escolhido um dos campos que 32

33 agrupa as linhas (Instituição Financeira, Tipo de Valor, País de Liquidação, Divisa, Classificação Estatística e Tipo de Conta) e escolher o valor a atribuir a todas as linhas existentes na grelha (que poderão estar filtradas). Ao aplicar, atribui o valor ao campo escolhido a todas as linhas marcadas. O agrupamento das linhas existentes no separador "Dados Principais", é atualizado ao gravar no ecrã, ou ao voltar à respetiva página. Nota: Se o utilizador inserir uma linha manualmente, esta não será alterada ao agrupar novamente as linhas a partir dos documentos. Passa a ser possível alterar o ficheiro após Exportar Se no ecrã de Comunicação e Operações e Posições com o Exterior (COPE) exportar o ficheiro XML a opção "Ficheiro já exportado para integração na aplicação do Banco de Portugal." fica ativa. Com esta opção ativa, e se ainda não foi importado o ficheiro de retorno do Banco de Portugal, se o utilizador necessitar de alterar ou eliminar o registo no ecrã é impedido de o fazer. Para fazer face a esta necessidade, passa a surgir a opção "Marcar registo como não exportado" nas opções diversas do ecrã de Comunicação e Operações e Posições com o Exterior (COPE). Ao escolher a opção, é perguntado ao utilizador se tem a certeza do que deseja fazer, avisando-o que poderá ficar com inconsistências se o ficheiro já tiver sido submetido na aplicação do Banco de Portugal. Esta opção só está disponível se: - o ecrã de Comunicação e Operações e Posições com o Exterior não está em modo de alteração; - a opção "Ficheiro já exportado para integração na aplicação do Banco de Portugal." está selecionada; - a opção "Ficheiro de retorno da aplicação do Banco de Portugal já importado com sucesso." não está selecionada. Se a operação foi efetuada com sucesso, é gravado no histórico (acessível no botão na barra lateral do ecrã) a mensagem "Revertida exportação do ficheiro. Deverá ser exportado novamente para integração na aplicação do Banco de Portugal.". 33

34 Preenchimento automático o País de Contraparte Ao introduzir um novo registo no ecrã de Comunicação de Operações e Posições com o Exterior, a aplicação passa a preencher o país de contraparte da seguinte forma: - nos documentos para Clientes (Faturação, Recibos de c/c, Recibos de Adiantamentos, Depósitos), é utilizado o país do número de contribuinte do cliente; - nos documentos para Fornecedores (Compras, Pagamentos, Adiantamentos a Fornecedores), é utilizado o país do número de contribuinte do fornecedor; - nos documentos para Vendedores (Pagamentos a Vendedores), caso tenha módulo PHC Pessoal CS, é utilizado o país do estabelecimento da empresa, para o funcionário ligado ao vendedor. Nota: para o campo "País de Contraparte" ser preenchido, é necessário ter configurado o campo "Código ISO 3166 Alpha 3" na "Tabela de Países". Extratos de conta corrente posicionam-se no registo mais recente Ao consultar ou imprimir extratos de uma conta corrente, sejam eles de cliente ou de fornecedor (nos respetivos ecrãs), verifica-se que a lista dos movimentos estão ordenados de forma ascendente por data. Atualmente, de forma a agilizar a consulta da referida conta corrente, o cursor posiciona-se logo no registo mais recente, ou seja no último movimento lançado em determinada conta corrente seja de cliente ou de fornecedor. Nota: Esta funcionalidade está disponível para consultas aos extratos de conta corrente de cliente e de fornecedor, quando consultadas a partir do ecrã de clientes ou de fornecedores. Extratos de movimentos permitem navegar para o documento de origem De forma a permitir a consulta dos movimentos de extrato e documentos lhes que estão associados, passa a existir a possibilidade de navegar para a origem do movimento e a possibilidade de ter vários ecrãs abertos enquanto verifica o extrato, não limitando a ação do utilizador a esse mesmo ecrã. Passa a existir uma opção denominada por "não fecha o ecrã de extrato e navega para o documento de origem", nos ecrãs: - Clientes: - "Extrato de conta corrente" - "Extrato de documentos não regularizados" 34

35 - Fornecedores: - "Extrato de conta corrente" - "Extrato de documentos não regularizados" Passa a existir a mesma opção mas intitulada por "Não fecha o ecrã de extrato e navega para origem", no ecrã: - Stocks e serviços: - "Movimentos" Quando esta opção está ativa, o ecrã onde são listados os respetivos movimentos, passa a permitir o acesso a outros ecrãs, mantendo-se aberto. Para além disso, ao fazer duplo clique num dos registos, a aplicação abre o ecrã do movimento de origem. Por exemplo, no "Extrato de conta corrente" de clientes, abre o ecrã "Faturação" e não o ecrã de "Movimentos de conta corrente" (quando a origem desse movimento é o "FT"). Nos ecrãs: - Contas de Tesouraria: - "Extrato de conta de tesouraria" - Plano de Contas: - "Extrato de conta (entre datas)" e "Extrato de conta global" A aplicação passa a navegar também para o movimento de origem e mantém o ecrã de extrato aberto caso o utilizador pretenda aceder a outros ecrãs (neste caso, não existe a opção "não fecha o ecrã de extrato e navega para o documento de origem", ao fazer duplo clique navega automaticamente). No caso dos extratos do ecrã "Plano de Contas" esta funcionalidade já existia mas agora mantém o ecrã aberto. Por exemplo: - Aceder ao ecrã de clientes; - Consultar o "extrato de conta corrente" do cliente com a opção "não fecha o ecrã de extrato e navega para o documento de origem" ativa; - É aberto o ecrã com a listagem e é fechado o ecrã dos pressupostos; - É possível por exemplo, aceder a outros ecrãs com o extrato do ponto anterior aberto. Claro que se formos novamente executar o "extrato de conta corrente" para outro cliente, é fechada a listagem "extrato de conta corrente" que estava em consulta anteriormente. 35

36 Então, o utilizador passa a ter a hipótese de navegar para vários ecrãs, a partir do extrato de conta corrente, sendo: - Clientes: - "Extrato de conta corrente" - Faturação, Recibos para clientes, Recibos de adiantamento, Títulos, Conta corrente, Letras; - "Extrato de documentos não regularizados" - Faturação, Recibos de adiantamento, Títulos, Conta corrente, Letras; - Fornecedores: - "Extrato de conta corrente" - Compras, Letras, Pagamentos, Adiantamentos a fornecedores, Conta corrente; - "Extrato de documentos não regularizados" Compras, Letras, Adiantamentos a fornecedores, Conta corrente; - Stocks e serviços: - "Movimentos em quantidades" - Faturação, Dossiers Internos, Compras, Movimentos de stock; valor; - "Movimentos em Valor" - Faturação, Compras, Movimentos de stock em - "Todos" - a união (sem duplicados) das opções enunciadas acima. - Contas de Tesouraria: - "Extrato de conta de tesouraria": Faturação, Compras, Recibos para clientes, Pagamentos, Adiantamentos a fornecedores, Recibos de Adiantamentos a clientes, Talões de depósito, Documentos de tesouraria, Recibos de vencimento, Títulos, Documentos contabilísticos, Letras, Recibos Diversos. NOTA: Esta nova funcionalidade não tem como objetivo permitir vários browlists abertos na aplicação, pelo que se mantém a limitação de termos apenas um aberto. Quando se abre um browlist e já existe outro, o anterior é automaticamente fechado. Esta nova funcionalidade não é suportada em modo Touch. Importação do ficheiro de retorno da Transferência Bancária No ecrã de Pagamentos, no menu de opções diversas, existe a opção de "Importação do ficheiro de retorno da Transferência Bancária". Esta opção está disponível caso o 36

37 Pagamento não esteja contabilizado, ou seja, se não estiver ativa a opção "contabilizado" na página "Outros Dados". Caso o Pagamento já tenha sido integrado na Contabilidade, a opção "contabilizado" na página "Outros Dados" encontrar-se-á ativa e a opção de "Importação do ficheiro de retorno da Transferência Bancária" já não se encontrará visível. Para o caso do utilizador pretender voltar a importar o ficheiro, este deve inativar a opção "contabilizado", na página "Outros Dados" no ecrã de Pagamentos para que seja apresentada novamente a opção. Informação sobre o estado do Documento de Faturação No ecrã de Faturação não existia uma forma direta do utilizador saber se o movimento de Conta Corrente gerado pelo documento se encontrava ou não regularizado. A pensar nesta necessidade, após introduzir um documento cuja série tenha ativa a opção "Lança os movimentos em c/c automaticamente", passa estar disponível a informação do estado do movimento de Conta Corrente, consoante o mesmo esteja regularizado ou não. Quando o documento está regularizado surge a informação "Regularizada.". Quando o documento está por regularizar surge o texto "Por Regularizar.". Se o Documento de Faturação está anulado ou ainda não foi processado, o texto "Regularizada." e "Por Regularizar." não é apresentado. Por exemplo: - Lançar um registo numa série configurada para lançar movimento de Conta Corrente automaticamente; - É apresentado o texto "Por Regularizar."; - Incluir o movimento de Conta Corrente num Recibo de C/C; - Aceder ao ecrã de Faturação e consultar o registo. É apresentado o texto "Regularizada.". Mensagem ao anular Documentos enviados à AT Com a entrada em vigor das Portarias nº 160/2013 e nº 274/2013 os Documentos de Faturação do tipo 1, 2, 3, 4 e 5 (cuja configuração do Tipo SAFT seja "DC" ou "FC"), os Recibos de Adiantamento, os Recibos de Clientes, as Compras de autofacturação, bem como os Dossiers Internos cuja configuração "Tipo para SAF-T (e para assinatura nos 37

38 documentos certificados)" seja diferente de "" ou "--" devem ser comunicados à AT. De modo a alertar o utilizador de que estes Documentos não devem ser anulados, ao anular passa a surgir a mensagem: "Este documento está configurado para SAF-T. Se já foi enviado não deve ser anulado. Tem a certeza que pretende continuar com a anulação?". Monitor de Documentos de Transporte apenas com documentos PT Apenas são comunicados à Autoridade Tributária (AT) os Documentos de Transporte cujo país da morada de descarga seja Portugal. Por esta razão, no Monitor de Comunicação de Documentos de Transporte via Webservice à AT passam a surgir apenas os documentos associados a moradas de descarga cujo país seja Portugal. Motivo de Isenção de Imposto nas Compras de Autofacturação No ecrã de Compras, o motivo de isenção de imposto era um campo de texto livre que não tinha ligação à tabela de Motivos de Isenção de Imposto. De forma a facilitar o preenchimento deste campo, de acordo com os registos existentes na tabela de Motivos de Isenção, foram efetuadas as seguintes alterações:. No ecrã de Fornecedores passa a existir o campo de Motivo de Isenção de Imposto com ligação à tabela de Motivos de Isenção.. No ecrã de Compras, o campo existente passa a permitir a ligação à tabela de Motivos de Isenção de Imposto.. Quando se insere uma nova Compra, caso o fornecedor indicado tenha acordo de autofacturação, os campos de motivo de isenção e respetivo código passam da ficha do Fornecedor para a Compra.. Quando verifica se a compra tem IVA diferente de 0 (zero) e caso tenha, limpa o campo de motivo de isenção de imposto e também passa a limpar o campo de código de motivo de isenção de imposto.. Quando cria um cliente a partir de um fornecedor passa a copiar o código e a descrição do motivo de isenção do imposto do fornecedor para o cliente e quando cria um fornecedor a partir de um cliente passa a copiar os mesmos campos do cliente para o fornecedor.. No executável de África, não valida se o motivo de isenção de imposto existe na 38

39 tabela de Motivos de Isenção de Imposto, permitindo desta forma escrever um texto livre, tanto no ecrã de Fornecedores como no ecrã de Compras. No digital foram feitas alterações similares, que foram as seguintes:. No ecrã de Fornecedores passa a existir o campo de Motivo de Isenção de Imposto com ligação à tabela de Motivos de Isenção.. No ecrã de Compras, o campo existente passa a permitir a ligação à tabela de Motivos de Isenção de Imposto.. Quando se insere uma nova Compra, caso o fornecedor indicado tenha acordo de autofacturação, os campos de motivo de isenção e respetivo código passam da ficha do Fornecedor para a Compra.. Caso se utilize um executável de CS para África, não valida se o motivo de isenção de imposto existe na tabela de Motivos de Isenção de Imposto, permitindo desta forma escrever um texto livre, tanto no ecrã de Fornecedores como no ecrã de Compras. Nº de campos na tabela BO2 muito próximo do limite Um técnico desloca-se ao cliente para efetuar a instalação do upgrade de versão. Durante a mudança para a nova versão o limite de campos da tabela BO2 é atingido. O técnico verifica que apesar do cliente não ter o módulo PHC Estações de Serviço CS existem inúmeros campos deste módulo que estão criados na tabela BO2 o que causa problemas pois o cliente também tem campos de utilizador na tabela. Para ultrapassar a situação terá de apagar manualmente na tabela esses campos do módulo PHC Estações de Serviço CS para prosseguir com o upgrade, o que não é um processo prático. O ideal era a aplicação eliminar automaticamente esses campos desnecessários da tabela. De forma a tentar ultrapassar esta situação incómoda, a partir de agora o parâmetro "Não instala campos de ligação a tabelas dos módulos PHC Clínica CS e PHC Estações de Serviço CS (tem de Reconstruir as tabelas CL e FT2)" passa a incluir a tabela BO2. Através desta nova funcionalidade, quando este parâmetro estiver ativo, ao efetuar a reconstrução da tabela BO2 os campos abaixo mencionados não serão instalados: TKHTYP TKHCARR - Tipo de transacção (Tokheim) - Matrícula (Tokheim) 39

40 TKHREF - Refª da Transacção (Tokheim) EFTAXAMT_A - Euros: Valor Imposto Adicional 1 (Tokheim) EFTAXAMT_B - Euros: Valor Imposto Adicional 2 (Tokheim) FTAXAMT_A FTAXAMT_B TKHHORA TKHDATA TKHLREF TKHSHF TKHOPID TKHLTYP TKHLPNT TKHID TKHPAN TKHODO TKHDID TKHSTTNR - Euros: Valor Imposto Adicional 1 (Tokheim) - Euros: Valor Imposto Adicional 2 (Tokheim) - Hora da Transacção (Tokheim) - Data da Transacção (Tokheim) - Refª da transacção a que esta está ligada (Tokheim) - Nº do Turno (Tokheim) - Identificação Operador (Tokheim) - Tipo de cartão cliente (Tokheim) - Pontos recolhidos (Tokheim) - Nº Cartão Cliente (Tokheim) - Nº de conta bancária usada para pagamento (Tokheim) - Nº de kms (Tokheim) - Identificação condutor (Tokheim) - Nº da estação (Tokheim) TKHPOSCSTAMP - Ligação à transacção (Tokheim) A descrição do parâmetro "Não instala campos de ligação a tabelas dos módulos PHC Clínica CS e PHC Estações de Serviço CS (tem de Reconstruir as tabelas CL e FT2)" foi alterada para "Não instala campos de ligação a tabelas dos módulos clínica e Tokheim (tem de Reconstruir as tabelas CL, FT2 e BO2)". Nova opção na Rotina de Correção de Erros no Stock No Rotina de Correção de Erros no Stock passa a estar disponível a opção "força a correção do preço de custo ponderado (muito lento, não recomendado)". Esta opção está dependente da opção "atualizar todos os preços de custo ponderados das vendas (muito lento, não recomendado)" e permite executar a rotina de correção de erros nos stock o número de vezes necessário até que o preço de custo ponderado 40

41 do artigo fique correto. Esta opção deve ser usada quando referenciar um artigo numa Nota de Crédito configurada com a opção "Custo das linhas fixo" ativa e com a opção "Stocks: Código do movimento em valor de stocks para n.crédito" preenchida, e quando há alterações que provoquem alteração do preço de custo ponderado numa Nota de Crédito. Por exemplo: quando há uma alteração no preço de custo numa Nota de Crédito com data anterior ao movimento. Esta funcionalidade está disponível nos ecrãs de "Verificação de Erros deste Artigo", "Verificação de Erros no Stock Atual" e "Alertas do Utilizador". Nota: Esta funcionalidade não está disponível nos ecrãs de Importação de dados de Lojas e Importação de dados da Sede, pois a poderia provocar degradação na performance a aquando da importação dos dados. Nova tabela de Clientes - Outros Dados (CL2) A tabela de Clientes (CL) já não permitia a criação de mais campos devido à limitação de 254 campos por tabela. Por isso, foi criada a tabela "Clientes - Outros Dados" (CL2) para permitir a criação de mais campos. No ecrã de Clientes e no ecrã de Clientes resumido (módulo PHC Contabilidade CS) foi criado o campo Pais da morada. Este campo foi criado na tabela de "Clientes - Outros Dados". A aplicação passa a ter as novas funcionalidades em função desta nova tabela: Ao criar a nova tabela, a aplicação verifica se existe na tabela de Países um registo com o código=pt e descrição=portugal. Se sim e se na ficha do cliente o país de origem=nacional, a aplicação vai criar para cada cliente um registo na tabela CL2, com o País da morada=portugal. Caso contrário, cria um registo sem preencher o País da morada. No ecrã de Pacientes do módulo PHC Clínica CS, na página Faturação, se indicar um cliente que ainda não exista, a aplicação ao criar o cliente na tabela CL também cria o repectivo registo na tabela CL2.O mesmo acontece para o cliente passante do módulo PHC Restauração CS. Nas importações/exportações entre Sede/Loja, a aplicação passa a importar e exportar a nova tabela CL2 ao importar e exportar a tabela de Clientes. No PHC Digital, a aplicação passa a gravar um registo na nova tabela CL2 quando se 41

42 cria um novo cliente. Nova tabela de Documentos de Faturação - Informação complementar (FT3) A tabela de "Documentos de Faturação - Outros Dados" (FT2) já não permitia a criação de mais campos devido à limitação de 254 campos por rabela. Por isso, foi criada a tabela "Documentos de Faturação - Informação complementar" (FT3) para permitir a criação de mais campos. Para o módulo PHC POS CS, foi criada a tabela correspondente "Documentos de Faturação Suspensos - Informação complementar" (FPOSFT3). Para o PHC Digital CS, foi criada a tabela correspondente "Documentos de Faturação - Informação complementar (buffer)" (EFT3). A aplicação passa a ter as novas funcionalidades em função desta nova tabela: No ecrã de Documentos de Faturação, no ecrã de dados do Cliente (acessível através do botão "Cliente") foi criado o campo País da morada e País da morada do 2º cliente. Ao criar a nova tabela, a aplicação verifica se existe na tabela de Países um registo com o código=pt e descrição=portugal. Se sim e se o País de Origem=Nacional, a aplicação cria para cada fatura um registo na tabela FT3, com o País da morada= Portugal. Caso contrário, cria um registo sem preencher o País da morada. O mesmo acontece para o campo País da morada do 2º cliente. Nas importações/exportações entre Sede/Loja, a aplicação passa a importar e exportar a nova tabela quando importa e exporta os Documentos de Faturação. Nas importações/exportações de documentos e tabelas através das Interligações com Software PHC ou através do módulo PHC Conector CS, a aplicação passa a importar e exportar a nova tabela quando importa e exporta os Documentos de Faturação. A função GRAVADOCFACTURACAO passa a obrigar a existência da tabela ft3 e que tenha um registo. Ao criar um documento de faturação, depois de selecionar o cliente a aplicação passa a atualizar o campo País da morada com os dados existentes na ficha do Cliente. Na Configuração de Faturação Personalizada passam a existir os campos cl_codpais e cl_descpais no cursor teste. No PHC Digital, passa a gravar um registo na nova tabela quando se cria um novo 42

43 documento de faturação. Os outros locais que passam a ter em conta a existência desta nova tabela são:. Emissão automática de Faturação. Emissão automática de Rappel a Clientes. Relançamento de Rappel a Clientes. Emissão automática de recibos de arrendamento. Ecrã de Recibos de Arrendamento. Emissão automática de documentos eletrónicos. Assistente de Transferência para arquivo. Ecrã de Grupos de Acessos Externos. Templates de software. Emissão automática de Autos de Medição. Opção do menu de Documentos de Faturação "Validar ficheiro de retorno da ADSE". Opção do menu de Documentos de Faturação "Receber documentos via xml". Cópia de documentos de Faturação. Vales de Reembolso. Monitor de transformações Nova tabela de Dossiers Internos - Informação complementar" (BO3) A tabela de "Dossiers Internos - Outros Dados" (BO2) já não permitia a criação de mais campos devido à limitação de 254 campos por tabela. Por isso, foi criada a tabela "Dossiers Internos - Informação complementar" (BO3) para permitir a criação de mais campos. No PHC Digital, foi criada a tabela correspondente "Dossiers Internos - Informação Complementar (buffer)" (EBO3). A aplicação passa a ter as novas funcionalidades em função desta nova tabela: No ecrã de Dossiers Internos, no ecrã de dados do Cliente (acessível através do botão 43

44 "Cliente") foi criado o campo País da morada. Ao criar a nova tabela, a aplicação verifica se existe na tabela de Países um registo com o código=pt e descrição=portugal. Se sim, vai proceder da seguinte forma: -Para dossiers de fornecedores, se o país de origem do fornecedor for Nacional, cria um registo na tabela BO3 com o País da morada=portugal. -Para dossiers de clientes, contatos ou entidades, se o país da morada do cliente, contato ou entidade for Portugal, cria um registo na tabela BO3 com o País da morada=portugal. Nas importações/exportações entre Sede/Loja, a aplicação passa a importar e exportar a nova tabela quando importa e exporta os Dossiers Internos. Nas importações/exportações de documentos e tabelas através das Interligações com Software PHC ou através do módulo PHC Conector CS, a aplicação passa a importar e exportar a nova tabela quando importa e exporta os Dossiers Internos. Ao criar um dossier interno, depois de selecionar o cliente, contato ou entidade a aplicação passa a atualizar o campo País da morada com os dados existentes na ficha do cliente, contato ou entidade. No PHC Digital, passa a gravar um registo na nova tabela quando se cria um novo dossier interno ou uma encomenda. Os outros locais que passam a ter em conta a existência da nova tabela são:. Emissão automática de Faturação. Emissão automática de Dossiers Internos. Assistente de Transferência para arquivo. Ecrã de Grupos de Acessos Externos. Opção do menu de Dossiers internos "Receber documentos via xml". Cópia de dossiers internos. Recurso à função CRIABOBI. Opção "Transferência especial de armazém entre datas". Emissão de encomendas a clientes. Emissão de encomendas a fornecedor 44

45 . Emissão de encomendas a entidades. Emissão de encomendas ao armazém central. Monitor de PickingList. Monitor de Expedição. Monitor de Transformações. Lançamentos rápidos em dossiers internos. Emissão automática de Autos de Medição. Pedidos de Preços. Emissão de encomendas a fornecedor a partir da consulta de pedidos de preços. Assistente de pedidos de preços. Emissão de dossiers internos a partir do Mapa de Necessidades ao escolher a opção "Emissão dos resultados num Dossier de ".. Importação do caderno de encargos. Exportar e importar Templates de software Novo campo para IDU "Identificação do documento registado na AT" Quando um cliente tem uma fatura de um determinado serviço, pode ter a necessidade de ir ao site e-fatura registá-la. Por sua vez, se o talão de um restaurante, emitido pelo PHC, não tiver a referência exata do documento, não é tão prático realizar esta operação. Para facilitar este registo, passa a estar disponível um campo "Identificação do documento registado na AT" para o efeito, nos Documentos de Faturação, Dossiers Internos, Compras e Adiantamentos a clientes. Este novo campo não é colocado nos IDUs automaticamente, o utilizador ao aceder ao desenho do IDU e nos campos disponíveis pela aplicação encontrará o campo. Assim, nos documentos pode passar a ser impresso o número do documento, não baseado no número sequencial (i.e. Fatura ), mas na identificação real dos documentos na AT, ou seja, a mesma usada nos ficheiros SAF-T (i.e. Fatura FT 2014A13/4). 45

46 Nota: A identificação FT 2014A13/4 corresponde a Tipo para SAF-T + espaço + Ano (ft.ftano) + Identificador atribuído pela aplicação + Código da série (ft.ndoc) + / + nº do documento (ft.fno) Possibilidade de definir o Motivo de Anulação dos Documentos De acordo com o Código do IVA, os Documentos de Faturação e similares, quando são anulados devem ter a indicação do motivo pelo qual foram anulados. Esta informação também pode ser exportada para o ficheiro SAF-T(PT) nos elementos: Motivo da alteração de estado (Reason), Motivo da alteração de estado (Reason), Motivo da alteração de estado (Reason). Deste modo, para que o utilizador possa indicar o motivo de anulação nos Documentos anulados, foram feitas as seguintes alterações: - Foram criados os campos "Motivo de Anulação" no ecrã de Documentos de Faturação, Recibos de Adiantamento, Dossiers Internos e Compras. - Ao anular um Documento que pela sua configuração será exportado para o ficheiro SAF-T (PT), a aplicação passa a perguntar o motivo de anulação. - O utilizador pode posteriormente alterar o motivo de anulação (exceto nos Dossiers Internos). - O novo campo está sempre disponível em Documentos de Faturação, Dossiers Internos e Recibos de Adiantamento. - O novo campo só está disponível no ecrã de Compras, quando se trata de uma Compra de autofacturação, ou seja, está configurada com um tipo para SAF-T (PT). Ao produzir o ficheiro SAF-T (PT) de Auditoria, de Comunicação de Faturas, de Comunicação de Documentos de Transporte e de Compras de Autofacturação, caso o campo "Motivo de Anulação" esteja preenchido e o Documento esteja anulado, a aplicação passa a preencher o elemento "Reason" referido acima. Possibilidade de emitir Recibos diretamente no ecrã de Faturação No ecrã de Faturação passa a existir a possibilidade de emitir um Recibo para o documento, assim como consultar os documentos que regularizam esse registo, através das opções "Emitir Recibo" e "Ver regularizações" disponíveis na barra lateral. 46

47 O botão "Emitir Recibo" está condicionado de acordo com o seguinte: - O utilizador tem de ter acesso para introduzir no ecrã de Recibos, caso contrário não é visível; - O ecrã de Faturação não pode estar em modo de alteração/introdução, caso contrário não fica acessível; - O ecrã de Recibos não pode estar em modo de introdução/alteração, caso contrário não fica acessível; - O Documento de Faturação tem de estar configurado para lançar em conta corrente, caso contrário não fica acessível; - O Documento de Faturação não pode estar configurado para regularizar os movimentos em conta corrente automaticamente, caso contrário não fica acessível. O botão "Ver regularizações" está condicionado de acordo com o seguinte: - O utilizador tem de ter acesso de consulta ao ecrã de Conta Corrente de Clientes, caso contrário não é visível; - O ecrã de Faturação não pode estar em modo de alteração/introdução, caso contrário não fica acessível. Preenchimento automático do campo "Descrição do Regime de IVA" Com o "Método de envio de Faturas Emitidas" definido como "Webservice" e com Documentos configurados com o "Tipo para SAFT" iguais a "FT" ou "ND" ou "NC" ou "FS", ao gravar um Documento de Faturação ou um Recibo de Adiantamento com o campo "Descrição de Regime de IVA" vazio é apresentada a seguinte mensagem: "Desculpe, mas a 'Descrição do Regime do IVA' deve ser preenchida com 'PT', 'PT-AC' ou 'PT-MA'". De modo a automatizar o preenchimento deste campo foi criado o parâmetro "Descrição de Regime de IVA por defeito". Este parâmetro é preenchido por defeito com o valor "PT". Ao criar um Cliente o campo de "Descrição de Regime de IVA" é automaticamente preenchido com o valor definido no parâmetro. Ao ciar uma Fatura ou um Recibo de Adiantamento, se o Cliente não tiver o campo preenchido, a aplicação preenche o campo da Fatura ou do Recibo com o valor do parâmetro. Em POS e Touch POS, a aplicação preenche o campo com o valor da ficha do Cliente, 47

48 mas se estiver vazio, preenche com o do parâmetro. Transferir movimentos de stock entre referências Nas opções diversas do ecrã de Stocks e Serviços está disponível a opção "Transferir movimentos entre referências". Esta opção permite a partir da ficha do artigo transferir movimentos de stocks entre referências, ou seja, todos os movimentos que constam em determinada referência serão transferidos para outra referência. A transferência de movimentos entre referências está disponível, entre outras opções, para: 1) Ficheiro de linhas de documentos de faturação; 2) Ficheiro de linhas de dossiers internos. A aplicação só procederá à alteração caso seja feita em Documentos de Faturação ou Dossiers Internos não certificados. No caso da 1ª opção, surgirá ao utilizador a informação: "Vai alterar apenas a referência da linha de cada documento de faturação não certificado.". No caso da 2ª opção, surgirá ao utilizador a seguinte pergunta: "As linhas de dossiers internos certificados não serão alteradas! Quer mesmo continuar?". Validação ao gravar Dossiers Internos com quantidade igual a 0 Ao gravar um Dossier Interno configurado com "Tipo para SAF-T (e para assinatura nos documentos certificados)" igual a "GR", "GT", "GA", "GC" ou "GD", a aplicação passa a validar a quantidade nas linhas. Se a mesma for igual a 0, o utilizador é impedido de continuar com a gravação e surge a mensagem "Desculpe, mas não pode gravar o documento para trânsito de mercadorias com quantidade igual a 0 (zero).". 48

49 PHC Imobilizado CS Mapa Modelo 30 disponível no módulo PHC Imobilizado CS O Mapa Modelo 30 passa a estar disponível no Módulo PHC Imobilizado CS. Este mapa destina-se ao controlo do valor contabilizado das provisões, perdas por imparidade em créditos e ajustamentos em inventários. Valida se a data de início de utilização é inferior à data de aquisição No ecrã de Ativos existem os campos "Data de aquisição" na página "Dados Principais" e "Data de início de utilização" na página "Dados Fiscais". A aplicação passou a validar essas datas, alertando o utilizador quando a "Data de início de utilização" é inferior à "Data de aquisição". Essa validação é efetuada em dois sítios, após preencher o campo da "Data de início de utilização" e ao gravar o registo. Após preencher o campo da "Data de início de utilização" com data inferior à "Data de aquisição" é apresentada a mensagem "A data de início de utilização não deve ser inferior à data de aquisição.". Ao gravar um registo com a "Data de início de utilização" inferior à "Data de aquisição" é feita a pergunta "A data de início de utilização não deve ser inferior à data de aquisição. Quer mesmo assim gravar?". Valores de depreciações acumuladas na Análise Detalhada de Ativos A Análise Detalhada de Ativos permite obter diversa informação sobre as depreciações dos Ativos e é uma listagem de apoio à Contabilidade (caso tenha o módulo PHC Contabilidade CS), pois permite confirmar os valores das depreciações do último ano. Agora a Análise Detalhada de Ativos passa a contemplar a possibilidade de produzir a mesma para um ano anterior, mesmo quando o Ativo não tem depreciações nesse ano, podendo assim obter o valor das depreciações acumuladas para o ano pretendido. 49

50 Exemplo: Ativo com valor de Depreciado no ano n+1 em 100 e no ano n+3 em 100. Ao produzir a análise para o ano n+2 aparece corretamente na coluna de Depreciações Acumuladas o valor 100. PHC InterOp CS A lista de processamentos ordenada alfabeticamente Se na página "Processamentos" do ecrã de Sociedades, introduzir uma linha de processamento a aplicação passa a apresentar a lista de processamentos por ordem alfabética. Desta forma, é possível otimizar e agilizar o processo de escolha do processamento a utilizar. PHC Pessoal CS Arredondamentos nos valores na moeda principal (PTE) de acordo com parâmetro Em alguns locais do software os valores em PTE estavam a ser arredondados a 0 decimais. Para alguns utilizadores era importante que se pudesse definir o número de decimais do arredondamento. Foi efetuada uma alteração para que aplicação passe a fazer os arredondamentos dos valores em PTE de acordo com o parâmetro "Nº de decimais nos valores (0 a 3)" em todos os locais onde a aplicação fazia o arredondamento a 0 decimais. As áreas em que estas alterações foram feitas são: - Provisões e Acréscimos de Custos - Transferências Bancárias (Exportação do ficheiro PS2) Exportaps2 - Processamento de Transferências Bancárias na Emissão automática de recibos de Vencimento (Exportação do ficheiro PS2) Exportaps2 - Impressão do Balanço Social/ Relatório Único 50

51 - Horas de Funcionários (Movimentos Variáveis) - Guia de pagamento do IRT/IRC e Imposto de Selo (botão Ficheiro) - Monitor de Lançamento de Horas Extra e Faltas - Notas e moedas para pagamento dos recibos - Gestão de Funcionários (separados Remunerações) - Atualização de valor sujeito a IRT de vários recibos (quando o parâmetro "Usa o modo especial para o Imposto sobre o Rendimento" está inativo) - Atribuir Subsídios e Descontos fixos aos funcionários - Mapas Habituais (separador Seg. Social -> Separador valores -> campo Total) - Aumento de Ordenados dos Funcionários - Recibos de Vencimento - Retroativos - Lança duodécimos desde janeiro - Tabelas Salariais da Função Pública - Recibos de Outros Rendimentos Apesar do Parâmetro Geral "Arredonda o valor liq. dos ordenados / 2 decimais do Euro estar desativado, o sistema continua a arredondar os valores em PTE a zero decimais. Esta funcionalidade está disponível apenas com um executável de África. Campos de Utilizador na grelha de Dependentes de um Funcionário Por vezes há a necessidade de registar informação pessoal e extra relativa a cada Dependente dos Funcionários das empresas. Devido a esta necessidade, no ecrã de Funcionários, na grelha de Dependentes da página INSS, passou a ser possível acrescentar novas colunas a partir de campos de utilizador. Para isso, no ecrã de Campos de Utilizador, ao criar um campo para a tabela de Dependentes a opção "Visível na grelha" passa a ficar disponível. Assim que ativar esta opção, o novo campo de utilizador fica disponível na grelha de Dependentes do ecrã de Funcionários e o utilizador passa a poder registar informação extra na tabela de Dependentes e a qualquer momento pode consultar essa informação. Esta funcionalidade está disponível apenas com um executável de África com a localização Angola. 51

52 Mapa Segurança Social de Angola em Papel Na aplicação existe a funcionalidade de produzir o ficheiro de suporte informático da folha de remunerações para a Segurança Social. De forma a que o utilizador possa imprimir a informação gerada nesse suporte informático, passa a existir a possibilidade de criar um IDU com os dados recolhidos para a produção do ficheiro de suporte informático. No ecrã de Mapas Habituais, no separador Suporte Mágnético p/ S.S., logo abaixo do campo da Diretoria foram criados dois novos botões. O que está à direita permite desenhar o IDU e o outro permite Imprimir o mapa. Esta funcionalidade está disponível apenas com um executável de África com a localização Angola. Novo formato do Ficheiro da Segurança Social de Moçambique O ficheiro do suporte informático para a Segurança Social de Moçambique foi atualizado de forma a estar de acordo com o formato atual. Para produzir o ficheiro apenas é necessário efetuar o seguinte: No ecrã de Mapas Habituais, no separador Suporte Magnético p/ SS, selecionar o mês e ano, definir a diretoria onde pretende guardar o ficheiro e clicar no botão Produzir ficheiro(s). Por forma a preencher a coluna TIPO_EVENTO de uma forma coerente, foram efetuadas alterações no ecrã de Cadastro e no ecrã de Tipos de Falta. No ecrã de Cadastro à direita do campo "Tipo de Registo" foi criada uma opção "Sup. Inf. S.S.". Ao ativar esta opção, o campo de escolha "Tipo de registo" passa a ter 6 opções: - Admissão; - Demissão; - Retorno; - Acidente de Trabalho; - SMO-Serviço Militar Obrigatório; - Falecimento. Estas opções são fixas. Se a opção escolhida for Admissão ou Demissão, ao gravar é feito uma validação com a Data de Admissão e Data de Saída na Ficha do Funcionário. 52

53 No ecrã de Tipos de Falta o texto do campo "Motivo de não remuneração" passa a ser "Tipo de Evento" e as opções do campo de escolha passam a ser: - Licença Maternidade; - Doença Profissional; - Doença Pessoal; - Falta. Como no ecrã de recibos de Vencimento é possível registar uma falta, se um recibo de vencimento tiver menos de 30 dias a aplicação verifica de existem registo de falta ou de cadastro e se não encontrar esse recibo não entra no ficheiro. Como a tabela de Cadastro não tem ligação à tabela de faltas, se um recibo tiver 30 dias mas existirem registos no cadastro, então esse recibo também não entra no ficheiro. Se tiver faltas e o recibo tiver 30 dias, o recibo também não entra no ficheiro. Se um funcionário tiver um registo de Cadastro e um registo de falta no mesmo mês, prevalece o último registo (com data maior). No final da produção do ficheiro é apresentado um relatório dos funcionários cujos recibos não foram incluídos no ficheiro. Esta funcionalidade está disponível apenas com um executável de África com a localização Moçambique. Possibilidade de definir a fórmula para o cálculo do vencimento diário Passou a ser possível ao utilizador definir programaticamente a fórmula para cálculo do valor unitário diário (Vencimento diário). Este cálculo pode variar de acordo com a empresa, nomeadamente nas empresas públicas. A aplicação foi alterada de modo a que seja possível ao utilizador definir a fórmula para o cálculo do valor unitário diário, de acordo com o seguinte: - Passa a existir um novo parâmetro de sistema com o nome "Utiliza o Programa da Ficha do Estabelecimento para cálculo do valor unitário diário"; - Com o módulo PHC Pessoal CS, na Ficha Completa da Empresa, no separador "Diversos" passam a constar os dois novos campos: "Programa para cálculo do valor unitário diário" e "Valor de retorno em Euros"; - Caso o campo "Programa para cálculo do valor unitário diário" se encontre vazio ao clicar no mesmo, a aplicação preenche automaticamente com um "Template" que 53

54 servirá de base à função de utilizador. Depois de definida a fórmula de cálculo, a aplicação passa a considerá-la nos seguintes ecrãs: - "Funcionários" - quando se altera o vencimento base, sub. Turno, IHT, diuturnidades e remunerações fixas (com códigos que entram para o cálculo da retribuição mensal); - "Assistente de atribuição de subsídios fixos e descontos fixos aos funcionários" - opção disponível no menu de opções diversas do ecrã de Funcionários; - "Aumentar ordenados de seguida" - opção disponível no menu de opções diversas do ecrã de Funcionários; - "Tabelas salariais da função pública" (quando se altera o índice de um escalão associado a um funcionário público). É necessário possuir o módulo PHC Pessoal Público CS. Exemplo de como funciona a nova funcionalidade: - Ativar o parâmetro "Utiliza o Programa da Ficha do Estabelecimento para cálculo do valor unitário diário"; - No Programa para cálculo do valor unitário diário, colocar o seguinte: LPARAMETERS numero_funcionario LOCAL valor_dia valor_dia =ROUND(pe.ebasemes/22, pc_edecs) RETURN valor_dia Nota: a função tem como parâmetro "numero_funcionario", ou seja, a fórmula também pode ser condicionada pelo número do funcionário. - Opção "Valor de retorno em Euros" ativa, isto para os valores serem retornados em euros; - Aceder à ficha de um Funcionário e alterar o vencimento para 600. É calculado o valor para o campo "Vencimento diário". Com o desenvolvimento desta funcionalidade o utilizador passa a ter a possibilidade de definir a sua fórmula de cálculo para o vencimento diário. 54

55 Subdivisão de imposto e imposto sobretaxa em Mapas Habituais Uma vez que é possível integrar os recibos de vencimento, separando os valores de IRS que se referem à sobretaxa extraordinária, passam a constar nos mapas "Mapa de ligação à contabilidade" e "Mapa de Recibos emitidos por funcionário" esta subdivisão. Assim em Menu Pessoal - Mapas Habituais poderá encontrar o valor de imposto dividido em "Imposto S/Rendimento" e "Imposto S/Rendimento Sobretaxa", no caso do "Mapa de ligação à contabilidade" e no caso do "Mapa de Recibos emitidos por funcionário", "Total IRS" e "Total sobretaxa IRS", Por exemplo: - Emitindo 2 Recibos de vencimento com a data com os valores: - Recibo 1: Ordenado Base ; IRS 70 ; IRS Sobretaxa - 28; - Recibo 2: Ordenado Base - 800; IRS 48 ; IRS Sobretaxa - 23; Ao consultar o "Mapa de Recibos emitidos por funcionário" o utilizador visualizará os valores de 118 na rúbrica "Total IRS" e 51 na rúbrica "Total sobretaxa IRS". Por sua vez, ao consultar o "Mapa de ligação à contabilidade" as contas referentes aos códigos de IRS, passam a estar detalhadas segundo o "IRS" e "IRS Sobretaxa". Validação do CAE para o Anexo D do Relatório Único A aplicação passa a efetuar a validação do campo CAE para o Anexo D - Actividades do Serviço de Segurança e Saúde no Trabalho do Relatório Único da seguinte forma: - Se o módulo PHC SHST CS estiver ativo e o número de dígitos do CAE for diferente de cinco dígitos, ao gravar o registo na Ficha Completa da Empresa, a aplicação despoleta a mensagem: "Desculpe, mas o CAE deve ter cinco dígitos." e não deixa gravar o registo; - Ao efetuar a Recolha de Dados no ecrã Relatório SHST, se o CAE não tiver cinco dígitos, a aplicação despoleta a mensagem: "Desculpe, mas o CAE tem o número de dígitos inválido." e os dados não são recolhidos. Para que os Dados sejam recolhidos com sucesso, o utilizador terá de alterar o CAE para cinco dígitos na Ficha Completa da Empresa; - Por fim, ao produzir o Anexo D - Actividades do Serviço de Segurança e Saúde no Trabalho e se o CAE não possuir cinco dígitos, é apresentada a mensagem: "Campo de 55

56 preenchimento obrigatório. CAE deve ter cinco dígitos." Validações com a opção "Exclui do Relatório Único" ativa Se introduzir ou alterar um registo no ecrã de Funcionários, em que na página "Dados Oficiais" a opção "Exclui do Relatório Único" está ativa, a aplicação passa a não fazer as validações para o Relatório Único aquando da gravação do registo em causa. Desta forma é possível rentabilizar algum tempo e otimizar o desempenho da aplicação. PHC POS CS Alterações na designação do artigo que foi importado/exportado De acordo com o Ofício Circulado deixa de ser possível alterar a designação da ficha dos artigos que já tenham documentos. Já existe esse controlo na alteração direta de um artigo que já tenha um documento associado, mas para a importação e exportação de artigos entre Loja/Sede não estava a fazer esse controlo e era possível alterar a designação de um artigo. Logo, para resolver esta situação, passou a existir um campo (stobs.lockdesign) onde é marcado para que a aplicação saiba que esse artigo foi exportado ou importado. Caso esse artigo esteja marcado como exportado/importado a alteração da designação deixa de ser possível de ser alterada mesmo que nessa base de dados tenha ou não registos associadas à referência. Desta forma, a designação de um artigo deixa de ser possível a sua alteração nas seguintes situações, sendo visível ao utilizador a seguinte mensagem: "Desculpe, mas não pode alterar a designação de um artigo que já foi importado ou exportado." - Tenha documentos assinados associados a esse artigo; - Já tenha sido exportado; - Tenha sido importado; No que concerne à importação de artigos que tenham a mesma referência caso seja para atualizar os artigos já existentes a aplicação só atualiza a designação da referência (caso seja diferente) caso na base de dados de importação não existam registos de documentos assinados associados a referência a ser importada. 56

57 Atualizar os dados de um cliente genérico Quando o parâmetro "Não efetua pergunta para atualizar a ficha do cliente caso seja um cliente genérico" se encontra ativo, ao criar uma fatura para um cliente genérico passa a não ser apresentada ao utilizador a seguinte mensagem: "Os dados do cliente foram modificados! Quer actualizar a ficha do cliente?". Se o parâmetro estiver ativo a pergunta não surge e os dados do cliente genérico não são atualizados. Caso o parâmetro se encontre inactivo, aquando da finalização de uma factura e caso se tenha procedido a alterações nos dados do cliente, a mensagem surge ao utilizador e os dados são alterados. Nota: Este parâmetro passa a estar por defeito ativo. Evitar que o Servidor entre em modo de suspensão Quando a aplicação não era utilizada por muito tempo, quando se voltava a utilizar a base de dados a mesma tornava-se muito lenta, isto porque o servidor em SQL entrava em modo de suspensão. De forma a evitar que o mesmo entre em modo de suspensão foi criado um parâmetro com a designação "Intervalo em minutos para efetuar uma query periódica à base de dados". Quando este parâmetro se encontra preenchido, tendo como valor por defeito 15 minutos, é efetuada, a comparação com o último acesso à base de dados com a hora atual. Se a diferença em minutos for superior ao valor do parâmetro, é efetuado um acesso à base de dados. Esta funcionalidade pode ser desativada alterando o valor do parâmetro para 0 (zero). Executar o Sincro POS em Espanha e África O Sincro POS possibilita a exportação e importação de registos automaticamente de Lojas para a Sede e da Sede para as Lojas, mesmo não existindo ligação ou rede entre elas e sem a intervenção do utilizador. Deste modo, foi desenvolvido um executável específico para Espanha e outro executável específico para África, para que seja possível efetuar integrações numa base de dados que não seja de Portugal. 57

58 Nota: A configuração é idêntica ao executável de Portugal, no entanto no bat file em vez da palavra LOJA deverá utilizar a palavra TIENDA. Imagens de moedas e notas Quando nos encontramos nas opções das zonas de touch ao adicionar uma nova opção, no separador "Reação" as opções referentes a moedas e notas passam a surgir de acordo com o que se encontra configurado nos parâmetros dos nomes das moedas. Para que as notas e moedas sejam criadas, foram criados parâmetros por cada nota e moeda para denominação, passando a permitir criar até 9 notas e moedas. Existe também um parâmetro para a imagem da nota/moeda e outro para o valor da nota/moeda. O tamanho da imagem da nota deve ser 112x56 e da moeda 40x40. Nos valores da moeda o decimal utilizado deve ser o ponto (.). A seguir no ecrã de opções das zonas do touch deve-se recriar as zonas de touch. Serão criadas as opções de acordo com a informação especificada nos parâmetros. Também no separador "Reação" ao clicar no botão de seleção de registos, os campos referentes às moedas e notas aparecem opções de acordo com o que foi definido nos parâmetros. Este é o funcionamento num executável de Africa, num executável de Portugal o procedimento não foi alterado. Ao recriar as zonas de touch, os parâmetros passam a estar devidamente preenchidos com as imagens das notas e moedas, sem ser necessária a intervenção do utilizador. Ao recriar as zonas de touch os parâmetros relativos à 2ª moeda não estão visíveis ao utilizador. Lançamento das comissões nos pagamentos em terminais de ATM Os pagamentos efetuados em cartão têm associado uma taxa bancária. No Fecho de Caixa, o valor que vai para a Conta de Tesouraria é o valor do pagamento, tendo depois o utilizador de efetuar um movimento manual com o valor da comissão associada ao pagamento efetuado. Para ir ao encontro desta necessidade, a aplicação passou a permitir o cálculo automático das taxas bancárias no Fecho de Caixa. A configuração necessária para usar esta funcionalidade é apenas a seguinte: No ecrã de "Configuração dos Terminais de Vendas", na página "Pagamento", foram 58

59 criados campos que permitem definir por modo de pagamento, uma conta de tesouraria e a respetiva % de comissão. Deve-se assim nos modos de pagamento preencher a respetiva conta de tesouraria, bem como definir a % de comissão associada. Desta forma, ao efetuar o Fecho de Caixa, quando são lançados valores pagos por cartão, a aplicação lança os valores na Conta de Tesouraria definida na Configuração de Terminais de Vendas do respetivo modo de pagamento. A seguir, a aplicação calcula o valor da comissão e lança um novo movimento na tesouraria com este valor. Esta funcionalidade aplica-se a utilizadores que utilizam tesouraria resumida. Melhoraria de performance nos Documentos de Faturação em POS A aplicação PHC permite que os Documentos de Faturação sejam processados em modo assíncrono, o que confere uma maior rapidez, relativamente ao tempo que passa entre a ordem de gravação e o controlo da aplicação voltar ao utilizador. Para que a performance fique mais rápida, melhoramos substancialmente a performance da aplicação quando está ativo o parâmetro "Usa processamento assíncrono (Reentrar no Programa e reinstalar triggers)". Esta alteração é visível quando se grava um Documento de Faturação do tipo Venda a Dinheiro em POS Front. Melhoria de performance no POS Touch e Restauração Existem empresas com milhares artigos a serem apresentados no ecrã de Introdução de Documentos (em POS Touch) e no ecrã de Gestão de Contas (em Restauração) todos esses artigos têm imagens gravadas na Base de Dados e configurações próprias de cores nos botões e textos personalizados (cor, tamanho do texto e tipo de letra). Nestes casos, a aplicação demora bastante tempo a abrir o ecrã de Introdução de Documentos (em Touch), assim como a abrir o ecrã de Gestão de Contas (em Restauração), isto porque a aplicação no arranque está a carregar todos os artigos a serem visíveis no ecrã. Acontece que se tivermos que efetuar uma Fatura apenas para um artigo, a aplicação está a demorar bastante tempo, porque está a carregar todos os artigos. De forma a otimizar a performance do módulo PHC POS CS (em Touch) e do módulo PHC Restauração CS criámos o parâmetro "Não ativa o carregamento de todos os artigos no arranque do ecrã de faturação. (Apenas Touch)" que por defeito está inativo. Caso este parâmetro esteja ativo, a aplicação deixa de carregar todos os artigos de 59

60 uma só vez e só carrega mediante a sua pesquisa, ou seja, em vez de carregar todos os artigos na abertura do ecrã, passa a carregar os artigos durante a navegação por famílias e subfamílias, isto para evitar carregar artigos desnecessários. Novo Circuito na Emissão de Vales de Reembolso No POS Touch, quando se pretendia fazer uma devolução, era necessário efetuar muitos passos o que tornava o seu manuseamento muito pouco intuitivo. Desta forma, para agilizar todo o processo da emissão de vales de reembolso foram efetuadas algumas alterações. Ao clicar em Vale de Reembolso no ecrã principal passa a surgir um único ecrã com 4 separadores, o separador Documentos, separador Artigos, separador Confirmar e separador Opções. No separador Documentos é possível selecionar múltiplos documentos e ao clicar em "Seguinte", passa para o separador Artigos que permite selecionar os artigos dos documentos selecionados. Ao escolher o artigo a devolver e clicar em "Seguinte" passa para o separador Confirmar, onde é possível emitir o Vale de Reembolso. Se clicar no botão "Voltar" é possível voltar ao passo anterior para selecionar mais documentos ou artigos. Passou a existir uma nova opção de Auto atualiza. Esta opção quando ativa passa a apresentar os dados automaticamente consoante a informação de procura introduzida. O botão de Refresh manual fica indisponível quando o auto atualiza está ativo. Otimização da performance em POS Front Se o utilizador tiver em POS Front e aceder aos ecrãs de Introdução de Documentos, Gerir sessões e Vales de Reembolso, com o parâmetro "Usa ecrãs em memória se o PC possuir mais de 500MB de RAM" ativo, todos os outros ecrãs que estejam abertos deixam de ser fechados e passam a ficar em memória. Se o parâmetro "Usa ecrãs em memória se o PC possuir mais de 500MB de RAM" estiver inativo, a aplicação continua a fechar os ecrãs. Desta forma, conseguimos otimizar a performance do POS Front, agilizando todos os processos do dia-a-dia do utilizador. Pesquisar cliente passante pelo campo matrícula O cliente passante é aquele que esporadicamente adquire artigos ou serviços numa 60

61 determinada empresa e que por esta razão até à data não tinha um registo na ficha de Cliente, usando para o efeito o cliente Genérico. É possível configurar um outro campo de pesquisa de registo de um determinado cliente para além do campo do "Nº Contribuinte" (NContr),por exemplo, o campo Matrícula (CL.MATRIC). Para isso tem que configurar o parâmetro geral "Outro campo da tabela de clientes (CL) para a pesquisa de cliente passante" com o valor de MATRIC. Assim quando preencher uma matrícula (cl.matric) a pesquisa é efetuada por esse campo e não pela combinação de "Nº Contribuinte" + "Matrícula" (cl.matric). No ecrã de "Dados do cliente do documento" (com o TOUCH ativo) ou "Introdução de Documentos" (sem o TOUCH ativo) e com o Cliente passante ativo, ao mudar o campo de Matrícula (cl.matric) passa a ter em conta esse campo para lista de clientes disponíveis. Caso: - Só exista um ou mais clientes com aquela matrícula a aplicação mostra uma lista de escolha de clientes. - Se não existir aquela matrícula a aplicação mantém os dados do cliente e mantém a matrícula para depois adicionar esse registo na tabela de clientes. Nota: - Na lista de escolha caso não pretenda selecionar nenhum cliente e adicionar a mesma matrícula para um outro cliente terá que clicar em "Cancelar", caso contrário a aplicação irá assumir que pretende escolher o cliente onde o cursor está posicionado. - Este exemplo de documentação foi baseado para que o parâmetro geral: "Outro campo da tabela de clientes (CL) para a pesquisa de cliente passante" fizesse referencia ao campo "MATRIC" (Matrícula do cliente) POS Pronto a funcionar após instalar Existem clientes que só usam o módulo PHC POS CS ou PHC Restauração CS, mas a base de dados que é instalada, é instalada com muitas tabelas que não são utilizadas, o que não só ocupa espaço em disco mas também torna a aplicação mais lenta. Para que ao entrar na aplicação tenha apenas tabelas necessárias para o uso da aplicação, o assistente de instalação e manutenção que surge passa a ter 2 opções "Otimizar para POS" e "Nova Empresa", este último deve ser ativado só se instalar a aplicação pela 1ª vez. Ao ativar a opção "Otimizar para POS" o assistente passa a ter 9 passos em vez de 3. Estes 6 passos a mais são: 1. Dados da Empresa 61

62 2. Parâmetro gerais 3. Criação de Utilizadores 4. Criação de Famílias 5. Criação de Artigos 6. Configurações Se não for ativado a opção "Nova Empresa", os dados da empresa e os parâmetros são carregados. Se forem criados Utilizadores, Famílias ou Artigos, estes são acrescentados aos que já existem. Se a opção da Nova Empresa for ativada, o utilizador terá que preencher todos os passos para que ao terminar a execução deste assistente, possa ter a aplicação pronta a funcionar. Se não for preenchido o passo de Configurações irão ser criado dados por defeito por forma a ter a aplicação a funcionar logo que terminar o assistente. Quando se utiliza este assistente assume-se que a aplicação vai utilizar o sistema de Login Único para efeitos de autenticação na base de dados. Quando se ativa a opção "Otimizar para POS", no passo de "Selecionar Ficheiros", fica automaticamente selecionada a opção "Todas", não sendo possível alterar. No passo de "Operações de reconstrução" todas as opções ficam ativas, não sendo possível desativar Os dados são só gravados ao clicar em Terminar, e a seguir serão apagadas todas as tabelas que não são necessárias. Irá surgir uma barra de progresso a indicar qual a tabela que está a ser apagada. Após este processo iniciará o processo normal de instalação e manutenção que deverá estar ativa a opção de upgrade. Possibilidade de indicar a quantidades de notas e moedas no fecho de caixa No ecrã de fecho de caixa do POS Touch quando se clica no botão para criar uma nova linha, após selecionar a moeda, surge um ecrã para indicar os valores em caixa. Quando se trata de introduzir valores em numerário, ao clicar numa nota ou moeda o total era automaticamente calculado, mas não era possível visualizar o número total de todo o tipo de moedas e de notas, nomeadamente quantas notas de 5, 10, moedas de 1, etc. Para passar a ter essa informação passa a surgir uma grelha com 3 colunas: Descrição, quantidade e total, e 2 botões (1 para validar e outro para apagar). A quantidade inicial 62

63 é sempre 1. Se voltar a clicar na nota ou moeda a quantidade é incrementada. Quando se clica numa outra nota ou moeda é acrescentada mais uma linha à grelha. Na grelha, todas as notas e moedas aparecem ordenadas pelo seu valor facial. Os botões de Validar e Apagar funcionam em linhas da grelha selecionadas com o clique ou numa linha da grelha acabada de ser acrescentada/incrementada. Ao digitar um valor no teclado numérico e ao clicar no botão validar, a quantidade é substituída pelo valor do teclado numérico. Ao clicar em Apagar, a linha é apagada. Ao clicar na tecla C, todos os registos da grelha são apagados, e a grelha e os botões desaparecem. Reimprimir fechos de caixa Quando por qualquer motivo o utilizador ficava impossibilitado de imprimir os relatórios do fecho, previamente configurados no separador Caixas na configuração do Terminal de Venda, passa atualmente a dispor de três dias para o poder fazer. Para isso, com a utilização do POS Clássico, existem duas formas possíveis: 1ª - Se nos Terminais de Venda, do POS Back, estiver ativa a opção "Registo dos valores de abertura e fecho da caixa -> Com ecrã resumido", será possível reimprimir os fechos na altura em que está a fechar o caixa, através do botão situado no canto inferior esquerdo do ecrã com o texto de ajuda "Apresenta uma listagem de fechos de caixa para imprimir". Se dispor de permissões para tal, poderá reimprimir em qualquer altura através do botão "Reimprimir Fechos" no Histórico de Caixa do POS Back. 2ª - Se nos Terminais de Venda, do POS Back, estiver ativa a opção "Registo dos valores de abertura e fecho da caixa -> Com ecrã de Históricos de Caixa", será possível reimprimir os fechos através do botão "Reimprimir Fecho", tanto na abertura seguinte do caixa como no fecho. Se dispor de permissões para tal, poderá reimprimir através do mesmo botão no Histórico de Caixa do POS Back, pois o ecrã em questão é o mesmo. Com a utilização do POS Touch, também será possível reimprimir os fechos de caixa, mas só quando está a efetuar novamente um fecho. Para tal, dispõem do botão "Reimprimir", também com o texto de ajuda "Apresenta uma listagem de fechos de caixa para imprimir". Ao clicar neste botão surge uma listagem de fechos de caixa dos últimos 3 dias. Em qualquer uma das situações numeradas anteriormente, para imprimir efetivamente os fechos de caixa é necessário selecionar um ou mais fechos de caixa e clicar em OK/Gravar. De seguida, todos os relatórios configurados na Configuração do terminal 63

64 de vendas são impressos. NOTA IMPORTANTE: Se o utilizador for o administrador de sistema, são apresentados todos os fechos dos últimos três dias desse terminal. Mas se não for, apenas são apresentados os fechos, com o mesmo limite temporal, do próprio utilizador. PHC Projecto CS Possibilidade de medir todos os itens numa % fixa Na Emissão de Autos de Medição é possível efetuar medições por item/capítulo para um determinado Projeto. As medições para cada item de um Orçamento adjudicado podem ser em valor ou em percentagem. Acontece que para alguns casos as medições são efetuadas por % fixa e esse articulado tem muitos itens e por isso é necessário ir a todas as linhas e preencher a %, o que leva algum tempo. Foi a pensar nesta necessidade, que no ecrã de Autos de Medição foi adicionado o botão de "%" que permite ao utilizador digitar o valor da percentagem a aplicar a todos os itens. Assim quando o utilizador preencher a % a aplicar e clicar em "OK" a aplicação vai preencher a coluna "Medição (%)" com a % definida. PHC Restauração CS Abertura dos ecrãs de Sectores, Mesas e Faturação mais rápido Os ecrãs de Sectores, Mesas e de Faturação passam a não ser efetivamente encerrados ao clicar em "Sair" de forma a tornar o seu manuseamento mais rápido. Estes ecrãs passam assim a ficar ocultos para que ao voltar aos mesmos a aplicação os apresente imediatamente. 64

65 Por exemplo: Quando clicar em "Sair" no ecrã de Faturação e de seguida clicar numa Mesa, o ecrã de Faturação é aberto imediatamente. Ao selecionar uma Mesa esta é aberta automaticamente De forma a tornar o manuseamento mais intuitivo e rápido, quando nos encontramos no ecrã de Seleção de Mesas e clicamos na Mesa esta passa a abrir automaticamente. Assim, o botão "Abrir Conta" deixa de existir e o método de associar Mesas, passa por usar o botão "Mesas", existente no Ecrã de Gestão de Conta, que lhe permite adicionar ou retirar mesas à conta. PHC Suporte CS Acessos por série de Dossiers Internos no PHC Suporte CS Imagine uma empresa de help-desk, em que atua em diferentes áreas pois faz outsourcing. Todo o serviço é documentado. Agora pretende ter os documentos devidamente organizados por grupos e cada uma das pessoas só trabalhar com os documentos que lhes dizem respeito. Com o módulo PHC Suporte CS os utilizadores podem registar nos Dossiers Internos as intervenções de cada técnico, e podem fazer essa gestão por série de Dossiers Internos. Neste caso, cada técnico tem as suas séries de Dossiers Internos definidas onde são registadas as suas intervenções. No entanto, a aplicação permite que cada técnico tenha acesso a séries de Dossiers que não são as dele (pode mexer noutras séries de Dossiers Internos sem qualquer controlo) o que não é muito prático. De forma a colmatar esta necessidade passa a ser possível definir acessos para cada série de Dossiers Internos criada na aplicação caso só tenha o módulo PHC Suporte CS. Através desta nova funcionalidade, nos Acessos de Utilizador, no separador "Gestão", o utilizador já consegue atribuir os variados acessos para cada série de Dossiers Internos. 65

66 Data e Hora controlada nas ausências de Técnicos Ao inserir ausências de Técnicos, a aplicação passa a controlar as respetivas datas e horas, isto é, se os dados inseridos na grelha do ecrã de Técnicos não estiverem consistentes, a aplicação passa alertar o utilizador das incoerências existentes no registo. Desta forma, ao gravar a ausência a aplicação executa as seguintes validações: - Se a hora inicial estiver vazia e a hora final estiver preenchida, ao gravar o registo a aplicação despoleta a seguinte mensagem: "Desculpe, mas a hora inicial da ausência não pode estar vazia." e o registo da ausência é cancelado; - Se a hora final estiver vazia e a hora inicial estiver preenchida, ao gravar o registo a aplicação despoleta a seguinte mensagem: "Desculpe, mas a hora final da ausência não pode estar vazia." e o registo da ausência é cancelado; - Se a data inicial for superior à data final, a aplicação despoleta a mensagem: "Desculpe mas a hora inicial da ausência não pode ser superior à hora final da ausência." e o registo da ausência é cancelado; - Por fim, se a hora inicial for superior à hora final para a mesma data a aplicação dá a seguinte mensagem: "Desculpe mas a hora inicial da ausência não pode ser superior à hora final da ausência." e o registo da ausência é cancelado. As ausências efetuadas estarão visíveis na Agenda de Marcações. Imprimir etiquetas com números de série até 50 caracteres É possível imprimir e editar o desenho de etiquetas de um Documento de Faturação ou de uma Compra a Fornecedor, desde que esteja configurado(a) para utilizar números de série. Nesse IDU continua a ser possível inserir o campo disponível "Série para IDUs de etiquetas" e o "Série 2 para IDUs de etiquetas" mostrando a informação referente aos dois números de série que cada artigo possa ter. Agora, e uma vez que a tabela "Nºs de série de docs. compra" (FOMA) e a tabela "Nºs de série de docs. facturação" (FTMA) suportam o tamanho do campo até 50 caracteres é possível aumentar a extensão dos campos: "Série para IDUs de etiquetas" e "Série 2 para IDUs de etiquetas" passando para o limite máximo de 50 caracteres, os quais são 66

67 todos visíveis na impressão do desenho de etiquetas. Nota: Nos Dossiers Internos já era possível visualizar os 50 caracteres na impressão das Etiquetas onde estivessem integrados os campos disponíveis "Série para IDUs de etiquetas" e "Série 2 para IDUs de etiquetas". Novo campo "Resumo" no ecrã Pedidos de Assistência Técnica No ecrã de Pedidos de Assistência Técnica são registados todos os pedidos que originam as intervenções dos técnicos. Neste ecrã foi criado o campo "Resumo" para tornar mais simples e rápida a consulta de Pedidos de Assistência. No campo "Resumo" o utilizador tem a possibilidade de introduzir texto que identifique a situação que está a ser reportada de uma forma mais sucinta. Na Intranet e no Extranet o utilizador pode efetuar a pesquisa pelo campo "Resumo". Nota: No Digital, ao introduzir um Pedido de Assistência Técnica o campo "Resumo" é de preenchimento obrigatório. Novos campos no ecrã de Pedidos de Assistência Técnica Ao reportar um problema através de um Pedido de Assistência Técnica é necessário aplicar três conceitos distintos na explanação do pedido:. Problema que originou o pedido de assistência;. Comportamento desejado;. Justificação do comportamento. Para fazer face a esta necessidade passam a existir dois novos campos: "Comportamento desejado" e "Cenário real do cliente" no ecrã de Pedidos de Assistência Técnica. O campo "Comportamento desejado" deverá ser preenchido com o comportamento que se espera obter, e o campo "Cenário real do cliente" deverá ser preenchido com a justificação do problema do utilizador. Pedidos de Assistência Periódicos até à data fim de situação do Equipamento Existem situações de Contratos de Assistência Periódicos a Equipamentos, cuja 67

68 assistência termina em datas diferentes. Ou seja, para uns Equipamentos a assistência termina no final do ano, para outros em junho desse ano e para outros em março. Quando o utilizador pretendia criar os documentos relativos ao plano de manutenção desses Equipamentos para um ano, a aplicação não controlava a data de inicio/fim do processamento em relação a nenhuma data do Equipamento lançando os Pedidos de Assistência Periódicos com data de início até à data de fim de processamento, originando a criação de documentos por excesso, para além das datas em que a assistência se iniciava e/ou terminava. Desta forma, no ecrã de Introdução de Pedidos de Assistência Periódicos passa a estar disponível a opção "Tendo em conta as datas de situação atual do equipamento" (com o texto explicativo: "Apenas processar para as datas de início até à data fim de situação do equipamento") que quando ativa verifica a data de início de instalação e a data de fim de situação dos Equipamentos e inclui-os apenas nos documentos que devem ser criados entre essas datas. Por exemplo: Se tiver o Equipamento "EQUIP1" com data de instalação de 01/02/2014 a 31/08/2014 e o Equipamento "EQUIP2 "com data de instalação de 01/09/2014 a 30/11/2014, ambos com uma periodicidade mensal, e se no ecrã de Introdução de Pedidos de Assistência Periódicos preencher o intervalo de datas de 01/01/2014 a 31/12/2014 para criar os Pedidos de Assistência, a aplicação vai passar a verificar a data de início de instalação e a data de fim de situação dos Equipamentos e desta forma vão ser gerados os seguintes Pedidos de Assistência para os equipamentos: - EQUIP1 - serão emitidos 7 PATs referentes a 03/03/2014, 02/04/2014, 02/05/2014, 01/06/2014, 01/07/2014, 31/07/2014 e 30/08/2014; - EQUIP2 - serão emitidos 2 PATs referentes a 01/10/2014 e 31/10/2014. Processador de texto no ecrã de Contratos Se tem necessidade de enviar uma estrutura do Contrato Suporte aos seus Clientes com informação distinta relativa a cada um, por exemplo: o valor do contrato, o período do contrato e a periodicidade de faturação. Todo este processo é possível com a funcionalidade Mail Merge através do novo botão "Processador Texto" disponível no ecrã de "Contratos Suporte". Com o Processador de Texto o utilizador passa a ter a possibilidade de estabelecer uma ligação com o Mail Merge (impressão em série) do Word ou outro processador de texto. Para criar uma ligação entre o programa e o processador de texto é necessário 68

69 produzir o ficheiro de ligação. Para esse efeito deve-se clicar no botão "Ficheiro de ligação" presente no ecrã de "Impressão em Processador de Texto". A tabela criada terá o formato DBF (ou XLS, conforme configurado nos parâmetros da aplicação) e irá ser lida por uma minuta de Mail Merge. Ao ler esta tabela a minuta substituirá os dados no texto pelos dados do registo no ecrã. Após a criação do ficheiro de ligação é necessário indicar o mapa que vai ser utilizado. O objetivo de associar um mapa à impressão é de definir os campos e os registos pretendidos na impressão. Por exemplo: Pode criar a seguinte minuta em Word: Contrato: "descricao" Início do Contrato: "datai" Fim do Contrato: "datap" Cliente: "nome" Periodicidade do Contrato: "periodo" Periodicidade de Faturação: "periodol" Valor do Contrato: "evalor" Valor a Faturar: "evalor2" Ao Imprimir a minuta selecionada, ativa automaticamente a opção de Mail Merge, e são apresentados os dados dos registos do Software (via ficheiro DBF): Contrato: 006 Início do Contrato: :00:00 Fim do Contrato: :00:00 Periodicidade do Contrato: 350 Periodicidade de Faturação: 5 Cliente: Tiago Rodrigues Valor do Contrato: 1000, Valor a Faturar: Sistema de Gestão de Pontos Para melhorar o atendimento a Pedidos de Assistência e a sua organização passa a surgir no módulo PHC Suporte CS um sistema de gestão de pontos. Este sistema tem como objetivo a atribuição de um conjunto de pontos ao cliente, que por sua vez poderá usufruir de um atendimento prioritário no atendimento. Estes pontos podem ser debitados ao introduzir ou ao fechar um Pedido de Assistência, com 69

70 base em dois fatores: prioridade e tipo de técnico. Para fazer face a esta nova funcionalidade, foram criados cinco novos parâmetros na área de Suporte: - "Utiliza sistema de gestão de pontos de suporte (reinstalar triggers)"; - "Número de dias de validade dos pontos (a partir da data de crédito)"; - "Obriga a ter saldo de pontos positivo para criar novo Pedido de Assistência"; - "Código de movimento de pontos a debitar nos Pedidos de Assistência"; - "Consome pontos só no fecho do Pedido de Assistência". Deste modo, se o parâmetro "Utiliza sistema de gestão de pontos de suporte (reinstalar triggers)" estiver inativo, não será utilizado o sistema de pontos de suporte. Todos os pontos têm uma validade, definida no parâmetro "Número de dias de validade dos pontos (a partir da data de crédito)". Ao consumir os pontos, só são consumidos pontos, cuja data de validade seja superior à data atual. Neste parâmetro se colocar o valor "0" (zero), a aplicação deixa de verificar a data de validade dos lotes. Ao realizar um movimento de crédito, se o cliente não tiver nenhum lote, é criado um com data vazia. Posteriormente, todos os movimentos de débito e crédito serão feitos sobre esse lote de pontos, não validando se a data é superior à data atual, para consumo. Se o parâmetro "Obriga a ter saldo de pontos positivo para criar novo Pedido de Assistência" estiver ativo, não deixa que seja criado um Pedido de Assistência, caso o Cliente já não tenha pontos (ou o nº de pontos não seja suficiente para o movimento a efetuar). Neste caso devolve a mensagem: "Desculpe, mas o cliente não tem pontos suficientes para efetuar este pedido.". Se estiver inativo, não valida pontos do Cliente, resultando que, possam existir Clientes com nº de pontos a negativo. Nota: Se tiver ativo o parâmetro "Consome pontos só no fecho do Pedido de Assistência", este parâmetro não será utilizado, visto o consumo só ser realizado ao fechar o Pedido de Assistência, não fazendo sentido impedir a sua criação. Passa a existir uma nova tabela, denominada "Códigos de Movimentos de Pontos" que permite definir todos os movimentos que serão feitos aos pontos de Clientes. Esta tabela tem os seguintes campos: - Descrição do código - código identificativo do movimento. Este campo é o 70

71 apresentado nas opções de escolha de movimentos a realizar nos diversos locais. - Tipo de Movimento - opção a indicar se o movimento é de Débito (retira pontos à conta do Cliente) ou Crédito (adiciona pontos à conta do Cliente). - Pontos - número de pontos a movimentar, quando é escolhido este movimento. - Informação - descrição mais completa e extensa sobre o movimento de pontos. - Pode definir pontos ao atribuir? - se esta opção estiver ativa, ao escolher este movimento, poderá ser definido o número de pontos a movimentar. Caso contrário será usado sempre o número de pontos definido na opção "Pontos". - Apenas disponível nos Pedidos de Assistência? - Se esta opção estiver ativa, este movimento só estará disponível no ecrã de Pedidos de Assistência, e não nos restantes locais onde posso movimentar pontos. Para gerir os movimentos de pontos efetuados para cada Cliente, foi criado também o ecrã e tabela "Movimentos de Conta Corrente de Pontos". Aqui terá presente todos os movimentos efetuados, sendo útil para verificar o histórico de todos os movimentos realizados. Esta tabela tem os seguintes campos: - Nome - Nome do cliente para o qual foram movimentados pontos. - Número - Número do cliente para o qual foram movimentados pontos. - Estabelecimento - Estabelecimento do cliente para o qual foram movimentados pontos. - Data - Data do movimento de pontos ao cliente. - Movimento - Código do movimento de pontos efetuado. - Tabela de origem - Tabela que originou o movimento de pontos (por exemplo "CL"). - Nome da Tabela de origem - Tabela que originou o movimento de pontos (por exemplo "Clientes"). - Informação - Informação adicional mais extensa, sobre o movimento na conta de cliente. - Débito - Quantidade de pontos retirada da conta de cliente. - Crédito- Quantidade de pontos adicionada à conta de cliente. - É um movimento de saldo inicial? - Campo informativo a referir que o movimento é referente a lançamento de saldo inicial na ficha do Cliente. Este ecrã permite ainda as validações para gestão manual dos lotes ligados ao movimento. 71

72 Deste modo, se introduzir ou editar um movimento de débito, existe o campo "Lote (validade)" onde se poderá escolher o lote a debitar os pontos. Se criar o movimento de débito sem indicar lote, é dada a mensagem ao gravar: "É necessário preencher o lote para criar o movimento de pontos.". Se o lote para débito não tiver pontos suficientes para o movimento, é apresentada a pergunta "O lote escolhido não tem pontos suficientes para o movimento de débito, deseja continuar?", com a nota "Nota: O lote ficará com saldo negativo.". Para os movimentos de crédito, ao introduzir e duplicar, o campo do lote de pontos está invisível. Ao gravar, verifica se existe algum lote para o cliente, com a mesma data de validade (calculada, somando o nº de dias do parâmetro "Número de dias de validade dos pontos" em relação à data atual), incrementa o total de pontos nesse lote. Caso contrário cria um novo lote para a data de validade referida. O campo do lote de pontos também não deve possibilitar edição para os movimentos de crédito. Se o movimento for de débito e for introduzida quantidade de crédito, apresenta mensagem: "O movimento definido é de débito, não poderá indicar quantidade de crédito.". No caso inverso, também apresenta a mensagem: "O movimento definido é de crédito, não poderá indicar quantidade de débito.". Para melhor classificar os Técnicos e o número de pontos a debitar, foi criada a tabela "Tipos de Técnicos". Esta tabela tem os seguintes campos: - Designação - Nome do tipo de técnicos; - Descrição - Descrição mais extensa sobre o tipo de técnicos e a sua classificação; - É um técnico especialista? - Apenas informativo e para poder facilitar implementações, indica se o técnico é especialista. Foi também criado um novo ecrã e tabela "Matriz de Pontos", onde se define a quantidade de pontos debitados ou creditados (consoante movimento) por cada tipo de prioridade e tipo de técnico. O cabeçalho desta tabela tem os seguintes campos: - Referência - Nome identificativo da matriz de pontos. - Mov. Pontos - Se este campo estiver preenchido, a matriz apenas diz respeito ao tipo 72

73 de movimento configurado. Se estiver vazio será aplicada matriz para todos os movimentos. - Inativo - Se a matriz de pontos estiver inativa, não será usada para cálculo de pontos a movimentar. Este ecrã tem uma tabela de linhas, representada por uma grelha: - Pontos por prioridade e tipo de técnico: Esta grelha é dinâmica, sendo para as colunas os valores existentes para o campo "Prioridade" existente no ecrã de Pedidos de Assistência. As colunas da grelha são os "Tipos de Técnicos" que não estão inativos. Com estes dois valores é construída uma matriz, onde será possível definir os pontos a debitar por prioridade e tipo de técnico. Se não existirem valores para a "Prioridade", a grelha fica sem colunas. Neste caso, esconde-se a grelha e é mostrado o texto: "Para visualizar a grelha de prioridade e tipo de técnico, é necessário ter definido prioridades. Estas poderão ser criadas no ecrã de Pedidos de Assistência.". No ecrã de Técnicos, disponível no menu Tabelas - Suporte, foi adicionada uma nova opção "Tipo de Técnico", onde se poderá definir o tipo de técnico para débito de pontos ao movimentar a conta corrente de Clientes. No ecrã de Stocks e Serviços, foram criadas novas opções para definir o Movimento de Pontos usado, no separador "Outros". Este campo permite definir numa referência de um artigo, por exemplo num lote de pontos, o número de pontos. Se o Código de Movimentos tiver configurado a opção "Pode definir pontos ao atribuir?", poderá também ser definido o nº de pontos a movimentar. No ecrã de Pedidos de Assistência Técnica foram adicionadas duas opções para "Prioridade" e "Tipo de Técnico", sendo os campos utilizados na Matriz de Pontos, para recolha do número de pontos a creditar ou debitar ao fechar este pedido. Foram também criadas novas opções para definir o Movimento de Pontos usado, no separador "Assistência". Se o número de pontos configurado no Código de Movimentos for zero e não tiver a opção "Pode definir pontos ao atribuir?", o número de pontos será calculado com base na Matriz de Pontos para a prioridade e tipo de técnico definido. Se o Pedido de Assistência já tiver técnico atribuído e for alterada a "Prioridade" ou "Tipo de Técnico", mostra mensagem e impede gravação: "Desculpe, mas não pode 73

74 alterar a prioridade ou tipo de técnico, tendo já técnico atribuído.". No ecrã de Clientes, foi criado um novo campo "Saldo inicial de pontos" no separador "Dados Principais". Esta opção só está visível se o parâmetro "Utiliza sistema de gestão de pontos de suporte (reinstalar triggers)" estiver ativo. Ao executar opção "Lançar saldo inicial de pontos para este cliente", é adicionado movimento de pontos de saldo inicial, com a quantidade definida na nova opção. Ainda no ecrã de Clientes, foram agrupadas todas as opções diversas relacionadas com esta funcionalidade no grupo "Sistema de gestão de pontos de suporte". Dentro deste grupo foram colocadas as opções "Lançar saldo inicial de pontos para este cliente" e "Extrato de movimentos de conta corrente de pontos deste cliente", já existentes. Foram também criadas duas novas opções: - "Saldo por lote de pontos para este cliente": apresenta a listagem de todos os lotes do cliente ordenados por data de validade, e saldo atual; - "Executar recálculo do saldo de pontos para este cliente": executa o recálculo do saldo dos lotes do cliente, relativamente aos movimentos de conta corrente existentes, apresentando uma listagem de todos os lotes ordenados por data de validade, o seu saldo recalculado, o total de pontos de crédito e de débito. Ao cancelar esta listagem não atualiza os lotes, só ao fechar com o botão "Ok". Cada uma destas opções diversas no ecrã de Clientes só estão disponíveis consoante o acesso: - as opções "Lançar saldo inicial de pontos para este cliente" e "Extrato de movimentos de conta corrente de pontos deste cliente" só estão visíveis se o utilizador tiver acesso de Supervisão na tabela "Movimentos de Conta Corrente de Pontos"; - as opções "Saldo por lote de pontos para este cliente" e "Executar recálculo do saldo de pontos para este cliente" só estão visíveis se o utilizador tiver acesso de Supervisão na tabela "Lotes de Pontos de Clientes". Tamanho do campo "Texto sobre a marcação" no ecrã de Marcações O ecrã de Marcações (MX) está disponível se tiver um dos seguintes módulos: PHC Gestão CS, PHC CRM CS, PHC Suporte CS, PHC Serviços CS ou PHC TeamControl CS e permite criar registos na Agenda de Marcações. Neste ecrã o utilizador pode preencher alguns campos entre os quais o campo "Texto 74

75 sobre a marcação" com as notas referentes à marcação. De forma a tornar mais assertiva a marcação o campo "Texto sobre a marcação" do ecrã de Marcações foi aumentado e passa a não ter limite de caracteres. É importante ter em conta que, a partir da Agenda de Marcações apenas é possível a inserção de 1023 caracteres no campo texto. Caso pretenda adicionar mais caracteres é necessário navegar para a Marcação e completar o campo "Texto sobre a marcação". Ainda neste ecrã (Agenda de Marcações), as marcações que tenham o campo "Texto sobre a marcação" com mais que 1023 caracteres deixam de ser possível alterar a descrição (fica só de leitura), mas as outras marcações cujo a descrição tenha menos que 1023 caracteres é possível alterar a descrição mantendo-se como fazia anteriormente. Nota: A alteração do campo "Texto sobre a marcação" para memo, poderá causar algum erro em implementações no ecrã de Marcações. Assim, para estes casos aconselhamos que converta o tipo do campo "Texto sobre a marcação" para texto. PHC TeamControl CS Controlo de tarefas executadas e horas previstas vrs reais No ecrã de projeto, foram criados novos campos que permitem ao gestor do projeto saber rapidamente o estado das tarefas do projeto assim como ter o controlo do número de horas previstas e reais para esse mesmo projeto. Passa assim a existir no ecrã de projetos, na página Dados os seguintes dados: Total de tarefas Total de tarefas fechadas Horas previstas de tarefas Horas reais de tarefas Como são preenchidos estes campos? Sempre que é gravada uma tarefa estes campos são atualizados automaticamente. Se já estiver a funcionar com este módulo e quiser atualizar estes campos existe uma opção no menu do ecrã de projetos chamada "Atualizar horas e tarefas fechadas para 75

76 todos os projectos". Fechar Passos de Tarefas No ecrã de Passos de Tarefas, o utilizador pode definir que passos serão realizados para executar as tarefas de cada projeto. Se introduzir um Passo de Tarefa e no fim clicar no botão "Gravar" surge a pergunta "Quer fechar o passo da Tarefa?", ao responder que "Sim" a aplicação fecha imediatamente o passo, ao responder que "Não" a aplicação mantem o passo aberto. Ainda nesse ecrã, é visível a opção "Não voltar a efetuar esta pergunta lembrando o valor escolhido". Com esta opção ativa e ao indicar que não pretende fechar o Passo da Tarefa, a aplicação irá guardar a opção escolhida e todos os passos que forem introduzidos posteriormente não ficarão fechados, mas se aceder ao ecrã de Passos de Tarefas passa a ser possível fecha-los, bastando para isso clicar no botão "Fechar". Com a opção "Não voltar a efetuar esta pergunta lembrando o valor escolhido" ativa e ao indicar que pretende fechar o Passo da Tarefa, a aplicação irá guardar a opção escolhida e todos os passos que forem introduzidos posteriormente serão sempre fechados automaticamente. O utilizador pode sempre consultar o Passo da Tarefa e usar o botão "Fechar" ou "Reabrir", para fechar ou reabrir o Passo de Tarefa. Nota: uma vez ativa a opção "Não voltar a efetuar esta pergunta lembrando o valor escolhido", o utilizador não tornará a ver este ecrã na altura da gravação do passo. Caso pretenda que ao gravar o passo de uma tarefa seja feita novamente a pergunta "Quer fechar o passo da Tarefa?", deve ativá-la no Menu Sistema - Manutenção Personalizada - Opções Diversas - Manutenção dos valores por defeito das perguntas. Melhoria ao assunto das notificações de Datas de Projetos Existe a possibilidade de serem enviadas mensagens internas e/ou s como notificações relativamente a Datas de Projetos. Para utilizadores que recebem muitas notificações, é importante que o assunto dê indicação de que se trata, para que a notificação não perca o interesse. Se o resumo da mensagem estiver no assunto, o utilizador sabe a que se refere a notificação, o que deverá levar o utilizador a verificar a alteração que essa data sofreu. Sendo assim, o Resumo das Datas de Projetos de TeamControl passa a fazer parte do 76

77 assunto das notificações (sejam Mensagens Internas, sejam s). Assim, se o resumo de uma Data for "Reunião para ponto de situação de XPTO", o resumo da notificação será "Notificação de Datas de Projetos...Reunião para ponto de situação de XPTO". Nota: Esta alteração contempla as notificações automáticas e o botão "Notificar". 77

78 PHC Advanced CS, PHC Enterprise CS 78

79 PHC ControlDoc CS Após o deadline passa a existir a possibilidade de avisar também o superior hierárquico Nas Ações de Workflow já é possível avisar o utilizador da ação que o deadline está iminente. Este aviso é feito por ou por mensagem interna conforme a escolha do utilizador. Mas existia a necessidade de avisar o superior hierárquico do utilizador acerca do deadline da ação. Assim tendo em conta esta necessidade desenvolvemos a opção "Avisa também o supervisor" que está disponível no separador "Configuração". Esta opção quando ativa passa a emitir um aviso do mesmo tipo ( ou mensagem interna) para o superior hierárquico. Desta forma, quando o deadline de uma ação está iminente, e de acordo com os dias configurados, o supervisor passa a ser avisado. Conta apenas com dias úteis para verificar o fim do dead-line No ecrã de Ações de Tipos de Workflow é possível configurar o dead-line da mesma em número de dias, bem como escolher que após terminar o dead-line, escala a ação para um utilizador ou superior hierárquico. No entanto, o número de dias para o deadline não conta apenas dias úteis, resultando que não se responda no período indicado, por ser fim-de-semana ou feriado. Por exemplo, se configurar uma ação para escalar para o superior hierárquico no fim do dead-line de 2 dias e se a ação for atribuída a um utilizador numa sexta-feira, na segunda-feira já escalou para o superior hierárquico, porque o prazo de 2 dias não contou com o fim-de-semana. Para resolver esta situação, foi criada uma nova opção "conta apenas com dias úteis para verificar o fim do dead-line." no separador "Configuração" do ecrã de Ações de Tipos de Workflow. Se a opção estiver ativa e se o utilizador tiver o módulo PHC Pessoal CS, conta apenas com dias úteis consoante os feriados do Estabelecimento do Funcionário e os fins-desemana. Se não tiver módulo PHC Pessoal CS exclui sábados, domingos e feriados. Deste modo, foi alterado o comportamento das opções no separador "Configuração" 79

80 do ecrã de Ações de Tipos de Workflow, caso a opção anterior esteja ativa: - após o fim do dead-line escala a ação para o utilizador; - após o fim do dead-line escala para o superior hierárquico. Para escalar para o utilizador ou superior hierárquico, apenas conta dias úteis para o cálculo do dead-line. No exemplo anterior, só iria escalar para o superior hierárquico na terça-feira, dando tempo para responder no prazo definido. PHC Qualidade CS Aceder ao ecrã "Tipos de Não Conformidades e Ações de Melhoria" O módulo PHC Qualidade CS permite gerir todos os Documentos, Processos e Auditorias de um modo eficiente e eficaz, de forma a contribuir para a melhoria do desempenho da organização. O utilizador pode aceder ao ecrã Tipos de Não Conformidades e Ações de Melhoria e registar as situações que não se encontram de acordo com o esperado. Ao aceder ao ecrã de "Tipos de Não Conformidades e Ações de Melhoria" através de menu Tabelas» Qualidade, verifica-se que o nome da opção no menu passa a ser também "Tipos de Não Conformidades e Ações de Melhoria", igualando o nome do ecrã. Agrupamento de "Não Conformidades" e "Observações" na Lista de Verificação da Auditoria O Relatório da Auditoria não é mais que o registo das constatações da Auditoria. Na página "Lista de Verificação" do Relatório de Auditoria ao associar uma "Não Conformidade" e/ou uma "Observação" ao Sub-Requisito, a aplicação passa dividi-las em dois grupos distintos, surgindo por baixo do nó do respetivo Sub-Requisito. Calcular e monitorizar Indicadores Gerais dos Quadros de Gestão Os Indicadores do módulo PHC Qualidade CS, permitem associação a Objetivos ou Quadros de Gestão. No caso dos Quadros de Gestão ficam como "Indicadores Gerais", 80

81 ou seja, não são monitorizados por nenhum Departamento, ficando gerais à organização. Estes Indicadores gerais não podiam ser calculados, apesar de no registo base, ser definida a fórmula de cálculo. Também não era possível introduzir um Registo de Monitorização manualmente, visto o campo "Objetivo" ser obrigatório para gravar o registo. Como referido, os Indicadores Gerais não estão associados a nenhum Objetivo. Por exemplo, no Monitor de Indicadores, se escolher o botão "Calcular" no fundo do ecrã, são calculados todos os indicadores quantitativos, à exceção dos indicadores gerais. Foi alterada a funcionalidade para possibilitar calcular e monitorizar os Indicadores Gerais, ou seja, os indicadores associados ao Quadro de Gestão e não a um Objetivo. Para isto, no Monitor de Indicadores, passa a ser possível inserir Registos de Monitorização manualmente para os Indicadores Gerais. O botão para o efeito, existente por cima da árvore, passa agora a estar ativo para estes indicadores. Também para o cálculo da percentagem da coluna "Atingido" na árvore do Monitor de Indicadores, passa a mostrar o valor para os Indicadores Gerais. Este cálculo é idêntico ao cálculo para os Departamentos, ou seja, basta um Indicador não estar atingido para a percentagem dos Indicadores Gerais ser 0%. Existe apenas uma diferença na "Ponderação". Este campo foi criado no separador "Indicadores Gerais" do ecrã de Quadros de Gestão, por baixo da grelha. Deste modo, o valor de atingido dos Indicadores Gerais, passa a ter influência na percentagem de atingido do Quadro de Gestão. Ao "Calcular" no botão existente por baixo da árvore deste monitor, passa também a calcular os Indicadores Gerais, tal como os restantes indicadores. Consulta de Versões a partir do Monitor de Documentos No ecrã de Utilizadores está disponível a opção de "Este utilizador é administrador do package Qualidade". Se tiver essa opção inativa e abrir o ecrã de "Monitor de Documentos" (Painel global de análises - Qualidade) ao efetuar o duplo clique nos "nó" de Versões da árvore a aplicação automaticamente abria o anexo associado a cada registo, mas não abria o respetivo ecrã. (visto que não estava como administrador do 81

82 módulo PHC Qualidade CS). A aplicação foi melhorada e foi desenvolvida uma nova funcionalidade, passando a ter o seguinte comportamento: - Caso o utilizador tenha a opção "Este utilizador é administrador do package Qualidade" (no ecrã de Utilizadores) OU tenha acessos de alterar no ecrã de "Versões de Documentos" (QDCVR) fica visível a opção de "Duplo clique abre o anexo da versão" no ecrã de "Monitor de Documentos" (separador de "Opções"). - A opção de "Duplo clique abre o anexo da versão" no ecrã de "Monitor de Documentos" fica gravada nas definições locais (DFs) por utilizador. A primeira vez em que esta opção é carregada ela fica com o valor inativo caso a opção "Este utilizador é administrador do package Qualidade" (no ecrã de Utilizadores) esteja ativa. Caso contrário a opção por defeito fica ativa. Mas esta regra só funciona para a primeira vez em que as DFs desta opção é carregada, depois assume o último valor alterado. - No ecrã de "Monitor de Documentos" se a opção "Duplo clique abre o anexo da versão" estiver visível e ativa, ao efetuarmos o duplo-clique em cima de um registo de uma versão de documento a aplicação mostra sempre o seu anexo. Caso esteja visível e inativa, ao efetuarmos o duplo-clique em cima de um registo de uma versão de documento a aplicação mostra sempre o seu registo (abre o ecrã de "Versões de Documentos"). (Caso a opção "Duplo clique abre o anexo da versão" esteja visível ao clicarmos no botão "Consultar" e esteja selecionado uma versão a aplicação abre sempre o ecrã de "Versões de Documentos", independentemente do valor da opção "Duplo clique abre o anexo da versão"). - Se a opção "Este utilizador é administrador do package Qualidade" (no ecrã de Utilizadores) esteja inativa E não tenha acesso de alterar no ecrã de "Versões de Documentos" (QDCVR) a opção de "Duplo clique abre o anexo da versão" fica invisível no ecrã de "Monitor de Documentos" (separador de "Opções"). Neste cenário quer se efetue o duplo-clique em cima da grelha com um registo de versão selecionado, quer se clique no botão de "Consultar" com um registo de versão selecionado a aplicação abre sempre o anexo da versão selecionado. Ou seja, nunca abre o ecrã de "Versões de Documentos" (QDCVR). 82

83 - Passou a existir um novo botão "Visualizar" que só está visível caso o registo selecionado seja uma versão ou essa versão tenha anexos. Após clicarmos nesse botão a aplicação abre o anexo dessa versão. - O botão de "Consultar" apenas navega para os ecrãs de "Documentos" ou "Versão de Documentos" mediante o registo selecionado na árvore de seleção. Caso a opção "Este utilizador é administrador do package Qualidade" (no ecrã de Utilizadores) esteja inativa E não tenha acessos de alterar no ecrã de "Versões de Documentos" (QDCVR) ao clicar neste botão posicionado num registo de uma Versão a aplicação mostra a mensagem "Desculpe, mas não tem acesso de consulta ao ecrã de 'Versões de Documentos'.". Duplicação de uma Ação de Causa O ecrã de Ações de Causas, permite escolher se a origem é corretiva ou preventiva. Na duplicação de ações de causas podemos utilizar alguns campos previamente preenchidos para guardar um novo registo. Foi efetuado um desenvolvimento para que quando for efetuada uma duplicação a partir do ecrã de Ações de Causas, esta não seja colocada como Implementada e Verificada. A aplicação passa a colocar a vazio os campos Implementada, Verificada e respetivas datas. Duplicar uma Não Conformidade proveniente de um documento As Não Conformidades podem ter origem em documentos, como por exemplo Registos de Entregas ou Relatórios de Auditorias. Quando isto acontece, no separador "Dados Principais" do ecrã de "Não Conformidades e Ações de Melhoria", fica preenchido o campo "Origem". Ao duplicar um registo no ecrã de Não Conformidades e Ações de Melhoria, que tenha o campo "Origem" preenchido, a aplicação passa a limpar o campo "Origem" de forma a facilitar a introdução de uma nova Não Conformidade. Lista de valores possíveis para Indicadores Qualitativos No ecrã de Indicadores passa a existir a opção "Valores possíveis". Esta opção apenas 83

84 está disponível ao utilizador se o tipo de medida do indicador é "Qualitativa". Com este novo campo o utilizador pode definir vários valores possíveis, separados por vírgula, para classificar a meta qualitativa do respetivo indicador, como por exemplo: "Atingido,Suspenso,Adiado,Em curso". Estes valores estão disponíveis ao criar um Registo de Monotorização para um Indicador Qualitativo, no campo "Valor". A opção "Atingido" deixa de poder ser alterada neste caso, sendo ativada quando o valor escolhido é igual à meta definida no Objetivo ou Quadro de Gestão. Para além da presença dos valores possíveis no ecrã de Registos de Monotorização para Indicadores, também nos ecrãs de Quadros de Gestão e Objetivos, ao escolher um Indicador qualitativo na grelha de Indicadores, apresenta a lista para escolha, na coluna "Meta qualitativa". Melhoria do campo de pesquisa do Monitor de Documentos Existem várias análises que estão disponíveis a partir do Painel Global de Análises. O Monitor de Documentos é uma análise que permite de uma forma rápida visualizar a informação relativa aos Documentos, Versões de Documentos e respetivas listas de elaboração, verificação e aprovação. Neste Monitor o campo "Procurar" foi aumentado, dando a possibilidade ao utilizador de pesquisar por nomes de documentos mais extensos, tornando a sua pesquisa mais prática e eficaz. Navegação para Indicadores a partir do Monitor de Quadros de Gestão Nos Quadros de Gestão é possível lançar Objetivos e respetivos indicadores. Cada Quadro de Gestão permite também definir Indicadores gerais. Em cada Indicador pode-se atribuir metas qualitativas, metas quantitativas e periodicidade, entre outros dados. No ecrã de "Monitor de Quadros de Gestão" é possível visualizar todos esses indicadores bem como os seus valores e metas. A aplicação a partir do ecrã de "Monitor de Quadros de Gestão" passa a navegar para os indicadores. Assim, se se quiser alterar de uma forma célere a informação de um indicador, devese selecionar o mesmo (indicador geral de um quadro de gestão ou indicador de 84

85 objetivo de um quadro de gestão) e fazer duplo clique ou clicar no botão "Consultar". Nome da coluna "Classificação" no ecrã "Estruturas de Avaliação" No ecrã de "Estrutura de Avaliação" (menu Qualidade» Outras opções de Avaliação de Fornecedores) podemos definir quais os critérios de avaliação dos fornecedores, para serem avaliados tanto na Qualificação inicial como no Registo de entregas. Neste ecrã podemos visualizar uma grelha de critérios de avaliação, a primeira coluna da grelha tem o nome "Resumo", a segunda coluna da grelha passou a ter o nome "Classificação", indicando melhor a informação que essa coluna apresenta ao utilizador. Nome dos ecrãs de Requisitos e Sub-requisitos de Referenciais Os Referenciais são critérios de avaliação pelos quais nos baseamos para elaborar uma Auditoria. O ecrã de Requisitos é acessível pela árvore existente no ecrã de Referenciais e passa a designar-se por "Requisitos de Referenciais". O mesmo acontece à tabela de "Subrequisitos" que passa a designar-se por "Sub-requisitos de Referenciais". Estas alterações são visíveis nos seguintes locais: - Ecrã de Requisitos de Referenciais; - Ecrã de Sub-requisitos de Referenciais; - Instalação e Manutenção; - Dicionário de Dados; - Acessos do módulo PHC Qualidade CS (é necessário reinstalar acessos na Instalação e Manutenção). Preencher notas para cada sub requisito analisado No ecrã de "Auditorias (Relatório)", pode-se classificar os sub-requisitos ligados à auditoria. Esta classificação irá dar o resultado da auditoria e o grau de conformidade do sistema. Se se classificar um sub-requisito como "Conforme", por exemplo, quando se for novamente consultar a auditoria não se sabe porque estava conforme. No ecrã de "Auditorias (Relatório)", foi criada uma nova página "Notas", no separador 85

86 "Lista de Verificação". Nesta nova página podem ser definidas as notas relativamente à classificação de cada sub-requisito selecionado na árvore. Apenas pode ser introduzido/alterado o valor das notas quando o sub-requisito tem o estado diferente de "Não auditado", visto neste caso não fazer sentido a introdução de detalhes da classificação. Por exemplo, se classificar um sub-requisito como "Conforme", pode agora indicar todas as razões que levaram à sua conformidade. Quando necessitar de consultar esta auditoria, consegue-se saber de forma rápida o que levou a esta classificação. O novo campo "Notas da classificação do Sub-requisito" fica disponível também no IDU do ecrã de Planos de Auditorias, na área de Linhas. Qualificações Iniciais a partir do Fornecedor No ecrã de Fornecedores, separador "Qualidade" o utilizador tem a possibilidade de selecionar tipos de artigos para os quais o Fornecedor será avaliado e classificado. A pensar nas necessidades do utilizador, foi criada a possibilidade de introduzir Qualificações Iniciais a partir da grelha "Qualidade de Fornecedor", presente no ecrã de Fornecedores, separador "Qualidade". Para retirar o máximo proveito desta funcionalidade, o utilizador terá que proceder da seguinte forma: Caso a Entidade não tenha nenhuma Qualificação Inicial criada ou Registos de Entrega para um tipo de artigo, a aplicação passa a permitir inserir valores na coluna "Última pontuação", nesse momento é calculada a "Classe" do Fornecedor para esse Tipo de Artigo. Todo este processo é efetuado no ecrã de Fornecedores, separador "Qualidade", grelha "Qualidade de Fornecedor" e assim que o registo é gravado, serão geradas todas as Qualificações Iniciais para os registos inseridos e que ainda não têm Qualificações Iniciais. Pressupostos da criação de Qualificações Iniciais ao gravar: - Se o ecrã de Qualificações Iniciais estiver em alteração, a aplicação dá a mensagem "O ecrã de Qualificações Iniciais está em alteração e não é possível continuar. Feche o ecrã e execute novamente esta operação." e impede a gravação do registo; - Se existir algum Tipo de Artigo já com Qualificação Inicial ou Registo de Entregas, 86

87 devolve mensagem "Desculpe, mas um tipo de artigo não pode estar definido mais do que uma vez!" e impede a gravação; - Se existir algum Tipo de Artigo sem Estrutura de Avaliação do tipo Qualificação Inicial, devolve mensagem "O tipo de artigo X não tem uma estrutura de avaliação aprovada, para o tipo de avaliação de qualificação inicial." e impede a gravação; - Ao adicionar os Critérios de Avaliação para a Qualificação Inicial, atribui a opção definida por defeito; - A Pontuação e Classe da Qualificação Inicial criada, será a definida na grelha do ecrã de Fornecedores. Por exemplo, estando a utilizar o módulo PHC Qualidade CS pela primeira vez e atribuir a um Fornecedor uma pontuação inicial para um ou para todos os tipos de artigos, é necessário: - Criar um Critério de Avaliação (pelo menos) do tipo Qualificação Inicial; - Criar uma Estrutura de Avaliação do tipo Qualificação Inicial, adicionar o(s) critério(s) criado(s), e definir todos os Tipos de Artigos para os quais utiliza a estrutura; - Criar Classes de Fornecedores, as classes criadas serão usadas para enquadrar os fornecedores da empresa num grau de qualidade genérico e pré-definido, relativamente aos artigos fornecidos; - Criar uma Qualificação Inicial a partir do ecrã de Fornecedores e para um ou vários tipos de artigos. Assim que a Coluna "Última pontuação" for classificada, a aplicação irá calcular a respetiva Classe; - Após de gravar o registo no ecrã de Fornecedores, a aplicação passa a criar de forma automática as Qualificações Iniciais para os Tipos de Artigos indicados e classificados no ecrã de Fornecedores. Registos de Monitorização para Indicadores Uma vez que para introduzir registos diretamente no ecrã de "Registos de Monitorização para Indicadores" é necessário escolher o Quadro de Gestão, Objetivo e o Indicador, o acesso ao mesmo passa a ser efetuado através do botão Registo, no Monitor de Indicadores. Ao selecionar no Monitor de Indicadores a opção sobre a qual deseja realizar um 87

88 registo, a informação subjacente começa a ser filtrada. Ou seja, se escolher um Quadro de Gestão que só tenha agregado um Objetivo e um Indicador, os três campos ficarão automaticamente preenchidos. Se por outro lado, optar por um Quadro de Gestão que tenham vários Objetivos e indicadores então terá acesso a uma listagem com os respetivos registos. Desta forma, com o apoio da estrutura da informação visível no Monitor de Indicadores, pretende-se que a escolha das diversas opções referidas seja detentora de simplicidade e de uma lógica mais assertiva, com vista a otimizar a rentabilidade dos recursos do utilizador. PHC Recursos Humanos CS Alteração de dados para o Relatório Único na Ação de Formação No Anexo C do Relatório Único consta a informação sobre a frequência de formação profissional dos funcionários. Alguns dos dados desse anexo são a "Iniciativa da Formação", o "Certificado de formação" e o "Período de referência da formação". O ecrã de Ações de Formação contempla os campos "Iniciativa da formação", "Certificados de formação" e "Período de referência da formação". Desta forma, no ecrã de Formandos quando o utilizador inserir uma Ação de Formação, os campos "Iniciativa da formação", "Certificados de formação" e "Período de referência da formação" são automaticamente preenchidos com a informação da respetiva Ação de Formação. Caso o utilizador altere esses campos no ecrã Ações de Formação, a aplicação passa a atualizar os mesmos campos no ecrã de Formandos, na página "Relatório Único", sem perguntar ao utilizador se deseja atualizar os dados. Esta atualização automática é importante na equidade dos dados para o Anexo C - Formação Continua, ou seja, se o utilizador alterar a "Iniciativa da formação" no ecrã Ações de Formação, todos os Formandos dessa Ação de Formação serão atualizados, deixando de ser necessário a intervenção do utilizador para atualização do campo "Iniciativa da formação" em todos os Formandos. Com esta funcionalidade, o utilizador irá ter sempre os dados atualizados para o Anexo C - Formação Contínua do Relatório Único. 88

89 Preenchimento dos dados do Colaborador ao digitar o número de Funcionário Se no ecrã de Colaboradores digitar o número do Funcionário (apenas disponível com o módulo PHC Pessoal CS) a aplicação passa a preencher automaticamente os seguintes campos com os dados que constam na ficha do Funcionário: "Empresa", "Funcionário Número", "Nº Beneficiário", "Tipo de Contrato", " ", "Data Início" e "Data Fim". Após o preenchimento do campo "Funcionário Número", os campos anteriormente mencionados ficam apenas de leitura. Caso seja efetuada uma alteração na ficha do Funcionário, a respetiva ficha do Colaborador é atualizada. 89

90 PHC Enterprise CS 90

91 Todos os módulos Evento ao finalizar Documentos de Faturação em Rascunho Nos Documentos de Faturação configurados como "Permite documentos em rascunho" passa a ser possível definir um evento do utilizador que é executado ao finalizar o documento em rascunho e o seu nome é "AposFinalizarRascunho". O evento "AposFinalizarRascunho" está disponível no ecrã Eventos do utilizador, no campo "Evento fixo" para o ecrã SFT. Ordenação do Log de Atividade ao Observar o último registo alterado Se tiver os parâmetros "Utiliza Log de atividade por utilizador" e "Faz o log de : sincronização com calendários externos" ativos e se efetuar uma sincronização com calendários externos a aplicação passa a guardar a data e hora da sincronização no Log de Atividade de modo a que quando se vai "Observar o último registo alterado" o mesmo seja apresentado. PHC Contabilidade CS Extrato de conta no Plano de Contas Paralelo com várias contas No ecrã de Plano de Contas, no separador "Dados Principais" no campo "Conta no Plano Paralelo" existe a possibilidade de associar uma conta do Plano de Contas Paralelo. Se existir uma conta do Plano de Contas Paralelo que esteja associada a várias contas do Plano de Contas Geral, ao gerar o extrato, através do botão no ecrã de Plano de Contas Paralelo, a aplicação passa a apresentar nesse extrato o valor de todas as contas do Plano de Contas Geral a que essa conta esteja associada. 91

92 PHC ControlDoc CS Tratamento de s para o Sistema de Feedback O Sistema de Feedback consiste na possibilidade de se definirem regras para processamento de s provenientes do MS Outlook. Por vezes quando recebemos um o MS Outlook efetua a verificação de nomes e por isso não era possível obter o na sua plenitude, o que poderia inviabilizar as Regras para Tratamento de s, caso fizessem uso do campo na sua plenitude. Foi a pensar nesta necessidade que preparámos as Regras para Tratamento de s para conseguirem obter o campo do remetente no processamento do Sistema de Feedback mesmo quando este já foi verificado pelo MS Outlook, ou seja, as Regras para Tratamento de s passa a conseguir tratar tanto o (Ex: como o nome da pessoa do (Ex: Sara Ramos). PHC Dashboard CS Pesquisa incremental mais rápida no Monitor de Scorecards Nos dias de hoje é fundamental as organizações saberem em qualquer momento se determinados objetivos estão a ser cumpridos bem como as áreas/departamentos que não se encontram no rumo certo. Para isso, recorrem frequentemente á consulta dos seus Indicadores no Monitor de Scorecards. No entanto, num universo de centenas de registos de indicadores a pesquisa de determinado indicador no Monitor de Scorecards poderia ser um pouco lenta. Isto acontecia devido às constantes chamadas ao servidor sempre que se digitava uma letra na pesquisa por texto na árvore. A pensar nesta importante necessidade, a partir de agora no Monitor de Scorecards a aplicação passa a guardar e a pesquisar localmente os dados. Assim, o utilizador já consegue de uma forma expedita pesquisar qualquer indicador no Monitor de 92

93 Scorecards. Remover Análise Avançada de Indicador de Scorecard Nos Indicadores de Scorecards é possível associar uma análise avançada a cada indicador. Imaginemos que por lapso o utilizador engana-se e afinal não pretende associar uma análise a esse Indicador. A seguir vai tentar desassociar essa análise mas não consegue, pois a aplicação apenas permite associar a uma outra análise. Para ultrapassar esta dificuldade, a partir de agora passa a existir o novo botão "X" que vai remover a análise do respetivo indicador. Através desta nova funcionalidade o utilizador já vai conseguir desassociar uma análise avançada num registo de "Indicadores de Scorecards". Esse novo botão só está visível caso o Indicador de Scorecards tenha uma análise avançada associada. PHC Pessoal CS Novo Evento do Utilizador "AposCalcularDiasFerias" No ecrã de Eventos do Utilizador passa a estar disponível o evento "AposCalcularDiasFerias" que dá a possibilidade ao utilizador de intervir nos cálculos do nº de dias de férias dos Funcionários. Este evento corre depois dos cálculos provenientes da aplicação. Para que o valor calculado no código XBASE do Evento do Utilizador, tenha repercussões nas rotinas da aplicação, deve ser afetada a variável "m_ndiasret". Por exemplo: - Na gama Enterprise, aceder aos eventos de utilizador, criar um novo registo para o evento "AposCalcularDiasFerias". - Na expressão XBASE colocar: m_ndiasret = 25 - Ao consultar a ficha de um funcionário verifica-se que o campo "Dias de férias" do separador "Vencimentos" tem agora o número 25. Para enriquecer esta funcionalidade, também está disponível a variável "m_pno". Esta variável tem o número do funcionário (campo "NO") e irá permitir ao implementador 93

94 usar diferentes fórmulas de cálculo em função do número do funcionário. Por exemplo: - No ecrã "Campos de Utilizador", o utilizador cria um campo do tipo lógico para a tabela PE com o nome "ferias"; - No ecrã de Funcionários é efetuado uma personalização de ecrã com o objetivo de colocar o campo de utilizador criado anteriormente; - No ecrã "Eventos de Utilizador", é criado um evento fixo do tipo "AposCalcularDiasFerias" e na expressão é colocado o seguinte código Xbase: msel = " select u_ferias as marcada from pe (nolock) where pe.no = '"+astr(m_pno)+"'" if u_sqlexec(msel,"temppe") and reccount("temppe")>0 select temppe if temppe.marcada m_ndiasret = m_ndiasret+2 ENDIF ENDIF De forma geral, quando o utilizador aceder à ficha do funcionário e ativar a opção "ferias", a aplicação automaticamente acrescenta mais dois dias de férias ao funcionário, de acordo com o código Xbase definido no Evento do Utilizador. Como é visível, este evento trás mais-valias ao utilizador, porque a fórmula de cálculo pode afetar todos os funcionários, ou apenas um funcionário. Por exemplo: A empresa A quer premiar o trabalhador 5 com mais um dia de férias, então no Evento "AposCalcularDiasFerias" poderá colocar a seguinte expressão XBase: if m_pno = 5 m_ndiasret = m_ndiasret+1 ENDIF Este evento também afeta a Emissão Automática de Recibos de Vencimento. Por exemplo: - Um funcionário com a opção "Férias/Natal" é a média dos últimos 12 meses" ativa; - No ecrã "Datas para férias" com a opção "Processa as férias em unção das marcações do mês anterior" ativa; 94

95 - Ao emitir o recibo via emissão automática, verifica-se que o valor do subsídio de férias é afetado pelo valor atribuído no evento. Nota: este evento também é executado aquando da produção do IDU, assim como no ecrã de "Datas para férias" (quando é calculado o número de dias de férias que ainda pode marcar). Novo Evento do Utilizador "AposCalcularFaltas" No ecrã de Eventos do Utilizador passa a estar disponível o evento "AposCalcularFaltas" que dá a possibilidade ao utilizador de intervir nos cálculos das faltas dos Funcionários. Este evento corre sempre na Emissão Automática de Vencimentos (PRPRO) e tem como objetivo executar código XBASE depois dos cálculos provenientes da aplicação. Potencialidades do Evento "AposCalcularFaltas": - Permite incluir um ou vários funcionários; - Permite intervir nos descontos em horas e em dias; - Possibilita também intervir nas faltas por tipo. Exemplo: - O funcionário número 18 com duas faltas marcadas na tabela de "Horas extra e faltas" para os dias "Dia injustificada" e "hora injustificada" - 4 horas; - Na Emissão Automática de Vencimentos - com processamento de faltas - temos 2 registos nas grelhas "faltas por tipo" e "A descontar no ordenado em horas e dias" (separador Faltas):. Dia - injustificada; Qant.: 1. Hora - injustificada; Qant.: 1. Desc. Faltas dia Injust.; Quant.: 1; Unit ; Total: Desc. Faltas hora Injust.; Quant.: 4; Unit -5.48; Total: Criando o novo evento do utilizador "AposCalcularFaltas" com o seguinte código XBASE que altera os valores dessas "grelhas": SELECT teste IF NOT EOF() m_recteste=recno() ELSE m_recteste=0 95

96 ENDIF SELECT ftmp IF NOT EOF() m_recftmp=recno() ELSE m_recftmp=0 ENDIF SELECT prftmp IF NOT EOF() m_recprftmp=recno() ELSE m_recprftmp=0 ENDIF select teste &&cursor com os funcionários incluídos no processamento locate for teste.no = 18 &&número interno do funcionário if found() select ftmp &&cursor com os descontos em horas e em dias scan for ftmp.tststamp==teste.tststamp replace ftmp.rqtt with rqtt + 1 replace ftmp.rvu with -5 replace ftmp.re with ftmp.rvu*ftmp.rqtt endscan select prftmp &&cursor com as faltas por tipo scan for prftmp.tststamp==teste.tststamp replace prftmp.horasf with prftmp.horasf+1 endscan ENDIF select teste if not empty(m_recteste) go m_recteste ENDIF select ftmp if not empty(m_recftmp) go m_recftmp ENDIF select prftmp if not empty(m_recprftmp) go m_recprftmp 96

97 ENDIF Após a criação do Evento, se o utilizador efetuar novamente a Emissão Automática de Recibos de Vencimento, irá verificar que para o funcionário 18 obtém os seguintes valores: - Dia - injustificada; Quant.: 2 - Hora - injustificada; Quant.: 5 - Desc. Faltas dia Injust.; Quant.: 2; Unit -5; Total: Desc. Faltas hora Injust.; Quant.: 5; Unit -5; Total: -25 Estes valores têm consequente repercussão nos recibos emitidos. 97

98 PHC Digital 98

99 Todos os módulos Alterações e novidades no ecrã de entrada (login) das aplicações Digital O ecrã de entrada (login) das aplicações Digital (Intranet e Extranet), sofreu várias alterações. Passa a ser possível definir um texto de saudação conforme a hora do dia, definir instruções e continua a ser possível definir um template. E para que o ecrã de entrada seja usado nos vários devices (Tablet, Desktop e Smartphone), é detetado o formato reduzido automaticamente e assim sendo a opção para colocar em formato reduzido desaparece. Grande parte desta configuração é definida nos parâmetros. Para que seja mais fácil a sua configuração/manutenção, os parâmetros passam a conter no início do seu nome a palavra "login". Nos parâmetros da aplicação, passam a existir os seguintes parâmetros: Na Intranet: - Login: Instruções - Mensagem para aparecer no fundo do login, como por exemplo, instruções - Login: Mensagem de introdução - Mensagem para aparecer no login no topo do ecrã. Pode conter uma imagem ou logotipo. - Login: Saudação da manhã - Mensagem para surgir no topo do login. É possível colocar a hora do momento. - Login Saudação da noite - Mensagem para surgir no topo do login. É possível colocar a hora do momento. - Login: Saudação da tarde - Mensagem para surgir no topo do login. É possível colocar a hora do momento. - Login: Template - É possível usar um template para o ecrã de login - Login: Texto para nome de utilizador - Texto para o título do campo de nome do utilizador - Login: Texto para password- Texto para o título do campo de password Na Extranet - Login: Instruções - Mensagem para aparecer no fundo do login, como por exemplo, instruções - Login: Mensagem de introdução - Mensagem para aparecer no login no topo do ecrã. Pode conter uma imagem ou logotipo. 99

100 - Login: Saudação da manhã - Mensagem para surgir no topo do login. É possível colocar a hora do momento. - Login Saudação da noite - Mensagem para surgir no topo do login. É possível colocar a hora do momento. - Login: Saudação da tarde - Mensagem para surgir no topo do login. É possível colocar a hora do momento. - Login: Template - É possível usar um template para o ecrã de login - Login: Texto para cliente - Texto para o título do campo de cliente no ecrã de login - Login: Texto para nome de utilizador - Texto para o título do campo de nome do utilizado - Login: Texto para password - Texto para o título do campo de password Análises avançadas com variáveis do tipo tabela simples ou sql As análises são instrumentos importantes para se fazer uma análise do comportamento da organização no seu meio de atuação, de forma a identificar ameaças e oportunidades no mercado do seu negócio para que se possa avaliar e definir estratégias de atuação. Nas análises avançadas é possível configurar na expressão e variáveis, variáveis do tipo tabela com lista simples ou tabela com SQL. Em tabela simples basta colocar nos outros dados, a lista de opções separada por vírgula, se for tabela com SQL deve-se colocar o comando sql que retorne uma coluna com os dados a apresentar. É possível indicar se as variáveis são apresentadas em modo horizontal, ordenação por coluna, total de registos no footer e a forma de o utilizador poder definir o número de registo em cada página. As análises passam a ter a possibilidade de se definir por módulo e a qual utilizador assim como passou a mostrar as análises por grupo. Existe também uma opção para ver no fim da análise, um link para todas as análises do mesmo grupo. Aperfeiçoamento nos Mapas Definidos Um dos objetivos nesta versão do Digital, é proporcionar ao utilizador uma plataforma on-line mais simpática, intuitiva e mais funcional. Resumindo, uma solução agradável 100

101 de se trabalhar no dia-a-dia. De acordo com o pretendido, existem também novidades quanto à possibilidade de utilizar os mapas definidos. Concretizando, o utilizador pode: 1) Criar e alterar mapas definidos em diversos ecrãs; 2) Visualizar estes mapas, nas páginas onde está disponível o botão opções (com o submenu mapas); Em termos práticos, apresentam-se os itens da seguinte forma: 1) Criar e alterar mapas Um utilizador pretende criar um mapa definido para a tabela clientes, acede à página de Clientes pelo menu dgestão da intranet e clica em "Mapas" (submenu das "Opções"). Escolhe a tabela necessária e clica em criar. NOTA: O utilizador poderá ter ou não, permissões para estas operações. Tais acessos são configurados no Supervisor do PHC CS em Grupos de utilizadores. Abrir-se-á uma nova página de introdução para criação do mapa, onde deverá ser definido o nome do mapa e se for o caso, definir um filtro. Posteriormente, escolher os campos necessários, como por exemplo: Número do cliente; Nome do cliente; ( ) etc. Depois de clicar em "Adicionar campos". Será apresentado um conjunto de opções para os mesmos, na eventualidade de haver necessidade de os configurar com outras opções. O procedimento conclui-se quando pretender gravar o mapa definido. 2) Visualizar mapas definidos Com base no novo visual, quando definido nos parâmetros do sistema do CS, também tem a possibilidade de colocar o logotipo da sua empresa no topo superior esquerdo da página, estando disponível espaço de 100 pixéis de altura para a imagem. Nos parâmetros do Sistema, dever-se-á configurar o "Caminho para imagem de logotipo no navegador (Tem que reiniciar a aplicação!)" colocando o caminho da diretoria onde se encontra a imagem. Em seguida, basta ativar a opção respeitante ao parâmetro de sistema "A imagem de logotipo do navegador é gravada na Base de Dados (Tem que reiniciar a aplicação!)". Assim que a imagem esteja disponível será apresentada no mapa do digital. NOTA: Para a altura da imagem, estão reservados 100 pixéis e para a largura 101

102 será o tamanho natural da imagem. Não é recomendado usar imagens com extensão BMP com fundos transparentes, pois a imagem pode sofrer alterações. É possível visualizar qualquer mapa definido em formato pdf ou HTML. Na eventualidade de optar pelo formato HTML, deve ter em consideração que algumas formas não são suportadas, como retângulos e linhas verticais. Neste módulo, independentemente da configuração do parâmetro "O nome da empresa e o logotipo são impressos simultaneamente." (PHC CS), a impressão do mapa definido com o nome da empresa está sempre presente no mesmo. Áreas em destaque na Homepage As áreas de Favoritos, Recentes, as Minhas Opções e as Marcações passam a estar em destaque na página inicial da aplicação. Através de um clique em qualquer uma destas opções acede-se às respetivas páginas. Ainda em destaque, existem 3 colunas com informação geral, que está divida da seguinte forma: Uma coluna onde consta a Informação geral, onde se englobam as Noticias e Novidades, outra com informação do utilizador, onde se englobam Apontamentos, Tarefas, Mensagens entre outros e a outra coluna onde está visível a Informação estatística, Links e Outras opções. Arranque de workflow passa a poder pedir e obrigar a anexo se possuir PHC dcontroldoc CS Ao arrancar um workflow diretamente no PHC Digital, por vezes existe a necessidade de anexar um documento ao workflow iniciado. A pensar nesta necessidade, passa a ser possível introduzir um anexo de ControlDoc (deve possuir o módulo PHC Controldoc CS) no arranque de determinado worflow. Esta opção está disponível na Intranet, na Extranet e no Portal, existindo ainda a possibilidade de obrigar ao envio de anexo. No PHC CS no ecrã de tipos de workflow, na pagina ControlDoc foram criadas 3 novas opções:. em PHC Digital pede no arranque e grava com os dados por defeito 102

103 Esta opção é que define se no arranque do workflow é pedido ao utilizador um anexo.. Texto do pedido de ficheiro Neste local define-se o texto que se pretende que apareça ao utilizador antes da escolha do ficheiro a anexar.. obriga a envio de ficheiro Esta opção valida no arranque do workflow atrvés do PHC Digital se foi introduzido um anexo (ficheiro), no caso de não ter sido introduzido e caso esta opção esteja ativa, não é possível arrancar o workflow dando uma mensagem ao utilizador. Após o arranque do workflow, o anexo escolhido pelo utilizador fica no ControlDoc na pasta escolhida e com os dados que foram configurados na configuração do tipo de workflow na página ControlDoc. Diversas alterações nos ecrãs principais das aplicações (mainforms) De forma a visualizar de uma forma rápida e fácil quais os campos obrigatórios que determinado ecrã tem, os campos passam a apresentar um asterisco (*) nos títulos dos campos. Desta forma, o utilizador pode rapidamente visualizar quais os campos que faltam preencher permitindo maior rapidez na inserção de dados. Os campos que não são alvo de preenchimento passam a não estar visíveis ao utilizador em modo consulta, facilitando a leitura dos dados inseridos, assim como, os nomes dos campos passam a estar visíveis por cima dos campos. Também de forma a facilitar a procura pelos campos, passa a existir campos de procura obrigatórios, por exemplo, no ecrã de cliente, a opção de procurar passa a ter a funcionalidade de efetuar enter para finalizar a sua procura. As opções, favoritos e imprimir, passam a estar disponíveis nas opções. Passa também a existir a possibilidade de nas procuras o resultado ter link para todos os campos. Em todos os campos tipo memo passa a existir um botão em modo de edição para colocar o cursor no fim do texto. Da mesma forma passou a existir a possibilidade de se selecionar a linha para abrir o registo. Para simplificar a introdução de documentos, em formato ipad ou Smartphone, o botão de gravar, continuar e introduzir deixa de aparecer ao utilizador. 103

104 Estas alterações também foram pensadas para o seu perfeito funcionamento em formato ipad ou Smartphone. Funcionalidades do Digital apenas disponíveis nas gamas PHC Advanced CS e PHC Entreprise CS Com o desenvolvimento do digital foram criadas várias opções, mas algumas delas não foram colocadas em todas as gamas. As funcionalidades seguintes apenas estão disponíveis nas gamas PHC Advanced CS e PHC Entreprise CS: - Gráficos nas análises avançadas - Timer nos Snapshots - Páginas nos Snapshots - Possibilidade da mensagem das regras de utilizador pode ser um programa Mudar o visual da aplicação através de temas cromáticos Passa a ser possível definir o visual, em termos de cor, a usar na aplicação no seu diaa-dia, podendo aplicar os temas Normal, Cor ou Escuro. Mediante a configuração dos parâmetros da extranet "Tema cromático: Permite ao utilizador mudar o seu tema cromático" e "Tema cromático- Qual o tema a usar por defeito" dá a possibilidade ao utilizador de configurar o seu tema cromático, definindo no ecrã de perfil, qual o tema pretendido. Na configuração do Intranet também é possível definir também qual o tema a usar por defeito. No parâmetro "tema cromático: Qual o tema a usar por defeito" permite definir o visual em termos de cores da aplicação a ser usado, por defeito, para os utilizadores que não definirem o seu. Para que o utilizador possa usar o seu próprio tema cromático foi criado no ecrã definições, nas Minhas opções, a possibilidade de configurar o seu próprio tema cromático., para normal, cor ou escuro. Novos ícones no PHC Digital CS Esta nova versão do PHC Digital CSpassa a usar Glyphicons em vez de imagens. Glyphicons é uma biblioteca de ícones monocromáticos, criados com ênfase na 104

105 simplicidade e orientação fácil. Desta forma as aplicações ficam mais leves. Pesquisa Avançada em vez de Monitor do conhecimento O Monitor do conhecimento tem como objetivo efetuar pesquisas de informação na base de dados, assim sendo, este monitor passa a designar-se por "Pesquisa Avançada". Procura global Disponível Passa a estar disponível, no cabeçalho uma opção de Procura que permite efetuar pesquisas em todos os campos de todas as tabelas do digital. Os campos para pesquisa são criados nos objetos internos como atalhos. Exemplo de uma procura na Intranet por nome dos contactos do CRM: Configuração do objeto interno: Form onde o campo será colocado: cindex Local do ecrã onde será adicionado: atalho Tipo de campo: caracter Tabela: em Url de destino da procura:../mer/emform.aspx Também nesta Procura do cabeçalho é possível procurar nos contactos pessoais da Intranet, para tal basta ativar o parâmetro: Na homepage aparece a procura de contactos. Várias opções de visualização da Agenda A Agenda de Marcações é onde o utilizador pode colocar e gerir os seus compromissos pessoais e profissionais e encontra-se em Menu» Minhas Opções» Agenda. Passam a existir várias opções de visualização da Agenda, que o utilizador pode ajustar conforme as suas necessidades. É possível selecionar "Só as marcações", 105

106 "Semana Completa", "Semana de Trabalho" ou "Diário". Seja qual for a forma de visualização pretendida, o calendário encontra-se sempre visível, para facilitar a sua introdução ou consulta da sua nova marcação. Vários tipos de Snapshots com gráficos A forma mais eficiente de apresentar informação com vista a ser rapidamente interpretada pelos utilizadores, no que toca às conclusões a retirar desta, é a forma gráfica. Esta permite que o utilizador identifique muito rapidamente uma tendência, um ponto de rutura, uma oportunidade. Dentro dos snaphots que a aplicação já possui foram efetuadas algumas melhorias. Passa a existir vários tipos de snapshots com possibilidade de definir gráficos, como por exemplo: - Normal - Número grande - Número grande + Mini gráfico linhas - Número grande + Mini gráfico Barras - Número grande + Mini gráfico Tarte - Número + Gráfico Linhas - Número + Gráfico Área - Número + Gráfico Barras Vertical - Número + Gráfico Barras Horizontal - Dois números comparados - Número grande e percentagem - Dois números independentes - Número + Gráfico anel - Número + Gráfico tarte E para que a informação esteja sempre atualizada é possível definir Painéis de snapshots com um timer para que esta se atualize sozinha. Desta forma poderá colocar na querystring do URL, que chama os snapshots, o texto &timer=10000&disp=1, onde o valor de timer são os milissegundos de atualização. Neste caso seriam 10 segundos (com esta opção retira o header da página, deixando apenas os snapshots). Esta opção torna-se útil para um gestor que pretende ter sempre visível num monitor 106

107 toda a informação atualizada. Este tipo de apresentação, de snapshots, também é muito útil para apresentar a informação em ecrãs gigantes em salas com a apresentação de vários tipos com gráficos pequenos e grandes. Desta forma também é possível, visualizar vários snapshots na entrada da aplicação, e para que possa manualmente atualizar os dados passa a estar disponível o botão de refrescar, ou seja, é possível atualizar os dados dos snapshots. Visualização em vários dispositivos Umas das novidades desta versão é a possibilidade de visualização em vários dispositivos, ou seja, o utilizador pode utilizar o digital em várias aplicações com ecrãs de tamanhos diferentes, uma vez que os ecrãs passam a redimensionar consoante o dispositivo utilizado. Foram revistas as cores, tamanhos de textos, análises, entre outras características. A aplicação passa a ser corretamente consultável em: - Ipad, desktop e smartphone - Firefox, chrome e IE no desktop - Em IOS e Android em tablets - Em IOS, Android e Windows Phone em smartphones Nota: Esta melhoria foi aplicada tanto no intranet como no extranet. PHC dcontroldocinterno CS Melhoramentos na pesquisa nas opções avançadas Na gestão documental, se o utilizador pretender pesquisar tem as opções "opções avançadas" e a opção "Clique aqui para observar". Estas opções passam a estar mais óbvias com separação de opções de resultados. Para pesquisar um anexo deverá clicar na opção "Opções avançadas". Esta opção passa a ter as opções ocultas, e ao selecionar permite escolher dois tipos de visualização: por tabela ou por pasta. Ao colocar um texto e carregar na opção "Clique aqui para observar" a aplicação vai efetuar a procura. 107

108 PHC dfront CS Configurar o ficheiro web.config com autenticação O Web.config passa a permitir configurar o seu de forma a que o utilizador além do envio do localmente, possa também ter a possibilidade de realizar uma configuração com um servidor de remoto, com ou sem "Secure Sockets Layer" (SSL). O protocolo SSL provê a confidencialidade (privacidade) e a integridade de dados entre duas aplicações que comuniquem pela Internet. Isto ocorre através da autenticação das partes envolvidas e da cifra dos dados transmitidos entre as partes. Esse protocolo ajuda a prevenir que intermediários entre as duas pontas da comunicação tenham acesso indevido ou falsifiquem os dados transmitidos. Para isso, foram criadas quatro chaves a usar no web.config. As chaves são: <add key="smtpuser" value=""/> Que Permite configurar o utilizador, exemplo: <add key="smtppassword" value=""/> Palavra Chave do utilizador. <add key="smtpport" value=""/> Porta de autenticação do servidor de , ex. 587 <add key="smtpssl" value=""/> Autenticação Segura, se o servidor usa este tipo de autenticação. Esta chave deverá conter o valor de "1" para que se realize a autenticação com segurança e vazio se não se realizar. Listagem dos 50 artigos recentemente encomendados Nas encomendas ou em outros documentos (dossiers) ao adicionar um artigo, o utilizador poderá consultar e encomendar novamente, com base nos últimos artigos recentemente encomendados. Agora, tornou-se possível visualizar uma listagem dos últimos 50 artigos por data de encomenda, com ou sem restrição por estabelecimento. O utilizador dispõem de um novo botão "Últimos artigos encomendados" na listagem de artigos, tanto nas encomendas como nos dossiers, que permite efetuar uma pesquisa. Ao clicar nesse botão, será apresentada uma listagem com os últimos 50 artigos encomendados e assim poderá aproveitar esta nova funcionalidade sempre que desejar, para mais rapidamente realizar uma encomenda tendo por base os últimos artigos encomendados. 108

109 A listagem apresentada estará organizada por ordem alfabética, por cada data e mediante a encomenda. A restrição é configurada na aplicação CS, em "Utilizadores de clientes", no separador "Dados Principais", mediante o valor lógico da opção "Este utilizador no dfront só tem acesso a documentos do estabelecimento especificado". Se o utilizador ativar a opção referida, a consulta só irá conter apenas artigos do estabelecimento especificado. Caso contrário, se a mesma opção estiver desativada, a consulta irá apresentar todos os artigos encomendados de todos os estabelecimentos associados ao cliente. Pagamentos por subscrição PayPal Uma empresa da área serviços comercializa entre outros produtos "Digital Goods", ou seja, produtos de vertente digital. Estes produtos são comercializados com uma determinada periodicidade que poderá ser um mensal ou anual, por exemplo. A empresa deseja que os seus clientes possam pagar estes produtos via subscrição de Paypal. Além disto como a empresa oferece um leque vasto de produtos de vertente digital, em qualquer altura o cliente pode modificar o seu contrato subscrevendo mais ou menos produtos sendo que a subscrição deverá ser novamente aceite pelo cliente. Ainda não existe na aplicação PHC CS este tipo de pagamentos (subscrição), pretendendo-se que esta seja uma possibilidade para o utilizador (cliente). Desta forma foi implementada a funcionalidade da aplicação prover pagamento por subscrição Paypal. O documento de faturação passa a integrar na sua configuração se é um documento passível de ser pago via subscrição. No Extranet os utilizadores (clientes), do mesmo modo que já possuíam o botão "pay now" para efetuar o pagamento por Paypal passam a ter também o botão de "subscribe". Ao efetuar clique no botão de subscribe o utilizador tem a possibilidade de verificar o contrato e o valor que irá pagar, que é o valor do documento de faturação. Para este desenvolvimento foi adicionado campos referentes ao PAYPAL no ecrã de "Instalações" no módulo de "Suporte" onde o utilizador decide se essa inscrição permite subscrições via PayPal e quais os períodos a sua periodicidade, bem como o acordo de subscrição que por defeito é idêntico ao parâmetro geral "PAYPAL - Acordo 109

110 de subscrição. Essas instalações poderão dar origem a documentos de faturação. No ecrã de documentos de faturação, os documentos de faturação que tenham sido criados a partir de uma instalação passam a ter no separador de "Dados de Tesouraria" dados informativos de PAYPAL. No ecrã de "Emissão automática de faturação" foi adicionado um novo campo de seleção "na preparação se o documento tem subscrição ativa, só mostra os pagos" e caso esta opção esteja ativa ao escolhermos as instalações para dar origem a documentos de faturação os documentos de faturação que seriam passíveis de serem emitidos serão alvo de verificação no Paypal de pagamento já efetuado. Caso não esteja ativa a opção, a verificação apenas será realizada aquando a emissão real de faturação. Para emissão dos documentos de faturação das instalações, não recorrer à internet para verificar se a subscrição ainda se encontra ativa, assim a opção "Não acede à internet para verificar se possui subscrição ativa" deverá estar ativa. Desta forma permite uma maior performance no funcionamento da aplicação. Para que os documentos sejam passíveis de serem pagos via Paypal ou subscrição Paypal a série de faturação terá que estar configurada como "Digital: Permite pagamento via PAYPAL". Quando já existe um documento de faturação subscrito pelo utilizador os próximos documentos de faturação não serão passíveis de serem pagos na Extranet. Se a subscrição Paypal do cliente foi cancelada por alguma razão então os novos documentos de faturação gerados a partir da instalação serão apenas passíveis de serem pagos via pagamento direto. Documentos anteriores relativos a uma subscrição que foi cancelada e sobre os quais ainda não haja pagamento serão também eles modificados para permitirem apenas pagamento direto. Ao ser emitido os recibos automáticos de c/c de clientes, passou a existir um novo campo de seleção: "verifica existências de pagamentos via PAYPAL". Caso este campo de seleção esteja ativo a aplicação só emite o recibo de uma fatura já previamente paga e verificada como tal no PAYPAL. Caso tenha selecionado um outro tipo de faturas o processamento de recibos mantem-se inalterado. 110

111 Foi adicionado um novo ecrã "Subscrições Paypal" (Gestão - outras opções de cliente) onde o utilizador pode visualizar todos os registos de subscrições de existente e todos os registos de transações existentes dessa subscrição. Pode também atualizar ou cancelar essa subscrição. Nota: - Por defeito o parâmetro geral: "PAYPAL - Acordo de subscrição" tem o valor preenchido: "Acordo de Subscrição" - No ecrã de Faturação os campos de PAYPAL são só de leitura. - Ao gravar uma Instalação caso essa instalação esteja a ser autorizada para subscrição via PayPal o campo de Acordo de subscrição esteja vazio a aplicação ao gravar o registo mostra a mensagem: "Desculpe mas não pode gravar uma instalação que permita a subscrição via Paypal e que não tenha preenchido o Acordo de subscrição." Procurar artigos e serviços por descrição técnica Quando se pretende fazer uma encomenda e de forma que se consiga consultar artigos por campos diferentes do previsto no Dfront, passa a ser possível definir os campos de pesquisa dos artigos (tabela st e stobs) quando é realizada uma encomenda. O utilizador define nos parâmetros da intranet, em dfront, a opção "Campos de pesquisa no stvlist" Exemplo: st.ref,st.design,st.usr1,st.usr2,st.familia,stobs.stobs Assim o utilizador tem a possibilidade, depois de definidos os campos que deseja consultar, realizar a consulta sobre esses campos. Exemplo: Na página stvlist, digitar na caixa de procura "be". A pesquisa irá ser feita nos campos "st.ref,st.design,st.usr1,st.usr2,st.familia,stobs.stobs", definidos nos parâmetros anteriormente. Se não estiverem definidos no parâmetro "Campos de pesquisa no stvlist" será visualizada a seguinte informação: Não foi definido no parâmetro os campos de pesquisa no stvlist para a tabela st e stobs. 111

112 PHC dgestão CS Controlar a data nos Movimentos de Artigos A aplicação permite efetuar o controlo de Movimentos de Stocks, ou seja, o utilizador pode indicar se pretende que até determinada data seja possível ou não introduzir, alterar ou apagar um determinado movimento. Este controlo passa a estar disponível também no Digital (Movimentos de Artigos). Para tal, deverá ter em conta o Parâmetro Geral na aplicação: "Data fechada nos docs. de faturação, compras, recibos, pagamentos, adiantamentos, processos e docs. de tesouraria", onde definirá uma data para efetuar o controlo. Se o parâmetro tiver uma data superior à data do movimento, sempre que tentar introduzir, alterar ou apagar um movimento de artigo, inserido a partir deste ecrã, será impossibilitado de efetuar o registo. Se o parâmetro tiver uma data inferior à do movimento, sempre que tentar introduzir, alterar ou apagar um movimento de artigo, inserido a partir deste ecrã, ser-lhe-á permitido. Se o parâmetro estiver a vazio significa que não está a utilizar o controlo de data e poderá introduzir, alterar ou apagar registos independentemente de datas. Definir o número de descontos nos documentos Quando o utilizador pretende definir o número de descontos que utiliza na linha para os dossiers internos e para os documentos de faturação, para que sejam visíveis através do módulo PHC dgestão CS, ou seja intranet e extranet, o utilizador tem que definir qual o número de descontos nas linhas para os dossiers internos e documentos de faturação: Quando se trata de um Dossier Interno, a opção que se configura é: "Número de descontos que utiliza nas linhas (0-6)", situada nas opções de configuração do respetivo Dossier. Para configurar o número de descontos nas linhas dos documentos de faturação deverá ser configurado o Parâmetro do Sistema: "Número de descontos nas linhas de documentos de facturação (0 a 6)". 112

113 Em termos práticos, para que sejam visíveis através da intranet: 1) Os descontos em Dossiers Internos é necessário configurar previamente na aplicação PHC CS, a opção da configuração do dossier interno: "Número de descontos que utiliza nas linhas (0-6))". Ao definir este parâmetro com o número um, por exemplo, o comportamento configurado permite que no digital, no dgestão, nesse dossier interno seja adicionado uma coluna com o desconto definido. 2) Os descontos em documentos de faturação é necessário configurar previamente na aplicação PHC CS, O parâmetro de sistema: " Número de descontos nas linhas de documento de faturação(0-6)". Ao definir este parâmetro com o número três, por exemplo, o comportamento configurado permite que no dgestão, nos documentos de faturação sejam adicionadas três colunas com os descontos definidos. Os mesmos comportamentos configurados verificam-se para o extranet tanto a nível de dossiers internos como de encomendas. Ecrã de Moradas de Carga e Descarga O utilizador pretendia criar um local de carga ou descarga de modo a associar esse registo a um Documento de Transporte no PHC Digital, no entanto apenas conseguia criar registos no PHC CS. A pensar nesta necessidade, passa ser possível criar moradas de carga e descarga na Intranet, através de uma nova tabela no dgestão ou dnegócio. Esta tabela é constituída pelos campos: Descrição, Origem, Nome, Número, Morada, Código Postal, Distrito, Localidade e País, sendo os campos: Descrição, Nome, Número, Morada, Código Postal, Localidade e País de preenchimento obrigatório. No campo Origem é possível criar moradas associadas à empresa, utilizando a opção "Outras", ou moradas associadas a Clientes, Fornecedores, Contactos e Entidades, escolhendo a opção correta. Passa a ser possível também preencher outros dados referente à moradas, nomeadamente os campos referente ao contacto, Número de Telefone, Número de telemóvel, Fax, e Observações. Ao eliminar um registo se o mesmo tiver referenciado num Documento de Faturação ou num Dossier Interno, a aplicação proíbe a eliminação e é apresentada uma mensagem ao utilizador. 113

114 Imagem de Artigo no ecrã de consulta de artigos No ecrã de artigos (stview) passou a ser possível visualizar a imagem que existe para cada artigo, definida no ecrã de stocks, desde que esta se encontre gravada na base de dados. Nos ecrãs de consulta de artigos (stlist e stvlist) é assim possível ver uma coluna com a imagem que está definida no ecrã de stocks. Para isso é necessário ativar os parâmetros "Tem coluna de imagem no stlist" e "Tem coluna de imagem no stvlist". Configuração: Deve ser colocada uma chave no webconfig, com o nome "stimagens_dir" que serve como cache de imagens e deve servir unicamente para esse fim. Exemplo: add key="stimagens_dir" value="../pimages/stimg"/ É possível configurar o tamanho da imagem para os ecrãs de consulta (stlist e stvlist), em pixéis através de duas chaves no webconfig com os nomes "stimagens_height" e "stimagens_width". Se escolher apresentar imagem nos ecrãs de listagem o valor por defeito do height e widht da imagem é de 50. Exemplo: add key="stimagens_height" value="50"/ add key="stimagens_width" value="50"/ Possibilidade de definir o Motivo de Isenção nos ecrãs de Clientes e Stocks Por vezes o utilizador pretendia definir o Motivo de Isenção de imposto no ecrã de Clientes, Stocks e Faturação no PHC Digital sem ser obrigado a aceder ao PHC CS. A pensar nesta necessidade, foi criada a possibilidade de definir os Motivos de Isenção de imposto no ecrã de Clientes, Stocks e nas linhas do Documento de Faturação no dgestão. No ecrã de Clientes o campo do Motivo de Isenção de imposto passa a estar disponível no separador Dados Financeiros. Ao selecionar a lista de motivos, passa a ser apresentada a lista de todos os Motivos de Isenção existentes. 114

115 No ecrã de Artigos e Serviços, disponível através da opção Stocks, o campo do Motivo de Isenção de imposto passa a estar disponível no separador Dados Financeiros. Ao selecionar a lista de motivos são apresentados todos os Motivos de Isenção existentes. No ecrã de Documentos de Faturação passa a ser possível definir o Motivo de Isenção do imposto nas linhas do Documento. Para que seja permitido pela aplicação a utilização dos Motivos de Isenção nas linhas de uma Fatura é necessário que no PHC CS, na configuração de Documentos de Faturação tenha ativa a opção "Utiliza Motivo de Isenção de Imposto nas Linhas". Ao criar um novo registo passa a surgir uma coluna com a descrição "Opções" e ao clicar nesta coluna a aplicação passa a navegar para um novo ecrã possibilitando a definição do Motivo de Isenção na linha do Documento associado ao artigo. Nesta nova página passam a existir também as opções Tem Ecovalor e Não calcula Ecovalor. Possibilidade de poder gerar as referências multibanco (Easypay) A funcionalidade de Referências Multibanco/Easypay já existente no CS passa a estar disponível no Intranet. Quando o documento de faturação está configurado com a opção "Utiliza Referências Multibanco/Easypay", no ecrã de Faturação passa a estar disponível o separador "Dados Multibanco" e o botão "Gerar MB". No separador "Dados Multibanco" encontram-se os campos específicos para esta funcionalidade, como a referência, a entidade, o valor a pagar, entre outros. Estes novos campos são editáveis para permitir ao utilizador preenchê-los quando ainda não finalizou o processo de adesão com a Easypay (no entanto já foram disponibilizadas referências multibanco). O botão "Gerar MB" está disponível apenas na consulta do registo. A referência apenas é gerada se o utilizador tiver o acesso Internet.Alterar ao tipo de documento escolhido. Ao gravar um novo documento para um cliente configurado com a opção "Gera Referências Multibanco automaticamente", a aplicação chama o serviço da Easypay para pedir a referência multibanco. Caso o valor a pagar não esteja preenchido, a aplicação utiliza o valor total do documento menos o valor dos adiantamentos. Ao alterar um documento, caso altere o campo de valor a pagar e a referência multibanco já tenha sido preenchida anteriormente, a aplicação indica ao utilizador que a referência já foi gerada e pergunta se deseja continuar. Se sim, a referência multibanco é apagada e o utilizador deve clicar no botão para gerar uma nova 115

116 referência, caso deseje. Se indicar que não, a gravação é cancelada e são perdidas as alterações efetuadas. Quantidades e unidades alternativas nas linhas das Faturas e Dossiers No CS é possível criar Documentos de Faturação e Dossiers Internos com registo das quantidades alternativas e unidades alternativas nas linhas dos Documentos. Isso é possível nos Documentos configurados com a opção "Mostra quantidade alternativa nas linhas" ativa. Se o utilizador quisesse criar Documentos com as quantidades e unidades alternativas no Digital, não o conseguia fazer. O Digital passou assim a ter esta mesma funcionalidade. Os Documentos de Faturação e Dossiers Internos configurados no CS com a opção "Mostra quantidade alternativa nas linhas" ativa, permitem depois no Digital criar Documentos de Faturação e Dossiers Internos com as colunas de quantidades alternativas e unidades alternativas. Agora no Digital, no ecrã de Documentos de Faturação ou Dossier Interno, ao clicar em introduzir, preencher os dados necessários à Fatura ou Dossier e adicionar um artigo, na linha do Documento aparecerá as duas colunas de quantidades e unidades alternativas, desde que o Documento esteja configurado para isso. Apenas terá de preencher os dados necessários na linha do Documento e depois gravar o mesmo. PHC dintranet Passa a ser possível associar notas a contactos pessoais O Bloco de Notas permite apontar vários tipos de notas pessoais, possibilitando a sua consulta organizada. Mas existia a necessidade de poder associar uma determinada nota a um contato pessoal existente. Quantas vezes acedia ao bloco de notas, onde possuía determinada nota para ligar a uma determinada pessoa, e a seguir tinha que aceder aos contactos pessoais, para aceder ao contactos dessa pessoa. 116

117 Atendendo a esta necessidade foi criado o campo "Contato Pessoal", no Bloco de Notas. Desta forma, ao aceder à respetiva nota, pode associar um determinado contato e navegar diretamente para o mesmo. Na opção de contatos pessoais passa também a ser possível visualizar a lista de notas associadas ao contacto. Possibilidade de selecionar e navegar para outros registos O utilizador tinha a necessidade de selecionar um registo independentemente da coluna nas várias listagens existentes no digital. Na versão anterior apenas era possível a selecção de um registo de uma determinada listagem, na coluna mais á esquerda com o nome do cabeçalho "Ver". Agora na maioria das listagens, em qualquer coluna é possível fazer a seleção e navegar para outros registos. Um exemplo de utilização: O utilizador pretende consultar a familia de artigos de um determinado artigo. No intranet, em dgestão abrir "Familias de Artigos" e selecionar "Artigos da Família". O utilizador já não tém a necessidade de clicar no ícone que fica na coluna á esquerda com o nome do cabeçalho "Ver". Poderá selecionar o registo também pela coluna "Referência", "Designação", "Pre.Unitário" ou mesmo "Quantidade". Esta alteração permite uma experiência mais rápida e e eficaz para utilizadores de dispositivos móveis em que o espaço é menor, que pretendem navegar nas listagens,sendo assim uma mais valia para estes utilziadores. PHC dsupervisor Framework Digital: opção para log de código de utilizador Na utilização da framework do Digital, por exemplo, Eventos e Scripts, por vezes não se consegue facilmente determinar que código de utilizador está a provocar determinado problema ou que erros estão a ser provocados. De forma a colmatar esta necessidade, foi criado o Log de Código de Utilizador. 117

118 Este log é constituído por uma tabela, onde é guardada a informação relevante do código de utilizador que corre em determinado local para os seguintes tipo de código que se podem definir em:. Análises Avançadas, quando a expressão é um programa;. Gráfico da Análise Avançada, quando a expressão é um programa;. Snapshot da Análise Avançada, quando a expressão é um programa;. Interatividade da Análise Avançada;. Eventos, quando executa um programa interno;. Eventos, quando executa um para o "Para", "C/c","Assunto","Conteúdo" quando as expressões são programas;. Opções de Ecrã;. Regras de utilizador;. Regras de Workflow;. Scripts;. Valores por defeito. Este log pode ser gerido de duas formas:. Nos parâmetros do Intranet: Configuração Geral, parâmetro "Usa Log de Código de Utilizador". Nas opções de Configuração também foi criada a opção "Apagar registos do Log de Código de Utilizador com mais de 24 horas". Esta opção, como o próprio nome indica, apaga os registos da tabela de log com mais de 24 horas. Caso tenha a key no web.config: "SESSIONERROR" com "S", além deste parâmetro, quando executa código de utilizador, a aplicação acrescenta no fundo da página o texto "Log de código de utilizador:" seguido de informação respeitante ao código executado, como o tipo, o identificador e o URL. De forma a facilitar o trabalho de implementação na Intranet, o identificador é um link que permite navegar para o código executado. Em alguns ecrãs, foi criado o botão Consultar Log. Ao clicar neste botão, a aplicação chama um ecrã de Consulta de Log de Código de Utilizador e preenche o tipo de código e o identificador do código de acordo com o registo em consulta. Os ecrãs são os seguintes:. Análises Avançadas;. Eventos;. Opções de ecrã;. Regras; 118

119 . Scripts;. Valores por defeito. O ecrã de Consulta de Log de Código de Utilizador também pode ser acedido pelo menu Framework. Uma das informações mais úteis que pode ser consultada é o tempo de execução do código de utilizador. Caso ocorra algum erro ao executar o código, este fica guardado e pode ser consultado na coluna "Erro". PHC dsuporteinterno CS Impressão de Pedidos de Assistência e Intervenções Técnicas Atualmente, tornou-se possível imprimir em qualquer local e altura do dia, um registo de "Pedidos de Assistência Técnica" ou "Intervenções técnicas". Ao desenhar o IDU no ecrã de "Pedidos de Assistência Técnica", assim como no ecrã de "Intervenções técnicas" o utilizador passa a dispor do mesmo no dsuporte. Para isso, nos respetivos ecrãs de "Desenho de IDU (Assistência Técnica)" e "Desenho de IDU (Intervenções Técnicas)", no separador "Opções avançadas" é necessário definir no(s) IDU(S) que se pretendem imprimir, ativando a opção "Este IDU está disponível no Digital". Com a opção supracitada ativa, quando o utilizador está a desfrutar das funcionalidades dsuporteinterno, e pretende imprimir um registo de um "Pedido de Assistência Técnico" ou uma "Intervenção Técnica" a aplicação passa a mostrar um ecrã intermédio onde se pode selecionar qual o desenho de IDU que se quer imprimir. Introduzir Pats e Intervenções Técnicas para técnicos ativos Ao introduzir uma internvenção ou um pat, ao seleccionar o técnico eram listados todos os técnicos existentes, esta listagem por vezes era muito extensa e complexa na seleção do técnico. A pensar nesta necessidade, ao selecionar um técnico na introdução de uma intervenção, irá surgir uma listagem, onde apresentará apenas os técnicos definidos como ativos. Ou seja, tanto na introdução de pedidos de assistência como nas 119

120 intervenções técnicas a opção de escolha dos técnicos para determinada assistência e/ou intervenção restringe-se apenas aos técnicos que têm o seu estado definido Pelo exemplo que se apresenta: Técnicos ativos: João, Manuel, Gabriel. Técnicos inativos: António, Maria. Neste caso, quando for introduzido um Pedido de Assistência Técnico ou uma Intervenção Técnica, a listagem de técnicos possíveis são o João, o Manuel e o Gabriel. Sistema de Gestão de Pontos Para melhorar o atendimento a Pedidos de Assistência e a sua organização passa a surgir no módulo PHC Suporte CS um sistema de gestão de pontos. Este sistema tem como objetivo a atribuição de um conjunto de pontos ao cliente, que por sua vez poderá usufruir de um atendimento prioritário no atendimento. O PHC Digital foi também provido das funcionalidades de controlo de pontos que serão debitados ao introduzir ou ao encerrar um Pedido de Assistência, com base em dois fatores: prioridade e tipo de técnico. No ecrã de Pedidos de Assistência, foram efetuadas as seguintes alterações: - Na Extranet e Intranet, passam a existir duas opções para "Prioridade" e "Tipo de Técnico", sendo os campos utilizados na Matriz de Pontos, para recolha do número de pontos a creditar ou debitar ao fechar este pedido; - Na Intranet, foram criadas novas opções para definir o Movimento de Pontos usado. Se o número de pontos configurado no Código de Movimentos for zero e não tiver a opção "Pode definir pontos ao atribuir?", o número de pontos será calculado com base na Matriz de Pontos para a prioridade e tipo de técnico definido. Ao criar novo registo, atribui o Movimento de Pontos definido no parâmetro "Código de movimento de pontos a debitar nos Pedidos de Assistência". Ao gravar, é validado se o Cliente tem pontos suficientes para realizar movimento, impedindo a gravação se não tiver. - Na Extranet, o utilizador não poderá modificar a prioridade ou o tipo de técnico caso o pedido já possua técnico atribuído. 120

121 PHC Manufactor Executive PHC Manufactor Platform CS Mostra apenas os tipos de eventos possíveis no Diário de Trabalho (modo básico) Ao criar um Evento de Utilizador para o ecrã de Diário de Trabalho (modo básico) eram apresentados todos os tipos eventos existentes, mesmo os tipos de eventos que não existem para este ecrã. A partir de agora ao criar um Evento de Utilizador para o ecrã de Diário de Trabalho (modo básico) passam a estar disponíveis apenas os seguintes tipos de eventos: "Introduzir", "Apos_Clicar_Novo", "Alterar", "Apagar", "Consultar", "Apos_Arranque_Ecran" e "Apos_Sair_Ecran". 121

122 PHC Manufactor Executive, PHC Manufactor Manager 122

123 Todos os módulos Maior controlo de acesso ao movimento "Inicialização stock" Quando um utilizador já tem o PHC CS e adquire posteriormente o PHC Manufactor CS com o propósito de ligar as duas aplicações, pode optar por não efetuar a passagem de todos os movimentos de stock anteriores, criando um movimento "Inicialização stock" por artigo/armazém com o valor de stock à data. Contudo, no ecrã de Movimentos de Stock verificava-se que o tipo de movimento "Inicialização de stock" estava disponível para criar registos deste tipo, quer o PHC Manufactor CS tenha ou não ligação com o PHC CS. Este tipo de movimento apenas faz sentido caso exista ligação com o PHC CS. Tendo em conta esta necessidade, a partir de agora, caso exista ligação ao PHC CS, no ecrã de Movimentos de Stock, o tipo de movimento "Inicialização stock" aparece na lista mas é apenas de leitura, ou seja, o utilizador não pode criar registos deste tipo. Caso não exista ligação ao PHC CS a aplicação não apresenta na lista de movimentos de stock o movimento "Inicialização stock". Através desta novidade o utilizador consegue ter uma perceção muito mais transparente das funcionalidades existentes entre as duas aplicações. PHC Manufactor Manutenção CS Melhoria no Monitor de Pedidos de Manutenção O Monitor de Pedidos de Manutenção está agora mais perceptível. Foi melhorado o espaçamento e o tamanho dos campos, assim como o campo "Componente Centro Trabalho" passa a ter a denominação "Componente" e o respetivo texto de ajuda apresenta a sua explicação. 123

124 PHC Manufactor Moldes CS Conceito de Multicavidade na Emissão automática de ordens de fabrico Quando se trabalha com moldes, ao confirmar várias ordens de fabrico a aplicação permite agrupar em operações gémeas as operações que contenham os mesmos moldes e que sejam realizadas no mesmo centro de trabalho. Deste modo as operações são realizadas em simultâneo desde que os moldes não excedam o número de cavidades disponíveis. Todavia, esta funcionalidade não existia na Emissão automática de ordens de fabrico. Exemplo: O utilizador gerava as ordens de fabrico a partir de encomendas de clientes e automaticamente dentro desta opção, coloca as ordens de fabrico em planeamento (confirmadas agendadas) Ao gerar e confirmar as ordens de fabrico selecionadas, a aplicação não tinha forma de verificar as operações que utilizam moldes de modo a ser possível tornar operações gémeas. Operação 1 (10 min) para produzir o artigo A Operação 1 (10 minutos) para produzir o artigo B Ambas as operações estão a utilizar o molde A. Ao efetuar a Emissão automática de ordens de fabrico a aplicação sugere duas ordens de fabrico com colocação em planeamento separadas, cada uma com 10 min e o que vai totalizar 20 minutos. A pensar nesta importante necessidade, passa a ser possível trabalhar com na Emissão automática de ordens de fabrico, ou seja, depois de preparar as ordens de fabrico, nas opções de calendarização passa a existir a nova opção "Averiguar operações gémeas (de artigos MOLDES)". Através desta nova funcionalidade ao planear as ordens de fabrico selecionadas, se esta opção estiver ativa, a aplicação vai verificar para operações que utilizem os mesmos moldes e que estejam previstas para o mesmo centro de trabalho se é possível agrupá-las, desde que não ultrapassem o número de cavidades máximas por 124

125 molde. No caso das operações que possam ser agrupadas irão ser planeadas como uma única operação. Conceito de Multicavidade no MRP Ao trabalhar com moldes, confirmar várias ordens de fabrico a aplicação permite agrupar em operações gêmeas as operações que contenham os mesmos moldes e que sejam realizadas no mesmo centro de trabalho. Deste modo, as operações são realizadas em simultâneo desde que os moldes não excedem o número de cavidades disponíveis. Contudo, no cálculo do MRP não existe esta funcionalidade, exemplo: Existe o artigo de moldes: MB com nº cavidades=4 Existem os seguintes artigos de fabrico com as seguintes operações com moldes: Artigo de fabrico F1: - operação "corte" (5min) - operação "moagem" (5min) com o molde "MB" com nº cavidades=1 Artigo de fabrico F2: -operação "corte" (5min) -operação "moagem" (5min) com o molde "MB" com nº cavidades=1 Artigo de fabrico F3: -operação "corte" (5min) -operação "moagem" (5min) com o molde "MB" com nº cavidades=1 Cria-se um plano de produção com os 3 artigos de fabrico. No cálculo do MRP serão sugeridas seis operações distintas, cada uma com 5 min e o que vai totalizar 30 minutos. A pensar nesta importante necessidade, passa a ser possível trabalhar com multicavidade no cálculo do MRP, ou seja, passa a existir a nova opção "Averiguar 125

126 operações gémeas (de artigos MOLDES)". Ao calcular o MRP se esta opção estiver ativa, a aplicação verifica para operações que utilizem os mesmos moldes e que estejam previstas para o mesmo centro de trabalho se é possível agrupá-las, desde que não ultrapassem o número de cavidades máximas por molde. No caso em que as operações possam ser agrupadas serão então planeadas como uma única operação. De acordo com o exemplo anterior: Ao calcular o MRP com a nova opção "Averiguar operações gémeas (de artigos MOLDES)" ativa a aplicação vai propor as seguintes operações gémeas: Artigo F1, op. "moagem", molde "MB" Artigo F2, op. "moagem", molde "MB" Artigo F3, op. "moagem", molde "MB" Estas operações ficam ambas a ocupar o mesmo período de tempo, ficando assim um total de 20 minutos (15 minutos das operações "corte" e 5 minutos para as 3 operações gémeas "moagem"), o que é bastante vantajoso pois os artigos demorarão muito menos tempo a serem fabricados. Existem algumas regras a ter em consideração: - O planeamento é feito pela ordem de que o MRP envia os dados, pelo que a verificação de operações gêmeas segue a mesma ordem. - Não é possível tornar operações gêmeas operações da mesma ordem de fabrico - Não é possível tornar operações gêmeas operações de ordens e subordens de fabrico (encadeadas) Através desta nova funcionalidade, após calcular o MRP com a nova opção, na página "Propostas Fabrico", ao clicar na seta azul da coluna "Operações", na lista de operações passa a aparecer o campo "Op. Gémea". Quando este campo aparece ativo quer dizer a aplicação tornou gémea a operação. Na lista de operações passa a estar também disponível a nova página "Operações Gémeas" que informa o utilizador quais os moldes que são utilizados por operações gémeas bem como o número de cavidades. Após calcular o MRP com a nova opção, ao selecionar uma proposta de fabrico a aplicação automaticamente seleciona as restantes propostas de fabrico gémeas. Por último, ao criar as ordens de fabrico marcadas na grelha (através do respetivo botão), as operações gémeas das propostas ficam também com as operações gémeas 126

127 associadas nas ordens de fabrico criadas. Grelha de artigos para operações gémeas na Ficha Técnica de Artigos Até agora uma operação poderia ser gêmea de outra operação desde que utilizasse os mesmos moldes, fosse realizada no mesmo centro de trabalho e o número de cavidades utilizada pela soma das operações não ultrapassassem o número de cavidades do molde. Contudo, existem circunstâncias em que estas validações não são suficientes para o processo produtivo, ou seja, podem existir dois produtos que apesar de utilizarem os mesmos moldes não podem ser produzidas em conjunto devido às suas características, ou vários produtos que utilizam os mesmos moldes mas existem apenas dois produtos que apenas podem ser agrupados em operações gêmeas entre si e não com os restantes produtos. Especificando: Uma unidade fabril trabalha com artigos de fabrico que utilizam moldes e necessitam de ir ao forno a diferentes temperaturas. Os moldes são os mesmos pois necessita de controlar o uso em simultâneo destes e o número de horas de utilização. A fábrica produz artigos de vidro diferentes que pela sua forma utilizam o mesmo molde, no entanto, o que varia é a temperatura de cozedura para cada artigo a fabricar. Devida a esta singular característica, apesar de usar o mesmo molde as operações não podem ser gêmeas, pois o forno tem que trabalhar a uma temperatura constante (165º ou 290º) e o uso do forno à temperatura errada iria inviabilizar a cozedura ou então cozer em excesso e o material perder as suas características. O PHC Manufactor CS permite definir como componentes os moldes e avalia o uso do mesmo molde no mesmo centro de trabalho de modo a tornar as operações gêmeas, no entanto, existem artigos/operações que apesar de obedecerem a todas as características em comum não podem ser efetuados ao mesmo tempo. Exemplo: Artigo de fabrico A operação 1 com o molde X Artigo de fabrico B operação 1 com o molde X Artigo de fabrico C operação 1 com o molde X Artigo de fabrico D operação 1 com o molde X 127

128 Artigo de fabrico E operação 1 com o molde X As operações "1" dos artigos A e B podem ser efetuadas ao mesmo tempo mas nunca podem realizar-se em simultâneo as operações "1" com os artigos C, D ou E. Como resolver esta importante necessidade num processo produtivo? Para ter um sistema de operações gêmeas ainda mais eficiente a partir de agora passa a ser possível definir a nível do artigo de fabrico quais os artigos de fabrico que podem ser fabricados em simultâneo (artigos para operações gémeas) através do novo botão "Artigos Gémeos" da Ficha Técnica de Artigos. Voltando ao exemplo acima descrito: Artigo de fabrico A operação 1 com o molde X Artigo de fabrico B operação 1 com o molde X Artigo de fabrico C operação 1 com o molde X Artigo de fabrico D operação 1 com o molde X Artigo de fabrico E operação 1 com o molde X As operações "1" dos artigos A e B apenas podem ser realizadas em simultâneo entre si. Para isso basta na ficha técnica do artigo A, clicar no botão "Artigos Gémeos" e indicar que tem como artigo de operações gémeas o artigo de fabrico B. Através desta nova funcionalidade, agora ao confirmar ordens de fabrico, a aplicação ao averiguar que operações podem ser realizadas em simultâneo, isto é, operações realizadas no mesmo centro de trabalho e utilizam os mesmos moldes, caso o artigo a fabricar tenha definido uma lista de artigos de operações gémeas, só agrupa com operações de artigos pertencentes a esta lista. Caso o artigo a fabricar não tenha definido uma lista de artigos de operações gémeas então só pode ser agrupado com artigos que também não tenham lista de artigos de operações gémeas. Este comportamento também se aplica no Cálculo do M.R.P., ou seja, se a opção "Averiguar operações gémeas (de artigos MOLDES) " estiver ativa a aplicação efetua a mesma verificação. 128

129 PHC Manufactor MRP CS Cor das operações das propostas de fabrico no Planeamento do M.R.P. Após calcular o M.R.P. se visualizar o planeamento gráfico do M.R.P. as barras no planeamento de operações de propostas de fabrico são sempre apresentadas a branco mesmo que no M.R.P. seja definida uma cor específica. Se no planeamento do M.R.P. selecionar uma determinada operação, a operação que estava anteriormente selecionada fica sempre a amarelo, mesmo que esteja dentro do prazo de entrega previsto. Exemplo: Ao entrar no planeamento após calcular o M.R.P. o utilizador verifica que uma das barras de uma ordem de fabrico confirmada agendada antes da data de entrega está com a cor verde. A seguir, seleciona a barra, e a mesma fica a amarelo (cor de seleção). Ao selecionar outra barra, a barra anterior mantem-se a amarelo. O ideal seria a aplicação voltar a apresentar a cor verde. Esta situação pode tornar-se um pouco incomoda para o utilizador. De forma a tornar o planeamento visualmente mais atrativo e simples ao planeador, a partir de agora ao visualizar o planeamento gráfico do M.R.P. a aplicação passa a atribuir às barras de planeamento a cor definida nas propostas de fabrico do M.R.P.. Através desta nova funcionalidade, ao mudar a seleção da barra a operação que estava anteriormente selecionada passa também a ter a cor que tinha antes da seleção. Esta nova característica traz muito mais vantagens ao utilizador pois permite visualizar graficamente de uma forma transparente e assertiva o cálculo virtual do M.R.P.. Inativar o filtro selecionado nas Ordens de Fabrico do M.R.P. O ecrã de M.R.P. permite efetuar o cálculo de necessidades. É uma ferramenta fundamental para a gestão de stocks de uma empresa industrial. Neste ecrã se tiver selecionado uma origem do tipo "Ordens de Fabrico (OF)" pode 129

130 selecionar um filtro para agilizar a sua pesquisa, agora passa a ser possível desativar esse mesmo filtro, através da opção "Desativar o filtro". Textos explicativos em todas as colunas da grelha de Propostas de Encomendas no M.R.P. No ecrã de M.R.P., na página "Propostas Encomendas", na grelha deste separador ao posicionar o cursor em algumas colunas é possível observar no rodapé as respetivas tooltips. Seria bastante importante que em todas as colunas aparecesse uma tooltip explicativa no rodapé da statusbar. A pensar nesta importante necessidade formativa, a partir de agora no ecrã de M.R.P., na página "Propostas Encomendas", na grelha deste separador ao posicionar o cursor nas respetivas colunas a aplicação passa a apresentar na statusbar o texto auxiliar explicativo de cada coluna. Através desta funcionalidade o utilizador consegue visualizar uma pequena explicação do campo selecionado, e desta forma, obter mais informações relacionadas com o mesmo. Nota: Esta funcionalidade apenas está disponível caso não utilize a barra de status estendida. Tooltips da grelha de origem de Ordens de Fabrico no M.R.P. No ecrã de M.R.P., na página "Origem", ao selecionar a opção "Ordens de Fabrico (OF)" e de seguida pesquisar é possível observar alguns resultados na grelha. Ao percorrer as colunas dessa grelha, é possível verificar ao selecionar as colunas "Quantidade", "Data de Entrega", "Moldura 1", "Moldura 2", "Moldura 3" e "Descrição" que a aplicação não apresenta as respetivas tooltips na statusbar. A pensar nesta necessidade a partir de agora todas as colunas da grelha de origem "Ordens de Fabrico (OF)" passam a apresentar a tooltip na statusbar. Através desta nova funcionalidade o utilizador ao selecionar cada um dos campos de uma dessas colunas é apresentada uma tooltip explicativa na statusbar. Nota: A apresentação das tooltips na statusbar é apenas exclusiva se o parâmetro de barra de status estendida estiver inativo. 130

131 PHC Manufactor Planning CS Regras de utilizador para os cenários de planeamento O ecrã de Cenários de planeamento não permite desenvolver regras sobre o ecrã, por exemplo, se pretendesse efetuar uma regra que verifique antes de gravar sobre as tabelas "tabptcemo", "tabptceme", "tabptceop", "tabptcerc", não era possivel. Regras de utilizadores são aplicados à tabela principal de um ecrã, neste caso o ecrã é "frmplancena" e a tabela principal é "tabptce", no entanto no ecrã de regras não era possivel seleccionar esta tabela. Foi adicionado ao ecrã de regras a tabela "tabptce" que corresponde à tabela principal de cenários de planeamento, de forma a ser possivel efetuar regras de utilizador para este ecrã. PHC Manufactor Platform CS Acesso ao botão "Análises Avançadas do Utilizador" nos ecrãs da aplicação Quando o utilizador tem acesso às Análises Avançadas do Utilizador nos ecrãs da aplicação fica disponível o botão "Análises Avançadas do Utilizador", o que faz com que por vezes o utilizador clique nesse botão e aplicação não apresente nenhuma Análise Avançada do Utilizador, porque não existe nenhuma análise configurada para o ecrã em questão. Foi a pensar nesta necessidade, que o botão "Análises Avançadas do Utilizador" passa a estar disponível apenas se o utilizador tiver acesso às Análises Avançadas do Utilizador e se existir alguma análise associada ao ecrã. Acesso ao Diário de Trabalho com utilizadores diferentes na mesma diretoria da aplicação Ao entrar no Diário de Trabalho através de uma segunda instancia utilizando outro utilizador na mesma máquina a aplicação não permitia e avisava o utilizador através da seguinte mensagem: "Existe outro utilizador a aceder a aplicação com o mesmo login. 131

132 Por motivos de segurança apenas pode existir um acesso por utilizador". Para minimizar esta situação aos utilizadores a partir de agora ao entrar no ecrã de Diário de trabalho a aplicação passa a criar um cursor (em vez de uma tabela) na diretoria da aplicação. Desta forma, os diferentes utilizadores que utilizem a mesma diretoria da aplicação/empresa possam aceder ao Diário de trabalho. Acesso de Supervisão para eliminar Ordens de Fabrico Nas opções diversas do ecrã de Ordens de Fabrico está disponível a opção "Eliminar Ordens de Fabrico" que permite eliminar Ordens de Fabrico que estão com estado fechada. No entanto, se clicar no botão de apagar no ecrã de Ordens de Fabrico a aplicação apresenta a mensagem de aviso "Só pode apagar ordens de fabrico que estejam com a situação de LANÇADA ou ANULADA!". De forma a ultrapassar estas diferenças de comportamento a opção de "Eliminar Ordens de Fabrico" passa a estar disponível apenas para quem tenha especificamente o acesso de supervisão de ordens de fabrico e não o acesso de apagar. Como complemento de segurança, o utilizador ao eliminar Ordens de Fabrico fechadas ou em curso, passa a surgir a mensagem: "Selecionou ordens de fabrico que estão fechadas ou em curso. Ao eliminar, todos os documentos e movimentos agregados serão também eliminados! Tem a certeza que deseja ELIMINAR as ordens de fabrico selecionadas?". Ao eliminar Ordens de Fabrico diferente de fechadas ou em curso, continua a surgir a mensagem: "Tem a certeza que deseja ELIMINAR as ordens de fabrico selecionadas?". Ao reiniciar serviço da ficha regista mensagem na Análise Interna Cada vez que se reinicia o servidor onde está colocada a ficha de proteção, o serviço ao ser reiniciado não verifica novamente as licenças a consumir, isto pode levar a que caso o cliente se aperceba deste comportamento, reinicie várias vezes até conseguir ter todos os funcionários a trabalhar no software consumindo um número mínimo de licenças. De modo a ter um controlo mais eficaz deste tipo de situações, a partir de agora, caso não exista na diretoria do executável os ficheiros "unikeytimer.dbf" e "spronettimer.dbf", ao reiniciar o serviço da ficha, a aplicação regista na Análise Interna a seguinte mensagem referente a essa situação: "Ocorreu um erro na verificação da ficha, pode ter sido um restart ao servidor.". 132

133 Apresenta o Nº Inconsistências ao executar o Diagnóstico Quando o PHC Manufactor CS está interligado a uma base de dados do PHC CS os dados de algumas tabelas devem ser idênticos. Uma das formas de detetar incompatibilidades entre o PHC CS e o PHC Manufactor CS é o ecrã "Diagnóstico" (Supervisor -Tratamento de base de dados), pois nesse ecrã após clicar no botão "Diagnóstico" a aplicação preenche os dados na página "Comparação Tabelas". Nessa página é possível verificar se o estado da tabela está como "OK!" ou "Errado!". Esse controlo apenas é efetuado pelo nº de registos da tabela de Manufactor vs CS. Contudo, podem existir situações em que coincidem o nº de registos mas se os dados estiverem com inconsistências a aplicação marca como "OK!" (o que não está correto) e depois não efetua a correção dessas tabelas. O ideal seria que a aplicação ao efetuar o diagnóstico não só verificasse o nº de registos da tabela Manufactor vs CS, mas tivesse em conta os dados e as inconsistências de registos detetados entre tabelas. A pensar nesta útil necessidade, a partir de agora ao clicar no botão "Diagnóstico" a aplicação não tem só em conta o nº de registos mas sim os registos inconsistentes de forma que quando se efetue a rotina "Consertar BD" seja efetuada a sua correção. Foi adicionada a nova coluna "Nº Inconsistências" na grelha da página "Comparação Tabelas" que apresenta o número de registos inconsistentes entre as duas tabelas. No botão "Relatório" (que se encontra por baixo do botão "Diagnóstico") foi adicionado o campo "Número Inconsistências" ao relatório. Através desta nova funcionalidade o utilizador consegue visualizar um relatório muito mais completo do resultado do diagnóstico. Devido á criação desta nova coluna as colunas "Nº Reg" de Manufactor e PHC deixaram de estar visíveis. A partir de agora após efetuar a rotina "Consertar BD" caso exista um erro ao criar um registo numa das bases de dados a aplicação apresenta no fim uma listagem de com os erros gerados. Essa listagem apresenta as seguintes colunas: Tabela - identifica qual a tabela onde estava a criar o registo. Comando - identifica qual o comando que estava a ser executado para a criação desse registo. Erro sql - identifica qual o erro que o SQL retornou. 133

134 Dados - identifica quais os dados do registo que estava a inserir. Caso não tenha dado erro na rotina "Consertar BD" não é apresentada a respetiva listagem. Após efetuar a rotina "Consertar BD" e existam erros na inserção de registos, por baixo do botão "Concertar BD" passa a ficar disponível o novo botão "Inconsistências" que permite visualizar os erros gerados na rotina de 'Consertar BD'. Nota: uma Inconsistência é um registo que existe numa base de dados e não existe na outra base de dados. Esse controlo é sempre efetuado pelo stamp das duas tabelas. Atualização de equipamentos passa a incluir os consumos No PHC CS é possível criar um equipamento (com o correspondente Nº de série) através de um documento de entrada. (Por exemplo ao efetuar uma compra a um fornecedor) Ao efetuar esse documento de entrada o campo "Em Armazém" (ma.casa) fica marcado no ecrã de "Equipamentos". Para dar baixa desse equipamento é necessário efetuar um documento de saída para esse equipamento (ou um dossier de saída de stock ou uma fatura). Se tiver a base de dados do PHC CS ligada ao PHC Manufactor CS ao efetuar consumos no PHC Manufactor CS esta rotina também gera movimentos de saída de determinados componentes que têm números de série (equipamentos). As grandes organizações têm um elevado número de documentos e movimentações com os equipamentos, e frequentemente fazem uso da opção diversa "Actualizar equipamentos" na ficha de equipamento do PHC CS. Contudo, esta opção não estava preparada para verificar os consumos do lado do PHC Manufactor CS. A partir de agora, no PHC CS ao executar a opção diversa "Actualizar equipamentos", a aplicação ao fazer o recálculo da situação do equipamento já passa a ter em conta as saídas de equipamentos originadas pelos consumos do PHC Manufator CS. Através desta nova funcionalidade o utilizador ao suspeitar que existem equipamentos com um status errado pode correr a rotina disponibilizada para as verificações sem qualquer privação pois tem e a certeza de que o campo "Em Armazém" reflete a 134

135 localização exata do equipamento. Data de criação ao duplicar uma Ordem de Fabrico Muitas vezes por forma a minimizar o tempo despendido, existe a necessidade de duplicar a informação e de seguida alterar estritamente o essencial num processo de produção em série. A pensar nesta necessidade, a partir de agora ao duplicar uma Ordem de Fabrico a aplicação preenche por defeito a data de criação da nova Ordem de Fabrico com a data atual do sistema. Através desta nova funcionalidade, o utilizador consegue simplificar o processo produtivo criando assim de uma forma rápida uma nova Ordem de Fabrico com a mesma estrutura, e caso pretenda pode a seguir efetuar as alterações nos campos que desejar. Definição da Árvore do Produto no Cálculo de Custos Certas vezes o utilizador pretende saber o custo de fabrico se optar por comprar um artigo que é do tipo fabrico/compra. Para isso recorre ao botão de cálculo de custos da ficha técnica de artigos. Contudo, no cálculo de custos só pode optar por ver todos os artigos de Fabrico/Compra de uma das formas, ou seja, não permite ver artigo a artigo pois na lista de componentes da operação só é possível indicar que pretende optar sempre por compra ou sempre por fabrico, para uma determinada alternativa de produção. De forma a combater esta pequena lacuna no dia-a-dia do utilizador, foi adicionado ao ecrã de cálculo de custos do artigo, a página "Árvore do produto". Nessa página passa a existir também a nova coluna "Origem" que dá a possibilidade de configurar para os componentes se são ou não artigos de compra, obtendo assim componente a componente de fabrico/compra uma definição mais específica da valorização a utilizar. Se a opção "Compra" estiver ativa, a aplicação assume que o componente é um artigo de compra, portanto, não apresenta a sua estrutura quer na árvore quer no cálculo. Se a opção "Compra" estiver inativa, a aplicação assume que o componente é um artigo de fabrico, portanto, apresenta a sua estrutura quer na árvore quer no cálculo. O Botão de "Simular Plan" vai criar também as ordens de fabrico de acordo com a 135

136 estrutura definida, ou seja, nos componentes de fabrico/compra assume que são de compra se tiverem a opção "Compra" ativa e vice-versa. O mesmo também se aplica ao botão de "Simular MRP". Esta nova funcionalidade traz muito mais vantagens ao utilizador pois permite ter muito mais alternativas de produção com essas combinações. Ferramentas Visuais de Programação Em determinadas organizações existe a necessidade de o técnico implementar determinadas necessidades específicas do cliente através de programação. Para isso, o técnico recorre á Framework PHC para criar regras, valores por defeito, eventos, etc. Em muitos casos o código que está a desenvolver é cada vez mais extenso e nesses casos pode tornar-se cada vez mais difícil de encontrar determinada palavra no meio do programa que está a desenvolver. O ideal seria ter uma ferramenta que ajudasse o implementador a fazer uma leitura mais bonita do código que está a analisar. De forma a pensar nesta extrema necessidade, para quem faz a programação a arte do seu dia-a-dia, nos locais da aplicação em que é possível ao implementador escrever código em xbase, a partir de agora se efetuar duplo-clique é apresentado um ecrã com algumas funcionalidades de ajuda ao utilizador, tendo sido acrescentadas a esse ecrã as seguintes 3 novas funcionalidades: - Botão "beautify" (canto superior esquerdo) Este botão permite automaticamente ao implementador indentar todo o código xbase escrito na caixa de código, ou seja, ao clicar neste botão a aplicação vai acertar visualmente o código criado ajudando, desta forma, o implementador a conseguir ler, entender e perceber o inicio e fim de determinadas condições (If, Scan, etc.). - Botão "pesquisa" (centro superior) Este botão permite ao utilizador poder pesquisar dentro do código xbase por uma expressão e continuar a pesquisa. Por vezes o implementador tem necessidade de pesquisar por uma determinada expressão dentro do código e continuar a pesquisar. Através desta funcionalidade ao pesquisar a pesquisa é contínua, ou seja, a aplicação pesquisa a primeira ocorrência e permite continuar a pesquisa (basta carregar de novo 136

137 no mesmo botão). - Campo "Ir para a linha" (canto superior direito) Este campo vai ajudar bastante o implementador nas situações em que o seu código retorna um erro e nesse erro está referenciado o número da linha do erro. Neste caso, se o implementador pesquisar pelo número da linha pode mais rapidamente detetar o erro e corrigi-lo. Nota: é necessário ter na diretoria da aplicação os ficheiros "fd3.fll", "fdkeywrd.cdx" e "fdkeywrd.dbf". Lupa de procura no campo "Ecrã" dos Eventos de Utilizador Através da Framework o utilizador tem a possibilidade de criar Eventos de Utilizador por ecrã. Com esta funcionalidade podemos ter muitos eventos quer seja para um único ecrã quer sejam vários eventos para ecrãs distintos. O utilizador tem a possibilidade de usar a lupa de procura no campo "Ecrã" na tabela de Eventos de Utilizador, deste modo pode facilmente saber que eventos existem para um determinado ecrã e navegar apenas entre os eventos desse ecrã. Maior performance na geração de consumos Cada vez mais o aumento do volume de informação é um postulado presente nas grandes organizações. Em bases de dados com um número elevado de registos de movimentos de stock e artigos, ao gravar um diário de trabalho de apenas 1 linha de uma ordem de fabrico a aplicação poderia demorar muito tempo o gravar o registo, podendo chegar a cerca de 5 minutos. Esta situação já era substancialmente reduzida se o utilizador inativasse o parâmetro "Incluir linhas sem stock ou stock negativo na gestão de consumos", pois nessas condições ao gravar mesmo diário de trabalho a aplicação passava a demorar cerca de 2 minutos (consumos e restantes processos). Mas isto não é suficiente. E por termos a noção do transtorno que isto pode causar no processo produtivo, organizacional e no dia-a-dia das empresas e seus utilizadores, a rotina de geração de 137

138 consumos foi melhorada. Com esta nova funcionalidade, a performance de gravação nas rotinas de geração de consumos foi efetivamente revista, visando principalmente a redução dos custos de tempo de processamento. Melhoria da descrição de alguns parâmetros relativos ao Diário de Trabalho Nos Parâmetros do Software, disponíveis no menu Sistema, é possível configurar a aplicação de formas distintas de acordo com o objetivo final do utilizador. A descrição dos parâmetros "Controlar acesso a alteração de diários de trabalho em simultâneo" e "Controlar acesso a alteração de operações em simultâneo" referentes ao Diário de Trabalho, foram melhoradas de forma a estarem mais claras e percetíveis ao utilizador. Mensagem no Método de planeamento de capacidades Ao efetuar a alteração do parâmetro de Planeamento "Método de planeamento de capacidades" do valor capacidades infinitas para o valor capacidade finitas a aplicação (caso o utilizador seja planeador) abre o ecrã de Planeamento de Ordens de Fabrico confirmadas. Neste ecrã se o utilizador cancelar sem planear a aplicação retorna ao ecrã de Parâmetros Gerais e apresenta a seguinte mensagem: "Foi detectado um erro mudar o planeamento de capacidade infinitas para finitas. Operação cancelada.". Esta mensagem não era totalmente clara e por isso foi revista de forma a melhorar a percetibilidade do utilizador da ação tomada. Desta forma, a partir de agora a mensagem que surge ao cancelar o Planeamento de Ordens de Fabrico passa a ser: "Não é possível alterar o planeamento de capacidades infinitas para finitas sem proceder ao replaneamento das ordens de fabrico já confirmadas. A operação foi cancelada.". Novas funcionalidades com o PHC On A subscrição do PHC On tem agragado uma série de mais valias, nesta versão, quem possuir o PHC On ativo passa a contar com os seguintes módulos: Qualidade Recursos 138

139 Orçamentos Multilingua Configurador Packing Tarefas Dashboard Seleção de artigo de molde No ecrã de Fichas Técnicas de Artigos é possível criar artigos do tipo molde. Ao criar ou ao selecionar um artigo do tipo molde, fica disponível a página "Molde". Nesta página o campo referente ao tempo total em segundos, que é necessário para preencher o molde por completo, passa a designar-se: "Tempo p/ ciclo (em segundos)" e o texto de ajuda deste campo passa a indicar o seguinte: "O tempo total em segundos que é necessário para preencher todas as cavidades do molde.". Esta melhoria também foi efetuada nos seguintes ecrãs: - Diário de Trabalho (na página "Moldes") e - Artigo Molde (aceder ao ecrã de Orçamentos, selecionar um artigo com origem numa Compra e com a opção "Molde" ativa e por fim clicar no botão ao lado desta última opção). PHC Manufactor Touch CS Touch- Screen sem operações fechadas em diários anteriores Uma fábrica tem muitas operações em produção e cada ordem de fabrico tem também muitas operações. O funcionário faz o registo do chão de fábrica através do Diário de trabalho em modo Touch. Durante esse registo o utilizador não utiliza pesquisas nem códigos de barras para encontrar as operações, ou seja, o utilizador vai marcando por ordem conforme aparecem na lista de operações a executar do Touch. Ao trabalhar com o parâmetro de Diário de trabalho "Gerar consumos pela quantidade 139

140 fabricada (mostrar todas as operações)" ativo, no Touch-Screen apresenta todas as operações mesmo as que foram fechadas em diários de trabalho anteriores, obrigando o utilizador a utilizar o scrool para encontrar a operação que pretende. Esta situação torna-se bastante incomodativa e não é prática pois para quem trabalha com largas ordens de fabrico e diversas operações são apresentadas muitas operações. De forma a tornar mais aprazível esta ação para o utilizador foi melhorada esta funcionalidade no Diário de trabalho (modo Touch). Agora com o parâmetro de Diário de trabalho "Gerar consumos pela quantidade fabricada (mostrar todas as operações)" ativo a aplicação mostra as operações alteradas nos diários exceto as operações que tenham sido fechadas (em diários de trabalho anteriores). Através desta nova funcionalidade, no Diário de trabalho (modo Touch), na zona de filtros, a aplicação passa também a não apresentar as operações fechadas em diários anteriores, ou seja: - Se filtrar por centro de trabalho não serão apresentados centros de trabalho com operações fechadas em diários anteriores. Exemplo: Se um centro de trabalho tiver 2 operações, em que uma está fechada num diário anterior e a outra ainda está em curso, a aplicação apresenta o centro de trabalho. Se o centro de trabalho só tiver operações fechadas em diários anteriores, nesse caso a aplicação não apresenta o centro de trabalho. - Se filtrar por ordens de fabrico não serão apresentadas ordens de fabrico com operações fechadas em diários anteriores. Exemplo: Se uma ordem de fabrico tiver 2 operações, em que uma está fechada num diário anterior e outra ainda está em curso, a aplicação apresenta a ordem de fabrico. Se a ordem de fabrico só tiver operações fechadas em diários anteriores, nesse caso a aplicação não apresenta a ordem de fabrico. - Se filtrar por tipos de operações não serão apresentadas tipos de operações com operações fechadas em diários anteriores. 140

141 Exemplo: Se um tipo de operação tiver 2 operações, em que uma está fechada num diário anterior e outra ainda está em curso, a aplicação apresenta o tipo de operação. Se o tipo de operação só tiver operações fechadas em diários anteriores, nesse caso a aplicação não apresenta o tipo de operação. -Se filtrar por artigos não serão apresentados artigos com operações fechadas em diários anteriores. Exemplo: Se um artigo tiver 2 operações, em que uma está fechada num diário anterior e outra ainda está em curso, a aplicação apresenta o artigo. Se o artigo só tiver operações fechadas em diários anteriores, nesse caso a aplicação não apresenta o artigo. Nota: Ao selecionar um centro de trabalho não apresenta dentro deste as operações fechadas em diários anteriores. Ao selecionar uma ordem de fabrico não apresenta dentro desta as operações fechadas em diários anteriores. Ao selecionar um artigo não apresenta dentro deste as operações fechadas em diários anteriores. 141

142 PHC Manufactor Manager Todos Definir o fundo da aplicação com o browser do Internet Explorer O Software PHC permite utilizar o fundo da aplicação com o browser do Internet Explorer. Com a gama PHC Manufactor Manager CS passa a existir esta funcionalidade. Para isso deve nos parâmetros de Internet configurar o site por defeito para o browser e se utiliza o fundo com o navegador Internet Explorer. Concluídas as configurações dos parâmetros, no menu Sistema, passa a estar disponível a opção "Abrir/Fechar Browser Internet Explorer", que deve estar ativo. A partir deste momento, é substituída a configuração que o utilizador tinha no painel central pelo browser do Internet Explorer, permitindo assim um visual personalizado e à sua medida. 142

Diferenças entre Gamas na Versão 15

Diferenças entre Gamas na Versão 15 Diferenças entre Gamas na Versão 15 PHC CORPORATE CS vs PHC ADVANCED CS Documento de diferenças entre as gamas PHC Corporate CS e PHC Advanced CS na versão 15 Gestão avançada de PMEs O PHC Corporate CS

Leia mais

PHC InterOp CS. O aumento da produtividade da área financeira

PHC InterOp CS. O aumento da produtividade da área financeira PHC InterOp CS O aumento da produtividade da área financeira A solução para o aumento significativo da produtividade da área financeira, através da execução simplificada e rápida de tarefas e operações

Leia mais

Novidades PHC CS Versão 16

Novidades PHC CS Versão 16 Novidades PHC CS Versão 16 Dezembro 2014 Este documento contém uma lista das alterações realizadas para Software PHC CS versão 16. Em virtude deste documento estar sujeito a gralhas ou alterações de comportamento

Leia mais

Diferenças entre Gamas na Versão 2011

Diferenças entre Gamas na Versão 2011 Diferenças entre Gamas na Versão 2011 PHC CORPORATE vs PHC ADVANCED Documento de diferenças entre as gamas PHC Corporate e PHC Advanced na versão 2011. Gestão avançada de PME s O PHC Corporate destina-se

Leia mais

Novidades PHC CS Versão 16

Novidades PHC CS Versão 16 Novidades PHC CS Versão 16 Dezembro 2014 Este documento contém uma lista das alterações realizadas para Software PHC CS versão 16. Em virtude deste documento estar sujeito a gralhas ou alterações de comportamento

Leia mais

PHC InterOp CS. O aumento da produtividade da área financeira

PHC InterOp CS. O aumento da produtividade da área financeira PHC InterOp CS O aumento da produtividade da área financeira A solução para o aumento significativo da produtividade da área financeira, através da execução simplificada e rápida de tarefas e operações

Leia mais

Acordo de licenciamento do EMPRESÁRIO

Acordo de licenciamento do EMPRESÁRIO Acordo de licenciamento do EMPRESÁRIO Ao abrir a caixa do CD que contém o programa EMPRESÁRIO, o utilizador aceita os termos do contracto de licenciamento deste acordo. Licença Garantias A T&T outorga-lhe

Leia mais

PHC CORPORATE CS, PHC ADVANCED CS E PHC ENTERPRISE CS... 19

PHC CORPORATE CS, PHC ADVANCED CS E PHC ENTERPRISE CS... 19 Novidades Versão 2013 Março 2012 Este documento contém uma lista das alterações realizadas para Software PHC versão 2013. Em virtude deste documento estar sujeito a gralhas ou alterações de comportamento

Leia mais

PHC Faturação CS. Chegou o software de faturação para todos

PHC Faturação CS. Chegou o software de faturação para todos PHC Faturação CS Chegou o software de faturação para todos Simples e fácil de usar para pequenos negócios, PME e trabalhadores independentes. Tudo o que precisa para começar a faturar. BUSINESS AT SPEED

Leia mais

XD SPA. www.xdsoftware.pt

XD SPA. www.xdsoftware.pt 1. Introdução XD SPA é uma aplicação direcionada à gestão de Institutos de Beleza, Cabeleireiros e SPA s. É desenvolvido na mesma base da aplicação XD POS tirando todo o partido das mesmas funcionalidades

Leia mais

PHC Contabilidade CS

PHC Contabilidade CS PHC Contabilidade CS A execução e o controlo de todas as tarefas contabilísticas da sua empresa ou organização O controlo total das necessidades contabilísticas nas vertentes geral, analítica e orçamental.

Leia mais

ADENDA AO MANUAL VERSÃO 1.15

ADENDA AO MANUAL VERSÃO 1.15 ADENDA AO MANUAL VERSÃO 1.15 COPYRIGHT Esta adenda foi elaborada pela ItBase soluções informáticas S.A.. ( ItBase ), tendo sido redigida ao abrigo do novo acordo ortográfico. Esta adenda é entregue aos

Leia mais

PHC CORPORATE CS, PHC ADVANCED CS E PHC ENTERPRISE CS... 19

PHC CORPORATE CS, PHC ADVANCED CS E PHC ENTERPRISE CS... 19 Novidades Versão 2013 Março 2012 Este documento contém uma lista das alterações realizadas para Software PHC versão 2013. Em virtude deste documento estar sujeito a gralhas ou alterações de comportamento

Leia mais

Diferenças entre Gamas na Versão 17 PHC CORPORATE CS vs PHC ADVANCED CS

Diferenças entre Gamas na Versão 17 PHC CORPORATE CS vs PHC ADVANCED CS Diferenças entre Gamas na Versão 17 PHC CORPORATE CS vs PHC ADVANCED CS Gestão avançada de PMEs O PHC Corporate CS destina-se principalmente a micro e pequenas empresas. Assim, esta gama possui as funcionalidades

Leia mais

Aplicação Administrativa de Gestão

Aplicação Administrativa de Gestão Aplicação Administrativa de Gestão DIAGNIMAGEM, Sociedade Unipessoal, Lda Clínica de Exames e Diagnósticos de Imagiologia A Empresa é constituída por 4 departamentos: Gerência (1) Administrativo/ Contabilidade

Leia mais

Transição de POC para SNC

Transição de POC para SNC Transição de POC para SNC A Grelha de Transição surge no âmbito da entrada em vigor, no ano de 2010, do Sistema de Normalização Contabilística (SNC). O SNC vem promover a melhoria na contabilidade nacional,

Leia mais

POSTOUCH. Manual Software

POSTOUCH. Manual Software POSTOUCH Manual Software Introdução Introdução POS TOUCH é uma solução direcionada a pequenos postos de venda, que tem necessidade de criação de muitos talões de uma forma linear e rápida. A solução implementa

Leia mais

PHC InterOp CS. ππ Automatizar procedimentos repetitivos ππ Executar rapidamente a mesma tarefa em diferentes empresas de seguida

PHC InterOp CS. ππ Automatizar procedimentos repetitivos ππ Executar rapidamente a mesma tarefa em diferentes empresas de seguida PHCInterOp CS DESCRITIVO PHC InterOp CS Aumento significativo da produtividade da área financeira através da execução simplificada e rápida de tarefas e operações em todas as empresas BENEFÍCIOS ππ Automatizar

Leia mais

PHC Gama Digital. O acesso à informação empresarial em local remoto

PHC Gama Digital. O acesso à informação empresarial em local remoto PHC Gama Digital O acesso à informação empresarial em local remoto A solução que permite uma maior flexibilidade aos diferentes utilizadores que se encontrem fora da empresa, proporcionando-lhes o acesso

Leia mais

MANUAL ARTSOFT Mobile AutoSales

MANUAL ARTSOFT Mobile AutoSales MANUAL ARTSOFT Mobile AutoSales INDÍCE O que é?... 3 Como se configura?... 3 ARTSOFT... 3 ANDROID... 3 Login... 4 Home... 5 Funcionalidades... 6 Sincronização... 6 Contas... 7 Consultas... 7 Resumos...

Leia mais

PHC Contabilidade CS

PHC Contabilidade CS PHC Contabilidade CS A execução e o controlo de todas as tarefas contabilísticas da sua empresa ou organização O controlo total das necessidades contabilísticas nas vertentes geral, analítica e orçamental.

Leia mais

PHC CORPORATE CS, PHC ADVANCED CS E PHC ENTERPRISE CS... 13

PHC CORPORATE CS, PHC ADVANCED CS E PHC ENTERPRISE CS... 13 Novidades PHC CS Versão 2014 1 Março 2013 Este documento contém uma lista das alterações realizadas para Software PHC CS versão 2014. Em virtude deste documento estar sujeito a gralhas ou alterações de

Leia mais

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice

ZSRest/ZSPos. Manual de Stocks. BackOffice BackOffice 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest/ZSPos FrontOffice... 4 4. Produto... 5 Activar gestão de stocks... 5 5. Armazém... 7 a) Adicionar Armazém... 8 b) Modificar Armazém... 8 c)

Leia mais

PHC Contabilidade CS

PHC Contabilidade CS PHC Contabilidade CS A execução e o controlo de todas as tarefas contabilísticas da sua empresa ou organização O controlo total das necessidades contabilísticas nas vertentes geral, analítica e orçamental.

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Gestão de Stocks Local. v2011 Manual Avançado Gestão de Stocks Local v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest FrontOffice... 4 4. Produto... 5 b) Activar gestão de stocks... 5 i. Opção: Faz gestão de stocks... 5 ii.

Leia mais

PHC CORPORATE CS, PHC ADVANCED CS E PHC ENTERPRISE CS... 13

PHC CORPORATE CS, PHC ADVANCED CS E PHC ENTERPRISE CS... 13 Novidades PHC CS Versão 2014 1 Março 2013 Este documento contém uma lista das alterações realizadas para Software PHC CS versão 2014. Em virtude deste documento estar sujeito a gralhas ou alterações de

Leia mais

MANUAL ARTSOFT Mobile POS

MANUAL ARTSOFT Mobile POS MANUAL ARTSOFT Mobile POS INDÍCE O que é?... 3 Como se configura?... 3 ARTSOFT... 3 ANDROID... 3 Login... 4 Home... 5 Sincronização... 6 Utilizadores... 7 Entrada de stock... 7 Acerca... 8 Configuração...

Leia mais

Novidades PHC CS Versão 17

Novidades PHC CS Versão 17 Novidades PHC CS Versão 17 Abril 2015 Este documento contém uma lista das alterações realizadas para Software PHC CS versão 17. Em virtude deste documento estar sujeito a gralhas ou alterações de comportamento

Leia mais

PHC Letras CS BUSINESS AT SPEED

PHC Letras CS BUSINESS AT SPEED PHC Letras CS A gestão de todas as tarefas relacionadas com Títulos de Dívida A execução de todos os movimentos com títulos de dívida a receber ou a pagar e o controle total da situação por cliente ou

Leia mais

Porque as suas regras de negócio são específicas, precisa de uma sua solução de gestão que permite gerir essa diferença.

Porque as suas regras de negócio são específicas, precisa de uma sua solução de gestão que permite gerir essa diferença. Porquê NEXT Vision Porque as suas regras de negócio são específicas, precisa de uma sua solução de gestão que permite gerir essa diferença.... Poder de adaptação Porque cabe a si decidir como pretende

Leia mais

Gama PHC Corporate CS

Gama PHC Corporate CS Gama PHC Corporate CS A gestão das micro-empresas A gestão de todas as áreas e departamentos das micro-empresas, por forma a aumentar significativamente a produtividade dos colaboradores. BUSINESS AT SPEED

Leia mais

Gama PHC Corporate CS

Gama PHC Corporate CS Gama PHC Corporate CS A gestão das micro-empresas A gestão de todas as áreas e departamentos das micro-empresas, por forma a aumentar significativamente a produtividade dos colaboradores. BUSINESS AT SPEED

Leia mais

A gestão comercial e financeira através da Internet

A gestão comercial e financeira através da Internet PHC dgestão A gestão comercial e financeira através da Internet A solução de mobilidade que permite introduzir e consultar clientes, fornecedores, artigos, documentos de faturação, encomendas, compras,

Leia mais

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 2013 GVDASA Sistemas Caixa AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

1. Controle de exercício

1. Controle de exercício 1 1. Controle de exercício Para realizar lançamentos e emitir relatório o módulo Contabil obriga a criação de exercícios, que na verdade representam os anos de atividade da empresa. Confira algumas dicas

Leia mais

Este documento contém uma lista das alterações realizadas para Software PHC versão 2010. Em

Este documento contém uma lista das alterações realizadas para Software PHC versão 2010. Em Abril 2009 Este documento contém uma lista das alterações realizadas para Software PHC versão 2010. Em virtude deste documento estar sujeito a gralhas ou alterações de comportamento de software, posteriores

Leia mais

DRIVE CONTÁBIL NASAJON

DRIVE CONTÁBIL NASAJON DRIVE CONTÁBIL NASAJON Módulo Gestão de Documentos Versão 1.0 Manual do Usuário 1 Sumário Os Módulos do Gerenciador de NFe: Informações Básicas Primeiro Acesso: Requisitos Acesso ao Drive Contábil Nasajon

Leia mais

PHC Pessoal CS. A gestão de Pessoal e Salários

PHC Pessoal CS. A gestão de Pessoal e Salários PHC Pessoal CS A gestão de Pessoal e Salários A solução que contempla as necessidades relativas à gestão de funcionários, processamento de vencimentos, férias, faltas e mapas legais, assim como inúmeras

Leia mais

Enterprise 2007. A gama PHC Enterprise é um ERP desenvolvido de forma a satisfazer as exigentes necessidades das médias e grandes empresas.

Enterprise 2007. A gama PHC Enterprise é um ERP desenvolvido de forma a satisfazer as exigentes necessidades das médias e grandes empresas. Enterprise 2007 Descritivo completo A gama PHC Enterprise é um ERP desenvolvido de forma a satisfazer as exigentes necessidades das médias e grandes empresas. Com vista a satisfazer totalmente cada empresa

Leia mais

Diferenças entre Gamas na Versão 18 CORPORATE vs ADVANCED

Diferenças entre Gamas na Versão 18 CORPORATE vs ADVANCED Diferenças entre Gamas na Versão 18 CORPORATE vs ADVANCED Gestão avançada de PMEs A gama Corporate destina-se, sobretudo, a micro e pequenas empresas. Esta gama possui as funcionalidades necessárias para

Leia mais

Módulo: 780 Aplicações de Gestão Administrativa. Primavera Express Dicas e Configurações

Módulo: 780 Aplicações de Gestão Administrativa. Primavera Express Dicas e Configurações Avaliação CURSO EFA 2012 / 2013 Formando: Data: / / ÁREA/Assunto: Formando Formador / Mediador: Formador Módulo: 780 Aplicações de Gestão Administrativa Primavera Express Dicas e Configurações A PRIMAVERA

Leia mais

CRMContab. Software de Gestão de Gabinetes. Manual de Utilizador

CRMContab. Software de Gestão de Gabinetes. Manual de Utilizador CRMContab Software de Gestão de Gabinetes Manual de Utilizador SUMÁRIO FORMULÁRIO DE LOGIN Permissões PAINEL DE ALERTAS Avisos Tarefas Aniversários Alertas de Clientes BASE DE DADOS Opções da Grelha de

Leia mais

Módulo de CRM. Customer Relationship Management [VERSÃO 1.0] [APRESENTAÇÃO DE FUNCIONALIDADES]

Módulo de CRM. Customer Relationship Management [VERSÃO 1.0] [APRESENTAÇÃO DE FUNCIONALIDADES] Módulo de CRM Customer Relationship Management [VERSÃO 1.0] [APRESENTAÇÃO DE FUNCIONALIDADES] Um software com cada vez mais funcionalidades a pensar no seu negócio! A quem se destina As empresas que pretendem

Leia mais

Gescom Enterprise 8.9. Questões legais

Gescom Enterprise 8.9. Questões legais Gescom Enterprise 8.9 A versão GESCOM Enterprise 8.9 sofreu várias alterações com o intuito de permitir uma maior usabilidade, cumprir com as obrigações legais (despacho n.º 8632/2014) e garantir uma maior

Leia mais

Novidades PHC CS Versão 2014.2

Novidades PHC CS Versão 2014.2 Novidades PHC CS Versão 2014.2 Setembro 2013 Este documento contém uma lista das alterações realizadas para Software PHC CS versão 2014.2. Em virtude deste documento estar sujeito a gralhas ou alterações

Leia mais

Execute e controle de uma forma eficaz e profissional todas as tarefas contabilísticas da sua Empresa

Execute e controle de uma forma eficaz e profissional todas as tarefas contabilísticas da sua Empresa Descritivo completo Contabilidade 2008 Execute e controle de uma forma eficaz e profissional todas as tarefas contabilísticas da sua Empresa Benefícios Fácil de utilizar; Totalmente integrada com o restante

Leia mais

Depois de instalado o software Gestix 5.0 Certificado AT o sistema fica pronto para comunicar as guias de transporte.

Depois de instalado o software Gestix 5.0 Certificado AT o sistema fica pronto para comunicar as guias de transporte. Comunicação documentos de transporte Gestix 5.0 Depois de instalado o software Gestix 5.0 Certificado AT o sistema fica pronto para comunicar as guias de transporte. É Facil e rapido. Comunicação dos Documentos

Leia mais

Conversão do POC para o SNC

Conversão do POC para o SNC Manual do Utilizador Conversão do POC para o SNC Data última versão: 18.02.2010 Versão: 128 Data criação: 3.12.2009 Faro R. Dr. José Filipe Alvares, 31 8005-220 FARO Telf. +351 289 899 620 Fax. +351 289

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

Software de Facturação e Gestão Comercial On-Line

Software de Facturação e Gestão Comercial On-Line Software de Facturação e Gestão Comercial On-Line Manual básico do Utilizador Software de Facturação e Gestão Comercial On-line Level 7 Basic, Light & Premium Este Software é fornecido com um número de

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

Este documento contém uma lista das alterações realizadas para Software PHC versão 2012. Em

Este documento contém uma lista das alterações realizadas para Software PHC versão 2012. Em Novidades Versão 2012 Abril 2011 Este documento contém uma lista das alterações realizadas para Software PHC versão 2012. Em virtude deste documento estar sujeito a gralhas ou alterações de comportamento

Leia mais

Guia Prático do Usuário

Guia Prático do Usuário Guia Prático do Usuário 3. O que esse Manual aborda Esse manual é um guia prático de utilização do sistema, ele aborda noções gerais sobre gerenciamento de sua empresa além de ter informações detalhando

Leia mais

Novas funcionalidades do Snc2010. e melhoramentos em relação ao Poc2005. Versão 7.0

Novas funcionalidades do Snc2010. e melhoramentos em relação ao Poc2005. Versão 7.0 Novas funcionalidades do Snc2010 e melhoramentos em relação ao Poc2005 Versão 7.0 1. Sistema de Normalização Contabilística: 1.1 Tabela de equivalências do POC para o SNC. 1.2 Conversão automática do plano

Leia mais

PHC Gama Digital CS DESCRITIVO

PHC Gama Digital CS DESCRITIVO PHC Gama Digital CS DESCRITIVO O Software PHC Digital CS tem uma série de funcionalidades que estão disponíveis em todos os módulos e que permitem estender a capacidade de cada módulo. Neste documento

Leia mais

PHC Letras CS BUSINESS AT SPEED

PHC Letras CS BUSINESS AT SPEED PHC Letras CS A gestão de todas as tarefas relacionadas com Títulos de Dívida A execução de todos os movimentos com títulos de dívida a receber ou a pagar e o controle total da situação por Cliente ou

Leia mais

Software-Global 1/11

Software-Global 1/11 Não esquecer que a senha do Administrador é ADMIN Botões do programa: Acesso ao Programa: O Acesso ao programa deve ser feito através do utilizador ADMINISTRADOR, que tem todas as permissões para gerir

Leia mais

PHC Contabilidade CS

PHC Contabilidade CS PHC Contabilidade CS A execução e o controlo de todas as tarefas contabilísticas da sua empresa ou organização O controlo total das necessidades contabilísticas nas vertentes geral, analítica e orçamental.

Leia mais

GESTÃO DE STOCKS. Para gerir o seu stock deve realizar 4 passos essenciais:

GESTÃO DE STOCKS. Para gerir o seu stock deve realizar 4 passos essenciais: GESTÃO DE STOCKS Para gerir o seu stock deve realizar 4 passos essenciais: 1. Garantir que têm os artigos todos criados no Sublime 2. Fazer a contagem de todos os artigos que estão a uso, em expositores

Leia mais

jfinanç as Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015

jfinanç as Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015 jfinanças Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015 Índice 1 INTRODUÇÃO E VISÃO GERAL... 1 2 INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INICIAL DO JFINANÇAS PESSOAL... 2 2.1 Download... 3 2.2 Instalação do jfinanças Pessoal...

Leia mais

PHC Faturação CS. Chegou o software de faturação para todos

PHC Faturação CS. Chegou o software de faturação para todos PHC Faturação CS Chegou o software de faturação para todos Simples e fácil de usar para pequenos negócios, PME e trabalhadores independentes. Tudo o que precisa para começar a faturar. BUSINESS AT SPEED

Leia mais

FAQ s ELEVATION Express

FAQ s ELEVATION Express FAQ s ELEVATION Express PRIMAVERA Business Software Solutions Contents FAQ s... 3 2 FAQ s 1. Como configurar Motivos de Isenção Diferentes por artigo na mesma FA? 1º Criar novos Tipos de Imposto para cada

Leia mais

Vantagens da solução Starter Easy

Vantagens da solução Starter Easy Vantagens da solução Starter Easy Software certificado A solução Starter Easy obedece às regras de certificação dos programas informáticos de faturação definidos pela Autoridade Tributária, conforme o

Leia mais

POS significa Point of Sale Posto de Venda um local onde ocorre uma transação financeira, por exemplo,

POS significa Point of Sale Posto de Venda um local onde ocorre uma transação financeira, por exemplo, Módulo POS Loja O que é um POS? Para que serve? POS significa Point of Sale Posto de Venda um local onde ocorre uma transação financeira, por exemplo, uma Loja que efetue venda ao público. Por outras palavras,

Leia mais

Manual de utilização versão 4

Manual de utilização versão 4 Manual de utilização versão 4 Manual de Referência GMI-Gabinete de Manutenção Informática Rua Rui de Pina, 1B 2805-241 Almada Tel. 21 274 34 41 * Fax. 21 274 34 43 Geral: geral@gmi.mail.pt Assistência:

Leia mais

Manual de utilizador CRM

Manual de utilizador CRM Manual de utilizador CRM Formulário de Login Personalizado de acordo com a sua empresa mantendo a sua imagem corporativa. Utilizador: Admin Password: 123 1 Formulário Principal Este formulário está dividido

Leia mais

Mais-valias WinGSL v17.4.13... 5 1. Relatório Único... 5 Mais-valias WinGSL v17.4.04... 6 1. Introdução... 6 2. WinGSL... 6 2.1 Sobre Taxa... 6 2.

Mais-valias WinGSL v17.4.13... 5 1. Relatório Único... 5 Mais-valias WinGSL v17.4.04... 6 1. Introdução... 6 2. WinGSL... 6 2.1 Sobre Taxa... 6 2. Mais-valias WinGSL v17.4.13... 5 1. Relatório Único... 5 Mais-valias WinGSL v17.4.04... 6 1. Introdução... 6 2. WinGSL... 6 2.1 Sobre Taxa... 6 2.2 Duodécimos dos Subsídios... 7 Mais-valias WinGSL v17.4.00...

Leia mais

inux Sistemas Ltda. MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br

inux Sistemas Ltda. MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br 2013 inux Sistemas Ltda. s MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br Sumário 1 Introdução... 2 2 Visão Geral do Sistema... 2 3 Tela de Configuração... 3 4 Tela de Mensagens... 5 5 Tela de Importação... 8 6 Tela

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR TABLET PARA O SETOR DA RESTAURAÇÃO

MANUAL DO UTILIZADOR TABLET PARA O SETOR DA RESTAURAÇÃO MANUAL DO UTILIZADOR TABLET PARA O SETOR DA RESTAURAÇÃO SDILAB Investigação e Desenvolvimento de Software, Lda. Parque Industrial de Celeirós - 1ª Fase, Lote C 4705 Celeirós Braga, Portugal +351 253 678

Leia mais

Índice. Manual do programa Manage and Repair

Índice. Manual do programa Manage and Repair Manual do programa Manage and Repair Índice 1 Menu Ficheiro... 3 1.1 Entrar como... 3 1.2 Opções do utilizador... 3 2 Administração... 5 2.1 Opções do Programa... 5 2.1.1 Gerais (1)... 5 2.1.2 Gerais (2)...

Leia mais

Quando extrair o ficheiro SAFT

Quando extrair o ficheiro SAFT Conheça o seu ficheiro SAFT Quando extrair o ficheiro SAFT A partir de Janeiro de 2014 muitas empresas que não eram obrigadas a utilizar software de faturação certificado passaram a ser, tendo assim de

Leia mais

A solução de mobilidade que lhe permite executar e controlar, de forma eficaz, a Gestão Comercial e a Tesouraria da sua empresa, através da Internet

A solução de mobilidade que lhe permite executar e controlar, de forma eficaz, a Gestão Comercial e a Tesouraria da sua empresa, através da Internet PHC dgestão DESCRITIVO A qualquer momento e onde quer que esteja, o PHC dgestão permite introduzir e consultar clientes, fornecedores, artigos e documentos de facturação, encomendas e compras, guias de

Leia mais

Mas para iniciar o uso do CRM é necessário efetuar algumas configurações em primeiro lugar.

Mas para iniciar o uso do CRM é necessário efetuar algumas configurações em primeiro lugar. Menu CRM O KeyInvoice tem um CRM que lhe permite efetuar, no seu programa de faturação, uma gestão de contatos, podendo converter os mesmos em Oportunidades ou Orçamentos. Este menu inclui ainda uma agenda

Leia mais

A gestão comercial e financeira através da Internet

A gestão comercial e financeira através da Internet PHC dgestão A gestão comercial e financeira através da Internet A solução de mobilidade que permite introduzir e consultar clientes, fornecedores, artigos, documentos de facturação, encomendas, compras,

Leia mais

Manual GMI-Gabinete de Manutenção Informática

Manual GMI-Gabinete de Manutenção Informática Manual de utilização Inventários Inventários Manual GMI-Gabinete de Manutenção Informática Rua Rui de Pina, 1B 2805-241 Almada Tel. 21 274 34 41 * Fax. 21 274 34 43 Geral: geral@gmi.mail.pt Assistência:

Leia mais

20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor

20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor 20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor Manual do Utilizador Professor... 1 1. Conhecer o 20 Escola Digital... 4 2. Autenticação... 6 2.1. Criar um registo na LeYa Educação... 6 2.2. Aceder ao

Leia mais

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

GUIA DE PROCEDIMENTOS E CONFIGURAÇÕES. Inclui informações sobre Cópias de Segurança e Comunicação do Inventário de Existências

GUIA DE PROCEDIMENTOS E CONFIGURAÇÕES. Inclui informações sobre Cópias de Segurança e Comunicação do Inventário de Existências GUIA DE PROCEDIMENTOS E CONFIGURAÇÕES Inclui informações sobre Cópias de Segurança e Comunicação do Inventário de Existências Alidata Versão 1.0 Data de Criação: 15.12.2014 INTRODUÇÃO Este documento inclui

Leia mais

WinVending BackOffice 2012 Listagem de Alterações

WinVending BackOffice 2012 Listagem de Alterações WinVending BackOffice 2012 Listagem de Alterações Versão 2012.12.3.0; data: 3-06-2016 1. Integração de Inventários Na integração de inventários, os documentos anulados de transferência de armazém emitidos

Leia mais

DIF-e - MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CONTRIBUINTE

DIF-e - MANUAL DE ORIENTAÇÃO AO CONTRIBUINTE Página 1 de REVISÃO DATA VERSÃO DO HISTÓRICO DAS ALTERAÇÕES SISTEMA 00 1.0 Emissão inicial. Página 2 de Sumário 1. Introdução... 4 2. Modelo Conceitual... 4 3. Programa Cliente... 5 3.1 Telas de Configuração...

Leia mais

Manual Gestix Guia do Utilizador. Gestix.com

Manual Gestix Guia do Utilizador. Gestix.com Manual Gestix Guia do Utilizador Gestix.com Copyright Este documento é Copyright 2008 Westix TI Lda. Todos os direitos reservados. Todas as marcas registadas referidas neste Manual são propriedade dos

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

PHC Pessoal CS. A gestão de Pessoal e Salários

PHC Pessoal CS. A gestão de Pessoal e Salários PHC Pessoal CS A gestão de Pessoal e Salários A solução que contempla as necessidades relativas à gestão de funcionários, processamento de vencimentos, férias, faltas e mapas legais, assim como inúmeras

Leia mais

MANUAL ARTSOFT Mobile Pre Sales

MANUAL ARTSOFT Mobile Pre Sales MANUAL ARTSOFT Mobile Pre Sales INDÍCE O que é?... 3 Como se configura?... 3 ARTSOFT... 3 ANDROID... 3 Login... 4 Home... 5 Funcionalidades... 6 Sincronização... 6 Contas... 7 Consultas... 7 Resumos...

Leia mais

Gama PHC Advanced CS

Gama PHC Advanced CS Gama PHC Advanced CS A gestão das pequenas e médias empresas O aumento da produtividade de cada colaborador e a redução dos custos da empresa. BUSINESS AT SPEED Visite www.phcsoftware.net Principais funcionalidades

Leia mais

Gescom Contabil. Gestão de Contabilidade Financeira, Analítica e Orçamental. Guia de Utilização

Gescom Contabil. Gestão de Contabilidade Financeira, Analítica e Orçamental. Guia de Utilização Gestão de Contabilidade Financeira, Analítica e Orçamental Guia de Utilização 1 Introdução Instalação Setup OBJECTIVOS GERAIS DA APLICAÇÃO Características gerais da aplicação ELEMENTOS COMUNS Navegação

Leia mais

PHC Clínica CS. A gestão operacional total da clínica ou consultório

PHC Clínica CS. A gestão operacional total da clínica ou consultório PHC Clínica CS A gestão operacional total da clínica ou consultório A informação confidencial sobre cada paciente, o seu historial e, se integrado com o módulo PHC Gestão CS, a gestão financeira e a facturação

Leia mais

Gama PHC Corporate CS

Gama PHC Corporate CS Gama PHC Corporate CS A gestão das micro-empresas A gestão de todas as áreas e departamentos das micro-empresas, por forma a aumentar significativamente a produtividade dos colaboradores. BUSINESS AT SPEED

Leia mais

PHC Clínica CS. A gestão operacional total da clínica ou consultório

PHC Clínica CS. A gestão operacional total da clínica ou consultório PHC Clínica CS A gestão operacional total da clínica ou consultório A informação confidencial sobre cada paciente, o seu historial e, se integrado com o módulo PHC Gestão CS, a gestão financeira e a faturação

Leia mais

What s New Multi 2011. Certificação de Software Publicação da Portaria 363/2010

What s New Multi 2011. Certificação de Software Publicação da Portaria 363/2010 Certificação de Software Publicação da Portaria 363/2010 À Semelhança de medidas tomadas por administrações Fiscais de outros países, foi publicada em Portugal a portaria a regulamentar a Certificação

Leia mais

Faça a gestão da sua base de clientes com o Gestix.

Faça a gestão da sua base de clientes com o Gestix. Gerir Clientes no Gestix A Ficha de Cliente Faça a gestão da sua base de clientes com o Gestix. O Gestix oferece-lhe diversas formas de conhecer e acompanhar os seus clientes. Explore-o como uma poderosa

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO. ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL. Manual de Operação do SIMPLES 1

MANUAL DE OPERAÇÃO. ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL. Manual de Operação do SIMPLES 1 Manual de Operação do SIMPLES 1 MANUAL DE OPERAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. Manual de Operação do SIMPLES 2 A Empresa A ASP Desenvolvimento de Softwares

Leia mais

SIM - SUPPLIERS INVOICING MANAGER - MANUAL DE UTILIZADOR

SIM - SUPPLIERS INVOICING MANAGER - MANUAL DE UTILIZADOR Leaseplan Portugal Bertrand Gossieaux SIM - SUPPLIERS INVOICING MANAGER - MANUAL DE UTILIZADOR Page2 INDICE 1. LOGIN, ESTRUTURA E SAÍDA DO SIM... 3 a) Login... 3 b) Estrutura principal... 4 c) Saída da

Leia mais

Manual de Produto (última atualização em 28.11.2014)

Manual de Produto (última atualização em 28.11.2014) Manual de Produto (última atualização em 28.11.2014) PRIMAVERA Business Software Solutions Índice Introdução 4 Subscrição do Serviço 4 Como subscrevo o serviço? 4 Acesso ao ELEVATION Space 4 Portal ELEVATION

Leia mais

Regime de IVA de Caixa

Regime de IVA de Caixa Regime de IVA de Caixa Versão 1.4 maio de 2014 (Última atualização a 05.05.2014) Índice Índice... 2 Introdução... 3 Notas prévias... 4 Configurações Gerais... 4 Administrador...4 ERP PRIMAVERA...8 Perfis

Leia mais

Gestix 5.0. Enquadramento. Comunicação documentos de transporte

Gestix 5.0. Enquadramento. Comunicação documentos de transporte Comunicação documentos de transporte Enquadramento De acordo com o disposto no Decreto-Lei n.º 198/2012 de 24 de agosto, os sujeitos passivos de IVA têm de comunicar os documentos de transporte emitidos

Leia mais

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Vendas...3 Os Recibos...6 Como imprimir?...7 As Listagens...9 Clientes... 10 Consulta... 11 Inclusão... 13 Alteração... 14 Exclusão...

Leia mais

Volpe Enterprise Resource Planning

Volpe Enterprise Resource Planning Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado, reproduzido, traduzido ou reduzido a qualquer mídia eletrônica ou máquina de leitura, sem a expressa

Leia mais

GICnet Manual 1 Última atualização: 2015/09/28 inventore : oficina de software

GICnet Manual 1 Última atualização: 2015/09/28 inventore : oficina de software GICnet Manual 1 Última atualização: 2015/09/28 inventore : oficina de software Índice Acerca deste manual... 1 Observações importantes... 2 Conheça o GICnet... 3 Começar a utilizar... 4 Abrir o GICnet...

Leia mais