Filosofia Teorias do conhecimento Prof. Gilmar Dantas. Aula 4 Platão e o mundo das ideias ou A teoria do conhecimento em Platão

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Filosofia Teorias do conhecimento Prof. Gilmar Dantas. Aula 4 Platão e o mundo das ideias ou A teoria do conhecimento em Platão"

Transcrição

1 Filosofia Teorias do conhecimento Prof. Gilmar Dantas Aula 4 Platão e o mundo das ideias ou A teoria do conhecimento em Platão

2 ACADEMIA DE PLATÃO. Rafael, 1510 afresco, Vaticano.

3

4

5 I-Revisão brevíssima das Aulas 1, 2 e 3 A origem grega da Filosofia Condições históricas que tornaram possível o surgimento da Filosofia: 1. As navegações e as transformações técnicas 2. A invenção do calendário da moeda e da escrita; 3.O nascimento da pólis;

6 I-Revisão brevíssima das Aulas 1, 2 e 3 Mito e Filosofia Pré-socráticos, Sócrates e os Sofistas

7 II-VIDA DE PLATÃO (428 a.c 347 a.c) Atenas A vida e obra de Platão situam-se no contexto que compreende o melhor e o pior momento dessa cidade-estado.

8 II-VIDA DE PLATÃO (428 a.c 347 a.c) Academia Uma escola onde se ensinava filosofia, matemática e ginástica. Platão morre aos 81 anos. Anedota

9 III ENTRE OS DIÁLOGOS MAIS CONHECIDOS ESTÃO: Banquete República

10 IV - FILOSOFIA DE PLATÃO Teoria das ideias ou do conhecimento Para quê? Problema: Heráclito-Parmênides e contra os Sofistas

11 IV - FILOSOFIA DE PLATÃO A Teoria do conhecimento ou teoria das ideias de Platão

12 Tipos (degraus) de conhecimento da Teoria das Ideias

13 A Teoria do conhecimento ou teoria das ideias de Platão A preocupação central de Platão é provar que há um conhecimento verdadeiro. Por isso, a sua teoria das ideias, em que diz haver o mundo sensível das aparências e o mundo inteligível das essências, das formas ou ideias. As ideias são modelos perfeitos das coisas do mundo sensível. Enquanto no mundo sensível as coisas mudam, se movimentam, não são eternas, no mundo das ideias ou mundo inteligível as formas são eternas e imutáveis. O que está em jogo aqui são as diferentes formas de conhecimento: o sensível e o inteligível. Platão quer mostrar que o primeiro é um conhecimento parcial, enquanto o segundo é o conhecimento verdadeiro. Como passamos do conhecimento sensível, parcial ao conhecimento verdadeiro? Por meio do diálogo filosófico ou dialética. Assim, saímos do conhecimento do mundo sensível, das aparências rumo ao conhecimento do mundo inteligível, das essências, das ideias verdadeiras.

14 Por que se diz amor platônico? Interpretação cristã da teoria das ideias

15 A Teoria do conhecimento ou teoria das ideias de Platão Exemplo: O círculo de papel ou aquele que desenho na lousa, imperfeito, faz parte do mundo sensível. O círculo que existe na minha inteligência ou na alma é uma ideia, é perfeito, só existe no mundo inteligível. Quando destruo o círculo de papel, que fazia parte do mundo sensível, o seu modelo perfeito ou ideia continua existindo no mundo inteligível.

16 V-A teoria do conhecimento ou das ideias exposta em forma de mito Alegoria ou Mito da Caverna (Livro VII da República) Platão expõe a sua teoria do conhecimento, a sua teoria das ideias, aquela que procura mostrar como se dá o conhecimento verdadeiro, agora em forma de mito, ou seja, utilizando alegorias, imagens. No diálogo República, Platão utiliza dois personagens para narrar o mito: Sócrates e Glauco. O primeiro conta a alegoria ao segundo.

17

18 A Teoria do conhecimento ou teoria das ideias de Platão Numa caverna subterrânea e escura, separada do mundo exterior por um muro, existem pessoas presas por correntes desde a infância. Apesar de alto, o muro permite a entrada de um pouco de luz. As pessoas estão presas de tal maneira que não podem olhar para as outras pessoas, não podem olhar para a entrada da caverna, ou seja, só podem olhar para frente e para o fundo da caverna. Nunca viram a luz do Sol. No interior da caverna há um fogo que ilumina vagamente a caverna. Do outro lado do muro passam pessoas conversando e com figuras de homens, mulheres e animais que são projetadas no fundo da caverna. Apesar da situação, os presos não se olham, mas se comunicam, dão nomes às coisas e pessoas que são projetadas e imaginam que as vozes que escutam são das sombras projetadas. Ou seja, as pessoas presas tomam as sombras das coisas e das pessoas e as vozes como se fosse toda a realidade sem conhecer o mundo exterior, fora da caverna. O que aconteceria se fossem libertados, pergunta Sócrates. Como sair dessa ilusão? Um dos prisioneiros decide e consegue se libertar. Depois de muita dificuldade para enxergar e de dores pelo corpo, em decorrência dos movimentos do corpo e do caminho difícil, o exprisioneiro sobe o muro. A luz do Sol num primeiro instante o ofusca. Fica em dúvida: a realidade é o que ele acreditava que era, as sombras no interior da caverna ou é o que ele encontrou agora, um mundo com muita luz e que, por isso, não consegue ver com nitidez. Precisa aprender a ver e o aprendizado é doloroso. Sente saudade da caverna, onde tudo era familiar. Habitua-se à luz, começa a ver com mais nitidez o mundo e descobre que era prisioneiro e só conhecia sombras. Lutará, desde então, para ficar longe da caverna. Porém, regressa por causa dos outros prisioneiros, querendo libertá-los. Porém, ao contar o que viu e ouviu, torna-se motivo de riso. E o que é pior: os prisioneiros querem matá-lo. (Adaptado. CHAUI, Marilena. Introdução à Filosogia, 2002.)

19 Comparação: Teoria das ideias e o Mito da Caverna Caverna = Mundo exterior = Os prisioneiros = As sombras = As correntes = O instrumento que quebra as correntes = O prisioneiro que se liberta = O retorno à caverna e o convite aos outros = A iluminação = A ameaça de morte ao ex-prisioneiro = No mito, a dialética (o diálogo interno do prisioneiro) leva a alma ou pensamento dele a conhecer as ideias, as essências.

20 VI- MÉTODO DE PLATÃO A dialética ou diálogos platônicos foram escritos inspirados na dialética ou diálogos socráticos. Personagem principal dos diálogos de Platão: Sócrates

21 VII-PLATÃO E SÓCRATES Platão escreve uma teoria, coisa que Sócrates não fez. Nela, Platão ampliou o ponto de vista socrático, segundo o qual, partindo das opiniões contrárias, por meio do diálogo ou dialética, pode-se chegar à verdade, à essência, à ideia. A finalidade da filosofia é levar as pessoas do conhecimento sensível, das opiniões, das aparências ao conhecimento inteligível, racional, da verdade, das essências, das formas. Em outras palavras, levar as pessoas da ignorância ou do conhecimento limitado à luz do conhecimento intelectual, à ciência.

22 VIII-PLATÃO E A RAZÃO Com a dialética, Platão inaugura no pensamento ocidental a ideia da razão como atividade intelectual ou ciência. (CHAUI, Marilena, p. 284)

23 Bibliografia CHAUI, Marilena. Introdução à Filosofia Vol.1, SP: Cia. Letras, ZINGANO, Marco. Platão & Aristóteles os caminhos do conhecimento, SP: Odysseus, 2002.

24 Exercícios 1- (UEL-2006) Quando é, pois, que a alma atinge a verdade? Temos de um lado que, que deseja investigar com a ajuda do corpo qualquer questão que seja, o corpo, é claro, a engana radicalmente. - Dizes uma verdade. - Não é, por conseguinte, no ato de raciocinar, e não de outro modo, que alma apreende, em parte, a realidade de um ser? - Sim. [...] E é este então o pensamento que nos guia durante todo o tempo em que tivemos o corpo, e nossa alma estiver misturada com essa coisa má, jamais possuiremos completamente o objeto dos nossos desejos! Ora, esse objeto é, como dizíamos a verdade. (PLATÃO, Fédon. Trad. Jorge Paleikat a João Cruz Costa. São Paulo: Nova Cultural, 1987, p ) Com base no texto e nos conhecimentos sobre a concepção de verdade em Platão, é correto afirmar: a) O conhecimento inteligível, compreendido como verdade, está contido nas ideias que a alma possui. b) A verdade reside na contemplação sãs sombras, refletidas pela luz exterior e projetadas no mundo sensível. c) A verdade consiste na fidelidade, e como Deus é o único verdadeiramente fiel, então a verdade reside em Deus. d) A principal tarefa da filosofia está em aproximar o máximo possível a alma do corpo para, dessa forma, obter verdade e) A verdade encontra-se na correspondência entre um enunciado e os fatos que ele aponta no mundo sensível.

25 1.a

26 2 - (UFSJ-MG) Para a formação do filósofo, segundo Platão, as Ciências mais indicadas são: A) a Aritmética e a Geometria, porque favorecem o retorno da alma e são úteis, na guerra, aos filósofos aprendizes. B) a Geografia e a História, porque favorecem aos filósofos aprendizes conhecimentos espaço-temporal. C) a Química e a Física, porque estimulam a inteligência e esclarecem conhecimentos obtidos pelos sentidos. D) a Biologia, porque ela se ocupa do que nasce e morre, e do que pode aumentar ou diminuir as forças do corpo.

27 2.a

28 3 (UEL-PR) Você está acompanhando, Sofia? E agora vem Platão. Ele se interessava tanto pelo que é eterno e imutável na natureza quanto pelo que é eterno e imutável na moral e na sociedade. Sim... para Platão tratava-se, em ambos os casos, de uma mesma coisa. Ele tentava entender uma realidade que fosse eterna e imutável. E, para ser franco, é para isto que os filósofos existem. Eles não estão preocupados em eleger a mulher mais bonita do ano, ou os tomates mais baratos da feira. (E exatamente por isso nem sempre são vistos com bons olhos). Os filósofos não se interessam muito por essas coisas efêmeras e cotidianas. Eles tentam mostrar o que é eternamente verdadeiro, eternamente belo e eternamente bom. GAARDER, Jostein. O mundo de Sofia. Trad. de João Azenha Jr. São Paulo: Companhia das Letras, 1995, p. 98. Com base no texto e nos conhecimentos sobre a teoria das ideias de Platão, assinale a alternativa correta. A) Para Platão, o mundo das ideias é o mundo do eternamente verdadeiro, eternamente belo e eternamente bom e é distinto do mundo sensível no qual vivemos. B) Platão considerava que tudo aquilo que pode ser percebido diretamente pelos sentidos constitui a própria realidade das coisas. C) Platão considerava impossível que o homem pudesse ter ideias verdadeiras sobre qualquer coisa, seja sobre a natureza, a moral ou a sociedade, porque tudo é sonho e ilusão. D) Para Platão, as ideias sobre a natureza, a moral e a sociedade podem ser explicadas a partir das diferentes opiniões das pessoas. E) De acordo com Platão, o filósofo deve preocupar-se com as coisas efêmeras e cotidianas do mundo, tidas por ele como as mais importantes.

29 3.a

3º ano Filosofia Teorias do conhecimento Prof. Gilmar Dantas. Aula 4 Platão e o mundo das ideias ou A teoria do conhecimento em Platão

3º ano Filosofia Teorias do conhecimento Prof. Gilmar Dantas. Aula 4 Platão e o mundo das ideias ou A teoria do conhecimento em Platão 3º ano Filosofia Teorias do conhecimento Prof. Gilmar Dantas Aula 4 Platão e o mundo das ideias ou A teoria do conhecimento em Platão ACADEMIA DE PLATÃO. Rafael, 1510 afresco, Vaticano. I-Revisão brevíssima

Leia mais

Aula 10 1 Colegial - Filosofia

Aula 10 1 Colegial - Filosofia Aula 10 1 Colegial - Filosofia PLATÃO E O MITO DA CAVERNA LIVRO VII DE A REPÚBLICA Uma caverna, no fundo da qual estão vários prisioneiros, acorrentados, imobilizados, com as cabeças presas na direção

Leia mais

Afirma que a realidade mais fundamental é composta de ideias ou formas abstratas. Para Platão, estas ideias ou formas são objetos do verdadeiro

Afirma que a realidade mais fundamental é composta de ideias ou formas abstratas. Para Platão, estas ideias ou formas são objetos do verdadeiro Afirma que a realidade mais fundamental é composta de ideias ou formas abstratas. Para Platão, estas ideias ou formas são objetos do verdadeiro conhecimento. Elas residem no mundo inteligível e sua natureza

Leia mais

Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média:

Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média: EXERCÍCIOS ON LINE 3º BIMESTRE DISCIPLINA: Filosofia PROFESSOR(A): Julio Guedes Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média: NOME: Nº.: Exercício On Line (1) A filosofia atingiu

Leia mais

FILOSOFIA Conceito e delimitação

FILOSOFIA Conceito e delimitação FILOSOFIA Conceito e delimitação Conceito de Filosofia Filosofia significa philo= amigo, amor, Sophia= sabedoria. A filosofia busca dar profundidade e totalidade à aspectos referentes a vida como um todo;

Leia mais

INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Aula 3.2 Conteúdo: A escola Platônica

INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Aula 3.2 Conteúdo: A escola Platônica Aula 3.2 Conteúdo: A escola Platônica 2 Habilidades: Conhecer os principais pontos das ideias de Platão para interpretar a realidade diária. 3 REVISÃO Sócrates: o homem Grande questão: o que é a essência

Leia mais

Volume 2 Fascículo 2 Filosofia Unidade 3

Volume 2 Fascículo 2 Filosofia Unidade 3 Atividade extra Volume 2 Fascículo 2 Filosofia Unidade 3 Questão 1 A ideia de que, pela Ciência e pela técnica, o homem se converterá em senhor e possuidor da natureza está presente no pensamento do filósofo

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE FILOSOFIA ENSINO MÉDIO - 2º ANO A FILOSOFIA DA GRÉCIA CLÁSSICA AO HELENISMO

QUESTIONÁRIO DE FILOSOFIA ENSINO MÉDIO - 2º ANO A FILOSOFIA DA GRÉCIA CLÁSSICA AO HELENISMO QUESTIONÁRIO DE FILOSOFIA ENSINO MÉDIO - 2º ANO A FILOSOFIA DA GRÉCIA CLÁSSICA AO HELENISMO ESTUDAR PARA A PROVA TRIMESTRAL DO SEGUNDO TRIMESTRE PROFESSORA: TATIANA SILVEIRA 1 - Seguiu-se ao período pré-socrático

Leia mais

Link para animação do mito da caverna. https://www.youtube.com/watch?v=xswmnm _I7bU

Link para animação do mito da caverna. https://www.youtube.com/watch?v=xswmnm _I7bU Link para animação do mito da caverna https://www.youtube.com/watch?v=xswmnm _I7bU A DOUTRINA DAS IDEIAS OU TEORIA DOS DOIS MUNDOS Para Platão existem, literalmente, dois mundos O mundo das ideias O mundo

Leia mais

1-INTRODUÇÃO. Aula 2 Mito e filosofia:

1-INTRODUÇÃO. Aula 2 Mito e filosofia: Prof. Gilmar Dantas 1-INTRODUÇÃO Aula 2 Mito e filosofia: Nesta aula, vamos ver outras características da filosofia e ver também os mitos. Houve uma passagem dos mitos para a filosofia na Grécia Antiga.

Leia mais

Metafísica & Política

Metafísica & Política Aristóteles (384-322 a.c.) Metafísica & Política "0 homem que é tomado da perplexidade e admiração julga-se ignorante." (Metafisica, 982 b 13-18). Metafísica No conjunto de obras denominado Metafísica,

Leia mais

Educação Matemática MATEMÁTICA LICENCIATURA. Professora Andréa Cardoso

Educação Matemática MATEMÁTICA LICENCIATURA. Professora Andréa Cardoso Educação Matemática MATEMÁTICA LICENCIATURA Professora Andréa Cardoso UNIDADE I COMPONENTE 1 Matemática acadêmica, matemática escolar e matemática da vida 2 OBJETIVO DA AULA: Compreender o papel da Educação

Leia mais

O Mito da Caverna de Platão

O Mito da Caverna de Platão O Mito da Caverna de Platão Imagine uma caverna grande, úmida e escura. Nessa caverna vivem algumas milhares de pessoas. Essas pessoas desde que nasceram, vivem com correntes nos braços, pescoço e pés,

Leia mais

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO BIMESTRAL DE FILOSOFIA

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO BIMESTRAL DE FILOSOFIA ENSINO MÉDIO Valor: 2,0 pontos Nota: Data: / /2016 Professor: WAGNER GUEDES Disciplina: FILOSOFIA Nome: n o : SÉRIE: 2ª 4º bimestre TRABALHO DE RECUPERAÇÃO BIMESTRAL DE FILOSOFIA 1. O nascimento do conhecimento

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE FILOSOFIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE FILOSOFIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE FILOSOFIA Nome: Nº 9º ANO Data: / 06 / 2016 Professor: Alessandro 2º Bimestre Nota: (Valor 1,0) A - Introdução Neste semestre, sua média foi inferior a 6,0 e você não assimilou

Leia mais

Filosofia Moderna: a nova ciência e o racionalismo.

Filosofia Moderna: a nova ciência e o racionalismo. FILOSOFIA MODERNA Filosofia Moderna: a nova ciência e o racionalismo. Período histórico: Idade Moderna (século XV a XVIII). Transformações que podemos destacar: A passagem do feudalismo para o capitalismo

Leia mais

Disciplina: Filosofia Série: 10 Unidade: Primeira Content Area: Philosophy Grade 10 Quarter I

Disciplina: Filosofia Série: 10 Unidade: Primeira Content Area: Philosophy Grade 10 Quarter I Disciplina: Filosofia Série: 10 Unidade: Primeira Content Area: Philosophy Grade 10 Quarter I 1.1 1.2 1.3 Conhecimento filosófico, religioso, científico e senso comum. Filosofia e lógica. Milagre Grego.

Leia mais

A principal forma de organização da sociedade grega durante a Antiguidade é a Polis, cidade-estado que produzia todos os bens necessários à

A principal forma de organização da sociedade grega durante a Antiguidade é a Polis, cidade-estado que produzia todos os bens necessários à A principal forma de organização da sociedade grega durante a Antiguidade é a Polis, cidade-estado que produzia todos os bens necessários à subsistência do ser humano à época. Tinha autonomia política

Leia mais

PROVA DE FILOSOFIA 2º BIMESTRE DE 2012 PROF. ALEXANDRE

PROVA DE FILOSOFIA 2º BIMESTRE DE 2012 PROF. ALEXANDRE PROVA DE FILOSOFIA 2º BIMESTRE DE 2012 PROF. ALEXANDRE NOME Nº 1ª ANO A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou preta.

Leia mais

Aristóteles. (384 a.c 347 a.c)

Aristóteles. (384 a.c 347 a.c) Aristóteles (384 a.c 347 a.c) Trajetória histórica Nasce em Estagira império macedônio Encontro com Platão academia aos 17 anos (fica 20 anos) Preceptor de Alexandre Muito estudo biblioteca e investigação

Leia mais

OS FILÓFOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS

OS FILÓFOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS OS FILÓFOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS São chamados de filósofos da natureza. Buscavam a arché, isto é, o elemento ou substância primordial que originava todas as coisas da natureza. Dirigiram sua atenção e suas

Leia mais

CONCEPÇÕES ÉTICAS Mito, Tragédia e Filosofia

CONCEPÇÕES ÉTICAS Mito, Tragédia e Filosofia CONCEPÇÕES ÉTICAS Mito, Tragédia e Filosofia O que caracteriza a consciência mítica é a aceitação do destino: Os costumes dos ancestrais têm raízes no sobrenatural; As ações humanas são determinadas pelos

Leia mais

O MUNDO DE PLATAO PDF

O MUNDO DE PLATAO PDF O MUNDO DE PLATAO PDF ==> Download: O MUNDO DE PLATAO PDF O MUNDO DE PLATAO PDF - Are you searching for O Mundo De Platao Books? Now, you will be happy that at this time O Mundo De Platao PDF is available

Leia mais

UNESP 2013 (Questão 12)

UNESP 2013 (Questão 12) UNESP 2013 (Questão 12) Do lado oposto da caverna, Platão situa uma fogueira fonte da luz de onde se projetam as sombras e alguns homens que carregam objetos por cima de um muro, como num teatro de fantoches,

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE CURSO

CURSO DE ENFERMAGEM PLANO DE CURSO CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: FILOSOFIA Código: ENF 304 Pré requisito: Nenhum Período Letivo: 2014.1 Professor:

Leia mais

Disciplina de Filosofia Ciências Humanas e suas tecnologias

Disciplina de Filosofia Ciências Humanas e suas tecnologias Disciplina de Filosofia Ciências Humanas e suas tecnologias 2º ano Prof. Queridos Alunos, A mente que se abre a uma nova ideia jamais volta ao seu tamanho original. Pois, [...] não existem sonhos impossíveis

Leia mais

Maria Luiza Costa

Maria Luiza Costa 45 ESTÉTICA CLÁSSICA E ESTÉTICA CRÍTICA Maria Luiza Costa m_luiza@pop.com.br Brasília-DF 2008 46 ESTÉTICA CLÁSSICA E ESTÉTICA CRÍTICA Resumo Maria Luiza Costa 1 m_luiza@pop.com.br Este trabalho pretende

Leia mais

(Citado por: CHATELET, F. História das Ideias Políticas. Rio de Janeiro: Zahar, 1997, p. 17)

(Citado por: CHATELET, F. História das Ideias Políticas. Rio de Janeiro: Zahar, 1997, p. 17) 1. (Uepa 2015) Leia o texto para responder à questão. Platão: A massa popular é assimilável por natureza a um animal escravo de suas paixões e de seus interesses passageiros, sensível à lisonja, inconstante

Leia mais

Profa. Andréa Cardoso UNIFAL-MG MATEMÁTICA-LICENCIATURA 2015/1

Profa. Andréa Cardoso UNIFAL-MG MATEMÁTICA-LICENCIATURA 2015/1 Profa. Andréa Cardoso UNIFAL-MG MATEMÁTICA-LICENCIATURA 2015/1 Aula 17: O Problema da Medida 30/04/2015 2 Contagem e medida A Aritmética auxiliou o Homem a fazer calendários, mas também a medir campos.

Leia mais

Top 5 de Filosofia: Questões Enem

Top 5 de Filosofia: Questões Enem Top 5 de Filosofia: Questões Enem Top 5 de filosofia: Questões Enem 1. (Enem 2012) Anaxímenes de Mileto disse que o ar é o elemento originário de tudo o que existe, existiu e existirá, e que outras coisas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA NOME COLEGIADO CÓDIGO SEMESTRE HISTÓRIA DAS CIÊNCIAS I CCINAT/SBF CIEN0017 2016.1 CARGA HORÁRIA TEÓRICA: 60 h/a = 72 encontros PRÁT: 0 HORÁRIOS: Quinta-Feira: de 18:00 às 19:40 horas

Leia mais

Resolução da Questão 1 Texto Definitivo

Resolução da Questão 1 Texto Definitivo Questão A tendência recente de atribuir matizes diferentes à ética e à moral para designar o estudo do agir humano social e individual decorre provavelmente do crescente teor de complexidade da sociedade

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina FIS291 Evolução dos Conceitos da Física I

Programa Analítico de Disciplina FIS291 Evolução dos Conceitos da Física I Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina FIS91 Evolução dos Conceitos da Física I Departamento de Física - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: 4 Teóricas

Leia mais

FILOSOFIA BREVE PANORAMA GERAL FILOSOFIA ANTIGA

FILOSOFIA BREVE PANORAMA GERAL FILOSOFIA ANTIGA FILOSOFIA BREVE PANORAMA GERAL FILOSOFIA ANTIGA SOBRE FILOSOFIA DEFINIÇÃO TRADICIONAL (segundo a perspectiva ocidental) TEOLOGIA CIÊNCIA certezas dúvidas Bertrand Russell (1872-1970) utiliza seus temas

Leia mais

Simulado _Rec_1Bim 15/05/2015 Colégio Nomelini. Gabarito: Resposta da questão 1: [E] Resposta da questão 2: [C] Resposta da questão 3: [D]

Simulado _Rec_1Bim 15/05/2015 Colégio Nomelini. Gabarito: Resposta da questão 1: [E] Resposta da questão 2: [C] Resposta da questão 3: [D] Gabarito: Resposta da questão 1: Resposta da questão 2: Resposta da questão 3: Resposta da questão 4: Resposta da questão 5: Resposta da questão 6: Resposta da questão 7: Resposta da questão 8: Resposta

Leia mais

22/08/2014. Tema 6: Ciência e Filosofia. Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes. Ciência e Filosofia

22/08/2014. Tema 6: Ciência e Filosofia. Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes. Ciência e Filosofia Tema 6: Ciência e Filosofia Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes Ciência e Filosofia Ciência: vem do latim scientia. Significa sabedoria, conhecimento. Objetivos: Conhecimento sistemático. Tornar o mundo compreensível.

Leia mais

Conceitos Básicos e História

Conceitos Básicos e História Psicologia na Educação Aula 1 Conceitos Básicos e História Profa. Adriana Straube Nesta aula discutiremos sobre o conceito de psicologia. As origens da psicologia como ciência nascendo na Alemanha. História

Leia mais

Conhecimento Platônico Mito da Caverna

Conhecimento Platônico Mito da Caverna Conhecimento Platônico Mito da Caverna A natureza e a origem do conhecimento humano têm sido alguns dos problemas fundamentais da filosofia. Na Antiguidade, uma vez que o ser humano é considerado parte

Leia mais

As origens da filosofia. Os filósofos pré-socráticos

As origens da filosofia. Os filósofos pré-socráticos Na aula de hoje vamos estudar. As origens da filosofia. Os filósofos pré-socráticos O que chamamos de filosofia surgiu na Grécia Antiga. Os filósofos pré socráticos. Os jônios ou Escola de Mileto. Escola

Leia mais

Gabarito Avaliação Nacional 1/2014

Gabarito Avaliação Nacional 1/2014 4 o ano Ensino Fundamental 1 C Matemática 7 B Matemática 13 A Ciências 19 C Português 25 B História 2 E Matemática 8 C Matemática 14 C Ciências 20 A Português 26 C História 3 D Matemática 9 E Matemática

Leia mais

22/08/2014. Tema 7: Ética e Filosofia. O Conceito de Ética. Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes

22/08/2014. Tema 7: Ética e Filosofia. O Conceito de Ética. Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes Tema 7: Ética e Filosofia Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes O Conceito de Ética Ética: do grego ethikos. Significa comportamento. Investiga os sistemas morais. Busca fundamentar a moral. Quer explicitar

Leia mais

Aula 08 Terceiro Colegial.

Aula 08 Terceiro Colegial. Aula 08 Terceiro Colegial Cristianismo: Entre a Fé e a Razão Busca por uma base racional para sustentar a fé Formulações filosóficas se estendendo por mais de mil anos Cristianismo Palavra de Jesus, que

Leia mais

física e astronomia aristotélica

física e astronomia aristotélica física e astronomia aristotélica andrea bettanin 183178 astronomia fundamental aristóteles (384 a.c - 322 a.c.) Aristóteles nasceu em Estágira, em 384 a.c., próxima da Macedônia. Seus pais morreram durante

Leia mais

A RELAÇÃO ENTRE EXISTÊNCIA E POLÍTICA NO PENSAMENTO DE PLATÃO

A RELAÇÃO ENTRE EXISTÊNCIA E POLÍTICA NO PENSAMENTO DE PLATÃO Thamara Souza Custódio (PET-Filosofia MEC/SESu) Drª Glória Maria Ferreira Ribeiro (Orientadora e Tutora PET-Filosofia MEC/SESu) Agência Financiadora: MEC/SESu/Depem Resumo: No pensamento de Platão, a existência

Leia mais

O ETERNAMENTE VERDADEIRO, ETERNAMENTE BELO E ETERNAMENTE BOM

O ETERNAMENTE VERDADEIRO, ETERNAMENTE BELO E ETERNAMENTE BOM O MUNDO DE SOFIA De Jostein Gaarder PLATÃO O ETERNAMENTE VERDADEIRO, ETERNAMENTE BELO E ETERNAMENTE BOM No início deste nosso curso de filosofia, eu lhe disse que o interessante é perguntar pelo projeto

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS. Professor: Ana Paula dos Santos Lima Titulação: Doutora em Ensino, Filosofia e História das Ciências pela UFBA/UEFS

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS. Professor: Ana Paula dos Santos Lima Titulação: Doutora em Ensino, Filosofia e História das Ciências pela UFBA/UEFS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Componente Curricular: Filosofia Código: CTB - 110 CH Total: 60h Pré-requisito: Filosofia Geral Período Letivo: 2014. 2 Turma: 1º semestre Professor: Ana Paula dos Santos Lima

Leia mais

O legado da Filosofia grega para o Ocidente europeu

O legado da Filosofia grega para o Ocidente europeu O legado da Filosofia grega para o Ocidente europeu Marilena Chauí Por causa da colonização europeia das Américas, nós também fazemos parte - ainda que de modo inferiorizado e colonizado - do Ocidente

Leia mais

FILOSOFIA. Comentário Geral:

FILOSOFIA. Comentário Geral: 1 FILOSOFIA Comentário Geral: A prova apresentou algumas mudanças em relação à dos anos anteriores. Isso tanto na utilização de textos que levaram os candidatos a ultrapassar a leitura e interpretação

Leia mais

O corpo físico é mau e inferior à alma?

O corpo físico é mau e inferior à alma? O corpo físico é mau e inferior à alma? Compreendendo a natureza humana por Paulo Sérgio de Araújo INTRODUÇÃO Conforme a teoria das idéias (ou teoria das formas ) do filósofo grego Platão (428-347 a.c.),

Leia mais

RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DO ENEM PROFESSOR DANILO BORGES 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II

RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DO ENEM PROFESSOR DANILO BORGES 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II RESOLUÇÃO DE QUESTÕES DO ENEM PROFESSOR DANILO BORGES 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II ENEM QUESTÃO 2010 Quando Édipo nasceu, seus pais, Laio e Jocasta, os reis de Tebas, foram informados de uma profecia na

Leia mais

O conceito ética. O conceito ética. Curso de Filosofia. Prof. Daniel Pansarelli. Ética filosófica: conceito e origem Estudo a partir de Aristóteles

O conceito ética. O conceito ética. Curso de Filosofia. Prof. Daniel Pansarelli. Ética filosófica: conceito e origem Estudo a partir de Aristóteles Curso de Filosofia Prof. Daniel Pansarelli Ética filosófica: conceito e origem Estudo a partir de Aristóteles O conceito ética Originado do termo grego Ethos, em suas duas expressões Êthos (com inicial

Leia mais

FILOSOFIA CLÁSSICA: SÓCRATES E PLATÃO (3ª SÉRIE)

FILOSOFIA CLÁSSICA: SÓCRATES E PLATÃO (3ª SÉRIE) FILOSOFIA CLÁSSICA: SÓCRATES E PLATÃO (3ª SÉRIE) SÓCRATES (469-399 a.c.) CONTRA OS SOFISTAS Sofistas não são filósofos: não têm amor pela sabedoria e nem respeito pela verdade. Ensinavam a defender o que

Leia mais

Em cada sociedade existe uma concepção de mundo predominante, que é seu universo simbólico PARADIGMA EPISTÊMICO * ÓBVIO * INCONCEBÍVEL

Em cada sociedade existe uma concepção de mundo predominante, que é seu universo simbólico PARADIGMA EPISTÊMICO * ÓBVIO * INCONCEBÍVEL Em cada sociedade existe uma concepção de mundo predominante, que é seu universo simbólico PARADIGMA EPISTÊMICO * ÓBVIO * INCONCEBÍVEL Influências * alcance do conhecimento * prática docente * financiamento

Leia mais

EDUCAÇÃO FISÍCA PARA O CORPO E FILOSOFIA PARA A ALMA. RESUMO

EDUCAÇÃO FISÍCA PARA O CORPO E FILOSOFIA PARA A ALMA. RESUMO EDUCAÇÃO FISÍCA PARA O CORPO E FILOSOFIA PARA A ALMA. RESUMO Analisarei o ensino relacionado à Educação Física, Filosofia e outras Ciências na história grega no mundo antigo. É sabedor que Platão fundou

Leia mais

OFICINA: HISTÓRIA DA MATEMÁTICA. Resumo

OFICINA: HISTÓRIA DA MATEMÁTICA. Resumo OFICINA: HISTÓRIA DA MATEMÁTICA Resumo Os grandes matemáticos surgiram antes e depois de Cristo, inventando novas fórmulas, soluções e cálculos. A inteligência do homem era algo tão magnífico, que a matemática

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Filosofia da Educação Código da Disciplina: EDU 408 CURSO: Pedagogia Semestre de oferta: 2016/2 Faculdade Responsável: Pedagogia Programa em vigência a partir de: 2016

Leia mais

MATÉRIA DA DISCIPLINA ÉTICA E CIDADANIA APLICADA AO DIREITO I

MATÉRIA DA DISCIPLINA ÉTICA E CIDADANIA APLICADA AO DIREITO I 4 MATÉRIA DA DISCIPLINA ÉTICA E CIDADANIA APLICADA AO DIREITO I MINISTRADA PELO PROFESSOR MARCOS PEIXOTO MELLO GONÇALVES PARA A TURMA 1º T NO II SEMESTRE DE 2003, de 18/08/2003 a 24/11/2003 O Semestre

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

Os Professores Sofistas

Os Professores Sofistas Os Professores Sofistas Objetivos da Palestra Apresentar e contextualizar o aparecimento dos sofistas na Grécia Antiga. Estabelecer cotejos entre a existência dos antigos sofistas e os atuais professores

Leia mais

DO MITO AOS SOFISTAS

DO MITO AOS SOFISTAS DO MITO AOS SOFISTAS Gustavo Bertoche gusbertoche@gmail.com Mito e filosofia Para compreender o processo intelectual que resulta na filosofia contemporânea é necessário conhecer a origem da filosofia.

Leia mais

A filosofia de Espinosa

A filosofia de Espinosa A filosofia de Espinosa Para tratar de qualquer âmbito da filosofia de Espinosa, é necessário de antemão compreender a imagem de Deus feita pelo filósofo, bem como a importância d Ele para sua filosofia.

Leia mais

CURSO E COLÉGIO ESPECÍFICO. AUGUSTE COMTE E O PENSAMENTO POSITIVISTA Disciplina: Sociologia Professor: Waldenir do Prado 2013

CURSO E COLÉGIO ESPECÍFICO. AUGUSTE COMTE E O PENSAMENTO POSITIVISTA Disciplina: Sociologia Professor: Waldenir do Prado 2013 CURSO E COLÉGIO ESPECÍFICO AUGUSTE COMTE E O PENSAMENTO POSITIVISTA Disciplina: Sociologia Professor: Waldenir do Prado 2013 A Sociologia enquanto ciência Augusto Comte (1798 1857) francês, autor de Catecismo

Leia mais

3ª Filosofia Antiga (Pensadores antigos)

3ª Filosofia Antiga (Pensadores antigos) 3ª Filosofia Antiga (Pensadores antigos) Questão (1) - A filosofia se constitui, a partir das concepções de Sócrates, Platão e Aristóteles, como o pensamento que investiga: a) A questão da dívida externa.

Leia mais

FILOSOFIA CRISTÃ. Jesus Cristo Pantocrator, Uma das mais antigas imagens de Jesus (séc. VI-VII). Monastério Sta. Catarina, Monte Sinai.

FILOSOFIA CRISTÃ. Jesus Cristo Pantocrator, Uma das mais antigas imagens de Jesus (séc. VI-VII). Monastério Sta. Catarina, Monte Sinai. Jesus Cristo Pantocrator, Uma das mais antigas imagens de Jesus (séc. VI-VII). Monastério Sta. Catarina, Monte Sinai. FILOSOFIA CRISTÃ Unidade 01. Capítulo 04: pg. 53-54 Convite a Filosofia Unidade 08.

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS CAMPOS SALLES

FACULDADES INTEGRADAS CAMPOS SALLES FACULDADES INTEGRADAS CAMPOS SALLES CURSO DE GRADUAÇÃO DISCIPLINA: SUSTENTABILIDADE, RESPONSABILIDADE SOCIA E ÉTICA Professor: Paulo S. Ribeiro Aula 02 UNIDADE 1: Formação da moral ocidental. Sofistas

Leia mais

RESOLUÇÕES DE QUESTÕES PROFESSOR DANILO BORGES FILOSOFIA 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II

RESOLUÇÕES DE QUESTÕES PROFESSOR DANILO BORGES FILOSOFIA 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II RESOLUÇÕES DE QUESTÕES PROFESSOR DANILO BORGES FILOSOFIA 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II (UEL) Tales foi o iniciador da filosofia da physis, pois foi o primeiro a afirmar a existência de um princípio originário

Leia mais

Recuperação Final Filosofia 6º ano do EF

Recuperação Final Filosofia 6º ano do EF COLÉGIO MILITAR DOM PEDRO II SEÇÃO TÉCNICA DE ENSINO Recuperação Final Filosofia 6º ano do EF Aluno: Série: 6º ano Turma: Data: 14 de dezembro de 2016 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 1. Esta prova

Leia mais

Filosofia da Arte. Unidade II O Universo das artes

Filosofia da Arte. Unidade II O Universo das artes Filosofia da Arte Unidade II O Universo das artes FILOSOFIA DA ARTE Campo da Filosofia que reflete e permite a compreensão do mundo pelo seu aspecto sensível. Possibilita compreender a apreensão da realidade

Leia mais

A justiça como virtude e instituição social na organização da sociedade grega.

A justiça como virtude e instituição social na organização da sociedade grega. A justiça como virtude e instituição social na organização da sociedade grega. Colégio Cenecista Dr. José ferreira Professor Uilson Fernandes Fevereiro de 2016 A forma como os filósofos clássicos definem

Leia mais

PROJETO JOGO FILOSÓFICO

PROJETO JOGO FILOSÓFICO PROJETO JOGO FILOSÓFICO Coordenação: Fernanda Bulhões Supervisão: Professor Clévio Bolsistas: * Cláudio Loureiro * Leandro Soares * Cloviana Bispo * Bruno Camilo Natal (RN), 09 de junho de 2012 1. Introdução

Leia mais

Atividade extra. Volume 1 Fascículo 1 Filosofia Unidade 1. Questão 1. Observe a imagem e,a seguir, responda à questão:

Atividade extra. Volume 1 Fascículo 1 Filosofia Unidade 1. Questão 1. Observe a imagem e,a seguir, responda à questão: Atividade extra Volume 1 Fascículo 1 Filosofia Unidade 1 Observe a imagem e,a seguir, responda à questão: http://en.wikipedia.org/wiki/file:peter_paul_rubens_032.jpg Ciências Humanas e suas Tecnologias

Leia mais

ATIVIDADE: AV. PARCIAL 3ª ETAPA DISCIPLINA: FILOSOFIA 2º ANO

ATIVIDADE: AV. PARCIAL 3ª ETAPA DISCIPLINA: FILOSOFIA 2º ANO ATIVIDADE: AV. PARCIAL 3ª ETAPA DISCIPLINA: FILOSOFIA 2º ANO QUESTÃO 0 Kant mostrou que a estrutura do pensamento se dá sob a forma de juízos. A partir dessa hipótese, elaborou as doze formas de juízos

Leia mais

FILOSOFIA 11º ano O CONHECIMENTO E A RACIONALIDADE CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA

FILOSOFIA 11º ano O CONHECIMENTO E A RACIONALIDADE CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA FILOSOFIA 11º ano O CONHECIMENTO E A RACIONALIDADE CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA Governo da República Portuguesa Descrição e interpretação da atividade cognoscitiva 1.1 Estrutura do ato de conhecer 1.2 Análise

Leia mais

M A P A S G E O G R A F I A. Noções de Cartografia para estudantes do 6º Ano. Prof. José Gusmão Rodrigues

M A P A S G E O G R A F I A. Noções de Cartografia para estudantes do 6º Ano. Prof. José Gusmão Rodrigues M A P A S Noções de Cartografia para estudantes do 6º Ano G E O G R A F I A Prof. José Gusmão Rodrigues Clique com o mouse sobre o título desejado ou vá clicando enter para ver a apresentação completa

Leia mais

Platão de Atenas. A evolução do conhecimento. Colégio Einstein. Das aparências ao mundo das ideias perfeitas

Platão de Atenas. A evolução do conhecimento. Colégio Einstein. Das aparências ao mundo das ideias perfeitas Aluno(a): PROF.: Thays DISCIP.: Filosofia DATA: / /2016 ATIVIDADE INSTRUMENTAL 9 º A ( ) B ( ) C ( ) Platão de Atenas Das aparências ao mundo das ideias perfeitas Nascido em Atenas, Platão (427 347 a.c.)

Leia mais

Como surgiram os MITOS?

Como surgiram os MITOS? PENSAMENTO MÍTICO MITO MITO Nasce do desejo de entender o mundo para afugentar o medo e a insegurança. é um relato de algo fabuloso que se supõe ter acontecido num passado remoto e quase sempre impreciso.

Leia mais

Platão de Atenas. 428? 347? a.c. Considerações importantes sobre Platão:

Platão de Atenas. 428? 347? a.c. Considerações importantes sobre Platão: Considerações importantes sobre Platão: 428? 347? a.c. Pertence ao segundo período da filosofia antiga, conhecido como socrático, clássico ou antropológico V-IV a.c.; É considerado o maior discípulo de

Leia mais

OFICINA DA PESQUISA ÉTICA, POLÍTICA E SOCIEDADE

OFICINA DA PESQUISA ÉTICA, POLÍTICA E SOCIEDADE OFICINA DA PESQUISA ÉTICA, POLÍTICA E SOCIEDADE Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br A FORMAÇÃO DA MORAL OCIDENTAL FILOSOFIA ANTIGA A ERA

Leia mais

O MITO NA FILOSOFIA PLATÔNICA 1

O MITO NA FILOSOFIA PLATÔNICA 1 O MITO NA FILOSOFIA PLATÔNICA 1 A filosofia nasceu da mudança no modo como os homens passaram a responder os seus questionamentos sobre o mundo. Diferentemente do mito, predominante no contexto no qual

Leia mais

Edição Revisada. São Paulo,

Edição Revisada. São Paulo, Edição Revisada São Paulo, 2012 Esta aula pode ser impressa apenas para uso pessoal. Proibida a reprodução e transmissão parcial ou total desta publicação, por qualquer forma ou meio. Copyright 2012 Equipe

Leia mais

"A verdade jamais é pura e raramente é simples." (Oscar Wilde)

A verdade jamais é pura e raramente é simples. (Oscar Wilde) "A verdade jamais é pura e raramente é simples." (Oscar Wilde) Qual é a verdade? São possíveis várias realidades? É possível que haja mais verdades na realidade do que podemos perceber? As sensações podem

Leia mais

Questões sobre Mito e Filosofia e sobre as características do pensamento filosófico.

Questões sobre Mito e Filosofia e sobre as características do pensamento filosófico. TRIU 2015 - Aula de Filosofia - 16-03-2015 Questões sobre Mito e Filosofia e sobre as características do pensamento filosófico. (1) UEL-2007 Há, porém, algo de fundamentalmente novo na maneira como os

Leia mais

INSTRUMENTO AVALIATIVO

INSTRUMENTO AVALIATIVO INSTRUMENTO AVALIATIVO 7º ANO 3º BIMESTRE 2016 CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES AVALIAÇÃO ESPECÍFICA Avaliações Específicas 22/08 23/08 24/08 25/08 26/08 Ciências Geografia Português Filosofia Inglês Redação Arte

Leia mais

Roteiro para Recuperação anual Filosofia 2014

Roteiro para Recuperação anual Filosofia 2014 CENTRO EDUCACIONAL JUSCELINO KUBITSCHEK 6º Ano Ensino Fundamental 5ª série (6º Ano): Unidade 3 do livro: O homem é a medida de todas as coisas O que é o homem? O homem é uma máquina que pensa. O homem

Leia mais

Seminário 1 O mundo de Sofia - Aristóteles

Seminário 1 O mundo de Sofia - Aristóteles Seminário 1 O mundo de Sofia - Aristóteles Leonardo Mendes Padilha Alex Campolina Marcelo Melo Flávio Gonçalves Jacqueline Pawlowsk Gerson Freitas Wellington Souza Fernanda Modesto Departamento de Organização

Leia mais

A teoria do conhecimento

A teoria do conhecimento conhecimento 1 A filosofia se divide em três grandes campos de investigação. A teoria da ciência, a teoria dos valores e a concepção de universo. Esta última é na verdade a metafísica; a teoria dos valores

Leia mais

CORRENTES DE PENSAMENTO DA FILOSOFIA MODERNA

CORRENTES DE PENSAMENTO DA FILOSOFIA MODERNA CORRENTES DE PENSAMENTO DA FILOSOFIA MODERNA O GRANDE RACIONALISMO O termo RACIONALISMO, no sentido geral, é empregado para designar a concepção de nada existe sem que haja uma razão para isso. Uma pessoa

Leia mais

O Céu e o Inferno e a Ciência Contemporânea

O Céu e o Inferno e a Ciência Contemporânea V Congresso Espiritismo O Céu e o Inferno de Platão e Dante à Kardec O Céu e o Inferno e a Ciência Contemporânea Agosto de 2015 Claudio C. Conti www.ccconti.com Qual a melhor receita para uma vitamina

Leia mais

Análise histórica do filme 300 (Zack Snyder, 2007)

Análise histórica do filme 300 (Zack Snyder, 2007) História no Cinema para Vestibulandos Ano 10 (2013) Análise histórica do filme 300 (Zack Snyder, 2007) Odir Fontoura Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) Cursinho Pré-Vestibular

Leia mais

A utopia platônica. Perspectiva política da alegoria da caverna: a sofocracia. Educação e política: as três classes

A utopia platônica. Perspectiva política da alegoria da caverna: a sofocracia. Educação e política: as três classes Ideias políticas Platão Pp. 311-312 A utopia platônica Perspectiva política da alegoria da caverna: a sofocracia Educação e política: as três classes A utopia platônica é elaborada na época da decadência,

Leia mais

IDENTIDADES. Metamorfose. Nome:Stefany Santos

IDENTIDADES. Metamorfose. Nome:Stefany Santos Metamorfose IDENTIDADES Metamorfose Nome:Stefany Santos ÍNDICE O que significa metamorfose? O que significa metamorfose ambulante? Indagações Metamorfose Frase Citação Musica Considerações finais Dedicado

Leia mais

26/08/2013. Gnosiologia e Epistemologia. Prof. Msc Ayala Liberato Braga GNOSIOLOGIA: TEORIA DO CONHECIMENTO GNOSIOLOGIA: TEORIA DO CONHECIMENTO

26/08/2013. Gnosiologia e Epistemologia. Prof. Msc Ayala Liberato Braga GNOSIOLOGIA: TEORIA DO CONHECIMENTO GNOSIOLOGIA: TEORIA DO CONHECIMENTO Gnosiologia e Epistemologia Prof. Msc Ayala Liberato Braga Conhecimento filosófico investigar a coerência lógica das ideias com o que o homem interpreta o mundo e constrói sua própria realidade. Para a

Leia mais

"O verdadeiro é o todo." Georg Hegel

O verdadeiro é o todo. Georg Hegel "O verdadeiro é o todo." Georg Hegel Hegel: o evangelista do absoluto By zéck Biografia Georg Wilhelm F. Hegel (1770-1831) 1831) Nasceu em Stuttgart. Foi colega de Schelling. Influências Spinoza, Kant

Leia mais

FILOSOFIA. a) Tales de Mileto; b) Anaximandro de Mileto; c) Pitágoras de Samos; d) Anaxímenes de Mileto; e) Zenão de Eléia

FILOSOFIA. a) Tales de Mileto; b) Anaximandro de Mileto; c) Pitágoras de Samos; d) Anaxímenes de Mileto; e) Zenão de Eléia FILOSOFIA 01 - Nem a água nem algum dos elementos, mas alguma substancia diferente, ilimitada e dela, nascem os céus e os mundos neles contidos. In Fundamentos da Filosofia. O texto acima se refere à busca

Leia mais

ATIVIDADES PARCIAIS I 16 A 27 DE MARÇO/2015. Manhã Atividade Parcial I Literatura 8,0 4,8. Manhã Atividade Parcial I Química 8,0 4,8

ATIVIDADES PARCIAIS I 16 A 27 DE MARÇO/2015. Manhã Atividade Parcial I Literatura 8,0 4,8. Manhã Atividade Parcial I Química 8,0 4,8 Prezado(a) aluno(a), Você está recebendo o Calendário de Provas da 1ª Etapa. Este instrumento será um guia para VOCÊ e sua família acompanharem seu desempenho escolar. ESTUDO, DISCIPLINA E ORGANIZAÇÃO

Leia mais

LISTA RECUPERAÇÃO DE FILOSOFIA. 1º ano ENSINO MEDIO 2º BIMESTRE Nome: nº:

LISTA RECUPERAÇÃO DE FILOSOFIA. 1º ano ENSINO MEDIO 2º BIMESTRE Nome: nº: LISTA RECUPERAÇÃO DE FILOSOFIA 1º ano ENSINO MEDIO Nota: 2º BIMESTRE 2015 Você consegue imaginar a sua vida em meio a uma realidade na qual tudo lhe parecesse novo e desconhecido a cada instante? Em uma

Leia mais

Filosofia Prof. Frederico Pieper Pires

Filosofia Prof. Frederico Pieper Pires Filosofia Prof. Frederico Pieper Pires Teoria do conhecimento em Descartes Objetivos Compreender as principais escolas da teoria do conhecimento da modernidade. Abordar a epistemologia cartesiana. Introdução

Leia mais

homem a compreender corretamente os fenômenos elétricos e magnéticos. Mas o longo trabalho de Faraday tinha sido exclusivamente experimental. Jamais e

homem a compreender corretamente os fenômenos elétricos e magnéticos. Mas o longo trabalho de Faraday tinha sido exclusivamente experimental. Jamais e FÍSICA IV AULA 04: AS EQUAÇÕES DE MAXWELL; ONDAS ELETROMAGNÉTICAS TÓPICO 01: AS EQUAÇÕES DE MAXWELL VERSÃO TEXTUAL Neste exato momento em que você estuda esta aula, seu celular pode começar a tocar. Você

Leia mais

Jorge dos Santos Lima *

Jorge dos Santos Lima * Erickson, Glenn W.; e Fossa, John A.. A linha dividida: uma abordagem matemática à filosofia platônica. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2006. 186 páginas. [Coleção Metafísica, n. 4]. Jorge dos Santos Lima

Leia mais

1ª Série do Ensino Médio/ 2 Trimestre SÓCRATES, PLATÃO E ARISTÓTELES

1ª Série do Ensino Médio/ 2 Trimestre SÓCRATES, PLATÃO E ARISTÓTELES Sem limite para crescer! Resumo das aulas de Filosofia 1ª Série do Ensino Médio/ 2 Trimestre SÓCRATES, PLATÃO E ARISTÓTELES Esses três filósofos foram os inauguradores da filosofia ocidental como a que

Leia mais