3º ano Filosofia Teorias do conhecimento Prof. Gilmar Dantas. Aula 5 Aristóteles e o mundo sensível

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "3º ano Filosofia Teorias do conhecimento Prof. Gilmar Dantas. Aula 5 Aristóteles e o mundo sensível"

Transcrição

1 3º ano Filosofia Teorias do conhecimento Prof. Gilmar Dantas Aula 5 Aristóteles e o mundo sensível

2

3

4 O posicionamento das mãos dos pensadores representa a maneira de pensar de cada um deles. Platão enfatiza o mundo das ideias e Aristóteles, o mundo sensível. Destaque da parte central da obra ACADEMIA DE PLATÃO. Rafael, 1510 afresco, Vaticano.

5 I-VIDA DE ARISTÓTELES (384 a.c 321 a.c) Foi discípulo de Platão; Seu pai era médico e se chamava Nicômaco; Aristóteles foi preceptor (uma espécie de professor) daquele que se tornou o famoso Alexandre o Grande, da Macedônia, o rei conquistador; Atenas, o centro cultural da época. Aristóteles, aos 17 anos, em 367 a.c., chegou a Atenas e foi para a escola fundada por Platão, a Academia. Aristóteles também fundou uma escola, o Liceu, que rivalizou com a Academia. (Esse nome decorre da localização da escola: próxima ao templo de Apolo Lícios exterminador de lobos)

6 II- MÉTODO DE ARISTÓTELES Aristóteles e a Ciência Como investigar o mundo? Como dar boas explicações ou explicações verdadeiras? Para Aristóteles, era preciso um método e um formato. A Ciência não nasceu com Aristóteles, mas com ele encontrou um tipo de argumentação. A) O método: fazer um balanço das tradições e descobertas passadas para ver os pontos controversos e as dificuldades que deviam ser solucionadas. B) O formato: a Lógica, que rege boa parte do nosso pensamento até hoje. C) A filosofia de Aristóteles influenciou até o fim da Idade Média: a Ciência, a Filosofia Medieval e a Teologia, submetidas à Igreja Católica. D) GALILEU ( ), VAI QUESTIONAR A AUTORIDADE E A FILOSOFIA DE ARISTÓTELES.

7 III - FILOSOFIA DE ARISTÓTELES Teoria das Causas A Teoria das causas é apenas parte da Filosofia de Aristóteles. Será ela que nós enfatizaremos. Aristóteles estava preocupado em dar boas explicações sobre algo. Dar uma boa explicação sobre algo é dar as suas causas, segundo ele. Aristóteles quer explicar racionalmente os fenômenos da natureza.

8 III - FILOSOFIA DE ARISTÓTELES Teoria das Causas Explicar por causas implica reconhecer tipos diferentes de causas. Exemplo 1: Estátua de mármore 1) Causa material: o mármore ; o material com o qual se produziu o objeto 2) Causa eficiente: o buril; instrumento com o qual se fez a estátua. 3) Causa final: homenagear; foi a finalidade que levou à criação. 4) Causa formal: é a ideia ou forma que deu origem àquela estátua. Exemplo: para produzir o busto de Sócrates a ideia ou forma Sócrates foi uma das causas.

9 III - FILOSOFIA DE ARISTÓTELES Teoria das Causas Na Teoria das Causas, cada causa: material, eficiente, final e formal remete-se, respectivamente, às seguintes perguntas: De que é feito? Como foi produzido? Para quê? O que é?

10 Exemplo 2: Mesa III - FILOSOFIA DE ARISTÓTELES Teoria das Causas Causa material: madeira; Causa eficiente: carpinteiro; Causa final: apoiar objetos; Causa formal: a ideia ou a forma de mesa, que a diferencia de um taco de beisebol, por exemplo.

11 IV -ARISTÓTELES E PLATÃO: Aproximações e diferenças Platão, filósofo literário; Aristóteles, argumentador de rara precisão; Platão, idealista. Vai enfatizar o mundo das ideias. Aristóteles, investigador do mundo sensível. Ele não separa mundo sensível e mundo inteligível. Defende que os dois âmbitos (as ideias inteligíveis e as coisas sensíveis) estão entrelaçadas. Platão e Aristóteles tem em comum e deixam como herança a atitude de adotar crenças com base em razões ou no pensamento racional. Além das razões, em suas investigações da natureza, Aristóteles, ao contrário de Platão, considera importante a observação para criar as suas ideias e explicações. Assim, valoriza o mundo sensível.

12 V - ARISTÓTELES E GALILEU Aristóteles fez observações, GALILEU fez experimentações. Além disso, não utilizou a Matemática em seus estudos da natureza, enquanto GALILEU a utilizou.

13 VI ENTRE AS OBRAS MAIS CONHECIDAS DE ARISTÓTELES ESTÃO: Ética a Nicômaco (sobre Ética e Política); Órganon (sobre Lógica - o termo órganon significa instrumento lembrar que Aristóteles considera a Lógica uma ferramenta necessária a todas às ciências) Política; Física; (sobre o mundo natural) Metafísica; (meta=depois ou além da física)

14 Bibliografia CHAUI, Marilena. Introdução à Filosofia Vol.1, SP: Cia. Letras, ZINGANO, Marco. Platão & Aristóteles os caminhos do conhecimento, SP: Odysseus, 2002.

Aristóteles. (384 a.c 347 a.c)

Aristóteles. (384 a.c 347 a.c) Aristóteles (384 a.c 347 a.c) Trajetória histórica Nasce em Estagira império macedônio Encontro com Platão academia aos 17 anos (fica 20 anos) Preceptor de Alexandre Muito estudo biblioteca e investigação

Leia mais

Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média:

Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média: EXERCÍCIOS ON LINE 3º BIMESTRE DISCIPLINA: Filosofia PROFESSOR(A): Julio Guedes Curso TURMA: 2101 e 2102 DATA: Teste: Prova: Trabalho: Formativo: Média: NOME: Nº.: Exercício On Line (1) A filosofia atingiu

Leia mais

Filosofia Teorias do conhecimento Prof. Gilmar Dantas. Aula 4 Platão e o mundo das ideias ou A teoria do conhecimento em Platão

Filosofia Teorias do conhecimento Prof. Gilmar Dantas. Aula 4 Platão e o mundo das ideias ou A teoria do conhecimento em Platão Filosofia Teorias do conhecimento Prof. Gilmar Dantas Aula 4 Platão e o mundo das ideias ou A teoria do conhecimento em Platão ACADEMIA DE PLATÃO. Rafael, 1510 afresco, Vaticano. I-Revisão brevíssima

Leia mais

Profa. Andréa Cardoso UNIFAL-MG MATEMÁTICA-LICENCIATURA 2015/1

Profa. Andréa Cardoso UNIFAL-MG MATEMÁTICA-LICENCIATURA 2015/1 Profa. Andréa Cardoso UNIFAL-MG MATEMÁTICA-LICENCIATURA 2015/1 Aula 17: O Problema da Medida 30/04/2015 2 Contagem e medida A Aritmética auxiliou o Homem a fazer calendários, mas também a medir campos.

Leia mais

UMA NOVA VISÃO DE MUNDO Renascimento foi um movimento artístico (XIV e XVI); O período medieval era considerado limitado e pouco criativo; A Idade

UMA NOVA VISÃO DE MUNDO Renascimento foi um movimento artístico (XIV e XVI); O período medieval era considerado limitado e pouco criativo; A Idade UMA NOVA VISÃO DE MUNDO Renascimento foi um movimento artístico (XIV e XVI); O período medieval era considerado limitado e pouco criativo; A Idade Média ficou conhecida como a Idade das Trevas; Surgia,

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE FILOSOFIA ENSINO MÉDIO - 2º ANO A FILOSOFIA DA GRÉCIA CLÁSSICA AO HELENISMO

QUESTIONÁRIO DE FILOSOFIA ENSINO MÉDIO - 2º ANO A FILOSOFIA DA GRÉCIA CLÁSSICA AO HELENISMO QUESTIONÁRIO DE FILOSOFIA ENSINO MÉDIO - 2º ANO A FILOSOFIA DA GRÉCIA CLÁSSICA AO HELENISMO ESTUDAR PARA A PROVA TRIMESTRAL DO SEGUNDO TRIMESTRE PROFESSORA: TATIANA SILVEIRA 1 - Seguiu-se ao período pré-socrático

Leia mais

MATÉRIA DA DISCIPLINA ÉTICA E CIDADANIA APLICADA AO DIREITO I

MATÉRIA DA DISCIPLINA ÉTICA E CIDADANIA APLICADA AO DIREITO I 4 MATÉRIA DA DISCIPLINA ÉTICA E CIDADANIA APLICADA AO DIREITO I MINISTRADA PELO PROFESSOR MARCOS PEIXOTO MELLO GONÇALVES PARA A TURMA 1º T NO II SEMESTRE DE 2003, de 18/08/2003 a 24/11/2003 O Semestre

Leia mais

METODOLGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

METODOLGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação METODOLGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA Prof. José Geraldo Mill Diretor de Pós-Graduação A origem do conhecimento Conhecer: É buscar explicações para os fatos que podem

Leia mais

INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Aula 3.2 Conteúdo: A escola Platônica

INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Aula 3.2 Conteúdo: A escola Platônica Aula 3.2 Conteúdo: A escola Platônica 2 Habilidades: Conhecer os principais pontos das ideias de Platão para interpretar a realidade diária. 3 REVISÃO Sócrates: o homem Grande questão: o que é a essência

Leia mais

FILOSOFIA BREVE PANORAMA GERAL FILOSOFIA ANTIGA

FILOSOFIA BREVE PANORAMA GERAL FILOSOFIA ANTIGA FILOSOFIA BREVE PANORAMA GERAL FILOSOFIA ANTIGA SOBRE FILOSOFIA DEFINIÇÃO TRADICIONAL (segundo a perspectiva ocidental) TEOLOGIA CIÊNCIA certezas dúvidas Bertrand Russell (1872-1970) utiliza seus temas

Leia mais

Metafísica & Política

Metafísica & Política Aristóteles (384-322 a.c.) Metafísica & Política "0 homem que é tomado da perplexidade e admiração julga-se ignorante." (Metafisica, 982 b 13-18). Metafísica No conjunto de obras denominado Metafísica,

Leia mais

FILOSOFIA Conceito e delimitação

FILOSOFIA Conceito e delimitação FILOSOFIA Conceito e delimitação Conceito de Filosofia Filosofia significa philo= amigo, amor, Sophia= sabedoria. A filosofia busca dar profundidade e totalidade à aspectos referentes a vida como um todo;

Leia mais

FILOSOFIA MODERNA (XIV)

FILOSOFIA MODERNA (XIV) FILOSOFIA MODERNA (XIV) CORRENTES EPSTEMOLÓGICAS (I) Racionalismo Inatismo: existem ideias inatas, ou fundadoras, de onde se origina todo o conhecimento. Ideias que não dependem de um objeto. Idealismo:

Leia mais

Produção de conhecimento: uma característica das sociedades humanas

Produção de conhecimento: uma característica das sociedades humanas 1 Produção de conhecimento: uma característica das sociedades humanas Os seres humanos sempre buscaram formas de compreender os fenômenos que ocorrem em seu dia a dia, de modo a procurar soluções para

Leia mais

Aula 2: Cultura e Sociedade: Objeto e método das Ciências Sociais.

Aula 2: Cultura e Sociedade: Objeto e método das Ciências Sociais. Aula 2: Cultura e Sociedade: Objeto e método das Ciências Sociais. CCJ0001 - Fundamentos das Ciências Sociais Profa. Ivana Schnitman Centro Universitário Estácio da Bahia Conteúdo O contexto histórico

Leia mais

Volume 2 Fascículo 2 Filosofia Unidade 3

Volume 2 Fascículo 2 Filosofia Unidade 3 Atividade extra Volume 2 Fascículo 2 Filosofia Unidade 3 Questão 1 A ideia de que, pela Ciência e pela técnica, o homem se converterá em senhor e possuidor da natureza está presente no pensamento do filósofo

Leia mais

Antecedentes Históricos da Administração. Professor Maurício Teixeira

Antecedentes Históricos da Administração. Professor Maurício Teixeira Antecedentes Históricos da Administração Professor Maurício Teixeira Abordagens Mostrar a história Incipiente preocupação com a Administração na antiguidade Influencias da Administração Filosóficas Da

Leia mais

CURSO DE DIREITO. Professor: Ana Paula dos Santos Lima Titulação: Doutora em Ensino, Filosofia e História das Ciências pela UFBA/ UEFS PLANO DE CURSO

CURSO DE DIREITO. Professor: Ana Paula dos Santos Lima Titulação: Doutora em Ensino, Filosofia e História das Ciências pela UFBA/ UEFS PLANO DE CURSO CURSO DE DIREITO Componente Curricular: Filosofia Código: DIR-112 CH Total: 60 h Pré-requisito: - Período Letivo: 2016.1 Turma: 2º semestre Professor: Ana Paula dos Santos Lima Titulação: Doutora em Ensino,

Leia mais

MÉTODOS EM PESQUISA 01/07/ INTRODUÇÃO TÓPICOS A SEREM ABORDADOS 1.1 CONCEITO DE MÉTODO. 1. Introdução. 2. Método Indutivo

MÉTODOS EM PESQUISA 01/07/ INTRODUÇÃO TÓPICOS A SEREM ABORDADOS 1.1 CONCEITO DE MÉTODO. 1. Introdução. 2. Método Indutivo DISCIPLINA: METODOLOGIA CIENTÍFICA CURSO: ENGENHARIA AMBIENTAL PROF. ALEXANDRE PAIVA DA SILVA MÉTODOS EM PESQUISA TÓPICOS A SEREM ABORDADOS 1. Introdução 2. Método Indutivo 3. Leis, regras e fases do método

Leia mais

OS FILÓFOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS

OS FILÓFOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS OS FILÓFOFOS PRÉ-SOCRÁTICOS São chamados de filósofos da natureza. Buscavam a arché, isto é, o elemento ou substância primordial que originava todas as coisas da natureza. Dirigiram sua atenção e suas

Leia mais

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia PLANO DE CURSO

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia PLANO DE CURSO COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia Código: DIR-112 Pré-requisito: Filosofia Geral Período Letivo: 2013.1 Professor:

Leia mais

Disciplina: Filosofia Série: 10 Unidade: Primeira Content Area: Philosophy Grade 10 Quarter I

Disciplina: Filosofia Série: 10 Unidade: Primeira Content Area: Philosophy Grade 10 Quarter I Disciplina: Filosofia Série: 10 Unidade: Primeira Content Area: Philosophy Grade 10 Quarter I 1.1 1.2 1.3 Conhecimento filosófico, religioso, científico e senso comum. Filosofia e lógica. Milagre Grego.

Leia mais

Disciplina de Filosofia Ciências Humanas e suas tecnologias

Disciplina de Filosofia Ciências Humanas e suas tecnologias Disciplina de Filosofia Ciências Humanas e suas tecnologias 2º ano Prof. Queridos Alunos, A mente que se abre a uma nova ideia jamais volta ao seu tamanho original. Pois, [...] não existem sonhos impossíveis

Leia mais

Breve Histórico do Raciocínio Lógico

Breve Histórico do Raciocínio Lógico Breve Histórico do Raciocínio Lógico Enquanto muitas culturas tenham usado complicados sistemas de raciocínio, somente na China, Índia e Grécia os métodos de raciocínio tiveram um desenvolvimento sustentável.

Leia mais

Os Poliedros de Platão

Os Poliedros de Platão Os Poliedros de Platão Poliedro é um sólido geométrico cuja superfície é composta por um número finito de faces, cujos vértices são formados por três ou mais arestas em três dimensões (eixo dos "X", "Y",

Leia mais

Top 5 de Filosofia: Questões Enem

Top 5 de Filosofia: Questões Enem Top 5 de Filosofia: Questões Enem Top 5 de filosofia: Questões Enem 1. (Enem 2012) Anaxímenes de Mileto disse que o ar é o elemento originário de tudo o que existe, existiu e existirá, e que outras coisas

Leia mais

26/08/2013. Gnosiologia e Epistemologia. Prof. Msc Ayala Liberato Braga GNOSIOLOGIA: TEORIA DO CONHECIMENTO GNOSIOLOGIA: TEORIA DO CONHECIMENTO

26/08/2013. Gnosiologia e Epistemologia. Prof. Msc Ayala Liberato Braga GNOSIOLOGIA: TEORIA DO CONHECIMENTO GNOSIOLOGIA: TEORIA DO CONHECIMENTO Gnosiologia e Epistemologia Prof. Msc Ayala Liberato Braga Conhecimento filosófico investigar a coerência lógica das ideias com o que o homem interpreta o mundo e constrói sua própria realidade. Para a

Leia mais

MODELANDO O COSMO CSA 9ºANO

MODELANDO O COSMO CSA 9ºANO MODELANDO O COSMO CSA 9ºANO - Característica e importância dos modelos e teorias científicas; - Disputas entre teorias científicas; - Modelos geocêntrico e heliocêntrico para o cosmo; - Introdução do conceito

Leia mais

O novo Organum crítica a obra de Aristóteles, reinterpreta sua obra ordem do universo

O novo Organum crítica a obra de Aristóteles, reinterpreta sua obra ordem do universo FRANCIS BACON . Nasceu em Londres em 1561, filho de, filho de Sir Nicholas Bacon, lorde tabelião da rainha Elisabeth, Francis Bacon gozou do privilégio de ser introduzido na corte desde pequeno. Em 1584

Leia mais

SERGIO LEVI FERNANDES DE SOUZA. Principais mudanças da revolução copernicana e as antinomias da razão pura.

SERGIO LEVI FERNANDES DE SOUZA. Principais mudanças da revolução copernicana e as antinomias da razão pura. SERGIO LEVI FERNANDES DE SOUZA Principais mudanças da revolução copernicana e as antinomias da razão pura. Santo André 2014 INTRODUÇÃO Nunca um sistema de pensamento dominou tanto uma época como a filosofia

Leia mais

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E SOCIEDADE. O que é Ciência?

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E SOCIEDADE. O que é Ciência? CIÊNCIA, TECNOLOGIA E SOCIEDADE O que é Ciência? O QUE É CIÊNCIA? 1 Conhecimento sistematizado como campo de estudo. 2 Observação e classificação dos fatos inerentes a um determinado grupo de fenômenos

Leia mais

O conceito ética. O conceito ética. Curso de Filosofia. Prof. Daniel Pansarelli. Ética filosófica: conceito e origem Estudo a partir de Aristóteles

O conceito ética. O conceito ética. Curso de Filosofia. Prof. Daniel Pansarelli. Ética filosófica: conceito e origem Estudo a partir de Aristóteles Curso de Filosofia Prof. Daniel Pansarelli Ética filosófica: conceito e origem Estudo a partir de Aristóteles O conceito ética Originado do termo grego Ethos, em suas duas expressões Êthos (com inicial

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina FIS291 Evolução dos Conceitos da Física I

Programa Analítico de Disciplina FIS291 Evolução dos Conceitos da Física I Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina FIS91 Evolução dos Conceitos da Física I Departamento de Física - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: 4 Teóricas

Leia mais

22/08/2014. Tema 6: Ciência e Filosofia. Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes. Ciência e Filosofia

22/08/2014. Tema 6: Ciência e Filosofia. Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes. Ciência e Filosofia Tema 6: Ciência e Filosofia Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes Ciência e Filosofia Ciência: vem do latim scientia. Significa sabedoria, conhecimento. Objetivos: Conhecimento sistemático. Tornar o mundo compreensível.

Leia mais

A teoria das das idéias no médio-platonismo: o capítulo IX do Didascálios de Alcínoo

A teoria das das idéias no médio-platonismo: o capítulo IX do Didascálios de Alcínoo A teoria das das idéias no médio-platonismo: o capítulo IX do Didascálios de Alcínoo Bernardo Guadalupe dos Santos Lins Brandão geraldosantos@yahoo.com.br Programa de Pós-Graduação em Filosofia, UFMG 1.

Leia mais

CORRENTES DE PENSAMENTO DA FILOSOFIA MODERNA

CORRENTES DE PENSAMENTO DA FILOSOFIA MODERNA CORRENTES DE PENSAMENTO DA FILOSOFIA MODERNA O GRANDE RACIONALISMO O termo RACIONALISMO, no sentido geral, é empregado para designar a concepção de nada existe sem que haja uma razão para isso. Uma pessoa

Leia mais

Acreditavam em vários deuses (Politeístas); Seus deuses viviam no Olimpo (sinônimo de Céu); Os deuses podiam tanto ser bons com os humanos como

Acreditavam em vários deuses (Politeístas); Seus deuses viviam no Olimpo (sinônimo de Céu); Os deuses podiam tanto ser bons com os humanos como Acreditavam em vários deuses (Politeístas); Seus deuses viviam no Olimpo (sinônimo de Céu); Os deuses podiam tanto ser bons com os humanos como prejudica-los; Quando queriam agradar um deus ou uma deusa

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS. Professor: Ana Paula dos Santos Lima Titulação: Doutora em Ensino, Filosofia e História das Ciências pela UFBA/UEFS

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS. Professor: Ana Paula dos Santos Lima Titulação: Doutora em Ensino, Filosofia e História das Ciências pela UFBA/UEFS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Componente Curricular: Filosofia Código: CTB - 110 CH Total: 60h Pré-requisito: Filosofia Geral Período Letivo: 2014. 2 Turma: 1º semestre Professor: Ana Paula dos Santos Lima

Leia mais

Você sabe por que vamos à escola? Ensino é responsabilidade do Estado e de que todos têm direito à educação ideias novas.

Você sabe por que vamos à escola? Ensino é responsabilidade do Estado e de que todos têm direito à educação ideias novas. Escolástica: a filosofia das escolas cristãs 3º BIMESTRE 7º Ano A filosofia cristã na Escolástica Você sabe por que vamos à escola? Ensino é responsabilidade do Estado e de que todos têm direito à educação

Leia mais

DICAS DO PROFESSOR. História 6º Ano

DICAS DO PROFESSOR. História 6º Ano DICAS DO PROFESSOR História 6º Ano A HÉLADE Nós chamamos a nossa terra de Hélade e nos consideramos helenos. E todos aqueles que possuíam outras culturas e falavam línguas que nós não entendemos, nós os

Leia mais

Roteiro para Recuperação anual Filosofia 2014

Roteiro para Recuperação anual Filosofia 2014 CENTRO EDUCACIONAL JUSCELINO KUBITSCHEK 6º Ano Ensino Fundamental 5ª série (6º Ano): Unidade 3 do livro: O homem é a medida de todas as coisas O que é o homem? O homem é uma máquina que pensa. O homem

Leia mais

Atividade extra. Volume 1 Fascículo 1 Filosofia Unidade 1. Questão 1. Observe a imagem e,a seguir, responda à questão:

Atividade extra. Volume 1 Fascículo 1 Filosofia Unidade 1. Questão 1. Observe a imagem e,a seguir, responda à questão: Atividade extra Volume 1 Fascículo 1 Filosofia Unidade 1 Observe a imagem e,a seguir, responda à questão: http://en.wikipedia.org/wiki/file:peter_paul_rubens_032.jpg Ciências Humanas e suas Tecnologias

Leia mais

FILOSOFIA: RESUMO DAS AULAS 4, 5 e 6

FILOSOFIA: RESUMO DAS AULAS 4, 5 e 6 FILOSOFIA: RESUMO DAS AULAS 4, 5 e 6 Antes de elaborar um resumo do conteúdo das AULAS 4, 5 e 6, é necessário entender o panorama geral dentro do qual as discussões destas aulas fazem sentido. Isto é,

Leia mais

OFICINA: HISTÓRIA DA MATEMÁTICA. Resumo

OFICINA: HISTÓRIA DA MATEMÁTICA. Resumo OFICINA: HISTÓRIA DA MATEMÁTICA Resumo Os grandes matemáticos surgiram antes e depois de Cristo, inventando novas fórmulas, soluções e cálculos. A inteligência do homem era algo tão magnífico, que a matemática

Leia mais

Filosofia Moderna: a nova ciência e o racionalismo.

Filosofia Moderna: a nova ciência e o racionalismo. FILOSOFIA MODERNA Filosofia Moderna: a nova ciência e o racionalismo. Período histórico: Idade Moderna (século XV a XVIII). Transformações que podemos destacar: A passagem do feudalismo para o capitalismo

Leia mais

1-INTRODUÇÃO. Aula 2 Mito e filosofia:

1-INTRODUÇÃO. Aula 2 Mito e filosofia: Prof. Gilmar Dantas 1-INTRODUÇÃO Aula 2 Mito e filosofia: Nesta aula, vamos ver outras características da filosofia e ver também os mitos. Houve uma passagem dos mitos para a filosofia na Grécia Antiga.

Leia mais

Aula 04. Origens da Profissão

Aula 04. Origens da Profissão Origens da Profissão 4.1 Aula 04 Origens da Profissão Walter Antônio Bazzo e Luiz Teixeira do Vale Pereira, Introdução a Engenharia Conceitos, Ferramentas e Comportamentos, Capítulo 3: Origens da Profissão

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS EMENTAS DO CURSO DE FILOSOFIA Currículo Novo (a partir de 2010/1) NÍVEL I HISTÓRIA DA FILOSOFIA ANTIGA Reflexão acerca da transição do pensamento mítico ao filosófico. Estudo de problemas, conceitos e

Leia mais

Panorama dos pré-socráticos ao helenismo

Panorama dos pré-socráticos ao helenismo Panorama dos pré-socráticos ao helenismo Heidi Strecker* A filosofia é um saber específico e tem uma história que já dura mais de 2.500 anos. A filosofia nasceu na Grécia antiga - costumamos dizer - com

Leia mais

A PESQUISA CIENTÍFICA NO DIREITO

A PESQUISA CIENTÍFICA NO DIREITO A PESQUISA CIENTÍFICA NO DIREITO AUTORES Andréia Régia Nogueira Rego Doutora em Letras pela UNESP/Rio Preto. Docente do Curso de Graduação e de Pós-graduação em Direito da Unilago Carina Beltramini Docente

Leia mais

Filosofia na Antiguidade Clássica Sócrates, Platão e Aristóteles. Profa. Ms. Luciana Codognoto

Filosofia na Antiguidade Clássica Sócrates, Platão e Aristóteles. Profa. Ms. Luciana Codognoto Filosofia na Antiguidade Clássica Sócrates, Platão e Aristóteles Profa. Ms. Luciana Codognoto Períodos da Filosofia Grega 1- Período pré-socrático: (VII e VI a.c): início do processo de desligamento entre

Leia mais

REF. BIBLIOGR. ESTRUTU- RANTES ENCAMINHAMENTOS METODOL.

REF. BIBLIOGR. ESTRUTU- RANTES ENCAMINHAMENTOS METODOL. COLÉGIO ESTADUAL SANTO ANTÔNIO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PLANO DE TRABALHO DOCENTE DE FILOSOFIA 1º e 2º Bimestre 2011 - SÉRIE: 1º A, B, C, D - Diurno e Noturno PROFESSOR: ZEMIR LOURENÇO PRIGOL NÚCLEO

Leia mais

22/08/2014. Tema 7: Ética e Filosofia. O Conceito de Ética. Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes

22/08/2014. Tema 7: Ética e Filosofia. O Conceito de Ética. Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes Tema 7: Ética e Filosofia Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes O Conceito de Ética Ética: do grego ethikos. Significa comportamento. Investiga os sistemas morais. Busca fundamentar a moral. Quer explicitar

Leia mais

ENTRE DOIS MUNDOS 7º ANO

ENTRE DOIS MUNDOS 7º ANO ENTRE DOIS MUNDOS 7º ANO INTRODUÇÃO Renascimento: Período de transição entre Idade Média e Idade Moderna; Misturam-se o jeito de ser e pensar de dois momentos da sociedade europeia ocidental; Não é possível

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA NOME COLEGIADO CÓDIGO SEMESTRE HISTÓRIA DAS CIÊNCIAS I CCINAT/SBF CIEN0017 2016.1 CARGA HORÁRIA TEÓRICA: 60 h/a = 72 encontros PRÁT: 0 HORÁRIOS: Quinta-Feira: de 18:00 às 19:40 horas

Leia mais

física e astronomia aristotélica

física e astronomia aristotélica física e astronomia aristotélica andrea bettanin 183178 astronomia fundamental aristóteles (384 a.c - 322 a.c.) Aristóteles nasceu em Estágira, em 384 a.c., próxima da Macedônia. Seus pais morreram durante

Leia mais

OBRA DA ÉPOCA MODERNA: FUNDAMENTAÇÃO DA METAFÍSICA DOS COSTUMES, DE KANT

OBRA DA ÉPOCA MODERNA: FUNDAMENTAÇÃO DA METAFÍSICA DOS COSTUMES, DE KANT Ano lectivo de 2004 / 2005 FILOSOFIA 12º ANO PLANIFICAÇÃO OBRA DA ÉPOCA MODERNA: FUNDAMENTAÇÃO DA METAFÍSICA DOS COSTUMES, DE KANT ESCOLA SECUNDÁRIA ALBERTO SAMPAIO 1 Ano lectivo de 2004 / 2005 FILOSOFIA

Leia mais

MÉTODO CIENTÍFICO. Patrícia Ruiz Spyere

MÉTODO CIENTÍFICO. Patrícia Ruiz Spyere MÉTODO CIENTÍFICO Introdução Método científico Modelos de método científico INTRODUÇÃO Mitos Explicação da realidade e dos fenômenos naturais de forma simbólica, por meio de deuses, semi-deuses e heróis

Leia mais

CIÊNCIA & CONHECIMENTO CIENTÍFICO

CIÊNCIA & CONHECIMENTO CIENTÍFICO CIÊNCIA & CONHECIMENTO CIENTÍFICO A CIÊNCIA E O CONHECIMENTO CIENTÍFICO Ciência propõe a aquisição sistemática de conhecimentos sobre a natureza com a finalidade de melhoria da qualidade de vida, intelectual

Leia mais

PESQUISA CIENTÍFICA -Aula 4-

PESQUISA CIENTÍFICA -Aula 4- PESQUISA CIENTÍFICA -Aula 4- Prof. Alexandre Paiva da Silva Pombal PB SUMÁRIO Pesquisa Conceitos Características Objetivos Finalidades Requisitos Qualidades do pesquisador Tipos de pesquisa científica

Leia mais

OS SOFISTAS E A VIDA EM SOCIEDADE

OS SOFISTAS E A VIDA EM SOCIEDADE O SER HUMANO PARA OS SOFISTAS E SÓCRATES OS SOFISTAS E A VIDA EM SOCIEDADE A ARTE DO CONVENCIMENTO Nenhum escrito completo restou dos autores sofistas, apenas poucos fragmentos A maior parte dos textos

Leia mais

Edição Revisada. São Paulo,

Edição Revisada. São Paulo, Edição Revisada São Paulo, 2012 Esta aula pode ser impressa apenas para uso pessoal. Proibida a reprodução e transmissão parcial ou total desta publicação, por qualquer forma ou meio. Copyright 2012 Equipe

Leia mais

CONCEPÇÕES DO ENSINO DE FILOSOFIA Uma reflexão sobre o currículo

CONCEPÇÕES DO ENSINO DE FILOSOFIA Uma reflexão sobre o currículo Uma reflexão sobre o currículo 1. A NATUREZA DA FILOSOFIA Atitude reflexiva que investiga criticamente condições de possibilidade. (PCN+, 1999; OCN, 2006) "A principal ocupação da Filosofia é questionar

Leia mais

O Século das Luzes HISTÓRIA 01 AULA 25 PROF. THIAGO

O Século das Luzes HISTÓRIA 01 AULA 25 PROF. THIAGO O Século das Luzes HISTÓRIA 01 AULA 25 PROF. THIAGO Contexto Revolução Científica do século XVII Galileu Galilei, René Descartes e Isaac Newton Concepção racionalista do mundo Leis Naturais Crise do Antigo

Leia mais

CURSO E COLÉGIO ESPECÍFICO. AUGUSTE COMTE E O PENSAMENTO POSITIVISTA Disciplina: Sociologia Professor: Waldenir do Prado 2013

CURSO E COLÉGIO ESPECÍFICO. AUGUSTE COMTE E O PENSAMENTO POSITIVISTA Disciplina: Sociologia Professor: Waldenir do Prado 2013 CURSO E COLÉGIO ESPECÍFICO AUGUSTE COMTE E O PENSAMENTO POSITIVISTA Disciplina: Sociologia Professor: Waldenir do Prado 2013 A Sociologia enquanto ciência Augusto Comte (1798 1857) francês, autor de Catecismo

Leia mais

Era considerado povo os cidadãos de Atenas, que eram homens com mais de 18 anos, filhos de pais e mães atenienses.

Era considerado povo os cidadãos de Atenas, que eram homens com mais de 18 anos, filhos de pais e mães atenienses. Trabalho de Filosofia Mito e Filosofia na Grécia Antiga Texto 1 1- (0,3) Democracia quer dizer poder do povo. De acordo com o texto, quem era considerado povo em Atenas Antiga? Explique com suas palavras.

Leia mais

Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Tipo de aula. Semana

Textos, filmes e outros materiais. Habilidades e Competências. Conteúdos/ Matéria. Categorias/ Questões. Tipo de aula. Semana PLANO DE CURSO DISCIPLINA: FILOSOFIA DO DIREITO (CÓD.: ENEX 60110) ETAPA: 2ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo de aula Habilidades e Competências Textos,

Leia mais

Educação Matemática. Prof. Andréa Cardoso 2013/2

Educação Matemática. Prof. Andréa Cardoso 2013/2 Educação Matemática Prof. Andréa Cardoso 2013/2 UNIDADE I Educação Matemática e Ensino HISTÓRIA DA ESCOLA Quando e como surgiram as escolas? ESCOLA, do grego SKHOLE que significa LAZER EDUCAR, do latim

Leia mais

FILOSOFIA 11º ano O CONHECIMENTO E A RACIONALIDADE CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA

FILOSOFIA 11º ano O CONHECIMENTO E A RACIONALIDADE CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA FILOSOFIA 11º ano O CONHECIMENTO E A RACIONALIDADE CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA Governo da República Portuguesa Descrição e interpretação da atividade cognoscitiva 1.1 Estrutura do ato de conhecer 1.2 Análise

Leia mais

PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA I CÓD. ENUN º PERÍODO SEMANA CONTEÚDOS/MATÉRIA TIPO DE AULA TEXTOS, FILMES E OUTROS MATERIAIS

PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA I CÓD. ENUN º PERÍODO SEMANA CONTEÚDOS/MATÉRIA TIPO DE AULA TEXTOS, FILMES E OUTROS MATERIAIS PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA I CÓD. ENUN 60004 1º PERÍODO TOTAL DE ENCONTROS: 20 SEMANAS SEMANA CONTEÚDOS/MATÉRIA TIPO DE AULA TEXTOS, FILMES E OUTROS MATERIAIS 1 UNIDADE I UMA ANÁLISE DA

Leia mais

Aula 2 Teoria Geral do Processo. DEFINIÇÃO DE TEORIA GERAL DO PROCESSO.

Aula 2 Teoria Geral do Processo. DEFINIÇÃO DE TEORIA GERAL DO PROCESSO. Aula 2 Teoria Geral do Processo. DEFINIÇÃO DE TEORIA GERAL DO PROCESSO. Teoria, qual o seu significado? É um corpo de conceitos sistematizados que nos permite conhecer determinado domínio da realidade.

Leia mais

*RACIONALISMO X EMPIRISMO

*RACIONALISMO X EMPIRISMO *RACIONALISMO X EMPIRISMO *As transformações ocorridas a partir da modernidade levaram ao questionamento dos critérios e métodos para elaboração de um conhecimento verdadeiro. *As 02 principais correntes

Leia mais

0,1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D.11 PERÍODO: 3º CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO CONSTITUCIONAL I NOME DO CURSO: DIREITO 2.

0,1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D.11 PERÍODO: 3º CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO CONSTITUCIONAL I NOME DO CURSO: DIREITO 2. 0,1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D.11 PERÍODO: 3º CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO CONSTITUCIONAL I NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60

Leia mais

Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Ficha de Disciplina Ano Lectivo 2010/2011

Universidade Técnica de Lisboa. Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Ficha de Disciplina Ano Lectivo 2010/2011 (DESCRITOR) Estabelecimento de Ensino Unidade Orgânica Plano de Estudos Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Ciência Política Área Científica Unidade Curricular Equipa Docente Pré-Requisitos

Leia mais

PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA I (CÓD. ENUN60004) PERÍODO: 1 º PERÍODO EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA

PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA I (CÓD. ENUN60004) PERÍODO: 1 º PERÍODO EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA I (CÓD. ENUN60004) PERÍODO: 1 º PERÍODO TOTAL DE SEMANAS: 20 SEMANAS TOTAL DE ENCONTROS: 20 AULAS Aulas Conteúdos/ Matéria Tipo de aula Textos, filmes e outros

Leia mais

CONHECIMENTO É PODER FRANCIS BACON ( )

CONHECIMENTO É PODER FRANCIS BACON ( ) CONHECIMENTO É PODER FRANCIS BACON (1561-1626) EM CONTEXTO ÁREA Filosofia da ciência ABORDAGEM Empirismo Empirismo é o movimento que acredita na experiência como formadora de ideias, discordando da noção

Leia mais

Método Indutivo. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior

Método Indutivo. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior Método Indutivo Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior Introdução O Método Indutivo é aquele que parte de análises singulares e a partir destas, indutivamente, chega a conclusões plurais. Por exemplo,

Leia mais

METODOLOGIA CIENTÍFICA

METODOLOGIA CIENTÍFICA EQE040 METODOLOGIA CIENTÍFICA www.liviajatoba.com/eqe040 Professora Livia Jatobá liviajatoba@eq.ufrj.br 1 /22 SOBRE A DISCIPLINA FUNDAMENTOS DA METODOLOGIA CIENTÍFICA ÉTICA NA PESQUISA E NOS TRABALHOS

Leia mais

Aula 08 Terceiro Colegial.

Aula 08 Terceiro Colegial. Aula 08 Terceiro Colegial Cristianismo: Entre a Fé e a Razão Busca por uma base racional para sustentar a fé Formulações filosóficas se estendendo por mais de mil anos Cristianismo Palavra de Jesus, que

Leia mais

Questões sobre Mito e Filosofia e sobre as características do pensamento filosófico.

Questões sobre Mito e Filosofia e sobre as características do pensamento filosófico. TRIU 2015 - Aula de Filosofia - 16-03-2015 Questões sobre Mito e Filosofia e sobre as características do pensamento filosófico. (1) UEL-2007 Há, porém, algo de fundamentalmente novo na maneira como os

Leia mais

CONCEPÇÕES ÉTICAS Mito, Tragédia e Filosofia

CONCEPÇÕES ÉTICAS Mito, Tragédia e Filosofia CONCEPÇÕES ÉTICAS Mito, Tragédia e Filosofia O que caracteriza a consciência mítica é a aceitação do destino: Os costumes dos ancestrais têm raízes no sobrenatural; As ações humanas são determinadas pelos

Leia mais

A teoria do conhecimento

A teoria do conhecimento conhecimento 1 A filosofia se divide em três grandes campos de investigação. A teoria da ciência, a teoria dos valores e a concepção de universo. Esta última é na verdade a metafísica; a teoria dos valores

Leia mais

Sumário. 1 Sobre a Filosofia, 1 A filosofia como tradição, 1 A filosofia como práxis, 5

Sumário. 1 Sobre a Filosofia, 1 A filosofia como tradição, 1 A filosofia como práxis, 5 Sumário Nota, xi 1 Sobre a Filosofia, 1 A filosofia como tradição, 1 A filosofia como práxis, 5 2 Sobre a Filosofia do Direito, 10 A especificidade da filosofia do direito, 11 Filosofia do direito e filosofia,

Leia mais

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33)

COLÉGIO SANTA TERESINHA R. Madre Beatriz 135 centro Tel. (33) PROFESSOR: Emiliano Glaydson de Oliveira TURMA: 9º Ano DISCIPLINA: História 1- S QUE SERÃO TRABALHADOS DURANTE A ETAPA : Unidade 2 Intervencionismo e autoritarismo no mundo em crise Cap. 4 O mundo no contexto

Leia mais

A JUSTIÇA DE ARISTÓTELES ÉTICA A NOCOMACO

A JUSTIÇA DE ARISTÓTELES ÉTICA A NOCOMACO SOBRE O AUTOR: Aristóteles foi um notável e inigualável filósofo, nasceu em 384 a.c., porém esse dado é duvidoso pois alguns acreditam ter nascido em 385 a.c. morreu em 322 a.c.. Nasceu em Estagira(Atualmente

Leia mais

TEORIA GERAL DO ESTADO

TEORIA GERAL DO ESTADO TEORIA GERAL DO ESTADO APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA Prof. Thiago Gomes Apresentação da Disciplina 1. IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Teoria Geral do Estado 2. PROFESSOR Me. Thiago Gomes 3. CARGA HORÁRIA 2 h/a

Leia mais

Sumário. O Universo. Modelo geocêntrico

Sumário. O Universo. Modelo geocêntrico Sumário 2- Estudo do Universo - Modelos de organização do Universo: Teoria Geocêntrica e Teoria Heliocêntrica. - Da Astronomia a olho nu às lunetas e telescópios. Explorando o espaço. - Teoria do Big Bang

Leia mais

MITO E RAZÃO. A passagem do mito à Filosofia

MITO E RAZÃO. A passagem do mito à Filosofia MITO E RAZÃO A passagem do mito à Filosofia O QUE PERGUNTAVAM OS PRIMEIROS FILÓSOFOS? Por que os seres nascem e morrem? Por que os semelhantes dão origem aos semelhantes, de uma árvore nasce outra árvore,

Leia mais

OFICINA DA PESQUISA ÉTICA, POLÍTICA E SOCIEDADE

OFICINA DA PESQUISA ÉTICA, POLÍTICA E SOCIEDADE OFICINA DA PESQUISA ÉTICA, POLÍTICA E SOCIEDADE Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br A FORMAÇÃO DA MORAL OCIDENTAL FILOSOFIA ANTIGA A ERA

Leia mais

Unidade 01. Prof.ª Fernanda Mendizabal Instituto de Educação Superior de Brasília

Unidade 01. Prof.ª Fernanda Mendizabal Instituto de Educação Superior de Brasília Unidade 01 Prof.ª Fernanda Mendizabal Instituto de Educação Superior de Brasília Afirmar a importância do estudo da história para a compreensão da Psicologia contemporânea. Destacar a relevância das forças

Leia mais

Curso de extensão em Teoria do Conhecimento Moderna

Curso de extensão em Teoria do Conhecimento Moderna MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO Curso de extensão em Teoria do Conhecimento Moderna (Curso de extensão)

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA DISCIPLINAS DE PESQUISA PROF. DR. LUÍS EDUARDO ALMEIDA

REFLEXÕES SOBRE METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA DISCIPLINAS DE PESQUISA PROF. DR. LUÍS EDUARDO ALMEIDA REFLEXÕES SOBRE METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA DISCIPLINAS DE PESQUISA 2016-2 PROF. DR. LUÍS EDUARDO ALMEIDA CIÊNCIA Etimologia: Ciência vem da palavra latina scientia, que significa conhecimento;

Leia mais

Resolução da Questão 1 Texto Definitivo

Resolução da Questão 1 Texto Definitivo Questão A tendência recente de atribuir matizes diferentes à ética e à moral para designar o estudo do agir humano social e individual decorre provavelmente do crescente teor de complexidade da sociedade

Leia mais

FÉ E RAZÃO MUNDO MEDIEVAL

FÉ E RAZÃO MUNDO MEDIEVAL FÉ E RAZÃO MUNDO MEDIEVAL Santo Agostinho séc. IV São Tomás de Aquino séc. XIII PATRÍSTICA e ESCOLÁSTICA Platão séc. IV a.c. Aristóteles séc. III a.c A RELAÇÃO ENTRE FÉ E RAZÃO Questões fundamentais para

Leia mais

O legado da Filosofia grega para o Ocidente europeu

O legado da Filosofia grega para o Ocidente europeu O legado da Filosofia grega para o Ocidente europeu Marilena Chauí Por causa da colonização europeia das Américas, nós também fazemos parte - ainda que de modo inferiorizado e colonizado - do Ocidente

Leia mais

Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros

Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros Agrupamento de Escolas General Humberto Delgado Sede na Escola Secundária/3 José Cardoso Pires Santo António dos Cavaleiros CURSO CIENTÍFICO-HUMANÍSTICO SECUNDÁRIO Planificação Anual 2012-2013 FILOSOFIA

Leia mais

Aula 01 O conhecimento vivo

Aula 01 O conhecimento vivo Metodologia da Pesquisa Científica Aula 01 O conhecimento vivo Bloco 1 Dra. Rita Mazaro Na nossa vida diária utilizamos e convivemos com conhecimentos construídos ao longo da história por diferentes povos

Leia mais

Biografia de Augusto Comte

Biografia de Augusto Comte Biografia de Augusto Comte Augusto Comte nasceu em 19 de janeiro de 1798, em Montpellier, e faleceu em 5 de setembro de 1857, em Paris. Filósofo e auto-proclamado líder religioso, deu à ciência da Sociologia

Leia mais

Introdução. O que é Ciência? O que chamamos de conhecimento científico? Como separar a Ciência da pseudo-ciência? Isaac Newton (sec XVI)

Introdução. O que é Ciência? O que chamamos de conhecimento científico? Como separar a Ciência da pseudo-ciência? Isaac Newton (sec XVI) O Método Científico Introdução Platão e Aristóteles (sec V ac) Isaac Newton (sec XVI) O que é Ciência? O que chamamos de conhecimento científico? Como separar a Ciência da pseudo-ciência? O desafio da

Leia mais

As provas da existência de Deus: Tomás de Aquino e o estabelecimento racional da fé. Colégio Cenecista Dr. José Ferreira

As provas da existência de Deus: Tomás de Aquino e o estabelecimento racional da fé. Colégio Cenecista Dr. José Ferreira As provas da existência de Deus: Tomás de Aquino e o estabelecimento racional da fé. Colégio Cenecista Dr. José Ferreira Tomás de Aquino (1221-1274) Tomás de Aquino - Tommaso d Aquino - foi um frade dominicano

Leia mais