Joana de Almeida Neves Advogada

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Joana de Almeida Neves Advogada"

Transcrição

1 Adaptabilidade na Relação Laboral A Flexibilidade Temporal, os Horários Concentrados e os Bancos de Horas Joana de Almeida Neves Advogada

2 PROPOSTA DE ALTERAÇÃO DO CÓDIGO DE TRABALHO INTERVENÇÃO DO LEGISLADOR Definição de Princípios Gerais Transposição de Directivas Comunitárias Papel principal dos Instrumentos de Regulamentação Colectiva de Trabalho

3 PROPOSTA DE ALTERAÇÃO DO CÓDIGO DE TRABALHO O QUE MANTÉM... Regras relativas à definição de tempo de trabalho, interrupções e intervalos considerados como tempo de trabalho e período de descanso Limites dos períodos normais de trabalho diário e semanal Regime da adaptabilidade do tempo de trabalho Limites de duração máxima do trabalho nocturno Regime da isenção de horário de trabalho Limites máximos do trabalho suplementar Duração mínima dos períodos de repouso intercalar, diário, semanal e anual

4 PROPOSTA DE ALTERAÇÃO DO CÓDIGO DE TRABALHO ALTERAÇÕES... Trabalho Suplementar Registo do Tempo de Trabalho Cláusulas de Mobilidade INOVAÇÕES... Adaptabilidade Grupal Bancos de Horas Horários Concentrados

5 FLEXIBILIDADE TEMPORAL REGIME DA ADAPTABILIDADE DE HORÁRIOS A Proposta mantém Regime da Adaptabilidade Acordo Regulamentação Colectiva INOVAÇÃO Adaptabilidade Grupal

6 ADAPTABILIDADE DE HORÁRIOS ADAPTABILIDADE INDIVIDUAL O QUE MUDA Redução do prazo de resposta do trabalhador, no caso de lhe ser dirigida pelo empregador uma proposta de regime de adaptabilidade, de 21 para 14 dias, findos os quais, caso o trabalhador a ela não se oponha, se presume a sua aceitação

7 ADAPTABILIDADE DE HORÁRIOS ADAPTABILIDADE GRUPAL INOVAÇÃO Adaptabilidade Grupal Equipa Secção Unidade económica Possibilidade de adoptar este regime por instrumento de regulamentação colectiva ou por acordo

8 ADAPTABILIDADE DE HORÁRIOS ADAPTABILIDADE GRUPAL Instrumento de Regulamentação Colectiva Possibilidade de o empregador aplicar o regime de adaptabilidade ao conjunto de trabalhadores de uma equipa, secção ou unidade económica caso, pelo menos, 60% dos trabalhadores dessa estrutura sejam por ele abrangidos, por via da filiação em associação sindical celebrante dessa convenção ou por escolha dessa convenção como aplicável

9 ADAPTABILIDADE DE HORÁRIOS ADAPTABILIDADE GRUPAL Acordo Possibilidade de o empregador aplicar o regime de adaptabilidade de horário ao conjunto de trabalhadores de toda uma equipa, secção ou unidade económica, caso a proposta seja aceite por 75% dos trabalhadores dessa estrutura Excepção

10 FLEXIBILIDADE TEMPORAL BANCOS DE HORAS INOVAÇÃO Possibilidade de aumento do período normal de trabalho até: 4h/dia 60h/semana 200h/ano Apenas por IRCT pode ser prevista a criação de bancos de horas

11 BANCOS DE HORAS Os IRCT devem regular: Compensação pelo acréscimo (3 modalidades) Antecedência com que o empregador deve comunicar ao trabalhador a necessidade da prestação de trabalho Período em que a redução do tempo de trabalho para compensar o trabalho prestado deve ter lugar por iniciativa do trabalhador ou, na sua falta, pelo empregador Antecedência em que deve ser informada a utilização da redução

12 FLEXIBILIDADE TEMPORAL HORÁRIOS CONCENTRADOS Possibilidade de aumento do período normal de trabalho até ao limite de 4h/dia para concentrar o trabalho semanal em três ou quatro dias consecutivos Limite de duração do horário semanal com média de 40h com referência a 45 dias IRCT ou acordo individual INOVAÇÃO Impossibilidade de aplicação simultânea de horários concentrados e do regime de adaptabilidade

13 FLEXIBILIDADE TEMPORAL TRABALHO SUPLEMENTAR O QUE MUDA Possibilidade de afastamento, por instrumento de regulamentação colectiva de trabalho, das regras sobre compensação do trabalho suplementar. A compensação passa a poder ser efectuada mediante redução equivalente do tempo de trabalho, pagamento em dinheiro ou ambas as modalidades

14 TRABALHO SUPLEMENTAR Possibilidade de os trabalhadores, por acordo com a entidade empregadora, compensarem períodos de ausência com horas de trabalho, sem que este seja considerado trabalho suplementar Limites: 2 horas adicionais em dia de prestação normal de trabalho e 8 horas em dia de descanso semanal ou feriado

15 FLEXIBILIDADE TEMPORAL REGISTO DO TEMPO DE TRABALHO O QUE MUDA Passa a ter que constar do registo do tempo de trabalho as interrupções ou intervalos que nele não se compreendam, bem como o tempo de trabalho prestado em regime de adaptabilidade Esclarece o modo e os prazos a observar relativamente ao registo do tempo de trabalho prestado no exterior da empresa Obrigatoriedade expressa por parte da entidade empregadora de manter o registo dos tempos de trabalho e outros documentos durante cinco anos

16 FLEXIBILIDADE FUNCIONAL E GEOGRÁFICA CLÁUSULAS DE MOBILIDADE O QUE MUDA As estipulações contratuais através das quais se estabelece acordo sobre futuras e hipotéticas modificações do objecto e do local de trabalho passam a caducar ao fim de 2 anos caso não sejam nesse período activadas pelo empregador As normas legais sobre mobilidade funcional e mobilidade geográfica podem ser afastadas por instrumento de regulamentação colectiva

17 Obrigada Joana de Almeida Neves

18

Advocacia e Cidadania FLEXIBILIDADE TEMPORAL

Advocacia e Cidadania FLEXIBILIDADE TEMPORAL FLEXIBILIDADE TEMPORAL INTERVENÇÃO DO LEGISLADOR Definição de Princípios Gerais Transposição de Directivas Comunitárias Papel principal dos Instrumentos de Regulamentação Colectiva de Trabalho O QUE MANTÉM...

Leia mais

Duração e organização do tempo de trabalho

Duração e organização do tempo de trabalho Duração e organização do tempo de trabalho A empresa tem de respeitar restrições legais à duração do trabalho prestado pelos trabalhadores, embora existam várias possibilidades de organizar essa prestação

Leia mais

CÓDIGO DO TRABALHO. CAPÍTULO I - Fontes do direito do trabalho CAPÍTULO II - Aplicação do direito do trabalho. CAPÍTULO I - Disposições gerais

CÓDIGO DO TRABALHO. CAPÍTULO I - Fontes do direito do trabalho CAPÍTULO II - Aplicação do direito do trabalho. CAPÍTULO I - Disposições gerais CÓDIGO DO TRABALHO Lei n.º 7/2009, de 12 de Fevereiro LIVRO I - Parte geral TÍTULO I - Fontes e aplicação do direito do trabalho CAPÍTULO I - Fontes do direito do trabalho CAPÍTULO II - Aplicação do direito

Leia mais

Impacto das alterações ao Código do Trabalho na vida das Organizações

Impacto das alterações ao Código do Trabalho na vida das Organizações Impacto das alterações ao Código do Trabalho na vida das Organizações ÍNDICE 01 Acórdão n.º 602/2013, de 20 de Setembro, do Tribunal Constitucional Consequências 02 Lei n.º 69/2013, de 30 de Agosto Compensações

Leia mais

Laranjeiro dos Santos & Associados Sociedade de Advogados RL

Laranjeiro dos Santos & Associados Sociedade de Advogados RL Nota Informativa 1/2012: Alterações relevantes em matéria Processamento Salarial e Encargos Sociais I. Comissão Permanente de Concertação Social Alterações à tipologia contratual: Alargamento da duração

Leia mais

ÍNDICE. Págs. NOTA PRÉVIA... 5 ABREVIATURAS 9

ÍNDICE. Págs. NOTA PRÉVIA... 5 ABREVIATURAS 9 ÍNDICE NOTA PRÉVIA.............. 5 ABREVIATURAS 9.' 1.0 Direito do Trabalho: o quê, porquê e para quê?................... 11 2. Noção, objecto e características gerais do Direito do Trabalho....... 21

Leia mais

DURAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO TEMPO DE TRABALHO

DURAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO TEMPO DE TRABALHO DURAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO TEMPO DE TRABALHO O QUE DIZ A LEI OBSERVAÇÕES I - CONCEITOS E DEFINIÇÕES Tempo de Trabalho qualquer período durante o qual o trabalhador está a desempenhar a actividade ou permanece

Leia mais

Tabela Salarial / I Director Geral 1.822,00 II Director de Serviços 1.522,00 III Director Adjunto 1.216,00

Tabela Salarial / I Director Geral 1.822,00 II Director de Serviços 1.522,00 III Director Adjunto 1.216,00 Após processo de conciliação que decorreu no Ministério do Trabalho, foram concluídas as negociações do acordo de revisão do CCT para a Indústria de Carnes, para o ano 2009, do qual resultou a Tabela Salarial

Leia mais

TÍTULO DA APRESENTAÇÃO. As IPSS e o normativo laboral aplicável

TÍTULO DA APRESENTAÇÃO. As IPSS e o normativo laboral aplicável As IPSS e o normativo laboral aplicável Centro Local da Beira Alta junho 2016 Normativo jurídico-laboral essencial aplicável Código do Trabalho Lei n.º 7/2009, de 12 de fevereiro Lei n.º 23/2012, de 25

Leia mais

ALTERAÇÕES AO CÓDIGO DO TRABALHO. Lei nº 23/2012, de 25 de Junho

ALTERAÇÕES AO CÓDIGO DO TRABALHO. Lei nº 23/2012, de 25 de Junho ALTERAÇÕES AO CÓDIGO DO TRABALHO Lei nº 23/2012, de 25 de Junho Aproxima-se o dia um de Agosto, data em que entram em vigor as novas alterações ao Código do Trabalho, as quais foram já objecto de uma acção

Leia mais

Leis do Trabalho. Tudo o que precisa de saber, 3.ª EDIÇÃO. Atualização online II

Leis do Trabalho. Tudo o que precisa de saber, 3.ª EDIÇÃO. Atualização online II Leis do Trabalho Tudo o que precisa de saber, 3.ª EDIÇÃO Atualização online II A entrada em vigor da Lei n. 120/2015, de 1 de setembro, obriga à reformulação das perguntas 34, 46, 110 e 112 e dos Anexos

Leia mais

AV ANA SEQUEIRA VAREJÃO

AV ANA SEQUEIRA VAREJÃO Exmo. Senhor Secretário Geral do Sindicato dos Meios Audiovisuais O Gabinete Jurídico do SMAV foi incumbido de emitir parecer sobre o conceito de trabalho nocturno, nomeadamente sobre a posição assumida

Leia mais

ALTERAÇÕES AO CÓDIGO DO TRABALHO 4 de Setembro de 2012

ALTERAÇÕES AO CÓDIGO DO TRABALHO 4 de Setembro de 2012 ALTERAÇÕES AO CÓDIGO DO TRABALHO 4 de Setembro de 2012 1. INTRODUÇÃO Foi publicada no Diário da República em 25 de Junho de 2012 a Lei n.º 23/2012, de 25 de Junho, que procede à terceira alteração ao Código

Leia mais

NEGOCIAÇÃO DO ACEP COM A UNIVERSIDADE DE COIMBRA

NEGOCIAÇÃO DO ACEP COM A UNIVERSIDADE DE COIMBRA NEGOCIAÇÃO DO ACEP COM A UNIVERSIDADE DE COIMBRA - Resumo do ponto de situação negocial CLÁUSULAS Cláusula 1ª Âmbito de aplicação Cláusula 2ª Vigência, denúncia e revisão PONTO SITUAÇÃO (conjugando os

Leia mais

MUDANÇAS POLÍTICAS SALARIAIS. Quidgest

MUDANÇAS POLÍTICAS SALARIAIS. Quidgest MUDANÇAS POLÍTICAS SALARIAIS Quidgest rh@quidgest.com AGENDA: Q Q Q Q Q Q Q Q Q Q REMISSÃO CÓDIGO DO TRABALHO TRABALHO SUPLEMENTAR FÉRIAS, FALTAS E FERIADOS SUBSÍDIO NATAL E FÉRIAS DECLARAÇÃO MENSAL DE

Leia mais

Lei n.º 53/2011. de 14 de Outubro

Lei n.º 53/2011. de 14 de Outubro Lei n.º 53/2011 de 14 de Outubro Procede à segunda alteração ao Código do Trabalho, aprovado em anexo à Lei n.º 7/2009, de 12 de Fevereiro, estabelecendo um novo sistema de compensação em diversas modalidades

Leia mais

SISTEMAS DE REMUNERAÇÃO E A PRESTAÇÃO DE TRABALHO

SISTEMAS DE REMUNERAÇÃO E A PRESTAÇÃO DE TRABALHO SISTEMAS DE REMUNERAÇÃO E A PRESTAÇÃO DE TRABALHO António Caxito Marques 1 SEMINÁRIO SOBRE A NOVA LEI GERAL DO TRABALHO JULHO 2015 INDÍCE 1. REMUNERAÇÃO 2. TRABALHO EXTRAORDINÁRIO 3. SALÁRIO MÍNIMO NACIONAL

Leia mais

TÍTULO DA APRESENTAÇÃO3 de Novembro António das Neves Ferreira Iracema Correia

TÍTULO DA APRESENTAÇÃO3 de Novembro António das Neves Ferreira Iracema Correia 3 de Novembro 2009 António das Neves Ferreira Iracema Correia Organização ANECRA/AEP/ACT TÍTULO DA APRESENTAÇÃO ascendência sexo estado civil situação económica origem ou condição social capacidade de

Leia mais

Organização do Tempo de Trabalho

Organização do Tempo de Trabalho Organização do Tempo de Trabalho de PAULA CALDEIRA DUTSCHMANN de 2012 ÍNDICE BANCOS DE HORAS INTERRUPÇÃO DO FÉRIAS E PONTES FALTAS FERIADOS BANCO DE HORAS Criação do banco de horas individual, por acordo

Leia mais

JORNADA DE TRABALHO. Tempo in itinere. - 2º 58 CLT; Súmulas 90;320;324;325 TST

JORNADA DE TRABALHO. Tempo in itinere. - 2º 58 CLT; Súmulas 90;320;324;325 TST JORNADA DE TRABALHO Tempo efetivamente Trabalhado; Tempo à disposição do empregador Tempo in itinere. - 2º 58 CLT; Súmulas 90;320;324;325 TST Conceito Jornada é o lapso de tempo durante o qual o empregado

Leia mais

ESTATUTO DO TRABALHADOR- CÓDIGO DO TRABALHO ESTUDANTE CAPÍTULO I SECÇÃO II. Preâmbulo. Subsecção VIII. Trabalhador-Estudante. Artº 17º.

ESTATUTO DO TRABALHADOR- CÓDIGO DO TRABALHO ESTUDANTE CAPÍTULO I SECÇÃO II. Preâmbulo. Subsecção VIII. Trabalhador-Estudante. Artº 17º. ESTATUTO DO TRABALHADOR- CÓDIGO DO TRABALHO ESTUDANTE (Lei nº 99/2003, de 27 de Agosto) CAPÍTULO I SECÇÃO II Preâmbulo Subsecção VIII Trabalhador-Estudante Artº 17º Trabalhador-estudante O disposto nos

Leia mais

ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº /12/2000

ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº /12/2000 ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº.2000 19/2000 de 20/12/2000 Nº de PAUTA 203.13 RECURSOS HUMANOS RECURSOS HUMANOS Assunto: Actividade Sindical Referência: Distribuição: Recursos Humanos Revogações: Enquadramento

Leia mais

O prazo para entrega de sugestões termina no dia 26 de dezembro de 2016.

O prazo para entrega de sugestões termina no dia 26 de dezembro de 2016. Nº de proc. 01/2016 Objeto (s) Regulamento Interno de Horário de Trabalho do ITQB Departamento responsável pela tramitação do procedimento Conselho de Gestão do ITQB Responsável pela Direção do procedimento

Leia mais

TRABALHADOR - ESTUDANTE O QUE DIZ A LEI

TRABALHADOR - ESTUDANTE O QUE DIZ A LEI Ficha n.º 4 TRABALHADOR - ESTUDANTE O QUE DIZ A LEI OBSERVAÇÕES Trabalhador-Estudante Trabalhador que frequenta qualquer nível de educação escolar, bem como curso de pós-graduação, mestrado ou doutoramento

Leia mais

O Cálculo da Compensação. Artigo 366.º, número 1 do Código do Trabalho

O Cálculo da Compensação. Artigo 366.º, número 1 do Código do Trabalho ALTERAÇÃO DA FÓRMULA DE CÁLCULO DAS COMPENSAÇÕES DEVIDAS POR CESSAÇÃO DE CONTRATO POR CAUSAS OBJECTIVAS, POR INADAPTAÇÃO E AINDA POR CADUCIDADE DE CONTRATOS A TERMO. Súmula prática da Lei 69/2013, de 30

Leia mais

NOVO REGIME DOS ESTÁGIOS PROFISSIONAIS

NOVO REGIME DOS ESTÁGIOS PROFISSIONAIS NOVO REGIME DOS ESTÁGIOS PROFISSIONAIS No âmbito do acordo tripartido para um novo sistema de regulação das relações laborais, das políticas de emprego e da protecção social, celebrado entre o Governo

Leia mais

Alterações ao Código do Trabalho

Alterações ao Código do Trabalho São três as alterações: Lei nº 53/2011, de 14 de Outubro Primeira alteração, revogada (parcialmente) pela terceira alteração. Lei 3/2012, de 10 de Janeiro Segunda alteração, revogada (parcialmente) pela

Leia mais

CÓDIGO DO TRABALHO (Após a revisão) - Lei n.º 7/2009, de 12 de Fevereiro LIVRO I Parte geral TÍTULO I Fontes e aplicação do direito do trabalho

CÓDIGO DO TRABALHO (Após a revisão) - Lei n.º 7/2009, de 12 de Fevereiro LIVRO I Parte geral TÍTULO I Fontes e aplicação do direito do trabalho CÓDIGO DO TRABALHO (Após a revisão) - Lei n.º 7/2009, de 12 de Fevereiro LIVRO I Parte geral TÍTULO I Fontes e aplicação do direito do trabalho CAPÍTULO I Fontes do direito do trabalho Artigo 1.º - Fontes

Leia mais

DIREITO NAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 4 JORNADA DE TRABALHO

DIREITO NAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 4 JORNADA DE TRABALHO DIREITO NAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 4 JORNADA DE TRABALHO Índice 1. Jornada de trabalho...3 2. Formas de Prorrogação da Jornada de Trabalho...4 3. Horas Extras no Caso de Força Maior...5 4. Trabalho Noturno...6

Leia mais

Índice de perguntas Contratação coletiva Contrato de trabalho vs. Prestação de serviços Parentalidade

Índice de perguntas Contratação coletiva Contrato de trabalho vs. Prestação de serviços Parentalidade Índice temático Apresentação 3 Siglas utilizadas 4 Índice de perguntas 6 Contratação coletiva 17 Contrato de trabalho vs. Prestação de serviços 23 Parentalidade 26 Trabalhador-estudante 39 Regulamento

Leia mais

Pós-Graduação em Direito do Trabalho e da Segurança Social - 2ª Edição

Pós-Graduação em Direito do Trabalho e da Segurança Social - 2ª Edição Pós-Graduação em Direito do Trabalho e da Segurança Social - 2ª Edição Plano de Estudos: Sessões Docentes Data N.º de horas Contrato de trabalho: qualificação, presunção legal e figuras afins Nova ação

Leia mais

1 JO no C 24 de , p JO no C 240 de , p JO no C 159 de , p. 32.

1 JO no C 24 de , p JO no C 240 de , p JO no C 159 de , p. 32. Directiva 91/533/CEE do Conselho, de 14 de Outubro de 1991, relativa à obrigação de a entidade patronal informar o trabalhador sobre as condições aplicáveis ao contrato ou à relação de trabalho Jornal

Leia mais

DECRETO N.º 37/XIII. Artigo 1.º Objeto. Artigo 2.º Alteração à Lei n.º 32/2006, de 26 de julho

DECRETO N.º 37/XIII. Artigo 1.º Objeto. Artigo 2.º Alteração à Lei n.º 32/2006, de 26 de julho DECRETO N.º 37/XIII Regula o acesso à gestação de substituição, procedendo à terceira alteração à Lei n.º 32/2006, de 26 de julho (procriação medicamente assistida) A Assembleia da República decreta, nos

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO II. Profa. Graciane Saliba

DIREITO DO TRABALHO II. Profa. Graciane Saliba DIREITO DO TRABALHO II Profa. Graciane Saliba - Apresentação do site - Apresentação do plano de ensino e temas que serão tratados - Horários de aula - Trabalhos em sala e em equipe - Ausência e chamadas

Leia mais

Encerramento nas pontes, majorações, banco de horas

Encerramento nas pontes, majorações, banco de horas Saudade e Silva - Serviços de Contabilidade, Lda. Alterações ao Código do Trabalho - Lei nº 23/2012, de 25 de Junho Encerramento nas pontes, majorações, banco de horas Conheça as dez alterações que o código

Leia mais

GRATIFICAÇÕES, ADICIONAIS, AUXÍLIOS E OUTROS PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS E/OU RESULTADOS

GRATIFICAÇÕES, ADICIONAIS, AUXÍLIOS E OUTROS PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS E/OU RESULTADOS ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MT000542/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 26/08/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR047856/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46210.001655/2015 15 DATA DO

Leia mais

CONGRESSO DIREITO DO TRABALHO + CRISE = CRISE DO DIREITO DO TRABALHO? 27, 28 e 29 de Maio de 2010

CONGRESSO DIREITO DO TRABALHO + CRISE = CRISE DO DIREITO DO TRABALHO? 27, 28 e 29 de Maio de 2010 CONGRESSO DIREITO DO TRABALHO + CRISE = CRISE DO DIREITO DO TRABALHO? DIA 27 DE MAIO 13h30 Abertura Secretariado 1º Painel 14h00 27, 28 e 29 de Maio de 2010 Prof. Doutor Jorge Leite (Faculdade de Direito

Leia mais

COMPENSAÇÃO DEVIDA PELA CESSAÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO LEI N.º 69/2013, DE 30 DE AGOSTO

COMPENSAÇÃO DEVIDA PELA CESSAÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO LEI N.º 69/2013, DE 30 DE AGOSTO PÓS-TROIKA O QUE MUDOU NOS DESPEDIMENTOS? Autora: Sofia Pamplona, Associada na TELLES. COMPENSAÇÃO DEVIDA PELA CESSAÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO LEI N.º 69/2013, DE 30 DE AGOSTO 1 CONTRATO DE TRABALHO CELEBRADO

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA AUDITORIA JURÍDICA TRIBUNAL ADMINISTRATIVO DO CIRCULO DE LISBOA

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA AUDITORIA JURÍDICA TRIBUNAL ADMINISTRATIVO DO CIRCULO DE LISBOA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA AUDITORIA JURÍDICA TRIBUNAL ADMINISTRATIVO DO CIRCULO DE LISBOA PROC. 0092/03 1ª Sec. - 3ª Sub. Acção de reconhecimento de direito Ex.mo Senhor Dr. Juiz de Direito: Contestando acção

Leia mais

Ficha de unidade curricular. Curso de Direito (Licenciatura)

Ficha de unidade curricular. Curso de Direito (Licenciatura) Unidade curricular Direito do Trabalho I (1.º semestre, 4.º ano Dia) Ficha de unidade curricular Curso de Direito (Licenciatura) Docente responsável e respetiva carga letiva na unidade curricular (preencher

Leia mais

CÓDIGO DO TRABALHO 2012 e Legislação Complementar

CÓDIGO DO TRABALHO 2012 e Legislação Complementar CÓDIGO DO TRABALHO 2012 e Legislação Complementar CÓDIGO DO TRABALHO (APROVADO PELA LEI N.º 7/2009, DE 12 DE FEVEREIRO E ALTERADO PELAS LEIS N.º 53/2011, DE 14 DE OUTUBRO E N.º 23/2012, DE 25 DE JUNHO)

Leia mais

Obrigação de Informação

Obrigação de Informação Obrigação de Informação Nos termos do disposto no artigo 97º do Código do trabalho a entidade empregadora tem o dever de informar o trabalhador sobre aspectos relevantes do contrato de trabalho. Por outro

Leia mais

Conferência do Dr. Rui Assis Museu Municipal da Póvoa de Varzim 16/02/2012. Elaborado por Ana Carla Teixeira

Conferência do Dr. Rui Assis Museu Municipal da Póvoa de Varzim 16/02/2012. Elaborado por Ana Carla Teixeira Conferência do Dr. Rui Assis Museu Municipal da Póvoa de Varzim 16/02/2012 Elaborado por Ana Carla Teixeira 1 Nesta conferência, o Dr. Rui Assis, abordou com uma enorme clareza os seguintes temas: I- A

Leia mais

Jornal Oficial nº L 225 de 12/08/1998 p

Jornal Oficial nº L 225 de 12/08/1998 p Directiva 98/59/CE do Conselho de 20 de Julho de 1998 relativa à aproximação das legislações dos Estados-membros respeitantes aos despedimentos colectivos Jornal Oficial nº L 225 de 12/08/1998 p. 0016-0021

Leia mais

SINDICATO DOS MÉDICOS DA ZONA SUL

SINDICATO DOS MÉDICOS DA ZONA SUL 1 INFORMAÇÃO N.º 06/2012 Trabalho Extraordinário Médico. Regime Remuneratório 1. O regime remuneratório do trabalho extraordinário médico, por referência à área hospitalar, consta, desde há muito, do Decreto-Lei

Leia mais

1) O que caracteriza a utilidade com natureza salarial e a utilidade com natureza indenizatória?

1) O que caracteriza a utilidade com natureza salarial e a utilidade com natureza indenizatória? CADERNO DE EXERCÍCIOS 1) O que caracteriza a utilidade com natureza salarial e a utilidade com natureza indenizatória? 2) Vale transporte pago em dinheiro, vale refeição pago em dinheiro, concessão de

Leia mais

Regulamentos HORÁRIO DE TRABALHO NA U.PORTO

Regulamentos HORÁRIO DE TRABALHO NA U.PORTO Regulamentos HORÁRIO DE TRABALHO NA U.PORTO Secção Permanente do Senado de 13 de Junho de 2007 Artigo 1º Âmbito 1. O presente Regulamento aplica-se a todo ao pessoal não docente e não investigador da Universidade

Leia mais

INDICE GERAL CAPÍTULO I (ÂMBITO, ÁREA E VIGÊNCIA) Cláusula 1ª (Âmbito pessoal) Cláusula 2ª (Âmbito territorial) Cláusula 3ª (Inicio da vigência,

INDICE GERAL CAPÍTULO I (ÂMBITO, ÁREA E VIGÊNCIA) Cláusula 1ª (Âmbito pessoal) Cláusula 2ª (Âmbito territorial) Cláusula 3ª (Inicio da vigência, INDICE GERAL CAPÍTULO I (ÂMBITO, ÁREA E VIGÊNCIA) Cláusula 1ª (Âmbito pessoal) Cláusula 2ª (Âmbito territorial) Cláusula 3ª (Inicio da vigência, revisão e produção de efeitos) Cláusula 4ª (Anexos. Regulamentos

Leia mais

AVISO PRÉVIO PROPORCIONAL

AVISO PRÉVIO PROPORCIONAL OUTUBRO DE 2011 NOTA TÉCNICA AVISO PRÉVIO PROPORCIONAL A Lei 12.506/11, publicada no Diário Oficial da União do dia 13 de outubro de 2011, amplia o aviso prévio dos atuais 30 dias para até 90 dias. Esta

Leia mais

DATA : Quarta-feira, 29 de Novembro de 1995 NÚMERO : 276/95 SÉRIE I-A. EMISSOR : Ministério do Emprego e da Segurança Social

DATA : Quarta-feira, 29 de Novembro de 1995 NÚMERO : 276/95 SÉRIE I-A. EMISSOR : Ministério do Emprego e da Segurança Social DATA : Quarta-feira, 29 de Novembro de 1995 NÚMERO : 276/95 SÉRIE I-A EMISSOR : Ministério do Emprego e da Segurança Social DIPLOMA/ACTO : Decreto-Lei n.º 324/95 SUMÁRIO : Transpõe para a ordem jurídica

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2017 DOMINGOS E FERIADOS

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2017 DOMINGOS E FERIADOS CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2017 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR060832/2016 Protocolo 46218-015424/2016-03 DOMINGOS E FERIADOS SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMERCIO DE NOVO HAMBURGO, CNPJ n. 91.695.288/0001-11,

Leia mais

Município de Ferreira do Zêzere

Município de Ferreira do Zêzere NORMAS DE FUNCIONAMENTO E REGISTO NO SISTEMA DE CONTROLO BIOMÉTRICO DO DEVER DE ASSIDUIDADE E PONTUALIDADE E HORÁRIOS DE TRABALHO Município de Ferreira do Zêzere NORMAS DE FUNCIONAMENTO E REGISTO NO SISTEMA

Leia mais

Jorge Ribeiro Mendonça Rita dos Reis Louro

Jorge Ribeiro Mendonça Rita dos Reis Louro Jorge Ribeiro Mendonça Rita dos Reis Louro sindicatos produtividade despedimento emprego trabalho contratar competitividade ACT igualdade mercado suplementar faltas contrato a termo compensações antiguidade

Leia mais

LEI GERAL DO TRABALHO EM FUNÇÕES PÚBLICAS CÓDIGO DE TRABALHO

LEI GERAL DO TRABALHO EM FUNÇÕES PÚBLICAS CÓDIGO DE TRABALHO DE TRABALHO I. Enquadramento Geral A Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas entrou em vigor no dia 1 de agosto de 2014. A Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas (adiante designada por LTFP) aprovada

Leia mais

NOVAS REGRAS DO TRABALHO. Lisboa, 10 de Julho de 2012

NOVAS REGRAS DO TRABALHO. Lisboa, 10 de Julho de 2012 NOVAS REGRAS DO TRABALHO Lisboa, 10 de Julho de 2012 Lei 23/2012, de 15 de Junho (altera Código do Trabalho) (início vigência 1 de Agosto de 2012) OBRIGAÇÕES ADMINISTRATIVAS Isabel Valente Dias OBRIGAÇÕES

Leia mais

Pagamento do salário aos trabalhadores

Pagamento do salário aos trabalhadores Pagamento do salário aos trabalhadores A empresa tem pagar um salário ao trabalhador como contrapartida do trabalho prestado. Este salário é composto por prestações de vários tipos e o seu pagamento obedece

Leia mais

RECOMENDAÇÃO N.º 5-A/2008 [artigo 20.º, n.º 1, alínea a), da Lei n.º 9/91, de 9 de Abril] I INTRODUÇÃO

RECOMENDAÇÃO N.º 5-A/2008 [artigo 20.º, n.º 1, alínea a), da Lei n.º 9/91, de 9 de Abril] I INTRODUÇÃO Número: 5/A/2008 Data: 03.07.2008 Entidade visada: Director Regional do Orçamento e Tesouro Assunto: Recursos Humanos. Compensação por caducidade de contrato de trabalho a termo resolutivo incerto. Processo:

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2017 DOMINGOS E FERIADOS

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2017 DOMINGOS E FERIADOS CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2016/2017 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR060845/2016 Protocolo 46218.015425/2016-44 DOMINGOS E FERIADOS SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMERCIO DE NOVO HAMBURGO, CNPJ n. 91.695.288/0001-11,

Leia mais

SISTEMA DE MEDIAÇÃO FAMILIAR

SISTEMA DE MEDIAÇÃO FAMILIAR SISTEMA DE MEDIAÇÃO FAMILIAR MEDIAÇÃO FAMILIAR EM MAIS LOCAIS, PARA RESOLVER MAIS CONFLITOS, DE FORMA MAIS SIMPLES E FLEXÍVEL 1. Que novidades são introduzidas em matéria de mediação familiar? São introduzidas

Leia mais

Nota: Todos os preceitos desacompanhados de referência ao respectivo diploma pertencem ao Código do Trabalho.

Nota: Todos os preceitos desacompanhados de referência ao respectivo diploma pertencem ao Código do Trabalho. Lei n.º 53/2011 de 14 de Outubro, que procede à segunda alteração ao Código do Trabalho, aprovado em anexo à Lei n.º 7/2009, de 12 de Fevereiro, estabelecendo um novo sistema de compensação em diversas

Leia mais

Informação Sindical. Atenção às alterações ao Código do Trabalho

Informação Sindical. Atenção às alterações ao Código do Trabalho Informação Sindical 30-JULHO-2012 Atenção às alterações ao Código do Trabalho Alterações entram em vigor no dia 1 de Agosto Novas normas sobre feriados e férias só se aplicam em 2013 SJ expectante de declaração

Leia mais

Trabalhadores dependentes

Trabalhadores dependentes Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social - Principais alterações Trabalhadores dependentes Ana Duarte PwC Agenda 1. Base de incidência (novas componentes) 2. Taxas 3.

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR058065/2014 SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMERCIO DE NOVO HAMBURGO, CNPJ n. 91.695.288/0001-11, neste ato representado(a) por seu Presidente,

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço

Confira a autenticidade no endereço CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS002336/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 10/11/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR062804/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 47157.001672/2015-15 DATA

Leia mais

A hora noturna não atende aos padrões temporais convencionados. A hora noturna não corresponde a 60 minutos, mas sim a 52 minutos e 30 segundos.

A hora noturna não atende aos padrões temporais convencionados. A hora noturna não corresponde a 60 minutos, mas sim a 52 minutos e 30 segundos. 1 Aula 04 1 Duração do trabalho 1.1 Repouso O legislador ordinário, buscando, dentre outros objetivos, preservar a saúde do empregado, previu regras atinentes ao repouso durante a jornada, bem como entre

Leia mais

Resposta às questões colocadas sobre a aplicação do Estatuto da Carreira Docente

Resposta às questões colocadas sobre a aplicação do Estatuto da Carreira Docente Resposta às questões colocadas sobre a aplicação do Estatuto da Carreira Docente Faltas Com a entrada em vigor das alterações ao ECD, como deverá ser feita a contabilização das faltas ao abrigo do artigo

Leia mais

Ficha n.º 1 DIREITOS DE PERSONALIDADE

Ficha n.º 1 DIREITOS DE PERSONALIDADE Ficha n.º 1 DIREITOS DE PERSONALIDADE O QUE DIZ A LEI OBSERVAÇÕES O Código do Trabalho (CT) inclui um conjunto de disposições novas no nosso ordenamento jurídico-laboral, que visam garantir a tutela dos

Leia mais

Alterações ao Código do Trabalho A partir de 1 de Agosto de 2012

Alterações ao Código do Trabalho A partir de 1 de Agosto de 2012 Alterações ao Código do Trabalho A partir de 1 de Agosto de 2012 A Lei nº 23/2012, de 25 de Junho procede à terceira alteração ao Código do Trabalho, aprovado pela Lei nº 7/2009, de 12 de Fevereiro. Principais

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2013

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2013 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR000662/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 25/02/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR067963/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.002882/2011-14 DATA DO

Leia mais

N. o Vol. Pág Jan

N. o Vol. Pág Jan Conselho Económico e Social Regulamentação do trabalho 258 Organizações do trabalho 407 Informação sobre trabalho e emprego N. o Vol. Pág. 2011 3 78 255-436 22 Jan Propriedade Ministério do Trabalho e

Leia mais

Sumário. Introdução, 1

Sumário. Introdução, 1 S Sumário Introdução, 1 1 Folha de Pagamento, 7 1 Salário, 8 1.1 Salário-hora para 40 horas semanais: divisor 200 (duzentos), 9 1.2 Depósito de salários em conta bancária, 9 2 Horas extras, 10 2.1 Integração

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço

Confira a autenticidade no endereço CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS002155/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 22/10/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR067103/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 47157.001673/2015-51 DATA

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013. Confira a autenticidade no endereço

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013. Confira a autenticidade no endereço Página 1 de 6 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2013 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MT000382/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 09/07/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR036243/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46210.001138/2012-01

Leia mais

4744 Diário da República, 2.ª série N.º 26 8 de fevereiro de 2016

4744 Diário da República, 2.ª série N.º 26 8 de fevereiro de 2016 4744 Diário da República, 2.ª série N.º 26 8 de fevereiro de 2016 Pelo SNPM Sindicato Nacional das Polícias Municipais: Pedro Rogério Rodrigues Maldonado, na qualidade de membro da direção do SNPM; Paulino

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Entre PRIMEIRO OUTORGANTE:.., portador/a do C/C nº 13423892, contribuinte nº, residente em.., na qualidade de Encarregado de / Educação representante de.. SEGUNDO OUTORGANTE:

Leia mais

CONTRATO DE TRABALHO A TERMO CERTO

CONTRATO DE TRABALHO A TERMO CERTO ENTRE: CONTRATO DE TRABALHO A TERMO CERTO Ida e Volta Portugal, Lda., com sede em Rua do Forte, pessoa colectiva número XXX, matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa sob o mesmo número,

Leia mais

Teoria económica dos contratos VS Teoria jurídica dos contratos

Teoria económica dos contratos VS Teoria jurídica dos contratos Teoria económica dos contratos VS Teoria jurídica dos contratos O CC estabelece uma teoria geral dos contratos arts. 405 a 456º - e regula depois, em especial, alguns tipos contratuais -arts 874º a 1250º.

Leia mais

Projeto de Regulamento Interno de Duração e Organização do Tempo de Trabalho no Instituto Politécnico de Lisboa

Projeto de Regulamento Interno de Duração e Organização do Tempo de Trabalho no Instituto Politécnico de Lisboa Projeto de Regulamento Interno de Duração e Organização do Tempo de Trabalho no Instituto Politécnico de Lisboa Nos termos do disposto no nº 2 do artigo 75º da Lei nº 35/2014, de 20 de junho, que aprova

Leia mais

REFORMA TRABALHISTA. Reunião UGT

REFORMA TRABALHISTA. Reunião UGT REFORMA TRABALHISTA Reunião UGT Aumento da multa pelo não registro de trabalhadores: CLT PL 6787/2016 O valor da multa administrativa para as empresas que não registram seus empregados é de um salário

Leia mais

ANEXO I A REGULAMENTO DE HORÁRIOS DE TRABALHO

ANEXO I A REGULAMENTO DE HORÁRIOS DE TRABALHO ANEXO I A REGULAMENTO DE HORÁRIOS DE TRABALHO Regulamento de horários de trabalho, nos termos e para os efeitos do disposto nas cláusulas 16ª e seguintes do Acordo de Empresa entre a Rádio e Televisão

Leia mais

OFÍCIO CIRCULAR Nº 2 / DGPGF / 2014

OFÍCIO CIRCULAR Nº 2 / DGPGF / 2014 OFÍCIO CIRCULAR Nº 2 / DGPGF / 2014 Às Escolas Básicas e Secundárias. Agrupamentos de Escolas Escolas Profissionais Públicas. X X X DATA: 2014/ Janeiro / 28 ASSUNTO: Processamento de Remunerações em 2014

Leia mais

AS ALTERAÇÕES AO CÓDIGO DO TRABALHO* Li que se preveem mais alterações ao Código de Trabalho. É verdade? Se sim, o que irá mudar?

AS ALTERAÇÕES AO CÓDIGO DO TRABALHO* Li que se preveem mais alterações ao Código de Trabalho. É verdade? Se sim, o que irá mudar? AS ALTERAÇÕES AO CÓDIGO DO TRABALHO* Li que se preveem mais alterações ao Código de Trabalho. É verdade? Se sim, o que irá mudar? Esta semana foi promulgado pelo Presidente da República o novo pacote de

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO GABINETE DE APOIO AO EMPREGO, ÀS EMPRESAS E AO EMPREENDEDORISMO - GE 3

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO GABINETE DE APOIO AO EMPREGO, ÀS EMPRESAS E AO EMPREENDEDORISMO - GE 3 REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO GABINETE DE APOIO AO EMPREGO, ÀS EMPRESAS E AO EMPREENDEDORISMO - GE 3 REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO GE 3 SECÇÃO I Disposições Gerais Artigo 1.º Objeto 1. O presente regulamento

Leia mais

JORNAL OFICIAL. Suplemento. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Terça-feira, 8 de setembro de Série. Número 138

JORNAL OFICIAL. Suplemento. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Terça-feira, 8 de setembro de Série. Número 138 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Terça-feira, 8 de setembro de 2015 Série Suplemento Sumário SECRETARIA REGIONAL DA INCLUSÃO E ASSUNTOS SOCIAIS Portaria n.º 161/2015 Estabelece a Medida Incentivo

Leia mais

Propostas na área do Trabalho e Segurança Social

Propostas na área do Trabalho e Segurança Social Propostas na área do Trabalho e Segurança Social Proposta de Alteração PROPOSTA DE LEI N.º 103/XII ORÇAMENTO DO ESTADO PARA 2013 Capítulo I Aprovação do Orçamento Artigo 7.º Transferências orçamentais

Leia mais

NEWSLETTER I LABORAL. NEWSLETTER LABORAL I Agosto, 2014. I Legislação em Destaque 2. II Legislação 4. III Jurisprudência 5

NEWSLETTER I LABORAL. NEWSLETTER LABORAL I Agosto, 2014. I Legislação em Destaque 2. II Legislação 4. III Jurisprudência 5 NEWSLETTER I LABORAL NEWSLETTER LABORAL I Agosto, 2014 I Legislação em Destaque 2 II Legislação 4 III Jurisprudência 5 NEWSLETTER LABORAL I LEGISLAÇÃO EM DESTAQUE Portaria n.º 149-A/2014. D.R. n.º 141,

Leia mais

3182 Diário da República, 1.ª série N.º de Junho de 2011

3182 Diário da República, 1.ª série N.º de Junho de 2011 3182 Diário da República, 1.ª série N.º 115 16 de Junho de 2011 Lei n.º 28/2011 de 16 de Junho Procede à segunda alteração à Lei n.º 4/2008, de 7 de Fevereiro, que aprova o regime dos contratos de trabalho

Leia mais

[novas contratações] CONTRATO DE TRABALHO EM FUNÇÕES PÚBLICAS CONTRATO A TERMO RESOLUTIVO CERTO A TEMPO PARCIAL

[novas contratações] CONTRATO DE TRABALHO EM FUNÇÕES PÚBLICAS CONTRATO A TERMO RESOLUTIVO CERTO A TEMPO PARCIAL [novas contratações] CONTRATO DE TRABALHO EM FUNÇÕES PÚBLICAS CONTRATO A TERMO RESOLUTIVO CERTO A TEMPO PARCIAL Aos [1] dias do mês de [2] de, em [3], entre: PRIMEIRO: [4], pessoa colectiva n.º [5], com

Leia mais

JORNADA DE TRABALHO DURAÇÃO, DISTRIBUIÇÃO, CONTROLE, FALTAS

JORNADA DE TRABALHO DURAÇÃO, DISTRIBUIÇÃO, CONTROLE, FALTAS Page 1 of 5 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP010285/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 09/09/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR048767/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 47998.005925/2011-96

Leia mais

NEWSLETTER Março 2014 TRIBUTAÇÕES AUTÓNOMAS

NEWSLETTER Março 2014 TRIBUTAÇÕES AUTÓNOMAS NEWSLETTER Março 2014 TRIBUTAÇÕES AUTÓNOMAS TRIBUTAÇÕES AUTÓNOMAS Índice 1. TA 2013 3 2. TA 2014 5 3 1. Ano 2013 O artigo 88.º do CIRC especifica as taxas de tributação autónomas aplicáveis ao fecho das

Leia mais

2012 Cartilha do Comércio

2012 Cartilha do Comércio 2012 Cartilha do Comércio APRESENTAÇÃO O Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Tubarão e Região SINDILOJAS, no atendimento das necessidades dos seus representados, reuniu as principais dúvidas

Leia mais

REGULAMENTO DE ASSIDUIDADE DOS INVESTIGADORES DO INSTITUTO SUPERIOR DE AGRONOMIA. Preâmbulo

REGULAMENTO DE ASSIDUIDADE DOS INVESTIGADORES DO INSTITUTO SUPERIOR DE AGRONOMIA. Preâmbulo REGULAMENTO DE ASSIDUIDADE DOS INVESTIGADORES DO INSTITUTO SUPERIOR DE AGRONOMIA Preâmbulo O presente regulamento é elaborado ao abrigo do artigo 75º da Lei Geral do Trabalho em Funções Publicas, aprovado

Leia mais

REGULAMENTO DE HORÁRIO DE TRABALHO DO IPS

REGULAMENTO DE HORÁRIO DE TRABALHO DO IPS REGULAMENTO DE HORÁRIO DE TRABALHO DO IPS DESPACHO Nº 5503/2015 Divisão de Recursos Humanos Modalidades de Horário - pág. 3 o Horário Flexível pág. 4 o Horário Rígido pág. 7 o Horário Desfasado pág. 8

Leia mais

Trabalhadores Independentes

Trabalhadores Independentes Código dos Regimes Contributivos do Sistema Previdencial de Segurança Social - Principais alterações Trabalhadores Independentes Rita Rodrigues PwC Agenda 1. Trabalhadores abrangidos 8. Obrigações das

Leia mais

I DA CONCESSÃO DE INTERVALO JORNADA DE TRABALHO

I DA CONCESSÃO DE INTERVALO JORNADA DE TRABALHO INTERVALO DE 15 MINUTOS OBRIGATORIEDADE SITUAÇÕES CLT CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO COMPENSAÇÃO DE JORNADA - PROCEDIMENTOS Por Cristiano Cezar Sanfelice I DA CONCESSÃO DE INTERVALO JORNADA DE TRABALHO

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO NO ÂMBITO DA COMPONENTE DE APOIO À FAMILIA NA ESCOLA BÁSICA DO 1º CICLO N.º 1, AREIAS, SETÚBAL Considerando que: a) O Despacho n.º 14 460/2008, da Ministra da Educação, de 15 de

Leia mais

CÓDIGOS REGIME DOS CONTRATOS DE TRABALHO DOS PROFISSIONAIS DE ESPECTÁCULOS E ESTABELECE O REGIME DE SEGURANÇA SOCIAL

CÓDIGOS REGIME DOS CONTRATOS DE TRABALHO DOS PROFISSIONAIS DE ESPECTÁCULOS E ESTABELECE O REGIME DE SEGURANÇA SOCIAL CÓDIGOS REGIME DOS CONTRATOS DE TRABALHO DOS PROFISSIONAIS DE ESPECTÁCULOS E ESTABELECE O REGIME DE SEGURANÇA SOCIAL TERMOS DE DISPONIBILIZAÇÃO E DE UTILIZAÇÃO A selecção dos textos legislativos disponibilizados

Leia mais

PARECER N.º 255/CITE/2016

PARECER N.º 255/CITE/2016 PARECER N.º 255/CITE/2016 Assunto: Parecer prévio à intenção de recusa de autorização de trabalho em regime de horário flexível a trabalhadora com responsabilidades familiares, nos termos do n.º 5 do artigo

Leia mais

Aula de Sexta-Feira(06/05/2011)

Aula de Sexta-Feira(06/05/2011) Aula de Sexta-Feira(06/05/2011) Salário: Art. 7º C.F. São direitos dos trabalhadores além de outros IV salário mínimo, fixado em lei, nacionalidade unificado, capaz de atender as suas necessidades vitais

Leia mais

DECRETO , DE 12 DE FEVEREIRO DE 1974

DECRETO , DE 12 DE FEVEREIRO DE 1974 DECRETO 73.626, DE 12 DE FEVEREIRO DE 1974 Aprova o Regulamento da Lei 5.889, de 8 de junho de 1973. O Presidente da República, no uso da atribuição que lhe confere o art. 81, item III, da Constituição,

Leia mais