ÍNDICE. Os princípios do cooperativismo Mensagem do Presidente Compromisso e Origem

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ÍNDICE. Os princípios do cooperativismo Mensagem do Presidente Compromisso e Origem"

Transcrição

1 UNIMED LONDRINA

2 47

3 ÍNDICE Os princípios do cooperativismo Mensagem do Presidente Compromisso e Origem Identidade Organizacional Política de Qualidade Política de Responsabilidade Social Empresarial Diretoria Valores, transparência e governança Indicadores de Desenvolvimento Social Educação Benefícios Integração Social Desenvolvimento sócio-cultural e esportivo Canais de comunicação Saúde Programa de Ação Voluntária Outras Ações Indicadores de Desenvolvimento Ambiental Reconhecimentos Números do Balanço Social

4 Sobre O BALANÇO SOCIAL Sobre o Balanço Social O Balanço Social é um conjunto de informações econômicas e sociais publicado anualmente pela Unimed Londrina, para o conhecimento de cooperados, colaboradores, clientes, fornecedores e comunidade. Tem como objetivo a divulgação de informações sobre o desempenho econômico e nanceiro da Cooperativa e sua atuação em benefício da sociedade. É também um instrumento estratégico para avaliar e multiplicar o exercício da responsabilidade social corporativa. No Balanço Social, a Unimed Londrina apresenta todas as ações que desenvolve junto aos seus públicos, tornando conhecidas suas práticas de responsabilidade social empresarial e construindo vínculos mais fortes com a sociedade. Na Unimed Londrina, o Balanço Social é realizado desde 2003, seguindo o modelo do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (IBASE), adaptado a cooperativas. Em 2008, o material passou a ser auditado por pro ssionais independentes, visando contribuir para a maior con abilidade do processo de gestão administrativa, bem como proporcionar subsídios à melhoria contínua dos resultados e metas estabelecidos. 04

5 Os princípios DO COOPERATIVISMO Cooperativa é uma associação autônoma de pessoas que se unem voluntariamente para satisfazer aspirações e necessidades econômicas, sociais e culturais comuns, por meio de uma empresa de propriedade coletiva e democraticamente gerida. Essas associações se baseiam em valores de ajuda mútua, responsabilidade, democracia, igualdade, equidade e solidariedade. Os princípios do cooperativismo são: 1º Adesão voluntária e livre 2º Gestão democrática pelos membros 3º Participação econômica dos membros 4º Autonomia e independência 5º Educação, formação e informação 6º Intercooperação 7º Interesse pela comunidade 05

6 Mensagem DO PRESIDENTE O Balanço Social, publicado anualmente pela Unimed Londrina, documenta alguns dos compromissos que assumimos com os nossos diferentes públicos no início desta gestão: transparência e atuação conjunta para o desenvolvimento sustentável da empresa e do planeta. Assim como o Relatório Anual de Gestão 2008 comunicou as ações e os resultados alcançados pela empresa ao longo do ano anterior, o Balanço Social vem, por sua vez, demonstrar nosso compromisso com a responsabilidade socioambiental, traduzindo o pensamento e a preocupação da Cooperativa com a sociedade e com o meio ambiente. As ações sociais demonstradas neste documento vêm comprovar que a Unimed Londrina atua com base em uma política institucional ética, dinâmica e empreendedora. E que a empresa gerencia e contribui com criatividade com projetos sociais bem-administrados, atuando ao lado de entidades da sociedade civil na busca de alternativas para a melhoria da qualidade de vida. Por essas ações, a Cooperativa vem sendo duplamente bene ciada: primeiro, ao consolidar sua imagem no mercado como uma empresa socialmente responsável e, segundo, porque, ao melhorar a qualidade de vida da comunidade na qual está inserida, consequentemente amplia a sua produtividade e competitividade. Esperamos que, conhecendo as realizações sociais e ambientais da Unimed Londrina, cooperados, colaboradores, empresas fornecedoras e comunidade possam compreender, participar e contribuir para a construção de resultados cada vez melhores. Muito obrigado Issao Yassuda Udihara Mensagem do Presidente 06

7 Compromisso e Origem IDENTIDADE ORGANIZACIONAL NEGÓCIO Gestão do risco em saúde suplementar. MISSÃO Gerir risco na saúde suplementar, proporcionando segurança, qualidade, tranquilidade e bem-estar para os clientes, oportunidade pro ssional e valorização para os cooperados e colaboradores, com responsabilidade social. VISÃO 2010 Ser a melhor opção em promoção de saúde, bem-estar e qualidade de vida. CRENÇAS E VALORES Cooperativismo, Ética Pro ssional, Honestidade, Transparência, Responsabilidade Social e Espírito de Equipe. Política de Qualidade QUALIDADE É compromisso da Unimed Londrina integrar e difundir a Gestão de Qualidade por toda a organização e sua cadeia produtiva, melhorando continuamente seus produtos, serviços e qualidade do atendimento com o objetivo de desenvolver a saúde e a qualidade de vida. OBJETIVOS DA QUALIDADE É objetivo da Unimed Londrina desenvolver saúde com: EVOLUÇÃO das pessoas; EFICÁCIA dos resultados; EFICIÊNCIA nos processos; EQUILÍBRIO na utilização dos recursos; RESPONSABILIDADE Social. Compromisso e Origem 07

8 Compromisso e Origem POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL Atualmente, a importância de realizar ações de Responsabilidade Social Empresarial (RSE) é tema recorrente no cenário mundial. Essas ações, realizadas de forma planejada e sistematizada, já fazem parte do cenário corporativo e têm papel essencial na tentativa de diminuir as desigualdades sociais existentes, além de contribuir para a sustentabilidade da empresa. Na Unimed Londrina, a Responsabilidade Social está alinhada à gestão da Cooperativa. Todas as áreas contribuem com os indicadores sociais, avaliados anualmente, realizando suas atividades diárias com ética, transparência, equidade e bem-estar social, ajuda mútua, solidariedade e democracia. A Cooperativa conta com uma pequena estrutura de RSE que administra projetos sociais e ambientais, e realiza a disseminação e scalização da política de responsabilidade sócioambiental junto a outras áreas da empresa. A área tem como referência de atuação os conceitos disseminados pelo Instituto Ethos de Responsabilidade Social e a Política de Responsabilidade Social da Unimed do Brasil, estabelecida em Os vários projetos e ações que desenvolve ou participa envolvem cooperados, colaboradores, comunidade, governo, sociedade, clientes, fornecedores e meio ambiente, tornando a Cooperativa londrinense referência nacional na prática dos valores de RSE. 08

9 Apresentação da Diretoria DIRETORES Diretoria Executiva: William Procópio dos Santos - Diretor Administrativo- nanceiro Odair José Lopes - Diretor de Mercado Issao Yassuda Udihara - Presidente Lisete Benzoni - Diretora de Relacionamento com Cooperados Carlos Alberto Almeida Boer - Diretor de Provimento de Saúde Conselho Técnico: Luis Ernani Caffaro Góis Alessandro Galletto Edison Vannuchi Maurício Gaeta Ides Miriko Sakassegawa 09

10 Valores VALORES, TRANSPARÊNCIA E GOVERNANÇA Diversas práticas de governança corporativa são adotadas pela Unimed Londrina: conselho scal, auditoria independente, reuniões e relatórios de prestação de contas, equidade de voto nas assembleias, entre outras. No ano de 2008, a Cooperativa adotou o cialmente o Código de Conduta Pro ssional do Sistema Unimed, mais um instrumento que visa à condução dos negócios de forma transparente, de acordo com práticas de governança corporativa. O lançamento do material de apoio publicação impressa com informações e orientações sobre o tema ocorreu em reuniões especí cas durante o mês de novembro, sendo apresentado pela Diretoria e Superintendência de Desenvolvimento e Mercado a todos os colaboradores. A aplicação do Código, bem como sua divulgação e atualização, é orientada por um O Código de Conduta Pro ssional é uma publicação nacional criada pela Unimed do Brasil que determina posturas, procedimentos e limites para um relacionamento ético, transparente e legítimo de todos os colaboradores da empresa com seus diversos públicos de relacionamento. É formado por oito princípios: Comitê, que inclui membros de diversos níveis hierárquicos, em composição que observa representatividade proporcional em função das características gerais do corpo funcional. Diretores e Conselheiros não fazem parte do Comitê. Em Londrina, a criação do Comitê Gestor do Código foi realizada de forma democrática e participativa, por meio de votação direta em que todos os colaboradores da cooperativa puderam escolher seus representantes. Visando disseminar os valores, crenças e conceitos de Responsabilidade Social, a - Integridade, respeito às leis vigentes no país e às normas internas. - Proteção ao patrimônio físico, moral e intelectual da Unimed - Relacionamento com os cooperados - Valorização do capital humano - Compromisso com os clientes - Respeito ao meio ambiente - Uso das informações e dos meios de informática - Relacionamentos externos construtivos empresa iniciou em 2008 a construção da política de relacionamento com seus 10

11 Valores VALORES, TRANSPARÊNCIA E GOVERNANÇA fornecedores e terceirizados, com o objetivo de sensibilizálos, incentivando-os à realização das práticas de RS ao longo da cadeia de fornecimento. A Cooperativa deu início ao desenvolvimento do cadastro de fornecedores em seu site, incluindo cláusulas sociais e pesquisa sugerida pela Unimed implementado, com base nos princípios de: transparência, prestação de contas, equidade e responsabilidade corporativa. Com estas ações, a empresa espera alcançar a interdependência efetiva entre os seus públicos, de forma mais harmoniosa, contribuindo para seus resultados. do Brasil, adaptada à nossa realidade. Em 2009, a Unimed Londrina desenvolverá o cadastramento via site e realizará palestra direcionada a este público, visando à sensibilização para o tema. Uma conquista também importante alcançada em 2008 foi a inclusão da Responsabilidade Social no Estatuto da Cooperativa, aprovado em Assembleia Geral Extraordinária, realizada no mês de novembro. Art. 5-A - A Cooperativa, além dos objetivos típicos e inerentes ao seu regime jurídico, tem como projeto institucional, também, a promoção e o desenvolvimento da responsabilidade social, incorporando no planejamento de suas atividades projetos e ações integradas, próprias ou em parceria, com a nalidade de viabilizar soluções de educação, de valorização e de mobilização em questões essenciais para a qualidade de vida da sociedade em geral e dos cooperados e colaboradores em particular, visando o desenvolvimento social sustentado. A partir de 2009, a Cooperativa vai aprimorar as boas práticas de governança por meio do desenvolvimento de um projeto que venha a integrar com maior engajamento e adesão o relacionamento com as partes interessadas, sobretudo os cooperados. Para tanto, um conjunto de boas práticas será 11

12 INDICADORES DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL EDUCAÇÃO Para favorecer o processo de desenvolvimento individual e criar novos contextos organizacionais, a Unimed Londrina atuou em 2008 na área de Educação Corporativa junto a diversos públicos: Diretoria, Conselho Técnico, Conselho Fiscal, Cooperados, Novos Cooperados, Estudantes de Medicina, Colaboradores e Secretárias dos Consultórios Médicos. A Educação Corporativa na Unimed Londrina atua junto à área de Desenvolvimento Humano e ambas estão ligadas diretamente às áreas estratégicas da Cooperativa, uma vez que as ações que promovem conhecimento trazem desenvolvimento para a empresa e para a sociedade. Educação para cooperados: MBA para cooperados: Ciente da importância dos conhecimentos empresariais no processo sucessório da organização, a Unimed Londrina abriu em 2008 sua primeira turma de MBA (Curso de Formação de Executivos nas diversas disciplinas de Administração) para 35 cooperados, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas e com subsídio do Sescoop. Este programa tem por objetivo desenvolver competências, habilidades e atitudes na gestão empresarial com maior e ciência, proporcionando assim uma visão global e sistematizada do contexto empresarial. Programa Mais Doutor: Pontua e premia os cooperados que participam de uma série de atividades oferecidas pela Cooperativa. Em seu terceiro ano de existência, o programa contou com a participação de 62% dos cooperados, registrando dentre estes cerca de 50% de interface em todas as atividades propostas pela empresa. A Unimed presenteou 642 médicos, que atingiram a pontuação determinada pelo programa, com o pagamento da taxa do CRM - Conselho Regional de Medicina - de Entre os participantes, sorteou também três viagens: para a Itália, para o Nordeste e para um hotel-fazenda na cidade de Araçatuba (SP). Curso de Gestão das Unimeds: Em parceria com a Federação do Estado do Paraná, nossos seis Conselheiros Fiscais atualizaram seus conhecimentos por meio de aulas de vídeoconferência, cumprindo 8 horas/aula. Curso para Novos Cooperados: Após o cumprimento do processo de admissão, o novo cooperado ainda passa por dois cursos (de 8 horas cada) para conhecer a estrutura da Unimed Londrina e as áreas que tenham interface com sua atuação. Em 2008, a Unimed Londrina realizou 28 novas admissões. Curso Virtual em Cooperativismo: Em parceria com a Fundação Unimed, a Cooperativa londrinense oferece aos médicos cooperados um curso on-line de formação em Cooperativismo. Reuniões de Núcleo de Cooperados: Encontros que propiciam a passagem sistematizada e estruturada de informações para que os cooperados construam seu conhecimento sobre a Cooperativa. 12

13 Educação para cooperados e colaboradores: Cursos de Capacitação Pro ssional: Em 2008, os cursos de curta duração (8 horas) visaram à capacitação pro ssional e reciclagem de conhecimentos. - Marketing Pessoal: Ministrado pelo professor Jorge Gaisler para duas turmas de 40 pessoas cada. - Criatividade na Solução de Problemas: Ministrado pelo professor Victor Mirshawka Junior para 80 pessoas, em dois encontros de 8 horas cada. - Jogos Negociais: Curso de desenvolvimento de técnicas de negociação com Professora Cléa Macagnan em duas turmas (80 pessoas) de 8 horas cada. - Informática Básica: Curso prático de informática realizado em laboratório - parceria com Senai durante 16 horas, para 40 pessoas. Educação para secretárias: Em parceria com a Fundação Unimed, a Cooperativa oferece dois cursos de aprimoramento pro ssional às secretárias de consultórios médicos: - Curso Virtual para Secretárias e Curso Virtual de Redação: Disponibilizados no site Educação para a comunidade: Palestra para Alunos do Curso de Medicina: Visando a quali cação da atuação médica futura, a Unimed Londrina participa da Semana de Estudos da Universidade Estadual de Londrina por meio do módulo de Abrangência das Ações de Saúde. Em 2008, 80 alunos do curso de Medicina visitaram a Cooperativa para conhecer a estrutura de atuação da Unimed Londrina, a área de medicina preventiva, a agência reguladora e a realidade mercadológica da empresa. Cursos para Futuros Cooperados: em cumprimento às exigências estatutárias, a Cooperativa ofereceu cinco cursos pré-admissionais de 4 horas cada para o médico que quer se tornar cooperado. Em 2008, os cursos tiveram em média 40 participantes e os temas foram: - O cooperado como sócio da cooperativa; - Medicina baseada em evidência cientí ca e protocolos na arte médica; - O papel da auditoria na gestão de custos da operadora de saúde; - O Papel das agências reguladoras (Anvisa / ANS) e o papel do Poder Judiciário junto às operadoras de saúde; - Origens, loso as e princípios do cooperativismo. 13

14 INDICADORES DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL Educação para todos os públicos Fórum de Desenvolvimento Pro ssional: Com a presença da Professora Dra. Maria Julia Paes da Silva, o Fórum de Desenvolvimento Pro ssional contou com 500 participantes, entre cooperados, colaboradores, prestadores, clientes pessoa jurídica, enfermeiros e assistentes sociais, abordando o tema Humanização na Era Moderna. Benefícios Benefícios para cooperados: A Unimed Londrina busca permanentemente atender todas as necessidades de seus cooperados, assim como promover a conscientização sobre seu papel na Cooperativa. Para isso, conta com um departamento exclusivo para o atendimento de seus associados: a Gestão de Relacionamento com Cooperados, que desenvolve diversas ações e projetos, além de coordenar as atividades relacionadas aos benefícios para este público. Atendimento Personalizado ao Cooperado: A Unimed oferece atendimento exclusivo e personalizado não só aos médicos, como também para suas secretárias. Além disso, a Cooperativa mantém um relacionamento interativo com os médicos durante a sua admissão, cooperação, atuação e desligamento, gerenciando todos os benefícios constituídos para os associados. O setor responsável realiza cerca de 800 atendimentos por mês. Canal de Ouvidoria: Oferece ao médico contato presencial com a gestora da área, para partilha de opiniões, sugestões ou esclarecimentos sobre o processo de gestão da Cooperativa. Em 2008, o setor registrou crescimento de 13% no número de atendimentos em relação ao ano anterior. Programa de Visitação: Em 2008, a Gestão de Relacionamento com o Cooperado visitou 150 médicos em seus consultórios para compartilhar informações e buscar a visão do associado a respeito da gestão. Programa de Benefícios: A Unimed oferece aos seus médicos cooperados uma série de benefícios, com o objetivo de incentivar a qualidade de vida, o convívio social, a dignidade do ser humano e o reconhecimento à contribuição do médico para o progresso da Cooperativa. Em 2008, a Cooperativa editou um Guia, visando facilitar o acesso e o entendimento sobre os benefícios oferecidos a todos os cooperados, que estão apresentados brevemente nos itens a seguir: 14

15 INDICADORES DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL - SERIT: Seguro de Renda por Incapacidade Temporária: por motivo de acidente ou doença, para cooperados ativos, com afastamento de suas atividades a partir de um período mínimo, inicial de 10 dias (franquia). Durante o ano de 2008, 36 cooperados utilizaram o benefício, totalizando o valor de R$ ,62 - FATES: Fundo constituído por meio das sobras da cooperativa. É utilizado nas seguintes modalidades: Auxíliodoença por incapacidade temporária causada por acidente ou doença, em que o cooperado recebe cinco salários mínimos mensais, com cobertura de até seis meses. O FATES inclui ainda o Auxílio-funeral que por ocasião do falecimento do cooperado assegura ao cônjuge e/ou dependentes legais o recebimento de uma quantia em dinheiro, e a Garantia-funeral, que reembolsa despesas com funeral pelo falecimento de qualquer membro da família (cooperado, cônjuge e lhos/dependentes com idade limite até 24 anos) com limite predeterminado. Em 2008, 39 cooperados utilizaram o FATES, totalizando um repasse de R$ ,97. - PAC (Plano de assistência ao cooperado): Plano de assistência médica para cooperados e familiares/dependentes, contratado por intermédio da Federação das Unimeds do Estado do Paraná. O plano inclui transporte aéreomédico e seguro de vida. As liberações para o PAC totalizaram guias. - Mútua Unimediana: Suporte nanceiro emergencial e imediato para a família do cooperado que vier a falecer em pleno gozo de seus direitos estatutários. O valor é constituído pelo equivalente à contribuição de duas consultas por cooperado. Este benefício foi concedido a três cooperados durante o ano de 2008 e o valor repassado foi de R$ ,02. - SOS Unimed (Emergências): O cooperado tem acesso, sem custo, a atendimento médico 24 horas, em caso de acidentes e emergências médicas nas seguintes áreas de abrangência: Londrina, Cambé e Ibiporã. - Área protegida: Serviço contratado por meio do SOS Unimed que garante cobertura em emergências médicas para evento ocorrido dentro do consultório do cooperado. Os pacientes, as secretárias e o pessoal de apoio estão incluídos neste benefício. - Unimed Assistência Internacional 30: Seguro-viagem internacional no valor de 30 mil euros. Garante proteção ao médico, incluindo na cobertura o cônjuge e lhos dependentes, até 24 anos, com cobertura de 60 dias consecutivos de viagem. - Cooperados Beneméritos: A condição de benemérito é concedida aos médicos cooperados da Unimed Londrina quando do seu desligamento da cooperativa por aposentadoria, assegurando o direito de permanecer no PAC e participação, por opção, na mútua Unimediana. 15

16 INDICADORES DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL Benefícios para colaboradores: A Unimed Londrina conta com um quadro funcional de 354 colaboradores. Diversos setores da Cooperativa atuam em conjunto no desenvolvimento de ações voltadas para este público: Assessoria em Desenvolvimento Humano, Serviço de Medicina Preventiva, Associação dos Funcionários da Unimed Londrina (AFUL) e a área de Responsabilidade Social. A empresa oferece um pacote de benefícios aos colaboradores, não havendo diferenciação de nível hierárquico. Alimentação: - Café da manhã: De segunda a sexta-feira, a empresa serve café da manhã em seu refeitório a todos os colaboradores. Ao longo de 2008, cerca de 150 colaboradores utilizaram o benefício cujo cardápio segue orientações nutricionais diariamente. - Almoço e Jantar: As refeições são preparadas e servidas diariamente no refeitório da Unimed, por uma empresa terceirizada. Todos os colaboradores podem usufruir do benefício, pagando apenas 20% do custo, o que é equivalente a R$ 1,05 por refeição, descontado em folha de pagamento. Em 2008, foram servidas cerca de 230 refeições por dia (almoço e jantar), bene ciando 210 colaboradores ao custo anual de R$ ,66. Para a garantia da qualidade da refeição, a empresa conta com a atuação do Grupo Refeitório, formado por sete colaboradores, representantes de diversas áreas, e uma nutricionista do Programa de Medicina Preventiva. Uma vez ao mês, os integrantes reúnem-se com o fornecedor para repassar as sugestões dos colaboradores e avaliar a qualidade da alimentação servida. Atendimento Social: Tem como objetivo prestar atendimento personalizado aos colaboradores e seus familiares em situações críticas, visando à sintonia entre os valores humanos e organizacionais e a melhoria da qualidade de vida. Este trabalho é realizado a partir de uma parceria entre a Assessoria de Desenvolvimento Humano e o Serviço Social, utilizando abordagens especí cas desta área, em um ambiente adequado à manutenção da privacidade. O setor acompanha e orienta o colaborador, buscando alternativas que facilitem a resolução dos seus problemas e contribuam para a autogestão. Quando necessário, a empresa disponibiliza o Fundo de Emergência ao Colaborador, um valor composto por 2,4% do orçamento da Responsabilidade Social, orçado mensalmente para custear questões emergenciais como: - despesas médicas e hospitalares do colaborador e dependentes no plano de saúde desde que não cobertas pelo convênio oferecido pela empresa; 16

17 INDICADORES DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL - compra de aparelhos auditivos e ortopédicos do colaborador e dependentes no plano de saúde, devidamente comprovada por atestado médico; - despesas com funeral de familiares, reparos na residência em caráter de emergência, resultantes de eventos inesperados que coloquem em risco o colaborador e seus dependentes (enchente, desabamento, incêndio, roubos, etc.), desde que comprovado o evento por boletim de ocorrência, fotos, notícias publicadas em jornais e/ ou visita domiciliar. Em 2008, a Cooperativa realizou 120 atendimentos para 34 colaboradores, utilizando R$ 3.206,21 do Fundo. Auxílio-creche: A Unimed Londrina oferece às colaboradoras que possuem lhos com idade entre 0 e 7 anos, e que frequentam creche ou escola particular, um reembolso mensal de até 20% do valor do salário mínimo nacional, mediante apresentação do recibo de pagamento até o dia 15 de cada mês, no Departamento de Pessoal. Em 2008, foram bene ciadas mensalmente 42 crianças com este auxílio, ao custo anual de R$ ,20. Bolsa de Estudos: Programa que tem como objetivo apoiar a quali cação pro ssional. É direcionado a todos os colaboradores efetivos e que possuem interesse em cursos técnicos, 3º grau ou pós-graduação em qualquer área. Em 2008, 67 colaboradores foram bene ciados, ao custo anual de R$ ,71. Até o momento, o programa já formou 107 colaboradores. Plano de Saúde: Os colaboradores efetivos da empresa (após experiência de 90 dias) contam com o Plano Participativo Básico da Unimed, com coberturas de acordo com o rol de procedimentos da Agência Nacional de Saúde pela lei 9656/98. O plano é participativo de 30% em consultas, exames e procedimentos ambulatoriais, tais como consultas, exames ou outra conduta médica realizada no hospital durante atendimento em pronto-socorro antes do internamento. Os custos são descontados em folha de pagamento, com a possibilidade de inclusão de dependentes diretos (cônjuges e lhos solteiros com até 21 anos). Possui cobertura nacional, ambulatorial e hospitalar com obstetrícia e acomodação em enfermaria. Aos colaboradores é oferecido também, gratuitamente, o SOS Unimed, que é o atendimento médico 24 horas, em caso de acidentes e emergências médicas, com área de abrangência em Londrina, Cambé e Ibiporã. Outro benefício para o quadro funcional é o Seguro Prestamista, que no caso de falecimento do colaborador oferece aos dependentes legais, constantes em contrato, a quitação de 12 mensalidades do plano de saúde, além do auxílio-funeral no valor máximo de R$ 1.500,00 mediante recibo de comprovação de despesa. No caso de demissão do colaborador, o seguro quita até seis mensalidades do plano de saúde. Durante o ano, foram bene ciadas 753 pessoas, pelo valor de R$ ,57. 17

18 INDICADORES DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL Programa de Treinamento: Em 2008, os colaboradores participaram de 149 programas de treinamento promovidos, interna ou externamente, por instituições do sistema Unimed e/ou por outras organizações relacionadas à atividade da Cooperativa, nas mais distintas áreas de atuação, totalizando horas/treinamento, ao custo anual de R$ ,57. Seguro de vida: Todos os colaboradores têm um seguro de vida com cobertura de R$ ,00 para morte acidental e R$ ,00 para morte natural e invalidez. A contribuição do colaborador é 20% do custo total do seguro e a cooperativa paga, mensalmente, 80% do custo deste seguro, que em 2008 somou R$ 8.120,28. Benefícios para secretárias: As secretárias dos cooperados também recebem atenção especial da Unimed Londrina, já que em suas funções participam diretamente dos processos operacionais que viabilizam para o cliente a utilização dos serviços de plano de saúde. Reconhecidamente importantes também na relação entre médico e Cooperativa, a empresa possui uma política especial de relacionamento com este público. Atualmente, 800 secretárias estão cadastradas. Plano de Saúde: As secretárias de consultórios e clínicas médicas têm o plano de saúde Unimed do tipo Participativo 30% nos custos conforme utilização e com isenção do pagamento de mensalidade. Em 2008, o valor referente ao benefício foi de R$ ,24. Integração Social A Unimed Londrina desenvolve várias ações que buscam a integração social entre os públicos de relacionamento e com a Cooperativa. Integração para cooperados: Projeto Unisempre: Relacionamento, cultura e valorização. Com esta visão, a Unimed criou um grupo de estudo para avaliar a situação daqueles que estão em fase de desligamento da Cooperativa. A preocupação trazida pelo próprio grupo e seus familiares é que o afastamento pro ssional não resultasse em desamparo e exclusão da convivência do médico. Após identi carem cinco pilares de atuação que envolvem benefícios, projetos culturais, exercício pro ssional, nanceiro e social os integrantes se dividiram em subgrupos de trabalho. Ao longo do ano, foram atendidas 40 pessoas ao custo anual de R$ 1.500,00. Projeto A Hora do Conto: Como parte do foco social e cultural do Projeto Unisempre, o grupo sugeriu o aprimoramento da memória institucional da Unimed, de maneira que as experiências dos cooperados também fossem valorizadas. O projeto aberto à participação de todos os associados irá reunir as histórias contadas pelos médicos da Unimed em um livro, agregando seus valores e saberes para a construção de uma identidade coletiva. Em 2008, aproximadamente 40 pessoas participaram das reuniões mensais, ao custo de R$ 5.000,00. 18

19 INDICADORES DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL Olimpíadas Médicas: Cuidar da saúde física e mental, cultivando um bom relacionamento familiar e social; incentivar a prática esportiva e a interação dos participantes fora do ambiente de trabalho; motivar a prática da atividade física como meio de manutenção da saúde e qualidade de vida. Com esta visão, as Olimpíadas são organizadas há quatro anos e, nesta edição, as metas de participação foram superadas: 296 cooperados e 354 familiares. Plano de Viagem: Dentro da política de qualidade de vida, o Plano de Viagem acontece há três anos e organiza passeios que propiciam a convivência entre cooperados e familiares, durante um merecido período de repouso físico e mental. Já foram formados grupos de viagem para Maceió (AL) e Natal (RN). Em 2008, o destino foi o Chile, com o recorde de 101 participantes. O custo com pré-evento e brindes foi de R$ 5.000,00 e o pagamento das viagens foi efetuado pelos cooperados. Semana Médica: : Também visando a qualidade de vida, em 2008 os cooperados tiveram a oportunidade de participar de sessão de cinema exclusiva, assistindo ao lançamento do lme 007 Quantum Of Solace. Participaram da ação 346 pessoas, entre cooperados e familiares. Baile dos Cooperados: Baile de nal de ano que busca a confraternização entre os cooperados da Unimed Londrina. Em 2008, participaram do evento 580 cooperados e 503 acompanhantes, somando pessoas. Integração para colaboradores: Baile de nal de ano: Um dos eventos mais esperados pelos colaboradores, sendo a maior atividade de confraternização da equipe. Neste evento, recebem homenagem especial aqueles que completaram 10 anos de trabalho na empresa durante o ano. Programa qualidade de vida: A Unimed Londrina criou o Comitê de Qualidade de Vida (CQV), que visa promover entre os colaboradores ações de incentivo à prática de hábitos saudáveis. Formado por representantes das mais diversas áreas da empresa e coordenado pela Assessoria de Desenvolvimento Humano, o CQV realiza atividades 19

20 INDICADORES DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL culturais, esportivas, de lazer, educação alimentar, controle e prevenção da saúde, integração e relacionamento. Alinhado às políticas de desenvolvimento humano, responsabilidade social e serviço social, o CQV apoia também projetos das outras áreas da empresa que estejam relacionados ao bem-estar dos funcionários no trabalho e na vida pessoal. Ao longo de 2008, foram investidos R$ ,08 nessas ações, que bene ciaram em média 200 pessoas, incluindo colaboradores e familiares. Este Comitê, em parceria com outras áreas, realiza ações periódicas visando à integração da equipe, como: - Aniversário dos colaboradores: No dia do aniversário, cada colaborador recebe um presente, relacionado ao tema qualidade de vida, juntamente com um cartão. Ao nal de todos os meses, a Cooperativa realiza um almoço especial e serve um bolo de aniversário, homenageando todos os aniversariantes do respectivo mês. - Datas comemorativas: A Cooperativa desenvolve ações que contemplam desde a entrega de presentes até a realização de eventos recreativos para comemorar datas especiais, como Dia Internacional da Mulher, Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças e Natal. Integração para Secretárias Comemoração ao Dia das Secretárias: A Unimed Londrina procura realizar, todos os anos, um momento de integração e comemoração ao Dia das Secretárias. Em 2008, o evento foi contemplado com um des le de modas, contando com a presença de 365 convidadas. Integração para a Comunidade Gestantes Carentes: A Unimed Londrina é parceira do Grupo de Gestantes Carentes Maria de Nazaré desde O trabalho é desenvolvido por voluntários que promovem atividades relativas à higiene, puericultura, nutrição, planejamento familiar, cuidados com a mãe, conduta moral e cristã, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida e a autoestima das gestantes, contribuindo também para a redução da mortalidade gestacional e infantil. Em 2008, a Cooperativa ofereceu ao grupo momentos de integração e confraternização nas datas referentes ao Dia das Mães e encerramento dos grupos ao nal de cada semestre, bene ciando 98 gestantes que participaram do curso ao longo do ano. 20

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2014 1 Relatório de Sustentabilidade 2014 2 Linha do Tempo TAM VIAGENS 3 Política de Sustentabilidade A TAM Viagens uma Operadora de Turismo preocupada com a sustentabilidade, visa fortalecer o mercado e prover

Leia mais

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade Política de Sustentabilidade Sul Mineira 1 Índice Política de Sustentabilidade Unimed Sul Mineira Mas o que é Responsabilidade Social? Premissas Básicas Objetivos da Unimed Sul Mineira Para a Saúde Ambiental

Leia mais

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto?

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto? Projetos Sociais da Faculdade Campo Real A promoção da cidadania é qualidade de toda instituição de ensino consciente de sua relevância e capacidade de atuação social. Considerando a importância da Faculdade

Leia mais

CURSO BÁSICO DE COOPERATIVISMO

CURSO BÁSICO DE COOPERATIVISMO Texto CURSO BÁSICO DE COOPERATIVISMO Relacionamento com Cooperados RELACIONAMENTO COM COOPERADOS ATENDER as solicitações dos médicos cooperados ATUAR COMO OUVIDORIA do cooperado - diretamente vinculada

Leia mais

A ABEMD trabalha para incentivar, valorizar, desenvolver e difundir o Marketing Direto no Brasil.

A ABEMD trabalha para incentivar, valorizar, desenvolver e difundir o Marketing Direto no Brasil. A ABEMD, Associação Brasileira de Marketing Direto, é uma entidade civil, sem fins lucrativos, fundada em 1976 e constituída por pessoas jurídicas e físicas interessadas na aplicação de estratégias e técnicas

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

RELATÓRIO DE DESEMPENHO DO SISTEMA DE GESTÃO DA RESPONSABILIDADE SOCIAL SA 8000

RELATÓRIO DE DESEMPENHO DO SISTEMA DE GESTÃO DA RESPONSABILIDADE SOCIAL SA 8000 Óleo & Gás S/A RELATÓRIO DE DESEMPENHO DO SISTEMA DE GESTÃO DA RESPONSABILIDADE SOCIAL SA 8000 20 de agosto de 2013 Como parte da Política da Responsabilidade Social adotada pela IESA Óleo & Gás, publicamos

Leia mais

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário.

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário. 1. Apresentação O Voluntariado Empresarial é um dos canais de relacionamento de uma empresa com a comunidade que, por meio da atitude solidária e proativa de empresários e colaboradores, gera benefícios

Leia mais

Gestão de Pessoas 2011

Gestão de Pessoas 2011 Gestão de Pessoas 2010 marca nova fase na área de Gestão de Pessoas. Em 2010, a área de Gestão de Pessoas concluiu a implantação do sistema de gestão do departamento, iniciado durante o Programa de Modernização,

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

BalançoSocial 2009. Unimed Londrina

BalançoSocial 2009. Unimed Londrina BalançoSocial 2009 Unimed Londrina ÍNDICE 2 Sobre o Balanço Social 3 Mensagem do Presidente 4 Os princípios do cooperativismo 6 Compromisso, origem e diretrizes 6 Identidade organizacional 8 Políticas

Leia mais

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE 1) OBJETIVOS - Apresentar de forma transparente as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente

Leia mais

Gestão de Pessoas. - Saúde do Servidor -

Gestão de Pessoas. - Saúde do Servidor - Gestão de Pessoas - Saúde do Servidor - Promoção de Saúde e Bem-Estar Desenvolve programas destinados à prevenção de doenças, à promoção de saúde e de qualidade de vida. Realiza campanhas, palestras e

Leia mais

POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE

POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE Av. Barbacena, 472 8º andar Barro Preto CEP: 30190-130 Belo Horizonte/MG Tel.: 3253.4917 E-mail: renata.gontijo@cemigsaude.org.br Portal Corporativo: www.cemigsaude.org.br

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVO... 3 3 DETALHAMENTO... 3 3.1 Definições... 3 3.2 Envolvimento de partes interessadas... 4 3.3 Conformidade com a Legislação

Leia mais

O lançamento aconteceu em 8 de março de 2004, Dia Internacional da Mulher.

O lançamento aconteceu em 8 de março de 2004, Dia Internacional da Mulher. Sinopse As últimas décadas marcaram o avanço do papel da mulher na economia. Cada vez mais mulheres são responsáveis pela administração de seus lares e é crescente sua participação no mercado de trabalho,

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO

MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO AGENDA ESTRATÉGICA DA GESTÃO (2012-2015) AGENDA ESTRATÉGICA DA GESTÃO (2012-2015) Este documento tem o propósito de promover o alinhamento da atual gestão

Leia mais

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de:

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de: Relatório Despertar 2014 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

Promoção da Saúde e Prevenção de Risco e Doenças no Ambiente de Trabalho. ANS maio/2014

Promoção da Saúde e Prevenção de Risco e Doenças no Ambiente de Trabalho. ANS maio/2014 Promoção da Saúde e Prevenção de Risco e Doenças no Ambiente de Trabalho ANS maio/2014 Perfil da Cemig Maior empresa integrada deutilites do Brasil. Composta por 58 empresas e 15 consórcios. Lucro líquido

Leia mais

Relatório de desempenho social Maio de 2010

Relatório de desempenho social Maio de 2010 Nossa responsabilidade social BIC AMAZÔNIA S.A. Relatório de desempenho social Maio de 2010 I - APRESENTAÇÃO A unidade BIC Amazônia está localizada na cidade de Manaus, no Estado do Amazonas, onde são

Leia mais

PROJETO MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA: CONVIVÊNCIA, CIDADANIA, SAÚDE E LAZER

PROJETO MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA: CONVIVÊNCIA, CIDADANIA, SAÚDE E LAZER SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ESCOLA AGROTÉCNICA FEDERAL DE UBERLÂNDIA Fazenda Sobradinho, s/ nº, Município de Uberlândia, CEP: 38.400-974, telefone: (34) 3233-8800 Fax: (34) 3233-8833,

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades;

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades; POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE OBJETIVO Esta Política tem como objetivos: - Apresentar as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente as inovações

Leia mais

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013 Relatório Despertar 2013 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 Instituto Lojas Renner Instituto Lojas Renner Promover a inserção de mulheres no mercado de trabalho por meio de projetos de geração de renda é o objetivo do Instituto Lojas

Leia mais

BIC AMAZÔNIA S.A. RELATÓRIO DE DESEMPENHO SOCIAL JANEIRO DE 2015 I - APRESENTAÇÃO

BIC AMAZÔNIA S.A. RELATÓRIO DE DESEMPENHO SOCIAL JANEIRO DE 2015 I - APRESENTAÇÃO BIC AMAZÔNIA S.A. RELATÓRIO DE DESEMPENHO SOCIAL JANEIRO DE 2015 I - APRESENTAÇÃO A unidade BIC Amazônia está localizada na cidade de Manaus, no Estado do Amazonas, onde são produzidos canetas, lápis,

Leia mais

Questionário para Instituidoras

Questionário para Instituidoras Parte 1 - Identificação da Instituidora Base: Quando não houver orientação em contrário, a data-base é 31 de Dezembro, 2007. Dados Gerais Nome da instituidora: CNPJ: Endereço da sede: Cidade: Estado: Site:

Leia mais

MANUAL DE ASPECTOS JURÍDICOS DO PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE

MANUAL DE ASPECTOS JURÍDICOS DO PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE Av. Barbacena, 472 8º andar Barro Preto CEP: 30190-130 Belo Horizonte/MG Tel.: 3253.4917 E-mail: renata.gontijo@cemigsaude.org.br Portal Corporativo: www.cemigsaude.org.br MANUAL DE ASPECTOS JURÍDICOS

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 2008

PLANO DE TRABALHO 2008 PLANO DE TRABALHO 2008 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1.1. NOME DA ENTIDADE: Casa de Nazaré Centro de Apoio ao Menor 1.2. Endereço: Rua Coronel Timóteo nº 350 1.3. Bairro: Cristal 1.4. Região CORAS: 05 1.5.

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Programa Viver é Melhor Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Legião da Boa Vontade (LBV) Cidade: Londrina/PR

Leia mais

PROGRAMA DE PATROCÍNIO DA COSERN

PROGRAMA DE PATROCÍNIO DA COSERN PROGRAMA DE PATROCÍNIO DA COSERN Resumo das diretrizes e critérios da COSERN/ Grupo Neoenergia para patrocínios a projetos socioculturais e ambientais. Guia Básico do Proponente 1 Índice Introdução 2 1.

Leia mais

Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE

Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE O Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE visa fortalecer a missão de desenvolver a nossa terra e nossa gente e contribuir para

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

MANUAL DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

MANUAL DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL MANUAL DE RESPONSABILIDADE Definição: A responsabilidade socioambiental é a responsabilidade que uma empresa ou organização tem com a sociedade e com o meio ambiente além das obrigações legais e econômicas.

Leia mais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Estatuto da Criança e do Adolescente: 18 anos, 18 Compromissos A criança e o adolescente no centro da gestão municipal O Estatuto

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Manual do Sistema de Gestão Ambiental - Instant Solutions. Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa

Manual do Sistema de Gestão Ambiental - Instant Solutions. Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa Data da Criação: 09/11/2012 Dara de revisão: 18/12/2012 1 - Sumário - 1. A Instant Solutions... 3 1.1. Perfil da empresa... 3 1.2. Responsabilidade ambiental...

Leia mais

Relatório de Comunicação e Engajamento COE. Associação Paranaense dos Engenheiros Ambientais APEAM

Relatório de Comunicação e Engajamento COE. Associação Paranaense dos Engenheiros Ambientais APEAM Relatório de Comunicação e Engajamento COE Associação Paranaense dos Engenheiros Ambientais APEAM Declaração de Apoio Continuo do Presidente 21/08/2015 Para as partes interessadas: Tenho o prazer de confirmar

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Elaboração Luiz Guilherme D CQSMS 10 00 Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes Avaliação da Necessidade de Treinamento

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios LEI N. 1.343, DE 21 DE JULHO DE 2000 Institui a Política Estadual do Idoso - PEI e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER que a Assembléia Legislativa do Estado

Leia mais

TERMO DE ASSOCIAÇÃO DADOS CADASTRAIS DADOS PESSOAIS

TERMO DE ASSOCIAÇÃO DADOS CADASTRAIS DADOS PESSOAIS A Associação Civil denominada AIRES - Asociación Internacional de Residentes Extranjeros é uma entidade sem fins lucrativos, criada para promover e disseminar a inclusão social dos residentes estrangeiros

Leia mais

Gestão do Conhecimento e Governo Como sensibilizar os órgãos governamentais para implementarem a GC

Gestão do Conhecimento e Governo Como sensibilizar os órgãos governamentais para implementarem a GC Gestão do Conhecimento e Governo Como sensibilizar os órgãos governamentais para implementarem a GC Elisabeth Gomes elisabeth.gomes@sbgc.org.br Diretora de relações com o governo - SBGC 2º Fórum de Gestão

Leia mais

Prefeitura Municipal de Botucatu

Prefeitura Municipal de Botucatu I- Identificação: Projeto Empresa Solidária II- Apresentação : O Fundo Social de Solidariedade é um organismo da administração municipal, ligado ao gabinete do prefeito, que atua em diversos segmentos

Leia mais

visão, missão e visão valores corporativos Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial.

visão, missão e visão valores corporativos Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial. visão, missão e valores corporativos visão Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial. MISSÃO O Grupo Gerdau é uma Organização empresarial focada em siderurgia, com a missão de satisfazer

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015.

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015. REV.: 03 Pág.: 1 de 6 A Manaus Ambiental torna público que estão abertas as inscrições para a seleção de Instituições e Projetos Sociais para o 14º Dia do Voluntariado. A empresa realizará o processo de

Leia mais

Núcleo de Atenção Integral à Saúde Unimed São José dos Campos

Núcleo de Atenção Integral à Saúde Unimed São José dos Campos Núcleo de Atenção Integral à Saúde Unimed São José dos Campos Núcleo de Atenção Integral à Saúde da Unimed SJC O Núcleo de Ação Integral à Saúde (NAIS) é o setor responsável pela promoção da saúde e prevenção

Leia mais

INSTITUTO LOJAS RENNER

INSTITUTO LOJAS RENNER 2011 RELATÓRIO DE ATIVIDADES INSTITUTO LOJAS RENNER Instituto Lojas Renner Inserção de mulheres no mercado de trabalho, formação de jovens e desenvolvimento da comunidade fazem parte da essência do Instituto.

Leia mais

Centro Comunitário Vila Gaúcha. Projeto Experimental II

Centro Comunitário Vila Gaúcha. Projeto Experimental II Centro Comunitário Vila Gaúcha Projeto Experimental II Apresentação da Empresa O Centro Comunitário Vila Gaúcha presta atendimento regular em Educação Infantil, Serviço de Apoio Sócio Educativo, Trabalho

Leia mais

Abra as portas da sua empresa para a saúde entrar. Programa Viva Melhor

Abra as portas da sua empresa para a saúde entrar. Programa Viva Melhor Abra as portas da sua empresa para a saúde entrar. Programa Viva Melhor Apresentação Diferente das operadoras que seguem o modelo assistencial predominante no mercado de planos de saúde e focam a assistência

Leia mais

Mapeamento do Perfil Saúde em Instituição Pública - Fundação Centro de Atendimento Sócio Educativo ao Adolescente

Mapeamento do Perfil Saúde em Instituição Pública - Fundação Centro de Atendimento Sócio Educativo ao Adolescente 16 Mapeamento do Perfil Saúde em Instituição Pública - Fundação Centro de Atendimento Sócio Educativo ao Adolescente Leidiane Silva Oliveira Chagas Gestora de Recursos Humanos - Anhanguera Educacional

Leia mais

Produtos Unimed Grande Florianópolis

Produtos Unimed Grande Florianópolis Produtos Unimed Grande Florianópolis A Unimed é o plano de saúde que oferece os melhores médicos do Brasil. Vamos além para que sua saúde seja plena e de qualidade. Para nós, o importante é ver você bem

Leia mais

PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado

PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueado Dados da empresa Razão Social: FLY IDIOMAS Nome Fantasia: WIZARD Data de fundação: 10/07/2010 Número de funcionários:

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

A Prática na Unimed João Pessoa

A Prática na Unimed João Pessoa A Prática na Unimed João Pessoa 27º Encontro Nacional de Núcleos de Desenvolvimento Humano e Comitês Educativos Unimed do Brasil São Paulo, Julho/2015 COOPERATIVISMO E GOVERNANÇA Princípios e Características

Leia mais

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE E RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Banco Cooperativo Sicredi S.A. Versão: Julho/2015 Página 1 de 1 1 INTRODUÇÃO O Sicredi é um sistema de crédito cooperativo que valoriza a

Leia mais

3 Benefícios. 3.1 Plano de Saúde

3 Benefícios. 3.1 Plano de Saúde 3 Benefícios O Processo de Benefícios atua como agente visando minimizar as situações problemas existentes na relação homem-trabalho, através de orientações e esclarecimentos aos empregados sobre os benefícios

Leia mais

CARTA ABERTA DE COMPROMISSO

CARTA ABERTA DE COMPROMISSO CARTA ABERTA DE COMPROMISSO Prezado Sr. Secretário Geral, A Responsabilidade Social Empresarial é prioridade da Unimed Sul Capixaba Cooperativa de Trabalho Médico desde 2003. É intrínseca aos valores da

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROJETO

APRESENTAÇÃO DO PROJETO A EMPRESA A T2N Esporte e Lazer foi fundada pelos professores de Educação Física, Tetê Nahas e Bruno Rodrigues, com a proposta de desenvolver um serviço diferenciado nas áreas de recreação, esporte e lazer,

Leia mais

Transformando o presente, construindo o amanhã.

Transformando o presente, construindo o amanhã. Transformando o presente, construindo o amanhã. Primeira sede em 1988 História No dia 23 de novembro de 1988, a Fundação Belgo-Mineira foi oficialmente constituída, a fim de promover ações de marketing

Leia mais

PRINCIPAIS NORTEADORES ESTRATÉGICOS DA UNIMED VALE DAS ANTAS/RS.

PRINCIPAIS NORTEADORES ESTRATÉGICOS DA UNIMED VALE DAS ANTAS/RS. UNIMED VALE DAS ANTAS, RS - COOPERATIVA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE LTDA Ramo: Cooperativa Médica de Serviços de Saúde Período de Relato: de 27/02/2014 a 24/02/2015 E-mail: rh@valedasantas.unimed.com.br / gerencia@valedasantas.unimed.com.br

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL Das Atribuições dos Profissionais dos Recursos Humanos Atribuições comuns a todos os profissionais que integram a equipe: Conhecer a realidade das famílias pelas

Leia mais

PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020

PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020 PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020 INDICE POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL 1. Objetivo...2 2. Aplicação...2 3. implementação...2 4. Referência...2 5. Conceitos...2 6. Políticas...3

Leia mais

Apresentação Plano de Integridade Institucional da Controladoria-Geral da União (PII)

Apresentação Plano de Integridade Institucional da Controladoria-Geral da União (PII) PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO Secretaria-Executiva Diretoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional Plano de Integridade Institucional (PII) 2012-2015 Apresentação Como

Leia mais

"Acreditação: Valeu a pena investir na Certificação de Qualidade?" Centro Integrado de Atenção a Saúde CIAS Unimed Vitória - ES

Acreditação: Valeu a pena investir na Certificação de Qualidade? Centro Integrado de Atenção a Saúde CIAS Unimed Vitória - ES "Acreditação: Valeu a pena investir na Certificação de Qualidade?" Centro Integrado de Atenção a Saúde CIAS Unimed Vitória - ES AGENDA Programação do Evento - Histórico do Centro Integrado de Atenção a

Leia mais

MMX - Controladas e Coligadas

MMX - Controladas e Coligadas POLITICA CORPORATIVA PC. 1.16.01 Política de Meio Ambiente Emissão: 02/10/06 1 Objetivo: Estabelecer diretrizes visando proteger os recursos naturais e o meio ambiente em todas das unidades operacionais.

Leia mais

PROGRAMA DE PONTUAÇÃO PARTICIPATIVA

PROGRAMA DE PONTUAÇÃO PARTICIPATIVA PROGRAMA DE PONTUAÇÃO PARTICIPATIVA 1 INTRODUÇÃO O desenvolvimento das ações promovidas no decorrer deste projeto, terão como resultado o estreitamento dos laços Cooperado\Cooperativa que vai integrar

Leia mais

CATEGORIA: ADESÃO DOS COLABORADORES

CATEGORIA: ADESÃO DOS COLABORADORES EXPRESSO GUANABARA S/A - CNPJ: 41.550.112/0001-01 END. ROD BR 116 KM 04 N 700 MESSEJANA FORTALEZA/CE CATEGORIA: ADESÃO DOS COLABORADORES 2011 BOAS PRÁTICAS: ADESÃO DOS COLABORADORES AOS SEUS VALORES E

Leia mais

PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS

PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS Gestão de Administração e Finanças Gerência de Desenvolvimento Humano e Responsabilidade Social Junho/2014 Desenvolvimento Sustentável Social Econômico

Leia mais

NÚCLEO SESI DE RESPONSABILIDADE SOCIAL

NÚCLEO SESI DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NÚCLEO SESI DE RESPONSABILIDADE SOCIAL Mapa Estratégico da Indústria (2007-2015) 2015) Objetivo Criar a cultura da Responsabilidade Social nas Empresas, incorporando as suas políticas às estratégias corporativas,

Leia mais

Título do Projeto! JUNTOS PELA SAÚDE

Título do Projeto! JUNTOS PELA SAÚDE Título do Projeto! JUNTOS PELA SAÚDE População Saudável Campanhas para realização dos exames preventivos Material Educativo Comunicação População Saudável Educação em Saúde: Esta ação tem como objetivo

Leia mais

Câmara Municipal de Barueri. Conheça a Norma SA8000. Você faz parte!

Câmara Municipal de Barueri. Conheça a Norma SA8000. Você faz parte! Câmara Municipal de Barueri Conheça a Norma SA8000 Você faz parte! O que é a Norma SA 8000? A SA 8000 é uma norma internacional que visa aprimorar as condições do ambiente de trabalho e das relações da

Leia mais

Política de Comunicação Integrada

Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada agosto 2009 Política de Comunicação Integrada 4 1 Objetivos Promover a comunicação integrada entre as empresas Eletrobras e dessas com os seus públicos de relacionamento,

Leia mais

PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA Proposta de ações para elaboração do Plano Estadual da Pessoa com Deficiência Objetivo Geral: Contribuir para a implementação

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

ESF Estratégia de Saúde da Família GESTÃO DE PESSOAS. 40 Relatório de Gestão 2014. Copyright. Proibida cópia ou reprodução sem autorização do IABAS.

ESF Estratégia de Saúde da Família GESTÃO DE PESSOAS. 40 Relatório de Gestão 2014. Copyright. Proibida cópia ou reprodução sem autorização do IABAS. ESF Estratégia de Saúde da Família GESTÃO DE PESSOAS 40 Relatório de Gestão 2014 B lanço Soci l ESF Estratégia de Saúde da Família Relatório de Gestão 2014 41 GESTÃO DE PESSOAS Gestão de Pessoas Com o

Leia mais

Unimed Uberaba Relacionamento com o Cooperado Elaine Joudran

Unimed Uberaba Relacionamento com o Cooperado Elaine Joudran Unimed Uberaba Relacionamento com o Cooperado Elaine Joudran Unimed Uberaba Área de ação Onde estamos Farmácia Unimed Nossa estrutura Unimed Domiciliar Clínica Unimed Unidade Sacramento Clínica de Especialidades

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor Dados da empresa Razão Social: Visa do Brasil Empreendimentos Ltda. Nome Fantasia:

Leia mais

Relatório de Comunicação e Engajamento COE Instituto Venturi Para Estudos Ambientais

Relatório de Comunicação e Engajamento COE Instituto Venturi Para Estudos Ambientais Relatório de Comunicação e Engajamento COE Instituto Venturi Para Estudos Ambientais Declaração de Apoio Continuo da Presidente 23/10/2015 Para as partes interessadas: É com satisfação que comunicamos

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA DO SERVIDOR DO IPAMV: COMPROMISSO COM A VIDA

PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA DO SERVIDOR DO IPAMV: COMPROMISSO COM A VIDA 5.1 Nome da Iniciativa ou Projeto PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA DO SERVIDOR DO IPAMV: COMPROMISSO COM A VIDA 5.2 Caracterização da Situação Anterior A partir de 2005, houve início uma

Leia mais

Creche Pelicano Atendimento - 95 Crianças - entre 1 anos e seis meses a quatro anos

Creche Pelicano Atendimento - 95 Crianças - entre 1 anos e seis meses a quatro anos Missão Promover programas sustentáveis e contínuos, priorizando a educação da criança e o re-erguimento da família formando bases sólidas na diminuição das desigualdades sociais. Títulos Reconhecida com

Leia mais

UNIMED FESP. Dra. Maria Manuela Almeida Nunes Mazzini. Gerente de Gestão em Saúde. manuela.mazzini@unimedfesp.coop.br 22/07/2013 1

UNIMED FESP. Dra. Maria Manuela Almeida Nunes Mazzini. Gerente de Gestão em Saúde. manuela.mazzini@unimedfesp.coop.br 22/07/2013 1 UNIMED FESP Dra. Maria Manuela Almeida Nunes Mazzini Gerente de Gestão em Saúde manuela.mazzini@unimedfesp.coop.br 1 PERFIL UNIMED UNIMED FESP Quantidade de usuários 565.582 Área de abrangência Quantidade

Leia mais

Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC SALVADOR MAIO/2003

Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC SALVADOR MAIO/2003 Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC ATRIBUIÇÕES DOS GESTORES ESCOLARES DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE ENSINO VERSÃO PRELIMINAR SALVADOR MAIO/2003 Dr. ANTÔNIO JOSÉ IMBASSAHY DA SILVA Prefeito

Leia mais

A Academia está alinhada também aos Princípios para Sustentabilidade em Seguros UNPSI, coordenados pelo UNEP/FI órgão da ONU dedicado às questões da

A Academia está alinhada também aos Princípios para Sustentabilidade em Seguros UNPSI, coordenados pelo UNEP/FI órgão da ONU dedicado às questões da - 1 - Prêmio CNSeg 2012 Empresa: Grupo Segurador BBMAPFRE Case: Academia de Sustentabilidade BBMAPFRE Introdução A Academia de Sustentabilidade BBMAPFRE foi concebida em 2009 para disseminar o conceito

Leia mais

A letra Q, símbolo do programa de qualidade no serviço público Gespública, pelo qual a Seplan é certificada, figura em todos os seus documentos.

A letra Q, símbolo do programa de qualidade no serviço público Gespública, pelo qual a Seplan é certificada, figura em todos os seus documentos. Q A letra Q, símbolo do programa de qualidade no serviço público Gespública, pelo qual a Seplan é certificada, figura em todos os seus documentos. É uma alusão à essência e ao compromisso da Secretaria

Leia mais

A Importância de Parcerias Estratégicas para a Transformação Social. Ilda Ribeiro Peliz Setembro 2008

A Importância de Parcerias Estratégicas para a Transformação Social. Ilda Ribeiro Peliz Setembro 2008 A Importância de Parcerias Estratégicas para a Transformação Social Ilda Ribeiro Peliz Setembro 2008 Responsabilidade Social O conceito da RSA não está mais entre as quatro paredes dos escritórios. A sociedade

Leia mais

Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica

Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica Sistemas de Remuneração Tradicionais e a Remuneração Estratégica por Camila Hatsumi Minamide* Vivemos em um ambiente com transformações constantes: a humanidade sofre diariamente mudanças nos aspectos

Leia mais

Programa de Qualidade de Vida

Programa de Qualidade de Vida Programa de Qualidade de Vida SOBRE O PROJETO OBJETIVO GERAL Padronizar as ações de qualidade de vida em todas as unidades de negócio da IMPSA no Brasil, proporcionando espaço aos colaboradores para que

Leia mais

PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS. Gestão de Administração e Finanças Gerência de Gestão de Pessoas

PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS. Gestão de Administração e Finanças Gerência de Gestão de Pessoas PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS Gestão de Administração e Finanças Gerência de Gestão de Pessoas Desenvolvimento Sustentável Social Econômico Ambiental Lucro Financeiro Resultado Social

Leia mais

Política de Comunicação Integrada

Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada agosto 2009 Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada 5 1. Objetivos Promover a comunicação integrada entre as empresas Eletrobras e dessas

Leia mais

PROJETO CASA LAR DO CEGO IDOSO CIDADANIA NO ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL

PROJETO CASA LAR DO CEGO IDOSO CIDADANIA NO ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL PROJETO CASA LAR DO CEGO IDOSO CIDADANIA NO ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL DADOS DA ORGANIZAÇÃO: Nome: Associação de Cegos Louis Braille - ACELB, mantenedora da Casa Lar do Cego Idoso Endereço: Rua Braille

Leia mais

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS Art. 1. A Política de Assistência Estudantil da Pós-Graduação da UFGD é um arcabouço de princípios e diretrizes

Leia mais

Termo de uso genérico para designar qualquer grau de UNIMED Singular, Federação/ Central e Confederação, individualmente ou no conjunto.

Termo de uso genérico para designar qualquer grau de UNIMED Singular, Federação/ Central e Confederação, individualmente ou no conjunto. 1- INTERCÂMBIO A negociação entre as UNIMEDS do País, que geram relações operacionais específicas e normatizadas para atendimento de usuários na área de ação de uma cooperativa ou contratados por outra

Leia mais

Introdução: Código de Conduta Corporativa

Introdução: Código de Conduta Corporativa Transporte Excelsior Ltda Código de Conduta Corporativa Introdução: A Transporte Excelsior através desse Código Corporativo de Conduta busca alinhar e apoiar o cumprimento de nossa Missão, Visão e Valores,

Leia mais

Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO...

Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO... Manual do Cooperado Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO... 3 5 COOPERHIDRO... 3 6 RECONHECIMENTO PARA FUNCIONAMENTO...

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

Art. 2º - São diretrizes da Política Municipal de Educação Alimentar e Combate à Obesidade:

Art. 2º - São diretrizes da Política Municipal de Educação Alimentar e Combate à Obesidade: PROJETO DE LEI N. 426/2013 ESTADO DO AMAZONAS ESTABELECE diretrizes para a Política Municipal de Educação Alimentar Escolar e Combate à Obesidade, e dá outras providências. Art.1º - O Poder Público Municipal,

Leia mais

Ponto de Partida do Projeto Doar Escola do Futuro

Ponto de Partida do Projeto Doar Escola do Futuro Relatório Projeto Doar Objetivo: Envolver os alunos em Projetos Sociais, estimulando-os a colocar em prática os traços de caráter Cristão ensinados na Instituição. Potencializar a responsabilidade social,

Leia mais