OBJETO ASSUNTO OBSERVAÇÕES ANVISA Problema dos microfuros nas embalagens

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OBJETO ASSUNTO OBSERVAÇÕES ANVISA Problema dos microfuros nas embalagens"

Transcrição

1 BALANÇO DAS ATIVIDADES 2011 PRINCIPAIS AÇÕES OBJETO ASSUNTO OBSERVAÇÕES ANVISA Problema dos microfuros nas embalagens plásticas de Farinha de Trigo - Solucionado CÂMARA SETORIAL Intensificação da participação nas reuniões - Integração de propostas Site Trigo é Saúde Manutenção dinâmica do site CAMPANHA - CONSUMO Realizada em 2011 Editora Abril Agnelo Pacheco Mídia Rádio e Televisão Entrevistas com Nutricionista ESPN ao ar livre - Parque Villa Lobos Saquinhos para pães CARTILHA DO TRITICULTOR CONVÊNIOS ARGENTINA E URUGUAI DEFESA COMERCIAL FARINHA ARGENTINA FERRO E ÁCIDO FÓLICO GANEPÃO 2011 GUERRA FISCAL - ICMS ILSI INTERNATIONAL LIFE SCIENCES INSTITUTE INMETRO Edição de exemplares Patrocínio Associados Distribuição - Evento em Esteio-RS Patrocínio Evento - Banco do Brasil Reuniões prévias Assinatura de convênios (2) Giros do Trigo (2) Estudo Inicial - Adesão insuficiente Formação de novo Grupo de Moinhos Reunião Participação - Andamento Coordenação da ABITRIGO Projeto inicial do ITAL Adição na farinha de trigo - Custo muito elevado - Complexidade operacional Patrocínio e Participação - Congresso sobre Alimentação e Saúde Dra. Vanderli Marchiori Dr. Marcello Bronstein Apresentação Dr. Nelson Machado Carta da Presidência a todos os Governadores propondo a equalização do ICMS interestadual (4%) para Trigo, Farinha de Trigo e Misturas Seminário Técnico -"Intolerância ao Glúten" - Patrocínio e participação em conjunto com a ABIMA em Presença Dr. Mauro Fisberg Proposta revisão da tolerância a perda de umidade e peso nas misturas e prémisturas - Análise Concluída - Cerelab Não prosseguiu Em andamento Aguardando respostas

2 INTEGRAÇÃO DA CADEIA PRODUTIVA DO TRIGO LICENÇA NÃO AUTOMÁTICA FARINHA ARGENTINA NEGOCIAÇÃO MERCOSUL X UNIÃO EUROPÉIA NOVO SITE ABITRIGO NUTRIÇÃO PROJETO PILOTO Impacto da Lei /2010 ISENÇÃO MP 552 DE INCID-TRIBUTÁRIA PRÊMIOS DO PEP PLANO AGRÍCOLA E PE- CUÁRIO PROJETO MINHA ESCOLHA REDUÇÃO DO SÓDIO TÉCNICO PRODUÇÃO DE FARELO RESÍDUOS SÓLIDOS EMBALAGENS Desenvolvimento - MDIC Reino Pécala Rae Contato CAMEX - MRE - MAPA - MDIC Ofícios propondo adoção Dr. Benedito Rosa do Espírito Santo - Integração Mercados MERCOSUL X Europa - Detalhes Atendimento ao internauta Página do Associado Espaço publicitário Apoio jornalístico para novas matérias Propostas ITAL - Fortificação Dra. Marília Regini Nutti - EMBRAPA Dr. Mauro Fisberg - Pesquisa IBGE Definição do tema Saudabilidade Dr. Amêndola - Esclarecimento de dúvidas de associados. Regime diferenciado Parecer Técnico Dr. Panzarini Estudo do pleito para isenção definitiva Contato com autoridades Prorrogação da isenção até Avaliar Exclusão do Crédito Presumido Reunião de e outras Solicitação do Associado R. Tondo Ofício da Presidência para a CONAB Reunião de e outras Participação com a Presidente Dilma em Ribeirão Preto Apresentação Sra. Carolina Godoy Instituto Minha Escolha Participação ABITRIGO & ABIP aplicação para pães industriais Outras associações também Exigência de responsável técnico MAPA - Decreto-Lei n de Estudo Felsberg Continuidade reunião Apresentação em Programa de Coalizão - Estudo em andamento - Aguarda reunião com dire- Em andamento Interrompido Obtenção Isenção Parcial Em andamento Acordo firmado em ABIA ABIMA ABITRIGO ABIP

3 tor do CEMPRE em Elaboração RDC nº 7 Micotoxinas (DON) Redução de Sódio em Pães Redução de Sódio em Misturas de Bolos MINISTÉRIO DA SAÚDE e ANVISA Comissão de Boas Práticas Nutricionais em Panificação Comissão de Monitoramento Ácido Fólico e Ferro Em andamento 2012 Projeto Alteração de Rotulagem Alimentos Geneticamente Modificados Em andamento 2012 Comissão de Regulação Técnica de Aditivos Alimentares de Em andamento 2012 Panificação e Biscoitos Em andamento 2012 Reuniões da Câmara Setorial das Culturas de Inverno Em andamento 2012 Reunião de Apoio à Comercialização MINISTÉRIO DA AGRI- CULTURA MAPA Comissão de Prorrogação IN nº 7 Micotoxinas (DON) Em andamento 2012 Ampliar participação da ABITRIGO na Câmara Setorial das Culturas de Inverno Em andamento 2012 Acompanhar Implantação IN 38 Nova Classificação de Trigo Em andamento 2012 Exigência Responsável Técnico para Produção de Farelo Em andamento 2012 MINISTÉRIO DA INDÚS- TRIA E COMÉRCIO Pesquisa de Consumo de Derivados de Trigo PDP Em andamento 2012

4 MDIC EMBRAPA TRIGO E ALI- MENTOS Ampliar Relacionamento com a EM- BRAPA TRIGO Em andamento 2012 Seminário de Biofortificação Cereais e Trigo Em andamento 2012 ABIP - INMETRO Comissão de Padronização Pão Tipo Francês Em andamento 2012 ITAL Representação no Conselho Consultivo Cereal Chocotec Em andamento 2012 Elaboração do Projeto Nutrição Ácido Fólico e Ferro Interrompido Elaboração Convênio Qualidade do Trigo Uruguai em 2011; acompanhamento em 2012 URUGUAI - ARGENTINA Elaboração e Coordenação Giro do Trigo / Uruguai Em andamento 2012 Elaboração e Coordenação Giro do Trigo / Argentina Em andamento 2012 Estudo de Perda de Peso em Misturas para Pães e Bolos Em andamento 2012 Cartilha O Triticultor e o Mercado em 2011; continuidade em 2012 Segregação e Classificação de Variedades Trigo - Paraná Em andamento 2012 Novo Site ABITRIGO PROJETOS ABITRIGO Atendimento ao Internauta Em andamento 2012 Coordenação de Grupos Técnicos Asso- Em andamento 2012

5 ciados Participação em Feiras, Congressos e Palestras de interesse da Em andamento 2012 Cadeia do Trigo Em andamento 2012 Elaborar 1º Giro do Trigo no Paraná Em estudo 2012 Elaborar 1º Giro do Trigo no Rio Grande do Sul Em estudo2012

Programas para fortalecer a competitividade. PDP setembro/09 PROGRAMAS PARA FORTALECER A COMPETITIVIDADE TRIGO

Programas para fortalecer a competitividade. PDP setembro/09 PROGRAMAS PARA FORTALECER A COMPETITIVIDADE TRIGO Programas para fortalecer a competitividade PROGRAMAS PARA FORTALECER A COMPETITIVIDADE TRIGO 1 Estratégias: Diferenciação e ampliação do acesso. Objetivos: (i) Aumentar a produção interna do trigo e de

Leia mais

INFORME TÉCNICO N. 54/2013 TEOR DE SÓDIO NOS ALIMENTOS PROCESSADOS

INFORME TÉCNICO N. 54/2013 TEOR DE SÓDIO NOS ALIMENTOS PROCESSADOS INFORME TÉCNICO N. 54/2013 TEOR DE SÓDIO NOS ALIMENTOS PROCESSADOS 1.Introdução Em 13 de dezembro de 2011 o Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) assinaram termo de

Leia mais

ATUAÇÃO DA ANVISA NO CONTROLE SANITÁRIO DE ALIMENTOS Previsões 2014

ATUAÇÃO DA ANVISA NO CONTROLE SANITÁRIO DE ALIMENTOS Previsões 2014 Reunião ILSI São Paulo, 5 de dezembro de 2013 ATUAÇÃO DA ANVISA NO CONTROLE SANITÁRIO DE ALIMENTOS Previsões 2014 William Cesar Latorre Gerente de Inspeção e Controle de Riscos em Alimentos Gerência Geral

Leia mais

5. 15:15 hs Tendências de mercado do trigo safra 2015/16 Paulo Magno Rabelo - Conab

5. 15:15 hs Tendências de mercado do trigo safra 2015/16 Paulo Magno Rabelo - Conab Dados da Reunião Câmara: Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Culturas de Inverno Título: Reunião Ordinária N. 46 Local: Sala de reuniões do 4ª andar - Edifício Sede - MAPA - Brasília - DF Data da reunião:

Leia mais

GUIA DE BOAS PRÁTICAS NUTRICIONAIS PÃO FRANCÊS

GUIA DE BOAS PRÁTICAS NUTRICIONAIS PÃO FRANCÊS 1. INTRODUÇÃO GUIA DE BOAS PRÁTICAS NUTRICIONAIS PÃO FRANCÊS O pão francês é um alimento tradicionalmente consumido pela população brasileira, principalmente em refeições como o café da manhã e o lanche

Leia mais

RESOLUÇÃO-ANVISA Nº 263, DE 22 DE SETEMBRO DE 2005

RESOLUÇÃO-ANVISA Nº 263, DE 22 DE SETEMBRO DE 2005 Resolução nº 263/2005 23/09/2005 RESOLUÇÃO-ANVISA Nº 263, DE 22 DE SETEMBRO DE 2005 DOU 23.09.2005 A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso da atribuição que lhe confere

Leia mais

Padrão ABIA para o Atendimento ao Consumidor pelas Indústrias de Alimentos

Padrão ABIA para o Atendimento ao Consumidor pelas Indústrias de Alimentos Padrão ABIA para o Atendimento ao Consumidor pelas Indústrias de Alimentos Recomendação da Comissão de Atendimento ao Consumidor ABIA ANEXO I ATENDIMENTO AOS CONSUMIDORES COM HIPERSENSIBILIDADE E SEUS

Leia mais

O QUE É IMPORTANTE SABER NA ROTULAGEM DE ALIMENTOS PARA CRIANÇAS? 27/08/2011. Amanda Poldi

O QUE É IMPORTANTE SABER NA ROTULAGEM DE ALIMENTOS PARA CRIANÇAS? 27/08/2011. Amanda Poldi O QUE É IMPORTANTE SABER NA ROTULAGEM DE ALIMENTOS PARA CRIANÇAS? 27/08/2011 Amanda Poldi CRIANÇA-DEFINIÇÃO LEI 11.265/2006 CRIANÇA: indivíduo até 12 (doze) anos de idade incompletos; CRIANÇA DE PRIMEIRA

Leia mais

Estratégias Governamental para Redução do Sódio

Estratégias Governamental para Redução do Sódio VIII REUNIÃO DA VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE ALIMENTOS Goiânia, 22,23 e 24/08/12 Estratégias Governamental para Redução do Sódio DENISE DE OLIVEIRA RESENDE Gerente-Geral de Alimentos Ações Governamentais :

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Panificação. Alimentos. Subprodutos. Introdução

PALAVRAS-CHAVE Panificação. Alimentos. Subprodutos. Introdução 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO (

Leia mais

AÇÕES DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA SOBRE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS

AÇÕES DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA SOBRE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS AÇÕES DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA SOBRE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS WILLIAM CESAR LATORRE Diretor de Alimentos Centro de Vigilância Sanitária SES / SP Decreto Lei 986, de 21/10/1969 Institui normas

Leia mais

35ª Reunião do CAMARA SETORIAL DA CADEIA PRODUTIVA DA CACHAÇA

35ª Reunião do CAMARA SETORIAL DA CADEIA PRODUTIVA DA CACHAÇA 35ª Reunião do CAMARA SETORIAL DA CADEIA PRODUTIVA DA CACHAÇA Brasília, 22 de outubro de 2013 Convênio SENAC-SP - curso de formação do Sommelier especializado em Cachaças Capacitar Sommeliers com ênfase

Leia mais

Relatório Geral. Abril - 2015

Relatório Geral. Abril - 2015 Relatório Geral Abril - 015 PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO SETORIAL DE HPPC Objetivo Promover o desenvolvimento das empresas do setor de HPPC de forma sustentável, por meio da gestão e difusão de conhecimento,

Leia mais

Cartilha do Prêmio Equalizador Pago ao Produtor - PEPRO

Cartilha do Prêmio Equalizador Pago ao Produtor - PEPRO PRÊMIO EQUALIZADOR PAGO AO PRODUTOR - PEPRO Cartilha do Prêmio Equalizador Pago ao Produtor - PEPRO CONAB - COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO 01 PRÊMIO EQUALIZADOR PAGO AO PRODUTOR - PEPRO O QUE É O

Leia mais

A CAMEX e a Facilitação de Comércio

A CAMEX e a Facilitação de Comércio CÂMARA DE COMÉRCIO EXTERIOR Secretaria-Executiva A CAMEX e a Facilitação de Comércio Ministério das Comunicações 18 de novembro 2009, São Paulo SP. MARIA FÁTIMA B. ARRAES DE OLIVEIRA Assessora Especial

Leia mais

4º ENCONTRO DE FISCALIZAÇÃO E SEMINÁRIO REGIONAL SOBRE AGROTÓXICOS Regional Sul/ Sudeste/ Centro-Oeste. Carta de Goiânia

4º ENCONTRO DE FISCALIZAÇÃO E SEMINÁRIO REGIONAL SOBRE AGROTÓXICOS Regional Sul/ Sudeste/ Centro-Oeste. Carta de Goiânia 4º ENCONTRO DE FISCALIZAÇÃO E SEMINÁRIO REGIONAL SOBRE AGROTÓXICOS Regional Sul/ Sudeste/ Centro-Oeste Carta de Goiânia Aos 15 dias do mês de abril do ano de, nesta cidade de Goiânia, GO, representantes

Leia mais

Assunto: falta de recursos do governo federal para agricultura do Paraná

Assunto: falta de recursos do governo federal para agricultura do Paraná Assunto: falta de recursos do governo federal para agricultura do Paraná A FAEP tem solicitado ao governo federal que libere os recursos anunciados de R$ 5,6 bilhões na Política de Garantia de Preços Mínimos

Leia mais

revogada(o) por: Resolução RDC nº 263, de 22 de setembro de 2005

revogada(o) por: Resolução RDC nº 263, de 22 de setembro de 2005 título: Resolução RDC nº 93, de 31 de outubro de 2000 ementa: Dispõe sobre o Regulamento Técnico para Fixação de Identidade e Qualidade de Massa Alimentícia. publicação: D.O.U. - Diário Oficial da União;

Leia mais

Relatório de Acompanhamento de Execução da Agenda de Ação Atualização: Maio/2008 Março/2010

Relatório de Acompanhamento de Execução da Agenda de Ação Atualização: Maio/2008 Março/2010 Programa Automotivo Relatório de Acompanhamento de Execução da Agenda de Ação Atualização: Maio/2008 Março/2010 Gestor: Paulo Sérgio Bedran Diretor do Departamento de Indústrias de Equipamentos de Transporte

Leia mais

Tributação na Indústria de Óleos Vegetais

Tributação na Indústria de Óleos Vegetais Câmara Setorial da Soja MAPA Tributação na Indústria de Óleos Vegetais Fabio Trigueirinho Secretário Geral Goiânia GO 12 de agosto de 2011 Estrutura da Apresentação Cadeia de produção da soja e seus derivados

Leia mais

PLANO DE AÇÃO A. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Primeira Reunião Anual da Vigilância Sanitária de Alimentos

PLANO DE AÇÃO A. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Primeira Reunião Anual da Vigilância Sanitária de Alimentos João Pessoa, 15 a 17 de maio de 2007 PLANO DE AÇÃO A DA GGALI Primeira Reunião Anual da Vigilância Sanitária de Alimentos k1 Ângela Karinne Fagundes de Castro Gerência-Geral Geral de Alimentos Slide 1

Leia mais

BALANÇO 1º SEMESTRE DE 2013 ATIVIDADES REALIZADAS ATIVIDADES EM ANDAMENTO GESTÃO PRESIDENTE ORLANDO LEONE

BALANÇO 1º SEMESTRE DE 2013 ATIVIDADES REALIZADAS ATIVIDADES EM ANDAMENTO GESTÃO PRESIDENTE ORLANDO LEONE BALANÇO 1º SEMESTRE DE 2013 ATIVIDADES REALIZADAS ATIVIDADES EM ANDAMENTO GESTÃO PRESIDENTE ORLANDO LEONE JANEIRO Participação da ANFAMOTO no Fórum Metropolitano para Regulamentação do Motofrete. A ANFAMOTO

Leia mais

Perspectivas legais de alegações de propriedades funcionais e ou de saúde

Perspectivas legais de alegações de propriedades funcionais e ou de saúde Perspectivas legais de alegações de propriedades funcionais e ou de saúde 4º Simpósio de Segurança Alimentar Gramado/RS, 29 e 30/05/2012 Antonia Maria de Aquino GPESP/GGALI/ANVISA Missão da Anvisa Promover

Leia mais

V Feira Internacional da Amazônia - FIAM Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA

V Feira Internacional da Amazônia - FIAM Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA CÂMARA DE COMÉRCIO EXTERIOR A CAMEX e a Facilitação de Comércio V Feira Internacional da Amazônia - FIAM Superintendência da Zona Franca de Manaus - SUFRAMA 27 de novembro de 2009, Manaus - AM ALEXANDRE

Leia mais

Resolução RDC nº 273, de 22 de setembro de 2005

Resolução RDC nº 273, de 22 de setembro de 2005 Resolução RDC nº 273, de 22 de setembro de 2005 Aprova o "REGULAMENTO TÉCNICO PARA MISTURAS PARA O PREPARO DE ALIMENTOS E ALIMENTOS PRONTOS PARA O CONSUMO". D.O.U. - Diário Oficial da União; Poder Executivo,

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 5.081-A, DE 2013 (Do Sr. Onofre Santo Agostini)

PROJETO DE LEI N.º 5.081-A, DE 2013 (Do Sr. Onofre Santo Agostini) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 5.081-A, DE 2013 (Do Sr. Onofre Santo Agostini) Dispõe sobre normas de comercialização de pão integral; tendo parecer da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria

Leia mais

TRIGO PARANÁ - BRASIL 2009. Brasília, 21 de outubro 2009 Ivo Carlos Arnt Filho

TRIGO PARANÁ - BRASIL 2009. Brasília, 21 de outubro 2009 Ivo Carlos Arnt Filho TRIGO PARANÁ - BRASIL 2009 Brasília, 21 de outubro 2009 Ivo Carlos Arnt Filho Área Produção Rendimento Médio 08-09 07-08 08-09 07-08 08-09 07-08 UF % % % a/b a b a/b (a) (b) a/b (a) (b) PR 34 1.100 820

Leia mais

Informe Técnico n. 67, de 1º de setembro de 2015.

Informe Técnico n. 67, de 1º de setembro de 2015. Informe Técnico n. 67, de 1º de setembro de 2015. Assunto: Orientações sobre os procedimentos para solicitação de alterações na lista de alimentos alergênicos. I. Introdução. A Resolução de Diretoria Colegiada

Leia mais

Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Atenção Básica Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição

Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Atenção Básica Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Atenção Básica Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição II Reunião Ordinária da Comissão Interinstitucional para Implementação, Acompanhamento

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI N o 6.036, DE 2013 Dispõe sobre a restrição do uso de agentes aromatizantes ou flavorizantes em bebidas alcoólicas e da outras providências. Autora:

Leia mais

Relatório de atividades da Comissão de Responsabilidade Socioambiental TRT 3ª Região - referente ao ano de 2014

Relatório de atividades da Comissão de Responsabilidade Socioambiental TRT 3ª Região - referente ao ano de 2014 Relatório de atividades da Comissão de Responsabilidade Socioambiental TRT 3ª Região - referente ao ano de 2014 Metas para 2014 definidas no início de 2014 Elaborar Plano de Gerenciamento dos Resíduos

Leia mais

RESOLUÇÃO DE DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº. 273, DE 22 DE SETEMBRO DE 2005.

RESOLUÇÃO DE DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº. 273, DE 22 DE SETEMBRO DE 2005. RESOLUÇÃO DE DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº. 273, DE 22 DE SETEMBRO DE 2005. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso da atribuição que lhe confere o art. 11 inciso IV do

Leia mais

Política de comércio exterior brasileira. Welber Barral

Política de comércio exterior brasileira. Welber Barral Política de comércio exterior brasileira. Welber Barral Agosto de 2013 Efeitos da taxa de câmbio: Trilema: inflação, taxa de juros, taxa de câmbio Redução do superávit comercial e déficit estrutural em

Leia mais

PLANO DE AÇÃO PARA EXECUÇÃO DO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA MAPA x ABRAS

PLANO DE AÇÃO PARA EXECUÇÃO DO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA MAPA x ABRAS PLANO DE AÇÃO PARA EXECUÇÃO DO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA MAPA x ABRAS Rosilene Ferreira Souto Luzia Souza Setembro 2014 Parceria Institucional com foco na rastreabilidade Acordo de Cooperação entre

Leia mais

A Importância do Trigo na Alimentação Humana

A Importância do Trigo na Alimentação Humana SIMONE FREIRE Doutoranda em Ciências Pediátricas- UNIFESP Mestre em Ciência dos Alimentos - FCF-USP Especialista em Saúde Pública - UNIFESP Especialista em MKT - CESMA- ESPANHA A Importância do Trigo na

Leia mais

Micotoxinas: exigências do mercado brasileiro

Micotoxinas: exigências do mercado brasileiro Micotoxinas: exigências do mercado brasileiro Myrna Sabino, E-mail: myrna.sabino@globo.com INTRODUÇÃO As micotoxinas são produzidas por várias espécies de fungos e são conhecidas por vários efeitos nocivos

Leia mais

Agronegócio Internacional

Agronegócio Internacional Boletim do Agronegócio Internacional Agronegócio Internacional Recordistas de vendas no valor total exportado pelo Brasil jan-jul 2014/2013 Edição 03 - Agosto de 2014 O agronegócio representou 44% das

Leia mais

TRIGO Período de 02 a 06/11/2015

TRIGO Período de 02 a 06/11/2015 TRIGO Período de 02 a 06//205 Tabela I - PREÇO PAGO AO PRODUTOR (em R$/60 kg) Centro de Produção Unid. 2 meses Períodos anteriores mês (*) semana Preço Atual PR 60 kg 29,56 35,87 36,75 36,96 Semana Atual

Leia mais

revoga: Resolução nº 14 de junho de 1978 Resolução nº 15 de abril de 1978 RESOLUÇÃO DE DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº. 268, DE 22 DE SETEMBRO DE 2005.

revoga: Resolução nº 14 de junho de 1978 Resolução nº 15 de abril de 1978 RESOLUÇÃO DE DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº. 268, DE 22 DE SETEMBRO DE 2005. título: Resolução RDC nº 268, de 22 de setembro de 2005 ementa não oficial: Aprova o "REGULAMENTO TÉCNICO PARA PRODUTOS PROTÉICOS DE ORIGEM VEGETAL". publicação: D.O.U. - Diário Oficial da União; Poder

Leia mais

REGIÕES PARA TRIGO NO BRASIL: ENSAIOS VCU, ZONEAMENTO AGRÍCOLA E ÉPOCA DE SEMEADURA DISCRIMINAÇÃO INTRARREGIONAL

REGIÕES PARA TRIGO NO BRASIL: ENSAIOS VCU, ZONEAMENTO AGRÍCOLA E ÉPOCA DE SEMEADURA DISCRIMINAÇÃO INTRARREGIONAL REGIÕES PARA TRIGO NO BRASIL: ENSAIOS VCU, ZONEAMENTO AGRÍCOLA E ÉPOCA DE SEMEADURA DISCRIMINAÇÃO INTRARREGIONAL Gilberto Rocca da Cunha 1, Aldemir Pasinato 2, João Leonardo Fernandes Pires 1, Genei Antonio

Leia mais

INICIATIVAS DA ANVISA VISANDO A INOCUIDADE ALIMENTAR

INICIATIVAS DA ANVISA VISANDO A INOCUIDADE ALIMENTAR III SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE INOCUIDADE DE ALIMENTOS INICIATIVAS DA ANVISA VISANDO A INOCUIDADE ALIMENTAR GERÊNCIA-GERAL de ALIMENTOS out/04 MISSÃO DA ANVISA Proteger e promover a saúde da população garantindo

Leia mais

Exemplos de Projetos

Exemplos de Projetos Trigo na visão da Nestlé, com base no Mercado Consumidor Exemplos de Projetos FORUM NACIONAL DO TRIGO Chapecó, 07 Maio 2014 Eng Agr. Olivier Marchand 1 NESTLÉ 2 NOSSA MISSÃO Ser reconhecidos como lideres

Leia mais

CORELAÇÃO ENTRE A COR DA FARINHA DE TRIGO E O TEOR DE MINERAIS

CORELAÇÃO ENTRE A COR DA FARINHA DE TRIGO E O TEOR DE MINERAIS CORELAÇÃO ENTRE A COR DA FARINHA DE TRIGO E O TEOR DE MINERAIS Lorena Maia Noreto, Patricia Paro, Dermânio Tadeu Lima Ferreira (Orientador/FAG), e-mail: lorena@fag.edu.br Faculdade Assis Gurgacz FAG, Cascavel

Leia mais

Newsletter ANSEME. Janeiro de 2012 31-01-2012 ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PRODUTORES E COMERCIANTES DE SEMENTES

Newsletter ANSEME. Janeiro de 2012 31-01-2012 ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PRODUTORES E COMERCIANTES DE SEMENTES Newsletter ANSEME Janeiro de 2012 31-01-2012 ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PRODUTORES E COMERCIANTES DE SEMENTES Joana Lopes Aleixo Secretário-Geral A Direcção da ANSEME decidiu retomar a edição de Newsletters

Leia mais

Profa Tânia Maria Leite da Silveira

Profa Tânia Maria Leite da Silveira Profa Tânia Maria Leite da Silveira Como o consumidor adquire informações sobre os alimentos? Conhecimento da família Educação Mídia Publicidade Rotulagem Importância da rotulagem Informações corretas

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 5.666, DE 2013 (Do Sr. Andre Vargas)

PROJETO DE LEI N.º 5.666, DE 2013 (Do Sr. Andre Vargas) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 5.666, DE 2013 (Do Sr. Andre Vargas) Dispõe sobre suplementação medicamentosa de ácido fólico, para prevenir má-formação fetal. DESPACHO: ÀS COMISSÕES DE: SEGURIDADE

Leia mais

A feira. O maior evento mundial do setor sucroenergético. 26 a 29 de Agosto de 2014 Centro de Eventos Zanini Sertãozinho - São Paulo Brasil

A feira. O maior evento mundial do setor sucroenergético. 26 a 29 de Agosto de 2014 Centro de Eventos Zanini Sertãozinho - São Paulo Brasil Resultados Fenasucro 2014 A feira 26 a 29 de Agosto de 2014 Centro de Eventos Zanini Sertãozinho - São Paulo Brasil O maior evento mundial do setor sucroenergético O setor sucroenergético do Brasil já

Leia mais

AÇÕES DE PROMOÇÃO DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL. Reunião Nacional 18/05/2007

AÇÕES DE PROMOÇÃO DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL. Reunião Nacional 18/05/2007 AÇÕES DE PROMOÇÃO DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Reunião Nacional 18/05/2007 Proposta do trabalho em grupo Construindo um Manual de Promoção da Alimentação Saudável em nível local Objetivos: Atualizar as ações

Leia mais

REGISTRO DE PRODUTOS NO BRASIL: AVANÇOS E DESAFIOS

REGISTRO DE PRODUTOS NO BRASIL: AVANÇOS E DESAFIOS Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação REGISTRO DE PRODUTOS NO BRASIL: AVANÇOS E DESAFIOS I Reunião Anual da Vigilância Sanitária de Alimentos 15 a 17 de maio/2007 João Pessoa Amanda Poldi

Leia mais

Regulação de Alimentos GARANTIA DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL. CamPo E Na CidAde 5ª Conferência Nacional de. Segurança Alimentar e Nutricional

Regulação de Alimentos GARANTIA DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL. CamPo E Na CidAde 5ª Conferência Nacional de. Segurança Alimentar e Nutricional Regulação de Alimentos GARANTIA DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL ComIda de VerDadE no CamPo E Na CidAde 5ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional Texto elaborado pelo Grupo de Trabalho

Leia mais

Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº 07, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2011

Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº 07, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2011 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº 07, DE 18 DE FEVEREIRO

Leia mais

Momento Atual e Desafios da Panificação. 21º Congresso Internacional do Trigo

Momento Atual e Desafios da Panificação. 21º Congresso Internacional do Trigo Momento Atual e Desafios da Panificação 21º Congresso Internacional do Trigo Empresas atendidas pelo ITPC em 2013 Total: 1.219 empresas atendidas em 2013 426 projetos 24 UF Empresas no Brasil MEI 27.515

Leia mais

Perguntas & Respostas ABIA sobre gorduras trans

Perguntas & Respostas ABIA sobre gorduras trans Perguntas & Respostas ABIA sobre gorduras trans GRUPO CONSUMIDOR 1) O que são ácidos graxos trans ou gordura trans? Os ácidos graxos ou gorduras trans são um tipo de gordura formada pelo processo de hidrogenação

Leia mais

CONSELHO TEMÁTICO DA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA

CONSELHO TEMÁTICO DA MICRO, PEQUENA E MÉDIA INDÚSTRIA ASSUNTOS TRATADOS Cartilha sobre produtos e serviços bancários para Micro e Pequenos Empresários Apresentação dos cases de sucesso e fracasso no setor da Construção Civil Notícias sobre o Fórum Permanente

Leia mais

Vejamos rápida e superficialmente a situação dos amidos no país, e suas aplicações:

Vejamos rápida e superficialmente a situação dos amidos no país, e suas aplicações: PÃO BRASILEIRO? Através de um projeto de lei de n 679/01 o Deputado Federal Aldo Rebelo, dispõe sobre a obrigatoriedade de adição de farinha de mandioca refinada, de farinha de raspa de mandioca ou fécula

Leia mais

QUEM SOMOS MISSÃO WORKSHOP O QUE FAZEMOS A INDÚSTRIA DE SEMENTES NO BRASIL. Associação Brasileira de Sementes e Mudas

QUEM SOMOS MISSÃO WORKSHOP O QUE FAZEMOS A INDÚSTRIA DE SEMENTES NO BRASIL. Associação Brasileira de Sementes e Mudas Associação Brasileira de Sementes e Mudas WORKSHOP AMOSTRAGEM, TESTES E ESTATÍSTICA SEMENTES, PLANTAS E GRÃOS Associação Brasileira de Sementes e Mudas A INDÚSTRIA DE SEMENTES NO BRASIL ILSI International

Leia mais

Histórico do Programa Brasileiro do Design

Histórico do Programa Brasileiro do Design Histórico do Programa Brasileiro do Design 1995 Lançamento do Programa Brasileiro do Design; Exposição: "O Brasil Mostra sua Marca". 1996 Concurso da Logomarca do PBD; Estudo: "Design para a Competitividade".

Leia mais

Fibras e seus Benefícios! Tipos de Farinhas! Coordenadora e Nutricionista Felícia Bighetti Sarrassini - CRN 10664

Fibras e seus Benefícios! Tipos de Farinhas! Coordenadora e Nutricionista Felícia Bighetti Sarrassini - CRN 10664 Fibras e seus Benefícios! & Tipos de Farinhas! Coordenadora e Nutricionista Felícia Bighetti Sarrassini - CRN 10664 * Fibras: Definição: Fibras referem a parte dos vegetais (frutas, verduras, legumes,

Leia mais

considerando que os regulamentos técnicos da ANVISA de padrões de identidade e qualidade de alimentos devem priorizar os parâmetros sanitários;

considerando que os regulamentos técnicos da ANVISA de padrões de identidade e qualidade de alimentos devem priorizar os parâmetros sanitários; MINISTÉRIO DA SAÚDE AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO-RDC Nº- 270, DE 22 DE SETEMBRO DE 2005 A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Nº uso

Leia mais

INTEGRAÇÃO REGIONAL E DO COMÉRCIO EXTERIOR (Versão 24/10/2011)

INTEGRAÇÃO REGIONAL E DO COMÉRCIO EXTERIOR (Versão 24/10/2011) Seminário 09 A AMAZÔNIA E SUAS FRONTEIRAS NO CONTEXTO DA INTEGRAÇÃO REGIONAL E DO COMÉRCIO EXTERIOR (Versão 24/10/2011) Objetivo: Em consonância com a Política Externa do Governo Federal de Integração

Leia mais

RESOLUÇÃO RDC N 7, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2011

RESOLUÇÃO RDC N 7, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2011 RESOLUÇÃO RDC N 7, DE 18 DE FEVEREIRO DE 11 Legislações ANVISA Ter, 22 de Fevereiro de 11 RESOLUÇÃO RDC N 7, DE 18 DE FEVEREIRO DE 11 Dispõe sobre limites máximos tolerados (LMT) para micotoxinas em alimentos.

Leia mais

MERCOSUR IV REUNIÃO GRUPO AD HOC SOBRE BENS E SERVIÇOS AMBIENTAIS

MERCOSUR IV REUNIÃO GRUPO AD HOC SOBRE BENS E SERVIÇOS AMBIENTAIS MERCOSUR IV REUNIÃO GRUPO AD HOC SOBRE BENS E SERVIÇOS AMBIENTAIS Brasil, 28 e 29 de agosto de 2006 MERCOSUL / SGT Nº 6 / ATA N. 2/06 IV REUNIÃO ORDINÁRIA DO GRUPO AD HOC SOBRE BENS E SERVIÇOS AMBIENTAIS

Leia mais

A REALIDADE DAS AGROINDÚSTRIAS DOS MUNICÍPIOS DE BARRACÃO E BOM JESUS DO SUL, PR. Ivanira Correia de Oliveira 1 (Coordenadora da Ação de Extensão)

A REALIDADE DAS AGROINDÚSTRIAS DOS MUNICÍPIOS DE BARRACÃO E BOM JESUS DO SUL, PR. Ivanira Correia de Oliveira 1 (Coordenadora da Ação de Extensão) A REALIDADE DAS AGROINDÚSTRIAS DOS MUNICÍPIOS DE BARRACÃO E BOM JESUS DO SUL, PR. Área Temática 07: Tecnologia e Produção Ivanira Correia de Oliveira 1 (Coordenadora da Ação de Extensão) Kérley Braga Pereira

Leia mais

Alimentos Minimamente Processados : controle sanitário e legislação

Alimentos Minimamente Processados : controle sanitário e legislação Alimentos Minimamente Processados : controle sanitário e legislação REGINALICE MARIA DA GRAÇA A BUENO Gerência de Inspeção e Controle de Riscos de Alimentos - ANVISA Controle sanitário dos alimentos Ações

Leia mais

Post Show. 2015 www.fispaltecnologia.com.br

Post Show. 2015 www.fispaltecnologia.com.br Post Show 2015 www.fispaltecnologia.com.br 31ª Fispal Tecnologia registra sucesso em geração de negócios e impressiona expositores A cada edição, a Fispal Tecnologia - Feira Internacional de Processos,

Leia mais

revogada(o) por: Resolução RDC nº 263, de 22 de setembro de 2005

revogada(o) por: Resolução RDC nº 263, de 22 de setembro de 2005 título: Resolução RDC nº 90, de 18 de outubro de 2000 ementa não oficial: Aprova o Regulamento Técnico para Fixação de Identidade e Qualidade de Pão. publicação: D.O.U. - Diário Oficial da União; Poder

Leia mais

Como ler. Quantidade. Denominação do produto. Lista de ingredientes. Durabilidade. Fabricante/ Importador. Junho de 2008

Como ler. Quantidade. Denominação do produto. Lista de ingredientes. Durabilidade. Fabricante/ Importador. Junho de 2008 Como ler Flocos de arroz e de trigo integral, enriquecidos com vitaminas (B1, B2, B3, B6, ácido fólico, B12, C) e ferro Peso líquido: CONSUMIR DE PREFERÊNCIA ANTES DE Junho de 2008 Quantidade Denominação

Leia mais

1º PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO. Regulamento

1º PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO. Regulamento 1º PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO Regulamento 1. OBJETIVO: O PRÊMIO SESCAP-PR DE JORNALISMO é uma iniciativa do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias,

Leia mais

POLÍTICA de GARANTIA de PREÇOS MÍNIMOS - PGPM

POLÍTICA de GARANTIA de PREÇOS MÍNIMOS - PGPM Diretoria de Política Agrícola e Informações - Dipai Superintendencia de Gestão da Oferta - Sugof POLÍTICA de GARANTIA de PREÇOS MÍNIMOS - PGPM Por: Carlos Eduardo Tavares Maio de 2012 RAZÃO DA POLÍTICA

Leia mais

Anita de Souza Dias Gutierrez Engenheira agrônoma Centro de Qualidade em Horticultura hortiescolha@ceagesp.gov.br 11 36433890/ 27

Anita de Souza Dias Gutierrez Engenheira agrônoma Centro de Qualidade em Horticultura hortiescolha@ceagesp.gov.br 11 36433890/ 27 Anita de Souza Dias Gutierrez Engenheira agrônoma Centro de Qualidade em Horticultura hortiescolha@ceagesp.gov.br 11 36433890/ 27 Centro de Qualidade em Horticultura CEAGESP Construção e adoção de ferramentas

Leia mais

Os cereais. Trigo Arroz Centeio Milho Aveia Cevada Sorgo

Os cereais. Trigo Arroz Centeio Milho Aveia Cevada Sorgo Trigo Arroz Centeio Milho Aveia Cevada Sorgo O que são Cereais Integrais? São cereais que não foram processados. Consistem no gérmen, endosperma e casca. Endosperma: Constitui aproximadamente 83% do peso

Leia mais

Rotulagem de alimentos embalados. Prof. Ismar Araújo de Moraes Departamento de fisiologia e Farmacologia da UFF Medico Veterinário S/SUBVISA-RIO

Rotulagem de alimentos embalados. Prof. Ismar Araújo de Moraes Departamento de fisiologia e Farmacologia da UFF Medico Veterinário S/SUBVISA-RIO Rotulagem de alimentos embalados Prof. Ismar Araújo de Moraes Departamento de fisiologia e Farmacologia da UFF Medico Veterinário S/SUBVISA-RIO Rotulagem É toda inscrição, legenda, imagem ou toda matéria

Leia mais

Relatório Assessoria de Imprensa *** BOOK 2012

Relatório Assessoria de Imprensa *** BOOK 2012 Relatório Assessoria de Imprensa *** BOOK 2012 Índice Atividades: Pág. 03 Resultados 2012: Pág. 04 Imprensa Mídia/Origem Meses: Pág. 06 Imprensa Segmentos de imprensa: Pág. 07 Imprensa Qualidade dos espaços

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS : A RESPONSABILIDADE DE CADA SETOR

POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS : A RESPONSABILIDADE DE CADA SETOR POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS : A RESPONSABILIDADE DE CADA SETOR Política Nacional de Resíduos Sólidos BASE LEGAL : Lei Federal nº 12305, de 02.08.2010 Decreto Federal nº 7404, de 23.12.2010 Princípio

Leia mais

CONSELHO DE MEIO AMBIENTE CODEMA

CONSELHO DE MEIO AMBIENTE CODEMA CONSELHO DE MEIO AMBIENTE CODEMA Coordenador: Torvaldo Antônio Marzolla Filho Vice-Coordenadror: André Vanoni de Godoy Número de Conselheiros: 40 Equipe Técnica: Marilene Conte e Sidney Bruschi Relatório

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Estágio das Ações 2014

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Estágio das Ações 2014 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Estágio das Ações 2014 VICE PRESIDÊNCIA OBJETIVO ESTRATÉGICO 3.3 Valorizar o diálogo em todos os fóruns e junto aos poderes constituídos, orientando as ações para a defesa intransigente

Leia mais

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento POLITICA de GARANTIA de PREÇOS MINIMOS

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento POLITICA de GARANTIA de PREÇOS MINIMOS POLITICA de GARANTIA de PREÇOS MINIMOS 04 de maio de 2009 RAZÃO DA POLÍTICA AGRÍCOLA CARACTERÍSTICA DA PRODUÇÃO Concentrada no tempo Consumo ao longo do ano Perecibilidade Baixo valor agregado Alta dispersão

Leia mais

GT de Imagens de de Satélite Satélite 10.12.2013

GT de Imagens de de Satélite Satélite 10.12.2013 GT de Imagens de Satélite 10.12.2013 1 Levantamento de ações orçamentárias que envolvem aquisição de produtos de aerolevantamento ÓRGÃO Nº de AÇÕES AEB/INPE 3 ANA 1 ANP 1 CNPQ 1 CODEVASF 1 Comando do Exército

Leia mais

A ROTULAGEM DE ALIMENTOS PROMOVENDO O CONTROLE SANITÁRIO E A ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

A ROTULAGEM DE ALIMENTOS PROMOVENDO O CONTROLE SANITÁRIO E A ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Prefeitura Municipal do Natal Secretaria Municipal de Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Setor de Vigilância Sanitária Distrito Sanitário Oeste Núcleo de Vigilância Sanitária A ROTULAGEM DE ALIMENTOS

Leia mais

Planejamento 2012 UBABEF

Planejamento 2012 UBABEF Planejamento 2012 UBABEF Defesa do setor e mercado interno DEFESA DOS INTERESSES DO SETOR - Contratação de consultoria para levantamento da competitividade do setor - Apoio às agendas legislativas da CNI

Leia mais

FÓRUM ESTADUAL PERMANENTE DAS MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE DO ESTADO DO PARANÁ 5ª REUNIÃO PLENÁRIA 05/09/2011

FÓRUM ESTADUAL PERMANENTE DAS MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE DO ESTADO DO PARANÁ 5ª REUNIÃO PLENÁRIA 05/09/2011 FÓRUM ESTADUAL PERMANENTE DAS MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE DO ESTADO DO PARANÁ 5ª REUNIÃO PLENÁRIA 05/09/2011 Decreto 2.592 05/05/2008 Regimento Interno 29/07/2008 PAUTA TEMPO TEMA RESPONSÁVEL

Leia mais

RESOLUÇÃO DE DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº 264, DE 22 DE SETEMBRO DE 2005.

RESOLUÇÃO DE DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº 264, DE 22 DE SETEMBRO DE 2005. título: Resolução RDC nº 264, de 22 de setembro de 2005 ementa não oficial: Aprova o "REGULAMENTO TÉCNICO PARA CHOCOLATE E PRODUTOS DE CACAU". publicação: D.O.U. - Diário Oficial da União; Poder Executivo,

Leia mais

Programas de Distribuição de Alimentos da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

Programas de Distribuição de Alimentos da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo Programas de Distribuição de Alimentos da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo Dra. Silvana Maria Franco Margatho Diretora Técnica do Departamento de Abastecimento-CODEAGRO

Leia mais

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS Direcção-Geral dos Assuntos Comunitários SERVIÇO JURÍDICO B - IMPOSTO SOBRE O VALOR ACRESCENTADO

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS Direcção-Geral dos Assuntos Comunitários SERVIÇO JURÍDICO B - IMPOSTO SOBRE O VALOR ACRESCENTADO B - IMPOSTO SOBRE O VALOR ACRESCENTADO I.B.1.367 L 0227 Primeira Directiva 67/227/CEE do Conselho, de 11 de Abril de 1967, relativa à harmonização das legislações dos Estadosmembros respeitantes aos impostos

Leia mais

Notícias Economia Internacional. e Indicadores Brasileiros. Nº 1/2 Julho de 2012

Notícias Economia Internacional. e Indicadores Brasileiros. Nº 1/2 Julho de 2012 Notícias Economia Internacional e Indicadores Brasileiros Nº 1/2 Julho de 2012 Sindmóveis - Projeto Orchestra Brasil www.sindmoveis.com.br www.orchestrabrasil.com.br Realização: inteligenciacomercial@sindmoveis.com.br

Leia mais

Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR

Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR EXPORTAÇÕES DAS COOPERATIVAS NO AGRONEGÓCIO EM 1. RESULTADO

Leia mais

As dificuldades da logística Reversa do Material Plástico no Brasil

As dificuldades da logística Reversa do Material Plástico no Brasil As dificuldades da logística Reversa do Material Plástico no Brasil A ABIPLAST representa as empresas de transformação de material plástico ( 3ª geração ) e as Industrias de Reciclagem de Material Plástico.

Leia mais

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PRODUTOS PARA SAÚDE. Coordenação de Inspeção de Produtos CPROD

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PRODUTOS PARA SAÚDE. Coordenação de Inspeção de Produtos CPROD ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PRODUTOS PARA SAÚDE Coordenação de Inspeção de Produtos CPROD CONTEÚDO 1. Organograma 2. Quadro de pessoal 3. Atividades de rotina 4. Atividades no âmbito nacional 5. Atividades

Leia mais

Temas relevantes da agenda federativa Agosto de 2012

Temas relevantes da agenda federativa Agosto de 2012 Relatório produzido nos termos do Acordo de Cooperação Técnica firmado entre o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e a Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, 2011.

Leia mais

Relatório de Acompanhamento de Execução da Agenda de Ação Atualização: Maio/2008 Março/2010

Relatório de Acompanhamento de Execução da Agenda de Ação Atualização: Maio/2008 Março/2010 Programa HPPC Relatório de Acompanhamento de Execução da Agenda de Ação Atualização: Maio/2008 Março/2010 Gestor: Alexandre Ribeiro Pereira Lopes Coordenador-Geral das Indústrias Químicas e de Transformados

Leia mais

e3 comunicação do bem nutrição. esporte. bem-estar

e3 comunicação do bem nutrição. esporte. bem-estar >Sobre a e3>> Agência de comunicação integrada que nasceu segmentada nas áreas de nutrição, bem-estar e esporte que visa promover uma comunicação saudável e promover produtos e serviços que tragam bem-estar

Leia mais

Proposta de Consulta Pública referente à RDC que dispõe sobre rotulagem de alergênicos em alimentos. Brasília, 29 de maio de 2014

Proposta de Consulta Pública referente à RDC que dispõe sobre rotulagem de alergênicos em alimentos. Brasília, 29 de maio de 2014 Proposta de Consulta Pública referente à RDC que dispõe sobre rotulagem de alergênicos em alimentos Brasília, 29 de maio de 2014 Âmbito de aplicação Art. 1º Fica aprovado o Regulamento Técnico que estabelece

Leia mais

Programa Regionalização

Programa Regionalização Programa Regionalização Relatório de Acompanhamento de Execução da Agenda de Ação Atualização: Maio/2008 Setembro/2010 Gestor: Henrique Villa da Costa Ferreira Secretário de Políticas de Desenvolvimento

Leia mais

Agenda Internacional 2009

Agenda Internacional 2009 Agenda Internacional 2009 CNI: estratégia institucional Visão Estratégica Mapa Estratégico Uma visão sobre o futuro do país e da indústria (2007-2015) Identifica prioridades estratégicas Participação de

Leia mais

Inovação, Regulação e Certificação. I CIMES 1º Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde

Inovação, Regulação e Certificação. I CIMES 1º Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde Inovação, Regulação e Certificação I CIMES 1º Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde São Paulo 11/04/2012 ABDI Criada pelo Governo Federal em 2004 Objetivo Objetivos Desenvolver ações

Leia mais

1 Do Trigo e seus Derivados

1 Do Trigo e seus Derivados SUMÁRIO Lista de Figuras... 2 Lista de Quadros... 3 Lista de Tabelas... 4 1 Do Trigo e seus Derivados... 5 2 Mercado Mundial de Trigo... 9 3 O Setor no Brasil... 16 3.1 Histórico... 16 3.2 Oferta e demanda...

Leia mais