Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana"

Transcrição

1 Gerência de Comunicação GCO tem por finalidade planejar, organizar, coordenar e controlar as atividades de comunicação e editoriais do Confea. Competências da GCO 1. Organizar e executar projetos editoriais: jornais, revistas, televisão, rádio, boletins, comunicação por computadores, portal/site e outros informativos oficiais. 2. Proceder à veiculação, na mídia, de informações de atividades desenvolvidas pelo Confea, pelos Creas e pela Mútua. 3. Acompanhar os assuntos veiculados na imprensa sobre o Confea, os Creas, a Mútua e outros do seu interesse. 4. Apresentar indicadores da evolução e tendências do desenvolvimento nacional; 5. Relacionar com as áreas de formação de opinião pública. 6. Realizar cobertura jornalística de eventos oficiais. 7. Desenvolver campanhas publicitárias para divulgar as atividades do CONFEA junto aos públicos com os quais a entidade se relaciona. 8. Planejar, coordenar, supervisionar, orientar e controlar a execução das atividades de equipes de trabalho. 9. Elaborar seu plano anual de trabalho, consoante às diretrizes e políticas estabelecidas. Equipe da GCO: 1. Carlos Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana

2 DIRETRIZES PARA PLANO TÁTICO-OPERACIONAL Diretriz 1: PLANO DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL PARA O CONFEA EM. Descrição: Estabelecimento de metas para cumprir os objetivos estratégicos de ampliar o conhecimento da instituição. Objetivo: Estabelecer um conjunto de ações de comunicação para aumentar o conhecimento da marca CONFEA e divulgar as atividades do Sistema CONFEA / CREA / MUTUA junto à sociedade e junto aos públicos com os quais o Conselho se relaciona. Meta 1 (o que deve ser feito + valor + prazo) 1. Atualizar em 100% as informações contidas no Portal do CONFEA até 30 de abril de e inserir pelo menos 3 notícias diariamente sobre o Sistema CONFEA/CREA a partir de 2 de maio de. Meta Item de controle Unidade de Medida Prioridade Freqüência Quando atuar Como atuar Atualizar em 100% as informações contidas no Portal até 30 de abril de e inserir pelo menos 3 notícias diariamente sobre o Sistema CONFEA/CREA a partir de 2 de maio de. Informações corretas no Portal e quantidade de notícias do Sistema Confea/Crea veiculadas Nº de solicitações de atualização de informações e Nº de notícias veiculadas por dia sobre o Sistema (Mínimo de 3 diárias) Alta Diaria-mente 9 de abril de Acompanhar a agenda do Presidente Acompanhar as Plenárias Pautar as principais notícias dos CREA s mais representativos Consultar mensalmente os gestores se da sua área há atualizações a fazer, através de e- mail Medidas 1. Destacar um(a) ou mais funcionários(as) para dedicar(em)-se exclusivamente ao portal do CONFEA. 2. Contratar empresa e/ou profissional especializado na manutenção de sites e portais na Internet. Resultado Esperado (item de verificação) Agilidade em informar aos profissionais as diversas atividades do CONFEA. Auxiliar a equipe de jornalistas a atualizar o portal e melhorar a qualidade visual do site.

3 3. Criar um sistema de controle sobre os conteúdos das notícias que serão veiculadas no site, através do GAB. PLANO TÁTICO-OPERACIONAL Plano de Ação Evitar desgastes políticos com os CREA s e Entidades. Medida/O que (Que ação será 1. Destacar um(a) ou mais funcionários(as) para dedicar(em)-se exclusivamente ao portal do CONFEA. 2. Contratação de empresa e/ou profissional especializado na manutenção de sites e portais na Internet 3. Estabelecer procedimentos para que as notícias sejam avaliadas pelo GAB antes de serem veiculadas. Por que (Por que ação será Este profissional passará a ter como responsabilidade exclusiva esta atribuição. O site precisa ser dinâmico e ter rapidez nas informações. A Internet tem se constituído como um dos mais eficientes, econômicos e efetivos meios de comunicação com os profissionais e empresas registradas no Sistema. O site precisa de atualização imediata. Evitar problemas políticos com as Entidades, CREA s e autoridades ligadas ao Sistema. Como (Como a ação será Determinar um(a) profissional da GCO para desempenhar a função. Abrir uma concorrência de qualidade e preço entre as 5 empresas e/ou profissionais indicados no mercado. Avaliação de trabalhos já realizados e de novas recomendações para o portal do Conselho. Realizar reunião com os funcionários envolvidos no processo Quem (Quem executará a Mariana Quando (Quando a ação será 2 de Abril de 30 de Abril 25 de março de Onde (Onde a ação será Quanto (Quanto custará a GCO Sem custos adicionais. Apenas horas do(a) profissional destacada para a tarefa Mercado de Brasília R$ ,00 CONFEA Sem custos. Apenas horas dos profissionais envolvidos

4 Meta 2 (o que deve ser feito + valor + prazo) Criar, produzir e veicular no mínimo 100 programas de rádio Minuto CONFEA e de 20 programas de TV Pensar o Brasil até 31 de dezembro de. Meta Item de controle Unidade de Medida Prioridade Freqüência Quando atuar Como atuar Programas criados, Nº de programas criados, Alta Controle 1ª de Junho produzidos e produzidos e veiculados diário de veiculados produção 2. Criar, produzir e veicular no mínimo 100 programas de rádio Minuto CONFEA e de 20 programas de TV Pensar o Brasil até 31 de dezembro de Contratação de produtora de áudio e vídeo Supervisionar a produção dos programas Compra de espaços publicitários para veicular os programas. Medidas Resultado Esperado (item de verificação) 1. Realizar licitação para a contratação de produtora de áudio e vídeo Escolher empresa que irá produzir os programas para rádio e TV. 2. Fornecer as notícias mais relevantes do dia que merecem entrar no programa de rádio e pautar os assuntos que deverão entrar no programa semanal de TV. Relevância e pertinência dos assuntos abordados nos programas (pesquisa junto aos profissionais verificará essa questão) 3. Estabelecer sistema de controle de distribuição dos programas às emissoras e exigir os índices de audiência dos programas semanalmente Avaliar se os programas estão sendo vistos/ouvidos pelo nosso públicoalvo. 4. Licitar as emissoras de rádio e TV para veicular os programas produzidos. Atingir mais de 50% dos profissionais do Sistema e 30% dos formadores de opinião sobre as atividades do CONFEA pelo menos uma vez por semana.

5 Plano de Ação Medida/O que (Que ação será 1. Realizar licitação para a contratação de produtora de áudio e vídeo 2. Fornecer as notícias mais relevantes do dia que merecem entrar no programa de rádio e pautar os assuntos que deverão entrar no programa semanal de TV. 3. Estabelecer sistema de controle de distribuição dos programas às emissoras e exigir os índices de audiência dos Por que (Por que ação será Obter programas de rádio e TV com qualidade técnica profissional e preço competitivo. Controlar o conteúdo editorial dos programas para que sejam efetivos e informativos aos profissionais do Sistema Verificar se a programação planejada está sendo efetivamente cumprida e se está sendo vista/ouvida pelo público-alvo Como (Como a ação será Desenvolvimento de processo de licitação para a contratação de empresa especializada na área de áudio e vídeo, através de licitação. Montar sistema de comunicação ( s ) para que o processo possa fluir normalmente Exigir dados de pesquisa de audiência das emissoras e da agência de propaganda contratada Quem (Quem executará a Maria Helena Quando (Quando a ação será 30 de Abril de 30 de maio de 30 de maio de Onde (Onde a ação será Quanto (Quanto custará a Confea R$ R$ ,00 ( Rádio ) R$ ,00 ( Televisão ) Confea Sem custos para o Confea Confea Sem custos para o Confea

6 programas semanalmente 4. Licitar as emissoras de rádio e TV para veicular os programas produzidos. Garantir que os programas de rádio e TV sejam exibidos e assistidos por pelo menos 50% dos profissionais do Sistema. Abrir uma licitação de técnica e preço entre as emissoras do mercado brasileiro que tenham dados de pesquisa que garantam a cobertura prevista. 30 de Abril de Brasília R$ ,00 ( Rádio ) R$ ,00 ( Televisão ) Aumentar em 20 % a presença do CONFEA na Imprensa até dezembro de. Meta 3 (o que deve ser feito + valor + prazo) Meta Item de controle Unidade de Medida Prioridade Freqüência Quando atuar Como atuar Nº de matérias Alta Acompanhamento A partir de 2 de em que aparece através de relatórios maio de a instituição. mensais 3. Aumentar em 20 % a visibilidade do CONFEA na Imprensa até dezembro de. Centímetros por coluna na mídia impressa e minutos na eletrônica Medidas Resultado Esperado (item de verificação) 1. Contratar empresa de Assessoria de Imprensa. Aumentar a presença do CONFEA na mídia. Contratação de Assessoria de Imprensa e empresa de clipping. Montar uma Agência de Notícias em convênio com a UnB. 2. Sistematizar reuniões da Assessoria com os jornalistas do CONFEA para criar pautas de interesse da imprensa. Gerar notícias de relevância sobre assuntos relacionados ao Sistema.

7 3. Acompanhar os resultados mensalmente. Controle da efetividade do trabalho da Assessoria junto à imprensa. 4. Firmar acordo com a UnB para montar o projeto de Agência de Notícias do CONFEA. Aumentar em 100% o volume de notícias para o site e em 50% para a imprensa em geral. Plano de Ação Medida/O que (Que ação será 1. Contratar empresa de Assessoria de Imprensa. 2. Sistematizar reuniões da Assessoria com os jornalistas do CONFEA para criar pautas de interesse da imprensa. 3 Acompanhar os resultados mensalmente. Por que (Por que ação será Aumentar a exposição do CONFEA na Mídia, com o auxilio de profissionais experientes e de influência nas redações dos veículos. Obter uma melhor performance na distribuição de informações sobre o CONFEA à imprensa e otimizar o fluxo de notícias a serem pautadas. Avaliar se os novos procedimentos de trabalho foram satisfatórios e se está havendo mais Como (Como a ação será Selecionar 3 empresas e/ou profissionais de grande experiência e, em comum acordo com a Presidência, contratar os seus serviços. Estabelecendo reuniões semanais periódicas e sempre que algum fato importante exigir Contratação de empresa de clipping para medir o retorno na mídia. Quem (Quem executará a Agência Alô Publicidade Maria Helena Mariana Sandro Quando (Quando a ação será 16 de Abril de 23 de Abril de 23 de Abril de Onde (Onde a ação será Quanto (Quanto custará a Brasília R$ ,00 Brasília Sem custos adicionais ao do fee da Assessoria de Imprensa e horas de trabalho da equipe de jornalismo Brasília R$ ,00

8 4 Firmar acordo com a UnB para montar o projeto de Agência de Notícias do CONFEA. efetividade do trabalho junto a imprensa. Gerar um volume maior de conteúdos para a Imprensa e para o Site. Acordo de cooperação com a UnB. Sandra Freitas 30 de Abril de 2207 Brasília R$ ,00 Meta 4 Realizar 6 pesquisas de opinião sobre a imagem do CONFEA junto aos principais públicos com os quais o Conselho se relaciona até junho de. Meta Item de controle Unidade de Medida 4. Realizar 6 pesquisas de opinião sobre a imagem do CONFEA junto aos principais públicos com os quais o Conselho se relaciona até junho de Estudos realizados Relatórios finais dos Institutos Alta Prioridade Freqüência Quando atuar Como atuar 6 Pesquisas já aprovadas em Plenário 9 de Abril de Contratar os Institutos através de Licitação Medidas Resultado Esperado (item de verificação) 1. Licitar as 6 pesquisas em 2 grupos de 3 estudos. Selecionar empresa com menor preço.

9 2. Selecionar os Institutos pelos critérios técnica e preço. Selecionar um bom Instituto com preço competitivo. 3. Desenvolver os questionários. Investigar todos os aspectos que merecem atenção e que podem ser aprimorados com a informação. 4. Avaliar os resultados Identificar os problemas que devem ser atacados para melhorar a imagem da Instituição. 5. Recomendar ações de Marketing e Comunicação Estabelecer plano de ação diante das informações. Plano de Ação Medida/O que (Que ação será 1. Licitar as 6 pesquisas em 2 grupos de 3 estudos. 2. Selecionar os Institutos pelos critérios técnica e preço. 3 Desenvolver os questionários. Por que (Por que ação será Obter o melhor preço com qualidade. Obter um estudo de qualidade com preços competitivos. Certificar que as dúvidas foram incluídas em todas as questões previstas na Como (Como a ação será Licitação pública de técnica e preço. Montar Comissão para avaliar os melhores critérios que atenderam ao Edital e aos objetivos do CONFEA Checar com os interessados nas informações Quem (Quem executará a Quando (Quando a ação será Primeiro lote em 20 de Fevereiro de e segundo lote em 9 de abril de Primeiro Lote em 10 de Março e o segundo em 30 de Abril. Primeiro lote em 16 de Abril de e o segundo em 15 de Onde (Onde a ação será Quanto (Quanto custará a Brasília Primeiro Lote = R$ ,00 Segundo Lote = R$ ,00 Brasília Sem custos. Apenas horas dos colaboradores selecionados para a Comissão. Brasília Já previstos no custo inicial do trabalho.

10 4 Avaliar os resultados 5 Recomendar ações de Marketing e Comunicação pesquisa. Junho de. Extrair as mais Estudar as informações Primeiro Lote em 10 importantes informações em conjunto com o de Maio de e levantadas pelo estudo. Instituto. o segundo em 30 de junho de. Poder ter mais garantias de que as ações de Marketing e Comunicação serão mais efetivas. Apresentar às áreas de interesse e à Plenária. Primeiro Lote em 20 de Maio e o segundo em 10 de Julho. Brasília Sem custos Brasília Sem custos. Meta 5 Estruturar um Banco de Dados com um Mailling List atualizado contendo todos os públicos prioritários do CONFEA até Julho de. Meta 7. Estruturar um Banco de dados com um Mailling List atualizado, contendo todos os públicos prioritários do CONFEA até julho de. Item de controle Nº de Nomes do Mailling Unidade de Medida Prioridade Freqüência Quando atuar Como atuar % de nomes checados, atualizados e acrescidos no sistema. Alta Trimestral Abril Julho Outubro Destacar funcionarios para manter os dados atualizados Medidas Resultado Esperado (item de verificação) 1. Realizar levantamento de todas as listas existentes no CONFEA Centralizar a informação de maillings.

11 2. Criar lista única de dados cadastrais Ter um Mailling sempre atual para ser usado em ações de divulgação do Conselho Plano de Ação Medida/O que (Que ação será 2. Realizar levantamento de todas as listas existentes no CONFEA 2. Criar lista única de dados cadastrais Por que (Por que ação será Unificar as listas de endereços do Sistema. Ter um cadastro centralizado e atualizado. Unificar a informação com a área de Comunicação Como (Como a ação será Reunir todos os maillings do CONFEA, através de convocação da Presidência. Juntar os dados e encaminhar para GTM para unificar em um único Banco de Dados Quem (Quem executará a Quando (Quando a ação será 16 de Abril de 10 de Maio de Onde (Onde a ação será Quanto (Quanto custará a Brasília Sem custos Brasília Sem custo Meta 6 Integrar as 27 Assessorias e/ou Gerências de Comunicação dos CREAs e da MUTUA que compõem o Sistema CONFEA/CREA /MUTUA em evento no mês de Agosto de.

12 Meta Item de controle Unidade de Medida Prioridade Freqüência Quando atuar Como atuar 6. Integrar as 27 Assessorias e/ou Gerências de Comunicação e da MUTUA que compõem o Sistema CONFEA/CREA /MUTUA em agosto de Creas participantes no evento Nº de profissionais que compareceram ao evento Média Anual 30 de junho de Convocar os profissionais de Comunicação do Sistema Medidas 1. Realizar encontro anual em Agosto de para informar quais foram as ações realizadas por cada CREA naquele ano e estabelecer um sistema de troca de informações sistematizada. Resultado Esperado (item de verificação) Integrar os profissionais e levantar sugestões e informações importantes para cada gestão. Plano de Ação Medida/O que (Que ação será 1. Realizar encontro anual para informar quais foram as ações realizadas por todos os CREA naquele ano. Por que (Por que ação será Integrar os profissionais de comunicação que atuam no Sistema. Conhecer as atividades de comunicação de todos os CREA s Como (Como a ação será Realização de Seminário anual com a presença dos principais profissionais de cada CREA Quem (Quem executará a Quando (Quando a ação será 30 de junho de Onde (Onde a ação será Quanto (Quanto custará a GCO Confea R$ ,00

13 Meta 7 Criar, produzir e veicular campanha, a nível nacional, sobre o SIC e a Resolução 1010 em abril e maio de. Meta Item de controle Unidade de Medida Prioridade Freqüência Quando atuar Como atuar 7. Criar, produzir e veicular campanha, a nível nacional, sobre o SIC e a Resolução 1010 em abril e maio de. Plano de veiculação da campanha Cumprimento do plano de mídia através de comprovação dos veículos Alta Mensal Abril e Maio Solicitar campanha à agência Medidas Resultado Esperado (item de verificação) 1. Brifar a agência Compreensão dos problemas de comunicação do SIC e da Resolução Aprovar a criação, custos de produção da campanha e seu plano de mídia Atender às expectativas de informar e persuadir os profissionais sobre as vantagens de se recadastrar e discutir as suas necessidades e responsabilidades como profissional.

14 Plano de Ação Medida/O que (Que ação será Por que (Por que ação será 1 - Brifar a agência Informar à agência quais são os problemas e as vantagens do cadastramento para que sejam abordados na campanha. 2 - Aprovar a criação, custos de produção da campanha e seu plano de mídia Conferir se todas as peças desenvolvidas atendem às necessidades de comunicação Como (Como a ação será Elaborar um documento e promover reunião com os responsáveis pelo processo. Reunião com a agência e os responsáveis pelo programa Quem (Quem executará a Quando (Quando a ação será 2 de abril de 9 de abril de Onde (Onde a ação será Confea Confea Quanto (Quanto custará a Sem custos Sem custo

PLANO DE AÇÃO DE PROJETO DO CONFEA. Atualizar e organizar o Plano de Marketing e Comunicação do Confea, que vai servir de modelo para o Sistema

PLANO DE AÇÃO DE PROJETO DO CONFEA. Atualizar e organizar o Plano de Marketing e Comunicação do Confea, que vai servir de modelo para o Sistema Nome do Projeto COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL E MARKETING Nome do(a) Coordenador(a) CARLOS CAMPANA Nome do(a) Gestor(a) NEUZA TRAUZZOLA Objetivo do Projeto PLANO DE AÇÃO DE PROJETO DO CONFEA Tipo de Projeto

Leia mais

Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação

Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação Aprovado por: Diretoria de Informação Institucional 1 OBJETIVO Definir e padronizar os procedimentos referentes

Leia mais

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM DECRETO nº 1098, de 12 de fevereiro de 2009 Dispõe sobre alocação, denominação e atribuições dos órgãos que compõem a estrutura organizacional do Gabinete da Prefeita e dá outras providências. A PREFEITA

Leia mais

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO. Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO. Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012 Cruz das Almas BA 2013 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho IMPRENSA IT. 36 07 1 / 8 1. OBJETIVO Administrar o fluxo de informações e executar ações de comunicação junto aos públicos interno e externo do Crea GO de forma transparente, ágil, primando pela veracidade

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA GABINETE DO PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO Nº 937/2012 - PGJ

PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA GABINETE DO PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO Nº 937/2012 - PGJ RESOLUÇÃO Nº 937/2012 - PGJ O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ, no uso de suas atribuições legais e com fundamento no art. 19, XX, da Lei Complementar nº 85, de 27 de dezembro de 1999, Considerando

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho IMPRENSA IT. 36 08 1 / 6 1. OBJETIVO Administrar o fluxo de informações e executar ações de comunicação junto a imprensa sediada na capital e no interior de forma transparente, ágil, primando pela veracidade

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL RESOLUÇÃO CUNI Nº 085, DE 6 DE DEZEMBRO DE 2011. O Conselho Universitário da Universidade Federal de Lavras, no uso de suas atribuições regimentais, e tendo em vista o que foi deliberado

Leia mais

Portfolio de Produtos

Portfolio de Produtos Introdução O Guia de Produtos e Serviços da Assessoria de Comunicação (ASCOM) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) foi elaborado com o objetivo de apresentar os produtos e serviços prestados

Leia mais

Plano de COMUNICAÇÃO do Planejamento Estratégico da Justiça Federal

Plano de COMUNICAÇÃO do Planejamento Estratégico da Justiça Federal Plano de COMUNICAÇÃO do Planejamento Estratégico da Justiça Federal PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA Introdução É importante ressaltar que um plano de comunicação tem a finalidade de tornar conhecida

Leia mais

Sistema de Gerenciamento da Informação. Mais informação, mais conteúdo, em menos tempo. Mais negócios, mais sucesso profissional.

Sistema de Gerenciamento da Informação. Mais informação, mais conteúdo, em menos tempo. Mais negócios, mais sucesso profissional. Sistema de Gerenciamento da Informação Mais informação, mais conteúdo, em menos tempo. Mais negócios, mais sucesso profissional. O tempo sumiu-1 8 horas dormir; 8 horas trabalhar; 1,5 hora no trânsito;

Leia mais

Relatório de Gestão Setorial 2010

Relatório de Gestão Setorial 2010 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial 2010 Cruz das Almas BA 2010 ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES Período: Janeiro

Leia mais

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil Após um mais de ano de trabalho e experiências adquiridas a CRIC apresenta à diretoria regional as diretrizes que regem

Leia mais

CONCORRÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA DE IMPRENSA

CONCORRÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA DE IMPRENSA CONCORRÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA DE IMPRENSA Período de Execução: 2012 www.reedalcantara.com.br BRIEFING Reed Exhibitions PERFIL A Reed Exhibitions A Reed Exhibitions é a principal organizadora

Leia mais

Planejamento de Campanha Publicitária

Planejamento de Campanha Publicitária Planejamento de Campanha Publicitária Prof. André Wander UCAM O briefing chegou. E agora? O profissional responsável pelo planejamento de campanha em uma agência de propaganda recebe o briefing, analisa

Leia mais

CODCO. Divulga e entra em contato. Seleciona o mailing. Entrevista por telefone, prepara porta voz e alinha. com jornalista

CODCO. Divulga e entra em contato. Seleciona o mailing. Entrevista por telefone, prepara porta voz e alinha. com jornalista 1. TIPOS DE COMUNICAÇÃO Imprensa pró ativa: identifica assuntos de interesse da empresa para divulgação Produz material Aprova com Coordenador Seleciona o mailing Divulga e entra em contato com jornalista

Leia mais

ATO NORMATIVO Nº 010/2013

ATO NORMATIVO Nº 010/2013 ATO NORMATIVO Nº 010/2013 Organiza as ações de comunicação social, no âmbito do Ministério Público do Estado da Bahia. OPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, no uso das atribuições que lhe confere

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ALUNOS/ESTÁGIARIOS FACULDADES INTEGRADAS BARROS MELO EDITAL

PROCESSO SELETIVO PARA ALUNOS/ESTÁGIARIOS FACULDADES INTEGRADAS BARROS MELO EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ALUNOS/ESTÁGIARIOS FACULDADES INTEGRADAS BARROS MELO EDITAL As Faculdades Integradas Barros Melo vêm tornar público aos alunos regularmente matriculados nos Cursos de Jornalismo,

Leia mais

Coordenação-Geral de Comunicação e Editoração (CGCE) Diretoria de Comunicação e Pesquisa (DCP) Maio/2015

Coordenação-Geral de Comunicação e Editoração (CGCE) Diretoria de Comunicação e Pesquisa (DCP) Maio/2015 Coordenação-Geral de Comunicação e Editoração (CGCE) Diretoria de Comunicação e Pesquisa (DCP) Maio/2015 A proposta de plano de comunicação elaborada pela Coordenação- Geral de Comunicação e Editoração

Leia mais

A LB Comunica desenvolve estratégias e ações de marketing e comunicação, feitas sob medida para a realidade e as necessidades de cada cliente.

A LB Comunica desenvolve estratégias e ações de marketing e comunicação, feitas sob medida para a realidade e as necessidades de cada cliente. .a agência A LB Comunica desenvolve estratégias e ações de marketing e comunicação, feitas sob medida para a realidade e as necessidades de cada cliente. Nosso compromisso é auxiliar empresas e organizações

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Manual com normas para solicitação de produção e publicação de material informativo jornalístico no site, lista de

Leia mais

Gerenciamento de Resultados Exercício 2007 GCO. Roteiro de apresentação. 1. Semáforo. 2. Gráfico. 3. Relatório das 3 Gerações. 4.

Gerenciamento de Resultados Exercício 2007 GCO. Roteiro de apresentação. 1. Semáforo. 2. Gráfico. 3. Relatório das 3 Gerações. 4. Roteiro de apresentação 1. Semáforo 2. Gráfico 3. Relatório das 3 Gerações 4. Fatos Relevantes Meta/Item de Controle Meta JAN FEV MAR ABR MAIO JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ METAS DE MELHORIA (PTO) Meta1

Leia mais

Jornalismo de Moda. A Instituição: Fashion Campus

Jornalismo de Moda. A Instituição: Fashion Campus Jornalismo de Moda A Instituição: Fashion Campus O Fashion Campus é uma instituição que oferece cursos de extensão nas áreas de moda, arte, design e comportamento em Brasília. Temos como objetivo preparar

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho PUBLICIDADE IT. 40 09 1 / 4 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para a execução das atividades de publicidade do Crea GO. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA PO. 08 Avaliação da satisfação do cliente 3. PROCEDIMENTOS

Leia mais

Estratégias em Propaganda e Comunicação

Estratégias em Propaganda e Comunicação Ferramentas Gráficas I Estratégias em Propaganda e Comunicação Tenho meu Briefing. E agora? Planejamento de Campanha Publicitária O QUE VOCÊ DEVE SABER NO INÍCIO O profissional responsável pelo planejamento

Leia mais

A Dehlicom tem a solução ideal em comunicação para empresas de todos os portes, sob medida.

A Dehlicom tem a solução ideal em comunicação para empresas de todos os portes, sob medida. A Dehlicom Soluções em Comunicação é a agência de comunicação integrada que busca divulgar a importância da comunicação empresarial perante as empresas e todos os seus públicos, com atendimento personalizado

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR)

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultor para a elaboração e execução do Projeto Conceitual e do Planejamento

Leia mais

Política de Comunicação Integrada

Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada agosto 2009 Política de Comunicação Integrada 4 1 Objetivos Promover a comunicação integrada entre as empresas Eletrobras e dessas com os seus públicos de relacionamento,

Leia mais

Comunicação em Saúde na Gestão Federal: Secretaria de Atenção à Saúde. Núcleo de Comunicação da Secretaria de Atenção à Saúde

Comunicação em Saúde na Gestão Federal: Secretaria de Atenção à Saúde. Núcleo de Comunicação da Secretaria de Atenção à Saúde Comunicação em Saúde na Gestão Federal: Secretaria de Atenção à Saúde Núcleo de Comunicação da Secretaria de Atenção à Saúde Assessoria de Comunicação Social do Imprensa: Ministério da Saúde Assessoria

Leia mais

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor RH/2013/015

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor RH/2013/015 UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor RH/2013/015 O UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, a Organização mundial pioneira na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, convida profissionais

Leia mais

Programa de Comunicação Interna e Externa

Programa de Comunicação Interna e Externa Programa de Comunicação Interna e Externa Aprovado na Reunião do CONASU em 21/01/2015. O Programa de Comunicação Interna e Externa das Faculdades Integradas Ipitanga FACIIP pretende orientar a execução

Leia mais

Política de Comunicação Integrada

Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada agosto 2009 Política de Comunicação Integrada Política de Comunicação Integrada 5 1. Objetivos Promover a comunicação integrada entre as empresas Eletrobras e dessas

Leia mais

Apresentação da FAMA

Apresentação da FAMA Pós-Graduação Lato Sensu CURSO DE ESPECIIALIIZAÇÃO 444 horras/aulla 1 Apresentação da FAMA A FAMA nasceu como conseqüência do espírito inovador e criador que há mais de 5 anos aflorou numa família de empreendedores

Leia mais

Entre esses eventos, destacam-se, recentemente:

Entre esses eventos, destacam-se, recentemente: Resumo Com a criação do Ministério do Turismo em 2003, o Brasil passa a ter, pela primeira vez em sua história, um ministério voltado exclusivamente para a atividade turística. A partir de então a Embratur

Leia mais

UESB ASSESSORIA DE COMUNICACAO

UESB ASSESSORIA DE COMUNICACAO ASSESSORIA DE COMUNICACAO Assessoria de Comunicacão 14. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO No ano de 2007, a Assessoria de Comunicação (Ascom) da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia deu prosseguimento ao

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA (ANEXO I ao Edital de Pregão Amplo nº 10/2008)

TERMOS DE REFERÊNCIA (ANEXO I ao Edital de Pregão Amplo nº 10/2008) TERMOS DE REFERÊNCIA (ANEXO I ao Edital de Pregão Amplo nº 10/2008) 1 INTRODUÇÃO 1.1Compete à Agência Nacional de Telecomunicações - Anatel atuar com publicidade na adoção das medidas necessárias para

Leia mais

Ficha Técnica. Supervisão Comissão de Organização, Normas e Procedimentos CONP

Ficha Técnica. Supervisão Comissão de Organização, Normas e Procedimentos CONP Referência Ficha Técnica Plano de comunicação Resolução n 1.025, de 30 de outubro de 29 Supervisão Comissão de Organização, Normas e Procedimentos CONP Elaboração Projeto ART e Acervo Técnico - Equipe

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº002/2015 SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA AGÊNCIA EXPERIMENTAL GALO CANTA

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº002/2015 SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA AGÊNCIA EXPERIMENTAL GALO CANTA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº002/2015 SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA AGÊNCIA EXPERIMENTAL GALO CANTA A FACULDADE PROJEÇÃO, por intermédio do curso de Comunicação Social - Publicidade e Propaganda da Escola

Leia mais

SERÁ UM ORGULHO TÊ-LO EM NOSSO TIME!!!

SERÁ UM ORGULHO TÊ-LO EM NOSSO TIME!!! A MVP é uma agência de Comunicação e Marketing Esportivo que atua de forma diferenciada no mercado, gerenciando a imagem de grandes atletas do esporte nacional desde 2006, passando pelos ciclos olímpicos

Leia mais

Planos estratégicos de comunicação 2013/2014 Programa Áreas Protegidas da Amazônia - ARPA

Planos estratégicos de comunicação 2013/2014 Programa Áreas Protegidas da Amazônia - ARPA 1. Plano de Comunicação interna 1.1 Aspectos estruturantes 1.1.1 Objetivo O objetivo maior do plano de comunicação interna é fortalecer a gestão do Programa Arpa, a coesão entre parceiros e agentes diretamente

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº001/2016 SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA AGÊNCIA EXPERIMENTAL GALO CANTA

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº001/2016 SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA AGÊNCIA EXPERIMENTAL GALO CANTA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº001/2016 SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA AGÊNCIA EXPERIMENTAL GALO CANTA A FACULDADE PROJEÇÃO, por intermédio do curso de Comunicação Social - Publicidade e Propaganda da Escola

Leia mais

1. Escopo ou finalidade da iniciativa

1. Escopo ou finalidade da iniciativa 1. Escopo ou finalidade da iniciativa Esta iniciativa busca a modernização e a ampliação das ações e dos instrumentos de Comunicação para atender às necessidades de divulgação e alinhamento de informações

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária Área de Comunicação Tecnologia em Produção Publicitária Curta Duração Tecnologia em Produção Publicitária CARREIRA EM PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA Nos últimos anos, a globalização da economia e a estabilização

Leia mais

Apresentação da Disciplina

Apresentação da Disciplina Mídia - 2015.1 Nilmar Figueiredo 1 2 3 4 Calendário Acadêmico Comentários Apresentação da Disciplina Sistema de Avaliação 1 - Apresentação da Disciplina O que é Mídia? Departamento de Mídia - Organização

Leia mais

DECRET0 Nº 2.250, DE 30 DE MAIO DE 2008

DECRET0 Nº 2.250, DE 30 DE MAIO DE 2008 DECRET0 Nº 2.250, DE 30 DE MAIO DE 2008 Publicado no Jornal Correio Paranaense Em, 04.06.2008 Dispõe sobre a Estrutura Regimental da Secretaria Municipal de Governo. O Prefeito Municipal de São José dos

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social (Dirco) Políticas Públicas de Comunicação

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social (Dirco) Políticas Públicas de Comunicação Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social Políticas Públicas de Comunicação...a presença ativa duma universidade, revigorada ao contato de seu núcleo mais vivo e ciosa do seu espaço

Leia mais

Portifólio Regina Ramalho

Portifólio Regina Ramalho 1 Portifólio Regina Ramalho Diretora de Comunicação e Editora do Pró Trabalhador Aniger Comunicação janeiro de 2013 até o momento (1 ano 6 meses)aclimação Regina Ramalho- Estratégias de comunicação e Assessoria

Leia mais

Edital 04/2015 Contratação de assessoria de imprensa para o Observatório Litoral Sustentável

Edital 04/2015 Contratação de assessoria de imprensa para o Observatório Litoral Sustentável Edital 04/2015 Contratação de assessoria de imprensa para o Observatório Litoral Sustentável O Instituto Pólis pretende selecionar uma empresa de assessoria de imprensa para divulgação do Observatório

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 001/2015 ASSESSORIA DE IMPRENSA. Data Evento Horário Forma Local

EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 001/2015 ASSESSORIA DE IMPRENSA. Data Evento Horário Forma Local EDITAL DE LICITAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO CBG Nº 001/2015 ASSESSORIA DE IMPRENSA A CBG Confederação Brasileira de Golfe, de acordo com a Lei 10.264 de 16 de julho de 2001 Lei Agnelo/Piva, regulamentada pelo

Leia mais

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013

UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013 UNICEF BRASIL Edital de Seleção de Consultor: RH/2014/013 O UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, a Organização mundial pioneira na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, convida profissionais

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO. Assessoria de Comunicação Social - ASCOM

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO. Assessoria de Comunicação Social - ASCOM UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Assessoria de Comunicação Social - ASCOM Petrolina Junho de 2013 APRESENTAÇÃO A Assessoria de Comunicação Social (Ascom) da Univasf tem como missão planejar

Leia mais

POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA - NOR 350

POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA - NOR 350 MANUAL DE GESTÃO DE PESSOAS COD. 300 ASSUNTO: POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA APROVAÇÃO: Resolução DIREX nº 462, de 10/09/2012. VIGÊNCIA: 10/09/2012 POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA - NOR 350 1/6 ÍNDICE

Leia mais

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br MIDIA KIT Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br Sobre nosso site O Notícias de Alagoinhas hoje é o portal mais completo da cidade. Somos um Canal de comunicação online que integra

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000023 - COMUNICACAO SOCIAL - JORNALISMO Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000023 - COMUNICACAO SOCIAL - JORNALISMO Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000023 - COMUNICACAO SOCIAL - JORNALISMO Nivel: Superior Area Profissional: 0006 - COMUNICACAO Area de Atuacao: 0110 - EDITORACAO/COMUNICACAO

Leia mais

Clipping: medindo a presença da Embrapa Soja na mídia em 2008

Clipping: medindo a presença da Embrapa Soja na mídia em 2008 Clipping: medindo a presença da Embrapa Soja na mídia em 2008 CRUSIOL, P.H.T. 1 ; DINIZ, L.B.S. 1 ; NASCIMENTO, L.L. 2 1 Universidade Estadual de Londrina UEL, pedroc@ cnpso.embrapa.br, lilian@cnpso.embrapa.br;

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

UHE SANTO ANTÔNIO DE JARI

UHE SANTO ANTÔNIO DE JARI UHE SANTO ANTÔNIO DE JARI PLANO DE TRABALHO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PCS Plano de Trabalho ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. OBJETIVO... 1 2.1. Objetivos Específicos... 1 3. PÚBLICO ALVO... 2 4. METAS... 2 5.

Leia mais

Política do Programa de Voluntariado do Grupo Telefônica

Política do Programa de Voluntariado do Grupo Telefônica Política do Programa de Voluntariado do Grupo Telefônica INTRODUÇÃO O Grupo Telefônica, consciente de seu importante papel na construção de sociedades mais justas e igualitárias, possui um Programa de

Leia mais

EDITAL Nº 003/2009. Quadro de vagas. semanal ASC-01 Analista Social - Comercialização 01 44h R$3.949,69

EDITAL Nº 003/2009. Quadro de vagas. semanal ASC-01 Analista Social - Comercialização 01 44h R$3.949,69 EDITAL Nº 003/2009 O Presidente da UNIÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO E ENSINO UBEE, por meio do Diretor do Instituto Marista de Solidariedade IMS, torna público a abertura de inscrições para contratação de

Leia mais

Relatório de Visibilidade

Relatório de Visibilidade Relatório de Visibilidade Projeto URB-AL R10-A17-04 Políticas e Ações Municipais de Segurança Alimentar: realidade, limites e possibilidades da intersetorialidade Todo material elaborado para garantir

Leia mais

Assessoria de imprensa Conquista de espaço editorial Publicações Informação direta ao seu público Comunicação interna Muito além do jornalzinho

Assessoria de imprensa Conquista de espaço editorial Publicações Informação direta ao seu público Comunicação interna Muito além do jornalzinho # Tantas # Edição 01 # Ano 01 Assessoria de imprensa Conquista de espaço editorial Publicações Informação direta ao seu público Comunicação interna Muito além do jornalzinho Editorial Missão e Valores

Leia mais

Conheça a Fran Press, a assessoria que oferece as melhores estratégias de relacionamento com a imprensa.

Conheça a Fran Press, a assessoria que oferece as melhores estratégias de relacionamento com a imprensa. Conheça a Fran Press, a assessoria que oferece as melhores estratégias de relacionamento com a imprensa. A Fran Press está de cara nova, mantendo a sua reconhecida identidade estratégica. Nos tempos atuais

Leia mais

TOPE [EA]². Assessoria de imprensa voltada à divulgação da ciência

TOPE [EA]². Assessoria de imprensa voltada à divulgação da ciência Assessoria de imprensa voltada à divulgação da ciência Camila Delmondes Assessoria de Relações Públicas e Imprensa Faculdade de Ciências Médicas Unicamp Divulgação Cientifica e Cultural Laboratório de

Leia mais

PLANO DE COMUNICAÇÃO Conheça todas as ações realizadas.

PLANO DE COMUNICAÇÃO Conheça todas as ações realizadas. PLANO DE COMUNICAÇÃO Conheça todas as ações realizadas. Prezado Expositor, 30 anos de EXPOMUSIC! Não é sempre que se comemora 30 anos. Sem dúvida, esta é uma edição muito especial para todos nós, fruto

Leia mais

PROJETO CAJU É GERAÇÃO DE RENDA E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NO BAIXO ACARAÚ CE

PROJETO CAJU É GERAÇÃO DE RENDA E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NO BAIXO ACARAÚ CE PROJETO CAJU É GERAÇÃO DE RENDA E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NO BAIXO ACARAÚ CE PLANO DE COMUNICAÇÃO E MARKETING Fortaleza Ceará Brasil 2010-2012 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 03 2. OBJETIVOS... 04 3. ESTRATÉGIAS

Leia mais

Gerência de Comunicacão

Gerência de Comunicacão Gerência de Comunicacão Quem somos? Representação política e institucional Representação sindical Educação cooperativista, promoção social e monitoramento Gecom Marketing Publicidade e propaganda Assessoria

Leia mais

Processos da Assessoria de Comunicação - 2013

Processos da Assessoria de Comunicação - 2013 Introdução A Assessoria de Comunicação do Grupo Educacional Unis foi criada para atender demandas relativas à promoção das ações e realizações da organização através de propagandas e comunicação interna

Leia mais

Plano de trabalho ABMES 2013

Plano de trabalho ABMES 2013 1. Apoio às IES de pequeno porte (eventos presenciais e a distância) Diretoria, Assessoria, Consultores e IES apoiadoras Realizar seminário na com o objetivo de identificar a situação atual das PMIES Contratar

Leia mais

CALOURO DESTAQUE. Tema: VOLUNTARIADO

CALOURO DESTAQUE. Tema: VOLUNTARIADO CALOURO DESTAQUE Tema: VOLUNTARIADO Inspirações para o trabalho O que é voluntariado? Como os jovens atuam como voluntários? Quais são os diferenciais que a atuação voluntária leva para a atividade profissional?

Leia mais

I Seminário Nacional de Controle Social A sociedade no acompanhamento da gestão pública Brasília, 25, 26 e 27 de Set/2009

I Seminário Nacional de Controle Social A sociedade no acompanhamento da gestão pública Brasília, 25, 26 e 27 de Set/2009 I Seminário Nacional de Controle Social A sociedade no acompanhamento da gestão pública Brasília, 25, 26 e 27 de Set/2009 Observatório da Educação participação e controle da sociedade civil nas políticas

Leia mais

O reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina Unoesc, professor Aristides Cimadon, no uso de suas atribuições,

O reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina Unoesc, professor Aristides Cimadon, no uso de suas atribuições, PORTARIA Nº101/UNOESC-R/2014. Disciplina e organiza as ações do Marketing Institucional da Unoesc. O reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina Unoesc, professor Aristides Cimadon, no uso de suas

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÕES Serviços da Assessoria de Comunicação Social

GUIA DE ORIENTAÇÕES Serviços da Assessoria de Comunicação Social A Assessoria de Comunicação Social (ASCOM) da Universidade Federal de Alfenas UNIFAL-MG é uma unidade de apoio e assessoramento da Instituição, diretamente ligada ao Gabinete da Reitoria, que dentre suas

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA nº 2014.0425.00020-0

TERMO DE REFERÊNCIA nº 2014.0425.00020-0 MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE SECRETARIA DE BIODIVERSIDADE E FLORESTAS (SBF) DIRETORIA DE ÁREAS PROTEGIDAS (DAP) PROGRAMA ÁREAS PROTEGIDAS DA AMAZÔNIA (ARPA) TERMO DE REFERÊNCIA nº 2014.0425.00020-0 OBJETIVO:

Leia mais

O PAPEL DA AGÊNCIA DE JORNALISMO DA UEPG NO FOMENTO À PRODUÇÃO DE NOTÍCIAS INSTITUCIONAIS NA WEB

O PAPEL DA AGÊNCIA DE JORNALISMO DA UEPG NO FOMENTO À PRODUÇÃO DE NOTÍCIAS INSTITUCIONAIS NA WEB 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA O PAPEL DA

Leia mais

PRÊMIO OAB-GO DE JORNALISMO EDITAL

PRÊMIO OAB-GO DE JORNALISMO EDITAL PRÊMIO OAB-GO DE JORNALISMO EDITAL 1. DOS OBJETIVOS DO PRÊMIO O Prêmio OAB-GO de Jornalismo é um concurso jornalístico instituído pela Seção de Goiás da Ordem dos Advogados do Brasil para premiar matérias

Leia mais

A empresa não é uma ilha

A empresa não é uma ilha A empresa não é uma ilha Relacionamento implica em comunicação. A empresa com as rédeas da sua comunicação. Comunicação social tem ferramentas que ajudam na construção de empresas de alta performance.

Leia mais

PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009

PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009 PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009 REALIZAÇÃO TABULAÇÃO Quem Somos A WBI BRASIL é uma empresa especializada em planejamento de marketing digital, que presta

Leia mais

Estágio Integrado. Belisa Zoehler Giorgis

Estágio Integrado. Belisa Zoehler Giorgis Estágio Integrado Belisa Zoehler Giorgis A agência Localiza-se em Porto Alegre, onde iniciou suas atividades em 1995. Conta com dois funcionários. Representa cerca de 60 modelos, que atuam nos mercados

Leia mais

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO. Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2013

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO. Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2013 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2013 Cruz das Almas BA 2014 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO

Leia mais

Universidade Federal da Integração Latino-Americana SECOM UNILA. Secretaria de Comunicação Social. Unile-se

Universidade Federal da Integração Latino-Americana SECOM UNILA. Secretaria de Comunicação Social. Unile-se Universidade Federal da Integração Latino-Americana SECOM UNILA Secretaria de Comunicação Social Unile-se Unile-se A Secretaria de Comunicação Social (Secom, para os chegados ) apresenta uma breve cartilha

Leia mais

REGULAMENTO DA AGÊNCIA MODELO DE PUBLICIDADE. 1 - Agência Modelo

REGULAMENTO DA AGÊNCIA MODELO DE PUBLICIDADE. 1 - Agência Modelo FACULDADE ALAGOANA DE ADMINISTRAÇÃO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE ALAGOAS REGULAMENTO DA AGÊNCIA MODELO DE PUBLICIDADE 1 - Agência Modelo A Agência Modelo é o espaço que permite ao aluno aplicar na prática

Leia mais

PROJETO MULTIDISCIPLINAR DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL - 2013 - PLANO DE COMUNICAÇÃO -

PROJETO MULTIDISCIPLINAR DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL - 2013 - PLANO DE COMUNICAÇÃO - PROJETO MULTIDISCIPLINAR DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL - 2013 - PLANO DE COMUNICAÇÃO - A estrutura a seguir foi desenvolvida com base no escopo da disciplina de Planejamento Estratégico de Comunicação,

Leia mais

SOLUÇÕES PARA A COMUNICAÇÃO B2B NA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA

SOLUÇÕES PARA A COMUNICAÇÃO B2B NA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA SOLUÇÕES PARA A COMUNICAÇÃO B2B NA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA Automotive Business oferece respostas para estimular a comunicação B2B na indústria automobilística e segmentos relacionados. Os produtos editoriais,

Leia mais

-0> INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 65, DE 30 DE OUTUBRO DE 2012.

-0> INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 65, DE 30 DE OUTUBRO DE 2012. -0> INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 65, DE 30 DE OUTUBRO DE 2012. Dispõe sobre os critérios e os procedimentos para promoção, organização e participação da ANAC em eventos internos e externos. A DIRETORIA DA AGÊNCIA

Leia mais

Lição 5 Instrumentos de Divulgação dos Correios

Lição 5 Instrumentos de Divulgação dos Correios 97 Lição 5 Instrumentos de Divulgação dos Correios Após concluir o estudo desta lição, esperamos que você possa: Associar os instrumentos de divulgação utilizados nos Correios às suas respectivas características.

Leia mais

MODELO DE TRABALHO SOLUTIONMAISCOM PRIME. PACOTES DE SERVIÇOS EXCLUSIVOS PARA TODAS AS ÁREAS DA COMUNICAÇÃO.

MODELO DE TRABALHO SOLUTIONMAISCOM PRIME. PACOTES DE SERVIÇOS EXCLUSIVOS PARA TODAS AS ÁREAS DA COMUNICAÇÃO. PRIME MODELO DE TRABALHO SOLUTIONMAISCOM PRIME. PACOTES DE SERVIÇOS EXCLUSIVOS PARA TODAS AS ÁREAS DA COMUNICAÇÃO. A Fusão O resultado da fusão entre as agências Solution e Maiscom é a SolutionMaiscom

Leia mais

COMO SE ASSOCIAR 2014

COMO SE ASSOCIAR 2014 2014 QUEM SOMOS FUNDADO EM 2004, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA, QUE SE DEDICA À PROMOÇÃO

Leia mais

Curadoria e montagem de exposições de arte: um campo de diversas profissões

Curadoria e montagem de exposições de arte: um campo de diversas profissões Curadoria e montagem de exposições de arte: um campo de diversas profissões As oportunidades de trabalho e as novas profissões ligadas à arte contemporânea têm crescido muito nos últimos anos, impulsionadas

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº002/2015 SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA AGÊNCIA EXPERIMENTAL GALO CANTA

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº002/2015 SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA AGÊNCIA EXPERIMENTAL GALO CANTA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº002/2015 SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA AGÊNCIA EXPERIMENTAL GALO CANTA A FACULDADE PROJEÇÃO, por intermédio do curso de Comunicação Social - Publicidade e Propaganda da Escola

Leia mais

Proposta Revista MARES DE MINAS

Proposta Revista MARES DE MINAS SATIS 2011 Proposta Revista MARES DE MINAS 21/03/2011 A SATIS Índice 1 A Satis 1 A Proposta 1 Serviços 2 Mapa do Site 2 SEO 3 Sistema de gerenciamento de conteudo 4 Cronograma e Prazos 5 Investimento 6

Leia mais

ANEXO I CRONOGRAMA DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO ATIVIDADE DATA LOCAL. Período de Inscrições 03/04/2015 em Comunicação e Política Homologação das

ANEXO I CRONOGRAMA DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO ATIVIDADE DATA LOCAL. Período de Inscrições 03/04/2015 em Comunicação e Política Homologação das ANEXO I CRONOGRAMA DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO ATIVIDADE DATA LOCAL De 23/03/2015 a Período de Inscrições 03/04/2015 Homologação das 07/04/2015 inscrições Análise do Currículo Lattes 10/04/2015 Análise do Pré-projeto

Leia mais

COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº, DE 2006

COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº, DE 2006 COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº, DE 2006 Redação final do Projeto de Lei da Câmara nº 79, de 2004 (nº 708, de 2003, na Casa de origem). A Comissão Diretora apresenta a redação final do Projeto de Lei da Câmara

Leia mais

Os serviços de Campanha Digital são oferecidos pelo Portal BRASIL POSTOS COMERCIO DE MAQUINAS E EQUIPAMENTOS LTDA ME. CNPJ : 08.242.

Os serviços de Campanha Digital são oferecidos pelo Portal BRASIL POSTOS COMERCIO DE MAQUINAS E EQUIPAMENTOS LTDA ME. CNPJ : 08.242. 1 2 Apresentação O Portal Brasil Postos é uma plataforma digital desenvolvida para a geração de negócios, relacionamento e informação para o segmento de postos de combustíveis, lubrificação e Lojas de

Leia mais

PLANO DE COMUNICAÇÃO PLANO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PARA A VIRTUALLINK

PLANO DE COMUNICAÇÃO PLANO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PARA A VIRTUALLINK PLANO DE COMUNICAÇÃO PLANO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PARA A VIRTUALLINK - Equipe de Comunicação Multimídia e Relações Públicas: Márcio Lobato Nayanne Pacheco 1. - OBJETIVO: A presente proposta objetiva estruturar

Leia mais

A feira. O maior evento mundial do setor sucroenergético. 26 a 29 de Agosto de 2014 Centro de Eventos Zanini Sertãozinho - São Paulo Brasil

A feira. O maior evento mundial do setor sucroenergético. 26 a 29 de Agosto de 2014 Centro de Eventos Zanini Sertãozinho - São Paulo Brasil Resultados Fenasucro 2014 A feira 26 a 29 de Agosto de 2014 Centro de Eventos Zanini Sertãozinho - São Paulo Brasil O maior evento mundial do setor sucroenergético O setor sucroenergético do Brasil já

Leia mais

Seminário GVcev Franchising: Tendências e Desafios. Seleção e Recrutamento de Franqueados Filomena Garcia

Seminário GVcev Franchising: Tendências e Desafios. Seleção e Recrutamento de Franqueados Filomena Garcia Seminário GVcev Franchising: Tendências e Desafios Seleção e Recrutamento de Franqueados Filomena Garcia Filomena Garcia Sócia-Diretora do Grupo Cherto: Comercial, Expansão de Franquias e Rede de Negócios

Leia mais

1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014

1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014 1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014 1 INTRODUÇÃO O 1º Prêmio de Comunicação Grupo SMS 2014, com o tema Mobilidade Urbana é uma iniciativa do Grupo SMS, formado pelas empresas Auto Viação Salineira,

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO (ASCOM) DA FADESP

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO (ASCOM) DA FADESP MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO (ASCOM) DA FADESP Janeiro/2013 DIRETOR EXECUTIVO Prof. Dr. Sinfronio Brito Moraes COLABORADORES GESTORES Leonardo Ruffeil Diana Rodrigues Eliana Fernandes

Leia mais

A ABEMD trabalha para incentivar, valorizar, desenvolver e difundir o Marketing Direto no Brasil.

A ABEMD trabalha para incentivar, valorizar, desenvolver e difundir o Marketing Direto no Brasil. A ABEMD, Associação Brasileira de Marketing Direto, é uma entidade civil, sem fins lucrativos, fundada em 1976 e constituída por pessoas jurídicas e físicas interessadas na aplicação de estratégias e técnicas

Leia mais