Sumário. Análise dos Indicadores Fichas de Atendimentos Analisadas e Total de Fichas de Atendimentos no Mês de Novembro...

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sumário. Análise dos Indicadores... 7. 1. Fichas de Atendimentos Analisadas e Total de Fichas de Atendimentos no Mês de Novembro..."

Transcrição

1 Sumário Análise dos Indicadores Fichas de Atendimentos Analisadas e Total de Fichas de Atendimentos no Mês de Novembro Fichas de Atendimentos Analisadas e Fichas de Atendimentos no Mês de Novembro/ Fichas de Atendimento Analisadas Fichas Completas na Amostra Análise dos Indicadores Déficit de Médicos Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) OS Lote III- Novembro /

2 2

3 3

4 4

5 5

6 6

7 Análise dos Indicadores Produção de Imagem Foram realizados exames de imagem dos pactuados em contrato, o que equivale a 103% da meta prevista em contrato de gestão, mantendo-se dentro da média de exames realizados no mês. No Pronto Atendimento Atualpa foram realizados exames de imagem, equivalente a 142% da meta prevista em contrato. Em média são realizados exames, havendo um aumento de aproximadamente 10%, uma vez que se refere a um equipamento que atende livre demanda. A unidade de Pronto Atendimento Glória realizou 756 exames, dos 709 pactuados, que equivale a 107% da meta prevista em contrato. Gráfico 1. Exames por imagem junho- novembro de 2013 O Pronto Socorro Julio Tupy produziu exames de imagem dos pactuados em contrato, o que equivale a 89% da meta prevista, mantendo-se dentro da média de exames realizados no mês. Atendimentos Realizados por Especialidades Foram realizados atendimentos dos previstos, equivalente a 99% da meta prevista em contrato. 7

8 O Pronto Atendimento Atualpa produziu consultas das esperadas, que equivale a 98% da meta prevista, faltando produzir apenas 214 atendimentos para atingir 100% da meta. Identificamos uma redução no índice de consultas realizadas na especialidade de pediatria, em média são produzidas atendimentos/mês, neste produziu cerca de 27% a menos, que se justifica pela ausência de 01 profissional por motivo de férias e 01 licença médica, com cobertura parcial dos plantões. O Pronto Atendimento Glória produziu atendimentos, o que equivale a 76% da meta prevista. Espera-se uma produção de atendimentos para 100% de cobertura médica. Neste mês tivemos 55% de cobertura médica, sendo esperados para este percentual um total de atendimentos, contudo foram produzidos consultas, superando a meta real. O Pronto Socorro Julio Tupy produziu consultas das esperadas, equivalente a 121% da meta prevista em contrato, contando com uma cobertura médica de aproximadamente 80%. Houve a contratação de 02 médicos clínicos gerando 24hs semanais de plantão, o que caracteriza o aumento da média de produção mensal. Considerações: As médias mensais foram calculadas com base na produção de *Meta prevista: refere-se á produção pactuada em contrato de gestão. *Meta real: refere-se á compatibilidade da produção, com o percentual de cobertura médica. Os serviços de Pronto Atendimento e Pronto Socorro são modelos que atendem livres demanda, possibilitando uma variação para mais ou para menos na quantidade de exames realizados. A meta prevista para o indicador de exames de imagem foi cumprida em 103%. O P.A Atualpa e P.A Glória atingem em média de 140 a 160% da meta pactuada, que se deve a demanda da região. O P.S Julio Tupy, em média realiza de 80 a 90% da meta, que também se deve a demanda da região. No indicador atendimentos por especialidades cumpriu-se 99% do pactuado em contrato. Se destacando o P.S Julio Tupy que apresentou uma produção de 121% do esperado com 80% da cobertura médica. O P.A Atualpa que cumpriu a meta total (98%) e 8

9 por fim o P.A Glória que cumpriu 76% da meta com uma cobertura médica de aproximadamente 60%. Todas as unidades demonstraram aproveitamento de produção compatível com o esperado, se analisado o percentual de cobertura médica. Concluí-se que as metas previstas foram parcialmente atingidas, e as metas reais atingidas em sua totalidade. 9

10 1. Fichas de Atendimentos Analisadas e Total de Fichas de Atendimentos no Mês de Novembro Tabela 1.Fichas de Atendimentos Analisadas e Total de Fichas de Atendimentos no Mês de Novembro Total de atendimentos no mês de , deste total, foram analisadas fichas, o equivalente 14% do total. Gráfico 2. Fichas de Atendimentos analisadas no P.A. Atualpa em Novembro/2013 Fonte: Núcleo Técnico, SMS, Websaass, novembro/

11 O PA Atualpa atendeu fichas em novembro, desse total, foram analisadas fichas, equivalente a 14% do total, acima do percentual esperado de 10%. Destas, 77% encontravam-se totalmente preenchidas ( total de fichas). Na análise da amostra, observamos que a maioria dos itens estão acima de 75% considerados satisfatórios. A maioria dos itens se apresentaram próximos a 100%, com pequenas variações percentuais de melhora ou queda em relação ao mês anteriormente analisado. O item totalmente preenchido foi o que apresentou maior melhora percentual, em torno de 9% em relação ao mês de outubro/13. Os itens encaminhamento à UBS e remoção se mantiveram praticamente com os mesmo valores, estando em 8,87% para o primeiro item, próximo do esperado, que é de 10% e o segundo item é de 2,20%, que se encontra superior ao valor esperado de 1%. Tabela 2. Fichas de Atendimentos Analisadas e Total de Fichas de Atendimentos no Mês de Novembro Total de atendimentos no mês de , deste total, foram analisadas fichas, o equivalente a 17% do total. 11

12 Gráfico 3.Fichas de Atendimentos Analisadas Fonte: Núcleo Técnico, SMS, Websaass, Novembro/2013 O PS Julio Tupy atendeu fichas em novembro, desse total, foram analisadas fichas, equivalente a 17 % do total, acima do percentual esperado de 10%. Destas, 68 % encontraram-se totalmente preenchidas (total de fichas). Na análise dos itens da amostra de novembro observamos que 98% dos itens estão bem acima dos 75% esperados, com exceção dos itens, legibilidade da escrita médica e totalmente preenchido que estão abaixo, respectivamente com apenas 70,89% e 67,79%. Estes itens já se mostravam com maior fragilidade no mês anterior, e além do mais apresentaram queda percentual em torno de 3% para legibilidade e 1% para totalmente preenchido. Os itens nome, idade e endereço mantiveram-se no mesmo percentual de 100% do mês anterior. Os demais itens se mantiveram praticamente com os mesmo valores. Os itens encaminhamento à UBS com percentual de 4,41% e remoção com 0,85%, também se mantiveram sem grandes mudanças percentuais, em relação ao mês anteriormente analisado, porém ainda se encontraram frágeis em relação aos valores considerados como esperado, que é de 10% para o primeiro item- encaminhamento e de 1% para o segundo- remoção. 12

13 Tabela 3. Fichas de Atendimentos Analisadas e Total de Fichas de Atendimentos no Mês de Novembro Total de atendimentos no mês 9.846, deste total foram analisadas fichas, o equivalente a 14% do total. Gráfico 4. Fichas analisada no P.A. Glória em Novembro/2013 Fonte: Núcleo Técnico, SMS, Websaass, novembro/2013 O PA Glória atendeu fichas em novembro, desse total, foram analisadas fichas, equivalente a 14 % do total, acima do percentual esperado de 10%. Destas, 85 % encontraram-se totalmente preenchidas ( total de fichas). 13

14 Na análise dos itens da amostra de novembro, observamos que todos os itens estão bem acima dos 75% esperados, com exceção do item legibilidade da escrita médica que se apresenta com percentual em torno de 8% acima do esperado( atual 83%). Esse mesmo valor de melhora, foi o encontrado entre os 2 períodos de análise( outubro e o atual de novembro). Outros itens também apresentaram melhora percentual em relação ao mês anteriormente analisado foram eles: totalmente preenchido, com melhora de 12%, anotação de enfermagem e carimbo de enfermagem ambos com aumento de 8% e assinatura de enfermagem com aumento percentual de 10%. Os itens nome, idade, data e data do atendimento mantiveram-se no mesmo percentual de 100% do mês anterior. 14

15 2. Fichas de Atendimentos Analisadas e Fichas de Atendimentos no Mês de Novembro/2013 Tabela 4. Fichas de Atendimentos Analisadas e Fichas de Atendimentos no Mês de Novembro/2013 Total de Atendimentos / Fichas analisadas Gráfico 5. Consolidado de Atendimentos nas 03 unidades da OS Lote 03, novembro/2013 Fonte: Núcleo Técnico, SMS, Websaass, novembro/

16 3. Fichas de Atendimento Analisadas Fichas Completas na Amostra Tabela 5. Fichas de Atendimento Analisadas Fichas Completas na Amostra Tabela 6. Fichas de Atendimento Analisadas Fichas Completas na Amostra Gráfico 6. Fichas totalmente Preenchidas novembro/2013 Fonte: Núcleo Técnico, SMS, Websaass, novembro/2013 Gráfico 7. Notificação à UBS de Abrangência novembro/

17 Fonte: Núcleo Técnico, SMS, Websaass, Outubro/2013 Considerações Os dados referentes ao PA Atualpa Girão, PSM Júlio de Tupy e PA Glória Bonfim, unidades participantes desta amostragem de novembro, foram encaminhados às respectivas Comissões Locais de Revisão de Prontuários(CLRP) e os resultados serão discutidos na próxima reunião da Comissão Institucional de Revisão de Prontuários(CIRP) com os Interlocutores de Modalidade e Apoiadores, com o objetivo de nortear as estratégias de atuação local dos componentes desta comissão, visando a manutenção dos indicadores que apresentaram índices satisfatórios e a melhoria das não conformidades evidenciadas nesta amostragem. 17

18 Análise dos Indicadores Déficit de Médicos Tabela 7. Déficit de médicos- Clínico e Pediatria/ OS Lote 3- Nov/2013 No período de novembro/2013 tivemos 97 Médicos Clínicos contratados por semana, e 31 vagas de Clínico Geral em aberto. Na pediatria, 65 profissionais foram contratados, permanecendo 31 vagas em aberto. Tabela 8. Déficit de médicos - Odontologia e Ortopedia / OS Lote 3- Nov/2013 Neste período, permanecemos com 02 vagas de odontologia em aberto. Na ortopedia foram contratados por semana 9 profissionais, ficando com 9 vagas em aberto. 18

19 Tabela 9. Profissionais previstos / OS Lote 3- Nov/2013 Obs: Jornada de 12 horas semanais Devido a redução do quadro médico (CM) às 2ª feiras, onde teremos apenas 03 CM no período noturno na unidade PA Atualpa, consta reduzido a qtde de profissionais previstos por semana. 19

20 Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) OS Lote III- Novembro /2013 Durante o mês de novembro 2013, o Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) do Lote III recebeu 20 acessos, gerando 20 ocorrências, sendo 18 reclamações, 2 elogios. Gráfico 8. Distribuição dos registros das ouvidorias por motivo no mês. Fonte: Serviço de Atendimento ao Usuário Lote III Novembro/2013. Os maior índice de reclamação registrada está relacionado a atendimento médico, seguido por demora no atendimento na unidade/médico 20

21 Gráfico 9. Distribuição das ouvidorias por motivo no mês. Fonte: Serviço de Atendimento ao Usuário Lote III Novembro/2013. A Pesquisa de Satisfação do Usuário é realizada por amostragem via contato telefônico, equivalente a 10% das manifestações. Nos contatos realizados verificou-se que 100% dos usuários estavam satisfeitos. As perguntas elencadas são: se o usuário que realizou a ouvidoria esta satisfeito com o acolhimento recebido e se ele esta satisfeito com a resolução do caso. Se a resposta do usuário for negativa para qualquer uma das situações acima, considera-se que ele esta insatisfeito. 21

22 Consolidado referente ao mês de Novembro/2013 RELATÓRIO DE QUEIXAS APRESENTADAS / RESOLVIDAS NO MÊS DE OUTUBRO DE 2013 POR CATEGORIA -OS LOTE III TEMPO DE ESPERA ATENDIMENTO MÉDICO ATENDIMENTO DE ENFERMAGEM ACOLHIMENTO DIFICULDADE DE ACESSO AOS EXAMES LIMPEZA ACESSO A MEDICAMENTO OUTROS TOTAL UNIDADES RECEBIDAS RESOLVIDAS RECEBIDAS RESOLVIDAS RECEBIDAS RESOLVIDAS RECEBIDAS RESOLVIDAS RECEBIDAS RESOLVIDAS RECEBIDAS RESOLVIDAS RECEBIDAS RESOLVIDAS RECEBIDAS RESOLVIDAS RECEBIDAS RESOLVIDAS PA GLORIA RODRIGUES DOS SANTOS BONFIM PA DR ATUALPA GIRÃO RABELO PSM JULIO TUPY TOTAL

23 PLANILHA DE RECLAMAÇÕES / ELOGIOS /ORIENTAÇÕES / SOLICITAÇÕES / SUGESTÕES Apresentação do local de procedência e frequência das solicitações dos usuários recebidos no SAU, forma de acesso e análise das resoluções dos atendimentos realizados no mês Novembro de Tipo de equipamento Unidade de procedência da queixa feita pelo usuário Forma de acesso ao SAU Tipo de ocorrência Questão Apresentada Descrição das Pendências / Resoluções / Justificativas Situação atual das solicitações Quando foi recebido pela unidade Reclamação Izabel reclama da demora no atendimento odontológico. Em 31/10 às 13hs acolhemos a usuária via telefone solicitamos desculpas pela demora e informamos que iríamos orientar a profissional quanto a demora no início de seu atendimento. Colocamo-nos a disposição e a mesma mostrou-se satisfeito. resolvida 27/10/2013 AHM Reclamação Jéssica reclama o não fonecimento de atestado médico. Não foi possível acolher a usuária, pois foram realizadas diversas tentativas de contato telefônicos sem sucesso nas datas: 30/10 às 15hs; 30/10 às 17hs; 30/10 às 18hs; 31/10 às 11hs; 31/10 às 15hs; 31/10 às 17hs; 1/11 às 7hs e 1/10 às 11hs. resolvida 30/10/2013 P.A. Glória AHM Reclamação Reclamação Mariana reclama do atendimento médico. Célio reclama da demora no atendimento médico. Em 4/14 às 11hs acolhemos a usuária via telefone e infomamos que iríamos orientar o médico quanto sua postura e atenção durante o atendimento. Colocamo-nos a disposição e a mesma mostrou-se satisfeito. Em 19/11 acolhemos a usuária via telefone e infomamos que tínhamos apenas um ortopedista na unidade para atender toda a demanda que chega em nossa unidade e que o mesmo ausenta-se do consultório apenas para realizar seu horário de almoço conforme leis da CLT. Colocamo-nos a disposição e a mesma mostrou-se satisfeito. resolvida 01/11/2013 resolvida 12/11/2013 AHM Reclamação Luciana reclama a falta de atendimento médico. Em 18/11 acolhemos a usuária via telefone e informamos que o médico ortopedista não estava bem de saúde neste dia e foi atestado, no entanto, o mesmo atendeut todas os pacientes antes de ir embora para não prejudicar a população, porém, a usuária ao ser chamada não respondeu chamada. Após questionar a demora para ser atendida a usuária foi informada que o médico havia ido embora. Após orientação nos colocamos à disposição para maiores esclarecimentos. resolvida 13/11/

24 PLANILHA DE RECLAMAÇÕES / ELOGIOS /ORIENTAÇÕES / SOLICITAÇÕES / SUGESTÕES Apresentação do local de procedência e frequência das solicitações dos usuários recebidos no SAU, forma de acesso e análise das resoluções dos atendimentos realizados no mês Novembro de Tipo de equipamento P.A. Unidade de procedência da queixa feita pelo usuário Atualpa Forma de acesso ao SAU Tipo de ocorrência Questão Apresentada Descrição das Pendências / Resoluções / Justificativas reclamação reclamação reclamação Sra Ines referente atendimento medico. Sr. Valdeci referente atendimento do serviço terceirizado Sra Debora referente falta de estrutura Em 08/11, acolhemos a usuária por telefone verbalizou que passou o dia inteiro no PA em consulta e medicação e não foi fornecido o atestado médico que é direito do usuário. Informa que faz acompanhamento Oncológico desde 2010, quando comparece no PA para consulta é por necessidade, afirma que irá trazer documentos a fim de comprovar a necessidade do atestado exigido pela empresa onde trabalha. Esclarecemos que para o fornecimento de atestado médico, se faz necessário uma avaliação da condição de saúde do usuário, podendo ser realizado esta, somente pelo profissional médico. Cabendo a ele decidir tal conduta. Em 31/10/2023 às 10h08 acolhemos por telefone a esposa do usuário Srª Delcione que estava acompanhando a filha Kethelly durante o atendimento. Esclarecemos que a brinquedoteca proporciona espaço onde a criança pode brincar sossegada e interagir espontaneamente com outras crianças enquanto aguarda a consulta.e que devido a falta do brinquedista estamos sem atividades, mas o espaço está aberto e disponível as crianças e aos pais que no momento se propõe a acompanhá-las. Ressaltei que o colaborador envolvido foi orientado pelo supervisor da empresa responsável pela segurança do PA quanto à conduta em questão e esclarecido quanto o objetivo da brinquedoteca hospitalar e que o mesmo é aberto às crianças, se estendendo aos pais ou acompanhantes. Em 31/10/13 às 11:25h acolhemos por telefone Sr.ª Débora a qual relata a falta de estrutura da unidade que não apresenta ventilação adequada e as condições das cadeiras que se encontram quebradas, comprometendo os pacientes que ali aguardam e os próprios profissionais presentes. Relato que essa queixa já é sabida pela gerência e Coordenação. Informo que foram retirados os cinco ventiladores do saguão de espera há um tempo para manutenção, pois os aparelhos constavam-se obsoletos. Quanto às cadeiras, informei que estamos aguardando reformas e compras destas para melhor conforto dos usuários.ressaltei que estamos aguardando uma reforma da unidade no geral, pois também são necessárias outras adaptações para melhor assistir os usuários e para melhores condições de trabalho, dependemos desta aprovação e autorização para compra de equipamentos pela Prefeitura no início do próximo ano. Porém a gerência já está vendo junto ao setor de Patrimônio quanto ao remanejamento de ventiladores e cadeiras em desuso de outras unidades para a tal reposição temporária. Situação atual das solicitações Quando foi recebido pela unidade resolvida 29/10/2013 resolvida 29/10/2013 resolvida 29/10/

25 PLANILHA DE RECLAMAÇÕES / ELOGIOS /ORIENTAÇÕES / SOLICITAÇÕES / SUGESTÕES Apresentação do local de procedência e frequência das solicitações dos usuários recebidos no SAU, forma de acesso e análise das resoluções dos atendimentos realizados no mês Novembro de Tipo de equipamento Unidade de procedência da queixa feita pelo usuário Forma de acesso ao SAU s.a.u Tipo de ocorrência Questão Apresentada Descrição das Pendências / Resoluções / Justificativas elogio elogio Sr. Paulo referente atendimento recepção Sra Rosana sobre atendimento enfermagem Em 31/10/13 às 11h50, 04/11 as 10h15, 05/11 as 8h25, 06/11 as 8h28, 07/11 as 12h40 e 12h44. 08/11 as 9h00 tentamos contato por telefones fixo e celular sem sucesso. Deixei recado na caixa postal, agradeci o elogio e reconhecimento em nome da equipe da recepção. Informado os colaboradores elogiados que também agradecem. Manteremos o empenho para a melhoria contínua do atendimento. Em 31/10/13 às 12h42min acolhemos por telefone a munícipe Rosana, informando-a que será repassado a colaboradora o reconhecimento profissional. Agradecemos o elogio dispensado a colaboradora. Situação atual das solicitações Quando foi recebido pela unidade resolvida 29/10/2013 resolvida 29/10/2013 P.A. Atualpa reclamação reclamação reclamação Sra Joice referente mau atendimento medico. Sra Maria Cristina referente falta de atendimento priorizado Sr. Jorge referente a baratas encontradas na observação feminina Foram realizados vários contatos (14/11 as 12h49, 19/11 as 12h46, 21/11 as 13h59 22/11 as 9h00 e 22/11 as 9h13. Em 23/11/13 às 18h00 acolhemos por telefone Jéssica(familiar). Informamos que encaminhamos a manifestação a Gerencia desta unidade para reorientação quanto à importância do atendimento humanizado para com Em 11/11/1013 nossos clientes, às 11h15 utilizando acolhemos registro por do telefone fato em ainstrumento Srª Maria Cristina, e será acompanhado esclarecemos que fazemos o possível para prestar atendimento prioritário nesta unidade, temos 3 guichês na recepção, porém pela alta demanda ou pela falta de colaborador acontece do atendimento não ser imediato. Informamos que a manifestação foi encaminhada Em 21/11/13 às a gerencia 12h52h acolhemos a qual fará por a reorientação telefone a Sr.Jorge. à colaboradora Esclarecemos quanto a que é realizado detetização na unidade periodicamente. Informamos que será acionado a empresa que presta esse serviço para nova detetização nos referidos locais (observação masc/fem). Em 23/11 às 18h00 informei o cliente que já foi realizado a detetização do local em 19/11, O cliente mostrou-se satisfeito com o acolhimento. resolvida 12/11/2013 resolvida 08/11/2013 resolvida 19/11/2013 reclamação Sr Davi referente falta de atendimento odontologico Em 23/11/13 às 18h00 acolhemos por telefone usuário. Esclarecemos que a dentista escalada no plantão no dia 15/11 estava de atestado médico e o aparelho que estava quebrado já foi consertado. Pedi desculpas pelo transtorno causado. resolvida 19/11/

26 Tipo de equipamento P.A. Unidade de procedência da queixa feita pelo usuário Atualpa Forma de acesso ao SAU Tipo de ocorrência Questão Apresentada Descrição das Pendências / Resoluções / Justificativas reclamação reclamação reclamação reclamação Sra Jacqueline referente mau atendimento da recepção ( agressão a usuario) Sra Cristina referente falta de atendimento priorizado Sra Ane referente mau atendimento medico. Sra Mirian referente demora atendimento. PLANILHA DE RECLAMAÇÕES / ELOGIOS /ORIENTAÇÕES / SOLICITAÇÕES / SUGESTÕES Apresentação do local de procedência e frequência das solicitações dos usuários recebidos no SAU, forma de acesso e análise das resoluções dos atendimentos realizados no mês Novembro de Em 19/11/13 às 10h acolhemos por telefone a usuária. Informa que acompanhava o esposo Leonel que estava aguardando chamada para atendimento e presenciou a postura agressiva do colaborador em questão. Solicitou que sejam revistas as cenas da ocorrência na câmera de filmagem. Esclareci que iremos averiguar os fatos e assim que possível retornaremos o contato com a Srª Jaqueline.Em 22/11 a Srª Jaqueline procurou o Serviço Social quando questionou a evolução da queixa. Conversou com a líder que a acolheu e informou que estamos aguardando o filme da ocorrência e que o colaborador já havia se manifestado quanto o ocorrido, sendo reorientado quanto a postura indevida. Em 16/11/1013 às 12h acolhemos por telefone a Srª Maria Cristina, Esclarecemos que fazemos o possível para prestar atendimento prioritário nesta unidade, temos 3 guichês na recepção, porém pela alta demanda ou pela falta de colaborador acontece do atendimento não ser imediato. Informamos que a manifestação foi encaminhada a Liderança do setor a qual fez a reorientação aos colaboradores quanto à importância do atendimento humanizado para com nossos clientes, utilizando registro do fato em instrumento e acompanhamento pela liderança imediata. Em 22/11/13 às 13h realizado acolhimento por telefone a usuária. Esta relata que no momento da consulta o médico aferiu a pressão e prescreveu soro com dipirona e recusou a medicação. Refere que mostrou o exame de RX realizado em outro serviço e o médico disse que não sabia ler o RX. Como estava acompanhando parente em consulta o RX foi lido por outro profissional que estava em atendimento. Esclareço que o colaborador será orientado pela Gerência da unidade quanto à postura, assim como nosso papel de acolhimento, orientação e cordialidade aos nossos clientes. Em 22/11/13 às 12h acolhemos por telefone usuária, esclarecemos quanto ao ocorrido. Encaminhado a manifestação a Liderança da recepção a qual reorientou a colaboradora que prestou o atendimento quanto à importância do atendimento humanizado para com nossos clientes, utilizando registro do fato em instrumento. Situação atual das solicitações Quando foi recebido pela unidade resolvida 19/11/2013 resolvida 19/11/2013 resolvida 22/11/2013 resolvida 22/11/

27 PLANILHA DE RECLAMAÇÕES / ELOGIOS /ORIENTAÇÕES / SOLICITAÇÕES / SUGESTÕES Apresentação do local de procedência e frequência das solicitações dos usuários recebidos no SAU, forma de acesso e análise das resoluções dos atendimentos realizados no mês Novembro de Tipo de equipamento Unidade de procedência da queixa feita pelo usuário Forma de acesso ao SAU Tipo de ocorrência Questão Apresentada Descrição das Pendências / Resoluções / Justificativas Situação atual das solicitações Quando foi recebido pela unidade P.S. Júlio Tupy AHM reclamação Sr. Oscar reclama que não teve atendimento médico. Realizado acolhimento e escuta pessoalmente em 08/10/2013 e por telefone em 21/11/2013. A Sr. Elicelia foi atendida nesta unidade de saúde em 03/10, 08/10, 10/10, 17/01 e 07/10 todas as vezes pelo médico ortopedista, realizado radiografia, esparagrapagem em pé direito e encaminhamento para Hospital Monumento. resolvida 18/11/13 S.A.U reclamação Sra. Rafaela reclama do atendimento médico. Realizado acolhimento e escuta com o esposo Wesley, pedi desculpa pelo ocorrido. Irei realizar reorientação com a equipe médica. resolvida 25/11/13 27

Sumário. Análise de Indicadores de Produção... 7. Fichas de Atendimento Analisadas Fichas Completas na Amostra... 11

Sumário. Análise de Indicadores de Produção... 7. Fichas de Atendimento Analisadas Fichas Completas na Amostra... 11 Sumário Análise de Indicadores de Produção... 7 Fichas de Atendimento Analisadas Fichas Completas na Amostra... 11 Análise dos Indicadores Déficit de Médicos... 17 Relatório Trimestral - Serviço de Atendimento

Leia mais

1. Fichas de atendimentos analisadas e nº total de fichas de atendimento no mês Outubro... 10

1. Fichas de atendimentos analisadas e nº total de fichas de atendimento no mês Outubro... 10 Sumário 1. Fichas de atendimentos analisadas e nº total de fichas de atendimento no mês Outubro... 10 2. Total de Fichas de Atendimentos Analisadas e Nº de Fichas de Atendimentos no mês Outubro dos (P.A

Leia mais

São Paulo, 14 de Maio de 2010. Ofício Lote III n.º 008/2010

São Paulo, 14 de Maio de 2010. Ofício Lote III n.º 008/2010 Ofício Lote III n.º 008/2010 São Paulo, 14 de Maio de 2010. Prezada Senhora, Através deste, encaminhamos o Relatório dos Indicadores Gerais de Acompanhamento e Avaliação da Gestão, dos Indicadores de Produção

Leia mais

Sumário. 1. Fichas de atendimentos analisadas e nº total de fichas de atendimento no mês de Outubro... 9

Sumário. 1. Fichas de atendimentos analisadas e nº total de fichas de atendimento no mês de Outubro... 9 Sumário ANÁLISE DOS INDICADORES DE PRODUÇÃO... 6 1. Fichas de atendimentos analisadas e nº total de fichas de atendimento no mês de Outubro... 9 2. Total de Fichas de Atendimentos Analisadas e Nº de Fichas

Leia mais

São Paulo, 12 de Novembro de 2010. Ofício Lote III n.º 0/2010. Prezada Senhora,

São Paulo, 12 de Novembro de 2010. Ofício Lote III n.º 0/2010. Prezada Senhora, Ofício Lote III n.º 0/2010 São Paulo, 12 de Novembro de 2010. Prezada Senhora, Através deste, encaminhamos o Relatório dos Indicadores Gerais de Acompanhamento e Avaliação da Gestão, dos Indicadores de

Leia mais

Sumário. Análise dos Indicadores... 8. 1. Fichas de Atendimentos Analisadas e Total de Fichas de Atendimentos no mês de Setembro...

Sumário. Análise dos Indicadores... 8. 1. Fichas de Atendimentos Analisadas e Total de Fichas de Atendimentos no mês de Setembro... Sumário Análise dos Indicadores... 8 1. Fichas de Atendimentos Analisadas e Total de Fichas de Atendimentos no mês de Setembro... 12 2. Fichas de Atendimentos Analisadas e Fichas de Atendimentos no Mês

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE DE PERNAMBUCO SECRETARIA EXECUTIVA DE ATENÇÃO À SAÚDE UPA ENGENHO VELHO

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE DE PERNAMBUCO SECRETARIA EXECUTIVA DE ATENÇÃO À SAÚDE UPA ENGENHO VELHO GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO UPA ENGENHO VELHO RELATÓRIO DE EXECUÇÃO 2º TRIMESTRE DO 2º ANO DO CONTRATO DE GESTÃO Período de Dezembro de 2012 à Fevereiro de 2013 2 INTRODUÇÃO O presente relatório apresenta

Leia mais

RELATÓRIO DE MONITORAMENTO DO CONTRATO DE GESTÃO

RELATÓRIO DE MONITORAMENTO DO CONTRATO DE GESTÃO GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE DE PERNAMBUCO SECRETARIA EXECUTIVA DE ATENÇÃO À SAÚDE DIRETORIA DE MODERNIZAÇÃO E MONITORAMENTO DA ASSISTÊNCIA Á SAÚDE UPA ENGENHO VELHO RELATÓRIO

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE DE PERNAMBUCO SECRETARIA EXECUTIVA DE ATENÇÃO À SAÚDE UPA CARUARU RELATÓRIO DE EXECUÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE DE PERNAMBUCO SECRETARIA EXECUTIVA DE ATENÇÃO À SAÚDE UPA CARUARU RELATÓRIO DE EXECUÇÃO GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE DE PERNAMBUCO UPA CARUARU RELATÓRIO DE EXECUÇÃO 1º TRIMESTRE DO 4º ANO DO CONTRATO DE GESTÃO Período de outubro à dezembro de 2013 fevereiro

Leia mais

Sumário ANÁLISE DO INDICADORES- ESF... 8 ANÁLISE DOS INDICADORES- SAÚDE BUCAL ESF... 15 ANÁLISE DOS INDICADORES ESPECIALIDADES HORA CERTA...

Sumário ANÁLISE DO INDICADORES- ESF... 8 ANÁLISE DOS INDICADORES- SAÚDE BUCAL ESF... 15 ANÁLISE DOS INDICADORES ESPECIALIDADES HORA CERTA... Sumário ANÁLISE DO INDICADORES- ESF... 8 ANÁLISE DOS INDICADORES- SAÚDE BUCAL ESF... 15 ANÁLISE DOS INDICADORES ESPECIALIDADES HORA CERTA... 27 ANÁLISE DOS INDICADORES IMAGEM AMA NÉLIA... 34 INDICADORES

Leia mais

GERÊNCIA DE OUVIDORIA GERAL GHC FLUXOS DE TRABALHO E UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE OUVIDORIA

GERÊNCIA DE OUVIDORIA GERAL GHC FLUXOS DE TRABALHO E UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE OUVIDORIA GERÊNCIA DE OUVIDORIA GERAL GHC FLUXOS DE TRABALHO E UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE OUVIDORIA 1 SUMÁRIO Fluxos de Trabalho... 03 Preenchimento do Registro de Ocorrência... 04 Impressão da Ocorrência... 09 Encaminhamento

Leia mais

QUESTIONÁRIO - AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE. Município. Nome da unidade

QUESTIONÁRIO - AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE. Município. Nome da unidade ANEXO 2 Questionários Dados Gerais QUESTIONÁRIO - AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE Município Nome da unidade Tipo: UBS Tradicional ( ) UBSF ( ) UBS mista ( ) PACS ( ) PA ( ) PS ( ) UPA ( ) Outro Horário de

Leia mais

NORMAS DE ATENDIMENTO A CONVÊNIOS E PARTICULARES

NORMAS DE ATENDIMENTO A CONVÊNIOS E PARTICULARES NORMAS DE ATENDIMENTO A CONVÊNIOS E PARTICULARES Conceitos CONSULTAS Atendimentos sem urgência por ordem de chegada. Não existe dentro do Pronto-Socorro e em nenhum local do hospital prévia marcação de

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013 1 AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO Temas 2 Objetivo e metodologia Utilização dos serviços do plano de saúde e ocorrência de problemas Reclamação ou recurso contra o plano de

Leia mais

Sumário 1. EDUCAÇÃO CONTINUADA...03. 5. Deficit de Médicos PSF/AMA...20

Sumário 1. EDUCAÇÃO CONTINUADA...03. 5. Deficit de Médicos PSF/AMA...20 Sumário 1. EDUCAÇÃO CONTINUADA...03 2. INDICADORES DE PRODUÇÃO PSF 0...08 3. INDICADORES DE PRODUÇÃO ODONTO... 18 4. REFORMAS... 19 5. Deficit de Médicos PSF/AMA...20 6. INDICADORES DE QUALIDADE... 23

Leia mais

RELATÓRIO EXECUTIVO N 019/13 26ª REUNIÃO DE DIRETORIA GERIR/HUGO CONSELHO GESTOR

RELATÓRIO EXECUTIVO N 019/13 26ª REUNIÃO DE DIRETORIA GERIR/HUGO CONSELHO GESTOR RELATÓRIO EXECUTIVO N 019/13 26ª REUNIÃO DE DIRETORIA GERIR/HUGO CONSELHO GESTOR Data: 26/11/2013 Horário: 10h Presentes: Dr. Ciro Ricardo (Diretor Geral HUGO), Dr. Nasser Tannus (Diretor Técnico HUGO),

Leia mais

Sumário ANÁLISE DO INDICADORES- ESF... 8 ANÁLISE DOS INDICADORES- SAÚDE BUCAL ESF... 15 ANÁLISE DOS INDICADORES AMA... 23

Sumário ANÁLISE DO INDICADORES- ESF... 8 ANÁLISE DOS INDICADORES- SAÚDE BUCAL ESF... 15 ANÁLISE DOS INDICADORES AMA... 23 Sumário ANÁLISE DO INDICADORES- ESF... 8 ANÁLISE DOS INDICADORES- SAÚDE BUCAL ESF... 15 ANÁLISE DOS INDICADORES AMA... 23 ANÁLISE DOS INDICADORES ESPECIALIDADES HORA CERTA... 29 ANÁLISE DOS INDICADORES

Leia mais

Processo de contratualização ao PMAQ 1º Ciclo 2011/2012

Processo de contratualização ao PMAQ 1º Ciclo 2011/2012 Processo de contratualização ao PMAQ 1º Ciclo 2011/2012 Departamento de Atenção Básica e Gestão do Cuidado. Secretaria de Saúde de São Bernardo do Campo/SP São Bernardo do Campo/SP População IBGE (estimativa

Leia mais

SERVIÇO-ESCOLA DE PSICOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO CAMPUS BAIXADA SANTISTA ESPAÇO 178 GUIA 2014. Para estagiários e supervisores

SERVIÇO-ESCOLA DE PSICOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO CAMPUS BAIXADA SANTISTA ESPAÇO 178 GUIA 2014. Para estagiários e supervisores SERVIÇO-ESCOLA DE PSICOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO CAMPUS BAIXADA SANTISTA ESPAÇO 178 GUIA 2014 Para estagiários e supervisores SUMÁRIO SUMÁRIO... 2 I. APRESENTAÇÃO... 3 II. EQUIPE DO SEP...

Leia mais

RELATÓRIO DE PESQUISA

RELATÓRIO DE PESQUISA 2011 14 RELATÓRIO DE PESQUISA Relatório da Pesquisa de Satisfação dos Usuários do SUS quanto aos aspectos de acesso e qualidade percebida na atenção à saúde, mediante inquérito amostral. Ministério da

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO Competência Outubro a Dezembro /2014

RELATÓRIO TÉCNICO Competência Outubro a Dezembro /2014 RELATÓRIO TÉCNICO Competência Outubro a Dezembro /04 Sumário QUANTITATIVO GERAL... 5.RELATÓRIO DE DEMANDAS OUVIDORIA COMPETÊNCIA OUTUBRO A DEZEMBRO/04... 5.Classificação de demandas... 6..Tipificação das

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DO PACIENTE AMBULATORIAL

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DO PACIENTE AMBULATORIAL 1 Identificação REGULAMENTO INSTITUCIONAL DO PACIENTE AMBULATORIAL 1.1 É obrigatória a identificação do paciente e de seu acompanhante na Recepção, nos dias de atendimento, mediante apresentação dos seguintes

Leia mais

Guia de Orientação ao Paciente

Guia de Orientação ao Paciente Guia de Orientação ao Paciente Esse guia foi desenvolvido especialmente para melhor atendê-lo durante a permanência no HSR. Aqui encontrará informações sobre nosso funcionamento, serviços e práticas que

Leia mais

5. Abreviaturas: CNS - Cartão Nacional do SUS. DEA Desfibrilador Externo Automático. IN - Instrução Normativa. PA Pronto Atendimento

5. Abreviaturas: CNS - Cartão Nacional do SUS. DEA Desfibrilador Externo Automático. IN - Instrução Normativa. PA Pronto Atendimento Lei Municipal nº 5.383, de 22 de novembro de 2012 Dispõe sobre o Sistema de Controle Interno do Município de Vila Velha ES e dá outras providências; Decreto Municipal nº 297, de 11 de dezembro de 2012

Leia mais

Temas Simultâneos: Acolhimento da Demanda. A Experiência do Centro de Saúde da Vila Ipê. Haydée Lima Julho/ Agosto 2012

Temas Simultâneos: Acolhimento da Demanda. A Experiência do Centro de Saúde da Vila Ipê. Haydée Lima Julho/ Agosto 2012 6º SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICA Temas Simultâneos: Acolhimento da Demanda Espontânea na Atenção Básica em Saúde: A Experiência do Centro de Saúde da Vila Ipê Haydée Lima Julho/ Agosto 2012

Leia mais

Regulamento de Funcionamento da Clínica Odontológica, Pré-Clínica e Radiologia da FAPAC/ITPAC PORTO

Regulamento de Funcionamento da Clínica Odontológica, Pré-Clínica e Radiologia da FAPAC/ITPAC PORTO Regulamento de Funcionamento da Clínica Odontológica, Pré-Clínica e Radiologia da FAPAC/ITPAC PORTO Porto Nacional TO 2015 Sumário: Introdução:... 3 Dos Objetivos:... 3 Do Horário de Funcionamento:...

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 002/2012

EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 002/2012 EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 002/2012 A FUNDAÇÃO HOSPITAL MUNICIPAL GETÚLIO VARGAS, divulga a retificação do Edital de Abertura do Processo Seletivo Simplificado n 002/2012 destinado

Leia mais

Contrato de Gerenciamento SESAU e Pró Saúde - TO

Contrato de Gerenciamento SESAU e Pró Saúde - TO OUTUBRO 2011 Contrato de Gerenciamento SESAU e Pró Saúde - TO RELATÓRIO DE DESEMPENHO Sumário 1. Metas Contratuais...7 1.1 Metas Quantitativas...7 1.2 Metas Qualitativas...16 2. Sistema de Informação

Leia mais

celebram o presente ACORDO COLETIVO DE TRABALHO, estipulando as condições de trabalho previstas nas cláusulas seguintes:

celebram o presente ACORDO COLETIVO DE TRABALHO, estipulando as condições de trabalho previstas nas cláusulas seguintes: ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: TO000034/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 25/03/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR002378/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46226.001544/2015-30 DATA DO

Leia mais

Nome da Unidade de Atenção Básica: Tipo da Unidade: Número do CNES: Data da Visita: Emissor do Questionário: Número do Protocolo:

Nome da Unidade de Atenção Básica: Tipo da Unidade: Número do CNES: Data da Visita: Emissor do Questionário: Número do Protocolo: ASPECTO DO FORMULÁRIO: ACESSIBILIDADE NA UNIDADE DE SAÚDE 1) SOBRE ACESSIBILIDADE NAS DEPENDÊNCIAS DA UNIDADE: a) A unidade tem acessibilidade em todos os ambientes? (i) Onde não há? b) Todas as entradas

Leia mais

PRONTO ATENDIMENTO MUNICIPAL TITO BIANCHINI PAMTB SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE LAGES

PRONTO ATENDIMENTO MUNICIPAL TITO BIANCHINI PAMTB SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE LAGES PRONTO ATENDIMENTO MUNICIPAL TITO BIANCHINI PAMTB SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE LAGES EDITAL DE Nº 01/2015 DO PROCESSO SELETIVO PARA SERVIÇO VOLUNTÁRIO EXTRACURRICULAR SUPERVISIONADO DE ACADÊMICOS DE

Leia mais

EDITAL Nº118/2015 SELEÇÃO INTERNA DE CIRURGIÃO-DENTISTA PARA EQUIPE DE SAÚDE BUCAL NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

EDITAL Nº118/2015 SELEÇÃO INTERNA DE CIRURGIÃO-DENTISTA PARA EQUIPE DE SAÚDE BUCAL NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA Secretaria Gestão Administrativa e Financeira Departamento de Recursos Humanos Setor de Contratação e Desenvolvimento de Pessoal EDITAL Nº118/2015 SELEÇÃO INTERNA DE CIRURGIÃO-DENTISTA PARA EQUIPE DE SAÚDE

Leia mais

Avaliação dos planos e seguros saúde

Avaliação dos planos e seguros saúde 1 Avaliação dos planos e seguros saúde Estado de São Paulo Agosto/2012 Objetivo 2 Conhecer a opinião dos usuários de planos ou seguros de saúde do Estado de São Paulo, investigando a utilização dos serviços

Leia mais

HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JULIO MULLER COMISSÃO DE ÓBITO NORMAS E ROTINAS

HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JULIO MULLER COMISSÃO DE ÓBITO NORMAS E ROTINAS NORMAS E ROTINAS CUIABÁ - 2012 1 DO HUJM Apresentação: A Comissão de Óbito do Hospital Universitário Julio Muller tem as seguintes finalidades: - Normatizar e padronizar os procedimentos e as condutas

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 008/2013

RESOLUÇÃO Nº 008/2013 RESOLUÇÃO Nº 008/2013 Súmula: Define critérios para apresentação de projetos para o valor R$966.734,86 (Novecentos e sessenta e seis mil, setecentos e trinta e quatro reais e oitenta e seis centavos) do

Leia mais

30/03/2010 a 30/03/2011

30/03/2010 a 30/03/2011 POP ACCR 01 Abertura da Ficha do Usuário ASSUNTO: Padronizar o procedimento para abertura da ficha do usuário. Nº 01 Resultados esperados: Cadastros atualizados dos Usuários Este POP aplica-se na recepção

Leia mais

Sumário ANÁLISE DOS INDICADORES ESF... 4 ANÁLISE DOS INDICADORES SAÚDE BUCAL... 8 ANÁLISE DOS INDICADORES AMA... 11

Sumário ANÁLISE DOS INDICADORES ESF... 4 ANÁLISE DOS INDICADORES SAÚDE BUCAL... 8 ANÁLISE DOS INDICADORES AMA... 11 Sumário ANÁLISE DOS INDICADORES ESF... 4 ANÁLISE DOS INDICADORES SAÚDE BUCAL... 8 ANÁLISE DOS INDICADORES AMA... 11 ANÁLISE DOS INDICADORES - ESPECIALIDADES... 18 INDICADORES NASF... 22 INDICADORES NIR...

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ESCOLA DE FARMÁCIA E ODONTOLOGIA DE ALFENAS CENTRO UNIVERSITÁRIO FEDERAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ESCOLA DE FARMÁCIA E ODONTOLOGIA DE ALFENAS CENTRO UNIVERSITÁRIO FEDERAL REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO DE INTERESSE CURRICULAR DO CURSO DE QUÍMICA DA Efoa/Ceufe Resolução Nº 007/2005 pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) O presente regulamento foi elaborado tendo

Leia mais

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE INTERNAÇÃO (11) 4414-6072. Horário de Funcionamento: De 2ª a 6ª: das 6h às 22h Sábados e feriados: das 7h às 19h

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE INTERNAÇÃO (11) 4414-6072. Horário de Funcionamento: De 2ª a 6ª: das 6h às 22h Sábados e feriados: das 7h às 19h O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE INTERNAÇÃO Tel.: (11) 4414-6000 - Ramal: 6420 (11) 4414-6072 Horário de Funcionamento: De 2ª a 6ª: das 6h às 22h Sábados e feriados: das 7h às 19h Seja bem-vindo ao nosso

Leia mais

ANEXO I DO OBJETO. Descrição da Prestação de Serviços relacionados à PEDIATRIA da FUSAM, compreendendo as seguintes funções:

ANEXO I DO OBJETO. Descrição da Prestação de Serviços relacionados à PEDIATRIA da FUSAM, compreendendo as seguintes funções: ANEXO I DO OBJETO Descrição da Prestação de Serviços relacionados à PEDIATRIA da FUSAM, compreendendo as seguintes funções: 1) Os serviços deverão ser prestados nas dependências da Fundação por profissionais

Leia mais

Sistema de Ouvidoria em Saúde Pública do Estado

Sistema de Ouvidoria em Saúde Pública do Estado No Ceará, as queixas de quem procura o sistema de saúde são atendidas, encaminhadas e respondidas, ajudando a melhorar os serviços SAÚDE Sistema de Ouvidoria em Saúde Pública do Estado (ESTADO DO CEARÁ)

Leia mais

ANEXO I Descrição dos Cargos

ANEXO I Descrição dos Cargos ANEXO I Descrição dos Cargos DESCRIÇÃO: 1. - Auxiliar de Enfermagem: Prestar cuidados diretos de enfermagem ao paciente, por delegação e sob a supervisão do enfermeiro e do médico. Administrar medicação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM. Adelita Eneide Fiuza. Gustavo Costa de Oliveira

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM. Adelita Eneide Fiuza. Gustavo Costa de Oliveira UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM Adelita Eneide Fiuza Gustavo Costa de Oliveira RELATÓRIO FINAL DO ESTÁGIO CURRICULAR II NA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE VILA GAÚCHA Porto Alegre

Leia mais

CONSTRUINDO UMA NOVA PROPOSTA PARA REMUNERAÇÃO VARIÁVEL

CONSTRUINDO UMA NOVA PROPOSTA PARA REMUNERAÇÃO VARIÁVEL CONSTRUINDO UMA NOVA PROPOSTA PARA REMUNERAÇÃO VARIÁVEL SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE DE CURITIBA - JULHO 213 CONTEXTO 22 CONTRATO DE GESTÃO E O IDQ Objetivo de incentivar qualidade e produtividade Componente

Leia mais

PESQUISA DE SATISFAÇÃO 2009

PESQUISA DE SATISFAÇÃO 2009 PESQUISA DE SATISFAÇÃO 2009 Realização: Elaboração: Premissas A Percepção do Cliente Qualidade do e das instalações, Acesso Relacionamento com o Setor (expectativas) Apoio do SindusCon-SP Objetivos Explicitar

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2017 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP011197/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 01/10/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR051136/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46252.001537/2015-11 DATA DO

Leia mais

OUVIDORIA ATIVA: A INOVAÇÃO DAS PESQUISAS DE SATISFAÇÃO NA OUVIDORIA-GERAL DO SUS

OUVIDORIA ATIVA: A INOVAÇÃO DAS PESQUISAS DE SATISFAÇÃO NA OUVIDORIA-GERAL DO SUS Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasília/DF 4, 5 e 6 de junho de 2012 OUVIDORIA ATIVA: A INOVAÇÃO DAS PESQUISAS DE SATISFAÇÃO NA OUVIDORIA-GERAL DO SUS Luís Carlos Bolzan Luciana Camila dos Santos

Leia mais

Seminário de Doenças Crônicas

Seminário de Doenças Crônicas Seminário de Doenças Crônicas LINHA DE CUIDADO DE HIPERTENSÃO ARTERIAL E DIABETES EXPERIÊNCIA DE DIADEMA SP Dra Lidia Tobias Silveira Assistente Gabinete SMS Diadema Linha de cuidado de HAS e DM Experiência

Leia mais

Ata de Reunião Análise Crítica do Sistema de Gestão da Qualidade da FDSM

Ata de Reunião Análise Crítica do Sistema de Gestão da Qualidade da FDSM FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS Av. Dr. João Beraldo, 1075 Centro Pouso Alegre MG Fone: (35) 3449-8100 Fax: (35) 3499-8102 Rev.: 00 / / Form.: Aprov.: Pág 1 de 1 Ata de Reunião Crítica do Sistema

Leia mais

REGRAS DE ATENDIMENTO STAND DE VENDAS

REGRAS DE ATENDIMENTO STAND DE VENDAS 1 REGRAS DE ATENDIMENTO STAND DE VENDAS Horário dos Plantões o Stand de vendas: 08:00 às 13:00 13:00 às 19:00 (ou outro horário determinado pela empresa) o Rodízio: O sorteio para dar ordem de atendimento

Leia mais

Sumário ANÁLISE DOS INDICADORES - ESF... 9 ANÁLISE DOS INDICADORES SAÚDE BUCAL ESF... 14 ANÁLISE DOS INDICADORES SAÚDE BUCAL UBS...

Sumário ANÁLISE DOS INDICADORES - ESF... 9 ANÁLISE DOS INDICADORES SAÚDE BUCAL ESF... 14 ANÁLISE DOS INDICADORES SAÚDE BUCAL UBS... Sumário ANÁLISE DOS INDICADORES - ESF... 9 ANÁLISE DOS INDICADORES SAÚDE BUCAL ESF... 14 ANÁLISE DOS INDICADORES SAÚDE BUCAL UBS... 16 CEO TIRADENTES... 20 CEO GUAIANASES... 21 ANÁLISE DOS INDICADORES

Leia mais

PROGRAMA DE QUALIDADE HOSPITALAR ÁREA DE APLICAÇÃO: ENFERMAGEM, SUPRIMENTOS E RECEPÇÃO

PROGRAMA DE QUALIDADE HOSPITALAR ÁREA DE APLICAÇÃO: ENFERMAGEM, SUPRIMENTOS E RECEPÇÃO PROGRAMA DE QUALIDADE HOSPITALAR ÁREA DE APLICAÇÃO: ENFERMAGEM, SUPRIMENTOS E RECEPÇÃO Rosângela de Oliveira Ana Cristina Hansaul Jaciara Siqueira Fragoso Montgomery Pastorelo Benites Introdução: O Programa

Leia mais

Manual de Acolhimento e Orientações do Usuário

Manual de Acolhimento e Orientações do Usuário FAPAC - FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS ITPAC PORTO NACIONAL INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS PORTO LTDA CLÍNICA ODONTOLÓGICA Manual de Acolhimento e Orientações do Usuário Normas de

Leia mais

RELATÓRIO DE SUPERVISÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE

RELATÓRIO DE SUPERVISÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE RELATÓRIO DE SUPERVISÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE AMBULATÓRIO DE ESPECIALIDADES MUNICÍPIO: DATA: / / IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE: Nome: CGC: Endereço: Bairro: Telefone: Responsável pela unidade (formação): TURNO

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE VAPT VUPT E ATENDIMENTO AO PÚBLICO PROCEDIMENTO DE COMUNICAÇÃO COM O CLIENTE

SUPERINTENDÊNCIA DE VAPT VUPT E ATENDIMENTO AO PÚBLICO PROCEDIMENTO DE COMUNICAÇÃO COM O CLIENTE Sistema de Gestão da Qualidade SUPERINTENDÊNCIA DE VAPT VUPT E ATENDIMENTO AO PÚBLICO PROCEDIMENTO DE COMUNICAÇÃO COM O CLIENTE Responsável: Henrique Hideaki Matsutani Cópia Controlada - Revisão 20 de

Leia mais

Título do projeto: Incidência de Queixas Músculo-esqueléticas em Profissionais Intensivistas.

Título do projeto: Incidência de Queixas Músculo-esqueléticas em Profissionais Intensivistas. PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA, EXTENSÃO E AÇÃO COMUNITÁRIA. COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA Anápolis, 4 de junho de 2009. OFÍCIO 127 / 2009 CEP Número de Protocolo: 0031/2009 Título do projeto: Incidência

Leia mais

INSCRIÇÕES DAS PRÁTICAS CURRICULARES EM PSICOLOGIA NO INSTITUTO INTEGRADO DE SAÚDE. Edital Nº 10/2016/1

INSCRIÇÕES DAS PRÁTICAS CURRICULARES EM PSICOLOGIA NO INSTITUTO INTEGRADO DE SAÚDE. Edital Nº 10/2016/1 INSCRIÇÕES DAS PRÁTICAS CURRICULARES EM PSICOLOGIA NO INSTITUTO INTEGRADO DE SAÚDE Edital Nº 10/2016/1 A FACULDADE DA SERRA GAÚCHA - FSG, no uso de suas atribuições e tendo em vista o disposto no Regulamento

Leia mais

PROJETO DE AFERIÇÃO DE PRESSÃO ARTERIAL DO SERVIDOR MUNICIPAL.

PROJETO DE AFERIÇÃO DE PRESSÃO ARTERIAL DO SERVIDOR MUNICIPAL. Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo SEMAD/GSAS/CPSS PROJETO DE AFERIÇÃO DE PRESSÃO ARTERIAL DO SERVIDOR MUNICIPAL. Uma iniciativa da Gerência de Saúde e Apoio ao Servidor. Vitória

Leia mais

1-Pontos importantes da Assistência Farmacêutica:

1-Pontos importantes da Assistência Farmacêutica: Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil Subsecretaria de Atenção Primária, Vigilância e Promoção da Saúde CICLO DE DEBATES SUBPAV 2014 TEMA: SDP, Abastecimento

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO 2015 OUVIDORIA

RELATÓRIO DE GESTÃO 2015 OUVIDORIA Ministério da Educação Universidade Federal da Grande Dourados Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares Hospital Universitário RELATÓRIO DE GESTÃO 2015 OUVIDORIA Dourados/MS Janeiro de 2016 1. EQUIPE

Leia mais

Protocolos de acesso do Serviço Social 1- Caracterização do Serviço

Protocolos de acesso do Serviço Social 1- Caracterização do Serviço Protocolos de acesso do Serviço Social 1- Caracterização do Serviço A finalidade do trabalho do Assistente Social junto ao usuário do Hospital Universitário da UFJF, implica em favorecer o acesso deste

Leia mais

RELATÓRIO DA OFICINA: COMO AGIR NA COMUNIDADE E NO DIA A DIA DO SEU TRABALHO. Facilitadoras: Liliane Lott Pires e Maria Inês Castanha de Queiroz

RELATÓRIO DA OFICINA: COMO AGIR NA COMUNIDADE E NO DIA A DIA DO SEU TRABALHO. Facilitadoras: Liliane Lott Pires e Maria Inês Castanha de Queiroz 1 RELATÓRIO DA OFICINA: COMO AGIR NA COMUNIDADE E NO DIA A DIA DO SEU TRABALHO Facilitadoras: Liliane Lott Pires e Maria Inês Castanha de Queiroz Contrato: AS.DS.PV.024/2010 Empresa: SENSOTECH ASSESSORAMENTO

Leia mais

Rua Afonso Cavalcanti, nº. 455 Bloco I Sala 615 Cidade Nova RJ CEP: 20.211-901 Telefone: (0xx21) 2504-2952 / 2503-2025 FAX: (0xx21) 2293-9437 e-mail:

Rua Afonso Cavalcanti, nº. 455 Bloco I Sala 615 Cidade Nova RJ CEP: 20.211-901 Telefone: (0xx21) 2504-2952 / 2503-2025 FAX: (0xx21) 2293-9437 e-mail: SUBSECRETARIA DE GESTÃO COORDENADORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COORDENAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAS FLUXO OPERACIONAL DAS ROTINAS DE CONTROLE DE FREQUÊNCIA DOS SERVIDORES DA SMSDC-RIO Chefia de Serviço

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO ANUAL

RELATÓRIO TÉCNICO ANUAL ( L O G O M A R C A DO Ó R G Ã O C O N T R A T A N T E ) CONTRATO DE GESTÃO Nº / ORGANIZAÇAO SOCIAL: UNIDADE PUBLICIZADA: RELATÓRIO TÉCNICO ANUAL ANO Data da entrega do Relatório: / / Recebido por: Sumário

Leia mais

RELATÓRIO DE EXECUÇÃO UPA TORRÕES

RELATÓRIO DE EXECUÇÃO UPA TORRÕES DIRETORIA GERAL DE MODERNIZAÇÃO E MONITORAMENTO DA ASSISTÊNCIA À SAÚDE RELATÓRIO DE EXECUÇÃO UPA TORRÕES Período Junho a Agosto de 2013 Novembro 2013 2 INTRODUÇÃO O excesso de pacientes com problemas médicos

Leia mais

MANUAL DO CREDENCIADO

MANUAL DO CREDENCIADO MANUAL DO CREDENCIADO MANUAL DO CREDENCIADO APRESENTAÇÃO Prezado (a) Doutor (a): A ORAL ODONTO é uma empresa criada e administrada por profissionais dentistas que se dedicam a oferecer os melhores recursos

Leia mais

SÃO CONSIDERADAS COMO QUEDAS AS SEGUINTES SITUAÇÕES: FATORES QUE PREDISPÕEM AO RISCO PARA QUEDA

SÃO CONSIDERADAS COMO QUEDAS AS SEGUINTES SITUAÇÕES: FATORES QUE PREDISPÕEM AO RISCO PARA QUEDA PROTOCOLO DE PREVENÇÃO DE QUEDAS: É a assistência multidisciplinar no monitoramento e implementação de medidas para prevenção de quedas em pacientes internados, em atendimento no Pronto Socorro e nos Serviços

Leia mais

CARTILHA DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE. Olá!! Fique informado, leia a Cartilha do SGQ!!!!!!

CARTILHA DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE. Olá!! Fique informado, leia a Cartilha do SGQ!!!!!! CARTILHA DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE Olá!! Fique informado, leia a Cartilha do SGQ!!!!!! Revisão 06 de 08/02/2011 CARTILHA DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE SGQ A Cartilha do Sistema de Gestão da

Leia mais

Manual de Regras e Procedimentos MANUAL DE REGRAS E PROCEDIMENTOS

Manual de Regras e Procedimentos MANUAL DE REGRAS E PROCEDIMENTOS MANUAL DE REGRAS E PROCEDIMENTOS 2 SUMÁRIO ENTENDA O MANUAL 04 CONHECENDO A AMMAVIDA 05 PROJETO SHOW DE ESPORTES E CULTURAMMA 06 PROJETO LER PARA CRESCER 08 CONHEÇA AS REGRAS DO PROJETO 09 DEVERES DOS

Leia mais

SISTEMA HILUM FISIOTERAPIAS

SISTEMA HILUM FISIOTERAPIAS SISTEMA HILUM FISIOTERAPIAS 2014 Tecnologia da Informação - TI Unimed Cascavel MANUAL HILUM 4.0 - FISIOTERAPIA A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS DE ESTÁGIO DOS CURSOS

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS DE ESTÁGIO DOS CURSOS MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS DE ESTÁGIO DOS CURSOS TÉCNICO EM RADIOLOGIA ESPECIALIZAÇÕES DE NÍVEL TÉCNICO EM TOMOGRAFIA ESPECIALIZAÇÕES DE NÍVEL TÉCNICO EM MAMOGRAFIA 1 MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS

Leia mais

MANUAL DO COORDENADOR REGIONAL VOLUNTÁRIO E TERMO DE COMPROMISSO DO COORDENADOR REGIONAL

MANUAL DO COORDENADOR REGIONAL VOLUNTÁRIO E TERMO DE COMPROMISSO DO COORDENADOR REGIONAL MANUAL DO COORDENADOR REGIONAL VOLUNTÁRIO E TERMO DE COMPROMISSO DO COORDENADOR REGIONAL 2010 TURMA DO BEM A Turma do Bem é uma OSCIP Organização da Sociedade Civil de Interesse Público fundada em 2002

Leia mais

Cartilha Ponto Biométrico

Cartilha Ponto Biométrico Cartilha Ponto Biométrico Secretaria Municipal de Administração, Orçamento e Informação 2 CONTROLE E APURAÇÃO DA FREQUÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA DO MUNICÍPIO DE DIVINÓPOLIS Prezado

Leia mais

Comitê Gestor do Programa de Divulgação da Qualificação dos Prestadores de Serviço na Saúde Suplementar COGEP

Comitê Gestor do Programa de Divulgação da Qualificação dos Prestadores de Serviço na Saúde Suplementar COGEP Comitê Gestor do Programa de Divulgação da Qualificação dos Prestadores de Serviço na Saúde Suplementar COGEP 6 ªReunião do GT de Indicadores Hospitalares 30/10/2012 GERPS/GGISE/DIDES/ANS Agenda Informes:

Leia mais

Atendimento de urgência (Pronto Atendimento)

Atendimento de urgência (Pronto Atendimento) 1 de 6 RESULTADO ESPERADO: 642 PROCESSOS RELACIONADOS: Apoio ao Cliente DESCRIÇÃO DO PROCEDIMENTO: AÇÃO RESPONSÁVEL REGISTROS DESCRIÇÃO DA AÇÃO 1. Atender o cliente Técnico de Enfermagem e Recepcionista

Leia mais

Estudo do Mercado de Clínicas Veterinárias. Sebrae/DF - UAM

Estudo do Mercado de Clínicas Veterinárias. Sebrae/DF - UAM Estudo do Mercado de Clínicas Veterinárias Sebrae/DF - UAM Sumário Introdução... 03 Objetivos... 04 Metodologia... 05 Análise Perfil... 08 Análise Avaliação da Imagem...16 Análise Avaliação do Consumo...

Leia mais

Cursinho pré-vestibular para o segundo semestre de 2011 pode variar até 607,14%

Cursinho pré-vestibular para o segundo semestre de 2011 pode variar até 607,14% Cursinho pré-vestibular para o segundo semestre de 2011 pode variar até 607,14% As férias já estão chegando ao fim e para os vestibulandos já é hora de iniciar os estudos. A escolha na prestação de serviços

Leia mais

Classificação de Risco &

Classificação de Risco & Enfermagem em Trauma e Emergência Classificação de Risco & Protocolo de Manchester Tiziane Rogério UNIVERSO Objetivo: Compreender e aplicar o Acolhimento com Classificação de Risco e o Protocolo de Manchester.

Leia mais

O acesso a informações públicas será assegurado mediante:

O acesso a informações públicas será assegurado mediante: SIMRECI Sistema de Relacionamento com o Cidadão O SIMRECI é um programa de computador que oferece ferramentas para a gestão do relacionamento com o cidadão e, especialmente garante ao poder público atender

Leia mais

Relatório Trabalhista

Relatório Trabalhista Rotinas de Pessoal & Recursos Humanos www.sato.adm.br - sato@sato.adm.br - fone (11) 4742-6674 Desde 1987 Legislação Consultoria Assessoria Informativos Treinamento Auditoria Pesquisa Qualidade Relatório

Leia mais

Claudilene Fernandes da Silva

Claudilene Fernandes da Silva CURSO DE ATUALIZAÇÃO Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde CONSCIENTIZAÇÃO E EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA IMPLANTAÇÃO ACOLHIMENTO COM CLASSIFICAÇÃO DE RISCO: ASSEGURANDO SATISFAÇÃO

Leia mais

AUDITORIA EM ENFERMAGEM. UNIPAC UBERLÂNDIA CURSO GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DISCIPLINA: Administração ll Profa : Amanda Cristina de Oliveira Mendes

AUDITORIA EM ENFERMAGEM. UNIPAC UBERLÂNDIA CURSO GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DISCIPLINA: Administração ll Profa : Amanda Cristina de Oliveira Mendes AUDITORIA EM ENFERMAGEM UNIPAC UBERLÂNDIA CURSO GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DISCIPLINA: Administração ll Profa : Amanda Cristina de Oliveira Mendes Conceito AUDITORIA é uma avaliação sistemática e formal de

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS DE ESTÁGIO DOS CURSOS: TÉCNICO EM RADIOLOGIA ESPECIALIZAÇÕES DE NÍVEL TÉCNICO EM TOMOGRAFIA

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS DE ESTÁGIO DOS CURSOS: TÉCNICO EM RADIOLOGIA ESPECIALIZAÇÕES DE NÍVEL TÉCNICO EM TOMOGRAFIA MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS DE ESTÁGIO DOS CURSOS: TÉCNICO EM RADIOLOGIA ESPECIALIZAÇÕES DE NÍVEL TÉCNICO EM TOMOGRAFIA ESPECIALIZAÇÕES DE NÍVEL TÉCNICO EM MAMOGRAFIA OBJETIVO DO MANUAL Este Manual

Leia mais

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DE REQUERIMENTOS ON-LINE

MANUAL PARA PREENCHIMENTO DE REQUERIMENTOS ON-LINE SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA DEPARTAMENTO DE RECURSOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO MANUAL PARA PREENCHIMENTO DE REQUERIMENTOS ON-LINE Mogi das Cruzes, 2010. Sumário 1. Requerimentos Disponíveis...

Leia mais

ANEXO I DO OBJETO. Descrição da Prestação de Serviços relacionados à CIRURGIA GERAL da FUSAM, compreendendo as seguintes funções:

ANEXO I DO OBJETO. Descrição da Prestação de Serviços relacionados à CIRURGIA GERAL da FUSAM, compreendendo as seguintes funções: ANEXO I DO OBJETO Descrição da Prestação de Serviços relacionados à CIRURGIA GERAL da FUSAM, compreendendo as seguintes funções: 1) Os serviços deverão ser prestados nas dependências da Fundação por profissionais

Leia mais

ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA SAMAS. MANUAL DE RECURSOS HUMANOS DO MUSEU DE ARTE SACRA

ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA SAMAS. MANUAL DE RECURSOS HUMANOS DO MUSEU DE ARTE SACRA ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA SAMAS. MANUAL DE RECURSOS HUMANOS DO MUSEU DE ARTE SACRA I -FINALIDADE. Este Regulamento tem por finalidade apresentar os princípios básicos de pessoal que devem

Leia mais

HOSPITAL DE PRONTO SOCORRO PORTO ALEGRE

HOSPITAL DE PRONTO SOCORRO PORTO ALEGRE HOSPITAL DE PRONTO SOCORRO PORTO ALEGRE HOSPITAL DE PRONTO SOCORRO PORTO ALEGRE - 134 leitos. - Média de 350 atendimentos/dia na emergência (de trauma e clínicos). MISSÃO A atenção à saúde, focada no

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE ODONTOLOGIA DA FACULDADE ASCES

REGULAMENTAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE ODONTOLOGIA DA FACULDADE ASCES REGULAMENTAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE ODONTOLOGIA DA FACULDADE ASCES NATUREZA E FINALIDADES Art. 1º. O estágio curricular do Curso de Odontologia da Faculdade ASCES constitui um momento de aprendizagem

Leia mais

TEM QUE MELHORAR MUITO

TEM QUE MELHORAR MUITO Confira gráficos, tabelas, críticas e sugestões sobre o convênio médico na ZF revelados em levantamento feito pelo Sindicato Comprovado: convênio médico na ZF TEM QUE MELHORAR MUITO Um levantamento feito

Leia mais

É a ausência ao trabalho e pode ser justificada nas seguintes situações:

É a ausência ao trabalho e pode ser justificada nas seguintes situações: Frequência Conceito O comparecimento do servidor na unidade organizacional (local de trabalho) onde tem exercício, para o desempenho das atribuições do seu cargo caracteriza a frequência. A ausência do

Leia mais

RELATÓRIO EXECUTIVO N 017/13 24ª REUNIÃO DE DIRETORIA GERIR/HUGO CONSELHO GESTOR

RELATÓRIO EXECUTIVO N 017/13 24ª REUNIÃO DE DIRETORIA GERIR/HUGO CONSELHO GESTOR RELATÓRIO EXECUTIVO N 017/13 24ª REUNIÃO DE DIRETORIA GERIR/HUGO CONSELHO GESTOR Data: 12/11/2013 Horário: 10h Presentes: Dr. Ciro Ricardo (Diretor Geral HUGO), Dr. Nasser Tannus (Diretor Técnico HUGO),

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL CUMULATIVO ASSISTÊNCIA MÉDICA AMBULATORIAL - AMA

RELATÓRIO MENSAL CUMULATIVO ASSISTÊNCIA MÉDICA AMBULATORIAL - AMA RELATÓRIO MENSAL CUMULATIVO ASSISTÊNCIA MÉDICA AMBULATORIAL - AMA ASSISTÊNCIA MÉDICA AMBULATORIAL ESPECIALIDADES - AMAE Março 213 CONVÊNIOS: AMA 23/28 e AMAE 41/29 SMS.G RESUMO EXECUTIVO A Associação Saúde

Leia mais

ANEXO I MODELO DE DECLARAÇÃO DE ELABORAÇÃO INDEPENDENTE DE PROPOSTA

ANEXO I MODELO DE DECLARAÇÃO DE ELABORAÇÃO INDEPENDENTE DE PROPOSTA ANEXO I MODELO DE DECLARAÇÃO DE ELABORAÇÃO INDEPENDENTE DE PROPOSTA (Identificação completa do representante da EMPRESA), como representante devidamente constituído de (Identificação completa da EMPRESA)

Leia mais

ANEXO II "AÇÕES DE DESINSTITUCIONALIZAÇÃO E DE FORTALECIMENTO DA RAPS" INTEGRANTES, OU A SEREM INCLUÍDAS, NO PLANO DE AÇÃO DA RAPS

ANEXO II AÇÕES DE DESINSTITUCIONALIZAÇÃO E DE FORTALECIMENTO DA RAPS INTEGRANTES, OU A SEREM INCLUÍDAS, NO PLANO DE AÇÃO DA RAPS ANEXO II "AÇÕES DE DESINSTITUCIONALIZAÇÃO E DE FORTALECIMENTO DA RAPS" INTEGRANTES, OU A SEREM INCLUÍDAS, NO PLANO DE AÇÃO DA RAPS EQUIPE DE DESINSTITCUIONALIZAÇÃO - MODALIDADE: VALOR DO PROJETO: 1. DADOS

Leia mais

FUNDAÇÃO VISCONDE DE CAIRU/CEPPEV COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA. Relatório descritivo DA Avaliação Institucional

FUNDAÇÃO VISCONDE DE CAIRU/CEPPEV COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA. Relatório descritivo DA Avaliação Institucional FUNDAÇÃO VISCONDE DE CAIRU/CEPPEV COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA Relatório descritivo DA Avaliação Institucional Novembro/Dezembro de 2005 Nome do Curso Perfil da Amostra Número de Professores Gestão

Leia mais

Para a sociedade Promover soluções de acesso a tratamentos odontológicos.

Para a sociedade Promover soluções de acesso a tratamentos odontológicos. REGIONAL VOLUNTÁRIO 2010 / 2011 CONHECENDO A TURMA DO BEM A Turma do Bem é uma OSCIP Organização da Sociedade Civil de Interesse Público fundada em 2002 que tem como missão mudar a percepção da sociedade

Leia mais

RELATÓRIO EXECUTIVO N 004/14 32ª REUNIÃO DE DIRETORIA GERIR/HUGO

RELATÓRIO EXECUTIVO N 004/14 32ª REUNIÃO DE DIRETORIA GERIR/HUGO RELATÓRIO EXECUTIVO N 004/14 32ª REUNIÃO DE DIRETORIA GERIR/HUGO Data: 04/02/2014 Horário: 10h Presentes: Ciro Ricardo Pires de Castro (Diretor Geral - HUGO), Sr. Thulio Lorentz (Diretor Administrativo

Leia mais

Cover. Guia de Gestão de Contatos para Clínicas. Como converter novos contatos em agendamentos

Cover. Guia de Gestão de Contatos para Clínicas. Como converter novos contatos em agendamentos Cover Aprimorando o Atendimento ao Cliente para melhor Performance em Produtividade e Receita Text Guia de Gestão de Contatos para Clínicas Como converter novos contatos em agendamentos Gestão de contatos

Leia mais

Locais de trabalho: UBS da região de Capela do Socorro e Parelheiros

Locais de trabalho: UBS da região de Capela do Socorro e Parelheiros Edital do Processo Seletivo de Auxiliar de Consultório Dentário ACD e Técnico em Higiene Dental THD para compor a Equipe de Saúde Bucal do Programa Saúde da Família 2009 Obedecendo à Portaria nº 892/04,

Leia mais

NÚCLEO DE PRÁTICAS INTEGRADAS (NPI) CURSO DE PSICOLOGIA SERVIÇO DE PSICOLOGIA FADERGS. Porto Alegre, 2012.

NÚCLEO DE PRÁTICAS INTEGRADAS (NPI) CURSO DE PSICOLOGIA SERVIÇO DE PSICOLOGIA FADERGS. Porto Alegre, 2012. NÚCLEO DE PRÁTICAS INTEGRADAS (NPI) CURSO DE PSICOLOGIA SERVIÇO DE PSICOLOGIA FADERGS Porto Alegre, 2012. NÚCLEO DE PRÁTICAS INTEGRADAS (NPI) CURSO DE PSICOLOGIA SERVIÇO DE PSICOLOGIA FADERGS Coordenadora

Leia mais