3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares"

Transcrição

1 3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares UNIDADE 1 BICHO E GENTE, CADA UM TEM UM JEITO DIFERENTE! A proposta deste tema é estimular a criança a perceber as diferenças existentes entre os seres humanos e os outros animais. Partimos do pressuposto de que, quando conhece e compreende as características dos seres vivos que fazem parte do ambiente em que vive, a criança começa a perceber a diversidade de vida existente ao seu redor, assim como as relações de interdependência existentes entre todos os seres vivos e entre eles e o ambiente. Esses aspectos são explorados por meio de ações didáticas diversas (atividades de construção, de composição, de leitura de textos de diferentes tipologias e de imagens), que criam condições para que a criança observe, analise e reflita sobre as características (semelhanças e diferenças) desses seres e as relações de interdependência. Nesta unidade exploramos ainda as diversas capacidades humanas, os papéis sociais, os espaços sociais e os lugares. p. 4 (página de abertura) Para trabalhar o conceito de diferença e diversidade na Educação Infantil são necessárias algumas referências. Inicie uma conversa com as crianças sobre os bichos que elas conhecem, incentivando-as a falar de suas características, como tamanho, cor, o que comem, etc. Você pode contar ou ler histórias infantis que falem do comportamento dos bichos, como por exemplo o livro Os bichos que tive, de Sylvia Orthof (São Paulo, Moderna, 2005). Uma outra alternativa é programar passeios com as crianças pelos arredores da escola, a fim de que observem e reconheçam os seres que vivem próximos a elas. Na volta do passeio, solicite que registrem o que viram por meio de desenhos, fotografias, recorte e colagem. Faça a leitura das situações apresentadas na página, incentivando as crianças a perceber as diferenças existentes entre as pessoas e entre os outros animais, o que eles têm em comum e o modo de viver dos outros animais e das pessoas. Perguntas como estas podem ajudar no processo de leitura das imagens: Será que as pessoas também comem o que a galinha está comendo? Nós também comemos o que o coelho está comendo? Será que os bichos e as pessoas brincam juntos? Você já brincou com um bicho? Você acha que as pessoas vivem sozinhas? E os bichos? Por quê? Quantos bichos aparecem nesta cena? Eles são diferentes em quê? Quantas pessoas aparecem nesta cena? Elas são iguais? Em quê? São parecidas? Em quê? Nessa fase, em que a criança ainda se comporta de forma bastante egocêntrica, é importante trabalhar as relações de afeto, de respeito e de amizade que devem ser construídas entre as pessoas e entre as pessoas e os bichos, e isso pode ser feito por meio da releitura de algumas cantigas de roda. Exemplos: Atirei o pau no gato Não atire o pau no gato Porque isso Não se faz. O gatinho é nosso amigo. Não devemos maltratar os animais! 14

2 O cravo e a rosa O cravo ficou doente. A rosa foi visitar. O cravo teve um desmaio. A rosa pôs-se a chorar. A rosa deu um remédio E o cravo logo sarou. O cravo foi levantado. A rosa o abraçou. p. 5 Para ampliar a reflexão sobre o jeito de cada ser vivo (gente e bicho), iniciamos o desenvolvimento do tema com uma atividade de identificação de animais e de exploração de suas características. Antes de propor a realização da atividade da página, organize na sala de aula cantinhos com materiais de sucata; livros de histórias de bichos (como as fábulas de La Fontaine, por exemplo); materiais de desenho, pintura e colagem; livros, revistas, jornais infantis e enciclopédias; etc. Você também pode possibilitar às crianças que naveguem na internet, consultando os sites especializados em animais, ou organizar uma sessão de cinema na escola, para que elas conheçam e reconheçam alguns animais que compõem a fauna brasileira, entre aves, mamíferos, répteis, anfíbios, peixes e invertebrados, observando onde vivem (hábitat), como vivem, o que comem, características físicas, etc. Realizadas essas atividades de identificação de diferentes animais, proponha às crianças que, usando materiais diversos, apresentem o animal de sua preferência. Exponha a produção da turma na sala de aula e solicite que organizem os animais, formando dois grupos: aqueles que podem viver perto de nós e aqueles que não podem, isto é, aqueles que têm de viver em seu hábitat. A partir daqui as crianças poderão realizar a atividade proposta no livro. Organize com elas um fichário dos animais domésticos, explorando a idéia de que nem todo animal doméstico é de estimação. Essas atividades darão base para que as crianças participem ativamente da seção Conversando. p. 6 e 7 A intenção aqui é trabalhar as características de cada animal por meio de atividades de leitura reflexiva. As adivinhas são excelentes recursos para a construção de um pensar reflexivo, além de ser uma forma bem divertida de brincar, pois a criança brinca de ler. Quando se trata de crianças de 3 a 4 anos, o desenvolvimento da capacidade de ouvir e de prestar atenção naquilo que ouve é nossa responsabilidade. Ao apresentar cada adivinha, faça-o com bastante expressividade, explorando os gestos, movimentos faciais e corporais. Explore esses movimentos com a criança durante a leitura, imitando, por exemplo, a forma de locomoção de cada animal. Transcreva o texto de cada adivinha para um cartaz, a fim de que as crianças possam ir percebendo a relação entre a fala e a escrita, o direcionamento da escrita e o espaçamento entre as palavras. Instigue-as a falar sobre outras características do gato, do macaco e do cachorro, entre outros. Crie outras adivinhas com as crianças e motive-as a representar outros animais que conhecem por meio de desenho, colagem ou construção com sucata. Aqui, além de brincar de ler, a criança está brincando de escrever. Lembrando! Quando a criança brinca sozinha ou com outra(s), ela está construindo a sua identidade e a sua autonomia. p. 8 a 10 O objetivo principal das atividades destas páginas é possibilitar às crianças identificar as diferenças existentes entre as pessoas no que se refere às características físicas de cada uma como a idade, o gênero, a etnia, às suas preferências e às suas necessidades. 15

3 Essa proposta em especial apresenta duas situações de leitura a do texto verbal e a do texto não-verbal, assim como a possibilidade de a criança interferir na imagem retratada. Durante a leitura do texto, chame a atenção das crianças para as pessoas retratadas, de forma que observem as características de cada uma. Pessoas com idades diferentes, entre elas homens e mulheres, meninos e meninas, ocupam os mesmos espaços. Algumas estão em grupos, enquanto outras estão sozinhas, o que demonstra diferenças quanto ao modo de agir e às preferências. Explore essas diferenças nas situações cotidianas vividas pela criança. Algumas sugestões: 1. Organize um passeio pelos arredores da escola para que as crianças possam observar as pessoas e perceber as diferenças existentes entre elas. 2. Solicite aos alunos que tragam fotos das pessoas de sua família e fotos recortadas de revistas ou jornais. A partir da observação das imagens, elas poderão perceber que cada um é um. As pessoas podem ser magras ou gordas, altas ou baixas, afrodescendentes ou brancas, apresentar alguma limitação física ou não. Diferem também quanto à nacionalidade, ao trabalho que realizam, à sua condição social, etc. p. 11 e 12 Antes de propor a realização das atividades, faça a dinâmica proposta a seguir, para que cada criança se reconheça e se veja como é. Você vai precisar de uma caixa de sapatos, que deverá ser encapada com um papel de presente bem colorido. Coloque no fundo da caixa um espelho voltado para cima. Crie um clima de suspense, dizendo para as crianças: Vocês vão ver nesta caixa algo maravilhoso, algo muito especial, porque é único, mas não podem contar o que é!. Organize as crianças em círculo e sente-se no centro. Cada criança será convidada a ver o que há dentro da caixa. Peça que olhem bem, para perceber cada detalhe. Incentive esse olhar por meio de perguntas. Depois que todas as crianças tiverem ido ao centro da roda, olhe você também dentro da caixa. Peça então que falem sobre a maravilha que viram dentro da caixa: elas próprias! Você também pode iniciar uma conversa falando das características de seu próprio rosto e contando às crianças como percebeu isso olhando-se em um espelho ou ouvindo o que alguém falou sobre seu rosto para você. Diga-lhes que estamos mais acostumados a observar os outros do que a nós mesmos. Siga as orientações apresentadas na página 11. Coloque um espelho na sala e chame as crianças, uma a uma, para observar-se. Faça uma pergunta diferente a cada criança. Exemplos: Olhe-se bem no espelho. Mostre o seu rosto. Olhe bem o seu rosto. O que você vê nele? Olhe bem a sua cabeça. Ela é coberta de quê? Chame a atenção das crianças para a vinheta Tem presente pra você! Leia-a com expressão de surpresa e alegria e desafie as crianças a tentar adivinhar que presente será esse. Organize a brincadeira na sala de aula. Para o trabalho com o auto-retrato, incentive as crianças a representar o próprio rosto usando, num primeiro momento, giz de cera e lápis de diferentes cores. Depois, proponha que façam o auto-retrato em papel canson, usando materiais de diferentes texturas, como lápis, tintas, etc., e que retratem diferentes expressões faciais. Finalizado o trabalho, apresente às crianças alguns auto-retratos feitos por artistas famosos, algumas caricaturas, etc. Exponha no mural da classe as reproduções conseguidas e faça com as crianças a leitura de cada obra, destacando os aspectos que estão evidenciados. Durante a realização do auto-retrato, explore a quantidade de cada parte que compõe o rosto: 2 olhos, 2 orelhas, um nariz, uma boca, uma cabeça. Proponha a representação dessas quantidades por meio de materiais diversos, como pedrinhas, palitos, etc. p. 13 e 14 Em seu livro Música na Educação Infantil (São Paulo, Peirópolis, 2003), Teca Alencar de Brito afirma que os primeiros anos de aprendizagem são propícios para que a criança comece a entender o que é a linguagem musical, aprenda a ouvir sons e perceba a diferença entre eles. Segundo a autora, todo trabalho realizado na Educação Infantil deve buscar a brinca- 16

4 deira musical, aproveitando o fato de que existe uma identificação natural da criança com a música. Na página 13, propomos a leitura de um texto ritmado como ponto de partida para que as crianças reconheçam as partes do corpo e como motivação para movimentarem o próprio corpo, obedecendo a um ritmo. Apresente a cantiga (o texto ritmado) para as crianças cantando e fazendo a escrita do texto no quadro-de-giz (é importante que essa relação entre a oralidade e a escrita seja feita na presença das crianças). Em seguida, faça a leitura apontada do texto em diferentes ritmos e com expressão. Peça às crianças que se organizem, formando uma roda. Solicite que identifiquem cada parte do corpo que é citada no texto. Combine que, ao final de cada verso, elas deverão bater os pés com força no chão. Amplie esse trabalho com as sugestões apresentadas no Livro do Aluno. Uma outra possibilidade de ampliação dessa atividade é a retomada da leitura do texto escrito no cartaz. Cada uma em seu livro, as crianças deverão acompanhar a leitura com o dedo indicador, o que possibilitará que elas percebam não só a relação entre a oralidade e a escrita, como também o direcionamento da escrita e o espaçamento entre as palavras. Explore com os alunos a imagem que ilustra o texto. Chame a atenção deles para as diferenças de condições físicas existentes entre as crianças, destacando que isso não é um impedimento para que brinquem juntas. Dessa forma você estará trabalhando a questão da inclusão, aspecto educacional que exige cuidados, mas que precisa ser enfrentado no espaço escolar com sensibilidade e determinação. Explore a expressão e os movimentos do corpo por meio de cantigas, quadrinhas e brincadeiras de roda. Veja algumas sugestões: Fecho para dormir. Abro para acordar. Vejo tudo com meus olhos... Só preciso olhar! Na roda Para dentro da roda Eu vou pular Para fora da roda Eu vou saltar. Ao centro da roda Vamos chegar (todos caminham para dentro do círculo) Depois, de mãos dadas, Vamos rodar (rodar em sentido horário, no círculo) Você também pode trabalhar com o corpo as noções de atrás e na frente, em cima e embaixo, à direita e à esquerda. Palminhas, palminhas (as crianças batem palmas) nós vamos bater Direita e esquerda (as crianças batem palmas à direita e à esquerda, 2 vezes) nós vamos bater Pra cima e pra baixo (as crianças batem uma palma em cima e outra embaixo) nós vamos bater 17

5 Bem leve, bem leve (as crianças batem palmas bem fraquinho) nós vamos bater Bem forte, bem forte (as crianças batem palmas bem forte) nós vamos bater [...] p. 15 a 19 Na página 15, a intenção é trabalhar conteúdos de Matemática por meio da contagem uma a uma de algumas partes do corpo. Além disso, a atividade proposta embasa a construção das idéias de único e de par. Antes de iniciar a atividade de registro não-convencional das quantidades, desafie as crianças a contar uma a uma as partes do corpo: pés, mãos, olhos, pernas, cabeça, etc. Proponha que registrem as quantidades com pedrinhas, palitos, grãos, risquinhos, etc. Nessa fase, é importante que a criança faça a relação um a um, pressuposto para ir desenvolvendo noções matemáticas cada vez mais complexas. A contagem é fundamental para a compreensão do conceito de número. Oriente as atividades de registro. As quadrinhas a seguir podem contribuir para a compreensão das funções das partes do corpo. Veja: Foram feitos meus pezinhos para andar. Meus braços Para a mamãe abraçar. Com minhas pernas Eu posso andar. Os meus pezinhos Sabem pisar. Para ampliar a idéia de contagem, trabalhe com a música Dedinhos, do cancioneiro popular. Enquanto brinca com a música, a criança conta os dedos das mãos. Dedinhos Polegares, polegares, Indicadores, indicadores, Dedos médios, dedos médios, Anulares, anulares, 18

INFORMATIVO 2015 GRUPO 3

INFORMATIVO 2015 GRUPO 3 INFORMATIVO 2015 GRUPO 3 3 Considerar a criança como sujeito é levar em conta, nas relações que com ela estabelecemos, que ela tem desejos, ideias, opiniões, capacidade de decidir, de criar, e de inventar,

Leia mais

O mundo da gente. Educação Infantil 1 (3 ou 4 anos) Organização da coleção, conteúdos e sugestões de atividades complementares

O mundo da gente. Educação Infantil 1 (3 ou 4 anos) Organização da coleção, conteúdos e sugestões de atividades complementares O mundo da gente Educação Infantil 1 (3 ou 4 anos) Organização da coleção, conteúdos e sugestões de atividades complementares Célia Cúnico Sandra Korso Kutzke 1 SUMÁRIO 1. Organização da coleção... 3 2.

Leia mais

NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL NTE VARGINHA PROJETO IDENTIDADE

NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL NTE VARGINHA PROJETO IDENTIDADE Projeto Identidade Quem sou eu??? NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL NTE VARGINHA PROJETO IDENTIDADE ELABORAÇÃO: Míria Azevedo de Lima Bartelega --------------------------------Agosto / 2010 I A Questão

Leia mais

O mundo da gente. Educação Infantil 3 (5 ou 6 anos) Organização da coleção, conteúdos e sugestões de atividades complementares

O mundo da gente. Educação Infantil 3 (5 ou 6 anos) Organização da coleção, conteúdos e sugestões de atividades complementares O mundo da gente Educação Infantil 3 (5 ou 6 anos) Organização da coleção, conteúdos e sugestões de atividades complementares Célia Cúnico Beatriz Müller Maria do Rocio Torres Sônia Marangon Veima Vecchiatto

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA. Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio. Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150.

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA. Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio. Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150. COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio. Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150. PROJETO PRIMEIRAS SENSAÇÕES SÉRIE: Berçário A Berçário B PROFESSORAS:

Leia mais

Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio. Eu me remexo muito. E onde eu chego?

Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio. Eu me remexo muito. E onde eu chego? Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio Rua Tonelero, 56 Copacabana RJ site:www.redesagradorj.com.br / e-mail:cscm@redesagradorj.com.br Eu me remexo muito. E onde eu chego? Turma: Maternal II A Professora

Leia mais

O mundo da gente. Educação Infantil 2 (4 ou 5 anos) Organização da coleção, conteúdos e sugestões de atividades complementares

O mundo da gente. Educação Infantil 2 (4 ou 5 anos) Organização da coleção, conteúdos e sugestões de atividades complementares O mundo da gente Educação Infantil 2 (4 ou 5 anos) Organização da coleção, conteúdos e sugestões de atividades complementares Célia Cúnico Beatriz Müller Maria do Rocio Torres Sônia Marangon Veima Vecchiatto

Leia mais

Aprender brincando e brincar aprendendo: zero a três anos

Aprender brincando e brincar aprendendo: zero a três anos Aprender brincando e brincar aprendendo: zero a três anos Brincadeiras são peças fundamentais na engrenagem da Educação Infantil. Não se trata de apenas distrair as crianças. Brincar contribui para o desenvolvimento

Leia mais

Projeto - Conhecendo os animais

Projeto - Conhecendo os animais Projeto - Conhecendo os animais Tema: Seres Vivos Público alvo: Educação Infantil / Crianças de 4 a 5 anos Área de conhecimento: Natureza e Sociedade Duração: Cinco semanas Justificativa: Este projeto

Leia mais

FACULDADE EÇA DE QUEIROS. Edna Cristina do Nascimento. Marineide Gonçalves. Tâmara de Oliveira PROJETO PEDAGÓGICO JANDIRA

FACULDADE EÇA DE QUEIROS. Edna Cristina do Nascimento. Marineide Gonçalves. Tâmara de Oliveira PROJETO PEDAGÓGICO JANDIRA FACULDADE EÇA DE QUEIROS Edna Cristina do Nascimento Marineide Gonçalves Tâmara de Oliveira PROJETO PEDAGÓGICO JANDIRA MARÇO 2012 FACULDADE EÇA DE QUEIROS PROJETO PEDAGÓGICO SOBRE O LIVRO: MENINA BONITA

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATERNAL I

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATERNAL I COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATERNAL I SÉRIE: EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL

Leia mais

SER CRIANÇA É MUITO BOM

SER CRIANÇA É MUITO BOM SER CRIANÇA É MUITO BOM Débora Rodrigues Elen Liedke UNIDADEæ1 Educação infantil LIVRO DO PROFESSOR NOME: DATA: ESTA É A TURMA DO NOSSO AMIGUINHO. ELES QUEREM DIZER PRA VOCÊ QUE SER CRIANÇA É MUITO BOM.

Leia mais

Programação da 1ª Etapa Maternal 2 Educação Infantil

Programação da 1ª Etapa Maternal 2 Educação Infantil Programação da 1ª Etapa Maternal 2 Educação Infantil Prezados Pais: Vocês estão recebendo a programação do trabalho pedagógico que será desenvolvido com os alunos do Maternal 2, na 1ª Etapa. As atividades

Leia mais

Duração: Aproximadamente um mês. O tempo é flexível diante do perfil de cada turma.

Duração: Aproximadamente um mês. O tempo é flexível diante do perfil de cada turma. Projeto Nome Próprio http://pixabay.com/pt/cubo-de-madeira-letras-abc-cubo-491720/ Público alvo: Educação Infantil 2 e 3 anos Disciplina: Linguagem oral e escrita Duração: Aproximadamente um mês. O tempo

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Abril2014

Atividades Pedagógicas. Abril2014 Atividades Pedagógicas Abril2014 I A ADAPTAÇÃO Estamos chegando ao final do período de adaptação do grupo IA e a cada dia conhecemos mais sobre cada bebê. Começamos a perceber o temperamento, as particularidades

Leia mais

PROJETO DE ESTÁGIO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

PROJETO DE ESTÁGIO NA EDUCAÇÃO INFANTIL PROJETO DE ESTÁGIO NA EDUCAÇÃO INFANTIL BRIZOLA, Silene Francisca dos Santos. (UNEMAT) silenefsb@hotmail.com SILVA, Maria Ivonete da. (UNEMAT) ivonete0304@hotmail.com RESUMO Este projeto foi desenvolvido

Leia mais

INFORMATIVO 2015 GRUPO 1

INFORMATIVO 2015 GRUPO 1 INFORMATIVO 2015 GRUPO 1 3 Considerar a criança como sujeito é levar em conta, nas relações que com ela estabelecemos, que ela tem desejos, ideias, opiniões, capacidade de decidir, de criar, e de inventar,

Leia mais

7 7 E8BOOK7CURSO7DE7 ORATÓRIA7

7 7 E8BOOK7CURSO7DE7 ORATÓRIA7 HTTP://WWW.SUPEREDESAFIOS.COM.BR/SEGREDO/FORMULANEGOCIOONLINE E8BOOKCURSODE ORATÓRIA Prof.DaniloMota Prof.&Danilo&Mota& &Blog&Supere&Desafios& 1 Introdução:Tempodeouvir,tempodefalar. Não saber ouvir bem,

Leia mais

Projeto: Filhotes. Eixo: Natureza e Sociedade Duração: Setembro/Outubro de 2012 Infantil I

Projeto: Filhotes. Eixo: Natureza e Sociedade Duração: Setembro/Outubro de 2012 Infantil I Projeto: Filhotes Eixo: Natureza e Sociedade Duração: Setembro/Outubro de 2012 Infantil I Justificativa: A escolha da temática FILHOTES para o infantil I se deve ao fato de que os animais em geral provocam

Leia mais

Atividades psicomotoras

Atividades psicomotoras Atividades psicomotoras ANDAR Andar de lado (passos laterais) Andar de lado (passos cruzados) Correr com as mãos na cabeça Correr com as mãos nos quadris Correr com as mão nas costas Saltitar com 2 pés

Leia mais

Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância [SNIPI]

Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância [SNIPI] Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância [SNIPI] Informação para os pais Estimulando a linguagem das crianças Do nascimento aos 2 anos O bebé recém-nascido tenta comunicar com os pais através

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES PARA O PRIMEIRO ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE NOVE ANOS: FERRAMENTA DE APOIO AO PROFESSOR DA CRIANÇA DE 6 ANOS.

CADERNO DE ATIVIDADES PARA O PRIMEIRO ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE NOVE ANOS: FERRAMENTA DE APOIO AO PROFESSOR DA CRIANÇA DE 6 ANOS. CADERNO DE ATIVIDADES PARA O PRIMEIRO ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE NOVE ANOS: FERRAMENTA DE APOIO AO PROFESSOR DA CRIANÇA DE 6 ANOS. Elaine Cristina Rodrigues Gomes Vidal. Gruhbas Projetos Educacionais

Leia mais

TIMOTHY VAI À ESCOLA

TIMOTHY VAI À ESCOLA TIMOTHY VAI À ESCOLA Resumo Esta simpática série mostra o cotidiano de Timothy e de seus colegas no início da vida escolar. Os episódios trazem criativas ideias de atividades e aproveitam para também trabalhar

Leia mais

PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014

PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014 C O L É G I O L A S A L L E Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Guarani, 2000 - Fone (045) 3252-1336 - Fax (045) 3379-5822 http://www.lasalle.edu.br/toledo/ PROGRAMA DE 2014 DISCIPLINA: LINGUAGEM

Leia mais

PROJETO ANIMAIS. 1. Tema: O mundo dos animais. Área de abrangência: 2. Duração: 01/06 a 30/06. 3. Apresentação do projeto:

PROJETO ANIMAIS. 1. Tema: O mundo dos animais. Área de abrangência: 2. Duração: 01/06 a 30/06. 3. Apresentação do projeto: PROJETO ANIMAIS 1. Tema: O mundo dos animais Área de abrangência: (x) Movimento (x) Musicalização (x) Artes Visuais (x) Linguagem Oral e Escrita (x) Natureza e Sociedade (x) Matemática 2. Duração: 01/06

Leia mais

Como estimularo. desenvolvimento da. filho. linguagem

Como estimularo. desenvolvimento da. filho. linguagem Como estimularo desenvolvimento da linguagem do seu filho Primeiros 3 meses Ao nascer, sua audição já está bem desenvolvida. Atente para a importância de realizar o Teste da Orelhinha no seu filho, logo

Leia mais

CURRÍCULO UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA BERÇÁRIO e INICIAL 1º BIMESTRE - BERÇÁRIO e INICIAL

CURRÍCULO UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA BERÇÁRIO e INICIAL 1º BIMESTRE - BERÇÁRIO e INICIAL CUÍCULO UNFCDO P DUCÇÃO BÁC BÇÁO e NCL 1º BM - BÇÁO e NCL Á OND CHG CONÚDO / VDD MMÁC o estabelecimento de aproximações a algumas noções matemáticas presentes no cotidiano. equência numérica por meio da

Leia mais

INDICE Introdução 03 Você é muito bonzinho 04 Vamos ser apenas amigos dicas para zona de amizade Pg: 05 Evite pedir permissão

INDICE Introdução 03 Você é muito bonzinho 04 Vamos ser apenas amigos dicas para zona de amizade Pg: 05 Evite pedir permissão 1 INDICE Introdução... Pg: 03 Você é muito bonzinho... Pg: 04 Vamos ser apenas amigos dicas para zona de amizade... Pg: 05 Evite pedir permissão... Pg: 07 Não tenha medo de ser você mesmo... Pg: 08 Não

Leia mais

REGIANE PEREA CARVALHO A LITERATURA INFANTIL E A MATEMÁTICA: UM ESTUDO COM ALUNOS DE 5 E 6 ANOS DE IDADE DA EDUCAÇÃO INFANTIL

REGIANE PEREA CARVALHO A LITERATURA INFANTIL E A MATEMÁTICA: UM ESTUDO COM ALUNOS DE 5 E 6 ANOS DE IDADE DA EDUCAÇÃO INFANTIL PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC/SP REGIANE PEREA CARVALHO A LITERATURA INFANTIL E A MATEMÁTICA: UM ESTUDO COM ALUNOS DE 5 E 6 ANOS DE IDADE DA EDUCAÇÃO INFANTIL MESTRADO PROFISSIONAL

Leia mais

Como é a criança de 4 a 6 anos

Como é a criança de 4 a 6 anos de 4 a 6 anos Como é a criança Brinque: lendo histórias, cantando e desenhando. A criança se comunica usando frases completas para dizer o que deseja e sente, dar opiniões, escolher o que quer. A criança

Leia mais

30 DE NOVEMBRO DIA DA CONECTIVIDADE GUIA PRÁTICO PARA ORGANIZAR O DIA DA CONECTIVIDADE NA SUA ESCOLA. Vamos nessa?

30 DE NOVEMBRO DIA DA CONECTIVIDADE GUIA PRÁTICO PARA ORGANIZAR O DIA DA CONECTIVIDADE NA SUA ESCOLA. Vamos nessa? 30 DE NOVEMBRO DIA DA CONECTIVIDADE GUIA PRÁTICO PARA ORGANIZAR O DIA DA CONECTIVIDADE NA SUA ESCOLA Vamos nessa? 1. Missão da Campanha A mobilização Internet na Escola tem um pedido simples: investimento

Leia mais

MARCOS DE APRENDIZAGEM EDUCAÇÃO INFANTIL 0 a 3 Anos

MARCOS DE APRENDIZAGEM EDUCAÇÃO INFANTIL 0 a 3 Anos Prefeitura Municipal do Salvador Secretaria Municipal da Educação e Cultura SMEC Coordenadoria de Ensino e Apoio Pedagógico CENAP MARCOS DE APRENDIZAGEM EDUCAÇÃO INFANTIL 0 a 3 Anos COMPETÊNCIA CONTEÚDO

Leia mais

PROFESSORA: GISELE GELMI. LOCAL: SÍTIO BANDEIRANTES

PROFESSORA: GISELE GELMI. LOCAL: SÍTIO BANDEIRANTES EMEF ANTÔNIO ANDRADE GUIMARÃES PROJETO CONSCIÊNCIA NEGRA: EDUCAÇÃO NÃO TEM COR. PROFESSORA: GISELE GELMI. LOCAL: SÍTIO BANDEIRANTES Todo brasileiro, mesmo o alvo, de cabelo louro, traz na alma, quando

Leia mais

Projeto Quem sou eu? Tema: Identidade e Autonomia Público alvo: Educação Infantil Disciplina: Natureza e Sociedade Duração: Seis semanas

Projeto Quem sou eu? Tema: Identidade e Autonomia Público alvo: Educação Infantil Disciplina: Natureza e Sociedade Duração: Seis semanas Projeto Quem sou eu? Image URI: http://mrg.bz/q6vqo3 Tema: Identidade e Autonomia Público alvo: Educação Infantil Disciplina: Natureza e Sociedade Duração: Seis semanas Justificativa: Tendo em vista a

Leia mais

Projeto Festa Junina

Projeto Festa Junina Projeto Festa Junina Justificativa Educação Infantil O mês de junho é marcado por muitas festividades que evidenciam a pluralidade cultural existente em nosso país. Este projeto tem por objetivo levar

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL. DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III e IV ARTE

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL. DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III e IV ARTE CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL 2013 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III e IV ARTE OBJETIVOS GERAIS Desenvolver o pensamento artístico, estético e crítico; Estimular a percepção visual

Leia mais

Sugestões de Rotina Diária. Creche

Sugestões de Rotina Diária. Creche jck 'Un trk Sugestões de Rotina Diária.-- Pauta:15/02/2013 Creche Idade- De 1 a 3. > Eixo Temático- Linguagem Oral e Escrita, Formação; Objetivo- Inserir a criança no mundo letrado respeitando o conhecimento

Leia mais

Possibilitar o conhecimento dos diferentes grupos religiosos construindo um. referencial de entendimento das diferenças e respeito ao outro.

Possibilitar o conhecimento dos diferentes grupos religiosos construindo um. referencial de entendimento das diferenças e respeito ao outro. TEMA: Preconceito religioso SÉRIE 2ª. Série Andressa Priscila Chiquiti - chiqt@bol.com.br 4. OBJETIVO /s Possibilitar o conhecimento dos diferentes grupos religiosos construindo um referencial de entendimento

Leia mais

Aulas Complementares. Música, Jogos em Movimento, Educação Ambiental, Informática e Inglês

Aulas Complementares. Música, Jogos em Movimento, Educação Ambiental, Informática e Inglês Aulas Complementares Música, Jogos em Movimento, Educação Ambiental, Informática e Inglês Educação Ambiental Patricia Matos Ibrahim Educação Ambiental- Patrícia Para tornar a atividade de afofar a terra

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As histórias do senhor urso. 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S): Em busca das cores. 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) Episódio explora de maneira

Leia mais

GUIA DE BOAS IDEIAS PARA SENSIBILIZAÇÃO E MOTIVAÇÃO DOS ALUNOS PARA REALIZAÇÃO DAS AVALIAÇÕES EXTERNAS

GUIA DE BOAS IDEIAS PARA SENSIBILIZAÇÃO E MOTIVAÇÃO DOS ALUNOS PARA REALIZAÇÃO DAS AVALIAÇÕES EXTERNAS GUIA DE BOAS IDEIAS PARA SENSIBILIZAÇÃO E MOTIVAÇÃO DOS ALUNOS PARA REALIZAÇÃO DAS AVALIAÇÕES EXTERNAS VERSÃO PRELIMINAR SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA

Leia mais

CONHECIMENTO INTERPESSOAL INICIAL

CONHECIMENTO INTERPESSOAL INICIAL CONHECIMENTO INTERPESSOAL INICIAL DINÂMICAS DE GRUPO GUIÕES DE APRESENTAÇÃO Professor Ano Letivo 2011/2012 Aos Pares A dinâmica consiste em que os participantes divididos em pares se entrevistem uns aos

Leia mais

01. Dinâmica: do 1, 2, 3

01. Dinâmica: do 1, 2, 3 01. Dinâmica: do 1, 2, 3 Objetivo: Quebra-gelo 1º momento: Formam-se duplas e então solicite para que os dois comecem a contar de um a três, ora um começa, ora o outro. Fica Fácil. 2º momento: Solicite

Leia mais

Projetos. Outubro 2012

Projetos. Outubro 2012 Projetos Outubro 2012 UM DIA CHUVOSO NA ESCOLA Hoje amanheceu chovendo muito e o vento soprava forte. A nossa sala estava pronta e arrumada para receber as crianças, mas o mau tempo fez com que elas se

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Abril2014

Atividades Pedagógicas. Abril2014 Atividades Pedagógicas Abril2014 II A Jogos As crianças da Turma dos Amigos, desde os primeiros dias de aula, têm incluídos em sua rotina as brincadeiras com jogos de encaixe. Vários jogos estão disponíveis

Leia mais

Programa de Incentivo à Leitura Infantil Revista EBD Aprender+ 3º Tri 2015: Reis de Israel

Programa de Incentivo à Leitura Infantil Revista EBD Aprender+ 3º Tri 2015: Reis de Israel O PIL KIDS foi desenvolvido para ajudar na fixação das lições das revistas EBD infantil da Editora Betel de forma lúdica e contém várias atividades semanais elaboradas dentro de uma perspectiva e linguagem

Leia mais

Projetos Pedagógicos. Agosto 2012

Projetos Pedagógicos. Agosto 2012 Projetos Pedagógicos Agosto 2012 AMIZADE Amigo a gente cuida, faz carinho, brinca, sorri e até chora junto, e percebemos o quanto precisamos um do outro. A amizade é muito valiosa para nós que construímos

Leia mais

Desenvolvimento Eixo movimento - crianças de 4 a 8 meses. Objetivos Dimensões Atividades Material Indicador. Reconhecimento progressivo de segmentos

Desenvolvimento Eixo movimento - crianças de 4 a 8 meses. Objetivos Dimensões Atividades Material Indicador. Reconhecimento progressivo de segmentos Desenvolvimento Eixo movimento - de 4 a 8 meses. Objetivos Dimensões Atividades Material Indicador. Reconhecimento progressivo de segmentos Papel laminado. Espelho de parede. e elementos do próprio Almofadas.

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Outubro 2013

Atividades Pedagógicas. Outubro 2013 Atividades Pedagógicas Outubro 2013 EM DESTAQUE Acompanhe aqui um pouco do dia-a-dia de nossos alunos em busca de novos aprendizados. GRUPO III A GRUPO III B GRUPO III C GRUPO III D ATIVIDADES DE SALA

Leia mais

Bicho de sete cabeças e outros seres fantásticos, de Eucanaã Ferraz: poesia para não ter medo do desconhecido. Ana Paula Klauck

Bicho de sete cabeças e outros seres fantásticos, de Eucanaã Ferraz: poesia para não ter medo do desconhecido. Ana Paula Klauck Publicado na revista eletrônica Tigre Albino Volume 3, Número 3. 2010. ISSN: 1982-9434 Disponível em: http://www.tigrealbino.com.br/texto.php?idtitulo=08f1c7471182e83b619f12bfa4 27e1e0&&idvolume=9a2be2ed7998330d41811b14e9f81f2d

Leia mais

OBSERVE O DESENHO DO LÁPIS ABAIXO. DESENHE UM LÁPIS MAIOR DO QUE ESTE.

OBSERVE O DESENHO DO LÁPIS ABAIXO. DESENHE UM LÁPIS MAIOR DO QUE ESTE. OBSERVE O DESENHO DO LÁPIS ABAIXO. DESENHE UM LÁPIS MAIOR DO QUE ESTE. 5 VEJA O DESENHO DAS BOLAS. LIGUE AS QUE TÊM O MESMO TAMANHO. 6 NA FIGURA ABAIXO, DESENHE CABELOS COMPRIDOS NA BONECA DA ANA. 7 OBSERVE

Leia mais

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2010. Educação Infantil I Segmento I

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2010. Educação Infantil I Segmento I Colégio Cor Jesu Brasília DF Plano de Curso 2010 Educação Infantil I Segmento I Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA Ano: Infantil I Segmento: I COMPETÊNCIAS HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS - ALUNOS EIXOS TEMÁTICOS/CONTEÚDOS

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DA 1ª ETAPA MATERNAL II DA EDUCAÇÃO INFANTIL

PROGRAMAÇÃO DA 1ª ETAPA MATERNAL II DA EDUCAÇÃO INFANTIL Programação da 1ª Etapa Maternal II - Educação Infantil A RAZÃO E A SABEDORIA FALAM. O ERRO E A IGNORÂNCIA GRITAM. Sto. Agostinho Prezados Pais: Vocês estão recebendo a programação do trabalho pedagógico

Leia mais

PROJETO MEIO AMBIENTE E RECICLAGEM. CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL CRESCER

PROJETO MEIO AMBIENTE E RECICLAGEM. CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL CRESCER PROJETO MEIO AMBIENTE E RECICLAGEM. CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL CRESCER PERIODO: JULHO E AGOSTO JUSTIFICATIVA: A educação Ambiental não deve ser tratada como algo distante do cotidiano dos alunos,

Leia mais

Versículo para memorizar: Deus ama quem dá com alegria (2 Coríntios 9:7)

Versículo para memorizar: Deus ama quem dá com alegria (2 Coríntios 9:7) A ALEGRIA DE OFERTAR A lição a seguir é relato de um fato ocorrido durante a Campanha de Missões de Setembro /2001. O objetivo principal é desenvolver nas crianças o amor pela contribuição na obra missionária.

Leia mais

IGREJA PENTECOSTAL DO EVANGELHO PLENO Ministério de Avivamento Mundial Maranatha

IGREJA PENTECOSTAL DO EVANGELHO PLENO Ministério de Avivamento Mundial Maranatha TREINAMENTO DE PROFESSORES DA ESCOLA BÍBLICA INFANTIL Provérbios 22: 6 Instrui o menino no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele. Objetivos da EBD Infantil: A EBD infantil

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Histórias do Senhor Urso. 2. EPISÓDIO TRABALHADO A Prima do Coelho. 3. SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO Os brinquedos ouvem batidos na porta: é

Leia mais

MINHA PRIMEIRA BIBLIOTECA

MINHA PRIMEIRA BIBLIOTECA CADERNO DE ATIVIDADES PRÉ-ESCOLA I PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE EDUCAÇÃO INFANTIL MINHA PRIMEIRA

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 34, Toledo PR Fone: 377-850 PLANEJAMENTO ANUAL MOVIMENTO SÉRIE: PRÉ I PROFESSOR: Carla Iappe

Leia mais

Atlas Observe o mundo a sua volta. Como você classificaria os objetos que vê? Por seu uso, cor, forma, tamanho, natureza? A intenção aqui é que toda

Atlas Observe o mundo a sua volta. Como você classificaria os objetos que vê? Por seu uso, cor, forma, tamanho, natureza? A intenção aqui é que toda Atlas Observe o mundo a sua volta. Como você classificaria os objetos que vê? Por seu uso, cor, forma, tamanho, natureza? A intenção aqui é que toda a turma crie categorias de classificação. Grupos então

Leia mais

A CURA DE UM MENINO Lição 31

A CURA DE UM MENINO Lição 31 A CURA DE UM MENINO Lição 31 1 1. Objetivos: Mostrar o poder da fé. Mostrar que Deus tem todo o poder. 2. Lição Bíblica: Mateus 17.14-21; Marcos 9.14-29; Lucas 9.37-43 (Leitura bíblica para o professor)

Leia mais

CULTURA POPULAR E EDUCAÇÃO

CULTURA POPULAR E EDUCAÇÃO Textos Escolhidos de Cultura e Arte Populares, vol.1. n. 1, 2004. CULTURA POPULAR E EDUCAÇÃO Maria Clara de Castro Borges O texto defende a importância da utilização de elementos da cultura popular em

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES PRÉ-ESCOLA II

CADERNO DE ATIVIDADES PRÉ-ESCOLA II FotoHelio Melo FotoHelio Melo EM JI ANÍBAL MACHADO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO Secretaria Municipal de Educação Subsecretaria de Ensino Coordenadoria de Educação Gerência de Educação Infantil

Leia mais

Trabalhando com gráfico na Educação Infantil momentos em que brincar é coisa séria

Trabalhando com gráfico na Educação Infantil momentos em que brincar é coisa séria Trabalhando com gráfico na Educação Infantil momentos em que brincar é coisa séria Autora: Ana Cristina Fonseca Instituição: PUC-Campinas Fonseca.cris@uol.com.br Co -autor 1: Maria Auxiliadora Bueno Andrade

Leia mais

Turma do Maternal as minhocas e a plantação de rabanetes.

Turma do Maternal as minhocas e a plantação de rabanetes. RELATÓRIO DE GRUPO MATERNAL VESPERTINO 2º SEMESTRE DE 2014 Professora: Jéssica Oliveira Professora auxiliar: Elizabeth Fontes Coordenação: Lucy Ramos Torres Turma do Maternal as minhocas e a plantação

Leia mais

APÊNDICE A - Músicas

APÊNDICE A - Músicas APÊNDICE A - Músicas Músicas 1 GUT GUT SEM PARAR Adaptação ao meio líquido Bebeu a água da piscina toda Fui ver quem era, era o João Ele bebia a água da piscina Ele fazia gut gut gut gut gut sem parar

Leia mais

REDE PRÓ-MENINO. ECTI - Escola no Combate ao Trabalho Infantil ATIVIDADE MÓDULO 2 (COLAGEM) EM INTEGRAÇÃO COM O MÓDULO 1- B (ENTREVISTA)

REDE PRÓ-MENINO. ECTI - Escola no Combate ao Trabalho Infantil ATIVIDADE MÓDULO 2 (COLAGEM) EM INTEGRAÇÃO COM O MÓDULO 1- B (ENTREVISTA) REDE PRÓ-MENINO ECTI - Escola no Combate ao Trabalho Infantil CURSISTA: JACKELYNE RIBEIRO CINTRA MORAIS CPF: 014275241-06 ATIVIDADE MÓDULO 2 (COLAGEM) EM INTEGRAÇÃO COM O MÓDULO 1- B (ENTREVISTA) Características

Leia mais

COLEÇÃO SAE DIGITAL EDUCAÇÃO INFANTIL

COLEÇÃO SAE DIGITAL EDUCAÇÃO INFANTIL COLEÇÃO SAE DIGITAL EDUCAÇÃO INFANTIL A CRIANÇA E O MUNDO A coleção está organizada com base em duas concepções principais: o entendimento sobre o que é a criança e determinada definição de cultura. A

Leia mais

LISTA DE MATERIAL PARA 2016 EDUCAÇÃO INFANTIL 3

LISTA DE MATERIAL PARA 2016 EDUCAÇÃO INFANTIL 3 LISTA DE MATERIAL PARA 2016 EDUCAÇÃO INFANTIL 3 O Colégio Objetivo fornece aos seus alunos todos os Cadernos de Atividades necessários ao trabalho desenvolvido nas diversas áreas. Esses cadernos são elaborados

Leia mais

SUGESTÕES PARA O PROFESSOR

SUGESTÕES PARA O PROFESSOR SUGESTÕES PARA O PROFESSOR 1º ANO do ENSINO FUNDAMENTAL Elaine Prado Estas sugestões para o professor são parte integrante do livro A arte de brincar com música 1º ano do Ensino Fundamental, de Elaine

Leia mais

EU SOU UM BONECO! UMA EXPERIÊNCIA EM AUTORRETRATO

EU SOU UM BONECO! UMA EXPERIÊNCIA EM AUTORRETRATO EU SOU UM BONECO! UMA EXPERIÊNCIA EM AUTORRETRATO Adriana D Agostino Relato de experiência Resumo A experiência apresentada foi realizada em 2013 no Colégio Salesiano Santa Teresinha a partir do material

Leia mais

Aula 130 Conteúdos: Gênero textual: Provérbios. Brincadeiras tradicionais. Área do quadrado. Mata atlântica. LINGUAGENS, MAT., CIÊNCIAS DA NAT.

Aula 130 Conteúdos: Gênero textual: Provérbios. Brincadeiras tradicionais. Área do quadrado. Mata atlântica. LINGUAGENS, MAT., CIÊNCIAS DA NAT. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aula 130 Conteúdos: Gênero textual: Provérbios. Brincadeiras tradicionais. Área do quadrado. Mata atlântica. 3 CONTEÚDO

Leia mais

COLEÇÃO VEM COMIGO! Isa Mara Lando ilustrações de Mariângela Haddad

COLEÇÃO VEM COMIGO! Isa Mara Lando ilustrações de Mariângela Haddad COLEÇÃO VEM COMIGO! Isa Mara Lando ilustrações de Mariângela Haddad www.autenticaeditora.com.br Rua Aimorés, 981, 8º andar Bairro Funcionários CEP 30140-071 Belo Horizonte, MG Tel. (31) 3222-6819 Fax:

Leia mais

10 Educação Musical: planejamento e atividades Conteúdo

10 Educação Musical: planejamento e atividades Conteúdo Planejamento de atividades lúdicas em Educação Musical Planejamento de atividades em Educação Musical Criando estratégias de ensino e aprendizagem musical Questões para pensar estratégias de ensino e aprendizagem

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 TÍTULO DO PROGRAMA Balinha e Dentinho. 2 EPISÓDIO TRABALHADO Conhecendo o Rosquinha. 3 SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO Balinha e Dentinho encontram um cachorro perdido

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA: MENTIRA DA BARATA

SEQUÊNCIA DIDÁTICA: MENTIRA DA BARATA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO INFANTIL E FUNDAMENTAL DIRETORIA DE ENSINO FUNDAMENTAL SEQUÊNCIA DIDÁTICA: MENTIRA DA BARATA

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Agosto 2014

Atividades Pedagógicas. Agosto 2014 Atividades Pedagógicas Agosto 2014 EM DESTAQUE Acompanhe aqui um pouco do dia-a-dia de nossos alunos em busca de novos aprendizados. ATIVIDADES DE SALA DE AULA GRUPO III A GRUPO III B GRUPO III C GRUPO

Leia mais

O trabalho com as cantigas e parlendas

O trabalho com as cantigas e parlendas O trabalho com as cantigas e parlendas nós na sala de aula - módulo: língua portuguesa 1º ao 3º ano - unidade 4 Cantigas e parlendas ajudam a introduzir a criança no mundo da leitura. Isso porque são textos

Leia mais

Palavra da Direção INFORMATIVO DO COLÉGIO APOIO

Palavra da Direção INFORMATIVO DO COLÉGIO APOIO MAIO D S T Q Q S S 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 INFORMATIVO DO COLÉGIO APOIO Palavra da Direção Todas as nossas homenagens àquelas que merecem o maior

Leia mais

A emoção de trabalhar com livros criativos nos reportam ao mundo das palavras que não podem ser ditas, somente sentidas em qualquer lugar e hora.

A emoção de trabalhar com livros criativos nos reportam ao mundo das palavras que não podem ser ditas, somente sentidas em qualquer lugar e hora. A emoção de trabalhar com livros criativos nos reportam ao mundo das palavras que não podem ser ditas, somente sentidas em qualquer lugar e hora. Bons livros são grandes companheiros que nos reportam a

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL IV - 2012 OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL IV - 2012 OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL IV - 2012 OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Os PCNs indicam como objetivos da Educação Infantil que os alunos sejam capazes de: Expressar, manifestar

Leia mais

Formação de PROFESSOR EU ME DECLARO CRIANÇA

Formação de PROFESSOR EU ME DECLARO CRIANÇA Formação de PROFESSOR EU ME DECLARO CRIANÇA 1 Especial Formação de Professor Por Beatriz Tavares de Souza* Apresentação O livro apresenta os princípios da Declaração Universal dos Direitos da Criança.

Leia mais

PORTFÓLIO NA ED. INFANTIL COMO ORGANIZÁ-LO E O QUE USAR NA AVALIAÇÃO

PORTFÓLIO NA ED. INFANTIL COMO ORGANIZÁ-LO E O QUE USAR NA AVALIAÇÃO Copyright Eduqa.me 2015 Todos os direitos reservados. PORTFÓLIO NA ED. INFANTIL COMO ORGANIZÁ-LO E O QUE USAR NA AVALIAÇÃO SUMÁRIO Tipos de portfólio...3 Como organizar...5 Avaliando...7 a) Oralidade...8

Leia mais

A ARTE DA FOTOGRAFIA DE SEBASTIÃO SALGADO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

A ARTE DA FOTOGRAFIA DE SEBASTIÃO SALGADO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS A ARTE DA FOTOGRAFIA DE SEBASTIÃO SALGADO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Suzi Maria Petró, Mariel Hidalgo Garcia, Susane Hubner, Kelly da Slva Moraes, Marco Mello, Márcia Vargas, André Rodrigues Horta,

Leia mais

verdenovo ESTUDOS ATIVIDADES PRÁTICAS PARA AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA

verdenovo ESTUDOS ATIVIDADES PRÁTICAS PARA AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA verdenovo ESTUDOS ATIVIDADES PRÁTICAS PARA AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA BRUXINHA E AS BRANCAS DE NEVE Faixa etária: 2 a 6 anos Materiais: Chapéu de bruxa Desenvolvimento: Uma criança será escolhida para ser

Leia mais

9 Dinâmicas de Grupo para o início das Aulas Atividades Lúdicas

9 Dinâmicas de Grupo para o início das Aulas Atividades Lúdicas Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicasparaprimeirodiadeaula 9 Dinâmicas de Grupo para o início das Aulas Atividades Lúdicas Apresentamos o especial do site Esoterikha.com e Redemotivacao.com.br

Leia mais

PLANEJAMENTO (Cantiga de Roda /Trava-língua /Adivinhas)

PLANEJAMENTO (Cantiga de Roda /Trava-língua /Adivinhas) PLANEJAMENTO (Cantiga de Roda /Trava-língua /Adivinhas) Professora: Juceli Pola Competências Objetivo Geral Objetivos Específicos Leitura; oralidade; memória; raciocínio; ritmo; dramatização. * Proporcionar

Leia mais

AS ARTES E O LÚDICO: UMA PROPOSTA ATRAVÉS DA HISTÓRIA DO CARNAVAL

AS ARTES E O LÚDICO: UMA PROPOSTA ATRAVÉS DA HISTÓRIA DO CARNAVAL AS ARTES E O LÚDICO: UMA PROPOSTA ATRAVÉS DA HISTÓRIA DO CARNAVAL Fernanda de Paula Alves de Oliveira Professora da Rede Municipal de Ensino de Londrina fernandadepaula.fp@hotmail.com Gleisse Cristiane

Leia mais

Palavras Soltas. Projeto Pedagógico 2014/2015. Equipa Educativa:

Palavras Soltas. Projeto Pedagógico 2014/2015. Equipa Educativa: Palavras Soltas Equipa Educativa: Ana Maria Lopes; Ana Paula Neves; Daniela Bonito; Sandra Silva; Tathiana Germano; Teresa Ouro Índice Palavras Soltas 2 14 pág. Introdução... 5 I. Justificativa/ Tema...

Leia mais

Tripulação do Maternal A e as viagens com os piratas.

Tripulação do Maternal A e as viagens com os piratas. RELATÓRIO DE GRUPO MATERNAL A 2º SEMESTRE DE 2014 Professora: Jéssica Oliveira Professora auxiliar: Elizabeth Fontes Coordenação: Lucy Ramos Torres Tripulação do Maternal A e as viagens com os piratas.

Leia mais

Estrelas Estrelas nos olhos... Ele tem um brilho intenso nos olhos... Tem um brilho que se expande em estrelas nos meus olhos... Faz pensar...em ser brilho... Brilho nos olhos dele... Perfume de Amor Flor,

Leia mais

Avaliação e observação

Avaliação e observação Avaliação e observação Objetivo da Aula Identifi car o papel da avaliação no processo de ensino-aprendizagem. A avaliação é uma prática social, estamos sempre avaliando, fazendo escolhas. Avaliamos o que

Leia mais

Centro de Desenvolvimento Infantil Estimulopraxis

Centro de Desenvolvimento Infantil Estimulopraxis Centro de Desenvolvimento Infantil Estimulopraxis Janeiro de 2013 Este documento tem como objectivo ajudar as pessoas mais próximas do GB a complementar o trabalho executado ao longo das sessões de Reabilitação

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

ATIVIDADES PARA O DIA DO ÍNDIO 19 DE ABRIL

ATIVIDADES PARA O DIA DO ÍNDIO 19 DE ABRIL ATIVIDADES PARA O DIA DO ÍNDIO 19 DE ABRIL Pintura facial pg. 02 Saia indígena pg. 02 Dança indígena pg. 02 Passeio pela floresta pg. 02 Modelo de cocar para o do livro Natureza e Sociedade 5 anos pg.

Leia mais

Número Racional: conceito e representação AAA5. Atividades de Apoio à Aprendizagem. Sistema Nacional de Formação de Profissionais da Educação Básica

Número Racional: conceito e representação AAA5. Atividades de Apoio à Aprendizagem. Sistema Nacional de Formação de Profissionais da Educação Básica Número Racional: conceito e representação MATEMÁTICA MATEMÁTICA Número Racional: conceito e representação AAA5 Atividades de Apoio à Aprendizagem AAA5 GESTAR I Sistema Nacional de Formação de Profissionais

Leia mais

Gabinete de Apoio ao Aluno e à Comunidade Educativa (GACE)

Gabinete de Apoio ao Aluno e à Comunidade Educativa (GACE) Núcleos de Estudo Caderno de Apoio Núcleos de Estudo 1 Podes dizer-me, por favor, que caminho devo seguir para sair daqui? [perguntou a Alice] Isso depende muito de para onde é que queres ir disse o Gato.

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Outubro 2013

Atividades Pedagógicas. Outubro 2013 Atividades Pedagógicas Outubro 2013 EM DESTAQUE Acompanhe aqui um pouco do dia-a-dia de nossos alunos em busca de novos aprendizados. ATIVIDADES DE SALA DE AULA GRUPO IV A GRUPO IV B GRUPO IV C GRUPO IV

Leia mais

Elementos da Prática Pedagógica na Educação Infantil

Elementos da Prática Pedagógica na Educação Infantil Elementos da Prática Pedagógica na Educação Infantil Claudia Maria da Cruz Consultora Educacional FEVEREIRO/2015 AMOSC-EGEM-FECAM Cuidar e educar como aspectos integrados; Construção de um currículo que

Leia mais

Colégio Nossa Senhora da Soledade C O N T E Ú D O S. Eu vim para servir (cf.mc10,45) Grupo 2 EDUCAÇÃO INFANTIL

Colégio Nossa Senhora da Soledade C O N T E Ú D O S. Eu vim para servir (cf.mc10,45) Grupo 2 EDUCAÇÃO INFANTIL Colégio Nossa Senhora da Soledade C O N T E Ú D O S Eu vim para servir (cf.mc10,45) Grupo 2 EDUCAÇÃO INFANTIL Prezado(a) aluno(a): Novo ano, novas expectativas, novos desejos, novos anseios e um novo caminho

Leia mais