seuestilo Banco do Brasil Estilo, mais próximo de você leia também: Banco do João faz sucesso em Cannes Agosto 2007 Ano 1 nº 4

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "seuestilo Banco do Brasil Estilo, mais próximo de você leia também: Banco do João faz sucesso em Cannes Agosto 2007 Ano 1 nº 4"

Transcrição

1 Agosto 2007 Ano 1 nº 4 Publicação dirigida aos clientes Estilo do Banco do Brasil palavra do BB Banco do Brasil Estilo, mais próximo de você É com satisfação que chegamos à 4ª edição de, uma publicação que, a julgar pelo número de cartas e mensagens que recebemos desde a divulgação do primeiro exemplar, em maio deste ano, tem alcançado sucesso no objetivo de aproximar ainda mais o Banco do Brasil de você, cliente Estilo, mantendo-o informado sobre as novidades e atualidades do BB e procurando ajudá-lo a entender o mundo das finanças e da economia. Nesta edição, oferecemos uma entrevista exclusiva com o executivo do Banco do Brasil Estilo, José de Mesquita Filho. Você vai conhecer também algumas peculiaridades do mundo dos cafés, expostas por Nathan Herszkowicz, diretor da Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC) e renomado especialista do setor. E ainda poderá entender um pouco mais sobre a volatilidade no mercado de renda fixa, tema complexo que procura apresentar de forma mais simples a você. Entre as novidades oferecidas pelo BB Estilo, são destacados nesta edição os novos produtos de previdência privada e a mudança na conversão de pontos do programa de relacionamento Ponto pra Você. Boa leitura! leia também: Planejando desde cedo o seu horizonte financeiro BB Estilo cresce junto com seus clientes O prazer de uma xícara de café Um seguro de vida sob medida para a mulher Banco do João faz sucesso em Cannes A campanha Troca de Fachadas, que rebatizou com nomes de clientes centenas de agências do Banco do Brasil em diferentes cidades do País, conquistou um Leão de bronze no 54º Festival Internacional de Publicidade de Cannes, França, o mais importante prêmio da publicidade mundial. Procuramos enfatizar os vínculos emocionais, culturais e sociais do BB com seus clientes, e a resposta está sendo excelente, explica o diretor de Marketing e Comunicação do BB, Paulo Rogério Caffarelli. Nenhuma empresa poderia, melhor que o Banco do Brasil, estabelecer essa identificação com o João, com a Maria, com a Janaína; enfim, com cada brasileiro, pois a brasilidade está na alma da empresa. Além do sucesso junto ao público, a campanha Troca de Fachadas recebeu também o reconhecimento da mídia. Foi selecionada, por exemplo, para fazer parte do World Media 2007, publicação da revista inglesa Campaign, que reúne as campanhas publicitárias de maior destaque em todo o mundo.

2 seu Dinheiro Entenda a volatilidade dos fundos de renda fixa Imagine que você e mais dois amigos decidiram comprar uma casa pelo valor de R$ 450 mil, onde cada um contribuiu com R$ 150 mil. Três anos mais tarde, o valor da casa caiu para R$ 300 mil. Digamos, então, que um dos sócios queira sair da sociedade. Nesse momento, não se toma como base o valor da compra e sim o valor que a casa vale no mercado. Assim, sua quota valerá R$ 100 mil. Em sentido oposto, numa eventual valorização do imóvel para R$ 600 mil, a quota individual passaria a ser de R$ 200 mil, e não mais de R$ 150 mil. Nos fundos de investimento ocorre o mesmo, só que os ativos são títulos e valores mobiliários contabilizados diariamente pelo preço que valem no mercado, o que explica a possibilidade de oscilações positivas ou negativas das quotas. A precificação destes ativos no patrimônio do fundo é determinada por um procedimento conhecido como marcação a mercado, que nada mais é do que contabilizar o ativo pelo seu preço real, ou seja, valor pelo qual ele seria vendido no mercado em determinado momento, assim como no exemplo da casa. Essa medida, determinada pelo Banco Central e pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários), visa dar maior transparência aos investidores, uma vez que reflete corretamente as variações dos ativos, das quotas e do patrimônio líquido do fundo de acordo com o mercado. O BB RF Pré LP Estilo, por exemplo, é um fundo de investimento em quotas, com estratégia de longo prazo, que prioriza a inclusão de ativos de renda fixa prefixados em sua carteira. Pelas suas características e política de investimentos, esse fundo se beneficia de um ambiente de queda da taxa de juros no mercado futuro e é prejudicado quando ocorre uma elevação dessas taxas. Considerando que não houve alteração nos fundamentos da economia nacional, e as projeções do mercado continuam sinalizando queda nas taxas de juros, o ambiente para os fundos de renda fixa com papéis prefixados e estratégias de longo prazo continua favorável. Contudo, o investidor deve estar preparado para enfrentar possíveis volatilidades no curto prazo. Estratégia de investimentos Os dados da economia norte-americana em julho mostraram enfraquecimento do setor imobiliário com riscos de contaminação em outros setores. Porém, o ritmo da atividade continua expressivo, amparado, sobretudo, por um aquecido mercado de trabalho. A inflação mantém-se como fonte de preocupação mundial, sendo monitorada atentamente pelos bancos centrais. Neste contexto, a política de aperto monetário nas principais economias desenvolvidas deverá ser mantida, com manutenção da taxa de juros americana e elevação da taxa na Zona do Euro. A economia brasileira mantém o viés positivo de consolidação e crescimento, com estabilidade cambial e da inflação, queda dos juros e valorização consistente da Bolsa. Com base nesse cenário, seguem nossas análises sobre os principais investimentos: DI Apesar da redução da rentabilidade nominal em função da queda da taxa básica Selic, sugerimos a alocação de parte dos investimentos nas aplicações vinculadas ao DI (depósito interfinanceiro) para proteção e redução da volatilidade. Renda Fixa O cenário continua favorável para os produtos de renda fixa prefixados, embora os prêmios estejam se reduzindo na medida em que a Selic se aproxima do patamar de um dígito. A volatilidade tende a aumentar no curto prazo. Bolsa Mesmo após a alta consistente da Bovespa no primeiro semestre, as estimativas para 2007 foram revisadas e mostram que ainda há espaço para ganhos. A partir de agora, contudo, a seleção correta dos papéis e a concepção de uma carteira de ações passam a ser ainda mais importantes para o investidor, pois dilui riscos e otimiza ganhos. A continuidade do viés de alta dependerá do fluxo positivo dos investidores estrangeiros. Moeda Com a continuidade do intenso fluxo cambial, tanto na conta financeira como na comercial, a moeda americana deverá testar a barreira de R$ 1,80, após ter rompido a de R$ 1,90, não dando margens para ganhos em moeda. A indicação fica restrita para investidores com objetivo de diversificação ou proteção contra passivos em dólar. Osvaldo de Salles Guerra Cervi Estrategista em investimentos Perfil Conservador Alocação de Carteiras 55% 25% 20% Perfil Moderado Perfil Arrojado 30% 30% 30% 30% 35% 20% Fundos DI e/ou CDB DI Fundos Renda Fixa e/ou CDB Pré Fundos Multimercado Fundos de Ações e/ou Ações 2

3 seu Estilo BB Estilo cresce junto com seus clientes O segmento Estilo do Banco do Brasil encontra-se em plena fase de crescimento. Segundo José de Mesquita Filho, executivo do Banco do Brasil Estilo, somente nos últimos dois meses a base de clientes cresceu mais de 40%. E, para dar cobertura eficiente a essa expansão, o Banco vai inaugurar várias agências, lançar produtos exclusivos e ampliar a equipe de atendimento especializada. Confira a seguir os principais trechos da entrevista concedida ao pelo executivo: O BB Estilo está num ritmo de crescimento acelerado. Como se dá essa expansão? Mesquita: Algumas alterações recentes nos parâmetros de ingresso permitiram que cerca de 150 mil novos correntistas fossem agregados ao modelo de relacionamento, o que já representou crescimento importante na base de clientes. Hoje temos o privilégio de contar com 350 mil clientes Estilo, que têm acesso a serviços exclusivos de alta qualidade e são atendidos por uma equipe qualificada. Há demanda para um modelo mais sofisticado, como o Estilo? Mesquita: Sim, claro. Hoje o cliente não quer um banco que preste apenas os serviços convencionais de qualquer instituição. Quer, sim, um banco que o acompanhe nas suas necessidades e conquistas ao longo da vida, com orientação personalizada e especializada. É esse conceito que buscamos ofertar. Qual a estrutura que está sendo implementada para sustentar tal expansão? Mesquita: É fundamental que o crescimento da base de clientes aconteça na mesma proporção que a expansão da oferta de facilidades, de produtos e serviços exclusivos para o segmento. O que inclui, por exemplo, a inauguração de cerca de 150 pontos de atendimento Estilo nos próximos meses. Além disso, ampliamos a equipe dedicada ao segmento para mais de pessoas, toda ela formada por profissionais qualificados para prestar assessoria financeira. E sobre produtos, quais são as novidades? Mesquita: São muitas, sempre em linha com a demanda de nossos clientes. Enquadramse aqui vantagens adicionais no programa de relacionamento Ponto pra Você, os novos fundos de previdência e de Capital Protegido, além de novas carteiras de renda variável previstas ao longo do ano, em sintonia com o cenário de redução dos juros no País. O objetivo é oferecer oportunidades de diversificação ao cliente Estilo, com a formatação de carteiras de investimentos que atendam aos diversos perfis e objetivos do investidor. O prazer de uma xícara de café Apesar de ser uma das mais antigas bebidas da humanidade, o café se mantém em moda e na mídia. É consumido por 95% dos brasileiros acima de 15 anos e considerado, depois da água, a bebida de preferência nacional. Qual o segredo dessa vitalidade do café? São vários, a começar pelos benefícios que ele nos dá ao espírito e até à nossa saúde. Café é símbolo de amizade, de cortesia e de boas-vindas. Bebido diariamente e em doses moderadas, entre três e quatro xícaras ao longo do dia, o café deixa as pessoas mais alertas, fisicamente dispostas e com o raciocínio mais ágil. Mas o melhor de tudo são as novidades que a cada momento vão sendo incorporadas ao café. A febre das cafeterias é uma delas. Quem não se delicia com um excelente café expresso tirado por um sorridente e simpático barista? E com os cappuccinos e os drinques quentes ou gelados, verdadeiras alquimias à base de café? No rastro das cafeterias estão a melhoria da qualidade do café e a inovação com que as indústrias têm brindado seus consumidores. Além de embalagens atraentes, que incorporam tecnologias como o sistema a vácuo e as válvulas aromáticas, tem café de todo tipo: em sachê, em grão torrado, orgânico, descafeinado, solúvel, aromatizado e marcas certificadas como Tradicional, Superior e Gourmet. Entretanto, apesar de tudo isso, muitos se perguntam: como escolher o melhor café? Assim como os vinhos, os cafés têm sua história, que tem início lá na fazenda. A qualidade do café começa pelas variedades cultivadas, topografia, formas de beneficiamento e microclimas das fazendas. Por isso, cada café tem uma identidade própria de sabor, doçura, acidez e corpo. O que a indústria faz é procurar preservar ao máximo essas características, podendo produzir um café de origem, chamado de Estate Coffee elaborado com grãos de uma única fazenda, ou blendados, que é a combinação de grãos de diversas origens, resultando em efeitos mágicos. As embalagens certificadas informam todas essas características. Nas fazendas e nas indústrias, são experientes classificadores e provadores que criam esses produtos, que resultam nessa enorme gama de marcas à disposição nas prateleiras. Faça o teste: compre duas marcas diferentes e prepare-as simultaneamente. Primeiro, sinta o aroma de cada uma. Depois, sorva lentamente, apreciando e observando todas as características e nuances. O café pode ter um sabor achocolatado, algumas notas cítricas, sabor e aroma bem equilibrados. Compare e escolha. O café, na verdade, não tem segredo. Tem é mistério: o sabor e o prazer que cada um de nós pode descobrir numa deliciosa xícara de café. Nathan Herszkowicz Diretor da ABIC Associação Brasileira da Indústria de Café 3

4 seus Produtos Brasilprev Estilo: novas opções ao estilo de cada cliente Mais pontos para você A partir deste mês, o programa de relacionamento Ponto pra Você tem novos critérios para a conversão dos pontos gerados com os gastos nas funções de crédito e débito de seu cartão Ourocard Platinum Estilo. Confira: Gastos na função crédito passam a valer 1,1 ponto para cada US$ 1 pago na fatura. Gastos na função débito passam a valer 1,1 ponto para cada US$ 2 debitados em conta corrente. Lembre-se: os pontos adquiridos poderão ser trocados por prêmios disponíveis no catálogo, que você pode conferir no site bb.com.br, ou trocados por milhagens aéreas. expediente Os planos de previdência Brasilprev Estilo têm novidades para você. A partir de agora, além de contar com a possibilidade de aplicação simultânea em quatro diferentes fundos, o cliente Estilo pode optar por um conceito em previdência inovador no mercado: o Ciclo de Vida. O Banco do Brasil oferece um seguro de vida concebido especialmente para o perfil feminino: o BB Seguro Vida Mulher. Além das coberturas tradicionais de um seguro de vida, o produto garante o pagamento do benefício em vida para diagnósticos de câncer de mama ou de colo do útero, sem a necessidade de comprovação de gastos. Os novos fundos, que compõe o conceito Ciclo de Vida, proporcionam o equilíbrio dos percentuais aplicados em renda fixa e renda variável, de acordo com cada fase da sua vida, maximizando o retorno de seu investimento. Tem a característica de começar arrojado e gradualmente se tornar mais conservador, deixando você tranqüilo no momento de resgatar seus benefícios. Já os demais fundos foram desenvolvidos para quem quer participar ativamente da gestão de seu investimento. Eles dão ao cliente a possibilidade de montar estratégias de acordo com sua experiência no mercado financeiro. Oferecem para tanto as opções de carteira conservadora, moderada ou arrojada. Fale com seu gerente e saiba mais sobre as novidades. Um seguro de vida sob medida para a mulher O objetivo é garantir à segurada tranqüilidade financeira para esse tipo de tratamento, além de toda a comodidade dos serviços exclusivos da Assistência SOS Mulher, que inclui serviço de babá em caso de hospitalização da mãe, avaliação de exames e diagnósticos médicos por especialistas no exterior, aulas particulares para os filhos em caso de afastamento materno e até transporte gratuito para tratamentos de fisioterapia, entre outros. Trata-se de um seguro de vida especial, destinado às mulheres entre 18 e 64 anos, de simples contratação e fácil entendimento. Saiba mais sobre esse produto com o seu gerente ou no site bb.com.br. é uma publicação mensal do Banco do Brasil distribuída como cortesia aos clientes Estilo. Coordenação: Diretoria de Marketing e Comunicação e Unidade Alta Renda. Produção editorial: IMK Relações Públicas. Editor responsável: Fraterno Vieira (MTb 7760). Textos: André Palhano. Correspondência: Av. Paulista, 2.300, 8º andar CEP São Paulo SP Planejando desde cedo o seu horizonte financeiro O jovem investidor tem uma vantagem que nenhum dinheiro pode comprar: o tempo. Tempo para planejar os sonhos pessoais, para decidir o futuro profissional, para realizar um planejamento financeiro; enfim, tempo para alcançar a independência com tranqüilidade. Não importa quanto dinheiro o jovem tenha disponível para investir. Como o tempo conta a seu favor, parte da mesada de hoje poderá se revelar uma bolada no futuro. O importante é ter consciência de que, quanto mais cedo aprender a administrar os próprios investimentos, maior será a chance de que eles venham a render bons frutos no futuro. Para uma administração eficaz, é relevante definir os objetivos e os prazos para atingí-los, pois isso possibilitará a escolha das aplicações mais adequadas e a melhor relação entre risco e retorno. Para obter maiores rentabilidades, deverá assumir maiores riscos. Por exemplo, ações são, por natureza, um investimento de risco e, por isso, indicado para o longo prazo, pois eventuais baixas podem ser compensadas em altas futuras, fazendo com que, na média, a rentabilidade acumulada possa ser superior ao investimento em renda fixa. No Banco do Brasil Estilo, seu gerente está à disposição para orientar o melhor planejamento financeiro para você, seus filhos, netos, afilhados... Tudo com muita competência e imparcialidade. 4 Fundos de investimento não contam com a garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo seguro ou, ainda, do Fundo Garantidor de Crédito FGC. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. Ao investidor é recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e do regulamento do fundo de investimento ao aplicar os seus recursos. Embora cuide com rigor da qualidade dos conteúdos, o BB não se responsabiliza pela precisão dos dados e também por qualquer operação que venha a ser feita com base nos prognósticos sobre o comportamento dos ativos mencionados. É permitida a reprodução parcial ou integral do conteúdo desta publicação desde que citada a fonte.

5 A presente instituição aderiu ao Código de Auto-Regulação da ANBID para os Fundos de Investimento. Guia de Investimentos em Ações - BB Estilo Carteira Moderada Empresa Ação Setor % ALL Alll11 Transporte 15,0 Itaú Itau4 Finanças 15,0 Lojas Americanas Lame4 Comércio 10,0 NET Netc4 Comunicação 10,0 Petrobras Petr4 Petróleo 15,0 Tractebel Tble3 Energia 10,0 Usiminas Usim5 Siderurgia 10,0 Vale do Rio Doce Vale5 Mineração 15,0 Carteira Arrojada Empresa Ação Setor % Bradesco Bbdc4 Finanças 15,0 Gafisa Gfsa3 Construção 10,0 Gerdau Ggbr4 Siderurgia 15,0 Lojas Renner Lren3 Comércio 12,5 NET Netc4 Comunicação 12,5 Petrobras Petr4 Petróleo 15,0 Telemar Tnlp3 Tele fixa 10,0 Vale do Rio Doce Vale5 Mineração 10,0 Carteira Dividendos Empresa Ação Setor % AES Tietê Geti4 Energia 10,0 Eternit Eter3 Construção 15,0 Nossa Caixa Bnca3 Finanças 15,0 Petrobras Petr4 Petróleo 15,0 Sid Nacional Csna3 Siderurgia 10,0 Localiza Rent3 Transp. e Serviços 10,0 Telesp Tlpp4 Tele fixa 15,0 Vale do Rio Doce Vale5 Mineração 10,0 Finanças Petróleo Mineração Siderurgia Comércio Transporte Energia Comunicação 12,5% 12,5% Finanças Petróleo Mineração Siderurgia Comércio Construção Tele fixa Comunicação Finanças Petróleo Mineração Siderurgia Serviço Construção Energia Tele fixa Desempenho das Carteiras Abril 2007 de Ações - Julho % 90% 80% Histórico das Carteiras Acompanhadas x Ibovespa (posição até 31/07) Bovespa Carteira Arrojada Carteira Moderada Carteira Dividendos -0,39% 70% 60% -1,21% -1,47% 2,77% 50% 40% 30% 20% -4.00% -3.00% -2.00% -1.00% 0.00% 1.00% 2.00% 3.00% 4.00% 0% - Jan-06 Mar-06 Mai-06 Jul-06 Set-06 Nov-06 Jan-07 Mar-07 Mai-07 Jul-07 Moderada Arrojada Dividendos Ibovespa Desempenho das Ações Acompanhadas (posição até 31/07) Ação Empresa Último Mín. 52 Máx. 52 No mês No ano Div. Yield IFR Preço Prazo Potencial Desempenho das Carteiras de Ações - Ano 2007 Preço semanas semanas % % % Alvo % ALLL11 ALL America Latina UNT N2 25,60 14,41 29,12 (3,03) 16,17 0,50 39,5 29,62 Mai/08 15,69 BNCA3 Nossa Caixa ON 31,79 28,24 51,97 5,96 (32,23) 4,50 59,5 33,12 Mai/08 4,20 BBDC4 Bradesco PN 49,00 32,41 53,58 4,88 14,12 2,40 55,7 56,77 Mai/08 15,85 CSNA3 Sid Nacional ON 108,71 55,92 110,74 8,93 73,76 3,60 63,2 105,50 Mai/08 em revisão 21,83% ETER3 Eternit ON 10,05 4,09 11,80 (7,65) 63,93 5,20 40,5 10,16 Mai/08 1,09 GETI4 AES Tiete PN 69,50 47,93 78,00 (7,33) 17,32 12,30 8,9 75,07 Jun/08 8,01 21,54% GFSA3 Gafisa ON 29,99 21,33 35,99 (0,70) (5,82) 0,30 41,4 36,75 Mai/08 22,52 GGBR4 Gerdau PN 47,50 27,29 52,22 (4,04) 38,40 2,90 30,7 51,30 Mai/08 7,99 ITAU4 Bco Itau Hold Finan PN 86,45 58,72 94,60 0,55 13,98 2,20 47,4 99,47 Mai/08 15,06 23,67% LAME4 Lojas Americanas PN 167,10 0,08 0,19 8,51 40,61 0,80 52,8 177,06 Jun/08 5,96 LREN3 Lojas Renner ON 35,40 22,98 40,35 (2,48) 16,49 1,20 47,2 35,71 Mai/08 0,89 23,53% NETC4 Net PN 30,25 17,56 34,70 (5,47) 24,78 0,00 34,8 33,35 Mai/08 10,26 PETR4 Petrobras PN 52,71 35,68 57,50 2,07 7,65 3,40 45,2 61,41 Mai/08 16,51 RENT3 Localiza ON 19,35 12,77 23,90 (10,90) (4,81) 5,80 30,1 27,67 Mai/08 42,98 TBLE3 Tractebel ON 22,40 15,29 25,00 4,23 29,42 7,00 49,3 21,37 Mai/08 em revisão 10,00% 15,00% 20,00% 25,00% TLPP4 Telesp PN 59,10 42,07 69,80 (5,89) 11,91 9,00 31,9 65,72 Mai/08 11,20 TNLP3 Telemar-Tele NL Par ON 63,60 50,56 80,00 (17,19) 15,96 1,40 26,9 87,64 Mai/08 37,79 Moderada Arrojada Dividendos Ibovespa USIM5 VALE5 Usiminas PNA Vale Rio Doce PNA 115,71 79,20 58,41 35,80 121,00 84,20 5,19 9,26 47,76 47,81 3,50 1,60 54,4 50,0 125,41 93,98 Mai/08 Mai/08 8,38 18,66 OBS.: Os percentuais indicados em cada papel têm como único objetivo auxiliar o investidor, podendo variar de acordo com o perfil de cada cliente. Este é apenas um acompanhamento de alocação e não exprime deliberações do Banco do Brasil. A utilização dos dados aqui fornecidos é de restrita responsabilidade dos usuários. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. O investimento em ações não é garantido pelo FGC - Fundo Garantidor de Créditos, é de alto risco e pode trazer perdas ao investidor. Fonte: Economática

6 Fundos de Investimentos Estilo - Indicadores de Rentabilidade Fundos Julho/ Acum. Acum. Acum. PL médio (R$) Taxa Adm. Cota em Aplicação Aplicação Resgate Saldo Horário limite Cota Cota Crédito Dt. Início 12 meses 24 meses 36 meses Julho/07 (% a.a) 31/07/07 Inicial Subseqüente Mínimo Mínimo movimentação Aplicação Resgate Resgate do Fundo Referenciado DI BB Referenciado DI Estilo 0,887% 6,442% 11,858% 30,071% 52,101% ,26 1,00 1, Qualquer Valor 23h00 D + 0 D + 0 D Dez-03 Renda Fixa BB Renda Fixa LP Estilo 0,887% 6,557% 12,147% 30,603% 53,148% ,63 1,00 1, Qualquer Valor 17h00 D + 0 D + 0 D Dez-03 BB Renda Fixa Pré LP Estilo (i) 0,453% 7,262% 14, ,84 1,00 1, Qualquer Valor 15h00 D + 0 D + 0 D Jun-06 BB Renda Fixa LP Índice de Preço 20 mil (i) -0,509% 8,157% 17,431% 29,426% 40,953% ,25 1,50 2, ,00 Livre 1.000, ,00 15h00 D + 1 D + 3 D Jul-01 Multimercado BB Multimercado Trade LP Estilo (i) (ii) 0,879% 6,676% 12,278% ,65 1,00 1, Qualquer Valor 17h00 D + 1 D + 1 D Jun-06 BB Multimercado Conservador LP Estilo (i) 0,629% 6,305% 12,212% ,38 1,50 1, Qualquer Valor 17h00 D + 1 D + 1 D Jun-06 BB Multimercado Moderado LP Estilo (i) 0,789% 6,569% 12,826% 33,132% 55,362% ,38 1,50 1, Qualquer Valor 17h00 D + 1 D + 1 D Dez-03 BB Multimercado Arrojado LP Estilo (i) 0,650% 7,004% 13,593% ,24 1,50 1, Qualquer Valor 17h00 D + 1 D + 1 D Jun-06 BB Multimercado Arbitragem LP Estilo (i) (ii) 1,341% 7,592% 11,898% ,74 2,00 1, Qualquer Valor 17h00 D + 1 D + 9 D Jun-06 Cambial Dólar BB Cambial Dólar LP mil -2,020% -10,244% -10,911% -17,340% -33,429% ,14 3,00 1, ,00 200,00 200,00 200,00 15h00 D + 0 D + 0 D Mar-99 BB Cambial Dólar LP 20 mil -1,834% -9,125% -9,007% -13,793% -28,916% ,44 1,00 5, , , , ,00 15h00 D + 0 D + 0 D Out-95 BB Cambial Dólar LP 100 mil -1,8-9,0-8,8-13,465% -28,550% ,87 0,80 5, , , , ,00 15h00 D + 0 D + 0 D Set-00 Cambial Euro BB Cambial Euro LP mil -1,309% -6,634% -4,738% -4,912% -20,005% ,51 1,50 1, ,00 200,00 200,00 200,00 17h00 D + 1 D + 1 D Jun-02 Dívida Externa BB Dívida Externa LP mil -2,703% -11,416% -10,517% -16,023% -28,703% ,41 1,50 6, ,00 200,00 200,00 200,00 17h00 D + 1 D + 1 D Jan-95 Fundos de Renda Variável BB Ações Ibovespa Indexado 1,196% 20,890% 41,665% 97,198% 117,567% ,00 4,00 27, ,00 23h00 D + 1 D + 1 D Dez-93 BB Ações Ibovespa Ativo 2,832% 21,568% 36,281% 87,434% 107,033% ,39 4,00 7, ,00 23h00 D + 1 D + 1 D Out-95 BB Ações IBRX 2,451% 20,438% 39,542% 100,254% 159,393% ,41 4,00 6, ,00 23h00 D + 1 D + 1 D Jul-86 BB Ações Multisetorial Ativo (i) 1,200% 24,874% 37,670% ,98 4,00 1, ,00 23h00 D + 1 D + 1 D Mar-06 BB Ações Exportação 2,104% 27,355% 50,259% 114,207% 142,690% ,75 3,00 5, ,00 23h00 D + 1 D + 1 D Jul-02 BB Ações Small Caps -0,848% 14,332% 46,296% 99,450% 139,200% ,41 3,00 5, ,00 23h00 D + 1 D + 1 D Jul-02 BB Ações Índice Sustentabilidade Empresarial (i) 0,685% 14,920% 38, ,03 2,50 1, ,00 23h00 D + 1 D + 1 D Dez-05 BB Ações Dividendos 0,953% 26,050% 46,434% 126,202% 184,402% ,43 2,00 7, ,00 23h00 D + 1 D + 1 D Jul-02 BB Ações Energia -3,098% 20,083% 31,164% 79,787% 119,111% ,06 2,00 3, ,00 23h00 D + 1 D + 1 D Out-97 BB Ações Telecomunicações -2,795% 11,630% 43,282% 49,133% 39,334% ,95 2,00 1, ,00 23h00 D + 1 D + 1 D Fev-97 BB Ações Embraer -11,452% -6,6 10,219% 11,425% 3,198% ,04 2,00 1, ,00 23h00 D + 1 D + 1 D Mai-01 BB Ações Petrobras 5,395% 13,719% 25,518% 101,178% 199,886% ,41 2,00 8, ,00 23h00 D + 1 D + 1 D Jul-00 BB Ações Vale do Rio Doce 9,252% 45,420% 83,977% 138,990% 251,476% ,57 2,00 10, ,00 23h00 D + 1 D + 1 D Fev-02 BB Ações PIBB 3,437% 22,3 44,162% 112,826% ,64 1,50 2, ,00 23h00 D + 1 D + 1 D Jul-04 (i) A BBDTVM cobra taxa de administração (T.A.) no FI no qual este fundo (FIC) investe. A T.A. apresentada representa a taxa total praticada atualmente pelo fundo (FIC+FI). Consulte seu Gerente sobre a T.A. máxima permitida para cada fundo. (ii) Este fundo possui taxa de performance de 20% (vinte por cento) sobre a rentabilidade que exceder a taxa média diária DI de um dia. Indicadores Julho/ Acum. 12 meses Acum. 24 meses Acum. 36 meses CDI 0,970% 7,039% 12,947% 32,536% 56,254% Dólar -2,523% -12,180% -13,721% -21,456% -37,968% Euro -1,450% -8,704% -7,517% -11,387% -29,4 Ibovespa -0,386% 21,831% 46,134% 108,056% 142,577% IBRx Brasil 1,172% 21,487% 47,132% 118,105% 189,925% Os indicadores informados são apenas referências econômicas. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. Para avaliação de performance do fundo de investimento é recomendável a análise para um período de, no mínimo, 12 meses. A rentabilidade apresentada é bruta, estando sujeita a tributação, conforme legislação vigente. Ao investidor, é recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e do regulamento do fundo de investimento antes de aplicar seus recursos. As aplicações realizadas em fundos de investimentos não são garantidas pelo Administrador, por suas coligadas, pelo Gestor, por qualquer mecanismo de seguro nem pelo Fundo Garantidor de Créditos - FGC.

O Banco do Brasil Estilo quer comemorar com você duas importantes conquistas acumuladas pelo Banco do Brasil no mês de junho.

O Banco do Brasil Estilo quer comemorar com você duas importantes conquistas acumuladas pelo Banco do Brasil no mês de junho. Julho 2007 Ano 1 nº 3 Publicação dirigida aos clientes Estilo do Banco do Brasil palavra do BB BB: destaque em sustentabilidade na América Latina Pelos princípios de responsabilidade socioambiental e desenvolvimento

Leia mais

Estratégia de investimentos

Estratégia de investimentos Maio 2010 Ano 4 nº 37 Publicação dirigida aos clientes do Banco do Brasil Estilo palavra do BB A presente instituição aderiu ao Código ANBID de Regulação e Melhores Práticas para os Fundos de Investimento

Leia mais

seuestilo Previdência pessoal: um tema cada vez mais atual em nossas vidas leia também: Viaje com segurança Novembro 2007 Ano 1 nº 7

seuestilo Previdência pessoal: um tema cada vez mais atual em nossas vidas leia também: Viaje com segurança Novembro 2007 Ano 1 nº 7 Novembro 2007 Ano 1 nº 7 seuestilo Publicação dirigida aos clientes Estilo do Banco do Brasil palavra do BB Previdência pessoal: um tema cada vez mais atual em nossas vidas Nesta edição de seuestilo, você

Leia mais

Relatório Mensal - Novembro de 2013

Relatório Mensal - Novembro de 2013 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor Depois de quatro meses consecutivos de alta, o Ibovespa terminou o mês de novembro com queda de 3,27%, aos 52.842 pontos. No cenário externo, os dados

Leia mais

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - ARROJADA MIX 40

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - ARROJADA MIX 40 BENCHMARK RF:60.00% ( 100.00%CDI ) + RV:40.00% ( 100.00%IBRX 100 ) Relatório Gerencial Consolidado - Período de 03/11/2015 Posição e Desempenho da Carteira - Resumo a 30/11/2015 pg. 1 Posição Sintética

Leia mais

Fundos de Investimento

Fundos de Investimento Fundo de Investimento é uma comunhão de recursos, constituída sob a forma de condomínio que reúne recursos de vários investidores para aplicar em uma carteira diversificada de ativos financeiros. Ao aplicarem

Leia mais

Perfin Long Short 15 FIC FIM

Perfin Long Short 15 FIC FIM Perfin Long Short 15 FIC FIM Relatório Mensal- Junho 2013 O Perfin LongShort 15 FICFIM tem como objetivo gerarretorno superior ao CDIno médio prazo. O fundo utiliza-se de análise fundamentalista eaestratégia

Leia mais

Av. Ataulfo de Paiva, 245-3º andar Leblon CEP: 22440-032 www.animaeducacao.com.br/ri Rio de Janeiro Tel.: +55 (21) 3550-1630. www.genuscapital.com.

Av. Ataulfo de Paiva, 245-3º andar Leblon CEP: 22440-032 www.animaeducacao.com.br/ri Rio de Janeiro Tel.: +55 (21) 3550-1630. www.genuscapital.com. Av. Ataulfo de Paiva, 245-3º andar Leblon CEP: 22440-032 Rio de Janeiro Tel.: +55 (21) 3550-1630 www.genuscapital.com.br A EMPRESA A Genus Capital Group é uma gestora independente centrada em produtos

Leia mais

Fundos de Investimento LEIA O PROSPECTO E O REGULAMENTO ANTES DE INVESTIR

Fundos de Investimento LEIA O PROSPECTO E O REGULAMENTO ANTES DE INVESTIR ANTES ESTRATÉGIA FUNDO FUNDO FIXA SIMPLES LIQUIZ S PERFIL RISCO CAIXA FI FIXA SIMPLES LP 50,00 1,50 D0 / D0 D0 / D0 Selic Até 100% Até 50% 0 CONSERVADOR CAIXA FIC FÁCIL FIXA SIMPLES 50,00 2,00 D0 / D0

Leia mais

A seguir, detalhamos as principais posições do trimestre. PACIFICO HEDGE JULHO DE 2014 1

A seguir, detalhamos as principais posições do trimestre. PACIFICO HEDGE JULHO DE 2014 1 No segundo trimestre de 2014, o fundo Pacifico Hedge FIQ FIM apresentou rentabilidade de 1,41%, líquida de taxas. No mesmo período, o CDI apresentou variação de 2,51% e o mercado de bolsa valorizou-se

Leia mais

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - CONSERVADORA FIX

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - CONSERVADORA FIX BENCHMARK 100.00%CDI Relatório Gerencial Consolidado - Período de 01/04/2015 Posição e Desempenho da Carteira - Resumo a 30/04/2015 pg. 1 Posição Sintética dos Ativos em 30/04/2015 Financeiro % PL FUNDOS

Leia mais

Relatório Mensal Dezembro de 2015

Relatório Mensal Dezembro de 2015 Relatório Mensal Relatório Mensal Carta do Gestor O Ibovespa teve um desfecho melancólico no ultimo mês de 2015, fechando com queda de 3,92% e acumulando uma retração de 13,31% no ano. O cenário econômico

Leia mais

Relatório de Gestão Renda Fixa e Multimercados Junho de 2013

Relatório de Gestão Renda Fixa e Multimercados Junho de 2013 Relatório de Gestão Renda Fixa e Multimercados Junho de 2013 Política e Economia Atividade Econômica: Os indicadores de atividade, de forma geral, apresentaram bom desempenho em abril. A produção industrial

Leia mais

seuestilo Admirável mundo web leia também: BB e Votorantim concluem parceria Outubro 2009 Ano 3 nº 30

seuestilo Admirável mundo web leia também: BB e Votorantim concluem parceria Outubro 2009 Ano 3 nº 30 Outubro 2009 Ano nº 0 seuestilo Publicação dirigida aos clientes do Banco do Brasil Estilo Brasilprev Estilo na sua internet palavra do BB Admirável mundo web Oavanço tecnológico não é, isoladamente, bom

Leia mais

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - MODERADA MIX 20

Posição e Desempenho da Carteira - Resumo HSBC INSTITUIDOR FUNDO MULTIPLO - MODERADA MIX 20 BENCHMARK RF:80.00% ( 100.00%CDI ) + RV:20.00% ( 100.00%IBRX 100 ) Relatório Gerencial Consolidado - Período de 01/04/2015 Posição e Desempenho da Carteira - Resumo a 30/04/2015 pg. 1 Posição Sintética

Leia mais

Fundos de Investimento

Fundos de Investimento Gestão Financeira Prof. Marcelo Cruz Fundos de Investimento 3 Uma modalide de aplicação financeira Decisão de Investimento 1 Vídeo: CVM Um fundo de investimento é um condomínio que reúne recursos de um

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO TITAN TI 14.115.121/0001-93 Mês de Referência: Junho de 2016

FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO TITAN TI 14.115.121/0001-93 Mês de Referência: Junho de 2016 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO TITAN TI 14.115.121/0001-93 Mês de Referência: Junho de 2016 Formulário de Informações Complementares O formulário

Leia mais

seuestilo BB aposta em um horizonte promissor leia também: Uma opção mais barata para pagamento do cheque especial ou cartão Janeiro 2009 Ano 3 nº 21

seuestilo BB aposta em um horizonte promissor leia também: Uma opção mais barata para pagamento do cheque especial ou cartão Janeiro 2009 Ano 3 nº 21 Janeiro 2009 Ano 3 nº 21 Publicação dirigida aos clientes do Banco do Brasil Estilo palavra do BB BB aposta em um horizonte promissor A creditar no futuro de um país especialmente em meio a uma turbulência

Leia mais

A seguir, detalhamos as principais posições do trimestre. PACIFICO HEDGE JULHO DE 2015 1

A seguir, detalhamos as principais posições do trimestre. PACIFICO HEDGE JULHO DE 2015 1 No segundo trimestre de 2015, o fundo Pacifico Hedge FIQ FIM apresentou rentabilidade de 3,61%, líquida de taxas. No mesmo período, o CDI apresentou variação de 3,03% e o mercado de bolsa valorizou-se

Leia mais

PERIODICIDADE MÍNIMA PARA DIVULGAÇÃO DA COMPOSIÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO Mensal, até o dia 10 do mês subsequente ao de referência.

PERIODICIDADE MÍNIMA PARA DIVULGAÇÃO DA COMPOSIÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO Mensal, até o dia 10 do mês subsequente ao de referência. NORTHVIEW FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO 11.806.097/0001-40 Mês de Referência: Março de 2016 Formulário de Informações Complementares O formulário

Leia mais

PROPOSTA POLÍTICA DE INVESTIMENTOS - 2010

PROPOSTA POLÍTICA DE INVESTIMENTOS - 2010 Secretaria da Administração do Estado da Bahia Superintendência de Previdência Diretoria de Gestão Financeira Previdenciária e Investimentos PROPOSTA DE POLÍTICA DE INVESTIMENTOS - 2010 REGIME PRÓPRIO

Leia mais

Demonstrações Financeiras Referentes ao Exercício findo em 30 de Setembro de 2015 e Relatório dos Auditores Independentes

Demonstrações Financeiras Referentes ao Exercício findo em 30 de Setembro de 2015 e Relatório dos Auditores Independentes MB Fundo de Investimento em Ações CNPJ nº 18.799.585/0001-17 (Administrado pela Mercantil do Brasil Distribuidora S.A. - TVM - CNPJ nº 17.364.795/0001-10) Demonstrações Financeiras Referentes ao Exercício

Leia mais

Objetivos das Famílias e os Fundos de Investimento

Objetivos das Famílias e os Fundos de Investimento Objetivos das Famílias e os Fundos de Investimento Objetivos das Famílias e os Fundos de Investimento Prof. William Eid Junior Professor Titular Coordenador do GV CEF Centro de Estudos em Finanças Escola

Leia mais

Santa Helena. jan/12 Aplicações Financeiro Inicial Aplicação Resgate Rendimento Total

Santa Helena. jan/12 Aplicações Financeiro Inicial Aplicação Resgate Rendimento Total Santa Helena Consultoria de Investimentos TC Consultoria de Investimentos Consultor Responsável: Diego Siqueira Santos Certificado pela CVM, Ato declaratório 11.187, de 23 de Julho de 2010 jan/12 Aplicações

Leia mais

VITER Vice-Presidência de Gestão de Ativos de Terceiros. GEICO Gerência Nacional de Investidores Corporativos

VITER Vice-Presidência de Gestão de Ativos de Terceiros. GEICO Gerência Nacional de Investidores Corporativos VITER Vice-Presidência de Gestão de Ativos de Terceiros GEICO Gerência Nacional de Investidores Corporativos 1 CENÁRIO ECONÔMICO Economia Internacional RECUPERAÇÃO Produção Industrial (total) 115.00 Revisões

Leia mais

Evolução Mensal da Carteira de Investimentos

Evolução Mensal da Carteira de Investimentos Evolução Mensal da Carteira de Investimentos (R$ Mil) 950.000 Período: Jan/07 - Ago/12 900.000 850.000 800.000 750.000 700.000 650.000 600.000 550.000 fev/07 abr/07 jun/07 ago/07 out/07 dez/07 fev/08 abr/08

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL DE INVESTIMENTOS INFINITY JUSPREV

RELATÓRIO MENSAL DE INVESTIMENTOS INFINITY JUSPREV São Paulo, 07 de março de 2012. CENÁRIO ECONÔMICO EM FEVEREIRO O mês de fevereiro foi marcado pela continuidade do movimento de alta dos mercados de ações em todo o mundo, ainda que em um ritmo bem menor

Leia mais

FUNDOS DE INVESTIMENTO

FUNDOS DE INVESTIMENTO FUNDOS DE INVESTIMENTO O QUE É FUNDO DE INVESTIMENTO? O Fundo de Investimento é um mecanismo organizado e tem a finalidade de captar e investir recursos no mercado financeiro, transformando-se numa forma

Leia mais

SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional. Novembro/2011

SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional. Novembro/2011 SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional Novembro/2011 3 A SULAMERICA VOCÊ JÁ CONHECE 116 anos no mercado 4.925 funcionários 6,7 milhões de clientes 45 filiais 256 escritórios de venda Maior

Leia mais

Módulo V Fundos de Investimentos. De 13 a 15 Questões na prova (26% a 40%)

Módulo V Fundos de Investimentos. De 13 a 15 Questões na prova (26% a 40%) Módulo V Fundos de Investimentos De 13 a 15 Questões na prova (26% a 40%) 5 - Fundos de Investimentos Definições legais Tipos de Fundo Administração Documentos dos fundos Dinâmica de Aplicação e resgate

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO- DEZEMBRO -2011

RELATÓRIO DE GESTÃO- DEZEMBRO -2011 O ano de 11 terminou sem grandes surpresas. Na tentativa de manter aquecido o mercado consumidor brasileiro, a taxa básica de juros, que chegou a 1,5% ao longo do ano, encerrou o período em 11%. O crescimento

Leia mais

Opportunity. Resultado. Agosto de 2012

Opportunity. Resultado. Agosto de 2012 Opportunity Equity Hedge FIC FIM Agosto de 2012 Resultado Ao longo do segundo trimestre de 2012, o Opportunity Equity Hedge alcançou uma rentabilidade de 5% depois de taxas, o que representa 239,6% do

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis Banco do Nordeste Fundo de Investimento Ações Petrobras (Administrado pelo Banco do Nordeste do Brasil S.A. - CNPJ: 07.237.373/0001-20) 31 de março de 2014 com Relatório dos Auditores

Leia mais

econômico e social do país.

econômico e social do país. Agosto 2010 Ano 4 nº 40 Publicação dirigida aos clientes do Banco do Brasil Estilo A presente instituição aderiu ao Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para os Fundos de Investimento. palavra

Leia mais

Extrato de Fundos de Investimento

Extrato de Fundos de Investimento São Paulo, 01 de Setembro de 2015 Prezado(a) FUNDO DE PENSAO MULTIPATR OAB 03/08/2015 a 31/08/2015 Panorama Mensal Agosto 2015 O mês de agosto novamente foi marcado por grande volatilidade nos mercados

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES AUXILIAR I CNPJ nº 54.070.966/0001-24. Mês de Referência: Março de 2016

FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES AUXILIAR I CNPJ nº 54.070.966/0001-24. Mês de Referência: Março de 2016 FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES AUXILIAR I CNPJ nº 54.070.966/0001-24 Mês de Referência: Março de 2016 Formulário de Informações Complementares O formulário contém um resumo das informações complementares

Leia mais

Carta Mensal Iporanga Julho de 2015

Carta Mensal Iporanga Julho de 2015 O fundo Iporanga Macro FIC FIM apresentou rendimento mensal de 3.7% (318% do CDI) em Julho. O mês também marca os primeiros doze meses de atividades do fundo, que durante o período obteve um rendimento

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL DE INVESTIMENTOS INFINITY JUSPREV

RELATÓRIO MENSAL DE INVESTIMENTOS INFINITY JUSPREV CENÁRIO ECONÔMICO EM OUTUBRO São Paulo, 04 de novembro de 2010. O mês de outubro foi marcado pela continuidade do processo de lenta recuperação das economias maduras, porém com bons resultados no setor

Leia mais

BNY Mellon ARX Extra FIM. Julho, 2013

BNY Mellon ARX Extra FIM. Julho, 2013 BNY Mellon ARX Extra FIM Julho, 2013 Índice I. Filosofia de Investimento II. Modelo de Tomada de Decisão III. Processo de Investimento IV. Características do Fundo 2 I. Filosofia de Investimento Filosofia

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SPINELLI FIC DE FI REFERENCIADO DI CNPJ 19.312.112/0001-06 DEZEMBRO/2015

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SPINELLI FIC DE FI REFERENCIADO DI CNPJ 19.312.112/0001-06 DEZEMBRO/2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o Spinelli FIC de FI Referenciado DI. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto e no Regulamento do fundo, disponíveis

Leia mais

Mercados Futuros (BM&F)

Mercados Futuros (BM&F) Neste segmento de mercado se negociam contratos e minicontratos futuros de ativos financeiros ou commodities. Ou seja, é a negociação de um produto que ainda não existe no mercado, por um preço predeterminado

Leia mais

CSHG Strategy II FIC FIA Comentário do Gestor

CSHG Strategy II FIC FIA Comentário do Gestor A presente Instituição aderiu ao Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para os Fundos de Investimento. CSHG Strategy II FIC FIA Comentário do Gestor Agosto 2010 Em Agosto, o fundo CSHG Strategy

Leia mais

JANEIRO de 2013. www.atuarialconsultoria.com.br

JANEIRO de 2013. www.atuarialconsultoria.com.br JANEIRO de 2013 1 ÍNDICE 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS 05 PÁG 2. INFORMAÇÕES CONTRATUAIS FUNDOS DE INVESTIMENTO 06 2.1. Fundos de Investimento do Banco do Brasil 06 2.1.1. BB Previdenciário Renda Fixa IMA

Leia mais

Relatório Econômico Mensal. Abril - 2012

Relatório Econômico Mensal. Abril - 2012 Relatório Econômico Mensal Abril - 2012 Índice Indicadores Financeiros...3 Projeções...4 Cenário Externo...5 Cenário Doméstico...7 Renda Fixa...8 Renda Variável...9 Indicadores - Março 2012 Eduardo Castro

Leia mais

Associação Nacional dos Bancos de Investimento

Associação Nacional dos Bancos de Investimento Associação Nacional dos Bancos de Investimento Dados Estatísticos de Rentabilidade da Indústria de Fundos - Mar/2007 - Dados Estatísticos de Rentabilidade da Indústria de Fundos - Mar/2007 - Índice Quadro

Leia mais

ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 15/2015

ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 15/2015 ATA DE REUNIÃO DO COMITÊ DE INVESTIMENTOS - COMIN COMIN - Nº 15/2015 Data: 10/08/2015 Participantes Efetivos: Wagner de Jesus Soares Presidente, Mariana Machado de Azevedo Economista, Rosangela Pereira

Leia mais

Artigo 2º - O FUNDO destina-se a acolher investimentos de pessoas físicas e pessoas jurídicas privadas e públicas, doravante designados, Cotista.

Artigo 2º - O FUNDO destina-se a acolher investimentos de pessoas físicas e pessoas jurídicas privadas e públicas, doravante designados, Cotista. FUNDO Artigo 1º - O Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento CAIXA Premium Renda Fixa Referenciado DI Longo Prazo, doravante designado, abreviadamente, FUNDO, é um Fundo de Investimento

Leia mais

seuestilo Os bons resultados do BB em 2008 leia também: BB Crédito Automático com taxas especiais na internet Abril 2009 Ano 3 nº 24

seuestilo Os bons resultados do BB em 2008 leia também: BB Crédito Automático com taxas especiais na internet Abril 2009 Ano 3 nº 24 Abril 2009 Ano 3 nº 24 seuestilo Publicação dirigida aos clientes do Banco do Brasil Estilo palavra do BB Os bons resultados do BB em 2008 Na edição de abril de 2008 deste Boletim, informamos que investimentos

Leia mais

BICBANCO Stock Index Ações Fundo de Investimento em Títulos e Valores Mobiliários (Administrado pelo Banco Industrial e Comercial S.A.

BICBANCO Stock Index Ações Fundo de Investimento em Títulos e Valores Mobiliários (Administrado pelo Banco Industrial e Comercial S.A. BICBANCO Stock Index Ações Fundo de Investimento em Títulos e Valores Mobiliários (Administrado pelo Banco Industrial e Comercial S.A.) Demonstrações Financeiras Referentes ao Exercício Findo em 30 de

Leia mais

Relatório Econômico Mensal DEZEMBRO/14

Relatório Econômico Mensal DEZEMBRO/14 Relatório Econômico Mensal DEZEMBRO/14 Índice INDICADORES FINANCEIROS 3 PROJEÇÕES 4 CENÁRIO EXTERNO 6 CENÁRIO DOMÉSTICO 7 RENDA FIXA 8 RENDA VARIÁVEL 8 Indicadores Financeiros BOLSA DE VALORES AMÉRICAS

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis Banco do Nordeste Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento DI Institucional Longo Prazo (Administrado pelo Banco do Nordeste do Brasil S.A. - CNPJ: 07.237.373/0001-20)

Leia mais

A importância do asset allocation na otimização dos resultados

A importância do asset allocation na otimização dos resultados A importância do asset allocation na otimização dos resultados Joaquim Levy Diretor Superintendente da BRAM Cristiano Picollo Corrêa Portfolio Specialist da BRAM Agenda Introdução Estudo de Casos Caso

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

Banco do Brasil - Cartilha de Fundos de Investimento Fundos de Investimento

Banco do Brasil - Cartilha de Fundos de Investimento Fundos de Investimento Fundos de Investimento O que é?...2 Tipos de Fundos...2 Fundos de curto prazo...2 Fundos renda fixa...2 Fundos referenciados DI...2 Fundos multimercado...3 Fundos de ações...3 Fundos da dívida externa...3

Leia mais

PROGRAMA DETALHADO Certificação ANBIMA Profissional Série 10 (CPA-10)

PROGRAMA DETALHADO Certificação ANBIMA Profissional Série 10 (CPA-10) PROGRAMA DETALHADO Programa da Certificação Detalhado Profissional da Certificação ANBIMA Profissional Série 10 (CPA-10) ANBID Série 10 Controle: D.04.08.07 Data da Elaboração: 10/11/2009 Data da Revisão:

Leia mais

Cenário Econômico. Alocação de Recursos

Cenário Econômico. Alocação de Recursos BB Gestão de Recursos DTVM S.A. Cenário Econômico UGP- Unidade de Gestão Previdenciária BB Gestão de Recursos DTVM S. A. Alocação de Recursos setembro/2015 Outubro/2015 Cenário Econômico Economia Internacional

Leia mais

Artigo 5º - A relação completa dos prestadores de serviços pode ser consultada no Formulário de Informações Complementares do FUNDO.

Artigo 5º - A relação completa dos prestadores de serviços pode ser consultada no Formulário de Informações Complementares do FUNDO. FUNDO Artigo 1º - O Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento CAIXA Cambial Dólar, doravante designado, abreviadamente, FUNDO, é um Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento

Leia mais

BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03

BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03 BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03 PROSPECTO AVISOS IMPORTANTES I. A CONCESSÃO DE REGISTRO PARA A VENDA DAS COTAS DESTE FUNDO NÃO IMPLICA, POR PARTE DA

Leia mais

FIEX HSBC PREMIER FUNDO DE INVESTIMENTO NO EXTERIOR HSBC PREMIER PROSPECTO. ADMINISTRAÇÃO e GESTÃO: HSBC BANK BRASIL S.A.

FIEX HSBC PREMIER FUNDO DE INVESTIMENTO NO EXTERIOR HSBC PREMIER PROSPECTO. ADMINISTRAÇÃO e GESTÃO: HSBC BANK BRASIL S.A. FIEX HSBC PREMIER FUNDO DE INVESTIMENTO NO EXTERIOR HSBC PREMIER PROSPECTO ADMINISTRAÇÃO e GESTÃO: HSBC BANK BRASIL S.A. BANCO MÚLTIPLO Atualizado em março de 2004 Fundo de Investimento no Exterior HSBC

Leia mais

FATOR MAX CORPORATIVO FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA LONGO PRAZO CRÉDITO PRIVADO

FATOR MAX CORPORATIVO FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA LONGO PRAZO CRÉDITO PRIVADO FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FATOR MAX CORPORATIVO FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA LONGO PRAZO CRÉDITO PRIVADO Data da Competência: Mar/16 ESTE FORMULÁRIO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES

Leia mais

seuestilo Lucro e desenvolvimento leia também: Mais pontos para você Setembro 2010 Ano 4 nº 41

seuestilo Lucro e desenvolvimento leia também: Mais pontos para você Setembro 2010 Ano 4 nº 41 Setembro 2010 Ano 4 nº 41 seuestilo Publicação dirigida aos clientes do Banco do Brasil Estilo A presente instituição aderiu ao Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para os Fundos de Investimento.

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PARA 2010

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PARA 2010 POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PARA 2010 Subordinada à Resolução CMN nº 3.792 de 24/09/09 1- INTRODUÇÃO Esta política tem como objetivo estabelecer as diretrizes a serem observadas na aplicação dos recursos

Leia mais

Mercado Financeiro e de Capitais. Taxas de Juros Reais e Expectativas de Mercado. Gráfico 3.1 Taxa over/selic

Mercado Financeiro e de Capitais. Taxas de Juros Reais e Expectativas de Mercado. Gráfico 3.1 Taxa over/selic III Mercado Financeiro e de Capitais Taxas de Juros Reais e Expectativas de Mercado A taxa Selic efetiva totalizou 8,2% em 213 e a taxa Selic real acumulada no ano, deflacionada pelo IPCA, atingiu 2,2%.

Leia mais

Artigo 5º - A relação completa dos prestadores de serviços pode ser consultada no Formulário de Informações Complementares do FUNDO.

Artigo 5º - A relação completa dos prestadores de serviços pode ser consultada no Formulário de Informações Complementares do FUNDO. FUNDO Artigo 1º - O Fundo de Investimento em Ações CAIXA Brasil Ibovespa, doravante designado, abreviadamente, FUNDO, é um Fundo de Investimento constituído sob a forma de condomínio aberto, com prazo

Leia mais

E-book de Fundos de Investimento

E-book de Fundos de Investimento E-book de Fundos de Investimento O QUE SÃO FUNDOS DE INVESTIMENTO? Fundo de investimento é uma aplicação financeira que funciona como se fosse um condomínio, onde as pessoas somam recursos para investir

Leia mais

Lâmina de Informações Essenciais do. Título Fundo de Investimento Multimercado Longo Prazo (Título FIM-LP) CNPJ/MF: 02.269.

Lâmina de Informações Essenciais do. Título Fundo de Investimento Multimercado Longo Prazo (Título FIM-LP) CNPJ/MF: 02.269. Lâmina de Informações Essenciais do Informações referentes à Dezembro de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o TÍTULO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO - LONGO PRAZO (Título

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE INVESTIMENTO E RESUMO DO INFORMATIVO MENSAL DA BB GESTÃO DE RECURSOS DTVM Maio/2014 1. Extrato Sintético das Aplicações FUNDOS RENDA FIXA SALDO 30.04.14 APLICAÇÃO

Leia mais

Carteira Recomendada RENDA FIXA segunda-feira, 4 de maio de 2015

Carteira Recomendada RENDA FIXA segunda-feira, 4 de maio de 2015 1. Alocação recomendada para Maio de 2015 Classe de Ativo Carteira Conservadora* Carteira Moderada* Carteira Agressiva* Curto Prazo Longo Prazo Curto Prazo Longo Prazo Curto Prazo Longo Prazo Pós-Fixado

Leia mais

Relatório Gerencial Abril 2016. Receita Imobiliária 763.982,82 PEUGEOT 96.554,65 PETROBRAS 667.428,17 RENDA FIXA 7.938,83. Receitas Totais 771.

Relatório Gerencial Abril 2016. Receita Imobiliária 763.982,82 PEUGEOT 96.554,65 PETROBRAS 667.428,17 RENDA FIXA 7.938,83. Receitas Totais 771. TRX Edifícios Corporativos XTED11 - FII Relatório Gerencial Abril 2016 DADOS DO FUNDO DATA DE INÍCIO Novembro/2012 PRAZO Indeterminado VALOR DE MERCADO R$ 38.142.000,00 VALOR PATRIMONIAL R$ 94.237.354,75

Leia mais

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX

Renda Fixa: 88%[(78% [CDI+0,5%]+17% IMAB + 5%IMAB5)+12%(103%CDI)] Renda Variável Ativa = 100%(IBrx+6%) Inv. estruturados = IFM Inv. no exterior = BDRX Objetivo Os investimentos dos Planos Básico e Suplementar, modalidade contribuição definida, tem por objetivo proporcionar rentabilidade no longo prazo através das oportunidades oferecidas pelos mercados

Leia mais

Mercado Financeiro e de Capitais. Taxas de juros reais e expectativas de mercado. Gráfico 3.1 Taxa over/selic

Mercado Financeiro e de Capitais. Taxas de juros reais e expectativas de mercado. Gráfico 3.1 Taxa over/selic III Mercado Financeiro e de Capitais Taxas de juros reais e expectativas de mercado O ciclo de flexibilização monetária iniciado em janeiro, quando a meta para a taxa básica de juros foi reduzida em p.b.,

Leia mais

Demonstrativo da Composição e Diversificação da Carteira

Demonstrativo da Composição e Diversificação da Carteira Demonstrativo da Composição e Diversificação da Carteira Mês/Ano: 31 de março de 2016 Nome do Fundo: Alfa I - Fundo Mútuo de CNPJ: 03.919.892/0001-17 Administrador: Banco Alfa de Investimento S.A. CNPJ:

Leia mais

POR QUE INVESTIR DINHEIRO?

POR QUE INVESTIR DINHEIRO? POR QUE INVESTIR DINHEIRO? INVESTIMENTO X POUPANÇA Antes de falar em investimentos, precisamos entender que investimento é diferente de poupança. Poupança é o mero ato de guardar dinheiro (por exemplo,

Leia mais

Demonstrações Financeiras

Demonstrações Financeiras Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IMA Geral Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.894/0001-36 (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ: 92.702.067/0001-96)

Leia mais

31 de março de 2015 e 2014 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as demonstrações financeiras

31 de março de 2015 e 2014 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as demonstrações financeiras Demonstrações Financeiras Banrisul Multi Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ: 92.702.067/0001-96) e 2014 com Relatório

Leia mais

Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar.

Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar. FUNDO REFERENCIADO DI Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar. Para tal, investem no mínimo 80% em títulos públicos federais

Leia mais

HSBC Global Asset Management Apresentação para HP Prev

HSBC Global Asset Management Apresentação para HP Prev HSBC Global Asset Management Apresentação para HP Prev Cenário Macroeconômio Destaques Perspectiva positiva para o cenário internacional Retomada do crescimento global, com maior equilíbrio entre desenvolvidos

Leia mais

RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS. Setembro de 2015

RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS. Setembro de 2015 RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS Setembro de 2015 1 RESULTADOS DOS INVESTIMENTOS 1.1. Saldos Financeiros Saldos Segregados por Planos (em R$ mil) DATA CC FI DI/RF PGA FI IRFM1 FI IMAB5 SUBTOTAL CC FI DI/RF FI

Leia mais

BICBANCO STOCK INDEX AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS

BICBANCO STOCK INDEX AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS BICBANCO STOCK INDEX AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS (Administrado pelo Banco Industrial e Comercial S.A.) DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REFERENTES AO EXERCÍCIO FINDO EM 30 DE SETEMBRO

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS MARÇO-2014. Regime Próprio de Previdência do Município de Agudo - RS

RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS MARÇO-2014. Regime Próprio de Previdência do Município de Agudo - RS RELATÓRIO DE GESTÃO DE INVESTIMENTOS MARÇO-2014 Regime Próprio de Previdência do Município de Agudo - RS INTRODUÇÃO O Relatório de Gestão de Investimentos do Regime Próprio de Previdência do Município

Leia mais

Mensagem da Administradora

Mensagem da Administradora Mensagem da Administradora Prezados Cotistas: Submetemos à apreciação de V.S.as. a demonstração da composição e diversificação das aplicações da CSN Invest Fundo de Investimento em Ações, em 31 de dezembro

Leia mais

BRESSER AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES

BRESSER AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES BRESSER AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES REGULAMENTO DO FUNDO O BRESSER AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES, regido pelas disposições do presente Regulamento, e regulado pelas Instruções CVM nº 302

Leia mais

Demonstração de Desempenho do Tokyo-Mitsubishi UFJ Leader FI Referenciado DI CNPJ: Nº 00.875.318/0001-16 Informações referentes a 2014

Demonstração de Desempenho do Tokyo-Mitsubishi UFJ Leader FI Referenciado DI CNPJ: Nº 00.875.318/0001-16 Informações referentes a 2014 Demonstração de Desempenho do Tokyo-Mitsubishi UFJ Leader FI Referenciado DI CNPJ: Nº 00.875.318/0001-16 Informações referentes a 2014 1. Denominação completa do fundo conforme o cadastro na CVM: Tokyo-Mitsubishi

Leia mais

Critérios de Premiação para o Guia de Fundos Exame 2009 Fundos e Gestores

Critérios de Premiação para o Guia de Fundos Exame 2009 Fundos e Gestores Critérios de Premiação para o Guia de Fundos Exame 2009 Fundos e Gestores Prof. William Eid Junior Prof. Ricardo Ratner Rochman GV CEF Centro de Estudos em Finanças Escola de Administração de Empresas

Leia mais

seuestilo Reconhecimento ao cliente leia também: Autoatendimento BB pela Internet dá um salto de qualidade Janeiro 2010 Ano 4 nº 33

seuestilo Reconhecimento ao cliente leia também: Autoatendimento BB pela Internet dá um salto de qualidade Janeiro 2010 Ano 4 nº 33 Janeiro 2010 Ano 4 nº 33 seuestilo Publicação dirigida aos clientes do Banco do Brasil Estilo palavra do BB A presente instituição aderiu ao Código ANBID de Regulação e Melhores Práticas para os Fundos

Leia mais

Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IMA Geral Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.894/0001-36

Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IMA Geral Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.894/0001-36 Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IMA Geral Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ: 92.702.067/0001-96) e 2014 com Relatório

Leia mais

12 perguntas. que você precisa fazer para o seu cliente.

12 perguntas. que você precisa fazer para o seu cliente. 12 perguntas que você precisa fazer para o seu cliente. Introdução Neste final de ano, a Icatu Seguros quer convidar a todos para uma reflexão sobre decisões aparentemente simples, mas que nem sempre são

Leia mais

A presente Instituição aderiu ao Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para os Fundos de Investimento. CARACTERÍSTICAS HG Verde Fundo de Investimento Multimercado FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS

Leia mais

BANRISUL ABSOLUTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF nº 21.743.480/0001-50 PROSPECTO

BANRISUL ABSOLUTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF nº 21.743.480/0001-50 PROSPECTO BANRISUL ABSOLUTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF nº 21.743.480/0001-50 PROSPECTO AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO DO FUNDO, PORÉM NÃO O SUBSTITUI.

Leia mais

Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IRF - M Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.885/0001-45

Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IRF - M Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.885/0001-45 Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IRF - M Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ: 92.702.067/0001-96) e 2014 com Relatório

Leia mais

Demonstrações Financeiras

Demonstrações Financeiras Demonstrações Financeiras Fundo de Aposentadoria Programada Individual Banrisul Conservador CNPJ 04.785.314/0001-06 (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ 92.702.067/0001-96)

Leia mais

MULTIMERCADOS PROSPECTO - JULHO DE 2015 FUNDO DE INVESTIMENTO

MULTIMERCADOS PROSPECTO - JULHO DE 2015 FUNDO DE INVESTIMENTO PROSPECTO Julho de 2015 PARNAMIRIM MULTIMERCADO CNPJ n o 09.274.058/0001-06 ADMINISTRADORA Daycoval Asset Management Adm de Recursos Ltda CNPJ: 72.027.832/0001-02 Registro CVM Ato Declaratório nº 8056,

Leia mais

PPS MSDPREV PORTFOLIO PERFORMANCE

PPS MSDPREV PORTFOLIO PERFORMANCE 1 MSDPREV ANÁLISE DE DESEMPENHO DOS FUNDOS DE INVESTIMENTOS JAN.15 RENDA FIXA MSDPREV RF (WESTERN) CLASSIFICAÇÃO: CLUSTER RENDA FIXA ÍNDICES - MODERADO Fevereiro/14 a Janeiro/15 O histórico dos últimos

Leia mais

Movimentações entre aplicações financeiras sem CPMF

Movimentações entre aplicações financeiras sem CPMF Movimentações entre aplicações financeiras sem CPMF A Conta Investimento foi instituída pela Lei 10.892, que entrou em vigor em 01/10/2004. Trata-se de uma conta corrente de depósitos para investimento

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO- JANEIRO -2012

RELATÓRIO DE GESTÃO- JANEIRO -2012 O pessimismo amplamente precificado em bolsa ao longo de 2011 parece ter sofrido uma mudança de rota em direção a céus mais azuis. Em janeiro de 2012, o Ibovespa subiu 11,13%, de tal forma a recuperar

Leia mais

RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS

RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS RELATÓRIO DE INVESTIMENTOS Julho de RESULTADOS DOS INVESTIMENTOS Saldos Financeiros Saldos Segregados por Planos (em R$ mil) PGA PB TOTAL CC FI DI/RF FI IRFM1 FI IMAB5 SUBTOTAL CC FI DI/RF FI IRFM1 FI

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV EXCLUSIVO PGBL E VGBL BB

NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV EXCLUSIVO PGBL E VGBL BB NOTAS EXPLICATIVAS BRASILPREV EXCLUSIVO PGBL E VGBL BB O que é o Plano Brasilprev Exclusivo? O Brasilprev Exclusivo é uma solução moderna e flexível que ajuda você a acumular recursos para a realização

Leia mais

seuestilo Há 200 anos fazendo o futuro leia também: Mobile BB agora também no iphone Outubro 2008 Ano 2 nº 18

seuestilo Há 200 anos fazendo o futuro leia também: Mobile BB agora também no iphone Outubro 2008 Ano 2 nº 18 Outubro 2008 Ano 2 nº 18 seuestilo Publicação dirigida aos clientes do Banco do Brasil Estilo palavra do BB Há 200 anos fazendo o futuro Concluir um ciclo de existência, que aprendemos a denominar de aniversário,

Leia mais

Clique no nome do canal de atendimento e confira: Internet. Autoatendimento. Fone Fácil. Agência

Clique no nome do canal de atendimento e confira: Internet. Autoatendimento. Fone Fácil. Agência Clique no nome do canal de atendimento e confira: Internet Fone Fácil Autoatendimento Agência Internet Produto Horário* Limite Diário BRADESCO PRIME NET FIC FI REFERENCIADO DI BRADESCO PRIME NET FIC FI

Leia mais

MUTUOPREV 2014 - RELATÓRIO ANUAL DO PLANO DE BENEFÍCIOS II

MUTUOPREV 2014 - RELATÓRIO ANUAL DO PLANO DE BENEFÍCIOS II MUTUOPREV 2014 - RELATÓRIO ANUAL DO PLANO DE BENEFÍCIOS II A MUTUOPREV Entidade de Previdência Complementar - CNPJ nº 12.905.021/0001-35 e CNPB 2010.0045-74, aprovado pela portaria nº 763 de 27 de setembro

Leia mais